Engagement, Burnout e Rotatividade: Que relação, fatores e impactos? alexandra marques pinto

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Engagement, Burnout e Rotatividade: Que relação, fatores e impactos? alexandra marques pinto"

Transcrição

1 Engagement, Burnout e Rotatividade: Que relação, fatores e impactos? alexandra marques pinto

2 Agenda Stress profissional nos enfermeiros e seus impactos Burnout profissional Engagement com o trabalho Preditores da intenção de abandono Dados do estudo RN4Cast

3 Stress profissional nos enfermeiros Stress profissional - um problema crónico para os enfermeiros a nível mundial. Enfermagem - uma das profissões mais estudada na ótica do stress profissional e dos riscos psicossociais associados.

4 Impactos negativos do stress profissional Saúde física e.g. doenças cardiovasculares, síndrome do colon irritável. Saúde mental e.g. síndrome de burnout, sintomatologia do foro da ansiedade e da depressão. Quebras nos níveis de desempenho, maior absentismo e tendência para o abandono. Custos para a qualidade dos cuidados prestados e para as organizações e sistemas de saúde.

5 BURNOUT PROFISSIONAL

6 Burnout profissional Quando o stress profissional se torna crónico, o desenvolvimento da síndrome de burnout constitui um dos riscos para a saúde dos trabalhadores. Afeta profissionais que anteriormente apresentavam níveis adequados de funcionalidade e não manifestavam qualquer psicopatologia.

7 Burnout profissional (Maslach, 1993) Processo de quebra de adaptação e estado final de disfuncionamento que constitui já uma doença profissional: Exaustão Emocional - sentimentos de desgaste emocional e de esgotamento dos recursos emocionais; Despersonalização - atitudes distanciadas, frias e negativas face aos pacientes / utentes; Perda de Realização Profissional - diminuição dos sentimentos de competência e gratificação pessoal no trabalho.

8 Prevalência do burnout profissional A literatura internacional revela níveis mais elevados de sintomatologia de burnout nos enfermeiros comparativamente a outros profissionais de saúde. Estudo de Queirós (2005) em Portugal revelou que 25% dos enfermeiros apresentava sintomas de burnout no trabalho.

9 Prevalência do burnout profissional Estudo RN4Cast (N=2235; 31 hospitais portugueses) Níveis médios a elevados de sintomas Sexo feminino Sexo masculino Exaustão emocional Despersonalização Perda de realização 66% 13% 9% 60% 23% 8%

10 Prevalência do burnout profissional

11 Preditores do burnout Exigências profissionais Sobrecarga de trabalho (e.g. variedade de funções e tarefas; longas horas de pé) Sobrecarga emocional (e.g. contacto com a doença, sofrimento, morte) Pressão tempo (e.g. trabalho por turnos) Conflitos trabalho-família Remuneração insatisfatória Ambiente físico (e.g. fechado e insalubre)...

12 Burnout / Engagement Contudo, muitos dos profissionais sujeitos a elevados níveis de stress não manifestam sintomatologia de burnout e pelo contrário mantêm um elevado engagement (envolvimento) com o trabalho.

13 ENGAGEMENT COM O TRABALHO

14 Engagement com o trabalho Estado afectivo-cognitivo que se caracteriza por três dimensões, tendencialmente opostas às do burnout: Vigor - elevados níveis de energia e resistência mental no trabalho, persistência e vontade de investir esforço no seu trabalho; Dedicação - o trabalho é feito com sentido e com sentimentos de entusiasmo, inspiração, orgulho e desafio; Absorção - concentração plena e envolvimento e com satisfação no trabalho.

15 Relevo do engagement com o trabalho Amortecedor do impacto do stress profissional nos sintomas de burnout. Constitui uma variável motivacional fundamental que se relaciona com diversos resultados positivos: - maior compromisso com a organização, - menor absentismo, - menor intenção de abandono e rotatividade, - maior capacidade de mudança, - maior proatividade, - melhor desempenho, - maior satisfação dos pacientes / utentes, - maior satisfação com o trabalho e de vida, - melhor saúde

16 Prevalência do engagement com o trabalho Dias & Queirós (2011) - enfermeiros (N=300) dos Serviços de Urgência e dos Cuidados Intensivos de hospitais do Porto Chambel (2012) - enfermeiros (N=249) de um grande hospital de Lisboa Níveis moderados de engagement.

17 Prevalência do engagement com o trabalho Estudo RN4Cast Níveis de engagement Sexo feminino Sexo masculino Média Desvio padrão Mínimos e máximos 3,98 1, ,70 1, * p=0,00

18 Prevalência do engagement com o trabalho

19 Preditores do engagement Recursos Do trabalho: Autonomia Participação na tomada de decisões Feedback sobre o desempenho Suporte social pelas chefias e colegas Relação enfermeiro-médico... Pessoais: (e.g. otimismo, autorregulação emocional)

20 ABANDONO PROFISSIONAL E ROTATIVIDADE

21 Abandono profissional Um dos principais riscos psicossociais associados ao stress profissional. Um grave problema para os sistemas de saúde, do ponto de vista da capacidade de prestação de cuidados e da qualidade destes. A intenção de abandono tem sido amplamente investigada, designadamente numa ótica de prevenção.

22 Abandono profissional Processo gradual, desde a intenção de abandono ao abandono efetivo - primeiro abandono do serviço, depois da organização e finalmente da profissão (Flinkman et al., 2010). A intenção de abandono constitui o melhor preditor do comportamento de abandono.

23 Prevalência da intenção de abandono Estudo RN4Cast: 42.5% intenção de abandonar o hospital em que trabalhavam, no ano seguinte, se tivessem oportunidade para tal (Leone et al., 2015). Edição anterior do RN4Cast com 10 outros países europeus: entre 19% e 49% intenção de abandonar a organização (Heinen et al., 2013).

24 Preditores da intenção de abandono O estudo dos determinantes da intenção de abandono pode contribuir para a reestruturação das condições de trabalho dos enfermeiros no sentido de reduzir o risco de abandono efetivo.

25 Preditores da intenção de abandono Que condições de trabalho (exigências e recursos) predizem a intenção de abandono dos enfermeiros? Qual o papel dos sintomas de burnout na intenção de abandono? Qual o papel do engagement na intenção de abandono?

26 Preditores da intenção de abandono Estudo RN4Cast Exaustão Emocional 31% Participação na tomada de decisões 21% Intenção de Abandono Engagement 31%

27 Implicações para a prevenção da intenção de abandono Os resultados do estudo RN4Cast sugerem: Envolver os enfermeiros nos processos de tomada de decisão relativos à sua prática e ambiente profissionais; Promover o bem-estar profissional dos enfermeiros através da gestão das exigências e dos recursos do trabalho: prevenir os sentimentos de exaustão emocional; aumentar os sentimentos de engagement com o trabalho.

28 Obrigada.

Burnout: Prevenção. Rui Gomes Universidade do Minho Escola de Psicologia

Burnout: Prevenção. Rui Gomes Universidade do Minho Escola de Psicologia Burnout: Prevenção Rui Gomes rgomes@psi.uminho.pt www.psi.uminho.pt www.ardh-gi.com Alguns aspetos introdutórios 2 Stress ocupacional Custa às empresas americanas 300 biliões de dólares/ano em absentismo,

Leia mais

Bem-Estar no Contexto Organizacional: Controvérsias e Avanços

Bem-Estar no Contexto Organizacional: Controvérsias e Avanços Bem-Estar no Contexto Organizacional: Controvérsias e Avanços Stress e Bem-estar nas organizações A Análise Simultânea do Burnout e do Engagement Stress e Bem-estar nas Organizações Stress e Bem-estar

Leia mais

Fatores associados à depressão relacionada ao trabalho de enfermagem

Fatores associados à depressão relacionada ao trabalho de enfermagem Estudos de Psicologia Fatores associados à depressão relacionada ao trabalho de enfermagem Marcela Luísa Manetti Maria Helena Palucci Marziale Universidade de São Paulo Ribeirão Preto Resumo ao trabalho

Leia mais

Burnout. Debate Câmara dos Deputados. Ministério da Saúde CGST-DSAST-SVS. 10 de dezembro de 2015

Burnout. Debate Câmara dos Deputados. Ministério da Saúde CGST-DSAST-SVS. 10 de dezembro de 2015 Burnout Debate Câmara dos Deputados Ministério da Saúde CGST-DSAST-SVS 10 de dezembro de 2015 OBJETIVOS DA PNST PORTARIA GM/MS 1.823/2012 Fortalecer a Vigilância em Saúde do Trabalhador e a integração

Leia mais

STRESS DE TRABALHO EM CONTEXTO. Maria

STRESS DE TRABALHO EM CONTEXTO. Maria STRESS Maria José Chambel A Psicologia da Saúde Ocupacional tem mostrado que o bem-estar em contexto de trabalho tem 2 facetas: o lado negativo do bem-estar a doença, a tensão e o stress dos empregados.

Leia mais

SÍNDROME DE BURNOUT das causas ao cuidado

SÍNDROME DE BURNOUT das causas ao cuidado SÍNDROME DE BURNOUT das causas ao cuidado PELA MANHÃ VOCÊ SE SENTE ASSIM? E NO TRABALHO, VOCÊ SE SENTE ASSIM? SUA VIDA ESTA ASSIM? OU TUDO ESTA ASSIM? ESTRESSE Ocorre diante de uma situação (real ou imaginária)

Leia mais

STRESSOCUPACIONAL E PRÁTICAS MINDFULNESS

STRESSOCUPACIONAL E PRÁTICAS MINDFULNESS de Higiene e Segurança no Trabalho STRESSOCUPACIONAL E PRÁTICAS MINDFULNESS Sara Ponte Mestrado em Medicina Tradicional Chinesa ICBAS UP Medicina Geral e Familiar - Médica Interna de Formação Especifica

Leia mais

Projecto de Enfermagem para o Prestador de Cuidados

Projecto de Enfermagem para o Prestador de Cuidados Unidade de Cuidados na Comunidade-1º Ano de Vida Projecto de Enfermagem para o Prestador de Cuidados Dilma Pereira Raquel Azevedo Enfermeiras Especialistas em Enfermagem Comunitária Projecto de Enfermagem

Leia mais

Gestão de Riscos Psicossociais

Gestão de Riscos Psicossociais Gestão de Riscos Psicossociais Lisboa, 04 de Julho de 2013 Lúcia Simões Costa Centro de Psicologia da Universidade do Porto; Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra Ao contrário de outros tipos

Leia mais

PROJECTO DE INVESTIGAÇÃO DESTINADO À ELABORAÇÃO DE UMA DISSERTAÇÃO ORIGINAL NO ÂMBITO DO CURSO DE MESTRADO EM EPIDEMIOLOGIA (1ª EDIÇÃO)

PROJECTO DE INVESTIGAÇÃO DESTINADO À ELABORAÇÃO DE UMA DISSERTAÇÃO ORIGINAL NO ÂMBITO DO CURSO DE MESTRADO EM EPIDEMIOLOGIA (1ª EDIÇÃO) PROJECTO DE INVESTIGAÇÃO DESTINADO À ELABORAÇÃO DE UMA DISSERTAÇÃO ORIGINAL NO ÂMBITO DO CURSO DE MESTRADO EM EPIDEMIOLOGIA (1ª EDIÇÃO) Prevalência de níveis de exaustão emocional, despersonalização e

Leia mais

CHAMA O SAMU: QUEM PRECISA SOU EU. Edilzia Souza Guedes (1) Augusto Catarino Bardosa (2) Robson Edney Mariano (3)

CHAMA O SAMU: QUEM PRECISA SOU EU. Edilzia Souza Guedes (1) Augusto Catarino Bardosa (2) Robson Edney Mariano (3) CHAMA O SAMU: QUEM PRECISA SOU EU Edilzia Souza Guedes (1) Augusto Catarino Bardosa (2) Robson Edney Mariano (3) (1) Universidade Potiguar (UNP); edilziaguedes@hotmail.com (2) Universidade Potiguar (UNP);

Leia mais

Stresse pode ser positivo

Stresse pode ser positivo Stresse pode ser positivo Diferença entre stresse e burnout. Conceito de burnout -frustração do sujeito pelo não alcance dos resultados para os quais se empenhou (Freudenberger, 1974) -sentimento do sujeito

Leia mais

Idade vsriscos Psicossociais. Como actuar?

Idade vsriscos Psicossociais. Como actuar? Idade vsriscos Psicossociais. Como actuar? VI JORNADAS TÉCNICAS DE SEGURANÇA NO TRABALHO DA AEVA Idade vs Riscos Psicossociais. Como actuar? Competitividade -Produtividade Competitividade Produtividade

Leia mais

1. Problema Geral de Investigação

1. Problema Geral de Investigação O CONTRIBUTO DO DISTRESS, BURNOUT E BEM-ESTAR PARA O ABSENTISMO E SATISFAÇÃO: UM ESTUDO COM TRABALHADORES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EM CONTEXTO UNIVERSITÁRIO Sónia Borges Índice 1. Enquadramento Geral da

Leia mais

O Impacto Psicossocial do Cancro na Família

O Impacto Psicossocial do Cancro na Família O Impacto Psicossocial do Cancro na Família Maria de Jesus Moura Psicóloga Clínica Unidade de Psicologia IPO Lisboa ATÉ MEADOS DO SEC.XIX Cancro=Morte PROGRESSOS DA MEDICINA CURA ALTERAÇÃO DO DIAGNÓSTICO

Leia mais

SÍNDROME DE BURNOUT SÍNDROME DO ESGOTAMENTO PROFISSIONAL

SÍNDROME DE BURNOUT SÍNDROME DO ESGOTAMENTO PROFISSIONAL SÍNDROME DO ESGOTAMENTO PROFISSIONAL BETYNA SALDANHA CORBAL Perita Médica Previdenciária DPSSO/SPPS/MTPS dpsso@previdencia.gov.br 1 Termo Burnout: derivado do verbo inglês to burn out: queimar por completo

Leia mais

Propostas de Alteração à Lei da Saúde Ocupacional

Propostas de Alteração à Lei da Saúde Ocupacional CATEGORIA AUTORIA JUNHO 16 Comentários Técnicos Gabinete de Estudos e Contributos OPP Técnicos Propostas de Alteração à Lei da Saúde Ocupacional Sugestão de Citação Ordem dos Psicólogos Portugueses (2016).

Leia mais

Projecto MobES, Mobilidade e Envelhecimento Saudável

Projecto MobES, Mobilidade e Envelhecimento Saudável Projecto MobES, Mobilidade e Envelhecimento Saudável Projecto MobES - JUSTIFICAÇÃO Aumento da Esperança Média de Vida associa-se a: Prevalência de doenças crónicas; Custos na saúde. Inatividade Física

Leia mais

O Papel dos Psicólogos no Envelhecimento

O Papel dos Psicólogos no Envelhecimento CATEGORIA AUTORIA JUNHO 15 Revisão de Dados Gabinete de Estudos e Literatura Científica Técnicos O Papel dos Psicólogos no Envelhecimento Sugestão de Citação Ordem dos Psicólogos Portugueses (2015). O

Leia mais

Psicólogas. Maria Edna Mota Simeão CRP 06/ Adriana Garcia Fiorini CRP 06/75247

Psicólogas. Maria Edna Mota Simeão CRP 06/ Adriana Garcia Fiorini CRP 06/75247 PROJETO QUALIDADE DE VIDA E SAÚDE COM PROFESSORES E GESTORES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE ARARAS Psicólogas Maria Edna Mota Simeão CRP 06/128605 Adriana Garcia Fiorini CRP 06/75247 Araras, julho de 2016

Leia mais

A Realidade dos Serviços de Psicologia da Educação Públicos e Privados

A Realidade dos Serviços de Psicologia da Educação Públicos e Privados CATEGORIA AUTORIA AGOSTO 15 Comentários Técnicos Gabinete de Estudos e Contributos OPP Técnicos A Realidade dos Serviços de Psicologia da Educação Públicos e Privados Tomada de Posição OPP Sugestão de

Leia mais

Qualidade de Vida no Trabalho

Qualidade de Vida no Trabalho Qualidade de Vida no Trabalho Alunas: Mireli Basilio R.A: 198019 Pâmela Oliveira 204015 Jhuenner Guareis 203006 Profª: Gisele Sailler A qualidade de vida no trabalho proporciona uma maior participação

Leia mais

OCORRÊNCIA DA SÍNDROME DE BURNOUT EM ENFERMEIROS: FATORES DE RISCO

OCORRÊNCIA DA SÍNDROME DE BURNOUT EM ENFERMEIROS: FATORES DE RISCO OCORRÊNCIA DA SÍNDROME DE BURNOUT EM ENFERMEIROS: FATORES DE RISCO Jaqueline Holanda Brito Borges (1); Ana Cristina Lima Carvalho (2); Gisele Dias Dantas (3); Juliana Araújo do Nascimento (4); Luciana

Leia mais

Stress e a caracterização de doenças psicológicas. Camila Helaehil Alfredo Médica do Trabalho

Stress e a caracterização de doenças psicológicas. Camila Helaehil Alfredo Médica do Trabalho Stress e a caracterização de doenças psicológicas Camila Helaehil Alfredo Médica do Trabalho camila@azevedonetto.com.br Definição Uma força que deforma corpos processo corporal para se adaptar a todas

Leia mais

O indivíduo na organização

O indivíduo na organização Aula 2 O indivíduo na organização 1 Agenda Valores Atitudes Percepção Personalidade 2 1 Valores Valores Representam convicções básicas de que um modo específico de conduta ou de condição de existência

Leia mais

Projeto "Promoção da Qualidade das Relações Interpessoais, da Saúde e do Bem-Estar dos Profissionais de Saúde"

Projeto Promoção da Qualidade das Relações Interpessoais, da Saúde e do Bem-Estar dos Profissionais de Saúde Projeto "Promoção da Qualidade das Relações Interpessoais, da Saúde e do Bem-Estar dos Profissionais de Saúde" Relatório: Resultados da 1ª Avaliação Quantitativa (T1) no Hospital Prof. Doutor Fernando

Leia mais

III SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO

III SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO III SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO EDUCAR PARA O FUTURO (RE)PENSAR O ENSINO WORKSHOP KIT EMOCIONAL DO DOCENTE Câmara de Lobos, 6 e 7 de Maio de 2016 Anabela Pereira e Jacinto Jardim KIT EMOCIONAL DOCENTE AS EMOÇÕES

Leia mais

Análise do Artigo para leitura

Análise do Artigo para leitura Conflitos e gerações Análise do artigo solicitado para leitura; Conflitos geracionais no ambiente de trabalho; Stress e conflitos organizacionais; Stress, conflitos e doenças do trabalho. Prof. Dr. Alexandre

Leia mais

EFEITOS DO ESTRESSE OCUPACIONAL NO BEM ESTAR DA EQUIPE DE TÉCNICOS E AUXILIARES DE ENFERMAGEM E EM SEU AMBIENTE DE TRABALHO.

EFEITOS DO ESTRESSE OCUPACIONAL NO BEM ESTAR DA EQUIPE DE TÉCNICOS E AUXILIARES DE ENFERMAGEM E EM SEU AMBIENTE DE TRABALHO. 1 EFEITOS DO ESTRESSE OCUPACIONAL NO BEM ESTAR DA EQUIPE DE TÉCNICOS E AUXILIARES DE ENFERMAGEM E EM SEU AMBIENTE DE TRABALHO. Larissa Lara Reis, Juliana Molina, Cíntia Midori Nakada, Sandra Maria Fortaleza,

Leia mais

STRESS NO TRABALHO Anabela M. Sousa Pereira

STRESS NO TRABALHO Anabela M. Sousa Pereira STRESS NO TRABALHO Anabela M. Sousa Pereira anabelapereira@ua.pt Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho (PFN/EU-OSHA) Healthy Workplaces Managing Stress 2015/2016 Trabalho Saudável em qualquer

Leia mais

Andréia de Conto Garbin

Andréia de Conto Garbin Andréia de Conto Garbin Promoção: DVST - CEREST ESTADUAL/SP São Paulo, 12 de novembro de 2015 O nexo causal dos Transtornos mentais relacionados ao trabalho e a importância da anamnese ocupacional Por

Leia mais

AVALIAÇÃO DO GRAU DE SATISFAÇÃO

AVALIAÇÃO DO GRAU DE SATISFAÇÃO AVALIAÇÃO DO GRAU DE SATISFAÇÃO Colaboradores 2012 DOC. 412.1 1. PROCEDIMENTO O questionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradores foi aplicado por via Web distribuído por e-mail e em suporte

Leia mais

I Congresso dos Intérpretes de Língua Gestual Portuguesa

I Congresso dos Intérpretes de Língua Gestual Portuguesa I Congresso dos Intérpretes de Língua Gestual Portuguesa 8 9 julho 2016 Auditório ESE Porto Livro de Resumos Livro de Resumos I Congresso dos Intérpretes de Língua Gestual Portuguesa Auditório ESE Porto

Leia mais

Burnout [esgotamento, desgaste]

Burnout [esgotamento, desgaste] [esgotamento, desgaste] Ylmar Corrêa Neto, MD, MSc, PhD Universidade Federal de Santa Catarina Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina CRM-SC Corrêa Neto 2015 1 [esgotamento, desgaste]

Leia mais

Stresse no Trabalho: Risco e Oportunidade

Stresse no Trabalho: Risco e Oportunidade 9.º Congresso Internacional de Segurança e Saúde no Trabalho Porto, 28 de Janeiro de 2010 Stresse no Trabalho: Risco e Oportunidade Marco Ramos (marco.ramos@ua.pt) 1 Uma pessoa em stresse é um acidente

Leia mais

SÍNDROME DE BURNOUT. Profª Giselle Sailer

SÍNDROME DE BURNOUT. Profª Giselle Sailer SÍNDROME DE BURNOUT Profª Giselle Sailer INTRODUÇÃO A Síndrome de Burnout, também conhecida como Síndrome do Esgotamento profissional, é um processo de enfraquecimento decorrente de um período prolongado

Leia mais

Paula A.S.F. Martins Enfermeira, doutora em Enfermagem Psiquiátrica (EEUSP), especialista e mestre em Enfermagem Psiquiátrica e em Saúde Mental

Paula A.S.F. Martins Enfermeira, doutora em Enfermagem Psiquiátrica (EEUSP), especialista e mestre em Enfermagem Psiquiátrica e em Saúde Mental Paula A.S.F. Martins Enfermeira, doutora em Enfermagem Psiquiátrica (EEUSP), especialista e mestre em Enfermagem Psiquiátrica e em Saúde Mental (UNIFESP/ EEUSP), MBA em Economia da Saúde) (CPES/ UNIFESP)

Leia mais

PROMOÇÃO DA SAÚDE E DO BEM-ESTAR NO TRABALHO

PROMOÇÃO DA SAÚDE E DO BEM-ESTAR NO TRABALHO O início de atividades. 1983 2017 Em 1983, apesar de não obrigado legalmente, o Município criou o Serviço de Saúde Ocupacional e em 1986 foi criado o Serviço de Prevenção, Higiene e Segurança e Apoio Social

Leia mais

Caracterização dos Cuidadores informais

Caracterização dos Cuidadores informais IX Encontro sobre o envelhecimento Entroncamento Caracterização dos Cuidadores informais Luis Jacob Perguntas 1. Quem são os trabalhadores das IPSS que cuidam dos idosos? 2. Que formação e competências

Leia mais

Prof. Coordenador - Escola Sup. de Enfermagem do Porto. Presidente da Sociedade Port. de Enf. de Saúde Mental

Prof. Coordenador - Escola Sup. de Enfermagem do Porto. Presidente da Sociedade Port. de Enf. de Saúde Mental Estado da Arte em de Saúde Mental Prática Clínica em de Saúde Mental e Psiquiátrica Carlos Sequeira, PhD. Prof. Coordenador - Escola Sup. de do Porto Presidente da Sociedade Port. de Enf. de Saúde Mental

Leia mais

Estresse. O estresse tem sido considerado um problema cada vez mais comum, tanto no

Estresse. O estresse tem sido considerado um problema cada vez mais comum, tanto no Estresse O estresse tem sido considerado um problema cada vez mais comum, tanto no contexto profissional quanto na vida pessoal. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, 90% da população mundial sofre

Leia mais

MEDIDAS DE PREVENÇÃO NA SAÚDE MENTAL. Prof. João Gregório Neto

MEDIDAS DE PREVENÇÃO NA SAÚDE MENTAL. Prof. João Gregório Neto MEDIDAS DE PREVENÇÃO NA SAÚDE MENTAL Prof. João Gregório Neto PREVENÇÃO Ato ou efeito de prevenir-se Disposição ou preparo antecipado e preventivo Precaução, cautela Modo de ver antecipado, premeditado

Leia mais

Os ABCs da melhoria das condições de saúde com o desenvolvimento na primeira infância.

Os ABCs da melhoria das condições de saúde com o desenvolvimento na primeira infância. Os ABCs da melhoria das condições de saúde com o desenvolvimento na primeira infância. Professor James Heckman Prêmio Nobel em Economia Professor emérito de economia Henry Schultz, Universidade de Chicago

Leia mais

A prevalência de Síndrome de Burnout ou esgotamento profissional em profissionais do ensino

A prevalência de Síndrome de Burnout ou esgotamento profissional em profissionais do ensino A prevalência de Síndrome de Burnout ou esgotamento profissional em profissionais do ensino Priscila Barros Armando¹; Olívia Cristina Perez² ¹Especialista em Administração de Recursos Humanos pela Universidade

Leia mais

Comprometimento organizacional, gestão de conflitos e liderança em instituições de saúde

Comprometimento organizacional, gestão de conflitos e liderança em instituições de saúde 10º CONGRESSO NACIONAL DE PSICOLOGIA DA SAÚDE Comprometimento organizacional, gestão de conflitos e liderança em instituições de saúde Camila Silloto ECTS - ULHT Maria da Graça Andrade ESTeSL - IPL Fevereiro

Leia mais

SUPORTE FAMILIAR DE ENFERMAGEM NA UNIDADE DE CUIDADOS PALIATIVOS

SUPORTE FAMILIAR DE ENFERMAGEM NA UNIDADE DE CUIDADOS PALIATIVOS 2º Encontro Interdisciplinar em Cuidados Paliativos Da Secção Regional do Sul da Ordem dos Enfermeiros DETALHES EM PALIATIVOS Enfº. Paulo Ramires Enfª. Vanda Almeida UNIDADE DE CUIDADOS PALIATIVOS CHBM,

Leia mais

Total Worker Health (Saúde Total do Trabalhador)

Total Worker Health (Saúde Total do Trabalhador) Total Worker Health (Saúde Total do Trabalhador) Autora Patrícia Lins de Paula O conceito de saúde no local de trabalho tem tomado cada vez mais importância nos fóruns internacionais. Existe uma tendência

Leia mais

A Importância dos Cuidados com o Cuidador. Lívia Kondrat

A Importância dos Cuidados com o Cuidador. Lívia Kondrat A Importância dos Cuidados com o Cuidador Lívia Kondrat ABRALE 22 de Julho de 2011 CÂNCER é uma doença crônica; possui tratamentos com possibilidade de cura; traz consigo estigmas; está cercada por mitos,

Leia mais

ANO ECONÓMICO DE 2016 BALANÇO SOCIAL MUNICÍPIO DA LOUSÃ

ANO ECONÓMICO DE 2016 BALANÇO SOCIAL MUNICÍPIO DA LOUSÃ ANO ECONÓMICO DE 2016 BALANÇO SOCIAL MUNICÍPIO DA LOUSÃ Balanço Social EXERCÍCIO 2016 NOTA INTRODUTÓRIA O Balanço Social 2016 do Município da Lousã, foi executado em conformidade com o estabelecido pelo

Leia mais

Psicologia Aplicada em

Psicologia Aplicada em Psicologia Aplicada em Segurança do Trabalho Destaque na Avaliação Psicossocial da NR-33 (Segurança e Saúde no Trabalho em Espaços Confinados) e NR-35 (Trabalho em Altura) 1ª edição 2007 2ª edição 2010

Leia mais

Intervenção (Global e Comunitária) no Primeiro Surto Psicótico (IPSP) 10º Edição

Intervenção (Global e Comunitária) no Primeiro Surto Psicótico (IPSP) 10º Edição Intervenção (Global e Comunitária) no Primeiro Surto Psicótico (IPSP) 10º Edição 2001 Relatório Mundial da Saúde 2005 Conferência Ministerial Europeia da OMS sobre Saúde Mental Plano de formação em serviços

Leia mais

DOENÇA CRÓNICA EM CONTEXTO DE EMERGÊNCIA SOCIAL

DOENÇA CRÓNICA EM CONTEXTO DE EMERGÊNCIA SOCIAL SESSÃO COMEMORATIVA DO DIA MUNDIAL DA LUTA CONTRA A SIDA DOENÇA CRÓNICA EM CONTEXTO DE EMERGÊNCIA SOCIAL QUE RESPOSTAS TÊM OS NOSSOS PARCEIROS? Área de Apoio Social do CHLC, EPE CONCEPTUALIZAÇÃO EMERGÊNCIA

Leia mais

Gestão de Pessoas. Prof. Dr. Andreia Maria Pedro Salgado

Gestão de Pessoas. Prof. Dr. Andreia Maria Pedro Salgado Gestão de Pessoas Prof. Dr. Andreia Maria Pedro Salgado andreia@feg.unesp.br Organização da disciplina Aulas expositivas Dinâmicas de grupo 1ª etapa Prof. Andreia Trabalho e Saúde Mental Recrutamento e

Leia mais

Enfrentar a velhice e a doença crónica: um programa de apoio a doentes com AVC e seus familiares

Enfrentar a velhice e a doença crónica: um programa de apoio a doentes com AVC e seus familiares Enfrentar a velhice e a doença crónica: um programa de apoio a doentes com AVC e seus familiares Liliana Sousa Universidade de aveiro Lilianax@cs.ua.pt Elementos da equipa de investigação José Rente, Eunice

Leia mais

2º Seminário Saúde e Segurança do Trabalho: promover locais trabalho saudáveis ao longo da vida. Mariana Neto/INSA/DEP

2º Seminário Saúde e Segurança do Trabalho: promover locais trabalho saudáveis ao longo da vida. Mariana Neto/INSA/DEP 2º Seminário Saúde e Segurança do Trabalho: promover locais trabalho saudáveis ao longo da vida Apresentação dos resultados de dois estudos sobre as relações entre o Mobbing, Burnout, Bem-Estar e Presentismo

Leia mais

UNIVERSIDADE MINHO Escola de Psicologia Campus de Gualtar Braga. Questionário de Stress Ocupacional Versão Geral (QSO-VG)

UNIVERSIDADE MINHO Escola de Psicologia Campus de Gualtar Braga. Questionário de Stress Ocupacional Versão Geral (QSO-VG) UNIVERSIDADE MINHO Escola de Psicologia Campus de Gualtar 7-57 Braga Questionário de Stress Ocupacional Versão Geral (QSO-VG) Rui Gomes (rgomes@psi.uminho.pt) () Grupo de investigação www.ardh-gi.com Rui

Leia mais

O ESTRESSE OCUPACIONAL ENTRE OS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM DE UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

O ESTRESSE OCUPACIONAL ENTRE OS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM DE UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA O ESTRESSE OCUPACIONAL ENTRE OS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM DE UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA Autor: Rafael de Carvalho Lopes*. faellopes10@hotmail.com Co-autor: Jordano Watson Ferreira da Silva* Co-Autor:

Leia mais

Comportamentos Aditivos Prevenção e Intervenção em Contexto Laboral. Mário Castro

Comportamentos Aditivos Prevenção e Intervenção em Contexto Laboral. Mário Castro Comportamentos Aditivos Prevenção e Intervenção em Contexto Laboral Mário Castro 1 SUMÁRIO Contextualização Alguns dados Princípios Gerais de Intervenção Vantagens da Intervenção 2 COMPORTAMENTOS ADITIVOS

Leia mais

INTERNATIONAL JOURNAL ON WORKING CONDITIONS

INTERNATIONAL JOURNAL ON WORKING CONDITIONS INTERNATIONAL JOURNAL ON WORKING CONDITIONS ISSN 2182-9535 Os enfermeiros e a sua saúde no trabalho: a relação entre depressão e burnout 1 Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: ENFERMEIROS E SEUS PRINCIPAIS DILEMAS NO AMBIENTE LABORAL

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: ENFERMEIROS E SEUS PRINCIPAIS DILEMAS NO AMBIENTE LABORAL QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: ENFERMEIROS E SEUS PRINCIPAIS DILEMAS NO AMBIENTE LABORAL Maria Elizabeth da Costa Felipe Santiago¹ ¹Enfermeira pela Universidade Potiguar UNP elizabeth55_@hotmail.com Considerando

Leia mais

Capitalizar a formação técnica. Jorge Barata Marques

Capitalizar a formação técnica. Jorge Barata Marques Capitalizar a formação técnica Jorge Barata Marques Lisboa, 27 setembro 2016 Capitalizar a formação técnica Empregabilidade a nível global Empregabilidade a nível nacional Build Up Skills O papel da ADENE

Leia mais

HST Por Sónia Gonçalves

HST Por Sónia Gonçalves STRESS PROFESSIONAL EM CONTEXTO POLICIAL No apontamento deste mês gostaria de partilhar um estudo que fiz numa instituição policial portuguesa, com o objectivo de conhecer quais as fontes de stress presentes

Leia mais

Jamille Guedes Monteiro Evangelista

Jamille Guedes Monteiro Evangelista CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde PREVENÇÃO DE ACIDENTES COM MATERIAIS PERFUROCORTANTES NO HOSPITAL REGIONAL DO CARIRI EM JUAZEIRO DO NORTE-CE. Jamille

Leia mais

Risco psicossocial, psicopatologia e recursos protectores em menores abrangidos pela LTE

Risco psicossocial, psicopatologia e recursos protectores em menores abrangidos pela LTE Risco psicossocial, psicopatologia e recursos protectores em menores abrangidos pela LTE Workshop Internacional sobre Boas Práticas na Intervenção Tutelar Educativa, D.G.R.S. Faro, 29 de Maio de 2009 Ida

Leia mais

O ESTRESSE DO PROFESSOR UNIVERSITÁRIO NO ENSINO NOTURNO

O ESTRESSE DO PROFESSOR UNIVERSITÁRIO NO ENSINO NOTURNO O ESTRESSE DO PROFESSOR UNIVERSITÁRIO NO ENSINO NOTURNO Cloves Amorim Renate Brigite Vicente Ana Cristina Gonçalves Silva Luana Isabela Guerreiro Theresinha Vian Rambo Valcemir Teixeira (Curso de Psicologia

Leia mais

A concepção da população senescente inquirida em relação à prática de actividades

A concepção da população senescente inquirida em relação à prática de actividades 9.1.6. CONCLUSÃO DO ESTUDO 1 A concepção da população senescente inquirida em relação à prática de actividades físicas originou uma compreensão mais evidente sobre o papel desta actividade na terceira

Leia mais

A INFLUÊNCIA DO TRABALHO NO NÍVEL DE ESTRESSE EM ESTUDANTES DE PSICOLOGIA

A INFLUÊNCIA DO TRABALHO NO NÍVEL DE ESTRESSE EM ESTUDANTES DE PSICOLOGIA A INFLUÊNCIA DO TRABALHO NO NÍVEL DE ESTRESSE EM ESTUDANTES DE PSICOLOGIA Byanca Eugênia Duarte Silva Faculdade Santa Maria - byanca_psi@outlook.com Bruna Eugênia Duarte Silva Faculdade Santa Maria - bruninhaeugenia@hotmail.com

Leia mais

Motivação: teoria e prática

Motivação: teoria e prática Aula 3 Motivação: teoria e prática 1 Agenda Seminário Motivação Teorias Motivacionais Implicações práticas 2 1 O que é motivação? Processo de criação e sustentação de comportamentos (disposição) voltados

Leia mais

O CENÁRIO DAS EQUIPES QUE ATUAM EM TERAPIA INTENSIVA

O CENÁRIO DAS EQUIPES QUE ATUAM EM TERAPIA INTENSIVA O CENÁRIO DAS EQUIPES QUE ATUAM EM TERAPIA INTENSIVA!3 de agosto de 2011 Ana Maria Pueyo Blasco de Magalhães O conceito de cenário (...) Um cenário é um conjunto ordenado de interação entre parceiros.

Leia mais

ERGONOMIA COGNITIVA APLICADA À PERCEPÇÃO DOS AMBIENTES DE TRABALHO E QUALIDADE DE VIDA DOS TRABALHADORES CNROSSI ERGONOMIA E FISIOTERAPIA PREVENTIVA

ERGONOMIA COGNITIVA APLICADA À PERCEPÇÃO DOS AMBIENTES DE TRABALHO E QUALIDADE DE VIDA DOS TRABALHADORES CNROSSI ERGONOMIA E FISIOTERAPIA PREVENTIVA ERGONOMIA COGNITIVA APLICADA À PERCEPÇÃO DOS AMBIENTES DE TRABALHO E QUALIDADE DE VIDA DOS TRABALHADORES Cognição - Definição Cognição refere-se a um conjunto de habilidades cerebrais/mentais necessárias

Leia mais

Avaliação dos Fatores Psicossociais de Risco nos Trabalhadores da Recolha de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU)

Avaliação dos Fatores Psicossociais de Risco nos Trabalhadores da Recolha de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) Avaliação dos Fatores Psicossociais de Risco nos Trabalhadores da Recolha de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) M. Oliveira (a), L. Simões (b) (a), (b) ESTESC-Coimbra Health School, Instituto Politécnico de

Leia mais

ENCONTRO DE TRABALHOS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE E DA SEGURANÇA SOCIAL CIDADE VELHA 8 A12 AGOSTO DE 2016

ENCONTRO DE TRABALHOS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE E DA SEGURANÇA SOCIAL CIDADE VELHA 8 A12 AGOSTO DE 2016 ENCONTRO DE TRABALHOS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE E DA SEGURANÇA SOCIAL CIDADE VELHA 8 A12 AGOSTO DE 2016 O PAPEL DA ENFERMAGEM NA ABORDAGEM DAS DOENÇAS CRÓNICAS O Concelho Dos Mosteiros Estende-se por uma

Leia mais

A Dimensão Interna da Saúde Mental dos Cuidadores

A Dimensão Interna da Saúde Mental dos Cuidadores João Albuquerque Centro de Recuperação de Menores D. Manuel Trindade Salgueiro 26-Abr-2013 - Assumar A Saúde Profissional Área de estudo com desenvolvimento exponencial ao longo do século XX: -Trabalho

Leia mais

Aconselhamento Psicológico no Ensino Superior Português: Que Necessidades?

Aconselhamento Psicológico no Ensino Superior Português: Que Necessidades? Aconselhamento Psicológico no Ensino Superior Português: Que Necessidades? Joana Carneiro Pinto Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Católica Portuguesa Introdução Desafios da transição, adaptação

Leia mais

Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti

Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti As competências nas Problematizações das unidades d de aprendizagem UNID 2.1 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. Como o treinamento atua no desenvolvimento

Leia mais

ARTIGOS SUBMETIDOS AO 1º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE DA UNIJUÍ RESULTADO

ARTIGOS SUBMETIDOS AO 1º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE DA UNIJUÍ RESULTADO ARTIGOS SUBMETIDOS AO 1º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE DA UNIJUÍ RESULTADO Os autores que receberem via e-mail sugestões de adequações deverão fazê-las até a data de 31.07.11 para que seu trabalho seja

Leia mais

Diabetes. Diabéticos diagnosticados 7,4%

Diabetes. Diabéticos diagnosticados 7,4% Diabetes A Diabetes atinge mais de 371 milhões de pessoas em todo o mundo, correspondendo mais de 8,3% população mundial e continua a aumentar em todos os países. Em Portugal: Diabetes ou hiperglicémia

Leia mais

Formação e Mobilidade no Mercado de Trabalho Análise de Intenções de Rotatividade

Formação e Mobilidade no Mercado de Trabalho Análise de Intenções de Rotatividade Anexo 1 - Questionário QUESTIONÁRIO Formação e Mobilidade no Mercado de Trabalho Análise de Intenções de Rotatividade OBJETIVO DESTE QUESTIONÁRIO Este questionário faz parte duma Tese de Doutoramento em

Leia mais

Questionário Empresas

Questionário Empresas Prezado amigo! Questionário Empresas Este questionário não é obrigatório, mas sua opinião sobre o seu trabalho É MUITO IMPORTANTE. Solicito, então, que você preencha com sua idade, turno e função o quadro

Leia mais

UP! A-Z Force Homme. Informação Nutricional. Suplemento vitamínico e mineral de A a Z 60 cápsulas de 500mg

UP! A-Z Force Homme. Informação Nutricional. Suplemento vitamínico e mineral de A a Z 60 cápsulas de 500mg UP! A-Z Force Homme Suplemento vitamínico e mineral de A a Z Suplemento vitamínico e mineral em cápsulas desenvolvido para atender as particularidades nutricionais do homem, a fim de potencializar a fisiologia

Leia mais

DOENÇAS OCUPACIONAIS: O SOFRIMENTO NAS RELAÇÕES DE TRABALHO 1 OCCUPATIONAL DISEASES: THE SUFFERING IN THE WORK RELATIONSHIPS

DOENÇAS OCUPACIONAIS: O SOFRIMENTO NAS RELAÇÕES DE TRABALHO 1 OCCUPATIONAL DISEASES: THE SUFFERING IN THE WORK RELATIONSHIPS DOENÇAS OCUPACIONAIS: O SOFRIMENTO NAS RELAÇÕES DE TRABALHO 1 OCCUPATIONAL DISEASES: THE SUFFERING IN THE WORK RELATIONSHIPS Andressa Da Silva Dias 2, Bruna Sampaio Lovato 3, Cassiane Antunes Carniel 4,

Leia mais

Clima Organizacional

Clima Organizacional slide 1 Clima Organizacional Maria Cristina Bohnenberger cristin@feevale.br Conceitos de Clima organizacional É a qualidade ou propriedade do ambiente organizacional que é percebida ou experimentada pelos

Leia mais

O Desafio de Estudar Burnout e Engagement em. Técnicos de Ambulância de Emergência. Teresa Guerreiro Jesus. Instituto Nacional de Emergência Médica

O Desafio de Estudar Burnout e Engagement em. Técnicos de Ambulância de Emergência. Teresa Guerreiro Jesus. Instituto Nacional de Emergência Médica O Desafio de Estudar Burnout e Engagement em Técnicos de Ambulância de Emergência Teresa Guerreiro Jesus Instituto Nacional de Emergência Médica Lisboa Portugal Teresa.jesus@inem.pt Resumo O presente estudo

Leia mais

Seminário Riscos Psicossociais nas Forças e Serviços de Segurança. O Papel dos trabalhadores na prevenção dos riscos psicossociais 13 de Maio 2015

Seminário Riscos Psicossociais nas Forças e Serviços de Segurança. O Papel dos trabalhadores na prevenção dos riscos psicossociais 13 de Maio 2015 Seminário Riscos Psicossociais nas Forças e Serviços de Segurança O Papel dos trabalhadores na prevenção dos riscos psicossociais 13 de Maio 2015 Sílvia Silva silvia.silva@iscte.pt Escola de Gestão, Business

Leia mais

Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores do Ensino Privado no Estado do Rio Grande do Sul

Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores do Ensino Privado no Estado do Rio Grande do Sul Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores do Ensino Privado no Estado do Rio Grande do Sul Metodologia e amostra Investigação com uso de entrevistas presenciais. Nesta etapa, das cidades em que encontramos

Leia mais

Avaliação da prevalência de ansiedade e depressão dos pacientes estomizados da microregião de Divinopólis/Santo Antonio do Monte-MG

Avaliação da prevalência de ansiedade e depressão dos pacientes estomizados da microregião de Divinopólis/Santo Antonio do Monte-MG Avaliação da prevalência de ansiedade e depressão dos pacientes estomizados da microregião de Divinopólis/Santo Antonio do Monte-MG Juliano Teixeira Moraes 1,Isabela Teixeira Rezende Guimarães 2, Magda

Leia mais

Programa de apoio psico-educativo para pessoas idosas com demência e suas famílias

Programa de apoio psico-educativo para pessoas idosas com demência e suas famílias Programa de apoio psico-educativo para pessoas idosas com demência e suas famílias Sara Guerra, Álvaro Mendes, Daniela Figueiredo, Liliana Sousa Mundialmente 2000: mais de 25 milhões de pessoas com demência.

Leia mais

A Estratégia Clube, é uma Empresa do Grupo Chebatt & Niklis especializado em Eventos Esportivos, Eventos Corporativos, Atividades Físicas, Lazer e

A Estratégia Clube, é uma Empresa do Grupo Chebatt & Niklis especializado em Eventos Esportivos, Eventos Corporativos, Atividades Físicas, Lazer e A Estratégia Clube, é uma Empresa do Grupo Chebatt & Niklis especializado em Eventos Esportivos, Eventos Corporativos, Atividades Físicas, Lazer e Entretenimento. Sempre buscando a excelência sob todos

Leia mais

Gabinete de Apoio ao Estudante e Inserção na Vida Ativa (GAEIVA)

Gabinete de Apoio ao Estudante e Inserção na Vida Ativa (GAEIVA) (GAEIVA) O (GAEIVA) visa especialmente a integração dos estudantes, dá resposta às necessidades de aprendizagem no sentido de incrementar o sucesso escolar, e fornece apoio aos estudantes em termos de

Leia mais

Daily hassles and uplifts at work: Affective and cognitive processes and outcomes on subjective well-being

Daily hassles and uplifts at work: Affective and cognitive processes and outcomes on subjective well-being Daily hassles and uplifts at work: Affective and cognitive processes and outcomes on subjective wellbeing Ana Junça Silva Orientador: Prof. Doutor António Caetano IGNITE, 2016, ISCTE IUL PhD Grant SFRH/BD/80460/2011

Leia mais

BURNOUT SYNDROME: IMPLICATIONS IN THE PROFESSIONAL LIFE OF THE PHYSICAL THERAPIST

BURNOUT SYNDROME: IMPLICATIONS IN THE PROFESSIONAL LIFE OF THE PHYSICAL THERAPIST SÍNDROME DE BURNOUT: IMPLICAÇÕES NA VIDA PROFISSIONAL DO FISIOTERAPEUTA BURNOUT SYNDROME: IMPLICATIONS IN THE PROFESSIONAL LIFE OF THE PHYSICAL THERAPIST ANA CRISTINA DA NÓBREGA MARINHO Professora Visitante

Leia mais

Análise de erro de medicação sob a ótica de auxiliares/técnicos de enfermagem em uma Unidade de Terapia Intensiva

Análise de erro de medicação sob a ótica de auxiliares/técnicos de enfermagem em uma Unidade de Terapia Intensiva VI Simpósio Internacional de Enfermagem (SIEN) Análise de erro de medicação sob a ótica de auxiliares/técnicos de enfermagem em uma Unidade de Terapia Intensiva Daniela Benevides Ortega Enfermeira da UTI

Leia mais

PROFISSÃO DOCENTE E SÍNDROME DE BURNOUT: ADOECIMENTO E PERCA DE SENTIDO

PROFISSÃO DOCENTE E SÍNDROME DE BURNOUT: ADOECIMENTO E PERCA DE SENTIDO PROFISSÃO DOCENTE E SÍNDROME DE BURNOUT: ADOECIMENTO E PERCA DE SENTIDO Guilherme de Souza Vieira Alves guilherme_g21@hotmail.com Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos UNIFEB Introdução

Leia mais

XII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ Sustentabilidade - Mudança dos Padrões de Consumo

XII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ Sustentabilidade - Mudança dos Padrões de Consumo XII PÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ Sustentabilidade - Mudança dos Padrões de Consumo Vencendo a síndrome de Burnout, um desafio para a enfermagem Ruane Ketlin Barbosa

Leia mais

Introdução RELATÓRIO DE IGUALDADE DE GÉNERO

Introdução RELATÓRIO DE IGUALDADE DE GÉNERO RELATÓRIO DE IGUALDADE DE GÉNERO 2016 Introdução A Constituição Portuguesa estipula (C.R.P., art.º 58.º) que todos têm direito ao trabalho, incumbindo, por conseguinte, ao Estado, assegurar a igualdade

Leia mais

Fatores Psicossociais de Risco no Trabalho nos Fisioterapeutas Portugueses: Resultados da Validação Fatorial do Inquérito Saúde e Trabalho

Fatores Psicossociais de Risco no Trabalho nos Fisioterapeutas Portugueses: Resultados da Validação Fatorial do Inquérito Saúde e Trabalho Fatores Psicossociais de Risco no Trabalho nos Fisioterapeutas Portugueses: Resultados da Validação Fatorial do Inquérito Saúde e Trabalho L. Simões Costa a, M. Santos b a ESTESC-Coimbra Health School,

Leia mais

AVALIAÇÃO DO GRAU DE CONHECIMENTO

AVALIAÇÃO DO GRAU DE CONHECIMENTO AVALIAÇÃO DO GRAU DE CONHECIMENTO Comunidade 2012 DOC. 412.1 1. PROCEDIMENTO O questionário de avaliação do grau de conhecimento da comunidade foi aplicado em suporte papel. Foram avaliados itens relacionados

Leia mais

Programa Anti-tabagismo

Programa Anti-tabagismo São Paulo, 4 a 6 de março de 2009 Programa Anti-tabagismo Dra. Nathércia Abrão Diretora de Provimento de Saúde Unimed Juiz de Fora Membro da CTPPS Federação Minas Unimed Juiz de Fora em números Receita:180

Leia mais

A INFLUÊNCIA DA PRÁTICA REGULAR DE EXERCÍCIO FÍSICO NA PERCEPÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS DO GÉNERO FEMININO

A INFLUÊNCIA DA PRÁTICA REGULAR DE EXERCÍCIO FÍSICO NA PERCEPÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS DO GÉNERO FEMININO Universidade de Coimbra Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física A INFLUÊNCIA DA PRÁTICA REGULAR DE EXERCÍCIO FÍSICO NA PERCEPÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS DO GÉNERO FEMININO Dissertação

Leia mais