IMPACTOS DA TECNOLOGIA NA AGROPECUÁRIA 1 *

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "IMPACTOS DA TECNOLOGIA NA AGROPECUÁRIA 1 *"

Transcrição

1 IMPACTOS DA TECNOLOGIA NA AGROPECUÁRIA 1 * Antonio Wilson Nogueira Filgueiras UEMG Unidade Carangola Harlen Pereira Ferreira UEMG Unidade Carangola Felipe Silva Vieira UEMG Unidade Carangola Marcela Silva Carvalho UEMG Unidade Carangola RESUMO: Diante do grande crescimento populacional que vem ocorrendo, a necessidade de aumentos na produção se fazem necessários para atender a demanda de fornecimentos de gêneros alimentícios à sociedade. Com o fenômeno geográfico conhecido como Êxodo Rural (migração da população rural para áreas urbanas) tem ocasionado a escassez de mão de obra no campo. Assim, criar equipamentos e mecanizar o trabalho rural tem sido uma alternativa necessária para garantir que não haja diminuição na produtividade dos campos e consequentemente, impedindo grandes impactos na sociedade. Para isso a Tecnologia da Informação (TI) é uma importante aliada para auxiliar a criação de equipamentos e participar na solução de problemas provenientes na agropecuária que venham a prejudicar a produção. Com este trabalho, procura-se observar algumas das influências das tecnologias no meio rural através de pesquisa bibliográfica. PALAVRAS-CHAVE: Meio Rural. Agropecuária. Tecnologia. Melhorias. INTRODUÇÃO Com os grandes avanços que vem ocorrendo na tecnologia, é plausível que essas transformações influenciem os setores da sociedade. As transformações são ações que ocorrem a todo momento, a cada inovação, a cada invenção que altere o comportamento da sociedade. Esses avanços vêm ocorrendo em diversas áreas da sociedade, inclusive no meio rural. A presença da tecnologia da informação no campo vem permitindo, entre vários benefícios que podem ser citados, o aumento da produção das lavouras, o maior aproveitamento do terreno no ato do plantio, a agilidade em todas as atividades exercidas no campo, a melhora da semente para plantio, melhoramentos em pesquisa na agropecuária. 1 A AGRICULTURA: BREVE HISTÓRIA A Agricultura foi, juntamente com a caça, uma função complementar na alimentação que foi se desenvolvendo ao longo dos anos com a necessidade de se produzir e armazenar alimentos que suprissem a sociedade. Ao remetermos que a partir da última glaciação que ocorreu por volta de anos a.c. foi que as condições climáticas se tornaram propícias ao cultivo. Observa-se que a facilidade de conseguir alimentos motivou os povos antigos a aderirem a essa nova cultura. Sendo assim, os povos começaram a se fixar em certas regiões 1 XII EVIDOSOL e IX CILTEC-Online junho/

2 que viabilizavam o plantio, aderindo e dando origens a novas práticas de agricultura que originaram diretamente as civilizações. Com a formação destas, novas técnicas agrícolas foram se desenvolvendo e sendo aplicadas no campo a fim de auxiliar e suprir as necessidades das sociedades e dando condições de que as mesmas pudessem evoluir e melhorar as condições de vida. 2 A IMPORTÂNCIA DO DESENVOLVIMENTO DA AGRICULTURA O Desenvolvimento da base de toda a civilização, a agricultura, é de extrema importância para que motive melhorias tecnológicas tanto no campo como nos meios urbanos. Isso se deve ao fato do grande crescimento populacional na atualidade, fenômeno nomeado Globalização. Com a Globalização, vem a necessidade do aumento da produção de gêneros alimentícios industrializados, levando à necessidade do aumento da produção de matéria prima provenientes tanto da agricultura quanto da pecuária. A migração de famílias do meio rural, fenômeno conhecido como êxodo rural, tem levado a escassez de mão de obra nesse setor levando assim, a necessidade do desenvolvimento da tecnologia para auxiliar, facilitar e melhorar as atividades no campo de modo que não haja diminuição drásticas na produção de alimentos. 3 OS AVANÇOS TECNOLÓGICOS Com o avanço da tecnologia num dimensionamento universal, a base da economia brasileira não poderia ficar de fora desse sucesso. Instrumentos de altíssima precisão, estão a cada dia mais evoluídos e aprovados no agronegócio. No que diz respeito à competitividade, em algumas há certa percepção de aumento da produtividade e lucratividade (ZAMBALDE, BORNSTEIN, 2002). Desde o mais simples ao mais complexo, objetivam para auxiliar o produtor, na parte financeira ou no controle de pragas, tecnologia e agronegócio, uma parceria que tem tudo a ver. Segundo Bornstein e Lobianco (2000, Apud Saraiva e Cugnasca, 2000): Sistemas computacionais estão sendo desenvolvidos para ajudar agropecuaristas a monitorar o meioambiente, identificar áreas problemáticas, delinear estratégias de intervenção e implementar planos de ação. Tecnologias que podem ser vistas em grandes feiras do agronegócio, onde não são expostos somente tratores, animais, ferramentas, mas também com uma grande vitrine para as empresas que focam seus investimentos no meio rural. Na COTRIJAL, uma feira que acontece no Rio Grande do Sul, a Embrapa (empresa brasileira de pesquisa agropecuária) apresenta vários projetos que podem surpreender. Como a agropecuária não se resume a um único setor, pode-se enxergar um mercado amplo e promissor para o setor de TI. Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), O sistema de pesquisa agropecuária no Brasil tem dado passos significativos, em um curto período de tempo, na direção do desenvolvimento. 2

3 Alguns sistemas popularmente conhecidos, como por exemplo os que monitoram o clima, foram criados para o auxílio do agricultor, que segundo o portal de notícias G1, O monitoramento reduz o uso de agrotóxicos no cultivo do tomate. Exemplos simples que podem fazer a diferença na produção de alimentos, melhorando a produção e qualidade. Um exemplo é o sistema online da EMBRAPA, o DIAGNOSE VIRTUAL. Ainda segundo a EMBRAPA, Diagnose Virtual é um sistema para diagnóstico remoto de doenças, que permite identificar doenças de milho, feijão e soja. Pela internet, o produtor pode registrar os sintomas detectados em sua cultura, respondendo questões colocadas pelo sistema, como em que parte da planta a doença se manifesta, qual é a cor e o formato da lesão etc. Dessa forma, é possível detectar o tipo de doença e as possíveis medidas de controle. O Diagnose Virtual também permite que os usuários entrem em contato com os fitopatologistas da Embrapa, por meio de correio eletrônico, chat, lista de discussão, entre outros. (EMBRAPA, 2015) Dessa forma, o Diagnose Virtual propicia um excelente resultado na hora de semear, cuidar e colher, pois assim a tecnologia pode auxiliar o produtor pode contar com a ajuda da tecnologia em todas as etapas, iniciando desde o início do plantio da lavoura, acompanhando as condições climáticas, o controle de pragas, e até mesmo na hora de colocar o produto no mercado. Durante esse processo o grupo FOCKINCK, uma Empresa de automação de softwares de uso na agropecuária, apresenta o Airmaster, um software que monitora o armazenamento de grãos nos silos, onde se controla a temperatura e umidade, evitando perdas de alimentos. Através desse controle, os grãos podem ser armazenados por um maior período de tempo. Com o passar do tempo, a tecnologia e a agricultura estão se unindo e desenvolvendo com o intuito de sanar problemas na sociedade. Vale lembrar que o arado também foi uma tecnologia usada por ancestrais no início da agricultura pelas primeiras comunidades. Tecnologias de combate e prevenção de doenças, planejamento de irrigação, máquinas de alta precisão que facilitam e aumentam a produtividade em todas as áreas da agricultura tem sido criadas e melhoradas com auxílio de TI s. Mas ainda caminhando em passos lentos, segundo Souki & Zambalde (1999), Essa união da informática aplicada à agropecuária teve resultados abaixo do esperado devido à sua má utilização por empresários rurais. Propuseram como razões para esta situação: a busca do milagroso, propagandas enganosas, utilização desordenada, informações mal interpretadas e a falta de programas adequados. Apesar das limitações e mal resultados, os autores afirmaram a necessidade da informática para aumentar a produtividade e qualidade, na busca por uma maior competitividade. A partir do momento em que todos souberem como a informática pode ser útil, e como e quando aplica-la, o resultado será ainda mais favorável. (SOUKI & ZAMBALDE, 1999). 4 O IMPACTO DAS TECNOLOGIAS NO CAMPO Para Ferreira e Vegro (2008) a agricultura no Brasil vem sofrendo avanços com a implantação de equipamentos tecnológicos que tem auxiliado o aumento na produção, o maior aproveitamento do espaço e a agilidade na realização dos serviços. 3

4 Na agricultura essas tecnologias estão presentes principalmente em tratores, maquinas pulverizadoras, semeadoras e colheitadeiras, e de acordo com Ferreira e Vegro (2008), houve um aumento significativo na aquisição de máquinas agrícolas automatizadas em O êxodo rural levou a necessidade de boa parte do trabalho que antes era realizado por pessoas no campo a ser substituído pela máquina a fim de manter a produção agrícola e manter o fluxo de fornecimento de matéria prima para diversas indústrias. Além disso, para Herman (1992) podese perceber os impactos da tecnologia da informação no meio rural ao observarmos o trabalho de uma pessoa saudável ao final de 10 horas de trabalho em um dia e compararmos com uma máquina automatizada no mesmo período de horas. As TI s (Tecnologias da Informação) tem influenciado a pecuária também. Ela está presente em sistemas de identificação do gado, chips implantados em animais contendo informações de identificação capazes de serem reconhecidos e lidos por equipamentos específicos da área de TI. Além de estar presente no dia a dia do campo, essas tecnologias estão presentes também nos laboratórios de pesquisa cujo objetivo final é a melhoria da agricultura, pecuária e a vida da população no meio rural. Como exemplo, temos a EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuária) que possui como objetivo principal realizar pesquisas que contribuam para o desenvolvimento e aprimoramento das tecnologias aplicada ao meio rural. CONCLUSÃO Em meio a evolução tecnológica, pode-se pensar que tecnologia resume-se e aplica-se apenas ao meio urbano. Porém no meio rural pode-se observar com maior frequência a presença e uso de tecnologia a favor da melhoria dos serviços, inclusive o aumento da quantidade e da qualidade na produtividade de gêneros alimentícios. Isso se deve ao fato de que antes do acesso às TI s, o produtor rural não tinha a sua disposição informações e ferramentas que a tecnologia vem proporcionando. Pesquisas e desenvolvimento de equipamentos para uso na agropecuária tem sido alvo de investimentos com maior frequência atualmente visando maior produção e melhor qualidade do produto. REFERENCIAS BORNSTEIN, Cláudio Thomas; LOBIANCO, José Luís Barboza. Impactos da informática na agropecuária. Disponível em: <http://www.sbiagro.org.br/pdf/iii_congresso/artigo15.pdf> Acesso em: 15/03/2015. BORNSTEIN, C.; VILLELA, P. & PORTUGAL, A., 1991, "O uso da informática em cooperativas de laticínio: algumas reflexões sobre a modernização na agricultura", Reforma Agrária, v.3, n.4, p FERREIRA, Celia Regina Roncato Penteado Tavares; VEGRO, Celso Luis Rodrigues (2008) Mercado de máquinas agrícolas automotrizes: alta dos suprimentos estratégicos - Disponível em: <ftp://ftp.sp.gov.br/ftpiea/aia/aia pdf>. Acesso em: 18/03/

5 HERMANN, Paulo R. O engenheiro agrícola na indústria de máquinas agrícolas. Apud CORTEZ, Luis Augusto B.; MAGALHÃES, Paulo Sérgio G. Introdução à engenharia agrícola. Campinas, SP: Editora da UNICAMP SOUKI, G. Q., ZAMBALDEe, A. L., Alves, R. M.; Access na Agropecuária. Lavras: UFLA\FAEPE, p.. Sistema de Monitoramento ajuda produtores de tomate do sul do RJ. Disponível em: <http://g1.globo.com/rj/sul-do-rio-costa-verde/noticia/2013/05/sistema-demonitoramento-ajuda-produtores-de-tomate-do-sul-do-rj.html>. Acesso em 17/03/2015. Diagnose Virtual. Disponível em: <http://www.diagnose.cnptia.embrapa.br/diagnose/>. Acesso em 19/03/2015. Produtos, Processos e Serviços. Disponível em: Acesso em 11/03/2015 5

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO Agropecuária É o termo utilizado para designar as atividades da agricultura e da pecuária A agropecuária é uma das atividades mais antigas econômicas

Leia mais

O Processo de Informatização no Agronegócio

O Processo de Informatização no Agronegócio O Processo de Informatização no Agronegócio Dayene Ângela de Almeida 1 - dayene.infor@gmail.com Juliana Costa Silva - jcs.julianacostasilva@gmail.com Hiram Castelo Branco - hiram.castelo@gmail.com Marcelo

Leia mais

Índice de Confiança do Agronegócio. Realização Parceiros Pesquisa

Índice de Confiança do Agronegócio. Realização Parceiros Pesquisa Índice de Confiança do Agronegócio Realização Parceiros Pesquisa Motivações Motivações Medir, trimestralmente, as expectativas dos diferentes agentes do agronegócio, como indústria de insumos, cooperativas,

Leia mais

10º LEVANTAMENTO DE SAFRAS DA CONAB - 2012/2013 Julho/2013

10º LEVANTAMENTO DE SAFRAS DA CONAB - 2012/2013 Julho/2013 10º LEVANTAMENTO DE SAFRAS DA CONAB - 2012/2013 Julho/2013 1. INTRODUÇÃO O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), por meio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), realiza sistematicamente

Leia mais

A INFORMÁTICA NO AGRONEGÓCIO

A INFORMÁTICA NO AGRONEGÓCIO CESA - CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS APLICADOS ADMINISTRAÇÃO EDELGIR RUB PESCE JUNIOR IGOR DE ALENCAR ARARIPE FAÇANHA LEONARDO HENRIQUE MARCOVIQ BORGES RODRIGO KLOCKER DE CAMARGO A INFORMÁTICA NO AGRONEGÓCIO

Leia mais

Guilherme Leite da Silva Dias, FEA/USP

Guilherme Leite da Silva Dias, FEA/USP Seminário Risco e Gestão do Seguro Rural no Brasil Mesa Redonda III Aquecimento global e impactos sobre o seguro agrícola Palestra: Aquecimento global e possíveis impactos econômicos sobre a agricultura

Leia mais

Espacialização comparativa de dados de produtividade de milho com teores agronômicos das propriedades químicas dos solos

Espacialização comparativa de dados de produtividade de milho com teores agronômicos das propriedades químicas dos solos Espacialização comparativa de dados de produtividade de milho com teores agronômicos das propriedades químicas dos solos Amarindo Fausto Soares Embrapa Informática Agropecuária, Campinas São Paulo - Brasil

Leia mais

Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18

Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18 Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18 Características Agropecuárias A sociedade brasileira viveu no século XX uma transformação socioeconômica e cultural passando de uma sociedade agrária para uma sociedade

Leia mais

Intenções de Investimento

Intenções de Investimento Intenções de Investimento Terceiro Trimestre 2015 Principais Resultados: Resultados:» Preocupações atuais» Intenções de investimento em: Tecnologia / Custeio Maquinas e Equipamentos Gestão de Pessoas Infraestrutura

Leia mais

Culturas. A Cultura do Milho. Nome A Cultura do Milho Produto Informação Tecnológica Data Outubro de 2000 Preço - Linha Culturas Resenha

Culturas. A Cultura do Milho. Nome A Cultura do Milho Produto Informação Tecnológica Data Outubro de 2000 Preço - Linha Culturas Resenha 1 de 5 10/16/aaaa 11:24 Culturas A Cultura do Milho Nome A Cultura do Milho Produto Informação Tecnológica Data Outubro de 2000 Preço - Linha Culturas Resenha Informações resumidas sobre a cultura do milho

Leia mais

Intenções de Investimento

Intenções de Investimento Intenções de Investimento Segundo Trimestre 2014 Principais Resultados:» Preocupações atuais» Intenções de investimento em: Tecnologia / Custeio Maquinas e Equipamentos Gestão de Pessoas Infraestrutura

Leia mais

Feira Internacional de tecnologia e negócios. 05 a 09 de março de 2012 Não-Me-Toque/RS

Feira Internacional de tecnologia e negócios. 05 a 09 de março de 2012 Não-Me-Toque/RS EXPODIRETO 2012 Feira Internacional de tecnologia e negócios 05 a 09 de março de 2012 Não-Me-Toque/RS EXPODIRETO 2012 Feira Internacional de tecnologia e negócios Você é nosso convidado para participar

Leia mais

Agronegócios: conceitos e dimensões. Prof. Paulo Medeiros

Agronegócios: conceitos e dimensões. Prof. Paulo Medeiros Agronegócios: conceitos e dimensões Prof. Paulo Medeiros Agricultura e Agronegócios Durante milhares de anos, as atividades agropecuárias sobreviveram de forma muito extrativista, retirando o que natureza

Leia mais

AS CARACTERÍSTICAS PRÓPRIAS DA EMPRESA AGRÍCOLA E SEUS INVESTIMENTOS NA AGRICULTURA.

AS CARACTERÍSTICAS PRÓPRIAS DA EMPRESA AGRÍCOLA E SEUS INVESTIMENTOS NA AGRICULTURA. AS CARACTERÍSTICAS PRÓPRIAS DA EMPRESA AGRÍCOLA E SEUS INVESTIMENTOS NA AGRICULTURA. OLIVEIRA, Graciela Aparecida Bueno de. Discente da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais/ACEG. E-mail : gracielagabo@hotmail.com

Leia mais

Seminário O Impacto das Mudanças Climáticas no Agronegócio Brasileiro

Seminário O Impacto das Mudanças Climáticas no Agronegócio Brasileiro Seminário O Impacto das Mudanças Climáticas no Agronegócio Brasileiro Monitorando riscos e oportunidades: Como as grandes empresas estão se preparando para as mudanças climáticas André Nassar 8 de maio

Leia mais

Intenções de Investimento

Intenções de Investimento Intenções de Investimento Quarto Trimestre 2014 Principais Resultados: Resultados:» Preocupações atuais» Intenções de investimento em: Tecnologia / Custeio Maquinas e Equipamentos Gestão de Pessoas Infraestrutura

Leia mais

Localização. O Centro Nacional de Pesquisa de Trigo está localizado em Passo Fundo, estado do Rio Grande do Sul, Brasil.

Localização. O Centro Nacional de Pesquisa de Trigo está localizado em Passo Fundo, estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Localização Peru Chile Bolívia Paraguai Uruguai Argentina Passo Fundo, RS O Centro Nacional de Pesquisa de Trigo está localizado em Passo Fundo, estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Embrapa Trigo Rodovia

Leia mais

Adoção da Agricultura de Precisão no Brasil. Alberto C. de Campos Bernardi e Ricardo Y. Inamasu EMBRAPA 1

Adoção da Agricultura de Precisão no Brasil. Alberto C. de Campos Bernardi e Ricardo Y. Inamasu EMBRAPA 1 Adoção da Agricultura de Precisão no Brasil Alberto C. de Campos Bernardi e Ricardo Y. Inamasu EMBRAPA 1 Agricultura de Precisão A agricultura de precisão se deu inicio na década de 90 com o uso de monitores

Leia mais

E-COMMERCE E COMÉRCIO FÍSICO 1 *

E-COMMERCE E COMÉRCIO FÍSICO 1 * E-COMMERCE E COMÉRCIO FÍSICO 1 * Antonio Wilson Nogueira Filgueiras UEMG Unidade Carangola Henrique Santos Pinheiro UEMG Unidade Carangola Márcio Ferreira dos Passos UEMG Unidade Carangola Rogério de Oliveira

Leia mais

QUEM SOMOS MISSÃO WORKSHOP O QUE FAZEMOS A INDÚSTRIA DE SEMENTES NO BRASIL. Associação Brasileira de Sementes e Mudas

QUEM SOMOS MISSÃO WORKSHOP O QUE FAZEMOS A INDÚSTRIA DE SEMENTES NO BRASIL. Associação Brasileira de Sementes e Mudas Associação Brasileira de Sementes e Mudas WORKSHOP AMOSTRAGEM, TESTES E ESTATÍSTICA SEMENTES, PLANTAS E GRÃOS Associação Brasileira de Sementes e Mudas A INDÚSTRIA DE SEMENTES NO BRASIL ILSI International

Leia mais

Leite. A utilização de softwares no gerenciamento produtivo de pequenas propriedades. relatório de inteligência. Abril 2014

Leite. A utilização de softwares no gerenciamento produtivo de pequenas propriedades. relatório de inteligência. Abril 2014 Leite relatório de inteligência Abril 2014 A utilização de softwares no gerenciamento produtivo de pequenas propriedades A rotina em uma propriedade leiteira exige acompanhamento e atenção em todos os

Leia mais

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Resultados incluem primeiro ano de cultivo de milho geneticamente modificado, além das já tradicionais

Leia mais

Mão de obra rural. Procura-se peão capacitado

Mão de obra rural. Procura-se peão capacitado Mão de obra rural Procura-se peão capacitado Escassez de trabalhador rural capacitado já prejudica a produtividade. Maioria foi para a construção Lídia Borges 12 de fevereiro de 2012 (domingo) Falar em

Leia mais

Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil

Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil Organização Internacional do Café - OIC Londres, 21 de setembro de 2010. O Sistema Agroindustrial do Café no Brasil - Overview 1 Cafés

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior DEPEM

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior DEPEM MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior DEPEM Programa de Educação Tutorial PET 2006 MEC/SESu/DEPEM ANEXO I Proposta

Leia mais

Para produzir milho, soja, trigo e feijão, ele conta com 26 empregados fixos,

Para produzir milho, soja, trigo e feijão, ele conta com 26 empregados fixos, colônias de café nas regiões de Araraquara e Ribeirão Preto, SP, enquanto outros se deslocaram para a capital paulista, onde viraram operários na construção civil. Anos depois, João e os filhos mudaramse

Leia mais

ANEXO II EDITAL 002/2015 - PROEX/IFMS DAS ATRIBUIÇÕES DO ESTAGIÁRIO

ANEXO II EDITAL 002/2015 - PROEX/IFMS DAS ATRIBUIÇÕES DO ESTAGIÁRIO ANEXO II EDITAL 002/2015 - PROEX/IFMS DAS ATRIBUIÇÕES DO ESTAGIÁRIO CÂMPUS AQUIDAUANA CURSO Informática Edificações ATRIBUIÇÕES - Prestar serviço de suporte na área de tecnologia da informação; - Prestar

Leia mais

A TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO APLICADA AO AGRONEGÓCIO: Estudo sobre o sistema Agrogestor nas fazendas do Município de Sinop/MT

A TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO APLICADA AO AGRONEGÓCIO: Estudo sobre o sistema Agrogestor nas fazendas do Município de Sinop/MT A TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO APLICADA AO AGRONEGÓCIO: Estudo sobre o sistema Agrogestor nas fazendas do Município de Sinop/MT Adriana Regina Redivo 1 Arlete Redivo 2 Cácio D. Três 3 Geraldo Alves Ferreira

Leia mais

Brasil e suas Organizações políticas e administrativas. Brasil Atual 27 unidades político-administrativas 26 estados e distrito federal

Brasil e suas Organizações políticas e administrativas. Brasil Atual 27 unidades político-administrativas 26 estados e distrito federal Brasil e suas Organizações políticas e administrativas GEOGRAFIA Em 1938 Getúlio Vargas almejando conhecer o território brasileiro e dados referentes a população deste país funda o IBGE ( Instituto Brasileiro

Leia mais

DERAL - Departamento de Economia Rural. Política Agrícola - Análise da Conjuntura Agropecuária

DERAL - Departamento de Economia Rural. Política Agrícola - Análise da Conjuntura Agropecuária Política Agrícola - Análise da Conjuntura Agropecuária Setembro de 2012 A política agrícola anunciada para a agricultura empresarial se caracterizou por assegurar o necessário apoio ao produtor rural.

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL DO EGRESSO. O IFFarroupilha, em seus cursos, prioriza a formação de profissionais que:

PERFIL PROFISSIONAL DO EGRESSO. O IFFarroupilha, em seus cursos, prioriza a formação de profissionais que: PERFIL PROFISSIONAL DO EGRESSO O IFFarroupilha, em seus cursos, prioriza a formação de profissionais que: Tenham competência técnica e tecnológica em sua área de atuação; Sejam capazes de se inserir no

Leia mais

Curso de Qualificação Profissional: AGROECOLOGIA E AGRICULTURA FAMILIAR

Curso de Qualificação Profissional: AGROECOLOGIA E AGRICULTURA FAMILIAR Curso de Qualificação Profissional: AGROECOLOGIA E AGRICULTURA FAMILIAR Justificativa: A agricultura familiar é responsável por parte considerável da produção agrícola do país, abastecendo principalmente

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001836 - TECNOLOGIA EM PRODUCAO SUCROALCOOLEIRA Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001836 - TECNOLOGIA EM PRODUCAO SUCROALCOOLEIRA Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 001836 - TECNOLOGIA EM PRODUCAO SUCROALCOOLEIRA Nivel: Superior Area Profissional: AGROPECUARIA Area de Atuacao: GESTAO AGRO-IND./AGROP.

Leia mais

Agricultura de Precisão em Máquinas Agrícolas

Agricultura de Precisão em Máquinas Agrícolas Agricultura de Precisão em Máquinas Agrícolas Eduardo R. Martini -Setembro 2011 Tendências Globais Crescimento Populacional População (bilhões) Crescimento da Renda Calorias de proteína animal (kcal) Crescimento

Leia mais

Roteiro de visita a campo

Roteiro de visita a campo Roteiro de visita a campo 4Fs Brasil - The Forest Dialogue (TFD) 11-14 Novembro 2012, Capão Bonito, Brasil Dia 1 Domingo, 11 de Novembro 8:00 Saída dos hotéis 8:30 Chegada ao IDEAS e informações sobre

Leia mais

AGRICULTURA DE PRECISÃO EM SISTEMAS AGRÍCOLAS

AGRICULTURA DE PRECISÃO EM SISTEMAS AGRÍCOLAS IX SIMPÓSIO NACIONAL CERRADO BRASÍLIA 12 A 17 DE OUTUBRO DE 2008 AGRICULTURA DE PRECISÃO EM SISTEMAS AGRÍCOLAS ANTÔNIO MARCOS COELHO OBJETIVOS : INTRODUÇÃO - CONCEITOS E DEFFINIÇÕES: PRECISÃO NA AGRICULTURA

Leia mais

Estratégias de ação vinculadas ao manejo da agrobiodiversidade com enfoque agroecológico visando a sustentabilidade de comunidades rurais

Estratégias de ação vinculadas ao manejo da agrobiodiversidade com enfoque agroecológico visando a sustentabilidade de comunidades rurais Estratégias de ação vinculadas ao manejo da agrobiodiversidade com enfoque agroecológico visando a sustentabilidade de comunidades rurais O desenvolvimento das ações em diferentes projetos poderão identificar

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO)

MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO) MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO) Ingressantes a partir de 2015 1º SEMESTRE HORAS 2º SEMESTRE HORAS Introdução à Engenharia Agronômica 60 Metodologia Científica 60 Álgebra Linear 60 Desenho

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DA QUALIDADE TOTAL NA. EMATER Paraná

CONTRIBUIÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DA QUALIDADE TOTAL NA. EMATER Paraná ODÍLIO SEPULCRI CONTRIBUIÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DA QUALIDADE TOTAL NA EMATER Paraná Projeto apresentado a Universidade Federal do Paraná, Confederação Nacional da Indústria, Serviço Nacional de Aprendizagem

Leia mais

OS ARRENDAMENTOS DE TERRA PARA A PRODUÇÃO DE CANA- DE- AÇÚCAR

OS ARRENDAMENTOS DE TERRA PARA A PRODUÇÃO DE CANA- DE- AÇÚCAR Tamires Silva Gama Acadêmica do Curso de Geografia da UEM. Bolsista do CNPq Tamires_gama@hotmail.com OS ARRENDAMENTOS DE TERRA PARA A PRODUÇÃO DE CANA- DE- AÇÚCAR INTRODUÇÃO Frente os avanços da modernização

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DE SISTEMAS PRODUTIVOS EM ASSENTAMENTOS RURAIS NO MUNICÍPIO DE CENTENÁRIO DO SUL-PR

CARACTERIZAÇÃO DE SISTEMAS PRODUTIVOS EM ASSENTAMENTOS RURAIS NO MUNICÍPIO DE CENTENÁRIO DO SUL-PR CARACTERIZAÇÃO DE SISTEMAS PRODUTIVOS EM ASSENTAMENTOS RURAIS NO MUNICÍPIO DE CENTENÁRIO DO SUL-PR Luis Artur Bernardes da Rosa¹; Maria de Fátima Guimarães²; Sergio Luis Carneiro³; Dimas Soares Júnior4

Leia mais

Política Agrícola e Comércio Internacional. Acadêmicos: Aline Clarice Celmar Marcos Micheli Virginia

Política Agrícola e Comércio Internacional. Acadêmicos: Aline Clarice Celmar Marcos Micheli Virginia Política Agrícola e Comércio Internacional Acadêmicos: Aline Clarice Celmar Marcos Micheli Virginia Introdução O seguro agrícola é um dos instrumentos da política agrícola mais eficaz utilizado para minimizar

Leia mais

Aregião de Cerrados no Brasil Central, ao longo

Aregião de Cerrados no Brasil Central, ao longo 103 Trigo no Brasil começa nos Cerrados Márcio Só e Silva Aregião de Cerrados no Brasil Central, ao longo dos anos, tem procurado opções de culturas para melhorar, tanto agronomicamente quanto economicamente,

Leia mais

Entenda o IC AGRO. Sobre o Índice de Confiança do Agronegócio (IC Agro)

Entenda o IC AGRO. Sobre o Índice de Confiança do Agronegócio (IC Agro) Metodologia Entenda o IC AGRO O Índice de Confiança do Agronegócio (IC Agro) apresenta informações sobre a percepção econômica do Brasil e do agronegócio por produtores agropecuários, cooperativas e indústrias

Leia mais

AGRICULTURA ORGÂNICA

AGRICULTURA ORGÂNICA Conceitos básicos Oficina do Grupo Meio Ambiente, Mudanças Climáticas e Pobreza Setembro 2009 O que é De modo geral, a agricultura orgânica é uma forma de produção agrícola que não utiliza agrotóxicos,

Leia mais

DIMENSIONAMENTO DE UM SISTEMA DE SECAGEM E ARMAZENAGEM DE GRÃOS

DIMENSIONAMENTO DE UM SISTEMA DE SECAGEM E ARMAZENAGEM DE GRÃOS ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 DIMENSIONAMENTO DE UM SISTEMA DE SECAGEM E ARMAZENAGEM DE GRÃOS Vinicius Calefi Dias 1 ; Jefferson

Leia mais

Projeto da Emater aumenta a produtividade do feijão no Paraná

Projeto da Emater aumenta a produtividade do feijão no Paraná 06 DE NOVEMBRO DE 2012 caderno de editais PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRAQUARA Projeto da Emater aumenta a produtividade do feijão no Paraná Arquivo/ANPr Os agricultores ainda têm informações sobre o uso

Leia mais

1.1) PLANO DE APLICAÇÃO DE RECURSOS (EM ANEXO) 1.2) PROJETO DE CAPACITAÇÃO EM GEOTECNOLOGIA INTRODUÇÃO

1.1) PLANO DE APLICAÇÃO DE RECURSOS (EM ANEXO) 1.2) PROJETO DE CAPACITAÇÃO EM GEOTECNOLOGIA INTRODUÇÃO 1.1) PLANO DE APLICAÇÃO DE RECURSOS (EM ANEXO) 1.2) PROJETO DE CAPACITAÇÃO EM GEOTECNOLOGIA INTRODUÇÃO Com o crescimento e desenvolvimento tecnológico constante, o agronegócio brasileiro ostenta aumentos

Leia mais

Aprenda a produzir e preservar mais com a Série Produção com Preservação do Time Agro Brasil Entre no portal www.timeagrobrasil.com.

Aprenda a produzir e preservar mais com a Série Produção com Preservação do Time Agro Brasil Entre no portal www.timeagrobrasil.com. 1 Aprenda a produzir e preservar mais com a Série Produção com Preservação do Time Agro Brasil Entre no portal www.timeagrobrasil.com.br e baixe todas as cartilhas, ou retire no seu Sindicato Rural. E

Leia mais

ANÁLISE DA INFORMATIZAÇÃO DO ENSINO AGRÍCOLA A DISTÂNCIA EM MINAS GERAIS - PREÂMBULOS

ANÁLISE DA INFORMATIZAÇÃO DO ENSINO AGRÍCOLA A DISTÂNCIA EM MINAS GERAIS - PREÂMBULOS ANÁLISE DA INFORMATIZAÇÃO DO ENSINO AGRÍCOLA A DISTÂNCIA EM MINAS GERAIS - PREÂMBULOS Autores José Luís Barboza Lobianco E-mail: llobianco@openlink.com.br Vínculo: Mestrando COPPE / UFRJ Endereço: R Dr.

Leia mais

Resultado em tecnologias marcam 12 anos da Embrapa Café em 2011

Resultado em tecnologias marcam 12 anos da Embrapa Café em 2011 Veículo: Assunto: Agro notícias Data: 16/01/2012 Resultado em tecnologias marcam 12 anos da Embrapa Café em 2011 http://www.sonoticias.com.br/agronoticias/mostra.php?id=49198 Pesquisa Projetos com a participação

Leia mais

Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura. Programa ABC

Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura. Programa ABC para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura Conceito Crédito orientado para promover a redução das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) na agricultura, conforme preconizado na

Leia mais

Inovação Tecnológica e Controle de Mercado de Sementes Transgênicas de Milho 1 João Carlos Garcia 2 e Rubens Augusto de Miranda 2

Inovação Tecnológica e Controle de Mercado de Sementes Transgênicas de Milho 1 João Carlos Garcia 2 e Rubens Augusto de Miranda 2 XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012 Inovação Tecnológica e Controle de Mercado de Sementes Transgênicas de Milho 1 João Carlos Garcia 2 e Rubens Augusto

Leia mais

6. AGRICULTURA DE PRECISÃO. EXEMPLO DA AVALIAÇÃO DO EFEITO DA TOPOGRAFIA E DA REGA SOBRE A VARIABILIDADE ESPACIAL E TEMPORAL DA PRODUTIVIDADE DO MILHO

6. AGRICULTURA DE PRECISÃO. EXEMPLO DA AVALIAÇÃO DO EFEITO DA TOPOGRAFIA E DA REGA SOBRE A VARIABILIDADE ESPACIAL E TEMPORAL DA PRODUTIVIDADE DO MILHO 6. AGRICULTURA DE PRECISÃO. EXEMPLO DA AVALIAÇÃO DO EFEITO DA TOPOGRAFIA E DA REGA SOBRE A VARIABILIDADE ESPACIAL E TEMPORAL DA PRODUTIVIDADE DO MILHO José Rafael Marques da Silva (1) e Luís Leopoldo Silva

Leia mais

INSTITUIÇÃO EXECUTORA:

INSTITUIÇÃO EXECUTORA: FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES NA AGRICULTURA NO ESTADO DE MATO GROSSO 30 ANOS RELATÓRIO DO PROJETO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DA CULTURA DO ALGODÃO PARA AGRICULTORES FAMILIARES DE MATO GROSSO Relatório

Leia mais

Praticando seus conhecimentos sobre desertificação

Praticando seus conhecimentos sobre desertificação Praticando seus conhecimentos sobre desertificação O fenômeno de desertificação pode ocorrer através de um processo natural ou pela ação humana. O manejo inadequado do solo para agricultura, atividades

Leia mais

Custo Operacional do Sistema Integração Lavoura-Pecuária-Silvicultura (ILPS) na Região Noroeste do Estado de São Paulo

Custo Operacional do Sistema Integração Lavoura-Pecuária-Silvicultura (ILPS) na Região Noroeste do Estado de São Paulo Custo Operacional do Sistema Integração Lavoura-Pecuária-Silvicultura (ILPS) na Região Noroeste do Estado de São Paulo Adelina Azevedo BOTELHO ( 1 ); Wander Luis Barbosa BORGES ( 1 ); Rogério Soares de

Leia mais

PROJETO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC RECURSOS NATURAIS

PROJETO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC RECURSOS NATURAIS PROJETO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC RECURSOS NATURAIS CURSO: MANEJO DE CULTURAS ANUAIS REGIONAIS CAMPUS: IF SERTÃO-PE Campus Floresta CARGA HORÁRIA: 160h PÚBLICO-ALVO: Técnicos agrícolas,

Leia mais

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA)

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA) Relatório com as principais notícias divulgadas pela mídia

Leia mais

RENTABILIDADE NA DIVERSIFICAÇÃO DE ATIVIDADES RURAIS: estudo comparativo em duas pequenas propriedades. Área: CIÊNCIAS CONTÁBEIS

RENTABILIDADE NA DIVERSIFICAÇÃO DE ATIVIDADES RURAIS: estudo comparativo em duas pequenas propriedades. Área: CIÊNCIAS CONTÁBEIS RENTABILIDADE NA DIVERSIFICAÇÃO DE ATIVIDADES RURAIS: estudo comparativo em duas pequenas propriedades Área: CIÊNCIAS CONTÁBEIS MARTINS, Alex Cavalcante LIMA, Marcelo Barbosa de FERREIRA, Jorge Leandro

Leia mais

SISTEMAS DE PRODUÇÃO IMPORTÂNCIA PARA CONSERVAÇÃO DOS SOLOS E PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE BAMBUI-MG 09/09/2008

SISTEMAS DE PRODUÇÃO IMPORTÂNCIA PARA CONSERVAÇÃO DOS SOLOS E PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE BAMBUI-MG 09/09/2008 SISTEMAS DE PRODUÇÃO IMPORTÂNCIA PARA CONSERVAÇÃO DOS SOLOS E PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE BAMBUI-MG 09/09/2008 19 ANOS DE FUNDAÇÃO MARÇO 1989 PODEMOS ESCOLHER O QUE SEMEAR, MAS SOMOS OBRIGADOS A COLHER

Leia mais

FOLDER PRODUÇÃO INTEGRADA DE ARROZ IRRIGADO. Produção Integrada de Arroz Irrigado

FOLDER PRODUÇÃO INTEGRADA DE ARROZ IRRIGADO. Produção Integrada de Arroz Irrigado FOLDER PRODUÇÃO INTEGRADA DE ARROZ IRRIGADO Produção Integrada de Arroz Irrigado O que é a Produção Integrada de Arroz Irrigado? A Produção Integrada é definida como um sistema de produção agrícola de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MANEJO DE SOLO E ÁGUA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MANEJO DE SOLO E ÁGUA PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA CÓDIGO NOME NATUREZA PMS 0021 AUTOMAÇÃO NO AMBIENTE AGRÍCOLA [] Obrigatória [X] Optativa PROFESSOR: Suedêmio de Lima Silva CARGA HORÁRIA SEMANAL

Leia mais

Planejamento e Gestão Estratégica de Empreendimentos Rurais

Planejamento e Gestão Estratégica de Empreendimentos Rurais Planejamento e Gestão Estratégica de Empreendimentos Rurais A Importância do Entendimento na elaboração das diretrizes Estratégicas do Negócio Autores Frederico Fonseca Lopes (fflopes@markestrat.org):

Leia mais

PROGRAMA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA PECUÁRIA DE LEITE EM JARU. Prefeitura Municipal de Jaru Embrapa Rondônia

PROGRAMA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA PECUÁRIA DE LEITE EM JARU. Prefeitura Municipal de Jaru Embrapa Rondônia PROGRAMA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA PECUÁRIA DE LEITE EM JARU Prefeitura Municipal de Jaru Embrapa Rondônia 81 81 83 72 88 68 Figura 1. Percentual de estabelecimentos de agricultura familiar nas regiões

Leia mais

DECRETO N 037/2014. O Prefeito Municipal de Santa Teresa Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais,

DECRETO N 037/2014. O Prefeito Municipal de Santa Teresa Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais, DECRETO N 037/2014 Regulamenta aplicação das Instruções Normativas SDE Nº 01/2014 a 02/2014, que dispõem sobre as Rotinas e Procedimentos do Sistema de Desenvolvimento Econômico a serem observados no âmbito

Leia mais

A INTERNET COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA O DESENVOLVIMENTO DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO RESUMO

A INTERNET COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA O DESENVOLVIMENTO DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO RESUMO A INTERNET COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA O DESENVOLVIMENTO DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO RESUMO PATRÍCIA DA SILVA MORENO 1 CARLOS FERNANDES RETEK 2 AIRTON ALTHMAN PINHEIRO 3 O objetivo deste trabalho é apresentar

Leia mais

RESERVA LEGAL. Código Florestal: A urgente necessidade de revisão, antes da exigência de sua aplicação. Autora: Mônica Bilibio

RESERVA LEGAL. Código Florestal: A urgente necessidade de revisão, antes da exigência de sua aplicação. Autora: Mônica Bilibio RESERVA LEGAL Código Florestal: A urgente necessidade de revisão, antes da exigência de sua aplicação Autora: Mônica Bilibio INTRODUÇÃO Como acadêmica de Tecnologia em Agronegócios e sabedora da importância

Leia mais

AGROINDÚSTRIA. O BNDES e a Agroindústria em 1998 BNDES. ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 1 Gerência Setorial 1 INTRODUÇÃO 1.

AGROINDÚSTRIA. O BNDES e a Agroindústria em 1998 BNDES. ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 1 Gerência Setorial 1 INTRODUÇÃO 1. AGROINDÚSTRIA BNDES FINAME BNDESPAR ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 1 Gerência Setorial 1 O BNDES e a Agroindústria em 1998 INTRODUÇÃO Este informe apresenta os principais dados sobre os desembolsos do BNDES

Leia mais

BADESUL Agricultura Sustentável: inovação e sustentabilidade

BADESUL Agricultura Sustentável: inovação e sustentabilidade BADESUL Agricultura Sustentável: inovação e sustentabilidade 2 BADESUL PERFIL INSTITUCIONAL O BADESUL Desenvolvimento S.A. Agência de Fomento/RS é uma sociedade anônima de economia mista de capital fechado,

Leia mais

IV Semana de Ciência e Tecnologia IFMG campus Bambuí IV Jornada Científica 06 a 09 de dezembro de 2011

IV Semana de Ciência e Tecnologia IFMG campus Bambuí IV Jornada Científica 06 a 09 de dezembro de 2011 IV Semana de Ciência e Tecnologia IFMG campus Bambuí IV Jornada Científica 06 a 09 de dezembro de 2011 O SISTEMA LOGÍSTICO DO MILHO EM UM ARMAZÉM GRANELEIRO NA CIDADE DE BAMBUÍ: UM ESTUDO DE CASO Luiz

Leia mais

Linhas de Crédito PISCICULTURA INVESTIMENTO CUSTEIO. Obs.: As informações atinentes às linhas de crédito estão sujeitas a alterações.

Linhas de Crédito PISCICULTURA INVESTIMENTO CUSTEIO. Obs.: As informações atinentes às linhas de crédito estão sujeitas a alterações. PISCICULTURA CUSTEIO INVESTIMENTO Obs.: As informações atinentes às linhas de crédito estão sujeitas a alterações. financiar as despesas normais de custeio da produção agrícola e pecuária. Linhas de Crédito

Leia mais

PROJETO GOIÁS ASSOCIAÇÃO DOS JOVENS EMPREENDEDORES E EMPRESÁRIOS DE GOIÁS

PROJETO GOIÁS ASSOCIAÇÃO DOS JOVENS EMPREENDEDORES E EMPRESÁRIOS DE GOIÁS PROJETO GOIÁS PROJETO AGROJOVEM AJE-GOIÁS CONTEXTO Uma das principais preocupações da agricultura na atualidade é a sucessão nas propriedades rurais, não somente aqui no Brasil, mas como em grandes países

Leia mais

Situação da Armazenagem no Brasil 2006

Situação da Armazenagem no Brasil 2006 Situação da Armazenagem no Brasil 2006 1. Estática de Armazenagem A capacidade estática das estruturas armazenadoras existentes no Brasil, registrada em dezembro de 2006 é de até o mês de novembro de 2006

Leia mais

Acesso a Sementes, Soberania e Segurança alimentar Painel da Mesa de Controvérsias sobre Transgênicos

Acesso a Sementes, Soberania e Segurança alimentar Painel da Mesa de Controvérsias sobre Transgênicos Acesso a Sementes, Soberania e Segurança alimentar Painel da Mesa de Controvérsias sobre Transgênicos CONSEA Vicente Almeida Presidente do SINPAF O que é o SINPAF? É o Sindicato Nacional que representa

Leia mais

Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado

Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado AGROSSÍNTESE Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado Edilson de Oliveira Santos 1 1 Mestre em Economia, Gestor Governamental da SEAGRI; e-mail: edilsonsantos@seagri.ba.gov.br

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 330, DE 2011

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 330, DE 2011 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 330, DE 2011 Dispõe sobre a parceria de produção integrada agropecuária, estabelece condições, obrigações e responsabilidades nas relações contratuais entre produtores

Leia mais

Comercialização no agronegócio. Aulas 1 e 2

Comercialização no agronegócio. Aulas 1 e 2 Comercialização no agronegócio Aulas 1 e 2 Principais itens da cadeia produtiva Produtos finais disponíveis ao consumidor; Elos a MONTANTE e a JUSANTE da agropecuária; Transações entre os segmentos;

Leia mais

Palavras chave: sustentabilidade, insumos agrícolas, empresas transnacionais.

Palavras chave: sustentabilidade, insumos agrícolas, empresas transnacionais. SEMEANDO A (IN) SUSTENTABILIDADE: DISCUSSÃO SOBRE A UTILIZAÇÃO DE INSUMOS QUÍMICOS NA AGRICULTURA Autora: Doris Sayago 1 Instituição: Centro de Desenvolvimento Sustentável CDS/UnB Palavras chave: sustentabilidade,

Leia mais

Painel 1: Agricultura e Segurança Alimentar e Nutricional

Painel 1: Agricultura e Segurança Alimentar e Nutricional Painel 1: Agricultura e Segurança Alimentar e Nutricional Relatora Elíria Alves Teixeira Engenheira Agrônoma, M.Sc. Coordenadora da Câmara Especializada de Agronomia CREA/GO Presidente do Colegiado de

Leia mais

Safra 2013/2014. Primeira Estimativa. Maio/2013. São Paulo e Triângulo Mineiro. Acompanhamento da Safra de Laranja 2013/14 1

Safra 2013/2014. Primeira Estimativa. Maio/2013. São Paulo e Triângulo Mineiro. Acompanhamento da Safra de Laranja 2013/14 1 Safra 2013/2014 Primeira Estimativa São Paulo e Triângulo Mineiro Maio/2013 Acompanhamento da Safra de Laranja 2013/14 1 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) Companhia Nacional de

Leia mais

Introdução aos Agronegócios Seminário Temático I. Profª Caroline P. Spanhol

Introdução aos Agronegócios Seminário Temático I. Profª Caroline P. Spanhol Introdução aos Agronegócios Seminário Temático I Profª Caroline P. Spanhol A Origem do conceito Cada dia mais, as propriedades rurais... Perdem sua auto-suficiência Passam a depender mais de insumos e

Leia mais

INFORME SETORIAL O BNDES E A AGROINDÚSTRIA INTRODUÇÃO 1. COMPLEXO AGROINDUSTRIAL CAI 2. AGROINDÚSTRIA

INFORME SETORIAL O BNDES E A AGROINDÚSTRIA INTRODUÇÃO 1. COMPLEXO AGROINDUSTRIAL CAI 2. AGROINDÚSTRIA INFORME SETORIAL O BNDES E A AGROINDÚSTRIA ÁREA INDUSTRIAL MAIO/2009 Nº 11 INTRODUÇÃO Neste informe são apresentados alguns dados sobre os desembolsos do BNDES para a agroindústria no ano de 2008. 1. COMPLEXO

Leia mais

Professora Dra. da Universidade Estadual de Maringá (UEM), campus regional de Umuarama; e-mail: vanilde@yahoo.com

Professora Dra. da Universidade Estadual de Maringá (UEM), campus regional de Umuarama; e-mail: vanilde@yahoo.com ISBN 978-85-61091-05-7 V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 IMPORTÂNCIA DA CLASSIFICAÇÃO DOS SOLOS NO SISTEMA BRASILEIRO E QUANTO A CAPACIDADE DE USO

Leia mais

AGRICULTURA FAMILIAR NO MUNICÍPIO DE MOGI MIRIM-SP: Principais políticas publicas. Arthur Moriconi harthus94@gmail.com.

AGRICULTURA FAMILIAR NO MUNICÍPIO DE MOGI MIRIM-SP: Principais políticas publicas. Arthur Moriconi harthus94@gmail.com. AGRICULTURA FAMILIAR NO MUNICÍPIO DE MOGI MIRIM-SP: Principais políticas publicas Arthur Moriconi harthus94@gmail.com. Acadêmico do Curso de Ciências Econômicas/UNICENTRO Fabio Junior Penteado fabioturvo@gmail.com.

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 ano: 9º disciplina: geografia professor: Meus caros (as) alunos (as): Durante o 2º trimestre, você estudou as principais características das cidades globais e das megacidades

Leia mais

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE UMA SEMEADORA-ADUBADORA DE PLANTIO DIRETO NA CULTURA DA SOJA

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE UMA SEMEADORA-ADUBADORA DE PLANTIO DIRETO NA CULTURA DA SOJA AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE UMA SEMEADORA-ADUBADORA DE PLANTIO DIRETO NA CULTURA DA SOJA Jorge Ricardo Moura 3 ; Elton Fialho dos Reis 1,4 ; João Paulo Arantes Rodrigues da Cunha 2,4 ; 1 Pesquisador Orientador

Leia mais

PRODUTOS E SERVIÇOS PARA OS PEQUENOS E MINI PRODUTORES RURAIS

PRODUTOS E SERVIÇOS PARA OS PEQUENOS E MINI PRODUTORES RURAIS PRODUTOS E SERVIÇOS PARA OS PEQUENOS E MINI PRODUTORES RURAIS SETEMBRO - 2011 BANCO DO NORDESTE APOIO AO MINI E PEQUENO PRODUTOR RURAL PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL DO NORDESTE (RURAL) FONTE:

Leia mais

O papel do engenheiro agrônomo no desenvolvimento das plantas medicinais

O papel do engenheiro agrônomo no desenvolvimento das plantas medicinais O papel do engenheiro agrônomo no desenvolvimento das plantas medicinais Alexandre Sylvio Vieira da Costa 1 1.Engenheiro Agrônomo. Professor Universidade Vale do Rio Doce/Coordenador Adjunto da Câmara

Leia mais

VI FÓRUM ABISOLO Ribeirão Preto - SP

VI FÓRUM ABISOLO Ribeirão Preto - SP VI FÓRUM ABISOLO Ribeirão Preto - SP O PAPEL DO MARKETING NA INTRODUÇÃO DE TECNOLOGIAS INOVADORAS AO AGRICULTOR (CLIENTE) Prof. Dr. Celio Mauro Placer R Almeida celiompa@mackenzie.br celiompa@usp.br celiompa@uol.com.br

Leia mais

1156 Pesquisa e Desenvolvimento para a Competitividade e Sustentabilidade do Agronegócio

1156 Pesquisa e Desenvolvimento para a Competitividade e Sustentabilidade do Agronegócio Programa úmero de Ações 8 1156 Pesquisa e Desenvolvimento para a Competitividade e Sustentabilidade do Agronegócio Objetivo Indicador(es) Incrementar a base de conhecimentos científicos e tecnológicos

Leia mais

Tdos estáticos dias de campo com suas maçantes palestras técnico comercias, o Field

Tdos estáticos dias de campo com suas maçantes palestras técnico comercias, o Field AGRO REGIONAL campofert FIELD TOUR: sentindo a produtividade numa visita ao campo Campofert inova levando o agricultor para ver lavouras reais que adotaram a Solução Integrada rilhando sua saga de vanguarda

Leia mais

Custo de Produção da Cultura da Soja Safra 2011/2012

Custo de Produção da Cultura da Soja Safra 2011/2012 11 Custo de Produção da Cultura da Soja Safra 2011/2012 Dirceu Luiz Broch Roney Simões Pedroso 1 2 11.1. Introdução Os sistemas de produção da atividade agropecuária cada vez mais requerem um grau de conhecimento

Leia mais

Bem-vindo ao futuro da agricultura Esta apresentação reúne os principais fatos observados nos clientes na safra de 2014/2015 no dia-a-dia com o

Bem-vindo ao futuro da agricultura Esta apresentação reúne os principais fatos observados nos clientes na safra de 2014/2015 no dia-a-dia com o Bem-vindo ao futuro da agricultura Esta apresentação reúne os principais fatos observados nos clientes na safra de 2014/2015 no dia-a-dia com o Strider nas fazendas A queda de braço entre custo e produtividade:

Leia mais

GESTÃO DA PROPRIEDADE COMO EMPRESA RURAL E VIABILIDADE REAL DAS ATIVIDADES AGRÍCOLAS CASO PROPRIEDADE MONTE BELO (PEROBAL - PR)

GESTÃO DA PROPRIEDADE COMO EMPRESA RURAL E VIABILIDADE REAL DAS ATIVIDADES AGRÍCOLAS CASO PROPRIEDADE MONTE BELO (PEROBAL - PR) ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 GESTÃO DA PROPRIEDADE COMO EMPRESA RURAL E VIABILIDADE REAL DAS ATIVIDADES AGRÍCOLAS CASO PROPRIEDADE

Leia mais

DIMENSIONAMENTO DE MAQUINÁRIO COMO FERRAMENTA DE GESTÃO RURAL: UM ESTUDO DE CASO EM PROPRIEDADE RURAL NO MUNICÍPIO DE TIO HUGO/RS 1

DIMENSIONAMENTO DE MAQUINÁRIO COMO FERRAMENTA DE GESTÃO RURAL: UM ESTUDO DE CASO EM PROPRIEDADE RURAL NO MUNICÍPIO DE TIO HUGO/RS 1 DIMENSIONAMENTO DE MAQUINÁRIO COMO FERRAMENTA DE GESTÃO RURAL: UM ESTUDO DE CASO EM PROPRIEDADE RURAL NO MUNICÍPIO DE TIO HUGO/RS 1 DREBES, Laila Mayara 2 ; SILVA, Tuane Araldi da 3 ; ORTIGARA, Cícero

Leia mais

Intenções de Investimento

Intenções de Investimento Intenções de Investimento Primeiro Trimestre 2015 Principais Resultados: Resultados:» Preocupações atuais» Intenções de investimento em: Tecnologia / Custeio Maquinas e Equipamentos Gestão de Pessoas Infraestrutura

Leia mais

Adm., M.Sc., Embrapa Agropecuária Oeste, Caixa Postal 661, 79804-970 Dourados, MS. E-mail: richetti@cpao.embrapa.br 2

Adm., M.Sc., Embrapa Agropecuária Oeste, Caixa Postal 661, 79804-970 Dourados, MS. E-mail: richetti@cpao.embrapa.br 2 157 ISSN 1679-0472 Fevereiro, 2010 Dourados, MS Foto: Nilton Pires de Araújo Estimativa do Custo de Produção do Milho Safrinha 2010, em Cultivo Solteiro e Consorciado com Brachiaria ruziziensis, na Região

Leia mais

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DA BANANA LUIS ALVES SANTA CATARINA 2005 Compilado no BRDE

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DA BANANA LUIS ALVES SANTA CATARINA 2005 Compilado no BRDE ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DA BANANA LUIS ALVES SANTA CATARINA 2005 Compilado no BRDE 1. Contextualização e Caracterização do Arranjo a) Os mercados tornam-se cada vez mais exigentes em relação ao consumo

Leia mais