ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 30/2011

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 30/2011"

Transcrição

1 ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 30/2011 Aos 18 dias do mês de agosto de 2011, reuniram-se a Pregoeira e os integrantes da Equipe Técnica de Apoio para análise das razões de recurso apresentadas, no âmbito do Pregão Eletrônico supramencionado, em 08/08/2011, pelo Licitante VIVO S.A. em face das decisões proferidas na Sessão Pública do referido certame que a desclassificou e declarou vencedora a sociedade CLARO S.A. / CONSÓRCIO CLARO AMERICEL BNDES I. HISTÓRICO Por intermédio da Informação Padronizada ATI/DEOPI Nº 10/2011, de 23/05/2011, aprovada em 31/05/2011, pela Decisão de Diretoria nº 525/2011 BNDES, foi autorizada a realização de Licitação cujo objeto é a contratação de empresa especializada para a prestação de Serviços de Comunicação por Voz e Dados através de linhas do Serviço Móvel Pessoal (SMP) a partir de dispositivos móveis, incluindo Treinamento e Suporte Técnico para o serviço de Mensageria do BNDES. Após a definição da modalidade Pregão, e da forma Eletrônica, foi divulgado o certame pelos meios de praxe e agendada a Sessão Pública Inaugural para o dia 08/07/2011 às 10h30, no portal Comprasnet. Na data designada, compareceram dois Licitantes, tendo sido ambos classificados para a fase de lances. Finda a etapa de lances, sagrou-se como melhor proposta a ofertada pelo Licitante VIVO S.A.., pelo valor global de R$ ,00 (treze milhões, oitocentos e cinquenta mil reais). Após negociação com a Pregoeira, o licitante ofertou proposta no valor de R$ ,05 (treze milhões, seiscentos e treze mil, trezentos e setenta reais e cinco centavos). Em seguida, no dia 12/07/2011, a Pregoeira, com base em manifestação da Comissão Técnica, procedeu à aceitação da proposta do licitante VIVO S.A. No entanto, após verificação pela Equipe Técnica junto ao Departamento da Área de Tecnologia da Informação responsável pelas pesquisas de mercado, especialmente no tocante aos valores unitários apresentados pela VIVO S.A. em sua proposta, foi constatada a necessidade de nova negociação de preços com o licitante. 1

2 Constatado que os preços ofertados pelo licitante VIVO S.A. poderiam sofrer redução para melhor adequação à realidade de mercado, a Pregoeira iniciou, então, nova rodada de negociações. O licitante VIVO S.A., após a apresentação de outros preços, estipulou proposta final no valor de R$ ,09 (doze milhões, cento e onze mil, oitocentos e quarenta e nove reais e nove centavos). A Pregoeira, então, solicitou confirmação do valor da proposta e alertou que, se não fosse reduzido, a proposta do licitante poderia ser desclassificada. Não tendo o licitante VIVO S.A. ofertado nova redução, a Pregoeira procedeu à recusa da sua proposta, diante da manifestação da Comissão Técnica acerca da desvantajosidade da mesma. Em seguida, passou a negociar preços com o licitante CLARO S.A., segundo colocado após a etapa de lances. Depois de apresentar algumas reduções de preço, o licitante apresentou proposta final no valor de R$ ,44 (onze milhões, seiscentos e quarenta e seis mil, quinhentos e quarenta e quatro reais e quarenta e quatro centavos), que foi aceita pela Pregoeira, ante a sua compatibilidade com os preços praticados no mercado, o que foi confirmado pela Comissão Técnica de Apoio ao Pregoeiro. Após a aceitação da proposta do licitante CLARO S.A., procedeu-se à sua habilitação, em virtude da apresentação regular da documentação constante do subitem 4.16 do Edital, por meio da qual comprovou a sua participação no certame por meio de consórcio. O licitante VIVO S.A. manifestou, tempestivamente, a intenção de apresentar razões de recurso, tendo as apresentado no prazo previsto. O licitante CLARO S.A. apresentou contrarrazões no prazo legal. II. RAZÕES RECURSAIS As razões recursais apresentadas demonstram o inconformismo do licitante VIVO S.A. quanto à sua desclassificação, tendo como foco principal a sustentação de que sua proposta estaria apta a ser aceita por ser inferior ao valor global máximo estimado. A recorrente alega que o valor apresentado fora aceito pela Pregoeira, ante a afirmação de sua compatibilidade com o valor estimado para a contratação, e prossegue argumentando que, por isso mesmo, não deveria suscitar maiores dilações quanto à adequação do preço apresentado. 2

3 Sustenta, ainda, que a sua proposta anteriormente aceita já demonstrava uma economia de aproximadamente 9,5 % ao valor estimado, e que a negociação de preços posterior a esse momento seria inadequada, posto que a própria negociação de preços feita pelo Pregoeiro, após a etapa de lances, seria limitada e vinculada aos termos do Edital. A recorrente insurge-se contra o tratamento que pretensamente lhe foi conferido, argüindo que a Pregoeira, em alteração substancial na forma de conduzir a licitação e em descompasso com os termos do próprio edital, retornou a discussão sobre pontos específicos da planilha, e que, após a sua desclassificação, atuou com a CLARO S.A. de forma mais flexível em relação à atuação para com a recorrente. Conclui afirmando que a redução apresentada pela recorrida, além de ter supostamente ocorrido em momento procedimental inadmissível, resultou em um desconto de apenas 3,84% em relação à proposta da recorrente, e que deveria ser reconsiderada a decisão da Pregoeira porque o preço ofertado pela recorrente sempre foi menor do que o preço estimado expressamente indicado no ato convocatório. III. CONTRARRAZÕES RECURSAIS A recorrida argumenta que a recorrente fora desclassificada pela sucessiva recusa em reduzir sua proposta de preços, embora tal solicitação tenha sido feita por reiteradas, diversas s sucessivas vezes pela Pregoeira, diante do conhecimento, por parte do BNDES, da possibilidade de redução da proposta da VIVO S.A. Alega que a VIVO S.A., em nenhum momento, foi declarada vencedora do procedimento licitatório, contrariamente ao que aduz a recorrente. Nessa mesma linha, considerando que o objetivo precípuo da licitação é a busca pela melhor proposta, alega que não haveria óbice ao BNDES no prosseguimento das negociações. Ao ver da recorrida, a recorrente não reduziu os preços porque não quis, mesmo já tendo praticado preços menores em ocasiões similares e próximas temporalmente, declarando-se, agora, em sede recursal, refém de si mesma e de seus atos. Prossegue esclarecendo que não houve direcionamento para qualquer licitante, de modo que a mesma oportunidade que foi dada à VIVO S.A. foi dada à CLARO S.A, seja quanto a condições de participação, seja para a proposição de preços unitários ou globais. Conclui que a licitação deve buscar a proposta mais vantajosa, sendo pacífico na doutrina e jurisprudência que o Pregoeiro tem poderes para buscar a melhor proposta para o erário público, em vista do princípio da competitividade ou oposição. Solicita, assim, a manutenção da decisão de desclassificação da recorrente, e o regular prosseguimento desta licitação. 3

4 IV. ANÁLISE DAS RAZÕES RECURSAIS E DAS CONTRARRAZÕES a) Legalidade da desclassificação de proposta não vantajosa Primeiramente, cabe ressaltar que a licitação destina-se a selecionar a proposta mais vantajosa para a Administração Pública. Assim, a Administração Pública, presente na pessoa do Pregoeiro e nos membros da Equipe Técnica, tem o dever de buscar preços compatíveis com a realidade de mercado, tendo em mira, sempre, que são os recursos públicos que estão em jogo na licitação. Nessa linha, assim dispõe Marçal Justen Filho, em seu Curso de Direito Administrativo: A maior vantagem se apresenta quando a Administração Pública assume o dever de realizar a prestação menos onerosa e o particular se obriga a realizar a melhor e mais completa prestação. Configura-se, portanto, uma relação custo-benefício. A maior vantagem corresponde à situação de menor custo e maior benefício para a Administração Pública. 1 Portanto, a decisão tomada pela Pregoeira de prosseguir na negociação de preços, muito embora tenha aceitado a proposta do licitante em um primeiro momento, mostra-se como a mais adequada no presente caso, ante ao interesse público em questão, notadamente pelo zelo com os recursos públicos. Com relação a isso, há de se ressaltar a necessidade de atendimento ao princípio da eficácia administrativa, que como dito pelo já citado Marçal Justen Filho, impõe a adoção da solução mais conveniente e eficiente sob o ponto de vista da gestão dos recursos públicos. E assim prossegue o administrativista: A eficácia consiste em considerar a atividade administrativa sob o prisma econômico e político. Como os recursos públicos são extremamente escassos, é imperioso que sua utilização produza os melhores resultados econômicos, do ponto de vista quantitativo e qualitativo. Há dever de eficiência gerencial que recai sobre o agente público. 2 Em atenção à alegação da recorrente de que a negociação de preços se deu em momento inadmissível, cumpre esclarecer que, consoante a necessidade de busca da proposta mais vantajosa, a modalidade de licitação Pregão, na forma eletrônica, concede ao Pregoeiro a oportunidade de negociar preços sempre que for conveniente à 1 Curso de Direito Administrativo. 2ª edição. São Paulo: Saraiva, 2006, p Op. Cit., p

5 Administração, tanto o é que assim estabelecem os subitens 4.16 e 7.6 do Edital, transcritos abaixo: 4.19 O Pregoeiro poderá negociar com o Licitante a obtenção de proposta mais vantajosa. (...) 7.6 O BNDES poderá negociar a qualquer tempo com o Adjudicatário, com o fim de obter proposta mais vantajosa. Assim, se é permitido ao Pregoeiro negociar a qualquer tempo com o Adjudicatário, também lhe é concedido o poder-dever de negociar preços com os licitantes se evidenciada a desvantajosidade da proposta. Nota-se que, além da busca pela proposta mais vantajosa, a licitação deve atender ao princípio da isonomia, que significa não realizar tratamento discriminatório injustificado entre os licitantes. Atenta a isso, a Pregoeira, com o respaldo da Comissão Técnica, tratou o licitante classificado em segundo lugar, após sua convocação, nas mesmas condições com que foi tratado o primeiro classificado, apontando itens unitários da planilha de preços em que saltava a necessidade de redução. Considerando que a Comissão Técnica já tinha explicitado à Pregoeira os itens necessários de redução, o que foi aposto por ela ao licitante através de mensagens no Comprasnet, a mesma iniciou a negociação de preços com a recorrida, segunda colocada, tendo com parâmetro tudo o que fora exposto até aquele momento. A única diferença entre o que ocorreu com a recorrente e com a recorrida reside no fato de que a segunda reduziu sua proposta, atendendo à solicitação da Comissão Técnica. b) Análise dos preços apresentados no procedimento licitatório As razões recursais apresentadas pelo licitante VIVO S.A. e as contrarrazões apresentadas pelo licitante CLARO S.A. foram analisadas pela Comissão Técnica de Apoio ao Pregoeiro e pelo Departamento da ATI responsável pelas pesquisas de mercado, que realizou a análise que segue abaixo. b.1) Resumo da execução do pregão eletrônico AA 30/2011 A etapa de lances do pregão eletrônico nº 30/2011 teve início e se encerrou no mesmo dia, 08/07/2011. Somente duas empresas participaram e o menor lance apresentado foi 5

6 de R$ ,00, pela licitante VIVO S.A., doravante denominada VIVO. Concluída a etapa de lances, o pregoeiro imediatamente passou a negociar a redução do valor ofertado pela VIVO. A VIVO concordou em reduzir o valor global de sua proposta para R$ ,05. Nesta ocasião a VIVO confirmou não haver mais margem para redução, informando ao pregoeiro que este era seu valor final. Em seguida, a Comissão Técnica de Apoio à Licitação solicitou à pregoeira que providenciasse junto à VIVO toda a documentação exigida no subitem 4.13 do Edital, para análise da planilha de preços e dos aspectos técnicos da proposta. Neste momento, a proposta ainda não havia sido declarada vencedora, pois pendia a análise da planilha de preços e documentação. A Comissão Técnica estava ciente que a pregoeira poderia continuar a solicitar mais descontos na etapa de habilitação, pois o objetivo maior do pregão eletrônico é realizar contratação pelo menor preço exequível, dentro dos critérios técnicos exigidos pelo Edital. Em 11/07/2011, foi enviado para o coordenador da gerência responsável pela pesquisa de preços do Edital (ATI/DEGESP/GCON), a fim de que este e sua equipe tomassem ciência das tarifas ofertadas pela VIVO e pudessem se pronunciar, pois como executores da pesquisa de preços, tinham conhecimento bem aprofundado das tarifas praticadas no mercado e das cotações enviadas pelas empresas consultadas, pois a pesquisa de preços havia contemplado também outros contratos similares em execução no setor público. No dia 12/07/2011, após solicitar correções nas planilhas de preço e esclarecer dúvidas sobre os planos alternativos ofertados, a Comissão Técnica concluiu sua análise e considerou que estaria apta a proposta da VIVO. A ATI/DEGESP/GCON manifestou-se, sendo realizadas reuniões entre ATI/DEGESP, ATI/DESET e SUP ATI nos dias 14 e 15/07/2011, quando foram detalhadas as tarifas mais desvantajosas para o BNDES ofertadas pela VIVO. Foi decidido pela Área que seriam solicitados mais descontos na próxima reabertura de sessão, pois o valor global máximo estabelece um limite máximo para os lances dos licitantes, mas de forma alguma restringe a busca por melhores preços pelo pregoeiro e não é a única condição de aceitação de uma proposta. No dia 18/07/2011 foi reaberta a sessão e, no decorrer deste dia, após a pregoeira prosseguir continuadamente solicitando descontos nas tarifas que se apresentavam mais desvantajosas para o BNDES, a VIVO encaminhou uma primeira planilha com valor global de R$ ,13, e mais tarde outra com valor de R$ ,49, contradizendo assim sua posição inicial do dia 08/07/2011, quando afirmou categoricamente não haver mais margem para redução de preços. A sessão foi novamente suspensa e a reabertura agendada para o dia seguinte às 15:00h. 6

7 Nos dois dias seguintes, 19/07/2011 e 20/07/2011, a pregoeira continuou solicitando da VIVO mais descontos, pois principalmente as tarifas de assinatura mensal de voz e assinatura mensal para o acesso à Internet continuavam muito desvantajosas para o BNDES. Às 15:47 do dia 20/07, a VIVO informou que sua proposta final era de R$ ,99, mas mesmo assim a Comissão Técnica entendeu que ainda havia tarifas desvantajosas, tendo em seguida autorizado a pregoeira a comunicar sua desclassificação e convocar a segunda empresa que havia participado da etapa de lances, a CLARO S.A., doravante denominada CLARO. Tal decisão se mostrou correta, pois ao analisarmos a planilha final enviada pela CLARO, verificamos que sua proposta ficou cerca de R$ ,00 abaixo da proposta da final da VIVO e com valores mais próximos dos praticados em outros contratos similares vigentes no setor público, conforme será detalhado mais adiante neste documento. b.2) Sobre a estimativa de preços BNDES A pesquisa de preços realizada pelo BNDES para o seu pregão eletrônico 30/2011 considerou cotações das empresas VIVO, OI e TIM, além de oito contratos vigentes do BNDES para serviços de telefonia móvel e três pregões eletrônicos da Administração Pública, a saber: MPOG (pregão 12/2011), PGR (pregão 17/2010) e FURNAS (pregão 40/2008). Cabe ressaltar que, usualmente, neste tipo de pesquisa, as tarifas e preços cotados pelas empresas prováveis licitantes se apresentam bastante acima das tarifas e preços encontrados em contratos administrativos vigentes. Esta constatação é reforçada pelas reduções obtidas em diversos pregões eletrônicos, como, por exemplo: a) MPOG Pregão 12/2011 (grupo 1 - STMP): redução de 58%; b) Furnas Pregão 40/2008: redução de 41%; c) BNDES Pregão 38/2008 (OCS 313/08): redução de 43%. A partir da pesquisa de preços realizada pelo BNDES para a licitação, que contemplou cotações recebidas e contratos administrativos, estipulou-se o valor global máximo anual de R$ ,08, de modo que somente lances abaixo deste valor seriam considerados na etapa de lances do pregão. A VIVO alega que o fato de ter apresentado lance de R$ ,00, sendo este o menor entre todos os lances ofertados na etapa de lances, lhe tornaria a vencedora do pregão. Esta alegação não se sustenta, pois uma proposta, para ser aceita, deve cumprir todos os requisitos dispostos no edital e não apenas apresentar valor abaixo do estimado. 7

8 A efetuação de lance com valor inferior ao valor máximo estimado é um pré-requisito, mas não o único para a aceitação final da proposta. Todos os lances válidos são, por definição, inferiores ao valor máximo estipulado. A equipe técnica, ao confrontar os valores dos itens constantes da proposta da VIVO com os valores obtidos na pesquisa de preços, foi capaz de observar que, embora inferior ao valor máximo estimado, a proposta não trazia vantajosidade ao BNDES, conforme será detalhado no item 3 adiante. Ao analisar a proposta da VIVO, de posse do detalhamento das estimativas de custos, por serviço, obtida a partir da pesquisa de preços, foi possível verificar que a proposta da VIVO não atendia a alínea II do item 4.5 do edital do pregão 30/2011, que estipula que somente proposta com preço compatível com os praticados no mercado, com os custos estimados para a execução do objeto e com as disponibilidades orçamentárias do BNDES poderia ser considerada aceitável, conforme será demonstrado na próxima seção. b.3) Análise da proposta da VIVO frente à estimativa do BNDES É importante ressaltar que a simples verificação do valor global máximo não é suficiente para determinar se a proposta apresenta preço compatível com os praticados no mercado. Para tal, é necessário analisar os componentes da proposta, conforme dispostos nas planilhas de preço constantes do Edital. A equipe técnica do BNDES, então, analisou prioritariamente os itens das planilhas de preço da VIVO que correspondiam aos valores mais relevantes na proposta apresentada, a saber: Serviço Preço Mensal do Acesso à Internet Ilimitado por Linha do SMP Percentual dos serviços em relação à Proposta Vivo 21,24% Assinatura Mensal 15,76% Móvel-móvel Outras Operadoras GW 9,28% Móvel-móvel Outras Operadoras 4,61% Móvel-fixo VC1 2,75% Total 53,64% 8

9 Em seu recurso, a licitante afirma que seus preços estavam de acordo com os praticados no mercado. Entretanto, ao compararmos a planilha inicial da VIVO ofertada no pregão, com a cotação da licitante para a pesquisa de preços e com os preços dos contratos que ela mantém com o BNDES e com FURNAS, verifica-se que todos os itens apontados se encontravam com preços acima dos praticados no mercado, em particular dos praticados pela própria VIVO: Serviço Proposta Vivo Cotação Vivo (Pesquisa) Contratos BNDES com a Vivo PGR MPOG FURNAS Preço Mensal do Acesso à Internet Ilimitado por Linha do SMP (R$ por aparelho) Assinatura Mensal (R$ por aparelho) 167,20 99,90 125, ,00-111,00 36,07 30,00 7,36 4 6,10 0,00 - Móvel-móvel Outras Operadoras GW (R$ por minuto) 0,65 0,60 0,65 5 0,58 6 0, Móvel-móvel Outras Operadoras (R$ por minuto) Móvel-fixo VC1 (R$ por minuto) 0,39 0,60 0,30 8 0,17 0,16-0,26 0,50 0,20 9 0,17 0,08 - Ademais, verificou-se que as tarifas correspondentes à assinatura mensal dos serviços de voz, acesso à Internet e mensageria, com pagamentos mensais fixos para as linhas a serem mantidas ativas no decorrer do novo contrato, concentravam 37% do valor da proposta. Este fato foi considerado pela equipe técnica um forte indicativo de que os preços apontados pelo BNDES na sessão pública do pregão, para os quais pediu mais redução, não estavam satisfatórios, e que seria possível obter melhores preços para a administração pública. 3 OCS 313/ OCS 313/ OCS 064/ OCS 191/ OCS 190/ OCS 313/ OCS 313/

10 Seguindo as evidências acima apontadas, o BNDES solicitou que a VIVO reduzisse sua proposta, de modo que esta pudesse estar de acordo com os preços de mercado, destacando inclusive os itens onde a licitante poderia oferecer mais descontos. A licitante, então, apresentou novas propostas, mas nenhuma resolvia os problemas apontados. A proposta final continha as seguintes tarifas: Serviço Proposta Vivo Cotação Vivo (Pesquisa) Contratos BNDES com a Vivo Preço Mensal do Acesso à Internet Ilimitado por Linha do SMP 125,40 99,90 125,40 Assinatura Mensal 17,00 30,00 7,36 0,65 Móvel-móvel Outras Operadoras GW 0,64 0,60 0,58 0,57 Móvel-móvel Outras Operadoras 0,32 0,60 0,30 Móvel-fixo VC1 0,23 0,50 0,20 Como os mesmos itens continuaram acima dos valores praticados no mercado, em particular daqueles praticados pela própria licitante nos contratos vigentes com o BNDES, e até mesmo de sua cotação estimativa enviada para pesquisa de preços do Edital, o BNDES manteve sua posição, persistindo em solicitar nova redução, a qual foi recusada pela VIVO. Após confirmação da recusa, não restou ao BNDES outra opção se não rejeitar a proposta recebida. b.4) Análise da proposta da CLARO Após a desclassificação da VIVO e a convocação da segunda colocada, a CLARO, a postura do BNDES manteve-se a mesma, analisando a planilha de preços da licitante e solicitando redução de tarifas nos preços que se encontravam acima do mercado. A equipe técnica do BNDES, então, analisou prioritariamente os itens das planilhas de preço da CLARO que correspondiam aos valores mais relevantes na proposta apresentada, a saber: 10

11 Serviço Percentual dos serviços em relação à Proposta Claro Móvel-móvel Outras Operadoras GW 17,79% Preço Mensal do Acesso à Internet Ilimitado por Linha do SMP Preço Mensal do Serviço de Mensageria por Linha do SMP Roaming Dados - América do Norte e Central (KB) 6,88% 7,37% 8,75% Roaming Dados - América do Sul (KB) 5,83% Roaming Dados - Europa (KB) 5,83% Total 52,45% A equipe técnica constatou que o perfil da planilha de preços da CLARO condizia com o esperado, com preços dos serviços similares ou melhores aos praticados no mercado, em particular os preços de assinatura mensal e de tarifas de voz. O único item de voz que concentrava um percentual relevante do valor da proposta era o Móvel-móvel Outras Operadoras GW. Mesmo considerando a proposta condizente com os valores de mercado, visando a obtenção de proposta mais vantajosa para o BNDES, solicitou-se que a CLARO reduzisse suas tarifas, em particular nos seguintes itens: Suporte Técnico BES 24x7, pois se encontrava acima do patamar esperado, Móvel-móvel Intragrupo GW, que poderia ser gratuito, Móvel móvel Outras Operadoras GW, Acesso à Internet por linha do SMP e Mensageria por linha do SMP, por serem serviços com relevância no preço da proposta. Depois, solicitou-se que reduzisse também as tarifas de roaming internacional, pela relevância no preço da proposta. A empresa CLARO reduziu tarifas de roaming internacional para dados, suporte técnico BES 24x7 e cotou como gratuitas as tarifas de ligações Móvel-móvel Intragrupo GW. Adicionalmente, a CLARO explicou, por meio de material técnico encaminhado à Pregoeira, que, devido aos seus custos de interconexão, não conseguiria ofertar tarifa inferior a R$ 0,65 para o serviço Móvel-móvel Outras Operadoras GW. Note que, a VIVO, que apresenta a maior cobertura nacional de rede e, portanto, menores custos de interconexão, havia reduzido tal tarifa de R$ 0,65 para R$ 0,64 somente após insistentes solicitações do BNDES. Em relação aos itens Acesso à Internet por linha do SMP e Mensageria por linha do SMP, a CLARO esclareceu no chat do pregão que, ao contrário da proposta da VIVO, 11

12 que considerava o mesmo valor de R$ 125,40 para os modems 3G e terminais Blackberry, ela havia cotado valores distintos: R$ 47,96 para os modems 3G e R$ 78,00 para os terminais Blackberry. Estes valores estão abaixo dos valores atualmente pagos pelo BNDES em seus contratos (R$ 76,66 para modems 3G e R$ 125,40 para terminais Blackberry) e similares ou inferiores aos praticados no mercado. Desta forma, após dois dias de negociações, a equipe técnica entendeu que a proposta da CLARO atendia aos requisitos necessários para ser considerada aceita, apresentando valores de acordo com os de mercado. A seguir apresentamos um comparativo entre algumas tarifas ofertadas pela CLARO, as respectivas tarifas ofertadas pela VIVO em sua última proposta e também as praticadas nos contratos vigentes da Procuradoria Geral da República (PGR pregão 17/2010) e do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG pregão 12/2011): PLANILHAS 1, 3 e 4 - RIO DE JANEIRO, BRASÍLIA E RECIFE Proposta VIVO Proposta CLARO Contrato PGR Contrato MPOG Móvel-fixo VC R$ 0,23 R$ 0,13 R$ 0,17 R$ 0,08 Móvel-móvel VC Intra-Rede R$ 0,16 R$ 0,13 R$ 0,10 R$ 0,03 Móvel-móvel VC outras R$ 0,32 R$ 0,13 R$ 0,17 R$ 0,16 Assinatura Mensal de Voz R$ 17,00 R$ 8,10 R$ 6,10 - PLANILHA 2 SÃO PAULO Proposta VIVO Proposta CLARO Contrato PGR Contrato MPOG Móvel-fixo VC R$ 0,24 R$ 0,13 R$ 0,17 R$ 0,08 Móvel-móvel VC Intra-Rede R$ 0,16 R$ 0,13 R$ 0,10 R$ 0,03 Móvel-móvel VC outras R$ 0,33 R$ 0,13 R$ 0,17 R$ 0,16 Assinatura Mensal de Voz R$ 18,00 R$ 8,10 R$ 6,10-12

13 PLANILHA 6 Assinatura Mensal Acesso à Internet e Mensageria Proposta Proposta Contrato Contrato VIVO CLARO PGR MPOG R$ 125,40 R$ 47,96 R$ 47,96 R$ 44,96 1. Preço Mensal do Acesso à Internet ilimitado por Linha do SMP utilizada em MODEM 3G (ao longo do contrato haverá cerca de 500 modems ativos) R$ 125,40 R$ 78,00 R$ 91,00-2. Preço Mensal do Acesso à Internet ilimitado por Linha do SMP utilizada em terminal de voz (ao longo do contrato Obs: 1. A soma total dos acessos à Internet ativos será de no máximo Os terminais Blackberry com acesso à Internet terão automaticamente o serviço Considerando-se as diferenças apontadas nas planilhas anteriores, apresentamos a seguir as diferenças entre as duas propostas em REAL, considerando-se a prestação do serviço por doze meses valor global anual: PLANILHAS 1, 2, 3 e 4 - RIO DE JANEIRO, BRASÍLIA E RECIFE VIVO CLARO TOTAL ANUAL RIO DE R$ ,00 R$ ,00 TOTAL ANUAL SÃO PAULO R$ ,00 R$ ,00 TOTAL ANUAL BRASÍLIA R$ ,00 R$ ,00 TOTAL ANUAL RECIFE R$ ,00 R$ ,00 TOTAL ANUAL R$ ,00 R$ ,00 13

14 PLANILHA 6 Assinatura Mensal Acesso à Internet e Mensageria VIVO CLARO 1. Preço Mensal do Acesso à Internet ilimitado por Linha do SMP utilizada em MODEM 3G (ao longo do contrato haverá cerca de Preço Mensal do Acesso à Internet ilimitado por Linha do SMP utilizada em terminal de voz (ao longo do contrato haverá cerca de 950 terminais Blackberry ativos) TOTAL ANUAL R$ 125,40 x 491 x 12 R$ ,80 R$ 125,40 x 950 x 12 R$ ,00 R$ 47,96 x 491 x 12 R$ ,32 R$ 78,00 x 950 x 12 R$ ,00 TOTAL ANUAL da Planilha 6 Obs: R$ ,80 R$ ,32 1. A soma total dos acessos à Internet ativos será de no máximo Os terminais Blackberry com acesso à Internet terão automaticamente o b.5) Conclusão da Equipe Técnica de Apoio ao Pregoeiro e do DEGEST Diante de todas as explanações detalhadamente e exaustivamente apresentadas, a Equipe Técnica considerou totalmente infundadas as argumentações da VIVO S.A. em seu recurso. A decisão da Pregoeira pela manutenção da empresa CLARO S.A. como vencedora do pregão 30/2011 é sem sombra de dúvida a decisão mais vantajosa para o BNDES e para a Administração Pública. III. CONCLUSÃO Pelas razões acima expostas, decide-se por negar provimento ao recurso apresentado pela sociedade VIVO S.A., para manter a decisão tomada pela Pregoeira na Sessão Pública no sentido de declarar vencedora do Pregão Eletrônico AA nº 30/2011 BNDES a sociedade CLARO S.A. / CONSÓRCIO CLARO AMERICEL BNDES

15 Por oportuno, é submetido o presente procedimento licitatório ao Sr. Superintendente da Área de Administração, nos termos do inciso IV, do artigo 8º do Decreto nº 5.450/2005, para julgamento. Rio de Janeiro, 18 de agosto de Priscilla Bonaparte Gaspar de Oliveira Pregoeira AA/DELIC/GLIC2 Lívia Madeira de Menezes Membro da Equipe de Apoio AA/DELIC/GLIC2 Rogerio Abi-Ramia Barreto Gerente AA/DELIC/GLIC2 15

16 Ata de Decisão de Recurso Pregão Eletrônico 30/2011 BNDES Pelas razões já expostas na Ata de Julgamento de Recursos do Pregão Eletrônico AA 30/2011 BNDES, de 18/08/2011, que passam a integrar a presente decisão, julgo IMPROCEDENTE o recurso interposto pela empresa VIVO S.A., para confirmar a decisão da Pregoeira que declarou vencedora do certame o licitante CLARO S.A./CONSÓRCIO CLARO AMERICEL BNDES Rio de Janeiro, 24 de agosto de Carlos Roberto Lopes Haude Superintendente Área de Administração 16

ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2011

ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2011 ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2011 Aos treze dias do mês de julho de 2011, reuniram-se a Pregoeira e os membros integrantes da Equipe de Apoio para análise e julgamento

Leia mais

Número: 00190.012047/2013-59 Unidade Examinada: Instituto Benjamin Constant - RJ

Número: 00190.012047/2013-59 Unidade Examinada: Instituto Benjamin Constant - RJ Número: 00190.012047/2013-59 Unidade Examinada: Instituto Benjamin Constant - RJ Relatório de Demandas Externas n 00190.012047/2013-59 Sumário Executivo Este Relatório apresenta os resultados das ações

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS Belo Horizonte, 19 de outubro de 2015. ASSUNTO: ENCAMINHAMENTO AO PRESIDENTE: DECISÃO DA PREGOEIRA EM RELAÇÃO AO RECURSO ADMINISTRATIVO APRESENTADO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO TOCANTINS RESPOSTA IMPUGNAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 004/2014

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO TOCANTINS RESPOSTA IMPUGNAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 004/2014 RESPOSTA IMPUGNAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 004/2014 Impugnante: TELEFONICA BRASIL S/A, CNPJ 02.558.157/0001-62. Assunto: Impugnação do Edital Pregão Presencial nº 04/2014 que trata da contratação de empresa

Leia mais

JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA ITS VIAGENS E TURISMO LTDA. EPP, CNPJ nº 03.667.498/0001-39

JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA ITS VIAGENS E TURISMO LTDA. EPP, CNPJ nº 03.667.498/0001-39 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Assessoria Especial para Modernização da Gestão Central de Compras e Contratações JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA ITS VIAGENS E TURISMO LTDA.

Leia mais

1. RECEBIMENTO DOS RECURSOS

1. RECEBIMENTO DOS RECURSOS Rio de Janeiro, 01 de julho de 2011 PREGÃO ELETRÔNICO AA 25/2011 ATA DE APRECIAÇÃO DE RECURSOS 1. RECEBIMENTO DOS RECURSOS Foram apresentados recursos pelas licitantes ALLEN RIO SERVIÇO E COMÉRCIO DE PRODUTOS

Leia mais

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Eletrônico nº. 03/2009

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Eletrônico nº. 03/2009 Processo: A 09/033 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de empresa para prestação de serviços de limpeza, asseio e conservação predial, visando a obtenção de adequadas condições de

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO EMENTA: Edital 0259/2013-08, seleção de empresa especializada para prestação de serviços na área de condução de veículos oficiais da frota da Superintendência Regional

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 11/2011

ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 11/2011 ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 11/2011 Aos 29 dias do mês de julho de 2011, reuniram-se a Pregoeira e os integrantes da Equipe Técnica de Apoio para análise das razões de recurso

Leia mais

Terminada a fase de lances, o item 04 do pregão eletrônico apresentou a seguinte classificação:

Terminada a fase de lances, o item 04 do pregão eletrônico apresentou a seguinte classificação: São João del-rei, 23 de outubro de 2014. Processo: 23122.103528/2014-62 Pregão Eletrônico: 104/2014 Assunto: Decisão Recurso Administrativo 1 PRELIMINARMENTE Vistos e examinados os autos do processo licitatório

Leia mais

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. DECRETO N.º 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

1 de 6 25/02/2015 09:20

1 de 6 25/02/2015 09:20 1 de 6 25/02/2015 09:20 389320.492014.8073.4733.4554000.414 Conselho Federal de Enfermagem Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00049/2014 Às 09:01 horas do dia 09 de janeiro de 2015, reuniram-se

Leia mais

Necessidade de Separação dos Subtipos de Ligações VC2 e VC3 TELEFÔNICA BRASIL S/A

Necessidade de Separação dos Subtipos de Ligações VC2 e VC3 TELEFÔNICA BRASIL S/A Necessidade de Separação dos Subtipos de Ligações VC2 e VC3 TELEFÔNICA BRASIL S/A 1) Planilha de formação de preços. Falta de Minutagem dos sub-tipos de ligações vc1, vc2 e vc3. O Anexo V do Termo de Referência

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

Management Company TMC) para prestação de serviços de viagens executados por

Management Company TMC) para prestação de serviços de viagens executados por ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 05/2010 MASTER TURISMO LTDA. apresentou, tempestivamente, RECURSO contra a decisão que desclassificou sua proposta, após a fase de lances do Pregão

Leia mais

Dos fornecedores credenciados, 03 (três) incluíram propostas comerciais, conforme abaixo:

Dos fornecedores credenciados, 03 (três) incluíram propostas comerciais, conforme abaixo: ATA DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 055/7068-2014, PARA O REGISTRO DE PREÇOS, PELO PRAZO DE 12 (DOZE) MESES, PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ORGANIZAÇÃO DE BUFÊ COM FORNECIMENTO DE ALIMENTOS,

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 24/2013

ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 24/2013 ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 24/2013 Aos vinte e um dias do mês de agosto de 2013, reuniram-se a Pregoeira e a integrante da Equipe de Apoio para análise das razões de recurso apresentadas,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO OFÍCIO N.º 143/04/MEC/SAA/CPL Brasília, 26 de julho de 2004. Prezado Senhor, Servimo-nos

Leia mais

M I N I S T É R I O P Ú B L I C O

M I N I S T É R I O P Ú B L I C O MANIFESTAÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 075/2012-MP/PA PREGOEIRA: ANDRÉA MARA CICCIO EMPRESA RECORRENTE: PREMIUM SERVICE LTDA CONTRARRAZÕES: TREVO COMERCIO E SERVICO LTDA - ME OBJETO:

Leia mais

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC Brasília, 14 de outubro de 2008. Aos interessados,

Leia mais

Procuradoria Geral de Justiça do Estado da Bahia UASG: 926302. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00001/2014

Procuradoria Geral de Justiça do Estado da Bahia UASG: 926302. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00001/2014 Procuradoria Geral de Justiça do Estado da Bahia UASG: 926302 Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00001/2014 Às 15:01 horas do dia 04 de fevereiro de 2014, reuniram-se o Pregoeiro Oficial deste Órgão

Leia mais

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1...

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1... Página 1 de 5 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL: 25/2013 PROCESSO: 001307-09.00/13.4 Em, às 09:01 horas, na PROCURADORIA

Leia mais

Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema

Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema Licitação: Processo administrativo 073/13 Edital - Convite 002/13 Assunto: Resposta ao recurso apresentado contra o julgamento da habilitação. Senhor Presidente do CISMEPAR, A empresa Carvalho Projetos

Leia mais

393024.6012014.8100.5083.1510738.2

393024.6012014.8100.5083.1510738.2 393024.6012014.81.5083.1510738.2 MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes 03ª Unidade de Infra-estrutura Terrestre Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 601/2014

Leia mais

Aquisição de 500 (quinhentos) cartuchos de fita LTO4 em mídia regravável, conforme especificação constante do Anexo I: Memorial Descritivo.

Aquisição de 500 (quinhentos) cartuchos de fita LTO4 em mídia regravável, conforme especificação constante do Anexo I: Memorial Descritivo. Processo: A 09/078 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Aquisição de 500 (quinhentos) cartuchos de fita LTO4 em mídia regravável, conforme especificação constante do Anexo I: Memorial Descritivo.

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Pregão Eletrônico n. 327/2012 Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Estado do Tocantins SR- TO/DNIT. Impugnante: Vivo S/A A (o) Sr.(a)

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Manual do Fornecedor

PREGÃO ELETRÔNICO Manual do Fornecedor MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS PREGÃO ELETRÔNICO Manual do Fornecedor Brasília Julho/2006

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A Processo: TOMADA DE PREÇOS N.º 004/2007 Assunto: Recorrente: JOY ENGENHARIA COMÉRCIO E REPRESENTAÇÕES LTDA. JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO PROPOSTA COMERCIAL Os membros da Comissão Permanente de Licitação

Leia mais

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS. PREGÃO PRESENCIAL Edital de Licitação nº 037/2014

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS. PREGÃO PRESENCIAL Edital de Licitação nº 037/2014 SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS PREGÃO PRESENCIAL Edital de Licitação nº 037/2014 ASSUNTO: Impugnação ao Edital oferecida pela empresa CLARO/S.A. DECISÃO DA COMISSÃO ESPECIAL

Leia mais

Objeto: Aquisição de gêneros alimentícios para IF Sudeste MG Campus Barbacena (SAN, Laboratório de nutrição, aulas práticas e PRONATEC).

Objeto: Aquisição de gêneros alimentícios para IF Sudeste MG Campus Barbacena (SAN, Laboratório de nutrição, aulas práticas e PRONATEC). Pregão Eletrônico 07/2014 Processo: 23355.000130/2014-31 Objeto: Aquisição de gêneros alimentícios para IF Sudeste MG Campus Barbacena (SAN, Laboratório de nutrição, aulas práticas e PRONATEC). JULGAMENTO

Leia mais

GERÊNCIA DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES EM BRASÍLIA GILIC/BR

GERÊNCIA DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES EM BRASÍLIA GILIC/BR GERÊNCIA DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES EM BRASÍLIA GILIC/BR ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO APRESENTADO CONTRA O RESULTADO DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 33/7855-2010, TIPO MENOR PREÇO GLOBAL CUJO OBJETO É A CONTRATAÇÃO

Leia mais

GERÊNCIA DE FILIAL DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES GILIC/SA PREGÃO ELETRÔNICO 045/7029-2009 ATA 053/2010

GERÊNCIA DE FILIAL DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES GILIC/SA PREGÃO ELETRÔNICO 045/7029-2009 ATA 053/2010 GERÊNCIA DE FILIAL DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES GILIC/SA PREGÃO ELETRÔNICO 045/7029-2009 ATA 053/2010 ATA DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO, CUJO OBJETO É O REGISTRO DE PREÇOS PARA AQUISIÇÃO DE TONER PARA IMPRESSORA

Leia mais

Departamento Regional Minas Gerais. Ata de Julgamento

Departamento Regional Minas Gerais. Ata de Julgamento Trata-se de licitação na modalidade Pregão Presencial n 0055/2014, cujo objeto é a contratação de empresa(s) especializada(s) para realização do serviço de limpeza, sanitização e higienização das caixas

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA 43/2012

ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA 43/2012 ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA 43/2012 Aos 05 dias do mês de fevereiro de 2013, reuniram-se o Pregoeiro e os integrantes da Equipe Técnica de Apoio para análise das razões de recurso

Leia mais

SERVIÇOS DE RESPONSABILIDADE DE PRESTADORAS DE STFC (SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO). INCLUSÃO

SERVIÇOS DE RESPONSABILIDADE DE PRESTADORAS DE STFC (SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO). INCLUSÃO São Paulo, 01 de julho de 2013. Respostas às Impugnações de Edital de Licitação. Interessadas: VIVO S/A e CLARO S/A Referente: Respostas às Impugnações oferecidas ao PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 031/2013

Leia mais

Informações e Despachos

Informações e Despachos Senhor Chefe do Demap, Brasília, 31 de março de 2014. TOMADA DE PREÇOS DEMAP Nº 156/2013. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E ELABORAÇÃO DE PROJETOS BÁSICOS CONTEMPLANDO OS SISTEMAS DE SEGURANÇA DOS

Leia mais

RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO

RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO Recebida impugnação da Empresa VIVO, a mesma foi submetida a Coordenadoria Jurídica desta Companhia Docas do Ceará, que manifestou-se mediante Parecer nº 152/2012, nos seguintes termos:

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00004/2015

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00004/2015 Pregão Eletrônico 926208.42015.9513.5048.433328720.188 CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00004/2015 Às 09:00 horas do dia 10 de setembro de 2015,

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DIREITOS HUMANOS E PARTICIPAÇÃO POPULAR VIVA CIDADÃO

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DIREITOS HUMANOS E PARTICIPAÇÃO POPULAR VIVA CIDADÃO Folha nº Processo nº Rubrica: Matrícula: Processo n.º 148030/2015 Assunto: Análise do pedido de impugnação do Edital do Pregão nº 13/2015 referente à contratação de empresa especializada na aquisição e

Leia mais

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Presencial nº. 18/2007

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Presencial nº. 18/2007 Processo: A 07/204 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços em implementação de windows server 2003 enterprise, active directory,

Leia mais

PARECER TÉCNICO DE ANÁLISE DA EXEQUIBILIDADE DA PROPOSTA PREGÃO PRESENCIAL AA Nº 01/2015 BNDES

PARECER TÉCNICO DE ANÁLISE DA EXEQUIBILIDADE DA PROPOSTA PREGÃO PRESENCIAL AA Nº 01/2015 BNDES PARECER TÉCNICO DE ANÁLISE DA EXEQUIBILIDADE DA PROPOSTA PREGÃO PRESENCIAL AA Nº 01/2015 BNDES Aos 29 (vinte e nove) dias do mês de julho de 2015, reuniram-se os membros da Equipe Técnica de Apoio ao Pregoeiro

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 3.931, DE 19 DE SETEMBRO DE 2001. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21

Leia mais

Conselho Nacional do Ministério Público. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00021/2011

Conselho Nacional do Ministério Público. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00021/2011 Page 1 of 7 Pregão Eletrônico 5001.212011.5069.4994.4324349577.67 Conselho Nacional do Ministério Público Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00021/2011 Às 14:04 horas do dia 16 de novembro de 2011,

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA 16/2012

ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA 16/2012 ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA 16/2012 Aos 09 (nove) dias do mês de abril de 2012, reuniram-se o Pregoeiro e os integrantes da Equipe Técnica de Apoio, designados pelo

Leia mais

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas, empresas de pequeno porte e equiparadas nas contratações de bens, prestação de serviços e execução de obras, no âmbito

Leia mais

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=169864

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=169864 Página 1 de 6 ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL: 23/2014 PROCESSO: 3182-0100/13-7 Em, às 09:30 horas, na ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL - ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS Manaus, 24 de janeiro de 2013. Aos interessados. Assunto: PREGÃO ELETRÔNICO SRP 12/2012 RESPOSTA AO RECURSO E CONTRA-RAZÕES Objeto: Aquisição de soluções em Appliance de Firewall com Gerenciamento Unificado

Leia mais

Management Company TMC) para prestação de serviços de viagens executados por

Management Company TMC) para prestação de serviços de viagens executados por ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 11/2011 Ao primeiro dia do mês de abril de 2011, reuniram-se a Pregoeira e os integrantes da Equipe de Apoio para análise e julgamento

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO

JULGAMENTO DE RECURSO 1 JULGAMENTO DE RECURSO REFERÊNCIA: EDITAL Nº011/2013 PROCESSO: 012/2013 OBJETO: FOCO CIRURGICO DE TETO EM LED, COM INSTALAÇÃO. I DOS FATOS O certame previsto como Pregão Eletrônico n 11 do ano de 2013

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 36/2012

ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 36/2012 ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 36/2012 Aos 4 dias do mês de outubro de 2012, reuniram-se o Pregoeiro e os integrantes da Equipe de Apoio para análise e julgamento

Leia mais

3. No dia 01/07/2009, a Digicert apresentou seu recurso.

3. No dia 01/07/2009, a Digicert apresentou seu recurso. Decisão de Pregoeiro n 0034/2009-SLC/ANEEL Em 20 de julho de 2009. Processo nº: 48500.004388/2008-79 Licitação: Pregão Eletrônico nº 05/2009 Assunto: Análise do recurso interposto pela empresa Digicert

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO TERMO: FEITO: DECISÓRIO RECURSO ADMINISTRATIVO (Contra) REFERÊNCIA: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 342/2009 RAZÕES: OBJETO: DESCLASSIFICAÇÃO Contratação de empresa especializada

Leia mais

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N.º 07/2014 PROCESSO N.º 23368.000296.2014-17

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N.º 07/2014 PROCESSO N.º 23368.000296.2014-17 RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N.º 07/2014 PROCESSO N.º 23368.000296.2014-17 DO OBJETO Trata-se de procedimento licitatório na modalidade Concorrência, cujo objeto é a contratação de empresa

Leia mais

ATA DO PREGÃO PRESENCIAL Nº. 001 2011 UNEAL

ATA DO PREGÃO PRESENCIAL Nº. 001 2011 UNEAL ATA DO PREGÃO PRESENCIAL Nº. 001 2011 UNEAL Aos dez dias do mês de maio de 2011, às 8h e 30 min, na Sala dos Conselhos da Universidade Estadual de Alagoas, o Pregoeiro Michell Fabrício Moura da Silva,

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO FORNECEDOR PARA PARTICIPAÇÃO EM

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO FORNECEDOR PARA PARTICIPAÇÃO EM MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO FORNECEDOR PARA PARTICIPAÇÃO EM COTAÇÕES E PREGÕES ELETRÔNICOS Sumário 1. Introdução... 2 2. Procedimento para cadastro... 2 3. Conhecendo o Sistema de Compras Eletrônicas da

Leia mais

G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S. VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras

G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S. VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras SUMÁRIO O Sistema de Registro de Preços do Governo do Estado

Leia mais

COMPRASNET - O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO

COMPRASNET - O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Página 1 de 6 393024.3922013.163.4841.474652.379 MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes 03ª Unidade de Infra-estrutura Terrestre Ata de Realização do Pregão

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Manual de Simulação

PREGÃO ELETRÔNICO Manual de Simulação MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS PREGÃO ELETRÔNICO Manual de Simulação AMBIENTE DE TREINAMENTO

Leia mais

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 01-PP 011/2014

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 01-PP 011/2014 DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 01-PP 011/2014 Assunto: Decisão de Recurso Referência: Pregão Presencial n 011/2014 com formação de Registro de Preços para a contratação de empresa especializada em

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO Pregão Presencial nº: 003/2009-UNEMAT. Processo Administrativo Unemat nº 007/2009-CPL. Processo Administrativo SAD Nº 340.148/2009/SAD. Referência: Pregão Presencial para a Locação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA JULGAMENTO DO RECURSO ADMINISTRATIVO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA JULGAMENTO DO RECURSO ADMINISTRATIVO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA JULGAMENTO DO RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO: 23326.002029/2012-09 PREGÃO ELETRÔNICO: 01/2012 RECORRENTE: THOTAL Serviços

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DE PETIÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 33/2014

ATA DE JULGAMENTO DE PETIÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 33/2014 ATA DE JULGAMENTO DE PETIÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 33/2014 Aos 22 dias do mês de janeiro de 2015, a Pregoeira procedeu à análise e julgamento de petição apresentada em 19/01/2015 pelo licitante SUNGARD

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS REFERENTE AO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS N.º 1119/2013 CPL 04, pelo regime de menor preço por lote. Cujo objeto é Contratação de empresa para prestação de serviços

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DO TOCANTINS SENTENÇA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DO TOCANTINS SENTENÇA Classe 2100 : MANDADO DE SEGURANÇA Impetrante : CONSTRUMIL CONSTRUTORA E TERRAPLANAGEM LTDA Impetrado : SUPERINTENDENTE REGIONAL DO DNIT Sentença tipo A SENTENÇA I RELATÓRIO Trata-se de MANDADO DE SEGURANÇA

Leia mais

Índice. Pregão Eletrônico perfil de fornecedor - 1 / 37

Índice. Pregão Eletrônico perfil de fornecedor - 1 / 37 Pregão Eletrônico perfil de fornecedor - 1 / 37 Índice 1 -. Apresentação...3 2 -. Ambiente Operacional & Requisitos...4 3 -. Normas do Pregão Eletrônico...5 4 -. Procedimentos do Pregão Eletrônico...6

Leia mais

Conselho Regional de Educação Física da 4ª Região - CREF4/SP. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00024/2014

Conselho Regional de Educação Física da 4ª Região - CREF4/SP. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00024/2014 Pregão Eletrônico 926089.242014.13013.4885.42766884.226 Conselho Regional de Educação Física da 4ª Região - CREF4/SP Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00024/2014 Às 08:33 horas do dia 09 de junho

Leia mais

GERÊNCIA DE FILIAL DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES GILIC/RJ

GERÊNCIA DE FILIAL DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES GILIC/RJ GERÊNCIA DE FILIAL DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES GILIC/RJ ATA PARA FINS DE JULGAMENTO DE RECURSO INTERPOSTO CONTRA O RESULTADO DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 053/7031-2006, PARA A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO

Leia mais

DECRETO Nº 7.622, DE 20 DE MAIO DE 2005.

DECRETO Nº 7.622, DE 20 DE MAIO DE 2005. DECRETO Nº 7.622, DE 20 DE MAIO DE 2005. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no artigo 15, 3º da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993 e artigo 11 da Lei Federal nº 10.520, de 17 de julho

Leia mais

389320.62014.3973.5027.1033884844.643

389320.62014.3973.5027.1033884844.643 389320.62014.3973.5027.1033884844.643 Conselho Federal de Enfermagem Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 6/2014 Às 09:17 horas do dia 04 de abril de 2014, reuniram-se o Pregoeiro Oficial deste Órgão

Leia mais

389320.12014.8365.4785.65954070.630

389320.12014.8365.4785.65954070.630 389320.12014.8365.4785.65954070.630 Conselho Federal de Enfermagem Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00001/2014 Às 09:03 horas do dia 09 de janeiro de 2014, reuniram-se o Pregoeiro Oficial deste

Leia mais

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 071/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº 010/2015 RECORRENTE: LAFAIETE PROVEDOR DE INTERNET E TELECOMUNICAÇÕES LTDA. RECORRIDA: OI MÓVEL S/A Em 27 de novembro

Leia mais

COMPRASNET -O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO

COMPRASNET -O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Página 1 de 13 Pregão Eletrônico 393025.1612013.7859.4692.165648.696 MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Departamento Nacional de Infra Estrutura de Transportes 08ª Unidade de Infra-estrutura Terrestre Ata de Realização

Leia mais

BNDES PREGÃO ELETRÔNICO AA 38/2013 ATA DE APRECIAÇÃO DE RECURSO

BNDES PREGÃO ELETRÔNICO AA 38/2013 ATA DE APRECIAÇÃO DE RECURSO Rio de Janeiro, 03 de fevereiro de 2014. BNDES PREGÃO ELETRÔNICO AA 38/2013 ATA DE APRECIAÇÃO DE RECURSO 1. RECEBIMENTO DOS RECURSOS No dia 24.01.2014 foi apresentado recurso pela licitante COMERCIAL MILANO

Leia mais

533014.32014.4030.4660.12819426072.472

533014.32014.4030.4660.12819426072.472 533014.32014.4030.4660.12819426072.472 MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SUPERINTENDÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO DO NORDESTE SEDE PERNAMBUCO Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00003/2014 Às 09:30 horas

Leia mais

CIGAM MÓDULOS DE COMPRAS WEB EPROCUREMENT

CIGAM MÓDULOS DE COMPRAS WEB EPROCUREMENT CIGAM MÓDULOS DE COMPRAS WEB EPROCUREMENT MANUAL DE OPERAÇÃO Rev. 02.11 03/05/12 CRM - CIGAM - Compras web 1 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CIGAM DESKTOP Solicitação de Compra (SOC)... 4 2.1. Envio do pedido

Leia mais

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009 RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009 Trata-se de procedimento licitatório, modalidade Concorrência, cujo objeto é a contratação de empresa do ramo da construção civil para execução

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 57/2011

ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 57/2011 ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 57/2011 Aos dezoito dias do mês de janeiro do ano de dois mil e doze (18/01/2012), reuniram-se o Pregoeiro e os integrantes da Equipe de Apoio para

Leia mais

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO Pregão Presencial nº. 003/2008 Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial EMENTA: AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA

Leia mais

DECRETO Nº 11.319, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2004

DECRETO Nº 11.319, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2004 DECRETO Nº 11.319, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2004 PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL Nº 032, DE 17-02-2004 Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP, previsto no art. 15, da Lei nº 8.666, de 21 de junho de

Leia mais

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1...

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1... Página 1 de 5 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL: 54/2012 PROCESSO: 002872-09.00/12-3 Em, às 09:01 horas, na PROCURADORIA

Leia mais

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ DECRETO Nº 600/2014 Súmula:- Regulamenta a aquisição de Bens Permanentes, de Consumo e Serviços destinados a Administração Direta, Indireta e Fundacional do Município de Sengés, através de Pregão, tendo

Leia mais

Conselho Nacional do Ministério Público. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00066/2011

Conselho Nacional do Ministério Público. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00066/2011 1 de 5 18:09 Pregão Eletrônico 590001.662011.10385.4672.615802290.62 Conselho Nacional do Ministério Público Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00066/2011 Às 14:02 horas do dia 21 de dezembro de

Leia mais

Contratação de Empresa Especializada para Fornecimento e Instalação de Piso Elevado, Rede Elétrica e Rede Estrutural para o CPD 3º Andar.

Contratação de Empresa Especializada para Fornecimento e Instalação de Piso Elevado, Rede Elétrica e Rede Estrutural para o CPD 3º Andar. 0Processo: A 06/334 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de Empresa Especializada para Fornecimento e Instalação de Piso Elevado, Rede Elétrica e Rede Estrutural para o CPD 3º Andar.

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DECISÃO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO ADMINISTRATIVA IMPUGNAÇÃO ADMINISTRATIVA

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DECISÃO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO ADMINISTRATIVA IMPUGNAÇÃO ADMINISTRATIVA ; REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES DECISÃO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO ADMINISTRATIVA TERMO: DECISÓRIO FEITO: IMPUGNAÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FEIRA DE SANTANA AV SAMPAIO CENTRO FEIRA DE SANTANA / BA ATA DA SESSÃO PÚBLICA

PREFEITURA MUNICIPAL DE FEIRA DE SANTANA AV SAMPAIO CENTRO FEIRA DE SANTANA / BA ATA DA SESSÃO PÚBLICA ATA DA SESSÃO PÚBLICA Nº do Processo Licitatório: 006/2014 Nº Proc. de Pregão/Edital: 001/2014-PP Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURO DE AUTOMÓVEIS, PARA 39 (TRINTA E NOVE)

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Bahia. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00060/2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Bahia. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00060/2015 Pregão Eletrônico 153038.602015.11486.4583.59470162.617 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Bahia Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00060/2015 Às 09:00 horas do dia 03 de setembro de

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Pregão Eletrônico n. 028/2014 Conselho Federal de Enfermagem de São Paulo/SP. Impugnante: Telefônica Brasil S/A. A (o) Sr.(a) Pregoeiro (a) do Conselho Federal de Enfermagem de São

Leia mais

CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO BRASIL. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00016/2015

CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO BRASIL. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00016/2015 Pregão Eletrônico Este pregão possui 1 Ata Complementar Ver Ata Posterior 926284.162015.14579.5151.4346304.48 CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO BRASIL Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00016/2015

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Administrativos,

Excelentíssimo Senhor Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Administrativos, RELATÓRIO Nº. 022.2014.CPL.900762.2014.14751 RELATÓRIO REFERENTE AO PREGÃO PRESENCIAL Nº 5.016/2014- CPL/MP/PGJ TIPO MENOR PREÇO GLOBAL. PROCEDIMENTO INTERNO Nº 839320/2014 Excelentíssimo Senhor Subprocurador-Geral

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SR. PREGOEIRO E COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO DE ALAGOAS.

ILUSTRÍSSIMO SR. PREGOEIRO E COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO DE ALAGOAS. ILUSTRÍSSIMO SR. PREGOEIRO E COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO DE ALAGOAS. Ref. Contra Razões ao Recurso administrativo do Edital de pregão Eletrônico nº 068-A/2012 CONTRARRAZÕES AO RECURSO ADMINISTRATIVO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 86/2008 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 23034.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 86/2008 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 23034. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 86/2008 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 23034.001954/2008-11 JULGAMENTO DE RECURSO Trata-se de contratação, mediante

Leia mais

À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS.

À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS. Ao PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS. Ao SR. PREGOEIRO. PROCESSO LICITATÓRIO TRT/DSAA/029/2014 PREGÃO

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 44/2011

ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 44/2011 ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 44/2011 Aos treze dias do mês de fevereiro de 2012, reuniram-se a Pregoeira e a integrante da Equipe de Apoio para análise das razões de recurso apresentadas,

Leia mais

Ref. Processo 2.08.000.00724/2016-20. Assunto: decisão referente ao Pregão Eletrônico n 2/2016. RELATÓRIO

Ref. Processo 2.08.000.00724/2016-20. Assunto: decisão referente ao Pregão Eletrônico n 2/2016. RELATÓRIO Ref. Processo 2.08.000.00724/2016-20 Assunto: decisão referente ao Pregão Eletrônico n 2/2016. RELATÓRIO A Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região expediu instrumento licitatório na modalidade Pregão

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS 1 PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS O CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAUDE DO MEDIO PARAIBA, mediante o Pregoeiro Flávio Macharet Barbosa, designado pela Portaria nº 004/2011, de junho

Leia mais

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC Brasília, 20 de fevereiro de 2009. Ref.: Processo n

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO. Recorrente: SELL COMÉRCIO SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES LTDA.

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO. Recorrente: SELL COMÉRCIO SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES LTDA. Processo: CONVITE N.º 007/2008 Assunto: JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO Recorrente: SELL COMÉRCIO SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES LTDA. A Comissão Permanente de Licitação - CPL da Centrais Elétricas de Rondônia

Leia mais

NOTA TECNICA JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO FASE COMPLEMENTAR. Aguiar Feres Auditores Independentes S/S - EPP RECORRIDA:

NOTA TECNICA JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO FASE COMPLEMENTAR. Aguiar Feres Auditores Independentes S/S - EPP RECORRIDA: NOTA TECNICA JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO FASE COMPLEMENTAR TERMO: Decisório FEITO: Recurso Administrativo REFERENCIA: Pregão Eletrônico nº 39/2015 Contratação de empresa especializada em prestação

Leia mais

Comissão Permanente de Licitação

Comissão Permanente de Licitação RELATÓRIO N.º 005.2014..808680.2013.46166 RELATÓRIO CIRCUNSTANCIADO REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO N.º 4.001/2014-/MP/PGJ. PROCEDIMENTO INTERNO N.º 767896/2013 Excelentíssimo Senhora Subprocuradora-Geral

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 01/2015 - BNDES ATA DE JULGAMENTO DAS PROPOSTAS DE PREÇO E CLASSIFICAÇÃO

CONCORRÊNCIA AA Nº 01/2015 - BNDES ATA DE JULGAMENTO DAS PROPOSTAS DE PREÇO E CLASSIFICAÇÃO CONCORRÊNCIA AA Nº 01/2015 - BNDES ATA DE JULGAMENTO DAS PROPOSTAS DE PREÇO E CLASSIFICAÇÃO Aos vinte e um dias do mês de agosto do ano de dois mil e quinze (21/08/2015), reuniram-se os membros da Comissão

Leia mais