Stress e a caracterização de doenças psicológicas. Camila Helaehil Alfredo Médica do Trabalho

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Stress e a caracterização de doenças psicológicas. Camila Helaehil Alfredo Médica do Trabalho"

Transcrição

1

2 Stress e a caracterização de doenças psicológicas Camila Helaehil Alfredo Médica do Trabalho

3 Definição Uma força que deforma corpos processo corporal para se adaptar a todas as influências, as mudanças, exigências e solicitações a que está exposta

4 Stress Ocupacional Desequilíbrio tanto da relação indivíduo ambiente de trabalho quanto da relação demanda-recursos Há potencial estresse quando uma situação do ambiente é percebida como uma demanda que possa exceder as capacidades e recursos da pessoa para satisfazer, em condições em que ele ou ela espera uma diferença substancial nas recompensas e custos da realização ou não de que demanda (OIT)

5 Stress no Trabalho (NIOSH) Nocivas reações físicas e emocionais que ocorrem quando as exigências não se igualam à capacidade, aos recursos ou ás necessidades do trabalhador, como resultado da sua interação com as condições de trabalho, o que pode levalo a doenças

6 Modelos de Avaliação Risco Psicossocial Autoridade para decidir Uso de habilidades Influência na política organizacional C O N T R O L E Alto Baixo DEMANDA RISCO PSICOLÓGICO E FÍSICO Carga de Trabalho Nível de atenção Dependência da realização de Tarefas Baixo Alto Karasek, 1979

7 Modelos de Avaliação Risco Psicossocial DEFICIÊNCIAS : na concessão, organização gestão do trabalho, contexto social de trabalho problemático FATORES SOCIAIS: FAMÍLIA RELAÇÕES INTERPESSOAIS AUTONOMIA DESENVOLVIMENTO PESSOAL BURNOUT DEPRESSÃO ANSIEDADE FADIGA CRÔNICA DVC DEPENDÊNCIA QUÍMICA NIOSH

8 Controle de produtividade Trabalho em turno Jornada de trabalho Relacionamento interpessoal trabalho: 9 hs Ritmo de trabalho Monotonia e repetitividade Stress mental Salário Reconhecimento

9 PRESENTEÍSMO ABSENTEÍSMO

10 Efeitos do Stress no Trabalho Presenteísmo Ir ao trabalho quando se está doente. Perda da produtividade Aumento do Absenteísmo Ponto de tensão ou conflito natural entre a perspectiva do empregado e a da empresa Na Suíça, 53% população estudada Fatores contribuintes : Dificuldade para substituição Prazo reduzido Falta recurso humano e financeiro Instabilidade Financeira Doki et al, 2015

11 Efeitos do Stress no Trabalho Absenteísmo Falta do empregado no local de trabalho Afastado de Curta Duração Afastamento de Longo Prazo Afastamento por transtornos Mentais Nas Américas - 50 bilhões dólares/ano (Ansoleaga et al, 2015)

12 Efeitos do Stress no Trabalho Afastamento por transtornos Mentais Nos Países Baixos estudo demonstrou prevalência de 4,2% absenteísmo de 1 ano devido transtornos mentais Nos EUA, 22,7 dias perda de produtividade devido absenteísmo relacionado a transtornos mentais Na Suíça, 44% dos afastamentos são devido Transtornos Mentais (2015) No Reino Unido é a segunda causa de afastamentos superior a 21 dias (2006) No Japão, doenças mentais são a causa mais comum de absenteísmo (2013) Corresponde a 1/3 de dias perdidos e 75% dos custos de absenteísmo

13 Efeitos do Stress no Trabalho Afastamento por transtornos Mentais Maior Duração Maior Probabilidade de incapacidade Alto risco de Recorrência (20-30%) Redução de qualidade de vida Exclusão do mercado de trabalho

14 Doença F43 - Total Doença Ocupacional Sem CAT Reação Aguda ao stress % F32 Transtornos Depressivos Total Doença Ocupacional Sem CAT F41 Transtornos Ansiosos Total Doença Ocupacional Sem CAT ,6% Z65.9 Problemas relacionados a fatores psicossociais Total Doença Ocupacional Sem CAT

15 Efeitos do Stress no Trabalho Depressão foi relatada por 7,6% das pessoas ocupadas, Maior prevalência entre as mulheres (e 10,2% dentre as que não possuíam emprego). Dentre as pessoas ocupadas, 5,0% (ou 4,5 milhões) relataram tomar remédios para dormir. A prevalência de depressão aumentou até os 60 anos de idade. ABQV

16

17 Diagnóstico Situacional Características Populacionais Investigação Ambiente de Trabalho Investigação Riscos Psicossociais Indicadores de Saúde Indicadores de desempenho do Trabalhador

18 Pereira et al, 2012

19 Autorrealização Estima Sociais Segurança Trabalho criativo e desafiante Diversidade e Autonomia Participação na Decisão Responsabilidade por Resultados Orgulho e reconhecimento Promoções Amizade dos Colegas Interação com cliente Gestor Amigável Condições seguras de Trabalho Remuneração e Benefícios Estabilidade no Emprego Necessidades Fisiológicas Intervalo de Descanso Conforto físico Horário de Trabalho Razoável

20 Fatores Motivadores Sentimento de Realização Reconhecimento Trabalho Variado e desafiante Desenvolvimento Pessoal Fatores Higiênicos Relação com o chefe Relação com os colegas Supervisão Técnica Condições de Trabalho Gouveia; Baptista (2007)

21 Propostas Programas de Gestão de Absenteísmo GESTOR SESMT Programas de Avaliação de Presenteísmo Programas de Controle de Stress Programas de Qualidade de Vida FUNCIONÁRIO RH

22

Análise do Artigo para leitura

Análise do Artigo para leitura Conflitos e gerações Análise do artigo solicitado para leitura; Conflitos geracionais no ambiente de trabalho; Stress e conflitos organizacionais; Stress, conflitos e doenças do trabalho. Prof. Dr. Alexandre

Leia mais

GESTÃO DE ABSENTEÍSMO

GESTÃO DE ABSENTEÍSMO GESTÃO DE ABSENTEÍSMO O CENÁRIO - dados - O absenteísmo é um fenômeno de alcance mundial que tem crescido significativamente nos últimos anos trazendo impactos econômicos e sociais aos trabalhadores e

Leia mais

ERGONOMIA COGNITIVA APLICADA À PERCEPÇÃO DOS AMBIENTES DE TRABALHO E QUALIDADE DE VIDA DOS TRABALHADORES CNROSSI ERGONOMIA E FISIOTERAPIA PREVENTIVA

ERGONOMIA COGNITIVA APLICADA À PERCEPÇÃO DOS AMBIENTES DE TRABALHO E QUALIDADE DE VIDA DOS TRABALHADORES CNROSSI ERGONOMIA E FISIOTERAPIA PREVENTIVA ERGONOMIA COGNITIVA APLICADA À PERCEPÇÃO DOS AMBIENTES DE TRABALHO E QUALIDADE DE VIDA DOS TRABALHADORES Cognição - Definição Cognição refere-se a um conjunto de habilidades cerebrais/mentais necessárias

Leia mais

Fatores associados à depressão relacionada ao trabalho de enfermagem

Fatores associados à depressão relacionada ao trabalho de enfermagem Estudos de Psicologia Fatores associados à depressão relacionada ao trabalho de enfermagem Marcela Luísa Manetti Maria Helena Palucci Marziale Universidade de São Paulo Ribeirão Preto Resumo ao trabalho

Leia mais

DOENÇAS MENTAIS E OS RISCOS PSICOSSOCIAIS NO TRABALHO

DOENÇAS MENTAIS E OS RISCOS PSICOSSOCIAIS NO TRABALHO DOENÇAS MENTAIS E OS RISCOS PSICOSSOCIAIS NO TRABALHO Prof. Duílio Antero de Camargo Psiquiatra clínico e forense Médico do Trabalho Instituto de Psiquiatria HC FM USP Núcleo de Psiquiatria Forense (NUFOR)

Leia mais

O NOVO CENÁRIO DAS DOENÇAS OCUPACIONAIS Tecnologia e stress

O NOVO CENÁRIO DAS DOENÇAS OCUPACIONAIS Tecnologia e stress O NOVO CENÁRIO DAS DOENÇAS OCUPACIONAIS Tecnologia e stress III Congresso Brasileiro dos serviços de saúde do PODER JUDICIÁRIO São Paulo, novembro 2011 (apresentação baseada nos artigos de Tânia Franco

Leia mais

Aspectos Psicossociais nas Relac o es de Trabalho Experie ncias do Reino Unido e do Canada

Aspectos Psicossociais nas Relac o es de Trabalho Experie ncias do Reino Unido e do Canada Aspectos Psicossociais nas Relac o es de Trabalho Experie ncias do Reino Unido e do Canada Profa. Dra. Marcia Bandini 12º Fórum de Segurança e Saúde no Trabalho Agenda 1. SMT um tema atual 2. Fatores de

Leia mais

STRESS DE TRABALHO EM CONTEXTO. Maria

STRESS DE TRABALHO EM CONTEXTO. Maria STRESS Maria José Chambel A Psicologia da Saúde Ocupacional tem mostrado que o bem-estar em contexto de trabalho tem 2 facetas: o lado negativo do bem-estar a doença, a tensão e o stress dos empregados.

Leia mais

6 Conclusão e Recomendação para estudos futuros 6.1. Conclusão

6 Conclusão e Recomendação para estudos futuros 6.1. Conclusão 6 Conclusão e Recomendação para estudos futuros 6.1. Conclusão Este estudo foi feito com o objetivo de determinar quais os atributos e estados psicilógicos individuais existentes como barreiras intrapessoais,

Leia mais

Teoria das Relações Humanas O comportamento humano é determinado por causas que, às vezes, escapam ao próprio entendimento e controle humano. Essas ca

Teoria das Relações Humanas O comportamento humano é determinado por causas que, às vezes, escapam ao próprio entendimento e controle humano. Essas ca Fatores Humanos na Organização do Trabalho: Satisfação, Motivação e Monotonia Ergonomia de Processo, V.2 Teoria das Relações Humanas O comportamento humano é determinado por causas que, às vezes, escapam

Leia mais

TEORIAS MOTIVACIONAIS Preceitos para Liderança

TEORIAS MOTIVACIONAIS Preceitos para Liderança TEORIAS MOTIVACIONAIS Preceitos para Liderança Teoria das Relações Humanas Motivação, liderança, comunicação, organização informal, dinâmica de grupo. Influencia da motivação humana O pagamento ou recompensa

Leia mais

Engagement, Burnout e Rotatividade: Que relação, fatores e impactos? alexandra marques pinto

Engagement, Burnout e Rotatividade: Que relação, fatores e impactos? alexandra marques pinto Engagement, Burnout e Rotatividade: Que relação, fatores e impactos? alexandra marques pinto Agenda Stress profissional nos enfermeiros e seus impactos Burnout profissional Engagement com o trabalho Preditores

Leia mais

Gestão de Riscos Psicossociais

Gestão de Riscos Psicossociais Gestão de Riscos Psicossociais Lisboa, 04 de Julho de 2013 Lúcia Simões Costa Centro de Psicologia da Universidade do Porto; Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra Ao contrário de outros tipos

Leia mais

A GESTÃO DE PESSOAS COMO INSTRUMENTO ESTRATÉGICO NA CAPTAÇÃO E INSERÇÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA (PCDs) NO MERCADO DE TRABALHO

A GESTÃO DE PESSOAS COMO INSTRUMENTO ESTRATÉGICO NA CAPTAÇÃO E INSERÇÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA (PCDs) NO MERCADO DE TRABALHO A GESTÃO DE PESSOAS COMO INSTRUMENTO ESTRATÉGICO NA CAPTAÇÃO E INSERÇÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA (PCDs) NO MERCADO DE TRABALHO Prof. Sérgio Silveira de Santana MINI-CURRÍCULO Prof. Sérgio Silveira Diretor

Leia mais

Curso Qualidade de Vida no Trabalho PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL. Qualidade de Vida no Trabalho. Lição 01: Psicologia Organizacional

Curso Qualidade de Vida no Trabalho PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL. Qualidade de Vida no Trabalho. Lição 01: Psicologia Organizacional Associação Brasileira de Formação e Desenvolvimento Social - ABRAFORDES www.cursosabrafordes.com.br DICA: Tecle Ctrl+s para salvar este PDF no seu computador. Curso Qualidade de Vida no Trabalho Lição

Leia mais

19/07/2016. Aula 9. Gestão do Desempenho. Prof. Lucia B. Oliveira. Prof. Lucia B. Oliveira. Agenda. Seminário. Prof. Lucia B.

19/07/2016. Aula 9. Gestão do Desempenho. Prof. Lucia B. Oliveira. Prof. Lucia B. Oliveira. Agenda. Seminário. Prof. Lucia B. Aula 9 Gestão do Desempenho Agenda 1 Seminário 2 Gestão do Desempenho 1 Seminário 4 Getting 360-Degree Feedback Right Maury A. Peiperl Harvard Business Review, 2001. Gestão do Desempenho 2 Gestão Estratégica

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PSICÓLOGO / ÁREA ORGANIZACIONAL

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PSICÓLOGO / ÁREA ORGANIZACIONAL CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PSICÓLOGO / ÁREA ORGANIZACIONAL 26. A estruturação da unidade de treinamento depende do tamanho da empresa, de suas características, de seus produtos e serviços vendidos, de sua

Leia mais

SÍNDROME DE BURNOUT das causas ao cuidado

SÍNDROME DE BURNOUT das causas ao cuidado SÍNDROME DE BURNOUT das causas ao cuidado PELA MANHÃ VOCÊ SE SENTE ASSIM? E NO TRABALHO, VOCÊ SE SENTE ASSIM? SUA VIDA ESTA ASSIM? OU TUDO ESTA ASSIM? ESTRESSE Ocorre diante de uma situação (real ou imaginária)

Leia mais

Stresse no Trabalho: Risco e Oportunidade

Stresse no Trabalho: Risco e Oportunidade 9.º Congresso Internacional de Segurança e Saúde no Trabalho Porto, 28 de Janeiro de 2010 Stresse no Trabalho: Risco e Oportunidade Marco Ramos (marco.ramos@ua.pt) 1 Uma pessoa em stresse é um acidente

Leia mais

Pesquisa Qualificação Profissional 2016

Pesquisa Qualificação Profissional 2016 Pesquisa Qualificação Profissional 2016 Coordenadores Paulo Tarso Vilela de Resende Paulo Renato de Sousa Paula Oliveira Simone Nunes (PUC-Minas) Bolsistas Fapemig Bruna Catão Braga Larissa de Freitas

Leia mais

ESTRESSE E QUALIDADE DE VIDA. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior

ESTRESSE E QUALIDADE DE VIDA. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior ESTRESSE E QUALIDADE DE VIDA Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior O QUE É ESTRESSE? Estresse não é um diagnóstico, doença, ou síndrome. Estresse é um conjunto de sintomas emocionais ou físicos, não

Leia mais

O IMPACTO DAS AÇÕES EM QUALIDADE DE VIDA NA SAÚDE CORPORATIVA

O IMPACTO DAS AÇÕES EM QUALIDADE DE VIDA NA SAÚDE CORPORATIVA O IMPACTO DAS AÇÕES EM QUALIDADE DE VIDA NA SAÚDE CORPORATIVA Sâmia Simurro Junho / 2011 DETERMINANTES DA SAÚDE E DO BEM-ESTAR William Haskel, Stanford University, 1988 QUALIDADE DE VIDA NAS EMPRESAS Lugar

Leia mais

PLANEJAMENTO DE CARREIRA BIBLIOGRAFIA: CHIAVENATO; DUTRA FONTE: VALENTINI E CESAR

PLANEJAMENTO DE CARREIRA BIBLIOGRAFIA: CHIAVENATO; DUTRA FONTE: VALENTINI E CESAR PLANEJAMENTO DE CARREIRA BIBLIOGRAFIA: CHIAVENATO; DUTRA FONTE: VALENTINI E CESAR PLANEJAMENTO DE CARREIRA Para tornarmos o trabalho uma atividade alegre e criativa não basta apenas alterarmos as formas

Leia mais

O NOVO MOMENTO NA GESTÃO DE PESSOAS. Denise Poiani Delboni

O NOVO MOMENTO NA GESTÃO DE PESSOAS. Denise Poiani Delboni O NOVO MOMENTO NA GESTÃO DE PESSOAS Desfronteirização Organizacional Organizações transnacionais Facilidade de distribuição de produtos em escala mundial Pouco mais de 500 corporações controlam 70% do

Leia mais

Administração. Higiene, Saúde e Segurança do Trabalho. Professor Rafael Ravazolo.

Administração. Higiene, Saúde e Segurança do Trabalho. Professor Rafael Ravazolo. Administração Higiene, Saúde e Segurança do Trabalho Professor Rafael Ravazolo www.acasadoconcurseiro.com.br Administração Aula XX HIGIENE, SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO Higiene do Trabalho pode ser definida

Leia mais

Deuteronômio 22:8. Deuteronômio é o quinto livro da Bíblia

Deuteronômio 22:8. Deuteronômio é o quinto livro da Bíblia Deuteronômio 22:8 Deuteronômio é o quinto livro da Bíblia "Quando você construir uma casa nova, faça um parapeito em torno do terraço, para que não traga sobre a sua casa a culpa pelo derramamento de sangue

Leia mais

Facebook.com/concursovirtual Gestão de pessoas Trabalho em equipe O que é um grupo? Grupo primário x Grupo Secundário Os grupos podem ser formais ou informais. Formais - designados pela organização. Criados

Leia mais

STRESS OCUPACIONAL. O ponto de vista do Ergonomista

STRESS OCUPACIONAL. O ponto de vista do Ergonomista STRESS OCUPACIONAL O ponto de vista do Ergonomista Carlos Fujão Forum Stress e Bem-estar em Contexto Organizacional 13 de NOVEMBRO 2 0 0 8 Agenda da sessão 1 As principais fontes de stresse no trabalho

Leia mais

Processo responsável pela intensidade, direção e persistência dos esforços de uma pessoa para o alcance de uma determinada meta.

Processo responsável pela intensidade, direção e persistência dos esforços de uma pessoa para o alcance de uma determinada meta. Processo responsável pela intensidade, direção e persistência dos esforços de uma pessoa para o alcance de uma determinada meta. Intensidade se refere a quanto esforço a pessoa despende. A intensidade

Leia mais

Técnicas de pesquisa de clima organizacional. 1 Profª Carminha Lage

Técnicas de pesquisa de clima organizacional. 1 Profª Carminha Lage Técnicas de pesquisa de clima organizacional 1 Profª Carminha Lage Técnicas de pesquisa de clima organizacional Profª Carminha Lage 1 ª- Questionário - mais utilizado Permite aplicação maciça, mesmo para

Leia mais

Gestão e Prevenção de Riscos Psicossociais: Como Preveni-los?

Gestão e Prevenção de Riscos Psicossociais: Como Preveni-los? Gestão e Prevenção de Riscos Psicossociais: Como Preveni-los? António Tavares técnico de SST Auditório da Casa das Histórias da Paula Rego 22 de maio de 2014 A importância da SHST no contexto das relações

Leia mais

ERGONOMIA e Saúde do Trabalhador nos Ambientes de Atenção à Saúde

ERGONOMIA e Saúde do Trabalhador nos Ambientes de Atenção à Saúde Curso: Gestão Hospitalar Disciplina: Arquitetura Hospitalar ERGONOMIA e Saúde do Trabalhador nos Ambientes de Atenção à Saúde Professora Ma. Tainá Menezes Belém/PA 2016 ERGONOMIA: Estudo entre homem e

Leia mais

FATORES PSICOSSOCIAIS NO TRABALHO COPSOQ II versão Portuguesa. Carlos Fernandes, PhD Universidade de Aveiro

FATORES PSICOSSOCIAIS NO TRABALHO COPSOQ II versão Portuguesa. Carlos Fernandes, PhD Universidade de Aveiro FATORES PSICOSSOCIAIS NO TRABALHO COPSOQ II versão Portuguesa Carlos Fernandes, PhD Universidade de Aveiro csilva@ua.pt Sísifo Nas últimas décadas alterações drásticas nas condições e exigências no trabalho

Leia mais

Submodelo estrutural da satisfação dos colaboradores da DGPJ com a cooperação e comunicação Submodelo estrutural da satisfação

Submodelo estrutural da satisfação dos colaboradores da DGPJ com a cooperação e comunicação Submodelo estrutural da satisfação Análise da Satisfação, Lealdade e Envolvimento dos Colaboradores Lisboa, Março de 2014 Índice 1. Modelo de medida da satisfação dos colaboradores da DGPJ e respetivos indicadores... 4 1.1. Dimensão expectativas

Leia mais

ROTEIRO ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS

ROTEIRO ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS FILIPE S. MARTINS ROTEIRO ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS LIDERANÇA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO LIDERANÇA É UM DOS PAPÉIS DOS ADMINISTRADORES. O LÍDER INFLUENCIA O COMPORTAMENTO DE UM OU MAIS LIDERADOS OU SEGUIDORES.

Leia mais

A INFLUÊNCIA DO TRABALHO NO NÍVEL DE ESTRESSE EM ESTUDANTES DE PSICOLOGIA

A INFLUÊNCIA DO TRABALHO NO NÍVEL DE ESTRESSE EM ESTUDANTES DE PSICOLOGIA A INFLUÊNCIA DO TRABALHO NO NÍVEL DE ESTRESSE EM ESTUDANTES DE PSICOLOGIA Byanca Eugênia Duarte Silva Faculdade Santa Maria - byanca_psi@outlook.com Bruna Eugênia Duarte Silva Faculdade Santa Maria - bruninhaeugenia@hotmail.com

Leia mais

A INFLUÊNCIA DA PRÁTICA REGULAR DE EXERCÍCIO FÍSICO NA PERCEPÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS DO GÉNERO FEMININO

A INFLUÊNCIA DA PRÁTICA REGULAR DE EXERCÍCIO FÍSICO NA PERCEPÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS DO GÉNERO FEMININO Universidade de Coimbra Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física A INFLUÊNCIA DA PRÁTICA REGULAR DE EXERCÍCIO FÍSICO NA PERCEPÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS DO GÉNERO FEMININO Dissertação

Leia mais

Anuário da Saúde do Trabalhador DIEESE

Anuário da Saúde do Trabalhador DIEESE Anuário da Saúde do Trabalhador DIEESE Objetivo: Levantar informações sobre saúde do trabalhador e condições de trabalho através de diversas bases de dados Estrutura do Anuário: Capítulo 1: Demografia

Leia mais

Organização da Aula. Gestão de Recursos Humanos. Aula 3. Comunicação. Contextualização. Motivação dos Talentos Humanos. Instrumentalização

Organização da Aula. Gestão de Recursos Humanos. Aula 3. Comunicação. Contextualização. Motivação dos Talentos Humanos. Instrumentalização Gestão de Recursos Humanos Aula 3 Profa. Me. Ana Carolina Bustamante Organização da Aula Comunicação nas empresas Motivação dos talentos humanos Comunicação Processo de comunicação Contextualização Barreiras

Leia mais

Medo, Fobia, Vergonha e Estresse no Esporte

Medo, Fobia, Vergonha e Estresse no Esporte Medo, Fobia, Vergonha e Estresse no Esporte Curso de Ed. Física Prof. Ana Catarina Correia Mesquita Medo Estado emocional desencadeado no sistema nervoso central ante a um perigo iminente, que gera uma

Leia mais

PORTARIA N.º 25, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1994

PORTARIA N.º 25, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1994 PORTARIA N.º 25, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1994 O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO, no uso de suas atribuições legais, e CONSIDERANDO o disposto nos artigos 155 e 200, item VI, da Consolidação das

Leia mais

PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS. DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura

PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS. DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura Psicologia Objeto de Estudo Psique = alma + logos = estudo Grécia berço da Psicologia Desejo

Leia mais

Geografia. A Distribuição da População Brasileira. Professor Luciano Teixeira.

Geografia. A Distribuição da População Brasileira. Professor Luciano Teixeira. Geografia A Distribuição da População Brasileira Professor Luciano Teixeira www.acasadoconcurseiro.com.br Geografia A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO BRASILEIRA Demografia - Estudos de População Demografia

Leia mais

ANEXO 3 CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE

ANEXO 3 CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE ANEXO 3 PROGRAMA CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE 1. Conhecimentos sobre o SUS - Legislação da Saúde: Constituição Federal de 1988 (Título VIII - capítulo II - Seção II); Lei 8.080/90 e Lei 8.142/90; Norma

Leia mais

A inserção do negro no mercado de trabalho no Distrito Federal

A inserção do negro no mercado de trabalho no Distrito Federal PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NO DISTRITO FEDERAL A inserção do negro no mercado de trabalho no Novembro de 2011 A discussão sobre trabalho decente, capitaneada pela Organização Internacional do Trabalho

Leia mais

Unidade IV. Avaliação de Desempenho. Profª. Ana Paula de Andrade Trubbianelli

Unidade IV. Avaliação de Desempenho. Profª. Ana Paula de Andrade Trubbianelli Unidade IV Avaliação de Desempenho Profª. Ana Paula de Andrade Trubbianelli A implantação do planejamento para a avaliação Estudo do processo de trabalho Aperfeiçoamento dos quadros gerenciais (conhecimentos,

Leia mais

Clima Organizacional

Clima Organizacional slide 1 Clima Organizacional Maria Cristina Bohnenberger cristin@feevale.br Conceitos de Clima organizacional É a qualidade ou propriedade do ambiente organizacional que é percebida ou experimentada pelos

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADE DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADE DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADE DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Ergonomia Código da Disciplina: EPD 006 Curso: Engenharia de Produção Faculdade responsável: Engenharia

Leia mais

HST Por Sónia Gonçalves

HST Por Sónia Gonçalves STRESS PROFESSIONAL EM CONTEXTO POLICIAL No apontamento deste mês gostaria de partilhar um estudo que fiz numa instituição policial portuguesa, com o objectivo de conhecer quais as fontes de stress presentes

Leia mais

1) O que caracteriza a utilidade com natureza salarial e a utilidade com natureza indenizatória?

1) O que caracteriza a utilidade com natureza salarial e a utilidade com natureza indenizatória? CADERNO DE EXERCÍCIOS 1) O que caracteriza a utilidade com natureza salarial e a utilidade com natureza indenizatória? 2) Vale transporte pago em dinheiro, vale refeição pago em dinheiro, concessão de

Leia mais

Competência Interpessoal e Trabalho em Equipe. Rebeca Ribeiro de Barcellos, MSc.

Competência Interpessoal e Trabalho em Equipe. Rebeca Ribeiro de Barcellos, MSc. Competência Interpessoal e Trabalho em Equipe Rebeca Ribeiro de Barcellos, MSc. Interação humana Pessoas reagem às pessoas com as quais entram em contato: - Comunicam-se - Simpatizam e sentem atrações

Leia mais

Capítulo 4 Recrutamento: análise e descrição de cargos, gestão de talentos

Capítulo 4 Recrutamento: análise e descrição de cargos, gestão de talentos Capítulo 4 Recrutamento: análise e descrição de cargos, gestão de talentos slide 1 Objetivos de aprendizagem 1. Explicar a importância da gestão de talentos. 2. Explicar a análise de cargos, incluindo

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico. Qualificação: Sem certificação técnica

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico. Qualificação: Sem certificação técnica Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança Habilitação Profissional: Técnico em Enfermagem Qualificação:

Leia mais

Training Course. MBA LEADERSHIP Liderança

Training Course. MBA LEADERSHIP Liderança MBA LEADERSHIP Liderança DESCRIÇÃO Cada vez mais, a liderança assume um papel preponderante no dia-a-dia das nossas empresas. O sucesso de uma equipa está dependente da capacidade de liderança do seu líder.

Leia mais

Administração Interdisciplinar

Administração Interdisciplinar Administração Interdisciplinar LIVRO Administração, teoria e prática no contexto brasileiro: Filipe Sobral e Alketa Peci (capítulos 1 e 2) Original: Profª Me. Elizete F. Montalvão Adaptado por Prof. Me.

Leia mais

Mapa de Risco da Empresa :

Mapa de Risco da Empresa : Mapa de Risco da Empresa : Questionário auxiliar para elaboração do Mapa de Riscos Objetivos: A - O objetivo deste questionário é de reunir as informações necessárias para estabelecer o diagnóstico da

Leia mais

Showcasing de Boas Práticas de Valorização das Pessoas - REGULAMENTO

Showcasing de Boas Práticas de Valorização das Pessoas - REGULAMENTO Congresso da Administração Pública 2015 Showcasing de Boas Práticas de Valorização das Pessoas - REGULAMENTO ENQUADRAMENTO Visão do INA: ser reconhecido como um serviço de referência na qualificação e

Leia mais

Estresse no mundo corporativo e o impacto na saúde

Estresse no mundo corporativo e o impacto na saúde Comitê de Saúde Estresse no mundo corporativo e o impacto na saúde Prevenção e Wellness coaching Dra. Ana Cláudia de Assis Rocha Pinto Diretora de Produtos e Soluções Digitais Healthways Brasil Novembro,

Leia mais

Disciplina de Saúde do Trabalho

Disciplina de Saúde do Trabalho Disciplina de Saúde do Trabalho Angelica dos Santos Vianna 10 e 11 fevereiro 2011 NORMAS REGULAMENTADORAS Ministério Trabalho e Emprego - CLT Aprovadas pela Portaria 3214 de 08/06/1978 33 NR Revogadas

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Matriz Curricular do Curso Superior de Tecnologia em

Leia mais

Trabalho de crianças e adolescentes e ansiedade

Trabalho de crianças e adolescentes e ansiedade UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE SAÚDE COLETIVA Trabalho de crianças e adolescentes e ansiedade Tereza Nadya Santos & Vilma Sousa Santana/Universidade Federal da Bahia Financiamento: MS/COSAT,

Leia mais

PLANO DE ENSINO semestre. Apresentar conceitos modernos de Gestão de Pessoas. Apresentar conceitos modernos de Gestão de.

PLANO DE ENSINO semestre. Apresentar conceitos modernos de Gestão de Pessoas. Apresentar conceitos modernos de Gestão de. PLANO DE ENSINO - 2016.2 DISCIPLINA: SU-B0065 Gestão de PROFESSOR: ANDERSON LOPES CARGA HORÁRIA: 60 HORAS TURMA: DF05-N101 SALA: 07 DATA Nº. MÓDU CONTEÚDO OBJETIVO METODOLOGIA RECURSO AULA LO 08/08/2016

Leia mais

Envelhecimento e Doenças Reumáticas

Envelhecimento e Doenças Reumáticas Envelhecimento e Doenças Reumáticas Armando Malcata CHUC XVII Forum de Apoio ao Doente Reumático Envelhecimento e Doenças Reumáticas Variações demográficas e sociais. Impacto crescente; multidimensional.

Leia mais

Qualidade de Vida 02/03/2012

Qualidade de Vida 02/03/2012 Prof. Dr. Carlos Cezar I. S. Ovalle Descreve a qualidade das condições de vida levando em consideração fatores como saúde, educação, expectativa de vida, bem estar físico, psicológico, emocional e mental.

Leia mais

Colaboradores...5 Dedicatória...6 Agradecimentos...7 Prefácio...9

Colaboradores...5 Dedicatória...6 Agradecimentos...7 Prefácio...9 Sumário Colaboradores...5 Dedicatória...6 Agradecimentos...7 Prefácio...9 PARTE I Introdução à profissão de enfermagem 1 Enfermagem uma profissão em evolução...21 Visão geral...22 Revisão histórica...22

Leia mais

Uma visão geral do processo de reforma da previdência. Manoel Pires SPE/MF

Uma visão geral do processo de reforma da previdência. Manoel Pires SPE/MF Uma visão geral do processo de reforma da previdência Manoel Pires SPE/MF 1 Estrutura Temas em debate no Fórum da Previdência Impactos Econômicos do realinhamento da política previdenciária 2 Temas do

Leia mais

I DA CONCESSÃO DE INTERVALO JORNADA DE TRABALHO

I DA CONCESSÃO DE INTERVALO JORNADA DE TRABALHO INTERVALO DE 15 MINUTOS OBRIGATORIEDADE SITUAÇÕES CLT CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO COMPENSAÇÃO DE JORNADA - PROCEDIMENTOS Por Cristiano Cezar Sanfelice I DA CONCESSÃO DE INTERVALO JORNADA DE TRABALHO

Leia mais

BENEFÍCIOS DO EXERCÍCIO PARA AUTONOMIA FUNCIONAL DO IDOSO

BENEFÍCIOS DO EXERCÍCIO PARA AUTONOMIA FUNCIONAL DO IDOSO BENEFÍCIOS DO EXERCÍCIO PARA AUTONOMIA FUNCIONAL DO IDOSO Manoel Rogério Freire da Silva roger12edufisi@hotmail.com Centro Universitário Internacional 1. INTRODUÇÃO O envelhecimento quase sempre é marcado

Leia mais

O que é o esocial? As empresas são obrigadas a preencher diversas declarações e documentos que possuem as mesmas informações...

O que é o esocial? As empresas são obrigadas a preencher diversas declarações e documentos que possuem as mesmas informações... O que é o esocial? As empresas são obrigadas a preencher diversas declarações e documentos que possuem as mesmas informações... Consequências Dificuldades para garantir os direitos dos trabalhadores 2,5

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO - TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: PSICOLOGIA (TRE-SP AJAP)

CONTROLE DE CONTEÚDO - TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: PSICOLOGIA (TRE-SP AJAP) CONTROLE DE CONTEÚDO - TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: PSICOLOGIA (TRE-SP AJAP) 1 Ortografia oficial. GRAMÁTICA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTO DA LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO

Leia mais

1 Seminário REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA

1 Seminário REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA 1 Seminário REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA P. Alegre out/2006 SISTEMA DE SEGURIDADE SOCIAL SEGURO SOCIAL ASSISTÊNCIA SOCIAL ASSISTÊNCIA MÉDICA SEGURO (Previdência) SOCIAL Sistema de proteção social que

Leia mais

Data: / / Assinatura e carimbo do Diretor do Campus

Data: / / Assinatura e carimbo do Diretor do Campus SOLICITAÇÃO DE CONCESSÃO DE ADICIONAL DE INSALUBRIDADE/PERICULOSIDADE/RADIAÇÃO IONIZANTE E GRATIFICAÇÃO DE RAIOS-X Nome SIAPE Lotação Coordenação Cargo Telefone INFORMAÇÕES DO SERVIDOR Carga horária /

Leia mais

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE ÍNDICE INTRODUÇÃO... 008 DISPOSIÇÕES GERAIS... 009 Conceito de empregador... 009 Conceito de empregado... 009 Direitos do empregado... 010 ASSÉDIO MORAL E SEXUAL NO TRABALHO... 014 Assédio moral no trabalho...

Leia mais

Reforma da Previdência. Dezembro de 2016

Reforma da Previdência. Dezembro de 2016 Reforma da Previdência Dezembro de 2016 1 Razões para a Reforma Evolução populacional Hoje o Brasil é mais jovem que EUA e Europa; Mas projeções indicam que o país ficará mais envelhecido que os EUA e

Leia mais

Plano de Actividades do STSEDP Do Ano 2007

Plano de Actividades do STSEDP Do Ano 2007 Plano de Actividades do STSEDP Do Ano 2007 I Nota Introdutória e II Objectivos e Estratégias Com a elaboração do presente plano de actividades do Serviço Técnico Sócio Educativo de Deficientes Profundos

Leia mais

Resultados da Pesquisa de Clima Organizacional 2010

Resultados da Pesquisa de Clima Organizacional 2010 Resultados da Pesquisa de Clima Organizacional 2010 População e amostra da pesquisa 350 300 População Amostra 294 250 219 200 150 100 50 75 52 100 152 0 Técnicoadministrativos (69%) Docentes (46%) Geral

Leia mais

Tendências na área de Recursos Humanos

Tendências na área de Recursos Humanos Tendências na área de Recursos Humanos Confira a 6ª edição do maior censo de Recursos Humanos, realizado pelo RH Portal em 2016. Veja o que os profissionais estão falando sobre a realidade do RH no mercado

Leia mais

O QUE IMPULSIONA O ENGAJAMENTO DO COLABORADOR E POR QUE ISSO IMPORTA

O QUE IMPULSIONA O ENGAJAMENTO DO COLABORADOR E POR QUE ISSO IMPORTA O QUE IMPULSIONA O ENGAJAMENTO DO COLABORADOR E POR QUE ISSO IMPORTA White Paper de Dale Carnegie Training Copyright 2012 Dale Carnegie & Associates, Inc. All rights reserved. drive_engagement_012413_wp_pr

Leia mais

Seleção em Recursos Humanos. Dra. Adriana Caldana

Seleção em Recursos Humanos. Dra. Adriana Caldana Seleção em Recursos Humanos Dra. Adriana Caldana SELEÇÃO Processo de escolha de indivíduos com qualificações relevantes para preencher vagas existentes ou projetadas SELEÇÃO Análise do cargo Descrição

Leia mais

INDÚSTRIA BRASILEIRA DE BENS DE CAPITAL MECÂNICOS

INDÚSTRIA BRASILEIRA DE BENS DE CAPITAL MECÂNICOS INDÚSTRIA BRASILEIRA DE BENS DE CAPITAL MECÂNICOS INDICADORES CONJUNTURAIS Fevereiro/2013 Faturamento Bruto mensal R$ milhões constantes (defl. Col. 32/FGV) Média Jan-Fev 2008 6.188 2009 4.446 2010 5.178

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE CONTROLE DE DOENÇAS

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE CONTROLE DE DOENÇAS 3º ENCONTRO PAULISTA DE AVALIAÇÃO E PLANEJAMENTO DA COMUNICAÇÃO A SERVIÇO DA SAÚDE DO TRABALHADOR II ENCONTRO DA REDE DE COMUNICADORES PELA SAÚDE I FEIRA DE AMOSTRAS DE COMUNICAÇÃO EM SAÚDE DO TRABALHADOR

Leia mais

Modernidade e Envelhecimento 5º Semestre Serviço Social Profª Maria Aparecida

Modernidade e Envelhecimento 5º Semestre Serviço Social Profª Maria Aparecida Modernidade e Envelhecimento 5º Semestre Serviço Social Profª Maria Aparecida Desde os anos 1960 que a taxa de crescimento da população brasileira vem experimentando paulatinos declínios, intensificando-se

Leia mais

Prof. Adm. Esp. Rodrigo Leão Brasileiro

Prof. Adm. Esp. Rodrigo Leão Brasileiro Prof. Adm. Esp. Rodrigo Leão Brasileiro Abordagem básica da Adm. Científica: Ênfase nas tarefas; Iniciada por Taylor, que teve como seguidores Gantt, Gilbreth, Ford Tentativa de aplicação dos métodos da

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2015

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2015 PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2015 COOPERATIVA GERAL Quantidade de colaboradores: 1146 Quantidade de Respondentes: 835 Percentual de participação: 73% Dr. João Damasceno Porto Diretor Administrativo

Leia mais

03/11/2015. Aula 7. Liderança. Agenda. Seminário. Liderança. Teorias sobre liderança

03/11/2015. Aula 7. Liderança. Agenda. Seminário. Liderança. Teorias sobre liderança Aula 7 Liderança Agenda Seminário Liderança Teorias sobre liderança 2 1 Liderança O que é liderança? Capacidade de influenciar um grupo para o alcance de objetivos. 2 Importância do tema Liderança é um

Leia mais

ENGENHARIA DE USABILIDADE

ENGENHARIA DE USABILIDADE ENGENHARIA DE USABILIDADE Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Questão 1 O que você entende por Tecnologia Assistiva no âmbito de IHC? Cite exemplos. Questão 1 Resposta O que você entende

Leia mais

INDÚSTRIA BRASILEIRA DE BENS DE CAPITAL MECÂNICOS

INDÚSTRIA BRASILEIRA DE BENS DE CAPITAL MECÂNICOS INDÚSTRIA BRASILEIRA DE BENS DE CAPITAL MECÂNICOS INDICADORES CONJUNTURAIS Dezembro/2011 jan/07 mar/07 mai/07 jul/07 set/07 nov/07 jan/08 mar/08 mai/08 jul/08 set/08 nov/08 jan/09 mar/09 mai/09 jul/09

Leia mais

Prevenção da Exposição Ocupacional ao Benzeno. Breve histórico. José Roberto Teixeira 06/11/2013

Prevenção da Exposição Ocupacional ao Benzeno. Breve histórico. José Roberto Teixeira 06/11/2013 Prevenção da Exposição Ocupacional Breve histórico José Roberto Teixeira 06/11/2013 Benzeno Prevenção da Exposição Ocupacional 1978 Portaria nº 3214 NR 15 Limite Tolerância = 8 ppm 1983 Fenol urinário

Leia mais

Fobia Específica. Simpósio de Terapia Cognitivo Comportamental Instituto Brasileiro de Hipnose IBH

Fobia Específica. Simpósio de Terapia Cognitivo Comportamental Instituto Brasileiro de Hipnose IBH Fobia Específica Simpósio de Terapia Cognitivo Comportamental Instituto Brasileiro de Hipnose IBH - 20015 A origem da palavra Fobia Phobos" significa "medo" e serve de raiz para a palavra fobia. Os critérios

Leia mais

Gestão baseada no desempenho

Gestão baseada no desempenho Gestão baseada no desempenho Enquadramento conceptual do modelo em aplicação no Centro Hospitalar de Lisboa Central Daniel Ferro 7.12.2007 Modelo de Gestão do desempenho Permite: aumento da produtividade

Leia mais

AET Avaliação Ergonômica do Trabalho:

AET Avaliação Ergonômica do Trabalho: AET Avaliação Ergonômica do Trabalho: Como surge a necessidade de adequação? Giuliano Mannrich AET Como surge a necessidade de adequação? Estudo de Caso: Empresa Dominik Metal Center Pedido partiu do técnico

Leia mais

Aula 01: Introdução e conceitos básicos. Ghislaine Miranda Bonduelle

Aula 01: Introdução e conceitos básicos. Ghislaine Miranda Bonduelle Aula 01: Introdução e conceitos básicos Ghislaine Miranda Bonduelle Introdução Importância da Qualidade Evolução da Qualidade Qualidade Qualidades dos produtos (ou serviços) De acordo com exigência explícita

Leia mais

BOCA PAULISTA ELETRÔNICO

BOCA PAULISTA ELETRÔNICO BOCA PAULISTA ELETRÔNICO São Paulo, 4 de janeiro de 2017 - nº 1 A PEC DA PREVIDÊNCIA - I De acordo com o RH Em Números, do Depes, de novembro/2016, o Banco Central do Brasil possuía 4.060 servidores ativos,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ENGENHARIA QUÍMICA MAPA DE RISCOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ENGENHARIA QUÍMICA MAPA DE RISCOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ENGENHARIA QUÍMICA MAPA DE RISCOS Autores: Professor: Cláudia Gonçalves de Azevedo Marina Damião Besteti Kallyu Manoel de Souza Luís Cláudio Lopes Outubro,

Leia mais

HABILITAÇÃO E REABILITAÇÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL NA PERSPECTIVA DA SAÚDE

HABILITAÇÃO E REABILITAÇÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL NA PERSPECTIVA DA SAÚDE HABILITAÇÃO E REABILITAÇÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL NA PERSPECTIVA DA SAÚDE AUTORES: Renatha de Carvalho (renathacfisio@gmail.com), Andréa de Jesus Lopes (andrealopesfisio@gmail.com. CER II

Leia mais

O papel do técnico de acompanhamento

O papel do técnico de acompanhamento O papel do técnico de acompanhamento SANDRA PINHO Objetivos Reconhecer as mais valias da pessoa com deficiências e incapacidades no trabalho Reconhecer a importância do técnico especializado de acompanhamento

Leia mais

MPE INDICADORES Pequenos Negócios

MPE INDICADORES Pequenos Negócios MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil Categorias de pequenos negócios no Brasil MPE Indicadores MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta anual de até R$ 60 mil MICROEMPRESA Receita bruta

Leia mais

Modernização das Leis Trabalhistas

Modernização das Leis Trabalhistas Modernização das Leis Trabalhistas Legislação trabalhista marcada por seu caráter protetivo e por sua rigidez. A CLT DE 1943 cumpriu o seu papel na proteção do trabalhador. Conflitos tirados das ruas,

Leia mais

RENATA TIVERON NOÇÕES DE DIREITO DO TRABALHO. 1ª Edição JUN 2013

RENATA TIVERON NOÇÕES DE DIREITO DO TRABALHO. 1ª Edição JUN 2013 RENATA TIVERON NOÇÕES DE DIREITO DO TRABALHO 174 QUESTÕES DE PROVAS DE CONCURSOS GABARITADAS Seleção das Questões: Prof.ª Renata Tiveron Coordenação e Organização: Mariane dos Reis 1ª Edição JUN 2013 TODOS

Leia mais