AULA 02: TABELA PERIÓDICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AULA 02: TABELA PERIÓDICA"

Transcrição

1 AULA 02: TABELA PERIÓDICA 1. INTRODUÇÃO A Tabela Periódica é, efetivamente, um instrumento organizador de conhecimentos sobre os elementos químicos, onde estes estão ordenados por ordem crescente de número atômico (Z). O último elemento que ocorre na natureza a ser descoberto, em 1925, foi o rénio. Desde então, os novos elementos que entraram para a tabela periódica foram produzidos pelos cientistas, através da fusão de átomos de diferentes substâncias. A última maior troca na tabela, resultou do trabalho de Glenn Seaborg, na década de 50. À partir da descoberta do plutônio em 1940, Seaborg descobriu todos os elementos transurânicos (do número atômico 94 até 102). Reconfigurou a tabela periódica colocando a série dos actnídeos abaixo da série dos lantanídios. Em 1951, Seaborg recebeu o Prêmio Nobel em química, pelo seu trabalho. O elemento 106 tabela periódica é chamado seabórgio, em sua homenagem. O nome "Tabela Periódica" é devido à periodicidade, ou seja, à repetição de propriedades, de intervalos em intervalos, como, por exemplo, ocorre com as fases da lua, que mudam durante o mês e se repetem mês após mês. A base da classificação periódica atual é a tabela de Mendeleev, com a diferença de que as propriedades dos elementos variam periodicamente com seus números atômicos e não com os pesos atômicos, como era a classificação feita por Mendeleev. A tabela periódica já passou por algumas modificações em sua estrutura e na numeração de suas colunas linhas. Ainda hoje é possível encontrar tabelas com numerações distintas em suas colunas. A tendência, porém, é de unificação. 2. ORGANIZAÇÃO DA TABELA PERIÓDICA Encontra-se organizada em 7 linhas e 18 colunas, como se pode observar na Figura 01. Os elementos que pertencem a uma mesma linha dizem-se do mesmo período ou série e os que pertencem à mesma coluna fazem parte do mesmo grupo ou família, ou seja, contém elementos com propriedades químicas semelhantes. Figura 01 Organização da Tabela Periódica em períodos e grupos. 25

2 Os grupos são numerados em algarismos romanos na seguinte ordem: (1) IA, (2) IIA, (3) IIIB, (4) IVB, (5) VB, (6) VIB, (7) VIIB, (8) (9) (10) VIIIB (que têm três colunas), (11) IB, (12) IIB, (13) IIIA, (14) IVA, (15) VA, (16) VIA, (17) VIIA e (18) VIIIA, ou 0. O sistema de numeração dos grupos da tabela periódica, usados atualmente, são recomendados pela União Internacional de Química Pura e Aplicada (IUPAC). 3. CLASSIFICAÇÃO DOS ELEMENTOS DA TABELA PERIÓDICA Os elementos químicos podem ser classificados também de acordo com dois critérios: suas propriedades químicas e físicas e sua ocorrência ou não na natureza Existência dos elementos Após investigar a Tabela Periódica pode surgir uma dúvida, todos os elementos dispostos na mesma são encontrados na natureza? Mas se existem todos eles, onde se encontram? Na verdade alguns destes elementos são sintetizados em laboratório, ou seja, produzidos artificialmente Elementos naturais São os elementos químicos encontrados na natureza Elementos sintéticos ou Artificiais São os elementos químicos cujos átomos são produzidos artificialmente é a chamada síntese em laboratório. Os sintéticos ou artificiais se classificam em duas categorias: - Cisurânicos: elementos sintéticos ou artifíciais que possuem número atômico inferior a 92, por exemplo: Promécio (Pm) Z = 61, Frâncio (Fr) Z = Transurânicos: elementos com número atômico superior a 92. Exemplos: Plutônio (Pu) Z = 94, Mendelévio (Md) Z = 101. Elementos Naturais Z 92 Elementos Artificiais Z > 92 As propriedades químicas dos elementos estão relacionadas com suas distribuições eletrônicas. De acordo com as propriedades físicas dos elementos, eles são subdivididos em hidrogênio, metais, ametais ou não-metais, semimetais e gases nobres hidrogênio. 26

3 Figura 02 - Classificação dos elementos 3.2. Hidrogênio É um elemento atípico, possuindo a propriedade de se combinar com metais, ametais e semimetais. Nas condições ambientes, é um gás extremamente inflamável Gases Nobres Como o próprio nome sugere, nas condições ambientes apresentam-se no estado gasoso e sua principal característica química é a grande estabilidade, ou seja, possuem pequena capacidade de se combinarem com outros elementos. Os gases nobres não apareciam na Tabela Periódica original, elaborada por Mendeleev por que em sua época não se conhecia nenhum deles. No entanto, em 1884, William Ramsday isolou o argônio e os químicos desconfiaram de uma nova família de elementos químicos, o que realmente aconteceu até 1900, com a descoberta dos demais gases nobres Classificação dos elementos quanto ao estado físico - Gasosos: gases nobres (VIIIA), H 2, N 2, O 2, F 2 e Cl 2. - Líquidos: Hg e Br 2. - Sólidos: os demais. 27

4 4. GRUPO OU FAMÍLIA A FACULDADE ASSIS GURGACZ - FAG Cada grupo constitui uma família de elementos, às quais se atribui, por vezes, uma designação própria. A numeração se inicia com 1A (IA) e continua até o zero (0) ou 8A (VIIIA) Essas famílias são constituídas pelos elementos representativos, sendo que todos esses elementos apresentam o seu elétron mais energético situado nos subníveis s ou p. Nas famílias de IA a VIIA, o número da família indica a quantidade de elétrons existentes na camada de valência. Por exemplo: Já a família zero (0), recebeu esse número para indicar que a reatividade dos seus elementos em condições ambientes é nula. Na sua maioria, os elementos dessa família apresentam oito elétrons na camada de valência. O grupo zero também é conhecido como VIIIA. Exemplo: 28

5 São elas: FACULDADE ASSIS GURGACZ - FAG Dessas famílias tem algumas que possuem nomes especiais. Família IA ou grupo 01: Família dos metais alcalinos. Família IIA ou grupo 02: família dos metais alcalino-terrosos. Família IIIA ou grupo 13: família do Boro Família IVA ou grupo 14: família do Carbono Família VA ou grupo 15: família do Nitrogênio Família VIA ou grupo 16: família dos calcogênios. Família VIIA ou grupo 17: família dos halogênios. Família VIIIA, Zero (0)ou grupo 18: família dos gases nobres. Observação O elemento H (Hidrogênio) não é considerado metal alcalino. Pode ser encontrado tanto na coluna 1A (mais comum) como na 7A. O único gás nobre que não apresenta oito elétrons em sua camada de Valencia é o hélio (He), pois seu número atômico é 2 e sua distribuição é 1s 2. RESUMO: Configuração da N 0 de e - na última Família ou Grupo Nome última camada camada IA ou 1 Alcalinos ns 1 1 IIA ou 2 Alcalino-terrosos ns 2 2 IIIA ou 13 Família do boro ns 2 np 1 3 IVA ou 14 Família do carbono ns 2 np 2 4 VA ou 15 Família do nitrogênio ns 2 np 3 5 VIA ou 16 Calcogênios ns 2 np 4 6 VIIA ou 17 Halogênios ns 2 np 5 7 VIIIA (zero) ou 18 Gases nobres ns 2 np GRUPO OU FAMÍLIA B Note que a numeração se inicia com 3B (IIIB) e vai até 8B (VIIIB), para depois aparecer 1B (IB) e 2B (IIB). 29

6 A família 8B é formado por 9 elementos que formam as seguintes tríades: - Primeira Tríade: ferro, cobalto, níquel - Segunda Tríade: rutênio, ródio, paládio - Terceira Tríade: ósmio, irídio, platina Todos os elementos dessa família apresentam grande semelhança entre si, em termos de propriedades químicas. As famílias B, incluindo as duas linhas horizontais separadas do corpo principal da tabela, são constituídas pelos elementos de transição e apresentam seu elétron mais energético situados nos subníveis d ou f. Os membros da Tabela Periódica que fazem parte desta denominação se classificam em elementos de Transição interna ou externa, como na tabela abaixo: 30

7 5.1. Elementos de Transição Externa FACULDADE ASSIS GURGACZ - FAG Os elementos de transição externa ou, simplesmente, elementos de transição, têm como principal característica apresentar o seu elétron mais energético situado em um subnível d. Exemplos: Para os elementos de transição externa, a localização na família ou grupo não é feita utilizando o número de elétrons da camada de valência, mas sim o número de elétrons existentes no seu subnível mais energético (d). Tomando por base a distribuição eletrônica, pela regra, temos a seguinte relação: IIIB IVB VB VIB VIIB VIIIB IB IIB d 1 d 2 d 3 d 4 d 5 d 6 d 7 d 8 d 9 d 10 Observe os exemplos: - Como o subnínel mais energético é o d, contendo 1 elétron, este elemento esta situado na família IIIB. Observações: - família VIIIB Os elementos do grupo IB possuem distribuição eletrônica diferente da teórica; sua distribuição teórica é ns 2 (n-1)d 9 e sua distribuição real é ns 1 (n-1)d 10. Assim temos: Em função do que foi exposto, alguns autores consideram os grupos IB e IIB como de pós- transição, uma vez que, na verdade, possuem o subnível d completo (10 elétrons) Elementos de Transição Interna Os elementos de transição interna são os elementos que apresentam seu elétron mais energético situado em um subnível f. Constituem as séries dos lantanídeos actinídeos e encontram-se deslocadas do corpo central da tabela, apresentando respectivamente 6 e 7 camadas eletrônicas; por isso, estão localizadas respectivamente no 6.º e 7.º períodos. 31

8 - Lantanídeos: elementos que vão desde o número atômico 57 até o Actinídeos: elementos que vão desde o número atômico 89 até o 103. Os lantanídeos e os actinídeos possuem orbitais de valência 4f e 5f. Lantanídeos 4f 1 4f 2 4f 3 4f 4 4f 5 4f 6 4f 7 4f 8 4f 9 4f 10 4f 11 4f 12 4f 13 4f 14 Actinídeos 5f 1 5f 2 5f 3 5f 4 5f 5 5f 6 5f 7 5f 8 5f 9 5f 10 5f 11 5f 12 5f 13 5f 14 Os elementos de transição, tanto os internos como os externos, são metais e possuem alta condutividade térmica e elétrica. Observações: Assim como nos elementos de transição externa, alguns elementos de transição interna também apresentam distribuição eletrônica irregular, diferente da teórica. Temos, por exemplo: 32

9 Exercícios: 2) Na 11 - Características da distribuição eletrônica Localização e classificação 3) Indique o período, o grupo e o nome dos elementos abaixo: 33

10 4) Dada a estrutura eletrônica em ordem energética, localize cada elemento na tabela periódica (período e grupo): 1s 2, 2s 2, 2p 6, 3s 2, 3p 6, 4s 2, 3d 10, 4p 6, 5s 2, 4d 10, 5p 6, 6s 2, 4f 14, 5d 10, 6p 6, 7s 2, 5f 14, 6d 10, 7p 6. ENERGIA CRESCENTE 34

11 LISTA 02: TABELA PERIODICA 1. Em relação ao elemento representado por 35X 80. a) Qual o seu subnível mais energético? b) Pertence a qual período? c) Pertence à qual família? 2. O elemento químico cujos átomos, no estado fundamental, possuem configuração eletrônica 1s 2 2s 2 2p 6 pertence à família dos: a) Halogênios. b) Metais de transição. c) Metais alcalino-terrosos. d) Metais alcalinos. e) Gases nobres. 3. O elemento cujos átomos no estado fundamental possuem a configuração 1s 2 2s 1 pertence à família dos: a) Halogênios. b) Metais de transição. c) Metais alcalinos. d) Metais alcalino-terrosos. e) Gases nobres. 4. Dada a localização dos elementos na tabela periódica, determine sua distribuição eletrônica e seu número atômico: a) grupo IA - 4º período b) grupo VB - 4º período c) grupo IVA - 3º período d) grupo IIB - 5º período 5. Associe 6. Os metais são elementos que apresentam 1, 2 ou 3 elétrons no último nível de energia. São bons condutores de eletricidade e calor, são dúcteis e brilhantes. Dos elementos abaixo quais são metais: a) fósforo b) chumbo c) cobre d) sódio e) potássio f) enxofre g) estanho h) cloro 35

12 7. Considere os elementos: A (Z=38), B (Z=55), C (Z=25), D (Z=14), E (Z=17), F (Z=18). a) Através de suas distribuições eletrônicas, localize-os na tabela a seguir. b) Classifique-os em: lantanídeo, alcalino, alcalino-terroso, transição, halogênio, família do boro, família do carbono, calcogênio ou gás nobre. 8. Usando a tabela abaixo: I) Coloque os seguintes átomos genéricos em suas respectivas localizações: a) (G) 5s 2 4d 8 b) (H) 4s 2 4p 1 c) (I) 6s 2 6p 4 d) (J) 2s 1 e) (L) 3s 2 f) (M) 6s 2 6p 5 g) (N) 7s 2 6d 2 h) (O) 6s 1 5d 10 II) Caracterize os elementos dados como metais, ametais e semimetais. III) Dê o nome das famílias dos elementos representativos. 9. São elementos líquidos à temperatura ambiente: a) iodo e bromo b) iodo e flúor c) cloro e flúor d) mercúrio e bromo e) mercúrio e flúor 36

13 10. Baseie-se na classificação periódica a seguir, onde aparecem símbolos arbitrários, para responder às perguntas que se seguem. a) Quais são os alcalino-terrosos? b) Qual o elemento do 1º período? c) Quais são os gases nobres? d) Qual o elemento de transição? e) Qual o elemento que possui 3 elétrons na última camada? f) Qual o elemento do grupo VIIA? g) Qual o elemento cujos elétrons estão utilizando o menor número de camadas? h) Qual o elemento de maior número atômico? i) Qual o elemento do grupo do nitrogênio? 11. Dada a estrutura eletrônica em ordem energética, localize cada elemento na tabela periódica (período e grupo): 12. Relacione as colunas 37

14 13. Indique o período, o grupo e o nome dos elementos abaixo: 1s 2, 2s 2, 2p 6, 3s 2, 3p 6, 4s 2, 3d 10, 4p 6, 5s 2, 4d 10, 5p 6, 6s 2, 4f 14, 5d 10, 6p 6, 7s 2, 5f 14, 6d 10, 7p 6. ENERGIA CRESCENTE 38

TD nº 02 Química 2 1º ano - 2011

TD nº 02 Química 2 1º ano - 2011 Prof. Willame TD nº 02 Química 2 1º ano - 2011 TABELA PERIÓDICA 1. A organização dos elementos Com a descoberta de uma grande variedade de átomos, tornou-se necessária à criação de uma sistemática de classificação.

Leia mais

Tabela periódica e propriedades periódicas

Tabela periódica e propriedades periódicas Tabela periódica e propriedades periódicas Mendeleev Vários cientistas procuravam agrupar os átomos de acordo com algum tipo de semelhança, mas o químico russo Dmitri Ivanovich Mendeleev foi o primeiro

Leia mais

Lista exercícios N1 Química Geral Tabela Periódica, distribuição eletrônica e ligações químicas.

Lista exercícios N1 Química Geral Tabela Periódica, distribuição eletrônica e ligações químicas. 1 Parte I - Considere as informações abaixo: Lista exercícios N1 Química Geral Tabela Periódica, distribuição eletrônica e ligações químicas. Núcleo: Prótons e nêutrons. Eletrosfera: elétrons Os átomos

Leia mais

Módulo: Tabela Periódica Atividade: Estudo da Tabela Periódica e Distribuição Eletrônica de Linus Pauling

Módulo: Tabela Periódica Atividade: Estudo da Tabela Periódica e Distribuição Eletrônica de Linus Pauling Guia do Professor Módulo: Tabela Periódica Atividade: Estudo da Tabela Periódica e Distribuição Eletrônica de Linus Pauling I Introdução A atividade Distribuição Eletrônica favorece o desenvolvimento de

Leia mais

Tabel e a l P rió dica

Tabel e a l P rió dica Tabela Periódica Desenvolvimento histórico da Tabela Periódica Dmitri Mendeleev (1834-1907 ) Escreveu em fichas separadas as propriedades (estado físico, massa, etc) dos elementos químicos. Enquanto arruma

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS PARTE 1 01. A classificação periódica apresenta os elementos na: a) seqüência crescente de números de massa; b) ordem de reatividade química; c) seqüência crescente

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS EXERCÍCIOS Questão 01) O correto uso da tabela periódica permite determinar os elementos químicos a partir de algumas de suas características. Recorra a tabela periódica

Leia mais

Apostila de Química 13 Tabela Periódica

Apostila de Química 13 Tabela Periódica Apostila de Química 13 Tabela Periódica 1.0 Dimitri Svanovich Mendeleev (1834-1907) Organizou os elementos e, função de sua massa atômica e de propriedades periódicas. 2.0 Moseley (1887-1915) As propriedades

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q36 Classificação de elementos

Química. Resolução das atividades complementares. Q36 Classificação de elementos Resolução das atividades complementares 3 Química Q36 Classificação de elementos p. 24 1 (Fatec-SP) Imagine que a tabela periódica seja o mapa de um continente, e que os elementosquímicos constituem as

Leia mais

Classificação dos Elementos Químicos (O Primeiro Elemento)

Classificação dos Elementos Químicos (O Primeiro Elemento) Classificação dos Elementos Químicos (O Primeiro Elemento) "Ao lado, o fósforo (P). Primeiro elemento a ser descoberto. Ponto de partida para a construção da Tabela Periódica". Johann W. Dobereiner (1829)

Leia mais

Apostila de Química Geral

Apostila de Química Geral Cursinho Vitoriano UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Câmpus de São José do Rio Preto Apostila de Química Geral Período noturno Ligações químicas interatômicas Vanessa R.

Leia mais

QUÍMICA LISTA DE RECUPERAÇÃO 3º BIMESTRE - 1º ANO. Professor: GIL KENNEDY DATA: 25 / 09 / 2017

QUÍMICA LISTA DE RECUPERAÇÃO 3º BIMESTRE - 1º ANO. Professor: GIL KENNEDY DATA: 25 / 09 / 2017 LISTA DE RECUPERAÇÃO 3º BIMESTRE - 1º ANO Professor: GIL KENNEDY DATA: 25 / 09 / 2017 QUÍMICA QUESTÃO 01 Localize na tabela periódica o elemento químico de número atômico 16. Sobre esse elemento, responda

Leia mais

A eletrosfea do átomo

A eletrosfea do átomo A eletrosfea do átomo É dividida em nível e subnível. Nível: cada nível comporta uma quantidade máxima de elétrons: x=n. NÍVEL 1 3 4 5 6 7 8 QUANTIDADE MÁXIMA DE e. 1 =. = 8. 3 = 18. 4 = 3. 5 = 50. 6 =

Leia mais

Nível 1 2 3 4 5 6 7 Camada K L M N O P Q Número máximo de elétrons 2 8 18 32 32 18 2

Nível 1 2 3 4 5 6 7 Camada K L M N O P Q Número máximo de elétrons 2 8 18 32 32 18 2 DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA E TABELA PERIÓDICA dos ELEMENTOS INTRODUÇÃO O conhecimento químico é necessário para uma melhor compreensão sobre as propriedades físicas, químicas e mecânicas dos materiais utilizados,

Leia mais

Energias de ionização (ev) 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª 8ª X 5,4 75,6 122,4 Y 13,6 35,2 54,9 77,4 113,9 138,1 739,1 871,1

Energias de ionização (ev) 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª 8ª X 5,4 75,6 122,4 Y 13,6 35,2 54,9 77,4 113,9 138,1 739,1 871,1 1. (Cefet MG 2014) Na tabela a seguir, estão representadas as energias de ionização de dois elementos X e Y pertencentes ao segundo período do quadro periódico. Elementos Energias de ionização (ev) 1ª

Leia mais

Por volta do ano de 1800, já eram conhecidos aproximadamente 33 elementos químicos, uma quantidade suficiente que justifica uma busca para essa

Por volta do ano de 1800, já eram conhecidos aproximadamente 33 elementos químicos, uma quantidade suficiente que justifica uma busca para essa 1 ORGANIZAR... 2 Por volta do ano de 1800, já eram conhecidos aproximadamente 33 elementos químicos, uma quantidade suficiente que justifica uma busca para essa organização. Em 1829, o químico alemão Johann

Leia mais

Goiânia, / / 2014. Elemento Configuração 1 1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 2 1s 2 2s 2 2p 4 3 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 4 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6

Goiânia, / / 2014. Elemento Configuração 1 1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 2 1s 2 2s 2 2p 4 3 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 4 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 Lista de exercícios - Química Aluno (a): Nº. Professora: Núbia de Andrade Série: 1º ano (Ensino médio) Turma: Goiânia, / / 2014. Questão 01) Localize na Tabela Periódica o elemento químico de número atômico

Leia mais

O Átomo. a + thomos = sem divisão

O Átomo. a + thomos = sem divisão O Átomo 1. O nome átomo tem origem na Grécia Antiga no sec. V a.c. Os pensadores antigos falavam da existência de partículas invisíveis e indivisíveis que formariam toda matéria. a + thomos = sem divisão

Leia mais

APSA 2 - Tabela Periódica 10º Ano Novembro de 2011

APSA 2 - Tabela Periódica 10º Ano Novembro de 2011 1. Dada a distribuição eletrónica dos elementos a seguir, indique qual deles apresenta maior e menor raio atómico 3Li: 1s 2 2s 1 7N: 1s 2 2s 2 2p 3 9F: 1s 2 2s 2 2p 5 R: Maior raio Atómico = Li Menor raio

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA E N OS QUâNTICOS TEORIA - PARTE II. Elétron de diferenciação e elétrons de valência. Distribuição eletrônica de íons

DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA E N OS QUâNTICOS TEORIA - PARTE II. Elétron de diferenciação e elétrons de valência. Distribuição eletrônica de íons DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA E N OS QUâNTICOS TEORIA - PARTE II Elétron de diferenciação e elétrons de valência O elétron de diferenciação é definido como o último elétron do subnível mais energético de um

Leia mais

QUÍMICA. A Tabela Periódica. frente 2 MAXIM SHEBEKO DREAMSTIME.COM

QUÍMICA. A Tabela Periódica. frente 2 MAXIM SHEBEKO DREAMSTIME.COM QUÍMICA frente 2 MAXIM SHEBEKO DREAMSTIME.COM A Tabela Periódica 96 Capítulo 4 A Tabela Periódica 1. Histórico da Tabela Periódica 1.1. 1817 As tríades de Döbereiner Até essa data, conheciam-se cerca de

Leia mais

Química A Intensivo V. 1

Química A Intensivo V. 1 Química A Intensivo V. 1 Exercícios 01)A A ideia apresentada na alternativa A, além de algo impossível, não estava incluída na teoria de Dalton que afirmava que átomos iguais pertenciam ao mesmo elemento

Leia mais

A ESTRUTURA ATÔMICA REPRESENTAÇÃO

A ESTRUTURA ATÔMICA REPRESENTAÇÃO A ESTRUTURA ATÔMICA O modelo nuclear admite que o átomo é formado por uma região central extremamente pequena, o núcleo, em torno do qual giram diminutas partículas, constituindo uma outra região, a eletrosfera.

Leia mais

Lista de Exercícios de Recuperação do 3 Bimestre

Lista de Exercícios de Recuperação do 3 Bimestre Lista de Exercícios de Recuperação do 3 Bimestre Instruções gerais: Resolver os exercícios à caneta e em folha de papel almaço ou monobloco (folha de fichário). Copiar os enunciados das questões. Entregar

Leia mais

ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos

ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos Nova Friburgo, de de 2014. Aluno (a): Gabarito Professor(a): ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos Nº: Turma:100 Assuntos: Estrutura atômica; Tabela Periódica; Propriedades periódicas;

Leia mais

Gabarito - Química - Grupo A

Gabarito - Química - Grupo A 1 a QUESTÃO: (1,5 ponto) Avaliador Revisor A estrutura dos compostos orgânicos começou a ser desvendada nos meados do séc. XIX, com os estudos de ouper e Kekulé, referentes ao comportamento químico do

Leia mais

QUÍMICA 1 0 PERÍODO ENSINO MÉDIO TABELA PERIÓDICA A LEI PERIÓDICA

QUÍMICA 1 0 PERÍODO ENSINO MÉDIO TABELA PERIÓDICA A LEI PERIÓDICA QUÍMICA 1 0 PERÍD 1 0 PERÍD ENSIN MÉDI QUÍMICA TABELA PERIÓDICA A LEI PERIÓDICA A medida que se conhece um grande número de elementos químicos e várias de suas propriedades, sentiu-se a necessidade de

Leia mais

Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Ciências Físico-Químicas, 9º ano Ano lectivo 2006 / 2007

Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Ciências Físico-Químicas, 9º ano Ano lectivo 2006 / 2007 Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Ciências Físico-Químicas, 9º ano Ano lectivo 2006 / 2007 Ficha de Trabalho, nº 2 CORRECÇÃO Nome: n.º aluno: Turma: 1. Nas frases seguintes, risca as palavras

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q42 Ligação metálica

Química. Resolução das atividades complementares. Q42 Ligação metálica Resolução das atividades complementares 3 Química Q42 Ligação metálica p. 59 1 (Cefet-PR) Analise as afirmações a seguir: I. O metal X é leve, sofre pouca corrosão e é bastante utilizado na construção

Leia mais

COLÉGIO EUCARÍSTICO Fixando o Conteúdo

COLÉGIO EUCARÍSTICO Fixando o Conteúdo COLÉGIO EUCARÍSTICO Fixando o Conteúdo 2 Bimestre 1. Tem-se dois elementos químicos A e B, com números atômicos iguais a 20 e 35, respectivamente. Escrever as configurações eletrônicas dos dois elementos.

Leia mais

Química A Intensivo V. 1

Química A Intensivo V. 1 1 Química A Intensivo V. 1 Exercícios 01) 10 01. Incorreta. O modelo atômico de Dalton não prevê a existência de elétrons. 02. Correta. Segundo Dalton, os átomos eram indestrutíveis e, durante uma reação

Leia mais

Lista de exercícios 11 Classificação periódica

Lista de exercícios 11 Classificação periódica Lista de exercícios 11 Classificação periódica 01. (UNESP) Associar os números das regiões da tabela periódica esquematizada a seguir com: a) os metais alcalinos, b) os não-metais, c) os gases nobres,

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. 1ª série Turma: FG

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. 1ª série Turma: FG COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: QUÍMICA Professora: Maria Luiza 1ª série Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

COLÉGIO EUCARÍSTICO Fixando o Conteúdo

COLÉGIO EUCARÍSTICO Fixando o Conteúdo COLÉGIO EUCARÍSTICO Fixando o Conteúdo 2 Bimestre 1. Tem-se dois elementos químicos A e B, com números atômicos iguais a 20 e 35, respectivamente. Escrever as configurações eletrônicas dos dois elementos.

Leia mais

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida.

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida. TEXTO PARA A QUESTÃO 1. Sonda espacial detecta sal de cozinha em lua de Saturno A análise da composição química do anel mais externo de Saturno revelou a presença de 98% de água, 1% de cloreto de sódio,

Leia mais

Prof. Willame TABELA PERIÓDICA

Prof. Willame TABELA PERIÓDICA TABELA PERIÓDICA 1. A organização dos elementos Com a descoberta de uma grande variedade de átomos, tornou-se necessária à criação de uma sistemática de classificação. Para organizar os elementos, utilizaram-se

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. DISCIPLINA:Química SÉRIE: 1º. ALUNO(a):

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. DISCIPLINA:Química SÉRIE: 1º. ALUNO(a): GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSORA: Núbia de Andrade DISCIPLINA:Química SÉRIE: 1º ALUNO(a): Lista de Exercícios P2 I Bimestre No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente

Leia mais

Tabela Periódica. Li C S Na Br X K l Te

Tabela Periódica. Li C S Na Br X K l Te 1. (Ufg 2013) Para estimular um estudante a se familiarizar com os números atômicos de alguns elementos químicos, um professor cobriu as teclas numéricas de uma calculadora com os símbolos dos elementos

Leia mais

INTRODUÇÃO: BASES DA ORGANIZAÇÃO DOS ELEMENTOS

INTRODUÇÃO: BASES DA ORGANIZAÇÃO DOS ELEMENTOS INTRODUÇÃO: BASES DA ORGANIZAÇÃO DOS ELEMENTOS Se você é um filatelista ou um colecionador de CDs (compact discs), provavelmente utiliza algum critério para organizar os itens de sua coleção. Os selos,

Leia mais

Disciplina: Química Professor: Giorgio Antoniolli TABELA PERIÓDICA

Disciplina: Química Professor: Giorgio Antoniolli TABELA PERIÓDICA Disciplina: Química Professor: Giorgio Antoniolli TABELA PERIÓDICA BREVE HISTÓRICO Mendeleev (1869): organizou os elementos em ordem crescente de massas atômicas. Os elementos de comportamento químico

Leia mais

1. Qual a fórmula do composto formado entre o cálcio, Ca (Z = 20) e o flúor F (Z = 9)?

1. Qual a fórmula do composto formado entre o cálcio, Ca (Z = 20) e o flúor F (Z = 9)? EXERCÍCIOS REVISÃO 1ª série 1. Qual a fórmula do composto formado entre o cálcio, Ca (Z = 20) e o flúor F (Z = 9)? 2. Qual a fórmula do composto formado entre o potássio, K (Z = 19) e o enxofre, S (Z =

Leia mais

2) Um átomo T apresenta menos 2 prótons que um átomo Q. Com base nessa informação, assinale a opção falsa.

2) Um átomo T apresenta menos 2 prótons que um átomo Q. Com base nessa informação, assinale a opção falsa. 1) Um átomo, cujo número atômico é 18, está classificado na Tabela Periódica como: a) metal alcalino b) metal alcalinoterroso c) metal terroso d) ametal e) gás nobre 2) Um átomo T apresenta menos 2 prótons

Leia mais

Próton Nêutron Elétron

Próton Nêutron Elétron Próton Nêutron Elétron ARNOLD SOMMERFELD MODELO ATÔMICO DE ARNOLD SOMMERFELD - 1916 Ao pesquisar o átomo, Sommerfeld concluiu que os elétrons de um mesmo nível, ocupam órbitas de trajetórias diferentes

Leia mais

Ligações Químicas Ligação Iônica Ligação Metálica

Ligações Químicas Ligação Iônica Ligação Metálica Química Geral e Inorgânica QGI0001 Eng a. de Produção e Sistemas Prof a. Dr a. Carla Dalmolin Ligações Químicas Ligação Iônica Ligação Metálica Periodicidade O átomo é visto como uma esfera, onde só as

Leia mais

Prof. Luis Carlos F. Oliveira IFAL- Campus Marechal/AL

Prof. Luis Carlos F. Oliveira IFAL- Campus Marechal/AL Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas IF/AL Coordenadoria de Química Disciplina: Química - 2º bimestre ALAGOAS Aluno:... Prof. Luis Carlos F. Oliveira IFAL- Campus Marechal/AL

Leia mais

Quais são as informações que o casal está nos fornecendo?

Quais são as informações que o casal está nos fornecendo? Quais são as informações que o casal está nos fornecendo? Estamos na mesa periódica. A história da tabela periódica Embora os elementos, tais como ouro (Au), prata (Ag), estanho (Sn), cobre (Cu), chumbo

Leia mais

Resoluções das Atividades

Resoluções das Atividades Resoluções das Atividades Sumário Módulo 1 Teoria atômica básica e leis ponderais Evolução dos modelos atômicos Modelo atômico atual 1 Módulo 2 Números quânticos; Distribuição eletrônica Paramagnetismo,

Leia mais

05 - (UEL PR/1994) Localize na tabela periódica o elemento químico de número atômico 20 e escolha a(s)

05 - (UEL PR/1994) Localize na tabela periódica o elemento químico de número atômico 20 e escolha a(s) 01 - (UEM PR/2012) Assinale o que for correto. (01) Dentro de uma família na tabela periódica, todos os elementos químicos têm temperatura de fusão aumentada com o aumento do número atômico. (02) Qualquer

Leia mais

Como classificar os elementos. Classificação periódica dos elementos químicos. As tríades de Döbereiner. Lei das oitavas 06/09/2017

Como classificar os elementos. Classificação periódica dos elementos químicos. As tríades de Döbereiner. Lei das oitavas 06/09/2017 Como classificar os elementos Classificação periódica dos elementos químicos 1650: prata, arsênio, ouro, carbono, cobre, ferro, mercúrio, chumbo, enxofre, antimônio e estanho; Hemnning Brand: tentando

Leia mais

01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é:

01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é: 01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é: a) Halogênios b) Calcogênios c) Metais Alcalinos Terrosos d) Metais Alcalinos e) Gases Nobres 02) (UFF-RJ)

Leia mais

Curso Semi-extensivo LISTA EXERCÍCIOS - 06 Disciplina: Química Professor: Eduar Fernando Rosso

Curso Semi-extensivo LISTA EXERCÍCIOS - 06 Disciplina: Química Professor: Eduar Fernando Rosso Curso Semi-extensivo LISTA EXERCÍCIOS - 06 Disciplina: Química Professor: Eduar Fernando Rosso TABELA PERIÓDICA E PROPRIEDADES PERIÓDICAS 01 (Pucrs 016) A Tabela Periódica contém todos os elementos químicos

Leia mais

Teoria Atômica. Constituição da matéria. Raízes históricas da composição da matéria. Modelos atômicos. Composição de um átomo.

Teoria Atômica. Constituição da matéria. Raízes históricas da composição da matéria. Modelos atômicos. Composição de um átomo. Teoria Atômica Constituição da matéria Raízes históricas da composição da matéria Modelos atômicos Composição de um átomo Tabela periódica Raízes Históricas 6000 a.c.: descoberta do fogo 4000 a.c.: vidros,

Leia mais

Lista de exercícios 12 Propriedades periódicas

Lista de exercícios 12 Propriedades periódicas Lista de exercícios 12 Propriedades periódicas 01. (UEG) O gráfico a seguir indica a primeira variação do potencial de ionização, em função dos números atômicos. Analise o gráfico, consulte a tabela periódica

Leia mais

Próton Nêutron Elétron

Próton Nêutron Elétron Próton Nêutron Elétron Próton Nêutron Elétron Número de prótons: 54 2 Nome do elemento: BORO BERÍLIO HÉLIO Esta Os quantidade diferentes tipos de prótons de átomos recebe (elementos o nome químicos) de

Leia mais

Prova de Recuperação Bimestral de Ciências Nome Completo: Data: / /2010

Prova de Recuperação Bimestral de Ciências Nome Completo: Data: / /2010 COLÉGIO MARIA IMACULADA QI 05 ch. 72 LAGO SUL BRASÍLIA DF E-MAIL: cmidf@cmidf.com.br FONE: 248 4768 SITE: www.cmidf.com.br VALOR:10 pontos. NOTA: 9ºano 2º PERÍODO Prova de Recuperação Bimestral de Ciências

Leia mais

Breve história da Tabela Periódica

Breve história da Tabela Periódica Breve história da Tabela Periódica Apesar dos parcos conhecimentos de Química que cada um possa ter, com certeza que já ouviu falar da Tabela Periódica, uma disposição sistemática dos elementos químicos

Leia mais

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR LIGAÇÕES QUÍMICAS 5 TEORIA CORPUSCULAR 1 INTRODUÇÃO O fato de os gases nobres existirem na natureza como átomos isolados, levou os cientistas KOSSEL e LEWIS a elaborar um modelo para as ligações químicas.

Leia mais

EXERCÍCIOS - TABELA PERIÓDICA - 2012

EXERCÍCIOS - TABELA PERIÓDICA - 2012 EXERCÍCIOS - TABELA PERIÓDICA - 2012 1- (CEUB) Examine atentamente o gráfico que mostra a variação de determinada propriedade X com o número atômico Z. A) A propriedade X é uma propriedade periódica. B)

Leia mais

[A] Incorreta. O amálgama é uma liga metálica, ou seja, uma mistura homogênea, em que o principal componente é o mercúrio. [Xe] 6s 4f 5d.

[A] Incorreta. O amálgama é uma liga metálica, ou seja, uma mistura homogênea, em que o principal componente é o mercúrio. [Xe] 6s 4f 5d. Gabarito: Resposta da questão 1: A representação do elemento químico do átomo da espécie responsável pela coloração pertence à família dos metais alcalinos-terrosos da tabela periódica, ou seja, família

Leia mais

Química Atomística Profª: Bruna Villas Bôas. Exercícios

Química Atomística Profª: Bruna Villas Bôas. Exercícios NÚMERO ATÔMICO (Z) Os diferentes tipos de átomos (elementos químicos) são identificados pela quantidade de prótons (P) que possui. Esta quantidade de prótons recebe o nome de número atômico e é representado

Leia mais

Classificação Periódica dos Elementos

Classificação Periódica dos Elementos Classificação Periódica dos Elementos Evolução Histórica Estrutura da Tabela Periódica Classificação Geral dos Elementos Propriedades dos Elementos: Aperiódicas Periódicas Evolução Histórica 1817 Lei das

Leia mais

Apresentar, através da configuração eletrônica, propriedades físicas e químicas dos elementos químicos.

Apresentar, através da configuração eletrônica, propriedades físicas e químicas dos elementos químicos. CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS (I) META Apresentar, através da configuração eletrônica, propriedades físicas e químicas dos elementos químicos. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: reconhecer

Leia mais

Lista 1 Atomística e tabela periódica

Lista 1 Atomística e tabela periódica Lista 1 Atomística e tabela periódica 1. (Ufrn 2013) A Lei Periódica e sua representação gráfica, a Tabela Periódica, são dois conhecimentos essenciais para a química e para os químicos. D. Mendeleev (1834-1907),

Leia mais

Os elementos que têm 5 elétrons de valência, ou seja, pertencem à família VA, são P e As, portanto está correto o item D.

Os elementos que têm 5 elétrons de valência, ou seja, pertencem à família VA, são P e As, portanto está correto o item D. 01 Os elementos que têm 5 elétrons de valência, ou seja, pertencem à família VA, são P e As, portanto está correto o item D. 02 A energia de ionização cresce para direita da tabela periódica, portanto

Leia mais

Profa Fernanda Galante Fundamentos de Química e Biologia Molecular/ Nutrição Material 3 1 LIGAÇÕES QUIMICAS

Profa Fernanda Galante Fundamentos de Química e Biologia Molecular/ Nutrição Material 3 1 LIGAÇÕES QUIMICAS Profa Fernanda Galante Fundamentos de Química e Biologia Molecular/ Nutrição Material 3 1 LIGAÇÕES QUIMICAS REGRA DO OCTETO Cada átomo tem um número de elétrons diferente e estes e - (elétrons) estão distribuídos

Leia mais

Como sendo aquelas cujos valores variam apenas com o número atômico e não com a ordem da Tabela Periódica. São propriedades que não se repetem em

Como sendo aquelas cujos valores variam apenas com o número atômico e não com a ordem da Tabela Periódica. São propriedades que não se repetem em Como sendo aquelas cujos valores variam apenas com o número atômico e não com a ordem da Tabela Periódica. São propriedades que não se repetem em ciclos, períodos ou famílias. O Calor Específico varia

Leia mais

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 07 TURMA ANUAL

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 07 TURMA ANUAL RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 07 TURMA ANUAL 01. Item D Os elementos que têm 5 elétrons de valência, ou seja, pertencem à família VA, são P e As, portanto está correto o item D. 02. Item B A energia

Leia mais

TABELA PERIÓDICA MÓDULO 1 TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS

TABELA PERIÓDICA MÓDULO 1 TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS TABELA PERIÓDICA MÓDULO 1 TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS TABELA PERIÓDICA EVOLUÇÃO HISTÓRICA 1817 Lei das Tríades / Dobereiner (alemão) 1862 Parafuso Telúrico / Chancourtois (francês) 1864 Lei das Oitavas / Newlands

Leia mais

Correção da ficha de trabalho N.º3

Correção da ficha de trabalho N.º3 Correção da ficha de trabalho N.º3 1- Classifique as afirmações seguintes em verdadeiras ou falsas, corrigindo estas últimas: A. A passagem de um átomo de um estado excitado ao estado fundamental é acompanhada

Leia mais

Aulas Particulares on-line

Aulas Particulares on-line QUÍMICA PRÉ-VESTIBULAR LIVRO DO PROFESSOR 2006-2008 IESDE Brasil S.A. É proibida a reprodução, mesmo parcial, por qualquer processo, sem autorização por escrito dos autores e do detentor dos direitos autorais.

Leia mais

Classificação Periódica dos Elementos

Classificação Periódica dos Elementos Classificação Periódica dos Elementos Reis, Oswaldo Henrique Barolli. R375c Classificação periódica dos elementos / Oswaldo Henrique Barolli. Varginha, 2015. 34 slides : il. Sistema requerido: Adobe Acrobat

Leia mais

A História da Tabela Periódica

A História da Tabela Periódica I Desenvolvimento. 1.1. - A História da Tabela Periódica Um pré-requisito necessário para construção da tabela periódica, foi a descoberta individual dos elementos químicos. Embora os elementos, tais como

Leia mais

Quais são as informações que o casal está nos fornecendo?

Quais são as informações que o casal está nos fornecendo? Quais são as informações que o casal está nos fornecendo? Estamos na mesa periódica. A história da tabela periódica Embora os elementos, tais como ouro (Au), prata (Ag), estanho (Sn), cobre (Cu), chumbo

Leia mais

54) Escreva o número de elétrons de valência e classifica quanto a configuração eletrônica dos elementos:

54) Escreva o número de elétrons de valência e classifica quanto a configuração eletrônica dos elementos: CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS 54) Escreva o número de elétrons de valência e classifica quanto a configuração eletrônica dos elementos: a) K b) B c) I d) Ne 55) Dê o nome da família e a camada

Leia mais

Os elementos químicos sempre foram agrupados de modo a termos elementos semelhantes juntos, tendo desta maneira o desenvolvimento de várias tabelas

Os elementos químicos sempre foram agrupados de modo a termos elementos semelhantes juntos, tendo desta maneira o desenvolvimento de várias tabelas Os elementos químicos sempre foram agrupados de modo a termos elementos semelhantes juntos, tendo desta maneira o desenvolvimento de várias tabelas até os nossos dias atuais P E R Í O D O S A TABELA PERIÓDICA

Leia mais

PROPRIEDADES PERIÓDICAS I

PROPRIEDADES PERIÓDICAS I PROPRIEDADES PERIÓDICAS I Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 Considere as primeiras, segundas, terceiras e quartas energias de ionização dos elementos

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA AO LONGO DA TABELA PERIÓDICA

DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA AO LONGO DA TABELA PERIÓDICA DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA AO LONGO DA TABELA PERIÓDICA EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (UEL-PR) Considere o texto abaixo. Os átomos de cloro, bromo e iodo têm o mesmo número X na camada de valência e, por isso,

Leia mais

LIGAÇÕES QUÍMICAS. Um novo jeito de se aprender química Helan Carlos e Lenine Mafra- Farmácia- 2014.2

LIGAÇÕES QUÍMICAS. Um novo jeito de se aprender química Helan Carlos e Lenine Mafra- Farmácia- 2014.2 ATENÇÃO: Não sou o detentor dos direitos e também não tenho a intenção de violá-los de nenhuma imagem, exemplo prático ou material de terceiros que porventura venham a ser utilizados neste ou em qualquer

Leia mais

Aula 3: Tabela Periódica

Aula 3: Tabela Periódica Aula 3: Tabela Periódica PESQUISA INDIVIDUAL N1 Pesquisa individual envolvendo Elementos Químicos Elaborar um folder colorido (papel A4) envolvendo os seguintes tópicos: 1. Histórico e curiosidades 2.

Leia mais

Esse grupo já foi conhecido como gases raros e gases inertes.

Esse grupo já foi conhecido como gases raros e gases inertes. GASES NOBRES GRUPO 18 OU VIIIA Esse grupo já foi conhecido como gases raros e gases inertes. Gases raros não é apropriado porque o argônio (Ar) não é raro (é mais abundante que o CO 2 no ar). Gases Inertes

Leia mais

Colégio Pedro II Campus São Cristóvão II Disciplina: Ciências 2º Trimestre/ 9º ano TABELA PERIÓDICA

Colégio Pedro II Campus São Cristóvão II Disciplina: Ciências 2º Trimestre/ 9º ano TABELA PERIÓDICA Colégio Pedro II Campus São Cristóvão II Disciplina: Ciências 2º Trimestre/ 9º ano TABELA PERIÓDICA Agosto/2017 OS ELEMENTOS QUÍMICOS Podemos definir um elemento químico como sendo o conjunto de átomos

Leia mais

CIÊNCIAS DA NATUREZA - QUÍMICA Prof. Adriana Strelow 1º Ano

CIÊNCIAS DA NATUREZA - QUÍMICA Prof. Adriana Strelow 1º Ano CIÊNCIAS DA NATUREZA - QUÍMICA Prof. Adriana Strelow 1º Ano - 2016 TABELA PERIÓDICA ATUAL: Os elementos estão ordenados em ordem crescente de número atômico. O critério utilizado para classificar os elementos

Leia mais

Cap. 4: A Química e sua influência histórica. Equipe de Biologia

Cap. 4: A Química e sua influência histórica. Equipe de Biologia Cap. 4: A Química e sua influência histórica Equipe de Biologia Origem dos elementos químicos O Big Bang é o momento da explosão que deu origem ao Universo, entre 12 e 15 bilhões de anos atrás. A evolução

Leia mais

Tabela Periódica Prof. Francisco Sallas

Tabela Periódica Prof. Francisco Sallas Tabela Periódica Prof. Francisco Sallas www.tapetedepedra.weebly.com Histórico 1817 - Tríades Dohereiner 1862 - Parafuso Telúrico de De Chancourtois 1864 - Lei das Oitavas de Newlands 1869 - D. F. Mendeleiev:

Leia mais

Qui. Semana. Allan Rodrigues Xandão (Renan Micha)

Qui. Semana. Allan Rodrigues Xandão (Renan Micha) Semana 4 Allan Rodrigues Xandão (Renan Micha) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

Química Geral Classificação Periódica

Química Geral Classificação Periódica Química Geral Classificação Periódica 1. (G1 - cftmg 2014) Um elemento X possui 6 camadas eletrônicas preenchidas e 7 elétrons no último nível. Portanto esse elemento localiza-se na família do(s) e no

Leia mais

1ª série Ensino Médio - Simulado Química 1º bimestre 1. Seja uma mistura formada por: um pouco de areia, uma pitada de sal de cozinha, 100ml de álcool, 100ml de água e cubos de gelo. Quantas fases apresenta

Leia mais

AULA: Tabela Periódica

AULA: Tabela Periódica AULA: Tabela Periódica Um Breve Histórico Antoine-Lavoisier (1789) Em sua obra O Tratado Elementar da Química: Listou algumas substâncias as quais não podiam ser quebradas como o hidrogênio,o Oxigênio,

Leia mais

Classificação Periódica dos Elementos. Estrutura da Tabela Periódica. Ordem crescente de Número Atômico (Z): Z = n de prótons = n e -

Classificação Periódica dos Elementos. Estrutura da Tabela Periódica. Ordem crescente de Número Atômico (Z): Z = n de prótons = n e - Classificação Periódica dos Elementos Estrutura da Tabela Periódica Ordem crescente de Número Atômico (Z): 13 Al 26,9 Z = n de prótons = n e - A = média ponderada das massas atômicas dos isótopos. Estrutura

Leia mais

Qualidade Ambiental Química

Qualidade Ambiental Química Qualidade Ambiental Química Programa Revisão dos Conceitos Básicos de Química e Estatística Poluição o Ar e a Química da Troposfera Reações Químicas ligadas à Emissão de Poluentes da Atmosfera Bibliografia

Leia mais

Nº máximo 2 8 18 32 32 18 2. Camadas K L M N O P Q 20 Ca (Z=20) 2 8??

Nº máximo 2 8 18 32 32 18 2. Camadas K L M N O P Q 20 Ca (Z=20) 2 8?? Ligações químicas Na natureza, todos os sistemas tendem a adquirir a maior estabilidade possível. Os átomos ligam-se uns aos outros para aumentar a sua estabilidade. Os gases nobres são as únicas substâncias

Leia mais

Xenubi é um jogo de cartas com as mesmas regras do Super Trunfo, porém sobre propriedades periódicas.

Xenubi é um jogo de cartas com as mesmas regras do Super Trunfo, porém sobre propriedades periódicas. nubi é um jogo de cartas com as mesmas regras do Super Trunfo, porém sobre propriedades periódicas. ISTRÇÕES * Jogue em duplas * Cada dupla deve ter o mesmo número de cartas. * A dupla pode compartilhar

Leia mais

A = Z + n = p + n. Número atômico e número de massa. Número de massa. Elemento. Número atômico. Número de nêutrons.

A = Z + n = p + n. Número atômico e número de massa. Número de massa. Elemento. Número atômico. Número de nêutrons. Número atômico e número de massa Número de massa Número atômico A X Z Elemento A = Z + n = p + n Número de prótons Número de nêutrons Z = p: Determina o elemento químico do átomo. No estado fundamental

Leia mais

1º trimestre Sala de Estudos Data: 12/04/17 Ensino Médio 1º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº

1º trimestre Sala de Estudos Data: 12/04/17 Ensino Médio 1º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº 1º trimestre Sala de Estudos Data: 12/04/17 Ensino Médio 1º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº Conteúdo: Tabela periódica (localização e classificação dos elementos e propriedades periódicas) Caso

Leia mais

A Matéria Química Geral

A Matéria Química Geral Química Geral A Matéria Tudo o que ocupa lugar no espaço e tem massa. A matéria nem sempre é visível Noções Preliminares Prof. Patrícia Andrade Mestre em Agricultura Tropical Massa, Inércia e Peso Massa:

Leia mais

A primeira ideia mais objectiva de elemento surgiu com os filósofos gregos:

A primeira ideia mais objectiva de elemento surgiu com os filósofos gregos: A primeira ideia mais objectiva de elemento surgiu com os filósofos gregos: Thales de Mileto (624-546 a.c) supunha que todas as coisas tinham a origem na água; Anaximenes de Mileto (560-500 a.c) propunha

Leia mais

LISTA D QUÍMICA- TONI - ATITUDE

LISTA D QUÍMICA- TONI - ATITUDE LISTA D QUÍMICA- TONI - ATITUDE www.sosprofessor.xpg.com.br 1 (FESP) Considere os elementos A, B, C e D. As distribuições eletrônicas dos elementos são respectivamente: 1s² 3s¹, 1s². 3p 4, 1s². 30p 5 e

Leia mais

ANEXO IV. II- um armário para armazenagem de solventes, com construção resistente ao fogo.

ANEXO IV. II- um armário para armazenagem de solventes, com construção resistente ao fogo. ANEXO IV ARMAZENAMENTO DE PRODUTOS QUÍMICOS. No laboratório, almoxarifado e em locais em que se tenha que armazenar ou manipular substâncias químicas, deve-se ter em conta sua composição, pois muitas delas

Leia mais

Química 1 Química Geral 1

Química 1 Química Geral 1 α α = 2 3 2 2 34 2 2 34 56787 977 7 767 34 2 56787 97657 23456789 9 24869 234869 + 567 7657 23456789 24869 24869 2 3 4 35 4 34 + = = Química Geral A Lei Periódica é estabelecida nestes termos: As

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final Disciplina: Química Ano: 2012 Professor (a): Elisa Landim Turma: 1º FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação. Faça a lista

Leia mais