Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013"

Transcrição

1 Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 dezembro, 2012

2 Índice 1. Algodão 2. Soja 3. Milho 4. Boi Gordo 5. Valor Bruto da Produção

3 ALGODÃO

4 Mil toneladas jan-12 fev-12 mar-12 abr-12 mai-12 jun-12 jul-12 ago-12 set-12 out-12 nov-12 dez-12 Milhares de toneladas RETROSPECTIVA 2012: ALGODÃO ALGODÃO EM PLUMA - RONDONÓPOLIS 56,0 54,0 52,0 50,0 55,00 49,00 Safra 2011/12 Área: 722 mil hectares 0,3% Produtividade: 16% Produção de pluma: mil t 16% 48,0 46,0 44,0 46, Exportações de pluma BR: Estoques brasileiros de algodão em pluma 521, , / / / /12 Fonte: Conab Mato Grosso Outros Estados Fonte: Secex

5 Mil toneladas Milhares de toneladas nov-11 dez-11 jan-12 fev-12 mar-12 abr-12 mai-12 jun-12 jul-12 ago-12 set-12 out-12 nov-12 dez-12 Centavos de US$/lp PERSPECTIVA 2013: ALGODÃO Contrato de algodão na Bolsa de Nova York (jullho-2013) 77,28 Safra 2012/13 Área: 498 mil hectares 31% Produtividade: 10% Produção de pluma: 676 mil t 38% Exportações de pluma Estoques brasileiros de algodão em pluma 521,7-16% ,2 422,1* / / / / /13 *Estimativa Conab 800 BR: Fonte: Secex Mato Grosso Outros Estados

6 Record de produção de algodão em caroço no Estado: 2,7 milhões de toneladas; Predominância da superoferta de pluma no Brasil e no mundo; Preços da pluma desvalorizados: queda de 8,7% de janeiro a dezembro; Record das exportações de Mato Grosso: 482 mil toneladas; Fraqueza no consumo interno: Indústria têxtil nacional reduziu 5,14% a produção (IBGE jan a set); Exportações Record de Mato Grosso e Brasil é 3º maior do mundo. Retração na produção de algodão em pluma: 1,7 milhão de toneladas; Possíveis riscos climáticos para o algodão - 2ªsafra corresponde a 63% da área plantada; Queda nos estoques nacionais de algodão em pluma em 16%. Preços com tendência de estabilidade e leve valorização. Limitação nas exportações de Mato Grosso: 347 mil toneladas; Expectativa de demanda da indústria têxtil pelo desabastecimento Sustentação dos preços na Bolsa de Nova York equilíbrio entre oferta e demanda

7 SOJA

8 RETROSPECTIVA 2012: SOJA Área (1.000 ha) Produção (1.000 t) R$ 80,00 R$ 70,00 R$ 60,00 R$ 50,00 R$ 40,00 R$ 30,00 Comparativo anual dos preços médios 74% R$ 20,00 R$ 10,00 R$ 0,00 Preço médio 2011 (R$/sc) Preço médio 2012 (R$/sc) Valor média mensal para a exportação da soja no porto Fonte: IMEA / / / / / R$ 80,00 R$ 70,00 R$ 60,00 R$ 50,00 R$ 40, R$ 81,59 R$ 53,59

9 PERSPECTIVA 2013: SOJA Histórico de safra de Mato Grosso Área (1.000 ha) Produção (1.000 t) ,00 55,00 50,00 45,00 Preço médio da soja em Mato Grosso para o contrato março/13 (R$/sc) ,00 35, Perspectivas para o mercado de farelo e óleo de soja Farelo interno Farelo externo Estoque mundial Exportação de Mato Grosso Preços Óleo Óleo interno externo

10 Prós... Produção recorde; Os maiores preços já praticados; Grande demanda interna e externa Contras... Alto custo de produção; Fretes em elevação; Problemas logísticos. Prós... A produção deverá ser maior que 2012; A exportação deverá ser crescente acompanhando a demanda aquecida; Os preços deverão se manter valorizados; Contras... Os custos continuam subindo; O frete continua alto; Uma grande safra de soja e milho trarão mais problemas de transporte e armazenamento a curto prazo.

11 MILHO

12 RETROSPECTIVA 2012 E PERSPECTIVAS 2013: MILHO Preço médio de milho em Mato Grosso (R$/sc) ,6 mi de t Área (1.000 ha) 104 sc/ha Produção (1.000 t) Produtividade (sc/ha) 2008/ / / / / R$ 24,00 R$ 22,00 R$ 20,00 R$ 18,00 R$ 16,00 R$ 14,00 R$ 12,00 Comparativo pluviométrico da previsão para o 1º semestre de 2013 (mm) Sorriso Sorriso (média) Campo Novo do Parecis Campo Novo do Parecis (média) 577 Produtividade e produção Exportação de Mato Grosso Preços Demanda Interna

13 O mundo necessita do nosso milho, portanto, temos a obrigação de produzir; Os preços estão elevados, porém, qualquer desequilíbrio na safra da América Latina pode favorecer um aumento; O bom clima vivido pela soja pode favorecer o plantio da 2ª safra dentro de uma janela ideal. Restabelecimento dos estoques ao longo do ano; Possível desaceleração dos preços no final de 2013, caso todos os produtores do cereal não tenham problema na produção; Aumento do custo de produção; Aumento do preço do frete.

14 BOI GORDO

15 Mil toneladas RETROSPECTIVA 2012: BOI GORDO 90,0 88,0 86,0 88,79 Preço do boi gordo para o Estado de Mato Grosso Média histórica do boi gordo : R$ Média histórica bezerro: R$ 552,0/cab Participação das fêmeas em 2012 : 47,8% 84,0 82,0 80,0 85,55 250,0 Evolução das exportações em MT - Tonelada Equivalente Carcaça e US$ ,0 645,0 640,0 635,0 630,0 625,0 620,0 Preço do bezerro desmama e Participação das fêmeas no abate de bovinos em Mato Grosso 51% 56% 52% 54% 51% 50% 45% 43% 40% 37% 60% 55% 50% 45% 40% 35% 200,0 150,0 100,0 50,0-227,7 185,7 219,7 195,2 203, * Volume Receita 950,0 850,0 750,0 650,0 550,0 450,0 350,0 Milhões de US$ Média mensal (R$/cab) % Abate de Fêmeas Fonte: IMEA Fonte: Secex; Elaboração: IMEA *Jan - nov/12

16 Milhões cabeças PERSCTIVAS 2013: BOI GORDO ,19 Preço futuro em 2013 no Estado de Mato Grosso 83,75 83,92 83,84 83,30 82,80 01/jan 01/fev 01/mar 01/abr 01/mai 01/jun Elaboração: Imea * Com base nos contratos futuro da BM&F do dia 19/12/12 Participação do abate de Fêmeas Preço de bezerro Exportação de carne 85,44 88,51 01/jul 01/ago 01/set 01/out Estoque de machos com mais de 24 meses 4,90 4,70 4,50 4,30 4,10 3,90 3,70 3, * 2014* 24,70 Rebanho bovino de Mato Grosso (milhões de cabeças) 26,00 26,84 26,17 27,29 25,74 25, , , Rebanho Cenário ,25 Cenário Fonte: Indea; Imea 29

17 Boi gordo com desvalorização, porém, acima de sua média histórica; Bezerro desmama estável e acima da média histórica; Segundo maior abate de bovinos da história; Abate de fêmeas acentuado pelo segundo ano consecutivo; Menos animais confinados, no entanto, distribuição mais regular no segundo semestre; Preços de carne no atacado e varejo com desvalorização; O estoque de machos aptos para o abate deve aumentar, mas não ao nível visto em 2007; Os preços esperados para o mercado de 2013 demonstram estabilização; O resultado das exportações deve ser positivo novamente, porém os envios dos próximos três determinará o ritmo (volta da Rússia e impacto de recente noticias); Abate no Estado deve ocorrer em ritmo inferior a 2012, todavia superior perante os últimos 4 anos. Demanda externa por carne mato-grossense elevada.

18 VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO

19 RETROSPECTIVA 2012: Valor Bruto da Produção Cultura Var. 11/12 AGRICULTURA Soja 12,266,617 15,212,339 24% Algodão 4,607,460 4,471,700-3% Milho 2,252,322 4,802, % Cana-de-açúcar 933,287 1,003,158 7% Arroz 407, ,403-34% Produtos florestais 256, ,997 9% VBP Agricultura 20,722,870 26,035,961 26% PECUÁRIA Boi 6,143,585 6,589,700 7% Aves 1,003,671 1,429,532 42% Leite 356, ,337 9% Suínos 588, ,574 23% VBP Pecuária 8,092,589 9,128,142 13% VBP Total 28,815,459 35,164,103 22% Unidade: R$ mil Fonte: Imea

20 PERSPECTIVA 2013: Valor Bruto de Produção Cultura * Var. 12/13 AGRICULTURA Soja 15,212,339 18,854,771 24% Algodão 4,471,700 2,497,049-44% Milho 4,802,364 3,747,904-22% Cana-de-açúcar 1,003,158 1,110,991 11% Arroz 267, ,491-4% Produtos florestais 278, ,577 2% VBP Agricultura 26,035,961 26,750,783 3% PECUÁRIA Boi 6,589,700 6,422,748-3% Aves 1,429,532 1,484,095 4% Leite 387, ,679 2% Suínos 721, ,926 9% VBP Pecuária 9,128,142 9,092,449 0% VBP Total 35,164,103 35,843,232 2% Unidade: R$ mil Fonte: Imea

21 PERSPECTIVA 2013: Valor Bruto de Produção Produção Preço VBP Milho -11% -8% -22% Soja 13% 12% 24% Aves 1% 3% 4% Suínos 6% 3% 9% Produtos florestais 2% 0% 2% Leite 2% 0% 2% Cana-de-açúcar 2% 9% 11% Boi -6% 2% -3% Algodão pluma -38% -18% -44% Arroz 2% -6% -4%

22 % 1% 3% Participação das produções no VBP 19% 13% 1% 2% Soja 4% 13% 43% Algodão Milho Cana-de-açúcar Arroz Produtos florestais Boi Aves Leite Suínos Melhora nos mercados de soja e milho tanto de produção como em preço; O mercado das carnes e leite foram penalizados pelo altos preços do grãos; Na bovinocultura de corte o problema com pastagem fez aumentar o abate de fêmeas 1% 1% Participação das produções no VBP 18% 3% 10% 7% 1% 2% 4% 53% Em 2013 com a alta na produção e preço a soja vai ter uma participação de 50% do VBP; No mercado das fibras vai se observar um forte retração produtiva; Em relação as carnes os custo deve se estabilizar e o preço do produto subir Soja Algodão Milho Cana-de-açúcar Arroz Produtos florestais Boi Aves Leite Suínos

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 1.1 Agronegócio Soja 1.2 Agronegócio Milho 1.3 Agronegócio Algodão 1.4 Agronegócio Boi 2 Competitividade 2.1 Logística

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Conceito de Agronegócio e a atuação do Imea 2 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 2.1 Agronegócio Soja 2.2 Agronegócio Milho 2.3 Agronegócio Algodão

Leia mais

BOVINOCULTURA DE CORTE

BOVINOCULTURA DE CORTE ISS 36-9 BOVINOCULTURA DE CORTE Os preços médios da arroba do boi e da vaca, em Mato Grosso do Sul, no mês de fevereiro, foram de R$8,8 e R$,99, respectivamente. Em relação ao mês anterior, houve um avanço

Leia mais

RELATÓRIO DE MERCADO JULHO DE 2015

RELATÓRIO DE MERCADO JULHO DE 2015 RELATÓRIO DE MERCADO JULHO DE 2015 COMMODITIES AGRÍCOLAS RESUMO DOS PRINCIPAIS INDICADORES DO MERCADO DE COMMODITIES AGRÍCOLAS SUMÁRIO OFERTA 4 8 VARIAÇÕES HISTÓRICAS E FORECAST 6 DEMANDA 9 CONSIDERAÇÕES

Leia mais

INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL

INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL Em 2011: Registrou incremento de 5,2% Em 2011, o setor cresceu 5,2%, movimentou R$ 40 bilhões em insumos e produziu 64,5 milhões de toneladas de ração e 2,35milhões de suplementos

Leia mais

CRESCIMENTO DO AGRONEGÓCIO SEGUE FIRME NO ANO

CRESCIMENTO DO AGRONEGÓCIO SEGUE FIRME NO ANO CRESCIMENTO DO AGRONEGÓCIO SEGUE FIRME NO ANO O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro estimado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e pelo Centro de Estudos Avançados

Leia mais

CONJUNTURA ECONÔMICA

CONJUNTURA ECONÔMICA CONJUNTURA ECONÔMICA O mês de março de 2015 foi marcado pelo anúncio dos principais resultados da economia de 2014 e deste início de 2015. Dentre eles destacaramse o PIB, taxa de desemprego nas principais

Leia mais

Milho Perspectivas do mercado 2011/12

Milho Perspectivas do mercado 2011/12 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÍCOLA Milho Perspectivas do mercado 2011/12 março de 2012 Milho - Oferta e Demanda - Mundo milhões de t. Safras 2008/09 2009/10

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO. PERFIL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Janeiro/2015

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO. PERFIL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Janeiro/2015 SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO PERFIL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Janeiro/2015 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. População Rural 05. Habitantes no

Leia mais

CONJUNTURA MENSAL JUNHO

CONJUNTURA MENSAL JUNHO SOJA - MATO GROSSO CONJUNTURA MENSAL JUNHO ANO 1 Nº2 O preço mundial da commodity apresenta movimento de alta em nível mundial, impulsionado principalmente pelas condições climáticas adversas nos Estados

Leia mais

JURANDI MACHADO - DIRETOR. Cenário Carnes 2014/2015

JURANDI MACHADO - DIRETOR. Cenário Carnes 2014/2015 JURANDI MACHADO - DIRETOR Cenário Carnes 2014/2015 Oferta e Demanda de Carne Suína CARNE SUÍNA 2014 (a)* no Mundo (Mil toneladas) 2015 (b)* Var % (b/a) PRODUÇÃO 110.606 111.845 1,12 CONSUMO 109.882 111.174

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas CAFÉ CAFÉ Bolsas BM&F ICE FUTURES Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação SET13 136,80 136,50 135,80-1,80 SET 113,50 115,70 113,25-1,45

Leia mais

Mercado do Boi Gordo

Mercado do Boi Gordo Mercado do Boi Gordo Perspectivas para os próximos anos SIC Esteio - RS Agosto 2006 Fabiano R. Tito Rosa Scot Consultoria Índice 1. Brasil: país pecuário 2. Comportamento dos preços internos 3. Perspectivas

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015 PRODUTOS PARTICIPAÇÃO NA PRODUÇÃO Produção de carnes NACIONAL - USDA - mil ton DO COMPLEXO CARNES - 2014 Carne Bovina

Leia mais

MERCADO DE GRÃOS, FARELOS E ANIMAIS DE REPOSIÇÃO EM MATO GROSSO

MERCADO DE GRÃOS, FARELOS E ANIMAIS DE REPOSIÇÃO EM MATO GROSSO MERCADO DE GRÃOS, FARELOS E ANIMAIS DE REPOSIÇÃO EM MATO GROSSO Abril/2013 1 Custo total do confinamento 0,02 65% é o custo com a aquisição do animal 3,85 9,07 0,96 1. MANEJO SANITÁRIO E REPRODUTIVO 2.

Leia mais

25 de abril de 2015/ nº 012

25 de abril de 2015/ nº 012 Participação adm. e dems. total 25 de abril de 2015/ nº 012 Cenário industrial: Em março deste ano, a produção da indústria de transformação em Mato Grosso apresentou crescimento de 6,1% em relação ao

Leia mais

Perspectivas de Mercado

Perspectivas de Mercado Perspectivas de Mercado Estratégico Nível Gestão Gerencial Nível Caixa Nível Operacional Pecuária Custos de Corte Tecnologia do uso da informa ção Alcides Torres Insumos Bens de Fabiano R. Tito Rosa Scot

Leia mais

Figura 1 Principais índices de inflação, em variação % jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14

Figura 1 Principais índices de inflação, em variação % jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14 Conjuntura Econômica A conjuntura econômica do último mês e da primeira quinzena de agosto foi marcada por redução do IPCA no Mato Grosso do Sul e estabilidade no Brasil. Além disso, acertou-se a expansão

Leia mais

Conjuntura Macroeconômica e Setorial

Conjuntura Macroeconômica e Setorial Conjuntura Macroeconômica e Setorial O ano de 2012 foi um ano desafiador para a indústria mundial de carnes. Apesar de uma crescente demanda por alimentos impulsionada pela contínua expansão da renda em

Leia mais

PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO Brasil 2009/10 a 2019/20

PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO Brasil 2009/10 a 2019/20 PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO Brasil 2009/10 a 2019/20 AGE - ASSESSORIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA Chefe da AGE: Derli Dossa. E-mail: derli.dossa@agricultura.gov.br Equipe Técnica: José Garcia Gasques. E-mail: jose.gasques@agricultura.gov.br

Leia mais

Agronegócio. Realidade e Perspectivas Foco no ARROZ. Araranguá SC, Fevereiro de 2014 Vlamir Brandalizze. 41 3379 8719 brandalizze@uol.com.

Agronegócio. Realidade e Perspectivas Foco no ARROZ. Araranguá SC, Fevereiro de 2014 Vlamir Brandalizze. 41 3379 8719 brandalizze@uol.com. Agronegócio Realidade e Perspectivas Foco no ARROZ Araranguá SC, Fevereiro de 2014 Vlamir Brandalizze 41 3379 8719 brandalizze@uol.com.br GRÃOS Produção (milhões de T. USDA - Fevereiro de 2014; Projeções

Leia mais

Análise Bovinocultura

Análise Bovinocultura Análise Bovinocultura BOLETIM SEMANAL MÊS PARADO: No primeiro mês do ano de 2013 o preço da arroba do boi gordo à vista em Mato Grosso seguiu firme na casa dos R$ 84/@, registrando na última cotação de

Leia mais

ALGODÃO EM MATO GROSSO JULHO/15

ALGODÃO EM MATO GROSSO JULHO/15 ALGODÃO EM MATO GROSSO JULHO/15 CONJUNTURA MENSAL ANO 1. Nº 3 O 11º Levantamento de Grãos da Conab, divulgado em 11 de agosto de 2015, manteve suas estimativas para a safra 2014/15, de algodão em pluma

Leia mais

Milho Período: 19 a 23/10/2015

Milho Período: 19 a 23/10/2015 Milho Período: 19 a 23/10/2015 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços médios semanais apresentados nas praças de

Leia mais

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Super-safra norte-americana Em seu boletim de oferta e demanda mundial de setembro o Usda reestimou para cima suas projeções para a safra 2007/08.

Leia mais

Preço Médio da Soja em Mato Grosso do Sul - Junho de 2011 - Em R$ por saca de 60 kg.

Preço Médio da Soja em Mato Grosso do Sul - Junho de 2011 - Em R$ por saca de 60 kg. 1 2 NORTE Os preços pagos aos Produtores Rurais na região Norte do Estado neste mês de junho variaram entre a mínima de R$ 38,5 no dia 3/6 no município de São Gabriel do Oeste e a máxima de R$ 4, no dia

Leia mais

BOLETIM SEMANAL R$ 68,70 R$ 67,90 R$ 430,00 R$ 400,00

BOLETIM SEMANAL R$ 68,70 R$ 67,90 R$ 430,00 R$ 400,00 13/2 15/2 17/2 19/2 21/2 23/2 25/2 27/2 1/3 3/3 5/3 7/3 9/3 11/3 13/3 15/3 Contratos Negociados (x 1000) Cents de US$/bu Análise Estatística de Algodão Algodão PREÇOS CAEM: Assim como no cenário de âmbito

Leia mais

Índice de Confiança do Agronegócio

Índice de Confiança do Agronegócio Índice de Confiança do Agronegócio Terceiro Trimestre 2014 Principais Resultados:» Índice de Confiança do Agronegócio» Índice da Indústria (antes e depois da porteira)» Índice do Produtor Agropecuário

Leia mais

TRIGO Período de 02 a 06/11/2015

TRIGO Período de 02 a 06/11/2015 TRIGO Período de 02 a 06//205 Tabela I - PREÇO PAGO AO PRODUTOR (em R$/60 kg) Centro de Produção Unid. 2 meses Períodos anteriores mês (*) semana Preço Atual PR 60 kg 29,56 35,87 36,75 36,96 Semana Atual

Leia mais

Agronegócio Sul-mato-grossense

Agronegócio Sul-mato-grossense Agronegócio Sul-mato-grossense (cenário atual, perspectivas e desafios) Eduardo Riedel Presidente do Sistema Famasul Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso do Sul Sistema Sindical

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: MARÇO/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

Análise Estatística de Algodão BOLETIM SEMANAL

Análise Estatística de Algodão BOLETIM SEMANAL Análise Estatística de Algodão BOLETIM SEMANAL MUDANÇA À VISTA: Mesmo com os produtores sofrendo com as incertezas provenientes do atraso das chuvas em Mato Grosso, o mercado acredita em uma expansão significativa

Leia mais

Revisão Mensal de Commodities

Revisão Mensal de Commodities Revisão Mensal de Commodities segunda-feira, 3 de dezembro de 2012 Oferta maior e desempenho misto A estabilização do crescimento na China e riscos geopolíticos também afetaram os preços das commodities.

Leia mais

A visão de longo prazo contempla: Produção Exportações líquidas Estoques. Área plantada Produtividade Consumo doméstico (total e per capita)

A visão de longo prazo contempla: Produção Exportações líquidas Estoques. Área plantada Produtividade Consumo doméstico (total e per capita) Fornecer aos agentes envolvidos no agronegócio, notadamente as indústrias de insumos agropecuários e de alimentos, além dos produtores, Governo e academia, informações estratégicas sobre a dinâmica futura

Leia mais

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária Novembro 2015 PARANÁ A estimativa de área para a safra 2015/16 de soja é recorde no Paraná. Segundo os técnicos de campo serão semeados 5,24 milhões de hectares,

Leia mais

Rentabilidade das propriedades de recria-engorda de MT cai em 2015

Rentabilidade das propriedades de recria-engorda de MT cai em 2015 Rentabilidade das propriedades de recria-engorda de MT cai em 2015 Por Prof. Dr. Sergio De Zen e Graziela Correr; Equipe Pecuária de Corte A rentabilidade em propriedades típicas de recria-engorda do estado

Leia mais

BOLETIM SEMANAL. Soja - Análise. 08 de março de 2013 Número: 243

BOLETIM SEMANAL. Soja - Análise. 08 de março de 2013 Número: 243 Soja - Análise BOLETIM SEMANAL O PESO DO DIESEL: O aumento em janeiro de 5,4% no preço do diesel nas refinarias refletiu em acréscimo médio nas bombas do combustível em Mato Grosso. Essa elevação, de R$

Leia mais

Potencial Agropecuário da

Potencial Agropecuário da Potencial Agropecuário da região Centro Norte de MT Sumário 1. INTRODUÇÃO... 2 2. CARACTERIZAÇÃO DA REGIÃO... 3 2.1 CARACTERIZAÇÃO DAS ÁREAS E PRODUÇÃO DA REGIÃO... 5 2.2 IMPORTÂNCIA ECONÔMICA... 7 B Geração

Leia mais

ALGODÃO EM MATO GROSSO AGOSTO/15

ALGODÃO EM MATO GROSSO AGOSTO/15 ALGODÃO EM MATO GROSSO AGOSTO/15 CONJUNTURA MENSAL ANO 1. Nº 4 O 12º Levantamento de Safras da Conab, divulgado em 11 de setembro de 2015, consolidou os dados sobre produção, área e produtividade de algodão

Leia mais

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Abril de 2014

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Abril de 2014 BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Abril de 2014 Milho: Os preços no mercado brasileiro ficaram estáveis e até mesmo um pouco mais baixos em algumas praças. A incerteza dos produtores quanto à produtividade do milho

Leia mais

Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18

Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18 Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18 Características Agropecuárias A sociedade brasileira viveu no século XX uma transformação socioeconômica e cultural passando de uma sociedade agrária para uma sociedade

Leia mais

Soja-Comercialização Safra 2011/12 e Cenario 2012/13. NILVA CLARO COSTA nilva.claro@conab.gov.br

Soja-Comercialização Safra 2011/12 e Cenario 2012/13. NILVA CLARO COSTA nilva.claro@conab.gov.br Soja-Comercialização Safra 2011/12 e Cenario 2012/13 NILVA CLARO COSTA nilva.claro@conab.gov.br Comercialização Safra-2011/12 60,00 55,00 50,00 45,00 40,00 35,00 30,00 25,00 20,00 S oja Grã o P re ços

Leia mais

Milho Período: 16 a 20/03/2015

Milho Período: 16 a 20/03/2015 Milho Período: 16 a 20/03/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,2434 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

BOLETIM SEMANAL R$ 47,20. 22-jun R$ 151,95

BOLETIM SEMANAL R$ 47,20. 22-jun R$ 151,95 4-jun 6-jun 11-jun 13-jun 15-jun 19-jun 21-jun 4-jun 6-jun 8-jun 10-jun 12-jun 14-jun 16-jun 18-jun 20-jun 22-jun BOLETIM SEMANAL Análise Estatística de Algodão NOVA SAFRA CHEGANDO: A área plantada de

Leia mais

08/09/2015. Mundo Evolução da área (índice 100= safra 2000/01) Bolsa de Chicago Relação soja/milho no 1º contrato PROPHETX/AGRURAL

08/09/2015. Mundo Evolução da área (índice 100= safra 2000/01) Bolsa de Chicago Relação soja/milho no 1º contrato PROPHETX/AGRURAL PERSPECTIVAS PARA A AGROPECUÁRIA BRASILEIRA NOS PRÓXIMOS 5 ANOS FERNANDO MURARO JR. Engenheiro agrônomo e analista de mercado da AgRural Commodities Agrícolas ANDA 5º CONGRESSO BRASILEIRO DE FERTILIZANTES

Leia mais

3,8 milhões de hectares de lavouras ruins nos EUA

3,8 milhões de hectares de lavouras ruins nos EUA BOLSA DE CHICAGO 3,8 milhões de hectares de lavouras ruins nos EUA Chuvas diminuíram nesta semana, mas ainda acumularam grandes volumes em pontos já muitos úmidos do Meio-Oeste 3 EUA Lavouras De Soja Ruins

Leia mais

04 a 06 de Novembro de 2015 Cuiabá - MT

04 a 06 de Novembro de 2015 Cuiabá - MT 04 a 06 de Novembro de 2015 Cuiabá - MT Padrões de evolução de atividades agropecuárias em regiões adjacentes ao Pantanal: o caso da série histórica da agricultura e da produção animal na bacia do Rio

Leia mais

A aceleração da inflação de alimentos é resultado da combinação de fatores:

A aceleração da inflação de alimentos é resultado da combinação de fatores: SEGURIDADE ALIMENTARIA: apuesta por la agricultura familiar Seminario: Crisis alimentaria y energética: oportunidades y desafios para América Latina e el Caribe O cenário mundial coloca os preços agrícolas

Leia mais

Milho Período: 11 a 15/05/2015

Milho Período: 11 a 15/05/2015 Milho Período: 11 a 15/05/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,0203 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica

Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica Produção mundial deve recuar em 2007/08 Segundo o relatório de oferta e demanda divulgado pelo Usda em setembro

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: JULHO/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

Balança Comercial. Manoela Oliveira E-mail: manoela.teixeira@agricultura.mg.gov.br Tel: (31) 3915-8603 - Belo Horizonte/MG

Balança Comercial. Manoela Oliveira E-mail: manoela.teixeira@agricultura.mg.gov.br Tel: (31) 3915-8603 - Belo Horizonte/MG Edição 01 Janeiro Balança Comercial Manoela Oliveira E-mail: manoela.teixeira@agricultura.mg.gov.br Tel: (31) 3915-8603 - Belo Horizonte/MG 3 Exportações As exportações do agronegócio mineiro totalizaram

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: ABRIL/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

Título da Palestra: O que fazer para garantir a melhor comercialização da minha soja? Palestrante: Seneri Kernbeis Paludo

Título da Palestra: O que fazer para garantir a melhor comercialização da minha soja? Palestrante: Seneri Kernbeis Paludo Título da Palestra: O que fazer para garantir a melhor comercialização da minha soja? Palestrante: Seneri Kernbeis Paludo Instituto t Mt Mato grossense de Economia Agropecuária Quem somos Um instituto

Leia mais

Milho - Análise da Conjuntura Agropecuária

Milho - Análise da Conjuntura Agropecuária Milho - Análise da Conjuntura Agropecuária Outubro de 2012. MUNDO O milho é o cereal mais produzido no mundo. De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), a produção média do

Leia mais

ANGUS: Fábio Schuler Medeiros. Médico Veterinário, D. Sc Gerente Nacional do Programa Carne Angus Certificada Associação Brasileira de Angus

ANGUS: Fábio Schuler Medeiros. Médico Veterinário, D. Sc Gerente Nacional do Programa Carne Angus Certificada Associação Brasileira de Angus ANGUS: Rentabilidade e mercado Fábio Schuler Medeiros Médico Veterinário, D. Sc Gerente Nacional do Programa Carne Angus Certificada Associação Brasileira de Angus Nossos Questionamentos... Como está a

Leia mais

CONJUNTURA ECONÔMICA

CONJUNTURA ECONÔMICA CONJUNTURA ECONÔMICA A conjuntura econômica do último mês foi marcada por aceleração dos principais índices de inflação em todo Brasil. Em janeiro, o IPCA avançou 1,24% em nível de Brasil, esta foi a maior

Leia mais

Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado

Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado AGROSSÍNTESE Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado Edilson de Oliveira Santos 1 1 Mestre em Economia, Gestor Governamental da SEAGRI; e-mail: edilsonsantos@seagri.ba.gov.br

Leia mais

Alta do dólar reforça aumento dos custos de produção

Alta do dólar reforça aumento dos custos de produção Alta do dólar reforça aumento dos custos de produção Por Prof. Dr. Sergio De Zen e Graziela Correr; Equipe Pecuária de Corte Se, de um lado, a forte alta do dólar frente ao Real tem contribuído para elevar

Leia mais

03/10/2014. Roteiro da Apresentação FINANCEIRIZAÇÃO DO MERCADO ANÁLISE TÉCNICA E DE CICLOS OFERTA E DEMANDA

03/10/2014. Roteiro da Apresentação FINANCEIRIZAÇÃO DO MERCADO ANÁLISE TÉCNICA E DE CICLOS OFERTA E DEMANDA OS MERCADOS DE SOJA, MILHO E TRIGO EM 2015 FERNANDO MURARO JR. Engenheiro agrônomo e analista de mercado da AgRural Commodities Agrícolas OCEPAR Curitiba (PR), 02/out/14 www.agrural.com.br A INFORMAÇÃO

Leia mais

AGRONEGÓCIO BRASIL EM FOCO

AGRONEGÓCIO BRASIL EM FOCO AGRONEGÓCIO BRASIL EM FOCO Outubro de 2013 Panorama Macroeconômico As atenções do mercado externo seguem concentradas nos EUA, tanto em relação aos próximos passos do Fed como aos impasses políticos. A

Leia mais

AGRONEGÓCIO BRASIL EM FOCO

AGRONEGÓCIO BRASIL EM FOCO AGRONEGÓCIO BRASIL EM FOCO Outubro de 2012 Panorama Macroeconômico Após nova rodada de afrouxamento monetário implementado pelos Bancos Centrais dos EUA, da Europa e do Japão, os preços dos instrumentos

Leia mais

Desempenho Recente e Perspectivas para a Agricultura

Desempenho Recente e Perspectivas para a Agricultura Desempenho Recente e Perspectivas para a Agricultura A safra de grãos do país totalizou 133,8 milhões de toneladas em 2009, de acordo com o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de dezembro,

Leia mais

Conjuntura Anual do Sorgo em 2008 e um possível cenário para 2009.

Conjuntura Anual do Sorgo em 2008 e um possível cenário para 2009. Conjuntura Anual do Sorgo em 2008 e um possível cenário para 2009. Para os produtores de sorgo o ano de 2008 pode ser considerado como bom. As condições climatológicas foram favoráveis durante todo o ciclo

Leia mais

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS. Novembro de 2013

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS. Novembro de 2013 BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Novembro de 2013 Milho: Neste mês o mercado de milho registrou comportamento diferenciado. Em algumas localidades ocorreram quedas nos preços, caso do Paraná, e sustentação em outras,

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas quarta-feira, 18 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 133,50 0,00 0,00-4,85 SET13 111,05 114,75 111,10-3,75

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas CAFÉ CAFÉ Bolsas BM&F ICE FUTURES Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação Fechamento Máxima Mínimo Variação set/13 144,45 150,00 143,95-4,05 120,60 124,25 119,35-2,85 dez/13 148,50

Leia mais

Mercado Externo. Preço do milho (ZCN5) Índice Dólar (DXY) Fonte: TradingView, CMEGroup

Mercado Externo. Preço do milho (ZCN5) Índice Dólar (DXY) Fonte: TradingView, CMEGroup Mercado Externo Segundo relatório de abril do U.S Departament of Agriculture USDA, a produção de milho dos EUA será 2,8% maior do que na safra anterior, com uma estimativa de produção total de 361,1 milhões

Leia mais

Impactos da Adoção da Tecnologia Intacta. Monsanto

Impactos da Adoção da Tecnologia Intacta. Monsanto Impactos da Adoção da Tecnologia Intacta Monsanto 11 de junho de 2013 1 Objetivo do trabalho 2 Objetivo do presente trabalho é demonstrar a importância econômica da utilização da tecnologia no aumento

Leia mais

BOLETIM SEMANAL R$ 61,80 R$ 61,00 R$ 1.650,00

BOLETIM SEMANAL R$ 61,80 R$ 61,00 R$ 1.650,00 3/4 5/4 7/4 9/4 11/4 13/4 15/4 17/4 19/4 21/4 23/4 25/4 27/4 29/4 1/5 3/5 Contratos Negociados Cents de US$/bu Análise Estatística de Algodão Algodão LAVOURA NOS ESTADOS UNIDOS: A semeadura nos Estados

Leia mais

10º LEVANTAMENTO DE SAFRAS DA CONAB - 2012/2013 Julho/2013

10º LEVANTAMENTO DE SAFRAS DA CONAB - 2012/2013 Julho/2013 10º LEVANTAMENTO DE SAFRAS DA CONAB - 2012/2013 Julho/2013 1. INTRODUÇÃO O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), por meio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), realiza sistematicamente

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

Balança Comercial de Mato Grosso do Sul

Balança Comercial de Mato Grosso do Sul 1 2 Bilhões (US$) BALANÇA COMERCIAL DE MATO GROSSO DO SUL A IMPORTÂNCIA DO AGRONEGÓCIO NO DESEMPENHO DO SETOR EXTERNO DO ESTADO Com dados consolidados para o ano de 2011, acerca do desempenho da economia

Leia mais

Milho Período: 13 a 17/07/2015

Milho Período: 13 a 17/07/2015 Milho Período: 13 a 17/07/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,1507 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

O IBGE divulgou a pouco o primeiro prognóstico para a safra de 2011: www.ibge.gov.br Em 2011, IBGE prevê safra de grãos 2,8% menor que a de 2010

O IBGE divulgou a pouco o primeiro prognóstico para a safra de 2011: www.ibge.gov.br Em 2011, IBGE prevê safra de grãos 2,8% menor que a de 2010 O IBGE divulgou a pouco o primeiro prognóstico para a safra de 2011: www.ibge.gov.br Em 2011, IBGE prevê safra de grãos 2,8% menor que a de 2010 O IBGE realizou, em outubro, o primeiro prognóstico para

Leia mais

Suinocultura - Análise da Conjuntura Agropecuária

Suinocultura - Análise da Conjuntura Agropecuária Suinocultura - Análise da Conjuntura Agropecuária fevereiro de 2013. 1 - Considerações Iniciais A Suinocultura é uma das atividades da agropecuária mais difundida e produzida no mundo. O porco, espécie

Leia mais

Tabela 01 Mundo Soja Área, produção e produtividade Safra 2009/10 a 2013/14

Tabela 01 Mundo Soja Área, produção e produtividade Safra 2009/10 a 2013/14 Soja Análise da Conjuntura Agropecuária Novembro de 2013 MUNDO A economia mundial cada vez mais globalizada tem sido o principal propulsor responsável pelo aumento da produção de soja. Com o aumento do

Leia mais

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA SEMANA DE 21 A 25 DE SETEMBRO de 2009 Semana de preço estável no mercado de Boi Gordo no Rio Grande do Sul, com o preço encerrando a semana a R$ 4,61/kg carcaça.

Leia mais

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007 ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES / 2007 1- Balança Comercial Mato Grosso continua tendo superávit na Balança Comercial registrando em 2007 um expressivo saldo de US$ 4,38 bilhões valor que representa

Leia mais

O que esperar do mercado de leite no Brasil e no mundo

O que esperar do mercado de leite no Brasil e no mundo O que esperar Desenvolver do do mercado de de leite no no e fortalecer Brasil e o e no agronegócio no mundo O que esperar do mercado de leite no Rafael Ribeiro de Lima Filho zootecnista Scot Consultoria

Leia mais

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016 Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado do Paraná Safra 2016/2017 Mar/16 0,6048 0,6048 0,6048 66,04 73,77 Abr 0,6232 0,6232 0,5927 64,72 72,29 Mai 0,5585 0,5878 0,5868

Leia mais

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,8 21-Jul-00 Real 0,6493 Sem frete - PIS/COFINS

Leia mais

Motivação Área plantada Produção Produtividade Exportações líquidas Consumo doméstico (total e per capita) Estoques

Motivação Área plantada Produção Produtividade Exportações líquidas Consumo doméstico (total e per capita) Estoques Novembro 2014 Motivação Fornecer aos agentes envolvidos no agronegócio, notadamente as indústrias de insumos agropecuários e de alimentos, além dos produtores, Governo e academia, informações estratégicas

Leia mais

Resultado da agricultura pressiona desempenho do agronegócio em outubro

Resultado da agricultura pressiona desempenho do agronegócio em outubro Resultado da agricultura pressiona desempenho do agronegócio em outubro O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro de outubro de 2014 recuou 0,08%, mas no acumulado do ano manteve o resultado

Leia mais

redução dos preços internacionais de algumas commodities agrícolas; aumento dos custos de

redução dos preços internacionais de algumas commodities agrícolas; aumento dos custos de Desempenho da Agroindústria No fechamento do primeiro semestre de 2005, a agroindústria registrou crescimento de 0,3%, taxa bastante inferior à assinalada pela média da indústria brasileira (5,0%) no mesmo

Leia mais

O Mercado Mundial de Commodities. Palestrante: André Pessôa (Agroconsult) Debatedor: André Nassar (Icone)

O Mercado Mundial de Commodities. Palestrante: André Pessôa (Agroconsult) Debatedor: André Nassar (Icone) O Mercado Mundial de Commodities Palestrante: André Pessôa (Agroconsult) Debatedor: André Nassar (Icone) Um mercado em desequilíbrio: choque de demanda Relação Estoque/Uso (soja, milho, trigo e arroz)

Leia mais

O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO E O SETOR DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS TENDÊNCIAS DOS MERCADOS PARA 2012/2013 E OS CENÁRIOS DE LONGO PRAZO Carlos Cogo Agosto/2012 LA NIÑA PROVOCA FORTES QUEBRAS EM SAFRAS DE GRÃOS O

Leia mais

MARGENS ESTREITAS PARA O PRODUTOR DE ALGODÃO

MARGENS ESTREITAS PARA O PRODUTOR DE ALGODÃO MARGENS ESTREITAS PARA O PRODUTOR DE ALGODÃO Custos Algodão A produção de algodão no Brasil está crescendo de forma expressiva, devido à boa competitividade dessa cultura frente a outras concorrentes em

Leia mais

Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2014/2015

Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2014/2015 Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2014/2015 São Paulo, 23 de abril de 2014 ROTEIRO I. Safra 2013/2014 na região Centro-Sul: dados finais Condições climáticas e agronômicas Moagem e produção Mercados

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

A CR C IS I E S E MU M N U DI D A I L D O D S ALIM I E M N E TO T S: S O qu q e o B r B asi s l p o p de d f a f ze z r?

A CR C IS I E S E MU M N U DI D A I L D O D S ALIM I E M N E TO T S: S O qu q e o B r B asi s l p o p de d f a f ze z r? A CRISE MUNDIAL DOS ALIMENTOS: O que o Brasil pode fazer? Geraldo Barros USA: Inflation, Interest Rates, GDP Int rates Infl 12 14 16 18 6% 8% 1% GDP -4-2 2 4 6 8 1 198 1981 1982 1983 1984 1985 1986 1987

Leia mais

07. CEREAIS, FIBRAS E OLEAGINOSAS

07. CEREAIS, FIBRAS E OLEAGINOSAS 07. CEREAIS, FIBRAS E OLEAGINOSAS Algodão PERSPECTIVAS 2016 DESVALORIZAÇÃO DO REAL FRENTE AO DÓLAR AUMENTA OS CUSTOS DE PRODUÇÃO A PRODUÇÃO MUNDIAL DE ALGODÃO DEVE CAIR PELO QUARTO ANO CONSECUTIVO E OS

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

BOLETIM SEMANAL. Soja - Análise

BOLETIM SEMANAL. Soja - Análise 21/6 23/6 25/6 27/6 29/6 1/7 3/7 5/7 7/7 9/7 11/7 13/7 15/7 17/7 19/7 Contratos Negociados (x 1000) Cents de US$/bu ** Relatório produzido pelo IMEAMT e divulgado pela CERRADO INVEST www.cerradocorretora.com.br

Leia mais

MERCADO DE TRIGO CONJUNTURA E CENÁRIO NO BRASIL E NO MUNDO

MERCADO DE TRIGO CONJUNTURA E CENÁRIO NO BRASIL E NO MUNDO MERCADO DE TRIGO CONJUNTURA E CENÁRIO NO BRASIL E NO MUNDO Paulo Magno Rabelo (1) A análise de desempenho da produção de trigo no mundo desperta apreensões fundamentadas quanto aos indicadores de área

Leia mais

PARANÁ CONTINUA SENDO O MAIOR PRODUTOR DE GRÃOS

PARANÁ CONTINUA SENDO O MAIOR PRODUTOR DE GRÃOS SECRETARIA DE ESTADO DA AGRICULTURA E DO ABASTECIMENTO DEPARTAMENTO DE ECONOMIA RURAL D E R A L PARANÁ CONTINUA SENDO O MAIOR PRODUTOR DE GRÃOS 20/03/06 O levantamento de campo realizado pelo DERAL, no

Leia mais

em números Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento

em números Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento agronegócio brasileiro em números Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento 2010 ranking Ranking Brasileiro da Produção e Exportação Fonte: USDA e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Leia mais

Leite de Cabra Departamento de Ciências Econômicas UFSJ. Orientador.: Prof. Ívis Bento de Lima

Leite de Cabra Departamento de Ciências Econômicas UFSJ. Orientador.: Prof. Ívis Bento de Lima Leite de Cabra Departamento de Ciências Econômicas UFSJ Orientador.: Prof. Ívis Bento de Lima Leite de Cabra Uma função social no Município de Coronel Xavier Chaves Aluno: Alexandre Rodrigues Loures A

Leia mais

CARNE BOVINA DESEMPENHO DE 2008 E PERSPECTIVAS PARA 2009 17/07/2009

CARNE BOVINA DESEMPENHO DE 2008 E PERSPECTIVAS PARA 2009 17/07/2009 CARNE BOVINA DESEMPENHO DE 2008 E PERSPECTIVAS PARA 2009 17/07/2009 MERCADO INTERNACIONAL O Brasil teve uma performance impressionante na produção de carnes nos últimos anos: tornou-se o maior exportador

Leia mais

BLAIRO MAGGI Governador do Estado Email: blairo@terra.com.br

BLAIRO MAGGI Governador do Estado Email: blairo@terra.com.br BLAIRO MAGGI Governador do Estado Email: blairo@terra.com.br CONHECENDO A AMAZÔNIA BIOMAS DA AMAZONIA LEGAL Bioma Amazônia Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais INPE Bioma Cerrado Biomas Território

Leia mais