A usabilidade na web Khaled Salama (*)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A usabilidade na web Khaled Salama (*)"

Transcrição

1 A usabilidade na web Khaled Salama (*) Resumo Publicar determinado conteúdo na web não é suficiente para que ele seja consumido pelo público-alvo. Além das estratégias de divulgação, é preciso se preocupar com a usabilidade do site em que esse conteúdo é publicado. Quanto mais difícil for o acesso a uma página, menor a probabilidade de o usuário prosseguir na navegação. Palavras-chave: usabilidade, usuário, conteúdo. Abstract Publicize certain content in the web is not enough to achieve goals with it. Besides communication strategies, it is important to focus on the usability of the website in which this content is published. The more difficult is the access for a webpage, less is the probability to keep using it. Keywords: usability, user, content. *Khaled Salama é especialista em Língua Inglesa pela Unesc e graduado em Jornalismo pela Unisul. Atua como assessor de comunicação e analista de comércio exterior. É professor do curso de Jornalismo da Faculdade SATC. Ano de produção do artigo: Baseado na monografia Usabilidade na web: Análise do portal de Internet da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) (2008).

2 Castro (2000, 64) explica que um site é um conjunto de páginas web referenciadas entre si através de conexões chamadas de hyperlinks. Os hyperlinks, ou apenas links, podem conduzir o usuário a outros sites ou a conteúdos específicos, como foto, vídeo ou áudio. Já portal, ainda de acordo com Castro, é um site grande, geralmente composto por mais de 10 mil páginas. Oferece conteúdos distintos, com o objetivo de atrair o maior número possível de internautas (usuários de Internet). Para Ferrari (2003, 30), para ser chamado de portal, um site precisa reunir certas características. Os portais tentam atrair e manter a atenção do internauta ao apresentar, na página inicial, chamadas para conteúdos díspares, de várias áreas e de várias origens (FERRARI, 2003, 30). O termo usabilidade vem de usar e significa o conjunto de características de um produto que definem seu grau de interação com o usuário (FERRARI, 2003, 60). Nielsen e Loranger (2006, 16) apontam a importância desse atributo de qualidade, quando dizem que se as pessoas não utilizarem um recurso, ele pode muito bem não existir. Schuhmacher (2007, 19) informa que o termo usabilidade começou a ser empregado ainda na década de 80, por ciências como a Ergonomia e a Psicologia. Ela diz ainda que, inicialmente, tentou-se utilizar o termo amigável procurando uma versão traduzida da expressão user-friendly. No entanto, explica Schuhmacher, a expressão amigável era subjetiva. Levava a conflitos onde uma interface perfeitamente amigável para um usuário experiente, tornava-se um tormento incalculável para um usuário inexperiente. Portanto, apesar de o termo usabilidade se tornar mais conhecido após o advento da Internet e do desenvolvimento de sites, testes neste sentido já eram aplicados em outros produtos. Ferrari (2003, 60), na definição inicial que faz, toca no termo Internet só depois. Em primeiro lugar, dá outros exemplos: Automóveis e eletrodomésticos passam por testes de usabilidade para que os fabricantes avaliem se serão bem aproveitados pelos futuros compradores. Lévy (1998, 33) diz que o uso da informação online é estratégico, para que se possa obter a informação mais confiável, o mais rápido possível para tomar a melhor decisão. Na prática, Lévy afirma que o internauta, de maneira geral, não quer e não pode perder tempo. É isso que rege o termo usabilidade. Quanto mais usável for um site, mais rápida a ação será executada. Desta forma, o usuário poderá fazer mais atividades em menos tempo.

3 Nielsen e Loranger (2006, 124) aconselham que, para cada problema de usabilidade no seu site, você precisa pesar a gravidade do problema em relação aos esforços exigidos para corrigi-lo. Os autores destacam três fatores: Freqüência: Quantos usuários encontrarão o problema? Se um número relativamente pequeno de usuários for prejudicado por ele, ele será considerado um problema de gravidade mais baixa. Impacto: Quantas dificuldades o problema causa aos usuários que o encontram? Isso pode variar de irritação praticamente imperceptível a perdas de horas de trabalho ou mesmo a decisão de sair de um Website. Persistência: O problema é um impedimento de uma única vez para os usuários ou ele causa dificuldades contínuas? Muitos problemas de usabilidade têm baixa persistência, pois, depois que as pessoas identificaram esse problema, elas podem superá-lo no futuro. Outras interfaces são tão confusas que as pessoas repetidamente ficam desorientadas. Os equívocos de design desse tipo merecem uma classificação de gravidade mais alta do que aqueles temporários (NIELSEN e LORANGER, 2006, 125). Ward (2002, 208), a partir do pensamento de Steve Krug (2000), chama usabilidade de funcionalidade e defende que o recado do usuário para os administradores de sites é: não me faça pensar. Para Ward (2002, 209), com base no que diz Krug, é preciso ter a certeza de que uma pessoa de habilidade e experiência medianas (ou até abaixo da média) pode utilizar alguma coisa seja um website, uma metralhadora ou uma porta giratória de acordo com o seu objetivo, sem se frustrar. A afinidade entre as ideias dos autores citados acima mostra que há um consenso a respeito do que significa usabilidade, apesar de Krug, pelo menos na tradução feita para a Língua Portuguesa, chamar o atributo de funcionalidade. Krug (2000, apud WARD, 2002, 209) lista quatro problemas que fazem os internautas pensarem : 1) nomes ambíguos para seções ou funções; 2) links e botões que não são obviamente clicáveis; 3) opções confusas para utilidades como Busca; e 4) navegação ruim. Em um jornal impresso, as chamadas de capa são decisivas para que um leitor compre um jornal ou simplesmente o abra para ler. Na Internet, ocorre situação semelhante. Porém, no caso da web, é preciso trabalhar de acordo com os preceitos da usabilidade. Ferrari (2003, 63) mostra que, nos grandes portais do Brasil, as chamadas de capa têm no máximo duas linhas e sempre são escritas na ordem direta, em formato similar às chamadas de rádio.

4 Ward (2002, 174), por meio do raciocínio de Rosenfeld e de Morville (1998), afirma que é preciso definir a missão e o tipo de abordagem de um site para que ele seja desenvolvido. Um site de moda, por exemplo, pode ser mais criativo do que um portal de notícias tradicional. Geralmente, tem mais cores e animações, feitas com as tecnologias Flash ou 3D. Para Zeldman (2003, 78), quando surgiu, o Flash era visto de maneira negativa. Ele cita alguns motivos: logotipos girando, cansativas telas de carregando e introduções indesejadas e intermináveis. Com o passar do tempo, conforme o próprio Zeldman (2003, 79), isso mudou. Em mãos capazes, o Flash facilita experiências ricas e interativas. Nielsen e Loranger (2006, 173) explicam que as pessoas não gostam de percorrer vários links ambíguos para poder ter acesso ao conteúdo. Os usuários esperam que os sites organizem as informações de uma maneira que faça sentido para eles. Organizar o conteúdo, portanto, é essencial. Para isso, segundo Ward (2002, 189), a primeira coisa a se colocar no papel é um esboço do site. O ambiente Web pode ser imensamente libertador para o usuário, mas somente se for cautelosamente planejado pelo provedor. Ward (2002, 200) dá dicas importantes para quem quer desenvolver um site de qualidade. Ele afirma que é preciso prender a atenção do usuário quando ele chega ao site. Se eles (usuários) se sentirem confortáveis e estimulados pelo que vêem e sentem na primeira página e se o conteúdo for apropriado e bem organizado, eles provavelmente seguirão para a próxima página. Schuhmacher (2007, 93) afirma que é importante o site ser fácil de aprender porque, assim, se torna previsível. O usuário não levará muito tempo até identificar como conseguir a informação que deseja. Ele cria um modelo mental, que pode ser adquirido do mesmo ou de outros sites. Isso o ajuda a navegar melhor pela Internet. Vamos pensar em nosso mundo real. O uso de ícones sugestivos, que lembram ações do mundo real, facilita ações que seriam difíceis de explanar textualmente. A autora traz exemplos práticos: o uso da lixeira para remover, a tesoura para cortar, a impressora para imprimir (SCHUHMACHER, 2007, 93). Se o objetivo do site é facilitar a vida do usuário, invenções não são bem-vindas, na opinião da pesquisadora. Outro lembrete apresentado é o uso da cor vermelha em textos. Isso lembra alerta e é de fácil identificação.

5 Segundo Preece, Rogers e Sharp (2005, 35-40), um design voltado para a interação prevê o desenvolvimento de sistemas que sejam satisfatórios, agradáveis, divertidos, interessantes, úteis, motivadores, esteticamente apreciáveis, incentivadores de criatividade, compensadores e emocionalmente adequados. Williams e Tollet (2001, 118) afirmam que o bom design começa com um bom plano de site. Eles acreditam que o mais adequado é optar pela simplicidade. Conforme os dois, a primeira etapa é fazer uma lista das informações a serem incluídas no site. Depois, um esboço baseado nessa lista. Essa será a estrutura básica do site. Sites usáveis vendem mais Segundo Castro (2000, 105), a falta de usabilidade se mostrou um grande empecilho ao comércio eletrônico no começo dessa modalidade de vendas. [...] existem inúmeros exemplos de lojas virtuais totalmente inutilizáveis do ponto de vista da sua interface (ou na maneira desta interagir com o internauta). Portanto, a falta de usabilidade de um site pode implicar queda ou até paralisação de vendas. Como o objetivo final da publicidade é o lucro, o autor prova que o site, por si só, é uma forma de fazer publicidade. Numa análise mais abrangente, para manter uma equipe de atualização de um portal, é preciso que este seja lucrativo. Isso só não é necessário quando o endereço eletrônico está vinculado a uma grande empresa, um provedor de acesso à Internet, por exemplo. Mesmo assim, a companhia só colocaria e manteria um projeto no ar se tiver alguma vantagem com ele. É por isso que, como qualquer outro veículo de comunicação, a publicidade está presente na Internet. Para Pinho (2000, 195), mesmo que ninguém tenha dúvida da existência de milhões de pessoas conectadas na rede mundial, uma campanha não faz sentido se nenhum dos usuários se enquadrar no público-alvo que a empresa quer atingir. Ainda de acordo com Pinho (2000, 195), é necessário descobrir em que parte da Internet está aquele público-alvo. Um site de fotos de festas seria o local ideal para localizar jovens internautas, por exemplo. É nisso que as empresas precisam investir. Pinho (2000) explica que uma campanha de publicidade online desenvolve-se em uma sequência de quatro passos:

6 definir o produto, traçar os objetivos, seleção dos sites beneficiados e mensuração dos resultados obtidos. REFERÊNCIAS ARANHA, Maria Lúcia de Arruda; MARTINS, Maria Helena Pires. Filosofando: introdução à filosofia. 2. ed. rev. e atual. São Paulo: Moderna, ARAUJO, Denize Correa. O caráter pseudo da inclusão digital. In: ARAUJO, Denize Correa (Org.) Imagem (ir)realidade: comunicação e cibermídia. Porto Alegre: Sulina, BARBOSA, Alexandre. Cuidado, a internet está viva!: os incríveis cenários para o futuro desse fenômeno. São Paulo: Terceiro Nome, 2005 [2] (Reporter especial) BORBA, Francisco da Silva (Org.) Dicionário UNESP do português contemporâneo. São Paulo: Ed. UNESP, CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. 4. ed. São Paulo: Paz e Terra, CASTRO, Álvaro de. Propaganda e mídia digital: a web como a grande mídia do presente. Rio de Janeiro: Qualitymark, DIZARD, Wilson P. A nova mídia: a comunicação de massa na era da informação. 2. ed. rev. e atual. Rio de Janeiro: J. Zahar, DOMINGUES, Diana. Realidade virtual: uma realidade na realidade. In: ARAUJO, Denize Correa (Org.) Imagem (ir)realidade: comunicação e cibermídia. Porto Alegre: Sulina, COTTA, Pery. Jornalismo: teoria e prática. Rio de Janeiro: Rubio, FELINTO, Erick. A religião das máquinas: ensaios sobre o imaginário da cibercultura. Porto Alegre: Sulina, FERRARI, Pollyana. Jornalismo digital. São Paulo: Contexto, KERCKHOVE, Derrick. O senso comum, antigo e novo. In: PARENTE, André (Org.) Imagemmáquina: a era das tecnologias do virtual. 3. ed. Rio de Janeiro: Ed. 34, LEÃO, Lucia. O labirinto da hipermídia: arquitetura e navegação no ciberespaço. 2. ed. São Paulo: Iluminuras,

7 LEMOS, André. Cibercultura, tecnologia e vida social na cultura contemporânea. 2. ed. Porto Alegre: Sulina, LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Ed. 34, (Coleção trans). A máquina universo: criação, cognição e cultura informática. Porto Alegre: Artmed, LIEDTKE, Paulo Fernando. A esquerda presta contas: comunicação e democracia nas cidades. Florianópolis: Ed. da UFSC, LUCKESI, Cipriano; PASSOS, Elizete Silva. Introdução à filosofia: aprendendo a pensar. 4. ed. São Paulo: Cortez, MARASCHIN, Cleci. Conhecimento, escola e contemporaneidade. In: PELLANDA, Nize; PELLANDA, Eduardo Campos. Ciberespaço: um hipertexto com Pierre Lévy. Porto Alegre: Artes e Ofícios, MEYER, Phili Os jornais podem desaparecer?: Como salvar o jornalismo na era da informação. São Paulo: Contexto, NEGRI, Antonio. Infinitude da comunicação: finitude do desejo. In: PARENTE, André (Org.) Imagem-máquina: a era das tecnologias do virtual. 3. ed. Rio de Janeiro: Ed. 34, NEVES, Ricardo. O novo mundo digital: você já está nele: oportunidades, ameaças e as mudanças que estamos vivendo. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, (Renascença digital ;1) NICOLA, Ricardo Luís. Cibersociedade: quem é você no mundo on-line?. São Paulo: SENAC, NIELSEN, Jakob; LORANGER, Hoa. Usabilidade na Web. Rio de Janeiro: Elsevier, PALLOFF, Rena M.; PRATT, Keith L. Construindo comunidades de aprendizagem no ciberespaço: estratégias eficientes para a sala de aula on-line. Porto Alegre: Artmed, PELLANDA, Luiz E. Psicanálise e Internet. In: PELLANDA, Nize; PELLANDA, Eduardo Campos. Ciberespaço: um hipertexto com Pierre Lévy. Porto Alegre: Artes e Ofícios, PELLANDA, Eduardo Campos. Pensando em rede. In: PELLANDA, Nize; PELLANDA, Eduardo Campos. Ciberespaço: um hipertexto com Pierre Lévy. Porto Alegre: Artes e Ofícios,

8 PAULA FILHO, Wilson de Pádua. Multimídia: conceitos e aplicações. Rio de Janeiro: LTC, PINHO, J. B. Publicidade e vendas na Internet: técnicas e estratégias. São Paulo: Summus, PREECE, Jenny; ROGERS, Yvonne; SHARP, Helen. Design de interação: além da interação homem-computador. Porto Alegre: Bookman, QUÉAU, Philippe. O Tempo do Virtual. In: PARENTE, André (Org.) Imagem-máquina: a era das tecnologias do virtual. 3. ed. Rio de Janeiro: Ed. 34, RAUEN, Fábio José. Elementos de iniciação à pesquisa. Rio do Sul: Nova Era, Roteiros de Investigação Científica. Tubarão: Editora Unisul, RYAN, Marie-Laure. Cyberspace textuality: computer technology and literary theory. Bloomington: Indiana University Press, SANTAELLA, Lúcia. Cultura das mídias. Ed. rev. e ampl. São Paulo: Experimento, SANTOS, Bettina Steren dos. PACHECO, Cristina de Oliveira. A informática no cotidiano escolar: relato de uma experiência didática. In: PELLANDA, Nize; PELLANDA, Eduardo Campos. Ciberespaço: um hipertexto com Pierre Lévy. Porto Alegre: Artes e Ofícios, SCHAPHORST, Richard. Videoconferencing and videotelephony: technology and standards. 2. ed. Boston: Artech House, SCHUHMACHER, Vera R. Niedersberg. Comunicação Visual para Web: livro didático. 3. ed. rev. e atual. Palhoça: UnisulVirtual, Interface humano-computador: livro didático. 3. ed. rev. e atual. Palhoça: UnisulVirtual, SILVA, Juremir Machado da. As tecnologias do imaginário. 2. ed. Porto Alegre: Sulina, Imagens da irrealidade espetacular. In: ARAUJO, Denize Correa (Org.) Imagem (ir)realidade: comunicação e cibermídia. Porto Alegre: Sulina, SILVEIRA, Luciana Martha. A (ir)realidade da cor na fotografia. In: ARAUJO, Denize Correa (Org.) Imagem (ir)realidade: comunicação e cibermídia. Porto Alegre: Sulina, STERNE, Jim. Marketing na web: integrando a web à sua estratégia de marketing. São Paulo: Campus,

9 VIANNA, Marco Aurélio Ferreira; VELASCO, Sérgio Duarte. Nas ondas do futuro: uma análise das tendências e das oportunidades para o amanhã. São Paulo: Gente, WARD, Mike. Jornalismo online. São Paulo: Roca, WEISSBURG, Jean-Louis. Real e Virtual. In: PARENTE, André (Org.) Imagem-máquina: a era das tecnologias do virtual. 3. ed. Rio de Janeiro: Ed. 34, WILLIAMS, Robin; TOLLETT, John. Web design para não-designers: um guia objetivo para você criar, projetar e publicar o seu site na web. Rio de Janeiro: Ciência Moderna, WOLTON, Dominique. Internet e depois?: uma teoria crítica das novas mídias. Porto Alegre: Sulina, ZELDMAN, Jeffrey. Projetando web sites compatíveis. Rio de Janeiro: Campus,

ANÁLISE DAS MUDANÇAS NA PÁGINA DO SITE PORTAL COMUNITÁRIO

ANÁLISE DAS MUDANÇAS NA PÁGINA DO SITE PORTAL COMUNITÁRIO 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA ANÁLISE DAS

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

JCL Tecnologia. Proposta para Criação, Desenvolvimento e Manutenção de Website. 10 de setembro

JCL Tecnologia. Proposta para Criação, Desenvolvimento e Manutenção de Website. 10 de setembro 10 de setembro JCL Tecnologia 2009 Proposta para Criação, Desenvolvimento e Manutenção de Website 1 Hamilton Junior Multimídia Designer APRESENTAÇÃO Meu trabalho consiste em criar conceitos e a partir

Leia mais

IHM Interface Humano-Máquina

IHM Interface Humano-Máquina A IHM Interface Humano-Máquina Prof. Dra. Sílvia Dotta Aula 1 - Introdução Roteirodaaula Apresentação da disciplina Motivação, Objetivos Metodologia de ensino Introdução e conceituação de IHM Histórico

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Curso de Jornalismo CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Área 1 Jornalismo Especializado (1 vaga) Graduação Exigida: Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo Titulação mínima exigida:

Leia mais

USABILIDADE NA WEB E EM INTERFACES. Tutora: Aline Yuri Ieiri (UAB UFABC - PACC)

USABILIDADE NA WEB E EM INTERFACES. Tutora: Aline Yuri Ieiri (UAB UFABC - PACC) USABILIDADE NA WEB E EM INTERFACES. Tutora: Aline Yuri Ieiri (UAB UFABC - PACC) Definição do conceito O que é Usabilidade? Usabilidade é um termo usado para definir a facilidade com que as pessoas podem

Leia mais

TESTE DE USABILIDADE DO SITE DE UMA LOJA DE DEPARTAMENTOS VOLTADA PARA O VAREJO DE MODA

TESTE DE USABILIDADE DO SITE DE UMA LOJA DE DEPARTAMENTOS VOLTADA PARA O VAREJO DE MODA TESTE DE USABILIDADE DO SITE DE UMA LOJA DE DEPARTAMENTOS VOLTADA PARA O VAREJO DE MODA Thaissa SCHNEIDER 1, Monique VANDRESEN 1, Flávio dos SANTOS 1 1 Universidade do Estado de Santa Catarina. SUMÁRIO

Leia mais

CRIANÇA@WEB: A SUSTENTABILIDADE COMO TEMA DE REDES SOCIAIS INFANTIS NA INTERNET

CRIANÇA@WEB: A SUSTENTABILIDADE COMO TEMA DE REDES SOCIAIS INFANTIS NA INTERNET CRIANÇA@WEB: A SUSTENTABILIDADE COMO TEMA DE REDES SOCIAIS INFANTIS NA INTERNET Simone Barros mestre em educação, simonegbarros@gmail.com Departamento de Design - Universidade Federal de Pernambuco André

Leia mais

Projeto de Análise de Site Educacional www.diabetesnoscuidamos.com.br

Projeto de Análise de Site Educacional www.diabetesnoscuidamos.com.br Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP Instituto de Artes Pós Graduação em Multimeios 1º sem/2002 Disciplina: Multimeios e Educação Ministrada por: José Armando Valente Aluno: Álvaro E.M. Marinho

Leia mais

Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina

Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Programação para Internet Rica 1 Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Objetivo: Identificar os princípios que se destacam como características da Web 2.0. INTRODUÇÃO

Leia mais

Testes de Usabilidade

Testes de Usabilidade Testes de Usabilidade Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro Setembro de 2012 Prof. Edwar Saliba Júnior 1 Reflexão Ao fazer referência à questão da qualidade da relação

Leia mais

DESIGN DE LIVRO DIGITAL

DESIGN DE LIVRO DIGITAL DESIGN DE LIVRO DIGITAL Aluna: Mariana Ferreira Gomes Corrêa Orientadora: Rita Maria de Souza Couto Co-orientadora: Cristina Portugal Introdução A pesquisa desenvolvida foi parte integrante do trabalho

Leia mais

ESTRATÉGIAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: UM ESTUDO DE CASO REALIZADO NA UNISUL VIRTUAL

ESTRATÉGIAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: UM ESTUDO DE CASO REALIZADO NA UNISUL VIRTUAL ESTRATÉGIAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: UM ESTUDO DE CASO REALIZADO NA UNISUL VIRTUAL DAFNE FONSECA ARBEX 1 DÊNIA FALCÃO DE BITTENCOURT 2 UNISUL VIRTUAL RESUMO O objetivo

Leia mais

3 - Projeto de Site:

3 - Projeto de Site: 3 - Projeto de Site: O site de uma empresa é como um cartão de visita que apresenta sua área de negócios e sua identidade no mercado, ou ainda, como uma vitrine virtual em que é possível, em muitos casos,

Leia mais

LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO SOBRE AS METODOLOGIAS PARA O DESIGN DE INTERFACES DIGITAIS E PRODUTOS MIDIÁTICOS 1

LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO SOBRE AS METODOLOGIAS PARA O DESIGN DE INTERFACES DIGITAIS E PRODUTOS MIDIÁTICOS 1 LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO SOBRE AS METODOLOGIAS PARA O DESIGN DE INTERFACES DIGITAIS E PRODUTOS MIDIÁTICOS 1 Patrícia Marques da Silva 2 ; Aline Cardoso Militão 3 ; Sônia Cristina Soares Dias Vermelho

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO DE PESSOAS

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO DE PESSOAS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO DE PESSOAS PROFESSOR: Itair Pereira da Silva DISCENTES: Maria das Graças João Vieira Rafael Vitor ORGANOGRAMA PRESIDENTE GERENTE

Leia mais

Britannica Escola Online. Manual de Treinamento

Britannica Escola Online. Manual de Treinamento Britannica Escola Online Manual de Treinamento 1 ÍNDICE Conhecendo a Britannica Escola Online...3 Como Acessar a Britannica Escola Online...3 Página Inicial da Britannica Escola Online...4 Área de Pesquisa...4

Leia mais

ORKUT NA ESCOLA OU A ESCOLA NO ORKUT? 1 O potencial da sala de informática como espaço de aprendizagem e sociabilidade virtual

ORKUT NA ESCOLA OU A ESCOLA NO ORKUT? 1 O potencial da sala de informática como espaço de aprendizagem e sociabilidade virtual ORKUT NA ESCOLA OU A ESCOLA NO ORKUT? 1 O potencial da sala de informática como espaço de aprendizagem e sociabilidade virtual Maira Teresinha Lopes, PENTEADO (UFSC-SC) 2 Resumo Baseada nas ideias dos

Leia mais

Características do jornalismo on-line

Características do jornalismo on-line Fragmentos do artigo de José Antonio Meira da Rocha professor de Jornalismo Gráfico no CESNORS/Universidade Federal de Santa Maria. Instantaneidade O grau de instantaneidade a capacidade de transmitir

Leia mais

LEITURA EM LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: COMPREENSÃO E EXPRESSÃO CRIATIVA

LEITURA EM LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: COMPREENSÃO E EXPRESSÃO CRIATIVA LEITURA EM LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: COMPREENSÃO E EXPRESSÃO Instituto Federal Farroupilha Câmpus Santa Rosa ledomanski@gmail.com Introdução Ler no contexto mundial globalizado

Leia mais

Integração com a Mídia Social

Integração com a Mídia Social Guia rápido sobre... Integração com a Mídia Social Neste guia... Vamos mostrar como integrar seu marketing com as mídias sociais para você tirar o maior proveito de todo esse burburinho online! Nós ajudamos

Leia mais

Design de Interfaces e Usabilidade - Tópico 1

Design de Interfaces e Usabilidade - Tópico 1 Instituto Federal do Sertão-PE Design de Interfaces e Usabilidade - Tópico 1 Prof. Felipe Correia Conteúdo Por que estudar Design de Interfaces e Usabilidade?! Conceitos básicos sobre Design! Primeira

Leia mais

23/09/2011. Tecnologias da Educação. Tecnologias e mídias. Diferença entre tecnologia e mídia. Diferença entre tecnologia e mídia.

23/09/2011. Tecnologias da Educação. Tecnologias e mídias. Diferença entre tecnologia e mídia. Diferença entre tecnologia e mídia. Tecnologias da Educação Marco Antônio Tecnologias e mídias Comunicar não é de modo algum transmitir uma mensagem ou receber uma mensagem. Isso é a condição física da comunicação, mas não é comunicação.

Leia mais

Este documento provê informação atualizada, e simples de entender, para o empreendedor que precisa iniciar ou avaliar suas operações online.

Este documento provê informação atualizada, e simples de entender, para o empreendedor que precisa iniciar ou avaliar suas operações online. Os segredos dos negócios online A Internet comercial está no Brasil há menos de 14 anos. É muito pouco tempo. Nesses poucos anos ela já mudou nossas vidas de muitas maneiras. Do programa de televisão que

Leia mais

Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Design

Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Design Disciplina: Departamento: Interface Visual e Tecnológica Planejamento e Configuração - DEPC Carga Horária: 45 h/a Créditos: 03 Professor Responsável: Maria Regina Álvares Correia Dias EMENTA: Estudo dos

Leia mais

usabilidade assume uma importância ímpar na economia da Internet

usabilidade assume uma importância ímpar na economia da Internet WEB Usabilidade WEB usabilidade assume uma importância ímpar na economia da Internet no design de produtos e de software tradicionais, usuários pagam antes e experimentam a usabilidade depois na WEB experimentam

Leia mais

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO Resumo: Dolores Follador Secretaria de Estado da Educação do Paraná e Faculdades Integradas do Brasil - Unibrasil doloresfollador@gmail.com

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB

TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB Gestão do Conhecimento hoje tem se materializado muitas vezes na memória organizacional da empresa. O conteúdo

Leia mais

REDE DE CAPACITAÇÃO: FORMANDO PROFESSORES PARA USO PEDAGÓGICO DA INTERNET.

REDE DE CAPACITAÇÃO: FORMANDO PROFESSORES PARA USO PEDAGÓGICO DA INTERNET. 1 REDE DE CAPACITAÇÃO: FORMANDO PROFESSORES PARA USO PEDAGÓGICO DA INTERNET. 04/2007 Priscila Gonsales CENPEC - Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária / EDUCAREDE (educarede@cenpec.org.br)

Leia mais

Usabilidade na WEB CCUEC. Roberto Romani. UNICAMP- Universidade Estadual de Campinas

Usabilidade na WEB CCUEC. Roberto Romani. UNICAMP- Universidade Estadual de Campinas CCUEC Roberto Romani UNICAMP- Universidade Estadual de Campinas Usabilidadena WEB Tópicos Principais O que é usabilidade? Por que usabilidade na Web 7 regras básicas de usabilidade na Web Inspeção de usabilidade

Leia mais

Avaliação dos Equívocos Descritos por Nielsen em Páginas Web

Avaliação dos Equívocos Descritos por Nielsen em Páginas Web Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Informática Departamento de Informática Aplicada Interação Homem-Computador INF01043 Aluno: Leonardo Garcia Fischer Cartão UFRGS: 116627 Matrícula:

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DO OBJETO DE APRENDIZAGEM RECURSOS EXPRESSIVOS - ESTUDO DIRIGIDO Nº 2 : DESIGNS INSTRUCIONAL, VISUAL E DE INTERAÇÃO

A CONSTRUÇÃO DO OBJETO DE APRENDIZAGEM RECURSOS EXPRESSIVOS - ESTUDO DIRIGIDO Nº 2 : DESIGNS INSTRUCIONAL, VISUAL E DE INTERAÇÃO 1 A CONSTRUÇÃO DO OBJETO DE APRENDIZAGEM RECURSOS EXPRESSIVOS - ESTUDO DIRIGIDO Nº 2 : DESIGNS INSTRUCIONAL, VISUAL E DE INTERAÇÃO Belo Horizonte MG Abril 2012 Categoria: C - Método e Tecnologias Setor

Leia mais

USABILIDADE NA WEB : Projetando Websites com Qualidade

USABILIDADE NA WEB : Projetando Websites com Qualidade Universidade Federal de Santa Catarina Programa de Pós-Graduação em Eng. e Gestão do Conhecimento USABILIDADE NA WEB : Projetando Websites com Qualidade Jakob Nielsen Hoa Loranger Rafael Tezza SOBRE A

Leia mais

Introdução ao GetResponse

Introdução ao GetResponse Guia rápido sobre... Introdução ao GetResponse Neste guia... Aprenda a construir sua lista, a criar envolventes e-mails e a converter contatos em clientes em GetResponse, com acesso aos melhores recursos

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

Jonatha Jünge Graduando em Comunicação e Expressão Visual habilitação Design Gráfico UFSC Pesquisador PIBIC-CNPq Eugenio Merino Dr.

Jonatha Jünge Graduando em Comunicação e Expressão Visual habilitação Design Gráfico UFSC Pesquisador PIBIC-CNPq Eugenio Merino Dr. Design e Usabilidade: A Internet como apoio para disponibilizar material didático via rede Design and Usability: The Internet as support to didactic material sharing through net Jonatha Jünge Graduando

Leia mais

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL DICAS PARA DIVULGAR SUA EMPRESA E AUMENTAR AS VENDAS NO FIM DE ANO 7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL Sumário Apresentação Capítulo 1 - Crie conteúdo de alta

Leia mais

Configurações de Campanha

Configurações de Campanha Guia rápido sobre... Configurações de Campanha Neste guia... Aprenda a criar campanhas e a ajustar as configurações para otimizar os resultados. Índice 1. Criar Nova Campanha! 4 1.1 Dar um nome à campanha!

Leia mais

Design de navegação para tablet : Abordagem projetual da revista digital Wired

Design de navegação para tablet : Abordagem projetual da revista digital Wired Design de navegação para tablet : Abordagem projetual da revista digital Wired Gabriel da Costa Patrocínio Universidade Anhembi Morumbi patrocínio.design@gmail.com O presente artigo tem como proposta analisar

Leia mais

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha MODERNA.COMPARTILHA: INTEGRAR TECNOLOGIA E CONTEÚDOS A FAVOR DO APRENDIZADO. Os alunos deste século estão conectados com novas ideias, novas

Leia mais

NAVEGANDO NA INTERNET

NAVEGANDO NA INTERNET UNIDADE 2 NAVEGANDO NA INTERNET OBJETIVOS ESPECÍFICOS DE APRENDIZAGEM Ao finalizar esta Unidade você deverá ser capaz de: Definir a forma de utilizar um software de navegação; Debater os conteúdos disponibilizados

Leia mais

Unidade III. Implementando o sítio. Escolhendo o editor de páginas HTML

Unidade III. Implementando o sítio. Escolhendo o editor de páginas HTML Unidade III Implementando o sítio Escolhendo o editor de páginas HTML Dentre a extensa gama de editores de páginas em HTML, abordamos sucintamente alguns desses programas que possuem as características

Leia mais

Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora

Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora Afinal, tudo começa em sua maneira de pensar. E marketing é isto, uma questão de posicionamento. PROPOSTA DE SERVIÇOS Logotipos Web Sites Lojas

Leia mais

Jornalismo cultural na internet e a proposta do site Movamente 1

Jornalismo cultural na internet e a proposta do site Movamente 1 Jornalismo cultural na internet e a proposta do site Movamente 1 Letícia BARROSO 2 Thaís PEIXOTO 3 Centro Universitário Fluminense Campus II- Campos/RJ RESUMO: A falta de espaço nos veículos convencionais

Leia mais

Introdução. Introdução

Introdução. Introdução Introdução 1. Conheça a sua taxa de conversão 2. Usabilidade e navegabilidade 3. Pense mobile 4. Seja relevante 5. Tenha CTAs atraentes 6. O teste AB é fundamental Conclusão Introdução Conhecer os números

Leia mais

Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700

Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700 Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700 Valor total do Projeto: R$ 2.283.138,52 Apresentação: O jornal A Gazeta foi comprado por Cásper Líbero em 1918. Produziu

Leia mais

Designer gráfico. elementos verbais e não-verbais que irão compor peças gráficas com a finalidade

Designer gráfico. elementos verbais e não-verbais que irão compor peças gráficas com a finalidade Rubens de Souza Designer gráfico O designer gráfico desenvolve projetos ou planejamentos a partir de elementos verbais e não-verbais que irão compor peças gráficas com a finalidade específica de atingir

Leia mais

Computação nas nuvens (Vantagens)

Computação nas nuvens (Vantagens) Computação em Nuvem Computação em nuvem O conceito de computação em nuvem (em inglês, cloud computing) refere-se à possibilidade de utilizarmos computadores menos potentes que podem se conectar à Web e

Leia mais

Manual do Professor versão 2.0. FTD Sistema de Ensino

Manual do Professor versão 2.0. FTD Sistema de Ensino Manual do Professor versão 2.0 FTD Sistema de Ensino Plataforma Digital do FTD Sistema de Ensino Concepção Fernando Moraes Fonseca Jr Arquitetura e coordenação de desenvolvimento Rodrigo Orellana Arquitetura,

Leia mais

AVALIAÇÃO DA USABILIDADE DOS SÍTIOS DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO EXTREMO SUL DO BRASIL

AVALIAÇÃO DA USABILIDADE DOS SÍTIOS DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO EXTREMO SUL DO BRASIL AVALIAÇÃO DA USABILIDADE DOS SÍTIOS DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO EXTREMO SUL DO BRASIL Samuel dos Santos Salimen 1 Clériston Ribeiro Ramos 2 Resumo: Disponibilizar informações que possam ser acessado

Leia mais

Programa do Curso. Cultura da mobilidade e Educação: desvendando possibilidades pedagógicas

Programa do Curso. Cultura da mobilidade e Educação: desvendando possibilidades pedagógicas UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA UNEB DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO CAMPUS I MESTRADO EM EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE LINHA DE PESQUISA: JOGOS ELETRÔNICOS E APRENDIZAGEM GRUPO DE PESQUISA: COMUNIDADES VIRTUAIS

Leia mais

SERÁ UM ORGULHO TÊ-LO EM NOSSO TIME!!!

SERÁ UM ORGULHO TÊ-LO EM NOSSO TIME!!! A MVP é uma agência de Comunicação e Marketing Esportivo que atua de forma diferenciada no mercado, gerenciando a imagem de grandes atletas do esporte nacional desde 2006, passando pelos ciclos olímpicos

Leia mais

Criar Newsletters. Guia rápido sobre...

Criar Newsletters. Guia rápido sobre... Guia rápido sobre... Criar Newsletters Neste guia... Saiba como criar atrativas newsletters em texto simples ou HTML para captar a atenção de seus contatos e ir ao encontro de seus interesses e expectativas.

Leia mais

Blogs na Educação: uma ferramenta de auxilio na aprendizagem 1

Blogs na Educação: uma ferramenta de auxilio na aprendizagem 1 Blogs na Educação: uma ferramenta de auxilio na aprendizagem 1 Andreia Solange Bos 2 Rodrigo Moreira 3 Instituto Federal Farroupilha- Campus Alegrete Universidade Regional do Noroeste do Estado do RS Ijuí,

Leia mais

Roxio Easy CD & DVD Burning

Roxio Easy CD & DVD Burning Roxio Easy CD & DVD Burning Guia de Introdução 2 Começando a usar o Easy CD & DVD Burning Neste guia Bem-vindo ao Roxio Easy CD & DVD Burning 3 Sobre este guia 3 Sobre o conjunto Easy CD & DVD Burning

Leia mais

Construtor Iron Web. Manual do Usuário. Iron Web Todos os direitos reservados

Construtor Iron Web. Manual do Usuário. Iron Web Todos os direitos reservados Construtor Iron Web Manual do Usuário Iron Web Todos os direitos reservados A distribuição ou cópia deste documento, ou trabalho derivado deste é proibida, requerendo, para isso, autorização por escrito

Leia mais

Otimização de resultados: o website da I Semana Integrada de Comunicação como ferramenta indispensável para a gestão 1

Otimização de resultados: o website da I Semana Integrada de Comunicação como ferramenta indispensável para a gestão 1 Otimização de resultados: o website da I Semana Integrada de Comunicação como ferramenta indispensável para a gestão 1 Fernando FRESINGHELI 2 Aline FABIANO 3 Lucas VELASQUE 4 Rayan MAGALHÃES 5 Ivana CAVALCANTE

Leia mais

Usabilidade da interface de sites e-commerce

Usabilidade da interface de sites e-commerce - 1 - Revista Eletrônica Multidisciplinar Pindorama do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia IFBA Usabilidade da interface de sites e-commerce Profª. MSc. Simone Azevedo Bandeira

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO A DISTÂNCIA SECADI/UFC AULA 02: EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA TÓPICO 03: CARACTERÍSTICAS DO ENSINO A DISTÂNCIA VERSÃO TEXTUAL Antes de iniciar este curso, você deve ter refletido bastante sobre

Leia mais

Apresentação. Público. Abrangência / Tiragem Atibaia / 3.000 exemplares impressos / edição on line

Apresentação. Público. Abrangência / Tiragem Atibaia / 3.000 exemplares impressos / edição on line CMídia Kit 2015 Apresentação O que é A revista Circulô Conceitual é um periódico quadrimestral, distribuído gratuitamente em locais estratégicos da cidade. Chega para suprir as necessidades e interesses

Leia mais

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Índice Como acessar o Moodle Editando seu PERFIL Editando o curso / disciplina no Moodle Incluindo Recursos

Leia mais

Jornalismo Interativo

Jornalismo Interativo Jornalismo Interativo Antes da invenção da WWW, a rede era utilizada para divulgação de informações direcionados a públicos muito específicos e funcionavam através da distribuição de e-mails e boletins.

Leia mais

Visão Geral sobre o tutorial de Utilização de

Visão Geral sobre o tutorial de Utilização de Tutorial de Utilização de Impressoras Não Fiscais no NFC-e Visão Geral sobre o tutorial de Utilização de Impressoras Não Fiscais no NFC-e O intuito deste tutorial é descrever com detalhes técnicos como

Leia mais

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento.

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento. Vamos, juntos Somos agência de publicidade e consultoria em marketing digital com a missão de atender as necessidades de comunicação da sua empresa, com serviços que abrangem desde campanhas integradas

Leia mais

Anais do XXII SBIE - XVII WIE Aracaju, 21 a 25 de novembro de 2011

Anais do XXII SBIE - XVII WIE Aracaju, 21 a 25 de novembro de 2011 Cyberbullying, Conscientização Ambiental, Memória Matemática e Genius Inglês: aplicações e jogos educacionais para crianças no Sistema Brasileiro de TV Digital Natália de M. Lopes 1, Carlos V. C. do Nascimento

Leia mais

EMPREGABILIDADE E MARKETING PESSOAL

EMPREGABILIDADE E MARKETING PESSOAL EMPREGABILIDADE E MARKETING PESSOAL 1 2 Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro. Leonardo da Vinci CARO ALUNO Não existem limites para a educação a distância. Seus desafios

Leia mais

PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA. Ensino Fundamental (séries finais)

PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA. Ensino Fundamental (séries finais) PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA Ensino Fundamental (séries finais) O Clickideia é um portal educacional (www.clickideia.com.br), desenvolvido com o apoio do CNPq e da UNICAMP, que apresenta conteúdos didáticos

Leia mais

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Tutorial Hotmail Sobre o MSN Hotmail Acessando o Hotmail Como criar uma conta Efetuando o login Verificar mensagens Redigir

Leia mais

ANÁLISE DE SITES EDUCACIONAIS PELO PROFESSOR E PELO ALUNO

ANÁLISE DE SITES EDUCACIONAIS PELO PROFESSOR E PELO ALUNO Análise do professor: Parâmetros para avaliação Ao navegar por Web sites é importante observar alguns tópicos para determinar se um site é bom ou não. Navegação, design, conteúdo, velocidade de acesso,

Leia mais

A revista Superinteressante para tablet Um exemplo de inovação

A revista Superinteressante para tablet Um exemplo de inovação A revista Superinteressante para tablet Um exemplo de inovação The magazine Superinteressante for tablet - An example of incremental Gabriel Patrocinio; Mestrando em Design; Universidade Anhembi Morumbi

Leia mais

Sistemas Enturma: Manual de Ferramentas do Usuário

Sistemas Enturma: Manual de Ferramentas do Usuário versão do manual: 1 1 Apresentação A evolução da tecnologia vem provocando uma revolução no ensino. O acesso à Internet e a disseminação do uso do computador vêm mudando a forma de produzir, armazenar

Leia mais

Interação Homem-Computador

Interação Homem-Computador Interação Homem-Computador Apresentação da disciplina, metodologia de ensino, conteúdos, avaliações e bibliografia Prof. MSc. Hugo Vieira L. Souza Este documento está sujeito a copyright. Todos os direitos

Leia mais

Respostas a algumas perguntas frequêntes

Respostas a algumas perguntas frequêntes Respostas a algumas perguntas frequêntes Aula baseada em texto do pensador francês Pierre Lévy (livro Cibercultura, p. 235-246) Prof. Alemar S. A. Rena Apresentação Respostas a algumas perguntas freqüentes,

Leia mais

Capítulo 1 Por que Google Marketing?

Capítulo 1 Por que Google Marketing? Capítulo 1 Por que Google Marketing? O Google modificou substancialmente a maneira como o mercado lida com a informação e informação, na nossa sociedade pós terceira onda, é tudo. Do dinheiro ao eletrodoméstico,

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: website; jornalismo online; comunicação organizacional.

PALAVRAS-CHAVE: website; jornalismo online; comunicação organizacional. Contribuições para a comunicação organizacional de um curso de Jornalismo: Website do Curso de Comunicação Social - Jornalismo da UFSJ 1 Priscila NATANY 2 Alessandra de FALCO 3 Universidade Federal de

Leia mais

ARKETING INTERNET SEO CRIATIVIDADE AGÊNCIA CRIAÇÃO

ARKETING INTERNET SEO CRIATIVIDADE AGÊNCIA CRIAÇÃO DESIGN CRIAÇÃO AGÊNCIA USABILIDA ARKETING INTERNET SEO DIGIT CRIATIVIDADE DESDE 1999 NO MERCADO, A M2BRNET É UMA AGÊNCIA DE MARKETING DIGITAL ESPECIALIZADA EM SOLUÇÕES PERSONALIZADAS. SI ARQ Desde 1999

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Aprecie as apresentações a seguir. Boa leitura!

APRESENTAÇÃO. Aprecie as apresentações a seguir. Boa leitura! APRESENTAÇÃO A Informatiza Soluções Empresariais está no mercado desde 2006 com atuação e especialização na criação de sites e lojas virtuais. A empresa conta com um sistema completo de administração de

Leia mais

Pequenas Empresas na Web

Pequenas Empresas na Web fevereiro 2010 :: ano 7 :: nº 74 :: www.revistawebdesign.com.br E D I T O R A R$ 11,90 Pequenas Empresas na Web Você sabia que, neste nicho de mercado, 80% NÃO possuem sites? Saiba como atraí-las para

Leia mais

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS.

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

FUNDAMENTOS DE INTERFACE HOMEM MÁQUINA

FUNDAMENTOS DE INTERFACE HOMEM MÁQUINA FUNDAMENTOS DE INTERFACE HOMEM MÁQUINA O que é Design de Interação? Flavio Barbosa professor@flaviobarbosa.com.br Definindo design de interação. Por design de interação entende-se: Projetar produtos interativos

Leia mais

Po r t f o l i o. Web / Graphic Designer / PDF Portfolio

Po r t f o l i o. Web / Graphic Designer / PDF Portfolio Po r t f o l i o Quem é quem? A Codiworks é uma empresa criativa, dinâmica e jovem, buscando sempre estar antenada com as últimas tendências e tecnologias nas áreas de web, design e Identidade Visual.

Leia mais

A importância do design nos negócios

A importância do design nos negócios A importância do design nos negócios SUMÁRIO Apresentação 4 A importância do Design 5 Design de Comunicação 13 A Escada do Design 6 Design Gráfico 14 O processo do Design 7 Logomarca 15 Design & Inovação

Leia mais

Interface Humano-Computador IHC Paradigmas de IHC

Interface Humano-Computador IHC Paradigmas de IHC Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Campus Formosa Interface Humano-Computador IHC Paradigmas de IHC Prof. M.Sc. Victor Hugo Lázaro Lopes IHC Paradigmas de IHC AGENDA Engenharia Cognitiva

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO INTRODUÇÃO: As mídias sociais estão cada vez mais presentes no dia-a-dia das pessoas, oferecendo soluções e transformando as relações pessoais e comerciais.

Leia mais

Unidade: Sistemas Hipermidia Multimidia. Unidade I:

Unidade: Sistemas Hipermidia Multimidia. Unidade I: Unidade I: 0 Unidade: Sistemas Hipermidia Multimidia Engenharia de Websites Por que realizar uma Engenharia de websites: Devemos seguir Princípios básicos de Engenharia (passos bem definidos); Websites

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Manual de Procedimentos Ly n ns O Rei dos Blogs Crescendo empreendedores Sumário Propósito... 3 Estrutura do Manual... 4 1. Iniciando... 5 1.1. O que é o Portal LyonBlogs... 5 1.2. Qual é o Objetivo...

Leia mais

Tópicos de Ambiente Web Web Design III

Tópicos de Ambiente Web Web Design III Tópicos de Ambiente Web Web Design III Professora: Sheila Cáceres Conteúdo para Web Educacional Entretenimento Comercial Industrial Cientifico Entre outros Tópicos de Ambiente Web - Prof. Sheila Cáceres

Leia mais

CentralSul de Notícias: A Rotina Produtiva de uma Agência Experimental Online 1

CentralSul de Notícias: A Rotina Produtiva de uma Agência Experimental Online 1 CentralSul de Notícias: A Rotina Produtiva de uma Agência Experimental Online 1 COSTA 2 Daiane dos Santos; FONSECA 3 Aurea Evelise dos Santos; ZUCOLO 4 Rosana Cabral 1 Trabalho submetido ao SEPE 2011 Simpósio

Leia mais

O Uso das Redes Sociais Como Método Alternativo de Ensino

O Uso das Redes Sociais Como Método Alternativo de Ensino O Uso das Redes Sociais Como Método Alternativo de Ensino As Redes Sociais Virtuais são grupos ou espaços específicos na Internet, que permitem partilhar dados e informações, sendo estas de caráter geral

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DO SOFTWARE LIVRE NOS PROJETOS DE INCLUSÃO DIGITAL E AS AVALIAÇÕES DE USABILIDADE

CARACTERIZAÇÃO DO SOFTWARE LIVRE NOS PROJETOS DE INCLUSÃO DIGITAL E AS AVALIAÇÕES DE USABILIDADE CARACTERIZAÇÃO DO SOFTWARE LIVRE NOS PROJETOS DE INCLUSÃO DIGITAL E AS AVALIAÇÕES DE USABILIDADE Luciara Wanglon Afonso 1 Daniele Pinto Andres 2 RESUMO Este artigo tem por objetivo apresentar algumas questões

Leia mais

DESIGN DE INTERAÇÃO E INTERFACES DIGITAIS - NPG1143 DESIGN DE INTEGRAÇÃO E INTERFACES DIGITAIS (04/08/2014) Perfil Docente

DESIGN DE INTERAÇÃO E INTERFACES DIGITAIS - NPG1143 DESIGN DE INTEGRAÇÃO E INTERFACES DIGITAIS (04/08/2014) Perfil Docente DESIGN DE INTERAÇÃO E INTERFACES DIGITAIS - NPG1143 DESIGN DE INTEGRAÇÃO E INTERFACES DIGITAIS (04/08/2014) Perfil Docente Pós-graduação lato ou stricto sensu na área da disciplina. Currículo publicado

Leia mais

Desenvolvimento Web Usabilidade na Web aula I introdução e o design geral do site. Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN

Desenvolvimento Web Usabilidade na Web aula I introdução e o design geral do site. Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN Desenvolvimento Web Usabilidade na Web aula I introdução e o design geral do site Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN 1 Introdução A Web oferece uma enorme liberdade de escolha e movimentação Qualquer coisa

Leia mais

Interfaces para Softwares Educativos

Interfaces para Softwares Educativos Interfaces para Softwares Educativos Eliseo Reategui eliseoreategui@gmail.com Departamento de Informática Universidade de Caxias do Sul Interfaces para Softwares Educativos Interfaces para Softwares Educativos

Leia mais

MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO

MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO Desenvolvido por: Patricia Mariotto Mozzaquatro SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO....03 2 O AMBIENTE MOODLE......03 2.1 Quais as caixas de utilidade que posso adicionar?...04 2.1.1 Caixa

Leia mais

Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA OFFICE ONLINE WORD ONLINE EXCEL ONLINE POWER POINT ONLINE

Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA OFFICE ONLINE WORD ONLINE EXCEL ONLINE POWER POINT ONLINE Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA OFFICE ONLINE WORD ONLINE EXCEL ONLINE POWER POINT ONLINE Página 2 Sumário Como começar usar?... 03 Iniciando o uso do OneDrive.... 04 Carregar ou Enviar os

Leia mais

b) vantagens e desvantagens para o usuário que acessa Internet grátis comparadas aos serviços oferecidos pelos provedores pagos.

b) vantagens e desvantagens para o usuário que acessa Internet grátis comparadas aos serviços oferecidos pelos provedores pagos. Questão nº 1 I. Seleção de dados relevantes para o assunto em pauta, comparação, hierarquização. Devem aparecer nos textos: a) a Internet grátis desafia os provedores estabelecidos. Ressaltar as posições

Leia mais

Web site Espia Amazonas 1

Web site Espia Amazonas 1 1 Web site Espia Amazonas 1 Lidiane CUNHA 2 Adália CORDEIRO 3 Breno CABRAL 4 Iara RODRIGUES 5 Marcela MORAES 7 Gabrielle NASCIMENTO 8 Faculdade Boas Novas, Manaus, AM RESUMO O web site Espia Amazonas foi

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

Usando Ferramentas de Busca

Usando Ferramentas de Busca Web Marketing Usando Ferramentas de Busca Marcelo Silveira Novatec Editora Ltda. www.novateceditora.com.br 1 Conhecendo o cenário de pesquisas na Internet Este capítulo apresenta uma visão geral sobre

Leia mais