Desafios práticos à preservação digital. RODA e SCAPE. Luís Faria. Seminário O Ambiente Digital Aberto: desafios e impactos.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desafios práticos à preservação digital. RODA e SCAPE. Luís Faria. Seminário O Ambiente Digital Aberto: desafios e impactos. lfaria@keep."

Transcrição

1 Desafios práticos à preservação digital RODA e SCAPE Luís Faria Seminário O Ambiente Digital Aberto: desafios e impactos 24 de Março de 2011

2

3 Desenvolvemos o futuro hoje...

4 A era digital Obsolescência tecnológica Estratégias de preservação Autenticidade Estado da arte: RODA Problemas atuais Desenvolvimento futuro: SCAPE

5 A era digital Produção intelectual em digital Fácil de criar e disseminar, com qualidade de resultados egoverno Prioridade europeia para administração pública em linha 89% da AP tem presença na internet Serviços de informação, formulários, bases de dados e outros Justiça em digital Citius e tribunais com gravação digital

6 Obsolescência tecnológica Obsolescência do hardware Copiar para novos meios de armazenamento Obsolescência do software Contexto tecnológico para compreender a informação Obsolescência do suporte ou formato Informação prisioneira do suporte ou formato

7 Exemplos de riscos à preservação digital Avaria no disco rigido 8.6% dos discos avariam no seu 3º ano de vida Computador sem drive de disquetes Alguns portáteis já nem têm drive de CDs Serviço de deixa de existir Em 2011 a Google quase perdeu os s de utilizadores Formatos tornam-se obsoletos 1/2 millhão de diagramas do porta-aviões USS Carrier tornam-se incorrectos após actualização do software de CAD

8 Exemplos de riscos à preservação digital Avaria no disco rigido 8.6% dos discos avariam no seu 3º ano de vida Computador sem drive de disquetes Alguns portáteis já nem têm drive de CDs Serviço de deixa de existir Em 2011 a Google quase perdeu os s de utilizadores Formatos tornam-se obsoletos 1/2 millhão de diagramas do porta-aviões USS Carrier tornam-se incorrectos após actualização do software de CAD

9 Exemplos de riscos à preservação digital Avaria no disco rigido 8.6% dos discos avariam no seu 3º ano de vida Computador sem drive de disquetes Alguns portáteis já nem têm drive de CDs Serviço de deixa de existir Em 2011 a Google quase perdeu os s de utilizadores Formatos tornam-se obsoletos 1/2 millhão de diagramas do porta-aviões USS Carrier tornam-se incorrectos após actualização do software de CAD

10 Exemplos de riscos à preservação digital Avaria no disco rigido 8.6% dos discos avariam no seu 3º ano de vida Computador sem drive de disquetes Alguns portáteis já nem têm drive de CDs Serviço de deixa de existir Em 2011 a Google quase perdeu os s de utilizadores Formatos tornam-se obsoletos 1/2 millhão de diagramas do porta-aviões USS Carrier tornam-se incorrectos após actualização do software de CAD

11 Estratégias de preservação Preservação de tecnologia Preservação da informação

12 Preservação da tecnologia Museus de hardware e software Difícil manter o hardware operacional a longo prazo Restrições a nível do acesso e reutilização da informação Emuladores Processo complexo e muito dependente do fabricante Preservar um sistema operativo inteiro apenas para um documento Não garante reutilização da informação Interfaces podem se tornar obsoletas O utilizador comum pode deixar de saber como se utiliza o teclado e o rato

13 Estratégias de preservação Preservação de tecnologia Preservação da informação

14 Preservação da informação Conversão para formatos actualizados Estratégia mais aplicada Sem necessidade do software original Possível perda de informação Precisa de diligência contínua

15 Preservação da informação Conversão para formatos actualizados Estratégia mais aplicada Sem necessidade do software original Possível perda de informação Precisa de diligência contínua

16 Autenticidade Demonstrar que está conforme o original Documentar a proveniência do objecto Descrever a história custodial Garantir a integridade intelectual i.e. provar que o conjunto de propriedades que se consideram essenciais à interpretação do objecto não foram adulteradas ao longo do tempo Garantir que o repositório tem autoridade e capacidade para certificar autenticidade Confiança nos documentos será igual à confiança no repositório

17 Estado da arte: RODA Repositório digital Desenvolvido pela DGARQ e pela UMINHO entre Guardar, preservar e dar acesso Documentos de texto, imagens, video, audio e bases de dados Preservação a longo tempo Na ordem das dezenas de anos Assegurar o valor probatório Autenticidade da informação

18 Funcionalidades do RODA Ferramenta de auto-depósito O produtor organiza e descreve a informação e envia para o repositório Validação automática do depósito Verificação da sintaxe, vírus, integridade, autorização e técnica Normalização automática de formatos Criação de uma cópia num formato de preservação Gestão da metainformação de preservação Todas as acções a um objecto digital são registadas para autenticidade Disseminação em formatos comuns Suporte para visualizar a informação directamente na página Fácil adicionar novas funcionalidades Criar novas conversões ou novas disseminações do conteúdo

19 Normas do RODA OAIS - Open Archival Information System Modelo funcional para um sistema de arquivo EAD - Encoded Archival Description Metainformação descritiva PREMIS Data Dictionary Metainformação de preservação ANSI/NISO Z39.87 Metainformação técnica sobre imagens TRAC Trustworthy Repositories Audit & Certification: Criteria and Checklist DRAMBORA Digital Repository Audit Method Based on Risk Assessment

20 Demonstração online do RODA

21 Problemas atuais Escalabilidade A quantidade de informação cresce exponencialmente Monitorização do mundo Sistematizar e automatizar a aquisição de informação para detectar obsolescência Sistematização do planeamento Responsabilização, provar no futuro que foram tomadas as melhores decisões possiveis Automatização dos processos O número, heterogeneidade e complexidade dos objectos tornam todas as tarefas morosas e o suporte reduzido

22 Desenvolvimento futuro: SCAPE Projecto internacional começou em 2011 e termina em 2014 Projecto europeu do 7º programa-quadro Desenvolver infrastrutura e ferramentas escaláveis Criar uma framework para workflows de preservação Integrar com um sistema de planeamento e monitorização

23 Consórcio do SCAPE

24 Luis Faria KEEP SOLUTIONS, LDA. Rua Rosalvo de Almeida, nº Braga, Portugal T F

Repositórios digitais para documentos arquivísticos

Repositórios digitais para documentos arquivísticos Repositórios digitais para documentos arquivísticos Fundação Casa de Rui Barbosa Memória & Informação 4 de abril de 2012 Claudia Lacombe Rocha Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos Roteiro Repositório

Leia mais

Jornada de Profissionais da Informação. Anabela Ribeiro aribeiro@iantt.pt. 2007 DGARQ/Arquivo Distrital da Guarda 28 de Novembro de 2007

Jornada de Profissionais da Informação. Anabela Ribeiro aribeiro@iantt.pt. 2007 DGARQ/Arquivo Distrital da Guarda 28 de Novembro de 2007 1 Jornada de Profissionais da Informação Anabela Ribeiro aribeiro@iantt.pt 2 1 Microfilmagem e A tecnologia micrográfica e digital nas organizações : Preservação da documentação Aumentar a qualidade e

Leia mais

Repositórios Digitais Confiáveis

Repositórios Digitais Confiáveis Rápida introdução aos Repositórios Digitais Confiáveis Luis Fernando Sayão Comissão Nacional de Energia Nuclear Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos CTDE/CONARQ lsayao@cnen.gov.br REPOSITÓRIOS DIGITAIS

Leia mais

C E R T I F I C A Ç Ã O D E R E P O S I T Ó R I O S DIGITAIS

C E R T I F I C A Ç Ã O D E R E P O S I T Ó R I O S DIGITAIS C E R T I F I C A Ç Ã O D E R E P O S I T Ó R I O S DIGITAIS Miguel Ferreira Diretor técnico e da Qualidade mferreira@keep.pt Seminário (r)evolução da Pública: preservar, certificar e acessibilizar 7 de

Leia mais

DSPACE GESTÃO DE. Características e requisitos técnicos REPOSITÓRIOS INSTITUCIONAIS WHITE PAPER SERIES

DSPACE GESTÃO DE. Características e requisitos técnicos REPOSITÓRIOS INSTITUCIONAIS WHITE PAPER SERIES DSPACE GESTÃO DE REPOSITÓRIOS INSTITUCIONAIS Características e requisitos técnicos WHITE PAPER SERIES Sobre o documento Identificador WP11173 Autor Miguel Ferreira Contribuição Luís Miguel Ferros Distribuição

Leia mais

Informação certificada. SOS Digital: Tópico 5

Informação certificada. SOS Digital: Tópico 5 Informação certificada SOS Digital: Tópico 5 O que fazer com documentos assinados digitalmente? Cenário actual Tendência para considerar AD como uma emulação da assinatura convencional (artº7 do Dec.Lei

Leia mais

Hardware & Software. SOS Digital: Tópico 2

Hardware & Software. SOS Digital: Tópico 2 Hardware & Software SOS Digital: Tópico 2 Os objetos digitais são acessíveis somente através de combinações específicas de componentes de hardware a parte física do computador software programas para operar

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Fevereiro de 2006

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Fevereiro de 2006 Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Nero 7 Colecção: Software Obrigatório

Leia mais

PRESERVAÇÃO DIGITAL MIGUEL ÁNGEL MÁRDERO ARELLANO

PRESERVAÇÃO DIGITAL MIGUEL ÁNGEL MÁRDERO ARELLANO PRESERVAÇÃO DIGITAL MIGUEL ÁNGEL MÁRDERO ARELLANO 2 MOVIMENTO AMBIENTALISTA PRESERVAÇÃO DIGITAL OS DOCUMENTOS PROCESSADOS POR UM COMPUTADOR PODEM SER MANIPULADOS SEM DEIXAR QUALQUER VESTÍGIO, SENDO INSTÁVEIS

Leia mais

1 - Meta-Informação. Meta-informação tradicional (descritiva)

1 - Meta-Informação. Meta-informação tradicional (descritiva) Meta-Informação Definição de meta-informação Informação acerca da informação Âmbito varia com comunidades profissionais : requerida para manter sistemas de informação e de património [2] eficazes, autorizados,

Leia mais

Processos e métodos de preservação digital do Património Arquivístico. Ana Mª Rodrigues

Processos e métodos de preservação digital do Património Arquivístico. Ana Mª Rodrigues Processos e métodos de preservação digital do Património Arquivístico Ana Mª Rodrigues 19 de Setembro de 2013 Objectivos da apresentação Relativamente ao Património Arquivístico Digital, apresentar os

Leia mais

PHC ControlDoc CS. A gestão documental da empresa ou organização

PHC ControlDoc CS. A gestão documental da empresa ou organização PHC ControlDoc CS A gestão documental da empresa ou organização O arquivo digital de todo o tipo de ficheiros (imagens, word, excel, pdf, etc.) e a possibilidade de os relacionar com os dados existentes

Leia mais

PHC ControlDoc BENEFÍCIOS. _Fim do papel a circular na empresa. _Rapidez de encontrar um documento

PHC ControlDoc BENEFÍCIOS. _Fim do papel a circular na empresa. _Rapidez de encontrar um documento Com o ControlDoc pode arquivar digitalmente todo o tipo de ficheiros (Imagens, Word, Excel, PDF, etc.) e relacioná-los com os dados existentes nas restantes aplicações. PHC ControlDoc Reduza os custos

Leia mais

18/08/2013. Autenticidade Digital PRESERVAÇÃO DIGITAL. Preservação Digital

18/08/2013. Autenticidade Digital PRESERVAÇÃO DIGITAL. Preservação Digital Autenticidade Digital PRESERVAÇÃO DIGITAL Preservação Digital 1 Introdução Urgência da sociedade contemporânea em transformar tudo para formatos digitais Textos, imagens, vídeos, música Economia de espaço

Leia mais

PHC ControlDoc CS. A gestão documental da empresa ou organização

PHC ControlDoc CS. A gestão documental da empresa ou organização PHC ControlDoc CS A gestão documental da empresa ou organização O arquivo digital de todo o tipo de ficheiros (imagens, word, excel, pdf, etc.) e a possibilidade de os relacionar com os dados existentes

Leia mais

Escola Básica 2, 3 de Lamaçães Planificação Anual 2007/08 Tecnologias de Informação e Comunicação

Escola Básica 2, 3 de Lamaçães Planificação Anual 2007/08 Tecnologias de Informação e Comunicação Escola Básica 2, 3 de Lamaçães Planificação Anual 2007/08 Tecnologias de Informação e Comunicação Unidade de Ensino/Aprendizagem Tecnologias da Informação e Comunicação Conceitos Introdutórios Conceitos

Leia mais

PHC ControlDoc CS. ππ Empresas e organizações que desejem acabar com a circulação de papel BENEFÍCIOS SOLUCÃO DESTINATÁRIOS

PHC ControlDoc CS. ππ Empresas e organizações que desejem acabar com a circulação de papel BENEFÍCIOS SOLUCÃO DESTINATÁRIOS Com o PHC ControlDoc pode arquivar digitalmente todo o tipo de ficheiros (Imagens, Word, Excel, PDF, etc.) e relacioná-los com os dados existentes nas restantes aplicações. PHC ControlDoc CS Reduza os

Leia mais

PHC ControlDoc CS BENEFÍCIOS. _Fim do papel a circular na empresa. _Rapidez na pesquisa de documentos. _Segurança detalhada no acesso aos documentos

PHC ControlDoc CS BENEFÍCIOS. _Fim do papel a circular na empresa. _Rapidez na pesquisa de documentos. _Segurança detalhada no acesso aos documentos Com o PHC ControlDoc pode arquivar digitalmente todo o tipo de ficheiros (Imagens, Word, Excel, PDF, etc.) e relacioná-los com os dados existentes nas restantes aplicações. PHC ControlDoc CS Reduza os

Leia mais

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos PHC Workflow CS O controlo e a automatização de processos internos A solução que permite que um conjunto de acções a executar siga uma ordem pré-definida, de acordo com as normas da empresa, aumentando

Leia mais

Gestão Documental e Governança da Informação - O Debate Necessário

Gestão Documental e Governança da Informação - O Debate Necessário Gestão Documental e Governança da Informação - O Debate Necessário 11 de novembro de 2014 Auditório da Torre do Tombo PATROCINDADORES Apoio Patrocinadores Globais APDSI Preservação (digital) Conferência

Leia mais

Soluções de Gestão de Clientes e Impressão Universal

Soluções de Gestão de Clientes e Impressão Universal Soluções de Gestão de Clientes e Impressão Universal Manual do utilizador Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. As informações

Leia mais

O caminho da Informação do Papel ao Digital

O caminho da Informação do Papel ao Digital O caminho da Informação do Papel ao Digital Programa de Tratamento Integrado de Acervos - PROPTIA Matriz de Temporalidade Documental Como Elaborar: Ficha de Análise Temporal - FAD Tipo ou Espécie Documental

Leia mais

METADADOS PARA A PRESERVAÇÃO DA INFORMAÇÃO DIGITAL

METADADOS PARA A PRESERVAÇÃO DA INFORMAÇÃO DIGITAL 354 METADADOS PARA A PRESERVAÇÃO DA INFORMAÇÃO DIGITAL José Carlos Abbud Grácio (UNESP) Bárbara Fadel (UNESP) 1. Introdução Com os avanços das tecnologias de informação e comunicação (TIC) as instituições

Leia mais

Gestão e preservação de documentos digitais

Gestão e preservação de documentos digitais Gestão e preservação de documentos digitais I Congresso Nacional de Arquivologia Brasília novembro 2004 Contexto Internacional Na década de 90, a comunidade arquivística internacional dá início aos primeiros

Leia mais

WEEBOX GESTÃO SIMPLIFICADA. Características e requisitos técnicos DE DOCUMENTOS WHITE PAPER SERIES

WEEBOX GESTÃO SIMPLIFICADA. Características e requisitos técnicos DE DOCUMENTOS WHITE PAPER SERIES WEEBOX GESTÃO SIMPLIFICADA DE DOCUMENTOS Características e requisitos técnicos WHITE PAPER SERIES Sobre o documento Identificador WP11132 Autor Luís Faria, Miguel Ferreira Contribuição Amazing Ideas Distribuição

Leia mais

PreservaAon Watch: um sistema de suporte à preservação digital

PreservaAon Watch: um sistema de suporte à preservação digital PreservaAon Watch: um sistema de suporte à preservação digital José Carlos Ramalho jcr@keep.pt KEEP SOLUTIONS www.keep.pt Luís Faria lfaria@keep.pt KEEP SOLUTIONS www.keep.pt Miguel Ferreira mferreira@keep.pt

Leia mais

Versão 1.0. GEP Gabinete de Estratégia e Planeamento. aneamento. Rua Castilho, Nº 24 Lisboa 1250-069 Lisboa Homepage : http://www.gep.mtss.gov.

Versão 1.0. GEP Gabinete de Estratégia e Planeamento. aneamento. Rua Castilho, Nº 24 Lisboa 1250-069 Lisboa Homepage : http://www.gep.mtss.gov. Versão 1.0 GEP Gabinete de Estratégia e Planeamento aneamento. Rua Castilho, Nº 24 Lisboa 1250-069 Lisboa Homepage : http://www.gep.mtss.gov.pt Índice Folha 2 ÍNDICE Folha 1 - Requisitos -------------------------------------------------------------

Leia mais

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas & 1 Índice 2 Introdução...3 3 A Plataforma de Curricula DeGóis...3 3.1 É utilizada porque...3 3.2 Com a utilização do DeGóis ganho...4 3.1

Leia mais

Introdução. Confiabilidade. Conformidade. Segurança. Optimização e Disponibilidade

Introdução. Confiabilidade. Conformidade. Segurança. Optimização e Disponibilidade Introdução Desenvolvido segundo um modelo de bases de dados relacionais, podem ser realizadas personalizações à medida de cada empresa, em conformidade com o Sistema de Informação existente e diversas

Leia mais

Direcção Regional de Educação do Algarve

Direcção Regional de Educação do Algarve MÓDULO 1 Folha de Cálculo 1. Introdução à folha de cálculo 1.1. Personalização da folha de cálculo 1.2. Estrutura geral de uma folha de cálculo 1.3. O ambiente de da folha de cálculo 2. Criação de uma

Leia mais

Nota Prévia PROCEDIMENTOS DE AJUDA NO ACESSO AO CONTEÚDO E ESTRUTURA DA BASE DE DADOS. 1º Procedimento

Nota Prévia PROCEDIMENTOS DE AJUDA NO ACESSO AO CONTEÚDO E ESTRUTURA DA BASE DE DADOS. 1º Procedimento PROCEDIMENTOS DE ACESSO AO CONTEÚDO E ESTRUTURA DA BASE DE DADOS DO PROJECTO DE INVENTARIAÇÃO DO EX-MINISTÉRIO DO ULTRAMAR, PRESERVADA NO REPOSITÓRIO DE OBJECTOS DIGITAIS AUTÊNTICOS (RODA): MANUAL DE APOIO

Leia mais

Prof. Sandrina Correia

Prof. Sandrina Correia Tecnologias de I informação de C omunicação 9º ANO Prof. Sandrina Correia TIC Prof. Sandrina Correia 1 Objectivos Definir os conceitos de Hardware e Software Identificar os elementos que compõem um computador

Leia mais

Computadores e Informática Guia de introdução às Tecnologias da Informação e Comunicação

Computadores e Informática Guia de introdução às Tecnologias da Informação e Comunicação Computadores e Informática Guia de introdução às Tecnologias da Informação e Comunicação Autor: António Eduardo Marques Colecção: Soluções Revisão: Centro Atlântico Capa e paginação: António J. Pedro Centro

Leia mais

DIRECÇÃO-GERAL DE ARQUIVOS. PT, Lisboa, Direcção-Geral de Arquivos

DIRECÇÃO-GERAL DE ARQUIVOS. PT, Lisboa, Direcção-Geral de Arquivos DIRECÇÃO-GERAL DE ARQUIVOS PT, Lisboa, Direcção-Geral de Arquivos 1 DIRECÇÃO-GERAL DE ARQUIVOS DIRECÇÃO-GERAL DE ARQUIVOS Digitalização e disponibilização de informação: experiência portuguesa 2.534.211

Leia mais

Cópia de Segurança e Recuperação Manual do utilizador

Cópia de Segurança e Recuperação Manual do utilizador Cópia de Segurança e Recuperação Manual do utilizador Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. As informações aqui contidas

Leia mais

Segurança e recuperação Manual do utilizador

Segurança e recuperação Manual do utilizador Segurança e recuperação Manual do utilizador Copyright 2009 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft é uma marca comercial registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. As informações contidas

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 2ª edição: Março de 2006 ISBN: 989-615-024-9 Depósito legal: 240.

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 2ª edição: Março de 2006 ISBN: 989-615-024-9 Depósito legal: 240. Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Microsoft Windows XP SP2, 2ª edição Colecção:

Leia mais

Repensar a Gestão Documental Organização Inteligente

Repensar a Gestão Documental Organização Inteligente Repensar a Documental na Organizaç Organização Inteligente Será o arquivo o meio de obter conhecimento da verdade sobre o passado e inquirir sobre a verdade do que poderá ser o futuro SÓCRATES, José A

Leia mais

Dispositivos Externos Manual do Utilizador

Dispositivos Externos Manual do Utilizador Dispositivos Externos Manual do Utilizador Copyright 2009 Hewlett-Packard Development Company, L.P. As informações contidas neste documento estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. As únicas garantias

Leia mais

Dispositivos externos

Dispositivos externos Dispositivos externos Manual do utilizador Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft é uma marca registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. As informações aqui contidas estão

Leia mais

WHITEPAPER. Guia de compra para câmeras IP: tudo o que você precisa saber antes de adquirir a sua solução digital

WHITEPAPER. Guia de compra para câmeras IP: tudo o que você precisa saber antes de adquirir a sua solução digital WHITEPAPER Guia de compra para câmeras IP: tudo o que você precisa saber antes de adquirir a sua solução digital Câmera IP ou câmera analógica? Se você está em dúvida sobre a aquisição de uma solução analógica

Leia mais

Sony lança PCS-HG90, o novo modelo de videoconferência no mercado

Sony lança PCS-HG90, o novo modelo de videoconferência no mercado Sony lança PCS-HG90, o novo modelo de videoconferência no mercado Objectivo A Sony possui um leque muito variado de equipamentos de videoconferência que abrange praticamente todas as necessidades do Mercado.

Leia mais

Instruções de utilização do portal Web da Visteon

Instruções de utilização do portal Web da Visteon FORD MOTOR COMPANY LIMITED Issued by European Warranty Operations Ford Customer Service Division Instruções de utilização do portal Web da Visteon 1. Entrar Na janela de endereço no seu browser da internet,

Leia mais

e-arq, SIGAD s e Repositórios

e-arq, SIGAD s e Repositórios e-arq, SIGAD s e Repositórios Requisitos para um sistema de Gestão Arquivística de Documentos: a confiabilidade e a autenticidade como garantia para a tomada de decisões, de fonte de prova, de direitos

Leia mais

Computadores Portáteis. Regulamento de utilização

Computadores Portáteis. Regulamento de utilização Computadores Portáteis Regulamento de utilização 1 Introdução Os computadores portáteis estão disponíveis para: a) a utilização individual e profissional por professores; b) a utilização por professores,

Leia mais

Preservação de Acervos Digitais

Preservação de Acervos Digitais Preservação de Acervos Digitais Humberto Celeste Innarelli Analista de Desenvolvimento de Sistemas e Administrador de Rede do Sistema do Arquivo Central do Arquivos da UNICAMP Professor da área de Tecnologia

Leia mais

Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso

Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso Considerando que a informação arquivística, produzida, recebida, utilizada e conservada em sistemas informatizados,

Leia mais

Autênticos. Repositório de Objectos Digitais RODA. Repositório de Objectos Digitais Autênticos. Política de Preservação Digital

Autênticos. Repositório de Objectos Digitais RODA. Repositório de Objectos Digitais Autênticos. Política de Preservação Digital Repositório de Objectos Digitais Autênticos RODA Repositório de Objectos Digitais Autênticos Política de Preservação Digital Direcção-Geral de Arquivos 2009 Ficha técnica MIP Título: RODA: Política de

Leia mais

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos PHC Workflow CS O controlo e a automatização de processos internos A solução que permite que um conjunto de ações a executar siga uma ordem pré-definida, de acordo com as normas da empresa, aumentando

Leia mais

Referencial do Módulo B

Referencial do Módulo B 1 Referencial do Módulo B Liga, desliga e reinicia correctamente o computador e periféricos, designadamente um scanner; Usa o rato: aponta, clica, duplo-clique, selecciona e arrasta; Reconhece os ícones

Leia mais

O CITIUS é uma ferramenta mais avançada do que a antiga aplicação Habilus.net, permitindo um conjunto de novas funcionalidades.

O CITIUS é uma ferramenta mais avançada do que a antiga aplicação Habilus.net, permitindo um conjunto de novas funcionalidades. Projecto CITIUS CITIUS (do latim mais rápido, mais célere) é o projecto de desmaterialização dos processos nos tribunais judiciais desenvolvido pelo Ministério da Justiça. Englobando aplicações informáticas

Leia mais

Serviço Cloud. Sustentabilidade

Serviço Cloud. Sustentabilidade Sustentabilidade 2013 AGENDA ENQUADRAMENTO SERVIÇO CLOUD ENQUADRAMENTO Chegou a era do Data tsunami À medida que os equipamentos suportam e integram novas funcionalidades e as redes têm uma resposta mais

Leia mais

Sistemas de Informação e o Computador

Sistemas de Informação e o Computador Índice Noção de Sistema de Informação O Sistema de Informação no Escritório A palavra Informática é derivada de duas outras palavras associadas de escritório a ela, a primeira é informação e a segunda

Leia mais

Busca e apreensão de provas

Busca e apreensão de provas Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias CCA UFES Departamento de Computação Universidade Federal do Espírito Santo CCA UFES Busca e apreensão de provas Computação Forense Site:

Leia mais

Estrutura e Funcionamento de um Computador

Estrutura e Funcionamento de um Computador Estrutura e Funcionamento de um Computador ESE Viseu 2009/2010 Docente: Maribel Miranda Pinto O hardware é a parte física do computador, a parte palpável do computador, ou seja, é o conjunto de componentes

Leia mais

... Calendarização: 2 blocos de 90 m Metas/Objetivos Descritores Conceitos/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação

... Calendarização: 2 blocos de 90 m Metas/Objetivos Descritores Conceitos/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E INFORMÁTICA DISCIPLINA: TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PLANIFICAÇÃO DE 7º ANO... 1º Período Domínio INFORMAÇÃO I7 A Informação, o conhecimento e o mundo das tecnologias

Leia mais

III. Norma Geral de Segurança da Informação para Uso da Internet

III. Norma Geral de Segurança da Informação para Uso da Internet O B J E CT I V O Estabelecer critérios para acesso à Internet utilizando recursos do Projecto Portal do Governo de Angola. Orientar os Utilizadores sobre as competências, o uso e responsabilidades associadas

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Desenho de Software Departamento de Matemática Universidade dos Açores Hélia Guerra helia@uac.pt desenho Desenho (dicionário Priberam on-line) do Lat.! designu s. m., arte de representar

Leia mais

Gestão de documentos para a garantia de fidedignidade e autenticidade dos documentos digitais: normatização e implementação

Gestão de documentos para a garantia de fidedignidade e autenticidade dos documentos digitais: normatização e implementação Gestão de documentos para a garantia de fidedignidade e autenticidade dos documentos digitais: normatização e implementação Luciane Tomé da Cunha lucianetome@issx.com.br EU QUERO UM ECM O QUE O SE ESPERA

Leia mais

Vantagens do software open-source instanciando o caso da solução integrada de bibliotecas Koha. Workshop Nacional sobre o Koha 2012-04-20

Vantagens do software open-source instanciando o caso da solução integrada de bibliotecas Koha. Workshop Nacional sobre o Koha 2012-04-20 Vantagens do software open-source instanciando o caso da solução integrada de bibliotecas Koha Workshop Nacional sobre o Koha 2012-04-20 1 O que é o open-source? Open-source ou código aberto - termo utilizado

Leia mais

Dispositivos externos Manual do utilizador

Dispositivos externos Manual do utilizador Dispositivos externos Manual do utilizador Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft é uma marca comercial registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. As informações aqui contidas

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM GRUPO DISICPLINAR - Informática ANO: 8º TICT2 ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/9

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM GRUPO DISICPLINAR - Informática ANO: 8º TICT2 ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/9 ANO: 8º TICT2 ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/9 Módulo 1 Tecnologias da Informação e Comunicação 1.1 Conceitos Essenciais Conceitos Básicos o Informática o Tecnologias da Informação o Tecnologias da Informação

Leia mais

A solução para consultar e introduzir documentos, imagens e outros ficheiros a partir de um local com acesso à Internet.

A solução para consultar e introduzir documentos, imagens e outros ficheiros a partir de um local com acesso à Internet. dcontroldoc Interno e Externo Descritivo completo A solução para consultar e introduzir documentos, imagens e outros ficheiros a partir de um local com acesso à Internet. Benefícios Facilidade em pesquisar

Leia mais

E B I / J I d e T Á V O R A

E B I / J I d e T Á V O R A E B I / J I d e T Á V O R A R E G U L A M E N T O D E U T I L I Z A Ç Ã O D O S COMPUTA D O R E S PO R T Á T E I S O objectivo deste documento é regulamentar todas as actividades curriculares desenvolvidas,

Leia mais

Informática para Concursos 1 leitejuniorbr@yahoo.com.br

Informática para Concursos 1 leitejuniorbr@yahoo.com.br QUESTÕES TRE / TJ FCC 2007 CARGO: TÉCNICO JUDICIÁRIO ÁREA QUESTÃO 11 -. Com relação a hardware, é correto afirmar que: (A) Computadores com placas-mãe alimentadas por fontes ATX suportam o uso do comando

Leia mais

Backup. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Backup. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Backup Prof. Marciano dos Santos Dionizio Passos para Formatar um Computador Fazer backup dos arquivos necessários, Verificar software instalados, Verificar drivers, Formatação e instalação Sistema Operacional,

Leia mais

Considerações sobre o Disaster Recovery

Considerações sobre o Disaster Recovery Considerações sobre o Disaster Recovery I M P O R T A N T E O backup completo para Disaster Recovery não dispensa o uso de outros tipos de trabalhos de backup para garantir a integridadedo sistema. No

Leia mais

Termos e condições de utilização da Plataforma e Política de Protecção de Dados Pessoais

Termos e condições de utilização da Plataforma e Política de Protecção de Dados Pessoais Termos e condições de utilização da Plataforma e Política de Protecção de Dados Pessoais Os presentes Termos e Condições e Política de Protecção de Dados Pessoais (adiante abreviadamente designados Termos

Leia mais

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6 MANUAL DO UTILIZADOR A informação contida neste manual, pode ser alterada sem qualquer aviso prévio. A Estratega Software, apesar dos esforços constantes de actualização deste manual e do produto de software,

Leia mais

Unidade Operacional de Normalização e Certificação de Sistemas e Tecnologias de Informação

Unidade Operacional de Normalização e Certificação de Sistemas e Tecnologias de Informação Procedimento de concessão e acompanhamento da atribuição da Marca ACSS-Software Certificado a produtos de software para utilização nas instituições e Unidade Operacional de Normalização e Certificação

Leia mais

Backup. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Backup. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Backup Prof. Marciano dos Santos Dionizio Passos para Formatar um Computador Fazer backup dos arquivos necessários, Verificar software instalados, Verificar drivers, Formatação e instalação Sistema Operacional,

Leia mais

Terceira Parte Gestão de Projeto para Gestores De Informação PMIP Project Management for Information Professional

Terceira Parte Gestão de Projeto para Gestores De Informação PMIP Project Management for Information Professional Terceira Parte Gestão de Projeto para Gestores De Informação PMIP Project Management for Information Professional Programa de Tratamento Integrado de Acervos - PROPTIA Matriz de Temporalidade Documental

Leia mais

Introdução à Computação. Conceitos básicos sobre computadores. ISEP DEI, Angelo Martins 2006 Conceitos básicos sobre computadores - 1

Introdução à Computação. Conceitos básicos sobre computadores. ISEP DEI, Angelo Martins 2006 Conceitos básicos sobre computadores - 1 Introdução à Computação Conceitos básicos sobre computadores ISEP DEI, Angelo Martins 2006 Conceitos básicos sobre computadores - 1 Conteúdo Computadores Apresentação sumária da estrutura interna dos computadores

Leia mais

GUARDING EXPERT (ANDROID) SOFTWARE PARA TELEMÓVEIS

GUARDING EXPERT (ANDROID) SOFTWARE PARA TELEMÓVEIS 1 GUARDING EXPERT (ANDROID) SOFTWARE PARA TELEMÓVEIS Visão Geral O software para telemóvel Guarding Expert (Android) V3.2, foi projetado para telemóveis com base no sistema operativo Android (versão 2.3.3

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Em parceria com: Segurança da Informação Sua organização se preocupa em proteger as informações? Informação X Segurança DO QUE proteger as informações? ENTENDENDO A AMEAÇA Existem mais de 26.000 produtos

Leia mais

Fisicamente presente Preservado para o futuro

Fisicamente presente Preservado para o futuro Fisicamente presente Preservado para o futuro introdução Nova forma de Preservação Digital Garantir acesso futuro aos dados digitais de hoje é um desafio constante. O volume de dados, a complexidade e

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2004

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2004 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. Reservados todos

Leia mais

FICHEIROS COM EXEMPLOS

FICHEIROS COM EXEMPLOS FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. Reservados todos

Leia mais

Segurança, faz a diferença

Segurança, faz a diferença Segurança, faz a diferença Projecto Lince EH&S Pedro Moreira EDP Valor Direcção de Segurança e Saúde Agenda O problema e a solução encontrada Funcionalidades disponíveis Implementação Agenda O problema

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2003

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2003 MANTENHA-SE INFORMADO Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para ser informado sempre que existirem actualizações a esta colecção ou outras notícias importantes sobre o Internet Explorer. *

Leia mais

Lexmark Print Management

Lexmark Print Management Lexmark Print Management O Lexmark Print Management permite-lhe optimizar a impressão em rede e criar uma vantagem informativa com uma solução que pode ser implementada localmente ou através da nuvem.

Leia mais

Bosch Video Management System Assegurando o futuro com IP

Bosch Video Management System Assegurando o futuro com IP Bosch Video Management System Assegurando o futuro com IP Segurança de vídeo IP Tudo interligado O Bosch Video Management System (VMS) gere todo o áudio e vídeo digital e IP, além de todos os dados de

Leia mais

Publicação em contexto académico: OJS na prática

Publicação em contexto académico: OJS na prática Publicação em contexto académico: OJS na prática sumário 1. Publicações científicas em ambiente académico: um cenário pouco homogéneo 1.1 o papel das bibliotecas de ensino superior 2. OJS Open Journal

Leia mais

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

Soluções de Gerenciamento de Clientes e de Impressão Universal

Soluções de Gerenciamento de Clientes e de Impressão Universal Soluções de Gerenciamento de Clientes e de Impressão Universal Guia do Usuário Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca registrada nos Estados Unidos da Microsoft Corporation.

Leia mais

PHC Recursos Humanos CS

PHC Recursos Humanos CS PHC Recursos Humanos CS A gestão total dos Recursos Humanos A solução que permite a optimização da selecção e recrutamento, a correcta descrição de funções, a execução das avaliações de desempenho e a

Leia mais

ENSINO BÁSICO CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO Praticas Administrativas

ENSINO BÁSICO CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO Praticas Administrativas Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes ENSINO BÁSICO CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO Praticas Administrativas ESCOLA: Dr. Solano de Abreu DISCIPLINA:TIC ANO: 1 ANO 2013/2014 CONTEÚDOS Conceitos básicos Informática

Leia mais

RODA Repositório de Objectos Digitais Autênticos

RODA Repositório de Objectos Digitais Autênticos RODA Repositório de Objectos Digitais Autênticos Relatório Final Projecto 613/2006 POAP Identificador 41012-011 Versão Final Autor Luís Faria e Rui Castro Data publicação 2007-03-18 Acesso Público Datas

Leia mais

Segurança e recuperação Manual do utilizador

Segurança e recuperação Manual do utilizador Segurança e recuperação Manual do utilizador Copyright 2007-2009 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft é uma marca comercial registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. As informações contidas

Leia mais

indiferenca.com Índice Empresa Pág. 3 Valores Pág. 3 Mercado Pág. 4 Serviços Pág. 4 Marcas Pág. 6 Protocolo Pág. 7 Vantagens

indiferenca.com Índice Empresa Pág. 3 Valores Pág. 3 Mercado Pág. 4 Serviços Pág. 4 Marcas Pág. 6 Protocolo Pág. 7 Vantagens Página2 Índice Empresa Valores Mercado Serviços Marcas Protocolo Vantagens a. Alunos / Docentes / Funcionários Contrapartidas Pág. 3 Pág. 3 Pág. 4 Pág. 4 Pág. 6 Pág. 7 Pág. 7 Pág. 8 Pág. 8 4440-650 Valongo

Leia mais

Análise e Conc epç ão de Sist em as de Inform aç ão,qwurgxomrj(qj GH5HTXLVLWRV. Adaptado a partir de Gerald Kotonya and Ian Sommerville

Análise e Conc epç ão de Sist em as de Inform aç ão,qwurgxomrj(qj GH5HTXLVLWRV. Adaptado a partir de Gerald Kotonya and Ian Sommerville Análise e Conc epç ão de Sist em as de Inform aç ão,qwurgxomrj(qj GH5HTXLVLWRV Adaptado a partir de Gerald Kotonya and Ian Sommerville 1 Objectivos Introduzir as noções requisitos de sistema e processo

Leia mais

A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E OS ARQUIVOS. Daniela F. Gabriel João Paulo Lopes Vítor Mesquita O EXEMPLO DA CMP AO SERVIÇO DO CIDADÃO

A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E OS ARQUIVOS. Daniela F. Gabriel João Paulo Lopes Vítor Mesquita O EXEMPLO DA CMP AO SERVIÇO DO CIDADÃO 2015 CMP DMC DMAG Daniela F. Gabriel João Paulo Lopes Vítor Mesquita A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E OS ARQUIVOS O EXEMPLO DA CMP AO SERVIÇO DO CIDADÃO GTGDA - BAD, 18 de Junho de 2015 2015 CMP DMC DMAG

Leia mais

Disciplina: Tecnologias de Informação e Comunicação Ano Letivo 2014/2015

Disciplina: Tecnologias de Informação e Comunicação Ano Letivo 2014/2015 A informação, o conhecimento e o mundo das tecnologias. (I7.1) Utilização do computador e/ou dispositivos eletrónicos similares em segurança. (I7.2) 1. Compreender a evolução das tecnologias de informação

Leia mais

Centro Atlântico, Lda., 2012 Ap. 413 4760-056 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.

Centro Atlântico, Lda., 2012 Ap. 413 4760-056 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico. Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Microsoft Windows 8 Colecção: Software

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Junho de 2005 ISBN: 989-615-011-7 Depósito legal: 229.

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Junho de 2005 ISBN: 989-615-011-7 Depósito legal: 229. Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Windows Movie Maker Colecção: Software

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.381

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.381 Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.381 Institui Regime Especial para dispensa da guarda e arquivo das Notas Fiscais de Serviços, condicionada à guarda e ao arquivo, pelo período decadencial, dos respectivos

Leia mais

UIFCUL. Unidade de Informática Faculdade de Ciências. Universidade de Lisboa. Regulamento de Utilização dos Laboratórios de Informática da FCUL

UIFCUL. Unidade de Informática Faculdade de Ciências. Universidade de Lisboa. Regulamento de Utilização dos Laboratórios de Informática da FCUL UIFCUL Universidade de Lisboa Regulamento de Utilização dos Laboratórios de Informática da FCUL Versão 1.0 2 Janeiro de 2014 Versão Data Alterações / Notas Responsável 1.0 2014.01.07 Aprovação inicial

Leia mais

LABWAY ROAD SHOW 2007 - Sessão #3

LABWAY ROAD SHOW 2007 - Sessão #3 Pedro Coutinho Paulo Rego jpcoutinho@ambidata.pt paulorego@ambidata.pt Agenda Porquê um LIMS? Os Nossos Pontos Fortes O Nosso Objectivo Características do LabWay - LIMS O Processo LabWay - LIMS Projectando

Leia mais

Planificação Anual TIC 8º Ano 2012/2013 1 PERÍODO

Planificação Anual TIC 8º Ano 2012/2013 1 PERÍODO Ano Letivo 2012/2013 TIC 7º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CONTEÚDOS 1 PERÍODO 1 TEMPO- 45 MINUTOS Domínio Duração Objectivos Gerais Objectivos Específicos Estratégias/ Actividades Subdomínio 7ºA 7ºB Informação

Leia mais

Arquivo Digital de Trabalhos Práticos de Alunos

Arquivo Digital de Trabalhos Práticos de Alunos Arquivo Digital de Trabalhos Práticos de Alunos Projecto Integrado Engenharia de Linguagens Eduardo Ribeiro Miguel Nunes Objectivos Criação de uma interface Web para incorporação de Objectos Digitais;

Leia mais