A indústria de biodiesel no Brasil: panorama atual e visão de futuro

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A indústria de biodiesel no Brasil: panorama atual e visão de futuro"

Transcrição

1 - Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais A indústria de biodiesel no Brasil: panorama atual e visão de futuro Leonardo Zilio Assessor Econômico Brasília/DF 26 de agosto de 2014

2 Acompanhamento ü Sistematização de estatísticas do mercado de biodiesel: produção e entregas de biodiesel; vendas e importações de diesel B; matriz de matérias-primas; preços setoriais seção Estatística

3 Acompanhamento ü Análise Mensal do Mercado de Biodiesel seção Publicações

4 O biodiesel no Brasil ü A demanda por biodiesel depende do consumo de diesel B e do percentual de mistura compulsória; ü PNPB: criado pela Lei nº /2005; ü Momento decisório: MP 647/14. Percentual de biodiesel no diesel B 10% 9% 8% 7% 6% 5% 4% 3% 2% 1% 0% Produção nacional de biodiesel 2013: 2,92 bilhões de litros 2014*: ~ 3,45 bilhões de litros * Projeções com base na aprovação da MP 647

5 O biodiesel no Brasil 2% 23% 2% 2% 6% 48% 74% 7% 37% Óleo de soja Óleo de algodão Gorduras animais Outras matérias primas Fonte: ANP valores acumulados até junho Fonte: ANP valores acumulados até maio

6 Importações de diesel 20% 18% % 14% 12% 10% 8% 6% 4% 2% 0% 6% 9% 19% 18% 12% 13% 8% Participação das importações de diesel 14% 18% 19% ü Economia de R$ 2,3 bilhões em importações de diesel mineral com a aprovação da MP 647/2014. ü Ao todo, projeção de redução de 3,45 bilhões de litros em importações de diesel mineral, com valor estimado em mais de R$ 6,5 bilhões. Fonte: MDIC valores acumulados até junho

7 Impacto sobre a balança comercial Redução das importações de diesel mineral Aumento das exportações de farelo de soja Aumento das exportações de glicerina Aumento das exportações de carnes Redução das exportações de soja e óleo de soja Aumento das importações de metanol e metilato SALDO ESTIMADO: R$ 101 a 143 milhões Balança comercial neutra, com viés positivo

8 Convergências setoriais: produção de biodiesel, soja e carnes no Brasil 8 maiores capacidades de processamento soja: RS GO BA MG MT SP MS PR ~ 94% da capacidade nacional 8 maiores capacidades instaladas na indústria do biodiesel: RS GO BA SC MT SP MS PR ~ 90% da capacidade nacional 8 maiores abates de bovinos, aves e suínos: RS GO BA SC MT SP MS PR ~ 80% dos abates nacionais Fonte:, ANP, IBGE

9 Benefícios ambientais: emissões GEE Pegada de C biodiesel de soja produzido no MT: base Paulínia/SP = Redução GEE 69% 72% -3,6% 85,2 82,1 80,9-5% 79,0-7,3% -14,5% 72,8 Diesel mineral B5 B7 B10 B20 Fonte: Delta CO2

10 Outras externalidades do PNPB ü 99% dos agricultores familiares do PNPB classificam como ótima ou boa a assistência técnica prestada e acreditam que seria interessante avançar com o Programa; ü Entre 1991 e 2010, os municípios sojícolas tiveram aumentos maiores de seus IDH s em comparação com as respectivas médias estaduais; ü O PNPB proporciona avanços nos segmentos de processamento de soja e abate de animais, haja vista a agregação de valor aos derivados da soja e das carnes: Fonte:, ABOISSA

11 Impactos inflacionários ínfimos em virtude da elevação de mistura B5 B6 Cesta básica: Tarifa de ônibus: R$ 0,003/passe R$ 0,10/un ü O cenário atual é muito mais favorável, haja vista a queda dos preços do biodiesel e alta dos preços do diesel mineral. Estimativa de redução de pelo menos 50% nos impactos inflacionários. B5 B7 Tarifa de ônibus: R$ 0,007/passe Cesta básica: R$ 0,20/un Análise FGV Hoje B5 B10 Tarifa de ônibus: R$ 0,017/passe Cesta básica: R$ 0,50/un Fonte: FGV

12 Balanço decisório ü Agregou valor à subprodutos como o óleo de fritura e o sebo bovino ü Redução emissões diretas e de GEE ü Impulsionou o setor de palma no Norte ü Há distribuição produtiva na cadeia do biodiesel ü Importante elo para o vetor farelo => consistência ao setor de carnes ü Atua forte e positivamente na sustentação da agricultura familiar ü Gera impactos benéficos à saúde humana ü Gera mais empregos, renda e PIB ü Reduz a necessidade de importação de diesel Carrega baixos impactos inflacionários Balança comercial neutra

13 Balanço decisório ü Agregou valor à subprodutos como o óleo de fritura e o sebo bovino ü Redução emissões diretas e de GEE ü Impulsionou o setor de palma no Norte ü Há distribuição produtiva na cadeia do biodiesel ü Importante elo para o vetor farelo => consistência ao setor de carnes Carrega baixos impactos inflacionários Balança comercial neutra ü Atua forte e positivamente na sustentação da agricultura familiar ü Gera impactos benéficos à saúde humana ü Gera mais empregos, renda e PIB ü Reduz a necessidade de importação de diesel

14 Visão de futuro Percentual de biodiesel no diesel B 10% 9% 8% 7% 6% 5% 4% 3% 2% 1% 0% B10 em 2020 Economia de R$ 7,2 bilhões em importações de diesel Redução de emissões de CO2 equivalente ao plantio de 72 milhões de árvores Mais PIB, maior geração de renda e incentivos consistentes à agregação de valor dentro do território nacional!!

15 - Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais

Comissão Mista Medida Provisória 647/2014 Audiência Pública

Comissão Mista Medida Provisória 647/2014 Audiência Pública Versão 16 Jul 14 Comissão Mista Medida Provisória 647/2014 Audiência Pública Senado Federal, 16/07/2014 IMPACTOS DO PNPB Aspectos mais relevantes das Externalidades Positivas do PNPB (Programa Nacional

Leia mais

Agenda positiva setorial e o aumento da responsabilidade do biodiesel no cenário energético nacional

Agenda positiva setorial e o aumento da responsabilidade do biodiesel no cenário energético nacional - Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Agenda positiva setorial e o aumento da responsabilidade do biodiesel no cenário energético nacional Leonardo Zilio Assessor Econômico leonardo@abiove.org.br

Leia mais

Os Benefícios do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB) para a sociedade e suas perspectivas para os próximos anos.

Os Benefícios do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB) para a sociedade e suas perspectivas para os próximos anos. Os Benefícios do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB) para a sociedade e suas perspectivas para os próximos anos. Industria Matéria-prima Mão de obra Saúde e Meio Ambiente Economia 2

Leia mais

Impactos Socioeconômicos da Indústria de Biodiesel no Brasil. Joaquim J.M. Guilhoto Marcelo P. Cunha

Impactos Socioeconômicos da Indústria de Biodiesel no Brasil. Joaquim J.M. Guilhoto Marcelo P. Cunha Impactos Socioeconômicos da Indústria de Biodiesel no Brasil Joaquim J.M. Guilhoto Marcelo P. Cunha Agosto - 2013 2011 Biodiesel INTRODUÇÃO E OBJETIVOS 2011 Biodiesel ODM-Importado 2011 ODM-Nacional Biodiesel

Leia mais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais ANÁLISE MENSAL DO MERCADO DE BIODIESEL: EDIÇÃO Nº 13 FEVEREIRO DE 214 A, documento elaborado pela Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais ABIOVE, possui o intuito de levar ao mercado informações

Leia mais

A indústria de biodiesel no Brasil: desafios e oportunidades futuros

A indústria de biodiesel no Brasil: desafios e oportunidades futuros - Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais A indústria de biodiesel no Brasil: desafios e oportunidades futuros Leonardo Zilio Assessor Econômico leonardo@abiove.org.br Fortaleza/CE Março

Leia mais

O efeito do biodiesel na economia do Brasil: Muito além da energia!

O efeito do biodiesel na economia do Brasil: Muito além da energia! O efeito do biodiesel na economia do Brasil: Muito além da energia! Sumário Economia brasileira e Biodiesel Diesel, Biodiesel e importação Evolução da cadeia de valor Empregos na Indústria PIB de cidades

Leia mais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais ANÁLISE MENSAL DO MERCADO DE BIODIESEL: EDIÇÃO Nº 1 - MARÇO DE 213 A, documento elaborado pela Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais ABIOVE, possui o intuito de levar ao mercado informações

Leia mais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais m³ ANÁLISE MENSAL DO MERCADO DE BIODIESEL: EDIÇÃO Nº 6 - JULHO DE 2013 A, documento elaborado pela Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais ABIOVE, possui o intuito de levar ao mercado informações

Leia mais

Biodiesel: produção e benefícios

Biodiesel: produção e benefícios Audiência Pública da Comissão Especial sobre Motores a Diesel para Veículos Leves Biodiesel: produção e benefícios Daniel Furlan Amaral Gerente de Economia Câmara dos Deputados Brasília DF 2 de março 2016

Leia mais

Conjuntura e perspectivas. Panorama do mercado de extração de óleos

Conjuntura e perspectivas. Panorama do mercado de extração de óleos Conjuntura e perspectivas Panorama do mercado de extração de óleos I Simpósio Tecnológico PBIO de Extração de Óleos Vegetais Daniel Furlan Amaral Economista Rio de Janeiro - RJ 03 Dezembro 2009 Roteiro

Leia mais

SOCIEDADE BRASILEIRA DE ÓLEOS E GORDURAS

SOCIEDADE BRASILEIRA DE ÓLEOS E GORDURAS SOCIEDADE BRASILEIRA DE ÓLEOS E GORDURAS PLANTAS OLEAGINOSAS POTENCIAIS PARA A PRODUÇÃO DE BIODIESEL Prof. Dr. Gil Miguel de Sousa Câmara USP / ESALQ - LPV Florianópolis - SC Novembro / 2007 O POR QUÊ

Leia mais

BIODIESEL ENERGIA MÓVEL GARANTIDA 100% ECOLOGICA PARA COPA E PARA O MUNDO

BIODIESEL ENERGIA MÓVEL GARANTIDA 100% ECOLOGICA PARA COPA E PARA O MUNDO BIODIESEL ENERGIA MÓVEL GARANTIDA 100% ECOLOGICA PARA COPA E PARA O MUNDO O que é BIODIESEL BIODIESEL é um combustível produzido a partir de óleos vegetais ou gordura animal, que pode ser utilizado em

Leia mais

Produção e consumo de óleos vegetais no Brasil Sidemar Presotto Nunes

Produção e consumo de óleos vegetais no Brasil Sidemar Presotto Nunes Produção e consumo de óleos vegetais no Brasil Sidemar Presotto Nunes Apresentação O consumo de óleos vegetais tem aumentado no mundo todo, substituindo parte do consumo de gorduras animais. Embora tenham

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Conceito de Agronegócio e a atuação do Imea 2 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 2.1 Agronegócio Soja 2.2 Agronegócio Milho 2.3 Agronegócio Algodão

Leia mais

Potencial dos Biocombustíveis

Potencial dos Biocombustíveis Potencial dos Biocombustíveis Mozart Schmitt de Queiroz Gerente Executivo de Desenvolvimento Energético Diretoria de Gás e Energia Petrobras S.A. Belo Horizonte, 17 de outubro de 2007 Evolução da Capacidade

Leia mais

4 Coleta de dados. 4.1. Soja

4 Coleta de dados. 4.1. Soja 50 4 Coleta de dados Os principais dados necessários para este estudo são os preços históricos dos insumos, subprodutos e reagentes decorrentes da produção do Biodiesel a partir de cada uma das oleaginosas

Leia mais

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007 ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES / 2007 1- Balança Comercial Mato Grosso continua tendo superávit na Balança Comercial registrando em 2007 um expressivo saldo de US$ 4,38 bilhões valor que representa

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 1.1 Agronegócio Soja 1.2 Agronegócio Milho 1.3 Agronegócio Algodão 1.4 Agronegócio Boi 2 Competitividade 2.1 Logística

Leia mais

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 dezembro, 2012 Índice 1. Algodão 2. Soja 3. Milho 4. Boi Gordo 5. Valor Bruto da Produção ALGODÃO Mil toneladas

Leia mais

PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO. Resumo Executivo Pesquisa 2013

PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO. Resumo Executivo Pesquisa 2013 PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO Resumo Executivo Pesquisa 2013 APRESENTAÇÃO Em ação conjunta para o melhor conhecimento das capacidades do mercado brasileiro da construção em aço, o CBCA Centro

Leia mais

Perspectivas para o biodiesel no Brasil

Perspectivas para o biodiesel no Brasil Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Palma de Óleo Perspectivas para o biodiesel no Brasil Fábio Guerra Assessor Econômico Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Brasília DF 17 de março

Leia mais

Versão 21 Mai 14 IMPACTOS DO PNPB

Versão 21 Mai 14 IMPACTOS DO PNPB Versão 21 Mai 14 IMPACTOS DO PNPB Aspectos mais relevantes das Externalidades Positivas do PNPB (Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel) e Impactos na Progressão da Mistura. Programa Nacional

Leia mais

Visão Geral do Programa de Biodiesel

Visão Geral do Programa de Biodiesel 16ªReunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Oleaginosas e Biodiesel Visão Geral do Programa de Biodiesel Ricardo de Gusmão Dornelles Diretor do Departamento de Combustíveis Renováveis

Leia mais

Bioeletricidade >> Energia Positiva para o Desenvolvimento Sustentável. Tecnologia => disponível com eficiência crescente

Bioeletricidade >> Energia Positiva para o Desenvolvimento Sustentável. Tecnologia => disponível com eficiência crescente Cana de Açúcar => oferta crescente matéria prima energética Bagaço + Palha => disponibilidade existente e assegurada Bioeletricidade >> Energia Positiva para o Desenvolvimento Sustentável Tecnologia =>

Leia mais

Desafios Ambientais do Biodiesel no Brasil

Desafios Ambientais do Biodiesel no Brasil Desafios Ambientais do Biodiesel no Brasil Mudança do Clima A mudança do clima representa um desafio para a sustentabilidade global. Os gases de efeito estufa (GEEs) são apontados como os principais responsáveis

Leia mais

Cadeia Produtiva da Soja e Biodiesel

Cadeia Produtiva da Soja e Biodiesel Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Cadeia Produtiva da Soja e Biodiesel Daniel Furlan Amaral Gerente de Economia 18 de agosto de 2017 Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do

Leia mais

Cadeia Produtiva da Soja e Biodiesel

Cadeia Produtiva da Soja e Biodiesel Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Cadeia Produtiva da Soja e Biodiesel Daniel Furlan Amaral Gerente de Economia 18 de agosto de 2017 Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do

Leia mais

14º CONGRESSO BRASILEIRO DO AGRONEGÓCIO FÓRUM ALIMENTOS. Vamos tornar o Brasil o primeiro produtor de Alimentos do Mundo?

14º CONGRESSO BRASILEIRO DO AGRONEGÓCIO FÓRUM ALIMENTOS. Vamos tornar o Brasil o primeiro produtor de Alimentos do Mundo? 14º CONGRESSO BRASILEIRO DO AGRONEGÓCIO FÓRUM ALIMENTOS Vamos tornar o Brasil o primeiro produtor de Alimentos do Mundo? ALAN BOJANIC Ph.D. REPRESENTANTE DA FAO NO BRASIL ALIMENTAR O MUNDO EM 2050 As novas

Leia mais

Boletim Econômico e do Setor Portuário. Sumário

Boletim Econômico e do Setor Portuário. Sumário Boletim Econômico e do Setor Portuário Junho de 2014 Sumário Indicadores da Economia Nacional... 2 O Produto Interno Bruto PIB no primeiro trimestre de 2014... 2 Os Índices de Inflação... 3 O Mercado de

Leia mais

Indústria avícola paranaense

Indústria avícola paranaense Indústria avícola paranaense Evoluçã o do consumo de fãrelo de sojã e milho pãrã criãçã o de frãngos no Pãrãnã Ana Luiza Lodi analuiza.lodi@intlfcstone.com Thadeu Silva thadeu.silva@intlfcstone.com Natália

Leia mais

Exportações no período acumulado de janeiro até abril de 2015. Total das exportações do Rio Grande do Sul. 2015 com abril de 2014.

Exportações no período acumulado de janeiro até abril de 2015. Total das exportações do Rio Grande do Sul. 2015 com abril de 2014. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio internacional do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de abril de 2015. Total das exportações do Rio Grande do

Leia mais

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR EXPORTAÇÕES DAS COOPERATIVAS NO AGRONEGÓCIO EM 1. RESULTADO

Leia mais

Papel dos biocombustíveis na matriz energética brasileira

Papel dos biocombustíveis na matriz energética brasileira Papel dos biocombustíveis na matriz energética brasileira Agenda Arcabouço Legal Panorama Brasil o Matriz Energética Brasileira o Biodiesel o Etanol o Novos Biocombustíveis Comentários Finais Arcabouço

Leia mais

A MAIOR EMPRESA DE BIODIESEL DO BRASIL

A MAIOR EMPRESA DE BIODIESEL DO BRASIL A MAIOR EMPRESA DE BIODIESEL DO BRASIL BIODIESEL O que é? O biodiesel pode ser produzido a partir de qualquer óleo vegetal - tal como soja, girassol, canola, palma ou mamona -, assim como a partir de gordura

Leia mais

Tributação na Indústria de Óleos Vegetais

Tributação na Indústria de Óleos Vegetais Câmara Setorial da Soja MAPA Tributação na Indústria de Óleos Vegetais Fabio Trigueirinho Secretário Geral Goiânia GO 12 de agosto de 2011 Estrutura da Apresentação Cadeia de produção da soja e seus derivados

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO E DIMENSIONAMENTO DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

CARACTERIZAÇÃO E DIMENSIONAMENTO DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO CARACTERIZAÇÃO E DIMENSIONAMENTO DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Eduardo Pereira Nunes Elisio Contini Apresentação à Diretoria da ABAG 13 de setembro de 2000 - São Paulo O PROBLEMA Controvérsias sobre contribuição

Leia mais

Panorama do Mercado Brasileiro. Richard Nicolas De Jardin

Panorama do Mercado Brasileiro. Richard Nicolas De Jardin Panorama do Mercado Brasileiro Richard Nicolas De Jardin Linha do Tempo Falta de Infraestrutura Poucos Postos Segmento de Taxi Privatizações Crescimento da Infraestrutura Novos mercados Aumento das Vendas

Leia mais

ENERGIAS ALTERNATIVAS E TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO LIMPAS: DESAFIOS E OPORTUNIDADES

ENERGIAS ALTERNATIVAS E TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO LIMPAS: DESAFIOS E OPORTUNIDADES ENERGIAS ALTERNATIVAS E TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO LIMPAS: DESAFIOS E OPORTUNIDADES FONTES DE ENERGIA Hídrica Eólica Biomassa Solar POTENCIAL HÍDRICO Fonte: Eletrobras, 2011. APROVEITAMENTO DO POTENCIAL HIDRELÉTRICO

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2020 PLANO DE NEGÓCIOS 2009-13

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2020 PLANO DE NEGÓCIOS 2009-13 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2020 PLANO DE NEGÓCIOS 2009-13 PETROBRAS BIOCOMBUSTÍVEL S/A COMISSÃO ESPECIAL DE ENERGIAS RENOVÁVEIS ABRIL DE 2009 1 Agenda Planejamento Estratégico da Petrobras Biocombustível

Leia mais

Brasil Ecodiesel. Movendo o Brasil com Biodiesel. Biodiesel Congress 2009 01/09/09

Brasil Ecodiesel. Movendo o Brasil com Biodiesel. Biodiesel Congress 2009 01/09/09 Brasil Ecodiesel Movendo o Brasil com Biodiesel Biodiesel Congress 2009 01/09/09 Macro Tendências do Setor de Biodiesel Pressão mundial por combustíveis renováveis Mundo Em 2008, os biocombustíveis representaram

Leia mais

BIO 2012 VI Seminário LatinoAmericano y del Caribe de Biocombustibles. O Programa Brasileiro de Produção de Biocombustíveis e a Inclusão Social

BIO 2012 VI Seminário LatinoAmericano y del Caribe de Biocombustibles. O Programa Brasileiro de Produção de Biocombustíveis e a Inclusão Social BIO 2012 VI Seminário LatinoAmericano y del Caribe de Biocombustibles O Programa Brasileiro de Produção de Biocombustíveis e a Inclusão Social ÍNDICE Histórico do Programa Números do Programa Nacional

Leia mais

CAFÉ DA MANHÃ FRENTE PARLAMENTAR

CAFÉ DA MANHÃ FRENTE PARLAMENTAR CAFÉ DA MANHÃ FRENTE PARLAMENTAR Situação Atual do Setor Têxtil e de Confecção Aguinaldo Diniz Filho Presidente da Abit Brasília, 19 de junho de 2013 PERFIL DO SETOR ESTRUTURA DA CADEIA TEXTIL E DE CONFECÇÃO

Leia mais

SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL: balanço e próximos passos

SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL: balanço e próximos passos SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL: balanço e próximos passos ÍNDICE Balanço Processo de consulta pública para alteração na Portaria 60/2012 Próximos passos BALANÇO - Brasil 43 UPBs detentoras do Selo Combustível

Leia mais

RELOP III Reunião Anual Rio de Janeiro, 04 de novembro de 2010

RELOP III Reunião Anual Rio de Janeiro, 04 de novembro de 2010 Os Biocombustíveis no Brasil RELOP III Reunião Anual Rio de Janeiro, 04 de novembro de 2010 SUMÁRIO 1. Alguns dados d sobre o Brasil e a ANP 2. Os biocombustíveis no Brasil 3. O etanol 4. O biodiesel PANORAMA

Leia mais

Exportações no período acumulado de janeiro até março de 2015. Total das exportações do Rio Grande do Sul.

Exportações no período acumulado de janeiro até março de 2015. Total das exportações do Rio Grande do Sul. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio internacional do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de março de 2015. Total das exportações do Rio Grande do

Leia mais

Seminário INVESTIMENTOS EM BIODIESEL J. H. Accarini Casa Civil da Presidência da República

Seminário INVESTIMENTOS EM BIODIESEL J. H. Accarini Casa Civil da Presidência da República Seminário INVESTIMENTOS EM BIODIESEL J. H. Accarini Casa Civil da Presidência da República Membro da Comissão Executiva Interministerial e do Grupo Gestor do Biodiesel Consolidação do Programa Nacional

Leia mais

Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados

Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados Análise Setorial Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados Fevereiro de 2015 Sumário 1. Perspectivas do Cenário Econômico em 2015... 3 2. Balança Comercial de Fevereiro de 2015...

Leia mais

BIODIESEL. O NOVO COMBUSTÍVEL DO BRASIL.

BIODIESEL. O NOVO COMBUSTÍVEL DO BRASIL. Folder final 12/4/04 2:45 AM Page 1 BIODIESEL. O NOVO COMBUSTÍVEL DO BRASIL. PROGRAMA NACIONAL DE PRODUÇÃO E USO DO BIODIESEL Folder final 12/4/04 2:45 AM Page 2 BIODIESEL. A ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO

Leia mais

101/15 30/06/2015. Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados

101/15 30/06/2015. Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados 101/15 30/06/2015 Análise Setorial Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados Junho de 2015 Sumário 1. Perspectivas do CenárioEconômico em 2015... 3 2. Balança Comercial de Março

Leia mais

PERFIL DOS FABRICANTES DE TELHAS DE AÇO E STEEL DECK

PERFIL DOS FABRICANTES DE TELHAS DE AÇO E STEEL DECK PERFIL DOS FABRICANTES DE TELHAS DE AÇO E STEEL DECK Resumo Executivo Pesquisa 2014 APRESENTAÇÃO Para melhor conhecimento do mercado brasileiro de coberturas em aço e fôrma colaborante steel deck, o CBCA

Leia mais

INDÚSTRIA DE ALIMENTOS

INDÚSTRIA DE ALIMENTOS DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos INDÚSTRIA DE ALIMENTOS OUTUBRO DE 2015 PRODUTOS INDÚSTRIA DE ALIMENTOS NO BRASIL 2012 EXPORTAÇÕES US$ 43 Bilhões (23%) 23% Ásia 22% União Europeia FATURAMENTO

Leia mais

Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais

Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais João Carlos Ferraz BNDES 31 de agosto de 2008 Guia Contexto macroeconômico Políticas públicas Perpectivas do investimento

Leia mais

Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados

Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados Análise Setorial Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados Abril de 2015 Sumário 1. Perspectivas do Cenário Econômico em 2015... 3 2. Balança Comercial de Março de 2015... 5 3.

Leia mais

Mudanças Climáticas. Mudanças Climáticas. Uma Questão Empresarial Estratégica

Mudanças Climáticas. Mudanças Climáticas. Uma Questão Empresarial Estratégica 1 Mudanças Climáticas Uma Questão Empresarial Estratégica 2 O aquecimento global é o maior problema que a humanidade enfrenta atualmente. As empresas devem incorporar esta questão à visão estratégica dos

Leia mais

O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO E O SETOR DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS TENDÊNCIAS DOS MERCADOS PARA 2012/2013 E OS CENÁRIOS DE LONGO PRAZO Carlos Cogo Agosto/2012 LA NIÑA PROVOCA FORTES QUEBRAS EM SAFRAS DE GRÃOS O

Leia mais

PANORAMA DO SETOR. Evolução do setor 2. Crescimento do setor x crescimento da economia 3. Comparativo de índices de preços 4. Comércio Exterior 5

PANORAMA DO SETOR. Evolução do setor 2. Crescimento do setor x crescimento da economia 3. Comparativo de índices de preços 4. Comércio Exterior 5 PANORAMA DO SETOR Evolução do setor 2 Crescimento do setor x crescimento da economia 3 Comparativo de índices de preços 4 Comércio Exterior 5 Perfil Empresarial 8 Mercado Brasileiro 11 Canais de distribuição

Leia mais

BENEFÍCIOS AMBIENTAIS DA PRODUÇÃO E DO USO DO BIODIESEL

BENEFÍCIOS AMBIENTAIS DA PRODUÇÃO E DO USO DO BIODIESEL BENEFÍCIOS AMBIENTAIS DA PRODUÇÃO E DO USO DO BIODIESEL Leonardo Botelho Zilio CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA 87ª Reunião do COEMA NACIONAL Brasília, 26 de março de 2014 Presidente da Câmara Setorial

Leia mais

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Super-safra norte-americana Em seu boletim de oferta e demanda mundial de setembro o Usda reestimou para cima suas projeções para a safra 2007/08.

Leia mais

A visão de longo prazo contempla: Produção Exportações líquidas Estoques. Área plantada Produtividade Consumo doméstico (total e per capita)

A visão de longo prazo contempla: Produção Exportações líquidas Estoques. Área plantada Produtividade Consumo doméstico (total e per capita) Fornecer aos agentes envolvidos no agronegócio, notadamente as indústrias de insumos agropecuários e de alimentos, além dos produtores, Governo e academia, informações estratégicas sobre a dinâmica futura

Leia mais

Anteprojeto de Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas

Anteprojeto de Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas Avanços e Pontos para Reflexão Renato da Fonseca Secretário-Executivo do Conselho da Micro e Pequena Empresa da Confederação Nacional da Indústria Pontos para reflexão Por que devemos criar um regime especial

Leia mais

Tratamento de resíduos. Estimativas Emissões GEE 1970-2013

Tratamento de resíduos. Estimativas Emissões GEE 1970-2013 Tratamento de resíduos Estimativas Emissões GEE 1970-2013 Resíduos Estimativas Emissões GEE 1970-2013 Equipe Técnica - Igor Reis de Albuquerque - Andrea Manetti Entidades e Pessoas que Colaboraram - ICLEI

Leia mais

PANORAMA DO SETOR EVOLUÇÃO

PANORAMA DO SETOR EVOLUÇÃO EVOLUÇÃO A Indústria Brasileira de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos apresentou um crescimento médio deflacionado composto de 10% nos últimos 16 anos, tendo passado de um faturamento "ExFactory",

Leia mais

Incentivar o Etanol e o Biodiesel. (Promessa 13 da planilha 1) Entendimento:

Incentivar o Etanol e o Biodiesel. (Promessa 13 da planilha 1) Entendimento: Incentivar o Etanol e o Biodiesel (Promessa 13 da planilha 1) Entendimento: O governo adota medidas econômicas de forma a ampliar relativamente o emprego dos dois combustíveis. O termo ampliar relativamente

Leia mais

Biodiesel: Combustível alinhado ao modelo de desenvolvimento global sustentável

Biodiesel: Combustível alinhado ao modelo de desenvolvimento global sustentável Versão 02/03/16 Biodiesel: Combustível alinhado ao modelo de desenvolvimento global sustentável Donizete Tokarski Diretor Superintendente Audiência Pública da Comissão Especial da Câmara dos Deputados

Leia mais

PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE BIODIESEL

PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE BIODIESEL Programas para fortalecer a competitividade PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE BIODIESEL 1 Biodiesel Estratégias: Ampliação de Acesso (inserção social e redução das disparidades regionais) Objetivos:

Leia mais

Biocombustíveis. Também chamados de agrocombustíveis

Biocombustíveis. Também chamados de agrocombustíveis Biocombustíveis Também chamados de agrocombustíveis Biomassa É o combustível obtido a partir da biomassa: material orgânico vegetal ou animal Uso tradicional: lenha, excrementos Etanol: álcool combustível.

Leia mais

Emissões de Gases de Efeito Estufa do Biodiesel de Soja

Emissões de Gases de Efeito Estufa do Biodiesel de Soja Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Emissões de Gases de Efeito Estufa do Biodiesel de Soja Análise dos resultados da Environmental Protection Agency Renewable Fuel Standard 2 Daniel

Leia mais

Balanço dos 10 anos do Selo Combustível Social

Balanço dos 10 anos do Selo Combustível Social SEMINÁRIO NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL: A INCLUSÃO SOCIAL E PRODUTIVA DA AGRICULTURA FAMILIAR NOS 10 ANOS DO PNPB Balanço dos 10 anos do Selo Combustível Social Dezembro de 2015 Brasília

Leia mais

Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável

Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável Sumário Agricultura familiar no Brasil Importância e aspectos positivos da palma de óleo Programa Palma de Óleo e sinergia com o

Leia mais

13º Encontro Internacional de Energia - FIESP. Mudanças. Geopolítica Energética: Energia no Contexto da Economia Sustentável

13º Encontro Internacional de Energia - FIESP. Mudanças. Geopolítica Energética: Energia no Contexto da Economia Sustentável 13º Encontro Internacional de Energia - FIESP Mudanças Geopolítica Energética: Energia no Contexto da Economia Sustentável Rodrigo C. A. Lima Gerente-geral do ICONE www.iconebrasil.org.br São Paulo 6 de

Leia mais

Agricultura Familiar AVANÇOS E DESAFIOS

Agricultura Familiar AVANÇOS E DESAFIOS Agricultura Familiar AVANÇOS E DESAFIOS Tema Centrais As mudanças nas regras do Selo O Selo existiria em um cenário sem leilões? A importância do Selo Social para o novo Governo. A Função da Secretaria

Leia mais

Título: Desempenho de um conjunto motor gerador ciclo diesel utilizando os principais tipos de biodiesel processados na Região Oeste do Paraná

Título: Desempenho de um conjunto motor gerador ciclo diesel utilizando os principais tipos de biodiesel processados na Região Oeste do Paraná Título: Desempenho de um conjunto motor gerador ciclo diesel utilizando os principais tipos de biodiesel processados na Região Oeste do Paraná Autores: Marcelo José da Silva 1, Samuel Nelson Melegari de

Leia mais

APRESENTAÇÃO SUMÁRIO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS

APRESENTAÇÃO SUMÁRIO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS Ministério de Minas e Energia Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Departamento de Combustíveis Renováveis BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS EDIÇÃO N o 76 Maio/2014 SUMÁRIO

Leia mais

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO Agropecuária É o termo utilizado para designar as atividades da agricultura e da pecuária A agropecuária é uma das atividades mais antigas econômicas

Leia mais

Plano de Abastecimento do Novo Diesel S50 e S10

Plano de Abastecimento do Novo Diesel S50 e S10 Plano de Abastecimento do Novo Diesel S50 e S10 ALLAN KARDEC DUAILIBE Diretor Anfavea 30 de Maio, 2011 Sistema Nacional de Abastecimento de Combustíveis Produtor de Biodiesel e Etanol Produtor de GNV,

Leia mais

Biocombustíveis: Estudo de culturas adequadas à sua produção: um panorama da produção agrícola da cana de açúcar e da soja.

Biocombustíveis: Estudo de culturas adequadas à sua produção: um panorama da produção agrícola da cana de açúcar e da soja. Biocombustíveis: Estudo de culturas adequadas à sua produção: um panorama da produção agrícola da cana de açúcar e da soja. Maria Helena M. Rocha Lima Nilo da Silva Teixeira Introdução Quais os fatores

Leia mais

INTEGRAÇÃO CONTRATUAL

INTEGRAÇÃO CONTRATUAL INTEGRAÇÃO CONTRATUAL Uma Estratégia de Acesso ao Mercado Internacional Pedro Viana Borges Esp. Pol. Públicas P e Gestão Governamental Internacionalização de Cooperativas Integração Regional no Mercosul

Leia mais

2. (Ifsc 2014) A reação abaixo representa este processo: CO 3H H COH H O ΔH 12 kcal/mol

2. (Ifsc 2014) A reação abaixo representa este processo: CO 3H H COH H O ΔH 12 kcal/mol 1. (Uel 2014) A gasolina é uma mistura de vários compostos. Sua qualidade é medida em octanas, que definem sua capacidade de ser comprimida com o ar, sem detonar, apenas em contato com uma faísca elétrica

Leia mais

Importância do biodiesel como agregador de valor no complexo soja

Importância do biodiesel como agregador de valor no complexo soja CONGRESSO BIOENERGIAMT Importância do biodiesel como agregador de valor no complexo soja Daniel Furlan Amaral Gerente de Economia Cuiabá MT 13 de setembro 2016 1981 1983 1985 1987 1989 1991 1993 1995 1997

Leia mais

Milho Perspectivas do mercado 2011/12

Milho Perspectivas do mercado 2011/12 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÍCOLA Milho Perspectivas do mercado 2011/12 março de 2012 Milho - Oferta e Demanda - Mundo milhões de t. Safras 2008/09 2009/10

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO (VBP) AGROPECUÁRIO Julho/2015 R$ milhões VBP PRINCIPAIS PRODUTOS AGRÍCOLAS LAVOURAS

Leia mais

Fórum Qualidade Automotiva - IQA

Fórum Qualidade Automotiva - IQA Fórum Qualidade Automotiva - IQA INOVAR-AUTO: EM BUSCA DA COMPETITIVIDADE DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA BRASILEIRA Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC Principais objetivos

Leia mais

PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO Brasil 2009/10 a 2019/20

PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO Brasil 2009/10 a 2019/20 PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO Brasil 2009/10 a 2019/20 AGE - ASSESSORIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA Chefe da AGE: Derli Dossa. E-mail: derli.dossa@agricultura.gov.br Equipe Técnica: José Garcia Gasques. E-mail: jose.gasques@agricultura.gov.br

Leia mais

SEMINÁRIO. ÁLCOOL: Potencial Gerador de Divisas e Emprego. 25 A 26 de agosto de 2003. Rio de Janeiro - RJ Brasil

SEMINÁRIO. ÁLCOOL: Potencial Gerador de Divisas e Emprego. 25 A 26 de agosto de 2003. Rio de Janeiro - RJ Brasil SEMINÁRIO ÁLCOOL: Potencial Gerador de Divisas e Emprego 25 A 26 de agosto de 2003 Rio de Janeiro - RJ Brasil Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES FRONTEIRA AGRÍCOLA Possibilidade

Leia mais

ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO DO AGRONEGÓCIO NO ESTADO DE MATO GROSSO E BRASIL

ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO DO AGRONEGÓCIO NO ESTADO DE MATO GROSSO E BRASIL Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO DO AGRONEGÓCIO NO ESTADO DE MATO GROSSO E BRASIL outubro/2011 PANORAMA BRASIL ESTOQUE DE EMPREGOS FORMAIS POR SETOR DE ATIVIDADE

Leia mais

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Plano Agrícola Primeiro e Pecuário Relatório de Avaliação Nacional PAP 2013/2014 sobre Mudanças Climáticas ROSEMEIRE SANTOS Superintendente Técnica Nelson

Leia mais

Mercado de biodiesel no Brasil: avaliação e perspectivas

Mercado de biodiesel no Brasil: avaliação e perspectivas V Simpósio Nacional de Tecnologia em Agronegócio Mercado de biodiesel no Brasil: avaliação e perspectivas Daniel Furlan Amaral Gerente de Economia da ABIOVE FATEC Ourinhos PR 17 de outubro de 2013 1 Roteiro

Leia mais

PANORAMA SEMANAL DO MERCADO SUÍNO DO DF 06/02/2015

PANORAMA SEMANAL DO MERCADO SUÍNO DO DF 06/02/2015 PANORAMA SEMANAL DO MERCADO SUÍNO DO DF 06/02/2015 Cotação Diária do Suíno Vivo, por Unidade da Federação Data MG SP PR SC RS DF MT Carcaça CEPEA 05/02/2015 R$ 3,68 R$ 3,35 R$ 3,17 R$ 3,23 R$ 3,28 R$ 4,01

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE PRODUÇÃO E USO DE BIODIESEL (PNPB)

PROGRAMA NACIONAL DE PRODUÇÃO E USO DE BIODIESEL (PNPB) PROGRAMA NACIONAL DE PRODUÇÃO E USO DE BIODIESEL (PNPB) 1. Biodiesel no Brasil No Brasil, biodiesel é o biocombustível derivado de biomassa renovável para uso em motores a combustão interna com ignição

Leia mais

BOLETIM MENSAL DO BIODIESEL

BOLETIM MENSAL DO BIODIESEL Superintendência de Refino, Processamento de Gás Natural e Produção de Biocombustíveis APRESENTAÇÃO JANEIRO DE 2015 www.anp.gov.br Boletins ANP BOLETIM MENSAL DO BIODIESEL Agência Nacional do Petróleo,

Leia mais

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Maio 2012

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Maio 2012 Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Maio 2012 As exportações em maio apresentaram aumento de +39,13% em relação a abril, continuando a superar a marca de US$ 1 bilhão, agora pela décima-sexta vez

Leia mais

Setor de Agropecuária

Setor de Agropecuária Setor de Agropecuária SEEG >> AGROPECUÁRIA 48 423 418 161 24 SEEG >> AGROPECUÁRIA 49 SEEG >> AGROPECUÁRIA 50 25 SEEG >> AGROPECUÁRIA 51 Principais Estados Emissores de GEE em 2014 SEEG >> AGROPECUÁRIA

Leia mais

METOLOGIA. 1. Histórico

METOLOGIA. 1. Histórico METOLOGIA O Índice de Confiança do Empresário Industrial do Rio Grande do Sul (ICEI/RS) é um indicador antecedente utilizado para identificar mudanças na tendência da produção industrial gaúcha. O ICEI

Leia mais

Comentários sobre o. Plano Decenal de Expansão. de Energia (PDE 2008-2017)

Comentários sobre o. Plano Decenal de Expansão. de Energia (PDE 2008-2017) Comentários sobre o Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE 2008-2017) PAULO CÉSAR RIBEIRO LIMA JANEIRO/2009 Paulo César Ribeiro Lima 2 Comentários sobre o Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE 2008-2017)

Leia mais

Alguns desafios no Brasil Biodiesel e Pré-Sal. Paulo César Ribeiro Lima Consultor Legislativo

Alguns desafios no Brasil Biodiesel e Pré-Sal. Paulo César Ribeiro Lima Consultor Legislativo Alguns desafios no Brasil Biodiesel e Pré-Sal Paulo César Ribeiro Lima Consultor Legislativo Biodiesel BIODIESEL no Brasil Jatropha Lei nº 11.097 / 2005 - Introduziu o biodiesel na matriz energética brasileira

Leia mais

O País que Queremos Ser Os fatores de competitividade e o Plano Brasil Maior

O País que Queremos Ser Os fatores de competitividade e o Plano Brasil Maior O País que Queremos Ser Os fatores de competitividade e o Plano Brasil Maior Alessandro Golombiewski Teixeira Secretário-Executivo São Paulo, agosto de 2012 Introdução 1 Contexto Econômico Internacional;

Leia mais

Seminário O Impacto das Mudanças Climáticas no Agronegócio Brasileiro

Seminário O Impacto das Mudanças Climáticas no Agronegócio Brasileiro Seminário O Impacto das Mudanças Climáticas no Agronegócio Brasileiro Monitorando riscos e oportunidades: Como as grandes empresas estão se preparando para as mudanças climáticas André Nassar 8 de maio

Leia mais

A SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E SOCIAL DA PRODUÇÃO DE FRANGOS E SUÍNOS EM SANTA CATARINA E NO BRASIL

A SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E SOCIAL DA PRODUÇÃO DE FRANGOS E SUÍNOS EM SANTA CATARINA E NO BRASIL A SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E SOCIAL DA PRODUÇÃO DE FRANGOS E SUÍNOS EM SANTA CATARINA E NO BRASIL Jonas Irineu dos Santos Filho Pesquisador da Embrapa Suínos e Aves O consumo de proteína animal no mundo

Leia mais

SETOR DE ALIMENTOS: estabelecimentos e empregos formais no Rio de Janeiro

SETOR DE ALIMENTOS: estabelecimentos e empregos formais no Rio de Janeiro NOTA CONJUNTURAL SETOR DE ALIMENTOS: estabelecimentos e empregos formais no Rio de Janeiro OBSERVATÓRIO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, DEZEMBRO DE 2012 18 2012 PANORAMA GERAL

Leia mais