CARTAS. Store 3.0. Customer Satisfaction EDIÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CARTAS. Store 3.0. Customer Satisfaction EDIÇÃO"

Transcrição

1 CARTAS EDIÇÃO 02 Nesta edição de Cartas da Officina Sophia continuamos compartilhando com você o conhecimento não habitual que estamos adquirindo. Essa é a proposta de Cartas da Officina Sophia. Esta segunda edição tem foco em dois temas críticos nos dias de hoje: as lojas Físicas de Varejo e um completo review de abordagens de Customer Satisfaction. Customer Satisfaction Como ter uma visão mais abrangente e abordar os Estudos de Satisfação dos Clientes de modo estratégico? O que é melhor: implementar ações corretivas de forma universal ou diferenciadas por segmentos? Como identificar os segmentos e definir o que é relevante para cada um deles? E como equilibrar custos e benefícios? Store 3.0 O varejo brasileiro e mundial tem um asset fantástico em lojas físicas. O mundo digital invade o varejo e coloca em cheque esse asset de enorme valor financeiro no mercado. Para onde caminhamos?

2 Sumário x x x x x x CARTA 03 Nesta segunda edição da publicação Cartas da Officina Sophia, destacamos temas que estão em evidência nos dias de hoje através de artigos preciosos e inspiradores. x x x x x x CONHECENDO A OFFICINA SOPHIA RETAIL CONSTRUINDO CONHECIMENTO APLICADO A NEGÓCIOS 04 Saiba como a empresa Officina Sophia Retail pode tornar as operações de varejo mais rentáveis através de estudos customizados com foco em estratégias de varejo e ações de ponto de vendas. 05 x x x x x x CUSTOMER SATISFACTION 06 A realização de Estudos de Satisfação é prática comum nas empresas hoje. Por outro lado, a utilização das informações oriundas dos Estudos de Satisfação, via de regra, é muito pobre. A proposta deste paper é arrojada, mas sólida: mostrar como tornar esse processo mais rico, extraindo informações e análises que podem, de fato, mudar o perfil de atuação da própria empresa. x x x x x x STORE Será que, em um futuro próximo, as lojas físicas terão uma nova função? Neste paper, veremos que as transformações já começaram e cada vez se torna mais necessário compreender a missão da loja física. x x x x x x x x x x x x CARTAS OFFICINA SOPHIA NOSSA EDIÇÃO ANTERIOR CARTAS EDIÇÃO 01 Integrando informações de fontes diversas para compreender melhor os Indivíduos e orientar melhor as decisões de Negócios. CONSTRUINDO CONHECIMENTO APLICADO A NEGÓCIOS COMO FAZEMOS O QUE NOS PROPOMOS! 1- EQUIPE Somos uma equipe de profissionais seniores, experientes na geração de conhecimento e inquietos em relação à absorção de novas disciplinas e fontes de informação. 2 - TECNOLOGIA Desenvolvemos Sistemas que permitem ao Cliente ter acesso on-line às informações, gerar Projetos e documentos em tempo recorde com erro zero e aprofundar análises e correlações dos dados. Ultrapassar as fronteiras do convencional para aplicar Conhecimento à Estratégia de Negócios é a missão da Officina Sophia. E para estreitar ainda mais os laços que mantemos com nossos Clientes, desenvolvemos esse canal Cartas da Officina Sophia - que funcionará como meio de compartilhamento de conhecimento. Com um projeto editorial contemporâneo, o objetivo desta publicação é reunir e partilhar textos inspiradores de diferentes universos, cujo conteúdo é essencial para entendermos melhor o Indivíduo. Buscamos, portanto, somar elementos, ideias, ciências e pensamentos para visualizar o todo. Cartas Officina Sophia Uma combinação de 3 elementos (sagrados para nós) O OUTPUT DOS NOSSOS PROJETOS: 3 - RELACIONAMENTO Acreditamos, fortemente, que cada Cliente é único com necessidades e ambientes internos especificos e que demandam um atendimento customizado, que possa ajudá-lo a atingir seus objetivos internos e de mercado. Baseados neste pensamento estratégico e integrador, procuramos produzir Relatórios com pensamentos diferenciados, para orientar os Clientes nas suas decisões presentes de negócio, mas sempre sem se furtar, fornecendo uma visão do futuro, do que está por vir. Isso para que a decisão de negócio esteja embasada em uma sólida visão de futuro. 04 Cartas Officina Sophia 2012

3 x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x CARTA x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x O no. 1 de Cartas da Officina Sophia tinha por objetivo mostrar-lhes como olhamos o mundo que nos rodeia e como nos posicionamos nas questões de negócio. Agora, em Cartas #2, procuramos ser mais específicos e assim faremos nas edições futuras. Não teremos, portanto, uma distribuição tão ampla quanto a edição original. Mas estaremos sempre guardando exemplares para aqueles que se interessem pela edição e eventualmente não a tenham encontrado. Damos ênfase nas Cartas no mesmo momento em que criamos, na Officina Sophia, uma unidade focada no varejo, a Officina Sophia Retail. Temos no Varejo uma grande expertise acumulada. Esse é o setor que, talvez, mais sofra as consequências da transformação intensa por que passa a sociedade e os consumidores. Para alimentar o pensamento, nesta edição, o Varejo 3.0 discute a questão-chave de como atuar em um mundo multicanal. A vida dos varejistas era, no mínimo, simples quando se tinha que lidar apenas com o canal físico. O mundo online não substitui o físico, mas interage com ele e pode ser tanto a vitrine como o point of sale. E o inverso também é verdadeiro: o canal físico pode ser a vitrine e o virtual, fazer o papel do point of sale. Como lidar com esse mundo multidimensional? Ele é inevitável. Importantes insights podem ser obtidos aqui, neste trabalho preparado pela Deloitte. Por outro lado, avaliar a Satisfação de Clientes, uma atividade corriqueira na vida das Empresas, pode se tornar algo de resultados insípidos (e frequentemente isso ocorre). A diferença do jogo encontrase na incorporação de uma visão estratégica da Satisfação de Clientes. O que é isso? É sair de uma abordagem e uso tático de Estudos de Satisfação e incorporá-lo na estratégia de negócio das empresas. E como fazer isso? Ah! Esse é o segredo generosamente desvendado neste paper. Detalhadamente desvendado, digamos. E como implementar esses segredos generosamente desvendados? Ah! A Officina Sophia sabe. Fale conosco. Brincadeiras verdadeiras a parte, achamos que esses papers, além de provocantes, podem ser muito úteis na otimização da performance das empresas e nos seus investimentos na Satisfação de Clientes. Focamos no Indivíduo e na sua relação com o varejo e com as empresas em geral. Ambos os papers que lhe trazemos são absolutamente provocantes. Espero que aproveitem, apreciem e dividam. E reiteramos o convite: se tiverem, também, encontrado outras pedras preciosas do conhecimento ao longo do caminho e quiserem partilhar com nossos leitores, por favor, nos enviem. Vamos publicá-las aqui ou em espaço próprio que criaremos no nosso site. Paulo Secches Cartas Officina Sophia

4 CONHECENDO A OFFICINA SOPHIA RETAIL O QUE É A OFFICINA SOPHIA RETAIL É uma empresa de pesquisa especialista em Varejo e Comportamento de Compra que oferece estudos customizados com foco em estratégias de varejo e ações de ponto de venda. x Como x x x x x x entendemos x x x x x x x x x x x x a x x dinâmica x x x x x x x x x do x x x varejo: x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x Trabalhamos x x x x x x x em x x três x x grandes x x x x x áreas x x x de x investigação x x x x x x x com x x objetivo x x x x de x x levar x x x ao x varejo x x x x informações x x x x x x que x x permitam x x x x x x maior x x x x agilidade x x x x x e x assertividade x x x x x x x na x busca x x x x por x x uma x x operação x x x x x rentável. x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x ÁREA x x x DE x x INVESTIGAÇÃO x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x NOSSAS x x x x x SOLUÇÕES x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x QUALITATIVAS x x x x x x x x x x x x x x x x x x x QUANTITATIVAS x x x x x x x x x x x x x Posicionamento e imagem de marca x x x x x x x x O x ambiente x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x Eficácia x x x x de x x comunicação x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x competitivo x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x Potencial x x x x x e x dimensionamento x x x x x x x x x x de x x mercado x x x x x x x x x x x x x x x x Cenário competitivo x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x Estratégia x x x x x x para x x 5 x P s x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x (Produto, x x x x x Preço, x x x x Planograma, x x x x x x x Promoção x x x x x x e x Material x x x x POP) x x x x x x x x x x x x x x x A x operação x x x x x x x x x x x x x x x x x x Hot x x Spots x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x Pricing x x x x e x lasticidade x x x x x x de x x preço x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x Segmentação x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x Hábitos x x x x e x atitudes x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x Missões x x x x x de x compra x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x O x x shopper Hierarquia de decisão de compra x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x Etnografia x x x x x x no x x PDV x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x Satisfação x x x x x x e x lealdade x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x 04 Cartas Officina Sophia Retail

5 CONSTRUINDO CONHECIMENTO APLICADO A NEGÓCIOS Para a 2ª Edição do Cartas Officina Sophia selecionamos o paper Store 3.0, da Deloitte. Através dele, a consultoria mostra uma interessante visão sobre o futuro das lojas físicas em um contexto de multicanal. Sabemos que as novas tecnologias estão presentes no dia a dia do consumidor, mudando seus hábitos de compra em diversas categorias de produto. Embora o acesso a essas tecnologias encontre barreiras de ordem econômica e limitações geográficas de oferta de serviço, é notório que as mudanças de comportamento se configuram uma forte tendência. Esse é um caminho sem volta e a grande questão é: qual o futuro das lojas físicas? Deixarão de existir ou devem ocupar um novo lugar nesse contexto? Através de metodologia própria a Officina Sophia investigou a satisfação dos clientes com as lojas físicas e virtuais de três segmentos do varejo: Textil, Eletro e Alimentício. Nossa experiência, ao estudar o tema, mostra que as lojas físicas atuantes no Brasil apresentam maior número de clientes insatisfeitos que as lojas virtuais. Enquanto o canal on line apresenta 22% de clientes encantados, a loja física tem apenas 11%. Somente esse indicador já nos mostra que as lojas físicas precisam encarar a nova realidade com ações concretas no sentido de garantir o encantamento de seus shoppers sob o risco de perder share of wallet para as operações online. Fonte: Officina Sophia Indice de Relacionamento e Recomendação Brasil Junho 2012 TOTAL VAREJO LOJA FÍSICA TOTAL VAREJO LOJA virtual Média 7,3 7,4 x x x x x x x x x x x x x x x x x 11x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x 22 x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x 42x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x 44x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x 47x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x 34x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x (Base: x x 8285) x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x (Base: x x x 5073) x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x Insatisfeitos x x x x x x ( x 1-7 x ) x x x x x Satisfeitos x x x x x x ( x 8+9 x x ) x x x x Encantados x x x x x x x ( 10 x x ) x x x x x x x x x x x x SAIBA MAIS SOBRE O ESTUDO por Valéria Rodrigues Buscando antecipar conhecimento para nossos clientes, realizamos em junho de 2012 a primeira medição para a construção do irrb Índice de Relacionamento e Recomendação Brasil no varejo. A metodologia utiliza os indicadores mais relevantes para a construção de relacionamento do shopper com um varejista: satisfação, intenção de recompra e recomendação da marca. Para a primeira medição escolhemos 3 segmentos extremamente importantes para o setor: Têxtil, Eletro e Alimentício (Supers / Hipers). Foram realizadas entrevistas on line, em que resultaram mais de avaliações. O estudo, além de proporcionar uma visão ampla do varejo brasileiro, garante a possibilidade de zoom nas principais marcas atuantes no cenário nacional. O estudo mostra, nos diversos pontos de contato entre o shopper e o varejo, quais botões merecem foco e devem ser prioridade na estratégia do negocio. Cartas Officina Sophia Retail 05

6 PAPER 01 Customer Satisfaction A Strategic Review Superior customer satisfaction provides a clear strategic advantage and an inimitable resource for a firm particularly in today s complex and often uncertain markets. Two decades of academic research have quantified the impact of customer satisfaction on a number of beneficial customer behaviors and consequent financial performance. It is clear that firms that manage their customers as well as costs realize greater financial returns compared to firms that ignore customer satisfaction. x x x NOSSA RECOMENDAÇÃO x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x Estudos de Satisfação são, via de regra, absolutamente táticos e não são incorporados na estratégia do negócio. A consequência é que eles existem como uma atividade à parte e os problemas se perpetuam, com baixa eficácia na sua solução. Este paper nos parece fundamental porque discute questões tais como: equilibrar custos e benefícios, como conhecer o que de fato determina o quê (o que é causa e o que é efeito), como os funcionários podem ter um papel decisivo na maximização da satisfação do cliente, como implementar ações corretivas de forma universal ou diferenciadas por segmentos, como identificar os segmentos diferenciais para agir. Este paper faz um review das best practices com recomendações precisas para os Managers. De valor inestimável para praticantes e usuários. 06 Cartas Officina Sophia 2012

7 Cartas Officina Sophia

8 08 Cartas Officina Sophia 2012

9 Cartas Officina Sophia

10 10 Cartas Officina Sophia 2012

11 Cartas Officina Sophia

12 12 Cartas Officina Sophia 2012

13 Cartas Officina Sophia

14 14 Cartas Officina Sophia 2012

15 Cartas Officina Sophia

16 16 Cartas Officina Sophia 2012

17 Cartas Officina Sophia

18 18 Cartas Officina Sophia 2012

19 Cartas Officina Sophia

20 20 Cartas Officina Sophia 2012

21 Cartas Officina Sophia

22 22 Cartas Officina Sophia 2012

23 Cartas Officina Sophia

24 24 Cartas Officina Sophia 2012

25 Cartas Officina Sophia

26 26 Cartas Officina Sophia 2012

27 Cartas Officina Sophia

28 28 Cartas Officina Sophia 2012

29 Cartas Officina Sophia

30 30 Cartas Officina Sophia 2012

31 Cartas Officina Sophia

32 32 Cartas Officina Sophia 2012

33 Cartas Officina Sophia

34 34 Cartas Officina Sophia 2012

35 PAPER 02 Store 3.0 The Store is dead. Long live the Store. While no longer the only place where retailers and customers connect, the physical store remains central to many consumers shopping experiences. But to stay competitive, retailers should develop a store strategy that aligns talent, physical space, processes, and technology to meet the changing demands of their customers. Retailers with the foresight to combine the sensory experience provided by a brick-andmortar store with the extensive information and accessibility offered by virtual stores are likely to lead the way in attracting the loyalty and wallet of tomorrow s consumer. x x x NOSSA RECOMENDAÇÃO x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x Em um novo contexto multicanal acreditamos que as lojas físicas têm um novo e importante papel. Deixam de ser simplesmente expositoras de mercadorias para ser o principal ponto de contato físico com o produto. Ganham espaço como um local de entretenimento onde a marca ganha relevância. Transformam-se em local de oportunidade para o atendimento diferenciado e especializado. x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x Cartas Officina Sophia

36 Store 3.0 The store is dead. Long live the store. 36 Cartas Officina Sophia 2012

37 Contents 4 The store s story continues... 5 Open for business: Store Tomorrow s customer experience begins today 10 Contacts Cartas Officina Sophia

38 The store s story continues... Where can you buy a hammer? In 1910, the answer was simple: the hardware store. Today, you might purchase a hammer using a catalog, personal computer, telephone, smart phone, tablet or by visiting your local hardware store. Tomorrow, who knows what new shopping options may be available. While no longer the only place where retailers and customers connect, the physical store remains central to many consumers shopping experiences. But to stay competitive, retailers should develop a store strategy that aligns talent, physical space, processes, and technology to meet the changing demands of their customers. Retailers with the foresight to combine the sensory experience provided by a brick-and-mortar store with the extensive information and accessibility offered by virtual stores are likely to lead the way in attracting the loyalty and wallet of tomorrow s consumer. Meet tomorrow s consumer The rise of Generation Y and the confluence of consumer technology adoption create opportunities and risks for tomorrow s retail store. Gen Y those born between 1982 and 1995 is the next big wave of consumers. They are about 75 million strong in the United States, with a collective income of over $1.89 trillion. These consumers are expected to become the wealthiest generation ever, with their annual spending predicted to reach $2.45 trillion by 2015 ¹. Gen Y consumers are distinctive connected, practical, techsavvy, and socially aware. Retailers will be challenged to create a high-quality, differentiated store experience to connect with this important cohort and harness their tremendous buying power. But this isn t the only consumer group retailers should worry about. Technology has transformed the expectations of shoppers of all ages. Consumers using the Web to research in-store purchases accounted for $510 billion or 20 percent of total U.S. retail sales in By 2012, this number is expected to rise to $1.2 trillion or 38 percent of U.S. retail sales ². Another trend is the consumer s use of smartphones to check prices, locate stores, find promotions, and order products. Sixteen percent of consumers surveyed by Deloitte for its 2010 Annual Holiday Survey responded that they would like to, or already do, access product information in stores by scanning the product s barcode with their mobile phones ³. The use of mobile devices for purchases is also growing; mobile commerce revenues in the U.S. are expected to grow from $1.2 billion in 2009 to $23.8 billion by 2015 ⁴. Social media provides shoppers with a platform to discuss the products and stores they love or hate. With more people sharing opinions online, Internet-based reviews become more important. This increase in online consumer conversations provides opportunities for retailers to use this platform to gather insights into consumer concerns, and even integrate user product reviews into their physical stores. ¹ Deloitte Study: Catalysts for Change: The Implications of Gen Y Customers for Banks (2008) ² Forrester s The State of Consumers and Technology: Benchmark 2009, U.S. (September 2009) ³ Deloitte 25th Annual Holiday Survey, November 2010 ⁴ Coda Research Consultancy, U.S. Mobile Advertising and E-Commerce Revenue (May 2010). Projected revenue is a compound annual growth rate of +65% over 2009 As used in this document, Deloitte means Deloitte Consulting LLP, a subsidiary of Deloitte LLP. Please see for a detailed description of the legal structure of Deloitte LLP and its subsidiaries. Certain services may not be available to attest clients under the rules and regulations of public accounting Cartas Officina Sophia 2012

39 Open for business: Store 3.0 Changing customer expectations and the rapid pace of technology adoption are significantly impacting the store s role and the way it should operate (Figure 1). Tomorrow s customers will demand an in-store experience that is uniquely relevant to them. In a Store 3.0TM environment, sales associates should be equipped to provide a personalized customer experience. The store s physical space should support that experience with multichannel integration and mobile points of sale. Store systems and operations should adapt to integrate mobile and Web technologies. An effective strategy for the future brick-and-mortar store should align these elements to the expectations of the customer while maintaining the organizational and technology flexibility needed to react to future changes. Figure 1. The changing role of the store Store 1.0 Store 2.0 Store 3.0 Early 20th Century Late 20th Century Early 21st Century Point of Sale Cash register Handheld line-busting functionality and wireless support Mobile points of service; the entire store floor is the point of sale Connectivity Pony Express T1 backbone and wi-fi support for wireless in-store tools Store is fully Web-enabled; wireless customer access; 4G connectivity; and cloud based services Staffing Model Shopkeeper and family Staff to support workload Staff to support customer experience Talent Development Who has time to develop talent? Hire, hope to retain, hire again Engage, train, develop, promote Multiple Shopping Channels What s a channel? Multichannel Omni-channel; in-store fulfillment of online orders; and seamless integration across selling platforms Footprint Size 10 ½ Bigger is better! Product Information Read the label Online research Smaller, strategic, dynamic, less inventory, specialized, agile, and personalized Customized, aggregated data pushed to shopper in anticipation of not in reaction to customer s purchases Retailer s Differentiator Location Product and service Customer experience and multichannel integration Brick & Mortar Store s Role The only option Competitor to online channel Critical to brand fulfillment; integrated with all sales and service channels Store 3.0 The store is dead. Long live the store. 5 Cartas Officina Sophia

40 Defining the customer experience Before developing a strategy for your future store, start with a solid understanding of your target future customer, their desired experience and their service expectations. Figure 2 defines seven dimensions of the customer experience in a Store 3.0TM environment, prior to, during, and after a customer s visit to the physical store. Evaluating your current customer experience against these dimensions can help identify opportunities for improvement and set the tone for your future vision. Talent, physical space, systems and processes should all play a role in creating a Store 3.0TM customer experience. You ll need ways to measure and track progress toward meeting your goals for improving customer satisfaction, sales, and profitability. Figure 2. Seven dimensions of the customer experience. Prior to arriving at the store 1. Customer initiates the shopping experience online on their mobile device or by arriving at the store 2. Retailer initiates the shopping experience by serving the customer promotions, coupons, or other incentives to drive traffic to the store In-store shopping experience 3. Customer arrives at the store and notifies the selling staff through in-store or mobile technology 4. Customer interacts with the store by browsing merchandise, using a kiosk in the store, or engaging with a sales associate 5. Personalized shopping assistance on the sales floor or in the fitting rooms aided by technology 6. Check-out experience leveraging new technologies and store solutions to expedite the check-out process Post shopping experience 7. Customer is contacted via , phone (text or voice), or regular mail as a followup to their shopping experience to encourage repeat visits, purchase from new channels, and expand breadth of purchases within the store 6 40 Cartas Officina Sophia 2012

41 Developing sales associates who mirror tomorrow s customers A retail store s sales are highly related to the quality of the relationship between its store associates and customers. Deloitte research shows that conversion rates increased nine percent when customers were assisted by employees who possess a high degree of product knowledge and demonstrate strong interpersonal skills ⁵. For many retailers, the associate is critical to delivering a consistently strong customer experience, creating competitive differentiation, and driving customer loyalty. Creating a positive customer-associate relationship may require a multi-faceted approach centered on building, managing, supporting, and engaging retail talent. Build the right associate team Your talent management strategy should align with the company s overall strategic plan. Effective associates should represent the brand values, messaging, and even marketing, through their behaviors, skills, and competencies. As customers change, retail associates must change as well. In many ways, the associate should mirror the target customer, in attitude, spirit, interests, and lifestyle. When recruiting, look for potential associates with a willingness to use technology to provide better customer service and more efficient store operations. If you build the right team of associates, you are likely to benefit from improved customer satisfaction and employee morale, better employee engagement, and lower turnover. You may also experience improvement in sales per labor-hour, sales per square-foot, and sales close rates. Provide advanced management tools The store manager s job is more complex than ever. Managing productivity, aligning resources, and executing consistently while providing cost-efficient real-time reporting and analysis can be all but impossible without the right management tools. Commercial workforce management packages have improved dramatically over the last several years, and now can incorporate task management into labor requirements and analysis. Task management packages have also matured into stand-alone systems that can be integrated into existing systems. Both task management approaches can help managers improve operations, so that stores are more focused and aligned. Today s time and attendance systems improve time collection and support manager-employee collaboration for scheduling, time-off requests, and training resulting in more accurate timecards and paychecks. The data generated over a pay period can then be used for advanced analysis to improve your management planning. Support sales and service with technology Meeting the demands of an increasingly fickle consumer can require careful integration of customer and product data. Ideally, information is aggregated across your sales channels to capture the customer s full profile and purchasing history. Easy access to detailed customer information can better equip sales associates to provide a customized experience. Collaboration tools can leverage the entire sales organization to improve customer service. Customers with questions or problems may use two-way video kiosks or camera-equipped smartphones to connect with the appropriate store specialist perhaps the merchandise buyer, supply chain manager, or customer service supervisor. The right technology should extend the store s resources to include support people who may be located anywhere video call-center, headquarters, or a sister store down the street. Engage associates across their career Juggling in-store responsibilities, technology, and multichannel awareness requires associates who are able to rise to the challenge. In return, you should support your talent with training, tools, rewards, and a clear career path to keep them motivated and engaged. Training should not be limited to new employees. Associates both experienced and new should stay up to date on products, promotions, competitors, and pricing. New training technologies can allow you to quickly produce and deliver high-quality, interactive training that helps associates stay one step ahead of their customers. New performance management tools can provide information that allows store managers to provide more effective feedback, recognition, and recommendations. ⁵ Deloitte Driving profitability through your store associates: The make or break factor for retailers, June 2010 Store 3.0 The store is dead. Long live the store. 7 Cartas Officina Sophia

Comportamento do Shopper no Varejo

Comportamento do Shopper no Varejo Seminário GVcev Comportamento do Shopper no Varejo Case Dafiti Malte Huffmann A Dafiti traz alegria na hora de comprar We deliver fashion & lifestyle products conveniently and accessibly at one click This

Leia mais

egovernment The Endless Frontier

egovernment The Endless Frontier CENTRO DE GESTÃO DA REDE INFORMÁTICA DO GOVERNO (Management Center for the Electronic Government Network) egovernment The Endless Frontier Alexandre Caldas 29 th June 2010 Summary VISION AND LEADERSHIP

Leia mais

Fidelize seus clientes e incremente seus resultados SAP Cloud for Services

Fidelize seus clientes e incremente seus resultados SAP Cloud for Services Fidelize seus clientes e incremente seus resultados SAP Cloud for Services Paulo Felix Gerente de Vendas via Parceiros, Customer Engagement & Commerce SAP Brasil O MUNDO DO ATENDIMENTO AO CLIENTE MUDOU

Leia mais

IBM MobileFirst: Identificando e Capturando novas oportunidades de negócio

IBM MobileFirst: Identificando e Capturando novas oportunidades de negócio IBM MobileFirst: Identificando e Capturando novas oportunidades de negócio Eduardo Macedo Curro Gerente de Soluções de Mobilidade 2014 IBM Corporation 1 Quais são as principais tendências do mercado de

Leia mais

Guião M. Descrição das actividades

Guião M. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Inovação Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO Guião M Intervenientes

Leia mais

Tecnologia da Informação em Saúde. Consulado Americano no Brasil. Altino Ribeiro Leitão Gerente-geral de Informação e Sistemas 17 de Setembro de 2014

Tecnologia da Informação em Saúde. Consulado Americano no Brasil. Altino Ribeiro Leitão Gerente-geral de Informação e Sistemas 17 de Setembro de 2014 Tecnologia da Informação em Saúde Consulado Americano no Brasil Altino Ribeiro Leitão Gerente-geral de Informação e Sistemas 17 de Setembro de 2014 Missão Institucional da ANS Promover a defesa do interesse

Leia mais

Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas)

Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas) Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas) Professional activities/tasks Design and produce complex ICT systems by integrating

Leia mais

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração VICTOR HUGO SANTANA ARAÚJO ANÁLISE DAS FORÇAS DE PORTER NUMA EMPRESA DO RAMO FARMACÊUTICO:

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS UMA VANTAGEM COMPETITIVA COM A TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS AMANDA ZADRES DANIELA LILIANE ELIANE NUNES ELISANGELA MENDES Guarulhos

Leia mais

Project Management Activities

Project Management Activities Id Name Duração Início Término Predecessoras 1 Project Management Activities 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 2 Plan the Project 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 3 Define the work 15 dias Sex 05/10/12

Leia mais

Tecnologia e Inovação na era da Informação

Tecnologia e Inovação na era da Informação Tecnologia e Inovação na era da Informação Cezar Taurion Executivo de Novas Tecnologias Chief Evangelist ctaurion@br.ibm.com TUDO EM TEMPO REAL TECNOLOGIA PERVASIVA E COMPUTAÇÃO SOCIAL A SOCIEDADE HIPERCONECTADA

Leia mais

Faro. Enriching our city brand

Faro. Enriching our city brand Faro Enriching our city brand 1 2 3 establish a strategy to value our identity1 st Step evaluation supported by studies and similar work / statistical and qualitative analysis / tourists, visitors and

Leia mais

Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment

Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment SAFIRA is an IT consulting boutique known for transforming the way organizations do business, or fulfil their missions,

Leia mais

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM.

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS Prova-modelo Instruções Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. A prova é avaliada em 20 valores (200 pontos). A prova é composta

Leia mais

ANO I Abertura Opening Os primeiros movimentos do jogo Há um ano, três advogados vindos de renomados escritórios de advocacia, onde exerciam funções de destaque, se reuniram em torno de uma idéia:

Leia mais

Transformação dos negócios de distribuição e os desafios do setor

Transformação dos negócios de distribuição e os desafios do setor Transformação dos negócios de distribuição e os desafios do setor Geraldo Guimarães Jr Diretor para Indústria de Utilities SAP para Utilities Liderança Global no Setor Maior Provedor de Soluções e Aplicações

Leia mais

Tendências da pesquisa acadêmica na àrea de Marketing

Tendências da pesquisa acadêmica na àrea de Marketing Tendências da pesquisa acadêmica na àrea de Marketing Wagner A. Kamakura Ford Motor Company Professor of Global Marketing Duke University Outline A Pesquisa academica na area de Marketing O Marketing como

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing Kern, Bryan; B.S.; The State University of New York at Oswego kern@oswego.edu Tavares, Tatiana; PhD;

Leia mais

LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO Prêmio James McGuire

LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO Prêmio James McGuire Chamada para as Inscrições de Propostas 2015 LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO Prêmio James McGuire O Prêmio para empreendimento JAMES McGUIRE é uma competição promovida pela

Leia mais

quarta-feira, 21 de novembro de 12

quarta-feira, 21 de novembro de 12 31.outubro.2012 Email Marketing na Era do Mobile First Está Preparado? Ricardo Longo ricardo@ftips.mobi @ricolongo quarta-feira, 21 de novembro de 12 O que eu estou fazendo aqui? quarta-feira, 21 de novembro

Leia mais

Enquadramento. Análise e prospeção das vendas em ecommerce (mundial) EUA - E-COMMERCE

Enquadramento. Análise e prospeção das vendas em ecommerce (mundial) EUA - E-COMMERCE E-COMMERCE nos EUA EUA - E-COMMERCE Enquadramento Análise e prospeção das vendas em ecommerce (mundial) http://www.statista.com/statistics/261245/b2c-e-commercesales-worldwide/ EUA - E-COMMERCE Enquadramento

Leia mais

UBIQUITOUS COLLABORATION. http://www.trprocess.com

UBIQUITOUS COLLABORATION. http://www.trprocess.com UBIQUITOUS COLLABORATION http://www.trprocess.com Our Company TR PROCESS SMART PROCESS EXPERTS A expressão Smart Process Application, como utilizamos hoje, foi definida e utilizada em seus relatórios pelos

Leia mais

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho GUIÃO A 1º Momento Intervenientes e Tempos Descrição das actividades Good morning / afternoon / evening, A and B. For about three minutes, I would like

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais BEM VINDO AO MUNDO RANGEL WELCOME TO RANGEL WORLD Atividade Aduaneira Customs Broker Transporte Marítimo Sea Freight ESPANHA SPAIN Transporte Aéreo Air Freight Expresso Internacional FedEx International

Leia mais

Online Collaborative Learning Design

Online Collaborative Learning Design "Online Collaborative Learning Design" Course to be offered by Charlotte N. Lani Gunawardena, Ph.D. Regents Professor University of New Mexico, Albuquerque, New Mexico, USA July 7- August 14, 2014 Course

Leia mais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais BEM VINDO AO MUNDO RANGEL WELCOME TO RANGEL WORLD Toda uma organização ao seu serviço! Constituídos em 1980 por Eduardo Rangel, rapidamente marcámos

Leia mais

Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais

Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais 24 de maio de 2012 Auditório ISEGI - UNL Patrocínio Principal Apoios Patrocinadores Globais APDSI Insurance 2.0 The Way Forward www.infosistema.com Insurance

Leia mais

Microsoft. Driving Better Business Performance. André Amaral aamaral@microsoft.com

Microsoft. Driving Better Business Performance. André Amaral aamaral@microsoft.com Microsoft Driving Better Business Performance André Amaral aamaral@microsoft.com Business Intelligence Improving business insight A broad category of applications and technologies for gathering, storing,

Leia mais

O SEU NEGÓCIO ESTÁ NA MODA Your Business is in fashion

O SEU NEGÓCIO ESTÁ NA MODA Your Business is in fashion O SEU NEGÓCIO ESTÁ NA MODA Your Business is in fashion Fazemos parte do processo de retalho de moda com o objetivo de aumentar as suas vendas Desde a fundação em 1980 que somos um operador ativo e inovador,

Leia mais

hdd enclosure caixa externa para disco rígido

hdd enclosure caixa externa para disco rígido hdd enclosure caixa externa para disco rígido USER S GUIDE SPECIFICATONS HDD Support: SATA 2.5 Material: Aluminium and plastics Input connections: SATA HDD Output connections: USB 3.0 (up to 5.0Gbps)

Leia mais

Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia - COELBA Company Profile - Business Description, Strategies and SWOT Analysis

Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia - COELBA Company Profile - Business Description, Strategies and SWOT Analysis Brochure More information from http://www.researchandmarkets.com/reports/2663026/ Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia - COELBA Company Profile - Business Description, Strategies and SWOT Analysis

Leia mais

Session 8 The Economy of Information and Information Strategy for e-business

Session 8 The Economy of Information and Information Strategy for e-business Session 8 The Economy of Information and Information Strategy for e-business Information economics Internet strategic positioning Price discrimination Versioning Price matching The future of B2C InformationManagement

Leia mais

Desenvolvimento Ágil 1

Desenvolvimento Ágil 1 Desenvolvimento Ágil 1 Just-in-Time Custo = Espaço + Publicidade + Pessoal De que forma poderiamos bater a concorrência se um destes factores fosse zero? 2 Just-in-time Inventory is waste. Custo de armazenamento

Leia mais

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA EAbrief: Medida de incentivo ao emprego mediante o reembolso da taxa social única EAbrief: Employment incentive measure through the unique social rate reimbursement Portaria n.º 229/2012, de 03 de Agosto

Leia mais

Criando diferenciais competitivos e minimizando riscos com uma boa. Claudio Yamashita Country Manager Intralinks Brasil

Criando diferenciais competitivos e minimizando riscos com uma boa. Claudio Yamashita Country Manager Intralinks Brasil Criando diferenciais competitivos e Informação minimizando riscos com uma boa Governança da Claudio Yamashita Country Manager Intralinks Brasil PESQUISA GLOBAL DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 2014 - EY Pensando

Leia mais

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012 Universidade do Minho Escola de Engenharia UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13 11 de outubro 2012 1 2 2 courses offered in the first semestre: Métodos de Investigação em Engenharia

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

Cloud para o Brasil Cloud Services

Cloud para o Brasil Cloud Services Cloud para o Brasil Como as ofertas da Capgemini endereçam os principais pontos levantados pela pesquisa exclusiva We orchestrate your Cloud Services Current Market Situation with Cloud 2 Current Market

Leia mais

DATA: 06/05/2015 AUDITÓRIO: ESTRATÉGIA E GESTÃO TEMA: INFORMAÇÕES NÃO FALTAM: O QUE FAZER COM ELAS? PALESTRANTE: FERNANDO LEMOS

DATA: 06/05/2015 AUDITÓRIO: ESTRATÉGIA E GESTÃO TEMA: INFORMAÇÕES NÃO FALTAM: O QUE FAZER COM ELAS? PALESTRANTE: FERNANDO LEMOS DATA: 06/05/2015 AUDITÓRIO: ESTRATÉGIA E GESTÃO TEMA: INFORMAÇÕES NÃO FALTAM: O QUE FAZER COM ELAS? PALESTRANTE: FERNANDO LEMOS Copyright 2014 Oracle and/or its affiliates. All rights reserved. Inovando

Leia mais

Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014

Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014 Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014 Agenda Agenda Futuro da produção farmacêutica Future of pharmaceutical production Compressão como principal ponto no processo de

Leia mais

Serviços: API REST. URL - Recurso

Serviços: API REST. URL - Recurso Serviços: API REST URL - Recurso URLs reflectem recursos Cada entidade principal deve corresponder a um recurso Cada recurso deve ter um único URL Os URLs referem em geral substantivos URLs podem reflectir

Leia mais

manualdepsiquiatriainfant il manual de psiquiatria infantil

manualdepsiquiatriainfant il manual de psiquiatria infantil manualdepsiquiatriainfant il manual de psiquiatria infantil These guides possess a lot information especially advanced tips such as the optimum settings configuration for manualdepsiquiatriainfantil manual

Leia mais

The Brazil United States Consumer Product Safety Conference Brazil United States Joint Press Statement June 10, 2011 Rio de Janeiro, Brazil Common Interests Ensuring a high level of consumer product safety

Leia mais

Treinamento para Pais Cidadania digital No Nível Fundamental. Parent Academy Digital Citizenship. At Elementary Level

Treinamento para Pais Cidadania digital No Nível Fundamental. Parent Academy Digital Citizenship. At Elementary Level Parent Academy Digital Citizenship At Elementary Level Treinamento para Pais Cidadania digital No Nível Fundamental Pan American School of Bahia March 18 and 29, 2016 Digital Citizenship Modules Cyberbullying

Leia mais

SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP. Know-how setorial e global pré-configurado

SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP. Know-how setorial e global pré-configurado SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP Know-how setorial e global pré-configurado Índice 1.Disponibilidade dos pacotes SAP Best Practices 2.Efetuar

Leia mais

JOSE GABRIEL REGO. Resumo. Especializações. Experiência. Assistant Card Manager at Grupo Banco Popular jgrego@netcabo.pt

JOSE GABRIEL REGO. Resumo. Especializações. Experiência. Assistant Card Manager at Grupo Banco Popular jgrego@netcabo.pt JOSE GABRIEL REGO jgrego@netcabo.pt Resumo My main objective is to develop my career in order to deepen the experience I accumulated over the years based in the development of practical and theoretical

Leia mais

Software product lines. Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco

Software product lines. Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Software product lines Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Software product lines basic concepts Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Um produto www.usm.maine.edu

Leia mais

As Novas Formas de Financiamento da Economia

As Novas Formas de Financiamento da Economia As Novas Formas de Financiamento da Economia Francisco Fonseca Vice-Presidente ANJE 2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ACTIVIDADES ECONÓMICAS - LISBOA O que são? Formas alternativas de financiamento incluem

Leia mais

Cloud Computing. Provendo valor ao negócio através da Gerência de Serviços Automatizada. Gerson Sakamoto gsakamoto@br.ibm.com

Cloud Computing. Provendo valor ao negócio através da Gerência de Serviços Automatizada. Gerson Sakamoto gsakamoto@br.ibm.com Cloud Computing Provendo valor ao negócio através da Gerência de Serviços Automatizada Gerson Sakamoto gsakamoto@br.ibm.com 1 Definição de Computação em Nuvem Computação em Nuvem é um novo modelo de aquisição

Leia mais

Nós criamos. Você lidera.

Nós criamos. Você lidera. www.contact-2-lead.com Nós criamos. Você lidera. PROMOTE CONTACT 2 LEAD 1, Place de la Libération, 73000 Chambéry, France. 17/F i3 Building Asiatown, IT Park, Apas, Cebu City 6000, Philippines. HOW WE

Leia mais

OFFICE. Office Background

OFFICE. Office Background OFFICE Office Background Since it was founded in 2001, steady growth has been registered by the office in the Brazilian market of corporate law, a field in which our services are exemplary. The consolidation

Leia mais

Symantec & Jogos Olímpicos Rio 2016. Julho de 2015

Symantec & Jogos Olímpicos Rio 2016. Julho de 2015 Symantec & Jogos Olímpicos Rio 2016 Julho de 2015 JOGOS OLÍMPICOS 5-21 de agosto 10.500 ATLETAS DE PAÍSES 45.000 204 VOLUNTÁRIOS 25.100 PROFISSIONAIS DE MÍDIA CREDENCIADOS 6.700 INTEGRANTES DAS DELEGAÇÕES

Leia mais

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO PROJECTO PROVAS EXPERIMENTAIS DE EXPRESSÃO ORAL DE LÍNGUA ESTRANGEIRA - 2005-2006 Ensino Secundário - Inglês, 12º ano - Nível de Continuação 1 1º Momento GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

Gerenciando a Cadeia de Suprimentos (Managing the Supply Chain) A Experiência Cargill ( Cargill s Experience)

Gerenciando a Cadeia de Suprimentos (Managing the Supply Chain) A Experiência Cargill ( Cargill s Experience) Gerenciando a Cadeia de Suprimentos (Managing the Supply Chain) A Experiência Cargill ( Cargill s Experience) 1 Jose de Ribamar, Ger Qualidade e Food Safety Cargill Amidos e Adoçantes América do Sul jose_ribamar@cargill.com

Leia mais

IDATA: 06/05/2015 GRANDE AUDITÓRIO TEMA:QUAL O FUTURO DO SUPERMERCADO COM O CONSUMIDOR CONECTADO? PALESTRANTE: HELIO AZEVEDO

IDATA: 06/05/2015 GRANDE AUDITÓRIO TEMA:QUAL O FUTURO DO SUPERMERCADO COM O CONSUMIDOR CONECTADO? PALESTRANTE: HELIO AZEVEDO IDATA: 06/05/2015 GRANDE AUDITÓRIO TEMA:QUAL O FUTURO DO SUPERMERCADO COM O CONSUMIDOR CONECTADO? PALESTRANTE: HELIO AZEVEDO 1 TRANSFORMANDO A JORNADA DO CLIENTE Helio Azevedo SAP SALES VICE-PRESIDENT

Leia mais

Desafios da distribuição de seguros: Mobilidade e localização com WiFi e ibeacon aplicados ao Omni-channel

Desafios da distribuição de seguros: Mobilidade e localização com WiFi e ibeacon aplicados ao Omni-channel Desafios da distribuição de seguros: Mobilidade e localização com WiFi e ibeacon aplicados ao Omni-channel Rodrigo Gonsales Diretor de Soluções FSI Brazil LATAM da Cisco rgonsale@cisco.com Agenda Esta

Leia mais

Completing your Participant Agreement Como preencher o Contrato de Participação

Completing your Participant Agreement Como preencher o Contrato de Participação Completing your Participant Agreement Como preencher o Contrato de Participação A quick-start guide for stock plan participants. Um guia rápido para participantes do plano de compra de ações. Your company

Leia mais

Office Media é constituído por: Ecrãs Multimédia (HD), MediaBox e Media4display (Software)

Office Media é constituído por: Ecrãs Multimédia (HD), MediaBox e Media4display (Software) TV CORPORATIVA CORPORATE TV Office Media é constituído por: Ecrãs Multimédia (HD), MediaBox e Media4display (Software) Office Media consists of: Multimedia Screens (HD), MediaBox and Media4display (Software).

Leia mais

Participatory Map of Rio de Janeiro

Participatory Map of Rio de Janeiro Leandro Gomes Souza Geographer Luiz Roberto Arueira da Silva Director of City Information Pereira Passos Institute - City of Rio de Janeiro About us Pereira Passos Institute (IPP) is Rio de Janeiro municipal

Leia mais

Registro Autoral no. 18.328,folha 222,, livro B-69 no Cartório de Registro de Títulos e Documentos de Rio Bonito/RJ

Registro Autoral no. 18.328,folha 222,, livro B-69 no Cartório de Registro de Títulos e Documentos de Rio Bonito/RJ 12 Points BCockpit unifies and geolocates user s entire network in one place allowing it to be accessible from any device with Internet access. 1. Unique Value Proposition 2. Problems / Challenges 3. Solution

Leia mais

O conceito de organizações de aprendizagem em uma empresa de telefonia móvel

O conceito de organizações de aprendizagem em uma empresa de telefonia móvel Andre dos Santos Souza O conceito de organizações de aprendizagem em uma empresa de telefonia móvel Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação em Administração de Empresas

Leia mais

Lean manufacturing, é uma filosofia de gestão focada na redução de desperdícios;

Lean manufacturing, é uma filosofia de gestão focada na redução de desperdícios; AGENDA 1. LEAN MANUFACTURING 2. TOYOTA WAY 3. O QUE É STARTUP? 4. LEAN STARTUP 5. LEAN STARTUP X LEAN MANUFACTURING 6. CONSIDERAÇÕES FINAIS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS LEAN MANUFACTURING Lean manufacturing,

Leia mais

Teoria Económica Clássica e Neoclássica

Teoria Económica Clássica e Neoclássica Teoria Económica Clássica e Neoclássica Nuno Martins Universidade dos Açores Jornadas de Estatística Regional 29 de Novembro, Angra do Heroísmo, Portugal Definição de ciência económica Teoria clássica:

Leia mais

Aplicando Pontos de Função na Definição de um Sistema de Indicadores BIT

Aplicando Pontos de Função na Definição de um Sistema de Indicadores BIT Aplicando Pontos de Função na Definição de um Sistema de Indicadores BIT Eduardo Alves de Oliveira eduaopec@yahoo.com.br SERPRO - Serviço Federal de Processamento de Dados Rua Pacheco Leão, 1235 - Fundos

Leia mais

DPI. Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office

DPI. Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office DPI Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office Apresentação/Presentation Criado em 1 de março de 2011, o Núcleo de

Leia mais

Visitor, is this is very important contact with you. WATH DO WE HERE?

Visitor, is this is very important contact with you. WATH DO WE HERE? Visitor, is this is very important contact with you. I m Gilberto Martins Loureiro, Piraí s Senior Age Council President, Rio de Janeiro State, Brazil. Our city have 26.600 habitants we have 3.458 senior

Leia mais

MT BOOKING SYSTEM BACKOFFICE. manual for management

MT BOOKING SYSTEM BACKOFFICE. manual for management MT BOOKING SYSTEM BACKOFFICE manual for management BACKOFFICE BACKOFFICE Últimas Reservas Latest Bookings 8 7 6 3 2 2 Configurações Configuration - pag. 3 Barcos Boats - pag.8 Pessoal Staff - pag.0 Agentes

Leia mais

Edital Prêmio James McGuire 2015

Edital Prêmio James McGuire 2015 Edital Prêmio James McGuire 2015 O Prêmio para empreendimento James McGuire é uma competição promovida pela Rede Laureate International Universities, exclusivamente para as suas Instituições de Ensino

Leia mais

manualdepsiquiatriainfant il manual de psiquiatria infantil

manualdepsiquiatriainfant il manual de psiquiatria infantil manualdepsiquiatriainfant il manual de psiquiatria infantil Topic on this manual is about the greatest of those manualdepsiquiatriainfantil manual de psiquiatria infantil might have lots 1000s of different

Leia mais

APRESENTAÇÃO WWW.KEYRESEARCH-AO.COM

APRESENTAÇÃO WWW.KEYRESEARCH-AO.COM MONITORIZAÇÃO DE MEDIA APRESENTAÇÃO ÍNDICE 01. 02. 03. 04. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA SISTEMA MONITORIZAÇÃO DE CAMPANHA INVESTIMENTO PUBLICITÁRIO 01. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 01. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA A

Leia mais

A sua Organização já está preparada para o novo Código dos Contratos Públicos (CCP, DL 18/2008)?

<Insert Picture Here> A sua Organização já está preparada para o novo Código dos Contratos Públicos (CCP, DL 18/2008)? A sua Organização já está preparada para o novo Código dos Contratos Públicos (CCP, DL 18/2008)? Sessão Aberta Homero Silveira - Sector Público e Saúde Contratação Pública agenda

Leia mais

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes Lesson 6 Notes Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job Welcome to Fun With Brazilian Portuguese Podcast, the podcast that will take you from beginner to intermediate in short, easy steps. These

Leia mais

Aqui pode escolher o Sistema operativo, e o software. Para falar, faça download do Cliente 2.

Aqui pode escolher o Sistema operativo, e o software. Para falar, faça download do Cliente 2. TeamSpeak PORTUGUES ENGLISH Tutorial de registo num servidor de TeamSpeak Registration tutorial for a TeamSpeak server Feito por [WB ].::B*A*C*O::. membro de [WB ] War*Brothers - Non Dvcor Dvco Made by:

Leia mais

Enhancing opportunities

Enhancing opportunities www.pwc.com/pt Enhancing opportunities Tourism, Hospitality and Leisure in Portugal and Cape Verde 2 PwC Qualquer que seja o seu posicionamento e objectivos no sector do Turismo e Lazer, estamos habilitados

Leia mais

O Banco do Futuro. Richard D. Chaves Gerente de Novas Tecnologias - Microsoft rchaves@microsoft.com http://blogs.msdn.com/rchaves

O Banco do Futuro. Richard D. Chaves Gerente de Novas Tecnologias - Microsoft rchaves@microsoft.com http://blogs.msdn.com/rchaves O Banco do Futuro Richard D. Chaves Gerente de Novas Tecnologias - Microsoft rchaves@microsoft.com http://blogs.msdn.com/rchaves Para falar de Futuro Objetivos desta sessão Apresentar a visão da Microsoft

Leia mais

Apresentação Plataforma de Marketing direto Dinamização do comércio tradicional e mercado turístico Algarve Diretório de empresas & serviços do

Apresentação Plataforma de Marketing direto Dinamização do comércio tradicional e mercado turístico Algarve Diretório de empresas & serviços do Plataforma de Marketing direto Direct Marketing platform Dinamização do comércio tradicional e mercado turístico Focusing on the local and tourism markets Diretório de empresas & serviços do Algarve Algarve

Leia mais

PAINEL: Visões e Perspectivas Gabriel Antonio Marão

PAINEL: Visões e Perspectivas Gabriel Antonio Marão SEMINÁRIO: INTERNET DAS COISAS: OPORTUNIDADES E PERSPECTIVAS DA NOVA REVOLUÇÃO DIGITAL PARA O BRASIL Agenda 1 2 3 4 5 O QUE É IOT IOT NO MUNDO IOT NO BRASIL FÓRUM BRASILEIRO DE IoT ATIVIDADES VISÕES E

Leia mais

2012 State of the Industry Survey

2012 State of the Industry Survey 2012 State of the Industry Survey Contact Information Por favor, preencha suas informações de contato (* indicates required information) Nome * Título * Title Razão Social completa da Empresa/Organização

Leia mais

Como Gerir Dispositivos Moveis Techdata - TIC. Miguel Almeida Channel Manager at Avaya (almeidam@avaya.com)

Como Gerir Dispositivos Moveis Techdata - TIC. Miguel Almeida Channel Manager at Avaya (almeidam@avaya.com) Como Gerir Dispositivos Moveis Techdata - TIC Miguel Almeida Channel Manager at Avaya (almeidam@avaya.com) Tendências Sociais e de Mercado As organizações enfrentam uma economia difícil, concorrentes agressivos,

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

MIT Portugal Program Engineering systems in action

MIT Portugal Program Engineering systems in action MIT Portugal Program Engineering systems in action Paulo Ferrão, MPP Director in Portugal Engineering Systems: Achievements and Challenges MIT, June 15-17, 2009 Our knowledge-creation model An Engineering

Leia mais

DevOps. Carlos Eduardo Buzeto (@_buzeto) IT Specialist IBM Software, Rational Agosto 2013. Accelerating Product and Service Innovation

DevOps. Carlos Eduardo Buzeto (@_buzeto) IT Specialist IBM Software, Rational Agosto 2013. Accelerating Product and Service Innovation DevOps Carlos Eduardo Buzeto (@_buzeto) IT Specialist IBM Software, Rational Agosto 2013 1 O desenvolvedor O mundo mágico de operações Como o desenvolvedor vê operações Como operações vê uma nova release

Leia mais

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies)

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies) IMPACT INVESTING WE STARTED... A Venture Capital Fund Focused on Impact Investing Suport: Financial TA Criterias to select a company: Social Impact Profitabilty Scalability Investment Thesis (Ed, HC,

Leia mais

Manual de Apresentação de Dados REACH-IT

Manual de Apresentação de Dados REACH-IT Manual de Apresentação de Dados REACH-IT Parte 16 - Pedidos de Anexo I: Instruções para o modelo de documento justificativo de pedido de Versão 1.0 Página 1 de 7 Instruções Na IUCLID, por cada informação

Leia mais

// gaiato private label

// gaiato private label // gaiato private label // a empresa // the company A Calçado Gaiato é uma empresa prestadora de serviços no setor de calçado, criada em 2000 por Luís Pinto Oliveira e Mário Pinto Oliveira, sócios-fundadores

Leia mais

User Guide Manual de Utilizador

User Guide Manual de Utilizador 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE User Guide Manual de Utilizador 2014 1Life Simplify it All rights reserved. www.1-life.eu 2 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE ENGLISH USER GUIDE...4 MANUAL DE UTILIZADOR PORTUGUÊS...18

Leia mais

Inspiring Learning for a brighter Future!

Inspiring Learning for a brighter Future! Inspiring Learning for a brighter Future! 4 QUEM SOMOS? Learning is Changing We exist to make working lives better - for individuals and organizations & know that Learning is the key. Na Global Estratégias,

Leia mais

Enterprise Europe - Portugal

Enterprise Europe - Portugal Enterprise Europe - Portugal Oportunidades de Cooperação Internacional Agência de Inovação Bibiana Dantas Lisboa, 5-Jun-2012 Enterprise Europe Portugal Jun 2012 2 A União Europeia é um mercado de oportunidades!

Leia mais

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF ==> Download: BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF - Are you searching for Brigham And Ehrhardt Books? Now, you will be happy that at this time Brigham And Ehrhardt

Leia mais

design para a inovação social

design para a inovação social design para a inovação social mestrado em design - 15 16 universidade de aveiro gonçalo gomes março de 2016 s.1 ergonomia ergonomia > definição Ergonomia A ergonomia (do grego "ergon": trabalho; e "nomos":

Leia mais

Consultoria em Direito do Trabalho

Consultoria em Direito do Trabalho Consultoria em Direito do Trabalho A Consultoria em Direito do Trabalho desenvolvida pelo Escritório Vernalha Guimarães & Pereira Advogados compreende dois serviços distintos: consultoria preventiva (o

Leia mais

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio Teste Intermédio de Inglês Parte IV Interação oral em pares Teste Intermédio Inglês Guião Duração do Teste: 10 a 15 minutos De 25.02.2013 a 10.04.2013 9.º Ano de Escolaridade D TI de Inglês Página 1/ 7

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação Relatório de estágio apresentado à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do

Leia mais

A solução para Gestão de RH com ênfase em Logística de Pessoas, Treinamento e Expatriados

A solução para Gestão de RH com ênfase em Logística de Pessoas, Treinamento e Expatriados A solução para Gestão de RH com ênfase em Logística de Pessoas, Treinamento e Expatriados The solution to HR management with an emphasis on Logistics People, Training and Expatriates folder_drake_2013_pg_individual.indd

Leia mais

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person?

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person? Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014 GUIÃO A Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho 1.º Momento Intervenientes e Tempos

Leia mais

DuPont Construindo uma empresa com maior crescimento e geração de valor

DuPont Construindo uma empresa com maior crescimento e geração de valor DuPont Construindo uma empresa com maior crescimento e geração de valor 9/8/2015 DuPont Today 2014 Nossos valores são mais do que simples metas Eles refletem o modo como trabalhamos e operamos diariamente

Leia mais