MÓDULO: QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO Relatório das Oficinas de Campo sobre Rotinas Trabalhistas e Segurança do Trabalho (NR 31)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MÓDULO: QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO Relatório das Oficinas de Campo sobre Rotinas Trabalhistas e Segurança do Trabalho (NR 31)"

Transcrição

1 PROGRAMA DE GESTÃO ECONÔMICA, SOCIAL E AMBIENTAL DA SOJA BRASILEIRA. MÓDULO: QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO Relatório das Oficinas de Campo sobre Rotinas Trabalhistas e Segurança do Trabalho (NR 31) 2011

2 Programa de Sustentabilidade cadeia da Soja Brasileira Soja Plus O programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental objetiva promover a boa gestão das propriedades rurais e dos outros elos da cadeia, garantindo a melhoria contínua dos processos de produção, transformação e comercialização da soja. Com isso, tornar-se o programa mais eficiente de desenvolvimento sustentável da sojicultura brasileira. Este programa está sendo realizado por diversas instituições: Associação da Indústria de Oleaginosas (ABIOVE), Associação dos Exportadores de Grãos (ANEC), Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (APROSOJA), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (FAMATO), Instituto para o Agronegócio Responsável (ARES), conta também com a parceria do Serviço de Aprendizagem Rural (SENAR/MT), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), Universidade Federal de Viçosa (UFV) e Instituto Algodão Social (IAS). O programa está sendo desenvolvido conforme as seguintes linhas de ação: 1. Qualidade de vida no trabalho: Saúde e segurança ocupacional e Relações Trabalhistas; 2. Melhores práticas de produção: Práticas Agrícolas e Ambientes Nativos; 3. Viabilidade financeira e Econômica 4. Qualidade do Produto 5. Responsabilidade Social O produtor rural necessita de apoio, no sentido de melhorar a gestão da cadeia produtiva e os indicadores econômicos, sociais e ambientais da produção agrícola. Para isso, as entidades parceiras capacitaram em 2011, aproximadamente 1250 produtores com a distribuição de material técnico, cursos de qualificação, dias de campo e visitas técnicas. Este processo está adequado à realidade da propriedade rural brasileira e foi desenhado para ser operacionalmente simples, voluntário, participativo, transparente e

3 verificável. O Soja Plus tem a intuito de se tornar o maior programa de gestão da propriedade rural do País para os próximos 10 anos. Entre o mês de julho e agosto foram realizadas 19 oficinas sobre rotinas trabalhistas e segurança do trabalho (NR 31), nos 19 núcleos da APROSOJA, nas regiões norte, sul, leste e oeste de Mato Grosso. Programação das oficinas: 1) Oficinas sobre Qualidade de Vida no Trabalho e NR31 na gestão da propriedade rural a. Objetivo: Apresentar ao produtor a importância de se adotar melhorias na qualidade de vida no trabalho, além de abordar os aspectos relevantes de interesse do produtor referente à Legislação e as rotinas trabalhistas (CLT e LTR) e normas de segurança do trabalho, saúde ocupacional e meio ambiente do trabalho (NR31); b. Durante a oficina o produtor, assessorado por técnicos especializados, realizará avaliação da sua propriedade rural (Auto verificação das conformidades legais praticadas na fazenda); c. Organização: Soja Plus d. Executor: Instituto Algodão Social - IAS e. Material: Questionário de auto verificação f. Carga horária: 2,5 a 3 horas. g. Entrega de Certificado h. Local: Sindicatos Rurais 2) Datas: 3) Municípios: SUL OESTE NORTE LESTE 04 a 08 de Julho 18 a 22 de Julho 01 a 5 de Agosto 08 a 10 de Agosto Sul Jaciara, Campo Verde, Primavera do Leste e Alto Taquari. Oeste Tangará da Serra, Campo Novo do Parecis, Campos de Júlio, Sapezal e Diamantino. Norte Sinop, Vera, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Tapurah e Nova Mutum Leste Querência, Canarana, Nova Xavantina e Rondonópolis. Palestrantes: Felix Balaniuc (IAS); Ocimar Vilela (ARES), João Viana (IGEAGRO), Bernardo Pires (ABIOVE) e Stefania Pasqualotto (FAMATO)

4 PARTICIPANTES Total Geral: 798 participantes, dentre eles 535 produtores, gerentes e funcionários de Recursos Humanos. Gráfico 1. Número de participantes presentes na oficina do Soja Plus por região do estado do MT

5 RESULTADO DO QUESTIONÁRIO DE AUTO AVALIAÇÃO POR REGIÃO A) REGIÃO SUL Núcleo Data Local Horário Part. Jaciara 04/07 Sindicato Rural de Jaciara 18:00h 13 Campo Verde 05/07 Sindicato Rural de Campo Verde 07:30h 17 Primavera do Leste 05/07 Sindicato Rural Primavera 18:00h 10 Alto Taquari 06/07 Sindicato Rural de A. Taquari 18:00h 16 Rondonópolis 12/08 Exposul 09:00h 48 Total 104 Jaciara Meus pontos Total de Soma pontos % SIM perguntas Grupo 1 Jornada de trabalho % Grupo 2 Saúde no trabalho % Grupo 3 Registro no trabalho % Grupo 4 Procedimentos formais de segurança % Grupo 5 Uso seguro de agrotóxicos % Grupo 6 Ambiente de trabalho % Total % *Os participantes cumpriram com pelo menos 71% normas (rotinas trabalhistas e de segurança do Campo Verde Meus pontos Total de Soma pontos % SIM perguntas Grupo 1 Jornada de trabalho % Grupo 2 Saúde no trabalho % Grupo 3 Registro no trabalho % Grupo 4 Procedimentos formais de segurança % Grupo 5 Uso seguro de agrotóxicos % Grupo 6 Ambiente de trabalho % Total % *Os participantes cumpriram com pelo menos 78% normas (rotinas trabalhistas e de segurança do

6 Primavera do Leste Meus pontos Total de Soma pontos % SIM perguntas Grupo 1 Jornada de trabalho % Grupo 2 Saúde no trabalho % Grupo 3 Registro no trabalho % Grupo 4 Procedimentos formais de segurança % Grupo 5 Uso seguro de agrotóxicos % Grupo 6 Ambiente de trabalho % Total % *Os participantes cumpriram com pelo menos 85% normas (rotinas trabalhistas e de segurança do Alto Taquari Meus pontos Total de perguntas Soma pontos % SIM Grupo 1 Jornada de trabalho % Grupo 2 Saúde no trabalho % Grupo 3 Registro no trabalho % Grupo 4 Procedimentos formais de segurança % Grupo 5 Uso seguro de agrotóxicos % Grupo 6 Ambiente de trabalho % Total % *Os participantes cumpriram com pelo menos 63% normas (rotinas trabalhistas e de segurança do B) REGIÃO OESTE Núcleo Data Local Horário Part. Tangará da Serra 18/07 Sindicato Rural de TGA 18:00h 24 Campo Novo do Parecis 19/07 Sindicato Rural de CNP 18:00h 34 Campos de Júlio 20/07 Sindicato Rural de CJ 18:00h 29 Sapezal 21/07 Câmara dos Vereadores 07:30h 32 Diamantino 21/07 Sindicato Rural de Diamantino 18:00h 34 Total 153

7 Tangará da Serra: Meus pontos Total de Soma pontos % SIM perguntas Grupo 1 Jornada de trabalho % Grupo 2 Saúde no trabalho % Grupo 3 Registro no trabalho % Grupo 4 Procedimentos formais de segurança % Grupo 5 Uso seguro de agrotóxicos % Grupo 6 Ambiente de trabalho % Total %* *Os participantes cumprir com pelo menos 60% normas (rotinas trabalhistas e de segurança do Campo Novo do Parecis: Meus pontos Total de Soma pontos % SIM perguntas Grupo 1 Jornada de trabalho % Grupo 2 Saúde no trabalho % Grupo 3 Registro no trabalho % Grupo 4 Procedimentos formais de segurança % Grupo 5 Uso seguro de agrotóxicos % Grupo 6 Ambiente de trabalho % Total %* *Os participantes cumprir com pelo menos 86% normas (rotinas trabalhistas e de segurança do Campos de Júlio: Meus pontos Total de Soma pontos % SIM perguntas Grupo 1 Jornada de trabalho % Grupo 2 Saúde no trabalho % Grupo 3 Registro no trabalho % Grupo 4 Procedimentos formais de segurança % Grupo 5 Uso seguro de agrotóxicos % Grupo 6 Ambiente de trabalho % Total % *Os participantes cumprir com pelo menos 67% normas (rotinas trabalhistas e de segurança do

8 Sapezal: Meus pontos Total de perguntas Soma pontos % SIM Grupo 1 Jornada de trabalho % Grupo 2 Saúde no trabalho % Grupo 3 Registro no trabalho % Grupo 4 Procedimentos formais de segurança % Grupo 5 Uso seguro de agrotóxicos % Grupo 6 Ambiente de trabalho % Total % *Os participantes cumprir com pelo menos 72% normas (rotinas trabalhistas e de segurança do Diamantino: Meus pontos Total de perguntas Soma pontos % SIM Grupo 1 Jornada de trabalho % Grupo 2 Saúde no trabalho % Grupo 3 Registro no trabalho % Grupo 4 Procedimentos formais de segurança % Grupo 5 Uso seguro de agrotóxicos % Grupo 6 Ambiente de trabalho % Total % *Os participantes cumprir com pelo menos 66% normas (rotinas trabalhistas e de segurança do C) REGIÃO NORTE Núcleo Data Local Horário Part. Sinop 01/08 Sindicato Rural de Sinop 18:00h 41 Vera 02/08 Câmara dos Vereadores de Vera 07:30h 24 Sorriso 02/08 Camara de Vereadores de Sorriso 18:00h 127 Lucas do Rio Verde 03/08 Auditório da Platan 07:30h 33 Tapurah 03/08 Sindicato Rural de Tapurah 18:00h 47 Nova Mutum 04/08 Sindicato Rural de Nova Mutum 14:00h 28 Total 300

9 Sinop Meus pontos Total de perguntas Soma pontos % SIM Grupo 1 Jornada de trabalho % Grupo 2 Saúde no trabalho % Grupo 3 Registro no trabalho % Grupo 4 Procedimentos formais de segurança % Grupo 5 Uso seguro de agrotóxicos % Grupo 6 Ambiente de trabalho % Total % *Os participantes cumpriram com pelo menos 74% normas (rotinas trabalhistas e de segurança do Vera Meus pontos Total de perguntas Soma pontos % SIM Grupo 1 Jornada de trabalho % Grupo 2 Saúde no trabalho % Grupo 3 Registro no trabalho % Grupo 4 Procedimentos formais de segurança % Grupo 5 Uso seguro de agrotóxicos % Grupo 6 Ambiente de trabalho % Total % *Os participantes cumpriram com pelo menos 55% normas (rotinas trabalhistas e de segurança do Sorriso Meus pontos Total de perguntas Soma pontos % SIM Grupo 1 Jornada de trabalho % Grupo 2 Saúde no trabalho % Grupo 3 Registro no trabalho % Grupo 4 Procedimentos formais de segurança % Grupo 5 Uso seguro de agrotóxicos % Grupo 6 Ambiente de trabalho % Total % *Os participantes cumpriram com pelo menos 64% normas (rotinas trabalhistas e de segurança do

10 Lucas do Rio Verde Meus pontos Total de perguntas Soma pontos % SIM Grupo 1 Jornada de trabalho % Grupo 2 Saúde no trabalho % Grupo 3 Registro no trabalho % Grupo 4 Procedimentos formais de segurança % Grupo 5 Uso seguro de agrotóxicos % Grupo 6 Ambiente de trabalho $ Total % *Os participantes cumpriram com pelo menos 62% normas (rotinas trabalhistas e de segurança do Tapurah Meus pontos Total de perguntas Soma pontos % SIM Grupo 1 Jornada de trabalho % Grupo 2 Saúde no trabalho % Grupo 3 Registro no trabalho % Grupo 4 Procedimentos formais de segurança % Grupo 5 Uso seguro de agrotóxicos % Grupo 6 Ambiente de trabalho % Total % *Os participantes cumpriram com pelo menos 68% normas (rotinas trabalhistas e de segurança do Nova Mutum Meus pontos Total de perguntas Soma pontos % SIM Grupo 1 Jornada de trabalho % Grupo 2 Saúde no trabalho % Grupo 3 Registro no trabalho % Grupo 4 Procedimentos formais de segurança % Grupo 5 Uso seguro de agrotóxicos % Grupo 6 Ambiente de trabalho % Total % *Os participantes cumpriram com pelo menos 74% normas (rotinas trabalhistas e de segurança do D) REGIÃO LESTE

11 Núcleo Data Local Horário Part. Querência 08/08 Sindicato Rural de Querência 18:00h 52 Canarana 09/08 Sindicato Rural de Canarana 18:00h 100 Nova Xavantina 10/08 Sindicato Rural de Nova Xavantina 18:00h 89 Total 152 VERIFICAÇÃO DE RESULTADO DO QUESTIONÁRIO DE AUTO-VERIFICAÇÃO, POR REGIÃO. % DE SIM CLASSIFICAÇÃO < 50% Frágil 50 e 70% Regular 70 a 80% Bom 80 a 100% Muito Bom REGIÕES MÉDIA NORTE 66% SUL 74% LESTE 58% OESTE 70% Gráfico 2. Média das regiões referente à dinâmica de auto-verificação do produtor sobre os principais itens de atenção na propriedade rural. Verificando a tabela e o gráfico acima, podemos destacar que na região Sul e Oeste a adequação dos participantes quanto às rotinas de trabalhistas e segurança o trabalho em suas propriedades tiveram um desempenho bom. A região Norte e Leste apresentaram-se regular de acordo com a classificação indicada, porém na região leste o teste foi aplicado somente no município de Querência.

12 MÉDIA DOS MUNICÍPIOS REFERENTE AO QUESTIONÁRIO DE AUTO-AVALIAÇÃO DOS PRINCIPAIS ITENS DE ATENÇÃO MUNICÍPIOS REGIÃO SUL % CLASSIFICAÇÃO JACIARA 71% BOM CAMPO VERDE 78% BOM PRIMAVERA DO LESTE 85% MUITO BOM ALTO TAQUARI 63% REGULAR Gráfico3. Média dos municípios da região Sul referente a dinâmica de auto-verificação do produtor sobre os principais itens de atenção na propriedade rural. MUNICÍPIOS DA REGIÃO OESTE % CLASSIFICAÇÃO TANGARÁ DA SERRA 60% REGULAR CAMPO NOVO DO PARECIS 86% MUITO BOM CAMPOS DE JÚLIO 67% REGULAR SAPEZAL 72% BOM DIAMANTINO 66% REGULAR Gráfico 4. Média dos municípios da região Oeste referente a dinâmica de auto-verificação do produtor sobre os principais itens de atenção na propriedade rural.

13 MUNICÍPIOS DA REGIÃO NORTE % CLASSIFICAÇÃO SINOP 74% BOM VERA 55% REGULAR SORRISO 64% REGULAR LUCAS DO RIO VERDE 62% REGULAR TAPURAH 68% REGULAR NOVA MUTUM 74% BOM Gráfico5. Média dos municípios da região Norte referente à dinâmica de auto-verificação do produtor sobre os principais itens de atenção na propriedade rural. RESULTADOS DAS OFICINAS SOJA PLUS O primeiro módulo do Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental Soja Plus contou com a participação de aproximadamente 800 pessoas, dentre essas 535 produtores que receberam informações quanto à Qualidade de Vida no Trabalho: Rotinas Trabalhistas e segurança do Trabalho (NR31). As médias das regiões onde foram aplicados as avaliações de auto avaliação tiveram um desempenho de regular e bom, demonstrando dessa forma dificuldades em se adequar as normas estabelecidas. Tais dificuldades são conseqüências da falta de informações, problemas financeiros entre outros. Referente aos municípios de cada região, dos municípios da região Sul, Primavera do Leste se destacou referente à dinâmica e obteve uma classificação muito boa. Na região Oeste, o

14 município que obteve melhor desempenho foi Campo Novo do Parecis, na região Norte, Nova Mutum e Sinop e na Região Leste, o município que se destacou foi Querência. A oficina realizada na região Leste teve uma participação acima do esperado para a região. As discussões foram muito produtivas nos municípios e tivemos a oportunidade de iniciar outras atividades posteriormente aos cursos. Em Querência existe um grupo de profissionais, ligado ao Sindicato Rural, com formação em Direito e Gestão Ambiental. Durante a oficina foi discutido a possibilidade de coordenar um processo de execução de projetos arquitetônicos de ajustamento de instalações para adequação à NR 31. Em Querência temos produtores pequenos que tem dificuldade e carência de orientação sobre o que e como modificar na fazenda. Ao mesmo tempo também ficou bem claro que projetos de instalações padronizados não são factíveis de forma generalizada, dada as particularidades de cada área, escala e capacidade de investimento.

15 Anexo I Fotos das Oficinas do Programa Soja Plus Campo Verde Jaciara Primavera

16 Sorriso Rondonópolis Nova Xavantina

17 Campos de Júlio Campo Novo do Parecis Sapezal

18 Vera Lucas do Rio Verde

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira SÃO PAULO SP 22 / 05 / 2013

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira SÃO PAULO SP 22 / 05 / 2013 Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira SÃO PAULO SP 22 / 05 / 2013 SOJA BRASILEIRA A soja é a principal cultura agrícola do Brasil - 28 milhões de ha (25% da área mundial plantada)

Leia mais

Já sabe como funciona hoje a governança ambiental pública e privada?

Já sabe como funciona hoje a governança ambiental pública e privada? CONVITE Caro (a) jornalista, Você conhece a fundo o novo Código Florestal, uma das leis mais importantes do Brasil, visto que o País é uma das principais potências agrícolas do mundo e preserva 63% da

Leia mais

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira. Florianópolis - SC 23 de junho de 2015

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira. Florianópolis - SC 23 de junho de 2015 Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira Florianópolis - SC 23 de junho de 2015 Qual a missão do Programa Soja Plus? 1. Promover e fomentar a melhoria contínua da gestão das

Leia mais

A N E X O I QUADRO I - CARGOS / PERFIS PROFISSIONAIS / REQUISITOS

A N E X O I QUADRO I - CARGOS / PERFIS PROFISSIONAIS / REQUISITOS CARGO TÉCNICO DO Administrador Analista de Sistemas Assistente Social Advogado Contador Economista Engenheiro Civil Médico Psicólogo Técnico em Assuntos Educacionais A N E X O I QUADRO I - CARGOS / PERFIS

Leia mais

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira 2014 EMPRESAS ASSOCIADAS ABIOVE Quais os números da SOJA BRASILEIRA? É a principal cultura agrícola do Brasil - 30 milhões de ha; O Brasil

Leia mais

1º. ENCONTRO DE SECRETÁRIOS DE INDÚSTRIA E COMÉRCIO DO ESTADO DE MATO GROSSO

1º. ENCONTRO DE SECRETÁRIOS DE INDÚSTRIA E COMÉRCIO DO ESTADO DE MATO GROSSO 1º. ENCONTRO DE SECRETÁRIOS DE INDÚSTRIA E COMÉRCIO DO ESTADO DE MATO GROSSO FEV/2009 MISSÃO INSTITUCIONAL Educar para o trabalho em atividades de comércio de bens, serviços e turismo VISÃO DE FUTURO O

Leia mais

MT PRÓ-CATADOR Convênio 010-2013

MT PRÓ-CATADOR Convênio 010-2013 MT PRÓ-CATADOR Convênio 010-2013 Patrocinadores Ministério do Trabalho e Emprego -MTE Secretaria Nacional de Economia Solidária - SENAES Secretaria de Estado do Meio Ambiente SEMA-MT Duração 12/06/2013

Leia mais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Nº 60/2013 novembro Informativo digital sobre temas da cadeia produtiva da soja Produtor rural muda conceito de trabalho na fazenda com o Soja Plus

Leia mais

VALORES DE INCENTIVO AO PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DOS CONSÓRCIOS INTERMUNICIPAIS DE SAÚDE - COMPETÊNCIA FEVEREIRO/2007 A N E X O I

VALORES DE INCENTIVO AO PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DOS CONSÓRCIOS INTERMUNICIPAIS DE SAÚDE - COMPETÊNCIA FEVEREIRO/2007 A N E X O I PORTARIA Nº 146/2007/GBSES O SECRETÁRIO DE ESTADO DE SAÚDE, no uso de suas atribuições legais e, Considerando o Decreto nº 2.312 de 12/02/2001, que dispõe sobre a instituição do Sistema de Transferência

Leia mais

I. Alinhamento Estratégico da APROSOJA. II. Organização dos Componentes APROSOJA. III. Regulamento de Compras

I. Alinhamento Estratégico da APROSOJA. II. Organização dos Componentes APROSOJA. III. Regulamento de Compras I. Alinhamento Estratégico da APROSOJA II. Organização dos Componentes APROSOJA III. Regulamento de Compras IV. Regulamento de Viagens Nacionais e Internacionais V. Gestão de Pessoas VI. Regulamento de

Leia mais

TABELA REFERENCIAL DE PREÇOS DE TERRAS NO ESTADO DE MATO GROSSO

TABELA REFERENCIAL DE PREÇOS DE TERRAS NO ESTADO DE MATO GROSSO TABELA REFERENCIAL DE PREÇOS DE TERRAS NO ESTADO DE MATO GROSSO Apresentação Trata a presente planilha do resultado de uma discussão entre os Peritos Federais Agrários avaliadores do INCRA/MT com a informação

Leia mais

RELATÓRIO SITUAÇÃO DA BR 163/364

RELATÓRIO SITUAÇÃO DA BR 163/364 RELATÓRIO SITUAÇÃO DA BR 163/364 Fevereiro/2014 1 1. Introdução O Movimento Pró-Logística, que reúne as entidades Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (APROSOJA), Associação

Leia mais

Agronegócio Soja no Brasil

Agronegócio Soja no Brasil ABIOVE Produção Responsável no Agronegócio Soja no Brasil ABAG ABIOVE Associação Brasileira de Agribusiness Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Carlo Lovatelli Fabio Trigueirinho Fabio

Leia mais

SIMPÓSIO HIDROVIAS DE MATO GROSSO 22-11-2012 CUIABÁ-MT

SIMPÓSIO HIDROVIAS DE MATO GROSSO 22-11-2012 CUIABÁ-MT SIMPÓSIO HIDROVIAS DE MATO GROSSO 22-11-2012 CUIABÁ-MT SIMPÓSIO HIDROVIAS DE MATO GROSSO 22-11-2012 CUIABÁ-MT Abertura Carlos Henrique Baqueta Fávaro Pres. Aprosoja Movimento Pró Logística Hidrovias de

Leia mais

MATO GROSSO TERRA DO PANTANAL

MATO GROSSO TERRA DO PANTANAL MATO GROSSO TERRA DO PANTANAL MATO GROSSO NO CORAÇÃO DA AMÉRICA DO SUL MATO GROSSO O Estado de Mato Grosso é o Estado mais central da América do Sul, em extensão territorial é terceiro maior, representa

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Carlos Bezerra) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. Carlos Bezerra) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. Carlos Bezerra) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, sugerindo a criação de unidade de pesquisa agropecuária da EMBRAPA na região do Vale do Araguaia, em Mato Grosso. Senhor

Leia mais

INSTITUTO MATOGROSSENSE DE ECONOMIA AGROPECUÁRIA IMEA MAPA DE MACRORREGIÕES DO IMEA

INSTITUTO MATOGROSSENSE DE ECONOMIA AGROPECUÁRIA IMEA MAPA DE MACRORREGIÕES DO IMEA INSTITUTO MATOGROSSENSE DE ECONOMIA AGROPECUÁRIA IMEA 11 de Novembro de 2010. MAPA DE MACRORREGIÕES DO IMEA A presente nota técnica tem o intuito de justificar a razão do estudo para segmentar o Estado

Leia mais

Programa de Gestão Ambiental, Social e Econômica da Soja Brasileira

Programa de Gestão Ambiental, Social e Econômica da Soja Brasileira Programa de Gestão Ambiental, Social e Econômica da Soja Brasileira Câmara Setorial de Oleaginosas e Biodiesel do Ministério da Agricultura Daniel Furlan Amaral Economista Brasília DF 02 de setembro de

Leia mais

Meio Ambiente propõe mutirão nacional para regularização ambiental de propriedades rurais brasileiras

Meio Ambiente propõe mutirão nacional para regularização ambiental de propriedades rurais brasileiras Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Nº 39/2013 maio Informativo digital sobre temas da cadeia produtiva da soja Meio Ambiente propõe mutirão nacional para regularização ambiental de

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE NOVEMBRO -2008 PACTO PELA SAÚDE Compromisso negociado e assumido pelos gestores de saúde das três esferas de governo, visando qualificar a

Leia mais

Mapping private, commercial, and cooperative storage in Mato Grosso

Mapping private, commercial, and cooperative storage in Mato Grosso Mapping private, commercial, and cooperative storage in Mato Grosso João Antonio Vilela Medeiros 1 Peter D. Goldsmith 2 Abstract: The goal of the research is to estimate the supply and demand of grain

Leia mais

O Brasil está à frente dos EUA na gestão social da propriedade rural

O Brasil está à frente dos EUA na gestão social da propriedade rural Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Nº 59/2013 novembro Informativo digital sobre temas da cadeia produtiva da soja O Brasil está à frente dos EUA na gestão social da propriedade rural

Leia mais

Produção Sustentável da Sojicultura Brasileira

Produção Sustentável da Sojicultura Brasileira Produção Sustentável da Sojicultura Brasileira Moratória da Soja e Programa Soja Plus Bernardo Pires Coordenador Ambiental Brasília DF 14 de fevereiro de 2011 A IMPORTÂNCIA DA SOJA NO BRASIL A soja é a

Leia mais

ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO DO AGRONEGÓCIO NO ESTADO DE MATO GROSSO E BRASIL

ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO DO AGRONEGÓCIO NO ESTADO DE MATO GROSSO E BRASIL Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO DO AGRONEGÓCIO NO ESTADO DE MATO GROSSO E BRASIL outubro/2011 PANORAMA BRASIL ESTOQUE DE EMPREGOS FORMAIS POR SETOR DE ATIVIDADE

Leia mais

Estradeiro BR-163 Movimento Pró-Logística/Aprosoja

Estradeiro BR-163 Movimento Pró-Logística/Aprosoja Estradeiro BR-163 Movimento Pró-Logística/Aprosoja O Estradeiro Pelo terceiro ano consecutivo, a Aprosoja realiza estradeiros pelas principais vias de escoamento da produção agrícola de Mato Grosso, com

Leia mais

PROGRAMA DE GESTÃO ECONÔMICA, SOCIAL E AMBIENTAL DA PROPRIEDADE RURAL BRASILEIRA

PROGRAMA DE GESTÃO ECONÔMICA, SOCIAL E AMBIENTAL DA PROPRIEDADE RURAL BRASILEIRA PROGRAMA DE GESTÃO ECONÔMICA, SOCIAL E AMBIENTAL DA PROPRIEDADE RURAL BRASILEIRA RELATÓRIO DE REALIZAÇÕES SOJA PLUS: PROGRAMA BEM-SUCEDIDO DE GESTÃO SOCIAL, ECONÔMICA E AMBIENTAL DA PROPRIEDADE RURAL BRASILEIRA

Leia mais

Prof. Dr. Carlos Rinaldi Cuiabá, UFMT, 2014

Prof. Dr. Carlos Rinaldi Cuiabá, UFMT, 2014 Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) na UFMT Prof. Dr. Carlos Rinaldi Cuiabá, UFMT, 2014 Hoje, no Brasil, são inúmeras as Instituições de Ensino credenciadas para oferecer cursos na modalidade de

Leia mais

José do Carmo Ferraz Filho Superintendente de Energia. Cuiabá Maio de 2012

José do Carmo Ferraz Filho Superintendente de Energia. Cuiabá Maio de 2012 José do Carmo Ferraz Filho Superintendente de Energia Cuiabá Maio de 2012 Missão: Promover e fomentar a Política Energética, com apoio institucional às ações que visem o desenvolvimento tecnológico, social,

Leia mais

15 anos entregando soluções empresariais que constroem resultados.

15 anos entregando soluções empresariais que constroem resultados. 15 anos entregando soluções empresariais que constroem resultados. Agronegócio brasileiro. Aqui vive um país inteiro! CONSULTORIA EM USINAS SUCROALCOOLEIRAS APORTE - Análise de Potencial de mercado com

Leia mais

Adequação Ambiental /CAR: Programa Soja Pus. Cristiane Sassagima Neves Engenheira Florestal Analista de Projetos Aprosoja 2015

Adequação Ambiental /CAR: Programa Soja Pus. Cristiane Sassagima Neves Engenheira Florestal Analista de Projetos Aprosoja 2015 Adequação Ambiental /CAR: Programa Soja Pus Cristiane Sassagima Neves Engenheira Florestal Analista de Projetos Aprosoja 2015 MISSÃO Garantir a competitividade e a sustentabilidade dos produtores de soja

Leia mais

PROVIMENTO N.º 019/2007/CM

PROVIMENTO N.º 019/2007/CM Enc. à IOMAT em: / / Publicado no D.J. de n.º Em: / / Circulado em: / / ESTADO DE MATO GROSSO PROVIMENTO N.º 019/2007/CM Institui a divisão territorial do Estado de Mato Grosso em pólos judiciais regionais,

Leia mais

Projeto Academia de Liderança. Edição 2014 Turma 1 Novas Lideranças

Projeto Academia de Liderança. Edição 2014 Turma 1 Novas Lideranças Projeto Academia de Liderança Edição 2014 Turma 1 Novas Lideranças APRESENTAÇÃO A Academia de Liderança é realizada pelo Senar-MT e visa levar conhecimentos e informações para as Lideranças Sindicais,

Leia mais

SEGURANÇA DO TRABALHO E PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS NAS A SEGURANÇA DO TRABALHO E PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS NAS ALGODOEIRAS

SEGURANÇA DO TRABALHO E PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS NAS A SEGURANÇA DO TRABALHO E PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS NAS ALGODOEIRAS SEGURANÇA DO TRABALHO E PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS NAS A SEGURANÇA DO TRABALHO E PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS NAS ALGODOEIRAS OBJETIVOS Reduzir os índices de acidentes e de incêndios em Algodoeiras, atuando em conjunto

Leia mais

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira. Campo Grande, 11/04/2013

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira. Campo Grande, 11/04/2013 Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira Campo Grande, 11/04/2013 Organizadores Parceiros UFV LINHAS DE AÇÃO I. Qualidade de vida no trabalho II. Melhores práticas de produção

Leia mais

Hermasa e o Corredor Noroeste de Exportação de Grãos

Hermasa e o Corredor Noroeste de Exportação de Grãos Hermasa e o Corredor Noroeste de Exportação de Grãos Grupo André Maggi Comercialização de grãos Divisão Agro Energia Navegação Fundação André Maggi Originação Processamento Exportação Soja Milho Geração

Leia mais

O que é FUNDEIC? Fundo de Desenvolvimento Industrial e Comercial do Estado de Mato Grosso.

O que é FUNDEIC? Fundo de Desenvolvimento Industrial e Comercial do Estado de Mato Grosso. O que é FUNDEIC? Fundo de Desenvolvimento Industrial e Comercial do Estado de Mato Grosso. Objetivo do Fundo: O FUNDEIC tem por objetivo propiciar recursos para financiamento a micro e pequenas empresas,

Leia mais

FORTALECER A IMAGEM DA SUA EMPRESA

FORTALECER A IMAGEM DA SUA EMPRESA PROJETO COMERCIAL 2017 Descubra que patrocinar um evento da Aprosoja é a melhor maneira de FORTALECER A IMAGEM DA SUA EMPRESA junto aos produtores de Soja e Milho de Mato Grosso. CALENDÁRIO 2017 ABRIL

Leia mais

Pesquisa de Estoques

Pesquisa de Estoques Pesquisa Estoques número 2 julho/zembro 2014 ISSN 1519-8642 parte 26 Mato Grosso Instituto Brasileiro Geografia e Estatística -IBGE Presinta da República Dilma Rousseff Ministro do Planejamento, Orçamento

Leia mais

SISTEMA FIEMT. SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. Departamento Regional de Mato Grosso

SISTEMA FIEMT. SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. Departamento Regional de Mato Grosso SISTEMA FIEMT SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de Mato Grosso MISSÃO Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias

Leia mais

Etapas para a Certificação do Café: Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil) Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café

Etapas para a Certificação do Café: Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil) Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café Etapas para a Certificação do Café: Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil) Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café Marcus Vinícius Martins M.Sc. em Agronomia Fiscal Federal Agropecuária

Leia mais

Comercialização no agronegócio. Aulas 1 e 2

Comercialização no agronegócio. Aulas 1 e 2 Comercialização no agronegócio Aulas 1 e 2 Principais itens da cadeia produtiva Produtos finais disponíveis ao consumidor; Elos a MONTANTE e a JUSANTE da agropecuária; Transações entre os segmentos;

Leia mais

A Telebras no estado do Mato Grosso

A Telebras no estado do Mato Grosso A Telebras no estado do Mato Grosso Cuiabá 26/02/2015 1 História da Telebras Decreto Nº 7.175, 12 de Maio de 2010 1967 1972 1998 2010 2013 Holding - Monopólio das telecomunicações Desativada em 1998 após

Leia mais

PROCERRADO PROJETO DE REDUÇÃO DO DESMATAMENTO E DAS QUEIMADAS NO CERRADO DO PIAUÍ TERMO DE REFERÊNCIA

PROCERRADO PROJETO DE REDUÇÃO DO DESMATAMENTO E DAS QUEIMADAS NO CERRADO DO PIAUÍ TERMO DE REFERÊNCIA PROCERRADO PROJETO DE REDUÇÃO DO DESMATAMENTO E DAS QUEIMADAS NO CERRADO DO PIAUÍ Acordo de Doação Nº TF016192 TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA INDIVIDUAL DE LONGO

Leia mais

Comercialização de grãos. Frota fluvial. Geração. Terminal flutuante. Terminal. Grupo André Maggi. Fundação André Maggi. Originação.

Comercialização de grãos. Frota fluvial. Geração. Terminal flutuante. Terminal. Grupo André Maggi. Fundação André Maggi. Originação. Grupo André Maggi Comercialização de grãos Divisão Agro Energia Navegação Originação Processamento Frota fluvial Soja Geração Exportação Terminal Milho Algodão Terminal flutuante Fundação André Maggi Geração

Leia mais

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil. Índice de Desenvolvimento Rural (IDR): um Retrato dos Municípios Brasileiros

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil. Índice de Desenvolvimento Rural (IDR): um Retrato dos Municípios Brasileiros Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Índice de Desenvolvimento Rural (IDR): um Retrato dos Municípios Brasileiros Motivação Características da trajetória de crescimento recente Crescimento

Leia mais

Palestras Scot Consultoria

Palestras Scot Consultoria Palestras Scot Consultoria índice palestras scot consultoria As melhores e mais fiéis informações de mercado vão até você temas 3 pecuária de corte e seus derivados temas 5 pecuária de leite e derivados

Leia mais

www.nextrans.com.br blog.nextrans.com.br twitter.com/nextrans

www.nextrans.com.br blog.nextrans.com.br twitter.com/nextrans www.nextrans.com.br blog.nextrans.com.br twitter.com/nextrans Sempre os melhores serviços. Todos os seguros possíveis. O máximo em gestão de risco. O máximo em segurança oferecida para nossos clientes.

Leia mais

Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil): Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café

Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil): Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil): Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café Marcus Vinícius Martins M.Sc. em Agronomia Coordenador de Produção Integrada da Cadeia Agrícola Secretaria

Leia mais

Governo de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral Superintendência de Planejamento Coordenadoria de Avaliação

Governo de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral Superintendência de Planejamento Coordenadoria de Avaliação Governo de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral Superintendência de Planejamento Coordenadoria de Avaliação ET CAV/SP/SEPLAN nº 01/2013 Analfabetismo em Mato Grosso Edmar

Leia mais

Organização social e política

Organização social e política Organização social e política Este capítulo, com tabelas, busca retratar as organizações sindicais laborais e patronais, os diversos tipos de cooperativas e algumas associações. Foi estruturada a representatividade

Leia mais

Índice de Confiança do Agronegócio

Índice de Confiança do Agronegócio Índice de Confiança do Agronegócio Terceiro Trimestre 2014 Principais Resultados:» Índice de Confiança do Agronegócio» Índice da Indústria (antes e depois da porteira)» Índice do Produtor Agropecuário

Leia mais

INSTITUIÇÃO EXECUTORA:

INSTITUIÇÃO EXECUTORA: FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES NA AGRICULTURA NO ESTADO DE MATO GROSSO 30 ANOS RELATÓRIO DO PROJETO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DA CULTURA DO ALGODÃO PARA AGRICULTORES FAMILIARES DE MATO GROSSO Relatório

Leia mais

Índice de Confiança do Agronegócio. Realização Parceiros Pesquisa

Índice de Confiança do Agronegócio. Realização Parceiros Pesquisa Índice de Confiança do Agronegócio Realização Parceiros Pesquisa Motivações Motivações Medir, trimestralmente, as expectativas dos diferentes agentes do agronegócio, como indústria de insumos, cooperativas,

Leia mais

Propostas de Adeqüação das Leis Trabalhistas e de Segurança do Trabalho Rural

Propostas de Adeqüação das Leis Trabalhistas e de Segurança do Trabalho Rural Propostas de Adeqüação das Leis Trabalhistas e de Segurança do Trabalho Rural Área dos estabelecimentos agropecuários O Brasil possui 851 milhões de hectares 27% = Área ocupada com a produção agropecuária

Leia mais

O papel da APROSOJA na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira

O papel da APROSOJA na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira O papel da APROSOJA na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira Clusters para exportação sustentável nas cadeias produtivas da carne bovina e soja Eng Agrônomo Lucas Galvan Diretor

Leia mais

FORMULÁRIO DE PROJETO FIP/MAGSUL Ano: 2013. Patricia Gaviolli

FORMULÁRIO DE PROJETO FIP/MAGSUL Ano: 2013. Patricia Gaviolli FORMULÁRIO DE PROJETO FIP/MAGSUL Ano: 2013 Administração: (Bacharel) Direito: (Bacharel) Mantida pela A.E.S.P. R: Tiradentes, 322 Centro Tel.: (67) 3437-8820 Ponta Porã MS Home Page: www.magsul-ms.com.br

Leia mais

ALGODÃO SOCIALMENTE CORRETO

ALGODÃO SOCIALMENTE CORRETO ALGODÃO SOCIALMENTE CORRETO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL É o desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as

Leia mais

Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 Ações estruturantes para a Agropecuária Brasileira

Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 Ações estruturantes para a Agropecuária Brasileira Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 ROSEMEIRE SANTOS Superintendente Técnica Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 Ações estruturantes para a Agropecuária

Leia mais

Secretaria de Desenvolvimento Territorial - Notícias Territoriais Nº 35

Secretaria de Desenvolvimento Territorial - Notícias Territoriais Nº 35 Notícias em Destaque >> No domingo (13) teve início, no Rio de Janeiro (RJ), o seminário Construção do Sistema Nacional de Comércio Justo e Solidário. O evento foi promovido pela Articulação Nacional de

Leia mais

Comissão Nacional de Silvicultura e Agrossilvicultura

Comissão Nacional de Silvicultura e Agrossilvicultura CONFEDERAÇÃO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA DO BRASIL Comissão Nacional de Silvicultura e Agrossilvicultura Camila Soares Braga Assessora Técnica Bem estar humano F ood F resh water F uel F iber A gente não

Leia mais

O SULCO COMO O BRASIL VAI INVESTIR NO ARMAZENAMENTO DE SUA SUPERSAFRA. PRIMAVERA 2013. JohnDeere.com.br

O SULCO COMO O BRASIL VAI INVESTIR NO ARMAZENAMENTO DE SUA SUPERSAFRA. PRIMAVERA 2013. JohnDeere.com.br 10 - Precisão na pecuária 14 - Trigo com tecnologia 18 - Turistas no pomar 10 14 18 PRIMAVERA 2013 O SULCO JohnDeere.com.br COMO O BRASIL VAI INVESTIR NO ARMAZENAMENTO DE SUA SUPERSAFRA. capa 1 2 RICARDO

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE OS ROYALTIES DA RR1

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE OS ROYALTIES DA RR1 PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE OS ROYALTIES DA RR1 1) De que se trata a ação das entidades de Mato Grosso contra a Monsanto? A Famato - Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso - em parceria

Leia mais

EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE AGROTOXICOS NO BRASIL 2003-2007

EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE AGROTOXICOS NO BRASIL 2003-2007 EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE AGROTOXICOS NO BRASIL 2003-2007 Resumo com base em dados publicados pela Andef- Associação Nacional das Empresas de Defensivos Agrícolas (ORGANIZADOS pelo Diretor executivo da ANDEF

Leia mais

5º WORSHOP DO ALGODÃO AMPASUL NOÇÕES BÁSICAS DE SEGURANÇA DO TRABALHO RURAL

5º WORSHOP DO ALGODÃO AMPASUL NOÇÕES BÁSICAS DE SEGURANÇA DO TRABALHO RURAL 5º WORSHOP DO ALGODÃO AMPASUL NOÇÕES BÁSICAS DE SEGURANÇA DO TRABALHO RURAL Instituto Algodão Social Missão Promover aos associados do setor algodoeiro a responsabilidade social empresarial, a cidadania,

Leia mais

A Sustentabilidade do Agronegócio Semana FIESP - CIESP de Meio Ambiente, Junho/2008

A Sustentabilidade do Agronegócio Semana FIESP - CIESP de Meio Ambiente, Junho/2008 A Sustentabilidade do Agronegócio Semana FIESP - CIESP de Meio Ambiente, Junho/2008 Carlos Klink Fotos: (Topo) Scott Warren (Bottom) Sergio Pucci; Rick McEwan Brasil é O líder global na Agricultura Liderança

Leia mais

RANKING IKGM DE APROVAÇÃO POPULAR DOS PREFEITOS DE MATO GROSSO

RANKING IKGM DE APROVAÇÃO POPULAR DOS PREFEITOS DE MATO GROSSO RANKING IKGM DE APROVAÇÃO POPULAR DOS PREFEITOS DE MATO GROSSO 2012 Apresentação A KGM PESQUISAS apresenta a quarta edição do IKGM ÍNDICE KGM DE APROVAÇÃO POPULAR DOS PREFEITOS. Lançado em 2009, primeiro

Leia mais

Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável

Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável Sumário Agricultura familiar no Brasil Importância e aspectos positivos da palma de óleo Programa Palma de Óleo e sinergia com o

Leia mais

Pesquisa de diagnóstico brasil central de agronegócios - MS

Pesquisa de diagnóstico brasil central de agronegócios - MS oportunidades de negócio para a Agricultura Familiar Pesquisa de diagnóstico brasil central de agronegócios - MS CAMPO GRANDE - AGOSTO/2014 SEBRAE/MS Conselho Deliberativo Associação das Microempresas

Leia mais

A logística de transportes e telecomunicações no noroeste do Mato Grosso: entrave ao desenvolvimento ou oportunidade de negócios.

A logística de transportes e telecomunicações no noroeste do Mato Grosso: entrave ao desenvolvimento ou oportunidade de negócios. A logística de transportes e telecomunicações no noroeste do Mato Grosso: entrave ao desenvolvimento ou oportunidade de negócios. III SASEL SIMPÓSIO DE ADMINISTRAÇÃO Professora Ma. Terezinha Márcia de

Leia mais

Sindicato Rural de Juína

Sindicato Rural de Juína FEDERAÇÃO Federação da DA Agricultura AGRICULTURA e Pecuária E PECUÁRIA do Estado DO de ESTADO Mato DE MATO Grosso GROSSO PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA SUSTENTÁVEL EM MATO GROSSO E O ZONEAMENTO SÓCIO, ECONÔMICO

Leia mais

Título da Palestra: O que fazer para garantir a melhor comercialização da minha soja? Palestrante: Seneri Kernbeis Paludo

Título da Palestra: O que fazer para garantir a melhor comercialização da minha soja? Palestrante: Seneri Kernbeis Paludo Título da Palestra: O que fazer para garantir a melhor comercialização da minha soja? Palestrante: Seneri Kernbeis Paludo Instituto t Mt Mato grossense de Economia Agropecuária Quem somos Um instituto

Leia mais

do Campus de Universitário de Tangará da Serra. Integração das atividades acadêmicas e empresariais vistas aos Cursos de Graduação e Pós-Graduação

do Campus de Universitário de Tangará da Serra. Integração das atividades acadêmicas e empresariais vistas aos Cursos de Graduação e Pós-Graduação Quadro 7.2 - Convênios Firmados em Convênio/Contrato Termo de nº 01/ que FEE/MT, Secretaria de Educação do Município de Cuiabá e a UNEMAT nº 02/ que Agropecuária Capitão Verdi S/A nº 03/ que Associação

Leia mais

O MATOPIBA e o desenvolvimento "destrutivista" do Cerrado

O MATOPIBA e o desenvolvimento destrutivista do Cerrado O MATOPIBA e o desenvolvimento "destrutivista" do Cerrado Paulo Rogerio Gonçalves* No dia seis de maio de 2015 o decreto n. 8447 cria o Plano de Desenvolvimento Agropecuário do Matopiba e seu comitê gestor.

Leia mais

Plano Agrícola e Pecuário Centros de Excelência em Educação PAP 2013/2014 Profissional e Assistência Técnica Rural

Plano Agrícola e Pecuário Centros de Excelência em Educação PAP 2013/2014 Profissional e Assistência Técnica Rural Plano Agrícola e Pecuário Centros de Excelência em Educação PAP 2013/2014 Profissional e Assistência Técnica Rural ROSEMEIRE SANTOS Superintendente Técnica Premissas Gerais Centros nacionais de educação

Leia mais

Warlei Xavier de Oliveira

Warlei Xavier de Oliveira Warlei Xavier de Oliveira Brasileiro, solteiro, 31 anos Rua da Ressurreição, Número 100, Apartamento 207, Jd Primavera. Cuiabá Mato Grosso MT Telefone: (66) 9629-1645 / E-mail: wxengmec@hotmail.com.br

Leia mais

4º ENCONTRO DE FISCALIZAÇÃO E SEMINÁRIO REGIONAL SOBRE AGROTÓXICOS Regional Sul/ Sudeste/ Centro-Oeste. Carta de Goiânia

4º ENCONTRO DE FISCALIZAÇÃO E SEMINÁRIO REGIONAL SOBRE AGROTÓXICOS Regional Sul/ Sudeste/ Centro-Oeste. Carta de Goiânia 4º ENCONTRO DE FISCALIZAÇÃO E SEMINÁRIO REGIONAL SOBRE AGROTÓXICOS Regional Sul/ Sudeste/ Centro-Oeste Carta de Goiânia Aos 15 dias do mês de abril do ano de, nesta cidade de Goiânia, GO, representantes

Leia mais

Mudanças no Cálculo do Preço Referência do Conseleite-PR: uma notícia positiva para a implantação da IN 62

Mudanças no Cálculo do Preço Referência do Conseleite-PR: uma notícia positiva para a implantação da IN 62 Análises e Indicadores do Agronegócio ISSN 1980-0711 Mudanças no Cálculo do Preço Referência do Conseleite-PR: uma notícia positiva para a implantação da IN 62 O Conseleite foi criado originalmente em

Leia mais

Moratória da Soja no Bioma Amazônia Brasileiro

Moratória da Soja no Bioma Amazônia Brasileiro Moratória da Soja no Bioma Amazônia Brasileiro Uma iniciativa multistakeholder de sucesso no combate ao desflorestamento Conferência da Convenção-Quadro sobre Mudança do Clima Copenhague, Dinamarca Dezembro

Leia mais

Mark Godfrey. CAR Cadastro Ambiental Rural

Mark Godfrey. CAR Cadastro Ambiental Rural Mark Godfrey CAR Cadastro Ambiental Rural Cáceres, 10 de abril de 2013 Quem somos? The Nature Conservancy (TNC) 1951 2008 (Cuiabá/MT) -Estabelecimento de parcerias governamentais e privadas -Trabalhamos

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Rural PROJETO FIP-ABC. Produção sustentável em áreas já convertidas para o uso agropecuário (com base no Plano ABC)

Serviço Nacional de Aprendizagem Rural PROJETO FIP-ABC. Produção sustentável em áreas já convertidas para o uso agropecuário (com base no Plano ABC) Serviço Nacional de Aprendizagem Rural Serviço Nacional de Aprendizagem Rural PROJETO FIP-ABC Produção sustentável em áreas já convertidas para o uso agropecuário (com base no Plano ABC) Descrição do contexto

Leia mais

Criação de cooperativa de infraestrutura popular é tema de reunião. 30 de NOVEMBRO. Encontro de Secretárias Atendimento Humanizado ao Cliente

Criação de cooperativa de infraestrutura popular é tema de reunião. 30 de NOVEMBRO. Encontro de Secretárias Atendimento Humanizado ao Cliente Criação de cooperativa de infraestrutura popular é tema de reunião 30 de NOVEMBRO O Sistema OCB/RJ recebeu, na sua sede, a visita do belga Paul Dhuyvetter e do francês Augustin Butrulle. Eles têm interesse

Leia mais

Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis

Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis construção de uma agenda de cooperação entre organizações da sociedade civil, autoridades públicas locais e órgãos públicos estaduais Contexto 24 municípios

Leia mais

04 a 06 de Novembro de 2015 Cuiabá - MT

04 a 06 de Novembro de 2015 Cuiabá - MT 04 a 06 de Novembro de 2015 Cuiabá - MT Padrões de evolução de atividades agropecuárias em regiões adjacentes ao Pantanal: o caso da série histórica da agricultura e da produção animal na bacia do Rio

Leia mais

C A R T A D E T A N G A R Á D A S E R R A

C A R T A D E T A N G A R Á D A S E R R A C A R T A D E T A N G A R Á D A S E R R A O Colégio de Presidentes de Subseções da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Estado de Mato Grosso, realizado na cidade de Tangará da Serra/MT, nos dias

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso Reitoria

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso Reitoria EDITAL nº 70, DE 17 DE JULHO DE 2015 (Publicado no Diário Oficial da União n.º 136, de 20/07/2015, seção 3, pág. 41 a 60) CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE S DA CARREIRA DE PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO,

Leia mais

Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste

Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste O que é FCO? O Fundo de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) é um fundo de crédito criado pela Constituição Federal de 1988 com o objetivo de promover

Leia mais

Produção Integrada Agropecuária PI Brasil Novembro/2011 AGROPECUÁRIA BRASILEIRA (2006) Fonte: Conab/MAPA AGROPECUÁRIA BRASILEIRA CUSTO DA POSIÇÃO DE DESTAQUE DA AGROPECUÁRIA BRASILEIRA * Pode ter sido

Leia mais

Escopo Técnico PROJETOS URBANOS / VILAS RURAIS / UNIVERSALIZAÇÃO RURAL

Escopo Técnico PROJETOS URBANOS / VILAS RURAIS / UNIVERSALIZAÇÃO RURAL I - INFORMAÇÕES QUE DEVEM ESTAR CONTIDAS NOS PROJETOS Nos projetos elaborados pela CONTRATADA deverão estar contidas, especialmente, mas não exclusivamente, as seguintes informações: 1. Tensão primária

Leia mais

Problemas e desafios Soluções e ações propostas

Problemas e desafios Soluções e ações propostas FÓRUM DAS OFICINAS DO GRUPO DE TRABALHO DE AGRICULTURA ORGÂNICA E AGROECOLOGIA I - Introdução/Apresentações II - Comercialização III - Produção/Pesquisa/Assistência Técnica IV - Produção Animal V - Impactos

Leia mais

CONCORRÊNCIA CAMPUS ALTA FLORESTA MÉDIO SUPERIOR CAMPUS AVANÇADO DE DIAMANTINO FUNDAMENTAL MÉDIO SUPERIOR

CONCORRÊNCIA CAMPUS ALTA FLORESTA MÉDIO SUPERIOR CAMPUS AVANÇADO DE DIAMANTINO FUNDAMENTAL MÉDIO SUPERIOR CAMPUS ALTA FLORESTA TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO - Técnico em Alimentos e Laticínios 33 1 33,00 TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO - Técnico em Agropecuária-Negros 18 1 18,00 TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS

Leia mais

Painel 1: Agricultura e Segurança Alimentar e Nutricional

Painel 1: Agricultura e Segurança Alimentar e Nutricional Painel 1: Agricultura e Segurança Alimentar e Nutricional Relatora Elíria Alves Teixeira Engenheira Agrônoma, M.Sc. Coordenadora da Câmara Especializada de Agronomia CREA/GO Presidente do Colegiado de

Leia mais

Local & Data. Participantes - DIRETORIA. Participantes Entidades Parceiras. Participantes - Convidados. Agenda. Assuntos

Local & Data. Participantes - DIRETORIA. Participantes Entidades Parceiras. Participantes - Convidados. Agenda. Assuntos Local & Data Data: 20 de dezembro de 2010. Local: Parque de Exposições Assis Brasil Reunião: 04 Participantes - DIRETORIA Carlos Roberto Simm Rogério Auler Aurélio Marcantônio João Carlos Machado Henrique

Leia mais

PLANO DE TRABALHO PLANO DE TRABALHO. CHAPA: Um CAU para os Arquitetos. Eleições 2014. Página1de 8 CHAPA - UM CAU PARA OS ARQUITETOS.

PLANO DE TRABALHO PLANO DE TRABALHO. CHAPA: Um CAU para os Arquitetos. Eleições 2014. Página1de 8 CHAPA - UM CAU PARA OS ARQUITETOS. PLANO DE TRABALHO CHAPA: Um CAU para os Arquitetos Página1de 8 SUMÁRIO: 1 INTRODUÇÃO...3 2 CONSELHEIROS...3 3 GESTÃO...4 4 INSTITUCIONAIS...5 5 PRÁTICAS PROFISSIONAIS...6 6 FISCALIZAÇÃO...7 7 ENSINO...8

Leia mais

OFICINA REGIONAL ESTADUAIS DE APOIO A ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS ARTICULADOS AO GTP APL. Curitiba-PR outubro/2006

OFICINA REGIONAL ESTADUAIS DE APOIO A ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS ARTICULADOS AO GTP APL. Curitiba-PR outubro/2006 OFICINA REGIONAL INSTALAÇÃO DE NÚCLEOS N ESTADUAIS DE APOIO A ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS ARTICULADOS AO GTP APL Curitiba-PR outubro/2006 Opções Estratégicas e Diretrizes para o Desenvolvimento Sustentável

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROJETO PÚBLICO ALVO

APRESENTAÇÃO DO PROJETO PÚBLICO ALVO SUMÁRIO 4 APRESENTAÇÃO DO PROJETO 6 JUSTIFICATIVA 7 OBJETIVOS 7 PÚBLICO ALVO 8 HISTÓRICO DO EVENTO 12 EMPRESAS E INSTITUIÇÕES PARCEIRAS APRESENTAÇÃO DO PROJETO Foto 1: Vista aérea do evento A Expoarroz

Leia mais

AGRONEGÓCIO NO MUNDO PRINCIPAIS PLAYERS

AGRONEGÓCIO NO MUNDO PRINCIPAIS PLAYERS AGRONEGÓCIOS AGRONEGÓCIO NO MUNDO PRINCIPAIS PLAYERS Argentina Estados Unidos Indonésia Brasil Canadá Russia Índia Japão Austrália China México Área Agricultável > 30 milhões de ha População urbana > 80

Leia mais

SUSTENTABILIDADE. Jaime Alfredo Binsfeld Presidente Executivo MENSAGEM DO PRESIDENTE:

SUSTENTABILIDADE. Jaime Alfredo Binsfeld Presidente Executivo MENSAGEM DO PRESIDENTE: SUSTENTABILIDADE MENSAGEM DO PRESIDENTE: Com mais de duas décadas de contribuição para o ramo alimentício, para a economia e para o desenvolvimento sustentável, a Fiagril firmou-se como referência no agronegócio

Leia mais

INSTITUTO MAYTENUS. Relatório de Atividades ... Ano 2002. Uma organização de interesse público. Julho/2003.

INSTITUTO MAYTENUS. Relatório de Atividades ... Ano 2002. Uma organização de interesse público. Julho/2003. INSTITUTO MAYTENUS Relatório de Atividades Ano 2002 Uma organização de interesse público. Julho/2003........... Apresentação O presente relatório descreve as ações realizadas pelo INSTITUTO MAYTENUS para

Leia mais

Feira Internacional de tecnologia e negócios. 05 a 09 de março de 2012 Não-Me-Toque/RS

Feira Internacional de tecnologia e negócios. 05 a 09 de março de 2012 Não-Me-Toque/RS EXPODIRETO 2012 Feira Internacional de tecnologia e negócios 05 a 09 de março de 2012 Não-Me-Toque/RS EXPODIRETO 2012 Feira Internacional de tecnologia e negócios Você é nosso convidado para participar

Leia mais