OUTROS CASOS. rsn 2007/08

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OUTROS CASOS. rsn 2007/08"

Transcrição

1 A Pronominalização A O João deu um livro à mãe. / O João deu-o à mãe. B O João deu um livro à mãe. / O João deu-lhe o livro. C O João deu um livro à mãe. / O João deu-lho. D A Catarina disse à mãe que ia estudar. / A Catarina disse-o à mãe. E A Catarina disse à mãe que ia estudar. / Ela disse-lho. F Ela vai fazer um bolo. / Ela vai fazê-lo. OUTROS CASOS 1 Gostaria que me dissesse o seu nome. / mo dissesse 2 Queria que lhe enviasse as flores. / lhas enviasse 3 Queria enviar-lhe estes dados. / enviar-lhos 4 Gostaria que me desse uma prenda. / ma desse 5 Se ele nos emprestasse o computador, seria óptimo. / no-lo emprestasse 6 Era preciso que ela nos enviasse as cartas. / no-las enviasse 7 Eles compraram um livro. / compraram-no

2 A - Pronominalização processo que nos permite substituir, numa frase, um nome/substantivo por um pronome. Ao proceder a essa alteração temos de ter em conta a função sintáctica desempenhada pelo substantivo na frase. Assim em: o O João comprou um carro, O João deverá ser substituído por ele, uma vez que se trata do sujeito e um carro por o, já que se trata do complemento directo (Ele comprou-o.). Claro que este processo só pode ser utilizado de forma contextualizada, isto é, só podemos substituir substantivos por pronomes, quando anteriormente existe a identificação explícita das realidades a que os pronomes se reportam.

3 B - O exemplo apresentado em A (O João comprou um carro.) de transformação anteriormente apresentado é simples. No entanto, há situações em que temos de proceder a alterações fonéticas, aquando da transformação. Formas verbais terminadas em: - r - s - z - lo / - la Complemento directo 3ª pessoa - los / - las Sempre que pretendermos juntar às formas verbais terminadas em r, -s e z os pronomes de complemento directo da 3ª pessoa (singular ou plural), as referidas consoantes caem, surgindo antes dos pronomes um -l, como registado no quadro em cima.

4 Tecnicamente, não há queda de som, mas sim a utilização da forma do pronome pessoal antigo. Ainda assim, torna-se mais simples / fácil assimilar pelos alunos se se referir que se trata de uma queda e adição de sons. Exemplos: 1. Vou convidar a Maria para ir ao cinema. / Vou convidá-la para ir ao cinema. 2. Faz os trabalhos. / Fá-los. 3. Compras o pão, está bem? / Compra-lo, está bem? Há, no entanto, duas excepções onde as situações apresentadas em B não se aplicam. Segue a sua apresentação em quadro. Excepções o Ele quer os livros. o Ele quere-os. o Tu tens o meu livro. o Tu tem-lo.

5 C Neste processo (pronominalização) há ainda que considerar as situações em que as formas verbais terminam em sons nasais. Segue um quadro que apresenta as alterações a fazer. Formas verbais terminadas em: - ão - õe - m - no / - na Complemento directo 3ª pessoa - nos / - nas Exemplos: 1. Eles dão os livros aos filhos. / Eles dão-nos. 2. Ela põe a mesa. / Ela põe-na. 3. Ofereçam livros. / Ofereçam-nos.

6 D A quarta situação que temos de considerar no estudo desta matéria é a colocação do pronome. Regra geral, sempre que se procede à pronominalização, o pronome é colocado à frente do verbo, separado deste por hífen. Mas há situações em que, naturalmente, temos necessidade de antepor o pronome ao verbo. Não sendo possível enumerar todas as circunstâncias em que tal acontece por serem imensas, aqui ficam algumas dicas: NAS FRASES NEGATIVAS: O João deu-me um livro. / O João não me deu um livro. DEPOIS DE CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS: Pedro pediu para sair, pois chamaram-no ao telefone. / O Pedro pediu para sair, porque o chamaram ao telefone. DEPOIS DE já, também, cá, ainda : Ela disse-me que chegava mais tarde. / Ela também me disse que chegava mais tarde.

7 EXERCÍCIOS 1. Ela jurou ao marido que não sabia nada. 2. Podes regar a relva logo à tarde. 3. Consta que vão construir dois hotéis na Avenida Marginal. 4. O Inácio contou tudo a mim e ao enfermeiro. 5. Vou fazer o café imediatamente. 6. Eles receberam esta intervenção com gargalhadas de desprezo. 7. Acordámos as meninas porque eram horas de partir. 8. Onde é que você deixou os passaportes? 9. Oxalá encontre a sua família de saúde. 10. O atleta conseguiu transpor a fasquia a 2.20 metros. 11. Os guardas dominaram o criminoso com alguma dificuldade. 12. Conheces essa bailarina pessoalmente? 13. Logo que descobriram o autor do roubo, ficou tudo esclarecido.

ROTEIRO DAS AVALIAÇÕES GLOBAIS 1º ANO 4º BIMESTRE 2012 De 16 a 22 de novembro. Obs: Estudar pelas atividades, TD's e o livro.

ROTEIRO DAS AVALIAÇÕES GLOBAIS 1º ANO 4º BIMESTRE 2012 De 16 a 22 de novembro. Obs: Estudar pelas atividades, TD's e o livro. Rua Pe. João Piamarta, 161 Bairro Montese Cx Postal: 3505 Fone (85) 3494-1529 / 3494-3691 CEP: 60.410-140 - Fortaleza-Ce piamartamontese@gmail.com ROTEIRO DAS AVALIAÇÕES GLOBAIS 1º ANO GEOGRAFIA - 16/11

Leia mais

LÍNGUA INTERATIVIDADE REVISÃO 2 INTERATIVIDADE. Unidade II. Cultura- A pluralidade na expressão humana. Aula 20. Revisão e avaliação da unidade II.

LÍNGUA INTERATIVIDADE REVISÃO 2 INTERATIVIDADE. Unidade II. Cultura- A pluralidade na expressão humana. Aula 20. Revisão e avaliação da unidade II. Unidade II Cultura- A pluralidade na expressão humana. Aula 20 Revisão e avaliação da unidade II. 2 Ervas O caule das ervas (plantas herbáceas) é geralmente verde, ao contrário das árvores e arbustos.

Leia mais

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Professora: Daniela Bunn Disciplina: Técnicas de Redação Série: 8ª. série Tema da aula: CRASE Objetivo da aula: Fornecer aos alunos noções básicas sobre o

Leia mais

Escola Secundária de Oliveira do Bairro. Ano Lectivo 2010/2011 QUEDA LIVRE FÍSICO-QUÍMICA. Mariana Figueiredo 11ºB nº17

Escola Secundária de Oliveira do Bairro. Ano Lectivo 2010/2011 QUEDA LIVRE FÍSICO-QUÍMICA. Mariana Figueiredo 11ºB nº17 Ano Lectivo 2010/2011 FÍSICO-QUÍMICA QUEDA LIVRE Mariana Figueiredo 11ºB nº17 QUESTÕES PRÉ-LABORATORIAIS Escola Secundária de Oliveira do Bairro 1- a) Na queda, o movimento é uniformemente acelerado porque

Leia mais

3º Bimestre Preciosidades da vida AULA: 108 Conteúdos:

3º Bimestre Preciosidades da vida AULA: 108 Conteúdos: CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I 3º Bimestre Preciosidades da vida AULA: 108 Conteúdos: Pronomes pessoais do caso Oblíquo O metro O ser humano e os

Leia mais

Lista de Exercícios - Unidade 8 Eu tenho a força!

Lista de Exercícios - Unidade 8 Eu tenho a força! Lista de Exercícios - Unidade 8 Eu tenho a força! Forças 1. (UFSM 2013) O uso de hélices para propulsão de aviões ainda é muito frequente. Quando em movimento, essas hélices empurram o ar para trás; por

Leia mais

MATERIAL DE AULA CURSO DE PORTUGUÊS APLICADO PROF. EDUARDO SABBAG REDE LFG

MATERIAL DE AULA CURSO DE PORTUGUÊS APLICADO PROF. EDUARDO SABBAG REDE LFG MATERIAL DE AULA CURSO DE PORTUGUÊS APLICADO PROF. EDUARDO SABBAG REDE LFG I EXERCÍCIOS SOBRE O USO DE CONECTIVOS: Observe o modelo: Frase errada: Embora o Brasil seja um país de grandes recursos naturais,

Leia mais

http://www.comoorganizarcasamento.com

http://www.comoorganizarcasamento.com Como Planejar seu Casamento Sem Stress Copyright 2014 Este e- book é protegido pela Lei dos Direitos Autorais (Lei 9.610/98), é proibida a reprodução do livro por meio eletrônico ou impresso. O e- book

Leia mais

Inglês Instrumental. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 75p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Inglês Instrumental. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 75p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. Autor José Ricardo Moreira Pós graduado em Literatura e autor de literatura para jovens de todas as idades, como prefere classificar as narrativas alinhadas com os grandes temas da atualidade. Em meados

Leia mais

Gabinete de Apoio ao Aluno e à Comunidade Educativa (GACE)

Gabinete de Apoio ao Aluno e à Comunidade Educativa (GACE) Núcleos de Estudo Caderno de Apoio Núcleos de Estudo 1 Podes dizer-me, por favor, que caminho devo seguir para sair daqui? [perguntou a Alice] Isso depende muito de para onde é que queres ir disse o Gato.

Leia mais

Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.)

Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) Colégio Santa Catarina Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) 17 Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) 3.1- Aceleração Escalar (a): Em movimentos nos quais as velocidades

Leia mais

RENDIMENTO NESTE PERÍODO

RENDIMENTO NESTE PERÍODO ALUNO (A): ANO: 5º ANO FUNDAMENTAL 23/11/2012 A SEGUIR ALGUMAS ORIENTAÇÕES PARA UM MELHOR RENDIMENTO NESTE PERÍODO: ( ) MELHORAR A CALIGRAFIA. ( ) MAIS ATENÇÃO NA ORTOGRAFIA. ( ) REALIZAR AS ATIVIDADES

Leia mais

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos)

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos) I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. Hoje. domingo e o tempo. bom. Por isso nós. todos fora de casa.. a passear à beira-mar.. agradável passar um pouco de tempo

Leia mais

Preparação da época de exames

Preparação da época de exames Preparação da época de exames Sugestões para os estudantes Imagem de http://jpn.icicom.up.pt/imagens/educacao/estudar.jpg A preparação para os Exames começa no início do Semestre O ritmo de exposição da

Leia mais

Unidade Didática Movimento Física 9 ano

Unidade Didática Movimento Física 9 ano Unidade Didática Movimento Física 9 ano Duração: 3 aulas de 50 minutos. Objetivos: Após o término dessas aulas, os alunos devem ser capazes de: Ao final desta aula o aluno deve ser capaz de: Reconhecer

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2015

CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2015 CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE SARAPUÍ - SP PROFESSOR EDUCAÇÃO BÁSICA II- EDUCAÇÃO FÍSICA Nome do (a) Candidato (a) Número de Inscrição Este caderno de questões está assim constituído:

Leia mais

ADESÃO AO CÓDIGO EUROPEU DE CONDUTA VOLUNTÁRIO SOBRE AS INFORMAÇÕES A PRESTAR ANTES DA CELEBRAÇÃO DE CONTRATOS DE EMPRÉSTIMO À HABITAÇÃO

ADESÃO AO CÓDIGO EUROPEU DE CONDUTA VOLUNTÁRIO SOBRE AS INFORMAÇÕES A PRESTAR ANTES DA CELEBRAÇÃO DE CONTRATOS DE EMPRÉSTIMO À HABITAÇÃO ADESÃO AO CÓDIGO EUROPEU DE CONDUTA VOLUNTÁRIO SOBRE AS INFORMAÇÕES A PRESTAR ANTES DA CELEBRAÇÃO DE CONTRATOS DE EMPRÉSTIMO À HABITAÇÃO Foi negociado e adoptado pelas Associações Europeias de Consumidores,

Leia mais

CONTEÚDO DA PS III UNIDADE 6º ANO

CONTEÚDO DA PS III UNIDADE 6º ANO 6º ANO - Interpretação textual; - Artigo classificação e funções; - Numeral - classificação e funções; - Pronomes - classificação e funções. - Unidade 5 - Frações Capítulos 14, 15, 16 e 17. - Atividade

Leia mais

Comunicação de Instalação, Modificação ou Encerramento de Estabelecimento (Declaração Prévia) Qualidade do Requerente

Comunicação de Instalação, Modificação ou Encerramento de Estabelecimento (Declaração Prévia) Qualidade do Requerente Ex.mo(a) Senhor(a) Presidente da Câmara Municipal de Odivelas (A preencher pelos serviços) Processo n.º / / Comunicação de Instalação, Modificação ou Encerramento de Estabelecimento (Declaração Prévia)

Leia mais

Os vincos na camisa e a tampa da sanita

Os vincos na camisa e a tampa da sanita FRESCO RECÉM-CASADOS Os vincos na camisa e a tampa da sanita Ainda há quem case sem antes experimentar viver a dois. O pós-casamento é um tempo de descobertas e embates. Falámos com quatro pares casados

Leia mais

FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 17 LANÇAMENTO VERTICAL E QUEDA LIVRE

FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 17 LANÇAMENTO VERTICAL E QUEDA LIVRE FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 17 LANÇAMENTO VERTICAL E QUEDA LIVRE Como pode cair no enem? celeração de 5 g (ou 50 m/s²), ocorrendo o enrijecimento dos músculos devido a força que o sangue exerce na volta

Leia mais

CONTEÚDO E HORÁRIO DAS AVALIAÇÕES Nº 1 4º BIMESTRE/2015

CONTEÚDO E HORÁRIO DAS AVALIAÇÕES Nº 1 4º BIMESTRE/2015 , CONTEÚDO E HORÁRIO DAS AVALIAÇÕES Nº 1 4º BIMESTRE/2015 Senhores pais, segue enviando o Horário das Avaliações Nº 01 do 4º Bimestre/2015. 5º Ano A Dia Disciplina Conteúdo Geografia = Capítulo 1 - Mundo,

Leia mais

Ficha de avaliação Física e Química A - Versão 1 Outubro de 2013. Nome: Nº: turma: 11E

Ficha de avaliação Física e Química A - Versão 1 Outubro de 2013. Nome: Nº: turma: 11E Ficha de avaliação Física e Química A - Versão 1 Outubro de 2013 Nome: Nº: turma: 11E CLASSIFICAÇÃO: Valores Professor: Cotação - 10V 1. Observa a figura 1 seguinte, que representa um corpo em movimento,

Leia mais

INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA FÍSICA AULA. Aula 6.1 Conteúdo: Lançamento Vertical.

INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA FÍSICA AULA. Aula 6.1 Conteúdo: Lançamento Vertical. Aula 6.1 Conteúdo: Lançamento Vertical. Habilidades: Compreender os conceitos físicos que se relacionam ao movimento dos corpos. Saber calcular as grandezas físicas relacionados com o lançamento vertical.

Leia mais

ACTIVIDADE LABORATORIAL 1.1 FÍSICA 11º ANO

ACTIVIDADE LABORATORIAL 1.1 FÍSICA 11º ANO Página 1 de 6 ACTIVIDADE LABORATORIAL 1.1 FÍSICA 11º ANO DOIS ATLETAS COM MASSAS DIFERENTES, EM QUEDA LIVRE, EXPERIMENTAM OU NÃO A MESMA ACELERAÇÃO? O que se pretende 1. Distinguir força, velocidade e

Leia mais

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a CENTRO DE PSICOLOGIA APLICADA DO EXÉRCITO NÚCLEO DE APOIO PSICOLÓGICO E INTERVENÇÃO NA CRISE Edição - Julho 2014

Leia mais

Processo Seletivo 2015

Processo Seletivo 2015 Processo Seletivo 2015 Programa Jovem Aprendiz CADERNO: 1 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES 1 - A duração da prova é de 3 horas, já incluído o tempo de preenchimento do cartão de respostas. 2 - O candidato

Leia mais

DIA DA BERMUDA - 2011. Arrumando a nossa casa

DIA DA BERMUDA - 2011. Arrumando a nossa casa DIA DA BERMUDA - 2011 Arrumando a nossa casa 2 Entenda o que são os 5S Para praticar o Dia da Bermuda, primeiro você precisa entender o que são os 5S... Princípios dos 5S 3 O conceito de 5S tem como base

Leia mais

EXERCÍCIOS 2ª SÉRIE - LANÇAMENTOS

EXERCÍCIOS 2ª SÉRIE - LANÇAMENTOS EXERCÍCIOS ª SÉRIE - LANÇAMENTOS 1. (Unifesp 01) Em uma manhã de calmaria, um Veículo Lançador de Satélite (VLS) é lançado verticalmente do solo e, após um período de aceleração, ao atingir a altura de

Leia mais

VAMOS ESTUDAR OS VERBOS

VAMOS ESTUDAR OS VERBOS VAMOS ESTUDAR OS VERBOS Autores: Ana Catarina; Andreia; Bibiana; Pedro Cardoso. Ano/Turma: 6º A Ano Lectivo: 2007/2008 Índice. 1 Introdução... 2 Pág. Primeira Parte 1-OS VERBOS 1.1 Conceito.. 3 1.2 Tempo.

Leia mais

Imposto de Renda Solidário

Imposto de Renda Solidário 01) Comitê Social Grupo Fischer; 02) Escolha das Entidades; 03) Informação aos funcionários; 04) Sensibilização dos funcionários e esclarecimentos de dúvidas; 05) Disponibilização Informe de Rendimentos

Leia mais

Lançamento confirmado para outubro/13

Lançamento confirmado para outubro/13 O Vale Cultura é um benefício de R$50,00 que poderá ser dado pelas empresas brasileiras aos seus funcionários que ganham até 5 salários mínimos para consumo de atividades culturais Lançamento confirmado

Leia mais

Aula 3. Conversação 1. Preenchendo Formularios.

Aula 3. Conversação 1. Preenchendo Formularios. Aula 3 Conversação 1 Preenchendo Formularios. Ana esta na faculdade hoje ela tem que preencher um formulario sobre seus dados pessoais para a atualização de seu cadastro. Ela vai à secretaria para fazer

Leia mais

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro Acólitos São João da Madeira Cancioneiro Índice Guiado pela mão...5 Vede Senhor...5 Se crês em Deus...5 Maria a boa mãe...5 Quanto esperei por este momento...6 Pois eu queria saber porquê?!...6 Dá-nos

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs TALVEZ VOCÊ TENHA SENTIDO

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs TALVEZ VOCÊ TENHA SENTIDO Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões 1 e 2. O MELHOR DE CALVIN / Bill Watterson OI, SUSIE,

Leia mais

O texto I servirá de base para responder às questões de 01 a 04. COMO AS GRANDES CIDADES AFETAM A QUALIDADE DE VIDA

O texto I servirá de base para responder às questões de 01 a 04. COMO AS GRANDES CIDADES AFETAM A QUALIDADE DE VIDA LÍNGUA PORTUGUESA O texto I servirá de base para responder às questões de 01 a 04. COMO AS GRANDES CIDADES AFETAM A QUALIDADE DE VIDA 01 05 10 15 Uma pesquisa do Instituto de Psiquiatria do Hospital das

Leia mais

PESQUISA DATAPOPULAR: PERCEPÇÃO SOBRE A QUALIDADE DA EDUCAÇÃO NAS ESCOLAS ESTADUAIS DE SÃO PAULO

PESQUISA DATAPOPULAR: PERCEPÇÃO SOBRE A QUALIDADE DA EDUCAÇÃO NAS ESCOLAS ESTADUAIS DE SÃO PAULO PESQUISA DATAPOPULAR: PERCEPÇÃO SOBRE A QUALIDADE DA EDUCAÇÃO NAS ESCOLAS ESTADUAIS DE SÃO PAULO OBJETIVOS QUALIDADE NAS ESCOLAS Mapear percepções de Professores, Pais e Alunos de São Paulo sobre o que

Leia mais

Coragem, Solidariedade, Confiança, Justiça.

Coragem, Solidariedade, Confiança, Justiça. Valores: Coragem, Solidariedade, Confiança, Justiça. Competências -chave: Saber reagir a atentados à integridade física ou psicológica; Saber medir consequências de um segredo; Ser capaz de confiar e pedir

Leia mais

MURAL INFORMATIVO PET: INSTRUMENTO DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO PARA A COMUNIDADE ACADÊMICA

MURAL INFORMATIVO PET: INSTRUMENTO DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO PARA A COMUNIDADE ACADÊMICA MURAL INFORMATIVO PET: INSTRUMENTO DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO PARA A COMUNIDADE ACADÊMICA Débora Rodrigues LIMA¹; Norrama Araújo, SANTOS² ; Jade Alves de Souza, PACHECO³; Lívia Maria Souza, SILVA 4 ;

Leia mais

A Parábola dos Talentos

A Parábola dos Talentos Porque MT é assim como um homem que, ausentando-se do país, chamou os seus servos e lhes entregou os seus bens: a um deu cinco talentos, a outro dois, e a outro um, a cada um segundo a sua capacidade.

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DO PORTO

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DO PORTO APROVADO 19 de Novembro de 2010 O Presidente, ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DO PORTO (Paulo Parente) REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO NÃO CONFERENTES DE GRAU Capítulo I Natureza e âmbito Artigo

Leia mais

Casa Templária, 9 de novembro de 2011.

Casa Templária, 9 de novembro de 2011. Casa Templária, 9 de novembro de 2011. Mais uma vez estava observando os passarinhos e todos os animais que estão ao redor da Servidora. Aqui onde estou agora é a montanha, não poderia ser outro lugar.

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA MATEMÁTICA. 4 - Assinale a alternativa com a função sintática dos termos em destaque da frase:

LÍNGUA PORTUGUESA MATEMÁTICA. 4 - Assinale a alternativa com a função sintática dos termos em destaque da frase: LÍNGUA PORTUGUESA 1- Assinale a alternativa em que o hífen não foi empregado de acordo com a norma vigente em todas as palavras. 4 - Assinale a alternativa com a função sintática dos termos em destaque

Leia mais

EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES

EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES ASPECTOS TEÓRICOS. POR QUE /POR QUÊ / PORQUE / PORQUÊ a) POR QUE: Equivale a POR QUAL MOTIVO ou a pelo qual e variações; vem também depois de EIS e DAÍ. b) POR QUÊ: Equivale

Leia mais

PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE

PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE Sistema de Ensino Unidade Portugal Série: 4 o ano (3 a série) Período: MANHÃ AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO VII PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE Nome: Turma: Data: 2/9/2009 Valor da prova: 6,0 Nota: Eixo temático

Leia mais

O SERVIÇO UNIVERSAL A PERSPETIVA DOS UTILIZADORES. PEDRO RAMALHO DE ALMEIDA 11 de abril de 2013

O SERVIÇO UNIVERSAL A PERSPETIVA DOS UTILIZADORES. PEDRO RAMALHO DE ALMEIDA 11 de abril de 2013 O SERVIÇO UNIVERSAL A PERSPETIVA DOS UTILIZADORES PEDRO RAMALHO DE ALMEIDA 11 de abril de 2013 AGENDA I. O dinamismo e inovação do mercado português de comunicações II. III. IV. O SU Procedimento para

Leia mais

Coleção: Encantando a Gramática. Autora: Pâmela Pschichholz* palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes.

Coleção: Encantando a Gramática. Autora: Pâmela Pschichholz* palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes. Coleção: Encantando a Gramática Autora: Pâmela Pschichholz* Um lugar diferente Em um vilarejo chamado classes Gramaticais moram todas as palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes.

Leia mais

Aula3 TALKING ABOUT YOUR ROUTINE. Fernanda Gurgel Raposo

Aula3 TALKING ABOUT YOUR ROUTINE. Fernanda Gurgel Raposo Aula3 TALKING ABOUT YOUR ROUTINE META Apresentar a estrutura gramatical do presente simples, simple present em inglês, nas formas afi rmativa, negativa e interrogativa, para as duas primeiras pessoas do

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 1 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 1 - I Pronomes pessoais Eu Tu 1 Você 2 / ele/ela A gente 3 Nós Vós 4 Eles/ elas

Leia mais

JUSTIÇA FEDERAL DO RIO. Fluxus - Controle de Documentos e Processos Administrativos, Físicos e Virtuais

JUSTIÇA FEDERAL DO RIO. Fluxus - Controle de Documentos e Processos Administrativos, Físicos e Virtuais JUSTIÇA FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Fluxus - Controle de Documentos e Processos Administrativos, Físicos e Virtuais Existe duas possibilidades de cadastramento de um documento virtual: A partir de um

Leia mais

208. Assinale a única frase correta quanto ao uso dos pronomes pessoais: 209. Assinale o exemplo que contém mau emprego de pronome pessoal:

208. Assinale a única frase correta quanto ao uso dos pronomes pessoais: 209. Assinale o exemplo que contém mau emprego de pronome pessoal: 207. Complete com eu ou mim : CLASSES DE PALAVRAS PRONOME: - eles chegaram antes de. - há algum trabalho para fazer? - há algum trabalho para? - ele pediu para elaborar alguns exercícios; - para, viajar

Leia mais

Exercícios: Lançamento Vertical e Queda Livre

Exercícios: Lançamento Vertical e Queda Livre Exercícios: Lançamento Vertical e Queda Livre Cursinho da ETEC Prof. Fernando Buglia 1. (Unifesp) Em uma manhã de calmaria, um Veículo Lançador de Satélite (VLS) é lançado verticalmente do solo e, após

Leia mais

José Medeiros Ferreira. os açores. na política. internacional. Elementos. l i s b o a : tinta da china M M X I

José Medeiros Ferreira. os açores. na política. internacional. Elementos. l i s b o a : tinta da china M M X I os açores na política internacional José Medeiros Ferreira os açores na política internacional Elementos l i s b o a : tinta da china M M X I Índice uma explicação 9 capítulo i A emergência da importância

Leia mais

UFRGS INSTITUTO DE LETRAS Curso de Especialização em Gramática e Ensino da Língua Portuguesa 8ª Edição Trabalho de Conclusão de Curso

UFRGS INSTITUTO DE LETRAS Curso de Especialização em Gramática e Ensino da Língua Portuguesa 8ª Edição Trabalho de Conclusão de Curso UFRGS INSTITUTO DE LETRAS Curso de Especialização em Gramática e Ensino da Língua Portuguesa 8ª Edição Trabalho de Conclusão de Curso REFLEXÕES SOBRE A DESCRIÇÃO DE SUBSTANTIVOS E ADJETIVOS EM LIVROS DIDÁTICOS

Leia mais

Trabalho realizado por: Bento Rosa Nº1 João Matoso Nº9

Trabalho realizado por: Bento Rosa Nº1 João Matoso Nº9 Trabalho realizado por: Bento Rosa Nº1 João Matoso Nº9 Introdução Neste trabalho vamos falar sobre o Principio da Hidrostática (Onde surgiu, como surgiu e quem a inventou). Introdução da Hidrostática Hidrostática

Leia mais

24/Abril/2013 Aula 19. Equação de Schrödinger. Aplicações: 1º partícula numa caixa de potencial. 22/Abr/2013 Aula 18

24/Abril/2013 Aula 19. Equação de Schrödinger. Aplicações: 1º partícula numa caixa de potencial. 22/Abr/2013 Aula 18 /Abr/013 Aula 18 Princípio de Incerteza de Heisenberg. Probabilidade de encontrar uma partícula numa certa região. Posição média de uma partícula. Partícula numa caixa de potencial: funções de onda e níveis

Leia mais

Queda livre de um corpo

Queda livre de um corpo Experiência 3 Dizemos que um corpo se encontra em queda livre quando a única força que actua nele é a força gravítica terrestre. Não pode haver actuação de outras forças; em particular, não pode existir

Leia mais

OBJETO 1 DO CONTRATO 2 Prestação dos serviços de abastecimento de água, recolha de águas residuais e gestão de resíduos.

OBJETO 1 DO CONTRATO 2 Prestação dos serviços de abastecimento de água, recolha de águas residuais e gestão de resíduos. OBJETO 1 DO CONTRATO 2 Prestação dos serviços de abastecimento de água, recolha de águas residuais e gestão de resíduos. VIGÊNCIA DO CONTRATO 1- O contrato de abastecimento de água, recolha de águas residuais

Leia mais

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5 1 Lc 5 AGUAS PROFUNDAS 1 Certo dia Jesus estava perto do lago de Genesaré, e uma multidão o comprimia de todos os lados para ouvir a palavra de Deus. 2 Viu à beira do lago dois barcos, deixados ali pelos

Leia mais

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai BOM DIA DIÁRIO Segunda-feira (04.05.2015) Maria, mãe de Jesus e nossa mãe Guia: 2.º Ciclo: Padre Luís Almeida 3.º Ciclo: Padre Aníbal Afonso Mi+ Si+ Uma entre todas foi a escolhida, Do#- Sol#+ Foste tu,

Leia mais

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015 REGULAMENTO 2015 1º Torneio Bancário Society de Clubes Paulista 2015, é uma promoção da Secretaria de Esporte do Sindicato dos Bancários, e tem por finalidade efetuar o congraçamento entre os bancários

Leia mais

Manual para acesso às disciplinas na modalidade EAD

Manual para acesso às disciplinas na modalidade EAD Manual para acesso às disciplinas na modalidade EAD Para acessar sua senha: 1. Entrar no portal Metodista online Acesse o site www.bennett.br. No lado superior direito aparecerá a janela da área de login,

Leia mais

MAPAS DE RATEIO METODOLOGIA DE PROGRAMAÇÃO JOSÉ BARROS DE OLIVEIRA ECONOMISTA. NIF 133 643 492 Rua António Pascoal, n.º 3 1.º 4740-233 Esposende

MAPAS DE RATEIO METODOLOGIA DE PROGRAMAÇÃO JOSÉ BARROS DE OLIVEIRA ECONOMISTA. NIF 133 643 492 Rua António Pascoal, n.º 3 1.º 4740-233 Esposende MAPAS DE RATEIO METODOLOGIA DE PROGRAMAÇÃO JOSÉ BARROS DE OLIVEIRA ECONOMISTA Administrador Judicial Registo n.º 180 NIF 133 643 492 Rua António Pascoal, n.º 3 1.º 4740-233 Esposende 1 JOSÉ BARROS DE OLIVEIRA

Leia mais

Técnicas para Assegurar Resultados Confiáveis

Técnicas para Assegurar Resultados Confiáveis Gilberto Carlos Fidélis Técnicas para Assegurar Resultados Confiáveis CECT Florianópolis 2010 Direitos desta edição reservados ao CECT - Centro de Educação, Consultoria e Treinamento em Metrologia, Sistema

Leia mais

1) Você tem conta bancária?

1) Você tem conta bancária? 1) Você tem conta bancária? Sim 33 37 Não 67 63 2) Você sabe quanto paga de tarifas bancárias? Sim 36 33 Não 64 67 3) O custo das tarifas bancárias influi (ou influiria) na sua escolha de qual banco tornar-se

Leia mais

Oficina Porcentagem e Juros

Oficina Porcentagem e Juros Oficina Porcentagem e Juros Esta oficina está dividida em duas partes. A primeira consiste em uma revisão do conceito de porcentagem. Na segunda parte, os conceitos vistos na primeira parte serão aplicados

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Modo: indicativo O modo indicativo expressa um fato de maneira definida, real, no presente, passado ou futuro, na frase afirmativa, negativa ou interrogativa. Presente Presente Passado (=Pretérito) Pretérito

Leia mais

Quadro Geral dos Pronomes Pessoais

Quadro Geral dos Pronomes Pessoais Os pronomes Pessoais indicam quem fala, com quem se fala e de quem se fala. Desempenham na frase funções de sujeito (eu, tu, você, ele, ela, nós, vós, vocês, eles e elas), de complemento direto (me, te,

Leia mais

Atelier de Saúde REGULAMENTO INTERNO

Atelier de Saúde REGULAMENTO INTERNO Serviços de Saúde e Bem-estar Atelier de Saúde REGULAMENTO INTERNO REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DO EUZINHO ATELIER DE SAÚDE ARTIGO 1º Denominação e Natureza 1. O EUzinho Atelier de Saúde é um programa

Leia mais

DICAS DE PORTUGUÊS. Sidney Patrézio Reinaldo Campos Graduando em Ciência da Computação

DICAS DE PORTUGUÊS. Sidney Patrézio Reinaldo Campos Graduando em Ciência da Computação DICAS DE PORTUGUÊS Sidney Patrézio Reinaldo Campos Graduando em Ciência da Computação CONCORDÂNCIA NOMINAL Concordância nominal é o princípio de acordo com o qual toda palavra variável referente ao substantivo

Leia mais

P MS MP LF 0 5 2 0 1 5. PREFEITURA MUNICIPAL DE PAU DOS FERROS - RN Concurso Público - 2015 NÍVEL SUPERIOR CONTADOR

P MS MP LF 0 5 2 0 1 5. PREFEITURA MUNICIPAL DE PAU DOS FERROS - RN Concurso Público - 2015 NÍVEL SUPERIOR CONTADOR P MS MP L 0 5 2 0 1 5 PREEITURA MUNICIPAL DE PAU DOS ERROS - RN Concurso Público - 2015 NÍEL SUPERIOR CONTADOR EXAME GRAOTÉCNICO (Transcreva a frase abaixo no local indicado na sua olha de Respostas) A

Leia mais

CONCURSO BB 2014 REVISÃO - PORTUGUÊS

CONCURSO BB 2014 REVISÃO - PORTUGUÊS CONCURSO BB 2014 REVISÃO - PORTUGUÊS Professora Renata Tosetto COMPREENSÃO TEXTUAL Atente-se sempre ao enunciado segundo o texto, conforme o texto, segundo o autor, de acordo com o autor (texto) nestes

Leia mais

DIREITO PENAL Professor: Yuri Nadaf Borges Infanticídio (art. 123 do CP) Sujeito ativo: Mãe em estado puerperal. Estado puerperal é o conjunto de alterações que ocorre no organismo da mulher em razão do

Leia mais

22-05-2015. Sumário. Energia em movimentos. A Energia de Sistemas em Mov. de Translação 20/05/2015

22-05-2015. Sumário. Energia em movimentos. A Energia de Sistemas em Mov. de Translação 20/05/2015 Sumário Unidade temática 2 A energia de sistemas em movimento de translação. - Teorema da energia cinética. A força com que a Terra atrai os corpos realiza trabalho. - Trabalho realizado pelo peso dum

Leia mais

Conta-me Histórias. Lê atentamente o texto que se segue.

Conta-me Histórias. Lê atentamente o texto que se segue. Prova de Língua Portuguesa 5.º Ano de escolaridade Ano letivo 2013 / 2014-1.ª Chamada Ano lectivo 2012 / 2013 Lê atentamente o texto que se segue. Conta-me Histórias Quando eu era pequena, os campos estavam

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 70 Cerimónia de sanção do projeto

Leia mais

Prémio Fundação Ilídio Pinho Ciência na Escola

Prémio Fundação Ilídio Pinho Ciência na Escola Prémio Fundação Ilídio Pinho Ciência na Escola 11.ª Edição do Prémio Fundação Ilídio Pinho - 2013/2014 Visando incentivar a conceção de projetos multidisciplinares cujas ideias tenham potencial valor económico

Leia mais

Contabilidade Geral e Avançada Correção da Prova AFRFB 2009 Gabarito 1 Parte 1 Prof. Moraes Junior CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA

Contabilidade Geral e Avançada Correção da Prova AFRFB 2009 Gabarito 1 Parte 1 Prof. Moraes Junior CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA 1. O Conselho Federal de Contabilidade, considerando que a evolução ocorrida na área da Ciência Contábil reclamava a atualização substantiva e adjetiva de seus princípios,

Leia mais

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER. Recurso contra decisão denegatória ao pedido de acesso à informação. Não há.

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER. Recurso contra decisão denegatória ao pedido de acesso à informação. Não há. Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER Referência: 99901.001729/201-0 Assunto: Restrição de acesso: Ementa: Órgão ou entidade recorrido (a): Recorrente: Recurso contra decisão denegatória

Leia mais

Fidelity Poupança FUNDO AUTÓNOMO FIDELITY POUPANÇA AÇÕES TARGET 2045

Fidelity Poupança FUNDO AUTÓNOMO FIDELITY POUPANÇA AÇÕES TARGET 2045 Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las FUNDO AUTÓNOMO FIDELITY POUPANÇA AÇÕES TARGET 2045 ALERTA GRÁFICO Entidade Gestora: T-Vida, Companhia

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM ICONOGRAFIA CRISTÃ LEITURA E ANÁLISE DA IMAGEM RELIGIOSA

PÓS-GRADUAÇÃO EM ICONOGRAFIA CRISTÃ LEITURA E ANÁLISE DA IMAGEM RELIGIOSA PÓS-GRADUAÇÃO EM ICONOGRAFIA CRISTÃ LEITURA E ANÁLISE DA IMAGEM RELIGIOSA LISBOA 2008 PÓS-GRADUAÇÃO: ICONOGRAFIA CRISTÃ - Leitura e Análise da Imagem Religiosa APRESENTAÇÃO E OBJECTIVOS A extensão de Lisboa

Leia mais

Angola-Luanda: FED Apoio à gestão e organização da municipalização dos Serviços de Saúde 2015/S 067-117237

Angola-Luanda: FED Apoio à gestão e organização da municipalização dos Serviços de Saúde 2015/S 067-117237 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:117237-2015:text:pt:html Angola-Luanda: FED Apoio à gestão e organização da municipalização dos Serviços de Saúde 2015/S

Leia mais

Learning by Ear Aprender de Ouvido Globalização 09 Os artistas e a Internet

Learning by Ear Aprender de Ouvido Globalização 09 Os artistas e a Internet Learning by Ear Aprender de Ouvido Globalização 09 Os artistas e a Internet Autor: Yann Durand Redacção: Sandrine Blanchard 3 vozes: - um locutor 1 Daniel Machava - uma locutora 1 Nádia Issufo - uma locutora

Leia mais

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO - Processo Seletivo para Preceptoria dos Programas de Residência em Área Profissional da Saúde Seleção 2015/2

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO - Processo Seletivo para Preceptoria dos Programas de Residência em Área Profissional da Saúde Seleção 2015/2 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO - Processo Seletivo para Preceptoria dos Programas de Residência em Área Profissional da Saúde Seleção 2015/2 Nº da Inscrição: Vaga a que concorre: Nº Preenchimento exclusivo da

Leia mais

CAUSAS DE ACIDENTES DE TRABALHO

CAUSAS DE ACIDENTES DE TRABALHO CAUSAS DE ACIDENTES DE TRABALHO É POSSÍVEL ACONTECER UM ACIDENTE DE TRABALHO NESTAS CONDIÇÕES? Percepção de Riscos e Prevenção As pessoas são realmente descuidadas? As pessoas realmente percebem os riscos?

Leia mais

Economia Doméstica - Finanças Pessoais -

Economia Doméstica - Finanças Pessoais - Economia Doméstica - Finanças Pessoais - Parte A Introdução e Visão Geral Parte B Planejamento e Acompanhamento - Técnicas Prof. Maurício Cury POUPAR x GASTAR Situação: Dois casais amigos onde, cada casal

Leia mais

PROVA OBJETIVA LÍNGUA PORTUGUESA

PROVA OBJETIVA LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO LÍNGUA PORTUGUESA ATLÂNTIDA, O REINO PERDIDO Marcelo Duarte As lendas da Grécia antiga falam sobre a existência de Atlântida, uma ilha gigantesca que teria existido no oceano Atlântico, a oeste do

Leia mais

CN Ensino Médio Oficina de Produção Textual Modalidade EaD Multas e infrações no trânsito Material do monitor

CN Ensino Médio Oficina de Produção Textual Modalidade EaD Multas e infrações no trânsito Material do monitor Prezado monitor Essa Oficina denominada Multas e infrações no trânsito objetiva auxiliar o aluno na elaboração de produções textuais. E para atingir esse objetivo trabalharemos com conteúdos, alguns já

Leia mais

Artigos. Artigo Subclasse de determinantes que se antepõem ao nome para identificar e determinar o que este exprime. Artigo. Definido.

Artigos. Artigo Subclasse de determinantes que se antepõem ao nome para identificar e determinar o que este exprime. Artigo. Definido. Artigos Artigo Subclasse de determinantes que se antepõem ao nome para identificar e determinar o que este exprime. Indefinido Artigo Definido 1 Masculino um uns Masculino o os Feminino Artigo indefinido

Leia mais

ESTUDAR NO CENTRO REGIONAL DO PORTO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA

ESTUDAR NO CENTRO REGIONAL DO PORTO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESTUDAR NO CENTRO REGIONAL DO PORTO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESTUDAR NO CENTRO REGIONAL DO PORTO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA 1. O CENTRO REGIONAL DO PORTO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA

Leia mais

Departamento de Formação

Departamento de Formação FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BADMINTON Departamento de Formação Documento Orientador de Formação de Treinadores Nível I, II e III Com apoio de: ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 OBJECTIVOS 4 FUNÇÃO DO TREINADOR 4 SISTEMA

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA O CURSO DE EXTENSÃO CINE EDUCAÇÃO HORÁRIOS

CHAMADA PÚBLICA PARA O CURSO DE EXTENSÃO CINE EDUCAÇÃO HORÁRIOS CHAMADA PÚBLICA PARA O CURSO DE EXTENSÃO CINE EDUCAÇÃO O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) Câmpus Cidade de Goiás faz saber, pela presente Chamada Pública, que estarão

Leia mais

Em primeiro lugar, deverá encaixar a frase 2 dentro da frase 1, tal como nos exemplos seguintes:

Em primeiro lugar, deverá encaixar a frase 2 dentro da frase 1, tal como nos exemplos seguintes: CÓDIGO DE IDENTIFICAÇÃO Neste exercício deverá transformar conjuntos de duas frases numa frase apenas. Em primeiro lugar, deverá encaixar a frase 2 dentro da frase 1, tal como nos exemplos seguintes: 1)

Leia mais

Relato de parto: Nascimento do Thomas

Relato de parto: Nascimento do Thomas Relato de parto: Nascimento do Thomas Dia 15 de dezembro de 2008, eu já estava com 40 semanas de gestação, e ansiosa para ter meu bebê nos braços, acordei as 7h com uma cólica fraca, dormi e não senti

Leia mais

SIMULAÇÃO DO MOVIMENTO DE QUEDA DE UM CORPO COM E SEM RESISTÊNCIA DO AR

SIMULAÇÃO DO MOVIMENTO DE QUEDA DE UM CORPO COM E SEM RESISTÊNCIA DO AR FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO DEPARTAMENTO DE FÍSICA- FORMAÇÃO CONTÍNUA 29 SIMULAÇÃO DO MOVIMENTO DE QUEDA DE UM CORPO COM E SEM RESISTÊNCIA DO AR Actividades de sala de aula com a calculadora

Leia mais

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA UMA AVENTURA NA FALÉSIA COLEÇÃO UMA AVENTURA ATIVIDADES PROPOSTAS Leitura orientada por capítulos Interpretação do texto/funcionamento da Língua Fichas de trabalho para

Leia mais

Escola Básica Vasco da Gama de Sines

Escola Básica Vasco da Gama de Sines FICHA INFORMATIVA: PERÍMETRO DE UM POLÍGONO TEMA: PERÍMETROS E ÁREAS O perímetro de uma figura plana fechada é o comprimento da linha que limita a figura. É o comprimento da linha que limita o polígono

Leia mais

1 Introdução. 2 Exemplo de aplicação

1 Introdução. 2 Exemplo de aplicação Os problemas da utilização de métodos de simulação de cargas térmicas e consumo energético na auditoria energética para verificação dos Requisitos Energéticos dos edifícios por Luís Roriz e Alexandre Gonçalves

Leia mais

Canguru Matemático sem Fronteiras 2010

Canguru Matemático sem Fronteiras 2010 Canguru Matemático sem ronteiras 2010 Duração: 1h30min Destinatários: alunos dos 7 e 8 Anos de Escolaridade Nome: Turma: Não podes usar calculadora. Há apenas uma resposta correcta em cada questão. As

Leia mais

O QUE CHECAR ANTES DE COMPRAR UM IMÓVEL EM LEILÃO

O QUE CHECAR ANTES DE COMPRAR UM IMÓVEL EM LEILÃO PROLEILOES.COM O QUE CHECAR ANTES DE COMPRAR UM IMÓVEL EM LEILÃO PONTOS PRINCIPAIS A SEREM VERIFICADOS ANTES DE COMPRAR UM IMÓVEL EM LEILÃO PARA EVITAR QUE OCORRAM IMPREVISTOS APÓS A ARREMATAÇÃO O que

Leia mais