QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 6ª aula /

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 6ª aula /"

Transcrição

1 QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 6ª aula / Prof. Mauricio X. Coutrim (disponível em:

2 MODELO ATÔMICO J. Dalton a matéria é formada por átomos / as inúmeras substâncias são constituídas de átomos de poucos elementos. J. J. Thomson o átomo contém cargas. Os elétrons apresentam massa (9, g) e a carga negativa (1, C). E. Rutherford no núcleo há prótons (carga +) e nêutrons (carga 0) com massa igual a 1, g (> 99,9% da massa do átomo) mas com pequeno volume (ф átomo 10-8 cm; ф núcleo cm). N. Bohr os elétrons ocupam regiões com energias bem definidas em torno do núcleo / tendem a ocuparem sempre regiões de menores energias /podem absorver energia quantizada ocupando uma região de maior energia (ver https://en.wikipedia.org/wiki/file:bohr_atom_animation_2.gif).

3 Visão atual do átomo Número atômico, Z, representa o número de prótons de um átomo. Átomos com mesmo Z pertencem ao mesmo elemento químico (símbolo X). Número de massa, A, é a soma da quantidade de prótons e de neutros do núcleo de um átomo. Isótopos, são átomos do mesmo elemento (Z) com diferentes números de massa (A), assim, têm diferentes números de nêutrons. Isóbaros, são átomos de elementos diferentes (Z) com mesmo número de massas (A). Isótonos, são átomos de elementos diferentes (Z) com mesmo número de nêutrons (n) Átomos neutros, não apresentam carga residual (n o p = n o é) com o mesmo o número de prótons e elétrons não apresentam carga residual (átomos neutros). Íons, são espécies [átomo(s) de um único elemento ou de vários] que apresentam carga residual (n o p n o é). Z Notação do elemento atômico: A OU X (NA TABELA PERIÓDICA) X Z A

4 O parte eletrônica do átomo Princípio da Incerteza de Heisenberg, o elétron é definido como partícula ou como onda, dependendo da situação. Orbital, local de maior probabilidade de se encontrar o elétron. Cada orbital comporta no máximo dois elétrons, mas com m S diferentes (pareados). Formas dos orbitais, são diferentes dependendo de sua energia (s, p, d, f, etc). Números quânticos, são quatro diferentes para cada elétron num átomo e designa a sua localização (energia). Principal (n), são os níveis de energia (qualquer inteiro > 1) / K=1, L=2, M=3, etc. Azimutal (l), são os subníveis de energia (qualquer inteiro entre 0 e n-1) / s=0, p=1, d=2, etc. Magnético (m l ), diferencia orbitais com mesma energia (qualquer inteiro entre l e +l) / no subnível l=2, haverá 5 orbitais, m l =-2, m l =-1, m l =0, m l =+1, m l =+2. Spin (m S ), diferencia os dois elétrons de um orbital (pode ser +½ ou -½).

5 O parte eletrônica do átomo Cada elétron em um átomo pode ser definido exatamente com quatro números quânticos! Princípio de Exclusão de Pauli: Dois elétrons no mesmo átomo não poderá ter os quatro número quânticos iguais. Regra de Hund: num mesmo subnível os orbitais são semipreenchidos com elétrons de mesmo m S e somente então são preenchidos com elétrons de m S diferentes (pareados)

6 A energia dos elétrons no átomo O diagrama de Linus Pauling Representação dos orbitais com diferentes energias

7 Distribuição eletrônica e Tabela Periódica Período Grupo ou Família Fonte: consultado em 24/01/17

8 Distribuição eletrônica e Tabela Periódica Fonte: consultado em 24/01/17

9 Propriedades Periódicas Tamanho de átomos e íons: raios e volumes atômicos e iônicos 25/01/2017 Prof. Mauricio X. Coutrim 9

10 Propriedades Periódicas Energia de Ionização (I) / Potencial de Ionização Gráfico com as primeiras energias de ionização (se requer mais energia para a retirada do segundo elétron e assim por diante) 25/01/2017 Prof. Mauricio X. Coutrim 10

11 Propriedades Periódicas Afinidade Eletrônica (c) ou Eletroafinidade c é a energia adquirida pelo átomo ao lhe ser adicionado um elétron (c mede a atração do átomo pelo elétron). Gráfico com as energias de afinidade eletrônica 25/01/2017 Prof. Mauricio X. Coutrim 11

12 LIGAÇÃO QUÍMICA É a força que mantém átomos e/ou íons unidos nas estrutura químicas das substâncias Há três tipos principais de ligação química: 1. Ligação iônica (forças eletrostásticas) 2. Ligação covalente (compartilhamento eletrônico) 3. Ligação metálica (mar de elétrons /superposição de orbitais atômicos)

13 LIGAÇÃO IÔNICA A LIGAÇÃO IÔNICA é a força eletrostática que mantém unidos dois íons com cargas opostas: ânion (-) e cátion (+). Metais (baixa energia de ionização) tendem a formarem cátions Não metais (alta afinidade eletrônica) tendem a formarem ânions

14 LIGAÇÃO IÔNICA Os metais que têm a maior tendência de formar cátions são os metais das famílias dos alcalinos (IA) e dos alcalino-terrosos (IIA) Os não-metais que têm a maior tendência de formar ânions são os nãometais da família dos halogênios (VIIA)

15 LIGAÇÃO IÔNICA Exemplo: NaCl (sal de cozinha)

16 LIGAÇÃO IÔNICA Estrutura de Lewis: Representa os elétrons da camada de valência dos átomos e íons. P. ex., Cl, NaCl e Al 2 S 3 CAMADA DE VALÊNCIA n=3 Cl (Z=17) : 1s 2s 2p 3s 3p Cl

17 LIGAÇÃO IÔNICA Regra do Octeto: Os átomos tendem a ganhar, perder ou compartilhar elétrons até atingirem oito elétrons na camada de valência (configuração de um gás nobre / condição de menor energia / ns 2 np 6 = 8 elétrons = octeto). Exemplos: Mg, Mg 2+, Cl e Cl -. Mg (Z=12) : Mg 2+ 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 _ 2 e - 1s 2 2s 2 2p 6 octeto Mg _ 2 e - Mg 2+ Cl (Z=17) : 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p e - Cl - 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 octeto _ Cl + 1 e - Cl

18 LIGAÇÃO IÔNICA Energia (entalpia) de rede: Energia necessária para separar completamente um mol de um composto sólido iônico em íons gasosos (representa a força/magnetude da ligação) A variação da entalpia (energia, DH f ) para a formação de um composto iônico (NaCl) é a energia da reação das espécies elementares [Na (s) e Cl 2(g) ] para formar o sólido iônico [NaCl (s) ]. Na (s) + Cl 2(g) NaCl (s) ; DH f = -410,9 KJ/mol (exotérmica) Energia de rede : NaCl (s) Na (g) + Cl 2(g) ; DH rede = +788 KJ/mol (endotérmica)

19 Energia (entalpia) de rede: Ciclo De Born-Haber Exemplo: Obtenção da Energia de Rede (DH rede ) do LiF = DH rede Fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/born-haber_cycle, consultado em 24/jan/17

TD nº 02 Química 2 1º ano - 2011

TD nº 02 Química 2 1º ano - 2011 Prof. Willame TD nº 02 Química 2 1º ano - 2011 TABELA PERIÓDICA 1. A organização dos elementos Com a descoberta de uma grande variedade de átomos, tornou-se necessária à criação de uma sistemática de classificação.

Leia mais

3.2. ORBITAIS E NÚMEROS QUÂNTICOS 3.3. CONFIGURAÇÕES ELETRÔNICAS. Aline Lamenha

3.2. ORBITAIS E NÚMEROS QUÂNTICOS 3.3. CONFIGURAÇÕES ELETRÔNICAS. Aline Lamenha 3.2. ORBITAIS E NÚMEROS QUÂNTICOS 3.3. CONFIGURAÇÕES ELETRÔNICAS Aline Lamenha OBJETIVOS Referir os contributos de vários cientistas e das suas propostas de modelo atómico, para a criação do modelo atómico

Leia mais

Química A Intensivo V. 1

Química A Intensivo V. 1 1 Química A Intensivo V. 1 Exercícios 01) 10 01. Incorreta. O modelo atômico de Dalton não prevê a existência de elétrons. 02. Correta. Segundo Dalton, os átomos eram indestrutíveis e, durante uma reação

Leia mais

Química A Intensivo V. 1

Química A Intensivo V. 1 Química A Intensivo V. 1 Exercícios 01)A A ideia apresentada na alternativa A, além de algo impossível, não estava incluída na teoria de Dalton que afirmava que átomos iguais pertenciam ao mesmo elemento

Leia mais

Ligações Químicas Ligação Iônica Ligação Metálica

Ligações Químicas Ligação Iônica Ligação Metálica Química Geral e Inorgânica QGI0001 Eng a. de Produção e Sistemas Prof a. Dr a. Carla Dalmolin Ligações Químicas Ligação Iônica Ligação Metálica Periodicidade O átomo é visto como uma esfera, onde só as

Leia mais

Próton Nêutron Elétron

Próton Nêutron Elétron Próton Nêutron Elétron Próton Nêutron Elétron Número de prótons: 54 2 Nome do elemento: BORO BERÍLIO HÉLIO Esta Os quantidade diferentes tipos de prótons de átomos recebe (elementos o nome químicos) de

Leia mais

Ligação iônica. Prof. Leandro Zatta

Ligação iônica. Prof. Leandro Zatta Ligação iônica Prof. Leandro Zatta A molecule is an aggregate of two or more atoms in a definite arrangement held together by chemical forces. H 2 H 2 O NH 3 CH 4 A diatomic molecule contains only two

Leia mais

Prova de Recuperação Bimestral de Ciências Nome Completo: Data: / /2010

Prova de Recuperação Bimestral de Ciências Nome Completo: Data: / /2010 COLÉGIO MARIA IMACULADA QI 05 ch. 72 LAGO SUL BRASÍLIA DF E-MAIL: cmidf@cmidf.com.br FONE: 248 4768 SITE: www.cmidf.com.br VALOR:10 pontos. NOTA: 9ºano 2º PERÍODO Prova de Recuperação Bimestral de Ciências

Leia mais

Próton Nêutron Elétron

Próton Nêutron Elétron Próton Nêutron Elétron ARNOLD SOMMERFELD MODELO ATÔMICO DE ARNOLD SOMMERFELD - 1916 Ao pesquisar o átomo, Sommerfeld concluiu que os elétrons de um mesmo nível, ocupam órbitas de trajetórias diferentes

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA E N OS QUâNTICOS TEORIA - PARTE II. Elétron de diferenciação e elétrons de valência. Distribuição eletrônica de íons

DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA E N OS QUâNTICOS TEORIA - PARTE II. Elétron de diferenciação e elétrons de valência. Distribuição eletrônica de íons DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA E N OS QUâNTICOS TEORIA - PARTE II Elétron de diferenciação e elétrons de valência O elétron de diferenciação é definido como o último elétron do subnível mais energético de um

Leia mais

Química Atomística Profª: Bruna Villas Bôas. Exercícios

Química Atomística Profª: Bruna Villas Bôas. Exercícios NÚMERO ATÔMICO (Z) Os diferentes tipos de átomos (elementos químicos) são identificados pela quantidade de prótons (P) que possui. Esta quantidade de prótons recebe o nome de número atômico e é representado

Leia mais

Goiânia, / / 2014. Elemento Configuração 1 1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 2 1s 2 2s 2 2p 4 3 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 4 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6

Goiânia, / / 2014. Elemento Configuração 1 1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 2 1s 2 2s 2 2p 4 3 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 4 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 Lista de exercícios - Química Aluno (a): Nº. Professora: Núbia de Andrade Série: 1º ano (Ensino médio) Turma: Goiânia, / / 2014. Questão 01) Localize na Tabela Periódica o elemento químico de número atômico

Leia mais

Centro Universitário Anchieta

Centro Universitário Anchieta 1) Um elemento da família 2 da tabela periódica forma um composto com o flúor. A massa molar desse composto é 78,074g. Escreva a fórmula e o nome do composto. O composto formado entre flúor e um elemento

Leia mais

A ESTRUTURA ATÔMICA REPRESENTAÇÃO

A ESTRUTURA ATÔMICA REPRESENTAÇÃO A ESTRUTURA ATÔMICA O modelo nuclear admite que o átomo é formado por uma região central extremamente pequena, o núcleo, em torno do qual giram diminutas partículas, constituindo uma outra região, a eletrosfera.

Leia mais

Previsão das cargas iônicas O número de elétrons que um átomo perde está relacionado com a sua posição na tabela periódica.

Previsão das cargas iônicas O número de elétrons que um átomo perde está relacionado com a sua posição na tabela periódica. Aula 4 Formação de cátions e ânions Ligações químicas Ións e compostos iônicos Em geral: átomos metálicos tendem a perder elétrons para se transformarem em cátions; íons não-metálicos tendem a ganhar elétrons

Leia mais

QUÍMICA (2ºBimestre 1ºano)

QUÍMICA (2ºBimestre 1ºano) QUÍMICA (2ºBimestre 1ºano) TABELA PERIÓDICA ATUAL Exemplo: Se o K (potássio) encontra-se no 4º período ele possui 4 camadas. Nº atômico = Z 19 K-2; L-8, M-8; N-1 Propriedades gerais dos elementos Metais:

Leia mais

TP064 - CIÊNCIA DOS MATERIAIS PARA EP. FABIANO OSCAR DROZDA

TP064 - CIÊNCIA DOS MATERIAIS PARA EP. FABIANO OSCAR DROZDA TP064 - CIÊNCIA DOS MATERIAIS PARA EP FABIANO OSCAR DROZDA fabiano.drozda@ufpr.br 1 AULA 02 ESTRUTURA ATÔMICA e LIGAÇÃO ATÔMICA CAPÍTULO 02 CALLISTER 5 a Ed. 2 ESTRUTURA ATÔMICA Modelo atômico de Bohr

Leia mais

Distribuição Eletrônica Tabela Periódica

Distribuição Eletrônica Tabela Periódica Química Geral e Inorgânica QGI0001 Eng a. de Produção e Sistemas Prof a. Dr a. Carla Dalmolin Distribuição Eletrônica Tabela Periódica Orbitais e Números Quânticos N o Quântico Principal Camada Subcamada

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL Conteúdos Competências / Habilidades Avaliação/Atividades

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL Conteúdos Competências / Habilidades Avaliação/Atividades Estrutura atômica I (Unid. 02 e 3) COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. 1ª série Turma: FG

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. 1ª série Turma: FG COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: QUÍMICA Professora: Maria Luiza 1ª série Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Lista de exercícios 12 Propriedades periódicas

Lista de exercícios 12 Propriedades periódicas Lista de exercícios 12 Propriedades periódicas 01. (UEG) O gráfico a seguir indica a primeira variação do potencial de ionização, em função dos números atômicos. Analise o gráfico, consulte a tabela periódica

Leia mais

Lista de Exercícios de Recuperação do 3 Bimestre

Lista de Exercícios de Recuperação do 3 Bimestre Lista de Exercícios de Recuperação do 3 Bimestre Instruções gerais: Resolver os exercícios à caneta e em folha de papel almaço ou monobloco (folha de fichário). Copiar os enunciados das questões. Entregar

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS EXERCÍCIOS Questão 01) O correto uso da tabela periódica permite determinar os elementos químicos a partir de algumas de suas características. Recorra a tabela periódica

Leia mais

O Átomo. a + thomos = sem divisão

O Átomo. a + thomos = sem divisão O Átomo 1. O nome átomo tem origem na Grécia Antiga no sec. V a.c. Os pensadores antigos falavam da existência de partículas invisíveis e indivisíveis que formariam toda matéria. a + thomos = sem divisão

Leia mais

A Evolução dos Modelos Atômicos

A Evolução dos Modelos Atômicos A Evolução dos Modelos Atômicos 400 a.c. Modelo de Demócrito Concepção filosófica de uma bolinha maciça. 1803 Modelo de Dalton Bolinha maciça baseada em experiências. 1903 Modelo de Thomson Esfera sólida

Leia mais

4.1. Tabela Periódica e a configuração electrónica dos elementos

4.1. Tabela Periódica e a configuração electrónica dos elementos 4.1. Tabela Periódica e a configuração electrónica dos elementos Breve história O químico alemão Johann Döbereiner, por volta de 1830, descobriu que havia conjuntos de três elementos com propriedades semelhantes

Leia mais

INSTITUTO DE QUÍMICA da UFRJ DEPARTAMENTO DE QUÍMICA INORGÂNICA. Programa de Disciplina. Química Geral EQ. Nome: Código: IQG 115 CARACTERÍSTICAS

INSTITUTO DE QUÍMICA da UFRJ DEPARTAMENTO DE QUÍMICA INORGÂNICA. Programa de Disciplina. Química Geral EQ. Nome: Código: IQG 115 CARACTERÍSTICAS Programa de Disciplina Nome: Química Geral EQ Código: IQG 115 Categoria: Carga Horária Semanal: CARACTERÍSTICAS Número de Semanas Previstas para a Disciplina: 15 Número de Créditos da Disciplina: 4 Pré-Requisito

Leia mais

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO IX Olimpíada Capixaba de Química 2011 Prova do Grupo I 1 a série do ensino médio Fase 01 Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO

Leia mais

RESUMO 1 MODELOS ATÔMICOS

RESUMO 1 MODELOS ATÔMICOS RESUMO 1 MODELOS ATÔMICOS A constituição da matéria é motivo de muita curiosidade entre os povos antigos. Filósofos buscam há tempos a constituição dos materiais. Resultado dessa curiosidade implicou na

Leia mais

Distribuição Eletrônica- Aula Cursinho TRIU- 21/05/12. Elétrons. K (n=1) L(n=2) M(n=3) N(n=4) O(n=4) P(n=5) Q(n=6) 2 8 18 32 32 18 8

Distribuição Eletrônica- Aula Cursinho TRIU- 21/05/12. Elétrons. K (n=1) L(n=2) M(n=3) N(n=4) O(n=4) P(n=5) Q(n=6) 2 8 18 32 32 18 8 Cursinho pré-vestibular- TRIU Prof: Luciana Assis Terra Distribuição Eletrônica- Aula Cursinho TRIU- 21/05/12 Átomo Núcleo Eletrosfera Elétrons Eletrosfera Camadas (níveis) Subcamadas (subníveis) Obs:

Leia mais

ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos

ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos Nova Friburgo, de de 2014. Aluno (a): Gabarito Professor(a): ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos Nº: Turma:100 Assuntos: Estrutura atômica; Tabela Periódica; Propriedades periódicas;

Leia mais

Educação para toda a vida

Educação para toda a vida LIGAÇÕES IÔNICAS E COVALENTES Noções sobre Ligações Químicas Regra do Octeto Ligação Iônica ou Eletrovalente Ligação Covalente ou Molecular Ligação Metálica Teoria do Octeto Todos os elementos buscam formas

Leia mais

Resoluções das Atividades

Resoluções das Atividades Resoluções das Atividades Sumário Módulo 1 Teoria atômica básica e leis ponderais Evolução dos modelos atômicos Modelo atômico atual 1 Módulo 2 Números quânticos; Distribuição eletrônica Paramagnetismo,

Leia mais

Química I - Química Inorgânica

Química I - Química Inorgânica Química Inorgânica 1.Atomística Cronologia: 450 a.c Leucipo A matéria pode ser dividida em partículas cada vez menores. 400 a.c Demócrito Denominação átomo para a menor partícula da matéria. Considerado

Leia mais

INTRODUÇÃO À QUÍMICA Apostila

INTRODUÇÃO À QUÍMICA Apostila INTRODUÇÃO À QUÍMICA Apostila Profa. Graça Porto Índice 1. Introdução...03 2. Idéia de átomo...03 3. Teorias e modelos atômicos...03 4. As partículas do átomo...06 5. Conceitos fundamentais...07 6. Números

Leia mais

Configurações eletrônicas

Configurações eletrônicas Configurações eletrônicas Metais de transição Depois de Ar, os orbitais d começam a ser preenchidos. Depois que os orbitais 3d estiverem preenchidos, os orbitais 4p começam a ser preenchidos. Metais de

Leia mais

Teorias de Ligações Químicas

Teorias de Ligações Químicas Química Orgânica I Teorias de Ligações Químicas Ministrante: Prof. Dr Sidney Lima Teresina - PI Geometria Molecular: Teoria da Ligação Valência TLV - Linus Carl Pauling (1901-1994): Nobel de Química (1954)

Leia mais

UNIDADE 3 - COORDENAÇÃO ATÔMICA

UNIDADE 3 - COORDENAÇÃO ATÔMICA A força de repulsão entre os elétrons de dois átomos, quando estão suficientemente próximos, é responsável, em conjunto com as forças de atração, pela posição de equilíbrio dos átomos na ligação química

Leia mais

Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Ciências Físico-Químicas, 9º ano Ano lectivo 2006 / 2007

Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Ciências Físico-Químicas, 9º ano Ano lectivo 2006 / 2007 Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Ciências Físico-Químicas, 9º ano Ano lectivo 2006 / 2007 Ficha de Trabalho, nº 2 CORRECÇÃO Nome: n.º aluno: Turma: 1. Nas frases seguintes, risca as palavras

Leia mais

Tabela periódica e propriedades periódicas

Tabela periódica e propriedades periódicas Tabela periódica e propriedades periódicas Mendeleev Vários cientistas procuravam agrupar os átomos de acordo com algum tipo de semelhança, mas o químico russo Dmitri Ivanovich Mendeleev foi o primeiro

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS PARTE 1 01. A classificação periódica apresenta os elementos na: a) seqüência crescente de números de massa; b) ordem de reatividade química; c) seqüência crescente

Leia mais

ânodo TUBO B lâmina de Au anteparo com ZnS

ânodo TUBO B lâmina de Au anteparo com ZnS UFSC 2003 Uma das principais partículas atômicas é o elétron. Sua descoberta foi efetuada por J. J. Thomson em uma sala do Laboratório Cavendish, na Inglaterra, ao provocar descargas de elevada voltagem

Leia mais

3ª Aula Átomos polielectrónicos e Propriedades Periódicas

3ª Aula Átomos polielectrónicos e Propriedades Periódicas QUÍMICA (Eng. Civil+Minas) 2011/12 3ª Aula Átomos polielectrónicos e Propriedades Periódicas Docente: Ana Maria Rego F 2,1 r 1,2 F 1,2 F 2 r 1 F 1 r 2 Para se determinar F 1,2, temos de conhecer a distribuição

Leia mais

Escola Secundária Anselmo de Andrade Teste Sumativo de Ciências Físico - Químicas 9º Ano Ano Lectivo 08/09

Escola Secundária Anselmo de Andrade Teste Sumativo de Ciências Físico - Químicas 9º Ano Ano Lectivo 08/09 Escola Secundária Anselmo de Andrade Teste Sumativo de Ciências Físico - Químicas 9º Ano Ano Lectivo 08/09 2ºTeste Sumativo 1ºPeríodo Duração do Teste:60 minutos Data: 05 / 12 / 08 Prof. Dulce Godinho

Leia mais

Lista exercícios N1 Química Geral Tabela Periódica, distribuição eletrônica e ligações químicas.

Lista exercícios N1 Química Geral Tabela Periódica, distribuição eletrônica e ligações químicas. 1 Parte I - Considere as informações abaixo: Lista exercícios N1 Química Geral Tabela Periódica, distribuição eletrônica e ligações químicas. Núcleo: Prótons e nêutrons. Eletrosfera: elétrons Os átomos

Leia mais

17-11-2011. Marília Peres Adaptado de (Corrêa 2007)

17-11-2011. Marília Peres Adaptado de (Corrêa 2007) FQA 10º Ano Unidade 1 Química Espectro de Absorção Fonte: http://www.brasilescola.com/quimica/espectroseletromagneticos-estrutura-atomo.htm Adaptado de (Corrêa 2007) 1 Carlos Corrêa Fernando Basto Noémia

Leia mais

Nº máximo 2 8 18 32 32 18 2. Camadas K L M N O P Q 20 Ca (Z=20) 2 8??

Nº máximo 2 8 18 32 32 18 2. Camadas K L M N O P Q 20 Ca (Z=20) 2 8?? Ligações químicas Na natureza, todos os sistemas tendem a adquirir a maior estabilidade possível. Os átomos ligam-se uns aos outros para aumentar a sua estabilidade. Os gases nobres são as únicas substâncias

Leia mais

Estrutura Atômica. 4)(Mack)

Estrutura Atômica. 4)(Mack) Estrutura Atômica 1) (UFBA) Atualmente, o desenvolvimento das técnicas de imagens em medicina, como a tomografia computadorizada e a ressonância magnética, tornou possível observar, sem riscos, detalhes

Leia mais

ESTRUTURA ELETRÔNICA DOS ÁTOMOS

ESTRUTURA ELETRÔNICA DOS ÁTOMOS ESTRUTURA ELETRÔNICA DOS ÁTOMOS MECÂNICA QUÂNTICA E OS ORBITAIS ATÔMICOS 1926 Físico austríaco Erwin Schrödinger Equação de onda de Schrödinger Incorpora tanto o comportamento ondulatório como o de partícula

Leia mais

Resoluções das atividades

Resoluções das atividades Resoluções das atividades Sumário Aula 1 Evolução dos modelos atômicos: da alquimia ao modelo atômico de Thomson... 1 Aula 2 Evolução dos modelos atômicos: de Rutherford ao modelo atômico de Sommerfeld...

Leia mais

Apostila de Química Geral

Apostila de Química Geral Cursinho Vitoriano UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Câmpus de São José do Rio Preto Apostila de Química Geral Período noturno Ligações químicas interatômicas Vanessa R.

Leia mais

Thomson denominou este segundo modelo atômico de Pudim de Passas.

Thomson denominou este segundo modelo atômico de Pudim de Passas. EVOLUÇÃO DOS MODELOS ATÔMICOS Durante algum tempo a curiosidade do que era constituída a matéria parecia ser impossível de ser desvendada. Até que em 450 a.c. o filósofo grego Leucipo de Mileto afirmava

Leia mais

Profa Fernanda Galante Fundamentos de Química e Biologia Molecular/ Nutrição Material 3 1 LIGAÇÕES QUIMICAS

Profa Fernanda Galante Fundamentos de Química e Biologia Molecular/ Nutrição Material 3 1 LIGAÇÕES QUIMICAS Profa Fernanda Galante Fundamentos de Química e Biologia Molecular/ Nutrição Material 3 1 LIGAÇÕES QUIMICAS REGRA DO OCTETO Cada átomo tem um número de elétrons diferente e estes e - (elétrons) estão distribuídos

Leia mais

Propriedades Químicas

Propriedades Químicas Álvaro Montebelo Barcelos Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 3.0 do Creative Commons. http://creativecommons.org.br http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/br/legalcode

Leia mais

Lista 1 Atomística e tabela periódica

Lista 1 Atomística e tabela periódica Lista 1 Atomística e tabela periódica 1. (Ufrn 2013) A Lei Periódica e sua representação gráfica, a Tabela Periódica, são dois conhecimentos essenciais para a química e para os químicos. D. Mendeleev (1834-1907),

Leia mais

SUMÁRIO UNIDADE 1 UNIDADE 2 UNIDADE 3 UNIDADE 4

SUMÁRIO UNIDADE 1 UNIDADE 2 UNIDADE 3 UNIDADE 4 SUMÁRIO UNIDADE 1 1-A estrutura do átomo... 3 A descoberta do átomo... 3 A descoberta das partículas subatômicas... 4 2-Principais características do átomo... 4 Número atômico (Z)... 4 Número de massa

Leia mais

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE -2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE DISCURSIVA OBJETIVA QUÍMICA FÍSICA QUÍMICA FÍSICA Matéria e energia Propriedades da matéria Mudanças de estado físico

Leia mais

1- Defina os termos: comprimento, amplitude e frequência de uma onda, espectro eletromagnético, energia radiante, energia quantizada.

1- Defina os termos: comprimento, amplitude e frequência de uma onda, espectro eletromagnético, energia radiante, energia quantizada. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE DEPARTAMENTO DE QUÍMICA/CCET 1 a LISTA DE EXERCÍCIOS QUÍMICA INORGÂNICA I PROF. REINALDO 1- Defina os termos: comprimento, amplitude e frequência de uma onda, espectro eletromagnético,

Leia mais

02Átomos, elementos e símbolos químicos. REAÇÕES QUÍMICAS Explicação e representação das reações químicas

02Átomos, elementos e símbolos químicos. REAÇÕES QUÍMICAS Explicação e representação das reações químicas 02Átomos, elementos e símbolos químicos REAÇÕES QUÍMICAS Explicação e representação das reações químicas A explorar: Qual é o limite para a divisão da matéria? 02 Átomos, elementos e símbolos químicos

Leia mais

TEORIA DOS ORBITAIS MOLECULARES -TOM

TEORIA DOS ORBITAIS MOLECULARES -TOM TEORIA DOS ORBITAIS MOLECULARES -TOM TOM - Importância - Elucidar alguns aspectos da ligação não explicados pelas estruturas de Lewis, pela teoria da RPENV e pela hibridização. - Exemplo: Por que o O 2

Leia mais

Lista de Exercício de Química - N o 6

Lista de Exercício de Química - N o 6 Lista de Exercício de Química - N o 6 Profa. Marcia Margarete Meier 1) Arranje em ordem crescente de energia, os seguintes tipos de fótons de radiação eletromagnética: raios X, luz visível, radiação ultravioleta,

Leia mais

APSA 2 - Tabela Periódica 10º Ano Novembro de 2011

APSA 2 - Tabela Periódica 10º Ano Novembro de 2011 1. Dada a distribuição eletrónica dos elementos a seguir, indique qual deles apresenta maior e menor raio atómico 3Li: 1s 2 2s 1 7N: 1s 2 2s 2 2p 3 9F: 1s 2 2s 2 2p 5 R: Maior raio Atómico = Li Menor raio

Leia mais

A Ciência Central. David P. White

A Ciência Central. David P. White QUÍMICA A Ciência Central 9ª Edição Capítulo 8 Conceitos básicos b de ligação química David P. White Ligações químicas, símbolos s de Lewis e a regra do octeto Ligação química: é a força atrativa que mantém

Leia mais

Evolução do modelo atómico

Evolução do modelo atómico Os neutrões só foram descobertos em 1932 por Chadwick. Evolução do modelo atómico Demócrito (400 a.c.) Enunciou a primeira ideia de átomo como sendo a partícula elementar que constitui toda a matéria.

Leia mais

Disciplina: Química Átomos e Moléculas e Tabela Periódica

Disciplina: Química Átomos e Moléculas e Tabela Periódica Disciplina: Química Átomos e Moléculas e Tabela Periódica CURSO DE GRADUAÇÃO Prof. MSc: Fernanda Palladino Belo Horizonte, 12 de março de 2013 Atomos Estrutura e as Principais características do átomo.

Leia mais

Prof. M.Sc. Maron Stanley S. O. Gomes

Prof. M.Sc. Maron Stanley S. O. Gomes Ligações químicas, símbolos e a regra do octeto Prof. M.Sc. Maron Stanley S.. Gomes Ligação química: é a força atrativa que mantém dois ou mais átomos unidos. Ligação covalente: resulta do compartilhamento

Leia mais

EXERCÍCIOS. Questão 01) Analise a tabela:

EXERCÍCIOS. Questão 01) Analise a tabela: 18 EXERCÍCIOS Questão 01) Analise a tabela: Substância Pontode Pontode Raio Fusão/ o C Ebulição/ o C Atômico/pm Bromo -7,20 58,8 114 Cloro -102-34,0 100 Iodo 114 184 133 Ozônio -193-112 73,0 Sódio 98,0

Leia mais

fossem conhecidos desde a antiguidade, como o ouro (Au), a prata (Ag) e o cobre (Cu), a

fossem conhecidos desde a antiguidade, como o ouro (Au), a prata (Ag) e o cobre (Cu), a 1 - Propriedades periódicas dos elementos Um requisito fundamental para a elaboração de uma tabela periódica é a caracterização inequívoca dos elementos químicos. Na história da química, embora muitos

Leia mais

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR LIGAÇÕES QUÍMICAS 5 TEORIA CORPUSCULAR 1 INTRODUÇÃO O fato de os gases nobres existirem na natureza como átomos isolados, levou os cientistas KOSSEL e LEWIS a elaborar um modelo para as ligações químicas.

Leia mais

INSCRIÇÕES MESTRADO/DOUTORADO 1º SEMESTRE DE 2016

INSCRIÇÕES MESTRADO/DOUTORADO 1º SEMESTRE DE 2016 EDITAL DE SELEÇÃO INSCRIÇÕES MESTRADO/DOUTORADO 1º SEMESTRE DE 2016 As inscrições para o ingresso no Mestrado e Doutorado do 1o. Semestre de 2016 estarão abertas a partir de 15 de setembro a 30 de outubro/2015.

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final Disciplina: Química Ano: 2012 Professor (a): Elisa Landim Turma: 1º FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação. Faça a lista

Leia mais

Atomística Estrutura do Átomo

Atomística Estrutura do Átomo Atomística Estrutura do Átomo 1. (Udesc 2014) O enunciado Em um mesmo átomo, não podem existir dois elétrons com o mesmo conjunto de números quânticos refere-se a(ao): a) Princípio da Exclusão de Pauli.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL DEPARTAMENTO DEPBG PLANO DE CURSO DA DISCIPLINA

Leia mais

ESTRUTURA ATÔMICA OS PRIMEIROS MODELOS ATÔMICOS

ESTRUTURA ATÔMICA OS PRIMEIROS MODELOS ATÔMICOS 1 ESTRUTURA ATÔMICA OS PRIMEIROS MODELOS ATÔMICOS Alguns filosófo da Grécia Antiga já admitiam que toda e qualquer matéria seria formada por minúsculas partículas indivisíveis, que foram denominadas átomos

Leia mais

Química 1ª série Ensino Médio v. 1. Gabarito comentado

Química 1ª série Ensino Médio v. 1. Gabarito comentado Química 1ª série Ensino Médio v. 1 Exercícios Gabarito comentado Neste material você encontrará, além das respostas das atividades propostas no material didático Energia, resoluções completas com comentários

Leia mais

- LIGAÇÕES IÔNICAS: Na (1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 ) + Cl (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 ) Na + (1s 2 2s 2 2p 6 ) + Cl - (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 )

- LIGAÇÕES IÔNICAS: Na (1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 ) + Cl (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 ) Na + (1s 2 2s 2 2p 6 ) + Cl - (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 ) - LIGAÇÕES IÔNICAS: A ligação iônica é a ligação química formada pela atração eletrostática entre íons positivos e íons negativos. A ligação se dá entre dois átomos quando um elétron, ou mais um, se transfere

Leia mais

II Olimpíada Brasileira de Química Júnior

II Olimpíada Brasileira de Química Júnior Aplicada para alunos de 8ª e 9ª séries Duração: 3 horas 1 A extração de ouro é uma atividade que vem desde os primórdios da história do homem. Metal considerado nobre e durante muitos séculos o mais valioso,

Leia mais

Adaptado de Professora: Miwa Yoshida. www.colegionobel.com.br/2004quimica1oano/atomo.ppt

Adaptado de Professora: Miwa Yoshida. www.colegionobel.com.br/2004quimica1oano/atomo.ppt Adaptado de Professora: Miwa Yoshida www.colegionobel.com.br/2004quimica1oano/atomo.ppt Leucipo de Mileto ( 440 a.c.) & Demócrito (460 a.c. - 370 a.c. ) A ideia de dividirmos uma porção qualquer de matéria

Leia mais

Teoria Atômica. Constituição da matéria. Raízes históricas da composição da matéria. Modelos atômicos. Composição de um átomo.

Teoria Atômica. Constituição da matéria. Raízes históricas da composição da matéria. Modelos atômicos. Composição de um átomo. Teoria Atômica Constituição da matéria Raízes históricas da composição da matéria Modelos atômicos Composição de um átomo Tabela periódica Raízes Históricas 6000 a.c.: descoberta do fogo 4000 a.c.: vidros,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E.E. ARACY EUDOCIAK

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E.E. ARACY EUDOCIAK Unidade 3 química - Conteúdos curriculares: c8: Reações Químicas (classificação e equações) c9: Balanceamento de equações (Estequiometria) c9:massa atômica, massa molecular e o conceito de mol Representação:

Leia mais

ESTRUTURA DOS MATERIAIS CERÂMICOS

ESTRUTURA DOS MATERIAIS CERÂMICOS ESTRUTURA DOS MATERIAIS CERÂMICOS Os sólidos são caracterizados por uma associação muito próxima de átomos, em geral representados por esferas rígidas, em contato uns com os outros e mantidos juntos por

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE QUÍMICA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA INORGÂNICA QUI01026 QUÍMICA GERAL E INORGÂNICA QUÍMICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE QUÍMICA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA INORGÂNICA QUI01026 QUÍMICA GERAL E INORGÂNICA QUÍMICA UNIVERSIDADE FEDERAL D RI GRANDE D SUL INSTITUT DE QUÍMICA DEPARTAMENT DE QUÍMICA INRGÂNICA QUI01026 QUÍMICA GERAL E INRGÂNICA QUÍMICA INRGÂNICA Este polígrafo foi elaborado com o objetivo de auxiliar

Leia mais

LIGAÇÕES QUÍMICAS. Um novo jeito de se aprender química Helan Carlos e Lenine Mafra- Farmácia- 2014.2

LIGAÇÕES QUÍMICAS. Um novo jeito de se aprender química Helan Carlos e Lenine Mafra- Farmácia- 2014.2 ATENÇÃO: Não sou o detentor dos direitos e também não tenho a intenção de violá-los de nenhuma imagem, exemplo prático ou material de terceiros que porventura venham a ser utilizados neste ou em qualquer

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente BIOLOGIA I TRIMESTRE A descoberta da vida Biologia e ciência Origem da vida

Leia mais

01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é:

01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é: 01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é: a) Halogênios b) Calcogênios c) Metais Alcalinos Terrosos d) Metais Alcalinos e) Gases Nobres 02) (UFF-RJ)

Leia mais

Correção da ficha de trabalho N.º3

Correção da ficha de trabalho N.º3 Correção da ficha de trabalho N.º3 1- Classifique as afirmações seguintes em verdadeiras ou falsas, corrigindo estas últimas: A. A passagem de um átomo de um estado excitado ao estado fundamental é acompanhada

Leia mais

Pode-se dizer que na molécula H Cl as eletrosferas dos átomos H e Cl são, respectivamente, iguais às eletrosferas dos átomos dos gases nobres:

Pode-se dizer que na molécula H Cl as eletrosferas dos átomos H e Cl são, respectivamente, iguais às eletrosferas dos átomos dos gases nobres: Questão 01) Um elemento químico A, de número atômico 11, um elemento químico B, de número atômico 8, e um elemento químico C, de número atômico 1, combinam-se formando o composto ABC. As ligações entre

Leia mais

Aula II - Tabela Periódica

Aula II - Tabela Periódica Aula II - Tabela Periódica Tutora: Marcia Mattos Pintos Rio Grande, 16 agosto de 2014. Revisão Átomo: Unidade fundamental da matéria; Partes do átomo: núcleo e eletrosfera. Carga Elétrica das partículas

Leia mais

ANO LETIVO 2013/2014 PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS EXAME DE QUÍMICA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

ANO LETIVO 2013/2014 PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS EXAME DE QUÍMICA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO LETIVO 2013/2014 PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS EXAME DE QUÍMICA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1. MATERIAIS: DIVERSIDADE E CONSTITUIÇÃO 1.1 Materiais 1.1.1 Materiais

Leia mais

sábado, 28 de julho de 12 Prof: Alex

sábado, 28 de julho de 12 Prof: Alex Modelo de Sommerfeld (1916) Modelo de Sommerfeld (1916) Sommerfeld aperfeiçoou o modelo de BOHR, incluindo órbitas elípticas para o elétron, que teria energias diferentes dependendo do tipo de órbita descrita.

Leia mais

PROF: Alex LISTA 7 DATA: 21/08/2011 Propriedades Periódicas e Ligações (Exercícios Gerais)

PROF: Alex LISTA 7 DATA: 21/08/2011 Propriedades Periódicas e Ligações (Exercícios Gerais) NOME: PROF: Alex LISTA 7 DATA: 21/08/2011 Propriedades Periódicas e Ligações (Exercícios Gerais) 01 - (UDESC SC/2011) De acordo com as propriedades periódicas dos elementos químicos, analise as proposições

Leia mais

Química Orgânica I Profª Dra. Alceni Augusta Werle Profª Dra.Tânia M. Sacramento Melo

Química Orgânica I Profª Dra. Alceni Augusta Werle Profª Dra.Tânia M. Sacramento Melo Química Orgânica I Profª Dra. Alceni Augusta Werle Profª Dra.Tânia M. Sacramento Melo Ligação Química e Estudo do Átomo de Carbono Aula 1 1- INTRODUÇÃO Os átomos são formados por nêutrons, prótons e elétrons.

Leia mais

Tabel e a l P rió dica

Tabel e a l P rió dica Tabela Periódica Desenvolvimento histórico da Tabela Periódica Dmitri Mendeleev (1834-1907 ) Escreveu em fichas separadas as propriedades (estado físico, massa, etc) dos elementos químicos. Enquanto arruma

Leia mais

Material Extra: Modelos atômicos e atomística Química professor Cicero # Modelos Atômicos e atomística - Palavras chaves

Material Extra: Modelos atômicos e atomística Química professor Cicero # Modelos Atômicos e atomística - Palavras chaves Material Extra: Modelos atômicos e atomística Química professor Cicero # Modelos Atômicos e atomística - Palavras chaves Evolução da ideia do átomo 1) Partícula maciça, indivisível e indestrutível; 2)

Leia mais

AULA 02: TABELA PERIÓDICA

AULA 02: TABELA PERIÓDICA AULA 02: TABELA PERIÓDICA 1. INTRODUÇÃO A Tabela Periódica é, efetivamente, um instrumento organizador de conhecimentos sobre os elementos químicos, onde estes estão ordenados por ordem crescente de número

Leia mais

Faculdade Pitágoras de Londrina Disciplina: Química Geral Prof. Me. Thiago Orcelli. Aluno:

Faculdade Pitágoras de Londrina Disciplina: Química Geral Prof. Me. Thiago Orcelli. Aluno: 1 Faculdade Pitágoras de Londrina Disciplina:. Aluno: Turma: Exercícios de Fixação englobando conteúdos das Aulas 1-4. Orientação: Escolha um livro de Química Geral disponível na biblioteca e resolva os

Leia mais

PROPRIEDADES PERIÓDICAS I

PROPRIEDADES PERIÓDICAS I PROPRIEDADES PERIÓDICAS I Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 Considere as primeiras, segundas, terceiras e quartas energias de ionização dos elementos

Leia mais

Profª.. Carla da Silva Meireles

Profª.. Carla da Silva Meireles Estrutura eletrônica dos átomos Profª.. Carla da Silva Meireles O que fazem os elétrons? Como eles se mantém em órbita? As leis da física eram insatisfatórias para descrever movimento de partículas tão

Leia mais

Questão 01) Os átomos isótopos 2x+6 X 54 e 3x-4 Y 56 têm número atômico: a) 26. b) 27. c) 28. d) 54. e) 56. Gab: A. Questão 02)

Questão 01) Os átomos isótopos 2x+6 X 54 e 3x-4 Y 56 têm número atômico: a) 26. b) 27. c) 28. d) 54. e) 56. Gab: A. Questão 02) Questão 01) Os átomos isótopos 2x+6 X 54 e 3x-4 Y 56 têm número atômico: a) 26 b) 27 c) 28 d) 54 e) 56 Gab: A Questão 02) Uma certa variedade atômica do estrôncio, cujo número atômico é 38, tem número

Leia mais

FCAV/UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Teoria da Ligação de Valência e Hibridização de Orbitais

FCAV/UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Teoria da Ligação de Valência e Hibridização de Orbitais FCAV/UNESP DISCIPLINA: Química Orgânica ASSUNTO: Teoria da Ligação de Valência e Hibridização de Orbitais DOCENTE: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran Segundo a Teoria da Ligação de Valência: As ligações entre

Leia mais