Química Analítica I Tratamento dos dados analíticos Soluções analíticas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Química Analítica I Tratamento dos dados analíticos Soluções analíticas"

Transcrição

1 Química Analítica I Tratamento dos dados analíticos Soluções analíticas Profª Simone Noremberg Kunz

2 2 Mol Medidas em química analítica É a quantidade de uma espécie química que contém 6,02x10 23 partículas (átomos, moléculas, íons, elétrons, etc). Massa Molar (M ou MM) A massa em g de 1 mol da espécie química. Massa molar atômica Peso atômico Ex: 1 mol de H = 1,0079g de H, 1 mol de Fe = 55,847g de Fe Massa molar molecular Peso Molecular e Peso Fórmula Ex: 1 mol de CO 2 = 44,01 g de CO 2 1 mol de H 2 O = 18,0158g de H 2 O

3 Soluções 3 São misturas homogêneas de duas ou mais substâncias.

4 4 SOLUÇÃO Se diferentes fases podem ser vistas a olho nu ou por meio de um microscópio, a mistura é heterogênea e não é uma solução. Se somente uma fase está presente, então é uma solução. SOLUTO Substância dissolvida ou substância presente em menor quantidade na solução. SOLVENTE Substância que dissolve ou a substância presente em maior quantidade.

5 5 EXEMPLOS DE SOLUÇÕES Soluto Sólido Soluto Líquido Soluto Gasoso Solvente Sólido Bronze (zinco em cobre, uma liga) Amálgama (mercúrio em prata) Hidrogênio em platina metálica Solvente Líquido Solvente Gasoso Solução salina (cloreto de sódio em água) Licor (álcool em água) Água gaseificada (dióxido de carbono em água) a a Ar (oxigênio em nitrogênio) ª Para formar solução com solvente gasoso, o soluto deve geralmente estar também no estado gasoso.

6 6 CONCENTRAÇÃO A concentração de uma solução expressa a quantidade de soluto presente numa dada quantidade de solvente ou de solução. Concentrado concentração relativamente alta de soluto. Diluído - concentração relativamente baixa de soluto.

7 7 Fração Molar Razão entre o número de mols do componente pelo número de mols de todos os componentes. Ex: Se 4,5 g de amônia, forem dissolvidos em 3,30 x 10 2 g de água, qual a fração molar da amônia na solução resultante? R: 1,42 x 10-2

8 8 Percentagem Molar Número de mols do componente expresso com uma percentagem do numero total de mols. % em mol de 1= n 1 x 100 n = X x 100 Ex: Qual a percentagem molar da amônia no exercício anterior? R: 1,42 %

9 Molaridade 9 M = m PM.V Onde: M- molaridade (mol/l = M) m- massa do soluto (g) PM- massa molecular do soluto (g/mol) V- volume (L) Uma solução 5,00 M de cloreto de sódio contém 5,00 mols (292,5 g) de NaCl por litro de solução. EXEMPLO: 3,30 g de etanol, C 2 H 5 OH, são dissolvidos em água suficiente para preparar um volume total de 0,150 L. Qual a molaridade do etanol? R: 0,478 mol/l

10 Molalidade 10 W = m soluto PM.m solvente Onde: W- molalidade (mol/kg = m) m soluto- massa do soluto (g) PM- massa molecular do soluto (g/mol) m solvente- massa so solvente (kg) Uma solução 5,00 m de cloreto de sódio contém 5,00 mols de NaCl por quilograma de água. EXEMPLO: Se 28,6 g de sacarose, C 12 H 22 O 11, forem dissolvidos em 101,4 g de água. Qual a molalidade da sacarose? R: 0,824 mol/kg

11 Concentração comum 11 C = m soluto (g) V solvente (L) EXEMPLO: Qual a concentração de uma solução contendo 4,5 g de NaCl em 500 ml? R: 9 g/l

12 Porcentagem em massa 12 Massa por cento (m/m) gramas de soluto = x 100 % gramas de solução Porcentagem em massa por volume (m/v) Porcentagem em volume a volume (v/v) gramas de soluto = x 100 % mililitros de solução mililitros de soluto = x 100 % mililitros de solução Ex: Qual a percentagem em massa da sacarose na solução do exemplo anterior? R: 22%

13 13 O que há de errado??? Ex 1: Tenta fazer os testes na concentração 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 ml Ex 2:

14 14 EXERCÍCIOS 1) Uma garrafa de coca-cola (0,473 L) contém 36,9 g de sacarose, C 12 H 22 O 11. Qual é a molaridade desta solução? R = 0,228 M 2) Que massa de nitrato de prata, AgNO 3 é necessária para preparar 500 ml de uma solução a 0,40 % (m/v)? R = 2,0 g de AgNO 3 3) Que massa de sulfato de cobre (II) é necessária para preparar 1,50 L de uma solução 0,690 M? R = 165 g de CuSO 4 4) Que massa de uma solução aquosa de ácido fosfórico a 85% (m/m) contém 20,0 g de H 3 PO 4? R = 23,5 g de solução 5) Que massa de cloreto de amônio, NH 4 Cl, é necessária para preparar 750 ml de uma solução 0,333 M? R = 13,4 g de NH 4 Cl 6) Uma solução de 100 g contém 20 g de álcool metílico CH 3 OH, o restante é álcool etílico, C 2 H 5 OH. Calcule a fração molar de cada componente? R = Etanol 0,734 Metanol 0,26

15 15 EXERCÍCIOS 7) Qualquer solução aquosa diluída tem massa específica próxima a 1,00 g/ml. Suponha que a solução contém 1 ppm de soluto. Expresse a concentração do soluto em g/l, µg/l, µg/ml e mg/l? 8) Quantos gramas de metanol (CH 3 OH, PM: 32,04 g/mol) estão contidos em 0,10 L de uma solução aquosa a 1,71 M de metanol? 9) Quantos gramas de ácido perclórico, HClO 4, estão contidos em 37,6 g de uma solução aquosa de HClO 4 a 70,5 % m/m? Quantos gramas de água estão presentes nessa mesma solução?

16 Preparo de soluções Processos de preparação de soluções em laboratório: A partir de substâncias sólidas Pesa-se a quantidade de sólido desejado (soluto) Completa-se o volume com o solvente A partir de soluções previamente preparadas Diluição A partir de soluções concentradas Diluição (considera-se a concentração e densidade)

17 17 DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES Cálculos de diluição estão baseados no fato que o número de moles do soluto retirados da solução original e o número de moles da solução diluída são os mesmos.

18 18 M 1 x V 1 = M 2 x V 2 EXEMPLO: Considere a diluição de ácido clorídrico, HCl, que é disponível sob forma de uma solução aquosa 12 M. Ache o volume desta solução original necessário para preparar 2,00 L de HCl 0,50 M. M 1 x V 1 = M 2 x V 2 12 M x V 1 = 0,50 M x 2,00 L V 1 = 0,50 M x 2,00 L 12 M = 83 ml

19 19 EXERCÍCIOS 1) Uma alíquota de 10,0 ml de NH 3 15 M é diluída a 250 ml com água. Qual é a molaridade da solução diluída? R = 0,60 M 2) Que volume de H 2 SO 4 18 M é necessário para preparar 500 ml de uma solução 0,150 M? R = 4,2 ml 3) Quantos gramas de NaCO 3 devemos pesar para preparar: a) 200 ml de solução a 25%? R = a) 50 g b) 150 ml de solução que contenha 212 mg/l? b) 31,8 mg 4) 200 ml de uma solução de hidróxido de magnésio, Mg(OH) 2 foi preparada dissolvendo-se 2,9 g da base na água. Qual o volume dessa solução que deve ser diluído para 300 ml de forma a se obter uma solução de molaridade igual a 0,125 M? R = 150 ml

20 20 EXERCÍCIOS 5) Qual o volume de ácido concentrado que devemos medir para preparar: a) 250 ml de uma solução de HCl 1 mol/l? d=1,19 g/ml, C=37% R = 20,7 ml b) 1L de solução de H 2 SO 4 0,25 mol/l? d=1,84 g/ml, C=98% R = 13,6 ml c) 500 ml de uma solução 0,2 mol/l de HNO 3? d=1,34 g/ml, C=63% R = 7,46 ml 6) Quantos gramas devemos pesar para preparar: a) 2L de uma solução de conc. 0,25 mol/l de Pb(NO 3 ) 2? b) 50 ml de uma solução de KI a 10%? c) 300 ml de uma solução 12,0 g/l? R = 5 g R = 3,6 g R = 165,5 g

21 EXERCÍCIOS 21 7) Um estudante preparou 500 ml de uma solução aquosa de NaOH de concentração 40 g/l da seguinte maneira: pesou 20 g de NaOH e o adicionou em um balão volumétrico de 500 ml. Em seguida adicionou 500 ml de água destilada. Justifique: a) Se o estudante agiu corretamente; b) Se a concentração da solução preparada é maior, menor ou igual a 40 g/l.

22 EXERCÍCIOS PARA ENTREGAR (trabalho) 22 Uma solução tem concentração 1,4 x 10-7 mol/l de Cd, expresse essa concentração em ppb. Qual o volume de ácido concentrado que devemos medir para preparar: 1L de uma solução 6M de HNO 3? d=1,34 g/ml, C=63% Que volume de uma solução 10 M é necessário para preparar 500 ml de uma solução 0,15 M? Que massa de amido é necessário pesar para preparar 300 ml de uma solução 1 %?

23 23 O PROCESSO DA DISSOLUÇÃO Um soluto se dissolve num solvente que tem estrutura semelhante a ele. Solventes polares (Ex: H 2 O): tendem a dissolver solutos polares (HCl, C 2 H 5 OH) ou iônicos (NaCl). Solventes não polares (ex: CCl 4 ): tendem a dissolver solutos não polares (Ex: I 2 e S 8 ). O SEMELHANTE DISSOLVE O SEMELHANTE.

24 24 SOLUBILIDADE É a massa do soluto que pode ser dissolvida numa certa quantidade de solvente em uma dada temperatura. A ureia pode ser dissolvida em água até um total de 19 mol por litro de solução formada.

25 25 Exemplos: 1) Cloreto de sódio (NaCl) - 36 g por 100 g de H 2 O a 20 o C. 2) Sacarose (C 12 H 22 O 11 ) g por 100 g de H 2 O a 20 o C. 3)Hidróxido de cálcio (Ca(OH) 2 )-0,17 g por 100 g de H 2 O a 20 o C. 4) Cloreto de prata (AgCl) - 0,0001 g por 100 g de H 2 O a 20 o C.

26 26 Mistura de soluções Soluções constituídas por solventes e solutos quimicamente iguais H 2 SO 4(aq) C= 196 g/l M= 2,0 M V = 1L + H 2 SO 4(aq) C= 98 g/l M= 1,0 M V = 2L H 2 SO 4(aq) C=? g/l M=? M V = 3L Solução A Solução B Solução final C f. V f = C A. V A + C B. V B C f. 3L = 2M. 1L + 1M. 2L C f = 1,33 M

27 27 EXERCÍCIOS 1) Duas soluções de KCl de concentrações 0,30 M e 100 ml e 0,13 M e 200 ml, são misturadas, qual a concentração da solução final? 2) A 100 ml de uma solução 2 molar de HCl são misturados 300 ml de outra solução também 2 molar deste ácido. Metade da solução obtida é diluída ao dobro pela adição de água. Qual a molaridade da solução resultante?

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE IFRN CAMPUS MOSSORÓ PROFESSOR: ALBINO DISCIPLINA: QUÍMICA II

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE IFRN CAMPUS MOSSORÓ PROFESSOR: ALBINO DISCIPLINA: QUÍMICA II INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE IFRN CAMPUS MOSSORÓ PROFESSOR: ALBINO DISCIPLINA: QUÍMICA II ESTRUTURA DA MATÉRIA O termo matéria refere-se a todos os materiais

Leia mais

III.1 Classificação das Misturas: Soluções e Dispersões.

III.1 Classificação das Misturas: Soluções e Dispersões. III SOLUÇÕES III.1 Classificação das Misturas: Soluções e Dispersões. Frequentemente as substâncias químicas (elementos e compostos) encontram-se misturadas umas às outras. O sangue, a água do mar, o solo

Leia mais

Mistura: material formado por duas ou mais substâncias, sendo cada uma destas denominada componente.

Mistura: material formado por duas ou mais substâncias, sendo cada uma destas denominada componente. SOLUÇÕES Mistura: material formado por duas ou mais substâncias, sendo cada uma destas denominada componente. Fase: numa mistura, é cada uma das porções que apresenta aspecto homogéneo ou uniforme. CLASSIFICAÇÃO

Leia mais

SOLUÇÕES. 1. Concentração (C) 2. Concentração molar (M) C = massa de soluto / volume da solução. M = mol de soluto / volume de solução

SOLUÇÕES. 1. Concentração (C) 2. Concentração molar (M) C = massa de soluto / volume da solução. M = mol de soluto / volume de solução SOLUÇÕES Em Química, solução é o nome dado a dispersões cujo tamanho das moléculas dispersas é menor que 1 nanômetro. A solução ainda pode ser caracterizada por formar um sistema homogêneo (a olho nu e

Leia mais

Lista de Exercício. Professor: Cassio Pacheco Disciplina: Química 2 Ano Data de entrega: 04/03/2016. Concentração Comum

Lista de Exercício. Professor: Cassio Pacheco Disciplina: Química 2 Ano Data de entrega: 04/03/2016. Concentração Comum Professor: Cassio Pacheco Disciplina: Química 2 Ano Data de entrega: 04/03/2016 Lista de Exercício Concentração Comum 1- Num balão volumétrico de 250 ml adicionam-se 2,0g de sulfato de amônio sólido; o

Leia mais

Átomos. Nome Símbolo Natureza Ferro Fe Fe 3 O 4 Cálcio Ca CaCO 3 Prata Ag (Argentum) Ag Oxigênio O O 2

Átomos. Nome Símbolo Natureza Ferro Fe Fe 3 O 4 Cálcio Ca CaCO 3 Prata Ag (Argentum) Ag Oxigênio O O 2 SOLUÇÕES ESTRUTURA DA MATÉRIA O termo matéria refere-se a todos os materiais ou coisas que compõem o universo. A matéria é formada por moléculas, que por sua vez são formadas por partículas minúsculas

Leia mais

SOLUÇÕES PREPARO DE SOLUÇÕES. 1. Concentração (C) 3. Percentagem em massa ou em volume. 2. Concentração molar (M)

SOLUÇÕES PREPARO DE SOLUÇÕES. 1. Concentração (C) 3. Percentagem em massa ou em volume. 2. Concentração molar (M) PREPARO DE SOLUÇÕES SOLUÇÕES (a) (b) (c) 1. Concentração (C) C = massa de soluto / volume da solução A unidade usual para concentração é gramas por litro (g/l). 2. Concentração molar (M) M = mol de soluto

Leia mais

conhecida como molaridade é redefinida como concentração em quantidade de matéria. A quantidade de matéria do soluto (nsoluto anteriormente chamada nu

conhecida como molaridade é redefinida como concentração em quantidade de matéria. A quantidade de matéria do soluto (nsoluto anteriormente chamada nu SEGURANÇA E TÉCNICA DE LABORATÓRIO AULA 03: CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES TÓPICO 02: UNIDADES DE CONCENTRAÇÃO Uma solução é uma mistura homogênea de duas ou mais substancias. Uma destas substâncias é chamada

Leia mais

Concentração de soluções e diluição

Concentração de soluções e diluição Concentração de soluções e diluição 1. Introdução Uma solução é uma dispersão homogênea de duas ou mais espécies de substâncias moleculares ou iônicas. É um tipo especial de mistura, em que as partículas

Leia mais

QUÍMICA Tipos de soluções Edson Mesquita

QUÍMICA Tipos de soluções Edson Mesquita QUÍMICA Tipos de soluções Edson Mesquita 1 Soluções Uma solução é uma mistura homogênea de substâncias puras (átomos, moléculas ou íons) na qual não há precipitação. Substância pura: substância com composição

Leia mais

SOLUBILIDADE. 1) A curva de solubilidade do K2Cr2O7 é: a) Qual é a solubilidade do K2Cr2O7 em água a 30 ºC? 20 G de K 2Cr 2O 7 /100 g DE H 20

SOLUBILIDADE. 1) A curva de solubilidade do K2Cr2O7 é: a) Qual é a solubilidade do K2Cr2O7 em água a 30 ºC? 20 G de K 2Cr 2O 7 /100 g DE H 20 DISCIPLINA PROFESSOR QUÍMICA REVISADA DATA (rubrica) CLÁUDIA 2016 NOME Nº ANO TURMA ENSINO 3º MÉDIO SOLUBILIDADE 1) A curva de solubilidade do K2Cr2O7 é: a) Qual é a solubilidade do K2Cr2O7 em água a 30

Leia mais

QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 4ª aula /

QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 4ª aula / QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 4ª aula / 2016-2 Prof. Mauricio X. Coutrim (disponível em: http://professor.ufop.br/mcoutrim) REAÇÃO EM SOLUÇÃO AQUOSA São reações envolvendo compostos iônicos

Leia mais

Experiência 7. PREPARO DE SOLUÇÃO A PARTIR DE SUBSTÂNCIAS SÓLIDAS, LIQUIDAS E DE SOLUÇÃO CONCENTRADA

Experiência 7. PREPARO DE SOLUÇÃO A PARTIR DE SUBSTÂNCIAS SÓLIDAS, LIQUIDAS E DE SOLUÇÃO CONCENTRADA Experiência 7. PREPARO DE SOLUÇÃO A PARTIR DE SUBSTÂNCIAS SÓLIDAS, LIQUIDAS E DE SOLUÇÃO CONCENTRADA 1. Objetivos Após a realização desta aula experimental, espera-se que o graduando do curso de Química

Leia mais

Soluções e Unidades de concentrações

Soluções e Unidades de concentrações Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina Química das Soluções QUI084 I semestre 2017 AULA REVISÃO Soluções e Unidades de concentrações Profa.

Leia mais

Profº André Montillo

Profº André Montillo Profº André Montillo www.montillo.com.br Definição: É uma Mistura Homogênia de 2 ou mais substâncias. Na Solução não ocorre uma reação química, porque não há formação de novas substâncias e não há alterações

Leia mais

1) A principal caracterís0ca de uma solução é:

1) A principal caracterís0ca de uma solução é: 1) A principal caracterís0ca de uma solução é: a) possuir sempre um líquido com outra substância dissolvida. b) ser um sistema com mais de uma fase. c) ser homogênea ou heterogênea, dependendo das condições

Leia mais

SOLUÇÕES. C = massa de soluto / volume da solução. A unidade usual para concentração é gramas por litro (g/l). M = mol de soluto / volume de solução

SOLUÇÕES. C = massa de soluto / volume da solução. A unidade usual para concentração é gramas por litro (g/l). M = mol de soluto / volume de solução SOLUÇÕES 1. Concentração (C) C = massa de soluto / volume da solução A unidade usual para concentração é gramas por litro (g/l). 2. Concentração molar (M) M = mol de soluto / volume de solução A unidade

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Paraná Setor Palotina. Soluções e cálculos de soluções

Ministério da Educação Universidade Federal do Paraná Setor Palotina. Soluções e cálculos de soluções Ministério da Educação Universidade Federal do Paraná Setor Palotina Aula Soluções e cálculos de soluções Prof. Isac G. Rosset Isac G. Rosset -UFPR Mistura vs Composto Mistura Os componentes podem ser

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE IFRN CAMPUS MOSSORÓ PROFESSOR: ALBINO DISCIPLINA: QUÍMICA EXPERIMENTAL

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE IFRN CAMPUS MOSSORÓ PROFESSOR: ALBINO DISCIPLINA: QUÍMICA EXPERIMENTAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE IFRN CAMPUS MOSSORÓ PROFESSOR: ALBINO DISCIPLINA: QUÍMICA EXPERIMENTAL ESTRUTURA DA MATÉRIA O termo matéria refere-se a todos os

Leia mais

Matéria Tem massa e ocupa lugar no espaço; Pode ser sólida, líquida ou gasosa.

Matéria Tem massa e ocupa lugar no espaço; Pode ser sólida, líquida ou gasosa. Matéria Tem massa e ocupa lugar no espaço; Pode ser sólida, líquida ou gasosa. Substância Pura Matéria com composição química cte. e propriedades caracteristicas. Mistura Matéria formada por duas ou mais

Leia mais

Disciplina de Química Geral Profa. Marcia Margarete Meier

Disciplina de Química Geral Profa. Marcia Margarete Meier Soluções 1 Propriedades gerais das soluções Os materiais são feitos geralmente de misturas de substâncias mais simples. Ex.: ar, sangue, água do mar, ligas metálicas, perfumes, etc As composições precisam

Leia mais

REVISÃO: CONDUTIVIDADE ELÉTRICA DE SOLUÇÕES AQUOSAS AULA 1 EXPRESSÕES DE CONCENTRAÇÃO PROF. ANA

REVISÃO: CONDUTIVIDADE ELÉTRICA DE SOLUÇÕES AQUOSAS AULA 1 EXPRESSÕES DE CONCENTRAÇÃO PROF. ANA REVISÃO: CONDUTIVIDADE ELÉTRICA DE SOLUÇÕES AQUOSAS AULA 1 EXPRESSÕES DE CONCENTRAÇÃO DATA: 21/08/2015 PROF. ANA 1) SOLUÇÕES Soluções são misturas homogêneas de duas ou mais substâncias. - numa solução,

Leia mais

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 24 DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 24 DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 24 DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES solvente m c v m c v Como pode cair no enem (UERJ) Uma suspensão de células animais em um meio isotônico adequado apresenta volume igual a 1 L e concentração

Leia mais

QUÍMICA RECUPERAÇÃO PARALELA. Prof. ALEXANDRE D. MARQUIORETO

QUÍMICA RECUPERAÇÃO PARALELA. Prof. ALEXANDRE D. MARQUIORETO QUÍMICA RECUPERAÇÃO PARALELA Prof. ALEXANDRE D. MARQUIORETO SOLUÇÕES são misturas homogêneas de duas ou mais substâncias. SOLUÇÃO = SOLUTO + SOLVENTE Que se dissolve Que dissolverá Como se forma uma solução?

Leia mais

Revisão da aula anterior

Revisão da aula anterior Revisão da aula anterior Cinética química Velocidade de reação Estabelecimento do equilíbrio químico Equilíbrio químico Cálculos de equilíbrio Fatores que afetam o equilíbrio químico Constante de equilíbrio

Leia mais

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 03 SOLUÇÕES: INTRODUÇÃO - PARTE 3

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 03 SOLUÇÕES: INTRODUÇÃO - PARTE 3 QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 03 SOLUÇÕES: INTRODUÇÃO - PARTE 3 Fixação 1) (PUC) No preparo de solução alvejante de tinturaria, 521,5g de hipoclorito de sódio são dissolvidos em água suficiente para 10,0 litros

Leia mais

Lista de Exercícios Reações em Solução Aquosa ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO ADAPTADOS DE LIVROS CITADOS ABAIXO.

Lista de Exercícios Reações em Solução Aquosa ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO ADAPTADOS DE LIVROS CITADOS ABAIXO. ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO ADAPTADOS DE LIVROS CITADOS ABAIXO. ph = ph final ph inicial 1 Dê nome e a massa dos sólidos formados a partir das misturas um mol de cada dos reagentes

Leia mais

AS SOLUÇÕES. Soluções, colóides e suspensões. disperso), se distribui de maneira uniforme ao longo

AS SOLUÇÕES. Soluções, colóides e suspensões. disperso), se distribui de maneira uniforme ao longo AS SOLUÇÕES Solução é um tipo mistura chamada de dispersão na qual uma substância, sob forma de pequenas partículas ( disperso), se distribui de maneira uniforme ao longo de toda a extensão de uma outra

Leia mais

Concentração de soluções

Concentração de soluções Concentração de soluções Química Geral Prof. Edson Nossol Uberlândia, 02/09/2016 Solução: mistura homogênea, em nível molecular, de duas ou mais substâncias O solvente é o meio em que uma outra substância,

Leia mais

79 CONCENTRAÇÕES DE SOLUÇÕES.

79 CONCENTRAÇÕES DE SOLUÇÕES. 79 CONCENTRAÇÕES DE SOLUÇÕES www.aulasdequimica.com.br 79 Nome ou Marca da Empresa Site /seulink @seunick Página 02 79 www.aulasdequimica.com.br /dino.quimica @andersondino Página 03 Uma solução é uma

Leia mais

1ª Parte - Escolha a opção correta em cada questão ( 5 pontos/questão)

1ª Parte - Escolha a opção correta em cada questão ( 5 pontos/questão) TESTE DE AVALIAÇÃO FINAL -MÓDULO Q2 versão2 Física e Química Data: / fev / 15 Cursos Profissionais Turma : Aluno: nº Classificação: Professora: Enc.Educação: 1ª Parte - Escolha a opção correta em cada

Leia mais

Dependendo do diâmetro (Ø) das partículas que constituem o disperso, as dispersões podem ser:

Dependendo do diâmetro (Ø) das partículas que constituem o disperso, as dispersões podem ser: Soluções Químicas A mistura de dois ou mais materiais podem ser uma perfeita dissolução denominada mistura homogênea ou uma separação total das partes constituintes do sistema a qual chamamos mistura heterogênea.

Leia mais

Teoria sobre SOLUÇÕES

Teoria sobre SOLUÇÕES Teoria sobre SOLUÇÕES 1 - Introdução. Um fator importante para que uma reação química ocorra é o choque entre as moléculas dos reagentes. Para que esses choques ocorram é necessário que as partículas possuam

Leia mais

mol / kg de água do mar NaCl 0,4186 MgCl 2 0,0596 Na 2 SO 4 0,02856

mol / kg de água do mar NaCl 0,4186 MgCl 2 0,0596 Na 2 SO 4 0,02856 QUESTÕES DE EXAME 5 Física e Química A Questões de provas nacionais realizadas entre 2008 e 2014 organizados por subdomínio e por secção, por ordem cronológica. Os itens estão identificados por data e

Leia mais

Soluções Curva de solubilidade, concentrações e preparo de soluções Professor Rondinelle Gomes Pereira

Soluções Curva de solubilidade, concentrações e preparo de soluções Professor Rondinelle Gomes Pereira Soluções Definição: São misturas homogêneas, ou seja, mistura de dois ou mais componentes apresentando uma única fase contínua. As soluções são compostas por um ou mais soluto e um ou mais solvente. Soluto:

Leia mais

LABORATÓRIO DE QUÍMICA QUI126 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS

LABORATÓRIO DE QUÍMICA QUI126 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS 1. Soluções básicas servem para a dissolução de gorduras sólidas que obstruem tubulações das cozinhas. O hidróxido de sódio é um exemplo, pois reage com gorduras e gera produtos solúveis. Qual a massa

Leia mais

79 CONCENTRAÇÕES DE SOLUÇÕES 2.

79 CONCENTRAÇÕES DE SOLUÇÕES 2. CONCENTRAÇÕES DE SOLUÇÕES 2 www.aulasdequimica.com.br Nome ou Marca da Empresa Site /seulink @seunick Página 02 www.aulasdequimica.com.br /dino.quimica @andersondino Página 03 Uma solução é uma mistura

Leia mais

SOLUÇÕES Folha 1.14 João Roberto Fortes Mazzei

SOLUÇÕES Folha 1.14 João Roberto Fortes Mazzei 1) Solução salina normal é uma solução aquosa de cloreto de sódio, usada em medicina porque a sua composição coincide com aquela dos fluídos do organismo. Sabendo-se que foi preparada pela dissolução de

Leia mais

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 23 UNIDADES DE CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 23 UNIDADES DE CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 23 UNIDADES DE CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES Como pode cair no enem (ENEM) Ao colocar um pouco de açúcar na água e mexer até a obtenção de uma só fase, prepara-se uma solução. O mesmo

Leia mais

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1, g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron.

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1, g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron. Cálculos Químicos MASSA ATÔMICA Na convenção da IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada) realizada em 1961, adotou-se como unidade padrão para massa atômica o equivalente a 1/12 da massa

Leia mais

1º trimestre Sala de Estudos Data: 12/04/17 Ensino Médio 3º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº

1º trimestre Sala de Estudos Data: 12/04/17 Ensino Médio 3º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº 1º trimestre Sala de Estudos Data: 12/04/17 Ensino Médio 3º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº Conteúdo: Soluções (concentração comum e molaridade) e Gases Caso seja necessário, utilize a tabela periódica.

Leia mais

1. A fermentação é um processo químico complexo do fabrico de vinho no qual a glucose é convertida em etanol e dióxido de carbono:

1. A fermentação é um processo químico complexo do fabrico de vinho no qual a glucose é convertida em etanol e dióxido de carbono: EB: QUÍMICA GERAL/ EQB: QUÍMICA GERAL I Capítulo 4. Reacções químicas II Ficha de exercícios 1. A fermentação é um processo químico complexo do fabrico de vinho no qual a glucose é convertida em etanol

Leia mais

SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA.

SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA. SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA. QUESTÕES SOLUÇÕES. 01) Dê o significado das seguintes sentenças: a) Uma solução apresenta título igual a 0,2. b) Uma solução a 10%, em massa, de NaCI. c)

Leia mais

Relações Mássicas em Reacções Químicas

Relações Mássicas em Reacções Químicas Capítulo 3 Relações Mássicas em Reacções Químicas Massa Atómica N.º de Avogadro e Massa Molar Massa Molecular Espectrómetro de Massa Composição Percentual dos Compostos Determinação Experimental de Fórmulas

Leia mais

FORMULÁRIO DE DIVULGAÇÃO DO CONTEÚDO DA PROVA FINAL E RECUPERAÇÃO FINAL

FORMULÁRIO DE DIVULGAÇÃO DO CONTEÚDO DA PROVA FINAL E RECUPERAÇÃO FINAL FORMULÁRIO DE DIVULGAÇÃO DO CONTEÚDO DA PROVA FINAL E RECUPERAÇÃO FINAL A) SÉRIE/ANO: 2º Ano Médio B) DISCIPLINA: Química - Enio C) CONTEÚDO A SER EXIGIDO/ORIENTAÇÃO PARA O ESTUDO: SOLUÇÕES: Coeficiente

Leia mais

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 26 SOLUÇÕES EXERCÍCIOS

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 26 SOLUÇÕES EXERCÍCIOS QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 26 SOLUÇÕES EXERCÍCIOS Como pode cair no enem A eutrofização é um processo em que rios, lagos e mares adquirem níveis altos de nutrientes, especialmente fosfatos e nitratos, provocando

Leia mais

Tamanho das partículas dispersas Até 1 nm (nanômetro) de 1 nm a 100 nm maior que 100 nm

Tamanho das partículas dispersas Até 1 nm (nanômetro) de 1 nm a 100 nm maior que 100 nm Soluções 1. Introdução Solução é a denominação ao sistema em que uma substância está distribuída, ou disseminada, numa segunda substância sob forma de pequenas partículas. Dissolvendo-se sal na água, forma-se

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA. Tendo em vista as propriedades coligativas dessas soluções, é CORRETO afirmar

PROVA DE QUÍMICA. Tendo em vista as propriedades coligativas dessas soluções, é CORRETO afirmar 17 PROVA DE QUÍMICA Q U E S T Ã O 2 6 Z e X são elementos químicos que apresentam respectivamente 2 e 6 elétrons no nível de valência. A fórmula química resultante da combinação entre átomos dos elementos

Leia mais

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 05 SOLUÇÕES: MISTURAS - PARTE 1

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 05 SOLUÇÕES: MISTURAS - PARTE 1 QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 05 SOLUÇÕES: MISTURAS - PARTE 1 1 2 80 100 ml 40 + 100 ml 80 40 100 ml 80 40 C 1 V 1 + C 2V 2 = C 3 V3 M V + M V = M V 1 1 2 2 3 3 1 2 80 100 ml 40 + 100 ml 80 40 100 ml 80 40

Leia mais

Aulas de 01 a 06. Colégio Ari de Sá Cavalcante

Aulas de 01 a 06. Colégio Ari de Sá Cavalcante Aulas de 01 a 06 UNIDADES DE CONCENTRAÇÃO DAS SOLUÇÕES Concentração Comum (C) ou Concentração massa/volume: é a razão estabelecida entre a massa do soluto (m 1 ) e o volume da solução (V); Geralmente:

Leia mais

Reações em Soluções Aquosas

Reações em Soluções Aquosas Reações em Soluções Aquosas Classificação Reações sem transferência de elétrons: Reações de precipitação; Reações de neutralização. Reações com transferência de elétrons: Reações de oxirredução. Reações

Leia mais

Gabarito comentado. Estudo das dispersões

Gabarito comentado. Estudo das dispersões Estudo das dispersões Gabarito comentado 1) O gás carbônico será mais solúvel quanto menor for a temperatura, no caso, será mais solúvel no refrigerante que estava na geladeira. 2) Letra E. A 30ºC a solubilidade

Leia mais

06) Considere a aparelhagem desenhada a seguir, empregada para testes de condutividade elétrica. O teste deu positivo com qual dos líquidos?

06) Considere a aparelhagem desenhada a seguir, empregada para testes de condutividade elétrica. O teste deu positivo com qual dos líquidos? TEORIA DE ARRHENIUS 01) (Puc-SP) Dados os compostos A: CH 3 COONa (Sal: acetato de sódio) B: CH 3 COOH (ácido acético) C: CH 3 CH 2 OH (álcool etílico) D: C 6 H 12 O 6 (glicose) Pede-se: a) Quais os que

Leia mais

QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS PROF. SAUL SANTANA

QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS PROF. SAUL SANTANA QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS PROF. SAUL SANTANA Ligação Química O conceito de configuração eletrônica e o desenvolvimento da Tabela Periódica permitiu aos químicos uma base lógica para explicar a formação

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2017 PROFESSORA: Núbia de Andrade DISCIPLINA: SÉRIE:3º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA PINHAL DO REI Domínio 2 Propriedades e transformações da matéria Nome: 10º/ nro:

ESCOLA SECUNDÁRIA PINHAL DO REI Domínio 2 Propriedades e transformações da matéria Nome: 10º/ nro: Ano Letivo 2016/2017 ESCOLA SECUNDÁRIA PINHAL DO REI Domínio 2 Propriedades e transformações da matéria Nome: 10º/ nro: Física e Química A Volume molar. Troposfera 1. A atmosfera que herdámos é não só

Leia mais

AULA 10 EQUILÍBRIO DE SOLUBILIDADE

AULA 10 EQUILÍBRIO DE SOLUBILIDADE Fundamentos de Química Analítica (009) AULA 10 EQUILÍBRIO DE SOLUBILIDADE OBJETIVOS Definir solubilidade do soluto. Definir solução saturada, não saturada e supersaturada. Conhecer as regras de solubilidade.

Leia mais

PLANTÕES DE FÉRIAS QUÍMICA

PLANTÕES DE FÉRIAS QUÍMICA Página 1 PLANTÕES DE FÉRIAS QUÍMICA Nome: Nº: Série: 2º ANO Profª BIANCA RIBEIRO Data: JULHO 2016 Roteiro de Estudos Primeiramente, revise em seu caderno alguns conceitos importantes de soluções, como:

Leia mais

ESTEQUIOMETRIA. Lista IV complementar. 1. A combustão completa do metanol pode ser representada pela equação nãobalanceada:

ESTEQUIOMETRIA. Lista IV complementar. 1. A combustão completa do metanol pode ser representada pela equação nãobalanceada: 1. A combustão completa do metanol pode ser representada pela equação nãobalanceada: CH 3 OH (l) + O 2(g) = CO 2(g) + H 2 O (l) (A) 1,0 mol (B) 1,5 mols (C) 2,0 mols (D) 2,5 mols (E) 3,0 mols Quando se

Leia mais

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 06 SOLUÇÕES: MISTURAS - PARTE 2

QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 06 SOLUÇÕES: MISTURAS - PARTE 2 QUÍMICA - 2 o ANO MÓDULO 06 SOLUÇÕES: MISTURAS - PARTE 2 Fixação 1) 60 ml de uma solução 0,75 mol/l de NaOH neutralizam 30 ml de uma solução de ácido sulfúrico. A molaridade do ácido é: m a) 0,65 d) 0,75

Leia mais

Química. Xandão (Renan Micha) Soluções

Química. Xandão (Renan Micha) Soluções Soluções Soluções 1. (FUVEST) Sabe-se que os metais ferro (Fe 0 ), magnésio (Mg 0 ) e estanho (Sn 0 ) reagem com soluções de ácidos minerais, liberando gás hidrogênio e formando íons divalentes em solução.

Leia mais

Aula 9 PREPARO DE SOLUÇÕES. Maria de Lara Palmeira de Macedo Arguelho Beatriz. META Introduzir algumas técnicas básicas de preparo de soluções.

Aula 9 PREPARO DE SOLUÇÕES. Maria de Lara Palmeira de Macedo Arguelho Beatriz. META Introduzir algumas técnicas básicas de preparo de soluções. Aula 9 PREPARO DE SOLUÇÕES META Introduzir algumas técnicas básicas de preparo de soluções. OBJETIVOS Ao fi nal desta aula, o aluno deverá: realizar os procedimentos de preparo de soluções do tipo sólido-líquido;

Leia mais

Na obtenção de prata por eletrólise de solução aquosa de nitrato de prata, o metal se forma no: a) cátodo, por redução de íons Ag(+) b) cátodo, por

Na obtenção de prata por eletrólise de solução aquosa de nitrato de prata, o metal se forma no: a) cátodo, por redução de íons Ag(+) b) cátodo, por Na obtenção de prata por eletrólise de solução aquosa de nitrato de prata, o metal se forma no: a) cátodo, por redução de íons Ag(+) b) cátodo, por oxidação de íons ag(+) c) cátodo, por redução de átomos

Leia mais

Química Geral I. Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks

Química Geral I. Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks Química Geral I Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks Conteúdo 04/04/2017 Rendimento Determinar Fórmulas Moleculares Reações em Solução aquosa Propriedades dos Compostos em Solução Aquosa, Reações

Leia mais

Estequiometria. Priscila Milani

Estequiometria. Priscila Milani Estequiometria Priscila Milani Cálculo de massa para amostras impuras: Reagentes impuros, principalmente em reações industriais, ou porque eles são mais baratos ou porque eles já são encontrados na Natureza

Leia mais

INTRODUÇÃO À ANÁLISE QUÍMICA

INTRODUÇÃO À ANÁLISE QUÍMICA INTRODUÇÃO À ANÁLISE QUÍMICA 2º SEMESTRE DE 2016 Profa. Dra. Denise Lowinsohn denise.lowinsohn@ufjf.edu.br Downloads aulas: http://www.ufjf.br/nupis/ CRONOGRAMA DIA/MÊS ASSUNTO 22/08 Soluções e cálculos

Leia mais

Pb 2e Pb E 0,13 v. Ag 2e Ag E +0,80 v. Zn 2e Zn E 0,76 v. Al 3e Al E 1,06 v. Mg 2e Mg E 2,4 v. Cu 2e Cu E +0,34 v

Pb 2e Pb E 0,13 v. Ag 2e Ag E +0,80 v. Zn 2e Zn E 0,76 v. Al 3e Al E 1,06 v. Mg 2e Mg E 2,4 v. Cu 2e Cu E +0,34 v QUÍMICA 1ª QUESTÃO Umas das reações possíveis para obtenção do anidrido sulfúrico é a oxidação do anidrido sulfuroso por um agente oxidante forte em meio aquoso ácido, como segue a reação. Anidrido sulfuroso

Leia mais

DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES. É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO

DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES. É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO SOLUÇÃO INICIAL SOLUÇÃO FINAL SOLVENTE PURO VA V V C C

Leia mais

LISTA 02 - TEORIA ATÔMICA MOLECULAR

LISTA 02 - TEORIA ATÔMICA MOLECULAR LISTA 02 - TEORIA ATÔMICA MOLECULAR 1º ano QUÍMICA PROF. PEDRO 2º Bimestre Questão 01) A massa de uma molécula de ácido acético, CH 3 COOH, é: a) 1,0. 10-21 g b) 1,0. 10-22 g c) 1,0. 10-23 g d) 1,0. 10-24

Leia mais

Qui. Allan Rodrigues Xandão (Victor Pontes)

Qui. Allan Rodrigues Xandão (Victor Pontes) Semana 18 Allan Rodrigues Xandão (Victor Pontes) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. Diluição

Leia mais

Plantão de dúvidas - Lista 12 2 os anos Danilo mai/12. Nome: Nº: Turma: Titulação, ppm, densidade e volumes

Plantão de dúvidas - Lista 12 2 os anos Danilo mai/12. Nome: Nº: Turma: Titulação, ppm, densidade e volumes Química Plantão de dúvidas - Lista 12 2 os anos Danilo mai/12 Nome: Nº: Turma: Titulação, ppm, densidade e volumes 1. (Unesp) Um analista químico de uma indústria de condimentos analisa o vinagre produzido

Leia mais

COEFICIENTE DE SOLUBILIDADE DE UMA SUBSTÂNCIA (CS)

COEFICIENTE DE SOLUBILIDADE DE UMA SUBSTÂNCIA (CS) Foca na Medicina Aula 3 Química Material do Aluno Professores: Carlos Palha SOLUÇÕES I Sinônimo de mistura homogênea, ou seja, monofásica. O componente que, em número de moléculas, predominar é denominado

Leia mais

Definições. Dissociação iônica Considerando um composto iônico sólido hipotético: A a B b Em uma solução: A a B b (s) aa b+ (aq) + bb a- (aq)

Definições. Dissociação iônica Considerando um composto iônico sólido hipotético: A a B b Em uma solução: A a B b (s) aa b+ (aq) + bb a- (aq) Definições Solubilidade de uma substancia refere-se à concentração ou à quantidade máxima de uma substância química que pode ser colocada em um solvente para formar uma solução estável. Algumas substâncias

Leia mais

TB DE RECUPERAÇÃO DE QUÍMICA 2ºTRIMESTRE DE 2016 PROF: LUCIA SÉRIE: 2º EM TURMA: A-B-C LEVE ESTA FOLHA PARA A AULA DE RECUPERAÇÃO- 29/08/2016

TB DE RECUPERAÇÃO DE QUÍMICA 2ºTRIMESTRE DE 2016 PROF: LUCIA SÉRIE: 2º EM TURMA: A-B-C LEVE ESTA FOLHA PARA A AULA DE RECUPERAÇÃO- 29/08/2016 TB DE RECUPERAÇÃO DE QUÍMICA 2ºTRIMESTRE DE 2016 PROF: LUCIA SÉRIE: 2º EM TURMA: A-B-C LEVE ESTA FOLHA PARA A AULA DE RECUPERAÇÃO- 29/08/2016 OBS: a) O trabalho deverá ser entregue no dia da prova de recuperação(8/09/2016)

Leia mais

Aprender a preparar soluções aquosas, realizar diluições e determinar suas concentrações.

Aprender a preparar soluções aquosas, realizar diluições e determinar suas concentrações. EXPERIMENTO 2 Preparação e Padronização de Soluções OBJETIVOS Rever os conceitos de concentração de soluções. Aprender a preparar soluções aquosas, realizar diluições e determinar suas concentrações. Exercitar

Leia mais

INTRODUÇÃO À ANÁLISE QUÍMICA

INTRODUÇÃO À ANÁLISE QUÍMICA INTRODUÇÃO À ANÁLISE QUÍMICA 1º SEMESTRE DE 2017 Profa. Dra. Denise Lowinsohn denise.lowinsohn@ufjf.edu.br Downloads aulas: http://www.ufjf.br/nupis/ CRONOGRAMA DIA/MÊS ASSUNTO 06/03 Soluções e cálculos

Leia mais

QUÍMICA SETOR B EXERCÍCIOS DE SOLUÇÕES

QUÍMICA SETOR B EXERCÍCIOS DE SOLUÇÕES QUÍMICA SETOR B Prof. Jorge Luis EXERCÍCIOS DE SOLUÇÕES (CONCENTRAÇÃO MOLAR mol/l). 1. Um determinado gás poluente apresenta tolerância máxima de 2,0 10 5 mol/l em relação ao ar. Uma sala fechada de dimensões

Leia mais

Solvente: partículas responsáveis pela dissolução do soluto;

Solvente: partículas responsáveis pela dissolução do soluto; Aula 18 20/ago Marcelo 2º Semestre Estudo das Soluções: Soluções: sinônimo de mistura homogênea. Componentes de uma solução: Soluto: partículas que são dissolvidas; Solvente: partículas responsáveis pela

Leia mais

Campus Dois Vizinhos QUÍMICA ANALÍTICA. Profa. Dra. RENATA PAULA HERRERA BRANDELERO

Campus Dois Vizinhos QUÍMICA ANALÍTICA. Profa. Dra. RENATA PAULA HERRERA BRANDELERO Campus Dois Vizinhos QUÍMICA ANALÍTICA Profa. Dra. RENATA PAULA HERRERA BRANDELERO Campus Dois Vizinhos QUÍMICA ANALÍTICA E OUTRAS CIÊNCIAS ANÁLISE DE SOLOS ANÁLISES FITOTÉCNICAS PÓS-COLHEITA PROCESSAMENTO

Leia mais

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 25 MISTURA DE SOLUÇÕES

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 25 MISTURA DE SOLUÇÕES QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 25 MISTURA DE SOLUÇÕES + = 1 2 F 1) M x V = M X V (x = 1) (x = 1) M b V b = M a V a 2) m x = M x V MOL (x = 1) (x = 1) m B = M a V a MOL 3) + = NaOH KOH H 2 SO 4 4) M x V M x V

Leia mais

Ficha 12 Exercícios 2 os anos Rodrigo maio/12. Nome: Nº: Turma:

Ficha 12 Exercícios 2 os anos Rodrigo maio/12. Nome: Nº: Turma: Química Ficha 12 Exercícios 2 os anos Rodrigo maio/12 Nome: Nº: Turma: 1. Considere três soluções aquosas contidas nos frascos seguintes: Frasco 1: 500 ml de HCl 1,0 mol/l Frasco 2: 500 ml de CH 3 COOH

Leia mais

E-books PCNA. Vol. 1 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 5 SOLUÇÕES

E-books PCNA. Vol. 1 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 5 SOLUÇÕES E-books PCNA Vol. 1 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 5 SOLUÇÕES 1 QUÍMICA ELEMENTAR CAPÍTULO 5 SUMÁRIO Capítulo 5 ------------------------------------------------------ 3 5. Soluções ----------------------------------------------------

Leia mais

29/03/ TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS PROVA 1 GABARITO - prova tipo A

29/03/ TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS PROVA 1 GABARITO - prova tipo A 29/03/2016 - TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS PROVA 1 GABARITO - prova tipo A Texto para as questões 1 a 10: O permanganato de potássio (KMnO 4 ) é um forte agente oxidante. Em laboratório, pode ser empregado para

Leia mais

IME º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

IME º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR IME - 2003 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Química Questão 01 Uma fonte de vanádio é o mineral vanadinita, cuja fórmula é Pb 5 (VO 4 ) 3 Cl. DETERMINE: A) A porcentagem em massa de vanádio

Leia mais

Ano: 2ºEM. Recursos para Estudo / Atividades. Conteúdo. 2ª Etapa Unidades de Estudo conceitos e habilidades

Ano: 2ºEM. Recursos para Estudo / Atividades. Conteúdo. 2ª Etapa Unidades de Estudo conceitos e habilidades Rede de Educação Missionárias Servas do Espírito Santo Colégio Nossa Senhora da Piedade Av. Amaro Cavalcanti, 2591 Encantado Rio de Janeiro / RJ CEP: 20735042 Tel: 2594-5043 Fax: 2269-3409 E-mail: cnsp@terra.com.br

Leia mais

QUÍMICA. 1. (FMTM-MG) Uma bisnaga de xilocaína a 2%, de massa total 250g, apresenta quantos gramas de solvente? a) 0,5g. c) 24,5g.

QUÍMICA. 1. (FMTM-MG) Uma bisnaga de xilocaína a 2%, de massa total 250g, apresenta quantos gramas de solvente? a) 0,5g. c) 24,5g. QUÍMICA Prof. Jorge Luis Lista de exercícios de soluções: Concentrações. 1. (FMTM-MG) Uma bisnaga de xilocaína a 2%, de massa total 250g, apresenta quantos gramas de solvente? a) 0,5g c) 24,5g e) 240g

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências da Natureza Disciplina: Ano: 2º Ensino Médio Professora: Luana Dayrell Atividades para Estudos Autônomos Data: 5 / 6 / 2017 Aluno(a): Nº: Turma: ATIVIDADE DE REVISÃO

Leia mais

Misturas, soluções e unidades de concentração

Misturas, soluções e unidades de concentração QFL 0137 QUÍMICA GERAL FARMÁCIA BIOQUÍMICA 1 o Semestre - 2017 Misturas, soluções e unidades de concentração Denise F. S. Petri (dfsp@iq.usp.br) Bloco 3 térreo, sala 307 Instituto de Química Matéria Substâncias

Leia mais

Considerando os pontos A e B e a curva dada, pode-se afirmar corretamente que:

Considerando os pontos A e B e a curva dada, pode-se afirmar corretamente que: 01. (UFPR) Para uma solução binária a curva do gráfico a seguir, onde o eixo das abscissas contêm as temperaturas, em C, e o das ordenadas os valores da solubilidade, em g de soluto por 100g de solvente.

Leia mais

Química B Intensivo V. 1

Química B Intensivo V. 1 1 Química B Intensivo V. 1 Exercícios 01) B 02) B a) Falsa. O leite in natura é uma mistura heterogênea e não apresenta as mesmas propriedades em toda a extensão da amostra. b) Verdadeira. A gelatina é

Leia mais

DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES

DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO SOLUÇÃO INICIAL SOLUÇÃO FINAL SOLVENTE PURO VA V V C C

Leia mais

Revisão Específicas. Química Monitores: Luciana Lima e Rafael França 30/11-05/12/2015. Material de Apoio para Monitoria

Revisão Específicas. Química Monitores: Luciana Lima e Rafael França 30/11-05/12/2015. Material de Apoio para Monitoria Revisão Específicas 1. (UFPR) A andaluzita (AlxSiyOz) é um mineral que pertence à classe dos aluminossilicatos. Seu nome deriva de Andaluzia, região da Espanha onde o mineral foi encontrado pela primeira

Leia mais

- SOLUÇÃO = SOLUTO + SOLVENTE. COEFICIENTE DE SOLUBILIDADE ( Cs) Grandeza que depende da natureza do soluto e da temperatura.

- SOLUÇÃO = SOLUTO + SOLVENTE. COEFICIENTE DE SOLUBILIDADE ( Cs) Grandeza que depende da natureza do soluto e da temperatura. Soluções - MISTURA HOMOGÊNEA - SOLUÇÃO = SOLUTO + SOLVENTE menor quantidade maior quantidade COEFICIENTE DE SOLUBILIDADE ( Cs) Grandeza que depende da natureza do soluto e da temperatura. Cs = g de soluto

Leia mais

Departamento de Física e Química Química Básica Rodrigo Vieira Rodrigues. Constante produto solubilidade

Departamento de Física e Química Química Básica Rodrigo Vieira Rodrigues. Constante produto solubilidade Departamento de Física e Química Química Básica Rodrigo Vieira Rodrigues Constante produto solubilidade Equilíbrio de Solubilidade Considerando uma solução saturada de cloreto de prata, AgCl. Se continuarmos

Leia mais

Qui. Allan Rodrigues Xandão (Victor Pontes)

Qui. Allan Rodrigues Xandão (Victor Pontes) Semana 16 Allan Rodrigues Xandão (Victor Pontes) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. Solubilidade

Leia mais

3 A água do mar contém em média 1,08 x 10 3 ppm de Na e 270 ppm de sulfato. Sabendo que a densidade da água do mar é, em média, 1,02 g/ml, calcule:

3 A água do mar contém em média 1,08 x 10 3 ppm de Na e 270 ppm de sulfato. Sabendo que a densidade da água do mar é, em média, 1,02 g/ml, calcule: ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO ADAPTADOS DE LIVROS E APOSTILAS CITADOS ABAIXO. OBSERVAÇÃO: Considerar as massas molares dos elementos nos dados fornecidos na última página. 1 Encontre

Leia mais

QUI219 QUÍMICA ANALÍTICA (Farmácia)

QUI219 QUÍMICA ANALÍTICA (Farmácia) QUI219 QUÍMICA ANALÍTICA (Farmácia) Prof. Mauricio X. Coutrim (mcoutrim@iceb.ufop.br) Sala 29 ICEB II inferior (em frente à PROPP) PORQUE ESTUDAR Q.A.? 23/09/2016 Química Analítica I Prof. Mauricio Xavier

Leia mais

Compostos iônicos e moleculares

Compostos iônicos e moleculares LCE0143 Química Geral Compostos iônicos e moleculares Wanessa Melchert Mattos wanemelc@usp.br Moléculas - Menores unidades identificáveis - Moléculas são reuniões de dois ou mais átomos ligados entre si

Leia mais

Exercícios de Solubilidade. Talita M.

Exercícios de Solubilidade. Talita M. Exercícios de Solubilidade Talita M. Questão 1 (Fuvest) Quatro tubos contêm 20mL (mililitros) de água cada um. Coloca-se nesses tubos dicromato de potássio (K 2 Cr 2 O 7 ) nas seguintes quantidades: Tubo

Leia mais

ATENÇÃO: assinale ou apresente cuidadosamente as respostas e apresente TODOS os cálculos efectuados.

ATENÇÃO: assinale ou apresente cuidadosamente as respostas e apresente TODOS os cálculos efectuados. Prova de Acesso de Química Maiores de 23 Anos Candidatura 2016-2017 14 de Junho de 2017 10h00 12h30 Nome CCnº ATENÇÃO: assinale ou apresente cuidadosamente as respostas e apresente TODOS os cálculos efectuados.

Leia mais