Gestão da Logística Reversa

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gestão da Logística Reversa"

Transcrição

1 Gestão da Logística Reversa

2 Custos com a Logística Reversa nos EUA (em US$) e no Brasil Custo Logístico Total nos EUA $1,006,000,000 Custo Aproximado da LR % 4.00% Custos Estimados com LR $40,240,000 Source for U.S. total costs Bob Delaney, 12th Annual State of Logistics Report No Brasil estima-se que os custos atingam a marca de US$ 4 bilhões. Fonte: Leite Consultoria

3 O Conceito de Logística Reversa A logística reversa pode ser definida como a maximização do valor dos ativos que estão sendo subtraídos do fluxo tradicional. OU Processo de movimentação de produtos de seu típico destino final para um outro local, para fins de elevar o valor ora indisponível, ou para a adequada disposição dos produtos

4 O Conceito de Logística Reversa

5 O Conceito de Logística Reversa A logística reversa pode ser divida em duas partes: Pós-venda: Ocupa-se do retorno de bens de pós-venda, ou seja, o produto em poder do cliente, sendo utilizado ou aguardando o momento de uso, ou ainda, em outras palavras, produtos sem uso ou com pouco uso; Pós-consumo: Trata dos bens de pós-consumo, ou seja, os produtos em fim de vida útil ou usados com chances de utilização, além dos resíduos industriais em geral.

6 O Novo Consumidor e a Logística Reversa CULTURA DO CONSUMO CULTURA AMBIENTALISTA COMPRA R DISPOR USAR REDUZIR REUSAR RECICLAR REPENSAR

7 Re-valorização de Bens de Pós-Venda MOTIVOS DE RETORNO ERROS DE EXPEDIÇÃO PRODUTOS CONSIGNADOS EXCESSO DE ESTOQUE GIRO BAIXO PRODUTOS SAZONAIS DEFEITUOSOS RECALL DE PRODUTOS VALIDADE EXPIRADA DANIFICADOS NO TRÂNSITO DESTINOS DOS PRODUTOS MERCADO PRIMÁRIO CONSERTO REMANUFATURA MERCADO SECUNDÁRIO DOAÇÃO EM CARIDADE DESMANCHE REMANUFATURA RECICLAGEM DISPOSIÇÃO FINAL Fonte: Leite Consultoria

8 Re-valorização dos Bens Pós-Consumo MOTIVO DO RETORNO FIM DE UTILIDADE AO PRIMEIRO UTILIZADOR SALVADOS FIM DE VIDA ÚTIL COMPONENTES RESÍDUOS INDUSTRIAIS DESTINOS DOS PRODUTOS MERCADO SECUNDÁRIO REMANUFATURA DESMANCHE RECICLAGEM ATERRO SANITÁRIO INCINERAÇÃO Fonte: Leite Consultoria

9 Fatores Críticos para um Processo Eficiente

10 Fatores Críticos para um Processo Eficiente Bons Controles de Entrada No início do processo de logística reversa é preciso identificar corretamente o estado dos materiais que retornam para que estes possam seguir o fluxo reverso correto ou mesmo impedir que materiais que não devam entrar no fluxo o façam. Sistemas de logística reversa que não possuem bons controles de entrada dificultam todo o processo subsequente, gerando retrabalho.

11 Fatores Críticos para um Processo Eficiente Processos Mapeados e Formalizados Uma das maiores dificuldades na logística reversa é que ela é tratada como um processo esporádico, contingencial e não como um processo regular. Ter processos mapeados e procedimentos formalizados é condição fundamental para se obter controle e conseguir melhorias.

12 Fatores Críticos para um Processo Eficiente Ciclo do Tempo Reduzido Tempo de Ciclo se refere ao tempo entre a identificação da necessidade de reciclagem, disposição ou retorno de produtos e seu efetivo processamento. Tempos de ciclos longos adicionam custos desnecessários porque atrasam a geração de caixa e ocupam espaço, dentre diversos aspectos.

13 Fatores Críticos para um Processo Eficiente Sistemas de Informação Acurados A capacidade de rastreamento de retornos, medição dos tempos de ciclo, medição do desempenho dos Fornecedores, etc, nos permite obter informações cruciais para negociações, melhoria de desempenho e identificação de abuso de consumidores no retorno de produtos.

14 Fatores Críticos para um Processo Eficiente Rede Logística Planejada Da mesma forma que no processo logístico direto, a implementação de processos logísticos reversos requer a definição de uma infraestrutura logística adequada para lidar com os fluxos de entrada de materiais usados e fluxos de saída de materiais processados.

15 Fatores Críticos para um Processo Eficiente Relações Colaborativas entre Clientes e Fornecedores São comuns conflitos relacionados à interpretação de quem é a responsabilidade sobre os danos causados aos produtos. Em situações extremas, isso pode gerar disfunções como a recusa para aceitar devoluções, o atraso para creditar devoluções e a adoção de medidas de controle dispendiosas.

16 Barreiras para uma Efetiva Logística Reversa Prioridade da logística reversa em relação a outros assuntos Política da empresa Falta de sistemas Questões competitivas 39,20% 35,00% 34,30% 33,70% Falta de atenção na administração 26,80% Recursos financeiros Recursos de pessoal Assuntos legais 14,10% 19,00% 19,00% 0% 5% 10% 15% 20% 25% 30% 35% 40% 45% Fonte: Reverse Logistics Executive Council

17 Resultados Obtidos pela Logística Reversa RESULTADOS PÓS CONSUMO REAPROVEITAMENTO DE COMPONENTES REAPROVEITAMENTO DE MATERIAIS INCENTIVO À NOVA AQUISIÇÃO EXERCÍCIO DE RESPONSABILIDADE AMBIENTAL OBEDIÊNCIA À LEI CADEIA DIRETA PÓS - VENDA PÓS - CONSUMO RESULTADOS PÓS VENDA LIBERAÇÃO DE ÁREA DE LOJA NO VAREJO REDISTRIBUIÇÃO DE MERCADORIAS RECAPTURA DE VALOR DE ATIVOS FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES OBEDIÊNCIA À LEI FEED - BACK QUALIDADE COMPETITIVIDADE RETORNO FINANCEIRO Fonte: Leite Consultoria IMAGEM CORPORATIVA

18 Indicadores de Desempenho para a Gestão do Fluxo Reverso Tempo de Ciclo da Logística Reversa ou Reverse Logistics Cycle Time Custos com Garantia ou Warranty Costs Custos de Devolução como um % CMV ou Return Costs as a % of Total COGS Custos com Reparo e Substituição como um % CMV ou Repair / Replacement Costs as a % of Total COGS % de Devoluções s/ a Necessidade de Reparos ou Substituições ou % of Returns with no Replacement or Repair Outros

19 Tempo de Ciclo da Logística Reversa Reverse Logistics Cycle Time Indicador de Desempenho: Termo em Inglês: Definição: Unidade de Medida: Cálculo: Melhores Práticas: Frequência de Medição: Tempo de Ciclo da Logística Reversa Reverse Logistics Cycle Time Tempo decorrido entre a identificação do material como parte do fluxo reverso e o seu devido encaminhamento Dias Data / hora final - Data / hora inicial em R$ Variável Mensal também conhecido como Average Time to Process Return Request

20 Custos com Garantias Warranty Costs Indicador de Desempenho: Termo em Inglês: Definição: Custos com Garantias Warranty Costs Gastos incorridos com garantias Unidade de Medida: R$ Cálculo: Custo com Garantias em R$ Melhores Práticas: Frequência de Medição: Variável Mensal

21 Custos de Devolução como um % CMV Return Costs as % of Total COGS Indicador de Desempenho: Custo de Retorno como um % do CMV Termo em Inglês: Return Costs as % of Total COGS Definição: Custo total para a operacionalização do fluxo reverso, envolvendo custos com transportes, movimentação e armazenagem, infra-estrutura de suporte, etc expresso como um % do custo das mercadorias vendidas Unidade de Medida: % Cálculo: Custo Total com o fluxo reverso em R$ / CMV em R$ Melhores Práticas: Frequência de Medição: Variável Mensal Também pode ser medido como um % das vendas da empresa.

22 Custos com Reparos e Substituições como um % CMV Repair / Replacement Costs as % of Total COGS Indicador de Desempenho: Termo em Inglês: Definição: Custos com Reparos e Substituições como um % CMV Repair / Replacement Costs as % of COGS Gastos incorridos com reparos e substituições expressos como um % do custo das mercadorias vendidas (CMV) Unidade de Medida: % Cálculo: Custo com reparos e substituições em R$ / CMV em R$ Melhores Práticas: Frequência de Medição: Variável Mensal

23 % de Devoluções s/ a Necessidade de Substituição ou Reparos % of Return with no Replacement or Repair Indicador de Desempenho: Termo em Inglês: Definição: % de Devoluções sem a Necessidade de Substituição ou Reparos % of Returns with no Replacement or Repair % de devoluções que ocorreram sem a necessidade de substituição ou reparo Unidade de Medida: % Cálculo: número de devoluções sem a necessidade de substituição ou reparos / total de devoluções ocorridas Melhores Práticas: Frequência de Medição: Variável Mensal

24 Outros Avarias (em R$, número de ocorrências, % total movimentado no fluxo reverso ou como % das vendas) Erros de Classificação (em R$, número de ocorrências,% total movimentado no fluxo reverso ou como % CMV) Tempo de Ciclo para Inspeção de Devoluções ou Return Inspection Cycle Time Índices de Falha ou Failure Rates para materiais em seu fluxo normal e de materiais originários de fluxo reverso que retornaram ao fluxo normal.

Logística Reversa Uma visão sobre os conceitos básicos e as práticas operacionais

Logística Reversa Uma visão sobre os conceitos básicos e as práticas operacionais Logística Reversa Uma visão sobre os conceitos básicos e as práticas operacionais Introdução Leonardo Lacerda Usualmente pensamos em logística como o gerenciamento do fluxo de materiais do seu ponto de

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER

LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER Conceito LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER É uma área da logística que atua de forma a gerenciar e operacionalizar o retorno de bens e materiais, após sua venda e consumo, às suas origens, agregando

Leia mais

Logística Reversa - Uma visão sobre os conceitos básicos e as práticas operacionais

Logística Reversa - Uma visão sobre os conceitos básicos e as práticas operacionais Logística Reversa - Uma visão sobre os conceitos básicos e as práticas operacionais Leonardo Lacerda Introdução Usualmente pensamos em logística como o gerenciamento do fluxo de materiais do seu ponto

Leia mais

Logística Reversa Meio-ambiente e Produtividade

Logística Reversa Meio-ambiente e Produtividade Logística Reversa Meio-ambiente e Produtividade Carla Fernanda Mueller, carla@deps.ufsc.br 1. Introdução O ciclo dos produtos na cadeia comercial não termina quando, após serem usados pelos consumidores,

Leia mais

Logística Reversa Meio-ambiente e Produtividade

Logística Reversa Meio-ambiente e Produtividade 1. Introdução O ciclo dos produtos na cadeia comercial não termina quando, após serem usados pelos consumidores, são descartados. Há muito se fala em reciclagem e reaproveitamento dos materiais utilizados.

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SUPRIMENTOS GESTÃO

ADMINISTRAÇÃO DE SUPRIMENTOS GESTÃO GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS DEFINIÇÃO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS (SUPLLY CHAIN) São os processos que envolvem fornecedores-clientes e ligam empresas desde a fonte inicial de matéria-prima até o ponto

Leia mais

Logística reversa no Brasil: a visão dos especialistas

Logística reversa no Brasil: a visão dos especialistas Logística reversa no Brasil: a visão dos especialistas Adriano Nguyen Ngoc Phuoc Nhan (CEFET/RJ) nhan@ig.com.br Cristina Gomes de Souza (CEFET/RJ) cgsouza@cefet-rj.br Ricardo Alexandre Amar de Aguiar (CEFET/RJ)

Leia mais

Logística Reversa. Conceito de Logística. Reversa 15/09/2011. Objetivos da aula. e o Meio Ambiente

Logística Reversa. Conceito de Logística. Reversa 15/09/2011. Objetivos da aula. e o Meio Ambiente Logística Reversa e o Meio Ambiente Objetivos da aula 1. Estabelecer as relações entre os canais de distribuição diretos e os canais reversos; 2. Identificar as diferentes categorias de canais de distribuição

Leia mais

A logística reversa nos centros de distribuição de lojas de departamento

A logística reversa nos centros de distribuição de lojas de departamento A logística reversa nos centros de distribuição de lojas de departamento Gisela Gonzaga Rodrigues (PUC-Rio) giselagonzaga@yahoo.com.br Nélio Domingues Pizzolato (PUC-Rio) ndp@ind.puc-rio.br Resumo Este

Leia mais

Prof. Paulo Medeiros

Prof. Paulo Medeiros Prof. Paulo Medeiros Em 2010 entrou em vigor no Brasil a lei dos Resíduos Sólidos. Seu objetivo principal é diminuir a destinação incorreta de resíduos ao meio ambiente. Ela define que todas as indústrias,

Leia mais

AUTOR: PAULO ROBERTO LEITE REVISTA TECNOLOGÍSTICA MAIO / 2002. SÃO PAULO, EDIT. PUBLICARE LOGÍSTICA REVERSA NOVA ÁREA DA LOGÍSTICA EMPRESARIAL

AUTOR: PAULO ROBERTO LEITE REVISTA TECNOLOGÍSTICA MAIO / 2002. SÃO PAULO, EDIT. PUBLICARE LOGÍSTICA REVERSA NOVA ÁREA DA LOGÍSTICA EMPRESARIAL LOGÍSTICA REVERSA NOVA ÁREA DA LOGÍSTICA EMPRESARIAL Introdução : Conceitos, Definições e Áreas de atuação A Logística Reversa tem sido citada com freqüência e de forma crescente em livros modernos de

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA - I Patrícia Beaumord Gomes Liva Administradora de Empresas, Pós Graduada em Gestão da Logística pelo IETEC.

LOGÍSTICA REVERSA - I Patrícia Beaumord Gomes Liva Administradora de Empresas, Pós Graduada em Gestão da Logística pelo IETEC. LOGÍSTICA REVERSA - I Patrícia Beaumord Gomes Liva Administradora de Empresas, Pós Graduada em Gestão da Logística pelo IETEC. Viviane Santos Lacerda Pontelo Administradora de Empresas, Pós Graduada em

Leia mais

CLRB. clrb@clrb.com.br www.clrb.com.br PAULO ROBERTO LEITE. http://meusite.mackenzie.br/leitepr PAULO ROBERTO LEITE

CLRB. clrb@clrb.com.br www.clrb.com.br PAULO ROBERTO LEITE. http://meusite.mackenzie.br/leitepr PAULO ROBERTO LEITE CLRB PAULO ROBERTO LEITE clrb@clrb.com.br www.clrb.com.br http://meusite.mackenzie.br/leitepr MISSÃO DO CLRB Oferecer ganhos de competitividade empresarial através da Logística Reversa. SERVIÇOS OFERECIDOS

Leia mais

Importância da Logística. O lugar da Logística nas Empresas. Custos Logísticos são significativos

Importância da Logística. O lugar da Logística nas Empresas. Custos Logísticos são significativos IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA Importância da Logística O lugar da Logística nas Empresas A logística diz respeito à criação de valor; O valor em logística é expresso em termos de tempo e lugar. Produtos e serviços

Leia mais

Desafios da Logística Reversa

Desafios da Logística Reversa São Paulo, 11 e 12 de maio de 2011 Desafios da Logística Reversa Nextel Telecomunicações 1 Organização Patrocínio Apoio 2 Agenda Nextel Case de sucesso Objetivos da logística reversa Diferenciação entre

Leia mais

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ Carla Klassen A IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA REVERSA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ Carla Klassen A IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA REVERSA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ Carla Klassen A IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA REVERSA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA CURITIBA 2012 UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ Carla Klassen A IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA REVERSA NA

Leia mais

13/10/2011. Logística Reversa Meio Ambiente 5ª Apostila. Objetivos da aula. Características das empresas da cadeia produtiva reversa

13/10/2011. Logística Reversa Meio Ambiente 5ª Apostila. Objetivos da aula. Características das empresas da cadeia produtiva reversa Logística Reversa Meio Ambiente 5ª Apostila Prof. Ph.D. Cláudio Farias Rossoni Objetivos da aula 1. Avaliar as diferenças entre as empresas da cadeia direta e da cadeia reversa; 2. Compreender o papel

Leia mais

Logística Reversa: um enfoque no processo logístico de pós-venda 1

Logística Reversa: um enfoque no processo logístico de pós-venda 1 Logística Reversa: um enfoque no processo logístico de pós-venda 1 Vanessa Andrade Gomes Resumo: Vivemos num tempo em que produtos e ideias ficam obsoletos muito rapidamente, que as fontes de matéria-prima

Leia mais

SENALIMP 2010 CLRB. CONSELHO DE LOGÍSTICA REVERSA DO BRASIL www.clrb.com.br clrb@clrb.com.br

SENALIMP 2010 CLRB. CONSELHO DE LOGÍSTICA REVERSA DO BRASIL www.clrb.com.br clrb@clrb.com.br SENALIMP 2010 CLRB CONSELHO DE LOGÍSTICA REVERSA DO BRASIL www.clrb.com.br clrb@clrb.com.br Missão Oferecer oportunidades de aumento de competitividade empresarial através da Logística Reversa. Objetivos

Leia mais

Uma visão sobre os conceitos básicos da logística reversa

Uma visão sobre os conceitos básicos da logística reversa Uma visão sobre os conceitos básicos da logística reversa Vanina Macowski Durski Silva (UFSC/CNPQ) vaninadurski@gmail.com Rosely Antunes de Souza (UTFPR) roselypr@gmail.com Silvana Ligia Vincenzi Bortolotti

Leia mais

Cleide Ane Barbosa da Cruz 1, Rodrigo Silva de Santana 2, Itallo Santiago Fonseca Sandes 3

Cleide Ane Barbosa da Cruz 1, Rodrigo Silva de Santana 2, Itallo Santiago Fonseca Sandes 3 M G. Silva e E. E. L. Gontijo ISSN 1983-6708 A LOGÍSTICA REVERSA COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO NAS ORGANIZAÇÕES Cleide Ane Barbosa da Cruz 1, Rodrigo Silva de Santana 2, Itallo Santiago Fonseca Sandes 3

Leia mais

Logística. Canais de Distribuições Reversos. Objetivos. Logística. Prof: Roberto Macedo

Logística. Canais de Distribuições Reversos. Objetivos. Logística. Prof: Roberto Macedo Logística Prof: Roberto Macedo Canais de Distribuições Reversos Objetivos Apresentar os conceitos da logística reversa e os canais utilizados; Evidenciar a importância destes canais e as formas corretas

Leia mais

9º Congresso de Pós-Graduação UMA ANÁLISE GERENCIAL NA LOGÍSTICA REVERSA DE PÓS-VENDA

9º Congresso de Pós-Graduação UMA ANÁLISE GERENCIAL NA LOGÍSTICA REVERSA DE PÓS-VENDA 9º Congresso de Pós-Graduação UMA ANÁLISE GERENCIAL NA LOGÍSTICA REVERSA DE PÓS-VENDA Autor(es) ELIACY CAVALCANTI LELIS Orientador(es) ALEXANDRE TADEU SIMON 1. Introdução Atualmente, a preocupação da gestão

Leia mais

A logística reversa agregando valor aos resíduos de madeira através de uma visão empreendedora

A logística reversa agregando valor aos resíduos de madeira através de uma visão empreendedora A logística reversa agregando valor aos resíduos de madeira através de uma visão empreendedora Resumo Leozenir Betim (CEFET PR) leobetim@visaonet.com.br Patrícia Guarnieri (CEFET PR) patriciaguarnieri@ibest.com.br

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÂ Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO Qualificação:

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA E OS IMPACTOS DA PNRS

LOGÍSTICA REVERSA E OS IMPACTOS DA PNRS LOGÍSTICA REVERSA E OS IMPACTOS DA PNRS Autora: PATRICIA GUARNIERI i para o Portal Direito Ambiental 1. Introdução A extração desenfreada dos recursos naturais, o pensamento errôneo de que os mesmos são

Leia mais

PÓS-CONSUMO: a logística reversa - fragmentos de leitura.

PÓS-CONSUMO: a logística reversa - fragmentos de leitura. 1 PÓS-CONSUMO: a logística reversa - fragmentos de leitura. É do conhecimento de todos que o consumo é uma constante na contemporaneidade. Em decorrência, os gestores das organizações planejam e operacionalizam

Leia mais

Eixo Temático ET-03-004 - Gestão de Resíduos Sólidos VANTAGENS DA LOGÍSTICA REVERSA NOS EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS

Eixo Temático ET-03-004 - Gestão de Resíduos Sólidos VANTAGENS DA LOGÍSTICA REVERSA NOS EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS 198 Eixo Temático ET-03-004 - Gestão de Resíduos Sólidos VANTAGENS DA LOGÍSTICA REVERSA NOS EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS Isailma da Silva Araújo; Luanna Nari Freitas de Lima; Juliana Ribeiro dos Reis; Robson

Leia mais

Logística empresarial

Logística empresarial 1 Logística empresarial 2 Logística é um conceito relativamente novo, apesar de que todas as empresas sempre desenvolveram atividades de suprimento, transporte, estocagem e distribuição de produtos. melhor

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA DOS PRODUTOS DE PÓS-VENDA NO SEGMENTO DE LOJAS DE DEPARTAMENTO

LOGÍSTICA REVERSA DOS PRODUTOS DE PÓS-VENDA NO SEGMENTO DE LOJAS DE DEPARTAMENTO LOGÍSTICA REVERSA DOS PRODUTOS DE PÓS-VENDA NO SEGMENTO DE LOJAS DE DEPARTAMENTO Gisela Gonzaga Rodrigues Nélio Domingues Pizzolato Dep.Eng. Industrial PUC Rio de Janeiro Vitor Pires dos Santos Centro

Leia mais

BIBLIOTECA PARA O CURSO DE GESTÃO E LOGÍSTICA EMPRESARIAL

BIBLIOTECA PARA O CURSO DE GESTÃO E LOGÍSTICA EMPRESARIAL BIBLIOTECA PARA O CURSO DE GESTÃO E LOGÍSTICA EMPRESARIAL Selecionamos para você uma série de artigos, livros e endereços na Internet onde poderão ser realizadas consultas e encontradas as referências

Leia mais

Sustentabilidade como diferencial competitivo na gestão de fornecedores

Sustentabilidade como diferencial competitivo na gestão de fornecedores Sustentabilidade como diferencial competitivo na gestão de fornecedores Webinar DNV O Impacto da Gestão da Cadeia de Fornecedores na Sustentabilidade das Organizações 04/09/2013 Associação civil, sem fins

Leia mais

OS DESAFIOS LOGISTICOS DO COMÉRCIO ELETRÔNICO

OS DESAFIOS LOGISTICOS DO COMÉRCIO ELETRÔNICO OS DESAFIOS LOGISTICOS DO COMÉRCIO ELETRÔNICO Fabiana Rubim Cintra Murilo Rodrigues da Silva Patrick Beirigo Andrade RESUMO Este artigo tem o objetivo de expor os principais problemas que o comércio eletrônico

Leia mais

Módulo 3 Custo e nível dos Estoques

Módulo 3 Custo e nível dos Estoques Módulo 3 Custo e nível dos Estoques O armazenamento de produtos produz basicamente quatro tipos de custos. 1. Custos de capital (juros, depreciação) 2. Custos com pessoal (salários, encargos sociais) 3.

Leia mais

Definir embalagem de transporte. Desenvolver políticas que atendam conceitos, princípios e legislação específica a logística reversa.

Definir embalagem de transporte. Desenvolver políticas que atendam conceitos, princípios e legislação específica a logística reversa. Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec ETEC de São José do Rio Pardo Código: 150 Município: São José do Rio Pardo Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio de EM ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Logística Reversa de Materiais

Logística Reversa de Materiais Logística Reversa de Materiais Aplicação de ferramentas de gestão e operação da Cadeia de Abastecimento na Logística Reversa Apresentador: João Paulo Lopez Outubro / 2.008 Objetivos: Conceituar Logística

Leia mais

Logística reversa de pós-consumo: Aplicação do processo em uma empresa do ramo de construção civil.

Logística reversa de pós-consumo: Aplicação do processo em uma empresa do ramo de construção civil. Logística reversa de pós-consumo: Aplicação do processo em uma empresa do ramo de construção civil. Cristiane Duarte de Souza Graduada em Administração cridrds@ig.com.br Natália Pecorone de Sá Graduada

Leia mais

Em ROGERS & TIBBEN-LEMBKE (1999:2) a logística reversa é definida como:

Em ROGERS & TIBBEN-LEMBKE (1999:2) a logística reversa é definida como: A Logística Reversa no Processo de Revalorização dos Bens Manufaturados Adriano Abreu de Oliveira Administrador. Pós-Graduado em Logística. Gerente Geral de Logística e Distribuição da Itambé, MG. E-mail:

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE LOGÍSTICA REVERSA. Por: Ana Claudia Costa e Silva de Paiva

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE LOGÍSTICA REVERSA. Por: Ana Claudia Costa e Silva de Paiva UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE LOGÍSTICA REVERSA Por: Ana Claudia Costa e Silva de Paiva Orientador Prof. Ms. Marye Sue Rio de Janeiro 2003 2 UNIVERSIDADE

Leia mais

Lorena Cristina dos Santos Bezerra Maiara Santos da Silva

Lorena Cristina dos Santos Bezerra Maiara Santos da Silva Universidade do Estado do Pará Centro de Ciências Naturais e Tecnologia Curso de Graduação em Engenharia de Produção Lorena Cristina dos Santos Bezerra Maiara Santos da Silva Sistema de Logística Reversa

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA. Reverse Logistics. Josiane de Medeiros da Silva 1

LOGÍSTICA REVERSA. Reverse Logistics. Josiane de Medeiros da Silva 1 LOGÍSTICA REVERSA Reverse Logistics Josiane de Medeiros da Silva 1 Resumo: Conforme Ribeiro e Gomes (2004), logística é o processo de gerenciar estrategicamente a aquisição, movimentação e armazenagem

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA AGREGANDO VALORES AOS RESÍDUOS DE MADEIRAS E DERIVADOS NA MADEIREIRA SANTA BÁRBARA GASPAR WESLEY DE SOUSA BATISTA R.

LOGÍSTICA REVERSA AGREGANDO VALORES AOS RESÍDUOS DE MADEIRAS E DERIVADOS NA MADEIREIRA SANTA BÁRBARA GASPAR WESLEY DE SOUSA BATISTA R. . CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FATECS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: MONOGRAFIA ÁREA: LOGÍSTICA LOGÍSTICA REVERSA AGREGANDO VALORES AOS RESÍDUOS

Leia mais

GESTÃO DO NÍVEL DE SERVIÇO E SEGMENTAÇÃO DE MERCADO PARA DIFERENCIAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RH. PROFa. EVELISE CZEREPUSZKO

GESTÃO DO NÍVEL DE SERVIÇO E SEGMENTAÇÃO DE MERCADO PARA DIFERENCIAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RH. PROFa. EVELISE CZEREPUSZKO GESTÃO DO NÍVEL DE SERVIÇO E SEGMENTAÇÃO DE MERCADO PARA DIFERENCIAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RH PROFa. EVELISE CZEREPUSZKO O QUE É NÍVEL DE SERVIÇO LOGÍSTICO? É a qualidade com que o fluxo de bens e serviços

Leia mais

REVERSE LOGISTICS OF RETURNED PRODUCTS: IS BRAZIL READY FOR THE INCREASING CHALLENGE?

REVERSE LOGISTICS OF RETURNED PRODUCTS: IS BRAZIL READY FOR THE INCREASING CHALLENGE? REVERSE LOGISTICS OF RETURNED PRODUCTS: IS BRAZIL READY FOR THE INCREASING CHALLENGE? AUTORES PAULO ROBERTO LEITE E ELIANE ZAMITH BRITO ARTIGO APRESENTADO NO CONGRESSO BALAS 2003 THE BUSINESS ASSOCIATION

Leia mais

O que significa Serviço ao Cliente?

O que significa Serviço ao Cliente? Serviço ao cliente Professor: Leandro Zvirtes O que significa Serviço ao Cliente? refere-se especificamente a cadeia de atividades que atendem as vendas, geralmente se iniciando na recepção do pedido e

Leia mais

Indicadores de Desempenho Logístico

Indicadores de Desempenho Logístico Indicadores de Desempenho Logístico Lívia B. Ângelo, liviabangelo@hotmail.com 1. Estratégia X Indicadores de Desempenho As estratégias servem como guia para as empresas desenvolverem e utilizarem recursos

Leia mais

Destinação dos Resíduos Sólidos

Destinação dos Resíduos Sólidos Palestrante João Salles Neto Engenheiro de produção Mecânica Pós Graduação em Logística Empresarial Universidade Mackenzie Pós Graduação em Administração Fundação Vanzolini Sócio Diretor da Consultoria

Leia mais

PATRICIA GUARNIERI. LOGÍSTICA REVERSA: Em busca do equilíbrio econômico e ambiental

PATRICIA GUARNIERI. LOGÍSTICA REVERSA: Em busca do equilíbrio econômico e ambiental PATRICIA GUARNIERI LOGÍSTICA REVERSA: Em busca do equilíbrio econômico e ambiental EDITORA CLUBE DE AUTORES RECIFE, 2011 2011 Patricia Guarnieri TODOS OS DIREITOS RESERVADOS AO AUTOR. Proibida a reprodução

Leia mais

Implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos

Implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos Implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos FIESP 07/06/11 Alexandre Comin - MDIC PNRS Instituída pela Lei 12.305, de 2 de agosto de 2010, e regulamentada pelo Decreto nº 7404, de 23 de Dezembro

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS. Juliana Pontini

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS. Juliana Pontini 95 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS Juliana Pontini LOGÍSTICA REVERSA: UM ESTUDO DO PÓS-VENDA NO E-COMMERCE DA EMPRESA X Porto

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA: CONCEITOS, LEGISLAÇÃO E SISTEMA DE CUSTEIO APLICÁVEL

LOGÍSTICA REVERSA: CONCEITOS, LEGISLAÇÃO E SISTEMA DE CUSTEIO APLICÁVEL LOGÍSTICA REVERSA: CONCEITOS, LEGISLAÇÃO E SISTEMA DE CUSTEIO APLICÁVEL RESUMO Mariana Muller Wille 1 Orientador: Jeferson Carlos Born 2 Considerando o crescimento do consumo, o volume de matéria-prima

Leia mais

A LOGÍSTICA REVERSA NO RETORNO DE PALLETS DE UMA INDÚSTRIA DE BEBIDAS

A LOGÍSTICA REVERSA NO RETORNO DE PALLETS DE UMA INDÚSTRIA DE BEBIDAS A LOGÍSTICA REVERSA NO RETORNO DE PALLETS DE UMA INDÚSTRIA DE BEBIDAS Francisco Santos Sabbadini José Valmir Pedro Paulo Jorge de Oliveira Barbosa Resumo As questões relativas à logistica reversa têm ganho

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico

Leia mais

ATENÇÃO. Apresentação

ATENÇÃO. Apresentação Apresentação O tema logística reversa vem crescendo em importância entre as empresas desde a regulamentação da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Com as novas exigências, as empresas precisam buscar

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PROPOSTA DE MELHORIA NO PROCESSO DE DEVOLUÇÃO AO FORNECEDOR DA EMPRESA C.J. DULLIUS E CIA LTDA. Andréia Beuren Lajeado, 02 de junho de 2014. 1 Andréia

Leia mais

LOGÍSTICA PARA RECICLAGEM E LOGÍSTICA REVERSA PRINCIPAIS SIMILARIDADES E PRINCIPAIS DIFERENÇAS. RESUMO:

LOGÍSTICA PARA RECICLAGEM E LOGÍSTICA REVERSA PRINCIPAIS SIMILARIDADES E PRINCIPAIS DIFERENÇAS. RESUMO: LOGÍSTICA PARA RECICLAGEM E LOGÍSTICA REVERSA PRINCIPAIS SIMILARIDADES E PRINCIPAIS DIFERENÇAS. João Carlos Souza Departamento de Arquitetura e Urbanismo Centro Tecnológico Universidade Federal de Santa

Leia mais

Guia de sustentabilidade para plásticos

Guia de sustentabilidade para plásticos Guia de sustentabilidade para plásticos Maio 2014 1 2 3 4 5 6 7 8 Introdução... 4 Contextualização dos plásticos... 6 Composição dos móveis e utensílios de plásticos...7 Requerimentos para materiais que

Leia mais

22/02/2009 LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO POR QUE A LOGÍSTICA ESTÁ EM MODA POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA

22/02/2009 LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO POR QUE A LOGÍSTICA ESTÁ EM MODA POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO A melhor formação cientifica, prática e metodológica. 1 POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA Marketing Vendas Logística ANTES: foco no produto - quantidade de produtos sem qualidade

Leia mais

Gestão Perdas e Quebras Operacionais FCN 2008 (APAS) Ronaldo Jarnyk

Gestão Perdas e Quebras Operacionais FCN 2008 (APAS) Ronaldo Jarnyk Gestão Perdas e Quebras Operacionais FCN 2008 (APAS) Ronaldo Jarnyk 1- Abertura 2- Cenário do Varejo Brasileiro 3- Quebra Contabil Conceitos 4- Quebra Operacional Agenda 5- Perdas, fraudes e furtos 6-

Leia mais

GESTÃO DE SUPRIMENTO TECNÓLOGO EM LOGÍSTICA

GESTÃO DE SUPRIMENTO TECNÓLOGO EM LOGÍSTICA GESTÃO DE SUPRIMENTO TECNÓLOGO EM LOGÍSTICA Gestão da Cadeia de Suprimento Compras Integração Transporte Distribuição Estoque Tirlê C. Silva 2 Gestão de Suprimento Dentro das organizações, industriais,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária Departamento de Ciências Contábeis Curso de Ciências Contábeis LOGÍSTICA REVERSA: UM ESTUDO APLICADO

Leia mais

Diagnóstico da Logística Reversa na Cadeia de Suprimentos de Alimentos Processados no Oeste Paranaense

Diagnóstico da Logística Reversa na Cadeia de Suprimentos de Alimentos Processados no Oeste Paranaense Diagnóstico da Logística Reversa na Cadeia de Suprimentos de Alimentos Processados no Oeste Paranaense Gisele de Lorena Diniz Chaves Doutoranda da Universidade Federal de São Carlos. Endereço: Rua Bernardino

Leia mais

Quais estratégias de crédito e cobranças são necessárias para controlar e reduzir a inadimplência dos clientes, na Agroveterinária Santa Fé?

Quais estratégias de crédito e cobranças são necessárias para controlar e reduzir a inadimplência dos clientes, na Agroveterinária Santa Fé? 1 INTRODUÇÃO As empresas, inevitavelmente, podem passar por períodos repletos de riscos e oportunidades. Com a complexidade da economia, expansão e competitividade dos negócios, tem-se uma maior necessidade

Leia mais

Unidade II MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino

Unidade II MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino Unidade II MARKETING DE VAREJO E NEGOCIAÇÃO Profa. Cláudia Palladino Preço em varejo Preço Uma das variáveis mais impactantes em: Competitividade; Volume de vendas; Margens e Lucro; Muitas vezes é o mote

Leia mais

16/02/2010. Relação empresa-cliente-consumidor. Distribuição física do produto final até ponto de venda final

16/02/2010. Relação empresa-cliente-consumidor. Distribuição física do produto final até ponto de venda final Logística de Distribuição e Reversa MSe. Paulo Cesar C. Rodrigues paulo.rodrigues@usc.br Mestre em Engenharia de Produção Conceito Relação empresa-cliente-consumidor Distribuição física do produto final

Leia mais

Pesquisa Logística no E-commerce Brasileiro 2015 Mauricio Salvador Presidente

Pesquisa Logística no E-commerce Brasileiro 2015 Mauricio Salvador Presidente Pesquisa Logística no E-commerce Brasileiro 2015 Mauricio Salvador Presidente AGRADECIMENTOS! A ABComm agradece o apoio dos mantenedores 2015 METODOLOGIA Foram coletados 451 questionários válidos no campo

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA E OS RESÍDUOS ELETRÔNICOS

LOGÍSTICA REVERSA E OS RESÍDUOS ELETRÔNICOS LOGÍSTICA REVERSA E OS RESÍDUOS ELETRÔNICOS Mineração Urbana no Brasil Lúcia Helena Xavier São José dos Campos SP Junho de 2015 REGULAMENTAÇÃO AMBIENTAL NO BRASIL LEI Nº 6.938 DE 1981 PNMA CONSTITUIÇÃO

Leia mais

http://www.itcnet.com.br/materias/printable.php

http://www.itcnet.com.br/materias/printable.php Página 1 de 5 1 de Setembro, 2011 Impresso por ANDERSON JACKSON TOASSI DEVOLUÇÃO DE MERCADORIAS COMPRADAS NAS OPERAÇÕES COMERCIAIS 1 - Introdução Nas relações comerciais as operações de devolução e retorno

Leia mais

Gestão de Estoques. Leader Magazine

Gestão de Estoques. Leader Magazine Gestão de Estoques Leader Magazine Maio 2005 Índice O Projeto Gestão de Estoques Resultados Índice O Projeto Gestão de Estoques Resultados Objetivos Implementar e Controlar todos os processos de Compra

Leia mais

Unidade III RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS. Profa. Marinalva Barboza

Unidade III RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS. Profa. Marinalva Barboza Unidade III RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS Profa. Marinalva Barboza Atividades da gestão de materiais e a logística Segundo Pozo, as atividades logísticas podem ser vistas por duas grandes áreas: atividades

Leia mais

ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015

ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015 ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015 Critérios Descrições Pesos 1. Perfil da Organização Breve apresentação da empresa, seus principais produtos e atividades, sua estrutura operacional

Leia mais

Visões sobre a padronização mínima de "PGR s" - Planos de Gerenciamento de Riscos e DDR s Declaração de Dispensa de Direito de Regresso

Visões sobre a padronização mínima de PGR s - Planos de Gerenciamento de Riscos e DDR s Declaração de Dispensa de Direito de Regresso Visões sobre a padronização mínima de "PGR s" - Planos de Gerenciamento de Riscos e DDR s Declaração de Dispensa de Direito de Regresso Gostaria de iniciar com algumas definições sobre os riscos da atividade

Leia mais

15/09/2011. Historico / Conceito. Lean Production é um programa corporativo ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO II. Evolucao do Conceito LEAN THINKING

15/09/2011. Historico / Conceito. Lean Production é um programa corporativo ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO II. Evolucao do Conceito LEAN THINKING Historico / Conceito Lean : década de 80 James Womack (MIT) Projeto de pesquisa: fabricantes de motores automotivos; ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO II Lean Production é um programa corporativo composto por

Leia mais

Políticas de Garantia

Políticas de Garantia Políticas de Garantia RMA RETURN MERCHANDISE AUTHORIZATION (Autorização de Devolução de Mercadoria) SUMÁRIO 1. OBJETIVO 3 2. VISÃO GERAL SOBRE GARANTIA 3 3. PROCESSO DE DEVOLUÇÃO 3 4. MODALIDADE DE RMA

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA DE PÓS VENDA: ESTUDO DE CASO EM UMA INDÚSTRIA DE CALÇADOS

LOGÍSTICA REVERSA DE PÓS VENDA: ESTUDO DE CASO EM UMA INDÚSTRIA DE CALÇADOS 3 LOGÍSTICA REVERSA DE PÓS VENDA: ESTUDO DE CASO EM UMA INDÚSTRIA DE CALÇADOS 1 Filipe Augusto Ronconi dos Reis, 2 Rafael Nobre Ravazzi. 3 Prof. Dra. Fabiana Ortiz Tanoue de Mello 1,2 Acadêmicos do curso

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA E A POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS (PNRS)

LOGÍSTICA REVERSA E A POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS (PNRS) LOGÍSTICA REVERSA E A POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS (PNRS) A Logística Reversa tem sido motivo de muitas manifestações seja na mídia em geral, seja nas empresas, academias e do publico em geral

Leia mais

Logística inversa. Visão geral

Logística inversa. Visão geral Criar conta Entrar Artigo Discussão Ler Editar Logística inversa Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Página principal Conteúdo destacado Eventos atuais Esplanada Página aleatória Portais Informar

Leia mais

EXPO 2010 2a. Feira Internacional de Equipamentos e Soluções para Meio Ambiente

EXPO 2010 2a. Feira Internacional de Equipamentos e Soluções para Meio Ambiente Ministério do Meio Ambiente Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano EXPO 2010 2a. Feira Internacional de Equipamentos e Soluções para Meio Ambiente A Lei e Políticas Públicas de de Resíduos Sólidos

Leia mais

SARAH PEIXOTO TOLEDO LOGÍSTICA REVERSA COMO FATOR DE VANTAGEM COMPETITIVA EM EMPRESAS DE E-COMMERCE

SARAH PEIXOTO TOLEDO LOGÍSTICA REVERSA COMO FATOR DE VANTAGEM COMPETITIVA EM EMPRESAS DE E-COMMERCE Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Departamento de Administração SARAH PEIXOTO TOLEDO LOGÍSTICA REVERSA COMO FATOR DE VANTAGEM COMPETITIVA EM EMPRESAS DE E-COMMERCE

Leia mais

Universidade Federal do Pará

Universidade Federal do Pará Universidade Federal do Pará Adalzemir Silva de Alencar Logística Reversa Aplicada no Processo de Reaproveitamento da Borra de Tinta DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Instituto de Tecnologia Mestrado Profissional

Leia mais

LOGISTICA REVERSA UM COLABORADOR PARA O MEIO AMBIENTE RESUMO

LOGISTICA REVERSA UM COLABORADOR PARA O MEIO AMBIENTE RESUMO LOGISTICA REVERSA UM COLABORADOR PARA O MEIO AMBIENTE Fernanda Furio Crivellaro fercrivellaro@hotmail.com Fernanda Teixeira de Sousa fernanda_tsousa@yahoo.com RESUMO A logística é uma vantagem competitiva,

Leia mais

GESTÃO DE RECURSOS PATRIMONIAIS E LOGÍSTICOS

GESTÃO DE RECURSOS PATRIMONIAIS E LOGÍSTICOS Unidade I GESTÃO DE RECURSOS PATRIMONIAIS E LOGÍSTICOS Prof. Fernando Leonel Conteúdo da aula de hoje 1. Planejamento e controle de estoques. 2. A importância dos estoques. 3. Demanda na formação dos estoques.

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA DE PÓS-VENDA: POLÍTICAS, PROCEDIMENTOS E BARREIRAS DE IMPLEMENTAÇÃO

LOGÍSTICA REVERSA DE PÓS-VENDA: POLÍTICAS, PROCEDIMENTOS E BARREIRAS DE IMPLEMENTAÇÃO ISSN 1984-9354 LOGÍSTICA REVERSA DE PÓS-VENDA: POLÍTICAS, PROCEDIMENTOS E BARREIRAS DE IMPLEMENTAÇÃO Adeilto Pereira Chagas (FFB) Sergio Jose Barbosa Elias (UFC) Roberto Ednísio Vasconcelos Rocha (BNB)

Leia mais

O PAPEL DO MUNICÍPIO NA GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS

O PAPEL DO MUNICÍPIO NA GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS REALIZAÇÃO: O PAPEL DO MUNICÍPIO NA GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS O Município é estratégico na gestão dos resíduos sólidos. As atividades geradoras e de gestão de resíduos se desenvolvem no âmbito local.

Leia mais

06/10/2011. Logística Reversa Meio Ambiente 4ª Apostila. Objetivos da aula. Canais de distribuição de pós-consumo de bens duráveis e semiduráveis

06/10/2011. Logística Reversa Meio Ambiente 4ª Apostila. Objetivos da aula. Canais de distribuição de pós-consumo de bens duráveis e semiduráveis Logística Reversa Meio Ambiente 4ª Apostila Prof. Ph.D. Cláudio Farias Rossoni Objetivos da aula 1. Entender a importância dos fluxos logísticos reversos dos produtos e materiais de pós-consumo; 2. Perceber

Leia mais

GERENCIANDO INCERTEZAS NO PLANEJAMENTO LOGÍSTICO: O PAPEL DO ESTOQUE DE SEGURANÇA

GERENCIANDO INCERTEZAS NO PLANEJAMENTO LOGÍSTICO: O PAPEL DO ESTOQUE DE SEGURANÇA GERENCIANDO INCERTEZAS NO PLANEJAMENTO LOGÍSTICO: O PAPEL DO ESTOQUE DE SEGURANÇA Eduardo Saggioro Garcia Leonardo Salgado Lacerda Rodrigo Arozo Benício Erros de previsão de demanda, atrasos no ressuprimento

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES INSTITUTO A VEZ DO MESTRE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES INSTITUTO A VEZ DO MESTRE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES INSTITUTO A VEZ DO MESTRE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU LOGíSTICA REVERSA PRM ADMINISTRAÇÃO DA RECUPERAÇÃO DE PRODUTOS ANTONIO CARLOS MANARTE MAT.: T205565 RIO DE JANEIRO 2010 UNIVERSIDADE

Leia mais

A PARCERIA ESTRATEGICA ENTRE EMPRESA E SUA ONG ATRAVÉS DA APLICAÇÃO DA LOGÍSTICA REVERSA - UMA FORMA DE GERAÇÃO DE RENDA

A PARCERIA ESTRATEGICA ENTRE EMPRESA E SUA ONG ATRAVÉS DA APLICAÇÃO DA LOGÍSTICA REVERSA - UMA FORMA DE GERAÇÃO DE RENDA A PARCERIA ESTRATEGICA ENTRE EMPRESA E SUA ONG ATRAVÉS DA APLICAÇÃO DA LOGÍSTICA REVERSA - UMA FORMA DE GERAÇÃO DE RENDA Resumo O conceito e a prática da logística reversa, nas empresas e na sociedade,

Leia mais

Logística Empresarial. Logística de Serviço ao Cliente Prof. José Correia

Logística Empresarial. Logística de Serviço ao Cliente Prof. José Correia Logística Empresarial Logística de Serviço ao Cliente Prof. José Correia Logística de Serviço ao Cliente Kyj e Kyj definem: Serviços ao cliente, quando utilizados de forma eficaz, é uma variável primária

Leia mais

ESTRATÉGIA E PLANEJAMENTO CORPORATIVO

ESTRATÉGIA E PLANEJAMENTO CORPORATIVO Estratégia e Planejamento Corporativo AULA 4 - BSC Abril 2015 Pauta Planejamento Estratégico; Cadeia de valor; BSC Balanced Scorecard; Mapa Estratégico; Indicadores de desempenho e metas; Plano de ações;

Leia mais

Unidade IV LOGÍSTICA INTEGRADA: PRODUÇÃO E COMÉRCIO. A logística reversa é entendida como:

Unidade IV LOGÍSTICA INTEGRADA: PRODUÇÃO E COMÉRCIO. A logística reversa é entendida como: LOGÍSTICA INTEGRADA: PRODUÇÃO E COMÉRCIO Unidade IV 7 LOGÍSTICA REVERSA 7.1 Conceitos A logística reversa é entendida como: A área da logística empresarial que planeja, opera e controla o fluxo e as informações

Leia mais

as indústrias dizem que praticam com relação à logística reversa e o que elas

as indústrias dizem que praticam com relação à logística reversa e o que elas 71 5 RESULTADOS E DISCUSSÃO Um dos objetivos deste estudo foi fazer um contraponto entre o que as indústrias dizem que praticam com relação à logística reversa e o que elas realmente fazem. Para isso,

Leia mais

PAINEL 4: Construindo e implementando o Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos: do catador à indústria.

PAINEL 4: Construindo e implementando o Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos: do catador à indústria. PAINEL 4: Construindo e implementando o Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos: do catador à indústria. O envolvimento da sociedade Consórcios A mobilização da indústria de equipamentos

Leia mais

Tabela de CFOP - Código Fiscal de Operações e Prestação

Tabela de CFOP - Código Fiscal de Operações e Prestação Tabela de CFOP - Código Fiscal de Operações e Prestação 1.000 - ENTRADAS OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS DO ESTADO 1.100 - COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO OU PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS 1.101 - Compra

Leia mais

Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde

Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde Naraiana Agapito, naraagapito@yahoo.com.br 1 Introdução Embora a geração de resíduos oriundos das atividades humanas faça parte da própria história do homem,

Leia mais

A LOGÍSTICA REVERSA COMO UMA FERRAMENTA GERENCIAL: UM NOVO DIFERENCIAL COMPETITIVO PARA AS ORGANIZAÇÕES

A LOGÍSTICA REVERSA COMO UMA FERRAMENTA GERENCIAL: UM NOVO DIFERENCIAL COMPETITIVO PARA AS ORGANIZAÇÕES 1 A LOGÍSTICA REVERSA COMO UMA FERRAMENTA GERENCIAL: UM NOVO DIFERENCIAL COMPETITIVO PARA AS ORGANIZAÇÕES Resumo André de Sousa Pedrosa Diante das intensas ações estratégicas de mercado para criação de

Leia mais

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve.

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve. Balanced Scorecard BSC 1 2 A metodologia (Mapas Estratégicos e Balanced Scorecard BSC) foi criada por professores de Harvard no início da década de 90, e é amplamente difundida e aplicada com sucesso em

Leia mais

Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 11

Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 11 Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 11 Questões sobre o tópico Administração de Materiais. Olá Pessoal, Hoje veremos um tema muito solicitado para esse concurso do MPU! Administração de Materiais.

Leia mais