CULTURA JOVEM E NARRATIVA PUBLICITÁRIA: UM ESTUDO SOBRE ANÚNCIOS DE CIGARRO DAS DÉCADAS DE 1960/1970

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CULTURA JOVEM E NARRATIVA PUBLICITÁRIA: UM ESTUDO SOBRE ANÚNCIOS DE CIGARRO DAS DÉCADAS DE 1960/1970"

Transcrição

1 Departamento de Comunicação Social CULTURA JOVEM E NARRATIVA PUBLICITÁRIA: UM ESTUDO SOBRE ANÚNCIOS DE CIGARRO DAS DÉCADAS DE 1960/1970 Aluno: Juliana Cintra Orientador: Everardo Rocha Introdução A publicidade é a principal narrativa sobre o consumo na vida social contemporânea. Seu objetivo explícito é incentivar a venda de produtos e serviços, abrir ou ampliar mercados, fomentar a concorrência, realizando o esforço de fazer do consumo algo imprescindível, necessário, uma aspiração, uma realização do desejo de bem estar e de felicidade. Nesse sentido, a narrativa publicitária irá acionar múltiplos recursos para atingir os fins almejados, transformando os bens de consumo veiculados nas grandes mídias em algo revestido de atributos que, muitas vezes, ultrapassam as suas próprias qualidades intrínsecas e os limites de sua realidade. Para tornarem-se mais persuasivos no projeto de vender produtos e serviços, os anúncios utilizam sistematicamente representações e imagens que fazem parte do imaginário contemporâneo, atingindo desejos de consumo e ideais de vida como o da beleza feminina, da pureza da criança, do homem de sucesso, da família feliz, da alegria de viver, da realização pessoal, entre outras. Os anúncios publicitários se sofisticam e se aperfeiçoam, na busca incessante de formas mais elaboradas de chamar a atenção do consumidor. Nesse processo, procuram criar identificação e empatia, fazendo com que o consumidor, idealmente, não apenas acabe por comprar o produto ou serviço anunciado mas, no mesmo movimento, deseje aderir à própria realidade de consumo elaborada em cada uma e em todas as narrativas publicitárias. Assim, a narrativa publicitária e o consumo são fatores estruturantes para a sociedade na medida em que ditam comportamentos e ideologias para a massa consumidora através das diferentes mídias, influenciando fortemente os indivíduos com sua atuação. A publicidade no sistema industrial, ao visar o convencimento do consumidor, acaba por se tornar uma forma importante de poder social, sendo mesmo considerada um instrumento de controle. Entre as múltiplas representações e imagens utilizadas pela publicidade para atingir seus objetivos concretos de venda e seus objetivos ideológicos de fomentar o consumo em geral, uma das imagens mais importantes é a do jovem e da juventude, tanto como categoria etária concreta quanto como um desejo e um ideal a ser atingido através do consumo. Por tudo isso, acreditamos encontrar na escolha das representações e imagens do jovem e da juventude na publicidade, com foco nos anúncios de cigarros das décadas de 1960/1970, um tema de investigação a partir do qual poderemos chegar a análises e interpretações importantes sobre a complexa relação entre sociedade e narrativa publicitária. O jovem e a juventude, representação tão forte na publicidade atual, começa a ganhar destaque nos anúncios a partir destas décadas, e as marcas de cigarro utilizam constantemente imagens dos jovens nos seus anúncios. O cigarro, naquela época, era também um dos mais fortes anunciantes do mercado publicitário e presente em todas as grandes mídias, tanto no Brasil quanto no exterior.

2 Departamento de Comunicação Social Objetivos O consumo é um dos eixos centrais da nossa cultura. Não por acaso, é comum nos referirmos ao mundo contemporâneo, utilizando a expressão sociedade de consumo. Dessa forma, o estudo do consumo e da narrativa publicitária pode abrir uma excelente perspectiva para compreender melhor nossas representações, nossas experiências, nossas práticas e nossos estilos de vida. Esta pesquisa, portanto, tem por objetivo realizar a análise das imagens e representações dos jovens e da juventude tal como elaboradas nas propagandas de cigarro das décadas de 1960 e A escolha desse período como recorte temporal da pesquisa se deve ao fato de que nele, influenciado pelo contexto social, político e econômico no qual o país se encontrava, o jovem e a ideia de juventude passam a ser um dos eixos centrais empregados nos anúncios publicitários como uma representação extremamente propícia para a venda e o consumo de produtos e serviços. Com isso, verifica-se que narrativa publicitária e contexto social dialogam entre si em mão dupla. Tanto a publicidade, ao tornar-se fator estruturante para a sociedade, passa a significar um modelo a ser seguido pelo público consumidor, quanto o modo de vida e características específicas de determinado local e tempo devem ser levados em consideração nos anúncios para que haja identificação e empatia por parte do consumidor. Metodologia Na realização desse estudo, foi usado o método qualitativo, com utilização de pesquisa em profundidade e análise do discurso - imagens e textos - dos anúncios do período. Para tanto, foram coletados anúncios publicitários de diversas marcas de cigarro nas décadas de 1960 e 1970, nas principais revistas brasileiras da época, Veja e Realidade. Dentro deste conjunto de anúncios, foi privilegiado o recorte naquelas marcas que dialogavam mais diretamente com o jovem e a juventude, reparando nas diferenças entre estas propagandas e as propagandas direcionadas para o público adulto. A partir dos anúncios das marcas selecionadas foi feita análise do discurso de forma a comparar textos, imagens, simbologias e características presentes nas propagandas da marca Hollywood, voltada para o público jovem, e nas propagandas de marcas fortemente ligadas ao público adulto, destacando nomes tais como o Minister, Hilton, Carlton e Du Maurier. Foram observadas as associações de poder, os cenários, o simbolismo e o estilo de vida dos personagens presentes nos anúncios, a maneira como se vestem, a luminosidade das fotografias, a angulação, entre outros elementos que ajudam a compor aquele universo. Figuras 1 e 2. Marcas de cigarro voltadas para o público adulto.

3 Departamento de Comunicação Social Foi realizada também uma revisão bibliográfica sobre temas como os aspectos socioculturais e políticos do período histórico tratado, as relações entre juventude e consumo, além de uma avaliação da narrativa publicitária sobre o cigarro e outros produtos e serviços anunciados na época. Conclusões Analisando as propagandas das maiores marcas de cigarro das décadas de 1960/1970 presentes nas revistas brasileiras Veja e Realidade, foi feito um recorte nos anúncios que tratavam, particularmente, da juventude. Entre este material, há um evidente destaque para a marca de cigarros Hollywood que, a partir da década de 1970, retratava a juventude de maneira direta em suas propagandas. Esta empresa foi a primeira a se dirigir sistematicamente ao público jovem, através das imagens e textos de seus anúncios. Figura 3. Exemplo de imagem e texto direcionados ao público jovem. Parte do texto do anúncio: Ao sucesso com Hollywood. Sucesso. O estímulo. Chegar lá. Na competição esportiva. Na pesquisa. Na faculdade. E acompanhando a ação jovem, Hollywood aceso. Na década de 1960 as agências de publicidade dos Estados Unidos ditavam as normas do processo de criação em diversos países, inclusive no Brasil. Elementos da cultura norteamericana foram importados, muitas vezes, sem que houvesse adequação à cultura local, não representando bem o contexto brasileiro da época. Este processo resultou, no entanto, em desenvolvimento e renovação da linguagem e do modo de criar e produzir anúncios no país, aproximando a propaganda do que ela é hoje no Brasil. Os anúncios desta década foram, portanto, afetados ao não se adequarem ao contexto local. O país, que passava por mudanças importantes através da realização de projetos culturais e ideológicos, com grande representatividade da juventude, não exprimia essa realidade em seus anúncios. A partir da década de 1970, algumas marcas como Hollywood começam a colocar em evidência mais enfaticamente o cenário brasileiro. Associações simbólicas específicas para dialogar com o público jovem são inauguradas por esta marca, tais

4 Departamento de Comunicação Social como a relação com a natureza, com a prática de esportes radicais e utilização e valorização de automóveis. A larga utilização de cenários naturais, florestas, praias, lagos, é notada nos anúncios da Hollywood. O jovem em contato com a natureza fica evidenciado em anúncios nos quais personagens aparecem escalando montanhas ou saltando de asa-delta. Além disso, a associação da juventude com a prática de esportes radicais como o surfe, o rafting, o salto de asa-delta e o snowboard. A maioria das propagandas se passava em cenários diurnos, retratava jovens saudáveis e bem vestidos que quase sempre estavam em grupo. A imagem do casal também era utilizada com frequência. A marca trabalhou fortemente também a relação do jovem e a valorização dos automóveis. Os anúncios, que costumavam retratar jovens passeando em seus carros, sempre mais despojados, como bugres e conversíveis, posteriormente passou a mostrar jovens em carros de Fórmula 1. Portanto, ficam evidenciadas, através dessas associações, a intensa utilização da juventude articulada com representações como velocidade, ousadia, aventura, sedução. Figuras 4 e 5. As temáticas abordadas nos anúncios da Hollywood. Verifica-se, contudo, que os anúncios da marca Hollywood não se dirigiam ao jovem brasileiro revolucionário, hippie e ativista político que estava em evidência no país naquela época. A faixa da juventude a qual a marca se dirigia também era limitada. Hollywood, ao retratar o jovem de classe média alta, bem sucedido e saudável, em busca do sucesso no trabalho e nos estudos e da prática de esportes, conquista também o público adulto. A juventude representada nos anúncios é bem vista pelas outras classes etárias e sociais, ou seja, não foi determinado pela marca um público alvo em detrimento de outro. Os textos encontrados nas propagandas dão forma a esse jovem que é determinado em sua busca pelo sucesso e por aventuras. Palavras chave como progresso, vitória, trabalho em equipe, faculdade e estímulo são encontradas com frequência nos anúncios da marca.

5 Departamento de Comunicação Social Figuras 6. A representação do jovem de classe média alta, em busca do sucesso profissional e de aventuras, nos anúncios da Hollywood. Ao se apossar deste simbolismo que representava a juventude nas propagandas do Hollywood, a pesquisa buscou examinar de que maneira os anúncios direcionados ao público adulto se diferenciavam em sua constituição. Para embasar esta análise, foram verificadas as marcas de cigarro mais fortemente direcionadas aos adultos, sobretudo do sexo masculino. Dentre as marcas encontradas podem ser citadas Hilton, Du Maurier, Carlton e Minister. Essas marcas costumavam retratar em seus anúncios o universo adulto com cenários suntuosos, festas sofisticadas, carros luxuosos e pessoas bem vestidas em um simbolismo característico do poder social da faixa etária mais velha à qual se dirigia. Figuras 7, 8 e 9. Marcas de cigarro voltadas para o público adulto. Referências

6 Departamento de Comunicação Social 1 - BARTHES, Roland. Mitologias. São Paulo: Difel, BAUDRILLARD, Jean. A sociedade de consumo. Lisboa: Edições 70, BOURDIEU, Pierre. A distinção. São Paulo: Zouk/Edusp DOUGLAS, M. e ISHERWOOD, B. O mundo dos bens. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, LUHMANN, Niklas. A realidade dos meios de comunicação. São Paulo: Paulus, MCCRACKEN, David. Cultura e consumo. Rio de Janeiro: Mauad, ROCHA, Everardo. Magia e capitalismo. São Paulo: Brasiliense, A sociedade do sonho. Rio de Janeiro: Mauad, As representações do consumo. Rio de Janeiro: Mauad, e PEREIRA, Cláudia. Juventude e consumo. Rio de Janeiro: Mauad, 2009

1. O feminino e a publicidade: em busca de sentido

1. O feminino e a publicidade: em busca de sentido 1. O feminino e a publicidade: em busca de sentido No estudo da Comunicação, a publicidade deve figurar como um dos campos de maior interesse para pesquisadores e críticos das Ciências Sociais e Humanas.

Leia mais

O Valor Ideológico na Propaganda de Cerveja 1

O Valor Ideológico na Propaganda de Cerveja 1 O Valor Ideológico na Propaganda de Cerveja 1 Nathália Sene GARIERI/ Licenciada em História Aline Rafaela Portílio LEMES Aline Aparecida SILVA Samuel Douglas Farias COSTA RESUMO A propaganda ocupa um largo

Leia mais

Jovem Guarda além do iê-iê-iê: Estilo de vida jovem nos anos 1960. Maíra Zimmermann. No período relativo ao segundo pós-guerra, com o avanço da

Jovem Guarda além do iê-iê-iê: Estilo de vida jovem nos anos 1960. Maíra Zimmermann. No período relativo ao segundo pós-guerra, com o avanço da Jovem Guarda além do iê-iê-iê: Estilo de vida jovem nos anos 1960 Maíra Zimmermann Data da defesa: 15/MAIO/2009 Instituição: Centro Universitário Senac No período relativo ao segundo pós-guerra, com o

Leia mais

Estratégias em Propaganda e Comunicação

Estratégias em Propaganda e Comunicação Ferramentas Gráficas I Estratégias em Propaganda e Comunicação Tenho meu Briefing. E agora? Planejamento de Campanha Publicitária O QUE VOCÊ DEVE SABER NO INÍCIO O profissional responsável pelo planejamento

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE MESTRADO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE MESTRADO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE MESTRADO E D I T A L - 2016 O Departamento de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro torna pública a abertura

Leia mais

A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL

A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL Introdução A partir da década de 90 as transformações ocorridas nos aspectos: econômico, político, social, cultural,

Leia mais

A SATISFAÇÃO DA APARÊNCIA CORPORAL MASCULINA: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

A SATISFAÇÃO DA APARÊNCIA CORPORAL MASCULINA: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA A SATISFAÇÃO DA APARÊNCIA CORPORAL MASCULINA: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA Emília Amélia Pinto Costa da Silva;Priscilla Pinto Costa da Silva; Petrucio Venceslau de Moura;Talita Grazielle Pires de Carvalho;

Leia mais

Nome do candidato TÍTULO DO PROJETO

Nome do candidato TÍTULO DO PROJETO Nome do candidato TÍTULO DO PROJETO Projeto de Pesquisa apresentado ao Programa de Pós- Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Santa Maria como requisito parcial para a seleção de ingresso

Leia mais

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Humanas Campus IV. Programa de Pós-Graduação em Educação e Diversidade.

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Humanas Campus IV. Programa de Pós-Graduação em Educação e Diversidade. Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Humanas Campus IV. Programa de Pós-Graduação em Educação e Diversidade. Disciplina - Pesquisa Aplicada à Educação I Aluno/a: Título do Projeto

Leia mais

A INCIDÊNCIA DE PROPAGANDAS VIRTUAIS NA PRODUÇÃO DA CONDIÇÃO JUVENIL CONTEMPORÂNEA

A INCIDÊNCIA DE PROPAGANDAS VIRTUAIS NA PRODUÇÃO DA CONDIÇÃO JUVENIL CONTEMPORÂNEA A INCIDÊNCIA DE PROPAGANDAS VIRTUAIS NA PRODUÇÃO DA CONDIÇÃO JUVENIL CONTEMPORÂNEA Adriano Machado Oliveira, professor adjunto, Universidade Federal do Tocantins Dalsiza Cláudia Macedo Coutinho, estudante

Leia mais

Ilustrações para a campanha publicitária dos Irmãos Green. 1

Ilustrações para a campanha publicitária dos Irmãos Green. 1 Ilustrações para a campanha publicitária dos Irmãos Green. 1 Julia Camargo CALLEGARI 2 Gabriel Muller SPACH 3 Gabriela Antunes SCHETTERT 4 Juliana Beltrão VENERI 5 Pamela Raquel Bruch GROFF 6 Renato BUIATTI

Leia mais

Heróis sempre vencem desafios: campanha publicitária para divulgação do Concurso Vestibular 2013 1

Heróis sempre vencem desafios: campanha publicitária para divulgação do Concurso Vestibular 2013 1 Heróis sempre vencem desafios: campanha publicitária para divulgação do Concurso Vestibular 2013 1 Juliana Pereira DULTRA 2 Cintia MOLETA 3 Larissa Kiefer de SEQUEIRA 4 Roberto Corrêa SCIENZA 5 Fernanda

Leia mais

A REAÇÃO DO JOVEM MARINGAENSE FRENTE ÀS PROPAGANDAS QUE INCENTIVAM A PRÁTICA ESPORTIVA ATRAVÉS DA MÍDIA

A REAÇÃO DO JOVEM MARINGAENSE FRENTE ÀS PROPAGANDAS QUE INCENTIVAM A PRÁTICA ESPORTIVA ATRAVÉS DA MÍDIA 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 A REAÇÃO DO JOVEM MARINGAENSE FRENTE ÀS PROPAGANDAS QUE INCENTIVAM A PRÁTICA ESPORTIVA ATRAVÉS DA MÍDIA Ivania Skura 1, Julia Cristina Paixão 2, Joaquim

Leia mais

ENTREGAS SEGMENTADAS

ENTREGAS SEGMENTADAS ENTREGAS SEGMENTADAS No Jornal A TARDE, o anunciante pode segmentar a sua comunicação direcionando sua mensagem para um público específico; Possibilidade de escolher características e o perfil de assinantes

Leia mais

Palavras-chave: Representação. Homem. Publicidade. Semântica Argumentativa.

Palavras-chave: Representação. Homem. Publicidade. Semântica Argumentativa. REPRESENTAÇÃO MASCULINA NA PUBLICIDADE BRASILEIRA: UM ESTUDO SEMÂNTICO-ARGUMENTATIVO Maria Eliane Gomes Morais (PPGFP-UEPB) Linduarte Pereira Rodrigues (DLA/PPGFP-UEPB) Resumo: A publicidade, assim como

Leia mais

Homofobia, Intolerância Absurda. 1. George Gustavo Moura de FREITAS 2 Sávio Wesley Moura GOMES 3 Renata Campos MOREIRA 4 Talita Garcez GUIMARÃES 5

Homofobia, Intolerância Absurda. 1. George Gustavo Moura de FREITAS 2 Sávio Wesley Moura GOMES 3 Renata Campos MOREIRA 4 Talita Garcez GUIMARÃES 5 Homofobia, Intolerância Absurda. 1 George Gustavo Moura de FREITAS 2 Sávio Wesley Moura GOMES 3 Renata Campos MOREIRA 4 Talita Garcez GUIMARÃES 5 Faculdade Sete de Setembro, Fortaleza, CE RESUMO Este artigo

Leia mais

QUEM LÊ ALFA É O CARA: AS RELAÇÕES ARGUMENTATIVAS ESTABELECIDAS ENTRE ENUNCIADOR E ENUNCIATÁRIO

QUEM LÊ ALFA É O CARA: AS RELAÇÕES ARGUMENTATIVAS ESTABELECIDAS ENTRE ENUNCIADOR E ENUNCIATÁRIO QUEM LÊ ALFA É O CARA: AS RELAÇÕES ARGUMENTATIVAS ESTABELECIDAS ENTRE ENUNCIADOR E ENUNCIATÁRIO Ana Karla Pereira de MIRANDA Universidade Federal do Mato Grosso do Sul PPGMEL ak_miranda@hotmail.com Resumo:

Leia mais

Golpe Militar: A Psicologia e o Movimento Estudantil do Rio Grande do Sul

Golpe Militar: A Psicologia e o Movimento Estudantil do Rio Grande do Sul 1919 X Salão de Iniciação Científica PUCRS Golpe Militar: A Psicologia e o Movimento Estudantil do Rio Grande do Sul Pâmela de Freitas Machado 1, Helena B.K.Scarparo 1 (orientadora) 1 Faculdade Psicologia,

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO DE LETRAS DIEGO LOPES MACEDO ELIANA ANTUNES DOS SANTOS GILMARA PEREIRA DE ALMEIDA RIBEIRO

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO DE LETRAS DIEGO LOPES MACEDO ELIANA ANTUNES DOS SANTOS GILMARA PEREIRA DE ALMEIDA RIBEIRO UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO DE LETRAS DIEGO LOPES MACEDO ELIANA ANTUNES DOS SANTOS GILMARA PEREIRA DE ALMEIDA RIBEIRO ANÁLISE DO DISCURSO DA PROPAGANDA MARLBORO SOROCABA 2014 1 Introdução O presente trabalho

Leia mais

Imagem corporativa e as novas mídias

Imagem corporativa e as novas mídias Imagem corporativa e as novas mídias Ellen Silva de Souza 1 Resumo: Este artigo irá analisar a imagem corporativa, mediante as novas e variadas formas de tecnologias, visando entender e estudar a melhor

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA: A Publicidade na Sala de Aula

SEQUÊNCIA DIDÁTICA: A Publicidade na Sala de Aula OFICINA SEMIPRESENCIAL O(S) USO(S) DE DOCUMENTO(S) DE ARQUIVO NA SALA DE AULA ALUNA: Alcinéia Emmerick de Almeida / Núcleo de Ação Educativa - APESP SEQUÊNCIA DIDÁTICA: A Publicidade na Sala de Aula TEMA:

Leia mais

RESUMO: PALAVRAS-CHAVE: Mobilidade Urbana; Dia sem carro; Bicicleta; Automóvel. 1 INTRODUÇÃO

RESUMO: PALAVRAS-CHAVE: Mobilidade Urbana; Dia sem carro; Bicicleta; Automóvel. 1 INTRODUÇÃO A evolução está a uma pedalada de acontecer 1. Evandro Luiz Gomes 2 Fabiana Tarnowsky 3 Gisele Baumgarten Rosumek 4 Instituto Blumenauense de Ensino Superior IBES Sociesc RESUMO: A presente peça publicitária

Leia mais

COMPRE AQUI E MORE BEM : A LINGUAGEM PUBLICITÁRIA E OS DISCURSOS DA PROPAGANDA IMOBILIÁRIA

COMPRE AQUI E MORE BEM : A LINGUAGEM PUBLICITÁRIA E OS DISCURSOS DA PROPAGANDA IMOBILIÁRIA COMPRE AQUI E MORE BEM : A LINGUAGEM PUBLICITÁRIA E OS DISCURSOS DA PROPAGANDA IMOBILIÁRIA Maria Eliane Gomes Morais (PPGFP-UEPB) Linduarte Pereira Rodrigues (DLA/PPGFP-UEPB) Resumo: Os textos publicitários

Leia mais

É Natural Educar Assim 1

É Natural Educar Assim 1 É Natural Educar Assim 1 Luana da Silva de ANDRADE 2 Larissa Santos de ASSIS 3 Luana Cristina KNOD 4 Rafaela Ritz dos SANTOS 5 Simone Cristina KAUFMANN 6 Tamires Lopes SILVA 7 YhevelinSerrano GUERIN 8

Leia mais

APRESENTAÇÃO. www.radiomisturebaonline.com.br

APRESENTAÇÃO. www.radiomisturebaonline.com.br APRESENTAÇÃO www.radiomisturebaonline.com.br O que é a rádio MISTUREBA on-line? A rádio MISTUREBA on-line é voltada para divulgação sócio-cultural, musical e esportiva. cultural. A rádio MISTUREBA on-line

Leia mais

Metodologia e Prática de Ensino de Ciências Sociais

Metodologia e Prática de Ensino de Ciências Sociais Metodologia e Prática de Ensino de Ciências Sociais Metodologia I nvestigativa Escolha de uma situação inicial: Adequado ao plano de trabalho geral; Caráter produtivo (questionamentos); Recursos (materiais/

Leia mais

Introdução. Introdução

Introdução. Introdução Prof. Dr. ANDERSON SONCINI PELISSARI Introdução O propósito do marketing e satisfazer as necessidades e desejos dos clientes-alvo. Dessa forma, a análise do comportamento do consumidor visa identificar

Leia mais

ASSESSORIA DE IMPRENSA 1 Felipe Plá Bastos 2

ASSESSORIA DE IMPRENSA 1 Felipe Plá Bastos 2 ASSESSORIA DE IMPRENSA 1 Felipe Plá Bastos 2 RESUMO: O presente trabalho tem como objetivo saber como é desenvolvido o trabalho de Assessoria de Imprensa, sendo um meio dentro da comunicação que através

Leia mais

Cerveja Heineken 1. PALAVRAS-CHAVE: Heineken; Fotografia; Latinhas; Festa; Diversão.

Cerveja Heineken 1. PALAVRAS-CHAVE: Heineken; Fotografia; Latinhas; Festa; Diversão. Cerveja Heineken 1 Lais Eloara Nunes 2 Camila Roberta Fernandes 3 Paulo Oliveira 4 Mérsia Alvarinho Casimiro 5 Thayne Cristina dos Santos 6 Cristiane Peixoto Nabarretti. 7 Faculdade Anhanguera de Limeira,

Leia mais

Consumo e moda: a construção da identidade do jovem a partir do vestuário 1

Consumo e moda: a construção da identidade do jovem a partir do vestuário 1 Consumo e moda: a construção da identidade do jovem a partir do vestuário 1 Deisiele dos SANTOS 2 Diana MACEDO 3 Centro Universitário Internacional Uninter, Curitiba-PR RESUMO Os jovens são capazes de

Leia mais

Fragmentos do Texto Indicadores para o Desenvolvimento da Qualidade da Docência na Educação Superior.

Fragmentos do Texto Indicadores para o Desenvolvimento da Qualidade da Docência na Educação Superior. Fragmentos do Texto Indicadores para o Desenvolvimento da Qualidade da Docência na Educação Superior. Josimar de Aparecido Vieira Nas últimas décadas, a educação superior brasileira teve um expressivo

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE MESTRADO E DOUTORADO - PARA ESTRANGEIROS

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE MESTRADO E DOUTORADO - PARA ESTRANGEIROS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE MESTRADO E DOUTORADO - PARA ESTRANGEIROS E D I T A L PARA ESTRANGEIROS - 2016 O Departamento de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica

Leia mais

Um Diferente Olhar 1. Bruno Barros de SOUZA 2 Gabriel de Angeli PAZETO 3 Felipe Maciel TESSAROLO 4 Faculdades Integradas São Pedro, Faesa

Um Diferente Olhar 1. Bruno Barros de SOUZA 2 Gabriel de Angeli PAZETO 3 Felipe Maciel TESSAROLO 4 Faculdades Integradas São Pedro, Faesa Um Diferente Olhar 1 Bruno Barros de SOUZA 2 Gabriel de Angeli PAZETO 3 Felipe Maciel TESSAROLO 4 Faculdades Integradas São Pedro, Faesa RESUMO O presente artigo visa apresentar a execução, planejamento

Leia mais

ARQUITETURA PARAIBANA NA PRIMEIRA DÉCADA DO SÉCULO XXI

ARQUITETURA PARAIBANA NA PRIMEIRA DÉCADA DO SÉCULO XXI ARQUITETURA PARAIBANA NA PRIMEIRA DÉCADA DO SÉCULO XXI Autoria: Manoel Brito de Farias Segundo (orientador) Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas (FACISA) Caio Méssala da Silva Faustino - Faculdade de

Leia mais

estão em evidência hoje?

estão em evidência hoje? estão em evidência hoje? delas. Muito antes de entender quem eram e como pensavam as mulheres, percebemos que era fundamental identificar as diferenças comportamentais entre homens e mulheres. Afinal,

Leia mais

jornalismo a serviço da cidadania

jornalismo a serviço da cidadania Um investimento, muitos resultados Além de obter visibilidade em 15 mil exemplares que são distribuídos gratuitamente, de porta em porta, para um público de excelente poder aquisitivo, nos bairros Anchieta,

Leia mais

A MÍDIA E A ILUSÃO DO TÃO DESEJADO CORPO PERFEITO

A MÍDIA E A ILUSÃO DO TÃO DESEJADO CORPO PERFEITO A MÍDIA E A ILUSÃO DO TÃO DESEJADO CORPO PERFEITO 2013 Sabrine Schmitt Psicóloga. Graduada na Universidade Católica de Petrópolis em 2010. Coordenadora do Espaço Liberté, atuando com atendimentos clínicos,

Leia mais

Conhecendo a Fundação Vale

Conhecendo a Fundação Vale Conhecendo a Fundação Vale 1 Conhecendo a Fundação Vale 2 1 Apresentação Missão Contribuir para o desenvolvimento integrado econômico, ambiental e social dos territórios onde a Vale atua, articulando e

Leia mais

INCENTIVO FISCAL PROAC ICMS (abatimento de 100% do imposto devido)

INCENTIVO FISCAL PROAC ICMS (abatimento de 100% do imposto devido) INCENTIVO FISCAL PROAC ICMS (abatimento de 100% do imposto devido) O PROJETO O projeto SP Demo Fest tem como enfoque e objetivo principal, o fomento e incentivo da musicalização de jovens músicos da cidade

Leia mais

FOTONOVELA E SUAS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS 1

FOTONOVELA E SUAS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS 1 FOTONOVELA E SUAS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS 1 Francisco José da Silva ROCHA Filho 2 Nathalia Aparecida Aires da SILVA 3 Sebastião Faustino PEREIRA Filho 4 Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal,

Leia mais

Entre 1940 a 1960, uma coleção de romances intitulada Biblioteca

Entre 1940 a 1960, uma coleção de romances intitulada Biblioteca I M A G E M N O B R A S I L COM A PALAVRA, AS IMAGENS! representações do feminino nas capas dos romances da Biblioteca das Moças (1940-1960) Maria Teresa Santos Cunha Entre 1940 a 1960, uma coleção de

Leia mais

CRIANÇA e CONSUMO. Publicidade dirigida à infância IMPACTOS E CONSEQÜÊNCIAS. Isabella Vieira Machado Henriques

CRIANÇA e CONSUMO. Publicidade dirigida à infância IMPACTOS E CONSEQÜÊNCIAS. Isabella Vieira Machado Henriques CRIANÇA e CONSUMO Publicidade dirigida à infância IMPACTOS E CONSEQÜÊNCIAS Isabella Vieira Machado Henriques o instituto ALANA Organização sem fins lucrativos que desenvolve atividades educacionais, culturais

Leia mais

HOMOAFETIVIDADE FEMININA NO BRASIL: REFLEXÕES INTERDISCIPLINARES ENTRE O DIREITO E A LITERATURA

HOMOAFETIVIDADE FEMININA NO BRASIL: REFLEXÕES INTERDISCIPLINARES ENTRE O DIREITO E A LITERATURA HOMOAFETIVIDADE FEMININA NO BRASIL: REFLEXÕES INTERDISCIPLINARES ENTRE O DIREITO E A LITERATURA Juliana Fabbron Marin Marin 1 Ana Maria Dietrich 2 Resumo: As transformações no cenário social que ocorreram

Leia mais

E D I T A L 2016. 1. INSCRIÇÕES 1.1. Poderão inscrever-se aqueles que concluíram curso de Mestrado em Comunicação Social ou áreas afins.

E D I T A L 2016. 1. INSCRIÇÕES 1.1. Poderão inscrever-se aqueles que concluíram curso de Mestrado em Comunicação Social ou áreas afins. PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE DOUTORADO E D I T A L 2016 O Departamento de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro torna pública a abertura

Leia mais

Passo 1 - Faça um diagnóstico da comunicação

Passo 1 - Faça um diagnóstico da comunicação Manual Como elaborar uma estratégia de comunicação Índice Introdução Passo 1 - Faça um diagnóstico da comunicação. Passo 2 - Defina os alvos da comunicação Passo 3 - Estabeleça os objetivos da comunicação

Leia mais

Planejamento de Campanha Publicitária

Planejamento de Campanha Publicitária Planejamento de Campanha Publicitária Prof. André Wander UCAM O briefing chegou. E agora? O profissional responsável pelo planejamento de campanha em uma agência de propaganda recebe o briefing, analisa

Leia mais

Sumário. PARTE 1 A arte do cinema e a realização cinematográfica 1 CAPÍTULO O cinema como arte: Criatividade, tecnologia e negócios...

Sumário. PARTE 1 A arte do cinema e a realização cinematográfica 1 CAPÍTULO O cinema como arte: Criatividade, tecnologia e negócios... Sumário APRESENTAÇÃO DA EDIÇÃO BRASILEIRA... 13 PREFÁCIO... 19 PARTE 1 A arte do cinema e a realização cinematográfica 1 CAPÍTULO O cinema como arte: Criatividade, tecnologia e negócios... 29 Decisões

Leia mais

Novas possibilidades de leituras na escola

Novas possibilidades de leituras na escola Novas possibilidades de leituras na escola Mariana Fernandes Valadão (UERJ/EDU/CNPq) Verônica da Rocha Vieira (UERJ/EDU/CNPq) Eixo 1: Leitura é problema de quem? Resumo A nossa pesquisa pretende discutir

Leia mais

As imagens e suas implicações sociais

As imagens e suas implicações sociais As imagens e suas implicações sociais Prof. Dr. Alexandre H. de Quadros 1) Os autores justificam que a busca por definições de padrões no que diz respeito ao corpo transforma- se numa corrida rumo ao consumo.

Leia mais

Laboratório de criação e produção grafica Publicidade e propaganda Projeto integrador 5º semestre 2010

Laboratório de criação e produção grafica Publicidade e propaganda Projeto integrador 5º semestre 2010 Laboratório de criação e produção grafica Publicidade e propaganda Projeto integrador 5º semestre 2010 Julia Oga Melline Neiva Vinicius Andrade Eduado Felix Ericsson Barbosa MEMORIAL DESCRITIVO Conceito

Leia mais

COLEÇÃO IMAGÉTICA: FOTOGRAFIA, EXTENSÃO, ENSINO E PESQUISA NO PROJETO FOCA FOTO. PALAVRAS-CHAVE Fotografia. Coleção fotográfica. Lapa. Extensão.

COLEÇÃO IMAGÉTICA: FOTOGRAFIA, EXTENSÃO, ENSINO E PESQUISA NO PROJETO FOCA FOTO. PALAVRAS-CHAVE Fotografia. Coleção fotográfica. Lapa. Extensão. 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA. 1. Curso: Comunicação Social 2.

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA. 1. Curso: Comunicação Social 2. Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA 1. Curso: Comunicação Social 2. Código: 12 3.Modalidade(s): Bacharelado X Licenciatura Profissional

Leia mais

01/07 ANÁLISE DOS PROCEDIMENTOS DE TEMATIZAÇÃO E DE FIGURATIVIZAÇÃO NA PUBLICIDADE DE SEGUROS

01/07 ANÁLISE DOS PROCEDIMENTOS DE TEMATIZAÇÃO E DE FIGURATIVIZAÇÃO NA PUBLICIDADE DE SEGUROS 01/07 ANÁLISE DOS PROCEDIMENTOS DE TEMATIZAÇÃO E DE FIGURATIVIZAÇÃO NA PUBLICIDADE DE SEGUROS Luís Alexandre Grubits de Paula Pessôa Professor do IAG/PUC-Rio Doutorando em Letras da Universidade Presbiteriana

Leia mais

Vestibular ICEC 2014! 1

Vestibular ICEC 2014! 1 Vestibular ICEC 2014! 1 Franck H. Oliveira Durgo GOMES 2 Elizângela Luiza Barbosa LUIZ 3 Weslene de Sousa MOTA 4 Mateus Pereira da SILVA 5 Steffany Verônica de Sousa DIAS 6 Thiago Sérgio PEDROSO 7 Cláudio

Leia mais

A FOTOGRAFIA COMO INSTRUMENTO DIDÁTICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA NA PERSPECTIVA DO CONCEITO DE PAISAGEM ENSINO FUNDAMENTAL II ( ANOS FINAIS )

A FOTOGRAFIA COMO INSTRUMENTO DIDÁTICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA NA PERSPECTIVA DO CONCEITO DE PAISAGEM ENSINO FUNDAMENTAL II ( ANOS FINAIS ) Thainá Santos Coimbra Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro thainahappy@hotmail.com A FOTOGRAFIA COMO INSTRUMENTO DIDÁTICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA NA PERSPECTIVA DO CONCEITO DE PAISAGEM ENSINO

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina/Departamento de Serviço Social/Londrina, PR Ciências Sociais Aplicadas Ética e Serviço Social

Universidade Estadual de Londrina/Departamento de Serviço Social/Londrina, PR Ciências Sociais Aplicadas Ética e Serviço Social O materialismo-histórico dialético e o projeto ético-político do Serviço Social: algumas aproximações Emelin Caroline Tarantini Cremasco (PIBIC/CNPq-UEL), Olegna Souza Guedes (Orientadora), e-mail: olegnasg@gmail.com

Leia mais

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional A união faz a força O dito popular encaixa-se como uma luva quando o assunto é associativismo o assunto em pauta no meio sindical. As principais confederações patronais do País estão investindo nessa bandeira

Leia mais

Blogs Corporativos como instrumentos de comunicação nas empresas: uma análise prático-teórica.

Blogs Corporativos como instrumentos de comunicação nas empresas: uma análise prático-teórica. Blogs Corporativos como instrumentos de comunicação nas empresas: uma análise prático-teórica. Além de tornar-se fundamental para a difusão do conhecimento e geração das relações interpessoais, a Internet

Leia mais

Violência contra crianças e adolescentes: uma análise descritiva do fenômeno

Violência contra crianças e adolescentes: uma análise descritiva do fenômeno A crise de representação e o espaço da mídia na política RESENHA Violência contra crianças e adolescentes: uma análise descritiva do fenômeno Rogéria Martins Socióloga e Professora do Departamento de Educação/UESC

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 (Do Sr. EDIVALDO HOLANDA JÚNIOR)

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 (Do Sr. EDIVALDO HOLANDA JÚNIOR) PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 (Do Sr. EDIVALDO HOLANDA JÚNIOR) Altera a Lei nº 9.294 de 15 de julho de 1996 que Dispõe sobre as restrições ao uso e à propaganda de produtos fumígeros, bebidas alcoólicas,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - INSTITUTO DE ARTES ESCOLA DE ARTES VISUAIS DO PARQUE LAGE

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - INSTITUTO DE ARTES ESCOLA DE ARTES VISUAIS DO PARQUE LAGE UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - INSTITUTO DE ARTES ESCOLA DE ARTES VISUAIS DO PARQUE LAGE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DA ARTE - TURMA 2015 PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EMENTAS DOS CURSOS Arte

Leia mais

Componente de Formação Técnica. Disciplina de

Componente de Formação Técnica. Disciplina de CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO Técnico de Fotografia PROGRAMA Componente de Formação Técnica Disciplina de Técnicas de Comunicação Escolas Proponentes / Autores ETIC José Pacífico (Coordenador)

Leia mais

Percursos da pesquisa de campo: as rodas de conversas e a caracterização dos jovens e seus contextos

Percursos da pesquisa de campo: as rodas de conversas e a caracterização dos jovens e seus contextos 44 5. Percursos da pesquisa de campo: as rodas de conversas e a caracterização dos jovens e seus contextos As rodas de conversa tiveram como proposta convidar os participantes a debater o tema da violência

Leia mais

IMAGINANDO O RURAL: AS REPRESENTAÇÕES DE CAMPO DE MAURICIO DE SOUZA EM CHICO BENTO

IMAGINANDO O RURAL: AS REPRESENTAÇÕES DE CAMPO DE MAURICIO DE SOUZA EM CHICO BENTO IMAGINANDO O RURAL: AS REPRESENTAÇÕES DE CAMPO DE MAURICIO DE SOUZA EM CHICO BENTO 27 Introdução CONEGLIAN, Flavio Marcelo MONASTIRSKY, Leonel Brizolla Considerando que os modos de vida do rural e do urbano

Leia mais

Planejamento Multimídia. Prof. Bruno Moreno

Planejamento Multimídia. Prof. Bruno Moreno Planejamento Multimídia Prof. Bruno Moreno Sumário 03/03/2011 Ainda Novo Consumidor Vídeo da Não é uma Brastemp Público-alvo Concorrência Apresento-lhes Maria Luiza Vídeo sobre Novo Consumidor http://www.youtube.com/watch?v=riovee0wquq

Leia mais

Uma Vida Saudável Mesmo Temperada Com Muito Sal 1. Carla Jullyene Lima SANTOS 2 Ayslan Monteiro SANTOS 3 Adelson Alves dos Santos JÚNIOR 4

Uma Vida Saudável Mesmo Temperada Com Muito Sal 1. Carla Jullyene Lima SANTOS 2 Ayslan Monteiro SANTOS 3 Adelson Alves dos Santos JÚNIOR 4 Uma Vida Saudável Mesmo Temperada Com Muito Sal 1 Carla Jullyene Lima SANTOS 2 Ayslan Monteiro SANTOS 3 Adelson Alves dos Santos JÚNIOR 4 RESUMO O ano de 2014 foi decisivo para o Surf Brasileiro. Graças

Leia mais

Análise Comparativa da Retórica de Duas Peças Publicitárias: Audi A4 e Space Fox 1

Análise Comparativa da Retórica de Duas Peças Publicitárias: Audi A4 e Space Fox 1 Análise Comparativa da Retórica de Duas Peças Publicitárias: Audi A4 e Space Fox 1 Camila Barreto Reis 2 Daniela Pereira Ornelas 3 Maiara Viana Santos 4 Orientadora: Regina Lúcia Gomes Souza e Silva 5

Leia mais

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Alexandre COELHO 2 Catarina CARVALHO 3 Danielle RIBEIRO 4 Leoni ROCHA 5 Paloma HADDAD 6 Professor/Orientador: Daniel CAMPOS 7 Universidade Fumec,

Leia mais

CONSTRUÇÃO DO EU LÍRICO E O RETRATO NA POETICA CECÍLIA MEIRELES

CONSTRUÇÃO DO EU LÍRICO E O RETRATO NA POETICA CECÍLIA MEIRELES CONSTRUÇÃO DO EU LÍRICO E O RETRATO NA POETICA CECÍLIA MEIRELES Silvia Eula Muñoz¹ RESUMO Neste artigo pretendo compartilhar os diversos estudos e pesquisas que realizei com orientação do Prof. Me. Erion

Leia mais

Ementa das disciplinas optativas 2011.1 (em ordem alfabética independente do curso e do turno)

Ementa das disciplinas optativas 2011.1 (em ordem alfabética independente do curso e do turno) Ementa das disciplinas optativas 2011.1 (em ordem alfabética independente do curso e do turno) Disciplina Ementa Pré- requisito C.H. Curso Assessoria de Comunicação Conhecimento geral, reflexão e prática

Leia mais

Valores Educacionais. Aula 4 Respeito pelos Outros

Valores Educacionais. Aula 4 Respeito pelos Outros Valores Educacionais Aula 4 Respeito pelos Outros Objetivos 1 Apresentar o valor Respeito pelos Outros. 2 Indicar possibilidades de aplicação pedagógica do valor Respeito pelos Outros. Introdução Esta

Leia mais

O USO DA METÁFORA NOS SLOGANS

O USO DA METÁFORA NOS SLOGANS O USO DA METÁFORA NOS SLOGANS CARNEIRO, Carla Maria Bessa e STANCATO, Francine Teles 1 RESUMO: Este estudo tem como objetivo mostrar a eficácia da metáfora nos slogans para a construção de um anúncio.

Leia mais

TELEJORNALISMO E ESTUDOS CULTURAIS

TELEJORNALISMO E ESTUDOS CULTURAIS Sétimo Fórum Nacional de Professores de Jornalismo Praia dos Ingleses, SC, abril de 2004 GT: Laboratório de Jornalismo Eletrônico Trabalho: TELEJORNALISMO E ESTUDOS CULTURAIS Autora: Célia Maria Ladeira

Leia mais

1 Briefing de Criação

1 Briefing de Criação 1 Briefing de Criação Antecedentes do processo de criação Para se criar uma campanha ou mesmo uma única peça é imprescindível que antes seja feito um briefing para orientar o trabalho do planejamento,

Leia mais

A Constituição das desigualdades

A Constituição das desigualdades Introdução Muitos estudos, especialmente na área da sociologia da educação, têm demonstrado que os projetos de democratização das sociedades modernas enfrentam dificuldades relacionadas à efetivação dos

Leia mais

PRAIEIRO. Lili Araujo

PRAIEIRO. Lili Araujo PRAIEIRO Lili Araujo APRESENTAÇÃO: "PRAIEIRO" será o terceiro trabalho fonográfico solo da cantora e compositora carioca Lili Araujo. Haverá a produção de uma tiragem mínima do CD em formato físico (1.000

Leia mais

Arquétipos na publicidade e propaganda

Arquétipos na publicidade e propaganda Arquétipos na publicidade e propaganda Mauricio BARTH 1 Moris Mozart MUSSKOPF 2 Resumo Diversos indicadores comprovam o processo de envelhecimento da população brasileira. Esta tendência, do ponto de vista

Leia mais

introdução a publicidade & propaganda Aula 3 - Departamentos e uxograma da agência de propaganda

introdução a publicidade & propaganda Aula 3 - Departamentos e uxograma da agência de propaganda introdução a publicidade & propaganda Aula 3 - Departamentos e uxograma da agência de propaganda professor Rafael Ho mann Campanha Conjunto de peças com o mesmo objetivo, conjunto de peças publicitárias

Leia mais

Fotografia e Escola. Marcelo Valle 1

Fotografia e Escola. Marcelo Valle 1 Fotografia e Escola Marcelo Valle 1 Desde 1839, ano do registro da invenção da fotografia na França, quase tudo vem sendo fotografado, não há atualmente quase nenhuma atividade humana que não passe, direta

Leia mais

Apresent Sobr Apr esent ão e a Mídia e a Mídia

Apresent Sobr Apr esent ão e a Mídia e a Mídia Sobre a Mídia A Midia Moving é uma empresa líder no segmento DMOOH (digital midia out of home) com mais de 10 anos de atuação no mercado, atendendo a grandes empresas. Somos líderes de mercado também no

Leia mais

Análise Semiótica de Anúncio de TV

Análise Semiótica de Anúncio de TV Análise Semiótica de Anúncio de TV DADOS TÉCNICOS: Título: Segredos; Anunciante: Etti ; Criação: Fábio Fernandes e Renata Flori; Agência: F/Nazca; Produto: Molho de Tomate Salsaretti; Ano de veiculação

Leia mais

O Light Painting como Recurso Visual na Fotografia Publicitária 1

O Light Painting como Recurso Visual na Fotografia Publicitária 1 O Light Painting como Recurso Visual na Fotografia Publicitária 1 Isaac Veloso NETO 2 Joseph LIMA 3 Amanda BARROS 4 Micael RODRIGUES 5 João COUTINHO 6 Vitor BRAGA 7 Resumo: Nesse trabalho, busca-se principalmente

Leia mais

Unidade IV. Ciência - O homem na construção do conhecimento. APRENDER A APRENDER LÍNGUA PORTUGUESA APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Unidade IV. Ciência - O homem na construção do conhecimento. APRENDER A APRENDER LÍNGUA PORTUGUESA APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA A A Unidade IV Ciência - O homem na construção do conhecimento. 2 A A Aula 39.2 Conteúdos: Anúncio publicitário: A construção de um anúncio publicitário. 3 A A Habilidades: Relacionar linguagem verbal

Leia mais

Estudos da Natureza na Educação Infantil

Estudos da Natureza na Educação Infantil Estudos da Natureza na Educação Infantil Referenciais Curriculares Nacionais da Educação Infantil (RCNEI) parte 3 Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2015

Leia mais

REVISTA DA UFG - Tema MELHOR IDADE Órgão de divulgação da Universidade Federal de Goiás - Ano V, No. 2, dezembro de 2003

REVISTA DA UFG - Tema MELHOR IDADE Órgão de divulgação da Universidade Federal de Goiás - Ano V, No. 2, dezembro de 2003 REVISTA DA UFG - Tema MELHOR IDADE Órgão de divulgação da Universidade Federal de Goiás - Ano V, No. 2, dezembro de 2003 RODRIGUES, M. C. - As novas imagens do idoso veiculadas pela mídia: transformando

Leia mais

1. Garantir a educação de qualidade

1. Garantir a educação de qualidade 1 Histórico O Pacto pela Juventude é uma proposição das organizações da sociedade civil, que compõem o Conselho Nacional de Juventude, para que os governos federal, estaduais e municipais se comprometam

Leia mais

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS Constantemente, somos bombardeados por incontáveis conteúdos visuais. Imagens ilustram websites, redes sociais, folders,

Leia mais

Orientações para a Elaboração do Plano Plurianual 2016-2019 Dimensão Estratégica e Programas Temáticos

Orientações para a Elaboração do Plano Plurianual 2016-2019 Dimensão Estratégica e Programas Temáticos Orientações para a Elaboração do Plano Plurianual 2016-2019 Dimensão Estratégica e Programas Temáticos 1 Principais Avanços do PPA 2012-2015 Maior aderência do PPA com as políticas públicas Organização

Leia mais

AÇÕES DE MA RK ETING E A ADULTIZAÇÃO DAS CRIANÇAS NA ATUALIDADE i

AÇÕES DE MA RK ETING E A ADULTIZAÇÃO DAS CRIANÇAS NA ATUALIDADE i AÇÕES DE MA RK ETING E A ADULTIZAÇÃO DAS CRIANÇAS NA ATUALIDADE i Pinto,Thaisa Silva; Graduanda em Moda; Universidade Estadual de Maringá thaisasp@terra.com.br Paiva, Márcia Regina; Ma; Universidade Estadual

Leia mais

A MODA JOVEM NOS ANOS 1980 E A TRANSFORMAÇÃO DO JEANS EM ROUPA ELEGANTE

A MODA JOVEM NOS ANOS 1980 E A TRANSFORMAÇÃO DO JEANS EM ROUPA ELEGANTE 11º Colóquio de Moda 8ªEdição Internacional 2º Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Design e Moda 2015 A MODA JOVEM NOS ANOS 1980 E A TRANSFORMAÇÃO DO JEANS EM ROUPA ELEGANTE The youth fashion

Leia mais

CANAL COM IDENTIDADE CATARINENSE

CANAL COM IDENTIDADE CATARINENSE CANAL COM IDENTIDADE CATARINENSE BASEADO NA PAIXÃO NACIONAL, PAPO ESPORTE UM PROGRAMA DIRECIONADO AO MUNDO DOS SPORTES, VISTO DO ÂNGULO DE GRANDES NOMES QUE TEM E TIVERAM SUAS EXPERIÊNCIAS NO BRASIL E

Leia mais

A perfeição da obra está na beleza de cada detalhe.

A perfeição da obra está na beleza de cada detalhe. A perfeição da obra está na beleza de cada detalhe. A felicidade tem endereço certo. Residencial. Privilegiado. Completo. É assim o Bairro de Fátima. Uma das regiões mais valorizadas de Fortaleza. Central,

Leia mais

Características da publicidade

Características da publicidade Nível B1 B2 B3 X Secundário Área de competência chave Cultura, Língua e Comunicação UFCD CLC-5 Cultura, Comunicação e Média Conteúdo O texto publicitário Tema A publicidade Breve história da publicidade

Leia mais

SÉRIES INDICADAS 8.º e 9.º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio.

SÉRIES INDICADAS 8.º e 9.º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio. SÉRIES INDICADAS 8.º e 9.º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio. RESUMO Nós, jovens brasileiros, é uma continuidade do conhecido Este jovem brasileiro, sucesso do portal por 6 edições consecutivas.

Leia mais

ANÁLISE DO DISCURSO E DA IMAGEM DA PROPAGANDA FRUTHOS NA REVISTA INFANTIL RECREIO (ANO 10 Nº 471)

ANÁLISE DO DISCURSO E DA IMAGEM DA PROPAGANDA FRUTHOS NA REVISTA INFANTIL RECREIO (ANO 10 Nº 471) ANÁLISE DO DISCURSO E DA IMAGEM DA PROPAGANDA FRUTHOS NA REVISTA INFANTIL RECREIO (ANO 10 Nº 471) PAIVA, Carlos Eduardo e ALVARADO, Ronny 1 Resumo: Este artigo tem como objetivo analisar, do ponto de vista

Leia mais

MAPAS CONCEITUAIS NAS PESQUISAS DO NÚCLEO DE ETNOGRAFIA EM EDUCAÇÃO

MAPAS CONCEITUAIS NAS PESQUISAS DO NÚCLEO DE ETNOGRAFIA EM EDUCAÇÃO MAPAS CONCEITUAIS NAS PESQUISAS DO NÚCLEO DE ETNOGRAFIA EM EDUCAÇÃO Autor: Riselda Maria de França Oliveira Universidade Estadual do Rio de Janeiro - riseldaf@hotmail.com Co-autor: Marcelo Alex de Oliveira

Leia mais

ANÁLISE CRÍTICA DE UMA PROPAGANDA DA SKY VEICULADA NA REVISTA VEJA

ANÁLISE CRÍTICA DE UMA PROPAGANDA DA SKY VEICULADA NA REVISTA VEJA ANÁLISE CRÍTICA DE UMA PROPAGANDA DA SKY VEICULADA NA REVISTA VEJA Themis Rondão Barbosa 1 IFMS Resumo: Este trabalho tem por objetivo analisar um texto publicitário da SKY publicado na revista Veja (n.

Leia mais

ABORDAGEM DO CICLO DE POLÍTICAS SEGUNDO STEPHEN BALL

ABORDAGEM DO CICLO DE POLÍTICAS SEGUNDO STEPHEN BALL Departamento de Educação 1 ABORDAGEM DO CICLO DE POLÍTICAS SEGUNDO STEPHEN BALL Aluna: Ana Carolina de Souza e Paula Gomes Orientadora: Maria Inês G.F. Marcondes de Souza Introdução Esse texto é resultado

Leia mais

A IMAGEM FEMININA NAS PEÇAS PUBLICITÁRIAS DA DULOREN

A IMAGEM FEMININA NAS PEÇAS PUBLICITÁRIAS DA DULOREN A IMAGEM FEMININA NAS PEÇAS PUBLICITÁRIAS DA DULOREN Débora Fialho Vitorino; Linduarte Pereira Rodrigues (Universidade Estadual da Paraíba: deborafvitorino@hotmail.com; linduate.rodrigues@bol.com.br) RESUMO

Leia mais

Estrela Serrano JORNALISMO POLÍTICO EM PORTUGAL

Estrela Serrano JORNALISMO POLÍTICO EM PORTUGAL A/484566 Estrela Serrano JORNALISMO POLÍTICO EM PORTUGAL A cobertura de eleições presidenciais na imprensa e na televisão (1976-2001) Edições Colibri Instituto Politécnico de Lisboa ÍNDICE Introdução 23

Leia mais