GRUPO DE VOLUNTÁRIAS AMIGO DA CRIANÇA DO HOSPITAL MATERNIDADE INTERLAGOS PROJETO CONTAR HISTÓRIAS, A ARTE DE HUMANIZAR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GRUPO DE VOLUNTÁRIAS AMIGO DA CRIANÇA DO HOSPITAL MATERNIDADE INTERLAGOS PROJETO CONTAR HISTÓRIAS, A ARTE DE HUMANIZAR"

Transcrição

1 GRUPO DE VOLUNTÁRIAS AMIGO DA CRIANÇA DO HOSPITAL MATERNIDADE INTERLAGOS PROJETO CONTAR HISTÓRIAS, A ARTE DE HUMANIZAR

2 PROJETO CONTAR HISTÓRIAS, A ARTE DE HUMANIZAR. Missão Fomentar a Educação e Cultura na Saúde através da leitura e do brincar, visando transformar a internação hospitalar de crianças e adolescentes em um momento mais alegre, agradável e terapêutico, contribuindo positivamente para o bem-estar de seus familiares e equipe multidisciplinar. Causa. Contribuir para a humanização da sociedade, fortalecendo valores e princípios éticos essenciais entre os sujeitos que produzem saúde. Visão. Ser reconhecido como uma OSCIP que desenvolve cidadãos para o cumprimento do trabalho voluntário de maneira consciente, comprometida e constante. Ser referência em Educação e Cultura por meio da promoção de atividades de ensino continuado. Princípios Atuamos com ética. Trabalhamos em equipes integradas e com respeito à individualidade. Não discriminamos raça, cor, credo, religião, partidos políticos, orientação sexual e poder aquisitivo. Não permitimos a utilização institucional político-partidária da nossa Associação. Acreditamos e incentivamos a capacitação constante de cada indivíduo. Plano Anual O plano anual garante a continuidade e ampliação do trabalho da Associação dos Voluntários Amigo da Criança do Hospital e Maternidade Interlagos no que se refere à atuação dos voluntários contadores de histórias para crianças e adolescentes hospitalizados, promovendo a arte de contar histórias como método de humanização e fomento à leitura, a arte e o brincar. Contempla o processo de seleção e treinamento de novos voluntários, ensino continuado dos voluntários atuantes e gestão do diário do contador de histórias presente. JUSTIFICATIVA Vivemos num tempo, onde verificamos que a lembrança de ouvir histórias está muito presente nas pessoas mais velhas, já os mais jovens não retêm estas informações. Partindo desse pressuposto, vimos a necessidade de resgatar a figura do contador de histórias que estava presente em todas as infâncias, seja uma avó, uma babá, um pescador ou alguém da família. Quando contamos uma historia descobriremos qualidades novas e inatas, que estão presentes em nós como estiveram em nossos ancestrais, que ao pé da fogueira contavam casos e aprendiam a viver passando de pai para filho toda a sua cultura. Comecemos assim: - lembra-se daquela história que você ouviu quando era pequeno? Conte para nós...

3 OBJETIVO GERAL: O PROJETO CONTAR HISTÓRIAS, A ARTE DE HUMANIZAR, tem por objetivo formar voluntários para contarem histórias a crianças, jovens, adultos e idosos no ambulatório e hospitalizados. A finalidade é de levar a eles, além de companhia e alegria, cultura, entretenimento e informação de maneira a contribuir com seu bem-estar mental e emocional, levar o incentivo a leitura e contribuir com a humanização do ambiente hospitalar, por meio da contação de histórias. O contato com as histórias sejam elas infantis, juvenis ou mesmo adultas, deixam o ambiente mais leve, fazendo fluir o imaginário lúdico do paciente, tirando-o por um momento daquela situação insalubre causada pela tensão da doença, conseguindo transformar o triste ambiente hospitalar em esperança e motivação para a superação dos males. O ambiente hospitalar é difícil para qualquer paciente, porém para crianças e adolescentes este período pode tornar-se ainda pior, pois estarão privados de brincar, ir à escola e ficar longe do convívio familiar. Com isso, o objetivo principal dos Contadores de Histórias será o de levar diversão e arte, e consequentemente cultura, através da leitura e contação de histórias, seja por mímica, declamação, música e etc., com muita interatividade, carinho, atenção e amor para com os internos. Nosso país possui um importante amparo para proteger e melhorar as condições de vida do cidadão, e é um dever não só do Estado, mas da sociedade como um todo também. Levar a leitura e acesso a cultura a estas pessoas é um exercício de cidadania, onde possibilitaremos momentos de criatividade e imaginação. Os benefícios dos contadores de histórias em hospitais há muito já são comprovados, não somente apenas por familiares que estão no local, mas também pelas equipes de profissionais que estão atuando junto aos internos.

4 OBJETIVOS ESPECÍFICOS Levar ao ambiente hospitalar momentos de alegria e descontração, através de um ato de cidadania, consequentemente levando cultura, educação e saúde aos atendidos; Incentivar a leitura, através de estímulos com o manuseio de livros e interatividade com os contadores; Preparar voluntários para atuarem com qualidade na arte de contar histórias, trabalhando de forma consciente e comprometida; Promover capacitação frequente a estes voluntários através de oficinas ministradas por arte educadora (oficinas sobre recursos auxiliares e técnicas para contar histórias, impostação de voz, utilização de recursos auxiliares como dobraduras, fantoches, balões, etc. e também palestras sobre o universo infanto-juvenil, o ambiente hospitalar, entre outros); Oferecer suporte aos voluntários, preparando-os a fragilidade de o ambiente hospitalar; Monitorar o trabalho realizado pelo voluntário através de relatórios periódicos, corrigindo falhas no decorrer do processo e motivando para os êxitos.

5

6

7 Prof.ª ANDREA SOUSA Professora de Cursos Tradicionais do Brasil e Literatura de Cordel na Pós- Graduação A Arte de Contar História Abordagens Literárias performáticas e poética. Realização: GRUPO DE VOLUNTÁRIAS AMIGO DA CRIANÇA DO HOSPITAL MATERNIDADE INTERLAGOS APOIO: Assistente Social Laurene Baldichia Diretora Do Ambulatório Solange Lamon Colaboração da voluntária: Lucia Ap. S. R. de Freitas Brugnera

Espetáculos de Histórias Vivas

Espetáculos de Histórias Vivas Espetáculos de Histórias Vivas O QUE É O Instituto História Viva O Instituto História Viva tem por objetivo, por meio da contação de histórias, levar o Incentivo a Leitura, a Cultura e a Saúde, para crianças,

Leia mais

Sorriso Solidário. Introdução

Sorriso Solidário. Introdução Sorriso Solidário Sâmara Delon Passos Matias 1 *(IC), Mário Ferreira do Nascimento Filho 2 (PQ) samaradelonposse@hotmail.com Universidade Estadual de Goiás, Câmpus Posse. Resumo: O Projeto de Extensão

Leia mais

Projetos Financiados em CMDCA de Praia Grande

Projetos Financiados em CMDCA de Praia Grande Projetos Financiados em 2008 CMDCA de Praia Grande Comissão de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-Juvenil Projeto: Mapeamento da Exploração Sexual Comercial de Crianças e Adolescentes no Município

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE PRAIA GRANDE PROJETOS FINANCIADOS EM CMDCA PRAIA GRANDE

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE PRAIA GRANDE PROJETOS FINANCIADOS EM CMDCA PRAIA GRANDE PROJETOS FINANCIADOS EM 2007 - CMDCA PRAIA GRANDE Pedagogo Comunitário Objetivo: O projeto de Pedagogia Comunitária consiste em trazer da escola uma extensão da comunidade e vice-versa, oportunizando o

Leia mais

PECP Programa Einstein na Comunidade de Paraisopolis. Lidio Moreira

PECP Programa Einstein na Comunidade de Paraisopolis. Lidio Moreira PECP Programa Einstein na Comunidade de Paraisopolis Lidio Moreira 1. Estrutura Organizacional SBIBAE SOCIEDADE BENEFICENTE ISRAELITA BRASILEIRA ALBERT EINSTEIN Dept. de Voluntários I I R S INSTITUTO ISRAELITA

Leia mais

O DESPERTAR PARA UM TRÂNSITO MAIS SEGURO

O DESPERTAR PARA UM TRÂNSITO MAIS SEGURO O DESPERTAR PARA UM TRÂNSITO MAIS SEGURO 2016 1. JUSTIFICATIVA O Projeto de Educação no Trânsito O despertar para um trânsito mais seguro, vem conscientizar que é possível ser reduzido o número de acidentes

Leia mais

Título: Viajando pelo Universo da Leitura Justificativa:

Título: Viajando pelo Universo da Leitura Justificativa: Título: Viajando pelo Universo da Leitura Justificativa: Sabendo que o aluno tem pouco contato com a leitura em seu ambiente familiar, apresentando na escola dificuldades de aprendizagem, decorrentes dessa

Leia mais

27/02/2015 VISÃO GERAL

27/02/2015 VISÃO GERAL PROJETO SÓCIO-EDUCATIVO ARSENATO GVAC CONFECÇÃO DE ARTESANATO COM USO DE MATERIAL RECICLÁVEL; MEDIANDO A RELAÇÃO COM PACIENTES INTERNADOS E OS COLABORADORES. 27/02/2015 VISÃO GERAL 1. Descrição e histórico

Leia mais

COLÉGIO LA SALLE NITERÓI

COLÉGIO LA SALLE NITERÓI COLÉGIO LA SALLE NITERÓI RELATÓRIO DE ATIVIDADES ABRIL E MAIO DE 2016 Atendentes do Turno Integral: Leonilda Teresinha Souza e Mairilin Zanetti da Silva Silveira Coordenação do Turno Integral: Maria Claudia

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE IVAIPORÃ-PR PROGRAMA INTERSETORIAL DE ENFRENTAMENTO ÀS SITUAÇÕES DE VIOLÊNCIAS

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE IVAIPORÃ-PR PROGRAMA INTERSETORIAL DE ENFRENTAMENTO ÀS SITUAÇÕES DE VIOLÊNCIAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE IVAIPORÃ-PR PROGRAMA INTERSETORIAL DE ENFRENTAMENTO ÀS SITUAÇÕES DE VIOLÊNCIAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE IVAIPORÃ-PR Nova estratégia de gestão em redes em matéria

Leia mais

Quem é o meu próximo? Proximidade, justiça e responsabilidade

Quem é o meu próximo? Proximidade, justiça e responsabilidade Quem é o meu próximo? Proximidade, justiça e responsabilidade A evolução de um conceito ( próximo ), matriz de uma civilização global. A proximidade, relação que reclama justiça e responsabilidade pelo

Leia mais

Câmpus Venâncio Aires

Câmpus Venâncio Aires E CULTURA Câmpus Venâncio Aires PROJETOS PJ004/12032015 Vivendo de Leitura Joseline Tatiana Both Sensibilizar a comunidade escolar e extraescolar para o sentido e a importância da leitura no desenvolvimento

Leia mais

Instituto Camargo Corrêa: responsável pelo investimento social do Grupo Camargo Corrêa

Instituto Camargo Corrêa: responsável pelo investimento social do Grupo Camargo Corrêa Instituto Camargo Corrêa: responsável pelo investimento social do Grupo Camargo Corrêa Missão: Articular e fortalecer organizações que contribuam para a formação integral de crianças, adolescentes e jovens,

Leia mais

Palavras-chaves: Hospital. Atendimento Escolar. Formação.

Palavras-chaves: Hospital. Atendimento Escolar. Formação. 02007 ESCOLA HOSPITALAR: PROPOSTA DE UMA PRÁTICA PEDAGÓGICA AO ESCOLAR HOSPITALIZADO NO ESTADO DO PIAUÍ Resumo: SOUSA, Francisca Maria de - PUCPR cineidesousa@yahoo.com.br WOLF, Rosângela Abreu do Prado

Leia mais

COMISSÃO DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ PARANÁ: AÇÕES NO ANO DE 2009

COMISSÃO DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ PARANÁ: AÇÕES NO ANO DE 2009 COMISSÃO DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ PARANÁ: AÇÕES NO ANO DE 2009 Robsmeire Calvo Melo Zurita 1 ; Alessandra Massi Puziol Alves 2 Neide Barboza Lopes 3 INTRODUÇÃO: No Brasil ainda

Leia mais

4. Desempenho Operacional Aplicação de recursos: Programas Sociais e Administrativo Aplicação de recursos: Projeto Expansão CPC

4. Desempenho Operacional Aplicação de recursos: Programas Sociais e Administrativo Aplicação de recursos: Projeto Expansão CPC Relatório Financeiro Contábil Exercício 2015 Sumário 1. Introdução 2. Apresentação/Histórico 3. Ideologia 4. Desempenho Operacional 3. 1 4. 1. Aplicação de recursos: Programas Sociais e Administrativo

Leia mais

INSTITUIÇÃO RECANTO INFANTIL TIA CÉLIA CNPJ: 05.028.042/0001-54 Rua Eucalipto N 34 Jardim - Ypê - Mauá SP Fone: 4546-9704/ 3481-6788

INSTITUIÇÃO RECANTO INFANTIL TIA CÉLIA CNPJ: 05.028.042/0001-54 Rua Eucalipto N 34 Jardim - Ypê - Mauá SP Fone: 4546-9704/ 3481-6788 Relatório de Atividades Mensal Esse relatório tem como objetivo apresentar as principais atividades desenvolvidas pela Instituição Recanto Infantil Tia, de acordo com o Projeto Biblioteca e Cidadania Ativa.

Leia mais

Idéias sobre a Educação visando ao Desenvolvimento e Crescimento Sustentável

Idéias sobre a Educação visando ao Desenvolvimento e Crescimento Sustentável Chave: Educação Idéias sobre a Educação visando ao Desenvolvimento e Crescimento Sustentável Educação é responsabilidade da Sociedade como um TODO e não apenas dos Governos. A Responsabilidade da Educação

Leia mais

EDUCADOR SOCIAL SITE: FACEBOOK: CARITAS ARQUIDIOCESANA DE PORTO ALEGRE SAS FACEBOOK: MENSAGEIRO DA CARIDADE

EDUCADOR SOCIAL SITE:  FACEBOOK: CARITAS ARQUIDIOCESANA DE PORTO ALEGRE SAS FACEBOOK: MENSAGEIRO DA CARIDADE EDUCADOR SOCIAL SITE: WWW.CARITASPORTOALEGRE.ORG FACEBOOK: CARITAS ARQUIDIOCESANA DE PORTO ALEGRE SAS FACEBOOK: MENSAGEIRO DA CARIDADE ATUAÇÃO PROFISSIONAL CRIANÇAS ADOLESCENTES ADULTOS IDOSOS ÁREAS DE

Leia mais

Dra Hedi Martha Soeder Muraro

Dra Hedi Martha Soeder Muraro Dra Hedi Martha Soeder Muraro hemuraro@sms.curitiba.pr.gov.br Missão da SMS Planejar e executar a política de saúde para o Município de Curitiba, responsabilizando-se pela gestão e regulação dos serviços

Leia mais

Empresas que ja estão incentivando: 15 anos

Empresas que ja estão incentivando: 15 anos Empresas que ja estão incentivando: 15 anos Promovido pela ONG Unicultura a Trupe da Saúde é o projeto formado por 11 palhaços profissionais, que leva teatro aos hospitais. Tendo como princípio a improvisação

Leia mais

A OFB acredita que o aprendizado por meio das artes muda para melhor a vida das pessoas, sendo um poderoso instrumento para integração social

A OFB acredita que o aprendizado por meio das artes muda para melhor a vida das pessoas, sendo um poderoso instrumento para integração social O Viva Arte Viva - é um projeto de inclusão social que oferece oficinas gratuitas e permanentes de teatro, música e dança à comunidade do Distrito Federal e cidades do entorno. É o projeto mais atuante

Leia mais

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 Tema: Comunicação não verbal Mês: Outubro Habilidade Sócio emocional: Este projeto visa promover atividades e dinâmicas que estimule os alunos a comunicação não violenta através

Leia mais

Promovendo desenvolvimento integral na primeira infância. Outubro de 2016

Promovendo desenvolvimento integral na primeira infância. Outubro de 2016 Promovendo desenvolvimento integral na primeira infância Outubro de 2016 MARCO LEGAL DA PRIMEIRA INFÂNCIA Lei nº 13.257, de 8 de março de 2016 DIRETRIZES E ESTRATÉGIAS de apoio às famílias em sua função

Leia mais

COM AMOR: VOLUNTARIADO UNIVERSITÁRIO TRANSFORMANDO O FUTURO

COM AMOR: VOLUNTARIADO UNIVERSITÁRIO TRANSFORMANDO O FUTURO COM AMOR: VOLUNTARIADO UNIVERSITÁRIO TRANSFORMANDO O FUTURO Letícia Marcasi Cerosi 1 ; Juliano Gil Alves Pereira 2 1 Estudante do Curso de Direito da UEMS, Unidade Universitária de Paranaíba; E-mail: leticia@datavale.com.br.

Leia mais

A ARTE E O BRINCAR: ATENÇÃO PSICOSSOCIAL A CRIANÇAS E ADOSLESCENTES INTERNOS NA PEDIATRIA DO H.U.L.W - RELATO DE EXPERIÊNCIA. Programa de FLUEX 2015

A ARTE E O BRINCAR: ATENÇÃO PSICOSSOCIAL A CRIANÇAS E ADOSLESCENTES INTERNOS NA PEDIATRIA DO H.U.L.W - RELATO DE EXPERIÊNCIA. Programa de FLUEX 2015 A ARTE E O BRINCAR: ATENÇÃO PSICOSSOCIAL A CRIANÇAS E ADOSLESCENTES INTERNOS NA PEDIATRIA DO H.U.L.W - RELATO DE EXPERIÊNCIA Renato Lopes de Sousa; Tatiana Santiago Angelo; Rossana Seixas Maia da Silva

Leia mais

DOUTORES DA ALEGRIA Arte Formação e Desenvolvimento

DOUTORES DA ALEGRIA Arte Formação e Desenvolvimento DOUTORES DA ALEGRIA Arte Formação e Desenvolvimento Palhaços atuando em hospitais, somos os Doutores da Alegria, há 16 anos provocando encontros. Uma OSC com 58 palhaços e 21 profissionais que trabalham

Leia mais

11ª SEMANA DA MÚSICA DE OURO BRANCO

11ª SEMANA DA MÚSICA DE OURO BRANCO 11ª SEMANA DA MÚSICA DE OURO BRANCO Associação Cultural Casa de Música de Ouro Branco Av. Augusto Barbosa da Silva, 313, Pioneiros Ouro Branco-MG, 36420-000 000 (31) 3742-3553 3553 / (31) 9624-8059 O projeto

Leia mais

Gildo Benedito Ramos da Rocha

Gildo Benedito Ramos da Rocha Gildo Benedito Ramos da Rocha Coordenação de Educação Física da Faculdade São Paulo Licenciado em Educação Física IEDA-ASSIS-SP Especialista em Metodologia no Ensino Fundamental e Médio. Professor de Educação

Leia mais

Informativo. Mundo do Trabalho. Rede AICA. Percurso: Abril 2017

Informativo. Mundo do Trabalho. Rede AICA. Percurso: Abril 2017 Informativo Rede de Atendimento Integrado à Criança e ao Adolescente Rede AICA Abril 2017 www.redeaica.org.br facebook/redeaica (27) 3338-5575 Percurso: Mundo do Trabalho O conhecimento sobre o mundo do

Leia mais

- estabelecer um ambiente de relações interpessoais que possibilitem e potencializem

- estabelecer um ambiente de relações interpessoais que possibilitem e potencializem O desenvolvimento social e cognitivo do estudante pressupõe que ele tenha condições, contando com o apoio dos educadores, de criar uma cultura inovadora no colégio, a qual promova o desenvolvimento pessoal

Leia mais

Municípios e Comunidades. Saudáveis. Promovendo a qualidade de vida através da Estratégia de Municípios e Comunidades. Saudáveis

Municípios e Comunidades. Saudáveis. Promovendo a qualidade de vida através da Estratégia de Municípios e Comunidades. Saudáveis Organização Pan Americana da Saúde Oficina Regional da Organização Mundial da Saúde Municípios e Comunidades Saudáveis Guia dos prefeitos e outras autoridades locais Promovendo a qualidade de vida através

Leia mais

VIII JORNADA DE ESTÁGIO DE SERVIÇO SOCIAL CARACTERIZAÇÃO DO CAMPO DE ESTÁGO CENTRO DE REFERÊNCIA ASSISTÊNCIA SOCIAL VILA ROSA - PALMEIRA - PR

VIII JORNADA DE ESTÁGIO DE SERVIÇO SOCIAL CARACTERIZAÇÃO DO CAMPO DE ESTÁGO CENTRO DE REFERÊNCIA ASSISTÊNCIA SOCIAL VILA ROSA - PALMEIRA - PR VIII JORNADA DE ESTÁGIO DE SERVIÇO SOCIAL GARCIA, Andressa de Oliveira 1. TRENTINI, Fabiana Vosgerau 2. CARACTERIZAÇÃO DO CAMPO DE ESTÁGO CENTRO DE REFERÊNCIA ASSISTÊNCIA SOCIAL VILA ROSA - PALMEIRA -

Leia mais

Plano anual. Actividades

Plano anual. Actividades Plano anual De Actividades Tema: Família Ano Lectivo: 2006/2007 Valência: Lar e Centro de Dia Objectivos Promover o desenvolvimento Pessoal e Social; Promover o elo de ligação entre idosos, família e instituição;

Leia mais

REGULAMENTO DA BRINQUEDOTECA CURSO DE PEDAGOGIA

REGULAMENTO DA BRINQUEDOTECA CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTO DA BRINQUEDOTECA CURSO DE PEDAGOGIA ASSIS CHATEAUBRIAND PR 1 REGULAMENTO DA BRINQUEDOTECA Título I BRINQUEDOTECA Capítulo I Princípios e Diretrizes Art. 1º. A brinquedoteca do curso de Pedagogia

Leia mais

Santa Casa da Misericórdia de Pombal

Santa Casa da Misericórdia de Pombal Manual de Políticas Santa Casa da Misericórdia de Pombal Índice 1. Política da Qualidade 2. Politica de Apoio Social 3. Politica de Recursos Humanos 4. Politica de Ética 5. Politica de Envolvimento Ativo

Leia mais

Payasos de Hospital Hospital Clown Clown dell'ospedale

Payasos de Hospital Hospital Clown Clown dell'ospedale Palhaços de Hospital Payasos de Hospital Hospital Clown Clown dell'ospedale clown d'hôpital Krankenhausclown [ CÓDIGO DEONTOLÓGICO ] Página 1 de 7 ::: I ntrodução O palhaço de hospital surge para dar resposta

Leia mais

BRINQUEDOTECA PARAÍSO DA CRIANÇA ATIVIDADES RECREATIVAS BRINQUEDOS NO PERÍODO CONTRATADO SUPERVISÃO DE MONITORES DA ÁREA DE EDUCAÇÃO OFICINAS

BRINQUEDOTECA PARAÍSO DA CRIANÇA ATIVIDADES RECREATIVAS BRINQUEDOS NO PERÍODO CONTRATADO SUPERVISÃO DE MONITORES DA ÁREA DE EDUCAÇÃO OFICINAS FES ATIVIDADES RECREATIVAS BRINQUEDOS NO PERÍODO CONTRATADO SUPERVISÃO DE MONITORES DA ÁREA DE EDUCAÇÃO BRINQUEDOTECA PARAÍSO DA CRIANÇA OFICINAS NOITE DO PIJAMA FESTA INFANTIL PROPOSTA Acreditamos que

Leia mais

UMA PARCERIA DE AGENCIAS EM UM SÓ ESPAÇO GEOGRAFICO.

UMA PARCERIA DE AGENCIAS EM UM SÓ ESPAÇO GEOGRAFICO. Projeto Segurança Humana: São Paulo UMA PARCERIA DE AGENCIAS EM UM SÓ ESPAÇO GEOGRAFICO. SETEMBRO 2009 ANÁLISE DO PROJETO PROJETO SEGURANÇA A HUMANA NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO: Agências envolvidas: OPAS/OMS

Leia mais

Projeto de Leitura da Biblioteca 2015 Biblioteca do CEU Azul da Cor do Mar Prof. Jossei Toda

Projeto de Leitura da Biblioteca 2015 Biblioteca do CEU Azul da Cor do Mar Prof. Jossei Toda Biblioteca do CEU Azul da Cor do Mar Prof. Jossei Toda Inserida no Projeto Quem Lê Sabe Por quê, Encontro Polo, 25 de novembro de 2014 Secretaria Municipal de Educação-SP Coordenação Território CEU / Projetos

Leia mais

BRINQUEDOTECA TERAPÊUTICA AYRTON SENNA Hospital Boldrini

BRINQUEDOTECA TERAPÊUTICA AYRTON SENNA Hospital Boldrini BRINQUEDOTECA TERAPÊUTICA AYRTON SENNA Hospital Boldrini AVALIAÇÃO DE RESULTADOS 2003 Resumo APRESENTAÇÃO A Brinquedoteca Terapêutica Ayrton Senna foi inaugurada em 27 de Junho de 2001 no Centro Infantil

Leia mais

II Partilhar para Crescer: Encontro de Bibliotecas do Distrito de Coimbra. Apresentação da Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital

II Partilhar para Crescer: Encontro de Bibliotecas do Distrito de Coimbra. Apresentação da Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital II Partilhar para Crescer: Encontro de Bibliotecas do Distrito de Coimbra Apresentação da Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital A Biblioteca Pública deve estar centrada nas pessoas: instituição

Leia mais

VIVER BEM DONA LURDES E O SERVIÇO DE ATENÇÃO DOMICILIAR ATENÇÃO DOMICILIAR

VIVER BEM DONA LURDES E O SERVIÇO DE ATENÇÃO DOMICILIAR ATENÇÃO DOMICILIAR 1 VIVER BEM DONA LURDES E O SERVIÇO DE ATENÇÃO DOMICILIAR ATENÇÃO DOMICILIAR 2 3 Dona Lurdes tem uma família muito unida, com alguns filhos, muitos netos e dois bisnetos. Eles estão ao seu lado sempre

Leia mais

PROGRAMA DE ACÇÃO SAÚDE. - Advocacia junto ao Ministério da Saúde para criação de mais centros de testagem voluntária.

PROGRAMA DE ACÇÃO SAÚDE. - Advocacia junto ao Ministério da Saúde para criação de mais centros de testagem voluntária. PROGRAMA DE ACÇÃO A diversidade e complexidade dos assuntos integrados no programa de acção da OMA permitirá obter soluções eficazes nos cuidados primários de saúde, particularmente na saúde reprodutiva

Leia mais

A IN I S N T S I T T I U T I U ÇÃ Ç O

A IN I S N T S I T T I U T I U ÇÃ Ç O Associação Beneficente Grupo Sol Quem Somos A Associação BeneficenteGrupo SOLé uma associação civil, sem fins lucrativos, sem vínculo ou distinção de raça, cor, condição social, credo político ou religioso.

Leia mais

LIVRO PARADIDÁTICO: SEMPRE AMIGOS

LIVRO PARADIDÁTICO: SEMPRE AMIGOS LIVRO PARADIDÁTICO: SEMPRE AMIGOS (CARRARO, Fernando. Sempre Amigos. São Paulo: FTD, 2012.) O livro "Sempre amigos" mostra como, às vezes, quem experimenta lições de vida difíceis aprende a respeitar mais

Leia mais

Programa da Qualidade Política Geral

Programa da Qualidade Política Geral O Hospital Pulido Valente definiu como MISSÂO: Programa da Qualidade Política Geral 1. O Hospital é o estabelecimento de referência para a população envolvente, para as especialidades de que dispõe, desenvolvendo

Leia mais

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES 2016

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES 2016 CRONOGRAMA DE ATIVIDADES 2016 Datas Atividades Mediadores responsáveis 14.06 ARTICULAÇÃO DA AÇÃO JOAQUIM GAMA EXTENSIONISTA: FORMANDO Texto-base: Por que ler LEITORES: DA FEIRA AO HOSPITAL. os clássicos,

Leia mais

A FORMAÇÃO TECNOLÓGICA DO PROFESSOR

A FORMAÇÃO TECNOLÓGICA DO PROFESSOR A FORMAÇÃO TECNOLÓGICA DO PROFESSOR Autores: MARLENE APARECIDA DOS REIS, BRUNO GARCIA DE ARAUJO, KLAYDSON FERANDES GALDINO ANDRADE e SILVANA APARECIDA DOS REIS Introdução Ao pensar na tecnologia e em sua

Leia mais

Propostas 2013 2016. Dr. Marcos Norjosa

Propostas 2013 2016. Dr. Marcos Norjosa Propostas 2013 2016 As propostas do candidato a Prefeito Dr. Marcos têm como meta principal o bem estar do povo de Pacoti, assim como seu desenvolvimento social e financeiro. Este plano de governo é resultado

Leia mais

Centro de Ocupação de Tempos Livres de Santo Tirso Ano Letivo 2015/2016

Centro de Ocupação de Tempos Livres de Santo Tirso Ano Letivo 2015/2016 Ano Letivo 2015/2016 SETEMBRO Início do ano letivo Acolhimento das Jogos de interação Visita pelas instalações do ATL Conhecimento dos transportes e das pessoas e regras que os acompanham Proporcionar

Leia mais

A Criança e o Livro dos Espíritos. Aula Sóllon de Evangelização Infantil da UEM

A Criança e o Livro dos Espíritos. Aula Sóllon de Evangelização Infantil da UEM A Criança e o Livro dos Espíritos Aula Sóllon de Evangelização Infantil da UEM O que é Evangelizar? Levar o Evangelho a; Anunciar a Boa Nova; (https://www.priberam.pt) Evangelizando é alguém a quem foi

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DA PSICOMOTRICIDADE NA SUPERAÇÃO DE DIFICULDADES ESCOLARES REFERENTES A LEITURA E ESCRITA.

CONTRIBUIÇÕES DA PSICOMOTRICIDADE NA SUPERAÇÃO DE DIFICULDADES ESCOLARES REFERENTES A LEITURA E ESCRITA. CONTRIBUIÇÕES DA PSICOMOTRICIDADE NA SUPERAÇÃO DE DIFICULDADES ESCOLARES REFERENTES A LEITURA E ESCRITA. Eduardo Oliveira Sanches (DTP/UEM) Andrey Amorim Sargi (G Educação Física/UEM) Felippe Hakaru Hirayama

Leia mais

Política Institucional Comitê de Sustentabilidade. Política de Sustentabilidade. Código: PI.HPEG.CSUST.001 Versão: 001 Página: 1/6

Política Institucional Comitê de Sustentabilidade. Política de Sustentabilidade. Código: PI.HPEG.CSUST.001 Versão: 001 Página: 1/6 Código: PI.HPEG.CSUST.001 Versão: 001 Página: 1/6 SUMÁRIO 1. Apresentação... 02 2. Objetivo... 02 3. Princípios... 02 4. Documentos de Referencias... 03 5. Diretrizes... 03 6. Compromissos e Prestação

Leia mais

ATUAÇÃO PROFISSIONAL CRIANÇAS ADOLESCENTES ADULTOS IDOSOS

ATUAÇÃO PROFISSIONAL CRIANÇAS ADOLESCENTES ADULTOS IDOSOS EDUCADOR SOCIAL ATUAÇÃO PROFISSIONAL CRIANÇAS ADOLESCENTES ADULTOS IDOSOS ÁREAS DE ATUAÇÃO ASSISTÊNCIA SOCIAL SAÚDE EDUCAÇÃO MAIORES DIFICULDADES FALTA DE PROFISSIONAIS CAPACITADOS NOVA PROFISSÃO REGULAMENTAÇÃO

Leia mais

BRINCAR NO HOSPITAL: A CONTRIBUIÇÃO DO LÚDICO NA RECUPERAÇÃO DE CRIANÇAS HOSPITALIZADAS 1

BRINCAR NO HOSPITAL: A CONTRIBUIÇÃO DO LÚDICO NA RECUPERAÇÃO DE CRIANÇAS HOSPITALIZADAS 1 BRINCAR NO HOSPITAL: A CONTRIBUIÇÃO DO LÚDICO NA RECUPERAÇÃO DE CRIANÇAS HOSPITALIZADAS 1 RIZZATTI, Fernanda Lopes 2 ; SILVA, Mariluce Silveira da 3 ; NUNES, Janilse Fernandes 4 1 Trabalho de Pesquisa

Leia mais

Programa Social Bola Bacana Bola Bacana envolvimento nas atividades escolares

Programa Social Bola Bacana Bola Bacana envolvimento nas atividades escolares PROGRAMA A ineficiência dos Governos na resolução dos problemas em nossa sociedade, os olhos fechados, pelo menos para estes assuntos, de uma parcela dos empresários, e as situações de miséria e sofrimento

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PROJETO PROVIDÊNCIA

ASSOCIAÇÃO PROJETO PROVIDÊNCIA ASSOCIAÇÃO PROJETO PROVIDÊNCIA A Associação Projeto Providência é uma associação civil, de cunho filantrópico, de natureza educacional, cultural e assistencial, fundada em 1988, por Pe. Mário Pozzoli,

Leia mais

Escrito por Administrator Seg, 22 de Novembro de :55 - Última atualização Seg, 22 de Novembro de :09

Escrito por Administrator Seg, 22 de Novembro de :55 - Última atualização Seg, 22 de Novembro de :09 MISSÃO O Serviço Social tem como missão dar suporte psico-social e emocional ao colaborador e sua família. Neste sentido, realiza o estudo de casos, orientando e encaminhando aos recursos sociais da comunidade,

Leia mais

Programa LBV Criança: Futuro no presente! Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Programa LBV Criança: Futuro no presente! Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Programa LBV Criança: Futuro no presente! Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Legião da Boa Vontade (LBV)

Leia mais

INTERVENÇÕES PSICOPEDAGÓGICAS E ARTESANATO: TRABALHANDO AS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM COM PESSOAS COM CÂNCER, DEPENDENTES QUIMICOS E OUTROS...

INTERVENÇÕES PSICOPEDAGÓGICAS E ARTESANATO: TRABALHANDO AS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM COM PESSOAS COM CÂNCER, DEPENDENTES QUIMICOS E OUTROS... INTERVENÇÕES PSICOPEDAGÓGICAS E ARTESANATO: TRABALHANDO AS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM COM PESSOAS COM CÂNCER, DEPENDENTES QUIMICOS E OUTROS... INTRODUÇÃO EM 2012, COMECEI A DESENVOLVER UMA AÇÃO VOLUNTARIA

Leia mais

Índice 01. O QUE É? PROJETOS PREMIAÇÕES DESTAQUES PARCERIAS 24

Índice 01. O QUE É? PROJETOS PREMIAÇÕES DESTAQUES PARCERIAS 24 1 Índice 01. O QUE É? 04 02. PROJETOS 10 03. PREMIAÇÕES 16 04. DESTAQUES 20 05. PARCERIAS 24 2 3 O que é? 4 5 Era uma vez... por Marcelo Canellas Era uma vez uma menina paulistana que gostava de histórias.

Leia mais

Programa ABV de Cultura

Programa ABV de Cultura Programa ABV de Cultura Investir na Cultura, Investir em seu Negócio Apoio: Lei Rouanet» Projeto: Contações e Encantos Pronac: 151821 Contação de história infantil, Contações e Encantos, apresentadas pelo

Leia mais

FOLCLORE DO BEM. Escola: Centro Educacional Planeta Feliz Cidade: Tijucas (SC) Categoria: Cidadania Professor Responsável: Ketlin Cristine Andregtoni

FOLCLORE DO BEM. Escola: Centro Educacional Planeta Feliz Cidade: Tijucas (SC) Categoria: Cidadania Professor Responsável: Ketlin Cristine Andregtoni Escola: Centro Educacional Planeta Feliz Cidade: Tijucas (SC) Categoria: Cidadania Professor Responsável: Ketlin Cristine Andregtoni Natureza do Projeto O Projeto Folclore do bem surgiu de uma ideia das

Leia mais

PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO CULTURAL

PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO CULTURAL PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO CULTURAL. Conexões para transformar Projeto aprovado na Lei Rouanet de Incentivo à Cultura www.planetacultura.com.br SUMÁRIO Introdução O Programa de Integração Cultural Escopo Circuito

Leia mais

Associação dos Lojistas de Decoração do ABC

Associação dos Lojistas de Decoração do ABC Associação dos Lojistas de Decoração do ABC Projeto Social Projeto Social Desde 2005, o Polo Design Center, realiza projetos de revitalização nas estruturas?sicas de InsAtuições Assistenciais da região

Leia mais

Entidade sem fins lucrativos, a OSCIP criada em 2002, realiza pesquisas, oficinas culturais, parcerias com escolas públicas e velhas guardas,

Entidade sem fins lucrativos, a OSCIP criada em 2002, realiza pesquisas, oficinas culturais, parcerias com escolas públicas e velhas guardas, Entidade sem fins lucrativos, a OSCIP criada em 2002, realiza pesquisas, oficinas culturais, parcerias com escolas públicas e velhas guardas, encontros de incentivo à criação de samba, produção de CDs

Leia mais

OFICINA DE FUTEBOL MASCULINO E FEMININO TRABALHANDO MENTES E FORMANDO CIDADÃOS ATRAVÉS DO ESPORTE

OFICINA DE FUTEBOL MASCULINO E FEMININO TRABALHANDO MENTES E FORMANDO CIDADÃOS ATRAVÉS DO ESPORTE OFICINA DE FUTEBOL MASCULINO E FEMININO TRABALHANDO MENTES E FORMANDO CIDADÃOS ATRAVÉS DO ESPORTE É sabido que através da prática esportiva, o indivíduo pode ser norteado a caminhos contrários a violência,

Leia mais

O Fundador Robert Bosch

O Fundador Robert Bosch O Fundador Robert Bosch Robert Bosch (1861 1942) Meu objetivo é, além do alívio da necessidade, atuar, acima de tudo, na elevação das forças morais, sanitárias e mentais... Serão promovidas: saúde, educação,

Leia mais

Pesquisa ANTES E DEPOIS DA AMBIENTAÇÃO NO HEMORIO

Pesquisa ANTES E DEPOIS DA AMBIENTAÇÃO NO HEMORIO Pesquisa ANTES E DEPOIS DA AMBIENTAÇÃO NO HEMORIO Nome: Avaliação do projeto Aquário Carioca em uma unidade hospitalar especializada em hematologia e hemoterapia no Estado do Rio de Janeiro: as percepções

Leia mais

RESULTADO DO EDITAL DE PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO ACADÊMICA - 2016 / I CURSO DE DIREITO

RESULTADO DO EDITAL DE PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO ACADÊMICA - 2016 / I CURSO DE DIREITO RESULTADO DO EDITAL DE PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO ACADÊMICA - 2016 / I CURSO DE DIREITO TÍTULO: Núcleo de Práticas Jurídicas Itinerante Rogério Tabet Projeto do curso de Direito, onde objetiva inserir

Leia mais

Transforme seu imposto em música

Transforme seu imposto em música LEI FEDERAL DE INCETIVO À CULTURA LEI ROUANET Transforme seu imposto em música Associação Cultural Casa de Música de Ouro Branco O QUE É A LEI ROUANET A Lei Rouanet (Lei 8.313/1991), instituiu o Programa

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

CÓDIGO DE ÉTICA E DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CÓDIGO DE ÉTICA E DE RESPONSABILIDADE SOCIAL 1. OBJETIVO Descrever e comunicar os princípios que norteiam o relacionamento da youdb com clientes, sócios, colaboradores, fornecedores e sociedade (meio-ambiente,

Leia mais

PRIMEIRA URGÊNCIA Uma Igreja em estado permanente de missão

PRIMEIRA URGÊNCIA Uma Igreja em estado permanente de missão PRIMEIRA URGÊNCIA Uma Igreja em estado permanente de missão Na linha da primeira urgência das DGAE, uma Igreja em estado permanente de missão, destacam-se as seguintes ações concretas: - Formação e missão;

Leia mais

PSICOLOGIA HOSPITALAR

PSICOLOGIA HOSPITALAR PSICOLOGIA HOSPITALAR 2012 Diogo Batista Pereira da Silva Psicólogo formado pela UNISUL em 2012. Atualmente atuando como palestrante e desenvolvedor estratégico (Brasil) Email: diogobatista.p@gmail.com

Leia mais

Missão Controle Atenção. confiança. Segurança

Missão Controle Atenção. confiança. Segurança Missão Controle Atenção confiança competência Respeito Segurança Nosso objetivo desde a municipalização SUS foi e continua sendo a análise permanente da situação de saúde, controle dos determinantes, riscos

Leia mais

Informativo. Direitos Humanos. Rede AICA. Percurso: Maio 2017

Informativo. Direitos Humanos. Rede AICA. Percurso: Maio 2017 Informativo Rede de Atendimento Integrado à Criança e ao Adolescente Rede AICA Maio 2017 www.redeaica.org.br facebook/redeaica (27) 3338-5575 Percurso: Direitos Humanos I niciamos o percurso do mês de

Leia mais

Educação no Sistema Prisional

Educação no Sistema Prisional Educação no Sistema Prisional Pacto Federativo Brasil, um sonho intenso, um raio vívido De amor e de esperança à terra desce, Se em teu formoso céu, risonho e límpido, A imagem do Cruzeiro resplandece.

Leia mais

CARTILHA ATENÇÃO À SAÚDE

CARTILHA ATENÇÃO À SAÚDE CARTILHA PROGRAM AS DE ATENÇÃO À SAÚDE PROGRAMAS DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE A Unimed Cerrado pensando na saúde e bem-estar do seu cliente, disponibiliza diversos Programas de Atenção Integral à Saúde.

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu a Distância. 1º semestre 2012

Pós-Graduação Lato Sensu a Distância. 1º semestre 2012 Pós-Graduação Lato Sensu a Distância 1º semestre 2012 FEVEREIRO/2012 Índice dos Cursos de Pós-Graduação a distância Oferta: primeiro semestre 2012 Curso Mensalidade Total Pagina ÁREA: ADMINISTRAÇÃO MBA

Leia mais

Neusa de Oliveira Costa Diretora Administrativa do Meu Guri. Miguel Torres Presidente do Sind. Metalúrgicos SP e Força Sindical

Neusa de Oliveira Costa Diretora Administrativa do Meu Guri. Miguel Torres Presidente do Sind. Metalúrgicos SP e Força Sindical promovendo Cidadania, Inclusão Social e Cultura Contribuir de forma diferenciada para o aprimoramento do programa de apoio socioeducativo em meio aberto, atendendo crianças, adolescentes e famílias, produzindo,

Leia mais

Plano de Trabalho e Relatório de atividades. Justificativa:

Plano de Trabalho e Relatório de atividades. Justificativa: Plano de Trabalho e Relatório de atividades Justificativa: Nova Campinas é uma comunidade carente de infraestrutura e de serviços como a pratica de esporte, lazer, cultura, cursos, etc. A Fundação Jesus

Leia mais

MUNICIPAL PROFESSOR LAÉRCIO FERNANDES NÍVEL DE ENSINO:

MUNICIPAL PROFESSOR LAÉRCIO FERNANDES NÍVEL DE ENSINO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PIBID- Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência ESCOLA MUNICIPAL PROFESSOR LAÉRCIO FERNANDES NÍVEL DE ENSINO: Ensino Fundamental I- TURMA: 3º

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE PROGRAMA Nº- 108

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE PROGRAMA Nº- 108 PROGRAMA Nº- 108 AMPLIAÇÃO DO PROJETO VOLTA REDONDA CIDADE DA MÚSICA SUB-FUNÇÃO: 361 ENSINO FUNDAMENTAL Proporcionar aos alunos da Rede Pública Municipal de Volta Redonda atividades musicais diversas nos

Leia mais

PLANOS DECENAIS DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES: FORTALECENDO OS CONSELHOS DE DIREITOS

PLANOS DECENAIS DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES: FORTALECENDO OS CONSELHOS DE DIREITOS X CONFERÊNCIA DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES PLANOS DECENAIS DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES: FORTALECENDO OS CONSELHOS DE DIREITOS Objetivos do encontro Esclarecer sobre

Leia mais

PROGRAMAÇÃO SETEMBRO CIDADÃO 2017

PROGRAMAÇÃO SETEMBRO CIDADÃO 2017 PROGRAMAÇÃO SETEMBRO CIDADÃO 2017 PROGRAMAÇÃO DA ESCOLA SESC LER NOVA CRUZ 05/09/2017 - Abertura: Contação de histórias e Cine Sesc. 15/09/2017 - Minuto poético: Prosa e verso. 19/09/2017 - Palestra: Empreendedorismo

Leia mais

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: História

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: História COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: História Nome: Ano: 2º Ano 1º Etapa 2014 Colégio Nossa Senhora da Piedade Área do Conhecimento: Ciências Humanas Disciplina: História

Leia mais

PROGRAMAÇÃO SETEMBRO CIDADÃO 2017

PROGRAMAÇÃO SETEMBRO CIDADÃO 2017 PROGRAMAÇÃO SETEMBRO CIDADÃO 2017 PROGRAMAÇÃO DA ESCOLA SESC LER NOVA CRUZ 05/09/2017 - Abertura: Contação de histórias e Cine Sesc. 15/09/2017 - Minuto poético: Prosa e verso. 19/09/2017 - Palestra: Empreendedorismo

Leia mais

Projeto de Saúde Mental

Projeto de Saúde Mental Projeto de Saúde Mental SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SANTA VITÓRIA DO PALMAR Ala Reviver PROJETO MINHA HORTA AUTORES Madelaine Neves de Souza-Téc. de Enfermagem Gisele R. Cardozo- Assistente Social JUSTIFICATIVA

Leia mais

I ENCONTRO ESTADUAL DE COORDENADORES REGIONAIS. Defesa de Direitos e Mobilização Social. Informática e Comunicação. Artes

I ENCONTRO ESTADUAL DE COORDENADORES REGIONAIS. Defesa de Direitos e Mobilização Social. Informática e Comunicação. Artes I ENCONTRO ESTADUAL DE COORDENADORES REGIONAIS Defesa de Direitos e Mobilização Social Informática e Comunicação Artes FENAPAES FEDERAÇÃO NACIONAL DAS APAEs Sede em Brasília DF Detentora da marca APAE

Leia mais

POLÍTICA DA FUNDAÇÃO 10 DE AGOSTO

POLÍTICA DA FUNDAÇÃO 10 DE AGOSTO POLÍTICA DA FUNDAÇÃO 10 DE AGOSTO A Fundação 10 de Agosto, entidade social e educativa, sem fins lucrativos, com sede na Riviera de São Lourenço- Bertioga, SP tem como visão para sua existência proporcionar

Leia mais

Plano de atividades 3ª Idade - Janeiro a Agosto de 2017

Plano de atividades 3ª Idade - Janeiro a Agosto de 2017 Plano de atividades 3ª Idade - Janeiro a Agosto de 2017 Atividades Descrição Periodicidade Local Objetivos Recursos Humanos Comemoração dos aniversários dos utentes Realização de um lanche convivio, com

Leia mais

Sumário. O que é um Centro de Referências?

Sumário. O que é um Centro de Referências? Sumário O que é um Centro de Referências? Plano de ação para o Grupo Nacional Cultura Infância Meta 1 - Fundo Nacional da Cultura Infância Meta 3 - Planos Estaduais Articulação com outras redes Articulação

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA DEED - DEODON PEDAGOGIA E ODONTOLOGIA: UM ENCONTRO PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE BUCAL

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA DEED - DEODON PEDAGOGIA E ODONTOLOGIA: UM ENCONTRO PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE BUCAL UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA DEED - DEODON PEDAGOGIA E ODONTOLOGIA: UM ENCONTRO PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE BUCAL Nelba Maria Teixeira Pisacco nmtpisacco@uepg.br Eunice Kuhn nice.kuhn@ig.com.br INTRODUÇÃO

Leia mais

IBGE: HABITANTES URBANA: RURAL: AREA 350 KM² 56 comunidades 8 bairros

IBGE: HABITANTES URBANA: RURAL: AREA 350 KM² 56 comunidades 8 bairros IBGE: 2010 16.034 HABITANTES URBANA: 9.871 RURAL:6.150 AREA 350 KM² 56 comunidades 8 bairros Nº Famílias referenciadas: 540 famílias Nº Famílias acompanhadas em grupos: 190 famílias. 1 Coordenadora: 40

Leia mais

COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE ENGENHARIA EM NANOTECNOLOGIA

COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE ENGENHARIA EM NANOTECNOLOGIA COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE ENGENHARIA EM NANOTECNOLOGIA O projeto EnTenda C&T se propõe a contribuir para a divulgação e desmistificação da ciência e tecnologia através da introdução da mais nova e mais

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DEZEMBRO, 2016 GRUPO DE CAPOEIRA CAMBOATÁ PALAVRA DO MESTRE TUCANO FUNDADOR DO GRUPO CAMBOATÁ "O CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DO GRUPO CAMBOATÁ é um documento que reúne os princípios

Leia mais

Sustentabilidade na Souza Cruz. Seminário APIMEC 28/08/13

Sustentabilidade na Souza Cruz. Seminário APIMEC 28/08/13 Sustentabilidade na Souza Cruz Seminário APIMEC 28/08/13 A Souza Cruz tem sua estratégia focada na sustentabilidade do negócio Lucratividade do negócio Responsabilidade Corporativa Ambiental Social Gerenciar

Leia mais

VITOR HUGO BITTENCOURT DA SILVA PROJETO SOCIAL: REFORÇO ESCOLAR DE LÍNGUA PORTUGUESA RESPONSABILIDADE SOCIAL

VITOR HUGO BITTENCOURT DA SILVA PROJETO SOCIAL: REFORÇO ESCOLAR DE LÍNGUA PORTUGUESA RESPONSABILIDADE SOCIAL VITOR HUGO BITTENCOURT DA SILVA PROJETO SOCIAL: REFORÇO ESCOLAR DE LÍNGUA PORTUGUESA RESPONSABILIDADE SOCIAL Porto Alegre 2013 VITOR HUGO BITTENCOPURT DA SILVA PROJETO SOCIAL: REFORÇO ESCOLAR DE LÍNGUA

Leia mais