PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM CLÍNICA MÉDICA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM CLÍNICA MÉDICA"

Transcrição

1 PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM CLÍNICA MÉDICA 2016

2 Programa de Residência Médica em Clínica Médica 2016 Unidade: Hospital Copa D Or Diretor de Ensino e Coordenador Geral da Residência Médica: Dr Arnaldo Prata, MD, PhD. Coordenadora do Programa de Residência de Clínica Médica: Ana Pittella, MD, PhD. Preceptores da Residência de Clinica Médica do HCD: Antônio Carlos Moraes, MD; Thaíssa Santos Monteiro, MD, MSc. Presidente da COREME do Hospital Copa D or: Dra Vanessa Soares Lanziotti, MD. Apresentação do Serviço Hospital Geral terciário de alta complexidade com Serviços e Unidades diversas disponíveis para o treinamento dos Residentes: Unidade de Internação com 103 quartos disponíveis para a admissão de pacientes clínicos e cirúrgicos Unidades de Terapia Intensiva com diferentes vertentes uma UTI geral, uma Unidade de Pós-Operatório, uma Unidade Cárdio-Intensiva, uma Unidade Neuro-Intensiva e uma UTI Ventilatória Centro Cirúrgico Unidade Semi-Intensiva Serviço de Emergência Serviços próprios de Nefrologia, Pneumologia, Gastroenterologia e Cardiologia que prestam assistência a pacientes internados em todas as Unidades do Hospital Serviços de apoio multidisciplinares Comissão de Controle de Infecção Hospitalar e Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional

3 Serviços de Exames Complementares dentro do Hospital Radiologia, Ecocardiografia, Ergometria, Arritmia, Endoscopia Digestiva e Respiratória Tipo do programa Duração - 2 anos Número de vagas para residentes: 02 Pré-requisitos: conclusão da graduação em Medicina Objetivo O programa tem como objetivo o treinamento teórico e prático do residente para o seu aperfeiçoamento no atendimento a pacientes clínicos e cirúrgicos em ambiente hospitalar e ambulatorial. As atividades dos residentes serão sempre supervisionadas pela preceptoria da residência médica e pelos médicos que compõem as diversas equipes dos Serviços descritos acima. Programação Didática Aulas teóricas, seminários e clubes de revistas Frequência: duas vezes por semana, nas tardes de segunda e quarta. Responsável: Dr. Antônio Carlos Moraes, Dr. Erika Caramez. Descrição da atividade: aulas ministradas pelos preceptores da residência médica, professores convidados, ou sob forma de seminário produzido pelos próprios residentes.

4 Cursos de Imersão ACLS: Centro de Treinamento Rede D Or (R1) Via aérea Difícil: Centro de Treinamento Rede D Or (R1) Sessões de morbimortalidade, dos serviços de terapia intensive e emergência Frequência: mensal Horário: conforme a grade em anexo Local: do Prédio Anexo ao Hospital Copa D Or. Objetivos: discussão de casos ocorridos no Hospital Copa D Or, com ênfase na assistência e condutas. Visita Médica dos pacientes internados n os diversos setores do Hospital (de acordo com o rodízio do paciente) Frequência: diária Responsáveis: Médicos dos Serviços Objetivos: avaliação dos pacientes internados no CTI, discussão da assistência aos casos em conjunto com os médicos da rotina e plantonistas, participação nos rounds e interação com médicos assistentes. Discussão dos casos dos pacientes avaliados no Ambulatório de Clínica Médica (Hospital Quinta D Or) Frequência: semanal Responsável: Dra. Thaíssa Monteiro. Objetivos: discussão durante e logo depois do atendimento aos pacientes visando o aperfeiçoamento na investigação e, sobretudo no tratamento das condições mais prevalentes no âmbito da Medicina Ambulatorial.

5 Estágio Curricular Carga Horária: Segunda à sexta feira: 07:30 17 h R1 - Plantão diurno na Emergência 12h no fim de semana, seminal. R2 Visita no serviço de Clínica Médica no fim de semana, a cada 15 dias. Avaliação de performance: Após cada estágio rotatório pelo preceptor da Unidade Prova Prática e teórica realizada anualmente pela Coordenação da Residência Primeiro ano: Clínica Médica 7 meses na Unidade de Internação (UI) do HCD Cardiologia 1 mês na Unidade Cardio-Intensiva e visitas conjuntas com os Cardiologistas aos pacientes internados nos quartos da UI do HCD Estágio Cirúrgico 1 mês Unidade de Pós-Operatório do HCD CTI 1 mês Unidade de Terapia Intensiva Geral do HCD Unidade Básica de Saúde 1 mês convênio com FIOCRUZ Segundo ano: Clínica Médica 6 meses na Unidade de Internação (UI) do HCD Opcional 1 mês a ser escolhido pelo Residente, com concordância da preceptoria da Residência Neurologia 1 mês nos ambulatórios do Instituto de Neurologia Deolindo Couto (UFRJ) Gastroenterologia 1 mês convênio com o Serviço de Gastroenterologia do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (UFRJ) Nefrologia 1 mês acompanhando o Serviço de Nefrologia da Rede D Or na visita aos pacientes internados no HCD Pneumonologia 1 mês convênio com o Serviço de Pneumologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto (UERJ)

6 Monografia de conclusão do curso Deverá ser realizada sob a supervisão dos preceptores do Programa de Residência Médica O tema deverá ser discutido e aprovado pela preceptoria e coordenação da Residência Médica e poderá ser no formato de Artigo Científico para publicação em Revista Científica da especialidade

7

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM CLÍNICA MÉDICA

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM CLÍNICA MÉDICA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM CLÍNICA MÉDICA 2016 Programa de Residência Médica em Clínica Médica 2016 Unidade: Hospital Quinta D Or Diretor de Ensino e Coordenador Geral da Residência Médica: Dr. Arnaldo

Leia mais

Pós-graduação Lato Sensu Curso de Especialização em Clínica Médica

Pós-graduação Lato Sensu Curso de Especialização em Clínica Médica Pós-graduação Lato Sensu Curso de Especialização em Clínica Médica Manual 2016 Sumário Sumário... 2 CARACTERIZAÇÃO DO CURSO... 3 Instituições / Endereços... 3 GRANDE ÁREA E ÁREA DE CONHECIMENTO... 3 1.

Leia mais

H x D O Av. Brigadeiro Lima e Silva, 821 Jardim Vinte e Cinco de Agosto Duque de Caxias Rio de Janeiro.

H x D O Av. Brigadeiro Lima e Silva, 821 Jardim Vinte e Cinco de Agosto Duque de Caxias Rio de Janeiro. - 2015 D O q ( DOR) H x D O (H XD) H x D O Av. Brigadeiro Lima e Silva, 821 Jardim Vinte e Cinco de Agosto Duque de Caxias Rio de Janeiro. Medicina Medicina Interna 1. JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS DO CURSO:

Leia mais

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM TERAPIA INTENSIVA ADULTO

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM TERAPIA INTENSIVA ADULTO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM TERAPIA INTENSIVA ADULTO MARÇO DE 2013 Programa de Residência Médica em Terapia Intensiva 2013 Unidade: Hospital Copa D Or Coordenador do Programa de Residência Médica

Leia mais

Casa de Portugal e Beneficência Portuguesa de São Paulo: PARCEIROS HÁ MAIS DE 80 ANOS

Casa de Portugal e Beneficência Portuguesa de São Paulo: PARCEIROS HÁ MAIS DE 80 ANOS Casa de Portugal e Beneficência Portuguesa de São Paulo: PARCEIROS HÁ MAIS DE 80 ANOS A Beneficência Portuguesa de São Paulo e a Casa de Portugal tem a mesma origem e cooperam entre si há mais de 80 anos.

Leia mais

Pós graduação Lato Sensu Curso de especialização em medicina interna. Manual de Pós-Graduação

Pós graduação Lato Sensu Curso de especialização em medicina interna. Manual de Pós-Graduação Pós graduação Lato Sensu Curso de especialização em medicina interna Manual de Pós-Graduação CARACTERIZAÇÃO DO CURSO Desde 2014 INSTITUIÇÕES Instituto ID Or- Hospital Quinta D Or (HQD) ENDEREÇO HOSPITAL

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM CARDIOLOGIA PARA MÉDICOS Unidade Dias

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 01/2016-EBSERH/CH-UFPA ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH ÁREA MÉDICA, DE 27 DE JUNHO DE 2016 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 01/2016-EBSERH/CH-UFPA ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH ÁREA MÉDICA, DE 27 DE JUNHO DE 2016 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 01/2016-EBSERH/CH-UFPA ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH ÁREA MÉDICA, DE 27 DE JUNHO DE 2016 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 006 Médico - Anestesiologia

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA Unidade

Leia mais

I Características Técnicas e Funcionais do Curso

I Características Técnicas e Funcionais do Curso Curso: Condutas Médicas em Intercorrências de Pacientes Internados I Características Técnicas e Funcionais do Curso A Tipo: Curso de Aperfeiçoamento, Modular e Baseado em Evidências Médicas População-alvo

Leia mais

Programa de Residência Médica em Cardiologia

Programa de Residência Médica em Cardiologia Programa de Residência Médica em Cardiologia Hospital Barra D`OR Programa de Residência Médica em Cardiologia Corpo Clínico Coordenador do Programa de Residência Médica em Cardiologia : Dr. João Luiz Fernandes

Leia mais

RESIDÊNCIA MÉDICA EM NUTROLOGIA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

RESIDÊNCIA MÉDICA EM NUTROLOGIA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO RESIDÊNCIA MÉDICA EM NUTROLOGIA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO O programa tem duração de dois anos. É necessário como pré-requisito médicos que tenham um ano de treinamento de Residência em Clínica Médica ou Clínica

Leia mais

PROCESSO. para RECONHECIMENTO. SERVIÇOS ou PROGRAMAS. ANGIOLOGIA e CIRURGIA VASCULAR. pela S B A C V

PROCESSO. para RECONHECIMENTO. SERVIÇOS ou PROGRAMAS. ANGIOLOGIA e CIRURGIA VASCULAR. pela S B A C V PROCESSO para RECONHECIMENTO de SERVIÇOS ou PROGRAMAS de ANGIOLOGIA e CIRURGIA VASCULAR pela S B A C V 1 Procedimento ETAPA I: O processo do solicitante, com o requerimento dirigido ao Presidente da SBACV,

Leia mais

Comissão de Cultura e Extensão Universitária CCEx Av. Dr. Arnaldo, 455 1º andar sala 1301 Fone: (11) 3061-7454/8462

Comissão de Cultura e Extensão Universitária CCEx Av. Dr. Arnaldo, 455 1º andar sala 1301 Fone: (11) 3061-7454/8462 Comissão de Cultura e Extensão Universitária CCEx Av. Dr. Arnaldo, 455 1º andar sala 1301 Fone: (11) 3061-7454/8462 Formulário de PROGRAMA DE COMPLEMENTAÇÃO ESPECIALIZADA Nome do Programa ESTÁGIO DE COMPLEMENTAÇÃO

Leia mais

PROJETO: CURSO DE REABILITAÇÃO PULMONAR: DA ATUAÇÃO HOSPITALAR A DOMICILIAR

PROJETO: CURSO DE REABILITAÇÃO PULMONAR: DA ATUAÇÃO HOSPITALAR A DOMICILIAR PROJETO: CURSO DE REABILITAÇÃO PULMONAR: DA ATUAÇÃO HOSPITALAR A DOMICILIAR 1. OBJETIVO Promover uma atualização em Reabilitação Pulmonar da atuação a nível hospitalar e domiciliar incluindo pectos de

Leia mais

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM TERAPIA INTENSIVA ADULTO

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM TERAPIA INTENSIVA ADULTO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM TERAPIA INTENSIVA ADULTO MARÇO DE 2016 Programa de Residência Médica em Terapia Intensiva 2016 Hospital Copa D Or Coordenadora do Programa de Residência Médica em Terapia

Leia mais

PESQUISADORES RESPONSÁVEIS

PESQUISADORES RESPONSÁVEIS PESQUISADORES RESPONSÁVEIS Professora Doutora Regina Vieira Cavalcante da Silva - Professora Adjunto do Departamento de Pediatria - Hospital de Clínicas - Universidade Federal do Paraná (reginavcs@uol.com.br)

Leia mais

HOSPITAL PELÓPIDAS SILVEIRA PROGRAMA DE ESTÁGIOS E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL. RODÍZIO EM NEUROINTENSIVISMO PARA RESIDENTES (160h)

HOSPITAL PELÓPIDAS SILVEIRA PROGRAMA DE ESTÁGIOS E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL. RODÍZIO EM NEUROINTENSIVISMO PARA RESIDENTES (160h) HOSPITAL PELÓPIDAS SILVEIRA PROGRAMA DE ESTÁGIOS E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL PRECEPTOR RESPONSÁVEL Dra. Maria Goreth Pereira: goreth_pereira@hotmail.com PRECEPTORES ENVOLVIDOS Edna Lucia Freitas Daiana

Leia mais

REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA DA FACULDADE ATENAS CURSO DE MEDICINA

REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA DA FACULDADE ATENAS CURSO DE MEDICINA REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA DA FACULDADE ATENAS CURSO DE MEDICINA PARACATU MG 2013 SUMÁRIO REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA DA FACULDADE ATENAS 2 CAPÍTULO I - DA NATUREZA

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA

COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA Pedido de Credenciamento de Programa Nome Completo da Instituição Complexo Hospital Universitário Professor Edgard Santos (HUPES) Endereço Completo Rua Augusto Viana

Leia mais

Estágio supervisionado

Estágio supervisionado Estágio supervisionado - O QUE É? - COMO FUNCIONA? - CARACTERÍSTICAS - OBJETIVO - CONTEÚDO É uma atividade de complementação acadêmica nos moldes estabelecidos pelas Diretrizes Curriculares fixadas pelo

Leia mais

Comissão Estadual de Residência Medica Processo Seletivo Unificado Residência Medica 2010

Comissão Estadual de Residência Medica Processo Seletivo Unificado Residência Medica 2010 Conforme previsto nos editais não será publicada nova listagem de convocação de excedentes. As instituições e candidatos devem seguir os procedimentos: Instituições que possuem vagas e excedentes: A instituição

Leia mais

C L A S S I F I C A D O S P A R A A 2ª F A S E (Ref: 2016)

C L A S S I F I C A D O S P A R A A 2ª F A S E (Ref: 2016) Concurso: 800 ANGIORRADIOLOGIA E CIRURGIA Inscrição ENDOVASCULAR Adicional PROVAB Nota Media - Desvio Padrao = 2,9149 1113 1453 1578 1786 2024 Concurso: 74 CANCEROLOGIA CLINICA Inscrição Adicional PROVAB

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA HOSPITALAR Unidade Dias

Leia mais

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM ANESTESIOLOGIA

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM ANESTESIOLOGIA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM ANESTESIOLOGIA 1- IDENTIFICAÇÃO 1.1- Hospital: Rubens de Souza Bento Hospital Geral de Roraima. 1.2- Entidade Mantenedora: Secretaria Estadual de Saúde/SESAU-RR 1.3- Curso:

Leia mais

PROJETO CURSOS 2015 CURSO TEÓRICO- PRÁTICO DE REABILITAÇÃO PULMONAR: DA ATUAÇÃO HOSPITALAR A DOMICILIAR

PROJETO CURSOS 2015 CURSO TEÓRICO- PRÁTICO DE REABILITAÇÃO PULMONAR: DA ATUAÇÃO HOSPITALAR A DOMICILIAR VALOR DA INSCRIÇÃO: R$ 1.400,00 PROJETO CURSOS 2015 EDITAL I: CURSO TEÓRICO- PRÁTICO DE REABILITAÇÃO PULMONAR: DA ATUAÇÃO HOSPITALAR A DOMICILIAR 1. OBJETIVO Promover uma atualização em Reabilitação Pulmonar

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO HOSPITALAR - BH Unidade Dias

Leia mais

SERVIÇO SOCIAL E A MEDICINA PREVENTIVA

SERVIÇO SOCIAL E A MEDICINA PREVENTIVA SERVIÇO SOCIAL E A MEDICINA PREVENTIVA NOSSA CASA A importância do Trabalho em Equipe Multidisciplinar Assistente Social Enfermeira Técnicos de enfermagem Fisioterapeuta Nutricionista Médico Psicólogo

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA

COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA Pedido de Credenciamento de Programa Nome Completo da Instituição HOSPITAL UNIVERSITARIO PROFESSOR EDGARD SANTOS Endereço Completo RUA AUGUSTO VIANA S/N CANELA CEP

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.068/2013 (Publicada no D.O.U. de 03 de janeiro de 2014, Seção I, p. 76)

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.068/2013 (Publicada no D.O.U. de 03 de janeiro de 2014, Seção I, p. 76) RESOLUÇÃO CFM Nº 2.068/2013 (Publicada no D.O.U. de 03 de janeiro de 2014, Seção I, p. 76) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 2.005/12, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

Serviço Público Federal Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências da Saúde Coordenação do Curso de Medicina

Serviço Público Federal Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências da Saúde Coordenação do Curso de Medicina Serviço Público Federal Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências da Saúde Coordenação do Curso de Medicina REGIMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA UFPE CAPÍTULO I DEFINIÇÃO: Artigo 1 -

Leia mais

ASSOCIAÇÃO EDUCADORA SÃO CARLOS HOSPITAL MÃE DE DEUS EDITAL DE CONCURSO PARA CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA

ASSOCIAÇÃO EDUCADORA SÃO CARLOS HOSPITAL MÃE DE DEUS EDITAL DE CONCURSO PARA CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA ASSOCIAÇÃO EDUCADORA SÃO CARLOS HOSPITAL MÃE DE DEUS EDITAL DE CONCURSO PARA CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA 1. INTRODUÇÃO A Comissão de Ensino do Curso de Especialização em Cardiologia do Hospital

Leia mais

Formação do Médico Paliativista FÓRUM DE CUIDADOS PALIATIVOS CREMERS - 2010

Formação do Médico Paliativista FÓRUM DE CUIDADOS PALIATIVOS CREMERS - 2010 Formação do Médico Paliativista FÓRUM DE CUIDADOS PALIATIVOS CREMERS - 2010 Maria goretti maciel Conselho Consultivo da ANCP Diretora do Serviço de Cuidados Paliativos do HSPE Coordenadora do Programa

Leia mais

NORMAS COMPLEMENTARES DO INTERNATO DA FAMED

NORMAS COMPLEMENTARES DO INTERNATO DA FAMED NORMAS COMPLEMENTARES DO INTERNATO DA FAMED Modelo implantado a partir das mudanças determinadas com a aprovação das Diretrizes Curriculares do Curso Medico do MEC em 2001. COLEGIADO DE CURSO DE GRADUAÇÃO

Leia mais

Unidade de Hemato-oncologia Pediátrica Hospital Pediátrico Integrado Centro Hospitalar São João. Maria do Bom-Sucesso Coordenadora 1.11.

Unidade de Hemato-oncologia Pediátrica Hospital Pediátrico Integrado Centro Hospitalar São João. Maria do Bom-Sucesso Coordenadora 1.11. Unidade de Hemato-oncologia Pediátrica Hospital Pediátrico Integrado Centro Hospitalar São João Maria do Bom-Sucesso Coordenadora 1.11.14 UHOP O prognóstico dos tumores pediátricos é determinado pela precocidade

Leia mais

Processo Seletivo Para o Estágio Acadêmico em Medicina Intensiva do Hospital SOCOR 2016: Edital/ Manual do Candidato:

Processo Seletivo Para o Estágio Acadêmico em Medicina Intensiva do Hospital SOCOR 2016: Edital/ Manual do Candidato: Processo Seletivo Para o Estágio Acadêmico em Medicina Intensiva do Hospital SOCOR 2016: Edital/ Manual do Candidato: 1 - APRESENTAÇÃO O Hospital SOCOR é uma instituição privada de saúde fundada em 1968.

Leia mais

PROGRAMAÇÃO RESIDÊNCIA MEDICINA INTENSIVA 2016 R1, R2, R3 HSF

PROGRAMAÇÃO RESIDÊNCIA MEDICINA INTENSIVA 2016 R1, R2, R3 HSF PROGRAMAÇÃO RESIDÊNCIA MEDICINA INTENSIVA 2016 (CENTRO DE TERAPIA INTENSIVA) R1, R2, R3 HSF Residência em Medicina Intensiva Introdução: A Residência em Medicina Intensiva foi criada nesta instituição

Leia mais

PEDIATRIA CLÍNICA 1. OBJETIVOS

PEDIATRIA CLÍNICA 1. OBJETIVOS PEDIATRIA CLÍNICA PROGRAMA PARA O 6º. ANO DE MEDICINA 2015 Estágio obrigatório em tempo integral, que visa à formação em Pediatria Geral, em estagio prático, sob supervisão docente, com ênfase ao raciocínio

Leia mais

REDE CREDENCIADA PARA ATENDIMENTO MÉDICO E SERVIÇOS

REDE CREDENCIADA PARA ATENDIMENTO MÉDICO E SERVIÇOS REDE CREDENCIADA PARA ATENDIMENTO MÉDICO E SERVIÇOS Seja Bem a CLINIBEL PLUS LIFE. A CLINIBEL há 19 anos, vem trabalhando na qualidade dos seus serviços prestados na área de odontologia, médicos e farmácia

Leia mais

HOSPITAL ESTADUAL DA CRIANÇA. Especialização em Medicina Intensiva Pediátrica

HOSPITAL ESTADUAL DA CRIANÇA. Especialização em Medicina Intensiva Pediátrica HOSPITAL ESTADUAL DA CRIANÇA PÓS-GRADUAÇÃO LATU SENSU Especialização em Medicina Intensiva Pediátrica Programa de Pós-Graduação 2014 Caracterização do curso: Instituições: Instituto D Or de Pesquisa e

Leia mais

Treinamento em Clínica Médica 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE)

Treinamento em Clínica Médica 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE) Treinamento em Clínica Médica 2014 do Pesquisas de Gastroenterologia (IBEPEGE) Reconhecido pela Sociedade Brasileira de Clínica Médica São Paulo - 2014/2016 Coordenador: Dr. Norton Wagner Ferracini O IBEPEGE

Leia mais

SIG RUTE: Residência Médica e Especialização em Radiologia e Diagnóstico por Imagem

SIG RUTE: Residência Médica e Especialização em Radiologia e Diagnóstico por Imagem ARTIGO SIG RUTE: Residência Médica e Especialização em Radiologia e Diagnóstico por Imagem AUTORES Ênio Rogacheski Especialista e Mestre em Radiologia e Diagnóstico por Imagem. Médico Radiologista do Hospital

Leia mais

EDITAL N.º 232/2015 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 230/2015

EDITAL N.º 232/2015 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 230/2015 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 230/2015 O VICE-REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, retifica o Edital nº 230/2015, de 25 de setembro de 2015, publicado no

Leia mais

Horário de Aula do 2º ao 8º Períodos *Veja o Horário da Distribuição de Salas no Site

Horário de Aula do 2º ao 8º Períodos *Veja o Horário da Distribuição de Salas no Site Horário de Aula do 2º ao 8º Períodos *Veja o Horário da Distribuição de Salas no Site Curso de Medicina HISTOL. MÉDICA (P1) (P1) (T) P.S.P.S. (T) HISTOL. MÉDICA (T) Profª Josefa Lab. de Histologia P.S.P.S.

Leia mais

Anexo I. Quadro de vagas por Hospital / Especialidades AREAS BÁSICAS

Anexo I. Quadro de vagas por Hospital / Especialidades AREAS BÁSICAS Anexo I Quadro de vagas por Hospital / Especialidades COD.101 - CLÍNICA MÉDICA AREAS BÁSICAS 1 Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus (UNOESTE) 3 2 Conjunto Hospitalar do Mandaqui

Leia mais

PROGRAMA PEDAGÓGICO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO E RESIDÊNCIA MÉDICA EM CLÍNICA MÉDICA

PROGRAMA PEDAGÓGICO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO E RESIDÊNCIA MÉDICA EM CLÍNICA MÉDICA PROGRAMA PEDAGÓGICO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO E RESIDÊNCIA MÉDICA EM CLÍNICA MÉDICA 1- IDENTIFICAÇÃO 1.1- Hospital: Rubens de Souza Bento Hospital Geral de Roraima. 1.2- Entidade Mantenedora: Secretaria

Leia mais

PLANO DO CURSO DE ATUALIZAÇÃO NA ATENÇÃO INTERSETORIAL AO USO PREJUDICIAL EM ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS - CIAD 2016

PLANO DO CURSO DE ATUALIZAÇÃO NA ATENÇÃO INTERSETORIAL AO USO PREJUDICIAL EM ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS - CIAD 2016 PLANO DO CURSO DE ATUALIZAÇÃO NA ATENÇÃO INTERSETORIAL AO USO PREJUDICIAL EM ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS - CIAD 2016 COORDENAÇÃO: MARCO AURELIO SOARES JORGE EPSJV/FIOCRUZ PILAR RODRIGUEZ BELMONTE EPSJV/FIOCRUZ

Leia mais

REGIMENTO DO INTERNATO

REGIMENTO DO INTERNATO REGIMENTO DO INTERNATO Petrolina Março 2012 Universidade Federal do Vale do São Francisco REGIMENTO DO INTERNATO CAPÍTULO I DEFINIÇÃO: Artigo 1 O Internato O internato é o estágio obrigatório em serviços

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA Resolução Nº 01/2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE Regulamenta o Estágio Curricular - Internato obrigatório do Curso de Medicina do CCBS/UFCG. O Colegiado do Curso de Graduação em Medicina, no

Leia mais

Estágio. Psiquiatria. 5º Ano Médico

Estágio. Psiquiatria. 5º Ano Médico Estágio Psiquiatria 5º Ano Médico 2012 Preceptor Responsável Eliana Ferreira Roselli Docentes Psiquiatria Pronto Socorro Dr. Antonio A. Tonhom Dra. Eliana F. Roselli Prof. Dra. Valéria Garcia Caputo Dr.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.209, DE 7 DE OUTUBRO DE 2004

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.209, DE 7 DE OUTUBRO DE 2004 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.209, DE 7 DE OUTUBRO DE 2004 Homologa o Parecer n.º 036/04-CEG, que aprova a revogação da Resolução

Leia mais

1. Grupo 1 Remuneração das CIHDOTT s

1. Grupo 1 Remuneração das CIHDOTT s 1. Grupo 1 Remuneração das CIHDOTT s 1.1 Remuneração Fixa podendo ser ajustável conforme o potencial gerador de doadores de cada hospital; 1.2 Durante o trabalho na CIHDOTT a carga horária será exclusiva

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE CONSULTA PARA IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA DE APERFEIÇOAMENTO EM ULTRASSONOGRAFIA

QUESTIONÁRIO DE CONSULTA PARA IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA DE APERFEIÇOAMENTO EM ULTRASSONOGRAFIA QUESTIONÁRIO DE CONSULTA PARA IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA DE APERFEIÇOAMENTO EM ULTRASSONOGRAFIA INSTITUIÇÃO ENDEREÇO CIDADE ESTADO CEP TELEFONE ( ) FAX ( ) E-MAIL: SITE: CNPJ: INSCRIÇÃO ESTADUAL: INSCRIÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA DA UFCSPA CAPÍTULO I DA NATUREZA DOS OBJETIVOS

REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA DA UFCSPA CAPÍTULO I DA NATUREZA DOS OBJETIVOS REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA DA UFCSPA CAPÍTULO I DA NATUREZA DOS OBJETIVOS Art. 1º. A formação dos alunos do Curso de Medicina da UFCSPA incluirá como etapa integrante da graduação, estágio

Leia mais

PROJETO REVIVENDO O IASERJ

PROJETO REVIVENDO O IASERJ PROJETO REVIVENDO O IASERJ Proposta alternativa à cessão do IASERJ CENTRAL ao INCa Considerando que o servidor público estadual e seus dependentes ( aproximadamente 1.200.000 pessoas ) precisam ter suas

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE FISIOTERAPIA

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE FISIOTERAPIA MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE FISIOTERAPIA Este manual tem por finalidade orientar os alunos do curso de fisioterapia, sobre a sistemática e os procedimentos para a execução do Estagio Supervisionado

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM REUMATOLOGIA

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM REUMATOLOGIA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM REUMATOLOGIA BELO HORIZONTE, 18 DE ABRIL DE 2012. 1 REGISTRO DO PROJETO PROPONENTE: INSTITUTO DE PESQUISA E ENSINO MÉDICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS.

Leia mais

ANEXO I ESPECIALISTA EM SAÚDE MÉDICO

ANEXO I ESPECIALISTA EM SAÚDE MÉDICO ANEXO I ESPECIALISTA EM SAÚDE MÉDICO Cód Denominação do Emprego público Nº de vagas* Nº de vagas (Lei nº 13.398/02)** Carga Horária Semanal Vencimentos Padrão ESM-1 R$ 1.432 Grat. Esp. Prest. Serv. Assist.

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES NOS PRMV

PLANO DE ATIVIDADES NOS PRMV II SEMINÁRIO BRASILEIRO DE RESIDÊNCIA EM MEDICINA VETERINÁRIA - CNRMV-CFMV PLANO DE ATIVIDADES NOS PRMV PROF. DR. ANTONIO JOSÉ DE ARAUJO AGUIAR CRMV-SP 4982 NO INÍCIO DOS ANOS 1970 Importância do PRMV

Leia mais

CENTRO DE ESTUDOS EM NEUROCIÊNCIAS INSTITUTO NEUROLÓGICO DE SÃO PAULO PLANO DE CURSO

CENTRO DE ESTUDOS EM NEUROCIÊNCIAS INSTITUTO NEUROLÓGICO DE SÃO PAULO PLANO DE CURSO CENTRO DE ESTUDOS EM NEUROCIÊNCIAS INSTITUTO NEUROLÓGICO DE SÃO PAULO PLANO DE CURSO Aprimoramento em Instrumentação Cirúrgica com Ênfase em Neurocirurgia QUEM SOMOS O Instituto Neurológico de São Paulo

Leia mais

Cybelle Maria Costa Diniz Universidade Federal de São Paulo Escola Paulista de Medicina Disciplina de Geriatria e Gerontologia DIGG

Cybelle Maria Costa Diniz Universidade Federal de São Paulo Escola Paulista de Medicina Disciplina de Geriatria e Gerontologia DIGG VIII Seminário de Pesquisa em Geriatria e Gerontologia Compartilhando experiências de sucesso na Avaliação Geriátrica Ampla (AGA) em ambiente hospitalar Cybelle Maria Costa Diniz Universidade Federal de

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM URGÊNCIA E EMERGÊNCIA Código: ENF - 212 Pré-requisito: ENF

Leia mais

NOTA INFORMATIVA Nº 001/2016 Sub Dir Ap Sau

NOTA INFORMATIVA Nº 001/2016 Sub Dir Ap Sau MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL DIRETORIA DE SAÚDE (Repartição do Cirurgião-Mor do Exército/1808) NOTA INFORMATIVA Nº 001/2016 Sub Dir Ap Sau NOVA SISTEMÁTICA PARA

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APRIMORAMENTO PROFISSIONAL EM MEDICINA VETERINÁRIA (PAPMV)

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APRIMORAMENTO PROFISSIONAL EM MEDICINA VETERINÁRIA (PAPMV) REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APRIMORAMENTO PROFISSIONAL EM MEDICINA VETERINÁRIA (PAPMV) Capítulo I DAS GENERALIDADES Artigo 1º. O PAPMV é um programa intensivo de treinamento supervisionado em serviço de

Leia mais

COMISSÃO DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA CCEX. Av. Dr. Arnaldo, 455 1º andar sala 1301 FORMULÁRIO DE PROGRAMA DE COMPLEMENTAÇÃO ESPECIALIZADA

COMISSÃO DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA CCEX. Av. Dr. Arnaldo, 455 1º andar sala 1301 FORMULÁRIO DE PROGRAMA DE COMPLEMENTAÇÃO ESPECIALIZADA COMISSÃO DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA CCEX Av. Dr. Arnaldo, 455 1º andar sala 1301 FORMULÁRIO DE PROGRAMA DE COMPLEMENTAÇÃO ESPECIALIZADA Nome do Programa Programa de Complementação Especializada

Leia mais

FUNDAÇÃO PIO XII - HOSPITAL DE CÂNCER DE BARRETOS APRIMORAMENTO EM NEUROCIRURGIA ONCOLÓGICA ( Fellowship ) EDITAL DE SELEÇÃO PARA O ANO DE 2014

FUNDAÇÃO PIO XII - HOSPITAL DE CÂNCER DE BARRETOS APRIMORAMENTO EM NEUROCIRURGIA ONCOLÓGICA ( Fellowship ) EDITAL DE SELEÇÃO PARA O ANO DE 2014 FUNDAÇÃO PIO XII - HOSPITAL DE CÂNCER DE BARRETOS APRIMORAMENTO EM NEUROCIRURGIA ONCOLÓGICA ( Fellowship ) EDITAL DE SELEÇÃO PARA O ANO DE 2014 EDITAL N.º 12/2013-IEP/HCB A Fundação Pio XII, Hospital do

Leia mais

01. Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí - HU-UFPI Vagas (Ampla Concorrência)

01. Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí - HU-UFPI Vagas (Ampla Concorrência) CONCURSO PÚBLICO 09/2015 EBSERH/CONCURSO NACIONAL ANEXO I DO EDITAL Nº 02 EBSERH ÁREA MÉDICA, DE 07 DE DEZEMBRO DE 2015 QUADRO DE VAGAS, SALÁRIO E CARGA HORÁRIA SEMANAL RETIFICADO 01. Hospital Universitário

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MEDICINA INTENSIVA REDE D OR SÃO LUIZ - 2016 Associação de Medicina Intensiva Brasileira

EDITAL DE SELEÇÃO PARA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MEDICINA INTENSIVA REDE D OR SÃO LUIZ - 2016 Associação de Medicina Intensiva Brasileira EDITAL DE SELEÇÃO PARA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MEDICINA INTENSIVA REDE D OR SÃO LUIZ - 2016 Associação de Medicina Intensiva Brasileira PRECEPTORES DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: BARRA D OR Dr. Diamantino

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES E NÃO CURRICULARES DOS CURSOS DIURNO E NOTURNO DE ODONTOLOGIA. CAPÍTULO I Da caracterização

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES E NÃO CURRICULARES DOS CURSOS DIURNO E NOTURNO DE ODONTOLOGIA. CAPÍTULO I Da caracterização REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES E NÃO CURRICULARES DOS CURSOS DIURNO E NOTURNO DE ODONTOLOGIA. CAPÍTULO I Da caracterização Art. 1º Estágio curricular obrigatório é aquele definido como tal no projeto

Leia mais

PROJETO PARA CURSO TEÓRICO E ESTÁGIO REMUNERADO PARA ACADÊMICOS DE MEDICINA EM TERAPIA INTENSIVA NO HOSPITAL UNIMED-RIO 2015

PROJETO PARA CURSO TEÓRICO E ESTÁGIO REMUNERADO PARA ACADÊMICOS DE MEDICINA EM TERAPIA INTENSIVA NO HOSPITAL UNIMED-RIO 2015 Instituto Unimed-Rio Hospital Unimed-Rio Coordenação de Ensino e Pesquisa PROJETO PARA CURSO TEÓRICO E ESTÁGIO REMUNERADO PARA ACADÊMICOS DE MEDICINA EM TERAPIA INTENSIVA NO HOSPITAL UNIMED-RIO 2015 Versão

Leia mais

INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA (PRM) RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM

INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA (PRM) RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM ITRUMENTO DE VLIÇÃO DO PROGRM DE RESIDÊNCI MÉDIC (PRM) RDIOLOGI E DIGNÓSTICO POR IMGEM Introdução Caro (a) médico residente O Programa de Residência Médica em Radiologia e Diagnóstico por Imagem, do Hospital

Leia mais

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE Conselho Universitário - CONSUNI

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE Conselho Universitário - CONSUNI REGULAMENTO DA CLÍNICA ESCOLA E SERVIÇOS DE PSICOLOGIA - CESP Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 11/15 de 08/04/15. CAPÍTULO I DO OBJETIVO DO REGULAMENTO Art. 1º A Clínica Escola de Psicologia é o ambiente

Leia mais

Para maiores informações: Telefone: 3356 9040 Campus I Bloco F sala 007

Para maiores informações: Telefone: 3356 9040 Campus I Bloco F sala 007 UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO DIRETORIA DE PROGRAMAS DE EXTENSÃO PROGRAMA SAÚDE SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS PARA O PROGRAMA SAÚDE Prezados alunos (as), Encontram-se abertas as inscrições

Leia mais

Regulamento do internato do Curso de Medicina da FAPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos - Porto Nacional - TO. Capítulo I

Regulamento do internato do Curso de Medicina da FAPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos - Porto Nacional - TO. Capítulo I FAPAC - Faculdade Presidente Antônio Carlos. ITPAC-INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS PORTO LTDA. Rua 2 Quadra 7, S/N-Jardim dos Ypês Porto Nacional TO CEP 77.500-000 Fone: (63) 3363 9600

Leia mais

I - DO CONCEITO DO INTERNATO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA, DE SUA LOCALIZAÇÃO, DA SUA DURAÇÃO E DE SUA ORGANIZAÇÃO.

I - DO CONCEITO DO INTERNATO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA, DE SUA LOCALIZAÇÃO, DA SUA DURAÇÃO E DE SUA ORGANIZAÇÃO. RESOLUÇÃO NORMATIVA N 20/CGRAD, de 14 de março de 2014. Ementa: Estabelecer Normas pra realização do internato do Curso de Graduação em Medicina. Esta Resolução passa a vigorar a partir do 2º semestre

Leia mais

Instituto Nacional de Cardiologia / Fundação Pró Coração (FUNDACOR)

Instituto Nacional de Cardiologia / Fundação Pró Coração (FUNDACOR) Instituto Nacional de Cardiologia / Fundação Pró Coração (FUNDACOR) FORMULÁRIOA PARA REGISTRO DE CURSO PROPONENTES: NOME: Luciano Belem E-MAIL: lbelem@globo.com TELEFONES: 21 999828522 INFORMAÇÃO SOBRE

Leia mais

Programa de Residência Médica em Pneumologia

Programa de Residência Médica em Pneumologia Programa de Residência Médica em Pneumologia Proposta da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia - 2010 A formação do Especialista em Pneumologia deve se pautar nos Programas de Excelência de

Leia mais

LEI N 2908 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2001.

LEI N 2908 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2001. LEI N 2908 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2001. CRIA CARGOS DE PROVIMENTO EFETIVO NO PLANO DE CARREIRA DA SECRETARIA DE SAÚDE, LEI N 1811 DE 18 DE OUTUBRO DE 1994, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. GLAUCO SCHERER, PREFEITO

Leia mais

QUADROS RESUMOS SÃO PAULO

QUADROS RESUMOS SÃO PAULO QUADROS RESUMOS SÃO PAULO Total de profissionais: 453.665 Enfermeiros: 105.438 Auxiliares e Técnicos de Enfermagem: 348.227 QUADRO RESUMO PERFIL SÓCIO ECONOMICO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM SÃO PAULO BLOCO

Leia mais

Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO DIRETORIA GERAL

Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO DIRETORIA GERAL Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO DIRETORIA GERAL Portaria Famerp 003, de 09-01-2015 O Diretor Geral em Exercício da Faculdade de

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CURSO

APRESENTAÇÃO DO CURSO FUNDAÇÃO PIO XII - HOSPITAL DE CÂNCER DE BARRETOS HOSPITAL INFANTOJUVENIL PRESIDENTE LUIS INÁCIO LULA DA SILVA APRIMORAMENTO EM CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA Edital de seleção para o ano de 2014 EDITAL N.º 02/2014-IEP/HCB

Leia mais

Regulamento do Internato Médico

Regulamento do Internato Médico Regulamento do Internato Médico TÍTULO I DO CONCEITO DO INTERNATO MÉDICO, DA SUA LOCALIZAÇÃO, DURAÇÃO E ORGANIZAÇÃO. Art. 1º Entende-se por Internato Médico o estágio curricular obrigatório de treinamento

Leia mais

Registro Hospitalar de Câncer Conceitos Básicos Planejamento Coleta de Dados Fluxo da Informação

Registro Hospitalar de Câncer Conceitos Básicos Planejamento Coleta de Dados Fluxo da Informação Registro Hospitalar de Câncer Conceitos Básicos Planejamento Coleta de Dados Fluxo da Informação Registro Hospitalar de Câncer Este tipo de registro se caracteriza em um centro de coleta, armazenamento,

Leia mais

TRANSFERÊNCIA DE PACIENTE INTERNA E EXTERNA

TRANSFERÊNCIA DE PACIENTE INTERNA E EXTERNA 1 de 8 Histórico de Revisão / Versões Data Versão/Revisões Descrição Autor 25/11/2012 1.00 Proposta inicial LCR, DSR,MGO 1 Objetivo Agilizar o processo de transferência seguro do paciente/cliente, para

Leia mais

ANEXO A RESOLUÇÃO CEPE 07/2009 MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE FISIOTERAPIA -. GRADE CURRICULAR

ANEXO A RESOLUÇÃO CEPE 07/2009 MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE FISIOTERAPIA -. GRADE CURRICULAR MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE FISIOTERAPIA -. GRADE CURRICULAR PRIMEIRO SEMESTRE Biologia 2 0 2 036 Anatomia Humana I 2 2 4 072 Histologia 2 2 4 072 Bioquímica 2 0 2 036 Noções de Enfermagem 1 1 2 036

Leia mais

SERVIÇO DE GASTROENTEROLOGIA HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PRESIDENTE DUTRA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA

SERVIÇO DE GASTROENTEROLOGIA HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PRESIDENTE DUTRA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PRESIDENTE DUTRA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA Coordenador: Arnaldo de Jesus Dominici Adalgisa de Sousa Paiva Ferreira INTRODUÇÃO A Residência Médica é uma modalidade de ensino de

Leia mais

CONHECIMENTOS GERAIS DE MEDICINA

CONHECIMENTOS GERAIS DE MEDICINA Normatizações dos Serviços de Estágios e Especializações Médicas Hospital São Francisco de Ribeirão Preto I.INFORMAÇÕES GERAIS O Hospital São Francisco de Ribeirão Preto tem tradição de várias décadas

Leia mais

Projeto de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde

Projeto de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Projeto de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde 1- Identificação do Programa de Residência Multiprofissional 1.1- Instituição Formadora: 1.2- Unidade Responsável/ Instituição Executora: 1.3

Leia mais

Requisitos mínimos para o programa de Residência em Pediatria

Requisitos mínimos para o programa de Residência em Pediatria Requisitos mínimos para o programa de Residência em Pediatria O programa de Residência em Pediatria prevê 60 horas de jornada de trabalho semanal, sendo 40 horas de atividades rotineiras e 20 horas de

Leia mais

CURSO DE FONOAUDIOLOGIA

CURSO DE FONOAUDIOLOGIA CURSO DE FONOAUDIOLOGIA REGULAMENTO DO ESTÁGIO Capítulo I Princípios gerais: Art. 1º De acordo com o Projeto Pedagógico do curso de Fonoaudiologia da Faculdade Redentor, os estágios supervisionados fazem

Leia mais

Especialização em Educação Especial: Deficiência Intelectual

Especialização em Educação Especial: Deficiência Intelectual Especialização em Educação Especial: Deficiência Intelectual 600 horas Curso Aprovado pela Secretaria do Estado de São Paulo Portaria CEE 356 de 18/09/2013. Escola Superior de Tecnologia e Educação de

Leia mais

Semana Mundial da Alergia 13 a 19 de Abril de 2015

Semana Mundial da Alergia 13 a 19 de Abril de 2015 Semana Mundial da Alergia 13 a 19 de Abril de 2015 Associação Brasileira de Alergia e Imunologia Regional Rio de Janeiro ASBAI RJ www.asbairj.org.br Semana Mundial da Alergia 2014 Rio de Janeiro - Brasil

Leia mais

FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE ARAGUARI REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA

FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE ARAGUARI REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE ARAGUARI REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA ARAGUARI MG 2012 REGULAMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA Faculdade Presidente Antônio Carlos de Araguari

Leia mais

REGULAMENTO DO INTERNATO

REGULAMENTO DO INTERNATO REGULAMENTO DO INTERNATO Aprovado em CEPE e CAS Processo 043/2013 Parecer 043/2013 de 21/11/2013 Capítulo I Caracterização do Internato Art. 1º - O Internato caracteriza-se por estágio curricular obrigatório

Leia mais

RESUMO DAS ATIVIDADES DE JANEIRO A JUNHO/2013.

RESUMO DAS ATIVIDADES DE JANEIRO A JUNHO/2013. RESUMO DAS ATIVIDADES DE JANEIRO A JUNHO/2013. Hospital de pequeno porte, Filantrópico, sem fins lucrativos, conveniado com o SUS Sistema Único de Saúde, conforme metas de quantidade e qualidade. METAS

Leia mais

O Programa de Saúde Ocupacional da UFRJ*

O Programa de Saúde Ocupacional da UFRJ* O Programa de Saúde Ocupacional da UFRJ* Volney de Magalhães Câmara** *Este programa faz parte do PROGRAMA DOCENTE-AS- SISTENCIAL DE AÇÕES INTE- GRADAS EM SAÚDE DA UFRJ, que tem o patrocínio da Fundação

Leia mais

HOSPITAL HELIÓPOLIS SP. Serviço de Cabeça e Pescoço- Hospital Heliópolis [SCPH2]

HOSPITAL HELIÓPOLIS SP. Serviço de Cabeça e Pescoço- Hospital Heliópolis [SCPH2] HOSPITAL HELIÓPOLIS SP Estágio de 2 anos dedicados para Otorrinos na sub especialidade de Cirurgia de Cabeça e Pescoço Serviço de Cabeça e Pescoço- Hospital Heliópolis [SCPH2] Prólogo Todos os candidatos

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA

COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA Pedido de Credenciamento de Programa Nome Completo da Instituição UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PROF. EDGARD SANTOS (Serviço de Dermatologia)

Leia mais

EMENTA: Regularidade da exigência de plantões em diversas áreas CONSULTA

EMENTA: Regularidade da exigência de plantões em diversas áreas CONSULTA CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ RUA VICTÓRIO VIEZZER. 84 - CAIXA POSTAL 2.208 - CEP 80810-340 - CURITIBA - PR FONE: (41) 3240-4000 - FAX: (41) 3240-4001 - SITE: www.crmpr.org.br - E-MAIL: protocolo@crmpr.org.br

Leia mais