LISTA DE EXERCÍCIOS # 05 QUÍMICA ANALÍTICA PROF. Wendell

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LISTA DE EXERCÍCIOS # 05 QUÍMICA ANALÍTICA PROF. Wendell"

Transcrição

1 LISTA DE EXERCÍCIOS # 05 QUÍMICA ANALÍTICA PROF. Wendell 1. Considere uma solução aquosa de NH 3, preparada na concentração de 0,100 mol L -1. Calcule o ph desta solução. Use K b = 1, Uma alíquota de 25 ml da solução descrita na questão 1 foi titulada com HCl 0,100 mol/l. Qual o ph no ponto de equivalência? 3. Para a questão 2, calcule o ph após a adição de (a) 1,00 ml, (b) 5,00 ml, (c) 24,99 ml; (d) 25,00 ml e (e) 25,01 ml de HCl. 4. Para a questão 03, esboce a curva de titulação. 5. Um aluno preparou uma solução aquosa de ácido butanóico na concentração de 0,200 mol/l. Calcule o ph desta solução. Use K a = 1, Uma alíquota de 25 ml da solução descrita na questão 5 foi titulada com NaOH 0,100 mol/l. Qual o ph no ponto de equivalência? 7. Para a questão 6, calcule o ph após a adição de (a) 10,00 ml, (b) 25,00 ml, (c) 49,99 ml; (d) 50,00 ml e (e) 50,01 ml de NaOH. 8. Uma alíquota de 10,0 ml uma solução de NaOH 0,100 mol/l foi titulada com HCl 0,200 mol/l. Qual o ph inicial!? Qual o ph no ponto de equivalência?! Qual o volume esperado para alcançar o ponto de equivalência?! 9. Uma alíquota de 10,0 ml uma solução de HCl 0,200 mol/l foi titulada com NaOH 0,100 mol/l. Qual o ph inicial!? Qual o ph no ponto de equivalência?! Qual o volume esperado para alcançar o ponto de equivalência?! 10. Para as questões 8 e 9, esboce as curvas de titulação. 11. Uma solução de NaOH foi padronizada com uma solução padrão de biftalato de potássio. Considerando que um volume de 25,00 ml do padrão com concentração de 0,100 mol L -1 necessitou, até a neutralização completa, de 25,22 ml de NaOH, calcule a concentração real da solução de NaOH. 12. Qual a diferença entre (i) ponto final da titulação e (ii) ponto de equivalência. 13. O que significa a diferença entre os termos definidos na questão 12? 14. Esboce o formato das curvas de titulação entre (i) ácido forte base forte; (ii) base forte ácido forte; (iii) ácido fraco base forte; (iv) base fraca ácido forte. 15. Para os itens (iii) e (iv) da questão anterior, indique (i) a região tamponante e (ii) a região em que ocorre a reação de hidrólise.

2 16. Explique o funcionamento dos indicadores em uma reação ácido-base. 17. Os indicadores A, B e C apresentam constantes, K ind, iguais a K Ind = 1,0 10-5, K Ind = 1, e K Ind = , respectivamente. Calcule a faixa de ph em que ocorre a viragem para cada indicador. 18. Qual indicador (dos citados na questão 17) é mais apropriado para titular (i) um ácido forte com uma base forte; (ii) um ácido fraco com uma base forte e; (iii) uma base fraca com um ácido forte? Justifique. 19. Mostre que: a) b) 20. Um aluno preparou uma solução tampão pela mistura de ácido acético e acetato de sódio. Considerando K a = 1,75 x 10-5, calcule o ph de uma solução equimolar. 21. Uma solução tampão, com volume de 1000 ml, foi preparada pela mistura de 0,5 mol de um ácido fraco (HA) e 0,1 mol do sal de sua base conjugada. Considerando K a = 2,0 x 10-5, calcule o ph da solução resultante. 22. Uma solução tampão, com volume de 1000 ml, foi preparada pela mistura de 0,15 mol de uma base fraca (B) e 0,1 mol do sal de seu ácido conjugado. Considerando K b = 2,3 x 10-5, calcule o ph da solução resultante. A tabela abaixo apresenta alguns ácidos que podem ser utilizados no preparado de soluções tamponantes. Use estes dados para resolver as questões 23 a 26. Ácido pka A 2,15 B 6,00 C 8, Para cada ácido citado, calcule o intervalo de ph para preparar soluções com efeito tamponante. 24. Para o preparo de uma solução tampão com ph igual a 3, indique o ácido a ser utilizado e

3 25. Para o preparo de uma solução tampão com ph igual a 5, indique o ácido a ser utilizado e 26. Para o preparo de uma solução tampão com ph igual a 8, indique o ácido a ser utilizado e 27. O sangue humano é tamponado por uma série de sistemas. A principal reação ácido-base consiste no par conjugado H 2 CO 3 /HCO - 3. Explique o funcionamento deste tampão e sua importância metabólica. 28. Uma alíquota de 50,00 ml de um vinho de mesa branco foi titulado com uma solução de NaOH 0,03776 mol/l. O volume de NaOH consumido para alcançar o ponto final com fenolftaleína foi igual a 21,48 ml. Expresse a acidez do vinho branco em função do teor de ácido tartárico (H 2 C 4 H 4 O 6, 150,09 g/mol) presente na bebida (m/v). 29. Uma alíquota de 25,00 ml de vinagre foi diluída para 250,00 ml em um balão volumétrico. A titulação de várias alíquotas de 50,00 ml da solução diluída requereu a média de 34,88 ml de solução de NaOH 0,09600 mol/l. Expresse o teor de acidez do vinagre em função da porcentagem (m/v) de ácido acético (CH 3 COOH, 60,08 g/mol) presente. 30. Uma alíquota de 10,00 ml de vinagre (ácido acético, CH 3 COOH) foi pipetada para um frasco, ao qual foram adicionadas duas gotas de fenolftaleína. Esta solução foi então titulada com NaOH 0,1008 mol/l. (a) Considerando que o volume de NaOH consumido foi de 45,62 ml, qual a concentração molar do ácido na solução?! (b) Considerando que a concentração esperada da solução do ácido acético fosse igual a 0,4500 mol/l, calcule o volume de NaOH necessário para atingir o ponto de equivalência. (c) Baseado no volume calculado no item anterior e o volume indicado no item (a), calcule o erro da titulação. 31. Uma amostra de 25,00 ml de uma solução de limpeza doméstica, contendo NH 3, foi diluída a 250,0 ml em um balão volumétrico. Uma alíquota de 50,00 ml dessa solução requereu 40,38 ml de HCl 0,2506 mol/l para alcançar o ponto final, usando o verde de bromocresol como indicador. Calcule a porcentagem (m/v) de NH 3 na amostra.

4 32. O teor de cálcio e magnésio pode ser determinado, em amostras reais, a partir da volumetria de complexação, usando-se o EDTA como agente complexante. Uma amostra de urina coletada por 24 horas foi diluída a 2,00 L. Após a solução ter sido tamponada a ph 10, uma alíquota de 10,00 ml foi titulada com 27,32 ml de EDTA 0, mol/l. O cálcio, em uma segunda alíquota de 10,00 ml, foi titulado com 12,21 ml da solução de EDTA. Para dosar o cálcio separadamente, o ph da solução foi elevado para aproximadamente 12, com a adição de NaOH. (a) Calcule a massa de cálcio e a massa de magnésio presente na solução inicial. (b) Presumindo que as quantidades normais de cálcio e magnésio se situam entre mg (Mg 2+ ) e mg (Ca 2+ ) por dia, essa amostra cai dentro desta faixa?! 33. Uma pastilha antiácida, pesando 1,25 g, foi dissolvida em um balão volumétrico de 1,0 L para permitir a determinação dos teores de carbonato de cálcio e carbonato de magnésio. Após o preparo da solução, uma alíquota de 10,0 ml foi transferida para um erlenmeyer contendo uma solução tampão com ph = 10. Esta alíquota foi então titulada com EDTA 0,0040 mol/l e o volume médio gasto foi de 15,01 ml. Para dosar o cálcio, após precipitação fracionada do magnésio, uma segunda alíquota de 10,00 ml da solução estoque foi transferida para um erlenmeyer e o ph da solução presente foi ajustado para um valor de aproximadamente 13. Na titulação com EDTA, o volume consumido para observação do ponto final foi igual a 13,03 ml. Baseado nestas informações, (a) Faça uma esquematização das duas etapas envolvidas, representando as reações relacionadas. (b) Calcule as concentrações de CaCO 3 e MgCO 3 presentes na solução inicial. (c) Calcule as massas de CaCO 3 e MgCO 3 presentes na pastilha. (d) Calcule o teor de CaCO 3 e MgCO 3 na pastilha. 34. A volumetria de óxido-redução foi explorada no curso de Química Analítica para demonstrar a análise quantitativa do teor de peróxido de hidrogênio em amostras comerciais de água oxigenada (em diferentes concentrações). Na aula experimental utilizou-se uma alíquota de 10,0 ml de um padrão primário (oxalato de sódio) 0,050 mol/l para padronizar a solução de permanganato de potássio (KMnO 4 ) 0,020 mol/l. Essa reação ocorreu em meio ácido. Baseado nessas informações,

5 A) Por que utilizou-se o meio ácido?! B) Escreva a reação química balanceada. C) Qual o volume esperado para obter o ponto de viragem?! D) Um dos grupos gastou um volume de 21,50 ml de KMnO 4. Calcule o erro da titulação e a concentração real da solução de KMnO A solução padronizada na questão anterior foi utilizada para determinação quantitativa do teor de H 2 O 2 em meio ácido. Para esta finalidade, uma alíquota de 5 ml de cada amostra comercial foi diluída para um volume de 1000 ml. Em seguida, todos os grupos titularam alíquotas de 20,0 ml com a solução de KMnO 4. A) Escreva a reação química balanceada. B) Esboce o esquema do procedimento experimental. C) Utilizando-se o valor da concentração real da solução de KMnO 4, calcule o volume esperado para ser gasto na dosagem das amostras comerciais de H 2 O 2 nas concentrações de 3 e 6% (m/v). D) Na análise quantitativa, uma das turmas de Q. Analítica consumiu, até observar o ponto de viragem, os seguintes volumes médios da solução de KMnO 4 : 1,82 ml para a amostra de 10 volumes e 3,90 ml para a amostra de 20 volumes. Calcule a porcentagem de H 2 O 2 em ambas as amostras. Utilize o valor da concentração real da solução de KMnO 4, calculada no item anterior. E) Expresse a resposta do item anterior em função do volume de O2 liberado na decomposição da solução de H 2 O Quais os três métodos volumétricos de precipitação!? 37. Quais os indicadores utilizados em cada um dos métodos referentes à questão anterior?! 38. De modo a determinar o teor de NaCl, uma alíquota de 10,0 ml de soro fisiológico foi diluída para um volume de 100,0 ml. Em seguida, transferiu-se 20,0 ml da solução diluída para um erlenmeyer. Antes da titulação, adicionou-se ao erlenmeyer: (i) 7,0 ml de uma solução de AgNO 3 0,101 mol/l, (ii) 5 ml de HNO 3 6 mol/l e (iii) 1,0 ml de uma solução de Fe(NO 3 ) 3. A solução contida no erlenmeyer foi titulada com uma solução de KSCN 0,105 mol/l. O volume gasto foi igual a 4,21 ml. A) Escreva todas as reações presentes na titulação. B) Calcule o teor de NaCl no soro fisiológico.

VOLUMETRIA DE NEUTRALIZAÇÃO.

VOLUMETRIA DE NEUTRALIZAÇÃO. 13 Técnica 1. VOLUMETRIA DE NEUTRALIZAÇÃO. PADRONIZAÇÃO DA SOLUÇÃO APROXIMADAMENTE 0,1 M DE HCl COM SOLUÇÃO PADRÃO 0,05 M DE Na 2 CO 3. Colocar no erlenmeyer exatamente 10 ml de solução padrão 0,05 M de

Leia mais

Introdução aos métodos volumétricos de análise química

Introdução aos métodos volumétricos de análise química LCE-190 Química Analítica Aplicada Introdução aos métodos volumétricos de análise química Wanessa Melchert Mattos Titulometria: inclui um grupo de métodos analíticos baseados na determinação da quantidade

Leia mais

TITULAÇÃO EM QUÍMICA ANALÍTICA

TITULAÇÃO EM QUÍMICA ANALÍTICA TITULAÇÃO EM QUÍMICA ANALÍTICA Titulação Procedimento analítico, no qual a quantidade desconhecida de um composto é determinada através da reação deste com um reagente padrão ou padronizado. Titulante

Leia mais

Química Analítica IV INTRODUÇÃO A VOLUMETRIA

Química Analítica IV INTRODUÇÃO A VOLUMETRIA Química Análítica IV - II sem/2012 Profa Ma Auxiliadora - 1 Química Analítica IV 1 semestre 2012 Profa. Maria Auxiliadora Costa Matos INTRODUÇÃO A VOLUMETRIA VOLUMETRIA Química Análítica IV - II sem/2012

Leia mais

REAGENTES H 2 C N CH 2 CH 2 N CH 2

REAGENTES H 2 C N CH 2 CH 2 N CH 2 PRÁTICA 2 DETERMINAÇÃ DE CÁLCI EM LEITE Metodologia de análise: Volumetria de Complexação MATERIAIS Bureta de 25 ml Béquer 100 e 250 ml Erlenmeyer de 250 ml Proveta de 50 ml Balão volumétrico 100 ml Pipetas

Leia mais

PRÁTICA 02 - DETERMINAÇÃO DA ACIDEZ EM VINAGRE E ÁCIDO FOSFÓRICO EM REAGENTE COMERCIAL

PRÁTICA 02 - DETERMINAÇÃO DA ACIDEZ EM VINAGRE E ÁCIDO FOSFÓRICO EM REAGENTE COMERCIAL PRÁTICA 02 - DETERMINAÇÃO DA ACIDEZ EM VINAGRE E ÁCIDO FOSFÓRICO EM REAGENTE COMERCIAL METAS Determinar a porcentagem de acidez total volátil em vinagre; determinar a concentração de ácido fosfórico em

Leia mais

TÍTULO: ANÁLISE TITRIMÉTRICA (Volumétrica)

TÍTULO: ANÁLISE TITRIMÉTRICA (Volumétrica) Componente Curricular: Química dos Alimentos Prof. Barbosa e Prof. Daniel 4º Módulo de Química Procedimento de Prática Experimental Competências: Identificar as propriedades dos alimentos. Identificar

Leia mais

QUÍMICA ANALÍTICA LISTA DE EXERCÍCIOS SOBRE GRAVIMETRIA, VOLUMETRIA DE NEUTRALIZAÇÃO, VOLUMETRIA DE COMPLEXAÇÃO, OXIDAÇÃO- REDUÇÃO E PRECIPITAÇÃO

QUÍMICA ANALÍTICA LISTA DE EXERCÍCIOS SOBRE GRAVIMETRIA, VOLUMETRIA DE NEUTRALIZAÇÃO, VOLUMETRIA DE COMPLEXAÇÃO, OXIDAÇÃO- REDUÇÃO E PRECIPITAÇÃO LISTA DE EXERCÍCIOS SOBRE GRAVIMETRIA, VOLUMETRIA DE NEUTRALIZAÇÃO, VOLUMETRIA DE COMPLEXAÇÃO, OXIDAÇÃO- REDUÇÃO E PRECIPITAÇÃO 1. Dentre as vária vantagens da análise gravimétrica em relação a análise

Leia mais

Química Fascículo 06 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida

Química Fascículo 06 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Química Fascículo 06 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Índice Soluções...1 Exercícios... 5 Gabarito...7 Soluções Unidades de Concentração Concentração é determinada

Leia mais

Lista de Exercícios Reações em Solução Aquosa ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO ADAPTADOS DE LIVROS CITADOS ABAIXO.

Lista de Exercícios Reações em Solução Aquosa ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO ADAPTADOS DE LIVROS CITADOS ABAIXO. ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO ADAPTADOS DE LIVROS CITADOS ABAIXO. ph = ph final ph inicial 1 Dê nome e a massa dos sólidos formados a partir das misturas um mol de cada dos reagentes

Leia mais

- MÉTODOS VOLUMÉTRICOS

- MÉTODOS VOLUMÉTRICOS - MÉTODOS VOLUMÉTRICOS Potência / Teor: DETERMINAÇÃO DO TEOR - São ensaios que visam a determinação quantitativa, ou seja a concentração do analito no medicamento ou matéria-prima. - As principais características

Leia mais

Prof a. Dr a. Luciana M. Saran

Prof a. Dr a. Luciana M. Saran HCl 0,1N FCAV/UNESP CURSO: Agronomia DISCIPLINA: Química Analítica Fundamentos da Análise Titrimétrica (Volumétrica) NaOH 0,1N Prof a. Dr a. Luciana M. Saran Fenolftaleína 1 ANÁLISE TITRIMÉTRICA O QUE

Leia mais

Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran

Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran FCAV/ UNESP Jaboticabal Disciplina: Química Geral Assunto: Solução Tampão Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran 1 1. INTRODUÇÃO Por que a adição de 0,01 mol de HCl à 1L de sangue humano, altera o ph

Leia mais

PRÁTICA 07: PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES

PRÁTICA 07: PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES PRÁTICA 07: PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES 1- INTRODUÇÃO Análise volumétrica refere-se a todo procedimento no qual o volume de um reagente necessário para reagir com um constituinte em análise é medido. - Em

Leia mais

PRÁTICA 05 - DETERMINAÇÃO DE CLORO ATIVO EM ÁGUA SANITÁRIA E DETERMINAÇÃO IODOMÉTRICA DE ÁCIDO ASCÓRBICO

PRÁTICA 05 - DETERMINAÇÃO DE CLORO ATIVO EM ÁGUA SANITÁRIA E DETERMINAÇÃO IODOMÉTRICA DE ÁCIDO ASCÓRBICO PRÁTICA 05 - DETERMINAÇÃO DE CLORO ATIVO EM ÁGUA SANITÁRIA E DETERMINAÇÃO IODOMÉTRICA DE ÁCIDO ASCÓRBICO Aula 15 METAS Familiarizar com as técnicas de preparo e padronização de solução de tiossulfato de

Leia mais

Plantão de dúvidas - Lista 12 2 os anos Danilo mai/12. Nome: Nº: Turma: Titulação, ppm, densidade e volumes

Plantão de dúvidas - Lista 12 2 os anos Danilo mai/12. Nome: Nº: Turma: Titulação, ppm, densidade e volumes Química Plantão de dúvidas - Lista 12 2 os anos Danilo mai/12 Nome: Nº: Turma: Titulação, ppm, densidade e volumes 1. (Unesp) Um analista químico de uma indústria de condimentos analisa o vinagre produzido

Leia mais

MÉTODOS CLÁSSICOS DE ANÁLISE QUÍMICA QUANTITATIVA A análise química pode ser definida como o uso de um ou mais processos que fornecem informações

MÉTODOS CLÁSSICOS DE ANÁLISE QUÍMICA QUANTITATIVA A análise química pode ser definida como o uso de um ou mais processos que fornecem informações MÉTODOS CLÁSSICOS DE ANÁLISE QUÍMICA QUANTITATIVA A análise química pode ser definida como o uso de um ou mais processos que fornecem informações sobre a composição de uma amostra. Método: é a aplicação

Leia mais

VOLUMETRIA DE PRECIPITAÇÃO: DETERMINAÇÃO DE CLORETO DE SÓDIO EM SORO FISIOLÓGICO

VOLUMETRIA DE PRECIPITAÇÃO: DETERMINAÇÃO DE CLORETO DE SÓDIO EM SORO FISIOLÓGICO VOLUMETRIA DE PRECIPITAÇÃO: DETERMINAÇÃO DE CLORETO DE SÓDIO EM SORO FISIOLÓGICO A volumetria de precipitação envolve a reação na qual forma-se um produto de baixa solubilidade. Sua principal aplicação

Leia mais

Preparação e padronização de soluções

Preparação e padronização de soluções INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA Departamento de Engenharia Química e do Ambiente QUÍMICA I (1º Ano 1º Semestre) Trabalho Prático nº 2 Preparação e padronização de soluções

Leia mais

1 - Segundo Bronsted-Lorry, qual é o íon responsável pelas propriedades dos ácidos? E das bases?

1 - Segundo Bronsted-Lorry, qual é o íon responsável pelas propriedades dos ácidos? E das bases? Química Analítica - 106204 Prof. Marcelo da Rosa Alexandre Lista de Exercícios 1 - Segundo Bronsted-Lorry, qual é o íon responsável pelas propriedades dos ácidos? E das bases? 2 - Escreva a fórmula molecular

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA - QUÍMICA - Grupo J

PADRÃO DE RESPOSTA - QUÍMICA - Grupo J PADRÃO DE RESPOSTA - QUÍMICA - Grupo J 1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor Num recipiente de 3,0 L de capacidade, as seguintes pressões parciais foram medidas: N 2 = 0,500 atm; H 2 = 0,400 atm;

Leia mais

Ácidos e Bases. Capítulo 15

Ácidos e Bases. Capítulo 15 Capítulo 15 Ácidos e Bases Ácidos e Bases de Brønsted Propriedades Ácido-Base da Água ph Uma Medida de Acidez Força de Ácidos e de Bases Ácidos Fracos e Constantes de Ionização Ácida Bases Fracas e Constantes

Leia mais

PAGQuímica 2011/1 Exercícios de Equilíbrio Ácido-Base Parte III

PAGQuímica 2011/1 Exercícios de Equilíbrio Ácido-Base Parte III PAGQuímica 2011/1 Exercícios de Equilíbrio Ácido-Base Parte III Kw = [H + ][OH - ] = 1,0x10-14 (a 25 o C) Sólido Fórmula Kps Carbonato de Bário BaCO 3 4,9x10-9 Carbonato de Cádmio CdCO 3 2,5 x 10-14 Carbonato

Leia mais

TITULAÇÃO BASE FRACA COM ÁCIDO FORTE

TITULAÇÃO BASE FRACA COM ÁCIDO FORTE TITULAÇÃO BASE FRACA COM ÁCIDO FORTE TITULAÇÃO BASE FRACA COM ÁCIDO FORTE 1 ETAPA Antes de iniciar a titulação A solução contém apenas base fraca e água - solução aquosa de uma base fraca. O ph da solução

Leia mais

Lista de Exercício. Professor: Cassio Pacheco Disciplina: Química 2 Ano Data de entrega: 04/03/2016. Concentração Comum

Lista de Exercício. Professor: Cassio Pacheco Disciplina: Química 2 Ano Data de entrega: 04/03/2016. Concentração Comum Professor: Cassio Pacheco Disciplina: Química 2 Ano Data de entrega: 04/03/2016 Lista de Exercício Concentração Comum 1- Num balão volumétrico de 250 ml adicionam-se 2,0g de sulfato de amônio sólido; o

Leia mais

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE Introdução a Analise Química II sem/2015 Profa Ma Auxiliadora Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina QUIO94 - Introdução à Análise Química

Leia mais

Atividade de Autoavaliação Recuperação 2 os anos Rodrigo ago/09

Atividade de Autoavaliação Recuperação 2 os anos Rodrigo ago/09 Química Atividade de Autoavaliação Recuperação 2 os anos Rodrigo ago/09 Re Resolução 1. O carbeto de cálcio CaC 2 (s) (massa molar = 64 g mol 1 ), também conhecido como carbureto, pode ser obtido aquecendo-se

Leia mais

LABORATÓRIO DE QUÍMICA QUI126 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS

LABORATÓRIO DE QUÍMICA QUI126 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS 1. Soluções básicas servem para a dissolução de gorduras sólidas que obstruem tubulações das cozinhas. O hidróxido de sódio é um exemplo, pois reage com gorduras e gera produtos solúveis. Qual a massa

Leia mais

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE Introdução a Analise Química - II sem/2012 Profa Ma Auxiliadora - 1 Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina QUIO94 - Introdução à Análise Química

Leia mais

Introdução aos métodos titulométricos volumétricos. Prof a Alessandra Smaniotto QMC Química Analítica - Farmácia Turmas 02102A e 02102B

Introdução aos métodos titulométricos volumétricos. Prof a Alessandra Smaniotto QMC Química Analítica - Farmácia Turmas 02102A e 02102B Introdução aos métodos titulométricos volumétricos Prof a Alessandra Smaniotto QMC 5325 - Química Analítica - Farmácia Turmas 02102A e 02102B Definições ² Métodos titulométricos: procedimentos quantitativos

Leia mais

PRÁTICA 04 - DETERMINAÇÃO DA DUREZA TOTAL E TEOR DE CÁLCIO E MAGNÉSIO EM ÁGUA

PRÁTICA 04 - DETERMINAÇÃO DA DUREZA TOTAL E TEOR DE CÁLCIO E MAGNÉSIO EM ÁGUA PRÁTICA 04 - DETERMINAÇÃO DA DUREZA TOTAL E TEOR DE CÁLCIO E MAGNÉSIO EM ÁGUA Aula 14 METAS Familiarizar com as técnicas de preparo e padronização de solução de edta; determinar a dureza total e o teor

Leia mais

Fundamentos de Química Q101 Aulas Téorico-Práticas Ano letivo 2011/12 Licenciaturas em Química e Bioquímica

Fundamentos de Química Q101 Aulas Téorico-Práticas Ano letivo 2011/12 Licenciaturas em Química e Bioquímica DEPARTAMENTO DE QUÍMICA E BIOQUÍMICA Fundamentos de Química Q101 Aulas Téorico-Práticas Ano letivo 2011/12 Licenciaturas em Química e Bioquímica Equilíbrio ácido-base (10.32) Calcule o ph e o poh de cada

Leia mais

NEUTRALIZAÇÃO: UMA REACÇÃO DE ÁCIDO BASE

NEUTRALIZAÇÃO: UMA REACÇÃO DE ÁCIDO BASE NEUTRALIZAÇÃO: UMA REACÇÃO DE ÁCIDO BASE O que se pretende Determinar a concentração desconhecida de uma solução aquosa de um ácido forte por titulação com uma base forte através de dois métodos. Num dos

Leia mais

TITRIMETRIA (VOLUMETRIA) 24/07/2013. Definição. Princípio da volumetria. n o de mols do titulante = n o de mols do titulado

TITRIMETRIA (VOLUMETRIA) 24/07/2013. Definição. Princípio da volumetria. n o de mols do titulante = n o de mols do titulado Definição TITRIMETRIA (VOLUMETRIA) Processo da análise química em que o teor do analito é determinado através de uma reação química quantitativa com uma solução padrão, em uma técnica denominada titulação.

Leia mais

Lista de Exercícios Volumetria de Precipitação ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO ADAPTADOS DE LIVROS CITADOS ABAIXO.

Lista de Exercícios Volumetria de Precipitação ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO ADAPTADOS DE LIVROS CITADOS ABAIXO. ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO ADAPTADOS DE LIVROS CITADOS ABAIXO. 1 Calcule o pag 2% antes do PE, no PE e 2% após o ponto de equivalência na titulação de 10,0 ml de solução 0,05

Leia mais

QUI219 QUÍMICA ANALÍTICA (Farmácia) Prof. Mauricio X. Coutrim

QUI219 QUÍMICA ANALÍTICA (Farmácia) Prof. Mauricio X. Coutrim QUI219 QUÍMICA ANALÍTICA (Farmácia) Prof. Mauricio X. Coutrim (mcoutrim@iceb.ufop.br) SOLUÇÃO TAMPÃO Tampão Ácido Qual o ph de uma solução de ácido fórmico 1,00.10-1 mol.l -1 e formiato de sódio 1,00 mol.l

Leia mais

Titulação de cálcio e magnésio no leite com EDTA. Ilustrar: Titulação por retorno Titulação complexométrica, com EDTA

Titulação de cálcio e magnésio no leite com EDTA. Ilustrar: Titulação por retorno Titulação complexométrica, com EDTA TRABALHO PRÁTICO Titulação de cálcio e magnésio no leite com Ilustrar: Titulação por retorno Titulação complexométrica, com PARTE EXPERIMENTAL Procedimento para determinação do teor de cálcio mais magnésio

Leia mais

ROTEIRO PRÁTICO DE QUÍMICA GERAL

ROTEIRO PRÁTICO DE QUÍMICA GERAL ROTEIRO PRÁTICO DE QUÍMICA GERAL 1- Objetivo 1. Estimar o ph de água destilada e de soluções aquosas usando indicadores ácidobase. 2. Diferenciar o comportamento de uma solução tampão. 2 Introdução Eletrólitos

Leia mais

PRÁTICA 01 - INTRODUÇÃO AO TRABALHO NO LABORATÓRIO DE QUÍMICA ANALÍTICA E PREPARO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES

PRÁTICA 01 - INTRODUÇÃO AO TRABALHO NO LABORATÓRIO DE QUÍMICA ANALÍTICA E PREPARO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES PRÁTICA 01 - INTRODUÇÃO AO TRABALHO NO LABORATÓRIO DE QUÍMICA ANALÍTICA E PREPARO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES METAS Apresentar o objetivo da parte prática da disciplina; apresentar as instruções de trabalho

Leia mais

Experiência nº 8: Titulações Ácido-Base

Experiência nº 8: Titulações Ácido-Base 1 UFSC Departamento de Química Área de Educação Química QMC 5119 Introdução ao Laboratório de Química 2011/1 Prof. Marcos Aires de Brito Prof. Fábio Peres Gonçalves Prof. José Carlos Gesser 1. Questões

Leia mais

Prática 11 Ácidos, bases e curvas de titulação potenciométrica

Prática 11 Ácidos, bases e curvas de titulação potenciométrica UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE QUÍMICA DQMC Disciplina: Química Geral Experimental QEX0002 Prática 11 Ácidos, bases e curvas de titulação potenciométrica

Leia mais

PRINCÍPIOS DA ANÁLISE VOLUMÉTRICA E TITULOMETRIA ÁCIDO-BASE

PRINCÍPIOS DA ANÁLISE VOLUMÉTRICA E TITULOMETRIA ÁCIDO-BASE PRINCÍPIOS DA ANÁLISE VOLUMÉTRICA E TITULOMETRIA ÁCIDO-BASE METAS Apresentar o conceito de análise volumétrica e as variáveis envolvidas no processo de titulação; apresentar a química envolvida nas titulações

Leia mais

Experimento 03: Cinética Química

Experimento 03: Cinética Química Experimento 03: Cinética Química 1 OBJETIVO - Verificar alguns fatores que influenciam na velocidade das reações químicas: temperatura, superfície de contato e efeito do catalisador. 2 INTRODUÇÃO A cinética

Leia mais

Padronizar uma solução aquosa de hidróxido de sódio 0,1mol/L para posteriormente determinar a acidez de amostras.

Padronizar uma solução aquosa de hidróxido de sódio 0,1mol/L para posteriormente determinar a acidez de amostras. Pág. 1 de 6 I - OBJETIVOS Padronizar uma solução de ácido clorídrico 0,1mol/L para posterior determinação de pureza de amostras alcalinas. Padronizar uma solução aquosa de hidróxido de sódio 0,1mol/L para

Leia mais

AB-I - Concentrações e Diluições

AB-I - Concentrações e Diluições Problemas da disciplina de Química II Ácidos e bases 2º semestre de 2007-2008 Coligidos por: Rita Delgado e Luís Vilas Boas e outros docentes do DEQB - IST Este ficheiro destina-se exclusivamente aos alunos

Leia mais

EXPERIÊNCIA 8 TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE

EXPERIÊNCIA 8 TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE EXPERIÊNCIA 8 TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE 1. OBJETIVOS No final desta experiência o aluno deverá ser capaz de: - Determinar a concentração de uma base por titulação. - Determinar a molécula-grama (Mol) de um

Leia mais

INTRODUÇÃO À TITULOMETRIA PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES. META Determinar a concentração de ácido clorídrico por titulometria de neutralização.

INTRODUÇÃO À TITULOMETRIA PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES. META Determinar a concentração de ácido clorídrico por titulometria de neutralização. Aula INTRODUÇÃO À TITULOMETRIA PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES META Determinar a concentração de ácido clorídrico por titulometria de neutralização. OBJETIVOS Ao final desta aula o aluno deverá: detectar o ponto

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO UERJ 2010

CONCURSO PÚBLICO UERJ 2010 CONCURSO PÚBLICO UERJ 21 TÉCNICO EM QUÍMICA CADERNO DE PROVA OBJETIVA Este caderno, com vinte páginas numeradas sequencialmente, contém quarenta questões objetivas. Não abra o caderno antes de receber

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico Edital Nº

Leia mais

DETERMINAÇÃO DE ALGUNS PARÂMETROS CINÉTICOS DA REAÇÃO DE DECOMPOSIÇÃO DO PERÓXIDO DE HIDROGÊNIO.

DETERMINAÇÃO DE ALGUNS PARÂMETROS CINÉTICOS DA REAÇÃO DE DECOMPOSIÇÃO DO PERÓXIDO DE HIDROGÊNIO. DETERMINAÇÃO DE ALGUNS PARÂMETROS CINÉTICOS DA REAÇÃO DE DECOMPOSIÇÃO DO PERÓXIDO DE HIDROGÊNIO. Glauber Silva Godoi Aula 13 META Desenvolver no aluno a capacidade de extrair informações quanto aos parâmetros

Leia mais

AULA 3 PRECIPITAÇÃO- QUÍMICA ANALÍTICA II PROFESSOR HÉLCIO. Precipitação: Método Mohr e Fajans

AULA 3 PRECIPITAÇÃO- QUÍMICA ANALÍTICA II PROFESSOR HÉLCIO. Precipitação: Método Mohr e Fajans AULA 3 PRECIPITAÇÃO- QUÍMICA ANALÍTICA II PROFESSOR HÉLCIO Precipitação: Método Mohr e Fajans O método mais importante de titrimetria que se basea na formação de um composto pouco solúvel é a modelo ARGENTIMÉTRICO.

Leia mais

Experiência nº 8: Titulações Ácido-Base

Experiência nº 8: Titulações Ácido-Base Experiência nº 8: Titulações Ácido-Base 1. Questões de estudo - Como determinar com precisão a concentração de uma solução (ácida ou básica)? Explique detalhadamente. - Como determinar experimentalmente

Leia mais

Zona de Transição. Azul de Timol (A) (faixa ácida) 1,2 2,8 Vermelho Amarelo. Tropeolina OO (B) 1,3 3,2 Vermelho Amarelo

Zona de Transição. Azul de Timol (A) (faixa ácida) 1,2 2,8 Vermelho Amarelo. Tropeolina OO (B) 1,3 3,2 Vermelho Amarelo ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO ADAPTADOS DE LIVROS CITADOS ABAIXO. Indicador Zona de Transição Cor Ácida Cor Básica Azul de Timol (A) (faixa ácida) 1,2 2,8 Vermelho Amarelo Tropeolina

Leia mais

1. A fermentação é um processo químico complexo do fabrico de vinho no qual a glucose é convertida em etanol e dióxido de carbono:

1. A fermentação é um processo químico complexo do fabrico de vinho no qual a glucose é convertida em etanol e dióxido de carbono: EB: QUÍMICA GERAL/ EQB: QUÍMICA GERAL I Capítulo 4. Reacções químicas II Ficha de exercícios 1. A fermentação é um processo químico complexo do fabrico de vinho no qual a glucose é convertida em etanol

Leia mais

Química C Semiextensivo V. 4

Química C Semiextensivo V. 4 Química C Semiextensivo V. Exercícios 01) E 02) B 0) D 0) C 05) B Quanto maior a constante ácida, maior a força do ácido (acidez). Assim, HF

Leia mais

Relatório 7 Determinação do produto de solubilidade do AgBrO3

Relatório 7 Determinação do produto de solubilidade do AgBrO3 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO QUÍMICA GERAL Prof. Maria Regina Alcântara Relatório 7 Determinação do produto de solubilidade do AgBrO3 Mayara Moretti Vieira Palmieri 7159862 Rodrigo Tonon 7993766 Outubro,

Leia mais

Equipe de Química QUÍMICA

Equipe de Química QUÍMICA Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 12R Ensino Médio Equipe de Química Data: QUÍMICA Mistura de soluções que não reagem entre si: Misturas de soluções de mesmo soluto quando misturamos soluções de mesmo

Leia mais

QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 4ª aula /

QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 4ª aula / QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 4ª aula / 2016-2 Prof. Mauricio X. Coutrim (disponível em: http://professor.ufop.br/mcoutrim) REAÇÃO EM SOLUÇÃO AQUOSA São reações envolvendo compostos iônicos

Leia mais

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 03 SOLUÇÕES: INTRODUÇÃO - PARTE 3

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 03 SOLUÇÕES: INTRODUÇÃO - PARTE 3 QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 03 SOLUÇÕES: INTRODUÇÃO - PARTE 3 Fixação 1) (PUC) No preparo de solução alvejante de tinturaria, 521,5g de hipoclorito de sódio são dissolvidos em água suficiente para 10,0 litros

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA. Departamento de Engenharia Química e do Ambiente. QUÍMICA I (1º Ano/1º Semestre)

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA. Departamento de Engenharia Química e do Ambiente. QUÍMICA I (1º Ano/1º Semestre) INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA Departamento de Engenharia Química e do Ambiente QUÍMICA I (1º Ano/1º Semestre) 4ª Série de Exercícios EQUILÍBRIO QUÍMICO Tomar (2003) 1 Equilíbrio

Leia mais

Ácidos e Bases. O ph de soluções de sais

Ácidos e Bases. O ph de soluções de sais Ácidos e Bases O ph de soluções de sais ph de soluções de sais Se medirmos o ph de uma solução de sal, em geral não encontramos o valor "neutro" do ph = 7 Se neutralizamos ácido acético 0,3 mol/dm 3 com

Leia mais

O plasma sanguíneo contém uma reserva ("pool") total de carbonato (essencialmente HCO 3-

O plasma sanguíneo contém uma reserva (pool) total de carbonato (essencialmente HCO 3- Exercícios 1. Segel, Biochemical Calculations, Capítulo 1, Problema 1-19. O Ka do ácido fraco HA é 1,6 x 10-6. Calcular: a) O grau de ionização do ácido para uma solução 10-3 M. b) O ph 2. Segel, Biochemical

Leia mais

Olimpíada Brasileira de Química Fase III (Etapa 1 nacional)

Olimpíada Brasileira de Química Fase III (Etapa 1 nacional) Page 1 of 5 Olimpíada Brasileira de Química - 2001 Fase III (Etapa 1 nacional) Questão 1 (48 th Chemistry Olympiad - Final National Competition - 2001 - Estonia) Exame aplicado em 01.09.2001 Os compostos

Leia mais

1- Reação de auto-ionização da água

1- Reação de auto-ionização da água Equilíbrio Iônico 1- Reação de auto-ionização da água A auto- ionização da água pura produz concentração muito baixa de íons H 3 O + ou H + e OH -. H 2 O H + (aq) + OH - (aq) (I) ou H 2 O + H 2 O H 3 O

Leia mais

Reações ácido-base. Ácidos. Ácido = substâncias que se ionizam para formar H + em solução (por exemplo, HCl, HNO 3, CH 3 CO 2 H - vinagre).

Reações ácido-base. Ácidos. Ácido = substâncias que se ionizam para formar H + em solução (por exemplo, HCl, HNO 3, CH 3 CO 2 H - vinagre). Ácidos Ácido = substâncias que se ionizam para formar H + em solução (por exemplo, HCl, HNO 3, CH 3 CO 2 H - vinagre). H + é conhecido como próton Ácidos com um próton ácido são chamados monopróticos (por

Leia mais

EXAME DE CAPACIDADE IQ/USP 1 o SEMESTRE / 2008 PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS EM QUÍMICA. Nome do Candidato: CADERNO DE QUESTÕES

EXAME DE CAPACIDADE IQ/USP 1 o SEMESTRE / 2008 PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS EM QUÍMICA. Nome do Candidato: CADERNO DE QUESTÕES Uso SPG EXAME DE CAPACIDADE IQ/USP 1 o SEMESTRE / 2008 PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS EM QUÍMICA Nome do Candidato: CADERNO DE QUESTÕES Instruções: Escreva seu nome em letra de forma Das 10 (dez) questões

Leia mais

TITULAÇÃO DE ÁCIDO-BASE

TITULAÇÃO DE ÁCIDO-BASE Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Introdução a Analise Química - II sem/2012 Profa Ma Auxiliadora - 1 Disciplina QUIO94 - Introdução à Análise Química

Leia mais

Preparação e padronização de uma solução de EDTA

Preparação e padronização de uma solução de EDTA Relatório de Laboratórios de Ciências do Ambiente I Módulo de Química Preparação e padronização de uma solução de EDTA Sumário O objetivo desta experiência foi a padronização de uma solução de EDTA a partir

Leia mais

a) Escreva os nomes das substâncias presentes nos frascos A, B e C. A B C

a) Escreva os nomes das substâncias presentes nos frascos A, B e C. A B C PROVA DE QUÍMICA 2ª ETAPA do VESTIBULAR 2006 (cada questão desta prova vale até cinco pontos) Questão 01 Foram encontrados, em um laboratório, três frascos A, B e C, contendo soluções incolores e sem rótulos.

Leia mais

Química. Xandão (Renan Micha) Soluções

Química. Xandão (Renan Micha) Soluções Soluções Soluções 1. (FUVEST) Sabe-se que os metais ferro (Fe 0 ), magnésio (Mg 0 ) e estanho (Sn 0 ) reagem com soluções de ácidos minerais, liberando gás hidrogênio e formando íons divalentes em solução.

Leia mais

Determinação de cloretos na água do mar pelo método de Mohr

Determinação de cloretos na água do mar pelo método de Mohr Determinação de cloretos na água do mar pelo José Guerchon Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 3.0 do Creative Commons. http://creativecommons.org.br http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/br/legalcode

Leia mais

Responda apenas duas (02) questões referentes a área de Química Analítica

Responda apenas duas (02) questões referentes a área de Química Analítica Responda apenas duas (02) questões referentes a área de Química Analítica QUESTÃ 1 Escreva as equações químicas para estabelecimento do equilíbrio químico e calcule o ph das seguintes soluções: a- Solução

Leia mais

, para vários sais, assinale a opção correta. CrO 4. (aq) em concentrações iguais, haverá precipitação, em primeiro lugar, do sal PbSO 4

, para vários sais, assinale a opção correta. CrO 4. (aq) em concentrações iguais, haverá precipitação, em primeiro lugar, do sal PbSO 4 Resolução das atividades complementares 3 Química Q47 Coeficiente de solubilidade p. 72 1 (UFV-MG) Com base na tabela, na qual são apresentados os valores das constantes de produto de solubilidade,, para

Leia mais

Volumetria de Neutralização Ácido-Base. Preparação & Padronização de Soluções. Concentração de Soluções

Volumetria de Neutralização Ácido-Base. Preparação & Padronização de Soluções. Concentração de Soluções Volumetria de Neutralização Ácido-Base Preparação & Padronização de Soluções Concentração de Soluções ETEC Tiquatira (SP) Professor Daniel e Professor Barbosa Página 1 de 11 Volumetria de Neutralização

Leia mais

Preparação de Soluções diluídas de ácidos e bases fortes, padronização e titulações ácido-base.

Preparação de Soluções diluídas de ácidos e bases fortes, padronização e titulações ácido-base. UNIDADE 2 (4ª. e 5ª. semanas) Preparação de Soluções diluídas de ácidos e bases fortes, padronização e titulações ácido-base. I.Introdução Teórica I.1. Ácidos e Bases: Para entender o que são ácidos e

Leia mais

Física e Química A. Nomes: N.º s : T.ª: Como neutralizar resíduos de ácidos/bases do laboratório de Química da escola?

Física e Química A. Nomes: N.º s : T.ª: Como neutralizar resíduos de ácidos/bases do laboratório de Química da escola? Física e Química A 11ºAno - Química AL.2.3. Neutralização: uma reacção de ácido-base Ano lectivo: 2010/2011 Nomes: N.º s : T.ª: PARTE I - Introdução Questão problema Como identificar se os resíduos são

Leia mais

Aprender a preparar soluções aquosas, realizar diluições e determinar suas concentrações.

Aprender a preparar soluções aquosas, realizar diluições e determinar suas concentrações. EXPERIMENTO 2 Preparação e Padronização de Soluções OBJETIVOS Rever os conceitos de concentração de soluções. Aprender a preparar soluções aquosas, realizar diluições e determinar suas concentrações. Exercitar

Leia mais

21. Considere a seguinte expressão de constante de equilíbrio em termos de pressões parciais: K p =

21. Considere a seguinte expressão de constante de equilíbrio em termos de pressões parciais: K p = PASES 2 a ETAPA TRIÊNIO 2003-2005 1 O DIA GABARITO 1 13 QUÍMICA QUESTÕES DE 21 A 30 21. Considere a seguinte expressão de constante de equilíbrio em termos de pressões parciais: K p = 1 p CO2 Dentre as

Leia mais

8ª LISTA - EXERCÍCIOS DE PROVAS Equilíbrio de Solubilidade

8ª LISTA - EXERCÍCIOS DE PROVAS Equilíbrio de Solubilidade Pg. 1/6 1 a Questão De acordo com as equações abaixo, a 25 ºC, faça o que se pede. BaF 2 (s) Ba 2+ (aq) + 2F - (aq) K ps (BaF 2 ) = 1,7 x 10-6 BaSO 4 (s) Ba 2+ (aq) + SO 2-4 (aq) K ps (BaSO 4 ) = 1,0 x

Leia mais

DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES. É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO

DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES. É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO SOLUÇÃO INICIAL SOLUÇÃO FINAL SOLVENTE PURO VA V V C C

Leia mais

ROTEIROS DE AULAS PRÁTICAS QUÍMICA ANALÍTICA QAN CURSO TÉCNICO EM ANÁLISES QUÍMICAS

ROTEIROS DE AULAS PRÁTICAS QUÍMICA ANALÍTICA QAN CURSO TÉCNICO EM ANÁLISES QUÍMICAS ROTEIROS DE AULAS PRÁTICAS QUÍMICA ANALÍTICA QAN CURSO TÉCNICO EM ANÁLISES QUÍMICAS Prof. Dr. Marcel Piovezan LAGES 2017 VERSÃO 1.0 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

Leia mais

Aprender a utilizar um medidor de ph e indicadores para medir o ph de uma solução.

Aprender a utilizar um medidor de ph e indicadores para medir o ph de uma solução. EXPERIMENTO 3 Ácidos e Bases OBJETIVOS Determinar a constante de dissociação do ácido acético através de medidas de ph de uma solução contendo uma concentração conhecida de ácido acético e de acetato de

Leia mais

P4 PROVA DE QUÍMICA GERAL 02/12/08

P4 PROVA DE QUÍMICA GERAL 02/12/08 P4 PROVA DE QUÍMICA GERAL 0/1/08 Nome: Nº de Matrícula: GABARITO Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a,5 a,5 3 a,5 4 a,5 Total 10,0 Constantes e equações: R = 0,08 atm L mol -1 K -1 = 8,314

Leia mais

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE. Versão aluno

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE. Versão aluno ESCOLA SECUNDÁRIA DE S. LOURENÇO EM PORTALEGRE ACTIVIDADE LABORATORIAL QUÍMICA 11º ANO TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE Versão aluno O que se pretende: Conhecer processos para neutralizar resíduos de ácidos/bases

Leia mais

PREPARO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES

PREPARO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES MINICURSO PREPARO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES FÁBIO IACHEL DA SILVA 23/03/2016 IMPORTÂNCIA DO PREPARO CORRETO DAS SOLUÇÕES; UNIDADES DE CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES: g/l, porcentagem (%), mg/dl, partes por

Leia mais

Química. APL 1.6 Funcionamento de um sistema-tampão: titulação ácido forte-base fraca (HCl e Na 2 CO 3 )

Química. APL 1.6 Funcionamento de um sistema-tampão: titulação ácido forte-base fraca (HCl e Na 2 CO 3 ) Química APL 1.6 Funcionamento de um sistema-tampão: titulação ácido forte-base fraca (HCl e Na 2 CO 3 ) Luísa Neves, 12ºCT 09 de março de 2015 Índice Introdução...2 Material e Reagentes...3 Procedimento..4

Leia mais

QUÍMICA ANALÍTICA SOLUÇÃO TAMPÃO E PRODUTO DE SOLUBILIDADE. Prof.a. Dra. Renata P. Herrera Brandelero. Dois Vizinhos - PR 2012

QUÍMICA ANALÍTICA SOLUÇÃO TAMPÃO E PRODUTO DE SOLUBILIDADE. Prof.a. Dra. Renata P. Herrera Brandelero. Dois Vizinhos - PR 2012 QUÍMICA ANALÍTICA SOLUÇÃO TAMPÃO E PRODUTO DE SOLUBILIDADE Prof.a. Dra. Renata P. Herrera Brandelero Dois Vizinhos - PR 2012 Soluções Tampões Soluções tampões são formadas por uma mistura de um ácido e

Leia mais

TEORIA DAS TITULAÇÕES DE NEUTRALIZAÇÃO

TEORIA DAS TITULAÇÕES DE NEUTRALIZAÇÃO QFL0230 2014 TEORIA DAS TITULAÇÕES DE NEUTRALIZAÇÃO! APLICAÇÃO: controle de qualidade; resposta rápida! ANÁLISE via úmida versus instrumental! AVALIAR: custo/benefício, seletividade, quantidade de amostra

Leia mais

Experiência 7. PREPARO DE SOLUÇÃO A PARTIR DE SUBSTÂNCIAS SÓLIDAS, LIQUIDAS E DE SOLUÇÃO CONCENTRADA

Experiência 7. PREPARO DE SOLUÇÃO A PARTIR DE SUBSTÂNCIAS SÓLIDAS, LIQUIDAS E DE SOLUÇÃO CONCENTRADA Experiência 7. PREPARO DE SOLUÇÃO A PARTIR DE SUBSTÂNCIAS SÓLIDAS, LIQUIDAS E DE SOLUÇÃO CONCENTRADA 1. Objetivos Após a realização desta aula experimental, espera-se que o graduando do curso de Química

Leia mais

SOLUÇÕES PREPARO DE SOLUÇÕES. 1. Concentração (C) 3. Percentagem em massa ou em volume. 2. Concentração molar (M)

SOLUÇÕES PREPARO DE SOLUÇÕES. 1. Concentração (C) 3. Percentagem em massa ou em volume. 2. Concentração molar (M) PREPARO DE SOLUÇÕES SOLUÇÕES (a) (b) (c) 1. Concentração (C) C = massa de soluto / volume da solução A unidade usual para concentração é gramas por litro (g/l). 2. Concentração molar (M) M = mol de soluto

Leia mais

Programa de Pós-Graduação

Programa de Pós-Graduação Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional Tecnologia em Química e Bioquímica - IQ-USP Exame de Capacidade 1º Semestre 2015 PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS EM QUÍMICA E BIOQUÍMICA Nome: Instruções:

Leia mais

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake. Equilíbrio químico em solução aquosa. Soluções-tampão. Soluções tampão

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake. Equilíbrio químico em solução aquosa. Soluções-tampão. Soluções tampão Equilíbrio químico em solução aquosa Soluções-tampão 1 Soluções tampão Definição: soluções que podem resistir a variações significativas de ph. (se adicionamos quantidades pequenas de ácidos fortes ou

Leia mais

FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A MAIO 2011

FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A MAIO 2011 FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A MAIO 2011 APSA Nº21 11º Ano de Escolaridade 1- Classifique, justificando, as soluções aquosas dos sais que se seguem como ácidas, básicas ou neutras. a) CaCO 3 b)

Leia mais

Funcionamento de um sistema tampão

Funcionamento de um sistema tampão Funcionamento de um sistema tampão Actividade Laboratorial Química 12. ANO 1. Questão problema o o Verificar experimentalmente o funcionamento de um sistema tampão, por titulação ácido forte-base fraca

Leia mais

SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA.

SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA. SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA. QUESTÕES LISTA DE EXERCÍCIOS Cinética Química. 1) A tabela abaixo mostra a variação da massa de peróxido de hidrogênio que ocorre na reação de decomposição

Leia mais

QUÍMICA 3 - APOSTILA 4. Prof. Msc João Neto

QUÍMICA 3 - APOSTILA 4. Prof. Msc João Neto QUÍMICA - APOSTILA Prof. Msc João Neto A (g) B (g) C (g) D (g) Em um sistema fechado, o equilíbrio é atingido quando: as propriedades macroscópicas ficam inalteradas; no estado final, coexistem reagentes

Leia mais

Reações em Soluções Aquosas

Reações em Soluções Aquosas Reações em Soluções Aquosas Classificação Reações sem transferência de elétrons: Reações de precipitação; Reações de neutralização. Reações com transferência de elétrons: Reações de oxirredução. Reações

Leia mais

Aula de Revisão 8 3 os anos Décio ago/09. Nome: Nº: Turma: Soluções

Aula de Revisão 8 3 os anos Décio ago/09. Nome: Nº: Turma: Soluções Química Aula de Revisão 8 3 os anos Décio ago/09 Nome: Nº: Turma: Soluções Objetivo O objetivo desta ficha é dar continuidade à revisão do 3º ano Química, dos assuntos mais significativos. As dúvidas devem

Leia mais

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 19 EQUILÍBRIO IÔNICO - PARTE 1

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 19 EQUILÍBRIO IÔNICO - PARTE 1 QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 19 EQUILÍBRIO IÔNICO - PARTE 1 H O 2 + H + 2 - H - 2 O + 2 - H + - H O 2 2 + H + - Como pode cair no enem (PUC) A tabela abaixo se refere a dados de forças relativas de ácidos

Leia mais

SOLUÇÕES E CONCENTRAÇÃO

SOLUÇÕES E CONCENTRAÇÃO 1. (Uerj 2016) Para diferenciar os hidrocarbonetos etano e eteno em uma mistura gasosa, utiliza-se uma reação com bromo molecular: o etano não reage com esse composto, enquanto o eteno reage de acordo

Leia mais