CONHECIMENTOS GERAIS DE MEDICINA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONHECIMENTOS GERAIS DE MEDICINA"

Transcrição

1 Normatizações dos Serviços de Estágios e Especializações Médicas Hospital São Francisco de Ribeirão Preto I.INFORMAÇÕES GERAIS O Hospital São Francisco de Ribeirão Preto tem tradição de várias décadas no ensino e na formação de especialistas em diversas áreas da medicina. Contando atualmente com os seguintes programas de especialização (Residência). Áreas de Especialização disponíveis para 2016: Anestesiologia 7 vagas Cardiologia 5 Vagas Cirurgia e Traumatologia Buco-maxilofaciais 2 vagas (Residência) Cirurgia Geral 9 vagas Coloproctologia 1 vaga Hemodinâmica 1 vaga Medicina Intensiva (UTI) 6 vagas As inscrições iniciam-se em 1º de Outubro de encerrando-se em 20 de Novembro de Apenas para a área Bucomaxilofacial, as inscrições deverão ser efetuadas por meio do site As inscrições serão feitas pelo site Busque o ícone INSCRIÇÃO, preencha a FICHA DE INSCRIÇÃO especificando a sua área de interesse. OBSERVE ATENTAMENTE OS PRÉ-REQUISITOS NECESSÁRIOS PARA CADA UMA DAS ÁREAS. LEMBRE-SE QUE SEM A COMPROVAÇÃO DESSA CONDIÇÃO SUA SELEÇÃO ESTARÁ COMPROMETIDA.

2 A seleção será feita em duas etapas: A primeira representada por uma prova de CONHECIMENTOS GERAIS DE MEDICINA a ser realizada no dia 28 de Novembro de em local e horário que será previamente divulgado. A segunda será realizada em data a ser marcada pelos respectivos preceptores de cada área específica de especialização com formato peculiar a cada uma delas. Os programas de especialização terão início em 2 de Fevereiro de obedecendo a programação específica conforme pode ser observado na especialidade de interesse. Consulte também o REGULAMENTO DO ESPECIALIZANDO (Residência) do Hospital São Francisco de Ribeirão Preto clicando sobre o ícone específico que contem essas informações. Informações complementares poderão ser obtidas junto ao Centro de Atendimento ao Médico (CAM) do Hospital São Francisco de Ribeirão Preto, pelo fone (16) ou pelo Os programas terão, durante as duas primeiras semanas, um CURSO DE EMERGÊNCIAS EM MEDICINA e de PROCEDIMENTOS USUAIS DO HOSPITAL SÃO FRANCISCO obrigatório a todos os especializandos. Introdução As normas apresentadas a seguir têm por objetivo, estabelecer os critérios e padrões a serem adotados pelos serviços médicos que atuam no Hospital São Francisco que possuem programas de residência/estágios oficialmente constituídos. Conceito 1 Os Estágios e a Residência em Medicina constituem modalidades de ensino de pós-graduação, destinadas a profissionais, sob a forma de cursos de especialização, caracterizados por treinamento em serviços específicos. Áreas de atuação e números de vagas 1 - Todos os programas de estágios colocados à disposição dos candidatos acham-se dispostos no conjunto de informações gerais constantes no site, específico para esse fim, do Hospital São Francisco Encontram-se à disposição, atualmente, programas de treinamento nas seguintes áreas de atuação:

3 Anestesiologia 7 vagas Cardiologia 5 Vagas Cirurgia e Traumatologia Buco-maxilofaciais 2 vagas (Residência) Cirurgia Geral 9 vagas Coloproctologia 1 vaga Hemodinâmica 1 vaga Medicina Intensiva (UTI) 6 vagas II. CRITÉRIOS, INSCRIÇÕES, EXIGÊNCIAS e SELEÇÃO. Pré-requisitos 1 - Os programas de especialização em áreas de concentração que exigem pré- requisito são aqueles em que os candidatos já devem ter cumprido, previamente, programa em área básica indicada nas normas específicas. Observar atentamente cada exigência própria da área de interesse. Seleção 1 - O processo seletivo para cada área de especialização é distinto e deverá ser conduzido, após a avaliação geral comum a todas as áreas, pelos preceptores de cada uma das especialidades. Inscrições 2 - As inscrições para os processos seletivos deverão ser feitas no período compreendido entre 1º de Outubro de e 20 de Novembro de 2.015, podendo concorrer candidatos que tenham cumprido o pré-requisito, quando houver, em qualquer instituição credenciada e reconhecida oficialmente. 3 - Os programas nas diversas áreas de atuação são destinados a candidatos que já são formados em medicina ou na área de especialização de interesse ou que estão cursando, no ato da inscrição, o último período letivo de sua instituição, quando não houver pré-requisito a ser cumprido. 4 A efetiva participação nos programas de Estágios é condicionada à comprovação prévia da conclusão do curso de Medicina ou da área profissional específica, ou documento que comprove a sua conclusão no ano imediatamente anterior ao início do programa de residência/estágio, além do cumprimento de pré-requisito, quando exigido.

4 5 Para a seleção dos candidatos a todas as áreas de estágios do Hospital São Francisco, exceto aos dentistas, haverá uma prova de conhecimentos gerais, considerados fundamentais, em medicina além de avaliações particularizadas definidas pelos preceptores de cada uma das áreas de conhecimento. 5a. Para cada área específica os preceptores do estágio poderão promover, a seu juízo e critério, provas de conhecimentos específicos, bem como análise curricular e/ou entrevista pessoal. 5b. A seleção final para aprovação dos candidatos será o resultado dessas avaliações gerais e específicas. 5c. A relação dos aprovados em cada área será divulgada, antes do início dos estágios previsto para 02 de Fevereiro de d. Uma listagem, por ordem de notas obtidas no processo de seleção, constituirá a relação dos médicos considerados em lista de espera e que poderão ser convocados à medida que houver vacância por qualquer motivo. III. OBRIGAÇÕES DOS PRECEPTORES 1-Apresentar toda a documentação referente ao estágio, comprovando a vinculação de seu programa de especialização à Sociedade Médica de sua Especialidade, de âmbito nacional, filiada à Associação Médica Brasileira (AMB) e/ou Ministério de Educação e Cultura, ocasião em que deverá informar o número de estagiários (Residentes) por ano, acompanhado dos critérios para seleção de estagiários, cronograma de aulas, avaliação dos estagiários (periodicidade, relatórios de desempenho), número de estagiários aprovados anualmente nas provas para obtenção de Título de Especialista. 1a-Essa mesma programação deverá ser de conhecimento prévio da Coordenadoria Geral dos Estágios do Hospital São Francisco. 2-Preencher anualmente os formulários de solicitação de estágio do Hospital São Francisco, submetendo à direção suas pretensões com relação ao número de vagas para o ano seguinte. 2a-Tal ato deverá ser processado de forma prévia à divulgação das condições do concurso e das provas de seleção, de acordo com essas normas aqui apresentadas. 2b-Oferecer estágio de qualidade reconhecida, seguindo as normas exigidas pela Sociedade da Especialidade, Associação Médica Brasileira (AMB) e/ou Ministério de Educação e Cultura e Conselho Federal de Medicina/Odontologia. 2c-Oferecer preceptores qualificados que possuam pelo menos, título de especialista de sua própria Sociedade da Especialidade, vinculada à AMB. 2d-Manter supervisão qualificada presencial das atividades práticas realizadas dentro do Hospital São Francisco ou de qualquer de suas unidades externas.

5 2e-Oferecer atividades teóricas no Hospital São Francisco sob a forma de aulas, sessões de atualização de literatura, seminários e discussões de casos clínicos. Referidos atos deverão observar um cronograma previamente definido, bem como deverão abordar conteúdo temático determinado, com a participação dos estagiários comprovada por meio de listas de presença. 2f-Zelar pelo cumprimento do Regimento Interno, bem como de todos os regulamentos médicos e administrativos e demais normas internas do Hospital São Francisco. 2g-Participar das reuniões periódicas com a diretoria e supervisões específicas para discussão dos assuntos pertinentes aos estagiários e acompanhamento do estágio. 2h-Fazer com que os estagiários sob sua responsabilidade compareçam as atividades científicas e/ou culturais do Hospital São Francisco. IV. OBRIGAÇÕES DOS ESTAGIÁRIOS 1-A responsabilidade intrínseca do ato médico dos estagiários deverá seguir sempre os princípios do Código de Ética Médica emanado pelo Conselho Federal de Medicina. 2-Tratar com educação, respeito e consideração todos os médicos, funcionários e colaboradores do Hospital São Francisco. 3-Tratar segundo os preceitos de ética e respeito todos os pacientes, bem como seus acompanhantes, dentro das dependências do hospital e de suas unidades externas. 4-Utilizar o crachá de identificação em todas as dependências do hospital. 5-Fazer uso de avental, compatível com o trabalho em ambiente hospitalar, segundo modelo previamente oferecido pela instituição. 5a.Não é permitida a utilização de roupa que traga identificação de outras instituições de saúde ou propaganda de indústria farmacêutica. 6-Participar de todas as atividades teóricas oferecidas pelo estágio. 7-Participar das atividades práticas oferecidas, nos locais e horários definidos pelo seu preceptor em comum acordo com a direção do Hospital São Francisco. 8-Participar dos treinamentos institucionais como: identidade segura, cirurgia segura (para cirurgiões e anestesistas), higienização das mãos, sepsis, antibioticoprofilaxia (para cirurgiões e anestesistas) e todas as demais programadas de interesse. É vedado aos médicos estagiários de primeiro ano.

6 9-Realizar procedimentos invasivos ou não invasivos, sem o acompanhamento de um preceptor ou supervisor a não ser em caso de evidente e imediato risco de vida para o paciente. 10-Preencher solicitação de guias para internação, cirurgias ou exames de alto custo sem o devido acompanhamento do médico preceptor. 11-Atender ou responder a pedidos de inter-consultas de outras especialidades sem o acompanhamento do preceptor/médico titular. 12-Discutir indicação de antibióticos, isolamento ou manejo de casos com suspeita de infecção com o Serviço de Controle de Infecção Hospital sem o acompanhamento do preceptor/médico titular. 13-Conversar com familiares a respeito do estado de saúde, diagnóstico, prognóstico e plano terapêutico dos pacientes sem o acompanhamento do preceptor/médico titular. 14-Assinar alta hospitalar sem o acompanhamento do preceptor/médico titular. 15-Utilizar login e/ou senha de outro profissional em qualquer aplicativo do hospital. Acessar sites da Internet de conteúdo inapropriado ou fora do âmbito médico-científico. V. CONTROLE DE QUALIDADE DOS PROGRAMAS. 1-A manutenção de programas de estágios médicos no Hospital São Francisco depende da comprovação da qualidade deste programa. 2-Esta avaliação será realizada ao longo do ano, por meio da observação contínua da atuação e das atitudes dos médicos estagiários. 3-A qualidade esperada destes programas será avaliada anualmente por meio do número de estagiários aprovados nas provas de Título de Especialista promovidas pela Sociedade da Especialidade credenciada pela AMB e/ou Ministério de Educação e Cultura. VI. INTEGRAÇÃO DOS PROGRAMAS Os programas de estágio (Residência), incluindo todas as áreas de atuação, serão integrados a um COMITÊ CENTRAL DE ESTÁGIOS do HOSPITAL SÃO FRANCISCO. Os objetivos de tal unificação, respeitadas as características e individualidades de cada área de atuação, são: 1-Inscrição comum em site específico com detalhes de cada uma das respectivas áreas.

7 2-Promover atividades comuns e de interesse de todas as áreas reunindo para elas todos os estagiários. 3-Criar um programa de avaliação geral para o ensino na instituição. VII. ORGANIZAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DE ESTÁGIOS Nenhum programa de estágio a ser desenvolvido nas dependências do Hospital São Francisco poderá ser criado, desenvolvido ou realizado sem que esteja vinculado a esse COMITÊ CENTRAL DE ESTÁGIOS (Residência) e sem que tenha programação previamente apresentada e aprovada.

EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO EM MEDICINA INTENSIVA 2015/1

EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO EM MEDICINA INTENSIVA 2015/1 EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO EM MEDICINA INTENSIVA 2015/1 HOSPITAL GERAL DE GOIÂNIA Diretoria Ensino e Pesquisa PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO EM MEDICINA INTENSIVA

Leia mais

Normatização do cadastro - Geriatria Formação profissional em Geriatria Educação continuada em Geriatria

Normatização do cadastro - Geriatria Formação profissional em Geriatria Educação continuada em Geriatria Normatização do cadastro - Geriatria Formação profissional em Geriatria Educação continuada em Geriatria Ficha de cadastro de atividades de Formação Profissional Ficha de cadastro de atividades de Educação

Leia mais

FUNDAÇÃO PIO XII - HOSPITAL DE CÂNCER DE BARRETOS APRIMORAMENTO EM NEUROCIRURGIA ONCOLÓGICA ( Fellowship ) EDITAL DE SELEÇÃO PARA O ANO DE 2014

FUNDAÇÃO PIO XII - HOSPITAL DE CÂNCER DE BARRETOS APRIMORAMENTO EM NEUROCIRURGIA ONCOLÓGICA ( Fellowship ) EDITAL DE SELEÇÃO PARA O ANO DE 2014 FUNDAÇÃO PIO XII - HOSPITAL DE CÂNCER DE BARRETOS APRIMORAMENTO EM NEUROCIRURGIA ONCOLÓGICA ( Fellowship ) EDITAL DE SELEÇÃO PARA O ANO DE 2014 EDITAL N.º 12/2013-IEP/HCB A Fundação Pio XII, Hospital do

Leia mais

ASSOCIAÇÃO EDUCADORA SÃO CARLOS HOSPITAL MÃE DE DEUS EDITAL DE CONCURSO PARA CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA

ASSOCIAÇÃO EDUCADORA SÃO CARLOS HOSPITAL MÃE DE DEUS EDITAL DE CONCURSO PARA CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA ASSOCIAÇÃO EDUCADORA SÃO CARLOS HOSPITAL MÃE DE DEUS EDITAL DE CONCURSO PARA CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA 1. INTRODUÇÃO A Comissão de Ensino do Curso de Especialização em Cardiologia do Hospital

Leia mais

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL A DIRETORA DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS no exercício de suas atribuições legais, com fundamento no art. 65, inciso II da Lei

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INFORMAÇÕES GERAIS 1 - A Residência em Medicina constitui modalidade de ensino de pós-graduação, destinada

Leia mais

Normas de regulamentação para a certificação de. atualização profissional de títulos de especialista e certificados de área de atuação.

Normas de regulamentação para a certificação de. atualização profissional de títulos de especialista e certificados de área de atuação. Normas de regulamentação para a certificação de atualização profissional de título de especialista e certificado de área de atuação Em decorrência do convênio celebrado entre a Associação Médica Brasileira

Leia mais

Residência Médica. Equivalência da Residência Médica com Curso de Especialização e Título de Especialista

Residência Médica. Equivalência da Residência Médica com Curso de Especialização e Título de Especialista Residência Médica A Residência Médica foi instituída no Brasil pela Lei nº. 6.932 de 07 de julho de 1981 e regulamentada pelo Decreto nº. 80.281, de 05 de setembro de 1977. Equivalência da Residência Médica

Leia mais

2.1. Selecionar estudantes para o Curso de Especialização em Saúde da Família Especialização a Distância, ofertado pela Universidade de Brasília.

2.1. Selecionar estudantes para o Curso de Especialização em Saúde da Família Especialização a Distância, ofertado pela Universidade de Brasília. UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE MEDICINA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE CEILÂNDIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA ESPECIALIZAÇÃO A DISTÂNCIA O MINISTÉRIO DA SAÚDE, representado

Leia mais

UNIÍTALO FISIOTERAPIA MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

UNIÍTALO FISIOTERAPIA MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Prezado aluno (a), As disciplinas Práticas Clínicas Supervisionadas (PCS), também conhecidas como estágios supervisionados, irão permitir que você integre todo o conhecimento adquirido ao longo do curso,

Leia mais

EDITAL. EDITAL DIR N o 04/2015

EDITAL. EDITAL DIR N o 04/2015 EDITAL DIR N o 04/2015 PROCESSO SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DOCENTES PARA ATUAÇÃO JUNTO AOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS, GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS, GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DIREITO,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ Faculdade de Medicina Departamento de Cirurgia Grupo de Educação e Estudos Oncológicos

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ Faculdade de Medicina Departamento de Cirurgia Grupo de Educação e Estudos Oncológicos E D I T A L Nº 04/2007 Seleção ao II Curso de Especialização em Mastologia A Coordenação do, extensão do Departamento de Cirurgia da da Universidade Federal do Ceará FAZ SABER aos interessados que estarão

Leia mais

Anexo C. Cursos de Especialização/ Estágios em Cardiologia Normas para Credenciamento pela Sociedade Brasileira de Cardiologia

Anexo C. Cursos de Especialização/ Estágios em Cardiologia Normas para Credenciamento pela Sociedade Brasileira de Cardiologia Anexo C Cursos de Especialização/ Estágios em Cardiologia Normas para Credenciamento pela Sociedade Brasileira de Cardiologia O Curso de Especialização/ Estágios em Cardiologia constitui modalidade do

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES SUPERVISIONADOS Capítulo I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º.Os estágios que compõem a estrutura curricular do curso do curso de graduação em Farmácia da Faculdade de Ciências

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO EM PNEUMOLOGIA 2015/1

EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO EM PNEUMOLOGIA 2015/1 EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO EM PNEUMOLOGIA 2015/1 HOSPITAL GERAL DE GOIÂNIA Diretoria Ensino e Pesquisa PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO EM PNEUMOLOGIA EDITAL

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM TERAPIA INTENSIVA ADULTO Unidade Dias

Leia mais

EMENTA: Regularidade da exigência de plantões em diversas áreas CONSULTA

EMENTA: Regularidade da exigência de plantões em diversas áreas CONSULTA CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ RUA VICTÓRIO VIEZZER. 84 - CAIXA POSTAL 2.208 - CEP 80810-340 - CURITIBA - PR FONE: (41) 3240-4000 - FAX: (41) 3240-4001 - SITE: www.crmpr.org.br - E-MAIL: protocolo@crmpr.org.br

Leia mais

REGIMENTO INTERNO HOSPITAL VETERINÁRIO UNIMAR

REGIMENTO INTERNO HOSPITAL VETERINÁRIO UNIMAR REGIMENTO INTERNO HOSPITAL VETERINÁRIO UNIMAR O Coordenador do Curso de Medicina Veterinária da Universidade de Marília UNIMAR, no uso de suas atribuições legais, expede o presente regimento, regulamentando

Leia mais

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO PROCEDIMENTOS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO PROCEDIMENTOS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO PROCEDIMENTOS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA A UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO - UCB divulga o processo seletivo para

Leia mais

RESIDÊNCIA EM CIRURGIA VASCULAR SANTA CASA DE LONDRINA 2012. Prova de Seleção para Residência Médica em Cirurgia Vascular / 2012. Edital de Convocação

RESIDÊNCIA EM CIRURGIA VASCULAR SANTA CASA DE LONDRINA 2012. Prova de Seleção para Residência Médica em Cirurgia Vascular / 2012. Edital de Convocação RESIDÊNCIA EM CIRURGIA VASCULAR SANTA CASA DE LONDRINA 2012 Prova de Seleção para Residência Médica em Cirurgia Vascular / 2012 Edital de Convocação A Irmandade Santa Casa de Londrina faz saber que realizará

Leia mais

Curso Disciplina Perfil docente (formação acadêmica mínima)

Curso Disciplina Perfil docente (formação acadêmica mínima) EDITAL PARA PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA DA UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ UNESA Campus Resende A Estácio divulga processo seletivo para

Leia mais

1. CADASTRO 2. AGENDAMENTOS:

1. CADASTRO 2. AGENDAMENTOS: 1. CADASTRO Para atuar no Hospital São Luiz, todo médico tem de estar regularmente cadastrado. No momento da efetivação, o médico deve ser apresentado por um membro do corpo clínico, munido da seguinte

Leia mais

MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO

MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO Art. 1º - Corpo Clínico é o conjunto de médicos que se propõe a assumir solidariamente a responsabilidade de prestar atendimento aos usuários que

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA DA FACULDADE ANGLO-AMERICANO CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º Este Regulamento disciplina as atividades do Estágio Curricular Supervisionado,

Leia mais

Processo Seletivo Público para Complementação Especializada

Processo Seletivo Público para Complementação Especializada Processo Seletivo Público para Complementação Especializada Convocação para provas do processo seletivo para a função-atividade de Médico para o Departamento de Radiologia da Faculdade de Medicina da Universidade

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ESPECIALIZAÇÃO EM OFTALMOLOGIA - 2014 CURSO CREDENCIADO PELO CONSELHO BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA - CBO EDITAL

PROCESSO SELETIVO PARA ESPECIALIZAÇÃO EM OFTALMOLOGIA - 2014 CURSO CREDENCIADO PELO CONSELHO BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA - CBO EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ESPECIALIZAÇÃO EM OFTALMOLOGIA - 2014 CURSO CREDENCIADO PELO CONSELHO BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA - CBO EDITAL O Hospital de Olhos de Sergipe (HOS), no uso das atribuições legais,

Leia mais

NORMAS PARA REGULAMENTAÇÃO DE ESTÁGIOS PROFISSIONALIZANTES

NORMAS PARA REGULAMENTAÇÃO DE ESTÁGIOS PROFISSIONALIZANTES FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE RIBEIRÃO PRETO CENTRO DE PSICOLOGIA APLICADA NORMAS PARA REGULAMENTAÇÃO DE ESTÁGIOS PROFISSIONALIZANTES Os estágios profissionalizantes, realizados como exigência

Leia mais

FACULDADE ESTÁCIO DO SERGIPE - FASE 2013.2 PROCEDIMENTOS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA

FACULDADE ESTÁCIO DO SERGIPE - FASE 2013.2 PROCEDIMENTOS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA FACULDADE ESTÁCIO DO SERGIPE - FASE 2013.2 PROCEDIMENTOS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA A FACULDADE ESTÁCIO DO SERGIPE divulga processo seletivo

Leia mais

Clínica Médica: 8 vagas

Clínica Médica: 8 vagas Normatizações dos Serviços de Estágios e Especializações Médicas do Hospital São Francisco de Ribeirão Preto I. INFORMAÇÕES GERAIS O Hospital São Francisco de Ribeirão Preto tem tradição de várias décadas

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE - ESTÁCIO DE NATAL FATERN PROCEDIMENTOS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA

RIO GRANDE DO NORTE - ESTÁCIO DE NATAL FATERN PROCEDIMENTOS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA RIO GRANDE DO NORTE - ESTÁCIO DE NATAL FATERN PROCEDIMENTOS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA A FACULDADE ESTÁCIO DE NATAL FATERN divulga processo

Leia mais

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO GRADE CURRICULAR 2008-2010 RIO CLARO 2010 1 REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CAPÍTULO I Da Origem, Finalidades e das Modalidades Art. 1º -

Leia mais

EXTRATO DE EDITAL - Programas de acesso direto e com pré-requisito

EXTRATO DE EDITAL - Programas de acesso direto e com pré-requisito EXTRATO DE EDITAL - Programas de acesso direto e com pré-requisito A Comissão de Residência Médica COREME - do Hospital Ernesto Dornelles, comunica que estarão abertas as inscrições para o Concurso de

Leia mais

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS SUPERIORESDE GRADUAÇÃO DO CEFET-PR. Capítulo I DO ESTÁGIO E SUAS FINALIDADES

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS SUPERIORESDE GRADUAÇÃO DO CEFET-PR. Capítulo I DO ESTÁGIO E SUAS FINALIDADES REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS SUPERIORESDE GRADUAÇÃO DO CEFET-PR Capítulo I DO ESTÁGIO E SUAS FINALIDADES Art. 1º - O Estágio Curricular, baseado na lei nº 6.494,

Leia mais

Fundamentos e conceitos da citogenética Humana

Fundamentos e conceitos da citogenética Humana SEAMA 2013.2 PROCEDIMENTOS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA A SEAMA divulga processo seletivo para Professor Auxiliar I para o(s) curso(s) de graduação

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O.

EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O. EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O. 004/15 1. APRESENTAÇÃO A Direção-Geral das FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS

Leia mais

3. DOS REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO NO PROCESSO SELETIVO

3. DOS REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO NO PROCESSO SELETIVO PROCESSO SELETIVO PARA O PREENCHIMENTO DE VAGAS DO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU NA MODALIDADE PRESENCIAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ATENÇÃO À SAÚDE DA PESSOA IDOSA. O MINISTÉRIO DA SAÚDE, representado

Leia mais

FACULDADE METODISTA GRANBERY FMG NÚCLEO DE PESQUISA - NPq EDITAL 02/10. Edital de Chamada de Projetos de Iniciação Científica

FACULDADE METODISTA GRANBERY FMG NÚCLEO DE PESQUISA - NPq EDITAL 02/10. Edital de Chamada de Projetos de Iniciação Científica FACULDADE METODISTA GRANBERY FMG NÚCLEO DE PESQUISA - NPq EDITAL 02/10 Edital de Chamada de Projetos de Iniciação Científica O Diretor da Faculdade Metodista Granbery, nos termos da legislação vigente,

Leia mais

Processo Seletivo Externo Simplificado / Pós-Graduação e Lato Sensu Especialização Médica.

Processo Seletivo Externo Simplificado / Pós-Graduação e Lato Sensu Especialização Médica. EDITAL COMPLEMENTAR PROCESSO SIMPLIFICADO ESPECIALIZAÇÃO 2015 Processo Seletivo Externo Simplificado / Pós-Graduação e Lato Sensu Especialização Médica. A SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE BELO HORIZONTE,

Leia mais

PRONTO ATENDIMENTO MUNICIPAL TITO BIANCHINI PAMTB SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE LAGES

PRONTO ATENDIMENTO MUNICIPAL TITO BIANCHINI PAMTB SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE LAGES PRONTO ATENDIMENTO MUNICIPAL TITO BIANCHINI PAMTB SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE LAGES EDITAL DE Nº 01/2015 DO PROCESSO SELETIVO PARA SERVIÇO VOLUNTÁRIO EXTRACURRICULAR SUPERVISIONADO DE ACADÊMICOS DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS EDITAL PROPEG Nº 003/2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO CIRURGIA DA COLUNA VERTEBRAL 2015/2

EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO CIRURGIA DA COLUNA VERTEBRAL 2015/2 EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO CIRURGIA DA COLUNA VERTEBRAL 2015/2 HOSPITAL GERAL DE GOIÂNIA Diretoria Ensino e Pesquisa PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO EM CIRURGIA

Leia mais

Especialização em PET/CT (R4) Imagens Médicas de Brasília. Processo Seletivo 2015

Especialização em PET/CT (R4) Imagens Médicas de Brasília. Processo Seletivo 2015 Especialização em PET/CT (R4) Processo Seletivo 2015 A Diretoria do IMEB torna pública, para conhecimento dos interessados, a abertura de inscrições para o Processo Seletivo do Programa de Especialização

Leia mais

Hospital da Santa Casa de Misericórdia de Vitória. Centro Médico Hospitalar de Vila Velha S/A VILA VELHA HOSPITAL

Hospital da Santa Casa de Misericórdia de Vitória. Centro Médico Hospitalar de Vila Velha S/A VILA VELHA HOSPITAL EDITAL DO CONCURSO SELEÇÃO PARA R4 EM COLUNA VERTEBRAL 2013. O e Irmandade da Santa Casa de Vitória - HOSPITAL DA SANTA CASA DE MISERICORDIA DE VITORIA comunicam, através do presente Edital, a abertura

Leia mais

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS: Habilitações: Língua Portuguesa e respectivas Literaturas Língua Espanhola e respectivas

Leia mais

R E G U L A M E N T O da M O N O G R A F I A

R E G U L A M E N T O da M O N O G R A F I A COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA - C E C - R E G U L A M E N T O da M O N O G R A F I A Pró-Reitoria de Educação Superior e Educação Continuada 2013 1 UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAÍBA UNIVAP PRÓ-REITORIA

Leia mais

EDITAL PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS A PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM MEDICINA FETAL

EDITAL PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS A PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM MEDICINA FETAL EDITAL PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS A PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM MEDICINA FETAL 2014 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. CARACTERÍSTICAS GERAIS DO CURSO... 3 3. PRÉ-REQUISITOS... 4 4. INSCRIÇÃO... 4 5.

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO E CADASTRO DE RESERVA

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO E CADASTRO DE RESERVA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO E CADASTRO DE RESERVA O Diretor da do Futuro, no uso de suas atribuições legais e regimentais, em conformidade com a Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008,

Leia mais

NORMAS DO ESTÁGIO CURRICULAR

NORMAS DO ESTÁGIO CURRICULAR ANEXO C UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE COMISSÃO COORDENADORA DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Fone: (31) 3899-2526. E-mail: cobio@ufv.br NORMAS DO ESTÁGIO CURRICULAR

Leia mais

Faculdade Maurício de Nassau

Faculdade Maurício de Nassau Faculdade Maurício de Nassau EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 A Direção da Faculdade Maurício de Nassau de Manaus no uso de suas atribuições e com base nas disposições regimentais, no Dec. 99.490/90,

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para

Leia mais

COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE GOIÂNIA

COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE GOIÂNIA COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE GOIÂNIA EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS TREINAMENTO AVANCADO EM CARDIOLOGIA EDITAL N o 02/2012 CONCURSO 2013 Atenção: Recomenda-se a leitura

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais Faculdade de Engenharia Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UEMA PIBIC-CNPq/UEMA/FAPEMA EDITAL UEMA/PPG Nº 03/2015

PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UEMA PIBIC-CNPq/UEMA/FAPEMA EDITAL UEMA/PPG Nº 03/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UEMA PIBIC-CNPq/UEMA/FAPEMA EDITAL UEMA/PPG Nº 03/2015 A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Estadual do Maranhão - PPG UEMA em conjunto

Leia mais

Entidades de Fiscalização do Exercício das Profissões Liberais CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA VETERINÁRIA RESOLUÇÃO Nº 752, DE 17 DE OUTUBRO DE 2003.

Entidades de Fiscalização do Exercício das Profissões Liberais CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA VETERINÁRIA RESOLUÇÃO Nº 752, DE 17 DE OUTUBRO DE 2003. Entidades de Fiscalização do Exercício das Profissões Liberais CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA VETERINÁRIA RESOLUÇÃO Nº 752, DE 17 DE OUTUBRO DE 2003. Reconhece e regulamenta a Residência Médico-Veterinária,

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES COMPROV

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES COMPROV SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES COMPROV EDITAL PRE Nº 021/2015 Processo Seletivo SiSU 2015.2 A Universidade Federal

Leia mais

Especialização em Medicina Nuclear. Imagens Médicas de Brasília. Processo Seletivo 2016

Especialização em Medicina Nuclear. Imagens Médicas de Brasília. Processo Seletivo 2016 Especialização em Medicina Nuclear Processo Seletivo 2016 A Diretoria do IMEB torna pública, para conhecimento dos interessados, a abertura de inscrições para o Processo Seletivo do Programa de Especialização

Leia mais

Centro Médico Hospitalar de Vila Velha S/A VILA VELHA HOSPITAL EDITAL DO CONCURSO SELEÇÃO PARA R4 EM COLUNA VERTEBRAL 2011.

Centro Médico Hospitalar de Vila Velha S/A VILA VELHA HOSPITAL EDITAL DO CONCURSO SELEÇÃO PARA R4 EM COLUNA VERTEBRAL 2011. EDITAL DO CONCURSO SELEÇÃO PARA R4 EM COLUNA VERTEBRAL 2011. O e Irmandade da Santa Casa de Vitória - HOSPITAL DA SANTA CASA DE MISERICORDIA DE VITORIA comunicam, através do presente Edital, a abertura

Leia mais

Declaro ter ciência do regulamento e concordo com as condições nele contidas.

Declaro ter ciência do regulamento e concordo com as condições nele contidas. FICHA DE INSCRIÇÃO PARA INTERESSADOS EM PARTICIPAR DO PROCESSO SELETIVO NOME DO MÉDICO: CRM: Atingida: (Espaço Unimed-BH) Orientamos que leia o regulamento anexo, antes de preencher esta ficha ESPECIALIDADE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS CENTRO UNIVERSITÁRIO FEDERAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS CENTRO UNIVERSITÁRIO FEDERAL REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO DE INTERESSE CURRICULAR DO CURSO DE QUÍMICA DA Efoa/Ceufe Resolução Nº 007/2005 pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) O presente regulamento foi elaborado tendo

Leia mais

Treinamento em Clínica Médica 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE)

Treinamento em Clínica Médica 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE) Treinamento em Clínica Médica 2014 do Pesquisas de Gastroenterologia (IBEPEGE) Reconhecido pela Sociedade Brasileira de Clínica Médica São Paulo - 2014/2016 Coordenador: Dr. Norton Wagner Ferracini O IBEPEGE

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM CAPÍTULO I Natureza, Finalidade, Sede e Foro Art. 1º - A Comissão Nacional de Residência em Enfermagem - CONARENF, criada pela Portaria

Leia mais

EDITAL CEPG Nº 04/2013

EDITAL CEPG Nº 04/2013 EDITAL CEPG Nº 04/2013 FIXA NORMAS PARA INSCRIÇÃO E MATRÍCULA DE ALUNO ESPECIAL NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO / DOUTORADO DO CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS. O Diretor Geral do Centro de Ciências

Leia mais

FUNDAÇÃO DE SAÚDE PÚBLICA DE NOVO HAMBURGO

FUNDAÇÃO DE SAÚDE PÚBLICA DE NOVO HAMBURGO FUNDAÇÃO DE SAÚDE PÚBLICA DE NOVO HAMBURGO Programa de Residência Médica em Clínica Médica Programa de Residência Médica em Medicina Intensiva Programa de Residência Médica em Neonatologia Processo Seletivo

Leia mais

EDITAL PIBID-FUNEC SELEÇÃO DE PROFESSORES SUPERVISORES PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID

EDITAL PIBID-FUNEC SELEÇÃO DE PROFESSORES SUPERVISORES PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID EDITAL PIBID-FUNEC SELEÇÃO DE PROFESSORES SUPERVISORES PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID A FUNEC Fundação Municipal de Educação e Cultura de Santa Fé do Sul, através

Leia mais

CAMP-IMAGEM NUCLEAR S/C LTDA EXAME DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA EM MEDICINA NUCLEAR - 2015 EDITAL 01/2015

CAMP-IMAGEM NUCLEAR S/C LTDA EXAME DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA EM MEDICINA NUCLEAR - 2015 EDITAL 01/2015 CAMP-IMAGEM NUCLEAR S/C LTDA EXAME DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA EM MEDICINA NUCLEAR - 2015 EDITAL 01/2015 A Camp-Imagem Nuclear S/C LTDA torna pública a realização do Processo seletivo de candidatos

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação Faculdade de Informática Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação (PPGCC),

Leia mais

Curso em Psicanálise Winnicottiana REGIMENTO

Curso em Psicanálise Winnicottiana REGIMENTO Curso em Psicanálise Winnicottiana REGIMENTO I. DENOMINAÇÃO, COORDENAÇÃO E MODALIDADES A SOCIEDADE BRASILEIRA DE PSICANÁLISE WINNICOTTIANA (SBPW), por intermédio dos Centros Winnicott, oferece regularmente

Leia mais

CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB

CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB TERMO ADITIVO AO EDITAL nº 02/2013 PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS ALTERAÇÃO DE DATAS E FORMA DE APRESENTAÇÃO DE PROJETOS Apoio: Brasília, 28 de agosto de 2013.

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DO ESPORTE CLÍNICA ESCOLA DE FISIOTERAPIA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DO ESPORTE CLÍNICA ESCOLA DE FISIOTERAPIA REGIMENTO INTERNO No. 01/2011 DO CEFID/UDESC CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1º O presente regimento interno normatiza as atividades na Clínica Escola de Fisioterapia do Centro de Ciências da

Leia mais

Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do Hospital das Clínicas da FMRPUSP

Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do Hospital das Clínicas da FMRPUSP Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do Hospital das Clínicas da FMRPUSP Conteúdo DISPOSIÇÕES GERAIS 3 APOIO AO APRIMORAMENTO DE RECURSOS HUMANOS 4 Participação em congressos e eventos científicos

Leia mais

EDITAL 2016 Manual do Candidato

EDITAL 2016 Manual do Candidato PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM PSIQUIATRIA EDITAL 2016 Manual do Candidato Estarão abertas as inscrições para o PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM PSIQUIATRIA, no período e condições abaixo especificadas:

Leia mais

EDITAL Nº 06/2015 PROGRAMA DE MONITORIA

EDITAL Nº 06/2015 PROGRAMA DE MONITORIA EDITAL Nº 06/2015 PROGRAMA DE MONITORIA Seleção de monitores para o Programa de Monitoria Acadêmica da Faculdade de Quatro Marcos - FQM 1. ABERTURA A Faculdade de Quatro Marcos FQM, em São José dos Quatro

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM Nº 1.772/2005 (Publicada no D.O.U. de 12.08.2005, Seção I, p. 141-142) Revogada pela Resolução CFM nº 1984/2012 Institui o Certificado de Atualização Profissional

Leia mais

UNIDADE DIMEN PET/CT. Instituto de Medicina Nuclear Diagnóstica Avançada de Campinas Ltda

UNIDADE DIMEN PET/CT. Instituto de Medicina Nuclear Diagnóstica Avançada de Campinas Ltda UNIDADE DIMEN PET/CT Instituto de Medicina Nuclear Diagnóstica Avançada de Campinas Ltda EXAME DE SELEÇÃO PARA O 4º. ANO OPCIONAL DE MEDICINA NUCLEAR EDITAL 01/2014 A Unidade Dimen PET/CT - Instituto de

Leia mais

FORMULÁRIO DE PEDIDO DE CREDENCIAMENTO EM SUBESPECIALIZAÇÃO EM NÍVEL 4

FORMULÁRIO DE PEDIDO DE CREDENCIAMENTO EM SUBESPECIALIZAÇÃO EM NÍVEL 4 FORMULÁRIO DE PEDIDO DE CREDENCIAMENTO EM SUBESPECIALIZAÇÃO EM NÍVEL 4 Exmo. Sr. Coordenador da Comissão de Ensino, Aperfeiçoamento e Residência Médica do Colégio Brasileiro de Radiologia. A Instituição

Leia mais

EDITAL N.º 37/2014. Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid/UNISANTOS)

EDITAL N.º 37/2014. Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid/UNISANTOS) EDITAL N.º 37/2014 Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid/UNISANTOS) A Pró-Reitora de Graduação da Universidade Católica de Santos - UNISANTOS, no uso de suas atribuições estatutárias

Leia mais

EDITAL N o 03 1º SEMESTRE 2012 SELEÇÃO DE TUTORES A DISTÂNCIA

EDITAL N o 03 1º SEMESTRE 2012 SELEÇÃO DE TUTORES A DISTÂNCIA EDITAL N o 03 1º SEMESTRE 2012 SELEÇÃO DE TUTORES A DISTÂNCIA 1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CAMPUS MUZAMBINHO CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CEAD SELEÇÃO

Leia mais

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA COMISSÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO IAMSPE-SP Curso de Pós-Graduação em Ciências da Saúde A Comissão de Pós-Graduação do IAMSPE/SP torna pública a abertura de inscrições e estabelece as normas para o processo de

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO SEAD ESCOLA DE GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ - EGEPI EDITAL Nº 01/2014

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO SEAD ESCOLA DE GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ - EGEPI EDITAL Nº 01/2014 EDITAL Nº 01/2014 PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU, SOB A RESPONSABILIDADE DA ESCOLA DE GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ- EGEPI, DA SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO-SEAD EM PARCERIA

Leia mais

EDITAL Nº 01, DE 22 DE JUNHO DE 2015. PROGRAMA VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PROVIC

EDITAL Nº 01, DE 22 DE JUNHO DE 2015. PROGRAMA VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PROVIC CENTRO EDUCACIONAL NOSSA SENHORA AUXILIADORA INSTITUTOS SUPERIORES DE ENSINO DO CENSA CENTRO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL Nº 01, DE 22 DE JUNHO DE 2015. PROGRAMA VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 FACULDADE MAURICIO DE NASSAU DE BELÉM MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL CREDENCIAMENTO: PORTARIA Nº 571, DE 13 DE MAIO DE, DOU 16 DE MAIO DE SEÇÃO I EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 O Diretor da Faculdade

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO TIRADENTES PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR ASSISTENTE E PRECEPTOR 2015.2

CENTRO UNIVERSITÁRIO TIRADENTES PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR ASSISTENTE E PRECEPTOR 2015.2 CENTRO UNIVERSITÁRIO TIRADENTES PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR ASSISTENTE E PRECEPTOR 2015.2 O núcleo de Gente & Carreira do Centro Universitário Tiradentes, no uso de suas atribuições, torna público

Leia mais

EXTRATO DO EDITAL N 39/2012 UEPA. PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CAPES/CNPq/UEPA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE.

EXTRATO DO EDITAL N 39/2012 UEPA. PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CAPES/CNPq/UEPA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE. EXTRATO DO EDITAL N 39/2012 UEPA CAPES/CNPq/UEPA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE. A Universidade do Estado do Pará (UEPA), por meio de sua Coordenadoria do Programa Ciência sem Fronteiras UEPA (PCsF-UEPA) e com o

Leia mais

Resolução nº. 01/09. Título I Estágio Supervisionado. Capítulo I. Caracterização do Estágio:

Resolução nº. 01/09. Título I Estágio Supervisionado. Capítulo I. Caracterização do Estágio: 1 Resolução nº. 01/09 Aprovar o Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Pedagogia - considerando o art.70, VII do Regimento desta Instituição; - considerando necessidade de normatizar

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CESUBE

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CESUBE REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CESUBE Considerando o significado e a importância do Estágio como parte fundamental da formação profissional, define-se

Leia mais

2.1. As inscrições deverão ser realizadas através do preenchimento do formulário de inscrição previsto no seguinte link:

2.1. As inscrições deverão ser realizadas através do preenchimento do formulário de inscrição previsto no seguinte link: O Centro Universitário Estácio de Brasília Estácio Brasília divulga processo seletivo para formação de cadastro de reserva para o cargo de Professor para o(s) curso(s) de graduação e/ou graduação tecnológica.

Leia mais

ALIANÇA TERESINA - MAURICIO DE NASSAU

ALIANÇA TERESINA - MAURICIO DE NASSAU ALIANÇA TERESINA - MAURICIO DE NASSAU EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 A direção da Faculdade Aliança / Faculdade Maurício de Nassau no uso de suas atribuições e com base nas disposições regimentais,

Leia mais

Normatização do cadastro de formação profissional e educação continuada em gerontologia

Normatização do cadastro de formação profissional e educação continuada em gerontologia Normatização do cadastro de formação profissional e educação continuada em gerontologia O cadastro de formação profissional e de educação continuada em gerontologia da Sociedade Brasileira de Geriatria

Leia mais

INSTITUTO DE PÓS-GRADUAÇÃO & GRADUAÇÃO DIRETORIA DE GRADUAÇÃO E EXTENSÃO COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PROJETO DE MONITORIA

INSTITUTO DE PÓS-GRADUAÇÃO & GRADUAÇÃO DIRETORIA DE GRADUAÇÃO E EXTENSÃO COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PROJETO DE MONITORIA PROJETO DE MONITORIA Goiânia GO 2013 IP5p Instituto de Pós-Graduação e Graduação IPOG 2014 Projeto de monitoria /Instituto de Pós-Graduação e Graduação IPOG: Organizadora: Silvana de Brito Arrais Dias.

Leia mais

EDITAL 191/2015 Programa de Iniciação Científica Voluntária/IFSP Campus Itapetininga

EDITAL 191/2015 Programa de Iniciação Científica Voluntária/IFSP Campus Itapetininga EDITAL 191/2015 Programa de Iniciação Científica Voluntária/IFSP Campus Itapetininga A Direção Geral do campus Itapetininga do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), torna

Leia mais

RESIDÊNCIA EM CIRURGIA GERAL SANTA CASA DE LONDRINA 2011. Prova de Seleção para Residência Médica em Cirurgia Geral / 2011. Edital de Convocação

RESIDÊNCIA EM CIRURGIA GERAL SANTA CASA DE LONDRINA 2011. Prova de Seleção para Residência Médica em Cirurgia Geral / 2011. Edital de Convocação RESIDÊNCIA EM CIRURGIA GERAL SANTA CASA DE LONDRINA 2011 Prova de Seleção para Residência Médica em Cirurgia Geral / 2011 Edital de Convocação A Irmandade Santa Casa de Londrina faz saber que realizará

Leia mais

CONCURSO SELETIVO PARA ESPECIALIZAÇÃO 2014/2015

CONCURSO SELETIVO PARA ESPECIALIZAÇÃO 2014/2015 CONCURSO SELETIVO PARA ESPECIALIZAÇÃO 2014/2015 O Hospital Angelina Caron, situado à Rodovia do Caqui, nº 1150, bairro Araçatuba, Campina Grande do Sul, Paraná, telefone (41) 3679-8788, através de sua

Leia mais

Regulamento Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica Sênior do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá

Regulamento Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica Sênior do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá Regulamento Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica Sênior do I. CONSIDERAÇÕES GERAIS ART. 1º - Este regulamento tem por objetivo orientar a apresentação, tramitação, aprovação, execução,

Leia mais

Portaria nº 69, de 30/06/2005

Portaria nº 69, de 30/06/2005 Câmara dos Deputados Centro de Documentação e Informação - Legislação Informatizada Portaria nº 69, de 30/06/2005 O PRIMEIRO-SECRETÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS, no uso das atribuições que lhe confere o

Leia mais

PUBLICAÇÃO NO DIÁRIO ELETRÔNICO Nº JFRJ-FOR-2014/20473. Lotação de Origem: 3ª VARA FEDERAL DE VOLTA REDONDA

PUBLICAÇÃO NO DIÁRIO ELETRÔNICO Nº JFRJ-FOR-2014/20473. Lotação de Origem: 3ª VARA FEDERAL DE VOLTA REDONDA PUBLICAÇÃO NO DIÁRIO ELETRÔNICO Nº JFRJ-FOR-2014/20473 Título: EDITAL Nº JFRJ-EDT-2014/00206 Tipo de Matéria: Edital (Teor Judicial) Lotação de Origem: 3ª VARA FEDERAL DE VOLTA REDONDA EDITAL DE SELEÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE CAPÍTULO I DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Art. 1º - O programa de Iniciação Científica da

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO - MEDICINA VETERINÁRIA

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO - MEDICINA VETERINÁRIA 1. IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO - MEDICINA Estágio Supervisionado Obrigatório (ESO) é uma disciplina curricular da Faculdade de Medicina Veterinária da Faculdade

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Em conformidade com a Resolução CNE/CES n 1, de 08 de Junho de 2007 e o Regimento da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Aprovado pelo Parecer CONSEPE

Leia mais