ânodo TUBO B lâmina de Au anteparo com ZnS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ânodo TUBO B lâmina de Au anteparo com ZnS"

Transcrição

1 UFSC 2003 Uma das principais partículas atômicas é o elétron. Sua descoberta foi efetuada por J. J. Thomson em uma sala do Laboratório Cavendish, na Inglaterra, ao provocar descargas de elevada voltagem em gases bastante rarefeitos, contidos no interior de um tubo de vidro. cátodo cátodo cátodo ânodo TUBO A ânodo TUBO B ânodo TUBO C No tubo de vidro A, observa-se que o fluxo de elétrons (raios catódicos) colide com um anteparo e projeta sua sombra na parede oposta do tubo. No tubo de vidro B, observa-se que o fluxo de elétrons (raios catódicos) movimenta um catavento de mica. No tubo de vidro C, observa-se que o fluxo de elétrons (raios catódicos) sofre uma deflexão para o lado onde foi colocada uma placa carregada positivamente. Observando os fenômenos que ocorrem nos tubos, podemos afirmar CORRETAMENTE que: 01. gases são bons condutores da corrente elétrica. 02. os elétrons possuem massa são corpusculares. 04. os elétrons possuem carga elétrica negativa. 08. os elétrons partem do cátodo. 16. os elétrons se propagam em linha reta. 32. o catavento entrou em rotação devido ao impacto dos elétrons na sua superfície. UFSC 2004 Rutherford bombardeou uma fina lâmina de ouro (0,0001 mm de espessura) com partículas alfa, emitidas pelo Polônio (Po) contido no interior de um bloco de chumbo (Pb), provido de uma abertura estreita, para dar passagem às partículas por ele emitidas. Envolvendo a lâmina de ouro (Au), foi colocada uma tela protetora revestida de sulfeto de zinco. Po partículas lâmina de Au y x bloco de Pb y anteparo com ZnS Observando as cintilações na tela revestida de sulfeto de zinco, Rutherford verificou que muitas partículas atravessavam a lâmina de ouro sem sofrerem desvio (x), e que poucas partículas sofriam desvio (y). Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S). 01. Partículas possuem carga elétrica negativa. 02. Partículas sofrem desvio ao colidirem com elétrons nas ele-trosferas dos átomos de Au. 04. O sulfeto de zinco é um sal. 08. Partículas sofrem desvio ao colidirem com o núcleo dos átomos de Au. 16. O tamanho do átomo é cerca de a vezes maior que o seu núcleo. 32. O Polônio de Z = 84 apresenta 4 elétrons no último nível de energia.

2 UFSC 2011 Quando uma pequena quantidade de cloreto de sódio é colocada na ponta de um fio de platina e levada à chama de um bico de Bunsen, a observação macroscópica que se faz é que a chama inicialmente azul adquire uma coloração laranja. Outros elementos metálicos ou seus sais produzem uma coloração característica ao serem submetidos à chama, como exemplo: potássio (violeta), cálcio (vermelho-tijolo), estrôncio (vermelho-carmim) e bário (verde). O procedimento descrito é conhecido como teste de chama, que é uma técnica utilizada para a identificação de certos átomos ou cátions presentes em substâncias ou misturas. Sobre o assunto acima e com base na Teoria Atômica, é CORRETO afirmar que: 01. as cores observadas para diferentes átomos no teste de chama podem ser explicadas pelos modelos atômicos de Thomson e de Rutherford. 02. as cores observadas na queima de fogos de artifícios e da luz emitida pelas lâmpadas de vapor de sódio ou de mercúrio não são decorrentes de processos eletrônicos idênticos aos observados no teste de chama. 04. a cor da luz emitida depende da diferença de energia entre os níveis envolvidos na transição das partículas nucleares e, como essa diferença varia de elemento para elemento, a luz apresentará uma cor característica para cada elemento. 08. no teste de chama as cores observadas são decorrentes da excitação de elétrons para níveis de energia mais externos provocada pela chama e, quando estes elétrons retornam aos seus níveis de origem, liberam energia luminosa, no caso, na região da luz visível. 16. as cores observadas podem ser explicadas considerando-se o modelo atômico proposto por Bohr. UFSC 2003 Considere um átomo representado pelo seu número atômico Z = 58 e em seu estado normal. É CORRETO afirmar que: 01. o mesmo possui um total de 20 elétrons em subnível f. 02. o primeiro nível de energia com elétrons em orbitais d é o n = se um de seus isótopos tiver número de massa 142, o número de nêutrons desse isótopo é os subníveis 5s 4d 5p 6s 4f não estão escritos na sua ordem crescente de energia. 16. sua última camada contém 2 elétrons no total. 32. um de seus elétrons pode apresentar o seguinte conjunto de números quânticos: n = 2, = 0, m = +1, s = +1/2. UFSC 2005 O nióbio foi descoberto em 1801, pelo químico inglês Charles Hatchett. O Brasil detém cerca de 93% da produção mundial de concentrado de nióbio. As maiores jazidas localizam-se nos estados de Minas Gerais, Goiás e Amazonas. O metal é utilizado sobretudo na fabricação de ligas ferro-nióbio e de outras ligas mais complexas, que têm sido aplicadas na construção de turbinas de propulsão a jato, foguetes e naves espaciais. Seus óxidos são utilizados na confecção de lentes leves para óculos, câmeras fotográficas e outros equipamentos ópticos. A respeito do nióbio, assinale a(s) proposi-ção(ões) CORRETA(S). 01. O nióbio, ao perder 3 elétrons, assume a configuração do criptônio. 02. O nióbio pode formar óxidos metálicos do tipo M 2 O 5 e M 2 O O símbolo químico do nióbio é Ni. 08. O nióbio é um metal de transição. 16. Uma liga ferro-nióbio é um exemplo de solu-ção sólida.

3 UFSC 2008 A cor de muitas pedras preciosas se deve à presença de íons em sua composição química. Assim, o rubi é vermelho devido à presença de Cr 3+ e a cor da safira é atribuída aos íons de Co 2+, Fe 2+ ou Ti 4+. A partir das informações do enunciado e com base nos seus conhecimentos, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S). 01. os elementos químicos titânio, cromo, ferro e cobalto encontram-se no terceiro período da classificação periódica dos elementos. 02. o titânio recebe 4 elétrons e se transforma no cátion Ti o átomo de cromo apresenta 28 nêutrons em seu núcleo. 08. a configuração eletrônica do íon Fe 2+ é 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 3d o íon Co 2+ é isótopo do manganês. 32. o átomo de cromo, ao perder três elétrons, assume a configuração eletrônica do átomo de escândio. UFSC 2009 SUPLEMENTAR Os atletas, em geral, consomem banana durante as competições para obterem melhores desempenhos musculares, pois ela contém boa quantidade de carboidrato de fácil digestão. Além disto, a banana contém vitaminas do complexo B, vitamina C, elevado teor de potássio, mas reduzido teor de sódio, o que a torna perfeita para combater a pressão alta e o infarto. Quando nos alimentamos mal, há um desequilíbrio entre as taxas de potássio e sódio, dentro e fora da fibra muscular, e a falta de potássio pode levar à câimbra muscular. 100 g de banana fornecem aproximadamente 89 calorias e 370 mg de potássio. Em relação ao exposto, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S). 01. O elemento potássio é representado pelo símbolo químico K e pertence à família dos metais alcalinos. 02. O átomo de potássio apresenta um elétron na camada de valência e pode formar ligação química do tipo iônica. 04. Um átomo de potássio de massa 40 será isótopo de um átomo de cálcio de massa Átomos de potássio ao se ligarem com átomos de oxigênio produzirão um composto de fórmula molecular K 2 O. 16. O raio atômico do átomo de sódio é maior que o raio atômico do átomo de potássio. 32. A configuração eletrônica do íon potássio será representada por: 1s 2, 2s 2, 2p A configuração eletrônica do átomo de potássio, em seu estado fundamental, será representada por: 1s 2, 2s 2, 2p 6, 3s 1. UFSC 2004 Observe os elementos químicos: Elemento Distribuição eletrônica A 1s 2, 2s 2, 2p 6, 3s 2, 3p 6, 4s 2, 3d 10, 4p 6 B 1s 2, 2s 2, 2p 6, 3s 2, 3p 6, 4s 2, 3d 10, 4p 6, 5s 2, 4d 10, 5p 6, 6s 2 C 1s 2, 2s 2, 2p 6, 3s 2, 3p 6, 4s 2, 3d 10, 4p 5 D 1 2, 2s 2, 2p 6, 3s 2, 3p 6, 4s 1 E 1s 2, 2s 2, 2p 6, 3s 2, 3p 4 Com base nas informações constantes do quadro acima, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S), considerando a posição do elemento na Tabela Periódica. 01. A é gás nobre.

4 02. E é calcogênio. 04. C é halogênio. 08. B é alcalino terroso. 16. D é alcalino. UFSC 2004 Seja um elemento químico representado pela notação 16 X. Com relação ao elemento dado, consulte a classificação perió-dica dos elementos químicos e assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S). 01. Considerando os elementos N, Se, F, é o Se o elemento que tem propriedades químicas mais semelhantes às de 16 X. 02. Sua configuração eletrônica fundamental é 1s 2 2s 2 2p Sabe-se que ocupa o terceiro período da classificação e seu nome é oxigênio. 08. É classificado como um metal alcalino terroso. 16. Seu estado físico é gasoso. UFSC 2006 A irradiação é uma técnica utilizada na conservação de alimentos para inibir a germinação, retardar o amadurecimento e destruir bactérias patogênicas. Os isótopos césio 137 e cobalto 60 são muito utilizados na obtenção de alimentos irradiados, que não contêm resíduos radiativos e, portanto, não prejudicam a saúde. Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S). 01. O número atômico do césio 137 é Césio e cobalto são elementos de transição. 04. O césio forma hidróxidos do tipo M(OH) Os elétrons do cobalto estão distribuídos em quatro níveis principais de energia. 16. O átomo do cobalto 60 tem 27 nêutrons no núcleo. 32. O elemento césio está localizado no quinto período e no grupo 1 da classificação periódica dos elementos. UFSC 2012 O seu traje habitual era, como o de todas as mulheres da sua condição e esfera, uma saia de lila preta, que se vestia sobre um vestido qualquer, um lenço branco muito teso e engomado ao pescoço, outro na cabeça (...). Nos dias dúplices, em vez de lenço à cabeça, o cabelo era penteado, e seguro por um enorme pente cravejado de crisólitas. ALMEIDA, Manuel Antônio de. Memórias de um sargento de milícias. São Paulo: Ática, p. 30. A crisólita é um silicato de ferro e magnésio que tem fórmula geral (Mg, Fe) 2 SiO 4, cujas colorações variam do amarelo ao verde. Possui teor de ferro de 10 a 30%, sendo utilizada na fabricação de refratários e em joalheria. Dados os valores de energia de ionização (EI) em kj mol -1 para: magnésio: EI 1 = 738; EI 2 = 1450 silício: EI 1 = 786; EI 2 = 1580 De acordo com as informações acima, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S). 01. O silício possui dois elétrons na camada de valência.

5 02. Os valores de energia de ionização sugerem que é mais fácil remover o segundo elétron do magnésio que do silício. 04. Na tabela periódica, a primeira energia de ionização cresce de baixo para cima nos períodos. 08. A energia de ionização refere-se à quantidade de energia necessária para remover um elétron de átomo, íon ou molécula. 16. Átomos de magnésio apresentam configuração eletrônica igual a do íon Si Na estrutura da crisólita, os átomos de ferro apresentam estado de oxidação Nos silicatos alcalinos, tais como o Na 4 SiO 4, o ânion silicato consiste de um átomo de silício ligado diretamente a quatro átomos de oxigênio. UFSC 2010 Depois de mais de uma década de seu descobrimento, o elemento de número atômico 112 foi aceito oficialmente na tabela e recebeu, temporariamente, o nome de ununbium (ou unúmbio, que em latim quer dizer 112). Ele é superpesado e altamente instável existe por apenas alguns milionésimos de segundo e depois se desfaz. Demorou muito para que a descoberta da equipe alemã do Centro para Pesquisa de Íons Pesados, liderada por Sigurd Hofmann, fosse reconhecida oficialmente pela União Internacional de Química Pura e Aplicada (IUPAC, em inglês). É que sua existência teve que ser confirmada de maneira independente até agora apenas quatro átomos foram observados. Hofmann começou sua busca por elementos para a tabela periódica em Para criar o elemento 112, a equipe de Hofmann usou um acelerador de partículas com 120 metros de comprimento para lançar um fluxo de íons de zinco contra átomos de chumbo. Os núcleos dos dois elementos se fundiram para formar o núcleo do novo elemento. Estes núcleos muito grandes e pesados também são muito instáveis. Eles começam a se desintegrar pouco depois de formados. Isso libera energia, que os cientistas podem medir para descobrir o tamanho do núcleo que está se desfazendo. Disponível em: <http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,oi ei238,00.html> Acesso em: 11 jun (Texto adaptado) Com base nas informações acima, é CORRETO afirmar que: 01. este novo elemento químico de número atômico 112 será classificado como um elemento de transição. 02. o elemento químico de número atômico 112 pertence ao período 7 e à coluna 12 ou 2B da classificação periódica dos elementos. 04. os dois núcleos que se fundiram para formar o núcleo deste novo elemento foram o do íon Cd 2+ e o do átomo de Pb. 08. um átomo deste novo elemento terá maior raio que um átomo do elemento frâncio. 16. o nome definitivo deste novo elemento de número atômico 112 será definido pela IUPAC para substituir o nome provisório ununbium. 32. seu número de massa será calculado através da soma dos 30 prótons do zinco e dos 82 prótons do chumbo. 64. seu subnível de maior energia da distribuição eletrônica é 7s 2. UFSC 2009 São dadas, a seguir, as configurações eletrônicas dos átomos genéricos A e B. Átomos Configuração eletrônica A 2, 8, 8, 1 B 2, 8, 18, 7 Com base nos dados acima, é CORRETO afirmar que:

6 01. se o átomo A ligar-se ao átomo B formar-se-á um composto de fórmula AB; a ligação química estabelecida entre eles é do tipo covalente. 02. A é metal e B é um não-metal. 04. o raio atômico de A é maior que o raio atômico de B. 08. se o átomo B ligar-se a outro átomo B, formar-se-á a substância de fórmula B 2 ; a ligação formada entre os dois átomos será do tipo covalente. 16. o raio atômico de A é menor que o raio de seu íon A a configuração eletrônica na camada de valência de A e B é, respectivamente, ns 1 e ns 1 np o átomo A pertence à família dos metais alcalinos e o átomo B pertence à família dos calcogênios. UFSC 2003 A energia de ionização dos elementos químicos é uma propriedade periódica, isto é, varia regularmente quando os mesmos estão dispostos num sistema em ordem crescente de seus números atômicos. O gráfico, a seguir, mostra a variação da energia de ionização do 1 o elétron, em e.v, para diferentes átomos. Com base na ilustração, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S). 25 Energia de ionização (ev) Número atômico (Z) 01. A carga nuclear é o único fator determinante da energia de ionização. 02. Selecionando-se três átomos com maior dificuldade para formarem cátions monovalentes, teríamos os átomos de He, Li e Na. 04. O potássio é o metal que apresenta o menor potencial de ionização, entre os elementos representados. 08. No intervalo Z = 3 a Z = 10, observa-se que o aumento da carga nuclear tende a aumentar a força de atração do elétron pelo núcleo. 16. Os elevados valores da energia de ionização para os gases He, Ne e Ar são evidências de que camadas eletrônicas completas são um arranjo estável. 32. Considerando os elementos que formam um período da tabela periódica, a tendência da energia de ionização é diminuir com o aumento do número atômico. 64. As menores energias de ionização correspondem aos metais alcalinos. UFSC 2001 Considere os elementos químicos hidrogênio, potássio, hélio, cálcio e carbono. A respeito dos mesmos é CORRETO afirmar que: 01. Um mol de átomos de hélio tem o dobro da massa de um mol de moléculas de hidrogênio. 02. Os átomos dos elementos cálcio e potássio são isótopos. 04. Átomos de hidrogênio podem receber ou compartilhar elétrons, para adquirirem a configuração do gás nobre hélio. 08. Os símbolos dos elementos em questão são: H, Po, He, Ca e C, respectivamente. 16. A unidade unificada de massa atômica (u) representa, atualmente, a massa de uma fração igual a 12 1 do isótopo 12 de um átomo de carbono. 32. A configuração eletrônica do cálcio, no estado fundamental, é 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2.

7 UFSC 2003 A glicose, fórmula molecular C 6 H 12 O 6, se presente na urina, pode ter sua concentração determinada pela medida da intensidade da cor resultante da sua reação com um reagente específico, o ácido 3,5 dinitrossalicílico, conforme ilustrado na figura: 0,6 Intensidade da cor 0,4 0,2 0,0 0,0 0,2 0,4 0,6 0,8 1,0 1,2 1,4 1,6 Concentração de glicose (g/100ml) Imaginemos que uma amostra de urina, submetida ao tratamento acima, tenha apresentado uma intensidade de cor igual a 0,2 na escala do gráfico. É então CORRETO afirmar que: 01. a concentração de glicose corresponde a 7,5 g/l de urina. 02. a amostra apresenta aproximadamente 0,028 mol de glicose por litro. 04. observa-se, na figura, que a intensidade da cor diminui com o aumento da concentração de glicose na amostra. 08. a intensidade da cor da amostra não está relacionada com a concentração de glicose. 16. uma vez que a glicose não forma soluções aquosas, sua presença na urina é impossível.

Material Extra: Modelos atômicos e atomística Química professor Cicero # Modelos Atômicos e atomística - Palavras chaves

Material Extra: Modelos atômicos e atomística Química professor Cicero # Modelos Atômicos e atomística - Palavras chaves Material Extra: Modelos atômicos e atomística Química professor Cicero # Modelos Atômicos e atomística - Palavras chaves Evolução da ideia do átomo 1) Partícula maciça, indivisível e indestrutível; 2)

Leia mais

Resoluções das Atividades

Resoluções das Atividades Resoluções das Atividades Sumário Módulo 1 Teoria atômica básica e leis ponderais Evolução dos modelos atômicos Modelo atômico atual 1 Módulo 2 Números quânticos; Distribuição eletrônica Paramagnetismo,

Leia mais

Goiânia, / / 2014. Elemento Configuração 1 1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 2 1s 2 2s 2 2p 4 3 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 4 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6

Goiânia, / / 2014. Elemento Configuração 1 1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 2 1s 2 2s 2 2p 4 3 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 4 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 Lista de exercícios - Química Aluno (a): Nº. Professora: Núbia de Andrade Série: 1º ano (Ensino médio) Turma: Goiânia, / / 2014. Questão 01) Localize na Tabela Periódica o elemento químico de número atômico

Leia mais

Química A Intensivo V. 1

Química A Intensivo V. 1 1 Química A Intensivo V. 1 Exercícios 01) 10 01. Incorreta. O modelo atômico de Dalton não prevê a existência de elétrons. 02. Correta. Segundo Dalton, os átomos eram indestrutíveis e, durante uma reação

Leia mais

Lista exercícios N1 Química Geral Tabela Periódica, distribuição eletrônica e ligações químicas.

Lista exercícios N1 Química Geral Tabela Periódica, distribuição eletrônica e ligações químicas. 1 Parte I - Considere as informações abaixo: Lista exercícios N1 Química Geral Tabela Periódica, distribuição eletrônica e ligações químicas. Núcleo: Prótons e nêutrons. Eletrosfera: elétrons Os átomos

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS EXERCÍCIOS Questão 01) O correto uso da tabela periódica permite determinar os elementos químicos a partir de algumas de suas características. Recorra a tabela periódica

Leia mais

TD nº 02 Química 2 1º ano - 2011

TD nº 02 Química 2 1º ano - 2011 Prof. Willame TD nº 02 Química 2 1º ano - 2011 TABELA PERIÓDICA 1. A organização dos elementos Com a descoberta de uma grande variedade de átomos, tornou-se necessária à criação de uma sistemática de classificação.

Leia mais

Química Atomística Profª: Bruna Villas Bôas. Exercícios

Química Atomística Profª: Bruna Villas Bôas. Exercícios NÚMERO ATÔMICO (Z) Os diferentes tipos de átomos (elementos químicos) são identificados pela quantidade de prótons (P) que possui. Esta quantidade de prótons recebe o nome de número atômico e é representado

Leia mais

01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é:

01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é: 01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é: a) Halogênios b) Calcogênios c) Metais Alcalinos Terrosos d) Metais Alcalinos e) Gases Nobres 02) (UFF-RJ)

Leia mais

Tabela periódica e propriedades periódicas

Tabela periódica e propriedades periódicas Tabela periódica e propriedades periódicas Mendeleev Vários cientistas procuravam agrupar os átomos de acordo com algum tipo de semelhança, mas o químico russo Dmitri Ivanovich Mendeleev foi o primeiro

Leia mais

Próton Nêutron Elétron

Próton Nêutron Elétron Próton Nêutron Elétron Próton Nêutron Elétron Número de prótons: 54 2 Nome do elemento: BORO BERÍLIO HÉLIO Esta Os quantidade diferentes tipos de prótons de átomos recebe (elementos o nome químicos) de

Leia mais

Ligações Químicas Ligação Iônica Ligação Metálica

Ligações Químicas Ligação Iônica Ligação Metálica Química Geral e Inorgânica QGI0001 Eng a. de Produção e Sistemas Prof a. Dr a. Carla Dalmolin Ligações Químicas Ligação Iônica Ligação Metálica Periodicidade O átomo é visto como uma esfera, onde só as

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q42 Ligação metálica

Química. Resolução das atividades complementares. Q42 Ligação metálica Resolução das atividades complementares 3 Química Q42 Ligação metálica p. 59 1 (Cefet-PR) Analise as afirmações a seguir: I. O metal X é leve, sofre pouca corrosão e é bastante utilizado na construção

Leia mais

Química A Intensivo V. 1

Química A Intensivo V. 1 Química A Intensivo V. 1 Exercícios 01)A A ideia apresentada na alternativa A, além de algo impossível, não estava incluída na teoria de Dalton que afirmava que átomos iguais pertenciam ao mesmo elemento

Leia mais

Energias de ionização (ev) 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª 8ª X 5,4 75,6 122,4 Y 13,6 35,2 54,9 77,4 113,9 138,1 739,1 871,1

Energias de ionização (ev) 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª 8ª X 5,4 75,6 122,4 Y 13,6 35,2 54,9 77,4 113,9 138,1 739,1 871,1 1. (Cefet MG 2014) Na tabela a seguir, estão representadas as energias de ionização de dois elementos X e Y pertencentes ao segundo período do quadro periódico. Elementos Energias de ionização (ev) 1ª

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS PARTE 1 01. A classificação periódica apresenta os elementos na: a) seqüência crescente de números de massa; b) ordem de reatividade química; c) seqüência crescente

Leia mais

Thomson denominou este segundo modelo atômico de Pudim de Passas.

Thomson denominou este segundo modelo atômico de Pudim de Passas. EVOLUÇÃO DOS MODELOS ATÔMICOS Durante algum tempo a curiosidade do que era constituída a matéria parecia ser impossível de ser desvendada. Até que em 450 a.c. o filósofo grego Leucipo de Mileto afirmava

Leia mais

Exercícios de Revisão de Química 1º ano

Exercícios de Revisão de Química 1º ano Questão 01) Dentre as alternativas abaixo, indicar a que contém a afirmação correta. a) Dois átomos que possuem o mesmo número de nêutrons pertencem ao mesmo elemento químico. b) Dois átomos com o mesmo

Leia mais

MODELOS ATÔMICOS. Química Professora: Raquel Malta 3ª série Ensino Médio

MODELOS ATÔMICOS. Química Professora: Raquel Malta 3ª série Ensino Médio MODELOS ATÔMICOS Química Professora: Raquel Malta 3ª série Ensino Médio PRIMEIRA IDEIA DO ÁTOMO 546 a.c. Tales de Mileto: propriedade da atração e repulsão de objetos após atrito; 500 a.c. Empédocles:

Leia mais

Lista 1 Atomística e tabela periódica

Lista 1 Atomística e tabela periódica Lista 1 Atomística e tabela periódica 1. (Ufrn 2013) A Lei Periódica e sua representação gráfica, a Tabela Periódica, são dois conhecimentos essenciais para a química e para os químicos. D. Mendeleev (1834-1907),

Leia mais

Prova de Recuperação Bimestral de Ciências Nome Completo: Data: / /2010

Prova de Recuperação Bimestral de Ciências Nome Completo: Data: / /2010 COLÉGIO MARIA IMACULADA QI 05 ch. 72 LAGO SUL BRASÍLIA DF E-MAIL: cmidf@cmidf.com.br FONE: 248 4768 SITE: www.cmidf.com.br VALOR:10 pontos. NOTA: 9ºano 2º PERÍODO Prova de Recuperação Bimestral de Ciências

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q36 Classificação de elementos

Química. Resolução das atividades complementares. Q36 Classificação de elementos Resolução das atividades complementares 3 Química Q36 Classificação de elementos p. 24 1 (Fatec-SP) Imagine que a tabela periódica seja o mapa de um continente, e que os elementosquímicos constituem as

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final Disciplina: Química Ano: 2012 Professor (a): Elisa Landim Turma: 1º FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação. Faça a lista

Leia mais

478 a.c. Leucipo e seu discípulo Demócrito

478 a.c. Leucipo e seu discípulo Demócrito MODELOS ATÔMICOS 478 a.c. Leucipo e seu discípulo Demócrito - A matéria após sofrer várias subdivisões, chegaria a uma partícula indivisível a que chamaram de átomo. - ÁTOMO a = sem tomos = divisão - Esta

Leia mais

AULA 02: TABELA PERIÓDICA

AULA 02: TABELA PERIÓDICA AULA 02: TABELA PERIÓDICA 1. INTRODUÇÃO A Tabela Periódica é, efetivamente, um instrumento organizador de conhecimentos sobre os elementos químicos, onde estes estão ordenados por ordem crescente de número

Leia mais

Próton Nêutron Elétron

Próton Nêutron Elétron Próton Nêutron Elétron ARNOLD SOMMERFELD MODELO ATÔMICO DE ARNOLD SOMMERFELD - 1916 Ao pesquisar o átomo, Sommerfeld concluiu que os elétrons de um mesmo nível, ocupam órbitas de trajetórias diferentes

Leia mais

Módulo: Tabela Periódica Atividade: Estudo da Tabela Periódica e Distribuição Eletrônica de Linus Pauling

Módulo: Tabela Periódica Atividade: Estudo da Tabela Periódica e Distribuição Eletrônica de Linus Pauling Guia do Professor Módulo: Tabela Periódica Atividade: Estudo da Tabela Periódica e Distribuição Eletrônica de Linus Pauling I Introdução A atividade Distribuição Eletrônica favorece o desenvolvimento de

Leia mais

Teoria Atômica. Constituição da matéria. Raízes históricas da composição da matéria. Modelos atômicos. Composição de um átomo.

Teoria Atômica. Constituição da matéria. Raízes históricas da composição da matéria. Modelos atômicos. Composição de um átomo. Teoria Atômica Constituição da matéria Raízes históricas da composição da matéria Modelos atômicos Composição de um átomo Tabela periódica Raízes Históricas 6000 a.c.: descoberta do fogo 4000 a.c.: vidros,

Leia mais

O Átomo. a + thomos = sem divisão

O Átomo. a + thomos = sem divisão O Átomo 1. O nome átomo tem origem na Grécia Antiga no sec. V a.c. Os pensadores antigos falavam da existência de partículas invisíveis e indivisíveis que formariam toda matéria. a + thomos = sem divisão

Leia mais

Escola Secundária Anselmo de Andrade Teste Sumativo de Ciências Físico - Químicas 9º Ano Ano Lectivo 08/09

Escola Secundária Anselmo de Andrade Teste Sumativo de Ciências Físico - Químicas 9º Ano Ano Lectivo 08/09 Escola Secundária Anselmo de Andrade Teste Sumativo de Ciências Físico - Químicas 9º Ano Ano Lectivo 08/09 2ºTeste Sumativo 1ºPeríodo Duração do Teste:60 minutos Data: 05 / 12 / 08 Prof. Dulce Godinho

Leia mais

1º trimestre Ciências Sala de estudos Data: Abril/2015 Ensino Fundamental 9º ano classe: Profª Elisete Nome: nº

1º trimestre Ciências Sala de estudos Data: Abril/2015 Ensino Fundamental 9º ano classe: Profª Elisete Nome: nº 1º trimestre Ciências Sala de estudos Data: Abril/2015 Ensino Fundamental 9º ano classe: Profª Elisete Nome: nº Valor: 10 Nota:.. Conteúdo: Atomística e MRU 1) Observe o trecho da história em quadrinhos

Leia mais

Modelos atômicos. A origem da palavra átomo

Modelos atômicos. A origem da palavra átomo Modelos???? Modelos atômicos A origem da palavra átomo A palavra átomo foi utilizada pela primeira vez na Grécia antiga, por volta de 400 ac. Demócrito (um filósofo grego) acreditava que todo tipo de matéria

Leia mais

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR LIGAÇÕES QUÍMICAS 5 TEORIA CORPUSCULAR 1 INTRODUÇÃO O fato de os gases nobres existirem na natureza como átomos isolados, levou os cientistas KOSSEL e LEWIS a elaborar um modelo para as ligações químicas.

Leia mais

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida.

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida. TEXTO PARA A QUESTÃO 1. Sonda espacial detecta sal de cozinha em lua de Saturno A análise da composição química do anel mais externo de Saturno revelou a presença de 98% de água, 1% de cloreto de sódio,

Leia mais

APSA 2 - Tabela Periódica 10º Ano Novembro de 2011

APSA 2 - Tabela Periódica 10º Ano Novembro de 2011 1. Dada a distribuição eletrónica dos elementos a seguir, indique qual deles apresenta maior e menor raio atómico 3Li: 1s 2 2s 1 7N: 1s 2 2s 2 2p 3 9F: 1s 2 2s 2 2p 5 R: Maior raio Atómico = Li Menor raio

Leia mais

EXERCÍCIOS - TABELA PERIÓDICA - 2012

EXERCÍCIOS - TABELA PERIÓDICA - 2012 EXERCÍCIOS - TABELA PERIÓDICA - 2012 1- (CEUB) Examine atentamente o gráfico que mostra a variação de determinada propriedade X com o número atômico Z. A) A propriedade X é uma propriedade periódica. B)

Leia mais

1ª série Ensino Médio - Simulado Química 1º bimestre 1. Seja uma mistura formada por: um pouco de areia, uma pitada de sal de cozinha, 100ml de álcool, 100ml de água e cubos de gelo. Quantas fases apresenta

Leia mais

PROF: Alex LISTA 1 DATA: 27/02/2011 Lista de Atomística (Vários vestibulares)

PROF: Alex LISTA 1 DATA: 27/02/2011 Lista de Atomística (Vários vestibulares) NOME: PROF: Alex LISTA 1 DATA: 27/02/2011 Lista de Atomística (Vários vestibulares) ATOMÍSTICA 1. (Pucmg 2007) Assinale a afirmativa que descreve ADEQUADAMENTE a teoria atômica de Dalton. Toda matéria

Leia mais

ESPECTRO ELETROMAGNÉTICO

ESPECTRO ELETROMAGNÉTICO COLÉGIO ESTADUAL RAINHA DA PAZ, ENSINO MÉDIO REPOSIÇÃO DAS AULAS DO DIA 02 e 03/07/2012 DAS 1 ª SÉRIES: A,B,C,D,E e F. Professor MSc. Elaine Sugauara Disciplina de Química ESPECTRO ELETROMAGNÉTICO As ondas

Leia mais

Química. Química 3 SUMÁRIO. e Pré-vestibular

Química. Química 3 SUMÁRIO. e Pré-vestibular Química SUMÁRIO Química 1 MÓDULO 1 Estrutura da matéria - Atomística... 3 Estrutura da matéria: modelos atômicos, Z, A, isótopos e íons Estrutura da matéria: A eletrosfera MÓDULO 2 Classificação periódica

Leia mais

PROPRIEDADES PERIÓDICAS I

PROPRIEDADES PERIÓDICAS I PROPRIEDADES PERIÓDICAS I Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 Considere as primeiras, segundas, terceiras e quartas energias de ionização dos elementos

Leia mais

Tabel e a l P rió dica

Tabel e a l P rió dica Tabela Periódica Desenvolvimento histórico da Tabela Periódica Dmitri Mendeleev (1834-1907 ) Escreveu em fichas separadas as propriedades (estado físico, massa, etc) dos elementos químicos. Enquanto arruma

Leia mais

Lista de Exercício de Química - N o 6

Lista de Exercício de Química - N o 6 Lista de Exercício de Química - N o 6 Profa. Marcia Margarete Meier 1) Arranje em ordem crescente de energia, os seguintes tipos de fótons de radiação eletromagnética: raios X, luz visível, radiação ultravioleta,

Leia mais

Lista de Exercícios de Recuperação do 3 Bimestre

Lista de Exercícios de Recuperação do 3 Bimestre Lista de Exercícios de Recuperação do 3 Bimestre Instruções gerais: Resolver os exercícios à caneta e em folha de papel almaço ou monobloco (folha de fichário). Copiar os enunciados das questões. Entregar

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS 3 PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS QUÍMICA 01 - O dispositivo de segurança que conhecemos como air-bag utiliza como principal reagente para fornecer o gás N 2 (massa molar igual a 28 g mol -1

Leia mais

Tabela Periódica. Li C S Na Br X K l Te

Tabela Periódica. Li C S Na Br X K l Te 1. (Ufg 2013) Para estimular um estudante a se familiarizar com os números atômicos de alguns elementos químicos, um professor cobriu as teclas numéricas de uma calculadora com os símbolos dos elementos

Leia mais

Nível 1 2 3 4 5 6 7 Camada K L M N O P Q Número máximo de elétrons 2 8 18 32 32 18 2

Nível 1 2 3 4 5 6 7 Camada K L M N O P Q Número máximo de elétrons 2 8 18 32 32 18 2 DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA E TABELA PERIÓDICA dos ELEMENTOS INTRODUÇÃO O conhecimento químico é necessário para uma melhor compreensão sobre as propriedades físicas, químicas e mecânicas dos materiais utilizados,

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA E N OS QUâNTICOS TEORIA - PARTE II. Elétron de diferenciação e elétrons de valência. Distribuição eletrônica de íons

DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA E N OS QUâNTICOS TEORIA - PARTE II. Elétron de diferenciação e elétrons de valência. Distribuição eletrônica de íons DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA E N OS QUâNTICOS TEORIA - PARTE II Elétron de diferenciação e elétrons de valência O elétron de diferenciação é definido como o último elétron do subnível mais energético de um

Leia mais

3ª Série / Vestibular _ TD 08 _ 19 de abril

3ª Série / Vestibular _ TD 08 _ 19 de abril 3ª Série / Vestibular _ TD 08 _ 19 de abril 01. A corrosão de um metal é a sua destruição ou deterioração, devida à reação com o meio ambiente. O enferrujamento é o nome dado à corrosão do ferro: Fe(s)

Leia mais

Elementos do bloco p

Elementos do bloco p Elementos do bloco p Características gerais principais Estados de oxidação e tipos de ligações Inicialmente, para efeitos didáticos, serão utilizados os elementos do grupo 13 (B, Al, Ga, In Tl), que apresentam

Leia mais

Configurações eletrônicas

Configurações eletrônicas Configurações eletrônicas Metais de transição Depois de Ar, os orbitais d começam a ser preenchidos. Depois que os orbitais 3d estiverem preenchidos, os orbitais 4p começam a ser preenchidos. Metais de

Leia mais

Problemas de Termodinâmica e Estrutura da Matéria

Problemas de Termodinâmica e Estrutura da Matéria Problemas de Termodinâmica e Estrutura da Matéria 5 a série 5.1) O filamento de tungsténio de uma lâmpada incandescente está à temperatura de 800 C. Determine o comprimento de onda da radiação emitida

Leia mais

ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos

ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos Nova Friburgo, de de 2014. Aluno (a): Gabarito Professor(a): ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos Nº: Turma:100 Assuntos: Estrutura atômica; Tabela Periódica; Propriedades periódicas;

Leia mais

A ESTRUTURA ATÔMICA REPRESENTAÇÃO

A ESTRUTURA ATÔMICA REPRESENTAÇÃO A ESTRUTURA ATÔMICA O modelo nuclear admite que o átomo é formado por uma região central extremamente pequena, o núcleo, em torno do qual giram diminutas partículas, constituindo uma outra região, a eletrosfera.

Leia mais

Exercícios Sobre Atomística - Início dos modelos atômicos I

Exercícios Sobre Atomística - Início dos modelos atômicos I Exercícios Sobre Atomística - Início dos modelos atômicos I 01. (Cftmg) O filme Homem de Ferro 2 retrata a jornada de Tony Stark para substituir o metal paládio, que faz parte do reator de seu peito, por

Leia mais

Listão de Química I Atomística Profª.: Alessandra

Listão de Química I Atomística Profª.: Alessandra 01.: (UNEMAT MT) Os elementos químicos são distribuídos na tabela periódica dentro dos grupos (ou famílias) e das séries (ou períodos), em função das características que apresentam individualmente. Desta

Leia mais

Lista de exercícios 12 Propriedades periódicas

Lista de exercícios 12 Propriedades periódicas Lista de exercícios 12 Propriedades periódicas 01. (UEG) O gráfico a seguir indica a primeira variação do potencial de ionização, em função dos números atômicos. Analise o gráfico, consulte a tabela periódica

Leia mais

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42 Processo Seletivo/UNIFAL- janeiro 2008-1ª Prova Comum TIPO 1 QUÍMICA QUESTÃO 41 Diferentes modelos foram propostos ao longo da história para explicar o mundo invisível da matéria. A respeito desses modelos

Leia mais

Questão 01) Os átomos isótopos 2x+6 X 54 e 3x-4 Y 56 têm número atômico: a) 26. b) 27. c) 28. d) 54. e) 56. Gab: A. Questão 02)

Questão 01) Os átomos isótopos 2x+6 X 54 e 3x-4 Y 56 têm número atômico: a) 26. b) 27. c) 28. d) 54. e) 56. Gab: A. Questão 02) Questão 01) Os átomos isótopos 2x+6 X 54 e 3x-4 Y 56 têm número atômico: a) 26 b) 27 c) 28 d) 54 e) 56 Gab: A Questão 02) Uma certa variedade atômica do estrôncio, cujo número atômico é 38, tem número

Leia mais

Lista de exercícios 04 Modelos atômicos incluindo Böhr - Revisão

Lista de exercícios 04 Modelos atômicos incluindo Böhr - Revisão Lista de exercícios 04 Modelos atômicos incluindo Böhr - Revisão Observação teórica - Os postulados de Böhr A partir das suas descobertas científicas, Niels Böhr propôs cinco postulados: 1 o.) Um átomo

Leia mais

Química Geral I. Experimento 3 Tendências Periódicas

Química Geral I. Experimento 3 Tendências Periódicas Universidade Estadual do Norte Fluminense Centro de Ciência e Tecnologia Laboratório de Ciências Químicas Química Geral I Experimento 3 Tendências Periódicas 1 - OBJETIVOS Relacionar a reatividade química

Leia mais

Resoluções das atividades

Resoluções das atividades Resoluções das atividades Sumário Aula 1 Evolução dos modelos atômicos: da alquimia ao modelo atômico de Thomson... 1 Aula 2 Evolução dos modelos atômicos: de Rutherford ao modelo atômico de Sommerfeld...

Leia mais

Estão corretos: a) apenas I, II e V. b) apenas I, III e IV. c) apenas II, III e V. d) I, II, III, IV e V. e) apenas I, II, III, IV.

Estão corretos: a) apenas I, II e V. b) apenas I, III e IV. c) apenas II, III e V. d) I, II, III, IV e V. e) apenas I, II, III, IV. 1. (Ufpr 2014) As teorias atômicas vêm se desenvolvendo ao longo da história. Até o início do século XIX, não se tinha um modelo claro da constituição da matéria. De lá até a atualidade, a ideia de como

Leia mais

EXERCÍCIOS. Questão 01) Analise a tabela:

EXERCÍCIOS. Questão 01) Analise a tabela: 18 EXERCÍCIOS Questão 01) Analise a tabela: Substância Pontode Pontode Raio Fusão/ o C Ebulição/ o C Atômico/pm Bromo -7,20 58,8 114 Cloro -102-34,0 100 Iodo 114 184 133 Ozônio -193-112 73,0 Sódio 98,0

Leia mais

Apostila de Química Geral

Apostila de Química Geral Cursinho Vitoriano UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Câmpus de São José do Rio Preto Apostila de Química Geral Período noturno Ligações químicas interatômicas Vanessa R.

Leia mais

a) Qual a configuração eletrônica do cátion do alumínio isoeletrônico ao gás nobre neônio?

a) Qual a configuração eletrônica do cátion do alumínio isoeletrônico ao gás nobre neônio? Questão 1: O Brasil é o campeão mundial da reciclagem de alumínio, colaborando com a preservação do meio ambiente. Por outro lado, a obtenção industrial do alumínio sempre foi um processo caro, consumindo

Leia mais

SIMULADO DE QUÍMICA. 1) Para eliminar a poeira e outras impurezas sólidas do ar, muitos aparelhos de purificação usam método da:

SIMULADO DE QUÍMICA. 1) Para eliminar a poeira e outras impurezas sólidas do ar, muitos aparelhos de purificação usam método da: SIMULADO DE QUÍMICA 1) Para eliminar a poeira e outras impurezas sólidas do ar, muitos aparelhos de purificação usam método da: a) ( ) filtração; b) ( ) flotação; c) ( ) separação de mistura; d) ( ) ventilação.

Leia mais

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO IX Olimpíada Capixaba de Química 2011 Prova do Grupo I 1 a série do ensino médio Fase 01 Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO

Leia mais

Química Orgânica I Profª Dra. Alceni Augusta Werle Profª Dra.Tânia M. Sacramento Melo

Química Orgânica I Profª Dra. Alceni Augusta Werle Profª Dra.Tânia M. Sacramento Melo Química Orgânica I Profª Dra. Alceni Augusta Werle Profª Dra.Tânia M. Sacramento Melo Ligação Química e Estudo do Átomo de Carbono Aula 1 1- INTRODUÇÃO Os átomos são formados por nêutrons, prótons e elétrons.

Leia mais

Evolução do modelo atómico

Evolução do modelo atómico Os neutrões só foram descobertos em 1932 por Chadwick. Evolução do modelo atómico Demócrito (400 a.c.) Enunciou a primeira ideia de átomo como sendo a partícula elementar que constitui toda a matéria.

Leia mais

Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Ciências Físico-Químicas, 9º ano Ano lectivo 2006 / 2007

Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Ciências Físico-Químicas, 9º ano Ano lectivo 2006 / 2007 Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Ciências Físico-Químicas, 9º ano Ano lectivo 2006 / 2007 Ficha de Trabalho, nº 2 CORRECÇÃO Nome: n.º aluno: Turma: 1. Nas frases seguintes, risca as palavras

Leia mais

Adaptado de Professora: Miwa Yoshida. www.colegionobel.com.br/2004quimica1oano/atomo.ppt

Adaptado de Professora: Miwa Yoshida. www.colegionobel.com.br/2004quimica1oano/atomo.ppt Adaptado de Professora: Miwa Yoshida www.colegionobel.com.br/2004quimica1oano/atomo.ppt Leucipo de Mileto ( 440 a.c.) & Demócrito (460 a.c. - 370 a.c. ) A ideia de dividirmos uma porção qualquer de matéria

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DOS GASES NOBRES ÁTOMOS ESTÁVEIS E ISOLADOS

CONFIGURAÇÃO DOS GASES NOBRES ÁTOMOS ESTÁVEIS E ISOLADOS CONFIGURAÇÃO DOS GASES NOBRES ÁTOMOS ESTÁVEIS E ISOLADOS CONCEITO DE LIGAÇÃO IÔNICA UNIÃO ENTRE ÁTOMOS METÁLICOS E AMETÁLICOS OXIDAÇÃO ESTABILIZAÇÃO DO METAL REDUÇÃO ESTABILIZAÇÃO DO AMETAL LIGAÇÃO IÔNICA

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MATO GROSSO DO SUL UEMS CURSO DE FÍSICA LABORATÓRIO DE FÍSICA II. Gerador de Van De Graaff

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MATO GROSSO DO SUL UEMS CURSO DE FÍSICA LABORATÓRIO DE FÍSICA II. Gerador de Van De Graaff UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MATO GROSSO DO SUL UEMS CURSO DE FÍSICA LABORATÓRIO DE FÍSICA II Gerador de Van De Graaff Objetivos gerais: Ao término desta atividade o aluno deverá ser capaz de: - identificar

Leia mais

Projeto Embuá Unidade de Aprendizagem: ENERGIA

Projeto Embuá Unidade de Aprendizagem: ENERGIA Projeto Embuá Unidade de Aprendizagem: ENERGIA Energia para realizar reações químicas: eletrólise do iodeto de potássio aquoso Existem reações químicas não espontâneas, mas que são realizadas com rapidez

Leia mais

ESTRUTURA ATÔMICA OS PRIMEIROS MODELOS ATÔMICOS

ESTRUTURA ATÔMICA OS PRIMEIROS MODELOS ATÔMICOS 1 ESTRUTURA ATÔMICA OS PRIMEIROS MODELOS ATÔMICOS Alguns filosófo da Grécia Antiga já admitiam que toda e qualquer matéria seria formada por minúsculas partículas indivisíveis, que foram denominadas átomos

Leia mais

05 - (UEL PR/1994) Localize na tabela periódica o elemento químico de número atômico 20 e escolha a(s)

05 - (UEL PR/1994) Localize na tabela periódica o elemento químico de número atômico 20 e escolha a(s) 01 - (UEM PR/2012) Assinale o que for correto. (01) Dentro de uma família na tabela periódica, todos os elementos químicos têm temperatura de fusão aumentada com o aumento do número atômico. (02) Qualquer

Leia mais

LISTA D QUÍMICA- TONI - ATITUDE

LISTA D QUÍMICA- TONI - ATITUDE LISTA D QUÍMICA- TONI - ATITUDE www.sosprofessor.xpg.com.br 1 (FESP) Considere os elementos A, B, C e D. As distribuições eletrônicas dos elementos são respectivamente: 1s² 3s¹, 1s². 3p 4, 1s². 30p 5 e

Leia mais

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 RESPONDA AS QUESTÕES DE 1 a 30, MARCANDO UMA DAS ALTERNATIVAS DE ACORDO COM O QUE SE PEDE QUESTÃO 1 Peso 2 A dissolução do cloreto de amônio, NH 4 Cl(s), em água ocorre

Leia mais

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE -2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE DISCURSIVA OBJETIVA QUÍMICA FÍSICA QUÍMICA FÍSICA Matéria e energia Propriedades da matéria Mudanças de estado físico

Leia mais

Qualidade Ambiental Química

Qualidade Ambiental Química Qualidade Ambiental Química Programa Revisão dos Conceitos Básicos de Química e Estatística Poluição o Ar e a Química da Troposfera Reações Químicas ligadas à Emissão de Poluentes da Atmosfera Bibliografia

Leia mais

Sugestões de atividades. Unidade 2 Química CIÊNCIAS

Sugestões de atividades. Unidade 2 Química CIÊNCIAS Sugestões de atividades Unidade 2 Química 9 CIÊNCIAS 1 Estrutura atômica 1. Observe a imagem dos átomos representados pelas ilustrações a seguir e depois indique, respectivamente, a que modelos elas correspondem.

Leia mais

(B) Identifique o metal representativo da folha que foi bombardeada por íons zinco para a produção do copernício. Justifique sua resposta.

(B) Identifique o metal representativo da folha que foi bombardeada por íons zinco para a produção do copernício. Justifique sua resposta. Lista de Exercícios de Recuperação do 2 Bimestre Instruções gerais: Resolver os exercícios à caneta e em folha de papel almaço ou monobloco (folha de fichário). Copiar os enunciados das questões. Entregar

Leia mais

UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Química Questão 01 Os metais alcalinos, ao reagirem com água, produzem soluções dos respectivos hidróxidos e gás hidrogênio. Esta tabela apresenta

Leia mais

COMENTÁRIO DA PROVA DE QUÍMICA EQUIPE DE QUÍMICA DO CURSO POSITIVO

COMENTÁRIO DA PROVA DE QUÍMICA EQUIPE DE QUÍMICA DO CURSO POSITIVO COMENTÁRIO DA PROVA DE QUÍMICA Sem sombra de dúvida, a prova deste ano está muito melhor que a dos anos anteriores. Maior abrangência com temas mais relevantes e grau de dificuldade de médio para difícil,

Leia mais

SEMI 2016 UNIDADES 04 e 05 Química A (Com gabarito)

SEMI 2016 UNIDADES 04 e 05 Química A (Com gabarito) SEMI 2016 UNIDADES 04 e 05 Química A (Com gabarito) 1 - (UFPR) - Considere um elemento químico (E) com número atômico (Z) igual a 16. a) Qual sua configuração eletrônica para o estado fundamental? a) 1s

Leia mais

Propriedades Químicas

Propriedades Químicas Álvaro Montebelo Barcelos Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 3.0 do Creative Commons. http://creativecommons.org.br http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/br/legalcode

Leia mais

A resposta correta deve ser a letra B.

A resposta correta deve ser a letra B. ITA - 1999 1- (ITA-99) Assinale a opção CORRETA em relação à comparação das temperaturas de ebulição dos seguintes pares de substâncias: a) Éter dimetílico > etanol; Propanona > ácido etanóico; Naftaleno

Leia mais

- LIGAÇÕES IÔNICAS: Na (1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 ) + Cl (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 ) Na + (1s 2 2s 2 2p 6 ) + Cl - (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 )

- LIGAÇÕES IÔNICAS: Na (1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 ) + Cl (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 ) Na + (1s 2 2s 2 2p 6 ) + Cl - (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 ) - LIGAÇÕES IÔNICAS: A ligação iônica é a ligação química formada pela atração eletrostática entre íons positivos e íons negativos. A ligação se dá entre dois átomos quando um elétron, ou mais um, se transfere

Leia mais

AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB

AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB CONCEITOS SOBRE O ÁTOMO Número Atômico (Z): quantidades de prótons. Z = p = e Número de Massa (A): a soma das partículas que constitui o átomo. A = Z + N REPRESENTAÇÃO

Leia mais

QUÍMICA. Gabarito: 10 (Aberta) Número de acertos: 1.797 (20,52%) Grau de dificuldade previsto: Médio Grau de dificuldade obtido: Médio (Acerto total)

QUÍMICA. Gabarito: 10 (Aberta) Número de acertos: 1.797 (20,52%) Grau de dificuldade previsto: Médio Grau de dificuldade obtido: Médio (Acerto total) QUÍMICA 31) Houston, we have a problem. Ao enviar essa mensagem em 13 de abril de 1970, o comandante da missão espacial Apollo 13, Jim Lovell, sabia: a vida de seus companheiros e a sua própria estavam

Leia mais

ELETROQUÍMICA (Parte II)

ELETROQUÍMICA (Parte II) ELETROQUÍMICA (Parte II) I ELETRÓLISE A eletrólise é um processo de oxirredução não espontâneo, em que a passagem da corrente elétrica em uma solução eletrolítica (solução com íons), produz reações químicas.

Leia mais

FCVA/ UNESP JABOTICABAL ESPECTROSCOPIA DE ABSORÇÃO ATÔMICA. Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran

FCVA/ UNESP JABOTICABAL ESPECTROSCOPIA DE ABSORÇÃO ATÔMICA. Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran FCVA/ UNESP JABOTICABAL ESPECTROSCOPIA DE ABSORÇÃO ATÔMICA Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran 1. INTRODUÇÃO Átomos ou Íons: têm estados de energia característicos, nos quais os elétrons podem permanecer.

Leia mais

Correção da ficha de trabalho N.º3

Correção da ficha de trabalho N.º3 Correção da ficha de trabalho N.º3 1- Classifique as afirmações seguintes em verdadeiras ou falsas, corrigindo estas últimas: A. A passagem de um átomo de um estado excitado ao estado fundamental é acompanhada

Leia mais

Profa Fernanda Galante Fundamentos de Química e Biologia Molecular/ Nutrição Material 3 1 LIGAÇÕES QUIMICAS

Profa Fernanda Galante Fundamentos de Química e Biologia Molecular/ Nutrição Material 3 1 LIGAÇÕES QUIMICAS Profa Fernanda Galante Fundamentos de Química e Biologia Molecular/ Nutrição Material 3 1 LIGAÇÕES QUIMICAS REGRA DO OCTETO Cada átomo tem um número de elétrons diferente e estes e - (elétrons) estão distribuídos

Leia mais

Conteúdo para Recuperação Final de Química. 1 ano do Ensino Médio. Bimestre Apostila Tema Páginas

Conteúdo para Recuperação Final de Química. 1 ano do Ensino Médio. Bimestre Apostila Tema Páginas Conteúdo para Recuperação Final de Química 1 ano do Ensino Médio Bimestre Apostila Tema Páginas 1 1 2 Substâncias e átomos: tipos de substâncias, simples ou composta, íons, núcleo e eletrosfera, isótopos,

Leia mais

Como o material responde quando exposto à radiação eletromagnética, e em particular, a luz visível.

Como o material responde quando exposto à radiação eletromagnética, e em particular, a luz visível. Como o material responde quando exposto à radiação eletromagnética, e em particular, a luz visível. Radiação eletromagnética componentes de campo elétrico e de campo magnético, os quais são perpendiculares

Leia mais

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de?

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de? Física 01. Um fio metálico e cilíndrico é percorrido por uma corrente elétrica constante de. Considere o módulo da carga do elétron igual a. Expressando a ordem de grandeza do número de elétrons de condução

Leia mais

09) (Vunesp) Os elementos I, II e III têm as seguintes configurações eletrônicas em suas camadas de valência:

09) (Vunesp) Os elementos I, II e III têm as seguintes configurações eletrônicas em suas camadas de valência: 01) Na tabela periódica os elementos estão ordenados em ordem crescente de: a) Número de massa. b) Massa atômica. c) Número atômico. d) Raio atômico. e) Eletroafinidade. 02) Na tabela periódica, estão

Leia mais

Materiais / Materiais I

Materiais / Materiais I Materiais / Materiais I Guia para o Trabalho Laboratorial n.º 4 CORROSÃO GALVÂNICA E PROTECÇÃO 1. Introdução A corrosão de um material corresponde à sua destruição ou deterioração por ataque químico em

Leia mais