CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO"

Transcrição

1 Agrupamento de Escolas Dr. José Leite de Vasconcelos Av. Dr. Francisco Sá Carneiro Tarouca CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO 1º ANO Ano letivo 2016/2017 AEDJLV - Tarouca (Código ) Sede: Escola Básica e Secundária Dr. José Leite de Vasconcelos Telef Fax

2 2 ORIENTAÇÕES/CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Nível 1 Insuficiente 0% 19% Denota grandes dificuldades de aprendizagem, não desenvolvendo as competências essenciais. Não se empenha e, por vezes, perturba o normal funcionamento das atividades. É pouco assíduo. Nível 2 Insuficiente 20% - 49% Demonstra bastantes dificuldades na aprendizagem, não desenvolvendo de forma suficiente as competências essenciais, demonstrando pouco empenho nas atividades escolares. Revela algum desrespeito pelas regras definidas. Assiduidade irregular. Nível 3 Suficiente 50% 69 % Desenvolve as competências essenciais. O aproveitamento e comportamento são satisfatórios e cumpre as regras definidas. A assiduidade é regular. Nível 4 Bom 70% 89 % Revela facilidade na aprendizagem, tendo desenvolvido as competências estabelecidas. O aproveitamento, comportamento e assiduidade é bom. Conhece e aplica de forma correta as regras estabelecidas. Nível 5 Muito Bom 90% 100 % Demonstra grande facilidade na aprendizagem, tendo desenvolvido inteiramente as competências estabelecidas. O aproveitamento satisfaz plenamente, bem como o comportamento e a assiduidade. Conhece e aplica corretamente as regras estabelecidas.

3 Definição de parâmetros e critérios 3 1- Introdução Dando cumprimento ao estipulado no Decreto Lei nº 17 de 4 de abril de 2016 e Despacho Normativo nº 1-F de 5 de abril de 2016, o Conselho Pedagógico do Agrupamento definiu os critérios de avaliação para o 1º ano de escolaridade, respeitando as orientações do currículo nacional e tendo por base a proposta aprovada em Departamento Curricular. Os critérios de avaliação que a seguir se definem, deverão constituir uma referência comum a ser seguida por todos os docentes daquele ciclo de ensino e comunicados oportunamente aos encarregados de educação, de forma a objetivar e uniformizar, tanto quanto possível, o processo de avaliação dos alunos, relativamente às modalidades de avaliação, notações, parâmetros e critérios a adotar, de acordo com o ano de escolaridade. 2- Modalidades de avaliação Considerando que a avaliação constitui um processo regulador das aprendizagens, orientador do percurso escolar e certificador das diversas aquisições realizadas pelo aluno, ao longo do ensino básico, serão adotadas e implementadas as seguintes modalidades de avaliação: a) Avaliação diagnóstica realiza-se no início de cada ano de escolaridade, ou sempre que um aluno é integrado na turma pela primeira vez. Baseia-se num processo que pretende clarificar e fundamentar o tipo de intervenção mais adequada. b) Avaliação formativa assume carácter contínuo e sistemático, desenvolvendo-se ao longo de todo o processo de ensino-aprendizagem. Fornece informação sobre o desenvolvimento de aprendizagens e competências, de modo a permitir rever e melhorar os processos de trabalho. c) Avaliação sumativa consiste numa síntese das informações recolhidas e ocorre no final de cada Período, Ano Letivo e Ciclo. d) Autoavaliação - Constitui uma prática reguladora do próprio aluno, tendo em vista a superação de possíveis dificuldades. 3- Procedimentos a adotar na operacionalização de cada uma das modalidades de avaliação: diagnóstica, formativa e sumativa Os docentes de cada ano de escolaridade constituem uma equipa de trabalho que ficará responsável pela elaboração, em articulação com os docentes de apoio e da educação especial, das matrizes, fichas, critérios e grelhas de correção. Estes documentos serão apreciados e aprovados em reunião dos docentes titulares de turma. Nesta reunião serão igualmente aprovadas as datas e horários de realização das fichas de avaliação, por forma a serem comuns a todas as turmas. Durante o processo de correção das fichas, os docentes poderão debater a adequação dos critérios elaborados a respostas e situações não previstas inicialmente e, eventualmente, proceder à sua alteração.

4 4 As fichas serão classificadas com os seguintes notações: 0% a 49% - Insuficiente 50% a 69% - Suficiente 70% a 89% - Bom 90% a 100% - Muito Bom Aos encarregados de educação será dado conhecimento desta avaliação realizada, por forma a poderem acompanhar e orientar o processo educativo dos seus educandos. 4 Critérios e parâmetros a utilizar para a avaliação Na determinação da avaliação de final de período e ano/ciclo, os resultados obtidos pelos alunos, nos diferentes momentos e modalidades de avaliação, serão articulados e integrados, com base na seguinte ponderação: 65% - Resultados obtidos nas fichas de avaliação formativa e sumativa 20% - Qualidade da participação oral nas atividades 15% - Comportamento, atitudes e valores Ponderação por domínios Português Matemática Domínios Ponderação Domínios Ponderação Oralidade 20% Números e operações 45% Leitura e Educação Literária Escrita 30% Gramática 20% 30% Geometria e medida 40% Organização e tratamento de dados 15% Domínios Parâmetros Indicadores Elementos de Avaliação - Participação oral Ponderação Domínio da oralidade; - Questionários Conhecimento e procedimentos Compreensão Domínio da leitura e expressão escrita; - Fichas de trabalho SABER SABER FAZER Conhecimento Aplicação Evolução Conhecimento de factos, conceitos, princípios e procedimentos; Compreensão de conteúdos apresentados de diferentes formas; Capacidade de pesquisa, seleção, - Grelhas de observação/registo -Trabalhos individuais e de grupo 85% organização e transmissão da - Caderno diário/dossier

5 5 informação; Adoção de estratégias diversificadas na resolução de problemas; Domínio de métodos/estratégias de - Fichas de avaliação - Autoavaliação trabalho/técnicas; Mobilização/aplicação de conhecimentos adquiridos; Evolução na aprendizagem. Participação, interesse e empenho nas atividades; Sentido de responsabilidade e cumprimento de regras básicas; Autonomia e persistência na realização das atividades; Atitudes SABER SER Interesse Empenho Sociabilidade Colaboração nos trabalhos de grupo; Hábitos de trabalho e organização; Assiduidade e pontualidade; Atenção/concentração; Respeito pelas pessoas e pelos bens da comunidade escolar; Capacidade de refletir e autoavaliar o - Questionários - Grelhas de Observação - Observação direta 15% seu desempenho; Esforço desenvolvido no sentido de procura de estratégias, com vista ao sucesso. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO POR ÁREAS/DOMÍNIOS PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS PORTUGUÊS 1º ano Domínio Ponderação Perfil de aprendizagens específicas ORALIDADE 20% Respeitar regras da interação discursiva. Escutar discursos breves para aprender e construir conhecimentos. Produzir um discurso oral com correção Produzir discursos com diferentes finalidades, tendo em conta a situação e o interlocutor. Desenvolver a consciência fonológica e operar com fonemas.

6 6 LEITURA E EDUCAÇÃO LITERÁRIA 30% Conhecer o alfabeto e os grafemas. Ler em voz alta palavras, pseudopalavras e textos. Ler textos diversos. Apropriar-se de novos vocábulos Organizar a informação de um texto lido. Relacionar o texto com conhecimentos anteriores. Monitorizar a compreensão. Dizer e contar, em termos pessoais e criativos. Mobilizar o conhecimento da pontuação. Ouvir ler e ler textos literários Compreender o essencial dos textos escutados e lidos Ler em termos pessoais (ver listagem PNL) Ler para apreciar textos literários. ESCRITA 30% GRAMÁTICA 20% Escrever o alfabeto e os grafemas. Transcrever e escrever textos Desenvolver o conhecimento da ortografia. Escrever textos diversos. Descobrir regularidades no funcionamento da língua. Compreender formas de organização do léxico. MATEMÁTICA - 1º ano Domínio Ponderação Perfil de aprendizagens específicas NÚMEROS E OPERAÇÕES GEOMETRIA E MEDIDA ORGANIZAÇÃO E TRATAMENTO DE DADOS 45% 40% 15% Contar até cem Descodificar o sistema de numeração decimal Adicionar números naturais Resolver problemas Subtrair números naturais Resolver problemas Situar-se e situar objetos no espaço Reconhecer e representar formas geométricas Medir distâncias e comprimentos Medir áreas Medir o tempo Contar dinheiro Representar conjuntos e elementos Recolher e representar conjuntos de dados

7 7 Avaliação dos alunos abrangidos pelo Decreto -Lei nº 3/2008 A avaliação dos alunos abrangidos pelo Decreto -Lei nº 3/2008, de 7 de janeiro, é formalizada em relatório escrito no final de cada período e, no final do ano, num relatório circunstanciado. Os alunos com Currículo Especifico Individual serão avaliados tendo por base as competências delineadas no seu CEI ou nas áreas/ conteúdos trabalhadas pelo professor titular de turma / docente de educação especial/ docentes da AEC, procedendo-se ao registo das suas dificuldades e progressos. Para os alunos com Programa Educativo Individual a avaliação será feita nos mesmos moldes dos restantes alunos da turma, considerando-se as respetivas adequações curriculares e no processo de avaliação. Tarouca, 8 de julho de 2016 O Presidente do Conselho Pedagógico Eduardo Costa Almeida

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Agrupamento de Escolas Dr. José Leite de Vasconcelos Av. Dr. Francisco Sá Carneiro - 3610 134 Tarouca CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO 3º ANO Ano letivo 2017/2018 AEDJLV - Tarouca (Código

Leia mais

Ano letivo 2016/2017. Agrupamento de Escolas Dr. José Leite de Vasconcelos. Av. Dr. Francisco Sá Carneiro Tarouca

Ano letivo 2016/2017. Agrupamento de Escolas Dr. José Leite de Vasconcelos. Av. Dr. Francisco Sá Carneiro Tarouca Agrupamento de Escolas Dr. José Leite de Vasconcelos Av. Dr. Francisco Sá Carneiro - 3610 134 Tarouca Ano letivo 2016/2017 AEDJLV - Tarouca (Código 151944) Sede: Escola Básica e Secundária Dr. José Leite

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Agrupamento de Escolas Dr. José Leite de Vasconcelos Av. Dr. Francisco Sá Carneiro - 3610 134 Tarouca CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO 4º ANO Ano letivo 2016/2017 AEDJLV - Tarouca (Código

Leia mais

Critérios de Avaliação 1º Ciclo

Critérios de Avaliação 1º Ciclo Departamento Curricular do 1º Ciclo Critérios 1º Ciclo Setembro de 2015 1º Ano de escolaridade Todas as componentes do currículo serão avaliadas com 80% para a aquisição de conhecimentos e desenvolvimento

Leia mais

Colégio Laura Vicunha Ano Letivo 2016/ º Ciclo Português (1.º/ 2.º ano) CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

Colégio Laura Vicunha Ano Letivo 2016/ º Ciclo Português (1.º/ 2.º ano) CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Colégio Laura Vicunha Ano Letivo 20162017 1.º Ciclo Português (1.º 2.º ano) CRITÉRIOS GRAIS D AVALIAÇÃO 1.º e 2.º ano Ponderação Domínios Objetivos Instrumentos de avaliação ORALIDAD Respeitar regras da

Leia mais

Planificação a médio/ longo prazo

Planificação a médio/ longo prazo Planificação a médio/ longo prazo 1º Ano de Escolaridade Ano Letivo 2012/2013 Ano letivo 2012/2013 1 PORTUGUÊS Manual adotado: ALFA Editora: Porto Editora Oralidade Oralidade Oralidade - Respeitar as regras

Leia mais

Relacionar o texto com conhecimentos anteriores. Compreender o essencial dos textos escutados e lidos.

Relacionar o texto com conhecimentos anteriores. Compreender o essencial dos textos escutados e lidos. METAS CURRICULARES 1º ANO Português ORALIDADE Respeitar regras da interação discursiva. Escutar discursos breves para aprender e construir conhecimentos. Produzir um discurso oral com correção. Produzir

Leia mais

Departamento de Pré-Escolar/1.ºciclo

Departamento de Pré-Escolar/1.ºciclo Departamento de Pré-Escolar/1.ºciclo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO-1.º CICLO ANO LETIVO 2015 / 2016 Disciplina: Português 1.º Ano Introdução: A avaliação incide sobre as aprendizagens e capacidades definidas

Leia mais

Oralidade. Leitura e escrita

Oralidade. Leitura e escrita 1º PERÍODO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ ESTÊVÃO DEPARTAMENTO DO PRIMEIRO CICLO Planificação Anual da disciplina de PORTUGUÊS 1º ano Manuais adotados: ALFA / Nova CAIXINHA DE PALAVRAS Ano Letivo de 2015/2016

Leia mais

Educação / Expressão Expressões Artística s Plástica. Físicomotoras. Artísticas Musical

Educação / Expressão Expressões Artística s Plástica. Físicomotoras. Artísticas Musical Fevereiro Janeiro Dezembro Novembro Setembro Outubro Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Estudo do Meio Língua Portuguesa Matemática Físicomotoras Educação / Expressão Expressões Artística

Leia mais

DGEstE Direção de Serviços da Região Norte Agrupamento de Escolas LEONARDO COIMBRA FILHO, PORTO Código Ano Letivo 2016/2017

DGEstE Direção de Serviços da Região Norte Agrupamento de Escolas LEONARDO COIMBRA FILHO, PORTO Código Ano Letivo 2016/2017 Português - Intervenção e participação adequadas - Capacidade discursiva - Utilização de vocabulário adequado ao contexto comunicativo - Identificação do essencial num discurso - Leitura fluente de textos

Leia mais

Português Oralidade Escutar para aprender e construir conhecimentos.

Português Oralidade Escutar para aprender e construir conhecimentos. METAS CURRICULARES 3º Ano Português Oralidade Escutar para aprender e construir conhecimentos. Produzir um discurso oral com correção. Produzir discursos com diferentes finalidades, tendo em conta a situação

Leia mais

Educação / Expressão Expressões Artísticas Artísticas. Físicomotoras

Educação / Expressão Expressões Artísticas Artísticas. Físicomotoras Fevereiro Janeiro Dezembro Novembro Setembro Outubro Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Estudo do Meio - O meu passado mais longínquo. À Descoberta dos Outros e das Instituições - O passado

Leia mais

Perfil de aprendizagens específicas 1.º Ciclo

Perfil de aprendizagens específicas 1.º Ciclo Perfil de aprendizagens específicas 1.º Ciclo 1 Objetivos gerais 1º CICLO A primeira fase da escolaridade formal de uma criança vai ser determinante no seu futuro. O desenvolvimento dos aspetos cognitivo,

Leia mais

PLANIFICAÇÃO A LONGO/

PLANIFICAÇÃO A LONGO/ PLANIFICAÇÃO A LONGO/ MÉDIO PRAZO 2012/2013 3.º ANO Manual adotado: Alfa - Porto Editora PORTUGUÊS Oralidade -Escutar para aprender e construir conhecimentos; - Produzir um discurso oral com correção;

Leia mais

Critérios de Avaliação. Desempenhos / Critérios

Critérios de Avaliação. Desempenhos / Critérios Português Ano Departamento de Ciclo 2012/2013 - Realização de fichas de trabalho - Trabalhos individuais - Envolvimento em trabalho de grupo - Testes escritos Desempenhos / Critérios Exprime-se com clareza

Leia mais

Critérios de Avaliação Departamento do 1º Ciclo. Ano letivo 2016/17. Domínios Indicadores VALOR

Critérios de Avaliação Departamento do 1º Ciclo. Ano letivo 2016/17. Domínios Indicadores VALOR Critérios de Avaliação Departamento do 1º Ciclo Ano letivo 2016/17 Os critérios de avaliação constituem referenciais comuns, no Agrupamento, sendo operacionalizados pelos professores da turma 1. Áreas

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação do 1º Ciclo ANO LETIVO

Critérios Gerais de Avaliação do 1º Ciclo ANO LETIVO Critérios Gerais de Avaliação do 1º Ciclo ANO LETIVO 2015-2016 Avaliação (Decreto-Lei n.º 139/2012 de 5 de julho; Despacho Normativo nº 17-A/2015 de 22 de Setembro e Despacho Normativo nº 13/2014 de 15

Leia mais

EXTERNATO S. JOÃO BOSCO VIANA DO CASTELO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO ANO LETIVO 2016/2017

EXTERNATO S. JOÃO BOSCO VIANA DO CASTELO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO ANO LETIVO 2016/2017 EXTERNATO S. JOÃO BOSCO VIANA DO CASTELO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO ANO LETIVO 2016/2017 Aprovado em Conselho de Docentes em julho de 2016 Diretora Pedagógica Rosa Cândida Gomes Princípios Orientadores

Leia mais

CURRÍCULO DISCIPLINAR

CURRÍCULO DISCIPLINAR CURRÍCULO DISCIPLINAR 1º CEB 4º ANO 1º CEB 4º Ano de escolaridade Número de aulas previstas no ano letivo 2017/18: 1º Período 64 2º Período 55 170 dias letivos 3º Período 51 PORTUGUÊS DOMÍNIO: ORALIDADE

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALE DE MILHAÇOS CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DE PORTUGUÊS DO 1.º CICLO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALE DE MILHAÇOS CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DE PORTUGUÊS DO 1.º CICLO CRITÉRIOS GERAIS DE DE PORTUGUÊS DO 1.º CICLO ORALIDADE Respeitar regras da interação discursiva; Escutar discursos para aprender e construir conhecimentos; Utilizar técnicas para registar e reter a informação.

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Departamento 1º Ciclo Grupos: 110 2016/2017 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PINHEL CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO UTILIZADOR Critérios

Leia mais

Educação / Expressão Expressões Artística s Plástica. Físicomotoras. Artísticas Musical

Educação / Expressão Expressões Artística s Plástica. Físicomotoras. Artísticas Musical Dezembro Novembro Setembro Outubro Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Estudo do Meio À descoberta das inter-relações Os seus itinerários Os diferentes espaços do seu bairro ou da sua idade

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO (APROVADOS EM CP 2014/2015)1 1.º Introdução A avaliação constitui um processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar e certificador dos conhecimentos adquiridos

Leia mais

Critérios de Avaliação 1º Ciclo

Critérios de Avaliação 1º Ciclo Departamento Curricular do 1º Ciclo Critérios 1º Ciclo Setembro de 2016 Página 1 de 29 Avaliação da aprendizagem A avaliação constitui um processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar e

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS REGIÃO ALENTEJO Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Milfontes, Odemira CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO 2016/2017 1 CRITÉRIOS E INSTRUMENTOS

Leia mais

Agrupamento de Escolas Amadeo de Souza-Cardoso

Agrupamento de Escolas Amadeo de Souza-Cardoso ANO LETIVO: 2016/2017 Amadeo de Souza-Cardoso Critérios Gerais de Avaliação do Agrupamento Dando cumprimento ao disposto no Decreto-Lei 139/2012, na sua redação atual, e no Despacho normativo nº 1-F/2016,

Leia mais

Critérios de Avaliação. 1º Ciclo. Ano Letivo 2016/2017. A Presidente do Conselho Pedagógico Felicidade Alves

Critérios de Avaliação. 1º Ciclo. Ano Letivo 2016/2017. A Presidente do Conselho Pedagógico Felicidade Alves Critérios de Avaliação 1º Ciclo Ano Letivo 2016/2017 A Presidente do Conselho Pedagógico Felicidade Alves Princípios Orientadores - Processo regulador das aprendizagens, orientador do percurso escolar

Leia mais

1. Princípios orientadores e funções da avaliação Objetivos da avaliação Processos de avaliação Avaliação Diagnóstica 3

1. Princípios orientadores e funções da avaliação Objetivos da avaliação Processos de avaliação Avaliação Diagnóstica 3 Índice 1. Princípios orientadores e funções da avaliação 2 2. Objetivos da avaliação 2 3. Processos de avaliação 3 3.1. Diagnóstica 3 3.2. Formativa 3 3.3. Instrumentos de avaliação 4 3.3. Períodos de

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa e Metas Curriculares de Português 1º CICLO PORTUGUÊS 1º ANO TEMAS/DOMÍNIOS CONTEÚDOS

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO Direção de Serviços da Região Norte AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES ANO LETIVO 2014 / 2015 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO CRITÉRIOS GERAIS Na avaliação dos alunos intervêm todos os professores envolvidos,

Leia mais

Critérios gerais de avaliação

Critérios gerais de avaliação Critérios gerais de avaliação Ano letivo 204-205 ESCOLA LUÍS MADUREIRA PRÍNCIPIOS QUE REGULAM A AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS A avaliação tem uma vertente contínua e sistemática e fornece ao professor, ao

Leia mais

Critérios Específicos de Avaliação - 1º ciclo

Critérios Específicos de Avaliação - 1º ciclo Critérios Específicos de Avaliação - 1º ciclo A avaliação, como parte integrante do processo de ensino/ aprendizagem, deverá ter em conta: Os programas e as metas curriculares em vigor para o 1º ciclo;

Leia mais

Departamento Curricular do 1º Ciclo do Ensino Básico

Departamento Curricular do 1º Ciclo do Ensino Básico Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal Departamento Curricular do 1º Ciclo do Ensino Básico Critérios Específicos de Avaliação 2013/2014 Introdução Os conhecimentos e capacidades a adquirir e a desenvolver

Leia mais

DOCUMENTO ORIENTADOR DE AVALIAÇÃO

DOCUMENTO ORIENTADOR DE AVALIAÇÃO DOCUMENTO ORIENTADOR DE AVALIAÇÃO Legislação relativa à avaliação Orientação técnica nº 3/2016, de setembro (ANQEP) Cursos de Educação e Formação nível básico (ano letivo 2016/2017). Orientação técnica

Leia mais

DGEstE Direção de Serviços da Região Norte Agrupamento de Escolas LEONARDO COIMBRA FILHO, PORTO Código

DGEstE Direção de Serviços da Região Norte Agrupamento de Escolas LEONARDO COIMBRA FILHO, PORTO Código CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PONDERAÇÃO INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Português - Intervenção e participação adequadas - Capacidade discursiva oral - Utilização de vocabulário adequado ao contexto comunicativo

Leia mais

Critérios gerais de avaliação

Critérios gerais de avaliação Critérios gerais de avaliação ÍNDICE Introdução 3 A A avaliação na educação pré-escolar 3 1 Intervenientes 3 2 Modalidades da avaliação 3 3 Critérios de avaliação 3 4 Ponderação 4 B A avaliação no ensino

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO ANO LETIVO 2017-2018 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO Agrupamento de Escolas José Maria dos Santos Departamento do 1º ciclo CRITÉRIOS de AVALIAÇÃO 1º CICLO Enquadramento A avaliação interna das aprendizagens

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMPAIO 1.º CICLO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMPAIO 1.º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO I- Introdução Os critérios de avaliação são definidos de acordo com o currículo, os programas das disciplinas e as metas curriculares, sendo operacionalizados pelos professores da

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 1º CICLO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 1º CICLO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 1º CICLO Nos termos das disposições constantes da legislação em vigor, o Conselho Pedagógico do Agrupamento de Escolas Garcia de Orta aprovou, em sessão ordinária

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS CAPACIDADES INDICADORES INSTRUMENTOS Domínio Cognitivo (Saber) Componentes do Currículo Conceitos Identifica/Reconhece/Adquire conceitos; Domina

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ELIAS GARCIA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ELIAS GARCIA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ELIAS GARCIA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 2016/2017 A AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 1 INTRODUÇÃO Enquadramento Normativo Avaliar o processo e os efeitos, implica

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ANADIA Critérios Gerais de Avaliação 1º Ciclo do Ensino Básico 2011/2012. Critérios Gerais de Avaliação 1º CEB

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ANADIA Critérios Gerais de Avaliação 1º Ciclo do Ensino Básico 2011/2012. Critérios Gerais de Avaliação 1º CEB Critérios Gerais de Avaliação 1º CEB 0 Introdução No Ensino Básico A avaliação constitui um processo regulador das aprendizagens, orientador do percurso escolar e certificador das diversas aquisições realizadas

Leia mais

AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO VISUAL 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO (7º/8º/9º ANOS) INTRODUÇÃO

AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO VISUAL 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO (7º/8º/9º ANOS) INTRODUÇÃO AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO VISUAL 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO (7º/8º/9º ANOS) INTRODUÇÃO A avaliação incide sobre as metas de aprendizagem (capacidades e conhecimentos) definidas no currículo nacional

Leia mais

I Alunos com NEE que cumprem o currículo comum:

I Alunos com NEE que cumprem o currículo comum: Agrupamento de Escolas de Freamunde (Código 150769) Praceta da Escola Secundária, 21 4590-314 FREAMUNDE Avaliação dos alunos com NEE de carácter permanente, abrangidos pelas medidas educativas especiais

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO Página 1 de 19 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO I PRINCÍPIOS GERAIS Assume-se, o presente documento, como complemento estratégico e concreto da seguinte legislação em vigor: Lei 51/2012 de 5 de setembro

Leia mais

Departamento Curricular de Língua Materna e Humanidades 1

Departamento Curricular de Língua Materna e Humanidades 1 DOMÍNIOS Oralidade Metas curriculares 1. Escutar para aprender e construir conhecimentos. 2. Produzir um discurso oral com correção. 3. Produzir discursos com diferentes finalidades, tendo em conta a situação

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro SETOR DE COORDENAÇÃO E SUPERVISÃO PEDAGÓGICA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO ANO LETIVO DE 2017/2018 PORTUGUÊS

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - 2.º ano DOMÍNIOS CRITÉRIOS INDICADORES/PERFIL DE APRENDIZAGENS

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - 2.º ano DOMÍNIOS CRITÉRIOS INDICADORES/PERFIL DE APRENDIZAGENS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANDRÉ SOARES (150952) Português CRITÉRIOS - 2.º ano 6 AL / ATITUDINAL língua portuguesa Respeita regras da interação discursiva. Escuta discursos breves para aprender e construir

Leia mais

Oralidade Escutar para aprender e construir conhecimentos. Utilizar técnicas para registar e reter a informação.

Oralidade Escutar para aprender e construir conhecimentos. Utilizar técnicas para registar e reter a informação. METAS CURRICULARES 4º ANO Português Oralidade Escutar para aprender e construir conhecimentos. Utilizar técnicas para registar e reter a informação. Produzir um discurso oral com correção. Produzir discursos

Leia mais

PORTUGUÊS CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS. ENSINO BÁSICO (2.º e 3.º CICLOS) ENSINO SECUNDÁRIO

PORTUGUÊS CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS. ENSINO BÁSICO (2.º e 3.º CICLOS) ENSINO SECUNDÁRIO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 4 DE ÉVORA SEDE: ESCOLA SECUNDÁRIA ANDRÉ DE GOUVEIA CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS PORTUGUÊS ENSINO BÁSICO (2.º e 3.º CICLOS) ENSINO SECUNDÁRIO outubro

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PARA O 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PARA O 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães Departamento Curricular do 1º Ciclo Ano Letivo 2015/2016 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PARA O 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Avaliação das Atitudes/Comportamentos

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação para o Ensino Secundário

Critérios Gerais de Avaliação para o Ensino Secundário Escola Secundária de Felgueiras 2014/2015 Critérios Gerais de Avaliação para o Ensino Secundário (Decreto-Lei 139/2012, de 5 de julho, e Portaria 243/2012, de 10 de agosto) O processo de avaliação de alunos

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO. EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO. NOTA INTRODUTÓRIA Ano letivo 2016/2017

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO. EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO. NOTA INTRODUTÓRIA Ano letivo 2016/2017 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO NOTA INTRODUTÓRIA Ano letivo 2016/2017 Sendo a avaliação um «processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação 1º, 2º e 3º ciclos

Critérios Gerais de Avaliação 1º, 2º e 3º ciclos Critérios Gerais de Avaliação 1º, 2º e 3º ciclos Ano letivo 2013-2014 INTRODUÇÃO - Avaliação (Decreto-Lei nº139/2012, de 5 de julho) - A avaliação constitui um processo regulador do ensino, orientador

Leia mais

Perfil de saída 1.º Ciclo 2014/2015

Perfil de saída 1.º Ciclo 2014/2015 Ensino Pré-Escolar, Básico e Secundário Perfil de saída 1.º Ciclo 2014/2015 PORTUGUÊS Não Satisfaz Níveis 1 e 2 (4.º ano) Oralidade: expressão oral e compreensão do oral Não respeita regras de interacção

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLA DE ARCOZELO CRITÉRIOS/INDICADORES DE AVALIAÇÃO 1º CICLO. Ano Letivo 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLA DE ARCOZELO CRITÉRIOS/INDICADORES DE AVALIAÇÃO 1º CICLO. Ano Letivo 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLA DE ARCOZELO 152640 CRITÉRIOS/INDICADORES DE AVALIAÇÃO 1º CICLO Ano Letivo 2015/2016 Agrupamento de Arcozelo Telef: 258 909 060 - Fax: 258 909 062 www.aearcozelo.pt Vilar Arcozelo

Leia mais

1º ANO DE ESCOLARIDADE

1º ANO DE ESCOLARIDADE Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros Escola Básica de Santo António dos Cavaleiros Escola Básica da Quinta do Conventinho

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM 1º CICLO Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Novo Programa de Português /Metas Curriculares de Português do 1º Ciclo do

Leia mais

Os conteúdos programáticos serão trabalhados de acordo com os seguintes parâmetros:

Os conteúdos programáticos serão trabalhados de acordo com os seguintes parâmetros: 3º ciclo Oferta Complementar: Apoio ao estudo da disciplina de Português Domínios Ponderação Componente cognitiva (capacidades e conhecimentos) Oralidade Leitura Escrita Gramática 80% Componente socioafetiva

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ENSINO BÁSICO E SECUNDÁRIO SETEMBRO DE 2015 ( ) Não me prendas as mãos não faças delas instrumento dócil de inspirações que ainda não vivi Deixa-me arriscar o molde talvez

Leia mais

Critérios de Avaliação Jardim de Infância

Critérios de Avaliação Jardim de Infância CASA DE INFÂNCIA DE SANTO ANTÓNIO Departamento Curricular de Creche e Jardim de Infância Critérios de Avaliação Jardim de Infância Horta 2016/2017 2 Critérios de Avaliação Jardim de Infância A avaliação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO Sede - Escola Secundária do Restelo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO Sede - Escola Secundária do Restelo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO Sede - Escola Secundária do Restelo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2014/2015 1º CICLO 1. Critérios Gerais Evolução da aquisição das aprendizagens; Utilização correta da língua

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Alhandra, Sobralinho e S. João dos Montes PLANO CURRICULAR 3º Ano PORTUGUÊS Descritores de desempenho

Agrupamento de Escolas de Alhandra, Sobralinho e S. João dos Montes PLANO CURRICULAR 3º Ano PORTUGUÊS Descritores de desempenho PLANO CURRICULAR PORTUGUÊS Oralidade Escutar para aprender e construir conhecimentos. Produzir um discurso oral com correção. Produzir discursos com diferentes finalidades, tendo em conta a situação e

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ANO LETIVO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ANO LETIVO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MEM MARTINS Sede: ES de Mem Martins EB23 Maria Alberta Menéres; EB1 de Mem Martins n.º 2; EB1 com JI da Serra das Minas n.º 1 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ANO LETIVO 2015-2016

Leia mais

DEPARTAMENTO CURRICULAR: MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS

DEPARTAMENTO CURRICULAR: MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS DEPARTAMENTO CURRICULAR: MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS A avaliação constitui um processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar e certificador dos conhecimentos adquiridos e capacidades

Leia mais

CONHECIMENTOS DESCRITORES DE DESEMPENHO

CONHECIMENTOS DESCRITORES DE DESEMPENHO CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO ( Aprovados em Conselho Pedagógico de 16 outubro de 2012 ) No caso específico da disciplina de Língua Portuguesa do 1ºano de escolaridade, a avaliação incidirá ainda

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM 1º CICLO Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Metas Curriculares de Matemática do Ensino Básico /Novo Programa de Matemática

Leia mais

ESCOLAS E.B.1 C/ J.I. DA COCA MARAVILHAS E DE VENDAS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO ( )

ESCOLAS E.B.1 C/ J.I. DA COCA MARAVILHAS E DE VENDAS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO ( ) Critérios de Avaliação 1.º Ciclo Ano letivo 2016/2017 ESCOLAS E.B.1 C/ J.I. DA COCA MARAVILHAS E DE VENDAS A avaliação incide sobre os conhecimentos e capacidades definidas no currículo nacional e nas

Leia mais

Critérios de Avaliação _ Perfil de Aprendizagens Específicas

Critérios de Avaliação _ Perfil de Aprendizagens Específicas Critérios de Avaliação _ Perfil de Aprendizagens Específicas (Aprovado em Conselho Pedagógico de 18 julho de 2016) No caso específico da disciplina de Português, do 1 º ano de escolaridade, a avaliação

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO (Despacho Normativo Nº 13/2014 de 15 de setembro) A avaliação dos alunos do ensino básico e secundário incide sobre as aprendizagens e competências definidas

Leia mais

Critérios de avaliação. Matriz Curricular Ensino Básico - 1.º ciclo (*)

Critérios de avaliação. Matriz Curricular Ensino Básico - 1.º ciclo (*) Matriz Curricular Ensino Básico - 1.º ciclo (*) Componentes do currículo Áreas disciplinares de frequência obrigatória: Português Matemática Estudo do Meio Expressões: Artísticas e Físico-Motoras. Apoio

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. JOSÉ DOMINGUES DOS SANTOS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. JOSÉ DOMINGUES DOS SANTOS CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO A avaliação enquanto elemento integrante da prática letiva deve basear-se na seleção de objetivos e competências definidas por disciplina e ano curricular que, orientarão

Leia mais

Critérios de Avaliação /2016

Critérios de Avaliação /2016 Critérios de Avaliação - 2015/2016 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. INTRODUÇÃO Os Critérios de Avaliação do 1.º CEB, aprovados pelo Conselho Pedagógico em 29 de outubro de 2015, serão, no decorrer do presente

Leia mais

Agrupamento de Escolas Dr. Correia Mateus. Departamento de 1º ciclo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Agrupamento de Escolas Dr. Correia Mateus. Departamento de 1º ciclo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Agrupamento de Escolas Dr. Correia Mateus Departamento de 1º ciclo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ano letivo 2013/2014 A avaliação é um elemento integrante e regulador da prática educativa, permitindo uma recolha

Leia mais

Critérios de Avaliação /2017

Critérios de Avaliação /2017 Critérios de Avaliação - 2016/2017 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. INTRODUÇÃO Os Critérios de Avaliação do 1.º CEB, aprovados pelo Conselho Pedagógico em 14 de setembro de 2016, serão, no decorrer do presente

Leia mais

APOIO AO ESTUDO 1º CICLO LINHAS ORIENTADORAS 2015/ INTRODUÇÃO

APOIO AO ESTUDO 1º CICLO LINHAS ORIENTADORAS 2015/ INTRODUÇÃO APOIO AO ESTUDO DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1.º CICLO LINHAS ORIENTADORAS 2015/20164 1º CICLO 1. INTRODUÇÃO O despacho normativo nº7/2013 tem como objetivo conceder maior flexibilidade na constituição das

Leia mais

Critérios de Avaliação do Ensino Básico - 2º Ciclo. Língua Portuguesa

Critérios de Avaliação do Ensino Básico - 2º Ciclo. Língua Portuguesa Critérios de Avaliação do Ensino Básico - º Ciclo Língua Portuguesa DOMÍNIOS COMPETÊNCIAS PONDERAÇÃO NA CLASSIFICAÇÃO TIPOLOGIA DOS INSTRUMENTOS DE FINAL AVALIAÇÃO POR PERÍODO Teste(s) de compreensão oral

Leia mais

Dispositivo de Avaliação - Oficina Gráfica e Design Gráfico Ano letivo 2015/16 Ensino Secundário Curso Profissional de Técnico de Design Gráfico

Dispositivo de Avaliação - Oficina Gráfica e Design Gráfico Ano letivo 2015/16 Ensino Secundário Curso Profissional de Técnico de Design Gráfico Dispositivo de Avaliação - Oficina Gráfica e Design Gráfico Ano letivo 2015/16 Ensino Secundário Curso Profissional de Técnico de Design Gráfico 1. Critérios de avaliação AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS 1.

Leia mais

Critérios de Avaliação de Francês 2016 / ºano

Critérios de Avaliação de Francês 2016 / ºano Critérios de Avaliação de Francês 2016 / 2017 7ºano A avaliação certifica as aprendizagens e tem como objetivo a melhoria dessas aprendizagens. Os conteúdos programáticos serão trabalhados, desenvolvendo

Leia mais

Critérios específicos de avaliação

Critérios específicos de avaliação Critérios específicos de 1. Aspetos a considerar na específica A sumativa expressa-se de forma descritiva em todas as áreas curriculares, com exceção das disciplinas de Português e Matemática no 4º ano

Leia mais

C R I T É R I O S G E R A I S DE A V A L I A Ç Ã O

C R I T É R I O S G E R A I S DE A V A L I A Ç Ã O Agrupamento de Escolas Dr. Alberto Iria Olhão C R I T É R I O S G E R A I S DE A V A L I A Ç Ã O Ano Letivo 2015-2016 Critérios Gerais de Avaliação 2015-2016 1 1. Avaliação A avaliação constitui um processo

Leia mais

Critérios de Avaliação 1º CICLO

Critérios de Avaliação 1º CICLO Critérios de Avaliação 1º CICLO 1. Introdução 1.1. Os critérios de avaliação definidos pelo Departamento Curricular do 1.º ciclo consideram os processos de aprendizagem, o contexto em que a mesma se desenvolve,

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 2º E 3º CICLOS (2ª revisão)

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 2º E 3º CICLOS (2ª revisão) CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 2º E 3º CICLOS (2ª revisão) Nos termos da alínea e) do art.º 33.º do Regime de Autonomia, Administração e Gestão, constante do Decreto-Lei nº 75/2008 de 22

Leia mais

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014 1º Ciclo Metas/Domínios Objetivos gerais Conteúdos Programáticos Critérios 1º Ano Oralidade O1 Comprensão do oral Expressão oral Respeitar regras da interação discursiva Escutar discursos breves para aprender

Leia mais

Agrupamento de Escolas de São Pedro do Sul Escola sede Escola Secundária de S. Pedro do Sul

Agrupamento de Escolas de São Pedro do Sul Escola sede Escola Secundária de S. Pedro do Sul Agrupamento de Escolas de São Pedro do Sul Escola sede Escola Secundária de S. Pedro do Sul CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO: PORTUGUÊS LÍNGUA NÃO MATERNA 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO 1. Enquadramento legal da avaliação

Leia mais

AERT CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DO 1.º CICLO

AERT CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DO 1.º CICLO AERT CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DO 1.º CICLO (De acordo com o Despacho Normativo n. 17-A/2015 de 22 de setembro e com o Decreto-Lei n. 139/2012 de 5 de julho) Disposições Gerais A avaliação tem uma

Leia mais

Critérios Específicos de Avaliação

Critérios Específicos de Avaliação Critérios Específicos de Avaliação A avaliação escolar como processo de construção de conhecimento DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO 1. INTRODUÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CARREGAL

Leia mais

Direção Geral de Estabelecimentos Escolares - DSRN AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO

Direção Geral de Estabelecimentos Escolares - DSRN AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO ATITUDES E VALORES (5%) CONHECIMENTOS E CAPACIDADES (95%) Direção Geral de Estabelecimentos Escolares - DSRN 2016/2017 Português Leitura/ Educação Literária Componente escrita: Compreensão de textos escritos

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MENSAL/ANUAL Português 1.ºano

PLANIFICAÇÃO MENSAL/ANUAL Português 1.ºano PLANIFICAÇÃO MENSAL/ANUAL Português 1.ºano PORTUGUÊS 1.º ANO DE ESCOLARIDADE Domínio/ Subdomínio ORALIDADE LEITURA E ESCRITA Metas a atingir Meses do Ano S O N D J F M A M J Respeitar regras da interação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Departamento 1º Ciclo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Departamento 1º Ciclo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Departamento 1º Ciclo ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO Serão tidos em consideração os elementos de avaliação a seguir enumerados, essenciais para o desenvolvimento do

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO Disciplina: Português

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO Disciplina: Português CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO Disciplina: Português Ensino Básico Ano letivo: 16/17 5º ANO Perfil de Aprendizagens Específicas O aluno é capaz: Domínios Interpretar discursos orais breves (Referir

Leia mais

EPHTL. Critérios Gerais de Avaliação

EPHTL. Critérios Gerais de Avaliação EPHTL Critérios Gerais de Avaliação 2016/2017 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 2016/2017 Introdução A avaliação é um processo regulador do ensino, que orienta o percurso escolar, certifica os conhecimentos

Leia mais

APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS

APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS CRITÉRIOS DE PORTUGUÊS - 1.º A N O Oralidade - Respeitar regras da interação discursiva. -Escutar discursos breves para aprender e construir conhecimentos. - Produzir um discurso oral com correção. - Produzir

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA APLICAÇÃO DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS ANO LETIVO 2015/2016

ORIENTAÇÕES PARA APLICAÇÃO DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS ANO LETIVO 2015/2016 ORIENTAÇÕES PARA APLICAÇÃO DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS ANO LETIVO 2015/2016 Avaliação das aprendizagens dos alunos A 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO E CURSOS CIENTÍFICOHUMANÍSTICOS DO ENSINO SECUNDÁRIO

Leia mais

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014 1º Ciclo Metas/Domínios Objetivos gerais Conteúdos Programáticos Critérios 2º Ano Oralidade O2 Comprensão do oral Expressão oral Respeitar regras da interação discursiva Respeitar o princípio de cortesia

Leia mais

2015/2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO 2.º ANO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES DE MAGALHÃES

2015/2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO 2.º ANO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES DE MAGALHÃES 2015/2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES DE MAGALHÃES Disciplina: PORTUGUÊS Agrupamento de Escolas Pedro Jacques de Magalhães CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO - Ano

Leia mais

Critérios de avaliação dos alunos 1º Ciclo do Ensino Básico Ano letivo de 2015/2016

Critérios de avaliação dos alunos 1º Ciclo do Ensino Básico Ano letivo de 2015/2016 6 Critérios de avaliação dos alunos 1º Ciclo do Ensino Básico Ano letivo de 2015/2016 1. Critérios Gerais Domínio Cognitivo/ Psicomotor Conhecimentos/ Capacidades Domínios de avaliação Verificação e aferição

Leia mais

2º ano Planificação do 1º período Português

2º ano Planificação do 1º período Português Unidade 1 - Setembro 2º ano Planificação do 1º período Português Domínio Objetivos Descritores de desempenho Conteúdos Leitura 1. Escutar discursos breves para aprender e construir conhecimentos. Conhecer

Leia mais

COLÉGIO DE ALBERGARIA REGULAMENTO INTERNO MODELO DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS

COLÉGIO DE ALBERGARIA REGULAMENTO INTERNO MODELO DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS REGULAMENTO INTERNO MODELO DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS 1. INTRODUÇÃO De acordo com o Projecto Educativo do Colégio de Albergaria e a legislação em vigor sobre a avaliação das aprendizagens dos alunos nos vários

Leia mais