A IMPORTÂNCIA DO E - COMMERCE UM ESTUDO DE CASO NA LOJASMEL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A IMPORTÂNCIA DO E - COMMERCE UM ESTUDO DE CASO NA LOJASMEL"

Transcrição

1 1 A IMPORTÂNCIA DO E - COMMERCE UM ESTUDO DE CASO NA LOJASMEL Jaqueline Kelly Stipp 1 Jéssica Galindo de Souza 2 Luana Alves dos Santos Lemos 3 Edson Leite Lopes Gimenez 4 RESUMO Esse artigo tem como objetivo analisar a opinião dos clientes das LojasMel sobre as compras pela internet, feito isso através de uma pesquisa realizada no interior da loja com seus clientes e potenciais clientes. Neste artigo abordaremos os seguintes assuntos; sexo dos participantes da pesquisa, idade, frequência que realizam as compras, a preferência entre as lojas físicas ou virtuais, segurança nas compras, sites mais elaborados interferem nas compras pela web e produtos mais comprados. Palavras-chaves: Internet. Lojasmel. Opinião. Compras. INTRODUÇÃO Nos dias atuais, o desejo das pessoas é conseguir realizar todas as suas necessidades com facilidade, praticidade e conforto. Com sites cada vez mais completos, as empresas precisam manter os clientes satisfeitos, desde a pesquisa da compra, realização, preferências, forma de pagamento, prazo de entrega e a segurança com que o cliente vai realizar essas compras. O conceito desse novo mercado evolui para qualidade de vida, onde as pessoas podem realizar suas compras a qualquer hora, em qualquer lugar, através da tecnologia de seus celulares, notebooks, tablets e qualquer aparelho que tenha acesso à internet. Com essa ideia em mente, pudemos realizar uma pesquisa de satisfação com os clientes e potenciais clientes a fim de saber qual a opinião em relação às compras via internet, isso foi feito por meio de um estudo de caso bem detalhado. 1 Tecnólogo em Processos Gerenciais CEUNSP Itu Tecnólogo em Processos Gerenciais CEUNSP Itu Tecnólogo em Processos Gerenciais CEUNSP Itu Prof. Mestre em Administração de Empresas( UnG), Mestrado Profissional em Administração (FACECA), professor e coordenador dos cursos em Administração e Processos Gerenciais no CEUNSP,

2 2 Este artigo tem por Objetivo identificar a relação da compra por internet (Ecommerce) com os clientes Lojasmel. A Metodologia utilizada foi um estudo de caso na empresa Lojasmel aplicado em um questionário. Revisão Bibliográfica Atualmente as compras pela internet estão em destaque, pois as empresas estão expandindo cada vez mais seus negócios nessa área. Na década de 6, Giovannini disse que a internet é um meio de comunicação, um canal para conduzir negócios, para alguns produtos, um novo canal de distribuição. A internet permite que as empresas operem e que os negócios aconteçam em qualquer lugar a qualquer hora. CLÁUDIO TORRES, (21, p.12) disse que o e-commerce se popularizou tanto que, independentemente de a empresa ser recém-criada, ela pode competir na venda por produtos e serviços, tanto com as grandes redes, com os estabelecimentos comerciais que investiram e até lojas com boa localização. Para Bertaglia: Segundo Alves: O comércio eletrônico não tem limite geográfico. Ele alcança a todos que estejam presentes na rede de computadores. Como a rede é global, o comercio eletrônico possibilita que mesmo uma organização extremamente pequena tenha presença global e possa competir nesse cenário. Essa característica beneficia os clientes, uma vez que lida alternativa para selecionar de onde comprar, independente da localização geográfica. E esse processo é valido tanto na relação empresa-empresa como na relação empresa-consumidor. (BERTAGLIA,213,p.18) A exploração da internet nos anos 9 provocou profundas transformações nas relações comerciais. Na Web podem ser efetuados todos os negócios que anteriormente eram feitos em internet local ou por meios tradicionais. O comércio eletrônico, por sua vez, causou um grande impacto no que diz respeito a aquisições, compras, parcerias comerciais, atendimento a clientes e prestação de serviços, afetando diretamente todos os tipos de organização. (ALVES,212,p.25) Na web podem ser efetuados todos os negócios que anteriormente eram feitos em internet local ou por meios tradicionais. O comércio eletrônico, por sua vez, causou um grande impacto no que diz respeito a aquisições, compras, parcerias comerciais, atendimento a clientes e prestação de serviços, afetando diretamente todos os tipos de organização. Para que esse método funcione é preciso um bom preparo da organização.

3 3 Segundo argumento de Ching: Para que uma empresa possa sobreviver em um ambiente turbulento, precisa oferecer resultados em quantidade, variedade, qualidade, preços e prazos compatíveis com as necessidades dos clientes. Nesse contexto a logística pode tornar-se um diferencial competitivo para a empresa. (CHING, 21, p.17) Para os empresários que já possuem uma loja física, é importante que seja efetuada, na divulgação de seu novo empreendimento, uma pesquisa de satisfação antes de inicializá-lo para identificarem o grau de aceitação de seus clientes já atuantes e possíveis futuros clientes. Foi o caso da Lojasmel, que realizou uma pesquisa com seus clientes das lojas físicas, onde verificaram o potencial de compras pela internet, a satisfação com seus produtos, a aceitação de uma loja online, preferências e também ideias e sugestões para a loja virtual. Para Venetianer: E-Marketing é um conjunto de atividades, inseridas no contexto geral do marketing convencional, através das quais uma organização divulga, promove, anuncia e/ou dá suporte a seus produtos ou serviços, utilizando para isto os recursos de comunicação eletrônica mediados pela Internet. (VENETIANER, 1999, p.17) Um fator muito importante para a fidelização de clientes é o prazo de entrega dos produtos comprados. Se atrasar a entrega, a possibilidade de perder esse cliente é muito grande. O principal ponto a ser considerado na relação cliente/fornecedor, é a confiança da entrega do produto ao cliente dentro do prazo comprometido. Se tratando de segurança, as empresas sabem que o nível de crimes pela internet vem aumentando proporcionalmente ao aumento da demanda de serviços na mesma com o passar do tempo. Com isso, é comum que as pessoas fiquem inseguras quando é preciso informar seus dados nos sites em que pretendem comprar. Para a empresa garantir a segurança do cliente é necessário manter a idoneidade, cumprir prazos de entrega, obter baixo índice de reclamações e priorizar atenção nas necessidades dos clientes. Conforme argumentado por Blumenschein e Freitas:... O que nos leva, obrigatoriamente, a discutir segurança, já que este é item fundamental para toda a empresa, seja no que diz respeito à garantia das informações (fidedignidade, não vazamento e privacidade), seja no que toca à proteção de valores transitados eletronicamente. (BLUMENSCHEIN; FREITA, 2, p. 57,58)

4 4 DESENVOLVIMENTO Gráfico 1 Sexo dos participantes da pesquisa 8 63% % Mulheres Homens 2 Através de nossa pesquisa foi observado que as mulheres lideram os entrevistados com 63%, e apenas 37% dos homens responderam nossa pesquisa. Gráfico 2 Idade dos participantes da pesquisa: % 31% 16% de 26 a 5 anos de 18 a 25 anos Acima de 5 anos Observa-se no gráfico, que 53% dos entrevistados estão entre os 26 a 5 anos, enquanto 31% estão entre 18 a 25 anos e apenas 16% acima dos 5 anos. Gráfico 3 Frequência que os participantes fazem compras pela internet % 2% 12% Às vezes Frequentemente Raramente

5 5 Podemos verificar através do gráfico que, 68% dos pesquisados compram às vezes pela internet, enquanto que 2% compram frequentemente, sendo assim podemos interpretar que 88% dos participantes estão sempre comprando pela internet. É evidente que as pessoas estão cada vez mais realizando compras online, que estão aumentando a frequência a cada dia que passa. Gráfico 4 A opinião dos participantes sobre a segurança nas compras pela internet % 25% 21% Talvez Sim Não No quesito segurança, que tem uma grande influência nas compras dos consumidores, pode-se observar que, 54% dos pesquisados responderam que talvez, enquanto 25% acreditam que existe segurança sim. Chega-se à conclusão que as pessoas continuam comprando, mesmo achando não ser muito seguro, porém pesquisam muito antes da comprar. Gráfico 5 O que leva uma pessoa ter preferência por lojas virtuais 6 41% 33% 4 26% 2 Preços menores Facilidade para pesquisar Não precisa sair de casa Quando se questiona o que leva uma pessoa ter preferência por lojas virtuais, nota-se que a diferença entre as opções não foi muito grande. A opção, preços menores, foi assinalada por 41% dos entrevistados, enquanto 33% responderam facilidade para pesquisar e 26%

6 6 acham que não precisar sair de casa é o que leva os consumidores a escolher lojas virtuais para efetuar suas compras. Percebe-se que, a reação dos entrevistados, ao responder essa pergunta, foi de dúvida. Muitos queriam assinalar mais de uma opção, pois esses três fatores influenciam na escolha por lojas virtuais. O que mais chama a atenção de um consumidor são os preços menores, algumas lojas praticam em seus sites preços menores que as lojas físicas. Porém, a facilidade que os consumidores têm para pesquisar várias lojas ao mesmo tempo sem sair de casa, influencia em uma compra. E não podemos esquecer que o fato de poder fazer tudo isso sem ao menos tirar o pijama, é um grande atrativo. Chega-se à conclusão que, apesar da diferença no percentual das respostas, as três opções tem grande influência na decisão do cliente em optar por lojas virtuais. Tanto pelo menor preço, quanto pela facilidade de pesquisa e também por não precisar sair de casa. Gráfico 6 Os sites mais fáceis e elaborados interferem na sua compra 6% % 15% Sim Às vezes Não A elaboração do site é um ponto muito importante na conquista de um cliente, em uma compra é primordial que seja fácil e claro. O cliente não pode ter dificuldades quando for confirmar e muito menos na forma de pagamento da compra, do contrário, poderia levá-lo a desistência. Com base nessas informações, procurou-se identificar qual a visão dos entrevistados em relação a esse aspecto. Conforme apresentado no gráfico, 6% responderam que sim, ou seja, a grande maioria concorda que o layout dos sites interfere na compra. Enquanto 25% acham que às vezes o layout do site interfere, e apenas 15% não concordam, acham que o formato do site não interfere na compra.

7 7 Observando o gráfico, concluí-se que somente 15% dos participantes da pesquisa responderam que não tem influência nenhuma sobre a compra, os sites mais elaborados, ou seja, a grande maioria concorda que isso interfere na sua compra. As empresas estão cada vez mais investindo em sites mais bonitos, chamativos, com fotos mais nítidas dos produtos e informações mais claras. Isso, além de facilitar a visualização do cliente, interfere na sua preferência por comprar em uma devida loja. Gráfico 7 Qual produto costuma comprar pela internet % 25% 18% 5% Aparelhos eletrônicos Vestuário Passeios/viagen s Outros Essa questão procurou identificar quais os tipos de produtos são mais comprados pelos consumidores online. Entre os nossos pesquisados os produtos mais comprados são aparelhos eletrônicos com 52% das respostas, atrás vem vestuário com 25%, em seguida passeios/viagens com 18% e 5% responderam que compram outras coisas. Nota-se que, as pessoas têm uma preferência maior por aparelhos eletrônicos, preferem arriscar menos. Comprar vestuário precisaria provar os tamanhos nem sempre são iguais. Essa questão pode ajudar a empresa Lojasmel, sabendo o que os seus clientes mais compram, podem personalizar os produtos que oferecem em destaque na sua loja virtual. Colocar em seu site ferramentas de busca, onde os clientes terão maior facilidade para achar o que desejam. Todo e qualquer detalhe que facilite a compra dos consumidores é um grande investimento na fidelização desse futuro cliente. As pessoas estão buscando lojas de fácil acesso, sem complicação, que ofereça o que ela procura sem precisar de muito trabalho. Se existe uma loja que ofereça tudo isso ao consumidor, tem a grande possibilidade de sucesso nas vendas online.

8 8 CONCLUSÃO Tal artigo teve como ideia principal identificar por meio de pesquisa a satisfação, preferências e ideias dos clientes em relação a compras pela internet, através de um estudo de caso descobrimos a faixa etária e sexo das pessoas que mais compram, não chegamos a um resultado muito diferente do esperado, as mulheres são as maiores consumidoras, na idade entre os 26 e 5 anos. Um fator a ser explorado pela empresa foi tentar atingir mais o público masculino, os jovens e os idosos. Através da aplicação do questionário, analisando os gráficos dos resultados obtidos, observa-se que, de um modo geral, eles revelam um quadro positivo na opinião da maioria dos pesquisados, que estão satisfeitos com a empresa e com seus produtos. Concluímos que as mesmas pessoas que compram em lojas físicas, também compram em lojas online. A preferência ainda é pelas lojas físicas, porém esse percentual está mudando, e a tendência é mudar mais ainda. Os consumidores estão descobrindo a praticidade das compras online, onde podem comprar em qualquer momento e lugar, sem filas, sem demora, com maior conforto e comodidade. REFERÊNCIAS Alves, l vencendo na economia digital são Paulo makron books 212 pg 25. BLUMENSCHEIN, A.; FREITAS, L. C. Manual Simplificado de Comércio Eletrônico, atlas São Paulo, 2, pg..57/58. BERTAGLIA, P.R. Logística e gerenciamento da cadeia de abastecimento. São Paulo: saraiva. 213, pg. 18. CHING, Hong Yuh. Gestão de estoque na cadeia de logística integrada supply chain. 2ª edição. São Paulo: Atlas, 21. pg.17 TORRES, CLÁUDIO. Guia Prático de Marketing na Internet para Pequenas Empresas, 21. pg.12. VENETIANER, Tom. Como vender seu peixe na Internet: um guia prático de marketing e comércio eletrônicos. Rio de Janeiro: Campus, 1999, pg 61.

PERFIL DOS USUÁRIOS DE E-COMMERCE EM GUAÍBA

PERFIL DOS USUÁRIOS DE E-COMMERCE EM GUAÍBA PERFIL DOS USUÁRIOS DE E-COMMERCE EM GUAÍBA João Antonio Jardim Silveira 1 Amilto Muller ¹ Luciano Fagundes da Silva ¹ Luis Rodrigo Freitas ¹ Marines Costa ¹ RESUMO O presente artigo apresenta os resultados

Leia mais

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce).

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). A natureza global da tecnologia, a oportunidade de atingir

Leia mais

E-COMMERCE COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR FRENTE ÀS TRANSAÇÕES ON-LINE 1. Tahinan Pattat 2, Luciano Zamberlan 3.

E-COMMERCE COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR FRENTE ÀS TRANSAÇÕES ON-LINE 1. Tahinan Pattat 2, Luciano Zamberlan 3. E-COMMERCE COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR FRENTE ÀS TRANSAÇÕES ON-LINE 1 Tahinan Pattat 2, Luciano Zamberlan 3. 1 Trabalho de conclusão de curso de Administração da Unijuí 2 Aluno do Curso de Administração

Leia mais

O que é comércio eletrônico?

O que é comércio eletrônico? COMÉRCIO ELETRÔNICO O que é comércio eletrônico? O comércio eletrônico ou e-commerce é a compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da Internet, onde as chamadas Lojas Virtuais oferecem seus produtos

Leia mais

Americanas.com x Lojas Americanas 1

Americanas.com x Lojas Americanas 1 Americanas.com x Lojas Americanas 1 Rayra Costa da SILVA 2 Gabriela Lima RIBEIRO 3 Hugo Osvaldo ACOSTA REINALDO 4 Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE RESUMO Mesmo que no site Americanas.com haja

Leia mais

COMÉRCIO DE RUA É O PREFERIDO ENTRE OS MORADORES DA GRANDE VITÓRIA

COMÉRCIO DE RUA É O PREFERIDO ENTRE OS MORADORES DA GRANDE VITÓRIA COMÉRCIO DE RUA É O PREFERIDO ENTRE OS MORADORES DA GRANDE VITÓRIA Priscila Zanotti Pizol e Luciana Zamprogne A Futura foi às ruas para saber mais a respeito do setor varejista da Grande Vitória, conhecer

Leia mais

Fabrício Nogueira KPL

Fabrício Nogueira KPL Esta publicação, escrita por Fabrício Nogueira, sócio-diretor da KPL, tem como principal objetivo discutir o serviço de SAC em lojas virtuais. Ele funciona como um guia de boas práticas de atendimento

Leia mais

livrarias. No Brasil, o mercado livreiro é um dos melhores do mundo.

livrarias. No Brasil, o mercado livreiro é um dos melhores do mundo. Universidade Castelo Branco O PROCESSO DE EVOLUÇÃO DO E-COMMERCE DA SARAIVA RUAN CAÍQUE DE JESUS SIMAS Orientação: Prof.ª Carla Mota. Rio de Janeiro, jun. 2014 Introdução O comercio varejista brasileiro

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof. Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof. Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof. Odilon Zappe Jr Vantagens e Desvantagens do Comércio Eletrônico Vantagens Aumento do número de contatos da empresa com fornecedores e com outras empresas do mesmo ramo, e

Leia mais

Faculdade de Tecnologia Senac Goiás. Alunos: Erik de Oliveira Douglas Ferreira, Raphael Beghelli, João Victor Alves. Professor : Diogo Ananias

Faculdade de Tecnologia Senac Goiás. Alunos: Erik de Oliveira Douglas Ferreira, Raphael Beghelli, João Victor Alves. Professor : Diogo Ananias Faculdade de Tecnologia Senac Goiás. Alunos: Erik de Oliveira Douglas Ferreira, Raphael Beghelli, João Victor Alves. Professor : Diogo Ananias CONSULTORIA COMÉRCIO ELETRÔNICO CONSULTORIA PARA IMPLANTAÇÃO

Leia mais

FOZ$DO$IGUAÇU,$2015$!

FOZ$DO$IGUAÇU,$2015$! FOZDOIGUAÇU,2015 XXVIENANGRAD ESTUDO DO PERFIL DE ESTUDANTES EM ADMINISTRAÇÃO E SUA FAMILIARIDADE COM O E-COMMERCE. Osmar Meira de Souza Junior José Mauro de Sousa Balbino Rafaela Módolo de Pinho 1" ESTUDODOPERFILDEESTUDANTESEMADMINISTRAÇÃOESUAFAMILIARIDADECOMO

Leia mais

Evolução e Gerenciamento do Comércio Eletrônico

Evolução e Gerenciamento do Comércio Eletrônico Evolução e Gerenciamento do Comércio Eletrônico Ana Carolina de Almeida anacarolina@snt.com.br UBM Djavan Wallace Almeida Dias djavandias@gmail.com UBM Jonas de Souza Carvalho jonass_carvalho@hotmail.com

Leia mais

Qualidade e o Atendimento na Prestação de Serviço: Um estudo de caso na empresa SECOM

Qualidade e o Atendimento na Prestação de Serviço: Um estudo de caso na empresa SECOM Qualidade e o Atendimento na Prestação de Serviço: Um estudo de caso na empresa SECOM Claudineia Lima de MOURA¹ RGM 081712 claudineia_18@yahoo.com.br Dayane Cristina da SILVA¹ RGM 080225 day_4791@hotmail.com

Leia mais

MARKETING NA INTERNET

MARKETING NA INTERNET MARKETING NA INTERNET HUGO HOCH CONSULTOR DE MARKETING ER. BAURU SEBRAE-SP hugoh@sebraesp.com.br Marketing na Internet O que é? o Marketing na Internet, também referido como: i-marketing, web marketing,

Leia mais

Vantagens e desvantagens dos livros eletrônicos se comparado com os livros impressos (físicos) na opinião do público

Vantagens e desvantagens dos livros eletrônicos se comparado com os livros impressos (físicos) na opinião do público VIII WORKSHOP DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DO CENTRO PAULA SOUZA São Paulo, 9 e 10 de outubro de 2013 Sistemas produtivos: da inovação à sustentabilidade ISSN: 2175-1897 Vantagens e desvantagens dos livros

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Comércio Eletrônico Um breve histórico Comércio compra, venda, troca de produtos e serviços; Incrementado pelos Fenícios, Árabes, Assírios e Babilônios uso

Leia mais

Sistemas web e comércio eletrônico. Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico

Sistemas web e comércio eletrônico. Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico Sistemas web e comércio eletrônico Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico Tópicos abordados Arquitetura do e-commerce Aspectos importantes do e-commerce Modelos de negócios Identificação do modelo

Leia mais

A MOTIVAÇÃO COMO FATOR DE SUCESSO NA ORGANIZAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA MARF

A MOTIVAÇÃO COMO FATOR DE SUCESSO NA ORGANIZAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA MARF A MOTIVAÇÃO COMO FATOR DE SUCESSO NA ORGANIZAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA MARF Danilo Domingos Gonzales Simão 1 Fábio Augusto Martins Pereira 2 Gisele Maciel de Lima 3 Jaqueline de Oliveira Rocha 4

Leia mais

1 Descrição do Problema 1.1.Introdução

1 Descrição do Problema 1.1.Introdução 14 1 Descrição do Problema 1.1.Introdução Desde a década de 90, a Internet tem-se mostrado importante instrumento na vida cotidiana do consumidor, não somente para ampliar a pesquisa de informações sobre

Leia mais

ESTAMOS PREPARADOS PARA LIDAR COM O NOVO CONSUMIDOR DO E- COMMERCE E O MUNDO DIGITAL?

ESTAMOS PREPARADOS PARA LIDAR COM O NOVO CONSUMIDOR DO E- COMMERCE E O MUNDO DIGITAL? ESTAMOS PREPARADOS PARA LIDAR COM O NOVO CONSUMIDOR DO E- COMMERCE E O MUNDO DIGITAL? SANTOS, J. G. O. GRADUANDO EM ADMINISTRAÇÃO PELA FACULDADE AGES Lattes: http://lattes.cnpq.br/2990422158230715 O padrão

Leia mais

GERENCIAMENTO DO RELACIONAMENTO COM O CONSUMIDOR E COMÉRCIO ELETRÔNICO

GERENCIAMENTO DO RELACIONAMENTO COM O CONSUMIDOR E COMÉRCIO ELETRÔNICO GERENCIAMENTO DO RELACIONAMENTO COM O CONSUMIDOR E COMÉRCIO ELETRÔNICO Alessandra Moschen Clayton do Espírito Santo Maurício Maynard do Lago Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Área temática:

Leia mais

Nível de Satisfação dos Clientes da Empresa Visual Mídia Formação Profissional: Um Estudo de Caso.

Nível de Satisfação dos Clientes da Empresa Visual Mídia Formação Profissional: Um Estudo de Caso. 1 Nível de Satisfação dos Clientes da Empresa Visual Mídia Formação Profissional: Um Estudo de Caso. Daiane Maria ALONGE 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ 2 Resumo Com a atual concorrência, entender os desejos

Leia mais

Satisfação dos consumidores: estudo de caso em um supermercado de Bambuí/MG

Satisfação dos consumidores: estudo de caso em um supermercado de Bambuí/MG Satisfação dos consumidores: estudo de caso em um supermercado de Bambuí/MG Ana Clara Rosado Silva (1) ; Daiane Oliveira Borges (2) ; Tatiana Morais Leite (3) ; Vanessa Oliveira Couto (4) ; Patrícia Carvalho

Leia mais

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja.

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja. Com a consolidação do comércio eletrônico no Brasil e mundo, fica cada vez mais claro e a necessidade de estar participando, e mais a oportunidade de poder aumentar suas vendas. Mas é claro que para entrar

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DAS CRIANÇAS 2013

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DAS CRIANÇAS 2013 RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DAS CRIANÇAS 2013 CONVÊNIO UCDB-ACICG 20/09/2013 RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DAS CRIANÇAS 2013 CONVÊNIO UCDB-ACICG Professores

Leia mais

72h/a Teórica Prática Total Teórica Prática Total. 2h/a 2h/a 4h/a 36h/a 36h/a 72h/a 4

72h/a Teórica Prática Total Teórica Prática Total. 2h/a 2h/a 4h/a 36h/a 36h/a 72h/a 4 CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ Disciplina Negócios e Comércio Eletrônico Curso Administração Professor (a) Msc. Adolfo F. de O. Colares Carga Horária Semanal Carga Horária Semestral 4h/a 72h/a Teórica

Leia mais

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida Unidade IV MERCADOLOGIA Profº. Roberto Almeida Conteúdo Aula 4: Marketing de Relacionamento A Evolução do Marketing E-marketing A Internet como ferramenta As novas regras de Mercado A Nova Era da Economia

Leia mais

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES): EBERSON EVANDRO DA SILVA GUNDIN, PAULO

Leia mais

O CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL

O CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL O CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL Março 2015 1. PANORAMA DO CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL Eletroeletrônicos, livros e calçados foram os itens mais comprados em 2014. Índice de satisfação do consumidor virtual brasileiro

Leia mais

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino.

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino. A TERCEIRA EDIÇÃO DA CAMPUS PARTY BRASIL, REALIZADA EM SÃO PAULO ENTRE OS DIAS 25 E 31 DE JANEIRO DE 2010, REUNIU QUASE 100 MIL PARTICIPANTES PARA DISCUTIR AS TENDÊNCIAS DA INTERNET E DAS MÍDIAS DIGITAIS.

Leia mais

Toda estratégia que visa melhorar vendas tem como objetivo final a retenção e fidelização de clientes. Por isso, conhecer em detalhes o público-alvo,

Toda estratégia que visa melhorar vendas tem como objetivo final a retenção e fidelização de clientes. Por isso, conhecer em detalhes o público-alvo, Toda estratégia que visa melhorar vendas tem como objetivo final a retenção e fidelização de clientes. Por isso, conhecer em detalhes o público-alvo, suas necessidades e preferências, é o primeiro passo

Leia mais

Pesquisa Mercadológica para Lançamento do serviço e-commerce da Drogaria Araújo 1

Pesquisa Mercadológica para Lançamento do serviço e-commerce da Drogaria Araújo 1 Pesquisa Mercadológica para Lançamento do serviço e-commerce da Drogaria Araújo 1 Felipe Schepers Santos MELO 2 Bruno Cassimiro SILVA 3 Eduardo José Braga FILHO 4 Felipe Nolasco REGO 5 Geanderson Roriz

Leia mais

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Empresa MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Nossa filosofia e oferecer ferramentas de gestão focadas na

Leia mais

Dia das Crianças 2013 - ACIT

Dia das Crianças 2013 - ACIT NÚCLEO DE PESQUISAS ECONÔMICO-SOCIAIS NUPES DEPARTAMENTO DE ECONOMIA, CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO. PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E RELAÇÕES COMUNITÁRIAS UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ Dia das Crianças 2013 - ACIT

Leia mais

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR CONTEÚDO 1 2 3 4 5 6 Por que as empresas precisam estar conectadas ao mundo mobile Como os aplicativos mobile podem atrair mais clientes. Como os aplicativos

Leia mais

Ana Claudia M. dos SANTOS 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ 2

Ana Claudia M. dos SANTOS 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ 2 O desempenho do processo de recrutamento e seleção e o papel da empresa neste acompanhamento: Um estudo de caso na Empresa Ober S/A Indústria E Comercio Ana Claudia M. dos SANTOS 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRA NATAL 2014

INTENÇÃO DE COMPRA NATAL 2014 1 INTENÇÃO DE COMPRA NATAL 2014 2 Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande Intenção de Compra para o Natal 2014 Rua Venâncio Borges do Nascimento, 377 Jardim Tv Morena Campo Grande - MS, 79050-700 Fone:

Leia mais

10 Ideias de Promoções infalíveis para o Natal

10 Ideias de Promoções infalíveis para o Natal 10 Ideias de Promoções infalíveis para o Natal Ou para qualquer outra data que você desejar uma boa promoção! Este é um BÔNUS Grátis oferecido pelo Blog: Introdução Várias datas comemorativas representam

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO UM BREVE HISTÓRICO COMÉRCIO ELETRÔNICO O comércio sempre existiu desde que surgiram as sociedades. Ele é dito como o processo de comprar, vender e trocar produtos e serviços. Inicialmente praticado pelos

Leia mais

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS.

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

Comparativo entre os meios de comunicação para atingir 50 milhões de usuários

Comparativo entre os meios de comunicação para atingir 50 milhões de usuários Comparativo entre os meios de comunicação para atingir 50 milhões de usuários Fonte: TAKAHASHI, 2000; VEJA ONLINE, 2006 Definições de comércio eletrônico/e-business E - BUSINESS, acrônimo do termo em

Leia mais

Perguntas Frequentes. Distribuidores

Perguntas Frequentes. Distribuidores Perguntas Frequentes Distribuidores O que é o site Compre Lista Escolar? É um site que possui um sistema desenvolvido, exclusivamente, para que distribuidores possam realizar vendas de livros escolares

Leia mais

A empresa digital: comércio e negócios eletrônicos

A empresa digital: comércio e negócios eletrônicos Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 06 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

E-commerce: a transformação do internauta em consumidor

E-commerce: a transformação do internauta em consumidor E-commerce: a transformação do internauta em consumidor Keyti Tamyris Simões Leite (FATEB) keyti.tamyris@gmail.com Camila Lopes Ferreira (FATEB/UTFPR) cmilalf@bol.com.br Resumo: Muitas empresas estão optando

Leia mais

RECONHECIMENTO, OPORTUNIDADES E AUTONOMIA COMO FATOR MOTIVACIONAL. UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA MARF.

RECONHECIMENTO, OPORTUNIDADES E AUTONOMIA COMO FATOR MOTIVACIONAL. UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA MARF. RECONHECIMENTO, OPORTUNIDADES E AUTONOMIA COMO FATOR MOTIVACIONAL. UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA MARF. Danilo Domingos Gonzales Simão 1 Fábio Augusto Martins Pereira 2 Gisele Maciel de Lima 3 Jaqueline

Leia mais

Ganhe Dinheiro na Internet

Ganhe Dinheiro na Internet Prof. Dr. José Dornelas www.planodenegocios.com.br Bem-vindoà versão de demonstração do curso! Vocêpoderá conferir alguns vídeos do curso antes de efetuar sua compra Prof. Dr. José Dornelas www.planodenegocios.com.br

Leia mais

Utilização do comércio eletrônico como elemento facilitador da sociedade

Utilização do comércio eletrônico como elemento facilitador da sociedade Utilização do comércio eletrônico como elemento facilitador da sociedade Prof. Esp. Lângesson Lopes da Silva. Professor da Faculdade José Augusto Vieira. e-mail: prof_langesson@yahoo.com.br Cleide Ane

Leia mais

VENDAS DIRETAS COMO UMA FORMA DE EMPREENDER RESUMO

VENDAS DIRETAS COMO UMA FORMA DE EMPREENDER RESUMO 146 VENDAS DIRETAS COMO UMA FORMA DE EMPREENDER Carolina Guimarães de Souza Eliane Vargas de Campos RESUMO O presente artigo tem como objetivo conhecer o processo de Vendas Diretas, suas principais características

Leia mais

Artigo: Um olhar feminino na Internet

Artigo: Um olhar feminino na Internet Artigo: Um olhar feminino na Internet Por Tatiane Pocai Dellapiazza - aluna do primeiro ano do Curso de Comunicação Social - Centro UNISAL - Americana. Introdução: O Brasil chega perto de comemorar seu

Leia mais

A SATISFAÇÃO DOS CLIENTES DE UMA TRANSPORTADORA DA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO

A SATISFAÇÃO DOS CLIENTES DE UMA TRANSPORTADORA DA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 A SATISFAÇÃO DOS CLIENTES DE UMA TRANSPORTADORA DA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO Marcelo Cristian Vieira 1, Carolina Zavadzki Martins 2,Gerliane

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRA DIA DAS CRIANÇAS 2014

INTENÇÃO DE COMPRA DIA DAS CRIANÇAS 2014 PE MPRA DIA DAS CRIANÇAS 2014 1 MPRA DIA DAS CRIANÇAS 2014 PE MPRA DIA DAS CRIANÇAS 2014 2 Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande Intenção de Compra para o Dia das Crianças 2014 Rua Venâncio Borges do

Leia mais

A Importância do CRM nas Grandes Organizações Brasileiras

A Importância do CRM nas Grandes Organizações Brasileiras A Importância do CRM nas Grandes Organizações Brasileiras Por Marcelo Bandeira Leite Santos 13/07/2009 Resumo: Este artigo tem como tema o Customer Relationship Management (CRM) e sua importância como

Leia mais

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1 2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Fundamentos da Vantagem Estratégica ou competitiva Os sistemas de informação devem ser vistos como algo mais do que um conjunto de tecnologias que apoiam

Leia mais

Apostila. Comércio Eletrônico. e-commerce. Professor: Edson Almeida Junior. Comércio Eletrônico

Apostila. Comércio Eletrônico. e-commerce. Professor: Edson Almeida Junior. Comércio Eletrônico Apostila Comércio Eletrônico e-commerce Professor: Edson Almeida Junior Material compilado por Edson Almeida Junior Disponível em http://www.edsonalmeidajunior.com.br MSN: eajr@hotmail.com E-Mail: eajr@hotmail.com

Leia mais

Evolução do Desempenho Logístico no Varejo Virtual do Brasil

Evolução do Desempenho Logístico no Varejo Virtual do Brasil Evolução do Desempenho Logístico no Varejo Virtual do Brasil Leonardo Uehara Resumo Este artigo apresenta a evolução do desempenho logístico no setor de e-commerce B2C no Brasil ao longo do ano de 2000.

Leia mais

TÍTULO: DESAFIOS DO JOVEM EMPREEDEDOR EM GENERAL SALGADO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

TÍTULO: DESAFIOS DO JOVEM EMPREEDEDOR EM GENERAL SALGADO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO TÍTULO: DESAFIOS DO JOVEM EMPREEDEDOR EM GENERAL SALGADO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES): CAIO DE SOUSA FERREIRA

Leia mais

Livro: E-Commerce na Corda Bamba organização. EGC 9003-11 - Comércio Eletrônico Denise T. Mesquita Nelcimar Ribeiro Modro Prof Luis Alberto Gómez

Livro: E-Commerce na Corda Bamba organização. EGC 9003-11 - Comércio Eletrônico Denise T. Mesquita Nelcimar Ribeiro Modro Prof Luis Alberto Gómez Livro: E-Commerce na Corda Bamba organização EGC 9003-11 - Comércio Eletrônico Denise T. Mesquita Nelcimar Ribeiro Modro Prof Luis Alberto Gómez INTRODUÇÃO Livro anterior: Como vender seu peixe na internet,

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico.

Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico. Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico. TENDÊNCIAS NO COMÉRCIO ELETRÔNICO Atualmente, muitos negócios são realizados de forma eletrônica não sendo necessário sair de casa para fazer compras

Leia mais

Comércio Eletrônico. Comércio Eletrônico. Grau de digitalização. Caracteriza-se Comércio eletrônico pelo grau de digitalização:

Comércio Eletrônico. Comércio Eletrônico. Grau de digitalização. Caracteriza-se Comércio eletrônico pelo grau de digitalização: Comércio Eletrônico FTS Faculdade Taboão da Serra Curso de Administração de Sistemas de Informações Disciplina: Comércio Eletrônico Comércio Eletrônico Caracteriza-se Comércio eletrônico pelo grau de digitalização:

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG 06/08/2012 RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG Professores

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (AULA 04)

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (AULA 04) Prof. Breno Leonardo Gomes de Menezes Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (AULA 04) 1 CRM Sistema de Relacionamento com clientes, também

Leia mais

De Web to Store para Digital in Store

De Web to Store para Digital in Store De Web to Store para Digital in Store Converta seus visitantes online para consumidores offline www.kontestapp.com Introdução O comércio digital e o comércio tradicional evoluem de formas diferentes mas

Leia mais

De Web to Store para Digital in Store

De Web to Store para Digital in Store Livro branco De Web to Store para Digital in Store Converta seus visitantes online para consumidores offline www.kontestapp.com Introdução O comércio digital e o comércio tradicional evoluem de formas

Leia mais

Wagner K. Arendt Coordenador de TI FCDL/SC

Wagner K. Arendt Coordenador de TI FCDL/SC Wagner K. Arendt Coordenador de TI FCDL/SC sua empresa na Internet A criação de um site é uma regra geral para empresas que querem sobreviver em um mercado cada vez mais agressivo e um mundo globalizado,

Leia mais

Administração Mercadológica

Administração Mercadológica Organização Competitiva e Estratégias de Branding Administração Mercadológica Os elementos do mix de marketing Marketing-mix = Composto de MKt = 4P s Estratégia de produto Estratégia de preço Estratégia

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA SKYLACK

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA SKYLACK QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA SKYLACK Jéssica Fernanda Torres 1 Larissa Custódio Grosseli 2 Solange Suffi Barbosa 3 Edson Leite Lopes Gimenez 4 RESUMO A qualidade de vida no

Leia mais

COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL INTERNA UM ESTUDO DE CASO RESUMO

COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL INTERNA UM ESTUDO DE CASO RESUMO COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL INTERNA UM ESTUDO DE CASO Fábio William da Silva Granado 1 Marluci Silva Botelho 2 William Rodrigues da Silva 3 Prof Ms. Edson Leite Lopes Gimenez 4 RESUMO Realizou-se uma análise

Leia mais

Evolução do Desempenho Logístico no Varejo Virtual do Brasil

Evolução do Desempenho Logístico no Varejo Virtual do Brasil Evolução do Desempenho Logístico no Varejo Virtual do Brasil Leonardo Uehara 1. O e-commerce e a Logística Muitas controvérsias surgem quando se fala no futuro do e-commerce no Brasil. Raríssimas empresas

Leia mais

Portal Utilizado com a evolução das intranets, possibilitam a identificação, e

Portal Utilizado com a evolução das intranets, possibilitam a identificação, e Sistemas de Informação Utilizando Recursos Web Web Economia Uma revolução nas regras de negócios E business Se, em primeiro momento, a grande maioria das empresas entrou na rede apenas para marcar presença

Leia mais

Pesquisa sobre Logística no E-commerce Brasileiro 2013

Pesquisa sobre Logística no E-commerce Brasileiro 2013 Pesquisa sobre Logística no E-commerce Brasileiro 2013 www.brazilpanels.com.br www.abcomm.com.br www.ecommerceschool.com.br Apoio: INTRODUÇÃO A Logística foi escolhida para ser o tema do primeiro estudo

Leia mais

A REAÇÃO DO JOVEM MARINGAENSE FRENTE ÀS PROPAGANDAS QUE INCENTIVAM A PRÁTICA ESPORTIVA ATRAVÉS DA MÍDIA

A REAÇÃO DO JOVEM MARINGAENSE FRENTE ÀS PROPAGANDAS QUE INCENTIVAM A PRÁTICA ESPORTIVA ATRAVÉS DA MÍDIA 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 A REAÇÃO DO JOVEM MARINGAENSE FRENTE ÀS PROPAGANDAS QUE INCENTIVAM A PRÁTICA ESPORTIVA ATRAVÉS DA MÍDIA Ivania Skura 1, Julia Cristina Paixão 2, Joaquim

Leia mais

Nosso Planeta Mobile: Brasil

Nosso Planeta Mobile: Brasil Nosso Planeta Mobile: Brasil Como entender o usuário de celular Maio de 2012 1 Resumo executivo Os smartphones se tornaram indispensáveis para nosso cotidiano. A difusão dos smartphones atinge 14% da população,

Leia mais

F-COMMERCE A REVOLUÇÃO DAS LOJAS VIRTUAIS NO FACEBOOK

F-COMMERCE A REVOLUÇÃO DAS LOJAS VIRTUAIS NO FACEBOOK F-COMMERCE A REVOLUÇÃO DAS LOJAS VIRTUAIS NO FACEBOOK Com o crescimento das mídias sociais, uma modalidade de vendas online que vem ganhando força é o F-commerce, termo usado para definir o comércio eletrônico

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

TÍTULO: UMA ANÁLISE SOBRE O C2C NO MODELO CONVENCIONAL E ELETRÔNICO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

TÍTULO: UMA ANÁLISE SOBRE O C2C NO MODELO CONVENCIONAL E ELETRÔNICO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO TÍTULO: UMA ANÁLISE SOBRE O C2C NO MODELO CONVENCIONAL E ELETRÔNICO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES): ISABELI BONFIM,

Leia mais

Programas de Comunicação Interativa

Programas de Comunicação Interativa Prof. Edmundo W. Lobassi O final do século XX marca uma nova configuração econômica no mundo. A globalização obriga o mercado a posicionar-se de forma diferenciada e esse fato exige, dos anunciantes e

Leia mais

COMO USAR OS VÍDEOS ONLINE PARA ALAVANCAR O MEU E-COMMERCE

COMO USAR OS VÍDEOS ONLINE PARA ALAVANCAR O MEU E-COMMERCE COMO USAR OS VÍDEOS ONLINE PARA ALAVANCAR O MEU E-COMMERCE White Paper com dicas essenciais para quem já trabalha ou pretende trabalhar com vídeos em lojas virtuais. 1 PORQUE USAR VÍDEOS ONLINE NO E-COMMERCE?

Leia mais

E-COMMERCE E COMÉRCIO FÍSICO 1 *

E-COMMERCE E COMÉRCIO FÍSICO 1 * E-COMMERCE E COMÉRCIO FÍSICO 1 * Antonio Wilson Nogueira Filgueiras UEMG Unidade Carangola Henrique Santos Pinheiro UEMG Unidade Carangola Márcio Ferreira dos Passos UEMG Unidade Carangola Rogério de Oliveira

Leia mais

Como fazer marketing de relacionamento

Como fazer marketing de relacionamento Como fazer marketing de relacionamento O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO. Hábitos e consumo em Santa Catarina

COMÉRCIO ELETRÔNICO. Hábitos e consumo em Santa Catarina COMÉRCIO ELETRÔNICO Hábitos e consumo em Santa Catarina SUMÁRIO Introdução...03 Perfil dos consumidores online...04 Redes sociais...19 Compras coletivas...24 Avaliação das compras pela internet...27 Problemas

Leia mais

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO Fevereiro 2016 A MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO O que mais incomoda no discurso/posição que a mulher

Leia mais

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br MARKETING DIGITAL Ações de comunicação que as empresas podem se utilizar por meio da Internet e da telefonia celular e outros meios digitais para divulgar e comercializar seus produtos, conquistar novos

Leia mais

Modelos de e-commerce

Modelos de e-commerce Comércio Eletrônico Faculdade de Tecnologia SENAC Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Unidade Curricular: Comércio Eletrônico Edécio Fernando Iepsen (edecio@terra.com.br)

Leia mais

A Importância do Marketing nos Serviços da. Área de Saúde - Estratégias utilizadas para fidelizar o cliente

A Importância do Marketing nos Serviços da. Área de Saúde - Estratégias utilizadas para fidelizar o cliente A Importância do Marketing nos Serviços da Área de Saúde - Estratégias utilizadas para fidelizar o cliente Hellen Souza¹ Universidade do Vale do Rio dos Sinos UNISINOS RESUMO Este artigo aborda a importância

Leia mais

PESQUISA SOBRE MERCADO ERÓTICO E SENSUAL BRASILEIRO 2014

PESQUISA SOBRE MERCADO ERÓTICO E SENSUAL BRASILEIRO 2014 PESQUISA SOBRE MERCADO ERÓTICO E SENSUAL BRASILEIRO 2014 www.brazilpanels.com.br www.abeme.com.br www.abcomm.com.br INTRODUÇÃO A pesquisa sobre o Mercado Erótico e Sensual Brasileiro 2014 teve uma iniciativa

Leia mais

20. Minha senha não funciona! Não consigo acessar meu Painel de Negócios e nem comprar em meu Espaço!...12 21. Se consultores e CNOs tiverem dúvida,

20. Minha senha não funciona! Não consigo acessar meu Painel de Negócios e nem comprar em meu Espaço!...12 21. Se consultores e CNOs tiverem dúvida, ÍNDICE 1. O que é a Rede Natura?...04 2. É preciso ser Consultor Presencial para tornar-se um Franqueado Digital?...04 3. Por que a Natura criou a Rede Natura?...04 4. A Rede Natura nasceu incluindo os

Leia mais

EXP Digital, desenvolvendo soluções personalizadas para sua empresa alcançar a melhor performance no mundo virtual.

EXP Digital, desenvolvendo soluções personalizadas para sua empresa alcançar a melhor performance no mundo virtual. EXP Digital, desenvolvendo soluções personalizadas para sua empresa alcançar a melhor performance no mundo virtual. Somos uma empresa especializada em soluções voltadas ao segmento digital como: criação,

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec:Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional Técnica de Nível

Leia mais

Circular de Oferta 5102/ sto Ago

Circular de Oferta 5102/ sto Ago Circular de Oferta Agosto / 2015 Índice Introdução 03 Quem Somos 04 Como funciona o negócio 05 Vantagens de ser constituir uma agência 06 Produtos e serviços 07 Ferramentas de apoio 08 Atividades desempenhadas

Leia mais

40% dos consumidores da Copa das Confederações da FIFA 2013 consideraram a agilidade no atendimento como fator mais importante no comércio

40% dos consumidores da Copa das Confederações da FIFA 2013 consideraram a agilidade no atendimento como fator mais importante no comércio 440mil pequenos negócios no Brasil, atualmente, não utilizam nenhuma ferramenta de gestão, segundo o Sebrae Varejo 2012 27% 67% de comerciantes que não possuíam computadores dos que possuíam utilizavam

Leia mais

Assunto Mulheres e relacionamentos via Internet

Assunto Mulheres e relacionamentos via Internet Assunto Mulheres e relacionamentos via Internet SOPHIA MIND A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência

Leia mais

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

A Logística de Cargas Fracionadas e Novas Configurações do Mercado de Varejo.

A Logística de Cargas Fracionadas e Novas Configurações do Mercado de Varejo. A Logística de Cargas Fracionadas e Novas Configurações do Mercado de Varejo. Cristian Carlos Vicari (UNIOESTE) viccari@certto.com.br Rua Engenharia, 450 Jd. Universitário C.E.P. 85.819-190 Cascavel Paraná

Leia mais

Associação Brasileira de Automação GS1 Brasil

Associação Brasileira de Automação GS1 Brasil Associação Brasileira de Automação GS1 Brasil Estudo o uso do código de barras no Brasil 30 de junho de 2015 Consumidor e o Código de Barras 2 Consumidor e o Código de Barras - Perfil 45% - HOMENS 55%

Leia mais

COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÕES GERENCIAIS UM ESTUDO DE CASO

COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÕES GERENCIAIS UM ESTUDO DE CASO COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÕES GERENCIAIS UM ESTUDO DE CASO Fábio William da Silva Granado 1 Marluci Silva Botelho 2 William Rodrigues da Silva 3 Prof Ms. Edson Leite Lopes Gimenez 4 RESUMO O presente trabalho

Leia mais

O CONSUMIDOR OMNICHANNEL NO BRASIL

O CONSUMIDOR OMNICHANNEL NO BRASIL O CONSUMIDOR OMNICHANNEL NO BRASIL O consumidor omnichannel quer usar todos os canais de compras disponíveis: smartphones, tablets, computadores, televisão, rádio, mala direta, televendas e catálogo. Os

Leia mais

2ª Conferência. Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender. 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI

2ª Conferência. Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender. 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI 2ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI Patrocinador Principal Patrocinadores Globais APDSI Internet, Negócio e Redes Sociais

Leia mais

PERFIL DO PROCURADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO

PERFIL DO PROCURADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA GERAL 8% 8% 8% CORREGEDORIA SECRETARIA GERAL 4% CENTRO DE ESTUDOS 12% PROCURADORIA DE APOIO PROCURADORIA CONSULTIVA 23% PROCURADORIA CONTENCIOSO 37% PROCURADORIA DA FAZENDA PROCURADORIA REGIONAL

Leia mais