RESUMO DAS ATIVIDADES DE JANEIRO A JUNHO/2013.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESUMO DAS ATIVIDADES DE JANEIRO A JUNHO/2013."

Transcrição

1 RESUMO DAS ATIVIDADES DE JANEIRO A JUNHO/2013. Hospital de pequeno porte, Filantrópico, sem fins lucrativos, conveniado com o SUS Sistema Único de Saúde, conforme metas de quantidade e qualidade. METAS QUANTITATIVAS-INTERNAÇÕES HOSPITALARES DE MÉDIA COMPLEXIDADE LEITO/ESPECIALIDADE NÚMERO DE INTERNAÇÕES META MENSAL META ANUAL Clínica médica Clínica cirúrgica Clínica gineco obstétrica Clínica pediátrica Total METAS QUANTITATIVAS-ATENDIMENTO AMBULATORIAL DE MÉDIA COMPLEXIDADE TIPO DE ATENDIMENTO NÚMERO DE PROCEDIMENTOS META MENSAL META ANUAL Diagnóstico por radiologia Consultas/atendimento às urgências em geral Cirurgias ambulatoriais Total DEMONSTRATIVO DE ATENDIMENTOS NO MÊS DE JANEIRO A JUNHO/2013 METAS QUANTITATIVAS AMBULATÓRIO CONULTAS OBSERVAÇÕES S. U. S S. U. S Convênios Convênios 527 Prefeitura Prefeitura 749 Particulares 539 Particulares 73 Gratuidade 0 Gratuidade 3 Total Total EXAMES DE RX TALA GESSADA S. U. S. 886 S. U. S. 28 Convênios 401 Convênios 19

2 Prefeitura 71 Prefeitura 1 Particulares 45 Particulares 0 Total Total 48 NEBULIZAÇÕES LAVAGEM OUVIDO S. U. S. 0 S. U. S. 0 Convênios 224 Convênios 20 Prefeitura 714 Prefeitura 7 Particulares 44 Particulares 2 Total 982 Total 29 ELETROCARDIOGRAMA APLICAÇÕES INJEÇÕES S. U. S. 9 S. U. S. 760 Convênios 86 Convênios 269 Prefeitura 416 Prefeitura 707 Particulares 58 Particular 30 Total 569 Total CURATIVO PEQUENA CIRURGIA S. U. S. 0 S. U. S. 176 Convênios 154 Convênios 128 Prefeitura 437 Prefeitura 156 Particulares 19 Particulares 12 Total 610 Total 472 INTERNAÇÕES DE JANEIRO A JUNHO/ Internações pelo SUS; 199 Internações por convênios; 31 Internações Particulares; *101 Internações pela Secretaria Municipal de Saúde; 21 Internações gratuitas. * Atendimentos realizados através do convênio com Secretaria Municipal de Saúde conforme Processo Administrativo nº 001/2013 RESUMO DO DEMONSTRATIVO DE RECEITAS E DESPESAS RECEITAS: SUS(SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE)... R$ ,06 CONVÊNIOS (Unimed/Cassems etc)... R$ ,12 SEC.MUNIC.SAÚDE/PLANTÕES/ /FUNASA... R$ ,30 ATENDIMENTO PARTICULARES... R$ ,04 PROMOÇÕES E BAZAR... R$ ,47 DIVIDENDOS DE AÇOES... R$ 19,98 RENDIMENTO APL FINANCEIRA... R$ 1,68 OUTROS... R$ 7.484,00 TOTAL RECEITAS... R$ ,65 DESPESAS: FOLHA DE PAGAMENTO... R$ ,60 ÁGUA/TELEFONE/ENERGIA/IRRF/MENSALIDADES... R$ ,89

3 REPASSES DE PLANTÕES/HONOR MÉDICOS... R$ ,57 DESPESAS GERAIS(VIAGENS/CÓPIAS/COMBUSTIVEL/ FRETES/CORREIO/JORNAIS E REVISTAS/TAXAS/TARIFASR$ 8.481,82 ALIMENTAÇÃO... R$ ,79 GASES MEDICINAIS /ESTERILIZAÇÃO MAT... R$ ,88 MATERIAIS E MEDIC USO HOSPITALAR... R$ ,26 MATERIAL DE ESCRITORIO... R$ ,07 SERVIÇOS DE TERCEIROS... R$ ,98 CONSERTOS/REPAROS/MANUTENÇÃO... R$ ,00 MATERIAL DE CONSTRUÇÃO/MÃO-DE-OBRA... R$ ,58 AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS... R$ 2.071,42 PAGAMENTO PREMIO FEST PREMIOS E OUTROS... R$ 8.268,00 TOTAL DE DESPESAS... R$ ,86 SALDO DO PERÍODO... ( R$ ,21) METAS QUALITATIVAS: O Hospital São Mateus vem conseguindo cumprir em mais de 90% suas metas de qualidade, para isso desenvolve ações determinadas no plano operativo o qual faz parte do Termo de Contratualização com a Secretaria de Estado de Saúde. No último relatório de visita técnica de nº /2013 da auditoria Estadual foi verificado o cumprimento das seguintes metas de qualidade: 1. Taxa cesariana em primíparas...15,74%; % de atendimentos obstétricos realizados; % no item acompanhante, pois todos idosos, crianças e parturientes ficaram com acompanhantes, os que não ficaram assinaram justificativa; 4. Infra-estrutura adequada para os acompanhantes sendo disponibilizado cadeiras, poltronas e duas refeições diárias, além do café da manhã; 5. O tempo médio de permanência também foi cumprido ficou em 3,68 dias; 6. O cadastro do Hospital está devidamente atualizado no CNES; 7. Foi realizado capacitação interna e externa aos funcionários em mais de 70%; 8. Encaminhado trimestralmente a Auditoria Estadual Balancete para avaliação contábil; 9. Encaminhamos mensalmente ao Conselho Municipal de Saúde o relatório de produção hospitalar; 10. A administradora do Hospital participa das reuniões do Conselho Municipal de Saúde; 11. A avaliação de satisfação do usuário foi positiva em mais de 80%; 12. A avaliação dos colaboradores também foi positiva em mais de 80%; 13. O Hospital realiza reuniões trimestrais com os funcionários;

4 14. A recepção do Hospital atende as condições de limpeza, iluminação, ventilação, não há existência de filas, possui cadeiras confortáveis e em número suficiente, bebedouro e profissionais capacitados para acolhimento; 15. Disponibilizamos 03 horários de visita e neste horário temos pessoal para prestar informações aos familiares; 16. Temos caixa de sugestão e questionário disponível no balcão; 17. Na sala de Urgência e Emergências há disponibilidade de equipamentos e medicamentos; 18. Tem implantado protocolos clínicos das quatro patologias mais prevalentes em urgência e emergência; 19. Existe enfermeiro 24 horas no Hospital; 20. Temos em funcionamento a comissão de notificação de todas as doenças e Agravos de Notificação compulsória-dnc; a comissão de Análise de prontuários; 21. Temos implantado os Dez passos para o sucesso do aleitamento materno; temos alojamento conjunto, fornecimento do cartão da criança, vacinação dos bebês contra Hepatite B e BCG logo ao nascer e encaminhamento por meio de formulário as unidades de referência para realização de consultas e teste do pezinho; 22. Exigimos a apresentação do cartão da gestante ao dar entrada no Hospital; realizamos laqueadura e vasectomia; encaminhamos a gestante após o parto através de formulário para sua referência para realização de consultas, exames e participação de programas; 23. Foi constatado que não temos disponibilidade de sanitários adequados ao público, porém, assim que possível estaremos agilizando a construção. OUTROS INFORMES: O Hospital São Mateus possui convênio com o Estado e o Município para atendimento da População pelo SUS, conforme abaixo: Convênio /2010 primeiro termo aditivo em 06/2011 segundo termo aditivo 10/2011 e terceiro termo aditivo em 06/2013 este convênio é Termo de Contratualização com a Secretaria de Estado de Saúde que tem por objeto remunerar o Hospital e profissionais de saúde para desenvolver ações e serviços de saúde ao SUS, de forma complementar, para realização de procedimentos ambulatoriais e internamentos que constam no plano operativo. O valor deste Termo de contratualização é de R$ ,00 está sendo pago em parcelas de R$ ,00, desde que o Hospital esteja cumprindo as metas quantitativas e qualitativas do plano operativo. Os aditivos foram apenas para prorrogar prazo e para ajuste de metas quantitativas e qualitativas, o valor não se alterou desde 2010, porém, o mesmo não aconteceu com os custos do Hospital que vem

5 se elevando pelos reajustes salariais, aumento de preço de materiais e medicamentos e aumento de demanda. Convênio 014/2013 vigência de 16/04/2013 a 31/12/2013, podendo ser prorrogado através de Termo Aditivo por expressa manifestação das partes objetivando o pagamento de Plantões Médicos Ininterruptos e de Sobreaviso, contendo 12(doze) horas cada um, perfazendo o total de até plantões, em cada exercício financeiro, sendo distribuídos da seguinte forma: a) (novecentos e noventa e oito) plantões médicos ininterruptos (pronto Atendimento); b) (trezentos e setenta e dois) plantões de sobreaviso de profissionais médicos especializados (cirurgião/anestesista/pediatra e obstetra) para atendimento a intercorrências; c) (cento e oitenta e dois) plantões de sobreaviso ao pessoal de enfermagem, para acompanhamento de pacientes a rede referenciada. O valor deste convênio é de R$ ,00 por mês, durante nove meses, sendo totalmente repassado aos profissionais. Processo Administrativo nº 006/2013 Enexigibilidade nº 001/2013 vigência de 05 de fevereiro de 2013, com término em 31 de dezembro de 2013 este convênio tem por objetivo a contratação do hospital para atendimentos: Ambulatoriais, Internamentos, Pequenos Procedimentos, Urgência e Emergência para usuários do Sistema Único de Saúde, conforme solicitação do Fundo Municipal de Saúde em detrimento do fechamento das unidades de saúde municipais após as 22 horas durante a semana, nos sábados, domingos e feriados, também para custear os procedimentos que ultrapassem a quantidade constante do plano operativo. O valor deste contrato é de R$ ,04 que está sendo pago em 11 parcelas de R$ ,64. COLABORADORES: 68 Funcionários, 09 médicos, 02 laboratórios, 01 Nutricionista, 01 fisioterapeuta. OBSERVAÇÃO: O CONVÊNIO 014/2013 É REPASSADO TOTALMENTE AOS PROFISSIONAIS, E FEITA A PRESTAÇÃO DE CONTAS MENSALMENTE AO MUNICÍPIO. Caarapó-MS, 22 de Agosto de 2013.

RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE DE XXXX

RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE DE XXXX RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE DE XXXX XX QUADRIMESTRE Secretaria Municipal de Saúde de xxxxxx Mês e Ano de elaboração Modelo Elaborado pela Gerência de Programação em Saúde (Deplan/Susam) para apoio

Leia mais

Tabela Própria para Convênios e Credenciamentos. Instruções de TAXAS E DIÁRIAS Anexo III

Tabela Própria para Convênios e Credenciamentos. Instruções de TAXAS E DIÁRIAS Anexo III TRE-SAÚDE Tabela Própria para Convênios e Credenciamentos Instruções de TAXAS E DIÁRIAS Anexo III TRE-SAÚDE Tabela Própria para Convênios e Credenciamentos I. DO ATENDIMENTO 1. O atendimento é o ato de

Leia mais

EXTRATO DE PUBLICAÇÃO CONVÊNIO N. 002/2012

EXTRATO DE PUBLICAÇÃO CONVÊNIO N. 002/2012 CONVÊNIO N. 002/2012 Partes: Município de Bonito MS e Associação Pestalozzi de Bonito. Objeto: Repasse de recursos financeiros a conveniada para cooperação financeira para o atendimento das despesas operacionais,

Leia mais

LEI N 2908 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2001.

LEI N 2908 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2001. LEI N 2908 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2001. CRIA CARGOS DE PROVIMENTO EFETIVO NO PLANO DE CARREIRA DA SECRETARIA DE SAÚDE, LEI N 1811 DE 18 DE OUTUBRO DE 1994, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. GLAUCO SCHERER, PREFEITO

Leia mais

TERCEIRO SETOR, CULTURA E RESPONSABILIDADE SOCIAL

TERCEIRO SETOR, CULTURA E RESPONSABILIDADE SOCIAL TERCEIRO SETOR, CULTURA E RESPONSABILIDADE SOCIAL 18/10/2013 PUBLICAÇÃO DA LEI Nº 12.868/2013 QUE ALTERA A LEI Nº 12.101/2009 E A LEI Nº 9.532/1997 No último dia 16.10.2013, entrou em vigor a Lei nº 12.868/2013

Leia mais

Relatório de Atividades

Relatório de Atividades P á g i n a 1 2016 Relatório de Atividades Fundação Comunidade da Graça Restaurante Popular Bom Prato - Lapa 31/12/2016 P á g i n a 2 Sumário Relatório Anual de Atividades... 3 Apresentação da Fundação

Leia mais

Tipologia dos Estabelecimentos de Saúde

Tipologia dos Estabelecimentos de Saúde Tipologia dos Estabelecimentos de Saúde O Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde - CNES foi implantado em 29 de dezembro de 2000, através da Portaria SAS n.º 511. O CNES abrange a todos os estabelecimentos

Leia mais

Quinta-feira, 20 de Julho de 2017 Edição N Caderno I

Quinta-feira, 20 de Julho de 2017 Edição N Caderno I ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DA VITÓRIA CNPJ. 13.912.506/0001-19 Avenida Brasil, 273, Jardim America, Santa Maria da Vitória, Bahia, CEP. 47.640-000. Tel. (77)3483 8907 EXTRATOS:

Leia mais

Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) No período recebemos 23 queixas apresentadas e 22 queixas resolvidas (95 % ).

Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) No período recebemos 23 queixas apresentadas e 22 queixas resolvidas (95 % ). Através deste, encaminhamos o Relatório dos Indicadores Gerais de Acompanhamento e Avaliação da Gestão, dos Indicadores de Produção e dos Indicadores de Qualidade, referente ao período de 01/07/2011 a

Leia mais

SERVIÇO SOCIAL E A MEDICINA PREVENTIVA

SERVIÇO SOCIAL E A MEDICINA PREVENTIVA SERVIÇO SOCIAL E A MEDICINA PREVENTIVA NOSSA CASA A importância do Trabalho em Equipe Multidisciplinar Assistente Social Enfermeira Técnicos de enfermagem Fisioterapeuta Nutricionista Médico Psicólogo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ORÇAMENTO

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ORÇAMENTO PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ORÇAMENTO ORÇAMENTO O orçamento é uma ferramenta de planejamento (aprovado por lei) contendo a previsão de receitas e estimativa de despesas

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires LEI Nº 5.217, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2012. Autoriza o Poder Executivo a celebrar convênio com o Hospital São Sebastião Mártir, com sede neste Município, e dá outras providências. AIRTON LUIZ ARTUS, PREFEITO

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR nº 005, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2007.

LEI COMPLEMENTAR nº 005, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2007. LEI COMPLEMENTAR nº 005, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2007. Altera a Lei Complementar nº 003/2006 que dispõe sobre o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos servidores públicos do Município de Prata, MG, cria

Leia mais

CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DOS PLANOS DE SAÚDE ADMINISTRADOS PELA GEAP

CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DOS PLANOS DE SAÚDE ADMINISTRADOS PELA GEAP Ambulatorial e Hospitalar com obstetrícia. Prevê procedimentos do rol de referência assistência médica ambulatorial e hospitalar com obstetrícia, partos e tratamentos, realizados transplantes de rim e

Leia mais

3º Avaliação Trimestral 2º Ano do Contrato de Gestão nº. 02/2010 Dezembro de 2011 à Fevereiro de 2012

3º Avaliação Trimestral 2º Ano do Contrato de Gestão nº. 02/2010 Dezembro de 2011 à Fevereiro de 2012 Governo do Estado de Pernambuco Secretaria Estadual de Saúde Secretaria Executiva de Atenção à Saúde Diretoria Geral de Modernização e Monitoramento de Assistência à Saúde UPA Torrões 3º Avaliação Trimestral

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DE PACIENTES Edição: 28/11/2011 NORMA Nº 708

IDENTIFICAÇÃO DE PACIENTES Edição: 28/11/2011 NORMA Nº 708 Página: 1/6 1- OBJETIVO Identificar, corretamente, os pacientes, com a finalidade de evitar eventos adversos por troca de pacientes, garantindo a sua segurança no Sistema de Saúde Mãe de Deus SSMD. 2-

Leia mais

* Data de publicação no Diário Oficial da União (D.O.U.).

* Data de publicação no Diário Oficial da União (D.O.U.). COMUM PARA TODAS AS ÁREAS Utilidade Pública Federal e Estadual ou do Distrito Federal ou Municipal. Certificado (CEBAS) e Registro de Entidade de Fins Filantrópicos (CNAS), renovado a cada três anos. Promova

Leia mais

Hospital Sofia Feldman: compromisso com a VIDA. Florianópolis, novembro de 2013

Hospital Sofia Feldman: compromisso com a VIDA. Florianópolis, novembro de 2013 Hospital Sofia Feldman: compromisso com a VIDA. Florianópolis, novembro de 2013 Criado há 31 anos, é uma instituição filantrópica de direito privado, conveniado com o Sistema Único de Saúde, prestador

Leia mais

Quarta-feira, 10 de Agosto de 2016 Edição N 873 Caderno II. Extrato de Diárias para funcionários

Quarta-feira, 10 de Agosto de 2016 Edição N 873 Caderno II. Extrato de Diárias para funcionários Extrato de Diárias para funcionários Extrato de Diária nº 390/2016 Nome Vicente Antonio dos Santos. Função Motorista Destino Distrito de Ilhéus - BA Motivo Conduzir a Equipe Odontológica para Atendimento

Leia mais

RELATÓRIO QUADRIMESTRAL DE GESTÃO

RELATÓRIO QUADRIMESTRAL DE GESTÃO RELATÓRIO QUADRIMESTRAL DE GESTÃO 3º QUADRIMESTRE - EXERCÍCIO 2015 DADOS DO CONVÊNIO INSTITUIÇÃO Associação Pais Amigos dos Surdos de Campinas /APASCAMP PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 13/10/15717 TERMO DE

Leia mais

Áreas de Abordagem. Com base na experiência acumulada do IBOPE Inteligência, somada a recentes

Áreas de Abordagem. Com base na experiência acumulada do IBOPE Inteligência, somada a recentes Objetivo O IBOPE Inteligência desenvolveu uma metodologia exclusiva de medição e explicação da satisfação dos usuários de serviços públicos no Brasil, que oferece aos gestores uma ferramenta precisa para

Leia mais

Planilha - Contábil-Financeira Mensal

Planilha - Contábil-Financeira Mensal Planilha ContábilFinanceira Mensal Hospital: Instituto SANTÉ Hospital Regional Terezinha Gaio Basso Mês/Ano: agosto16 CNES: 6683134 UNIDADE: HOSPITAL REGIONAL TEREZINHA GAIO BASSO RESPONSÁVEL: JEFERSON

Leia mais

1º O parecer do (a) Assistente Social, que deverá estar de acordo com os critérios abaixo:

1º O parecer do (a) Assistente Social, que deverá estar de acordo com os critérios abaixo: Lei 3914/2016 DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DE BENEFÍCIO EVENTUAL PARA INDIVÍDUOS E FAMÍLIAS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE, TEMPORÁRIA NO MUNICÍPIO DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ. Prefeito Municipal de Balneário Camboriú,

Leia mais

SERVIÇO DE ATENÇÃO AO PORTADOR DE OBESIDADE GRAVE

SERVIÇO DE ATENÇÃO AO PORTADOR DE OBESIDADE GRAVE Procedimento Operacional Padrão (POP) SERVIÇO DE PSICOLOGIA POP nº 04 PSI/HU Hospital Universitário Prof. Polydoro Ernani de São Thiago da Universidade Federal de Santa Catarina SERVIÇO DE ATENÇÃO AO PORTADOR

Leia mais

Nº / ANO DA PROPOSTA: /2011 DADOS DO CONCEDENTE. OBJETO: Aquisição de equipamentos para o Hospital Amaral Carvalho.

Nº / ANO DA PROPOSTA: /2011 DADOS DO CONCEDENTE. OBJETO: Aquisição de equipamentos para o Hospital Amaral Carvalho. MINISTERIO DA SAUDE PORTAL DOS CONVÊNIOS SICONV - SISTEMA DE GESTÃO DE CONVÊNIOS Nº / ANO DA PROPOSTA: 035691/2011 OBJETO: Aquisição de equipamentos para o Hospital Amaral Carvalho. DADOS DO CONCEDENTE

Leia mais

FUNEPU Demonstrações Contábeis 2009. DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS em 31 de dezembro de 2009 acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes

FUNEPU Demonstrações Contábeis 2009. DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS em 31 de dezembro de 2009 acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS em 31 de dezembro de 2009 acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes 1 FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA DE UBERABA - FUNEPU CNPJ 20.054.326/0001-09 BALANÇO PATRIMONIAL PARA

Leia mais

POLITICA NACIONAL DE ATENÇÃO HOSPITALAR PNHOSP M A R I A F Á T I M A D A C O N C E I Ç Ã O

POLITICA NACIONAL DE ATENÇÃO HOSPITALAR PNHOSP M A R I A F Á T I M A D A C O N C E I Ç Ã O POLITICA NACIONAL DE ATENÇÃO HOSPITALAR PNHOSP 1 M A R I A F Á T I M A D A C O N C E I Ç Ã O PRINCIPAIS ASPECTOS DAS PORTARIAS 3390/13 (PNHOSP); 3.410/13 (CONTRATUALIZAÇÃO); 142/14 (IGH); e, 2.839/14 (Prorrogação

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE LEI N. 976, DE 4 DE JANEIRO DE 1991 "Dispõe sobre a criação de Funções Gratificadas da Secretaria de Estado de Saúde e dá outras providências." O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE FAÇO SABER que o Poder Legislativo

Leia mais

Nº 20, quintq-feira, 19 de janeiro de 2015 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO LAURO WANDERLEY

Nº 20, quintq-feira, 19 de janeiro de 2015 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO LAURO WANDERLEY HOSPITAL UNIVERSITÁRIO LAURO WANDERLEY N 20, 19 de Janeiro de 2015 1 EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES EBSERH HOSPITAL UNIVERSITÁRIO LAURO WANDERLEY Cidade UniversitáriaCampus I, S/N CEP: 58051-900

Leia mais

CAIXA BENEFICENTE DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO. Portaria 1000.000006-SUP, de 1º-8-2015

CAIXA BENEFICENTE DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO. Portaria 1000.000006-SUP, de 1º-8-2015 CAIXA BENEFICENTE DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO Portaria 1000.000006-SUP, de 1º-8-2015 O Superintendente da Caixa Beneficente da Polícia Militar, considerando: - a imperiosidade de ampliação dos serviços

Leia mais

Secretaria Executiva de Atenção à Saúde

Secretaria Executiva de Atenção à Saúde PACTO PELA SAÚDE AMPLIAR A OFERTA E A QUALIDADE DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE Secretaria Executiva de Atenção à Saúde Diretoria Geral de Modernização e Monitoramento da Assistência Avaliação Trimestral

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO Procuradoria de Justiça Especializada na Defesa da Cidadania e do Consumidor

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO Procuradoria de Justiça Especializada na Defesa da Cidadania e do Consumidor Dados de Identificação Questionário PSF Equipe de Saúde da Família Nome da unidade visitada:...data da visita:... Endereço:... Bairro:...Telefone:... Nome do(a) responsável pela Unidade de Saúde:... Qualificação

Leia mais

Secretaria de Estado da Saúde SP Coordenadoria de Regiões de Saúde - CRS. Painel Santa Casa SUStentável

Secretaria de Estado da Saúde SP Coordenadoria de Regiões de Saúde - CRS. Painel Santa Casa SUStentável Painel Santa Casa SUStentável Em 11 de dezembro de 2013 foi realizado o lançamento do Programa de auxílio às Santas Casas e hospitais filantrópicos do Estado de São Paulo. O projeto, conhecido como Santa

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES JANEIRO A DEZEMBRO DE 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES JANEIRO A DEZEMBRO DE 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES JANEIRO A DEZEMBRO DE 2013 O Instituto de Previdência Municipal de Mogi das Cruzes IPREM, criado pela Lei Complementar nº 35, de 05 de julho de 2005, desenvolveu as seguintes atividades

Leia mais

Superintendência de Gestão, Planejamento e Finanças Gerência de Contratos e Convênios ANEXO II METAS DE PRODUÇÃO

Superintendência de Gestão, Planejamento e Finanças Gerência de Contratos e Convênios ANEXO II METAS DE PRODUÇÃO ANEXO II METAS DE PRODUÇÃO 1. ATIVIDADES MÍNIMAS A REALIZAR 1.1. ASSISTÊNCIA HOSPITALAR Produção. 1.1.1. Realizar, no mínimo, 90% da meta estabelecida no Plano de Metas de 1.1.2. O indicador de aferição

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO DA SAHUDES

RELATÓRIO DE GESTÃO DA SAHUDES RELATÓRIO DE GESTÃO DA SAHUDES A Sociedade de Apoio, Humanização e Desenvolvimento de Serviços de Saúde SAHUDES, devidamente qualificada como Organização Social, titulação deferida através do Decreto Municipal

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE 7 TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº. 046/2012 PROCESSO Nº 2015/231452 7 TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº. 046/2012, QUE ENTRE SI CELEBRAM, DE UM LADO A SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA E, DE OUTRO, ASSOCIAÇÃO

Leia mais

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso Objetivos do programa Apesar dos benefícios óbvios da internação quando necessária, o paciente idoso afastado da rotina de casa e da família apresenta maior dificuldade de recuperação, além de correr risco

Leia mais

AMIL SAÚDE PARA EMPRESAS Tabelas de preços 30 a 99 vidas. Tabela de preços 30 a 99 vidas plano com coparticipação

AMIL SAÚDE PARA EMPRESAS Tabelas de preços 30 a 99 vidas. Tabela de preços 30 a 99 vidas plano com coparticipação AMIL SAÚDE PARA EMPRESAS Tabelas de preços 30 a 99 vidas Julho 2016 Amil 400 Amil 400 Amil 500 Amil 700 Faixa Etária Enfermaria Apartamento Apartamento Apartamento 00 a 18 anos 202,75 230,51 254,40 314,64

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LOURENÇO DO SUL

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LOURENÇO DO SUL LEI N.º 2881 de 19 de janeiro de 2007. Autoriza o Poder Executivo Municipal a firmar convênio de mútua cooperação com a Santa Casa de Misericórdia de São Lourenço do Sul, e dá outras providências. O Prefeito

Leia mais

ANEXO XII ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO XII ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO XII ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PRESTADORA DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE MANUTENÇÃO CORRETIVA E PREVENTIVA EM RESPIRADORES MARCA BIRD. VOLUMÉTRICOS E DE PRESSÃO, MODELOS 8400 STI,

Leia mais

Publicada no D.O.U. nº 43, de 04/03/2008, Seção 1, fls. 38 a 42

Publicada no D.O.U. nº 43, de 04/03/2008, Seção 1, fls. 38 a 42 PORTARIA Nº 154, DE 24 DE JANEIRO DE 2008 Cria os Núcleos de Apoio à Saúde da Família - NASF Publicada no D.O.U. nº 43, de 04/03/2008, Seção 1, fls. 38 a 42 O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso de suas

Leia mais

Plano de Saúde Amil Empresarial ou PME

Plano de Saúde Amil Empresarial ou PME AMIL SAÚDE PARA EMPRESAS Tabelas 02 a 29 vidas Amil Saúde 400, 500, 700 para 02 a 29 vidas AMIL SAÚDE PARA EMPRESAS QUEM PODE SER DEPENDENTE = DEPENDENTES LEGAIS ATÉ O TERCEIRO GRAU DE PARENTESCO LIMITADOS

Leia mais

Alessandro P. Acayaba de Toledo Diretor Presidente

Alessandro P. Acayaba de Toledo Diretor Presidente Alessandro P. Acayaba de Toledo Diretor Presidente GRUPO DE TRABALHO SOBRE PLANOS ACESSÍVEIS Grupo de Trabalho coordenado pelo Ministério da Saúde Instituído pela Portaria GM/MS nº 1.482, de 04 de agosto

Leia mais

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES DE ÓRGÃOS E ENTIDADES ESTADUAIS Exercício 2011

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES DE ÓRGÃOS E ENTIDADES ESTADUAIS Exercício 2011 Exercício 2011 JANEIRO 17 O titular do Poder Executivo deverá enviar cópia do PPA atualizado, da LOA e da LDO juntamente com os anexos. Órgãos: deverão enviar a prestação de contas do mês de dezembro/2010.

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº. 4050

PROJETO DE LEI Nº. 4050 PROJETO DE LEI Nº. 4050 Institui o Centro de Especialidades Odontológicas CEO Tipo 2, dispõe sobre a contratação temporária de pessoal, nos termos da Lei Municipal nº. 2.854/2011 e do art. 37, IX, da Constituição

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO 2012

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO 2012 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO 2012 Durante o exercício de 2012, a Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura FCPC, cumprindo seu papel de Fundação de apoio da Universidade Federal do Ceará - UFC, realizou as seguintes

Leia mais

Prestação de Contas. Maio/2017

Prestação de Contas. Maio/2017 Prestação de Contas Maio/2017 Índice Relatório de Atividades Atendimento P.A. Adulto & Pediatria Internações Internações & Cirurgias Partos Realizados Tipos de Partos Atendimentos G.O. Maternidade Teste

Leia mais

ADITIVO CONTRATUAL EXTENSÃO PARA COBERTURAS AMBULATORIAIS CONTRATO N CLÁUSULA PRIMEIRA - DAS PARTES CONTRATANTES:

ADITIVO CONTRATUAL EXTENSÃO PARA COBERTURAS AMBULATORIAIS CONTRATO N CLÁUSULA PRIMEIRA - DAS PARTES CONTRATANTES: ADITIVO CONTRATUAL EXTENSÃO PARA COBERTURAS AMBULATORIAIS CONTRATO N CLÁUSULA PRIMEIRA - DAS PARTES CONTRATANTES: QUALIFICAÇÃO DA CONTRATADA: PROMED ASSISTÊNCIA MÉDICA LTDA., doravante denominada CONTRATADA,

Leia mais

Prêmio Brasil Sorridente

Prêmio Brasil Sorridente Prêmio Brasil Sorridente Florianópolis/SC Departamento de Saúde Bucal Prefeitura Municipal de Florianópolis Prefeito Municipal: Dário Elias Berger Secretário da Saúde: João José Cândido da Silva Secretário

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA AVALIAÇÃO PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: A EXPERIÊNCIA DO

RELATO DE EXPERIÊNCIA AVALIAÇÃO PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: A EXPERIÊNCIA DO RELATO DE EXPERIÊNCIA AVALIAÇÃO PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: A EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TERESINA Ayla Maria Calixto de Carvalho Alba Alves Costa Marques Telma Maria Evangelista

Leia mais

PROGRAMA DE ATENÇÃO A PACIENTES CRÔNICOS UNIMED NATAL. Ass. Social ROSSANA CHACON Gerência de Prevenção e Saúde

PROGRAMA DE ATENÇÃO A PACIENTES CRÔNICOS UNIMED NATAL. Ass. Social ROSSANA CHACON Gerência de Prevenção e Saúde PROGRAMA DE ATENÇÃO A PACIENTES CRÔNICOS UNIMED NATAL Ass. Social ROSSANA CHACON Gerência de Prevenção e Saúde rossanachacon@unimednatal.com.br Programa de Atenção a Pacientes Crônicos Elaborado pela Gerência

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31/12/2014

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31/12/2014 Pag.: 357 NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31/12/2014 I. CONTEXTO OPERACIONAL: NOTA 01 A Fundação Síndrome de Down, CNPJ 52.366.838/0001-05, é pessoa jurídica de direito privado, sem fins

Leia mais

Farias Pereira de Sousa Brasilia, 25 de Novembro de 2011. O Corretor no Cenário da Saúde Suplementar

Farias Pereira de Sousa Brasilia, 25 de Novembro de 2011. O Corretor no Cenário da Saúde Suplementar Farias Pereira de Sousa Brasilia, 25 de Novembro de 2011 O Corretor no Cenário da Saúde Suplementar A Saúde Privada no Brasil A Lei 9.656/98 Corrigiu distorções, introduziu regras e obrigações importantes

Leia mais

INCENTIVO%100%%SUS% NOTA%TÉCNICA%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%02 %2012% !!!! !!6!

INCENTIVO%100%%SUS% NOTA%TÉCNICA%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%02 %2012% !!!! !!6! NOTA%TÉCNICA%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%02 %2012% 6 INCENTIVO%100%%SUS% 1 Brasília,10dejaneirode2012. NOTATÉCNICA 02 2012 % INTRODUÇÃO% Esta Nota Técnica visa apresentar uma

Leia mais

Estratégias da Implantação para a Conquista da Certificação ONA no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes

Estratégias da Implantação para a Conquista da Certificação ONA no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes Estratégias da Implantação para a Conquista da Certificação ONA no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes Nossa história Cenário Cenário Nossa história Setores Previsão segundo o Plano de Trabalho Quando

Leia mais

SUSAM Secretaria de Estado de Saúde

SUSAM Secretaria de Estado de Saúde SUSAM Secretaria de Estado de Saúde Novembro 2009 IS TÉCNICAS ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS 1. RESOLUÇÃO N.º 13, 14 e 15/09 - CONS. NAC. DE TÉCNICOS EM RADIOLOGIA - DISPÕE/REVOGA/DEFINE registros, cancelamentos

Leia mais

RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE ANTERIOR 1º E 2º QUADRIMESTRE

RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE ANTERIOR 1º E 2º QUADRIMESTRE RELATÓRIO DETALHADO DO QUADRIMESTRE ANTERIOR 1º E 2º QUADRIMESTRE ANO 2013 Conforme previsto no art. 36 da Lei Complementar N.º 141/2012, o Relatório Detalhado do Quadrimestral Anterior contém informações

Leia mais

FATURA ELETRÔNICA DO PRESTADOR Layout do Arquivo Texto Versão 1.1.1

FATURA ELETRÔNICA DO PRESTADOR Layout do Arquivo Texto Versão 1.1.1 Orientações gerais: 1. Este layout é destinado a todos os prestadores de serviços de saúde do Ipasgo. Os prestadores pessoas físicas e pessoas jurídicas nas categorias laboratório e clínicas que apresentam

Leia mais

Garantia de Qualidade e Continuidade da Assistência no Atendimento Domiciliar

Garantia de Qualidade e Continuidade da Assistência no Atendimento Domiciliar Garantia de Qualidade e Continuidade da Assistência no Atendimento Domiciliar ANA ADALGISA DE OLIVEIRA BORGES GESTORA DE ATENÇÃO DOMICILIAR - SERVIÇOS PRÓPRIOS UNIMEB-BH Introdução Definição Conceito de

Leia mais

RELATÓRIO DE DESEMPENHO. Hospital Estadual Rocha Faria RJ Novembro/2015 PRÓ-SAÚDE ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E HOSPITALAR

RELATÓRIO DE DESEMPENHO. Hospital Estadual Rocha Faria RJ Novembro/2015 PRÓ-SAÚDE ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E HOSPITALAR PRÓ-SAÚDE ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E HOSPITALAR Serviço Público Estadual Processo: E-08/7782/2012 Data: 26/12/2012 Fls. 1 Rubrica: LFS ID. 500.5891-6 EDITAL DE SELEÇÃO Nº 008/2012 Seleção

Leia mais

A T I V O P A S S I V O DE RIBEIRÃO PRETO FINDO EM DE 2012. Títulos. Títulos PASSIVO ATIVO CIRCULANTE DISPONÍVEL. Realizável PATRIMÔNIO/CAPITAL

A T I V O P A S S I V O DE RIBEIRÃO PRETO FINDO EM DE 2012. Títulos. Títulos PASSIVO ATIVO CIRCULANTE DISPONÍVEL. Realizável PATRIMÔNIO/CAPITAL FIPASE CNPJ 04.755.519/ /0001-30 NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕESS CONTÁBEIS PARA O EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012 FIPASE - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 20122 A T I V O P A S

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DO PESSOAL NA SALA DE OBSERVAÇÃO ( AMARELOS E VERDES )

ATRIBUIÇÕES DO PESSOAL NA SALA DE OBSERVAÇÃO ( AMARELOS E VERDES ) ATRIBUIÇÕES DO PESSOAL NA SALA DE OBSERVAÇÃO ( AMARELOS E VERDES ) DO SERVIÇO MÉDICO da emergência: Receber o paciente na sala de observação ( amarelos e verdes ), priorizando-o em relação aos consultórios

Leia mais

Política de Avaliação Fisioterapêutica dos Pacientes e Continuidade do Cuidado NORMA Nº 001

Política de Avaliação Fisioterapêutica dos Pacientes e Continuidade do Cuidado NORMA Nº 001 1- Objetivo Página: 1/10 Estabelecer plano de cuidado e prestar atendimento fisioterapêutico às necessidades imediatas e continuadas do paciente interno e externo. 2- Definições 2.1 Plano de cuidado: visa

Leia mais

Recursos Próprios 2013

Recursos Próprios 2013 Recursos Próprios 2013 " Serviços Próprios de Atendimento Pré-Hospitalar (SOS) e Assistência Domiciliar ( Home- Care): reconhecendo a importância destas modalidades assistenciais para o cliente e para

Leia mais

COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS SÍNTESE DA PROPOSTA DE EQUIPARAÇÃO SALARIAL DA UNESP

COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS SÍNTESE DA PROPOSTA DE EQUIPARAÇÃO SALARIAL DA UNESP 1 SÍNTESE DA PROPOSTA DE EQUIPARAÇÃO SALARIAL DA UNESP A proposta de equiparação salarial da Unesp com a USP e Unicamp considera os requisitos de escolaridade para ingresso no quadro de servidores na Universidade,

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL COMPLETO - CARGO: AUXILIAR DE SECRETARIA, MOTORISTA C e D, OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS

NÍVEL FUNDAMENTAL COMPLETO - CARGO: AUXILIAR DE SECRETARIA, MOTORISTA C e D, OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS NÍVEL FUNDAMENTAL COMPLETO - CARGO: AUXILIAR DE SECRETARIA, MOTORISTA C e D, OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS 01 D 02 C 03 D 04 C 05 A 06 A 08 B 09 D 10 C MATEMÁTICA 11 D 12 B 13 D 14 C 15 A 17 D 18 B 19 A

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE INTERNAÇÃO DOMICILIAR

POLÍTICA NACIONAL DE INTERNAÇÃO DOMICILIAR NOTA TÉCNICA 02 2006 POLÍTICA NACIONAL DE INTERNAÇÃO DOMICILIAR 1 Brasília, 10 de fevereiro de 2006. I. Introdução: NOTA TÉCNICA 02 2006 O Ministério da Saúde está propondo a implantação da Política Nacional

Leia mais

DA COMISSÃO AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO EDITAL Nº 01, DE 09 DE ABRIL DE 2012

DA COMISSÃO AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO EDITAL Nº 01, DE 09 DE ABRIL DE 2012 DA COMISSÃO AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO EDITAL Nº 01, DE 09 DE ABRIL DE 2012 A COMISSÃO DE AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO (CADAR), no uso de suas atribuições, torna público o Plano de Classificação

Leia mais

(CAPA) CARTILHA DA PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL

(CAPA) CARTILHA DA PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL (CAPA) CARTILHA DA PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL Londrina-Pr O melhor plano para sua vida! Cartilha do Plano de Saúde CAAPSML 1 APRESENTAÇÃO O Plano de Saúde, gerenciado pela CAAPSML, é um

Leia mais

CFM informa sobre os direitos dos pacientes no SUS.

CFM informa sobre os direitos dos pacientes no SUS. CFM informa sobre os direitos dos pacientes no SUS. O Sistema Único de Saúde (SUS) é a forma como o Governo deve prestar saúde pública e gratuita a todo o cidadão. A ideia é ter um sistema público de

Leia mais

RELATÓRIO E PARECER DO SISTEMA DE CONTROLE INTERNO SOBRE A GESTÃO DOS RECURSOS VINCULADOS A SAÚDE

RELATÓRIO E PARECER DO SISTEMA DE CONTROLE INTERNO SOBRE A GESTÃO DOS RECURSOS VINCULADOS A SAÚDE RELATÓRIO E PARECER DO SISTEMA DE CONTROLE INTERNO SOBRE A GESTÃO DOS RECURSOS VINCULADOS A SAÚDE O Órgão de Controle Interno do Município de Frederico Westphalen, atendendo ao que determina o art. 113,

Leia mais

DECRETO ADMINISTRATIVO N. 121, DE 3 DE MAIO DE 2006. Publicado no Diário da Assembléia nº 1.478

DECRETO ADMINISTRATIVO N. 121, DE 3 DE MAIO DE 2006. Publicado no Diário da Assembléia nº 1.478 DECRETO ADMINISTRATIVO N. 121, DE 3 DE MAIO DE 2006. Publicado no Diário da Assembléia nº 1.478 O Presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins, no uso de suas atribuições constitucionais,

Leia mais

INTEGRAÇÃO PARA NOVOS COLABORADORES

INTEGRAÇÃO PARA NOVOS COLABORADORES INTEGRAÇÃO PARA NOVOS COLABORADORES ABIMAQ Sede São Paulo ABIMAQ Sedes Regionais ABIMAQ ABIMAQ - Organização ABIMAQ Serviços e Benefícios aos Associados Apoio a Feiras no Brasil Financiamentos Mercado

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço

Confira a autenticidade no endereço TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS003159/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/12/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR083251/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.022886/2014-10

Leia mais

FAÇO SABER, que a CÂMARA MUNICIPAL DE PORTO VELHO, aprovou e eu sanciono a seguinte:

FAÇO SABER, que a CÂMARA MUNICIPAL DE PORTO VELHO, aprovou e eu sanciono a seguinte: LEI COMPLEMENTAR Nº 271, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2006. Altera a estrutura organizacional básica do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Porto Velho IPAM e dá outras providências.

Leia mais

Contratar um plano de saúde é uma decisão que vai além da pesquisa de preços. Antes de

Contratar um plano de saúde é uma decisão que vai além da pesquisa de preços. Antes de Planos de saúde: Sete perguntas para fazer antes de contratar Antes de aderir a um plano de saúde, o consumidor precisa se informar sobre todas as condições do contrato, para não correr o risco de ser

Leia mais

Santa Casa Apresenta Prestação de Contas

Santa Casa Apresenta Prestação de Contas Santa Casa Apresenta Prestação de Contas Santa Casa apresenta prestação de contas No final do mês passado, a interventora da Santa Casa da Misericórdia de Ouro Preto, Adriana Santos, entregou à Juíza da

Leia mais

Município de Sinimbu Secretaria Municipal de Saúde

Município de Sinimbu Secretaria Municipal de Saúde Município de Sinimbu Secretaria Municipal de Saúde AÇÕES E SERVIÇOS EM SAÚDE, NAS ÁREAS DE INTERNAÇÃO HOSPITALAR, DE ATENÇÃO AMBULATORIAL, DE APOIO DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICO, DE CARÁTER ELETIVO E URGÊNCIA/EMERGÊNCIA

Leia mais

COCALZINHO DE GOIÁS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE CNPJ: 11.337.362/0001-99 EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 002/2013

COCALZINHO DE GOIÁS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE CNPJ: 11.337.362/0001-99 EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 002/2013 EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 002/2013 O MUNICÍPIO DE COCALZINHO DE GOIÁS, por meio da Secretaria Municipal de Saúde torna público para conhecimento dos interessados, que no período de 13 a 17 de Janeiro

Leia mais

PROGRAMAÇÃO ANUAL DE SAÚDE - PAS 2016

PROGRAMAÇÃO ANUAL DE SAÚDE - PAS 2016 PROGRAMAÇÃO ANUAL DE SAÚDE - PAS 2016 GERALDO DE OLIVEIRA BARBOSA Secretário Municipal de Saúde/ Presidente da Fundação Municipal de Saúde de Rio Claro RIO CLARO SP 2016 INTRODUÇÃO O Sistema de Planejamento

Leia mais

MINUTA PLANO DE TRABALHO Nº /2010 FUNDAÇÃO

MINUTA PLANO DE TRABALHO Nº /2010 FUNDAÇÃO MINUTA PLANO DE TRABALHO Nº /2010 FUNDAÇÃO PROJETO: Curso de Especialização em Epidemiologia 2ª Turma 1 Identificação do objeto a ser executado: a) Unid./Orgão: Instituto de Patologia Tropical e Saúde

Leia mais

Divulgamos a Medida Provisória nº 670, de , que traz os reajustes da tabela do Imposto de Renda das Pessoas Físicas.

Divulgamos a Medida Provisória nº 670, de , que traz os reajustes da tabela do Imposto de Renda das Pessoas Físicas. INFORME JURÍDICO 16/03/2015 464 Prezados (as) IRPF Reajustes da Tabela Divulgamos a Medida Provisória nº 670, de 10.03.2015, que traz os reajustes da tabela do Imposto de Renda das Pessoas Físicas. A Medida

Leia mais

PROJETO BÁSICO Nº 001/2015 NUBEN/GEREH/DIGAP

PROJETO BÁSICO Nº 001/2015 NUBEN/GEREH/DIGAP PROJETO BÁSICO Nº 001/2015 NUBEN/GEREH/DIGAP 1 OBJETO Prestação de serviços privados de assistência à saúde, médico-hospitalar e ambulatorial, exames complementares e serviços auxiliares de diagnóstico

Leia mais

EDITAL Nº 124/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 008/2013

EDITAL Nº 124/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 008/2013 EDITAL Nº 124/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 008/2013 O MUNICÍPIO DE SERAFINA CORRÊA, RS, comunica aos interessados que está procedendo o CHAMAMENTO PÚBLICO, a contar de 21 de junho de 2013, no horário compreendido

Leia mais

EXECUTIVO. Prefeitura Municipal de Amélia Rodrigues. Terça Feira 14 de Julho de 2015 Ano I N 563. Publicações deste Diário

EXECUTIVO. Prefeitura Municipal de Amélia Rodrigues. Terça Feira 14 de Julho de 2015 Ano I N 563. Publicações deste Diário Prefeitura Municipal de Amélia Rodrigues Terça Feira Ano I N 563 Publicações deste Diário LICITAÇÕES E CONTRATOS HOMOLOGAÇÃO (PREGÃO PRESENCIAL Nº 17, 25, 28/2015) EXTRATO DE CONTRATO Nº 82, 96, 111/2015

Leia mais

Diretor técnico: ADEMY CRISTYAN BARROS LANDIM DOS SANTOS (CRM: )

Diretor técnico: ADEMY CRISTYAN BARROS LANDIM DOS SANTOS (CRM: ) Relatório de Fiscalização Diretor técnico: ADEMY CRISTYAN BARROS LANDIM DOS SANTOS (CRM: 24.477) Por determinação deste Conselho fomos ao estabelecimento acima citado verificar suas condições de funcionamento.

Leia mais

Imprensa Eletrônica. Caderno 02: CONTAS PÚBLICAS

Imprensa Eletrônica. Caderno 02: CONTAS PÚBLICAS NESTE VEICULO PODEM SER LIDOS TODOS OS ATOS OFICIAIS DO MUNICÍPIO DE Mata Grande-AL ANO IX EDIÇÃO EXTRAORDINÁRIA DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE CONFORME MP NO- 2.200-2 DE 24/08/2001, QUE INSTITUI A INFRAESTRUTURA

Leia mais

Gestão de Custos. Soluções e Controle de Doenças Crônicas. Junho, 2017 Romero Franca

Gestão de Custos. Soluções e Controle de Doenças Crônicas. Junho, 2017 Romero Franca Gestão de Custos Soluções e Controle de Doenças Crônicas Junho, 2017 Romero Franca Nossa missão $184,8 Bi Ajudar as pessoas a viver de forma mais saudável e contribuir para que o sistema de saúde funcione

Leia mais

LEI MUNICIPAL N.º 4.164/2016

LEI MUNICIPAL N.º 4.164/2016 LEI MUNICIPAL N.º 4.164/2016 AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A CELEBRAR CONTRATOS DE GESTÃO COM ENTIDADE CIVIL FILANTRÓPICA PARA OPERACIONALIZAR O SAMU BÁSICO E/OU O SAMU AVANÇADO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

SMS, que representasse os projetos e ações, unificando os serviços e construindo uma imagem positiva

SMS, que representasse os projetos e ações, unificando os serviços e construindo uma imagem positiva Rede Cegonha PORTARIA No- 1.459, DE 24 DE JUNHO DE 2011 Institui, no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS - a Rede Cegonha Com objetivo de assegurar: APRESENTAÇÃO - Organizar a Rede de Atenção à Saúde

Leia mais

ANEXO I Procedimentos incluídos na Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS para o tratamento da Doença Renal Crônica

ANEXO I Procedimentos incluídos na Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS para o tratamento da Doença Renal Crônica ANEXO I Procedimentos incluídos na Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS para o tratamento da Doença Renal Crônica CÓDIGO PROCEDIMENTO 03.01.13.005-1 Acompanhamento multiprofissional em DRC

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DO PARANÁ REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE MENTAL - 2014

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DO PARANÁ REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE MENTAL - 2014 SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DO PARANÁ REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE MENTAL - 2014 A MODELAGEM DA REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE MENTAL 1. A análise de situação de saúde 2. A escolha do modelo de 3. A definição do

Leia mais

CIRCULAR Nº 11/2017 São Paulo, 22 de fevereiro de IRPF 2017 Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda

CIRCULAR Nº 11/2017 São Paulo, 22 de fevereiro de IRPF 2017 Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda CIRCULAR Nº 11/2017 São Paulo, 22 de fevereiro de 2017. IRPF 2017 Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda Pessoa Física Ano-Base 2016 Prezado Cliente, No dia 20 de fevereiro de 2017 a Receita

Leia mais

DADOS MINISTERIO DA SAUDE ÓRGÃO CONCEDENTE MINISTERIO DA SAUDE CONVENENTE/CONTRATADO IRMANDADE DE MISERICORDIA DO JAHU

DADOS MINISTERIO DA SAUDE ÓRGÃO CONCEDENTE MINISTERIO DA SAUDE CONVENENTE/CONTRATADO IRMANDADE DE MISERICORDIA DO JAHU DADOS OBJETO DO CONVÊNIO: MANUTENÇÃO DE UNIDADE DE SAÚDE : : CNPJ: 50753631000150 UF: SP MODALIDADE: Convênio SITUAÇÃO: Prestação de Contas Aprovada com Ressalvas NÚMERO: 800171/2013 VIGÊNCIA: 31/12/2013

Leia mais

CONVÊNIO Nº. 006/2007 SERVIÇO DE OFTALMOLOGIA

CONVÊNIO Nº. 006/2007 SERVIÇO DE OFTALMOLOGIA CONVÊNIO Nº. 006/2007 SERVIÇO DE OFTALMOLOGIA CONVÊNIO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS CELEBRADO ENTRE A FUNDAÇÃO HOSPITALAR SANTA TEREZINHA DE ERECHIM E O MUNICÍPIO DE PONTE PRETA PARA PRESTAÇÃO

Leia mais

QUESTIONÁRIO SOBRE A ATENÇÃO AO PRÉ- NATAL E PUERPÉRIO

QUESTIONÁRIO SOBRE A ATENÇÃO AO PRÉ- NATAL E PUERPÉRIO QUESTIONÁRIO SOBRE A ATENÇÃO AO PRÉ- NATAL E PUERPÉRIO Denise Silveira, Anaclaudia Gastal Fassa, Maria Elizabeth Gastal Fassa, Elaine Tomasi, Luiz Augusto Facchini BLOCO A - IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA

Leia mais

OS ESPAÇOS COLETIVOS, A TERRITORIALIZAÇÃO E A

OS ESPAÇOS COLETIVOS, A TERRITORIALIZAÇÃO E A OS ESPAÇOS COLETIVOS, A TERRITORIALIZAÇÃO E A IMPLANTAÇÃO DAS LINHAS DE CUIDADO EM SÃO BERNARDO DO CAMPO Curso: Redes de Urgência e Emergência no SUS Secretaria de Saúde de São Bernardo do Campo Departamento

Leia mais

Hospital Geral de São Mateus

Hospital Geral de São Mateus Hospital Geral de São Mateus Projeto Referência Hospital Amigo do Idoso Perfil Instituição Hospital Geral, de caráter público, subordinado a Secretaria de Estado da Saúde, da administração direta, com

Leia mais