Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores. Trabalho Interdisciplinar Semestral. 3º semestre

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores. Trabalho Interdisciplinar Semestral. 3º semestre - 2012.1"

Transcrição

1 Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Trabalho Interdisciplinar Semestral 3º semestre

2 Trabalho Semestral 3º Semestre Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Apresentação Geral Todo e qualquer projeto gerido por uma organização, seja uma empresa, uma ONG ou até mesmo uma igreja, segue um conjunto de premissas para seu perfeito funcionamento e êxito. Estão contidos, neste universo de premissas, características como execução de um conjunto de tarefas em período determinado, ações em equipe envolvendo questões críticas de comunicação e participação, produtos a serem entregues com qualidade pré-estabelecida e, fundamentalmente, a satisfação do cliente. Neste raciocínio, torna-se essencial que sejam simulados em um ambiente educacional todos os aspectos que serão trabalhados em um contexto profissional. Desta forma, o objetivo geral do trabalho interdisciplinar semestral é oportunizar ao aluno o desenvolvimento de suas habilidades e o aprofundamento de seus conhecimentos, além da incorporação de algumas atitudes importantes que devem estar presentes em qualquer profissional, como a criatividade, a organização, o autoaprendizado, a pesquisa e a colaboração interpessoal. Os cursos tecnológicos das Centro Universitário UNIJORGE apresentam uma proposta de formação profissional diferenciada baseada em competências organizadas de forma modular. As competências pretendidas para o egresso são desenvolvidas de maneira gradual. Cada módulo prevê um conjunto de atividades de acordo com a formação das competências e habilidades pretendidas. As atividades são supervisionadas pelos professores e podem ser realizadas tanto em sala de aula como em laboratórios, na biblioteca ou na comunidade, e devem seguir as orientações dos professores das disciplinas envolvidas. Em suma, o trabalho interdisciplinar atua também como uma extensão do trabalho realizado em sala de aula de cada disciplina semestral, contribuindo assim para a construção das competências pretendidas no módulo. Além disso, o trabalho interdisciplinar permite ao aluno demonstrar a aquisição das competências refletidas no domínio do tema trabalhado através de associação dos assuntos estudados durante o curso e do relacionamento dos conteúdos das diversas disciplinas que integram a proposta. Organização deste documento A equipe de professores do Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores procurou ao máximo simplificar este documento para que o mesmo seja de fácil compreensão e assimilação do que deve ser entregue em cada etapa de trabalho durante o semestre de Entretanto, vale a pena conhecer antes a estrutura dos tópicos que compõem o presente documento: Apresentação Geral Acredito que você já tenha lido, fala justamente da importância do trabalho interdisciplinar e sua relação com os módulos que compõem o seu curso. Organização deste documento É justamente o que você deve estar lendo neste momento, mostra a você como este documento está organizado. O que irei construir? - Fala sucintamente e de maneira simplificada o que deve ser entregue como produto final do trabalho interdisciplinar. Página 2 de 15

3 Trabalho Semestral 3º Semestre Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores O que irei aprender? Descreve as habilidades e conhecimentos trabalhados ao longo de seu trabalho interdisciplinar. Quais disciplinas participam? Lista as disciplinas trabalhadas e suas responsabilidades ao longo do trabalho interdisciplinar. Quantos membros comporão uma equipe? Título auto-explicativo, não precisa de maiores detalhamentos. Qual a sistemática do Trabalho Interdisciplinar? Apresenta a metodologia de trabalho e as datas importantes, dentro de um contexto geral. Apresenta também um cronograma total de trabalho para que você possa transferir para sua agenda pessoal. O que fazer em cada disciplina? Apresenta inicialmente um diagrama macro, denominado Estrutura Analítica de Projeto, que nada mais é um simples diagrama mostrando o que deve ser entregue em cada etapa do interdisciplinar. Visualmente, o mesmo funciona como um excelente check-list para que você não se perca ao longo da execução de seu projeto. Logo após, é detalhado os produtos solicitados em cada disciplina. Anexos Geralmente traz alguma informação adicional que será útil ao seu trabalho. O que irei construir? Para o terceiro semestre do Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores foi planejado a entrega de um relatório técnico que descreve as atividades e especificações para implantação e configuração e administração de um ambiente operacional baseado em Linux. Para tanto, devem ser desenvolvidos relatórios técnicos, que apresentem os estudos das soluções pretendidas, compostas pelas análises solicitadas pelas disciplinas participantes para a realização do produto final esperado. O Relatório Técnico deve conter a apresentação da solução (objetivos, justificativa, descrição da solução, considerações técnicas e tecnológicas, problemas enfrentadas e aprendizado da equipe, bibliografia utilizada). É importante frisar que o documento final deve ser entregue impresso, devidamente encadernado e acompanhado de CD com o próprio relatório final em formato digital, além dos códigos de cada ferramenta desenvolvida. O que irei aprender? Muito mais que conhecimentos aprendidos, o fundamental, e o que realmente conta para seu futuro profissional, é o desenvolvimento de atitudes como a organização, postura pró-ativa, criatividade e auto-aprendizado. Considerando as habilidades e conhecimentos previstos para a formação pretendida ao final do segundo módulo do CST em Redes de Computadores, o terceiro semestre do tem como objetivos principais capacitar o aluno a: Página 3 de 15

4 Trabalho Semestral 3º Semestre Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Trabalhar no aluno a capacidade de planejar soluções de Tecnologia baseado em software livre; Capacitar o aluno a personalizar o ambiente de trabalho Linux; Desenvolver a capacidade de programação direcionado a administração de rede; Capacitar o aluno a levantar e analisar estatisticamente os dados de utilização e funcionamento dos serviços de rede; Capacitar o aluno a especificar e configurar serviços de rede. Quais disciplinas participam? Fazem parte desse trabalho as seguintes disciplinas: Sistemas Operacionais de Rede - Linux Tem por função principal desenvolver no aluno o conhecimento do funcionamento do sistema operacional Linux. Esta disciplina terá o trabalho interdisciplinar com uma das notas semestrais. Serviços de Redes Windows Auxiliará no entendimento do funcionamento dos principais serviços de rede em ambiente Windows. Esta disciplina terá o trabalho interdisciplinar com uma das notas semestrais. Serviços de Redes - Linux Auxiliará no entendimento do funcionamento dos principais serviços de rede em ambiente Linux. Esta disciplina terá o trabalho interdisciplinar com uma das notas semestrais. Programação para Administração de Redes Auxiliará no aprimoramento da capacidade de desenvolver soluções de programação para a administração de rede. Esta disciplina terá o trabalho interdisciplinar com uma das notas semestrais. Estatística É a disciplina que oferecerá o apoio para a seleção de cálculos estatísticos para avaliação de desempenho dos serviços de redes. Esta disciplina terá o trabalho interdisciplinar com uma das notas semestrais. Obs: Todos os alunos são obrigados a fazer o trabalho Interdisciplinar, mesmo aqueles que não estão cursando todas as disciplinas participantes. Para os alunos que liberaram disciplinas por equivalência de conteúdo ou já cursaram as mesmas na instituição, é certo que demonstram conhecimento suficiente sobre o assunto visto. Desta forma, o fato de não estarem cursando uma disciplina específica no semestre não será considerada como justificativa para a não elaboração e defesa do trabalho. Página 4 de 15

5 Trabalho Semestral 3º Semestre Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Quantos membros comporão uma equipe? O trabalho deve ser realizado em equipe de até 5 (cinco) alunos cada. Um representante da equipe deverá levar a relação de nomes até a coordenação de curso, registrar a equipe com a nossa secretária e recolher uma versão deste documento devidamente impresso. Obs: Não serão aceitos equipes com número excedente de alunos. Quaisquer modificações devem previamente ser negociadas com os professores em sala de aula ate a primeira entrega. Caso haja mudanças depois dessa data, o aluno terá que fazer o trabalho sozinho. Qual a sistemática do Trabalho Interdisciplinar? É fornecido um prazo (10/02), para que as equipes sejam organizadas e registradas junto ao coordenador do interdisciplinar. As disciplinas que possuem atribuição de nota no trabalho interdisciplinar estarão com as equipes em 2 (dois) encontros durante o semestre, aos sábados caso haja necessidade. Após os encontros, os alunos deverão entregar os produtos solicitados no próximo tópico (o que fazer em cada disciplina?) nas datas máximas de 16/03, 22/05 (este último é o relatório final) no ambiente virtual do moodle. A primeira entrega equivale a 30% da nota do trabalho interdisciplinar, sendo definida por cada disciplina e são avaliados isoladamente por cada disciplina. A nota atribuída, neste caso, é da equipe. Obs: Haverá a seguinte definição de regras para atrasos nas entregas das avaliações: Entrega no prazo correto = trabalho vale 10,0 pontos; Entrega com 1 dia de atraso = trabalho vale 8,0 pontos; Entrega com 2 dias de atraso = trabalho vale 6,0 pontos; Entrega com 3 dias de atraso = trabalho vale 4,0 pontos; Entrega com 4 dias de atraso = trabalho vale 2,0 pontos. Entrega com 5 ou mais dias de atraso = Trabalho não mais aceito. As equipes deverão entregar um CD (documentos) - para histórico do curso, na data da banca. A entrega deve acontecer no momento da defesa da equipe e protocolada. Os melhores trabalhos serão selecionados para apresentação para o público interno e externo no evento de abertura do trabalho interdisciplinar no início do próximo semestre. As equipes deverão defender seus trabalhos na semana de 11 de Junho a 15 de Junho, diante de uma banca formada com todos os professores do semestre correspondente ao projeto. Esta defesa corresponde a 60% da nota final e deverá ser feita argüindo individualmente os membros da equipe, quando qualquer professor considerar necessário. A Página 5 de 15

6 Trabalho Semestral 3º Semestre Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores nota atribuída por cada professor, neste caso, é INDIVIDUAL e atribuída individualmente a cada componente da equipe. É importante frisar que os professores deverão escrever um relatório sobre o acompanhamento do trabalho durante o semestre, pontuando considerações sobre as equipes (presença, pontualidade, cumprimento das demandas feitas, participação individual dos alunos das equipes) que será utilizado para a construção da nota de participação. Este relatório ajudará na seleção dos alunos e posterior perguntas à banca de avaliação de trabalhos. Observações importantes: Em nenhuma hipótese a Coordenação do Curso receberá algum trabalho fora do formato estabelecido ou da data estabelecida no cronograma. Os alunos receberão 0,0 (zero) como nota do trabalho. É obrigatória a presença de todos os membros da equipe em todas as atividades previstas no cronograma. Obs: Plágio é crime e por consequência, trabalhos tidos como plágio (10% ou mais do seu conteúdo) terão suas notas atribuídas a ZERO em todas as matérias a que cada aluno faça parte. Estará disponível no MOODLE uma comunidade especialmente criada para o trabalho interdisciplinar. Todos os arquivos necessários estarão disponíveis no site, além de espaço para fórum e troca de idéias entre as equipes e professores. Página 6 de 15

7 Trabalho Semestral 3º Semestre Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Quadro Resumo - Cronograma Geral Atividade Local Data Evento de Abertura do Trabalho Interdisciplinar Primeiro encontro com professores Segundo encontro com professores Entrega preliminar de produto primeiro encontro Entrega final, como orientado acima Sala de aula Sala de aula moodle moodle 31/Janeiro 03/Fevereiro 16 Março até 21:00hs 22 Maio até 21:00hs Banca de avaliação Sala de Aula 11 de Junho a 15 de Junho Composição da Nota Final: Disciplina Nota da entrega do primeiro encontro 3 Nota da entrega do trabalho final 3 Banca de avaliação 4 Total 10 Peso Página 7 de 15

8 Trabalho Semestral 3º Semestre Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Carga Horária estabelecida por atividade: Atividade Pesquisa bibliográfica, fichamento, preparação dos relatórios parciais e finais. Acompanhamento do professor (sábado - encontros) Evento de abertura Banca de Avaliação Evento final Total Carga Horária Semestral Prevista 60hs semestrais 6hs 2hs 8hs 4hs 80hs Professor Responsável pelo Interdisciplinar: Semestre Primeiro Semestre Segundo Semestre Terceiro Semestre Quarto Semestre Quinto Semestre Professor Laucides Damasceno Antônio Carlos Arleys Castro Társio Cavalcante Társio Cavalcante Página 8 de 15

9 Trabalho Interdisciplinar Sistemas Operacionais de Redes - Linux Objetivos específicos: Desenvolver o conhecimento do funcionamento interno do Linux e dos pacotes que compõem sua distribuição Produtos por Entrega: Encontros Atividade Resultado a Entregar Encontro 1 Encontro 2 Levantar as aplicações que podem ser usadas pela empresa para otimizar sua produtividade e segurança. Levantar as soluções de software livre existentes ou não na distribuição Linux adotada. Criar ambiente de teste. Relatório das necessidades de software da empresa, com definição dos itens a serem utilizados como critério de escolha Comparação técnica das soluções levantadas e indicadas para atender as necessidades da empresa. Cenário virtual para validação e teste. Página 9 de 15

10 Trabalho Interdisciplinar Serviços de Rede - Windows Objetivos específicos: Capacitar o aluno a planejar, instalar e configurar os principais serviços de redes, Produtos por Entrega: Encontros Atividade Resultado a Entregar Encontro 1 Encontro 2 Levantar os serviços e funcionalidades de rede necessários para atender requisitos da empresa. Levantar e homologar o procedimento de instalação e configuração dos serviços e administração. Relatório dos serviços e funcionalidades especificadas, com comparação e critérios de seleção. Protocolo de instalação e configuração e administração diária dos serviços e funcionalidades especificadas. Cenário virtual para validação e teste. Página 10 de 15

11 Trabalho Interdisciplinar Serviços de Rede - Linux Objetivos específicos: Capacitar o aluno a planejar, instalar e configurar os principais serviços de redes, Produtos por Entrega: Encontros Atividade Resultado a Entregar Encontro 1 Encontro 2 Levantar os serviços e funcionalidades de rede necessários para atender requisitos da empresa. Levantar e homologar o procedimento de instalação e configuração dos serviços e administração. Relatório dos serviços e funcionalidades especificadas, com comparação e critérios de seleção. Protocolo de instalação e configuração e administração diária dos serviços e funcionalidades especificadas. Cenário virtual para validação e teste. Página 11 de 15

12 Trabalho Interdisciplinar Programação para administração de rede Objetivos específicos: Capacitar o aluno a desenvolver soluções de software para auxiliar nas atividades de administração de rede do dia a dia. Produtos por Entrega: Encontros Atividade Resultado a Entregar Encontro 1 Pesquisar as atividades administrativas voltadas a gerência de servidores Windows e da linguagem VBScript. Planejar uma biblioteca de scripts para realizar as tarefas administrativas em ambiente Windows. Encontro 2 Pesquisar as atividades administrativas voltadas a gerência de servidores Linux e da linguagem Bash. Planejar uma biblioteca de scripts para realizar as tarefas administrativas em ambiente Linux. Conjunto de scripts, bem comentados para realizar cada uma das atividades levantadas durante essa etapa. Conjunto de scripts, bem comentados para realizar cada uma das atividades levantadas durante essa etapa. Página 12 de 15

13 Trabalho Interdisciplinar Estatística Objetivos específicos: Cada equipe deverá ser capaz de organizar seu trabalho, de acordo com as seguintes premissas: Definição cuidadosa do problema. Formulação de um plano para a coleta das unidades de observação (amostragem). Coleta, resumo e apresentação das unidades de observação ou de seus valores numéricos (Tabelas, Gráficos). Análise dos resultados (Explicação dos questionamentos atribuídos de acordo com a base de dados em questão). Divulgação de relatório com as conclusões, de modo que sejam facilmente entendidas por quem as for usar para a tomada de decisões. Produtos por Entrega: Encontros Atividade Resultado a Entregar Encontro 1 Encontro 2 Avaliar coesão entre as estatísticas e as variáveis da base de dados em estudo.avaliar se os membros iniciaram a pesquisa sobre o tema dos dados amostrais. Verificação do contexto já elaborado e avaliação da resolução dos questionamentos feitos no trabalho. Tipo de amostragem, Introdução, definição das tarefas por membros da equipe, análise dos dados. Checagem com as equipes dos trabalhos se todas as hipóteses foram respondidas, avaliação de gráficos e tabelas desenvolvidas, análise dos dados e pontos a serem melhorados. Relatório de Avaliação de Coesão entre as estatísticas e as variáveis da base de dados em estudo. Relatório contendo hipóteses respondidas, avaliação de gráficos e tabelas desenvolvidas, análise dos dados e pontos a serem melhorados. Página 13 de 15

14 Trabalho Interdisciplinar ANEXOS Página 14 de 15

15 Trabalho Interdisciplinar Anexo A - Caso Original Uma grande empresa do mercado, com histórico de atuação bem sucedido em plataforma proprietária, decide criar um novo departamento que irá atuar no mercado emergente de software livre. Para garantir o sucesso da empreitada, ela decidiu contratar uma consultoria que deverá elaborar um conjunto de produtos e soluções que serão adotadas como carro chefe de venda para o departamento. O departamento deverá funcionar como o seu próprio showroom, tendo um ambiente de produção completamente Linux. A sua equipe foi a escolhida para realizar o serviço e deverá: a) Especificar os sistemas operacionais e os serviços a serem utilizados; b) Elaborar os procedimento de instalação e configuração dos servidores Linux: c) Elaborar os script de administração das atividades diárias dos Servidores; d) Levantar e explicar que parâmetros estatísticos podem serão utilizados como apoio a administração de recursos, e exemplificar como devem ser tratados/manipulados. Página 15 de 15

Curso Superior de Tecnologia em Desenvolvimento de Software. Trabalho Interdisciplinar Semestral. 2º semestre 2011.2

Curso Superior de Tecnologia em Desenvolvimento de Software. Trabalho Interdisciplinar Semestral. 2º semestre 2011.2 Curso Superior de Tecnologia em Desenvolvimento de Software Trabalho Interdisciplinar Semestral 2º semestre 2011.2 Um por todos e todos por um 1. Apresentação Geral Todo e qualquer projeto gerido por uma

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS Administração 5ª Série Administração de Recursos Humanos I A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensinoaprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto

Leia mais

REGULAMENTO DE PRÁTICA EDUCACIONAL Curso de Letras Português e Inglês Licenciatura Currículo: 12172010LI

REGULAMENTO DE PRÁTICA EDUCACIONAL Curso de Letras Português e Inglês Licenciatura Currículo: 12172010LI Fundamentação Legal REGULAMENTO DE PRÁTICA EDUCACIONAL PARECER CNE/CP 28/2001, DE 02 DE OUTUBRO DE 2001 - Dá nova redação ao Parecer CNE/CP 21/2001, que estabelece a duração e a carga horária dos cursos

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( X ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Disciplina Professor

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 1ª série Empreendedorismo Administração A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensino-aprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto de atividades

Leia mais

Guia do Aluno da Graduação Personalizada em Gestão da Tecnologia da Informação

Guia do Aluno da Graduação Personalizada em Gestão da Tecnologia da Informação Guia do Aluno da Graduação Personalizada em Gestão da Tecnologia da Informação Prezado Aluno, Seja bem-vindo à Graduação Personalizada em Gestão da Tecnologia da Informação! Antes de dar início à sua graduação

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR 1º SEMESTRE P101 Desenvolvimento Web 80 CE05 CE06 P102 Língua Portuguesa 40 CG08 CG13 P103 Algoritmos e Lógica de Programação 80

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE REDES

DESCRITIVO TÉCNICO INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE REDES DESCRITIVO TÉCNICO INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE REDES 39 A, por resolução do seu Comitê Técnico, em acordo com o Estatuto e as Regras da Competição, adotou as exigências mínimas que seguem no tocante a esta

Leia mais

REGULAMENTO DE PRÁTICA EDUCACIONAL Curso de Letras Português e Inglês - Licenciatura Currículo: 12172014LI

REGULAMENTO DE PRÁTICA EDUCACIONAL Curso de Letras Português e Inglês - Licenciatura Currículo: 12172014LI Fundamentação Legal REGULAMENTO DE PRÁTICA EDUCACIONAL PARECER CNE/CP 28/2001, DE 02 DE OUTUBRO DE 2001 - Dá nova redação ao Parecer CNE/CP 21/2001, que estabelece a duração e a carga horária dos cursos

Leia mais

Guia de Recursos e Funcionalidades

Guia de Recursos e Funcionalidades Guia de Recursos e Funcionalidades Sobre o Treasy O Treasy é uma solução completa para Planejamento e Controladoria, com o melhor custo x benefício do mercado. Confira alguns dos recursos disponíveis para

Leia mais

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para:

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para: Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para: Técnico em Informática na Formação de Instrutores Carga Horária: 1000 horas Estágio Curricular:

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR 2º PERÍODO Tecnologia em Segurança da Informação GOIÂNIA 2015-1 Coordenadora do Curso: Alice Mota Faleiro Professor coorientador: Olegário Correa

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA A PROGRAMAS ESPECIAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA A PROGRAMAS ESPECIAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA A PROGRAMAS ESPECIAIS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA - CONSULTOR POR PRODUTO TOR/FNDE/DTI/MEC

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS APRESENTAÇÃO ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS Breve histórico da instituição seguido de diagnóstico e indicadores sobre a temática abrangida pelo projeto, especialmente dados que permitam análise da

Leia mais

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno 1 MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno Acessando o sistema 1- Para acessar a Faculdade Interação Americana Virtual digite o seguinte endereço: http://ead.fia.edu.br/

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS Tecnologia em Redes de Computadores 4ª Série Gerência de Redes A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensinoaprendizagem desenvolvido por meio de um

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés REGULAMENTO DOS PROJETOS DE SOFTWARE DA FACULDADE PRESIDENTE ANTONIO CARLOS DE AIMORÉS Regulamenta o desenvolvimento dos Projetos de Software do Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Leia mais

Caro(a) aluno(a), Estaremos juntos nesta caminhada. Coordenação NEO

Caro(a) aluno(a), Estaremos juntos nesta caminhada. Coordenação NEO Caro(a) aluno(a), seja bem-vindo às Disciplinas Online da Faculdade Presidente Antônio Carlos de Bom Despacho e Faculdade de Educação de Bom Despacho. Em pleno século 21, na era digital, não poderíamos

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 5ª. Série Programação e Design para Web A atividade prática supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem

Leia mais

CURSO: DIREITO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PROJETO INTERDISCIPLINAR. TEMA: (definido pela coordenação de pesquisa) SUBTEMA (escolha do grupo)

CURSO: DIREITO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PROJETO INTERDISCIPLINAR. TEMA: (definido pela coordenação de pesquisa) SUBTEMA (escolha do grupo) CURSO: DIREITO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PROJETO INTERDISCIPLINAR TEMA: (definido pela coordenação de pesquisa) SUBTEMA (escolha do grupo) Coordenador de Pesquisa: Prof. Charley Teixeira Chaves Piumhi, Agosto

Leia mais

Serviço Público. Manutenção e Suporte em Informática

Serviço Público. Manutenção e Suporte em Informática Serviço Público Manutenção e Suporte em Informática Wilson Pedro Coordenador do Curso de Serviço Público etec_sp@ifma.edu.br Carla Gomes de Faria Coordenadora do Curso de Manutenção e Suporte em Informática

Leia mais

REGULAMENTO DO PROJETO EXPERIMENTAL I e II DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

REGULAMENTO DO PROJETO EXPERIMENTAL I e II DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTO DO PROJETO EXPERIMENTAL I e II DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades relacionadas

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS CST em Gestão de Recursos Humanos 4ª Série Treinamento e Desenvolvimento A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensinoaprendizagem desenvolvido por

Leia mais

FACULDADE DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO. PROJETO FINAL I e II PLANO DE TRABALHO

FACULDADE DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO. PROJETO FINAL I e II PLANO DE TRABALHO <NOME DO TRABALHO> <Nome do Aluno> <Nome do Orientador> FACULDADE DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO PROJETO FINAL I e II PLANO DE TRABALHO O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) a ser desenvolvido

Leia mais

Módulo Imobiliária. Proposta comercial

Módulo Imobiliária. Proposta comercial Módulo Imobiliária Proposta comercial Data: 24/10/2012 Página 1/6 Índice 1 Apresentação... 3 2 O Projeto... 3 3 Desenvolvimento do projeto... 4 4 Âmbito de intervenção do cliente... 4 5 Compromissos da

Leia mais

PLANO DE ENSINO-APRENDIZAGEM (PEA)

PLANO DE ENSINO-APRENDIZAGEM (PEA) PLANO DE ENSINO-APRENDIZAGEM (PEA) I. IDENTIFICAÇÃO CURSOS Administração de Empresas PERÍODO 5º SEMESTRE 1 Sem 2012 DISCIPLINA Sistemas de Produção Código: SA063 TURMAS CARGA HORÁRIA 60 horas PROFESSOR(A)

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA

MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA ORIENTAÇÕES PARA OS ESTUDOS EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Caro (a) Acadêmico (a), Seja bem-vindo (a) às disciplinas ofertadas na modalidade a distância.

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Administração Disciplina: Administração da Produção e Operações I Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º 1 - Ementa (sumário, resumo) Conceito

Leia mais

Autores/Grupo: TULIO, LUIS, FRANCISCO e JULIANO. Curso: Gestão da Tecnologia da Informação. Professor: ITAIR PEREIRA DA SILVA GESTÃO DE PESSOAS

Autores/Grupo: TULIO, LUIS, FRANCISCO e JULIANO. Curso: Gestão da Tecnologia da Informação. Professor: ITAIR PEREIRA DA SILVA GESTÃO DE PESSOAS Autores/Grupo: TULIO, LUIS, FRANCISCO e JULIANO Curso: Gestão da Tecnologia da Informação Professor: ITAIR PEREIRA DA SILVA GESTÃO DE PESSOAS ORGANOGRAMA FUNCIANOGRAMA DESENHO DE CARGO E TAREFAS DO DESENVOLVEDOR

Leia mais

FACULDADE CENECISTA DE SETE LAGOAS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE CENECISTA DE SETE LAGOAS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE CENECISTA DE SETE LAGOAS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PROJETO INTEGRADOR 1º SEMESTRE DE 2015 1 - APRESENTAÇÃO O projeto integrador possibilita a visão crítica e integrada dos conhecimentos, buscando

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 2ª Série Processos Gerenciais CST em Gestão Financeira A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensinoaprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto

Leia mais

Em qualquer uma das modalidades, o TCC deverá estar inserido em um das 3 linhas de pesquisa da Escola de Comunicação:

Em qualquer uma das modalidades, o TCC deverá estar inserido em um das 3 linhas de pesquisa da Escola de Comunicação: Curso de Comunicação Social Relações Públicas Regulamento TCC 2008/1 Capítulo 1 Considerações Preliminares: O presente regulamento disciplina o processo de elaboração, apresentação e avaliação do TCC I

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Concepção do Curso de Administração A organização curricular do curso oferece respostas às exigências impostas pela profissão do administrador, exigindo daqueles que integram a instituição

Leia mais

Regulamento TCC do curso de Relações Públicas 2014

Regulamento TCC do curso de Relações Públicas 2014 Regulamento TCC do curso de Relações Públicas 2014 O TCC do curso de Relações Públicas das Faculdades Integradas do Brasil tem dois formatos a ser escolhido pelo aluno: monografia, realizada individualmente,

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Tecnologia em Sistemas para Internet FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura

Leia mais

PROJETO DE FINAL DE CURSO (PFC)

PROJETO DE FINAL DE CURSO (PFC) PROJETO DE FINAL DE CURSO (PFC) Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Aula inaugural 15-03-12 Prof. Conrado Rodrigues (Coordenador da disciplina) e-mail: crodrigues@civil.cefetmg.br ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Resolução 012/2010 da Pró-Reitoria de Graduação CAPÍTULO I - DO CONCEITO Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

REGULAMENTO DO PROJETO INTEGRADOR DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados)

REGULAMENTO DO PROJETO INTEGRADOR DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados) Mantenedora: Fundação Educacional Fausto Pinto da Fonseca - CNPJ : 04.149.536/0001-24 Av. Dom Cabral, 31 Centro - CEP: 35.519-000 - Nova Serrana - MG Fone: (37) 3226-8200 - Site: www.fanserrana.com.br

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FGV DIREITO RIO. Capítulo I OBJETIVOS E ATRIBUTOS

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FGV DIREITO RIO. Capítulo I OBJETIVOS E ATRIBUTOS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FGV DIREITO RIO Capítulo I OBJETIVOS E ATRIBUTOS Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é um componente curricular obrigatório (RESOLUÇÃO CNE/CES

Leia mais

Apresentação da disciplina Introdução a Programação

Apresentação da disciplina Introdução a Programação Apresentação da disciplina Introdução a Programação Professores: Turma A: Marcelo Akira - marceloakira@inf.ufg.br Turma B: Prof. Hebert - hebert@inf.ufg.br Conteúdo interativo e slides disponíveis em:

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO FACULDADE DE INFORMÁTICA CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Aprovado na 22ª reunião do Conselho de Unidade (CONSUN) da Faculdade de Informática realizada dia 30 de

Leia mais

MANUAL DO ALUNO PÓS-GRADUAÇÃO

MANUAL DO ALUNO PÓS-GRADUAÇÃO MANUAL DO ALUNO PÓS-GRADUAÇÃO CARO ALUNO, Seja Bem-Vindo às Escolas e Faculdades QI! Desejamos a você uma excelente jornada de estudos e evolução, tanto no campo profissional, como pessoal. Recomendamos

Leia mais

GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO REGULAMENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Julho de 2014 REGULAMENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA

Leia mais

Metodologia Syllabus Guia do Aluno 2015

Metodologia Syllabus Guia do Aluno 2015 Metodologia Syllabus Guia do Aluno 2015 Prezado Aluno É uma grande satisfação recebê-lo em nossa Universidade! Este Guia foi especialmente preparado para apresentar a você, a metodologia Syllabus, implantada

Leia mais

Processos de Desenvolvimento de Software

Processos de Desenvolvimento de Software Processos de Desenvolvimento de Software Gerenciamento de Projetos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 44/15, de 09/12/2015. CAPÍTULO I AS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento

Leia mais

Automação de Bancada Pneumática

Automação de Bancada Pneumática Instituto Federal Sul-rio-grandense Campus Pelotas - Curso de Engenharia Elétrica Automação de Bancada Pneumática Disciplina: Projeto Integrador III Professor: Renato Allemand Equipe: Vinicius Obadowski,

Leia mais

METAS E INDICADORES COMO DEFINIR OS INDICADORES?

METAS E INDICADORES COMO DEFINIR OS INDICADORES? METAS E INDICADORES COMO DEFINIR OS INDICADORES? Os indicadores permitem avaliação do desempenho da instituição, segundo três aspectos relevantes: controle, comunicação e melhoria. (MARTINS & MARINI, 2010,

Leia mais

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC - Bacharelado Interdisciplinar em Ciências Humanas

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC - Bacharelado Interdisciplinar em Ciências Humanas Trabalho de Conclusão de Curso - TCC - Bacharelado Interdisciplinar em Ciências Humanas 1. O que é o TCC? O O TCC é uma atividade de síntese e integração de conhecimentos adquiridos ao longo do curso,

Leia mais

A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS. A decisão de automatizar

A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS. A decisão de automatizar A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS A decisão de automatizar 1 A decisão de automatizar Deve identificar os seguintes aspectos: Cultura, missão, objetivos da instituição; Características

Leia mais

ATIVIDADES TÍPICAS DOS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

ATIVIDADES TÍPICAS DOS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR ATIVIDADES TÍPICAS DOS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR DENOMINAÇÃO DO CARGO: ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Desenvolver e implantar sistemas informatizados, dimensionando requisitos e funcionalidades do

Leia mais

O que sua escola precisa, agora bem aqui na sua mão! Responsabilidade em gestão de instituições de ensino

O que sua escola precisa, agora bem aqui na sua mão! Responsabilidade em gestão de instituições de ensino O que sua escola precisa, agora bem aqui na sua mão! Responsabilidade em gestão de instituições de ensino Escolher o Sponte Educacional é escolher inteligente Sistema web para gerenciamento de instituições

Leia mais

Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO

Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO Curso/Habilitação: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Disciplina: Empreendimentos em Informática

Leia mais

PROJETO DE FÁBRICA DE SOFTWARE

PROJETO DE FÁBRICA DE SOFTWARE FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE Departamento de Sistemas de Informação PROJETO DE FÁBRICA DE SOFTWARE Denise Xavier Fortes Paulo Afonso BA Agosto/2015 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. PERFIS FUNCIONAIS...

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM REDES DE COMPUTADORES. RECONHECIDO conforme PORTARIA n 64, de 04 de Fevereiro de 2011.

CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM REDES DE COMPUTADORES. RECONHECIDO conforme PORTARIA n 64, de 04 de Fevereiro de 2011. CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM REDES DE COMPUTADORES RECONHECIDO conforme PORTARIA n 64, de 04 de Fevereiro de 2011. Título: Tecnólogo em Redes de Computadores Turno: Noturno Carga horária total: 2.000

Leia mais

PIM TECNOLOGIA EM GERENCIAMENTO DE REDES (GR3P30)

PIM TECNOLOGIA EM GERENCIAMENTO DE REDES (GR3P30) UNIP Brasília - Coordenação CG/CW/GR/AD Senhores Alunos, PIM TECNOLOGIA EM GERENCIAMENTO DE REDES (GR3P30) Seguem informações importantes sobre o PIM: 1. O QUE É? - Os PIM (Projeto Integrado Multidisciplinar)

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 6ª Série Controle Integrado de Manufatura CST em Mecatrônica Industrial A Atividade Prática Supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Local PRODEL. Programa de Extensão Institucional

Programa de Desenvolvimento Local PRODEL. Programa de Extensão Institucional Programa de Desenvolvimento Local PRODEL Programa de Extensão Institucional Programa de Extensão Institucional Um programa de extensão universitária é o conjunto de projetos de extensão desenvolvido por

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO/PUBLICIDADE E PROPAGANDA COORDENAÇÃO DE TCC

FACULDADE SETE DE SETEMBRO COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO/PUBLICIDADE E PROPAGANDA COORDENAÇÃO DE TCC REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art.1º. Este regulamento disciplina o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Comunicação Social (Cursos de Jornalismo

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Identificação do Curso Nome do Curso: Sistemas de Informação Titulação: Bacharelado Modalidade de ensino: Presencial

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Administração Disciplina: Direito Tributário Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 4 1 - Ementa (sumário, resumo) Introdução ao Direito Tributário

Leia mais

FAZ MAIS POR VOCÊ! REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO. 4ª Versão- novembro de 2009

FAZ MAIS POR VOCÊ! REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO. 4ª Versão- novembro de 2009 FAZ MAIS POR VOCÊ! Não perca tempo! Faça sua inscrição no Portal UNIFOA. REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO 4ª Versão- novembro de 2009 I - DAS CARACTERÍSTICAS

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de Configuração de Redes de Computadores Linux. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de Configuração de Redes de Computadores Linux. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO: TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO DE ASSIS FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DE ASSIS

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO DE ASSIS FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DE ASSIS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO DE ASSIS FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DE ASSIS 1 Capítulo I Da Natureza Artigo 1º - O presente Regulamento tem por finalidade

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EXTERNA DO PROJETO EDUCANDO COM A HORTA ESCOLAR 1. Breve Histórico do Projeto de Cooperação Técnica

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Administração Disciplina: Administração Financeira Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6 1 - Ementa (sumário, resumo) Conceitos gerais e uso atual

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O FUNCIONAMENTO DO EAD I-UMA SOBRE O EAD

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O FUNCIONAMENTO DO EAD I-UMA SOBRE O EAD PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O FUNCIONAMENTO DO EAD I-UMA SOBRE O EAD 1. O que é EAD? EAD é a sigla para Ensino a Distância, ou Educação a Distância, uma modalidade de ensino que acontece a partir da união

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS - FAN CEUNSP SALTO /SP CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING TRABALHO INTERDISCIPLINAR

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS - FAN CEUNSP SALTO /SP CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING TRABALHO INTERDISCIPLINAR APRESENTAÇÃO DO TI O Trabalho Interdisciplinar é um projeto desenvolvido ao longo dos dois primeiros bimestres do curso. Os alunos tem a oportunidade de visualizar a unidade da estrutura curricular do

Leia mais

Editor de Questões E24H

Editor de Questões E24H Editor de Questões E24H Conteúdo: Apresentação O que é o Editor de Questões Objetivos Potencialidades Vantagens adicionais Visualização no site (Quem acessa o Editor de Questões) (não Para quem o Editor

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet 2/2012

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet 2/2012 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet 2/2012 Das Disposições Preliminares O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é um componente curricular

Leia mais

PIM. CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Projeto Integrado Multidisciplinar. 4º/3º Períodos 2010/2 UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO

PIM. CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Projeto Integrado Multidisciplinar. 4º/3º Períodos 2010/2 UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas PIM Projeto Integrado Multidisciplinar 4º/3º Períodos 2010/2 PIM - PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA Projeto e implementação

Leia mais

PLANO DE ENSINO. 1. Identificação

PLANO DE ENSINO. 1. Identificação 1. Identificação PLANO DE ENSINO Curso: A INTERNET E SUAS FERRAMENTAS Disciplina: A Internet e suas Ferramentas Período Ministrado/Semestre- Bimestre- Mês/Ano: 03 de setembro a 08 de outubro/2º Semestre

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO E TCC I E II PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE CAPIVARI (FUCAP)

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO E TCC I E II PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE CAPIVARI (FUCAP) REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO E TCC I E II PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE CAPIVARI (FUCAP) Dezembro de 2012 Dispõe sobre o Regulamento Geral dos Estágios da Faculdade Capivari,

Leia mais

UniFOA Centro Universitário de Volta Redonda Prof. Érick de S. Carvalho LabBD2Aula01A 1

UniFOA Centro Universitário de Volta Redonda Prof. Érick de S. Carvalho LabBD2Aula01A 1 Aula 01 (Aula Inicial) Esta é a primeira aula do semestre e o primeiro contato entre: os alunos, o professor e a disciplina. Vamos conhecer o Professor, sua experiência e capacitação em lecionar esta disciplina;

Leia mais

Regulamento Complementar do Trabalho de Conclusão de Curso do Curso de Engenharia de Computação UTFPR, campus Pato Branco

Regulamento Complementar do Trabalho de Conclusão de Curso do Curso de Engenharia de Computação UTFPR, campus Pato Branco Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Engenharia de Computação Regulamento Complementar do Trabalho de Conclusão de Curso do Curso de Engenharia de Computação

Leia mais

Orientações Gerais para as Disciplinas de Trabalho de Conclusão do Cursos de Sistemas para Internet IFRS - Câmpus Porto Alegre

Orientações Gerais para as Disciplinas de Trabalho de Conclusão do Cursos de Sistemas para Internet IFRS - Câmpus Porto Alegre Orientações Gerais para as Disciplinas de Trabalho de Conclusão do Cursos de Sistemas para Internet IFRS - Câmpus Porto Alegre Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul -

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 6ª Série Teoria da Computação Ciência da Computação A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensinoaprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

ü Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação

ü Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação Nome e titulação do Coordenador: Coordenador: Prof. Wender A. Silva - Mestrado em Engenharia Elétrica (Ênfase em Processamento da Informação). Universidade

Leia mais

O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem...

O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem... O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 08 Edição do Perfil... 10 Ambiente Colaborar... 11 Iniciando

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, BACHARELADO Administração LFE em Administração de Empresas Lajeado 4811 Administração LFE em Administração

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC 1 CURSO: BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Dados de Identificação da Universidade de Cuiabá - UNIC Dirigente da Mantenedora Presidente: Ed. Rodrigo

Leia mais

A EFICÁCIA DE CURSOS A DISTÂNCIA PARA A FORMAÇÃO DE AGENTES DE METROLOGIA LEGAL E FISCAIS DA QUALIDADE

A EFICÁCIA DE CURSOS A DISTÂNCIA PARA A FORMAÇÃO DE AGENTES DE METROLOGIA LEGAL E FISCAIS DA QUALIDADE 1 A EFICÁCIA DE CURSOS A DISTÂNCIA PARA A FORMAÇÃO DE AGENTES DE METROLOGIA LEGAL E FISCAIS DA QUALIDADE Rio de Janeiro, RJ, Maio 2012 Categoria: F - Pesquisa e Avaliação Setor Educacional: 5 Classificação

Leia mais

Núcleo de Estudos de Nivelamento e Formação Complementar Grupo Colaborativo de Estudos Contínuos

Núcleo de Estudos de Nivelamento e Formação Complementar Grupo Colaborativo de Estudos Contínuos Núcleo de Estudos de Nivelamento e Formação Complementar Grupo Colaborativo de Estudos Contínuos 1. Introdução A disciplina e a capacidade de organização são os principais requisitos para que um acadêmico,

Leia mais

SAIBA MAIS SOBRE O LINUX E DESCUBRA QUAL DISTRIBUIÇÃO É MELHOR PARA VOCÊ! CURSO

SAIBA MAIS SOBRE O LINUX E DESCUBRA QUAL DISTRIBUIÇÃO É MELHOR PARA VOCÊ! CURSO 1 AULA SAIBA MAIS SOBRE O LINUX E DESCUBRA QUAL DISTRIBUIÇÃO É MELHOR PARA VOCÊ! ROTEIRO PRÉ-REQUISITOS 1 INTRODUÇÃO 2 DISTRIBUIÇÕES LINUX 3 AJUDA PARA ESCOLHER SUA DISTRIBUIÇÃO LINUX 4 DÚVIDAS FREQUENTES

Leia mais

ESTATUTO DAS COMUNIDADES DE PRÁTICA - COPs NO PODER EXECUTIVO ESTADUAL

ESTATUTO DAS COMUNIDADES DE PRÁTICA - COPs NO PODER EXECUTIVO ESTADUAL ESTATUTO DAS COMUNIDADES DE PRÁTICA - COPs NO PODER EXECUTIVO ESTADUAL RESOLUÇÃO SEPLAG no. xx/xxxx Disciplina o funcionamento das Comunidades de Prática CoPs no âmbito do Poder Executivo Estadual, vinculadas

Leia mais

Fóruns em Moodle (1.6.5+)

Fóruns em Moodle (1.6.5+) (1.6.5+) Ficha Técnica Título Fóruns em Moodle Autor Athail Rangel Pulino Filho Copyright Creative Commons Edição Agosto 2007 Athail Rangel Pulino 2 Índice O que são Fóruns 4 Criando um fórum 5 Nome do

Leia mais

CST em Gestão Financeira 2ª Série Estatística Aplicada

CST em Gestão Financeira 2ª Série Estatística Aplicada CST em Gestão Financeira 2ª Série Estatística Aplicada A Atividade Prática Supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensinoaprendizagem desenvolvido por meio de etapas, acompanhadas pelo

Leia mais

Plano de Parcerias BuenitStore

Plano de Parcerias BuenitStore Plano de Parcerias Agências, Desenvolvedores e Designers 18.03.2015 v.2 Objetivo Apresentar ao mercado de criação digital a nossa proposta de parceria e colaboração técnica para criação de projetos de

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Professor Mário Antônio Verza Código: 164 Município: Palmital Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Logística

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE SERVIÇO SOCIAL PLANO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO PARA ESTUDANTES DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE SERVIÇO SOCIAL PLANO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO PARA ESTUDANTES DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE SERVIÇO SOCIAL PLANO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO PARA ESTUDANTES DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL INTRODUÇÃO O estágio curricular obrigatório é aquele definido

Leia mais

Capacitação de Usuários no uso de Sistemas de Informação

Capacitação de Usuários no uso de Sistemas de Informação Capacitação de Usuários no uso de Sistemas de Informação Projeto Básico (pdf) A Gerência de Sistemas GESIS, da Gerência Geral de Gestão do Conhecimento e Documentação- GGCON, tem como objetivo Implantar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE II. Primeiro Trabalho

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE II. Primeiro Trabalho UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE II Primeiro Trabalho Descrição do trabalho: Escrever um Documento de Visão. Projeto: Automatização do sistema que

Leia mais

GUIA DE CURSO. Tecnologia em Sistemas de Informação. Tecnologia em Desenvolvimento Web. Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

GUIA DE CURSO. Tecnologia em Sistemas de Informação. Tecnologia em Desenvolvimento Web. Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas PIM PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO COM O MERCADO GUIA DE CURSO Tecnologia em Sistemas de Informação Tecnologia em Desenvolvimento Web Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Tecnologia em Sistemas

Leia mais

A ferramenta que você necessitava para seu Buffet Infantil.

A ferramenta que você necessitava para seu Buffet Infantil. A ferramenta que você necessitava para seu Buffet Infantil. O SeuBuffet é um software que foi criado para facilitar e gerenciar a contratação dos serviços de buffets infantis. O Software surgiu da parceria

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS - FAN CEUNSP SALTO /SP CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL TRABALHO INTERDISCIPLINAR

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS - FAN CEUNSP SALTO /SP CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL TRABALHO INTERDISCIPLINAR APRESENTAÇÃO DO TI O Trabalho Interdisciplinar é um projeto desenvolvido ao longo dos dois primeiros bimestres do curso. Os alunos tem a oportunidade de visualizar a unidade da estrutura curricular do

Leia mais

Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.

Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4. Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5 Por: Fabio Pozzebon Soares Página 1 de 11 Sistema ProJuris é um conjunto de componentes 100% Web, nativamente integrados, e que possuem interface com vários idiomas,

Leia mais