O DESPERTAR PARA UM TRÂNSITO MAIS SEGURO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O DESPERTAR PARA UM TRÂNSITO MAIS SEGURO"

Transcrição

1 O DESPERTAR PARA UM TRÂNSITO MAIS SEGURO 2016

2 1. JUSTIFICATIVA O Projeto de Educação no Trânsito O despertar para um trânsito mais seguro, vem conscientizar que é possível ser reduzido o número de acidentes no trânsito dando maior proteção à vida e o caminho mais promissor a ser seguido é começar pela infância, sendo o melhor período para aprender, realizar atividades práticas através da diversão, pois as crianças de hoje serão os condutores de amanhã. Com ênfase em melhorar cada vez mais o comportamento da sociedade no trânsito, já que este vem sendo marcado por conflitos e posturas negativas o projeto visa transformar esse cenário num ambiente social de mútuo respeito. O projeto idealiza cidadãos de forma geral, sendo ele condutor ou pedestre, visando garantir o livre arbítrio de ir e vir e estar em segurança. 2. OBJETIVOS 2.1. OBJETIVO GERAL Capacitar a população do município de Poço Fundo e região para o despertar de uma nova consciência em relação ao trânsito, através de um agir reflexivo que promova ações individuais alcançando resultados coletivos como o companheirismo, a tolerância, a cooperação e o comprometimento com uma melhor qualidade de vida. 2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS 1. Trazer a luz de um mundo contemporâneo à objetividade que criou o foco da Década Mundial 2011 a 2020 para a redução de acidentes e mortes no trânsito mundial; 2. Despertar o interesse e a conscientização que as ações individuais de segurança no trânsito resultem de forma coletiva; 3. Vincular o Centro de Formação de Condutores Zanca abrangendo desde a pré-escola, o ensino fundamental, ensino médio, a inclusão dos portadores de necessidades especiais e a sociedade do município, de maneira a promover oportunidades de transmissão aos alunos dos valores éticos, normas e regras pré-estabelecidas pelo Código de Trânsito Brasileiro;

3 4. Orientar e educar crianças e jovens a interpretar o trânsito como um espaço público compartilhado, possível de ser humanizado e amistoso; 5. Capacitar crianças e jovens sobre os direitos e deveres no trânsito enquanto cidadãos que somos; 6. Reduzir o número de acidentes e vítimas envolvendo o trânsito. 3. PÚBLICO ALVO 1. Alunos do ensino infantil, ensino fundamental, ensino médio incluindo os portadores de necessidades especiais de escolas públicas, sendo estas da área urbana e rural; 2. Os condutores e pedestres do trânsito em geral; 3. Toda comunidade do município. 4. DATA DA REALIZAÇÃO Foram realizadas inúmeras reuniões preparativas desde 15/08/2016, onde o projeto foi desenvolvido em conjunto com a Semana Nacional do Trânsito de 2016 Eu sou + 1 por um trânsito mais seguro, no período de 18/09/2016 à 25/09/2016 e este ano ampliando ainda mais nosso trabalho onde visitamos uma escola rural Escola Municipal Sul Mineira localizada a 22 km de estrada no dia 07/10/ METODOLOGIA O Projeto de Educação no Trânsito O despertar para um trânsito mais seguro, é uma proposta de cidadania desenvolvida anualmente pelo Centro de Formação de Condutores Zanca, promovendo atividades educacionais juntamente com as escolas do município desde a educação infantil até o ensino médio incluindo os portadores de necessidades especiais e também a sociedade, realizando blitz envolvendo a Polícia Militar do município.

4 As atividades são desenvolvidas de maneira interdisciplinar e de forma lúdica procurando integrar o assunto em diversas situações de pesquisas e atividades que envolvam a criatividade e a participação efetiva dos alunos. A metodologia utilizada é a da problematização, onde os alunos assimilam e divulgam o conhecimento adquirido. 5.1 AÇÕES EXECUTADAS 1. Palestras; 2. Blitz; 3. Conto de história com a utilização de bonecos/personagens; 4. Mensagens educativas no painel eletrônico fixado frente à autoescola Zanca. 5.2 RESULTADOS OBTIDOS 1. Atenção dos alunos; 2. Interação dos alunos; 3. Absorção do conhecimento; 4. Conscientização do motorista e pedestre; 5. Satisfação de professores e diretores; 6. Multiplicação do conhecimento divulgada através dos alunos para com seus pais e familiares; 7. A percepção com consequente cobrança de alunos para com os motoristas do transporte escolar. 5.3 MECANISMOS DE AVALIAÇÃO 1. Comentários satisfatórios de pais de alunos, professores, diretores e motorista de transporte escolar; 2. Elogios de nossos próprios alunos do CFC e expressões da sociedade através das redes sociais; 3. Comentários entre os colaboradores da Zanca, sobre o recebimento de elogios por toda a sociedade em que convive;

5 4. Relato de Policiais Militares da cidade que identificaram uma maior conscientização dos condutores para um trânsito melhor e mais seguro. 5.4 ETAPAS DO PROJETO 1. Dimensionar o público alvo; 2. Analisar a situação atual; 3. Planejar a proposta de ações a serem executadas; 4. Execução e avaliação das ações propostas. 6. MATERIAIS COMPLEMENTARES 1. Fotos do projeto no ANEXO I; 2. Declaração das escolas envolvidas no ANEXO II. 7. CONCLUSÃO E AVALIAÇÃO Ao término da realização desse projeto, podemos perceber a satisfação e encantamento de alunos, professores, diretores, condutores e pedestres por terem acesso a um tema de tamanha importância que é o trânsito. A cada olhar, a cada gesto, percebia-se o quanto era profundo o que estava sendo transmitido. Não resta dúvida que conseguimos atingir nossos propósitos de conscientização, multiplicação de conhecimento no trânsito e consequentemente uma melhora de um trânsito mais seguro. Transmitindo bons exemplos e alcançando as metas desejadas, conseguimos tornar assim nossa cidade com um trânsito mais consciente e cidadãos com futuros promissores. Foram atendidas com esse projeto 100% de nossas escolas públicas do município de Poço Fundo, onde desenvolvemos esse trabalho desde 2009, o qual a cada ano trabalhado nos aproximou cada vez mais de alunos e professores. Também conseguimos abranger um grande público de condutores e pedestres através das blitz educativas, das quais muitos dos motoristas abordados são de cidades circunvizinhas.

6 E por fim acreditamos no trabalho que fazemos e temos a certeza da necessidade da continuidade deste, pois temos colhidos frutos já semeados em 2009, não podendo de forma alguma interromper esta excepcional oportunidade que o trânsito nos oferece.

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE VOTORANTIM EE. PROF. BENEDICTO LEME VIEIRA NETO

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE VOTORANTIM EE. PROF. BENEDICTO LEME VIEIRA NETO HISTÓRICO A E.E.PROFº BENEDICTO LEME VIEIRA NETO foi criada em 26 de Dezembro de 1985, sob o Decreto nº 24.538. A instalação deu-se em 03 de Janeiro de 1986. Localização: Rua Francisco Roberto Daniel nº

Leia mais

PROJETO Servir com Proteção Social

PROJETO Servir com Proteção Social 2012 Coordenador do Projeto: CARLOS HENRIQUE SILVA SANTOS TEL.: 7376-1274 / (019) 7828-5604 (ID 957*31090) e-mail: henriquefaixapreta@yahoo.com.br ou pservircomprotecaosocial@yahoo.com.br PROJETO Servir

Leia mais

A dor é uma sensação, A mutilação é um dos resultados, A morte é a realidade dos desastres.

A dor é uma sensação, A mutilação é um dos resultados, A morte é a realidade dos desastres. X A dor é uma sensação, A mutilação é um dos resultados, A morte é a realidade dos desastres. Vida que quer viver ou se destruir? Projeto Zebra da Vida Fatos e atos do ser humano: Os desastres de origem

Leia mais

APROPRIAÇÃO DE SIGNIFICAÇÕES DE CONCEITOS ESTATÍSTICOS ATRAVÉS DO TRÂNSITO NA EDUCAÇÃO BÁSICA. Maykon Souza Santos¹; Sonner Arfux de Figueiredo²

APROPRIAÇÃO DE SIGNIFICAÇÕES DE CONCEITOS ESTATÍSTICOS ATRAVÉS DO TRÂNSITO NA EDUCAÇÃO BÁSICA. Maykon Souza Santos¹; Sonner Arfux de Figueiredo² APROPRIAÇÃO DE SIGNIFICAÇÕES DE CONCEITOS ESTATÍSTICOS ATRAVÉS DO TRÂNSITO NA EDUCAÇÃO BÁSICA Maykon Souza Santos¹; Sonner Arfux de Figueiredo² Área Temática da Extensão: Educação Resumo: A proposta visa

Leia mais

GRUPO DE VOLUNTÁRIAS AMIGO DA CRIANÇA DO HOSPITAL MATERNIDADE INTERLAGOS PROJETO CONTAR HISTÓRIAS, A ARTE DE HUMANIZAR

GRUPO DE VOLUNTÁRIAS AMIGO DA CRIANÇA DO HOSPITAL MATERNIDADE INTERLAGOS PROJETO CONTAR HISTÓRIAS, A ARTE DE HUMANIZAR GRUPO DE VOLUNTÁRIAS AMIGO DA CRIANÇA DO HOSPITAL MATERNIDADE INTERLAGOS PROJETO CONTAR HISTÓRIAS, A ARTE DE HUMANIZAR PROJETO CONTAR HISTÓRIAS, A ARTE DE HUMANIZAR. Missão Fomentar a Educação e Cultura

Leia mais

FESTIVAL DE INICIAÇÃO ESPORTIVA

FESTIVAL DE INICIAÇÃO ESPORTIVA FESTIVAL DE INICIAÇÃO ESPORTIVA Projeto: Festival de Iniciação Esportiva Publicação no D.O.U 28/12/2015 Seção 1 Pág 125 Beneficiários Diretos: 300 crianças/adolescentes Valor Total aprovado: R$ 302.681,74

Leia mais

Apresentação - Cursos de Trânsito Unochapecó

Apresentação - Cursos de Trânsito Unochapecó Apresentação - Cursos de Trânsito Unochapecó MISSÃO: A Universidade Comunitária da Região de Chapecó UNOCHAPECÓ, instituição de ensino superior comprometida com a produção e difusão do conhecimento, considerando

Leia mais

O PROEXT A SERVIÇO DA EJA

O PROEXT A SERVIÇO DA EJA O PROEXT A SERVIÇO DA EJA Thamiriz Martins Teixeira, IF Sudeste de MG Campus Rio Pomba Paula Reis de Miranda, IF Sudeste de MG Campus Rio Pomba RESUMO O presente trabalho apresenta atividades desenvolvidas

Leia mais

ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA. A Geografia Levada a Sério

ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA.  A Geografia Levada a Sério ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA 1 Educação é aquilo que a maior parte das pessoas recebe, muitos transmitem e poucos possuem Karl Kraus 2 Fundamentos de Políticas Públicas O TRONO DE ESTUDAR

Leia mais

CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MANUAL DE AT ATIVIDADES TRANSVERSAL

CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MANUAL DE AT ATIVIDADES TRANSVERSAL CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MANUAL DE AT ATIVIDADES TRANSVERSAL CONCEITOS, NORMAS E PROCEDIMENTOS REGULAMENTO ATIVIDADES TRANSVERSAL I DA DEFINIÇÃO Art. 1º Por Transversalidade

Leia mais

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil Marcelo Gomes dos Santos Marcelo Puertas Otávio dos Anjos AES Eletropaulo Metropolitana

Leia mais

Projetos Financiados em CMDCA de Praia Grande

Projetos Financiados em CMDCA de Praia Grande Projetos Financiados em 2008 CMDCA de Praia Grande Comissão de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-Juvenil Projeto: Mapeamento da Exploração Sexual Comercial de Crianças e Adolescentes no Município

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE ALAGOAS ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR ARTHUR RAMOS PARLAMENTO JUVENIL DO MERCOSUL. João Victor Santos

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE ALAGOAS ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR ARTHUR RAMOS PARLAMENTO JUVENIL DO MERCOSUL. João Victor Santos SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE ALAGOAS ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR ARTHUR RAMOS PARLAMENTO JUVENIL DO MERCOSUL João Victor Santos Inclusão Educativa Trajetos para uma educação inclusiva Pilar 2016 RESUMO

Leia mais

Seca Sismos Vulcões Tornados Vagas de frio/calor Tempestades Tsunamis Matérias perigosas Incêndios Florestais

Seca Sismos Vulcões Tornados Vagas de frio/calor Tempestades Tsunamis Matérias perigosas Incêndios Florestais As políticas de prevenção são demasiado importantes para serem deixadas apenas no domínio dos serviços públicos competentes. KOFI ANNAN 1999 Educação para o Risco O papel da ESCOLA na prevenção de Catástrofes

Leia mais

No entanto, não podemos esquecer que estes são espaços pedagógicos, onde o processo de ensino e aprendizagem é desenvolvido de uma forma mais lúdica,

No entanto, não podemos esquecer que estes são espaços pedagógicos, onde o processo de ensino e aprendizagem é desenvolvido de uma forma mais lúdica, PROJETO TECENDO CIDADANIA: PROJETO DE APOIO AO ESTUDO DOS TEMAS TRANSVERSAIS Autores: Leonardo Cristovam de JESUS, aluno do IFC Campus Avançado Sombrio e bolsista do projeto. Ana Maria de MORAES, Pedagoga

Leia mais

HISTÓRIA DA CMTT - ANAPÓLIS

HISTÓRIA DA CMTT - ANAPÓLIS 23/09/1997 foi sancionada a Lei Federal N.o 9.503 12/01/1998 a Lei municipal N.o 2.562 que estabelece o Conselho Municipal de Trânsito em Anápolis 22/01/1998 passa a vigorar o CTB. A CMT foi criada com

Leia mais

Roteiro para análise do filme Escritores da. Liberdade

Roteiro para análise do filme Escritores da. Liberdade Roteiro para análise do filme Escritores da Liberdade É importante reforçar que toda a comunidade escolar é responsável e participante no processo educativo e que a ação dos funcionários na escola é, sobretudo,

Leia mais

CIDADANIA NAS ONDAS DO RÁDIO

CIDADANIA NAS ONDAS DO RÁDIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CURSO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO GEORGIA STELLA RAMOS DO AMARAL CIDADANIA NAS ONDAS DO RÁDIO Santa Cruz do Sul 2009 Abrangência Comunidade escolar de uma determinada escola.

Leia mais

Universidade de São Paulo Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Enf. Psiquiátrica e Ciências Humanas. Profa. Karina de M. Conte

Universidade de São Paulo Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Enf. Psiquiátrica e Ciências Humanas. Profa. Karina de M. Conte Universidade de São Paulo Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Enf. Psiquiátrica e Ciências Humanas Profa. Karina de M. Conte 2017 DIDÁTICA II Favorecer a compreensão do processo de elaboração, gestão,

Leia mais

ANEXO I CARGO: PROFESSOR ATRIBUIÇÕES:

ANEXO I CARGO: PROFESSOR ATRIBUIÇÕES: ANEXO I CARGO: PROFESSOR ATRIBUIÇÕES: a) Descrição Sintética: Orientar a aprendizagem do aluno; participar no processo de planejamento das atividades da escola; organizar as operações inerentes ao processo

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA JOÃO XXIII PROJETO ESCOLA LIMPA

ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA JOÃO XXIII PROJETO ESCOLA LIMPA ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA JOÃO XXIII PROJETO ESCOLA LIMPA INTRODUÇÃO O município de São João do Polêsine faz parte da Quarta Colônia de Imigração Italiana, pertencente a região central do Estado

Leia mais

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM FACULDADE DO NORTE GOIANO OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM Objetivos do curso O Curso de Graduação em Enfermagem tem por objetivo formar bacharel em enfermagem (enfermeiro) capaz de influenciar na construção

Leia mais

- estabelecer um ambiente de relações interpessoais que possibilitem e potencializem

- estabelecer um ambiente de relações interpessoais que possibilitem e potencializem O desenvolvimento social e cognitivo do estudante pressupõe que ele tenha condições, contando com o apoio dos educadores, de criar uma cultura inovadora no colégio, a qual promova o desenvolvimento pessoal

Leia mais

A EDIOURO TEM UM DIFERENCIAL ESTRATÉGICO NA RELAÇÃO ENTRE EMPRESA/CLIENTE REVISTA DE PASSATEMPOS TEMÁTICOS CUSTOMIZADOS

A EDIOURO TEM UM DIFERENCIAL ESTRATÉGICO NA RELAÇÃO ENTRE EMPRESA/CLIENTE REVISTA DE PASSATEMPOS TEMÁTICOS CUSTOMIZADOS A EDIOURO TEM UM DIFERENCIAL ESTRATÉGICO NA RELAÇÃO ENTRE EMPRESA/CLIENTE REVISTA DE PASSATEMPOS TEMÁTICOS CUSTOMIZADOS REVISTA DE PASSATEMPOS TEMÁTICOS CUSTOMIZADOS DIFERENCIAIS Um meio de comunicação

Leia mais

A RELEVÂNCIA DO LÚDICO NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL

A RELEVÂNCIA DO LÚDICO NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL A RELEVÂNCIA DO LÚDICO NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL Rita Maria Luz Freitas Soares (1) ; Luciana Rocha Paula (2) ; Ernandes Damasceno da Costa (2) ; João da Paixão

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE Concurso Público de Ingresso no Magistério Público Estadual

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE Concurso Público de Ingresso no Magistério Público Estadual Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE Concurso Público de Ingresso no Magistério Público Estadual PARECERES DOS RECURSOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 14) No documento - Progestão : como

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome: Educação Física Curso: Técnico em Meio Ambiente Integrado ao Ensino Médio Série: 1º, 2º, 3º Ano Carga Horária: 80h/a (67/H) Docente Responsável: EMENTA

Leia mais

Mostra de Projetos 2011

Mostra de Projetos 2011 Mostra de Projetos 2011 A enfermagem atuando na saúde do adolescente e sua inserção no ambiente escolar Mostra Local de: Paranavaí Categoria do projeto: II - Projetos finalizados Nome da Instituição/Empresa:

Leia mais

A CONSTRUÇÃO CRÍTICA DE UMA CIDADANIA NO MUNICÍPIO DE MANACAPURU

A CONSTRUÇÃO CRÍTICA DE UMA CIDADANIA NO MUNICÍPIO DE MANACAPURU 1 A CONSTRUÇÃO CRÍTICA DE UMA CIDADANIA NO MUNICÍPIO DE MANACAPURU Tayse Cristina Matias Ferreira Isaque dos Santos Sousa Introdução A cidade de Manacapuru, a quarta maior cidade do interior amazonense,

Leia mais

PREPARAÇÃO DE PROJETOS, FORMAS DE REGISTRO E AVALIAÇÃO

PREPARAÇÃO DE PROJETOS, FORMAS DE REGISTRO E AVALIAÇÃO PREPARAÇÃO DE PROJETOS, FORMAS DE REGISTRO E AVALIAÇÃO Profª. Ms. Fabiana Chinalia FACULDADES COC 11 e 12 de maio http://verainfedu.files.wordpress.com/2008/10/legal1.gif Vamos conversar um pouco sobre

Leia mais

ANEXO DE METAS E PRIORIDADES PROGRAMA FINALÍSTICO

ANEXO DE METAS E PRIORIDADES PROGRAMA FINALÍSTICO Página 1 ATENÇÃO A SAÚDE DA POPULAÇÃO Promover o acesso universal da população aos serviços ambulatoriais, emergenciais e hospitalares nos postos de saúde e hospital localizados no Município. População

Leia mais

PRÊMIO DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO

PRÊMIO DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO PRÊMIO DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO 1. OBJETIVO O Prêmio de Incentivo à Educação é uma iniciativa das empresas do Polo Industrial, através do Comitê de Fomento Industrial de Camaçari - COFIC. Tem por objetivo

Leia mais

Unidade II MODELOS DE LIDERANÇA. Prof. Gustavo Nascimento

Unidade II MODELOS DE LIDERANÇA. Prof. Gustavo Nascimento Unidade II MODELOS DE LIDERANÇA Prof. Gustavo Nascimento O líder como administrador de conflitos A dinâmica dos grupos organizacionais é marcada por diferentes conflitos, principalmente do tipo interpessoal,

Leia mais

O desenvolvimento do Planejamento Estratégico está dividido em 5 fases principais até a sua conclusão: Figura 1 - Fases do Planejamento Estratégico

O desenvolvimento do Planejamento Estratégico está dividido em 5 fases principais até a sua conclusão: Figura 1 - Fases do Planejamento Estratégico O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO A Assessoria de Planejamento (ASPLAN) está se dedicando à elaboração do Planejamento Estratégico da SEDESE. Este projeto surge como uma demanda do Secretário André Quintão para

Leia mais

Projeto Ambienta Rio: A escola faz a diferença.

Projeto Ambienta Rio: A escola faz a diferença. Projeto Ambienta Rio: A escola faz a diferença. E/SUBE/CED/GPEC Semana de Meio Ambiente Mostra de Trabalhos de Educação Ambiental das Escolas da Rede Pública Municipal de Ensino Justificativa A Secretaria

Leia mais

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 1 ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE CONTROLE E REDUÇÃO DO CONSUMO DE ÁGUA PROGRAMA Nº 02/2014 SENAI-SP. Projeto desenvolvido pelo CFP 5.12 Escola SENAI Celso Charuri. 4ª edição, revisão e

Leia mais

Uma destas importantes parcerias é com o INSTITUTO AOCP.

Uma destas importantes parcerias é com o INSTITUTO AOCP. A Fundação de Apoio à FAFIPA é uma entidade sem fins lucrativos que atua na área da Educação Superior, em cursos de pós-graduação em diversas áreas do conhecimento, cursos de formação e capacitação de

Leia mais

REUNIÃO DE PAIS 5ª SÉRIE Compromisso Família e Escola

REUNIÃO DE PAIS 5ª SÉRIE Compromisso Família e Escola REUNIÃO DE PAIS 5ª SÉRIE Compromisso Família e Escola Projeto Educativo Buscamos integrar rigor científico, excelência acadêmica, formação cristã, cultura da solidariedade e da paz, sensibilidade estética,

Leia mais

ATL Adaptado. De Mãos Dadas com a diferença

ATL Adaptado. De Mãos Dadas com a diferença De Mãos Dadas com a diferença PROJETO DE MÃOS DADAS COM A DIFERENÇA : ATL ADAPTADO 1. O Projeto Numa era em que a diversidade humana apela ao seu valor universal, temos de assumir uma postura construtiva

Leia mais

CURSO: MÚSICA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: MÚSICA EMENTAS º PERÍODO CURSO: MÚSICA EMENTAS - 2017.2 2º PERÍODO DISCIPLINA: TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL II Desenvolvimento da percepção dos elementos da organização musical, através de atividades práticas; utilização de elementos

Leia mais

História em foco : rádio escola como uma alternativa eficaz de ensino aprendizagem nas aulas de história

História em foco : rádio escola como uma alternativa eficaz de ensino aprendizagem nas aulas de história História em foco : rádio escola como uma alternativa eficaz de ensino aprendizagem nas aulas de história Introdução Maria Luziane de Sousa Lima (UFCG) Luziane.picui@hotmail.com Djanira Rafaella Silva Pereira

Leia mais

PLANO DE GESTÃO (QUADRIÊNIO )

PLANO DE GESTÃO (QUADRIÊNIO ) SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE CAMPINAS OESTE Rua Candido Mota, 186 Fundação Casa Popular Campinas-SP 1. Identificação da Unidade Escolar PLANO DE GESTÃO (QUADRIÊNIO 2015-2018)

Leia mais

Sala de Jogos da matemática à interdisciplinaridade

Sala de Jogos da matemática à interdisciplinaridade Sala de Jogos da matemática à interdisciplinaridade Orientadora: Eliane Lopes Werneck de Andrade Matrícula SIAPE: 1697146 Orientada: Vitória Mota Araújo Matrícula UFF: 000105/06 Palavras-chave: Interdisciplinaridade,

Leia mais

PROJETO: PRESERVAÇÃO, CONSERVAÇÃO E DEVOLUÇÃO DO LIVRO DIDÁTICO NAS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO MATO GROSSO DO SUL

PROJETO: PRESERVAÇÃO, CONSERVAÇÃO E DEVOLUÇÃO DO LIVRO DIDÁTICO NAS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO MATO GROSSO DO SUL PROJETO: PRESERVAÇÃO, CONSERVAÇÃO E DEVOLUÇÃO DO LIVRO DIDÁTICO NAS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO MATO GROSSO DO SUL Campo Grande 2015 1. JUSTIFICATIVA Considerando a Resolução/FNDE nº 42, de

Leia mais

Grupo De Trabalho N 1 Patrícia de Melo Fátima Medeiros Idari Amaral Denise F. Aguiar Willian Yuki Jenifer Paschoal Ferreira

Grupo De Trabalho N 1 Patrícia de Melo Fátima Medeiros Idari Amaral Denise F. Aguiar Willian Yuki Jenifer Paschoal Ferreira Grupo De Trabalho N 1 Patrícia de Melo Fátima Medeiros Idari Amaral Denise F. Aguiar Willian Yuki Jenifer Paschoal Ferreira Atividades - *Moradia para todos *Ruas Pavimentadas *Emprego Para todos *100%

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL Nº 002/2013 Portaria SEME nº 014/2013 Título: Ambiente e Vida Área: Educação Ambiental Coordenação: Cássia Mara Silveira Leal Supervisora: Júnia

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL ANÁLISE DA INSERÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS ESCOLAS PÚBLICAS DOS MUNÍCIPIOS DE ALVORADA DO OESTE E POMENTA BUENO- RO.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL ANÁLISE DA INSERÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS ESCOLAS PÚBLICAS DOS MUNÍCIPIOS DE ALVORADA DO OESTE E POMENTA BUENO- RO. EDUCAÇÃO AMBIENTAL ANÁLISE DA INSERÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS ESCOLAS PÚBLICAS DOS MUNÍCIPIOS DE ALVORADA DO OESTE E POMENTA BUENO- RO. Lila Francisca de. O. R. Matos - lila@unescnet.br UNESC Faculdades

Leia mais

EDUCAÇÃO EM SAÚDE AMBIENTAL: PERCEPÇÃO SOCIAL DAS DOENÇAS TRANSMITIDAS PELO MOSQUITO AEDES SP.

EDUCAÇÃO EM SAÚDE AMBIENTAL: PERCEPÇÃO SOCIAL DAS DOENÇAS TRANSMITIDAS PELO MOSQUITO AEDES SP. EDUCAÇÃO EM SAÚDE AMBIENTAL: PERCEPÇÃO SOCIAL DAS DOENÇAS TRANSMITIDAS PELO MOSQUITO AEDES SP. Introdução Distribuído em todo território nacional, os mosquitos da família Aedes sp. é responsável por ser

Leia mais

PROJETO DE COMBATE AO BULLYING DA EDUCAÇÃO INFANTIL AO ENSINO MÉDIO. Introdução

PROJETO DE COMBATE AO BULLYING DA EDUCAÇÃO INFANTIL AO ENSINO MÉDIO. Introdução PROJETO DE COMBATE AO BULLYING DA EDUCAÇÃO INFANTIL AO ENSINO MÉDIO Introdução Atualmente o bullying é um dos principais desafios da rotina escolar. A palavra bullying não tem tradução exata para o português,

Leia mais

Proposta de Política de Comunicação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Proposta de Política de Comunicação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ REITORIA Proposta de Política de Comunicação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná OBS: Política elaborada pela comissão designada

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL AUGUSTO VITOR COSTA XI GINCANA DE MATEMÁTICA

ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL AUGUSTO VITOR COSTA XI GINCANA DE MATEMÁTICA ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL AUGUSTO VITOR COSTA XI GINCANA DE MATEMÁTICA Durasnal, Caçapava do Sul 2016 1. TÍTULO XI GINCANA DE MATEMÁTICA 1.1 Público Alvo: Alunos dos anos finais. 1.2 Coordenação:

Leia mais

Aplicação de jogos e simuladores como instrumentos para educação e segurança no trânsito

Aplicação de jogos e simuladores como instrumentos para educação e segurança no trânsito XIII Ciclo de Palestras sobre Novas Tecnologias na Educação Aplicação de jogos e simuladores como instrumentos para educação e segurança no trânsito Amanda B. Balbinot Maria Isabel Timm Milton Antônio

Leia mais

Mostra Cultural de AABBs FENABB FICHA DE INSCRIÇÃO

Mostra Cultural de AABBs FENABB FICHA DE INSCRIÇÃO Mostra Cultural de AABBs FENABB FICHA DE INSCRIÇÃO ANEXO 1 DADOS DA AÇÃO CULTURAL AABB: Brumado UF: BA NOME DO PRESIDENTE: Maxuell de Souza Barreto NOME DA AÇÃO: XI Batizado de Capoeira e Show Folclórico

Leia mais

Ofício nº 003/2003 DGP Cáceres-MT., 31 de janeiro de Prezada Superintendente

Ofício nº 003/2003 DGP Cáceres-MT., 31 de janeiro de Prezada Superintendente Ofício nº 003/2003 DGP Cáceres-MT., 31 de janeiro de 2003. Prezada Superintendente Em atenção ao ofício circ. N 003/ESP/SAD, datado de 24 de janeiro do presente ano, estamos enviando em anexo, as necessidades

Leia mais

PROJETO FINANCIADO EM CMDCA de Cubatão

PROJETO FINANCIADO EM CMDCA de Cubatão PROJETO FINANCIADO EM 2007 - CMDCA de Cubatão Assistência e Promoção Social Exército de Salvação APROSES. Centro Comunitário Vila dos Pescadores. Projeto: Caminhando para o Futuro. Objetivo:. Desenvolvimento

Leia mais

do país. Esse resultado nos faz acreditar que estamos no caminho certo: promovendo o aperfeiçoamento dos programas acadêmicos, investindo na

do país. Esse resultado nos faz acreditar que estamos no caminho certo: promovendo o aperfeiçoamento dos programas acadêmicos, investindo na Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade: estratégias no processo de ensino e aprendizagem em aulas de educação física Programa de preparação para a aposentadoria com ênfase na autonomia pessoal

Leia mais

Formação Técnica em Administração. Modulo de Padronização e Qualidade

Formação Técnica em Administração. Modulo de Padronização e Qualidade Formação Técnica em Administração Modulo de Padronização e Qualidade Competências a serem trabalhadas ENTENDER OS REQUISITOS DA NORMA ISO 9001:2008 E OS SEUS PROCEDIMENTOS OBRIGATÓRIOS SISTEMA DE GESTÃO

Leia mais

Diretrizes para as bibliotecas escolares (IFLA/UNESCO)

Diretrizes para as bibliotecas escolares (IFLA/UNESCO) Diretrizes para as bibliotecas escolares (IFLA/UNESCO) 1.1 Missão Capítulo 1. Missão e Política A biblioteca escolar no ensino-aprendizagem para todos. A biblioteca escolar proporciona informação e ideias

Leia mais

Institucional. Nossa História

Institucional. Nossa História Institucional Nossa história Proposta Pedagógica Horário Nosso Espaço Fotos Localização Manual do aluno Calendário Anual Lista de material Informação de renovação de matrícula para 2014 Circulares Eventos

Leia mais

DE INÍCIO: MÊS/ANO DE TÉRMINO:

DE INÍCIO: MÊS/ANO DE TÉRMINO: Página 1 PROGRAMA: QUALIDADE DO ENSINO FUNDAMENTAL OBJETIVO: Assegurar a igualdade nas condições de acesso, permanência e êxito dos alunos matriculados no Ensino Fundamental. PUBLICO ALVO: Alunos do Ensino

Leia mais

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE CONTROLE E REDUÇÃO DE CONSUMO DE ÁGUA

ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE CONTROLE E REDUÇÃO DE CONSUMO DE ÁGUA ESCOLA SENAI CELSO CHARURI CFP 5.12 PROGRAMA DE CONTROLE E REDUÇÃO DE CONSUMO DE ÁGUA PROGRAMA Nº 02/2015 SENAI-SP. Projeto desenvolvido pelo CFP 5.12 Escola SENAI Celso Charuri. 6ª edição, revisão e atualização

Leia mais

PROJETO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO AO UNIVERSITÁRIO

PROJETO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO AO UNIVERSITÁRIO PROJETO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO AO UNIVERSITÁRIO GUARAPUAVA 2017 1. Introdução O Núcleo de Apoio Psicopedagógico (NAPP) é um órgão de apoio educacional, de caráter permanente e de natureza multidisciplinar

Leia mais

PROGRAMAÇÃO SETEMBRO CIDADÃO 2017

PROGRAMAÇÃO SETEMBRO CIDADÃO 2017 PROGRAMAÇÃO SETEMBRO CIDADÃO 2017 PROGRAMAÇÃO DA ESCOLA SESC LER NOVA CRUZ 05/09/2017 - Abertura: Contação de histórias e Cine Sesc. 15/09/2017 - Minuto poético: Prosa e verso. 19/09/2017 - Palestra: Empreendedorismo

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 050/2014. Anexo 2 Atribuições dos Cargos

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 050/2014. Anexo 2 Atribuições dos Cargos SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 050/2014 Anexo 2 Atribuições dos Cargos AGENTE DE APOIO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL Acompanhar, auxiliar e orientar os alunos nas Atividades de Vida

Leia mais

PORQUE FAZER UMA PESQUISA DE CLIMA?

PORQUE FAZER UMA PESQUISA DE CLIMA? Introdução PORQUE FAZER UMA PESQUISA DE CLIMA? Algumas pessoas que comandam organizações, ainda são muito resistentes a Pesquisas De Clima Organizacional; acreditam que é perda de tempo, e que esta pesquisa

Leia mais

PROGRAMAÇÃO SETEMBRO CIDADÃO 2017

PROGRAMAÇÃO SETEMBRO CIDADÃO 2017 PROGRAMAÇÃO SETEMBRO CIDADÃO 2017 PROGRAMAÇÃO DA ESCOLA SESC LER NOVA CRUZ 05/09/2017 - Abertura: Contação de histórias e Cine Sesc. 15/09/2017 - Minuto poético: Prosa e verso. 19/09/2017 - Palestra: Empreendedorismo

Leia mais

RELATÓRIO FINAL. Projeto: A água que temos, a água que bebemos. Curitibanos

RELATÓRIO FINAL. Projeto: A água que temos, a água que bebemos. Curitibanos RELATÓRIO FINAL Projeto: A água que temos, a água que bebemos Curitibanos Abril de 2016 Relatório Final Projeto: A água que temos, a água que bebemos Introdução O projeto A água que temos, a água bebemos

Leia mais

PLANO ANUAL 2016 RECURSOS HUMANOS

PLANO ANUAL 2016 RECURSOS HUMANOS PLANO ANUAL 2016 A APPACDM da Figueira da Foz define, implementa e controla o seu compromisso com a satisfação das necessidades e expetativas legítimas dos clientes e de outras entidades interessadas.

Leia mais

Mostra de Projetos Encontro de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Mostra de Projetos Encontro de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes Mostra de Projetos 2011 Encontro de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes Mostra Local de: Arapongas. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais.

Leia mais

PROJETO SOCIAL DE KARATE 2017

PROJETO SOCIAL DE KARATE 2017 1 PROJETO SOCIAL DE KARATE 2017 Alunos: João da Silva Parcerias: MEDIANEIRA KARATÊ CLUBE MEDIANEIRA - PR 2017 2 PROJETO DE KARATÊ JUSTIFICATIVA Este projeto justifica-se, pela vontade do Medianeira Karatê

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Sustentável da Escola (PDSE) Instituto Brasil Solidário

Programa de Desenvolvimento Sustentável da Escola (PDSE) Instituto Brasil Solidário Apresentação Neste ano, sua escola e comunidade receberão diversas atividades com a chegada do Programa de Desenvolvimento Sustentável da Escola (PDSE) no seu município, com o Instituto Brasil Solidário

Leia mais

Escola SENAI Antônio Souza Noschese Santos -SP. Proposta Pedagógica. Uma nova visão

Escola SENAI Antônio Souza Noschese Santos -SP. Proposta Pedagógica. Uma nova visão Escola SENAI Antônio Souza Noschese Santos -SP Proposta Pedagógica Uma nova visão Nossa Proposta Pedagógica é a tradução do nosso compromisso com o desenvolvimento das pessoas, da sociedade e da indústria

Leia mais

Quem Somos. Missão. Visão. Valores

Quem Somos. Missão. Visão. Valores Quem Somos O CEAP Centro Educacional Assistencial Profissionalizante é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, que funciona no modelo de uma escola profissionalizante gratuita, localizada

Leia mais

ESTRUTURA DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA

ESTRUTURA DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA ESTRUTURA DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA OBJETIVO Estabelecer as bases de funcionamento do Programa de Educação Continuada sob responsabilidade da Comissão de Educação do Sistema/CES

Leia mais

PROJETO: EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO NÃO TEM IDADE

PROJETO: EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO NÃO TEM IDADE PROJETO: EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO NÃO TEM IDADE SEMANA NACIONAL DO TRÂNSITO "Cidade para as pessoas: proteção e prioridade ao pedestre" Autoria: Leticia Garroni Felix Martins Projeto: Educação no Trânsito

Leia mais

com sabedoria e colher com pacie ncia."

com sabedoria e colher com pacie ncia. P R O J E T O Ser educador e ser um poeta do amor. Educar e acreditar na vida e ter esperança no futuro. Educar e semear com sabedoria e colher com pacie ncia." Augusto Cury PROJETO RAIZ RESPEITO E APRENDIZAGEM

Leia mais

PALESTRANTE

PALESTRANTE PALESTRANTE Conexão Animal & Sucesso Pessoal Contrate o Palestrante que trará melhor RESULTADO para seu próximo evento! SOBRE O PALESTRANTE: Adriano Simões é médico veterinário e palestrante comportamental

Leia mais

A CONTRIBUIÇÃO DA PEDAGOGIA NA PROMOÇÃO DE SAÚDE EM UM PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA VOLTADO AO ATENDIMENTO DE ADULTOS E IDOSOS

A CONTRIBUIÇÃO DA PEDAGOGIA NA PROMOÇÃO DE SAÚDE EM UM PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA VOLTADO AO ATENDIMENTO DE ADULTOS E IDOSOS A CONTRIBUIÇÃO DA PEDAGOGIA NA PROMOÇÃO DE SAÚDE EM UM PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA VOLTADO AO ATENDIMENTO DE ADULTOS E IDOSOS Eixo-temático: Inclusão, Direitos Humanos e Interculturalidade Autora

Leia mais

Aula 6 Professor Douglas Pereira da Silva. DPS aula 6 Coaching

Aula 6 Professor Douglas Pereira da Silva. DPS aula 6 Coaching Aula 6 Professor Douglas Pereira da Silva 1 Competências dos profissionais 2 3 4 5 O que é Coaching: Coaching é uma palavra em inglês que indica uma atividade de formação pessoalem que um instrutor (coach)

Leia mais

Bem-vindo ao SICREDI.

Bem-vindo ao SICREDI. Bem-vindo ao mundo das cooperativas de crédito. Bem-vindo ao SICREDI. Uso irrestrito BEM-VINDO AO SICREDI CONJUNTO DE COOPERATIVAS DE CRÉDITO O SICREDI é um sistema de crédito cooperativo. As cooperativas

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO NOS MUNICÍPIOS

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO NOS MUNICÍPIOS Seminário para Novos Gestores FAMURS Área Técnica: Trânsito EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO NOS MUNICÍPIOS Mais do que uma obrigação legal, um compromisso social. Laís Elisabeth Silveira DÉCADA DE AÇÃO PELA SEGURANÇA

Leia mais

RECICLAGEM: CONFECÇÃO DE BRINQUEDOS BOGAS, REGIANE MAIA; CEMEI DR. GILDENEY CARRERI, RESUMO

RECICLAGEM: CONFECÇÃO DE BRINQUEDOS BOGAS, REGIANE MAIA; CEMEI DR. GILDENEY CARRERI, RESUMO RECICLAGEM: CONFECÇÃO DE BRINQUEDOS BOGAS, REGIANE MAIA; CEMEI DR. GILDENEY CARRERI, remaiabogas@hotmail.com RESUMO A palavra reciclar tem como significado reaproveitamento de algo, dar nova função a alguma

Leia mais

Profa. Neila Maria Viçosa Machado

Profa. Neila Maria Viçosa Machado SAÚDE E EDUCAÇÃO: uma perspectiva de integração a partir da Atenção Básica pelos Programa Saúde na Escola (PSE) e Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Profa. Neila Maria Viçosa Machado SAÚDE

Leia mais

Integrada de Química. Prof. Dr. Carlos Eduardo Bonancêa

Integrada de Química. Prof. Dr. Carlos Eduardo Bonancêa Integrada de Química Prof. Dr. Carlos Eduardo Bonancêa Agora veremos a uma Apresentação sobre Relações CTS no Ensino de Química. Ao seu final, espera-se que você aprenda sobre relações existentes entre

Leia mais

BLOG DA SAÚDE. Autores: Grazieli Ferreira da Rosa 1 ; Alessandra Domingues Malheiro 2 ; Ana Paula Saccol 3 ; Anderson de Souza 4 INTRODUCÃO

BLOG DA SAÚDE. Autores: Grazieli Ferreira da Rosa 1 ; Alessandra Domingues Malheiro 2 ; Ana Paula Saccol 3 ; Anderson de Souza 4 INTRODUCÃO BLOG DA SAÚDE Autores: Grazieli Ferreira da Rosa 1 ; Alessandra Domingues Malheiro 2 ; Ana Paula Saccol 3 ; Anderson de Souza 4 INTRODUCÃO Tendo o IFC a missão de proporcionar educação profissional comprometida

Leia mais

Etec Monsenhor Antonio Magliano. Projeto Interdisciplinar Ações de defesa e proteção ao Ambiente- 2012

Etec Monsenhor Antonio Magliano. Projeto Interdisciplinar Ações de defesa e proteção ao Ambiente- 2012 Etec Monsenhor Antonio Magliano Projeto Interdisciplinar Ações de defesa e proteção ao Ambiente- 2012 Professor Responsável: TASSIANA DE CASTRO LA TERZA Equipe de Professores Responsáveis: Professores

Leia mais

A GESTÃO PARTICIPATIVA NA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA

A GESTÃO PARTICIPATIVA NA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA A GESTÃO PARTICIPATIVA NA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA Teresa Leopoldina dos Santos Ribeiro 1 Anelise Bravo Friedriczewski 2 Resumo: A gestão escolar, com o viés participativo e democrático, demonstra-se cada

Leia mais

do Espetáculo Reduzir, Reutilizar e Reciclar é só começar e disponibilizá-lo de forma gratuita.

do Espetáculo Reduzir, Reutilizar e Reciclar é só começar e disponibilizá-lo de forma gratuita. A Cia Pé de Chinelo propõe realizar a montagem e circulação do Espetáculo Reduzir, Reutilizar e Reciclar é só começar e disponibilizá-lo de forma gratuita. O espetáculo é baseado nas práticas para o desenvolvimento

Leia mais

PLANEJAMENTO DAS AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE

PLANEJAMENTO DAS AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE PLANEJAMENTO DAS AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE CONCEITO DE SAÚDE Saúde é a resultante das condições de alimento, habitação, educação, renda, meio ambiente, trabalho, transporte, emprego, lazer, liberdade,

Leia mais

Pedagogia Licenciatura S-20 - Educação e Diversidade S-20 - Filosofia Geral

Pedagogia Licenciatura S-20 - Educação e Diversidade S-20 - Filosofia Geral Página 0001 de 0004 1º Período 6387-02S-20 - Educação e Diversidade 0 40-040 0491-02S-20 - Filosofia Geral 0 40-040 PED 0845-02S-20 - História da Educação I 0 40-040 PED 0752-02S-20 - Introdução à 0 40-040

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UM PASSO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UM PASSO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Porto Alegre/RS 23 a 26/11/2015 EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UM PASSO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Bruna Fonsêca de Oliveira Nascimento (*), Tércia Oliveira Castro, Franciele Santos Torres. * Instituto Federal

Leia mais

Municipalizaçã o e integração ao Sistema Nacional de Trânsito

Municipalizaçã o e integração ao Sistema Nacional de Trânsito Municipalizaçã o e integração ao Sistema Nacional de Trânsito Foto: Reprodução/EPTV Luiz Otávio Maciel Miranda Global Forum for Road Traffic Safety (WP.1/UNECE/ONU) Conselheiro representante do Ministério

Leia mais

1. SCFV - SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS

1. SCFV - SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS IAÇU-BA 2017 1. SCFV - SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS De acordo com a Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais (Resolução CNAS Nº 109/2009) o Serviço de Convivência e Fortalecimento

Leia mais

REUNIÃO COM OS EDUCADORES DO 2º SEGMENTO

REUNIÃO COM OS EDUCADORES DO 2º SEGMENTO PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO/SEÇÃO DE ENSINO NÃO FORMAL REUNIÃO COM OS EDUCADORES DO 2º SEGMENTO Não é no silêncio que

Leia mais

Escola Estadual Luis Vaz de Camões Ipezal/Angélica - MS PLANO DE AÇÃO (PSTE) 2010

Escola Estadual Luis Vaz de Camões Ipezal/Angélica - MS PLANO DE AÇÃO (PSTE) 2010 Escola Estadual Luis Vaz de Camões Ipezal/Angélica - MS PLANO DE AÇÃO (PSTE) 2010 Angélica/Ipezal MS Março de 2010 Escola Estadual Luis Vaz de Camões Ipezal/Angélica - MS PLANO DE AÇÃO (PSTE) 2010 Plano

Leia mais

Respeito ao Meio Ambiente Programa de Educação Ambiental Eco-Social

Respeito ao Meio Ambiente Programa de Educação Ambiental Eco-Social Respeito ao Meio Ambiente Programa de Educação Ambiental Eco-Social Objetivos Objetivos Cognitivos sobre meio ambiente Levar os indivíduos e os grupos sociais a adquirirem largas experiências, contatos

Leia mais

PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO E CIDADANIA PARA TODOS.

PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO E CIDADANIA PARA TODOS. ESADE ESCOLA SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO, DIREITO E ECONOMIA. CURSO DE ADMINISTRAÇÃO RESPONSABILIDADE SOCIAL PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO E CIDADANIA PARA TODOS. Profª. Ana Elisa Pascottini. MARIA IANE CAMARGO

Leia mais

Adquirir noções básicas sobre o processo de comercia-lização de produtos para órgãos públicos.

Adquirir noções básicas sobre o processo de comercia-lização de produtos para órgãos públicos. Projeto No Campo Vender para o governo No Campo Adquirir noções básicas sobre o processo de comercia-lização de produtos para órgãos públicos. O No Campo é o caminho para fazer sua produção melhorar e

Leia mais

Perfil do Aluno Final do 1.º Ciclo Ano letivo 2016/2017

Perfil do Aluno Final do 1.º Ciclo Ano letivo 2016/2017 Perfil do Aluno Final do 1.º Ciclo Ano letivo 2016/2017 Perfil de aprendizagens específicas do aluno à saída 1.º Ciclo do Ensino Básico Tendo em atenção as características estruturais e humanas das Escolas

Leia mais

Didática e Formação de Professores: provocações. Bernardete A. Gatti Fundação Carlos Chagas

Didática e Formação de Professores: provocações. Bernardete A. Gatti Fundação Carlos Chagas Didática e Formação de Professores: provocações Bernardete A. Gatti Fundação Carlos Chagas Vivemos tensões nas propostas e concretizações da formação inicial de professores, com padrões culturais formativos

Leia mais