Resultados da avaliação dos pontos de atenção de urgência e emergência em Joinville

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Resultados da avaliação dos pontos de atenção de urgência e emergência em Joinville"

Transcrição

1 103 1

2 PESQUISA DE AVALIAÇÃO DOS PONTOS DE ATENÇÃO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA EM JOINVILLE PONTOS DE ATENÇÃO AVALIADOS: Hospital Municipal São José HMSJ Hospital Regional Hans Dieter Schmidt HRHDS Hospital e Maternidade Darcy Vargas - MDV Hospital e Maternidade Bethesda PA 24h Bethesda Pronto-Atendimento 24 horas Itaum PA 24h Sul Pronto-Atendimento 24 horas Norte PA 24h Norte Pronto-Atendimento Ambulatorial de Saúde Jarivatuba PAAS Jarivatuba Pronto-Atendimento Ambulatorial de Saúde Parque Joinville PAAS Parque Joinville Pronto-Atendimento Ambulatorial de Saúde Jardim Paraíso PAAS Jardim Paraíso Pronto-Atendimento Ambulatorial de Saúde Vila Nova PAAS Vila Nova Volume 1 Resultados da avaliação dos pontos de atenção de urgência e emergência em Joinville Joinville

3 ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL Prefeito Marco Antônio Tebaldi Vice-Prefeito Rodrigo Meyer Bornholdt SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE DE JOINVILLE (SMS) Secretário Dr. Armando Dias Pereira Junior Gerente da Assistência Ambulatorial e Hospitalar Hamilton Augusto do Nascimento Coordenação do Grupo de Condução do Processo de Organização da Rede de Urgência/Emergência: Vera Lúcia Freitas 3

4 PROFISSIONAIS DA SAÚDE QUE PARTICIPARAM DO PLANEJAMENTO E COLETA DOS DADOS Hospital Municipal São José Dr. Sérgio Ferreira Dr. Fabiano Luis Schwingel Enfermeiro Hamilton Correa Varga Enfermeiro Carlos Alexandre da Silva Hospital Regional Hans Dieter Schmidt Ana Maria Groff Jansen Rita de Cássia Hospital e Maternidade Darci Vargas Sandra R.M. da Silva Pronto-Atendimento do Hospital e Maternidade Bethesda: Michele Scholz Maurício Janice de Souza Borba Pronto-Atendimento 24 horas Norte = PA 24h Norte Melissa Avelar Nunes Pronto-Atendimento do Itaum = PA 24h Sul Vanilda de Souza Melo Pronto-Atendimento Ambulatorial de Saúde Jarivatuba Kátia Sayuri Inoue Pronto-Atendimento Ambulatorial de Saúde Parque Joinville Edna Campigoto Pronto-Atendimento Ambulatorial de Saúde Vila Nova Marlene Bonow Oliveira Pronto-Atendimento Ambulatorial de Saúde Jardim Paraíso Fabiana Rocha da Silva Coordenação dos Serviços de Referência Vera Lúcia Freitas 4

5 AGRADECIMENTOS Agradecemos o empenho e a dedicação dos profissionais dos pontos de atenção de urgência e emergência que contribuíram para a realização deste trabalho. 5

6 Nove décimos da nossa felicidade dependem da saúde. Schopenhauer 6

7 LISTA DE SIGLAS HMSJ Hospital Municipal São José HRHDS Hospital Regional Hans Dieter Schmidt PA 24h Bethesda Pronto-Atendimento 24 horas do Hospital Bethesda PA 24h SUL Pronto-Atendimento 24 horas do Itaum - Sul PA 24h Norte Pronto-Atendimento 24 horas Norte MS Ministério da Saúde SMS Secretaria Municipal da Saúde GAAH Gerência da Assistência Ambulatorial e Hospitalar SUS Sistema Único de Saúde SAMU Serviço de Atendimento Móvel de Urgência MDV Maternidade Darcy Vargas PAAS Pronto-Atendimento Ambulatorial de Saúde 7

8 SUMÁRIO LISTA DE SIGLAS INTRODUÇÃO METODOLOGIA Parte I ANÁLISE DOS RESULTADOS POR MEIO DE TABELAS SIMPLES E CRUZADAS APRESENTAÇÃO QUANTIDADE DE USUÁRIOS ENTREVISTADOS NO PERÍODO DA PESQUISA QUANTIDADE DE USUÁRIOS ENTREVISTADOS POR PONTO DE ATENÇÃO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA TOTAL GERAL DE USUÁRIOS ENTREVISTADOS POR TIPO DE PONTO DE ATENÇÃO QUANTIDADE DE USUÁRIOS ENTREVISTADOS POR DIA DA SEMANA RELAÇÃO ENTRE A QUANTIDADE DE USUÁRIOS ENTREVISTADOS POR DIA DA SEMANA E TIPO DE PONTO DE ATENÇÃO RELAÇÃO ENTRE A QUANTIDADE DE USUÁRIOS ENTREVISTADOS E HORA DE CHEGADA RELAÇÃO ENTRE O TOTAL GERAL DE USUÁRIOS ENTREVISTADOS POR HORA DE CHEGADA E PERÍODO DO DIA PERFIL DOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS SEXO DOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS

9 2.1.1 Sexo dos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção FAIXA ETÁRIA DOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS Faixa etária dos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção USUÁRIOS ENTREVISTADOS COM PLANO DE SAÚDE Usuários entrevistados com plano de saúde por tipo de ponto de atenção TIPO DE PLANO DE SAÚDE DOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS MUNICÍPIO DE RESIDÊNCIA DOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS Município de residência dos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção BAIRRO DE RESIDÊNCIA DOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS MUNICÍPIO DE RESIDÊNCIA DOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS QUE NÃO MORAM EM JOINVILLE POSTO DE SAÚDE FREQÜENTADO PELO USUÁRIO ENTREVISTADO POR TIPO DE PONTO DE ATENÇÃO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA ONDE PROCUROU ATENDIMENTO USUÁRIOS ENTREVISTADOS COM DOENÇAS DIAGNOSTICADAS Doenças diagnosticadas declaradas pelos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção Doenças diagnosticadas declaradas pelos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção Doenças diagnosticas declaradas pelos usuários entrevistados agrupadas pelo Código Internacional de Doenças (CID) MOTIVO DA PROCURA PELO PONTO DE ATENÇÃO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA USUÁRIOS ENTREVISTADOS QUE PROCURARAM ATENDIMENTO EM OUTRA UNIDADE DE SAÚDE ANTES DO ATENDIMENTO NO PONTO DE ATENÇÃO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA Usuários entrevistados que procuraram atendimento anterior em outra unidade de saúde por tipo de ponto de atenção

10 3.2 TIPO DE UNIDADE DE SAÚDE ONDE O USUÁRIO ENTREVISTADO PROCUROU ATENDIMENTO ANTERIOR AOS PONTOS DE ATENÇÃO Unidade de saúde onde o usuário entrevistado procurou atendimento anterior por tipo de ponto de atenção MOTIVOS DA PROCURA POR ATENDIMENTO NOS PONTOS DE ATENÇÃO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA Motivo da procura por atendimento no ponto de atenção por tipo de ponto de atenção Outros motivos da procura por atendimento nos pontos de atenção USUÁRIOS ENTREVISTADOS ENCAMINHADOS POR ALGUÉM PARA ATENDIMENTO NO PONTO DE ATENÇÃO Usuários entrevistados encaminhados por alguém para atendimento no ponto de atenção por tipo de ponto de atenção Responsáveis pelo encaminhamento dos usuários entrevistados para os pontos de atenção PRINCIPAL QUEIXA DO USUÁRIO ENTREVISTADO AO SER ATENDIDO Principal queixa dos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção Outras queixas citadas pelos usuários entrevistados ao serem atendidos TEMPO DE DURAÇÃO DOS SINTOMAS RELACIONADOS ÀS QUEIXAS CITADAS PELOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS Tempo de duração dos sintomas relacionados às queixas citadas pelos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção USUÁRIOS ENTREVISTADOS QUE ESTÃO AGUARDANDO CONSULTA COM ESPECIALISTAS Usuários entrevistados que estão aguardando consulta com especialista por tipo de ponto de atenção Tipo de especialista que está sendo aguardado pelos usuários entrevistados USUÁRIOS ENTREVISTADOS QUE ESTÃO AGUARDADO POR CIRURGIA Usuários entrevistados que estão aguardando por cirurgia por tipo de ponto de atenção

11 3.8.2 Tipos de cirurgias que estão sendo aguardadas pelos usuários entrevistados entrevistados USUÁRIOS ENTREVISTADOS QUE ESTÃO AGUARDANDO POR EXAMES Usuários entrevistados que estão aguardando por exames por tipo de ponto de atenção Tipos de exames que estão sendo aguardados pelos usuários entrevistados Parte II ANÁLISES AVANÇADAS PARA AVALIAR AS INFLUÊNCIAS NO ATENDIMENTO DOS PONTOS DE ATENÇÃO APRESENTAÇÃO INFLUÊNCIA DO SEXO INFLUÊNCIA DO SEXO DOS ENTREVISTADOS NA LISTA DE ESPERA POR EXAMES INFLUÊNCIA DO SEXO DOS ENTREVISTADOS NA LISTA DE ESPERA POR ESPECIALISTAS INFLUÊNCIA DA IDADE INFLUÊNCIA DA IDADE DOS ENTREVISTADOS NAS DOENÇAS DIAGNOSTICADAS INFLUÊNCIA DA IDADE DOS ENTREVISTADOS NA ESPERA POR ESPECIALISTAS INFLUÊNCIA DA IDADE DOS ENTREVISTADOS NA ESPERA POR CIRURGIAS INFLUÊNCIA DA IDADE DOS ENTREVISTADOS NA LISTA DE ESPERA POR EXAMES

12 3.0 USUÁRIOS ENTREVISTADOS COM DOENÇAS DIAGNOSTICADAS E QUE ESTÃO AGUARDANDO CONSULTA COM ESPECIALISTAS, CIRURGIAS E EXAMES USUÁRIOS ENTREVISTADOS COM DOENÇAS DIAGNOSTICADAS QUE ESTÃO AGUARDANDO CONSULTA COM ESPECIALISTA USUÁRIOS ENTREVISTADOS COM DOENÇAS DIAGNOSTICADAS QUE ESTÃO AGUARDANDO POR CIRURGIA USUÁRIOS ENTREVISTADOS COM DOENÇAS DIAGNOSTICADAS QUE ESTÃO AGUARDANDO POR EXAMES USUÁRIOS ENTREVISTADOS COM DOENÇAS DIAGNOSTICADAS E QUE PROCURARAM POR ATENDIMENTO ANTERIOR RELAÇÃO ENTRE OS USUÁRIOS ENTREVISTADOS QUE ESTÃO AGUARDANDO POR EXAMES E AQUELES QUE ESTÃO AGUARDANDO POR CIRURGIAS AVALIAÇÃO DO PERFIL DE ATENDIMENTO NOS PONTOS DE ATENÇÃO NOS HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO DOS POSTOS DE SAÚDE RELAÇÃO ENTRE OS USUÁRIOS ENTREVISTADOS POR HORÁRIO DE CHEGADA E PROCURA POR ATENDIMENTO ANTERIOR EM OUTRAS UNIDADES DE SAÚDE USUÁRIOS ENTREVISTADOS ATENDIDOS NOS PONTOS DE ATENÇÃO DAS 7H ÀS 19H, E QUE PROCURARAM ATENDIMENTO OU NÃO EM OUTRAS UNIDADES DE SAÚDE RELAÇÃO ENTRE OS USUÁRIOS ENTREVISTADOS QUE PROCURARAM OU NÃO ATENDIMENTO EM OUTRAS UNDIADES DE SAÚDE, E O POSTO DE SAÚDE QUE FREQÜENTAM MOTIVOS DA PROCURA PELO ATENDIMENTO NOS PONTOS DE ATENÇÃO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NO HORÁRIO DAS 7H ÀS 19H CONSIDERAÇÕES FINAIS - PARTE II

13 INTRODUÇÃO A pesquisa de avaliação dos pontos de atenção de urgência e emergência em Joinville teve como principal objetivo identificar o perfil dos atendimentos e as características dos usuários que procuraram pelos serviços, entre outros aspectos. Foi idealizada em agosto de 2008 pelos profissionais da rede de serviços de urgência e emergência do Município, com o propósito de buscar novos indicadores necessários ao planejamento das ações visando à nova política do Ministério da Saúde para o Fortalecimento dos serviços de urgência e emergência. Fizeram parte do universo da pesquisa os Pronto-Atendimentos dos Hospitais São José, Hans Dieter Schmidt, Bethesda e Maternidade Darci Vargas; como também os Pronto-Atendimentos Norte e Sul e os Pronto-Atendimentos Ambulatoriais de Saúde (PAAS). Esta pesquisa além de quantificar dados atuais sobre os pontos de atenção de urgência e emergência no Município, poderá ser utilizada futuramente como parâmetro em novas pesquisas e/ou servir como comparativo com aquela realizada no ano de 2003, coordenada pela Gerência do Planejamento da Secretaria Municipal da Saúde. Por meio desta pesquisa, a Secretaria Municipal da Saúde amplia sua base de dados sobre os pontos de urgência e emergência; o que possibilita a construção de uma série histórica, fundamental para o planejamento de ações neste segmento. Enfim, a realização deste estudo mostra o compromisso e a seriedade dos gestores e profissionais responsáveis pela saúde pública no município de Joinville, contemplando a melhoria nos atendimentos de urgência e emergência ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS). Joinville, outubro de

14 METODOLOGIA Tipo de pesquisa: Quantitativa e qualitativa. Questionário: Foi estruturado com perguntas fechadas e abertas pela empresa Painel Pesquisas com o acompanhamento dos profissionais da Secretaria Municipal da Saúde, vinculados ao pontos de atenção de urgência e emergência. Público-Alvo: População usuária dos serviços de urgência e emergência no município de Joinvile. Critério da amostra: Entrevista com 100% das pessoas que procuraram atendimento nos pontos de atenção de urgência e emergência durante o período da pesquisa. Período de realização da pesquisa: 1. Dia 31 de agosto a 02 de setembro, durante 24 horas: pronto-atendimentos dos hospitais, maternidade e PA s. 2. Dia 1º a 03 de setembro, das 17h às 22h: pronto-atendimentos ambulatoriais. Quantidade de questionários previstos: procurassem atendimento nos dias da pesquisa. conforme o número de pessoas que Plano amostral: Universo considerado = 75% da população residente no município de Joinville no ano de 2008, igual a habitantes. Entrevistados nesta pesquisa = pessoas que procuraram atendimento nos pontos de atenção de urgência e emergência durante o período da pesquisa. Erro amostral de 1,54% com confiança de 95%, ou Erro amostral de 2,02% com confiança de 99% Observação: Erro máximo admitido = 5% (382 entrevistas/95% entrevistas /99%) 14

15 15

16 Parte I ANÁLISE DOS RESULTADOS POR MEIO DE TABELAS SIMPLES E CRUZADAS 16

17 APRESENTAÇÃO Nesta parte serão apresentados os resultados referentes às respostas dadas pelos usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência. Será destacada a quantidade de usuários entrevistados, o perfil do usuário e o motivo da procura pelo atendimento. Os resultados serão apresentados por meio de tabelas simplificadas, cruzadas e comentários. 17

18 1.0 QUANTIDADE DE USUÁRIOS ENTREVISTADOS NO PERÍODO DA PESQUISA Os usuários entrevistados nos PA 24h Sul e o PA 24h Norte, correspondem a 55,1% do total das unidades de saúde pesquisadas. TABELA 1: Quantidade de usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Unidade de urgência e emergência Usuários entrevistados % PA 24h Sul ,6 PA 24h Norte ,5 PA 24h do Hospital Bethesda 281 7,0 HMSJ 166 4,1 HRHDS 365 9,1 MDV 157 3,9 PAAS Vila Nova 159 4,0 PAAS Jarivatuba 244 6,1 PAAS Parque Joinville 238 5,9 PAAS Jardim Paraíso 188 4,7 Total ,0 GRÁFICO 1: Quantidade de usuários entrevistados nos pontos de urgência e emergência (%) - Joinville, setembro de PA 24h Sul 35,6 PA 24h Norte 19,5 PA 24h Bethesda 7,0 HMSJ 4,1 HRHDS 9,1 MDV PAAS Vila Nova PAAS Jarivatuba PAAS Parque Joinville PAAS Jardim Paraíso 3,9 4,0 6,1 5,9 4,7 18

19 PAAS Hospital PA 1.1 QUANTIDADE DE USUÁRIOS ENTREVISTADOS POR PONTO DE ATENÇÃO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA O destaque na quantidade de usuários entrevistados nos PA s foi o PA 24h Sul, com 57,3%; nos Hospitais, o HRHDS, com 53,1% e nos PAAS, o PAAS Jarivatuba, com 29,4%. TABELA 2: Quantidade de usuários entrevistados por ponto de atenção de urgência e emergência - Joinville, setembro de Ponto de atenção de urgência e emergência Usuários entrevistados % PA 24h Sul ,3 PA 24h Norte ,4 PA 24h Bethesda ,3 Total PA ,0 HMSJ ,1 HRHDS ,1 MDV ,8 Total Hospital ,0 PAAS Vila Nova ,2 PAAS Jarivatuba ,4 PAAS Parque Joinville ,7 PAAS Jardim Paraíso ,7 Total PAAS ,0 GRÁFICO 2: Quantidade de usuários entrevistados por ponto de atenção de urgência e emergência (%) - Joinville, setembro de PA 24h Sul 57,3 PA 24h Norte 31,4 PA 24h Bethesda 11,3 HMSJ 24,1 HRHDS 53,1 MDV PAAS Vila Nova PAAS Jarivatuba 19,2 22,8 29,4 PAAS Parque Joinville PAAS Jardim Paraíso 22,7 28,7 19

20 1.2 TOTAL GERAL DE USUÁRIOS ENTREVISTADOS POR TIPO DE PONTO DE ATENÇÃO Comparando os três tipos de pontos de atenção, os PA s se destacam com 62,1% de usuários entrevistados no período da pesquisa. TABELA 3: Total geral de usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção Usuários entrevistados % Total PA ,1 Total Hospital ,2 Total PAAS ,7 Total ,0 GRÁFICO 3: Total geral de usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência (%) - Joinville, setembro de Total PA 62,1 Total Hospital 17,2 Total PAAS 20,7 20

21 1.3 QUANTIDADE DE USUÁRIOS ENTREVISTADOS POR DIA DA SEMANA Nos Hospitais e nos PA s o maior percentual de usuários entrevistados foi na segunda-feira, entre 40,9% e 47,8%. Já nos PAAS, eles ficaram distribuídos de forma homogênea em todos os dias da semana. TABELA 4 Quantidade de usuários entrevistados por dia da semana nos pontos de atenção de urgência e emergência - Joinville, setembro de Dia da semana 01 de Pontos de atenção de 31 de 02 de 03 de setembro - urgência e emergência agosto - setembro - setembro - Segundafeira Domingo Terça-feira Quarta-feira Total Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % PA 24h Sul , , , ,0 PA 24h Norte , , , ,0 PA 24h Hosp. Bethesda 70 24, , , ,0 HMSJ 49 29, , , ,0 HRHDS , , , ,0 MDV 34 21, , , ,0 PAAS Vila Nova 0, , , , ,0 PAAS Jarivatuba 0, , , , ,0 PAAS Pq. Joinville 0, , , , ,0 PAAS Jd. Paraíso 0, , , , ,0 Total , , , , ,0 GRÁFICO 4: Percentual de usuários entrevistados por dia da semana nos pontos de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de PA 24h Sul 20,1 41,0 38,9 PA 24h Norte 23,9 40,9 35,2 PA 24h Bethesda 24,9 43,8 31,3 HMSJ 29,5 43,4 27,1 HRHDS 40,0 42,2 17,8 MDV 21,7 47,8 30,6 PAAS Vila Nova 35,8 26,4 37,7 PAAS Jarivatuba 35,7 30,7 33,6 PAAS Parque Joinville 37,4 33,6 29,0 PAAS Jardim Paraíso 37,2 30,9 31,9 31 de agosto - Domingo 01 de setembro - Segunda-feira 02 de setembro - Terça-feira 03 de setembro - Quarta-feira 21

22 1.4 RELAÇÃO ENTRE A QUANTIDADE DE USUÁRIOS ENTREVISTADOS POR DIA DA SEMANA E TIPO DE PONTO DE ATENÇÃO A Tabela 5 mostra que os PA`s e os Hospitais apresenta o maior percentual de usuários entrevistados nas terças-feiras. Já nos PAAS, o percentual ficou distribuído equitativamente em todos os dias da semana. TABELA 5 Relação entre a quantidade de usuários entrevistados por dia da semana e tipo de ponto de atenção de urgência e emergência - Joinville, setembro de Dia da semana Tipo de 02 de ponto de 31 de agosto - 01 de setembro 03 de setembro - setembro - Total atenção Domingo - Segunda-feira Quarta-feira Terça-feira Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Total PA , , ,9 0 0, ,0 Total Hospital , , ,0 0 0, ,0 Total PAAS 0 0, , , , ,0 Total , , , , ,0 GRÁFICO 5: Relação entre a quantidade de usuários entrevistados por dia da semana e tipo de ponto de atenção de urgência e emergência (%) - Joinville, setembro de Total PA 21,8 41,3 36,9 Total Hospital 33,3 43,8 23,0 Total PAAS 0,0 36,6 30,8 32,7 Total 19,3 40,7 33,2 6,8 31 de agosto - Domingo 01 de setembro - Segunda-feira 02 de setembro - Terça-feira 03 de setembro - Quarta-feira 22

23 1.5 RELAÇÃO ENTRE A QUANTIDADE DE USUÁRIOS ENTREVISTADOS E HORA DE CHEGADA Nos Hospitais e PA s, e PAAS Jardim Paraíso e Jarivatuba a maior quantidade de usuários entrevistados foi no horário das 12h às 19h, sendo que nos PAAS Vila Nova e Parque Joinville esse percentual ocorreu a partir das 19h. O Gráfico 6.1 na próxima página, mostra o total de usuários em cada horário do dia. TABELA 6: Relação entre a quantidade de usuários entrevistados e hora de chegada nos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Ponto de atenção 00h até as 06h 59 Das 7h às 11h 59 Horário de chegada Das 12h às 19h Das 19h às 23h 59 Total Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % PA 24h Sul 105 7, , , , ,0 PA 24h Norte 48 6, , , , ,0 PA 24h Bethesda 18 6, , , , ,0 HMSJ 10 6, , ,8 12 7, ,0 HRHDS 41 11, , , , ,0 MDV 17 10, , , , ,0 PAAS Vila Nova 0,0 0, , , ,0 PAAS Jarivatuba 0,0 0, , , ,0 PAAS Pq Joinville 0,0 0, , , ,0 PAAS Jardim Paraíso 0,0 0, , , ,0 Total 239 6, , , , ,0 GRÁFICO 6: Relação entre a quantidade de usuários entrevistados e hora de chegada nos pontos de atenção de urgência e emergência (%) - Joinville, setembro de PA 24h Sul 7,4 33,8 39,6 19,3 PA 24h Norte 6,1 32,3 38,2 23,4 PA 24h Bethesda 6,4 39,1 40,6 13,9 HMSJ 6,0 28,9 57,8 7,2 HRHDS 11,2 30,4 36,4 21,9 MDV 10,8 35,0 37,6 16,6 PAAS Vila Nova 29,5 70,5 PAAS Jarivatuba 73,0 27,0 PAAS Parque Joinville 37,0 63,0 PAAS Jardim Paraíso 66,3 33,7 00:00 até às 06:59 Dàs 07:00 às 11:59 Dàs 12:00 às 19:00 Dàs 19:00 às 23:59 23

24 00:00 às 01:00 01:00 às 02:00 02:00 às 03:00 03:00 às 04:00 04:00 às 05:00 05:00 às 06:00 06:00 às 07:00 07:00 às 08:00 08:00 às 09:00 09:00 às 10:00 10:00 às 11:00 11:00 às 12:00 12:00 às 13:00 13:00 às 14:00 14:00 às 15:00 15:00 às 16:00 16:00 às 17:00 17:00 às 18:00 18:00 às 19:00 19:00 às 20:00 20:00 às 21:00 21:00 às 22:00 22:00 às 23:00 23:00 às 24:00 Sem resposta GRÁFICO Quantidade de usuários entrevistados por hora de chegada nos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de PA 24h Sul PA 24h Norte PA 24h Bethesda HMSJ HRHDS MDV PAAS Vila Nova PAAS Jarivatuba PAAS Parque Joinville PAAS Jardim Paraíso 24

25 1.6 RELAÇÃO ENTRE O TOTAL GERAL DE USUÁRIOS ENTREVISTADOS POR HORA DE CHEGADA E PERÍODO DO DIA Os PA`s e os hospitais apresentam um fluxo parecido de atendimento no decorrer do dia. Nos PAAS os atendimentos iniciam às 17h e terminam às 22h. TABELA 7 Relação entre o total de usuários entrevistados por hora de chegada e período do dia, nos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção Horário do atendimento 00h até as Das 7h às 11h Das 12h às Das 17h às Total 06h h 23h 59 Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Total PA 171 6, , , , ,0 Total Hospital 68 9, , , , ,0 Total PAAS 0 0,0 0 0, , , ,0 Total 239 6, , , , ,0 GRÁFICO 7: Relação entre o total de usuários entrevistados por hora de chegada e período do dia, nos pontos de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de Total PA 6,9 33,9 39,2 20,0 Total Hospital 9,9 31,1 41,9 17,2 00:00 até às 06:59 Dàs 07:00 às 11:59 Total PAAS 52,8 47,2 Dàs 12:00 às 19:00 Dàs 19:00 às 23:59 Total 6,0 26,5 42,5 25,1 25

26 00:00 às 01:00 01:00 às 02:00 02:00 às 03:00 03:00 às 04:00 04:00 às 05:00 05:00 às 06:00 06:00 às 07:00 07:00 às 08:00 08:00 às 09:00 09:00 às 10:00 10:00 às 11:00 11:00 às 12:00 12:00 às 13:00 13:00 às 14:00 14:00 às 15:00 15:00 às 16:00 16:00 às 17:00 17:00 às 18:00 18:00 às 19:00 19:00 às 20:00 20:00 às 21:00 21:00 às 22:00 22:00 às 23:00 23:00 às 24:00 Sem resposta GRÁFICO 7.1 Relação entre a quantidade de usuários entrevistados por hora de chegada e período do dia, nos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Total PA Total Hospital Total PAAS Total 26

27 2.0 PERFIL DOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS 2.1 SEXO DOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS No HMSJ e HRHDS a maioria dos entrevistados é do sexo masculino, nos demais pontos de atenção a predominância é do sexo feminino. TABELA 8 Sexo dos usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Sexo dos entrevistados Ponto de Masculino Feminino Sem resposta Total atenção Citações % Citações % Citações % Citações % PA 24h Sul , ,8 71 5, ,0 PA 24h Norte , ,2 21 2, ,0 PA 24h Bethesda , ,2 4 1, ,0 HMSJ 98 59, ,8 2 1, ,0 HRHDS , ,7 27 7, ,0 MDV ,0 0, ,0 PAAS Vila Nova 49 30, ,2 0, ,0 PAAS Jarivatuba 90 36, ,9 3 1, ,0 PAAS Pq. Joinville 92 38, ,1 3 1, ,0 PAAS Jd. Paraíso 85 45, ,8 0, ,0 Total , , , ,0 GRÁFICO 8 Sexo dos usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de PA 24h Sul 47,3 47,8 5,0 PA 24h Norte 45,1 52,2 2,7 PA 24h Bethesda 47,3 51,2 1,4 HMSJ HRHDS 59,0 47,9 39,8 44,7 1,2 7,4 Masculino MDV 0,0 100,0 Feminino PAAS Vila Nova 30,8 69,2 Sem resposta PAAS Jarivatuba 61,9 1,2 PAAS Parque Joinville 38,7 60,1 1,3 PAAS Jardim Paraíso 45,2 54,8 27

28 2.1.1 Sexo dos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção A predominância dos usuários entrevistados é do sexo feminino. TABELA 9 Sexo dos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção Sexo dos entrevistados Masculino Feminino Sem resposta Total Citações % Citações % Citações % Citações % Total PA , ,6 96 3, ,0 Total Hospital , ,0 29 4, ,0 Total PAAS , ,2 6 0, ,0 Total , , , ,0 GRÁFICO 9 Sexo dos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de Total PA 46,6 49,6 3,9 Total Hospital 39,8 56,0 4,2 Masculino Feminino Total PAAS 38,1 61,2 0,7 Sem resposta Total 43,7 53,1 3,3 28

29 2.2 FAIXA ETÁRIA DOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS A faixa etária dos entrevistados está distribuída eqüitativamente na maioria dos pontos de atenção; exceto no HRHDS, onde 48,2% têm até 15 anos e na MDV, onde 75,8% têm de 16 a 35 anos. TABELA 10 Faixa etária dos usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Idade dos entrevistados Ponto de atenção De 0 a 2 anos De 3 a 5 anos De 6 anos a 10 anos De 11 anos a 15 anos De 16 anos a 20 anos De 21 anos a 25 anos De 26 anos a 35 anos De 36 anos a 45 anos De 46 anos a 55 anos De 56 anos a 65 anos Acima de 66 anos Sem resposta Total Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % PA 24h Sul ,2 91 6, ,7 72 5, , , , , ,2 74 5,2 62 4,3 24 1, ,0 PA 24h Norte 54 6,9 33 4,2 28 3,6 40 5, , , , , ,3 46 5,9 44 5,6 12 1, ,0 PA 24h Bethesda 22 7,8 22 7,8 13 4,6 13 4,6 24 8, , , , ,0 16 5,7 24 8,5 4 1, ,0 HMSJ 2 1,2 0,0 2 1,2 5 3, ,2 15 9, , , , ,4 15 9,0 3 1, ,0 HRHDS 73 20, ,6 28 7,7 29 7,9 23 6,3 18 4, ,7 33 9,0 22 6,0 24 6,6 27 7,4 3 0, ,0 MDV 4 2, , , ,1 8 5,1 1 0,6 1 0,6 6 3, ,0 PAAS Vila Nova 10 6,3 8 5,0 11 6,9 8 5, ,3 15 9, , , ,3 5 3,1 3 1,9 2 1, ,0 PAAS Jarivatuba 16 6,6 13 5,3 14 5,7 16 6,6 17 7,0 19 7, , , ,2 11 4,5 10 4,1 0, ,0 PAAS Parque Joinville PAAS Jardim Paraíso 38 16,0 16 6, ,5 21 8,8 20 8,4 22 9, , , ,1 10 4,2 9 3,8 3 1, , ,2 11 5, ,2 14 7,4 16 8,5 13 6, , ,9 18 9,6 5 2,7 7 3,7 1 0, ,0 Total 381 9, , , , , , , , , , ,0 58 1, ,0 29

30 GRÁFICO 10: Faixa etária dos usuários entrevistados nos PA s Joinville, setembro de ,7 17,2 16,4 13,5 13,0 12,5 10,8 10,2 9,3 9,2 7,7 6,9 6,4 5,0 5,2 5,1 4,3 4,2 3,6 13,0 12,1 12,5 10,3 10,0 7,8 7,8 8,5 8,5 5,9 5,6 5,7 4,6 1,7 1,5 1,4 PA 24h Sul PA 24h Norte PA 24h Bethesda De 0 a 2 anos De 3 a 5 anos De 6 anos a 10 anos De 11 anos a 15 anos De 16 anos a 20 anos De 21 a De 26 anos a 35 anos De 36 anos a 45 anos De 46 anos a 55 anos De 56 anos a 65 anos Acima de 66 anos Sem re GRÁFICO 11: Faixa etária dos usuários entrevistados nos Hospitais Joinville, setembro de ,1 28,0 26,1 20,5 20,0 16,9 15,7 1,2 10,2 9,0 3,0 11,4 9,0 1,8 12,6 10,7 9,0 7,7 7,9 6,3 6,0 6,6 4,9 7,4 2,5 5,1 0,6 3,8 HMSJ HRHDS MDV De 0 a 2 anos De 3 a 5 anos De 6 anos a 10 anos De 11 anos a 15 anos De 16 anos a 20 anos De 21 a De 26 anos a 35 anos De 36 anos a 45 anos De 46 anos a 55 anos De 56 anos a 65 anos Acima de 66 anos Sem re 29

31 GRÁFICO 12: Faixa etária dos usuários entrevistados nos PAAS Joinville, setembro de ,1 20,1 18,2 17,2 15,2 16,0 17,6 14,9 11,3 9,4 6,3 6,9 5,0 5,0 11,3 3,1 1,9 1,3 7,0 7,8 6,6 6,6 5,7 5,3 11,2 10,5 10,5 10,1 8,8 9,2 8,4 6,7 5,9 4,5 4,1 4,2 3,8 1,3 0,0 11,2 8,5 7,4 6,9 9,6 3,7 2,7 0,5 PAAS Vila Nova PAAS Jarivatuba PAAS Parque Joinville PAAS Jardim Paraíso De 0 a 2 anos De 3 a 5 anos De 6 anos a 10 anos De 11 anos a 15 anos De 16 anos a 20 anos De 21 anos a 25 anos De 26 anos a 35 anos De 36 anos a 45 anos De 46 anos a 55 anos De 56 anos a 65 anos Acima de 66 anos Sem resposta 30

32 2.2.1 Faixa etária dos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção As classes de idades dos usuários entrevistados estão distribuídas de forma homogênea. TABELA 11 Faixa etária dos usuários entrevistados e o tipo de ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção De 0 a 2 anos De 3 a 5 anos De 6 anos a 10 anos De 11 anos a 15 anos De 16 anos a 20 anos De 21 anos a 25 anos Faixa etária dos entrevistados De 26 anos a 35 anos De 36 anos a 45 anos De 46 anos a 55 anos De 56 anos a 65 anos Acima de 66 anos Sem resposta Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Total Total PA 221 8, , , , , , , , , , ,2 40 1, ,0 Total Hospital 75 10,9 46 6,7 30 4,4 38 5, , , , ,9 49 7,1 44 6,4 42 6,1 12 1, ,0 Total PAAS 85 10,3 48 5,8 71 8,6 59 7,1 71 8,6 69 8, , , ,7 31 3,7 29 3,5 6 0, ,0 Total 381 9, , , , , , , , , , ,0 58 1, ,0 31

33 GRÁFICO 13 Faixa etária dos usuários entrevistados e o tipo de ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de ,4 17,3 16,8 17,3 15,0 12,2 12,2 11,7 10,9 10,9 10,8 9,6 8,9 6,7 5,5 5,96,1 5,5 5,0 5,2 4,4 10,9 7,1 6,46,1 11,7 11,5 10,3 9,5 10,4 8,6 8,68,3 7,1 6,3 5,8 6,0 5,5 3,7 12,2 9,6 5,35,0 1,6 1,7 0,7 1,4 Total PA Total Hospital Total PAAS Total De 0 a 2 anos De 3 a 5 anos De 6 anos a 10 anos De 11 anos a 15 anos De 16 anos a 20 anos De 21 anos a De 26 anos a 35 anos De 36 anos a 45 anos De 46 anos a 55 anos De 56 anos a 65 anos Acima de 66 anos Sem respost 32

34 2.3 USUÁRIOS ENTREVISTADOS COM PLANO DE SAÚDE 92,3% dos entrevistados não possuem plano de saúde. O PAAS Jardim Paraíso aparece com o maior percentual de usuários com plano de saúde. TABELA 12 Quantidade de usuários com plano de saúde entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Ponto de atenção Possui plano de saúde? Sim Não Total Citações % Citações. % Citações % PA 24h Sul 88 6, , ,0 PA 24h Norte 74 9, , ,0 PA 24h Bethesda 25 8, , ,0 HMSJ 3 1, , ,0 HRHDS 14 3, , ,0 MDV 8 5, , ,0 PAAS Vila Nova 23 14, , ,0 PAAS Jarivatuba 22 9, , ,0 PAAS Parque Joinville 19 8, , ,0 PAAS Jardim Paraíso 34 18, , ,0 Total 310 7, , ,0 GRÁFICO 14 Quantidade de usuários com plano de saúde entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de PA 24h Sul 6,2 93,8 PA 24h Norte 9,5 90,5 PA 24h Bethesda 8,9 91,1 HMSJ HRHDS 1,8 3,8 98,2 96,2 Sim MDV 5,1 94,9 PAAS Vila Nova 14,5 85,5 Não PAAS Jarivatuba 9,0 91,0 PAAS Parque Joinville PAAS Jardim Paraíso 8,0 18,1 92,0 81,9 33

35 2.3.1 Usuários entrevistados com plano de saúde por tipo de ponto de atenção saúde. Os usuários entrevistados dos PAAS são os que mais possuem plano de TABELA 13 Usuários entrevistados com plano de saúde por tipo de ponto de atenção Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção Possui plano de saúde? Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % Total PA 187 7, , ,0 Total Hospital 25 3, , ,0 Total PAAS 98 11, , ,0 Total 310 7, , ,0 GRÁFICO 15 Usuários entrevistados com plano de saúde por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de Total PA 7,5 92,5 Total Hospital 3,6 96,4 Sim Total PAAS 11,8 88,2 Não Total 7,7 92,3 34

36 2.4 TIPO DE PLANO DE SAÚDE DOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS Dentre os 7,7% usuários que possuem plano de 42,3% são da União dos Médicos (UNIMED). TABELA 14 Tipo de plano de saúde dos usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Tipo de plano de saúde Citações (%) Unimed ,3% Sulamérica 5 1,7% Sindicato 11 3,7% Saúde Bradesco 62 20,7% Preville 20 6,7% Prever 3 1,0% Não lembra 5 1,7% Não informou 5 1,7% Medi Service 4 1,3% Joinvida 10 3,3% Help 3 1,0% Dona Helena 5 1,7% Agemed 19 6,3% SBC 2 0,7% Candeias 2 0,7% Outros* 17 5,7% Total ,0% GRÁFICO 16 Tipo de plano de saúde dos usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de Unimed 42,3% Saúde Bradesco 20,7% Preville 6,7% Joinvida 3,3% Joinvida 6,3% 35

37 2.5 MUNICÍPIO DE RESIDÊNCIA DOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS 96,9 % dos entrevistados moram em Joinville, dos 3,1% que responderam que não moram em Joinville; 15,7% são atendidos no HMSJ, 10,8% na MDV e 7,5% no PA 24h do Hospital Bethesda. TABELA 15 Município de residência dos usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Ponto de atenção Mora em Joinville? Sim Não Sem resposta Total Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % PA 24h Sul ,1 25 1,8 2 0, ,0 PA 24h Norte ,1 15 1,9 0, ,0 PA 24h Bethesda ,5 21 7,5 0, ,0 HMSJ , ,7 0, ,0 HRHDS ,1 18 4,9 0, ,0 MDV , ,8 0, ,0 PAAS Vila Nova ,4 1 0,6 0, ,0 PAAS Jarivatuba ,0 0,0 0, ,0 PAAS Parque Joinville ,0 0,0 0, ,0 PAAS Jardim Paraíso ,0 0,0 0, ,0 Total , ,1 2 0, ,0 GRÁFICO 17 Município de residência dos usuário entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de PA 24h Sul 98,1 1,8 0,1 PA 24h Norte 98,1 1,9 PA 24h Bethesda 92,5 7,5 HMSJ HRHDS 84,3 95,1 15,7 4,9 Sim MDV 89,2 10,8 Não PAAS Vila Nova PAAS Jarivatuba 99,4 100,0 0,6 Sem resposta PAAS Parque Joinville 100,0 PAAS Jardim Paraíso 100,0 96,9 3,1 36

38 2.5.1 Município de residência dos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção 97,5% dos usuários entrevistados nos PA s e 99,9% dos usuários entrevistados no PAAS são moradores de Joinville. TABELA 16 Município de residência dos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção Você mora em Joinville? Sim Não Sem resposta Total Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Total PA ,5 61 2,4 2 0, ,0 Total Hospital ,1 61 8,9 0 0, ,0 Total PAAS ,9 1 0,1 0 0, ,0 Total , ,1 2 0, ,0 GRÁFICO 18 Município de residência dos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de Total PA 97,5 0,1 2,4 Total Hospital 91,1 8,9 Sim Não Total PAAS 99,9 0,1 Sem resposta Total 96,9 3,1 37

39 2.6 BAIRRO DE RESIDÊNCIA DOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS A Tabela 17 mostra o deslocamento dos usuários entre os bairros que moram e os pontos de atenção onde procuraram atendimento nos dias da pesquisa, os maiores percentuais de cada bairro estão destacados em vermelho. TABELA 17 Bairro de residência dos usuários entrevistados no ponto de atenção de urgência e emergência onde buscam atendimento Joinville, setembro de Nome do Bairro PA 24h Sul PA 24h Norte PA 24h Bethesda HMSJ HRHDS MDV PAAS V. Nova PAAS Jarivatuba PAAS Pq. Joinville PAAS Jd. Paraíso Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Total Vila Nova 9 3, ,4 14 4,7 9 3,0 7 2,4 15 5, ,0 0,0 0,0 1 0, ,0 Jardim Paraíso 6 2, ,3 3 1,1 7 2, ,0 9 3,2 0,0 1 0,4 2 0, , ,0 Jarivatuba ,5 3 1,1 1 0,4 4 1,5 6 2,2 10 3,6 0, ,8 0,0 0, ,0 Aventureiro 17 6, ,1 6 2,4 6 2, ,9 6 2,4 0,0 0, ,9 0, ,0 Paranaguamirim ,4 3 1,0 0,0 9 3,0 6 2,0 14 4,7 0, ,9 0,0 0, ,0 Pirabeiraba 1 0,5 13 6, ,1 0,0 1 0,5 2 1,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Jardim Iririú 17 10, ,7 0,0 3 1, ,4 2 1,2 0,0 1 0, ,6 0, ,0 Fátima ,4 7 4,9 0,0 13 9,1 6 4,2 1 0,7 0,0 1 0,7 0,0 0, ,0 Boa Vista 48 34, ,1 0,0 8 5, ,3 1 0,7 0,0 1 0,7 3 2,1 0, ,0 Itaum ,5 6 4,4 0,0 6 4,4 6 4,4 6 4,4 0,0 8 5,9 0,0 0, ,0 Iririú 16 11, ,1 2 1,5 2 1, ,6 10 7,4 0,0 0, ,4 1 0, ,0 Costa e Silva 8 6, ,8 1 0,8 5 4,0 6 4,8 5 4,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Adhemar Garcia 83 67,5 3 2,4 0,0 3 2,4 5 4,1 5 4,1 0, ,5 0,0 0, ,0 Boehmerwaldt 88 76,5 4 3,5 1 0,9 9 7,8 9 7,8 4 3,5 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Itinga 82 80,4 4 3,9 0,0 4 3,9 7 6,9 5 4,9 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Floresta 60 59, ,9 3 3,0 6 5, ,9 4 4,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 João Costa 73 78,5 1 1,1 0,0 0,0 2 2,2 3 3,2 0, ,1 0,0 0, ,0 Petrópolis 71 81,6 5 5,7 1 1,1 7 8,0 2 2,3 1 1,1 0,0 0,0 0,0 0, ,0 38

40 Comasa 15 19, ,8 0,0 2 2, ,3 5 6,3 0,0 0,0 4 5,1 0, ,0 Guanabara 62 79,5 6 7,7 0,0 1 1,3 3 3,8 4 5,1 0,0 0,0 1 1,3 1 1, ,0 Nova Brasília 13 23, ,1 0,0 4 7,1 0,0 2 3,6 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Morro do Meio 24 43, ,1 0,0 2 3,6 4 7,3 5 9,1 3 5,5 0,0 1 1,8 0, ,0 Bom Retiro 2 4, ,5 1 2,0 0,0 7 14,3 3 6,1 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Saguaçu 4 8, ,0 0,0 5 10,6 7 14,9 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Parque Joinville 0,0 1 2,2 0,0 0,0 3 6,5 1 2,2 0,0 1 2, ,0 0, ,0 Parque Guarani 39 86,7 0,0 0,0 2 4,4 0,0 2 4,4 0,0 2 4,4 0,0 0, ,0 Rio Bonito 0,0 4 9, ,7 2 4,9 2 4,9 4 9,8 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Espinheiros 12 31,6 9 23,7 0,0 2 5, ,9 3 7,9 0,0 0,0 1 2,6 0, ,0 Jardim Sofia 2 5, ,2 6 16,2 0,0 3 8,1 0,0 0,0 0,0 8 21,6 2 5, ,0 Ulysses Guimarães 19 63,3 1 3,3 1 3,3 0,0 1 3,3 0,0 0,0 8 26,7 0,0 0, ,0 Santa Catarina 21 72,4 2 6,9 0,0 1 3,4 2 6,9 3 10,3 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Glória 4 14, ,8 0,0 1 3,7 1 3,7 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Profipo 19 76,0 1 4,0 0,0 3 12,0 1 4,0 1 4,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 América 1 4, ,4 1 4,8 2 9,5 1 4,8 1 4,8 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Z. Rural Joinville 0,0 3 14, ,9 3 14,3 0,0 1 4,8 1 4,8 0,0 0,0 0, ,0 Bucarein 8 42,1 5 26,3 0,0 2 10,5 3 15,8 1 5,3 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Anita Garibaldi 3 20,0 9 60,0 1 6,7 2 13,3 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 São Marcos 0,0 8 61,5 0,0 2 15,4 2 15,4 1 7,7 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Vila Cubatão 2 15,4 4 30,8 1 7,7 0,0 2 15,4 0,0 0,0 0,0 3 23,1 1 7, ,0 Santo Antônio 1 8, ,3 0,0 1 8,3 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Centro 3 30,0 5 50,0 0,0 1 10,0 1 10,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Atiradores 2 28,6 5 71,4 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Distrito Industrial 0,0 2 66,7 1 33,3 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Dona Francisca 0,0 0,0 0,0 1 50,0 1 50,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Não informou 1 100,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Total , , , , , , , , , , ,0 39

41 2.7 MUNICÍPIO DE RESIDÊNCIA DOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS QUE NÃO MORAM EM JOINVILLE Os moradores de Araquari (45%) freqüentam o PA 24h Sul e os de Garuva (59%) freqüentam o PA 24h Bethesda. TABELA 18 - Municípios de residência dos entrevistados que não moram em Joinville e procuraram atendimento nos pontos de atenção de urgência e emergência durante a pesquisa Joinville, setembro de Município PA 24h PA 24h PAAS Vila PAAS PAAS Pq PAAS Jd PA 24h Sul HMSJ HRHDS MDV Total Norte Bethesda Nova Jarivatuba Joinville Paraíso Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Araquari 18 45,0 6 15,0 0,0 5 12,5 5 12,5 6 15,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Garuva 0,0 3 9, ,4 2 6,3 2 6,3 6 18,8 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Itapoá 0,0 0,0 0,0 5 55,6 3 33,3 1 11,1 0,0 0,0 0,0 0, ,0 São Fran. do Sul 0,0 0,0 0,0 3 50,0 2 33,3 0,0 1 16,7 0,0 0,0 0, ,0 Barra Velha 0,0 0,0 0,0 3 60,0 0,0 2 40,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Bal. Barra do Sul 1 25,0 0,0 0,0 1 25,0 2 50,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Rio Negrinho 0,0 0,0 0, , 0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 São Paulo 1 33,3 1 33,3 0,0 0,0 0,0 1 33,3 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Guaratuba 1 50,0 0,0 0,0 1 50,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Jaraguá do Sul 0,0 1 50,0 0,0 1 50,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Não informou 1 50,0 0,0 0,0 1 50,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 100, Camboriú 0,0 0,0 0,0 0,0 1 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 0 Campo Alegre 0, , 0 Campos Novos 0,0 0,0 1 Capivari-SC 1 100, 0 Caxias do Sul 0,0 1 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 100, 0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 100, 0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 40

42 Colorado (EUA) 0,0 1 Curitiba 1 100, 0 100, 0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Itaiópolis 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 1 Monte Castelo 0,0 0,0 0,0 1 Palhoça 1 100, 0 100, 0 Papanduva 0,0 0,0 0,0 0,0 1 Rio Grande do Sul 0,0 0,0 0,0 0,0 1 São João do Itapiriu 0,0 0,0 0,0 0,0 1 Tijucas do Sul 0,0 0,0 1 Tocantins 0, , 0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 100, 0 100, 0 100, 0 100, 0 100, 0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Total 25 20, , , , , ,8 1 0,8 0 0,0 0 0,0 0 0, ,0 41

43 2.8 POSTO DE SAÚDE FREQÜENTADO PELO USUÁRIO ENTREVISTADO POR PONTO DE ATENÇÃO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA ONDE PROCUROU ATENDIMENTO A Tabela 18 mostra o cruzamento entre o posto de saúde que o usuário entrevistado freqüenta e o ponto de atenção de urgência e emergência onde procurou atendimento. Os maiores percentuais foram destacados em vermelho. TABELA 19 Posto de saúde que o entrevistado freqüenta por ponto de atenção de urgência e emergência onde procurou atendimento Joinville, setembro de Posto de Saúde PA 24h Sul PA 24h Norte PA 24h Bethesda HMSJ HRHDS MDV PAAS Vila Nova PAAS Jarivatuba PAAS Parque Joinville PAAS Jardim Paraíso Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Sede da Regional Jarivatuba ,7 5 1,6 0,0 4 1,3 5 1,6 11 3,5 0, ,4 0,0 0, ,0 Sede da Regional Vila Nova 6 2, ,1 9 3,6 6 2,4 6 2,4 12 4, ,5 0,0 0,0 0, ,0 UBS Parque Joinville 3 1, ,0 0,0 0,0 16 9,6 2 1,2 0,0 1 0, ,9 0, ,0 Sede da Regional Fátima ,3 6 4,3 0,0 8 5,8 5 3,6 5 3,6 0,0 1 0,7 0,0 1 0, ,0 Sede da Regional Pirabeiraba 1 0,8 10 8, ,4 1 0,8 1 0,8 1 0,8 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Paranaguamirim 79 69,3 0,0 0,0 2 1,8 4 3,5 4 3,5 0, ,9 0,0 0, ,0 ESF Jardim Paraíso I e II 4 3, ,8 3 2,8 3 2, ,9 5 4,6 0,0 1 0,9 1 0, , ,0 UBS Adhemar Garcia 67 63,8 0,0 0,0 2 1,9 1 1,0 4 3,8 0, ,5 0,0 0, ,0 Sede da Reg. Costa e Silva 8 8, ,0 1 1,0 4 4,0 5 5,0 5 5,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Sede da Regional Comasa 13 13, ,4 1 1,1 3 3, ,9 5 5,3 0,0 1 1,1 8 8,4 0, ,0 UBS Edla Jordan 80 87,0 5 5,4 0,0 4 4,3 3 3,3 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Sede da Regional Aventureiro 8 8, ,1 3 3,3 3 3, ,1 3 3,3 0,0 0, ,9 0, ,0 Sede da Regional Floresta 45 53, ,0 3 3,6 3 3, ,1 6 7,1 0,0 0,0 0,0 0, ,0 CSU Iririú 13 16, ,4 2 2,5 1 1, ,8 5 6,3 0,0 1 1, ,7 1 1, ,0 UBS Bakitas 30 40, ,0 0,0 4 5, ,7 2 2,7 0,0 0,0 1 1,3 0, ,0 UBS Itaum 54 74,0 7 9,6 0,0 3 4,1 4 5,5 5 6,8 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Parque Guarani 59 85,5 0,0 0,0 4 5,8 0,0 3 4,3 0,0 2 2,9 1 1,4 0, ,0 ESF Itinga 59 86,8 0,0 0,0 1 1,5 3 4,4 5 7,4 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Boehmerwaldt I 54 83,1 0,0 0,0 5 7,7 5 7,7 1 1,5 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Total 42

44 ESF Jardim Paraíso V 0,0 1 1,6 0,0 0,0 1 1,6 0,0 0,0 0,0 0, , ,0 UBS Jardim Iririú 13 24, ,9 0,0 1 1, ,1 1 1,9 0,0 0, ,2 0, ,0 ESF Jardim Edilene 30 58,8 0,0 0,0 1 2,0 0,0 1 2,0 0, ,3 0,0 0, ,0 ESF Estevão de Matos 36 73,5 0,0 0,0 1 2,0 1 2,0 6 12,2 0,0 5 10,2 0,0 0, ,0 ESF Jd. Paraíso IV - Canto Rio 1 2,3 7 16,3 0,0 0,0 1 2,3 2 4,7 0,0 0,0 0, , ,0 UBS Bom Retiro 2 4, ,4 1 2,3 1 2,3 4 9,3 3 7,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 UBS Saguaçu 3 7, ,5 0,0 2 5,3 4 10,5 6 15,8 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Morro do Meio 16 43, ,4 0,0 2 5,4 2 5,4 4 10,8 1 2,7 0,0 0,0 0, ,0 ESF Profipo 28 77,8 3 8,3 0,0 1 2,8 1 2,8 3 8,3 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Rio do Ferro 2 5,7 4 11,4 0,0 0,0 0,0 1 2,9 0,0 0, ,0 0, ,0 Sede da Regional Bucarein 19 54, ,6 0,0 3 8,6 2 5,7 1 2,9 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Jardim Paraíso III 0,0 9 26,5 0,0 0, ,4 2 5,9 0,0 0,0 0, , ,0 ESF Nova Brasília 8 25, ,6 0,0 2 6,3 1 3,1 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Boehmerwaldt II 22 73,3 4 13,3 1 3,3 0,0 2 6,7 1 3,3 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Rio Bonito 0,0 1 3, ,3 1 3,3 0,0 3 10,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Canela 0,0 3 10, ,8 1 3,4 0,0 1 3,4 0,0 0,0 0,0 0, ,0 UBS São Marcos 2 8, ,0 0,0 2 8,0 2 8,0 1 4,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Espinheiros 9 37,5 3 12,5 0,0 1 4,2 7 29,2 3 12,5 0,0 0,0 1 4,2 0, ,0 ESF Jardim Sofia 1 4, ,8 6 26,1 0,0 3 13,0 0,0 0,0 0,0 0,0 2 8, ,0 US de Garuva - SC 0,0 1 4, ,2 1 4,5 1 4,5 4 18,2 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Rio da Prata 0,0 0, ,2 0,0 1 5,3 1 5,3 0,0 0,0 1 5,3 0, ,0 ESF Aventureiro II 1 5,6 3 16,7 1 5,6 1 5,6 1 5,6 0,0 0,0 0, ,1 0, ,0 US de Araquari - SC 9 52,9 2 11,8 0,0 1 5,9 2 11,8 3 17,6 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Dom Gregório 1 6,3 5 31,3 0,0 0,0 1 6,3 0,0 0,0 0,0 9 56,3 0, ,0 UBS Glória 0, ,5 0,0 1 6,3 0,0 1 6,3 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Anaburgo 0,0 7 46,7 3 20,0 0,0 0,0 2 13,3 3 20,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Vila Cubatão 2 13,3 5 33,3 1 6,7 0,0 1 6,7 0,0 0,0 0,0 2 13,3 4 26, ,0 ESF Willy Schossland 0, ,3 0,0 0,0 0,0 1 7,7 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF CAIC 5 41,7 2 16,7 0,0 0,0 5 41,7 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Santa Bárbara 1 8,3 2 16,7 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 9 75,0 0, ,0 ESF KM ,0 1 10,0 0,0 0,0 1 10,0 1 10,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Lagoinha 5 55,6 2 22,2 0,0 0,0 1 11,1 0,0 1 11,1 0,0 0,0 0, ,0 ESF Vila Nova Rural 0,0 3 33,3 0,0 1 11,1 0,0 0,0 5 55,6 0,0 0,0 0, ,0 Sede da Regional Centro 7 77,8 2 22,2 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Roraima 1 14,3 1 14,3 0,0 0,0 5 71,4 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 43

45 US de Itapoá - SC 0,0 0,0 0,0 3 42,9 3 42,9 1 14,3 0,0 0,0 0,0 0, ,0 US de Balneário Barra do Sul - SC 1 25,0 0,0 0,0 1 25,0 2 50,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 US de Barra Velha 0,0 0,0 0,0 2 50,0 0,0 2 50,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Nova Brasília/Jativoca 0,0 1 25,0 0,0 2 50,0 0,0 1 25,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 US de Rio Negrinho - SC 0,0 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Itinga Continental 2 100,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 US de São Francisco do Sul - SC 0,0 0,0 0,0 1 50,0 1 50,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 US de Camboriú - SC 0,0 0,0 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 US de Campo Alegre - SC 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 US de Capivari-SC 1 100,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 US de Caxias do Sul - RS 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Da Ilha 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 ESF Ria da Prata 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 US de Itaiópolis - SC 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Monte Castelo - SC 0,0 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Rio Grande do Sul - SC 0,0 0,0 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 São João do Itapiriu - SC 0,0 0,0 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Tijucas do Sul - SC 0,0 0, ,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0, ,0 Não informou 2 13,3 3 20,0 0,0 1 6,7 1 6,7 1 6,7 0,0 0,0 0,0 7 46, ,0 Não freqüenta , ,9 57 7,0 67 8, ,0 15 1,9 1 0,1 10 1,2 12 1,5 1 0, ,0 Total , , , , , , , , , , ,0 44

46 2.9 USUÁRIOS ENTREVISTADOS COM DOENÇAS DIAGNOSTICADAS Doenças diagnosticadas declaradas pelos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção Do total de entrevistados que procuraram atendimento no HMSJ, 39,8% declararam ter doenças diagnosticadas e os demais (67,9%) declararam não ter nenhuma doença diagnosticada. TABELA 20 Doenças diagnosticadas declaradas pelos usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Ponto de atenção Sim Não Sem resposta Total Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % PA 24h Sul , , , ,0 PA 24h Norte , ,8 1 0, ,0 PA 24h Bethesda 69 24, ,1 1 0, ,0 HMSJ 66 39, ,6 1 0, ,0 HRHDS , ,7 1 0, ,0 MDV 17 10, , , ,0 PAAS Vila Nova 37 23, ,1 1 0, ,0 PAAS Jarivatuba 32 13, , , ,0 PAAS Parque Joinville 77 32, ,2 1 0, ,0 PAAS Jardim Paraíso 56 29, ,2 0, ,0 Total , , , ,0 GRÁFICO 19 Doenças diagnosticadas declaradas pelos usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de PA 24h Sul 20,0 71,4 8,6 PA 24h Norte 28,1 71,8 0,1 PA 24h Bethesda 24,6 75,1 0,4 HMSJ 39,8 59,6 0,6 Sim HRHDS MDV 32,1 10,8 62,4 67,7 26,8 0,3 Não PAAS Vila Nova 23,3 76,1 0,6 Sem resposta PAAS Jarivatuba 13,1 30,3 56,6 PAAS Parque Joinville 32,4 67,2 0,4 PAAS Jardim Paraíso 29,8 70,2 45

47 2.9.2 Doenças diagnosticadas declaradas pelos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção Apenas 24,4% dos entrevistados responderam que possuem doenças diagnosticadas. TABELA 21 Doenças diagnosticadas declaradas pelos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção Sim Não Sem resposta Total Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Total PA , , , ,0 Total Hospital , ,5 44 6, ,0 Total PAAS , , , ,0 Total , , , ,0 GRÁFICO 20 - Doenças diagnosticadas declaradas pelos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção (%) Joinville, setembro de Total PA 23,1 71,9 5,0 Total Hospital 29,1 64,5 6,4 Sim Não Total PAAS 24,4 58,7 16,9 Sem resposta Total 24,4 67,9 7,7 46

48 2.9.3 Doenças diagnosticas declaradas pelos usuários entrevistados agrupadas pelo Código Internacional de Doenças (CID) As doenças diagnosticadas do aparelho circulatório e respiratório representam 53,27% do total de doenças declaradas pelos usuários entrevistados. TABELA 22 Doenças diagnosticadas declaradas pelos usuários entrevistados agrupadas pelo Código Internacional de Doenças (CID) Joinville, setembro de Grupo de doenças diagnosticadas CID 10 Citações % Doenças do aparelho circulatório ,2% Doenças do aparelho respiratório ,1% Doenças endócrinas, nutricionais e metabólicas ,6% Doenças do sistema osteomuscular 80 6,6% Doenças do aparelho digestivo 60 5,0% Transtornos mentais e comportamental 59 4,9% Doenças do sistema nervoso 43 3,6% Aparelho geniturinário 39 3,2% Neoplasias 32 2,6% Doenças infecciosas 24 2,0% Doenças do sangue 12 1,0% Doenças da pele 6 0,5% Malformações congênita, deformidades e anomalias cromossômicas 4 0,3% Doenças do olho e anexos 4 0,3% Não informou 10 0,8% Outros grupos de doenças (*) 4 0,3% TOTAL ,00% 47

49 GRÁFICO 21 Doenças diagnosticadas declaradas pelos usuários entrevistados agrupados pelo Código Internacional de doenças (CID) Joinville, setembro de Doenças do Aparelho circulatório 34,2% Doenças do aparelho respiratório 19,1% Doenças endócrinas, nutricionais e metabólicas 15,6% Doenças do Sistema Osteomuscular 6,6% Doenças do aparelho digestivo 5,0% Transtornos mentais e comportamental Doenças do sist. Nervoso 3,6% 4,9% Aparelho Geniturinario 3,2% Neoplasias Doenças infecciosas 2,6% 2,0% Doenças do sangue 1,0% Doenças da pele Malformações congenitas, deformidades e anomalias Doenças do Olho e anexos 0,5% 0,3% 0,3% Não Informou 0,8% Outros (*) 0,3% 48

50 3.0 MOTIVO DA PROCURA PELO PONTO DE ATENÇÃO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA 3.1 USUÁRIOS ENTREVISTADOS QUE PROCURARAM ATENDIMENTO EM OUTRA UNIDADE DE SAÚDE ANTES DO ATENDIMENTO NO PONTO DE ATENÇÃO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA O HMSJ aparece com 45,2% de usuários entrevistados que procuraram atendimento em outra unidade de saúde. TABELA 23 Usuários entrevistados que procuraram atendimento em outra unidade de saúde antes do atendimento no ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Procurou atendimento anterior em outra unidade de saúde? Ponto de atenção Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % PA 24h Sul , , ,0 PA 24h Norte , , ,0 PA 24h Bethesda 38 13, , ,0 HMSJ 75 45, , ,0 HRHDS , , ,0 MDV 33 21, , ,0 PAAS Vila Nova 21 13, , ,0 PAAS Jarivatuba 60 24, , ,0 PAAS Parque Joinville 36 15, , ,0 PAAS Jardim Paraíso 29 15, , ,0 Total , , ,0 49

51 GRÁFICO 22 Usuários entrevistados que procuraram atendimento em outra unidade de saúde antes do atendimento no ponto de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de PA 24h Sul 14,4 85,6 PA 24h Norte 19,5 80,5 PA 24h Bethesda 13,5 86,5 HMSJ HRHDS 45,2 34,5 54,8 65,5 Sim MDV PAAS Vila Nova 21,0 13,2 79,0 86,8 Não PAAS Jarivatuba 24,6 75,4 PAAS Parque Joinville 15,1 84,9 PAAS Jardim Paraíso 15,4 84,6 50

52 3.1.1 Usuários entrevistados que procuraram atendimento anterior em outra unidade de saúde por tipo de ponto de atenção 34% dos usuários entrevistados nos hospitais foram os que mais procuraram atendimento em outra unidade de saúde, porém a média geral dos que já tinham procurado atendimento anterior é de 19,4%. TABELA 24 Usuários entrevistados que procuraram atendimento anterior em outra unidade de saúde por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Tipo de unidade Procurou atendimento anterior em outra unidade de saúde? Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % Total PA , , ,0 Total Hospital , , ,0 Total PAAS , , ,0 Total , , ,0 GRÁFICO 23 - Usuários entrevistados que procuraram atendimento anterior em outra unidade de saúde por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de Total PA 15,9 84,1 Total Hospital 34,0 66,0 Sim Total PAAS 17,6 82,4 Não Total 19,4 80,6 51

53 3.2 TIPO DE UNIDADE DE SAÚDE ONDE O USUÁRIO ENTREVISTADO PROCUROU ATENDIMENTO ANTERIOR AOS PONTOS DE ATENÇÃO Dos 19,4% dos usuários que procuraram atendimento anterior; 43,5% deles foram para os Postos de Saúde e 23 %, aos PA s 24h. TABELA 25 Tipo de unidade de saúde onde o usuário entrevistado procurou atendimento anterior aos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Ponto de atenção Posto de Saúde Unidade anterior na qual o usuário procurou atendimento Consultório Particular Hospital Farmácia PA 24h Outro Total Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % PA 24h Sul 91 44,2 4 1, ,8 7 3,4 18 8, , ,0 PA 24h Norte 79 52,3 0, ,2 12 7,9 5 3,3 14 9, ,0 PA 24h Bethesda 20 52,6 1 2,6 0,0 3 7,9 6 15,8 8 21, ,0 HMSJ 13 17,3 2 2,7 5 6,7 1 1, ,0 9 12, ,0 HRHDS 28 22,2 1 0,8 6 4,8 3 2, , , ,0 MDV 21 63,6 0,0 2 6,1 2 6,1 5 15,2 3 9, ,0 PAAS Vila Nova 10 47,6 0,0 1 4,8 3 14,3 6 28,6 1 4, ,0 PAAS Jarivatuba 35 58,3 3 5,0 3 5,0 1 1, ,3 1 1, ,0 PAAS Pq Joinville 17 47,2 0, ,6 1 2,8 5 13,9 2 5, ,0 PAAS Jd Paraíso 23 79,3 0,0 1 3,4 1 3,4 2 6,9 2 6, ,0 Total ,5 11 1, ,8 34 4, , , ,0 52

54 GRÁFICO 24 - Tipo de unidade de saúde onde o usuário entrevistado procurou atendimento anterior aos pontos de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de PA 24h Sul 44,2 1,9 21,8 3,4 8,7 19,9 PA 24h Norte 52,3 27,2 7,9 3,3 9,3 Posto de Saúde PA 24h Bethesda 52,6 2,6 7,9 15,8 21,1 Consultório Particular HMSJ HRHDS 17,3 22,2 2,7 6,7 1,3 0,8 4,8 2,4 60,0 54,8 12,0 15,1 Hospital MDV 63,6 6,1 15,2 9,1 Farmácia PAAS Vila Nova 47,6 4,8 14,3 28,6 4,8 Pronto Atendimento 24h PAAS Jarivatuba PAAS Parque Joinville 47,2 58,3 5,0 1,7 28,3 30,6 2,8 13,9 1,7 5,6 Outro PAAS Jardim Paraíso 79,3 3,4 6,9 53

55 3.2.1 Unidade de saúde onde o usuário entrevistado procurou atendimento anterior por tipo de ponto de atenção Dos 19,4% dos usuários entrevistados que procuraram atendimento anterior - 48,1% dos PA s e 58% dos PAAS - já tinham procurado atendimento nos Postos de Saúde. Já dentre os usuários entrevistados nos Hospitais, 50,9% deles já haviam procurado atendimento anterior nos PA s. TABELA 26 Unidade de saúde onde o usuário entrevistado procurou atendimento anterior por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção Unidade de saúde na qual o usuário procurou atendimento anterior Posto de Consultório Hospital Farmácia PA 24h Outro Total Saúde Particular Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Total PA ,1 5 1, ,8 22 5,6 29 7, , ,0 Total Hospital 62 26,5 3 1,3 13 5,6 6 2, , , ,0 Total PAAS 85 58,2 3 2, ,0 6 4, ,5 6 4, ,0 Total ,5 11 1, ,8 34 4, , , ,0 GRÁFICO 25 Unidade de saúde onde o usuário entrevistado procurou atendimento anterior por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de Total PA 48,1 1,3 21,8 5,6 7,3 15,9 Posto de Saúde Consultório Particular Total Hospital 26,5 1,3 2,6 5,6 50,9 13,2 Hospital Farmácia Total PAAS 58,2 2,1 11,0 4,1 20,5 4,1 Pronto Atendimento 24h Total 43,5 1,4 14,8 4,4 23,0 12,9 Outro 54

56 3.3 MOTIVOS DA PROCURA POR ATENDIMENTO NOS PONTOS DE ATENÇÃO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA Os motivos mais citados pelos usuários entrevistados foram: É mais perto de minha casa, com 23,5%; O atendimento é melhor com 2,1% e o Posto está fechado, com 14,1%. TABELA 27 Motivos da procura por atendimento nos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Ponto de atenção O posto está fechado Não tem médico na minha unidade de saúde Não tinha vaga, acabaram as fichas Faltei ao serviço hoje É mais perto da minha casa O atendimento é melhor Outro Sem resposta Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Total PA 24h Sul ,7 83 5,8 86 6,0 13 0, , , ,0 75 5, ,0 PA 24h Norte ,8 38 4,9 39 5,0 2 0, , , ,1 1 0, ,0 PA 24h Bethesda 61 21,7 13 4,6 27 9,6 1 0, , ,6 26 9,3 0, ,0 HMSJ 4 2,4 1 0,6 0,0 1 0,6 2 1, , ,9 0, ,0 HRHDS 36 9,9 15 4,1 9 2,5 2 0, , , ,7 0, ,0 MDV 12 7,6 6 3,8 1 0,6 0,0 1 0,6 8 5, ,2 0, ,0 PAAS Vila Nova 2 1,3 2 1,3 5 3,1 1 0, , ,7 6 3,8 0, ,0 PAAS Jarivatuba 6 2, , ,7 1 0, , , ,9 0, ,0 PAAS Pq. Joinville 8 3, ,5 11 4,6 11 4, ,1 17 7, ,6 0, ,0 PAAS Jd. Paraíso 2 1, ,3 9 4,8 3 1,6 14 7,4 16 8, ,3 0, ,0 Total , , ,4 35 0, , , ,8 76 1, ,0 55

57 GRÁFICO 26 Motivos da procura por atendimento nos pontos de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de PA 24h Sul 21,7 5,8 6,0 0,9 18,7 20,6 21,0 5,3 PA 24h Norte 15,8 4,9 5,0 0,3 19,0 27,8 27,1 0,1 PA 24h Bethesda 21,7 4,6 9,6 0,4 28,8 25,6 9,3 HMSJ HRHDS 2,4 1,2 0,6 9,9 25,3 4,1 2,5 0,5 28,5 14,8 69,9 39,7 MDV PAAS Vila Nova PAAS Jarivatuba 7,6 3,8 0,6 1,3 0,6 3,1 2,5 12,3 5,1 12,7 0,4 74,2 33,6 82,2 24,6 15,7 13,9 3,8 PAAS Parque Joinville 3,4 10,5 4,6 52,1 7,1 17,6 PAAS Jardim Paraíso 1,1 21,3 4,8 1,6 7,4 8,5 55,3 O posto está fechado Não tinha vaga,acabaram as fichas É mais perto da minha casa Outro Não tem médico na minha unidade de saúde Faltei ao serviço hoje O atendimento é melhor Sem resposta 56

58 3.3.1 Motivo da procura por atendimento no ponto de atenção por tipo de ponto de atenção Os motivos pela procura de atendimento são os mesmos, dividem-se em: o atendimento é melhor, o posto está fechado, é mais perto de minha casa e não tem médico em minha unidade de saúde. TABELA 28 Motivo da procura por atendimento no ponto de atenção por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção O posto está fechado Não tem médico na minha unidade de saúde Não tinha vaga, acabaram as fichas Faltei ao serviço hoje É mais perto da minha casa O atendimento é melhor Outros motivos Sem resposta Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Total Total PA , , ,1 16 0, , , ,6 76 3, ,0 Total Hospital 52 7,6 22 3,2 10 1,5 3 0, , , ,7 0 0, ,0 Total PAAS 18 2, ,7 56 6,8 16 1, , , ,4 0 0, ,0 Total , , ,4 35 0, , , ,8 76 1, ,0 GRÁFICO 27 Motivo da procura por atendimento no ponto de atenção por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de Total PA 19,9 5,4 6,1 0,6 19,9 23,5 21,6 3,1 Total Hospital 7,6 1,5 3,2 0,4 15,6 15,1 56,7 Total PAAS 2,2 11,7 6,8 1,9 40,8 14,2 22,4 Total 14,1 6,3 5,4 0,9 23,5 20,1 27,8 1,9 O posto está fechado Não tinha vaga,acabaram as fichas É mais perto da minha casa Outro Não tem médico na minha unidade de saúde Faltei ao serviço hoje O atendimento é melhor Sem resposta 57

59 3.3.2 Outros motivos da procura por atendimento nos pontos de atenção 27,8% dos usuários referiram-se a outros motivos para a procura. Os mais citados foram: por encaminhamento/indicação e restrição no horário de atendimento do posto de saúde. TABELA 29 Outros motivos da procura por atendimento nos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Outros motivos para a procura de atendimento Citações % Encaminhamento/ indicação 190 4,7% Restrição no horário de atendimento do posto de saúde 132 3,3% Atendimento Especializado 86 2,1% Atendimento mais rápido 83 2,1% Precisa de especialista 82 2,0% Fácil Acesso 63 1,6% Consulta 48 1,2% Dor 38 0,9% Falta de opção/ posto está fechado ou cheio 36 0,9% Persistência do problema/problema piorou 34 0,8% Acompanhamento de gravidez 34 0,8% Empresa indicou/ veio trabalho 30 0,7% Exame 29 0,7% Atendimento melhor 29 0,7% passou mal/ sem condições de ir a outro lugar 23 0,6% Outros (*) 22 0,5% TOTAL ,8% 58

60 GRÁFICO 28 - Outros motivos da procura por atendimento nos pontos de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de Encaminhamento/ indicação 4,7% Restrição no horário 3,3% Atendimento Especializado 2,1% Outros (*) 2,1% Atend. Rápido 2,0% Precisa de especialista 1,6% Fácil Acesso 1,2% 59

61 3.4 USUÁRIOS ENTREVISTADOS ENCAMINHADOS POR ALGUÉM PARA ATENDIMENTO NO PONTO DE ATENÇÃO Os pontos de atenção que mais receberam usuários entrevistados por encaminhamento foram o HMSJ e a MDV. TABELA 30 Usuários entrevistados encaminhados por alguém para atendimento no ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Ponto de atenção Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % PA 24h Sul 108 7, , ,0 PA 24h Norte , , ,0 PA 24h Bethesda 11 3, , ,0 HMSJ 88 53, , ,0 HRHDS 90 24, , ,0 MDV 70 44, , ,0 PAAS Vila Nova 10 6, , ,0 PAAS Jarivatuba 40 16, , ,0 PAAS Parque Joinville 44 18, , ,0 PAAS Jardim Paraíso 27 14, , ,0 Total , , ,0 GRÁFICO 29 - Usuários entrevistados encaminhados por alguém para atendimento no ponto de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de PA 24h Sul 7,6 92,4 PA 24h Norte 18,1 81,9 PA 24h Bethesda 3,9 96,1 HMSJ HRHDS 24,7 53,0 75,3 47,0 Sim MDV PAAS Vila Nova 6,3 44,6 93,7 55,4 Não PAAS Jarivatuba 16,4 83,6 PAAS Parque Joinville 18,5 81,5 PAAS Jardim Paraíso 14,4 85,6 60

62 3.4.1 Usuários entrevistados encaminhados por alguém para atendimento no ponto de atenção por tipo de ponto de atenção 84,3% dos usuários entrevistados não foram encaminhados para os pontos de atenção. Os hospitais são os que mais recebem usuários encaminhados. TABELA 31 Usuários entrevistados encaminhados por alguém e tipo de ponto de atenção Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % Total PA , , ,0 Total Hospital , , ,0 Total PAAS , , ,0 Total , , ,0 GRÁFICO 30 Usuários entrevistados encaminhados por alguém e tipo de ponto de atenção Joinville, setembro de Total PA 10,5 89,5 Total Hospital 36,0 64,0 Sim Total PAAS 14,6 85,4 Não Total 15,7 84,3 61

63 3.4.2 Responsáveis pelo encaminhamento dos usuários entrevistados para os pontos de atenção Dos 15,7% entrevistados que foram encaminhados por alguém, destacam-se os encaminhamentos dos postos de saúde, dos médicos e dos PA s, com aproximadamente 48%. TABELA 32 Responsável pelo encaminhamento do usuário entrevistado para o ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Quem encaminhou Citações % Posto de saúde 128 3,2% Médicos 92 2,3% PA 24h 82 2,0% Família/Amigos 63 1,6% Hospital 54 1,3% Empresa/chefe 37 0,9% Enfermeiro (a) 30 0,7% Clínico Geral 23 0,6% Não informou 22 0,5% SAMU 18 0,4% Bombeiros 13 0,3% ACS 7 0,2% PAM/UBS 7 0,2% Unimed/Pró-Rim 7 0,2% Farmácia 6 0,1% PAAS 4 0,1% Outros 37 0,9% TOTAL ,7% 62

64 GRÁFICO 31 Responsável pelo encaminhamento do usuário entrevistado para o ponto de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de Posto de saúde 3,2% Médicos 2,3% PA 24h 2,0% Família/Amigos 1,6% Hospital 1,3% Empresa/chefe 0,9% Enfermeiro(a) 0,7% Clínico Geral Não informou SAMU Bombeiros ACS PAM/UBS Unimed/Pró-Rim Farmácia PAAS 0,6% 0,5% 0,4% 0,3% 0,2% 0,2% 0,2% 0,1% 0,1% Outros (*) 0,9% 63

65 3.5 PRINCIPAL QUEIXA DO USUÁRIO ENTREVISTADO AO SER ATENDIDO Independentemente do ponto de atenção onde os usuários entrevistados procuram atendimento, a principal queixa é dor. Apenas no PAAS Vila Nova, o PAAS Jardim Paraíso e o HMSJ apresentam outras queixas significativas: febre e trauma. TABELA 33 - Principal queixa do usuário entrevistado no ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Ponto de atenção Febre Dor Pressão Alta Pressão Baixa Principal queixa do usuário entrevistado 1 Trauma Sangramento Diarréia/vômito Problema psiquiátrico (depressão, ansiedade...) Sem remédio (precisa de receita médica) Outra Total de entrevistados Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % PA 24h Sul , ,8 37 2,6 6 0, ,4 15 1, ,0 2 0,1 2 0, , ,6 PA 24h Norte , ,3 14 1,8 4 0,5 23 2,9 6 0,8 77 9,8 7 0,9 3 0, , ,5 PA 24h Bethesda 34 12, ,8 7 2,5 1 0,4 13 4,6 1 0, ,2 2 0,7 1 0, , ,0 HMSJ 3 1, ,7 9 5,4 2 1, ,0 15 9,0 3 1,8 0 0,0 0 0, , ,1 HRHDS 91 24, ,3 7 1,9 0 0, ,9 6 1,6 28 7,7 9 2,5 0 0, , ,1 MDV 6 3, ,4 6 3,8 1 0,6 0 0, ,6 8 5,1 0 0,0 0 0, , ,9 PAAS Vila Nova 50 31, ,3 6 3,8 3 1,9 2 1,3 1 0,6 11 6,9 1 0,6 5 3, , ,9 PAAS Jarivatuba 28 11, ,6 5 2,0 2 0,8 4 1,6 3 1,2 7 2,9 6 2,5 16 6, , ,0 PAAS Pq. Joinville 77 32, ,8 4 1,7 1 0,4 1 0,4 0 0, ,3 0 0,0 2 0, , ,9 PAAS Jd. Paraíso 32 17, ,9 2 1,1 0 0,0 2 1,1 1 0,5 10 5,3 3 1,6 4 2, , ,6 Total , ,2 97 2,4 20 0, ,1 74 1, ,1 30 0,7 33 0, , % 1 Foram admitidas até 2 queixas por entrevistado. O cálculo do percentual foi baseado no total de entrevistados. 64

66 GRÁFICO 32 - Principal queixa do usuário entrevistado nos PA s (%) Joinville, setembro de ,8 63,3 64,8 42,5 19,6 26,2 21,0 15,2 10,4 11,0 12,1 13,2 9,8 2,9 4,6 2,6 0,4 1,1 0,1 0,1 1,8 0,5 0,8 0,9 2,5 0,4 0,4 0,4 0,7 0,4 PA 24h Sul PA 24h Norte PA 24h Bethesda Febre Pressão Alta Trauma Diarréia/vômito Sem remédio(precisa de receita médica) Dor Pressão Baixa Sangramento Problema psiquiátrico (depressão, ansiedade...) Outra GRÁFICO 33 - Principal queixa do usuário entrevistado nos Hospitais (%) - Joinville, setembro de ,7 83,4 38,0 43,3 1,8 5,4 28,5 24,9 18,9 13,9 9,0 7,7 3,8 1,2 1,8 1,6 2,5 3,8 1,9 0,6 16,6 5,1 21,7 HMSJ HRHDS MDV Febre Pressão Alta Trauma Diarréia/vômito Sem remédio(precisa de receita médica) Dor Pressão Baixa Sangramento Problema psiquiátrico (depressão, ansiedade...) Outra 65

67 GRÁFICO 34 - Principal queixa do usuário entrevistado nos PAAS (%) Joinville, setembro de ,8 65,6 55,3 56,9 47,9 31,4 29,6 32,4 33,6 19,3 17,0 11,5 11,3 6,9 6,6 3,8 1,1 5,3 1,9 3,1 1,3 2,0 0,8 1,6 2,9 0,6 1,2 2,5 1,7 0,8 1,1 1,6 2,1 0,6 0,4 0,5 PAAS Vila Nova PAAS Jarivatuba PAAS Parque Joinville PAAS Jardim Paraíso Febre Pressão Alta Trauma Diarréia/vômito Sem remédio(precisa de receita médica) Dor Pressão Baixa Sangramento Problema psiquiátrico (depressão, ansiedade...) Outra 66

68 3.5.1 Principal queixa do usuário entrevistado por tipo de ponto e atenção Mais de 60% dos usuários entrevistados apontaram a dor como principal queixa. TABELA 34 Principal queixa do usuário entrevistado por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção Febre Dor Pressão Alta Pressão Baixa Principal queixa do usuário entrevistado Trauma Sangramento Diarréia/vômito Problema psiquiátrico (depressão, ansiedade...) Sem remédio (precisa de receita médica) Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Outra Total Total PA , ,5 58 2,3 11 0, ,4 22 0, ,9 11 0,4 6 0, , ,1 Total Hospital , ,2 22 3,2 3 0, ,2 47 6,8 39 5,7 9 1,3 0 0, , ,2 Total PAAS , ,2 17 2,1 6 0,7 9 1,1 5 0,6 55 6,6 10 1,2 27 3, , ,7 Total , ,2 97 2,4 20 0, ,1 74 1, ,1 30 0,7 33 0, , ,0 67

69 GRÁFICO 35 Principal queixa do usuário entrevistado por tipo de ponto de atenção (%) Joinville, setembro de ,5 62,2 62,2 64,2 30,7 33,9 30,1 17,4 23,4 22,6 19,2 18,0 14,5 7,4 10,9 6,8 5,7 6,6 2,4 8,1 9,1 2,3 3,2 3,3 0,4 0,9 0,4 0,2 0,4 1,3 2,1 0,7 1,1 0,6 1,2 0,5 1,8 0,7 0,8 Total PA Total Hospital Total PAAS Total Febre Pressão Alta Trauma Diarréia/vômito Sem remédio(precisa de receita médica) Dor Pressão Baixa Sangramento Problema psiquiátrico (depressão, ansiedade...) Outra 68

70 3.5.2 Outras queixas citadas pelos usuários entrevistados ao serem atendidos O percentual de outras queixas em relação ao total de usuários entrevistados foi significativo (30,1%). Dentre as mais citadas destacam-se a tosse, 4,5%; os problemas respiratórios 4,4%; e os problemas oculares 2,8%. TABELA 35 Outras queixas citadas pelos usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Outras queixas Citações % Tosse 181 4,5% Problemas Respiratórios 175 4,4% Problemas Oculares 114 2,8% Exame/Consulta/Retorno/cirurgia 90 2,2% Tontura e mal estar 86 2,1% Acidente 84 2,1% Alergia 82 2,0% Problemas de pele 58 1,4% Gripe 49 1,2% Feridas/ferimentos 32 0,8% Inchaço/Edema 29 0,7% Problemas circulatório-cardíacos 23 0,6% Catapora 18 0,4% Infecção/inflamação 15 0,4% Curativo 12 0,3% Problema Gineco/obstetra 12 0,3% Coceira 11 0,3% Intestino 11 0,3% Outro (*) 125 3,1% TOTAL ,1% 69

71 GRÁFICO 36 - Outras queixas citadas pelos usuários entrevistados nos pontos de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de Tosse 4,5% Problemas Respiratórios 4,4% Problemas Oculares 2,8% Exame/Consulta/Retorno/cirurgia 2,2% Tontura e mal estar 2,1% Acidente Alergia 2,0% 2,1% Problemas de pele 1,4% Gripe 1,2% Feridas/ferimentos 0,8% Inchaço/Edema 0,7% Problemas circulatórios/cardíacos 0,6% Catapora 0,4% Infecção/inflamação Curativo 0,4% 0,3% Problema Gineco/obstreta 0,3% Coceira 0,3% Intestino 0,3% Outras queixas 3,1% 70

72 3.6 TEMPO DE DURAÇÃO DOS SINTOMAS RELACIONADOS ÀS QUEIXAS CITADAS PELOS USUÁRIOS ENTREVISTADOS A Tabela 36 mostra que a maioria dos usuários entrevistados (56,8%) sentem os sintomas há, no máximo, 48 horas; exceto 13,1% do PAAS Jarivatuba que sentem os sintomas há 30 dias ou até 6 meses. TABELA 36 Há quanto tempo os usuários entrevistados sentem os sintomas das queixas mencionadas nos pontos de atenção de urgência e emergência - Joinville, setembro de Ponto de atenção Menos de 24 horas De 24 a 48 horas Acima de 48 horas a 5 dias De 5 a 9 dias De 10 dias a 15 dias De 16 dias a 30 dias De 30 dias a 6 meses De 6 meses a 1 ano De 1 a 4 anos De 5 a 9 anos Mais de 10 anos Não lembro Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Total PA 24h Sul , , ,3 96 6,7 57 4,0 45 3,2 34 2,4 10 0,7 15 1,1 3 0,2 2 0,1 25 1, ,0 PA 24h Norte , , ,1 55 7,0 53 6,8 44 5,6 31 4,0 7 0,9 12 1,5 4 0,5 1 0,1 4 0, ,0 PA 24h Bethesda 71 25, , ,5 21 7,5 16 5,7 15 5,3 8 2,8 1 0,4 5 1,8 3 1,1 1 0,4 1 0, ,0 HMSJ 62 37, , ,5 16 9,6 5 3,0 5 3,0 12 7,2 2 1,2 6 3,6 1 0,6 0,0 0, ,0 HRHDS , , ,2 21 5,8 12 3,3 11 3,0 13 3,6 1 0,3 6 1,6 1 0,3 0,0 1 0, ,0 MDV 61 38, , ,6 13 8,3 5 3,2 9 5,7 6 3,8 1 0,6 1 0,6 0,0 0,0 3 1, ,0 PAAS Vila Nova 7 4, , ,7 6 3,8 3 1,9 7 4,4 3 1,9 2 1,3 3 1,9 0,0 0,0 0, ,0 PAAS Jarivatuba 34 13, , ,7 23 9,4 22 9,0 18 7, ,1 6 2,5 13 5,3 3 1,2 4 1,6 0, ,0 PAAS PQ Joinville 30 12, , ,2 22 9,2 18 7,6 8 3,4 2 0,8 2 0,8 3 1,3 0,0 2 0,8 1 0, ,0 PAAS JD Paraíso 15 8, , , ,5 12 6,4 10 5,3 6 3,2 5 2,7 5 2,7 2 1,1 0,0 1 0, ,0 Total , , , , , , ,7 37 0,9 69 1,7 17 0,4 10 0,2 36 0, ,0 71

73 GRÁFICO 37 Há quanto tempo os usuários entrevistados sentem os sintomas das queixas mencionadas nos PA s (%) - Joinville, setembro de ,0 35,6 31,0 25,3 21,6 15,3 19,3 18,1 18,5 6,7 7,0 6,8 7,5 5,6 5,7 5,3 4,0 3,2 4,0 2,4 2,8 0,7 1,1 1,8 0,9 1,5 1,8 0,2 0,5 0,4 1,1 0,4 PA 24h Sul PA 24h Norte PA 24h Bethesda Menos de 24 horas De 24 a 48 horas Acima de 48 horas a 5 dias De 5 a 9 dias De 10 dias a 15 dias De 16 dias a 30 dias De 30 dias a 6 meses De 6 meses a 1 ano De 1 a 4 anos De 5 a 9 anos Não lembro GRÁFICO 38 Há quanto tempo os usuários sentem os sintomas das queixas mencionadas nos Hospitais (%) - Joinville, setembro de ,3 38,9 31,0 28,8 19,9 22,2 22,3 14,5 14,6 9,6 7,2 8,3 5,8 5,7 3,0 3,0 3,6 3,3 3,0 3,6 3,2 3,8 1,2 0,6 0,3 1,6 0,3 0,6 0,6 1,9 HMSJ HRHDS MDV Menos de 24 horas De 24 a 48 horas Acima de 48 horas a 5 dias De 5 a 9 dias De 10 dias a 15 dias De 16 dias a 30 dias De 30 dias a 6 meses De 6 meses a 1 ano De 1 a 4 anos De 5 a 9 anos Não lembro 72

74 GRÁFICO 39 Há quanto tempo os usuários sentem os sintomas das queixas mencionadas nos PAAS (%) - Joinville, setembro de ,8 37,7 42,9 32,4 4,4 21,3 19,7 20,2 16,8 16,5 13,9 13,1 12,6 9,4 9,2 9,0 8,0 1,9 4,4 7,6 6,4 3,8 7,4 5,3 5,3 1,9 1,9 2,5 3,4 3,2 1,3 1,2 0,8 1,3 2,7 0,4 1,1 0,5 PAAS Vila Nova PAAS Jarivatuba PAAS Parque Joinville PAAS Jardim Paraíso Menos de 24 horas De 24 a 48 horas Acima de 48 horas a 5 dias De 5 a 9 dias De 10 dias a 15 dias De 16 dias a 30 dias De 30 dias a 6 meses De 6 meses a 1 ano De 1 a 4 anos De 5 a 9 anos Não lembro 73

75 3.6.1 Tempo de duração dos sintomas relacionados às queixas citadas pelos usuários entrevistados por tipo de ponto de atenção Os hospitais são os mais procurados para os sintomas com menos de 24 horas de duração (33%). TABELA 37 Tempo de duração dos sintomas relacionados às queixas mencionadas pelos usuários entrevistados e tipo de ponto de atenção - Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção Menos de 24 horas De 24 a 48 horas Acima de 48 horas a 5 dias De 5 a 9 dias De 10 dias a 15 dias De 16 dias a 30 dias De 30 dias a 6 meses De 6 meses a 1 ano De 1 a 4 anos De 5 a 9 anos Mais de 10 anos Não lembro Cit. % Cit. % Cit. % Cit % Cit % Cit. % Cit. % Cit % Cit. % Cit % Cit % Cit. % Cit. % Total Total PA , , , , , ,2 73 2,9 18 0,7 32 1,3 10 0,4 4 0,2 30 1, ,0 Total , , ,6 50 7,3 22 3,2 25 3,6 31 4,5 4 0,6 13 1,9 2 0,3 0 0,0 4 0, ,0 Hospital Total PAAS 86 10, , ,6 82 9,9 55 6,6 43 5,2 43 5,2 15 1,8 24 2,9 5 0,6 6 0,7 2 0, ,0 Total , , , , , , ,7 37 0,9 69 1,7 17 0,4 10 0,2 36 0, ,0 74

76 GRÁFICO 40 Tempo de duração dos sintomas relacionados às queixas mencionadas pelos usuários entrevistados e tipo de ponto de atenção (%)- Joinville, setembro de ,3 33,1 32,8 35,7 21,3 26,3 23,6 21,1 18,4 18,6 16,5 10,4 9,9 6,9 7,3 7,6 5,1 4,5 6,6 5,1 4,2 4,33,7 3,23,6 5,2 2,9 1,3 1,9 2,9 1,2 0,7 0,6 1,8 0,91,7 0,4 0,3 0,6 0,6 0,2 0,4 0,9 Total PA Total Hospital Total PAAS Total Menos de 24 horas De 24 a 48 horas Acima de 48 horas a 5 dias De 5 a 9 dias De 10 dias a 15 dias De 16 dias a 30 dias De 30 dias a 6 meses De 6 meses a 1 ano De 1 a 4 anos De 5 a 9 anos Não lembro 75

77 3.7 USUÁRIOS ENTREVISTADOS QUE ESTÃO AGUARDANDO CONSULTA COM ESPECIALISTAS Dos usuários entrevistados, 11,3% estão aguardando consulta com especialistas, os pontos de atenção com maior percentual foram o HMSJ, com 21,7%; e a MDV, com 17,2%. TABELA 38 Usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência que estão aguardando consulta com algum especialista Joinville, setembro de Ponto de atenção Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % PA 24h Sul 103 7, , ,0 PA 24h Norte , , ,0 PA 24h Bethesda 30 10, , ,0 HMSJ 36 21, , ,0 HRHDS 49 13, , ,0 MDV 27 17, , ,0 PAAS Vila Nova 21 13, , ,0 PAAS Jarivatuba 33 13, , ,0 PAAS Parque Joinville 30 12, , ,0 PAAS Jardim Paraíso 21 11, , ,0 Total , , ,0 GRÁFICO 41 - Usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência que estão aguardando consulta com algum especialista (%) Joinville, setembro de PA 24h Sul 7,2 92,8 PA 24h Norte 12,9 87,1 PA 24h Bethesda 10,7 89,3 HMSJ HRHDS 21,7 13,4 78,3 86,6 Sim MDV PAAS Vila Nova 17,2 13,2 82,8 86,8 Não PAAS Jarivatuba 13,5 86,5 PAAS Parque Joinville 12,6 87,4 PAAS Jardim Paraíso 11,2 88,8 76

78 3.7.1 Usuários entrevistados que estão aguardando consulta com especialistas por tipo de ponto de atenção Os hospitais aparecem com o maior percentual de entrevistados aguardando especialistas, seguidos pelos PAAS, com 12,7%. TABELA 39 Usuários entrevistados que estão aguardando consulta com algum especialista por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % Total PA 234 9, , ,0 Total Hospital , , ,0 Total PAAS , , ,0 Total , , ,0 GRÁFICO 42 Usuários entrevistados que estão aguardando consulta com algum especialista por tipo de ponto de atenção (%) Joinville, setembro de Total PA 9,4 90,6 Total Hospital 16,3 83,7 Sim Total PAAS 12,7 87,3 Não Total 11,3 88,7 77

79 3.7.2 Tipo de especialista que está sendo aguardado pelos usuários entrevistados 11,3% dos usuários entrevistados responderam que estão aguardando algum especialista, os principais estão indicados na Tabela 40. TABELA 40 Especialistas que os usuários entrevistados estão aguardando Joinville, setembro de Especialista Citações % Cardiologista 62 1,5% Ortopedista 60 1,5% Otorrino 30 0,7% Oftalmologista 28 0,7% Neurologista 25 0,6% Urologista 23 0,6% Ginecologista 22 0,5% Pneumologista 22 0,5% Obstetra 21 0,5% Gastroenterologista 19 0,5% Não informou/não sabe 19 0,5% Endocrinologista 18 0,4% Clínico 16 0,4% Cirurgião 14 0,3% Dermatologista 12 0,3% Vascular 12 0,3% Nefrologista 9 0,2% Oncologia (Dr. Bedin) 9 0,2% Pediatra 9 0,2% Outros especialistas (*) 21 0,5% TOTAL ,3% 78

80 GRÁFICO 43 - Especialistas que os usuários entrevistados estão aguardando (%) Joinville, setembro de Cardiologista Ortopedista Otorrino Oftalmologista Neurologista Urologista Ginecologista Pneumologista Obstreta Gastroenterologista Não informou/não sabe Endocrinologista Clínico Cirurgião Dermatologista Vascular Nefrologista Oncologia ( Dr Bedin) Pediatra Outros (*) 0,7% 0,7% 0,6% 0,6% 0,5% 0,5% 0,5% 0,5% 0,5% 0,4% 0,4% 0,3% 0,3% 0,3% 0,2% 0,2% 0,2% 0,5% 1,5% 1,5% 79

81 3.8 USUÁRIOS ENTREVISTADOS QUE ESTÃO AGUARDANDO POR CIRURGIA Na média geral, apenas 3,3% dos usuários entrevistados estão aguardando por cirurgia. O maior percentual (6,3%) está no PAAS do Vila Nova. TABELA 41 Usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência que estão aguardando por cirurgia Joinville, setembro de Pontos de atenção Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % PA 24h Sul 29 2, , ,0 PA 24h Norte 24 3, , ,0 PA 24h Bethesda 16 5, , ,0 HMSJ 9 5, , ,0 HRHDS 18 4, , ,0 MDV 6 3, , ,0 PAAS Vila Nova 10 6, , ,0 PAAS Jarivatuba 4 1, , ,0 PAAS Parque Joinville 10 4, , ,0 PAAS Jardim Paraíso 8 4, , ,0 Total 134 3, , ,0 GRÁFICO 44 - Usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência que estão aguardando por cirurgia (%) Joinville, setembro de PA 24h Sul 2,0 98,0 PA 24h Norte 3,1 96,9 PA 24h Bethesda 5,7 94,3 HMSJ HRHDS 5,4 4,9 94,6 95,1 Sim MDV PAAS Vila Nova 3,8 6,3 96,2 93,7 Não PAAS Jarivatuba 1,6 98,4 PAAS Parque Joinville 4,2 95,8 PAAS Jardim Paraíso 4,3 95,7 80

82 3.8.1 Usuários entrevistados que estão aguardando por cirurgia por tipo de ponto de atenção Dos 3,3% de usuários entrevistados que estão aguardando cirurgia, os hospitais e os PAAS aparecem com os maiores percentuais. TABELA 42 Usuários entrevistados que estão aguardando cirurgia por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % Total PA 69 2, , ,0 Total Hospital 33 4, , ,0 Total PAAS 32 3, , ,0 Total 134 3, , ,0 GRÁFICO 45 Usuários entrevistados que estão aguardando cirurgia por tipo de ponto de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de Total PA 2,8 97,2 Total Hospital 4,8 95,2 Sim Total PAAS 3,9 96,1 Não Total 3,3 96,7 81

83 3.8.2 Tipos de cirurgias que estão sendo aguardadas pelos usuários entrevistados Dos 3,3% usuários que estão aguardando cirurgia, as mais citadas foram: Ortopédica, 18,4%; ginecológica e urológica, com 14,9%; e cardíaca/vascular, com 11,3%; perfazendo um percentual de 44,6%. TABELA 43 Tipos de cirurgias que estão sendo aguardadas pelos usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Tipo de cirurgia Citações % Ortopédica 26 0,6% ginecológica/ urológica 21 0,5% Cardíaca/vascular 16 0,4% Adenóide/Desvio Séptico 11 0,3% olho 11 0,3% hérnia 10 0,2% vesícula 6 0,1% Amídala 5 0,1% Cesária 4 0,1% mamária 4 0,1% Ouvido 1 0,0% outras cirurgias 19 0,5% não informou 7 0,2% TOTAL 141 3,3% 82

84 GRÁFICO 46 Tipos de cirurgias que estão sendo aguardadas pelos usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência (%) Joinville, setembro de Ortopédica 0,6% ginecologica/ urológica 0,5% Cardíaca/vascular 0,4% Adenóide/Desvio Séptico olho 0,3% 0,3% hérnia 0,2% vesícula 0,1% Amígdala 0,1% Cesária mamária 0,1% 0,1% Ouvido 0,0% outras cirurgias (*) 0,5% não informou 0,2% 83

85 3.9 USUÁRIOS ENTREVISTADOS QUE ESTÃO AGUARDANDO POR EXAMES Na média geral, 6,3% aguardam exames, porém a MDV e o PAAS Vila Nova aparecem com 14,6% e 13,8% respectivamente. TABELA 44 Usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência que estão aguardando por exames Joinville, setembro de Pontos de atenção Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % PA 24h Sul 53 3, , ,0 PA 24h Norte 52 6, , ,0 PA 24h Bethesda 13 4, , ,0 HMSJ 16 9, , ,0 HRHDS 26 7, , ,0 MDV 23 14, , ,0 PAAS Vila Nova 22 13, , ,0 PAAS Jarivatuba 17 7, , ,0 PAAS Parque Joinville 19 8, , ,0 PAAS Jardim Paraíso 10 5, , ,0 Total 251 6, , ,0 GRÁFICO 47 - Usuários entrevistados nos pontos de atenção de urgência e emergência que estão aguardando por exames (%) Joinville, setembro de PA 24h Sul 3,7 96,3 PA 24h Norte 6,6 93,4 PA 24h Bethesda 4,6 95,4 HMSJ HRHDS 9,6 7,1 90,4 92,9 Sim MDV PAAS Vila Nova 14,6 13,8 85,4 86,2 Não PAAS Jarivatuba 7,0 93,0 PAAS Parque Joinville 8,0 92,0 PAAS Jardim Paraíso 5,3 94,7 84

86 3.9.1 Usuários entrevistados que estão aguardando por exames por tipo de ponto de atenção Os Hospitais e PAAS aparecem com as maiores médias de usuários aguardando exames: 9,4% e 8,2% respectivamente. TABELA 45 Usuários entrevistados aguardando por exames por tipo de ponto de atenção Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % Total PA 118 4, , ,0 Total Hospital 65 9, , ,0 Total PAAS 68 8, , ,0 Total 251 6, , ,0 GRÁFICO 48 Usuários entrevistados aguardando por exames por tipo de ponto de atenção (%) Joinville, setembro de Total PA 4,7 95,3 Total Hospital 9,4 90,6 Sim Total PAAS 8,2 91,8 Não Total 6,3 93,7 85

87 3.9.2 Tipos de exames que estão sendo aguardados pelos usuários entrevistados Dentre os 6,3% usuários que responderam estar aguardando algum exames, a soma dos quatro mais citados foi: patologia Clínica, Ultra-som, Raios-X e Endoscopia representando um total de 65,2%. TABELA 46 Tipos de exames que estão sendo aguardados pelos usuários entrevistados Joinville, setembro de Exames Citações % Patologia Clínica 71 1,8% Ultra-sonografia 53 1,3% Raios-X 32 0,8% Endoscopia 21 0,5% Eletrocardiograma 12 0,3% Tomografia 13 0,3% Exame de sangue 12 0,3% Mamografia 9 0,2% Ressonância Magnética 4 0,1% Biopsia 3 0,1% Neurológicos 3 0,1% Não sabe/não informou 4 0,1% Outros exames 14 0,3% Total 251 6,3% 86

88 GRÁFICO 49 Tipos de exames que estão sendo aguardados pelos usuários entrevistados (%) Joinville, setembro de Patologia Clínica 1,8% Ultrassonografia 1,3% Raio X 0,8% Endoscopia 0,5% Eletrocardiograma 0,3% Tomografia Exame de sangue 0,3% 0,3% Mamografia 0,2% Ressonância Magnética Biopsia 0,1% 0,1% Neurológicos 0,1% Não sabe/não informou 0,1% Outros exames 0,3% 87

89 Parte II ANÁLISES AVANÇADAS PARA AVALIAR AS INFLUÊNCIAS NO ATENDIMENTO DOS PONTOS DE ATENÇÃO 88

90 APRESENTAÇÃO Nesta parte as análises foram feitas por meio do Teste X 2 (Qui-quadrado) para medir a significância e a confiança nos resultados encontrados. A intenção foi verificar a influência do sexo e da idade dos entrevistados em relação à lista de espera por exames, cirurgias e especialistas. Também foram analisadas as variáveis: doenças diagnosticadas, horário de chegada, posto de saúde que freqüenta e procura por atendimento anterior em outra unidade de saúde. 89

91 1.0 INFLUÊNCIA DO SEXO 1.1 INFLUÊNCIA DO SEXO DOS ENTREVISTADOS NA LISTA DE ESPERA POR EXAMES Com uma confiança acima de 99% podemos afirmar, por meio do Teste X 2 (Quiquadrado), que as mulheres (8,4%) aguardam mais por exames do que os homens (3,8%). TABELA 1 Influência do sexo dos entrevistados na lista de espera por exames Joinville, setembro de SEXO Aguardando por Masculino Feminino Total exame Cit. % Cit. % Cit. % Sim 67 3,8% 179 8,4% 246 6,3% Não ,2% ,6% ,7% Total ,0% ,0% ,0% GRÁFICO 1 Influência do sexo dos entrevistados na lista de espera por exames, Joinville, setembro de Masculino 3,8% 96,2% Feminino 8,4% 91,6% Sim Não Total 6,3% 93,7% 90

92 1.2 INFLUÊNCIA DO SEXO DOS ENTREVISTADOS NA LISTA DE ESPERA POR ESPECIALISTAS Com uma confiança acima de 99% podemos afirmar que as mulheres (13,2%) esperam mais por especialistas do que os homens (9,0%). TABELA 2: Influência do sexo dos entrevistados na lista de espera por especialistas Joinville, setembro de SEXO Aguardando Masculino Feminino Total especialista Cit. % Cit. % Cit. % Sim 157 9,0% ,2% ,3% Não ,0% ,8% ,7% Total ,0% ,0% ,0% GRÁFICO 2: Influência do sexo dos entrevistados na lista de espera por especialistas (%) Joinville, setembro de Masculino 9,0% 91,0% Feminino 13,2% 86,8% Sim Não Total 11,3% 88,7% Todas as outras questões foram analisadas em relação ao sexo, porém nenhuma outra teve diferença significativa. 91

93 2.0 INFLUÊNCIA DA IDADE 2.1 INFLUÊNCIA DA IDADE DOS ENTREVISTADOS NAS DOENÇAS DIAGNOSTICADAS Em relação à doença diagnosticada, com uma confiança acima de 99%, podemos afirmar que as pessoas mais velhas conhecem mais as doenças que possuem. Os entrevistados de 0 a 20 anos são os que menos possuem doença diagnosticada (15%). Acima disso, o percentual aumenta, tendo 74% das pessoas com mais de 65 anos com doenças diagnosticadas. TABELA 3 - Influência da idade dos entrevistados nas doenças diagnosticadas Joinville, setembro de Doença diagnosticada Faixa Etária Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % De 0 a 2 anos 50 14,0% ,0% 357 9,7% De 3 a 5 anos 30 14,9% ,1% 202 5,5% De 6 anos a 10 anos 51 13,6% ,4% ,1% De 11 anos a 15 anos 29 10,2% ,8% 284 7,7% De 16 anos a 20 anos 81 15,1% ,9% ,5% De 21 anos a 25 anos 45 20,5% ,5% 219 5,9% De 26 anos a 35 anos ,2% ,8% ,1% De 36 anos a 45 anos ,8% ,2% 326 8,8% De 46 anos a 55 anos ,8% 69 39,2% 176 4,8% De 56 anos a 65 anos 51 22,3% ,7% 229 6,2% Acima de 66 anos ,9% 48 25,1% 191 5,2% Total ,1% ,9% ,3% 92

94 GRÁFICO 3: Influência da idade dos entrevistados nas doenças diagnosticadas Joinville, setembro de 2008 (%). Total 27,1% 72,9% Acima de 66 anos 74,9% 25,1% De 56 anos a 65 anos 22,3% 77,7% De 46 anos a 55 anos De 36 anos a 45 anos 60,8% 51,8% 48,2% 39,2% Sim De 26 anos a 35 anos 34,2% 65,8% De 21 anos a 25 anos 20,5% 79,5% De 16 anos a 20 anos 15,1% 84,9% Não De 11 anos a 15 anos 10,2% 89,8% De 6 anos a 10 anos 13,6% 86,4% De 3 a 5 anos 14,9% 85,1% De 0 a 2 anos 14,0% 86,0% 93

95 2.2 INFLUÊNCIA DA IDADE DOS ENTREVISTADOS NA LISTA DE ESPERA POR ESPECIALISTAS Em relação à espera por especialistas, com 99% de confiança, pode-se afirmar que a idade influencia, já que o maior índice de usuários que aguardam atendimento com especialistas possuem acima de 56 anos (mais de 23%). TABELA 4: Influência da idade dos entrevistados na lista de espera por especialistas Joinville, setembro de Faixa Etária Aguardando especialista Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % De 0 a 2 anos 24 6,3% ,7% ,0% De 3 a 5 anos 19 7,9% ,1% ,0% De 6 anos a 10 anos 25 9,9% ,1% ,0% De 11 anos a 15 anos 15 6,8% ,2% ,0% De 16 anos a 20 anos 26 6,4% ,6% ,0% De 21 anos a 25 anos 20 6,5% ,5% ,0% De 26 anos a 35 anos 52 8,7% ,3% ,0% De 36 anos a 45 anos 57 13,0% ,0% ,0% De 46 anos a 55 anos 57 16,2% ,8% ,0% De 56 anos a 65 anos 45 23,8% ,2% ,0% Acima de 66 anos 54 26,9% ,1% ,0% Total ,0% ,0% ,0% 94

96 GRÁFICO 4: Influência da idade dos entrevistados na lista de espera por especialistas (%) Joinville, setembro de Total 11,0% 89,0% Acima de 66 anos 26,9% 73,1% De 56 anos a 65 anos 23,8% 76,2% De 46 anos a 55 anos De 36 anos a 45 anos 16,2% 13,0% 83,8% 87,0% Sim De 26 anos a 35 anos 8,7% 91,3% De 21 anos a 25 anos 6,5% De 16 anos a 20 anos 6,4% 93,5% 93,6% Não De 11 anos a 15 anos De 6 anos a 10 anos De 3 a 5 anos De 0 a 2 anos 6,8% 9,9% 7,9% 6,3% 93,2% 90,1% 92,1% 93,7% 95

97 2.3 INFLUÊNCIA DA IDADE DOS ENTREVISTADOS NA LISTA DE ESPERA POR CIRURGIAS Em relação à espera por cirurgias, com 99% de confiança, pode-se afirmar que a idade influencia, pois o maior índice de pessoas que aguardam por uma cirurgia possuem acima de 36 anos. TABELA 5: Influência da idade dos entrevistados na lista de espera por cirurgias Joinville, setembro de Aguardando cirurgia Faixa Etária Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % De 0 a 2 anos 5 1,3% ,7% ,0% De 3 a 5 anos 9 3,8% ,3% ,0% De 6 anos a 10 anos 11 4,4% ,6% ,0% De 11 anos a 15 anos 4 1,8% ,2% ,0% De 16 anos a 20 anos 6 1,5% ,5% ,0% De 21 anos a 25 anos 3 1,0% ,0% ,0% De 26 anos a 35 anos 16 2,7% ,3% ,0% De 36 anos a 45 anos 19 4,3% ,7% ,0% De 46 anos a 55 anos 19 5,4% ,6% ,0% De 56 anos a 65 anos 16 8,5% ,5% ,0% Acima de 66 anos 13 6,5% ,5% ,0% Total 121 3,4% ,6% ,0% 96

98 GRÁFICO 5: Influência da idade dos entrevistados na lista de espera por cirurgias (%) Joinville, setembro de Total 3,4% 96,6% Acima de 66 anos 6,5% 93,5% De 56 anos a 65 anos 8,5% 91,5% De 46 anos a 55 anos De 36 anos a 45 anos 5,4% 4,3% 94,6% 95,7% Sim De 26 anos a 35 anos 2,7% 97,3% De 21 anos a 25 anos 1,0% 99,0% De 16 anos a 20 anos 1,5% 98,5% Não De 11 anos a 15 anos 1,8% 98,2% De 6 anos a 10 anos 4,4% 95,6% De 3 a 5 anos 3,8% 96,3% De 0 a 2 anos 1,3% 98,7% 97

99 2.4 INFLUÊNCIA DA IDADE DOS ENTREVISTADOS NA LISTA DE ESPERA POR EXAMES Com 99% de confiança, pode-se afirmar que a idade influencia na lista de espera por exames, pois a maioria dos entrevistados que esperam por exames tem acima de 46 anos. TABELA 6: Influência da idade dos entrevistados na lista de espera por exames Joinville, setembro de Aguardando exame Faixa Etária Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % De 0 a 2 anos 9 2,4% ,6% ,0% De 3 a 5 anos 5 2,1% ,9% ,0% De 6 anos a 10 anos 5 2,0% ,0% ,0% De 11 anos a 15 anos 5 2,3% ,7% ,0% De 16 anos a 20 anos 16 4,0% ,0% ,0% De 21 anos a 25 anos 15 4,8% ,2% ,0% De 26 anos a 35 anos 34 5,7% ,3% ,0% De 36 anos a 45 anos 34 7,7% ,3% ,0% De 46 anos a 55 anos 48 13,6% ,4% ,0% De 56 anos a 65 anos 22 11,6% ,4% ,0% Acima de 66 anos 27 13,4% ,6% ,0% Total 220 6,1% ,9% ,0% 98

100 GRÁFICO 6: Influência da idade dos entrevistados na lista de espera por exames (%) Joinville, setembro de Total 6,1% 93,9% Acima de 66 anos 13,4% 86,6% De 56 anos a 65 anos 11,6% 88,4% De 46 anos a 55 anos De 36 anos a 45 anos 13,6% 7,7% 86,4% 92,3% Sim De 26 anos a 35 anos 5,7% 94,3% De 21 anos a 25 anos 4,8% 95,2% De 16 anos a 20 anos 4,0% 96,0% Não De 11 anos a 15 anos 2,3% 97,7% De 6 anos a 10 anos 2,0% 98,0% De 3 a 5 anos 2,1% 97,9% De 0 a 2 anos 2,4% 97,6% 99

101 3.0 USUÁRIOS ENTREVISTADOS COM DOENÇAS DIAGNOSTICADAS E QUE ESTÃO AGUARDANDO CONSULTA COM ESPECIALISTAS, CIRURGIAS E EXAMES 3.1 USUÁRIOS ENTREVISTADOS COM DOENÇAS DIAGNOSTICADAS QUE ESTÃO AGUARDANDO CONSULTA COM ESPECIALISTA Com uma confiança acima de 99%, podemos afirmar que a lista de espera para consulta com especialistas também é composta por pessoas que já possuem doenças diagnosticadas. TABELA 7: Entrevistados aguardando por especialistas, com doenças diagnosticadas Joinville, setembro de Doença diagnosticada Aguardando Sim Não Total Especialista Cit. % Cit. % Cit. % Sim % 169 6% % Não % % % Total % % % GRÁFICO 7: Entrevistados aguardando por especialistas, com doenças diagnosticadas (%) Joinville, setembro de Sim 25% 75% Não 6% 94% Sim Não Total 11% 89% 100

102 3.2 USUÁRIOS ENTREVISTADOS COM DOENÇAS DIAGNOSTICADAS QUE ESTÃO AGUARDANDO POR CIRURGIA Com uma confiança acima de 99%, por meio do teste Qui-quadrado, podemos afirmar que aguardam por uma cirurgia as pessoas que já possuem doenças diagnosticadas. TABELA 8: Entrevistados com doenças diagnosticadas que estão aguardando por cirurgia Joinville, setembro de Doença diagnosticada Aguardando Sim Não Total cirurgia Cit. % Cit. % Cit. % Sim % 101 4% 228 6% Não % % % Total % % % GRÁFICO 8: Entrevistados com doenças diagnosticadas que estão aguardando por cirurgia (%) Joinville, setembro de Sim 13% 87% Não 4% 96% Sim Não Total 6% 94% 101

103 3.3 USUÁRIOS ENTREVISTADOS COM DOENÇAS DIAGNOSTICADAS QUE ESTÃO AGUARDANDO POR EXAMES Com uma confiança acima de 99%, podemos afirmar que a lista de espera por exames, em sua maioria, é composta por pessoas que já possuem doenças diagnosticadas. TABELA 9: Entrevistados aguardando por exames, com doenças diagnosticadas Joinville, setembro de Doença diagnosticada Aguardando Sim Não Total Exame Cit. % Cit. % Cit. % Sim 71 7% 55 2% 126 3% Não % % % Total % % % GRÁFICO 9: Entrevistados aguardando por exames, com doenças diagnosticadas (%) Joinville, setembro de Sim 7% 93% Não 2% 98% Sim Não Total 3% 97% 102

104 3.4 USUÁRIOS ENTREVISTADOS COM DOENÇAS DIAGNOSTICADAS E QUE PROCURARAM POR ATENDIMENTO ANTERIOR Sobre procurar outro atendimento e ter a doença diagnosticada existe uma relação com uma confiança maior que 99%, confirmando que quando as pessoas tem a doença diagnosticada elas procuram outros atendimentos, mais do que as pessoas sem a doença diagnosticada. TABELA 10: Usuários entrevistados com doenças diagnosticadas e que procuraram por atendimento anterior Joinville, setembro de Procurou Atendimento Usuário com doença diagnosticada Anterior Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % Sim % % % Não % % % Total % % % Gráfico 10: Relação entre os usuários entrevistados com doenças diagnosticadas e aqueles que estão na lista de espera para consulta com especialistas (%) - Joinville, setembro de Sim 23% 77% Não 18% 82% Sim Não Total 20% 80% 103

105 3.5 RELAÇÃO ENTRE OS USUÁRIOS ENTREVISTADOS QUE ESTÃO AGUARDANDO POR EXAMES E AQUELES QUE ESTÃO AGUARDANDO POR CIRURGIAS Com uma confiança acima de 99%, podemos afirmar que a lista de espera por exames é composta por pessoas que também estão na lista de espera por cirurgias. TABELA 11: Relação entre os usuários entrevistados que estão aguardando por exames e aqueles que estão aguardando por cirurgias Joinville, setembro de Entrevistado aguardando exames Entrevistado aguardando por cirurgia Sim Não Total Cit. % Cit. % Cit. % Sim 28 11% 106 3% 134 3% Não % % % Total % % % GRÁFICO 11: Relação entre os entrevistados que estão aguardando por exames e aqueles que estão aguardando por cirurgias (%) Joinville, setembro de Sim 11% 89% Não 3% 97% Sim Não Total 3% 97% 104

106 4.0 AVALIAÇÃO DO PERFIL DE ATENDIMENTOS NOS PONTOS DE ATENÇÃO NOS HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO DOS POSTOS DE SAÚDE 4.1 RELAÇÃO ENTRE OS USUÁRIOS ENTREVISTADOS POR HORÁRIO DE CHEGADA E PROCURA POR ATENDIMENTO ANTERIOR EM OUTRAS UNIDADES DE SAÚDE 81% dos entrevistados não procuraram atendimento anterior em outra unidade de saúde. Comparando os entrevistados que procuraram atendimento anterior, com os que não procuraram, percebemos que não existe diferença entre os horários de procura; sempre, e independentemente do caso, a maior procura pelo ponto de atenção de (69% dos entrevistados), ocorre das 7h às 19h. TABELA 12: Relação entre os usuários entrevistados por horário de chegada e procura por atendimento anterior em outros pontos de atenção de urgência e emergência Joinville, setembro de Tipo de ponto atenção Entrevistados que procuraram ou não atendimento em outras unidades de saúde Das 07h00 às 18h59 Sim Das 19h00 às 06h59 Das 07h00 às 18h59 Não Das 19h00 às 06h59 HOSPITAL PA PAAS Total Total TABELA 13: Relação entre os usuários entrevistados por horário de chegada e a procura por atendimento ou não em outras unidades de saúde (%) Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção Entrevistados que procuraram ou não atendimento em outras unidades de saúde Sim Não Das 07h às 18h59 Das 19h às 06h59 Das 07 às 18h59 Das 19h às 06h59 Total HOSPITAL 25,4 8,6 47,5 18,5 100,0 PA 11,4 4,6 61,8 22,2 100,0 PAAS 9,4 8,2 43,7 38,7 100,0 Total 69,0 31,0 69,0 31,0-19,4 80,6 100,0 105

107 GRÁFICO 12: Relação entre os usuários entrevistados por horário de chegada e a procura por atendimento ou não em outras unidades de saúde (%) Joinville, setembro de HOSPITAL 25,4 8,6 47,5 18,5 PA 11,4 4,6 61,8 22,2 PAAS 9,4 8,2 43,7 38,7 Sim Dàs 07:00 às 18:59 Sim Dàs 19:00 às 06:59 Não Dàs 07:00 às 18:59 Não Dàs 19:00 às 06:59 GRÁFICO 13: Percentual dos entrevistados que procuraram por atendimento ou não em outras unidades de saúde Joinville, setembro de ,6 19,4 Sim Não 106

108 A partir daqui, serão analisados os motivos e o perfil dos que procuram ou não, atendimento em outras unidades de saúde no horário da 7h às 19h, a fim de serem identificadas as diferenças entre os dois grupos. 4.2 USUÁRIOS ENTREVISTADOS ATENDIDOS NOS PONTOS DE ATENÇÃO, DAS 7H ÀS 19H, E QUE PROCURARAM ATENDIMENTO OU NÃO EM OUTRAS UNIDADES DE SAÚDE Com 99% de confiança, por meio do teste Qui-quadrado, pode-se afirmar que os hospitais recebem mais pacientes que procuraram atendimento em outras unidades de saúde. TABELA 14: Entrevistados atendidos das 7h às 19h que procuraram atendimento ou não em outras unidades de saúde Joinville, setembro de Tipo de ponto de atenção Entrevistados que procuraram ou não atendimento em outras unidades de saúde Sim Não Total Citações % Citações % Citações % HOSPITAL , , ,0 PA , , ,0 PAAS 78 17, , ,0 Total , , ,0 GRÁFICO 14: Entrevistados atendidos no horário das 7h às 19h que procuraram atendimento ou não em outras unidades de saúde (%) Joinville, setembro de HOSPITAL 34,9 65,1 PA 15,5 84,5 Sim PAAS 17,7 82,3 Não Total 19,4 80,6 107

109 4.3 RELAÇÃO ENTRE OS ENTREVISTADOS QUE PROCURARAM POR ATENDIMENTO OU NÃO EM OUTRAS UNIDADES DE SAÚDE - E O POSTO DE SAÚDE QUE FREQÜENTAM Para evitar tendenciosidades na análise, destacamos somente os Postos de Saúde com mais de 50 citações, os demais foram agrupados em Outros. Os resultados da análise, mostrados na Tabela 15, indicam que as unidades do UBS Adhemar Garcia, ESF Jardim Paraíso I e II e UBS Aventureiro I, possuem, assim como os hospitais, altos índices de pessoas que procuram por atendimento antes de buscar atendimento nos pontos de atenção de urgência e emergência. Mostra também um alto percentual de entrevistados atendidos nos PA s e PAAS que não procuraram atendimento em outra unidade de saúde, sugerindo que possa existir uma interpretação equivocada por parte dos entrevistados em relação aos PA s e PAAS, considerando esses pontos de atenção de urgência como Postos de Saúde. 108

110 TABELA 15 Relação entre os usuários entrevistados que procuraram ou não atendimento em outras unidades de saúde - e o Posto de Saúde que freqüentam - Joinville, setembro de Posto de saúde que freqüenta Relação entre os usuários entrevistados que procuraram ou não atendimento em outras unidades de saúde, e tipo de unidade de urgência e emergência HOSPITAL PA s PAAS TOTAL Sim Não Sim Não Sim Não Sim Não Total Total Total Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % Sede da Regional Jarivatuba 4 33,3 8 66, , , , , , ,1 230 Sede da Regional Vila Nova 10 52,6 9 47, , , , , , ,5 120 Sede da Regional Fátima 3 21, , , ,5 96 0, , , ,4 111 Sede da Regional Pirabeiraba 1 33,3 2 66, , , , ,7 106 ESF Paranaguamirim 2 33,3 4 66, , , , , , ,0 83 UBS Parque Joinville 5 41,7 7 58, , , , , , ,8 77 UBS Adhemar Garcia 0, , , , ,6 8 44, , ,8 73 ESF Jardim Paraíso I e II 2 16, , ,7 7 58, , , , ,1 71 Sede da Regional Costa e Silva 6 66,7 3 33, , , , ,0 69 Sede da Regional Comasa 5 15, , , , ,3 2 66, , ,8 64 UBS Edla Jordan 3 50,0 3 50, , , , ,7 60 Sede da Regional Floresta 3 27,3 8 72, , , , ,4 59 UBS Bakitas 5 27, , , , , ,2 57 ESF Parque Guarani 3 50,0 3 50, , , ,7 1 33, , ,4 56 CSU Iririú 2 10, , , ,0 28 0, , , ,7 52 ESF Boehmerwaldt I 6 60,0 4 40, , , , ,4 51 Sede da Regional Aventureiro 7 43,8 9 56, , , ,0 3 75, , ,0 50 Outros 65 41, , , , , , , ,1 783 Total geral , , , , , , , , Total 109

111 4.4 MOTIVOS DA PROCURA PELO ATENDIMENTO NOS PONTOS DE ATENÇÃO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NO HORÁRIO DAS 7H ÀS 19H Buscaram-se os motivos da procura pelo atendimento nos pontos de atenção de urgência e emergência, excluindo os outros motivos pela diversidade de opiniões, e comparando com os entrevistados que procuram ou não, por atendimento em outras unidades de saúde. Na Tabela 16, com uma confiança de 95%, pode-se afirmar que nos PA s e no PAAS os maiores motivos apresentados pelos entrevistados que procuraram atendimento em outra unidade de saúde, foram: Não tem médico na minha unidade ou Não tinha vaga, acabaram as fichas. Nos hospitais a freqüência é muito baixa para comparação. TABELA 16 Motivo da procura por atendimento nos pontos de atenção de urgência e emergência no horário das 7h às 19h, pelos entrevistados que procuraram atendimento em outras unidades de saúde - Joinville, setembro de Entrevistados atendidos nos pontos de atenção de Motivos da procura por atendimento urgência e emergência no horário das 7h às 19h HOSPITAL PA s PAAS Total Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % O posto está fechado 3 7,7 13 6,3 1 1,5 17 5,5 Não tem médico na minha unidade de saúde 7 17, , , ,7 Não tinha vaga, acabaram as fichas 4 10, , , ,8 Faltei ao serviço hoje 0,0 1 0,5 1 1,5 2 0,6 É mais perto da minha casa 7 17, ,6 8 12, ,2 O atendimento é melhor 18 46, ,7 4 6, ,2 Total , , , ,0 110

112 Na Tabela 17 estão representados os entrevistados que NÃO procuraram atendimento em outra unidade de saúde, com uma confiança de 99% pode-se afirmar que no Hospital, no PA e nos PAAS os maiores motivos da procura foram: E mais perto de minha casa e O atendimento é melhor. TABELA 17 Motivos da procura por atendimento nos pontos de atenção de urgência e emergência no horário das 7h às 19h, pelos entrevistados que NÃO procuraram atendimento em outra unidade de saúde Joinville, setembro de Motivo da procura por atendimento Entrevistados atendidos nos pontos de atenção de urgência e emergência no horário das 7h às 19h HOSPITAL PA PAAS Total Cit. % Cit. % Cit. % Cit. % O posto está fechado 12 7, ,9 11 4, ,7 Não tem médico na minha unidade de saúde 10 6,1 55 4, ,0 92 5,8 Não tinha vaga, acabaram as fichas 4 2,4 74 6,4 18 6,7 96 6,0 Faltei ao serviço hoje 3 1,8 12 1,0 6 2,2 21 1,3 É mais perto da minha casa 73 44, , , ,3 O atendimento é melhor 63 38, , , ,0 Total , , , ,0 111

113 CONSIDERAÇÕES FINAIS - PARTE II Nesses últimos cruzamentos, tem-se uma informação importante: que é o fato de que a procura por atendimentos mais específicos (especialistas, exames e cirurgias) serem feitos por pessoas que realmente precisam, sabem que possuem uma doença e que necessitam desse procedimento. O último cruzamento entre procurou outro atendimento e doença diagnosticada mostrou que as pessoas que não sabem o que têm - num percentual bem maior do que as pessoas que têm uma doença diagnosticada vão até uma dessas 10 unidades de atendimento, não procurando antes outro meio de acompanhamento. Comparando os entrevistados que procuraram ou não por atendimento em outras unidades de saúde no horário das 7h às 19h, observamos que 39,8% não procuraram por atendimento e 7,7% procuraram por atendimento anterior. Com os resultados apresentados na Tabela 16, conclui-se que a quantidade de usuários entrevistados que procuram por atendimento nos pontos de atenção de urgência e emergência pode ser reduzida, por meio da presença e utilização de mais médicos e fichas nos postos de saúde. Já na Tabela 17 os resultados mostram que os usuários entrevistados que procuraram atendimento diretamente nos pontos de atenção de urgência e emergência, ou por ser perto de sua residência ou por ter um atendimento melhor. A busca pelo atendimento no ponto de atenção de urgência e emergência é uma opção do entrevistado. Nesses casos, a mudança é mais difícil, pois se trata de uma concepção de uso e não de falta de estrutura. Nenhuma outra variável se mostrou significativa, nem a espera de um especialista, nem a espera de uma cirurgia ou exame. 112

114 Em nenhum momento pudemos afirmar que a procura pelos pontos de atenção de urgência e emergência pelos usuários entrevistados que não procuram atendimento anterior em outra unidade de saúde é influenciada por alguma variável; ou seja, é uma atitude pessoal sem influência de outras questões. CONCLUSÃO A existência de uma doença diagnosticada não leva o entrevistado a procurar diretamente os pontos de atenção de urgência e emergência, porque entre aqueles que não têm doenças diagnosticadas, o percentual de procura também e alto. A quantidade de usuários que procuram por atendimento direto nos pontos de atenção de urgência e emergência no horário das 7 às 19h (39,8%) pode ser reduzida, com mais médicos e fichas nos postos de saúde.porém quando a busca pelo atendimento é uma opção do entrevistado (o atendimento é melhor e é mais perto de minha casa), a mudança é mais difícil, pois se trata de uma concepção de uso e não de falta de estrutura. Conclui-se que existe um equívoco, principalmente entre PA s e PAAS, em relação aos postos de saúde, pois, por algum motivo, os usuários entendem que essas unidades equivalem a Postos de Saúde" mais equipados. 113

115 EMPRESA RESPONSÁVEL PELA TABULAÇÃO E ANÁLISE DOS DADOS PAINEL PESQUISAS, CONSULTORIA E PUBLICIDADE LTDA. Rua Ministro Calógeras, Atiradores. Joinville/SC - CEP Telefone: (47) / (47) Site: SERVIÇOS EXECUTADOS: Tabulação, análise, revisão, formatação, padronização, diagramação e revisão textual. Ermelinda Mª. U. Januário Economista Corecon Coordenação da pesquisa Fátima Mottin Estatística Tratamento e análise dos dados Profª. Bernadette Uber Especialista em língua portuguesa Revisão, padronização e formatação textual Fellipe Alexandre Giesel Designer Gráfico Diagramação e formatação 114

116 115

LISTA DE UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DE JOINVILLE

LISTA DE UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DE JOINVILLE LISTA DE UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DE JOINVILLE Documentos necessários: Cartão de Cadastro da Unidade, Cartão SUS ou identidade e comprovante de residência REGIONAL DE SAÚDE VILA NOVA UNIDADE BÁSICA DE

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 1.1. Apresentação 03. 2. METODOLOGIA 2.1. Metodologia 04

1. INTRODUÇÃO 1.1. Apresentação 03. 2. METODOLOGIA 2.1. Metodologia 04 Fortalecimento da Atenção Básica em Joinville Diagnóstico das Unidades Básicas de Saúde SMS/GUAB 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 1.1. Apresentação 03 2. METODOLOGIA 2.1. Metodologia 04 3. PRINCÍPIOS DA ATENÇÃO

Leia mais

REGIONAL VILA NOVA. UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE VILA NOVA (SEDE) Endereço: Rua XV de Novembro, s/n, Vila Nova Telefone: 3439-2201/ 3434-4346/ 3439-5088

REGIONAL VILA NOVA. UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE VILA NOVA (SEDE) Endereço: Rua XV de Novembro, s/n, Vila Nova Telefone: 3439-2201/ 3434-4346/ 3439-5088 REGIONAL VILA NOVA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE VILA NOVA (SEDE) Endereço: Rua XV de Novembro, s/n, Vila Nova Telefone: 3439-2201/ 3434-4346/ 3439-5088 UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ESTRADA ANABURGO Endereço:

Leia mais

Onde levar seu filho vacina para vacinar contra a Polio em Joinville REGIONAL DO AVENTUREIRO UNIDADE DE SAÚDE ENDEREÇO U. S. Aventureiro I Rua Aline

Onde levar seu filho vacina para vacinar contra a Polio em Joinville REGIONAL DO AVENTUREIRO UNIDADE DE SAÚDE ENDEREÇO U. S. Aventureiro I Rua Aline Onde levar seu filho vacina para vacinar contra a Polio em Joinville REGIONAL DO AVENTUREIRO U. S. Aventureiro I Rua Aline J. Alípio s/nº PSF Aventureiro II Rua Lauro Schroeder s/nº U.S. CSU Iririu Rua

Leia mais

Unidades Básicas de Saúde Coordenadora e ordenadora do processo de Redes de Atenção à Saúde. É a principal porta de entrada do Sistema Único de Saúde.

Unidades Básicas de Saúde Coordenadora e ordenadora do processo de Redes de Atenção à Saúde. É a principal porta de entrada do Sistema Único de Saúde. ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE ATENDIMENTO DA SAÚDE EM JOINVILLE Unidades Básicas de Saúde Coordenadora e ordenadora do processo de Redes de Atenção à Saúde. É a principal porta de entrada do Sistema Único

Leia mais

TEM QUE MELHORAR MUITO

TEM QUE MELHORAR MUITO Confira gráficos, tabelas, críticas e sugestões sobre o convênio médico na ZF revelados em levantamento feito pelo Sindicato Comprovado: convênio médico na ZF TEM QUE MELHORAR MUITO Um levantamento feito

Leia mais

Relacionamento dos médicos associados à SOGESP com os Planos de saúde. Apresentação em Agosto de 2012

Relacionamento dos médicos associados à SOGESP com os Planos de saúde. Apresentação em Agosto de 2012 1 Relacionamento dos médicos associados à SOGESP com os Planos de saúde Apresentação em Agosto de 2012 Índice 2 Objetivo Metodologia Perfil do médico associado Avaliação das operadoras de planos de saúde

Leia mais

MUNICÍPIO: JOINVILLE

MUNICÍPIO: JOINVILLE 1 de 10 BAIRRO: ADEMAR GARCIA TOTAL DE VOTOS NO BAIRRO: 4750 ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA DOUTOR PAULO MEDEIROS 569(156), 595(138), 619(150), 629(125), 645(144), 661(132), 676(114), 692(116), 729(129), 720(134),

Leia mais

PORTO ALEGRE. Mortalidade por Gerencia Distrital, 2010

PORTO ALEGRE. Mortalidade por Gerencia Distrital, 2010 Prefeitura Municipal de Porto Alegre Secretaria Municipal de Saúde/SMS Coordenadoria Geral de Vigilância da Saúde/CGVS Equipe de Vigilância de Eventos Vitais, Doenças e Agravos Não Transmissíveis PORTO

Leia mais

ÍNDICE. Foto: João Borges. 2 Hospital Universitário Cajuru - 100% SUS

ÍNDICE. Foto: João Borges. 2 Hospital Universitário Cajuru - 100% SUS ÍNDICE Apresentação...03 Hospital Universitário Cajuru...04 Estrutura...04 Especialidades Atendidas...05 Diferenças entre atendimento de urgência, emergência e eletivo...06 Protocolo de Atendimento...07

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Doenças Crônicas hipertensão arterial Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Doenças Crônicas hipertensão arterial Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Doenças Crônicas hipertensão arterial Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo...

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Atendimento Médico Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Atendimento Médico Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Atendimento Médico Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4 %Sentiram discriminação...

Leia mais

PESQUISA DE PREÇOS DE COMBUSTÍVEL CENTRO

PESQUISA DE PREÇOS DE COMBUSTÍVEL CENTRO Cen tro 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 PESQUISA DE PREÇOS DE COMBUSTÍVEL CENTRO Os preços relacionados abaixo estão escritos em R$ / L POSTO / BANDEIRA Posto Príncipe Ltda. (Sinal Verde) / Esso

Leia mais

PROGRAMA DATA LOCAL E INFORMAÇÕES HORÁRIO

PROGRAMA DATA LOCAL E INFORMAÇÕES HORÁRIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE - SANTA CASA DE PORTO ALEGRE COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 CALENDÁRIO DA 2ª

Leia mais

Plano de Saúde - Santa Casa de Santos Relação de Prestadores por Especialidade

Plano de Saúde - Santa Casa de Santos Relação de Prestadores por Especialidade Plano de Saúde - Santa Casa de Santos Relação de Prestadores por Especialidade PAI ASSOCIACAO SANTAMARENSE DE BENEFICENCIA DO GUARUJA / ASSOCIACAO SANTAMARENSE DE QUINTO BERTOLDI 40 VILA MAIA GUARUJA SP

Leia mais

LIVRETO EXPLICATIVO DO PLAM MASTER

LIVRETO EXPLICATIVO DO PLAM MASTER LIVRETO EXPLICATIVO DO PLAM MASTER INDIVIDUAL FAMILIAR OPERADORA Plano de Assistência Médica Mineira Ltda PLAM Inscrição na Agência Nacional de Saúde ANS nº 38.228-1 OPERADORA - Plano de Assistência Médica

Leia mais

Plano de Saúde - Santa Casa de Santos Relação de Prestadores por Especialidade

Plano de Saúde - Santa Casa de Santos Relação de Prestadores por Especialidade Plano de Saúde - Santa Casa de Santos Relação de Prestadores por Especialidade Ambulatorial ALERGIA E IMUNOLOGIA (ALERGOLOGISTA) CARDIOLOGISTA CIRURGIAO EM GERAL Pagina 1 de 9 CIRURGIAO VASCULAR CLINICO

Leia mais

RELATÓRIO DE PESQUISA

RELATÓRIO DE PESQUISA 2011 14 RELATÓRIO DE PESQUISA Relatório da Pesquisa de Satisfação dos Usuários do SUS quanto aos aspectos de acesso e qualidade percebida na atenção à saúde, mediante inquérito amostral. Ministério da

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013 1 AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO Temas 2 Objetivo e metodologia Utilização dos serviços do plano de saúde e ocorrência de problemas Reclamação ou recurso contra o plano de

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA SELEÇÃO PÚBLICA PARA ADMISSÃO DE MÉDICOS COMO COOPERADOS NA UNIMED JUIZ DE FORA 01/2012

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA SELEÇÃO PÚBLICA PARA ADMISSÃO DE MÉDICOS COMO COOPERADOS NA UNIMED JUIZ DE FORA 01/2012 34288 Acupuntura 59 aprovado 3 45210 Alergia e Imunologia 56,5 aprovado 5 42926 Anestesiologia 62,5 aprovado 48867 Anestesiologia 60,5 aprovado 48235 Anestesiologia 59 aprovado 9 48302 Anestesiologia 56

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 004 Médico - Alergia e Imunologia

Leia mais

CAUSAS DE MORBIDADE HOSPITALAR POR DOENÇAS DE INTERNAÇÃO EVITÁVEL EM CRIANÇAS DE 1 A 4 ANOS

CAUSAS DE MORBIDADE HOSPITALAR POR DOENÇAS DE INTERNAÇÃO EVITÁVEL EM CRIANÇAS DE 1 A 4 ANOS CAUSAS DE MORBIDADE HOSPITALAR POR DOENÇAS DE INTERNAÇÃO EVITÁVEL EM CRIANÇAS DE 1 A 4 ANOS Scaleti Vanessa Brisch 1 Beatriz Rosana Gonçalves de Oliveira Toso RESUMO: Estudo sobre as causas de internações

Leia mais

REAL SOCIEDADE ESPANHOLA DE BENEFICÊNCIA (RSEB) HOSPITAL REGIONAL DE SANTA MARIA/DF (HRSM) GABARITO OFICIAL DEFINITIVO.

REAL SOCIEDADE ESPANHOLA DE BENEFICÊNCIA (RSEB) HOSPITAL REGIONAL DE SANTA MARIA/DF (HRSM) GABARITO OFICIAL DEFINITIVO. EMPREGO 1: ASSISTENTE SOCIAL TIPO A Gabarito D X D A C B A D C A D A A A D Gabarito D B B X C C C D C C D C C C D EMPREGO 2: CIRURGIÃO BUCO-MAXILO-FACIAL TIPO A Gabarito D X D A C B A D C A B A C A D Gabarito

Leia mais

LEVANTAMENTO ESTATÍSTICO DAS LICENÇAS DE SAÚDE 2012

LEVANTAMENTO ESTATÍSTICO DAS LICENÇAS DE SAÚDE 2012 PODER JUDICIÁRIO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ NADH/SEMOD Av. Anita Garibaldi, nº 888. CEP 80.540-180. Curitiba-PR Tel.: (41) 3313-4460 semod@jfpr.gov.br Curitiba, 21 de dezembro de 2012. LEVANTAMENTO ESTATÍSTICO

Leia mais

Anuário Estatístico do Município de Belém 2010 C A P Í T U L O 02 CARACTERÍSTICAS DEMOGRÁFICAS E SÓCIO-ECONÔMICAS DA POPULAÇÃO

Anuário Estatístico do Município de Belém 2010 C A P Í T U L O 02 CARACTERÍSTICAS DEMOGRÁFICAS E SÓCIO-ECONÔMICAS DA POPULAÇÃO Anuário Estatístico do Município de Belém 2010 57 C A P Í T U L O 02 CARACTERÍSTICAS DEMOGRÁFICAS E SÓCIO-ECONÔMICAS DA POPULAÇÃO 58 Anuário Estatístico do Município de Belém 2010 Anuário Estatístico do

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Utilização de Serviços de Saúde Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Utilização de Serviços de Saúde Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Utilização de Serviços de Saúde Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4 %Pessoas

Leia mais

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Brasil Novo

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Brasil Novo SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Brasil Novo DEMOGRAFIA População Total 15.690 População por Gênero Masculino 8.314 Participação % 52,99 Feminino 7.376

Leia mais

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Breves

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Breves SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Breves DEMOGRAFIA População Total 92.860 População por Gênero Masculino 47.788 Participação % 51,46 Feminino 45.072 Participação

Leia mais

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Palestina do Pará

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Palestina do Pará SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Palestina do Pará DEMOGRAFIA População Total 7.475 População por Gênero Masculino 3.879 Participação % 51,89 Feminino

Leia mais

Rendimento Médio Populacional (R$) Total 311,58 Urbana 347,47 Rural 168,26

Rendimento Médio Populacional (R$) Total 311,58 Urbana 347,47 Rural 168,26 SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Marabá DEMOGRAFIA População Total 233.669 População por Gênero Masculino 118.196 Participação % 50,58 Feminino 115.473

Leia mais

EDUCAÇÃO. SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Salvaterra

EDUCAÇÃO. SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Salvaterra SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Salvaterra DEMOGRAFIA População Total 20.183 População por Gênero Masculino 10.292 Participação % 50,99 Feminino 9.891

Leia mais

SELEÇÃO UNIFICADA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO CEARÁ SURCE 2012 ADITIVO AO EDITAL Nº 02/2011

SELEÇÃO UNIFICADA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO CEARÁ SURCE 2012 ADITIVO AO EDITAL Nº 02/2011 SELEÇÃO UNIFICADA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO CEARÁ SURCE 2012 ADITIVO AO EDITAL Nº /2011 A Coordenação Geral do Grupo Gestor da SURCE e a Coordenação de Ensino e Pesquisa dos Hospitais Universitários

Leia mais

RADIOGRAFIA DOS HOSPITAIS MUNICIPAIS ABRIL/2013

RADIOGRAFIA DOS HOSPITAIS MUNICIPAIS ABRIL/2013 11 UMA RADIOGRAFIA DOS HOSPITAIS MUNICIPAIS ABRIL/2013 A Confederação Nacional de Municípios (CNM), preocupada com a realidade da Saúde Pública no Brasil e com as discussões em torno da qualidade dos serviços

Leia mais

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Itaituba

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Itaituba SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Itaituba DEMOGRAFIA População Total 97.493 População por Gênero Masculino 49.681 Participação % 50,96 Feminino 47.812

Leia mais

Plano de Saúde - Santa Casa de Santos Relação de Prestadores por Especialidade

Plano de Saúde - Santa Casa de Santos Relação de Prestadores por Especialidade Plano de Saúde - Santa Casa de Santos Relação de Prestadores por Especialidade Ambulatorial ALERGIA E IMUNOLOGIA (ALERGOLOGISTA) CARDIOLOGISTA CIRURGIAO EM GERAL Pagina 1 de 8 CIRURGIAO VASCULAR CLINICO

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Doenças Crônicas diabetes Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Doenças Crônicas diabetes Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Doenças Crônicas diabetes Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4 %Nunca mediram

Leia mais

Anexo I. Quadro de vagas por Hospital / Especialidades AREAS BÁSICAS

Anexo I. Quadro de vagas por Hospital / Especialidades AREAS BÁSICAS Anexo I Quadro de vagas por Hospital / Especialidades AREAS BÁSICAS COD.101 - CLINICA MÉDICA 0 2 Conjunto Hospitalar do Mandaqui 11 3 Faculdade de Medicina de Catanduva 6 4 Hospital Guilherme Alvaro -

Leia mais

Usando dados do mundo real para sustentabilidade econômica do SUS

Usando dados do mundo real para sustentabilidade econômica do SUS Usando dados do mundo real para sustentabilidade econômica do SUS PAULO VAZ - DIRETOR GERAL NEWBD Conflito de interesse: Diretor Geral da NewBD, empresa especializada na produção de estudos com uso de

Leia mais

INDICADORES DE SAÚDE E ESTATÍSTICAS VITAIS I. Epidemiologia 2

INDICADORES DE SAÚDE E ESTATÍSTICAS VITAIS I. Epidemiologia 2 INDICADORES DE SAÚDE E ESTATÍSTICAS VITAIS I Epidemiologia 2 Fórmulas, conceitos notícias de EPI2 Acesse do seu celular, tablet ou computador Indicadores de saúde São medidas que descrevem as características

Leia mais

Indicadores hospitalares

Indicadores hospitalares Indicadores hospitalares Núcleo de Informação em Saúde de- NIS Hospital das Clínicas - FMUSP Departamento de Medicina Preventiva Faculdade de Medicina USP Hospital das Clinicas - FMUSP Complexo hospitalar

Leia mais

SELEÇÃO PARA COOPERAÇÃO DE MÉDICOS Edital n. 01/2009. ACUPUNTURA Código 101. Gabarito

SELEÇÃO PARA COOPERAÇÃO DE MÉDICOS Edital n. 01/2009. ACUPUNTURA Código 101. Gabarito ACUPUNTURA Código 101 Questão 01: D Questão 19: B Questão 37: D Questão 55: D Questão 02: D Questão 20: D Questão 38: B Questão 56: B Questão 03: D Questão 21: A Questão 39: C Questão 57: A Questão 04:

Leia mais

Instituições Fiscalizadas Julho 2015:

Instituições Fiscalizadas Julho 2015: Instituições Fiscalizadas Julho 2015: Sede e Subseções Abrigo Municipal Lages Ambulatório Universitário FURB - Blumenau Anjos da Vida - Blumenau Apae - Timbó Associação Fraiburguense De Saúde Coletiva

Leia mais

Nomenclatura dos Produtos

Nomenclatura dos Produtos Nomenclatura dos Produtos Características Cobertura Global Abrange Consultas Médicas, Serviços Auxiliares de Diagnose e Terapia, Atendimentos Ambulatoriais, Internações Hospitalares e Parto. Cobertura

Leia mais

Guia Plano de Saúde Agregados

Guia Plano de Saúde Agregados Guia Plano de Saúde Agregados Coberturas O plano de Saúde de Agregados, contratado pela Celos a Unimed Florianópolis, é regulamentado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar e possui segmentação Ambulatorial

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INFORMAÇÕES GERAIS 1 - A Residência em Medicina constitui modalidade de ensino de pós-graduação, destinada

Leia mais

Tabela de Vendas. Saúde

Tabela de Vendas. Saúde Tabela de Vendas Tabela de Preços Ambulatorial + Hospitalar com Obstetrícia REGISTRO ANS ACOMODAÇÃO 0 a 18 anos Next 10 473.323/15-1 QC R$ 83,18 19 a 23 anos R$ 112,97 ÁREA DE ATUAÇÃO NEXT SEISA 24 a 28

Leia mais

2000 2003 Porto Alegre

2000 2003 Porto Alegre 2000 2003 Porto Alegre 1 Tabela 1- Série histórica do número de óbitos e Coeficientes de Mortalidade Geral (CMG) no Brasil, Rio Grande do Sul e Porto Alegre, 1980-2003 Brasil RS Porto Alegre Ano óbitos

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA Instituições Fiscalizadas Março 2013: Subseções Ambulatório do Presídio - Blumenau Ambulatório do Presídio - Indaial Ambulatório do Presídio Regional Itajaí Ambulatório Penitenciária - Itajaí Ambulatório

Leia mais

VAGAS e INSCRITOS por GRUPO 39 85

VAGAS e INSCRITOS por GRUPO 39 85 01 - ÁREAS BÁSICAS COM ACESSO DIRETO 1 ANESTESIOLOGIA - 3 ANOS 15 165 11,0 2 CIRURGIA GERAL - 2 ANOS 46 211 4,6 3 CLÍNICA MÉDICA - 2 ANOS 54 275 5,1 4 DERMATOLOGIA - 3 ANOS 5 88 17,6 5 INFECTOLOGIA - 3

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE GESTÃO 2007

RELATÓRIO ANUAL DE GESTÃO 2007 Prefeitura Municipal de Joinville Secretaria Municipal da Saúde Sistema Único de Saúde RELATÓRIO ANUAL DE GESTÃO 2007 Missão da Secretaria Municipal da Saúde Oferecer serviços de saúde com vigilância e

Leia mais

Saúde Brasil 2007. Uma Análise da Situação de Saúde. Perfil de Mortalidade do Brasileiro

Saúde Brasil 2007. Uma Análise da Situação de Saúde. Perfil de Mortalidade do Brasileiro Saúde Brasil 2007 Uma Análise da Situação de Saúde Perfil de Mortalidade do Brasileiro Brasília, 6 de novembro de 2008 Editor-Geral Gerson Oliveira Penna Secretário de Vigilância em Saúde/MS Editor-Executivo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 001/2007 O PREFEITO MUNICIPAL DE JUAZEIRO, ESTADO DA BAHIA,

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE. 1º Quadrimestre 2015 01/06/2015 ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE COSTA RICA

AUDIÊNCIA PÚBLICA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE. 1º Quadrimestre 2015 01/06/2015 ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE COSTA RICA ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE COSTA RICA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE AUDIÊNCIA PÚBLICA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ADRIANA MAURA MASET TOBAL Secretária Municipal de Saúde WALDELI

Leia mais

Origem dos dados... 3. Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4. Variáveis de conteúdo... 4

Origem dos dados... 3. Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4. Variáveis de conteúdo... 4 Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Doenças Crônicas artrite/reumatismo, problema crônico de coluna, distúrbio osteomuscular relacionado ao trabalho (DORT), depressão e outros problemas mentais Notas

Leia mais

NÚMERO DE CONSULTAS MÉDICAS (SUS) POR HABITANTE

NÚMERO DE CONSULTAS MÉDICAS (SUS) POR HABITANTE Indicadores de cobertura NÚMERO DE CONSULTAS MÉDICAS (SUS) POR HABITANTE 1. Conceituação x Número médio de consultas médicas apresentadas no Sistema Único de Saúde (SUS) por habitante, em determinado espaço

Leia mais

Introdução. Métodos Resultados

Introdução. Métodos Resultados GASTO MÉDIO PER CAPITA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE COM MEDICAMENTOS EXCEPCIONAIS Cristina Mariano Ruas Brandão Iola Gurgel Andrade, Mariângela Leal Cherchiglia, Grazielle Dias da Silva, Augusto Afonso Guerra

Leia mais

557 / PME AMB HOSP C OBST ADAPTADO / ESPECIAL 100

557 / PME AMB HOSP C OBST ADAPTADO / ESPECIAL 100 SulAmérica Saúde Rede Referenciada 557 / PME AMB HOSP C OBST ADAPTADO / ESPECIAL 100 MA - SAO LUIS Saúde Este documento foi gerado eletronicamente através do site sulamerica.com.br/saudeonline na data

Leia mais

ROBERTO M. M. NASCIMENTO ODONTOLOGIA Av. Ladeira São José, n 138 centro Caçapava-SP (12) 3653-2984

ROBERTO M. M. NASCIMENTO ODONTOLOGIA Av. Ladeira São José, n 138 centro Caçapava-SP (12) 3653-2984 PSA CONVENIADOS EM CAÇAPAVA CESAR HENRIQUE PEREIRA CITTI CARDIOLOGISTA Rua Amador Bueno, n 15 Centro (12) 3653-4584 Rua Cel João dias Guimarães, n 403 centro JOSE CARLOS PINTON GINECOLOGISTA (12) 3224-1511

Leia mais

557 / PME AMB HOSP C OBST ADAPTADO / EXECUTIVO

557 / PME AMB HOSP C OBST ADAPTADO / EXECUTIVO SulAmérica Saúde Rede Referenciada 557 / PME AMB HOSP C OBST ADAPTADO / EXECUTIVO MA - SAO LUIS Saúde Este documento foi gerado eletronicamente através do site sulamerica.com.br/saudeonline na data 26/04/2015

Leia mais

J. Desempenho do Sistema de Saúde Horário de Início :

J. Desempenho do Sistema de Saúde Horário de Início : J. Desempenho do Sistema de Saúde Horário de Início : Neste módulo, vamos fazer perguntas sobre o uso dos serviços de saúde, dificuldades para conseguir o atendimento e sua avaliação sobre o atendimento

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1. 60 h. 104 h. 146 h. 72 h 2º SEMESTRE. Carga horária

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1. 60 h. 104 h. 146 h. 72 h 2º SEMESTRE. Carga horária MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE MEDICINA DE DIAMANTINA - FAMED CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1 MED001 MED002 MED003

Leia mais

SAÚDE E TRATAMENTOS MÉDICOS

SAÚDE E TRATAMENTOS MÉDICOS SAÚDE E TRATAMENTOS MÉDICOS CENTRO DE PROMOÇÃO À SAÚDE Iwata-shi Kounodai 57-1 É um órgão da prefeitura que tem como objetivo principal: promover serviços visando o bem-estar e a saúde dos cidadãos e a

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 802 Médico Alergia e

Leia mais

HOSPITAL CENTRAL ROBERTO SANTOS 201 Clínica Médica Recredenciado 02 anos 10 02 08 101 Cirurgia Geral Recredenciado 02 anos 10 00 10

HOSPITAL CENTRAL ROBERTO SANTOS 201 Clínica Médica Recredenciado 02 anos 10 02 08 101 Cirurgia Geral Recredenciado 02 anos 10 00 10 PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DA BAHIA 2008 C O M U N I C A D O A CEREM COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA, comunica a alteração das vagas disponibilizadas para 2008, com base nas

Leia mais

Especialidades Médicas. Questões para todas as especialidades/áreas de atuação

Especialidades Médicas. Questões para todas as especialidades/áreas de atuação DAS PROVAS OBJETIVAS Especialidades Médicas Questões para todas as especialidades/áreas de atuação INGLÊS 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 1 2 3 Prova A A B E D C B D E A C C D E Prova B C E B B A E B C D A A B C

Leia mais

INFORME CBO. CBO com alterações de códigos e/ou descrições

INFORME CBO. CBO com alterações de códigos e/ou descrições INFORME CBO Considerando a publicação da Portaria SAS/MS n 203/2011, que inclui no Sistema de Informação Hospitalar (SIH) o registro obrigatório da competência de realização de todos os procedimentos realizados

Leia mais

ANEXO I. Centro de Saúde nº 1 Unidade Mista 508/509 Sul. Ortopedia e Traumatologia. Ortopedia e Traumatologia. Radiologia e Diagnóstico por Imagem

ANEXO I. Centro de Saúde nº 1 Unidade Mista 508/509 Sul. Ortopedia e Traumatologia. Ortopedia e Traumatologia. Radiologia e Diagnóstico por Imagem ANEXO I QUADRO DE VAGAS - Processo Seletivo para Preceptoria dos Programas de Residência Médica Seleção 2014/1 Opção de Vaga Unidade de Saúde/SES Programa de Residência de Cargo Local de execução das atividades

Leia mais

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 1663, DE 02 DE JULHO DE 2012. Aprova o detalhamento das funções/especialidades dos cargos do Quadro Permanente da Função Saúde da Administração Pública

Leia mais

Instituto Nacional de Amparo à Pesquisa Tecnológica, Inovação na Gestão Pública - INTS

Instituto Nacional de Amparo à Pesquisa Tecnológica, Inovação na Gestão Pública - INTS Instituto Nacional de Amparo à Pesquisa Tecnológica, Inovação na Gestão Pública - INTS Metodologia Pesquisa de opinião com a finalidade de avaliar demandas, anseios e a qualidade dos serviços prestados

Leia mais

REDE CREDENCIADA MARÍTIMA SEGURO SAÚDE- MAIO 2014

REDE CREDENCIADA MARÍTIMA SEGURO SAÚDE- MAIO 2014 CATEGORIA_DIVULGAÇÃO ESPECIALIDADE_DIVULGAÇÃO NOME_FANTASIA_PONTO BAIRRO_PONTO SERVIÇO DE DIAGNÓSTICO LABORATORIO / ANATOMIA PATOLOGICA CEDACLIN CENTRO SERVIÇO DE TERAPIA FISIOTERAPIA CEMED IMAGEM CENTRO

Leia mais

CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃOADÃO

CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃOADÃO CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃOADÃO Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr. Rua Visconde de Paranaguá, nº 24 Campus Saúde CEP: 96.200-190 Bairro Centro Rio Grande Rio Grande do Sul/RS Brasil Acesso

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde

Pesquisa Nacional de Saúde Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento Pesquisa Nacional de Saúde 21/08/15 Histórico INVESTIGAÇÃO DO TEMA SAÚDE... 1998 2003 2008 2013 PNAD Características da PNS Pesquisa Domiciliar

Leia mais

COD.101 - CLINICA MÉDICA 02 ANOS

COD.101 - CLINICA MÉDICA 02 ANOS COD.101 - CLINICA MÉDICA AREAS BÁSICAS 1 Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus (UNOESTE) 3 2 Conjunto Hospitalar do Mandaqui 12 3 Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 02/2015 EBSERH/HE-UFPEL EDITAL N 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA NÍVEL SUPERIOR - MANHÃ

CONCURSO PÚBLICO 02/2015 EBSERH/HE-UFPEL EDITAL N 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA NÍVEL SUPERIOR - MANHÃ Gabarito Preliminar CONCURSO PÚBLICO 02/2015 EBSERH/HE-UFPEL EDITAL N 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA NÍVEL SUPERIOR - MANHÃ MÉDICO - ALERGIA E IMUNOLOGIA D A B E C D D C A B C C E A E E B B E B D A C D A MÉDICO

Leia mais

Avaliação dos planos e seguros saúde

Avaliação dos planos e seguros saúde 1 Avaliação dos planos e seguros saúde Estado de São Paulo Agosto/2012 Objetivo 2 Conhecer a opinião dos usuários de planos ou seguros de saúde do Estado de São Paulo, investigando a utilização dos serviços

Leia mais

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Dr Milton Glezer Quem vou ser daqui a 20 anos Público Assistencial Acadêmica Gestão Privado Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Mudanças nos planos de saúde- melhorar cada vez mais o funcionamento dos

Leia mais

1. Os cargos, número de vagas, jornada de trabalha e requisitos exigidos são os estabelecidos na tabela que segue: Jornada Nº de Vagas

1. Os cargos, número de vagas, jornada de trabalha e requisitos exigidos são os estabelecidos na tabela que segue: Jornada Nº de Vagas PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL DE RETIFICAÇÃO A Secretaria de Administração da Prefeitura Municipal de São José dos Campos retifica o Edital de Concurso

Leia mais

QUESTIONÁRIO - AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE. Município. Nome da unidade

QUESTIONÁRIO - AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE. Município. Nome da unidade ANEXO 2 Questionários Dados Gerais QUESTIONÁRIO - AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE Município Nome da unidade Tipo: UBS Tradicional ( ) UBSF ( ) UBS mista ( ) PACS ( ) PA ( ) PS ( ) UPA ( ) Outro Horário de

Leia mais

NÚMERO DE PROCEDIMENTOS DIAGNÓSTICOS POR

NÚMERO DE PROCEDIMENTOS DIAGNÓSTICOS POR INDICADOR: F.2 NÚMERO DE PROCEDIMENTOS DIAGNÓSTICOS POR CONSULTA MÉDICA (SUS) 1. Conceituação Número médio de procedimentos diagnósticos, de patologia clínica ou de imagenologia por consulta médica, apresentados

Leia mais

40 horas semanais Taxa de inscrição R$ 50,00

40 horas semanais Taxa de inscrição R$ 50,00 2.1 ARTÍFICE Ensino Fundamental Completo e experiência comprovada na área de atuação, quando da Salário R$ 622,00 Taxa de inscrição R$ 50,00 2.2 ASSISTENTE SOCIAL Salário R$ 2.223,74 30 horas semanais

Leia mais

Conhecimentos em Clínica Médica.

Conhecimentos em Clínica Médica. ANEXO II PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA s com Acesso Direto Acupuntura Anestesiologia Cirurgia Geral Dermatologia Infectologia Medicina da Família e Comunidade Medicina Nuclear Neurocirurgia Neurologia Conhecimentos

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 006 Médico - Anestesiologia

Leia mais

LINHA DO TEMPO 2014 23 ANOS

LINHA DO TEMPO 2014 23 ANOS Hospital Pérola Byington 1991 Fundação do CEJAM UBS Jardim Souza 1998 Recebe Título de Utilidade Pública Municipal e Estadual em São Paulo, Título de Utilidade Pública Federal, Certificado de Entidade

Leia mais

Horário de Atendimento HEMAPE HEMATOLOGIA E HEMAPE HEMATOLOGIA E PATOLOGIA CLINICA

Horário de Atendimento HEMAPE HEMATOLOGIA E HEMAPE HEMATOLOGIA E PATOLOGIA CLINICA MINAS GERAIS ALERGOLOGIA CEMAI -CENTRO MINEIRO DE CEMAI -CENTRO MINEIRO DE ALERGIA E IMUNOLOGIA LTDA ALERGIA E IMUNOLOGIA LTDA R Raimundo Correa 146 S Pedro 32868686 Comercial GERAIS - COOPSAUDE LTDA RAFIC

Leia mais

RELAÇÃO DE CARGOS. Requisito P/ Provimento. Salario Inicial 40 horas Semanais R$ 778,00. horaria. Ref. Denominação QTD

RELAÇÃO DE CARGOS. Requisito P/ Provimento. Salario Inicial 40 horas Semanais R$ 778,00. horaria. Ref. Denominação QTD RELAÇÃO DE CARGOS Ref. Denominação QTD 3 Agente de Combate as Endias 5 Requisito P/ Provimento Ensino Fundamenta + Curso Preparatório de responsabilidade da Prefeitura presença e nota de 80% de aproveitamento

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS PAULA GARLENE DI LELLO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS PAULA GARLENE DI LELLO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS PAULA GARLENE DI LELLO CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE SERRALHERIA E CALDEIRARIA

Leia mais

Pesquisa da relação entre. médicos, dentistas e fisioterapeutas. com planos de saúde

Pesquisa da relação entre. médicos, dentistas e fisioterapeutas. com planos de saúde Pesquisa da relação entre médicos, dentistas e fisioterapeutas Abril / 2013 Objetivo Conhecer a opinião dos médicos especialistas, cirurgiões-dentistas e fisioterapeutas sobre a relação com os planos ou

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 Médico Alergia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIÂNIA CONCURSO PÚBLICO ADMINISTRAÇÃO DIRETA, AUTÁRQUICA E FUNDACIONAL GABARITO OFICIAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIÂNIA CONCURSO PÚBLICO ADMINISTRAÇÃO DIRETA, AUTÁRQUICA E FUNDACIONAL GABARITO OFICIAL ANALISTA EM SAÚDE I MÉDICO: CARDIOLOGISTA 16 17 18 19 20 B B B B B B D B C B D D B C A B C C D D 41 42 43 44 45 C A C D A B D B D C ANALISTA EM SAÚDE I MÉDICO: CLÍNICO GERAL A B D B D C D C B D A D D B

Leia mais

Anuário Estatístico do Município de Belém -2012 DEMOGRAFIA 1 C A P Í T U L O 02 CARACTERÍSTICAS DEMOGRÁFICAS E SÓCIO ECONÔMICAS DA POPULAÇÃO

Anuário Estatístico do Município de Belém -2012 DEMOGRAFIA 1 C A P Í T U L O 02 CARACTERÍSTICAS DEMOGRÁFICAS E SÓCIO ECONÔMICAS DA POPULAÇÃO Anuário Estatístico do Município de Belém -2012 DEMOGRAFIA 1 C A P Í T U L O 02 CARACTERÍSTICAS DEMOGRÁFICAS E SÓCIO ECONÔMICAS DA POPULAÇÃO 2 DEMOGRAFIA Anuário Estatístico do Município de Belém- 2012

Leia mais

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

Fiscalizações realizadas em março de 2015

Fiscalizações realizadas em março de 2015 Fiscalizações realizadas em março de 2015 Sede e Subseções 36ª Regional de Saúde Braço do Norte Ambulatório Beto Carreiro World Penha Ancianato Bethesda Joinville APAE Blumenau Asilo São Vicente de Paulo

Leia mais

LEVANTAMENTO ESTATÍSTICO DAS LICENÇAS DE SAÚDE 2011

LEVANTAMENTO ESTATÍSTICO DAS LICENÇAS DE SAÚDE 2011 PODER JUDICIÁRIO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ NADH/SEMOD Av. Anita Garibaldi, nº 888. CEP 80.540-180. Curitiba-PR Tel.: (41) 3313-4460 semod@jfpr.gov.br Curitiba, 22 de dezembro de 2011. LEVANTAMENTO ESTATÍSTICO

Leia mais

Hospital de Santo Espirito da Ilha Terceira e a sua articulação com as Unidades de Saúde de Ilha da RAA. Paula Moniz

Hospital de Santo Espirito da Ilha Terceira e a sua articulação com as Unidades de Saúde de Ilha da RAA. Paula Moniz Hospital de Santo Espirito da Ilha Terceira e a sua articulação com as Unidades de Saúde de Ilha da RAA Paula Moniz VISÃO O Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira, EPER pretende ser uma instituição

Leia mais

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008 de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

AREMG - PSU 2016 - Relação de Inscrições por vaga

AREMG - PSU 2016 - Relação de Inscrições por vaga AREMG - Associação de Apoio a Residência Médica de Minas Gerais AREMG - PSU 2016 - Relação de Inscrições por vaga Numero total de Candidatos 7.283 Numero total de inscrições 39.753 Vaga Instituição Vagas

Leia mais

Saúde. Tabela de Vendas

Saúde. Tabela de Vendas Tabela de Vendas Tabela de Preços Ambulatorial + Hospitalar com Obstetrícia Next 10 Next ABC 20 Next SPS 30 REGISTRO ANS 473.323/15-1 473.461/15-1 474.914/15-6 ACOMODAÇÃO QC QC QC 0 a 18 anos R$ 83,18

Leia mais

CENTRO DE DIAGNOSE E TERAPIA ANGIOTOMOGRAFIA BÁSICA, ESPECIAL E MASTERRUA PAULINO SOUSA 17 MONTE CASTELO SÃO LUÍS 98 32198943

CENTRO DE DIAGNOSE E TERAPIA ANGIOTOMOGRAFIA BÁSICA, ESPECIAL E MASTERRUA PAULINO SOUSA 17 MONTE CASTELO SÃO LUÍS 98 32198943 REDE MARANHÃO PRESTADOR TIPO ESPECIALIDADE REDE DE ATENDIMENTO ENDEREÇO Nº COMPLEMENTO BAIRRO MUNICÍPIO DDD TEL 1 TEL 2 NARA SUZETE FRANCA WITT ATENDIMENTO MULTIDISCIPLINAR FONOAUDIOLOGIA BÁSICA, ESPECIAL

Leia mais

Pesquisa de Intenção de Voto. Sucessão Municipal. Caxias do Sul. 02 e 03/10/2008-5ª pesquisa. Porto Alegre, 03 de outubro de 2008.

Pesquisa de Intenção de Voto. Sucessão Municipal. Caxias do Sul. 02 e 03/10/2008-5ª pesquisa. Porto Alegre, 03 de outubro de 2008. Pesquisa de Intenção de Voto Sucessão Municipal Caxias do Sul 02 e 03/10/2008-5ª pesquisa Porto Alegre, 03 de outubro de 2008. 1 Sumário Apresentação e Metodologia... 3 Intenção de Voto... 5 Rejeição...

Leia mais