Relacionamento dos médicos associados à SOGESP com os Planos de saúde. Apresentação em Agosto de 2012

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relacionamento dos médicos associados à SOGESP com os Planos de saúde. Apresentação em Agosto de 2012"

Transcrição

1 1 Relacionamento dos médicos associados à SOGESP com os Planos de saúde Apresentação em Agosto de 2012

2 Índice 2 Objetivo Metodologia Perfil do médico associado Avaliação das operadoras de planos de saúde Avaliação do serviço público de saúde Principais resultados

3 Objetivo 3 O estudo tem como objetivos ampliar o conhecimento sobre os médicos associados à SOGESP quanto a: Perfil do médico associado; Relação de trabalho do médico com as operadoras de saúde e com o SUS.

4 Metodologia 4 TÉCNICA Pesquisa quantitativa, com abordagem telefônica dos entrevistados, por meio de sorteio aleatório a partir do cadastro de médicos associados à SOGESP. A pesquisa foi realizada pelo sistema CATI As entrevistas foram realizadas mediante aplicação de questionário estruturado, com tempo médio de duração de aproximadamente 15 minutos. A checagem foi simultânea e também posterior à coleta de dados e cobriu, no mínimo, 20% do material de cada pesquisador. PÚBLICO-ALVO Médicos ativos, associados à SOGESP e residentes no Estado de São Paulo (5.388 médicos ativos).

5 Metodologia 5 AMOSTRA Foram realizadas 451 entrevistas distribuídas no Estado de São Paulo. A margem de erro máxima para o total da amostra é de 4,0 pontos percentuais, para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95% e um universo de médicos. Para composição do total da amostra, os resultados foram ponderados por natureza e porte do município, na proporção do cadastro enviado pela SOGESP. Proporção Amostra Natureza do município Porte* Capital 47% 210 Outras cidades da RM 9% 43 Interior 44% 198 Até habitantes 17% 80 De a habitantes 17% ou mais habitantes 66% 291 Total 100% 451 (*) Classificação das cidades por porte com base no número de habitantes (Fonte: IBGE/ Censo 2010). Data do campo O campo foi realizado entre os dias 25 e junho e 06 de julho de 2012.

6 Perfil do médico associado 6

7 Perfil do médico associado (Em %) 7 Sexo 58 42» Entre os associados à SOGESP, é maior a presença de profissionais do sexo feminino. A média etária é de 42 anos. Feminino Masculino Idade Média: 42 anos a 34 anos 35 a 44 anos 45 a 59 anos 60 anos ou mais Base: Total da amostra entrevistas Perfil da amostra

8 (*) Citação espontânea Base: Total da amostra entrevistas P3. Atualmente, qual a área de atuação do o(a) Dr(a): Perfil do médico associado (Estimulada e única, em %) 8 Área de atuação 81 Grande maioria atua nas áreas de ginecologia e obstetrícia Ginecologia e Obstetrícia Somente Ginecologia Somente Obstetrícia Somente Métodos de Diagnósticos Ginecologia, Obstetrícia e Métodos de Diagnósticos* Citação até 1%

9 Perfil do médico associado (Espontânea, em %) 9 Motivos que o fez interromper o atendimento obstétrico Deixaram de atender na área de Obstetrícia 1% Nunca atendeu Os baixos honorários e a obrigatoriedade de disponibilidade em período integral, são os principais motivos para o médico interromper o atendimento na área de obstetrícia. 7% Baixos honorários 7% Obrigatoriedade de disponibilidade médica em período integral 1% Se especializou em outra área 1% Por estresse, desgaste Respostas múltiplas citações até 1% Base: Total da amostra entrevistas P5. O (a) Dr (a) já atendeu na área de Obstetrícia? (SE SIM) Por quais motivos o (a) Dr (a) interrompeu o atendimento prestado na área de Obstetrícia? Quais outros? Algum outro?

10 Perfil do médico associado (Espontânea e única, em %) 10 Tempo que atua na especialidade Inclui residência» O associado SOGESP, atua na especialidade, em média, há 16 anos. Média: 16 anos Mediana: 15 anos 13 Até 10 anos Mais de 10 a 20 anos Mais de 20 a 30 anos 31 anos ou mais Base: Total da amostra entrevistas P4. Aproximadamente, há quanto tempo o(a) Dr. (a) atua nesta especialidade? Por favor considere inclusive o tempo de residência.

11 Perfil do médico associado (Estimulada e única, em % - escala de 5 pontos) 11 Avaliação do desenvolvimento e valorização da especialidade Perspectiva para os próximos anos» 43% dos médicos são pessimistas e não acreditam no desenvolvimento e valorização da especialidade nos próximos anos. 33% são otimistas, enquanto 24% não têm perspectiva de mudança no cenário atual. Muito melhor + pouco melhor Média: 2,9 (1 a 5) Muito pior+ pouco pior Muito melhor (5) Pouco melhor (4) Igual (3) Pouco pior (2) Muito pior (1) Base: Total da amostra entrevistas P2. Pensando no desenvolvimento e valorização da sua atividade nos próximos anos, o(a) Dr(a) acha que a especialidade estará: muito melhor, pouco melhor, igual, pouco pior ou muito pior?

12 Perfil do médico associado (Espontânea e única, em %) 12 Total Ginecologia Ginecologia e obstetrícia Quantidade de horas semanais dedicada à especialidade» Em uma semana, o médico associado dedica em média, 55 horas ao exercício da especialidade. Vale notar que entre os médicos que atuam na área de ginecologia e obstetrícia, a carga horária média, é mais elevada, 57hs. De 10 a 50 horas 45% 80% 41% Mais de 50 horas 55% 20% 59% De 10 a 38 horas 40 horas Mais de 40 a 50 horas Mais de 50 a 60 horas Mais de 60 a 70 horas Mais de 70 horas Média Mediana 55 horas 41 horas 60 horas 40 horas 60 horas Base: Total da amostra entrevistas P6. Quantas horas semanais, em média, o(a) Dr.(a) dedica à prática da sua especialidade. Por favor, considere os atendimentos em consultório, plantões, ambulatórios e cirurgias?

13 Perfil do médico associado (Em %) 13 Situação profissional Onde trabalha» O associado trabalha, principalmente, para o setor público (78%) e em consultório particular (71%), atendendo tanto pacientes com plano de saúde, como particulares. Estimulada Serviço público 78 71% Consultório Atende particular no consultório Atende planos de saúde no consultório No consultório atendem... Particular e Plano 53% Apenas Particular 13% Apenas Plano de Saúde 5% Clínica ou hospital privado 56 Empresa privada 25 Trabalham, em média, em 2,8 locais. Base: Total da amostra entrevistas/ P7. O(a) Dr(a) atende ou presta serviços para/em?

14 Base: Total da amostra entrevistas/ P7. O(a) Dr(a) atende ou presta serviços para/em?/ P8a. Do total de horas semanais, em média, quantos o(a) Dr.(a) dedica à prática de sua especialidade atendendo/prestando serviços para /`P8b. Como o(a) Dr. (a) dividiria seu rendimento em percentual entre Perfil do médico associado (Em %) 14 Situação profissional Horas semanais e rendimento» Vale notar que a proporção de horas destinadas ao serviço público (45%) é maior que a dedicada ao atendimento em consultório (32%). De modo geral, há uma correspondência bastante próxima das horas dedicadas e do rendimento obtido em cada atividade. Proporção de horas semanais Espontânea Proporção de rendimento Espontânea Estimulada Serviço público 78 45% 40% Atende particular no consultório Atende planos de saúde no consultório % 16% 71% Consultório 32% 36% 19% 21% Clínica ou hospital privado 56 16% 17% Empresa privada 25 7% 7% Trabalham, em média, em 2,8 locais.

15 Perfil do médico associado (Estimulada e múltipla, em %) Situação profissional Onde trabalha 15» É maior a taxa de atendimento no serviço público, entre os médicos das outras cidades que compõem a RM. TOTAL Natureza do município Capital Outras da região metropolitana Interior Até habitantes Porte De a habitantes ou mais habitantes SERVIÇO PÚBLICO CONSULTÓRIO Consultório particular, e atende PARTICULAR Consultório particular, e atende PLANOS DE SAÚDE CLÍNICA OU HOSPITAL PRIVADO EMPRESA PRIVADA (laboratórios, faculdade, empresa) Base: Base: Total da amostra entrevistas P7. O(a) Dr(a) atende ou presta serviços para/em?

16 16 Avaliação das operadoras de planos de saúde

17 Avaliação das operadoras de planos de saúde (Estimulada e única, em %) 17 Atende planos de saúde» dos associados atendem planos de saúde. Não atende planos de saúde 30% Atende planos de saúde 70% Os gráficos deste capítulo referem-se à opinião dos profissionais que atendem planos de saúde (319 entrevistas). Vale lembrar que atendem planos de saúde em consultório particular. dos rendimentos dos associados são provenientes dos planos de saúde. Base: Entrevistados que atendem planos de saúde entrevistas P12. Atualmente, a quais planos ou seguros saúde o(a) Dr (a) atende ou presta serviço? Quais mais? Mais algum?

18 Avaliação das operadoras de planos de saúde (Estimulada e única, em % - escala de 5 pontos) 18 Percepção quanto à INTERFERÊNCIA dos planos de saúde no exercício profissional do médico -Entre os que atendem planos-» Para 97% dos médicos associados que atendem planos de saúde, há interferência das operadoras no exercício profissional. Não interfere 3 Interfere 97 Base: Entrevistados que atendem planos de saúde entrevistas P10. Pelo que o Dr(a) sabe ou ouviu falar, o quanto os planos de saúde interferem no exercício profissional do médicos, sendo que 5 significa que interferem muito, e 1 que não interferem em nada.

19 Avaliação das operadoras de planos de saúde (Estimulada e única, em % - escala de 5 pontos) 19 Percepção quanto ao GRAU DE INTERFERÊNCIA dos planos de saúde no exercício profissional do médico -Entre os que atendem planos-» Para 58% dos médicos associados que atendem planos de saúde, a interferência das operadoras é acentuada (notas 4+5). Interfere (notas 5+4) Interfere muito Não interfere nada Média: 3,8 Base: Entrevistados que atendem planos de saúde entrevistas P10. Pelo que o Dr(a) sabe ou ouviu falar, o quanto os planos de saúde interferem no exercício profissional do médicos, sendo que 5 significa que interferem muito, e 1 que não interferem em nada.

20 Avaliação das operadoras de planos de saúde (Estimulada e múltipla, em %) 20 TIPOS DE INTERFERÊNCIAS que afetam o exercício profissional do médico -Entre os que atendem planos- Glosa de procedimentos ou medidas terapêuticas 87 Atos diagnósticos e terapêuticos mediante designação de auditores Tempo de internação de pacientes Período de internação pré-operatório » Entre os quatro tipos de interferências avaliados, 87% dos médicos associados que atendem planos de saúde destacam glosa de procedimentos ou medidas terapêuticas e 81%, atos diagnósticos e terapêuticos mediante a designação de auditores. Não interfere/ Não sabe 3 Base: Total da amostra entrevistas/ Atende planos de saúde entrevistas P11a. Em sua opinião, qual destes tipos de interferência que eu vou ler afetam o exercício profissional do médico:?

21 Avaliação das operadoras de planos de saúde (Espontânea, em %) PLANOS que MAIS INTERFEREM no exercício profissional -Resposta múltipla- -Entre os que atendem planos- 21 Amil 15 Intermédica Sul América Saúde Bradesco Saúde Medial » Em relação à operadora que mais interfere no exercício médico, não há destaque para um plano de saúde. Tendencialmente Amil, Intermédica e Sul América são as mais citadas entre os médicos que atendem planos de saúde. Unimed Paulistana 7 Unimed Campinas 5 Green Line 5 Citações até 5% Base: Entrevistados que atendem planos de saúde entrevistas P13. Entre os planos ou seguro saúde que o(a) Dr(a) atende/ presta serviços, em sua opinião, qual é o plano de saúde que mais interfere no exercício profissional do médico, na sua especialidade? E em segundo lugar? E em terceiro? E em quarto? E em quinto?

22 Avaliação das operadoras de planos de saúde (Estimulada e única, em % - escala de 5 pontos) As operadoras de saúde... -Entre os que atendem planos- 22» Na opinião da grande maioria dos médicos associados que atende planos de saúde, as operadoras dificultam a realização de exames e procedimento de alta complexidade. Concorda Dificultam a realização de procedimentos de alta complexidade. Concorda totalmente (5) 29 Concorda em parte (4) Nem concorda,nem discorda (3) 6 2 Discorda em parte (2) Discorda totalmente (1) Média 4,5 Base: Entrevistados que atendem planos de saúde entrevistas P11b. Vou ler algumas frases e gostaria que o(a) Dr(a) me dissesse, se concorda ou discorda de cada uma delas. As operadoras de saúde, o(a) Dr. (a) concorda ou discorda? Totalmente ou em parte?

23 Avaliação das operadoras de planos de saúde (Estimulada e única, em % - escala de 5 pontos) As operadoras de saúde... -Entre os que atendem planos- 23»E é pequena a parcela de associados que concorda que os planos de saúde garantem a autonomia da relação médico vs. paciente. Discorda 67 Garantem a autonomia da relação médico paciente. 9 Concorda totalmente (5) 21 Concorda em parte (4) Nem concorda,nem discorda (3) Discorda em parte (2) Discorda totalmente (1) Média 2,3 Base: Entrevistados que atendem planos de saúde entrevistas P11b. Vou ler algumas frases e gostaria que o(a) Dr(a) me dissesse, se concorda ou discorda de cada uma delas. As operadoras de saúde, o(a) Dr. (a) concorda ou discorda? Totalmente ou em parte?

24 Avaliação das operadoras de planos de saúde (Estimulada e única, em % - escala de 5 pontos) 24 Grau de concordância com a afirmação: As operadoras de saúde têm política de reajustes periódicos dos valores da sua prestação de serviço. -Entre os que atendem planos-» 83% dos associados que atendem planos de saúde, discordam que os reajustes de valores ocorrem periodicamente. Discorda 83 Concorda Concorda Totalmente (5) Concorda em Parte (4) Não concorda nem discorda (3) Discorda em parte (2) Discorda Totalmente (1) Média: 1,7 Base: Entrevistados que atendem planos de saúde entrevistas P11b. Vou ler algumas frases e gostaria que o(a) Dr(a) me dissesse, se concorda ou discorda de cada uma delas. As operadoras de saúde, o(a) Dr. (a) concorda ou discorda? Totalmente ou em parte?

25 Avaliação das operadoras de planos de saúde (Estimulada e única, em % - escala de 5 pontos) 25 Avaliação da COMUNICAÇÃO das operadoras com os médicos -Entre os que atendem planos-» A comunicação entre as operadoras e o médico é considerada ruim ou péssima por 47% dos associados que atendem planos de saúde. 39% consideram esta comunicação como regular e apenas 13% como ótima ou boa. 2 Ótima+boa Ruim+péssima Ótima (5) Boa (4) Regular (3) Ruim (2) Péssima (1) Média: 2,4 Base: Entrevistados que atendem planos de saúde e souberam avaliar entrevistas P15. Como o(a) Dr(a) avalia a comunicação das operadoras de planos ou seguro saúde com os profissionais médicos para conversar, sobre glosas, faturamento, horário, por exemplo: ótima, boa, regular, ruim ou péssima?

26 Avaliação das operadoras de planos de saúde (Estimulada e única, em % - escala de 5 pontos) 26 Avaliação da qualidade dos serviços oferecidos pelas operadoras de planos ou seguros de saúde, que atuam no Estado de São Paulo -Entre os que atendem planos-» Apenas 15% dos médicos associados que atendem planos de saúde consideram a qualidade dos serviços oferecidos pelas operadoras de saúde, como ótima ou boa. 45% avaliam como ruim ou péssima e 40%, como regular. Ótima+boa 15 Ruim+péssima Ótima (5) Boa (4) Regular (3) Ruim (2) Péssima (1) Média: 2,5 Base: Entrevistados que atendem planos de saúde 319 entrevistas P9. Independente de atender, como médico, de um modo geral, como o(a) Dr(a) avalia a qualidade dos serviços prestados pelas operadoras de planos ou seguros de saúde que atuam no Estado de São Paulo: ótima, boa, regular, ruim ou péssima:

27 27 Avaliação do serviço público

28 Avaliação do serviço público (Estimulada e única, em %) 28 Serviço Público» dos associados trabalham com serviço público e dos rendimentos são provenientes do serviço público. Não atende 22% Atende Serviço Público 78% Base: Total da amostra entrevistas

29 Avaliação do serviço público (Estimulada e única, em % - escala de 5 pontos) 29 Avaliação da qualidade dos serviços públicos no Estado de São Paulo -Entre os que os que trabalham no setor público-» Para 45% dos médicos associados que trabalham no setor público, a qualidade do serviço público é regular, com taxas similares nos extremos (avaliações favoráveis e negativas). Ótima+boa Ruim+péssima Ótima (5) Boa (4) Regular (3) Ruim (2) Péssima (1) Média 2,9 Base: Trabalha no setor público 352 entrevistas P17. Como médico, de um modo geral, como o(a) Dr(a) avalia a qualidade dos serviços públicos no Estado de São Paulo: ótima, boa, regular, ruim ou péssima:

30 Avaliação do serviço público (Estimulada e única, em % - escala de 5 pontos) 30 Avaliação da qualidade dos serviços Planos de saúde vs. públicos» Avaliação tendencialmente mais crítica para os planos de saúde. Planos de saúde Serviço público ÓTIMA+BOA Ótima 1 2 Boa REGULAR RUIM+PÉSSIMA Ruim Péssima Base Base: Entrevistados que atendem planos de saúde 319 entrevistas P9. Independente de atender, como médico, de um modo geral, como o(a) Dr(a) avalia a qualidade dos serviços prestados pelas operadoras de planos ou seguros de saúde que atuam no Estado de São Paulo: ótima, boa, regular, ruim ou péssima: Base: Trabalha no setor público 352 entrevistas P17. Como médico, de um modo geral, como o(a) Dr(a) avalia a qualidade dos serviços públicos no Estado de São Paulo: ótima, boa, regular, ruim ou péssima:

31 Principais resultados 31

32 Principais resultados 32 Perfil e expectativas O médico associado à SOGESP atua na especialidade em média há 16 anos e o total de horas semanais dedicadas à especialidade é elevado em média 55 h. Entre os que deixaram de atender na área de obstetrícia (13%), os baixos honorários e a obrigatoriedade de disponibilidade em período integral foram os principais motivos para a interrupção do atendimento. Importante destacar que maior parcela (42%) dos associados à SOGESP é pessimista e não acredita que haverá desenvolvimento ou valorização da especialidade nos próximos anos.

33 Principais resultados 33 Locais onde trabalha Trabalham, principalmente, no serviço público (78%) e em consultório (71%), com atendimento particular (67%) e de planos de saúde (58%). De modo geral, há uma correspondência bastante próxima entre a proporção de horas dedicadas e de rendimento obtido em cada atividade. Principais locais onde atende SERVIÇO CONSULTÓRIO PÚBLICO PARTICULAR PLANO DE SAÚDE Trabalha 78% 67% 58% Proporção horas semanais 45% 13% 19% Proporção de rendimento 40% 16% 21% Total consultório 71% 32% 36%

34 Principais resultados 34 Avaliação dos planos de saúde Os médicos da especialidade, que atendem planos de saúde, são muito críticos em relação à qualidade do serviço público, mas sobretudo quanto à qualidade dos serviços prestados pelos planos de saúde do estado de São Paulo. Planos de saúde Serviço público ÓTIMA+BOA Ótima 1 2 Boa Nos planos de saúde, praticamente a totalidade considera que há interferências no exercício profissional do médico e parcela expressiva aponta glosas e designação de auditores como os principais tipos de interferência. A comunicação das operadoras dos planos com os médicos também é aspecto que também recebe avaliação bastante negativa dos associados que atendem planos de saúde (47% consideram ruim ou péssima). Oportunidade para o diálogo

35 35

Objetivo nº Conhecer a opinião dos médicos do Estado de S ão São P a Paulo lo sobre sobre a atuação dos planos ou seguros de aúde.

Objetivo nº Conhecer a opinião dos médicos do Estado de S ão São P a Paulo lo sobre sobre a atuação dos planos ou seguros de aúde. Avaliação dos planos de saúde Estado de São Paulo Objetivo Conhecer a opinião dos médicos do Estado de SãoPa Paulo losobrea atuação dos planos ou seguros de sa aúde. Metodologia Técnica Pesquisa quantitativa,

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013 1 AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO Temas 2 Objetivo e metodologia Utilização dos serviços do plano de saúde e ocorrência de problemas Reclamação ou recurso contra o plano de

Leia mais

PERÍODO AMOSTRA ABRANGÊNCIA MARGEM DE ERRO METODOLOGIA. População adulta: 148,9 milhões

PERÍODO AMOSTRA ABRANGÊNCIA MARGEM DE ERRO METODOLOGIA. População adulta: 148,9 milhões OBJETIVOS CONSULTAR A OPINIÃO DOS BRASILEIROS SOBRE A SAÚDE NO PAÍS, INVESTIGANDO A SATISFAÇÃO COM SERVIÇOS PÚBLICO E PRIVADO, ASSIM COMO HÁBITOS DE SAÚDE PESSOAL E DE CONSUMO DE MEDICAMENTOS METODOLOGIA

Leia mais

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 1 Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 2013 Índice 2 OBJETIVO E PÚBLICO ALVO METODOLOGIA PLANO DE SAÚDE O MERCADO DE PLANO DE SAÚDE PERFIL

Leia mais

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo.

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo. 1 MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo Maio/ 2014 Metodologia 2 Metodologia 3 Técnica Pesquisa quantitativa,

Leia mais

Pesquisa da relação entre. médicos, dentistas e fisioterapeutas. com planos de saúde

Pesquisa da relação entre. médicos, dentistas e fisioterapeutas. com planos de saúde Pesquisa da relação entre médicos, dentistas e fisioterapeutas Abril / 2013 Objetivo Conhecer a opinião dos médicos especialistas, cirurgiões-dentistas e fisioterapeutas sobre a relação com os planos ou

Leia mais

Avaliação dos planos e seguros saúde

Avaliação dos planos e seguros saúde 1 Avaliação dos planos e seguros saúde Estado de São Paulo Agosto/2012 Objetivo 2 Conhecer a opinião dos usuários de planos ou seguros de saúde do Estado de São Paulo, investigando a utilização dos serviços

Leia mais

METODOLOGIA & PERFIL

METODOLOGIA & PERFIL Maio2010 JOB 100283 METODOLOGIA & PERFIL Metodologia e Amostra Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Objetivo Geral Levantar um conjunto de informações

Leia mais

METODOLOGIA AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO. A margem de erro máxima para o total da amostra é 2,0 pontos percentuais.

METODOLOGIA AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO. A margem de erro máxima para o total da amostra é 2,0 pontos percentuais. METODOLOGIA METODOLOGIA AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO 2.085 pessoas foram entrevistadas, a partir de 16 anos, de todos os níveis econômicos em todas as regiões do país. As entrevistas foram

Leia mais

Avaliação dos planos de saúde Brasil. Dezembro de 2010

Avaliação dos planos de saúde Brasil. Dezembro de 2010 Avaliação dos planos de saúde Brasil Dezembro de 2010 Índice 2 Objetivo Metodologia Perfil da amostra Avaliação dos planos ou seguros saúde Avaliação geral dos planos de saúde Desempenho dos planos de

Leia mais

Metodologia e Amostra

Metodologia e Amostra Metodologia e Amostra Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Objetivo Geral Levantar o nível de satisfação dos estudantes com relação às FATECs

Leia mais

Metodologia AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO. A margem de erro máxima para o total da amostra é 2,0 pontos percentuais.

Metodologia AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO. A margem de erro máxima para o total da amostra é 2,0 pontos percentuais. Junho / 2014 Metodologia Metodologia AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO 2.126 pessoas foram entrevistadas, a partir de 16 anos, de todos os níveis econômicos em todas as regiões do país. As entrevistas

Leia mais

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo.

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo. 1 MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo Abril / 2014 Metodologia 2 Metodologia 3 Técnica Pesquisa quantitativa,

Leia mais

César Eduardo Fernandes. Declaração de conflito de interesse

César Eduardo Fernandes. Declaração de conflito de interesse César Eduardo Fernandes Declaração de conflito de interesse Não recebi qualquer forma de pagamento ou auxílio financeiro de entidade pública ou privada para pesquisa ou desenvolvimento de método diagnóstico

Leia mais

PLANOS DE SAÚDE. Leandro de Souza Lino

PLANOS DE SAÚDE. Leandro de Souza Lino 1 PLANOS DE SAÚDE Leandro de Souza Lino Na atualidade, as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a qualidade de vida e, por sua vez, com a saúde. Assim, a necessidade de ter planos de saúde se faz

Leia mais

CONSELHO DE CLASSE. A visão dos professores sobre educação no Brasil

CONSELHO DE CLASSE. A visão dos professores sobre educação no Brasil CONSELHO DE CLASSE A visão dos professores sobre educação no Brasil INTRODUÇÃO Especificações Técnicas Data do Campo 19/06 a 14/10 de 2014 Metodologia Técnica de coleta de dados Abrangência geográfica

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública SEGURANÇA PÚBLICA. Janeiro/2015

Pesquisa de Opinião Pública SEGURANÇA PÚBLICA. Janeiro/2015 Pesquisa de Opinião Pública SEGURANÇA PÚBLICA Janeiro/2015 OBJETIVOS Objetivo Principal: Esta estudo teve como objetivo principal verificar e quantificar a opinião pública brasileira quanto ao tema Segurança

Leia mais

Ordem dos Advogados do Brasil. Exame da Ordem

Ordem dos Advogados do Brasil. Exame da Ordem Ordem dos Advogados do Brasil Exame da Ordem Agosto/ 2010 Sumário METODOLOGIA DESTAQUES RESULTADOS 1. OPINIÃO SOBRE O EXAME DA ORDEM 2. OPINIÃO SOBRE POSSIVEIS PROBLEMAS COM O EXAME DA ORDEM 3. OPINIÃO

Leia mais

Avaliação dos planos de saúde Brasil. Dezembro de 2010

Avaliação dos planos de saúde Brasil. Dezembro de 2010 Avaliação dos planos de saúde Brasil Dezembro de 2010 Índice 2 Objetivo Metodologia Perfil da amostra Avaliação dos planos ou seguros saúde Avaliação geral dos planos de saúde Desempenho dos planos de

Leia mais

cesop OPINIÃO PÚBLICA, Campinas, Vol. 19, nº 2, novembro, 2013, Encarte Tendências. p.475-485

cesop OPINIÃO PÚBLICA, Campinas, Vol. 19, nº 2, novembro, 2013, Encarte Tendências. p.475-485 cesop OPINIÃO PÚBLICA, Campinas, Vol. 19, nº 2, novembro, 2013, Encarte Tendências. p.475-485 Este encarte Tendências aborda as manifestações populares que tomaram as grandes cidades brasileiras em junho

Leia mais

Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Conselho Regional de Medicina rayer@usp.br

Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Conselho Regional de Medicina rayer@usp.br Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Conselho Regional de Medicina rayer@usp.br RELAÇÃO DOS MÉDICOS COM A INDÚSTRIA DE MEDICAMENTOS, ÓRTESES/ PRÓTESE E EQUIPAMENTOS MÉDICO-HOSPITALARES Conhecer

Leia mais

Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular. Edição n 05

Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular. Edição n 05 Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular Edição n 05 Junho de 2010 2 Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular Edição n 05 O objetivo geral deste estudo foi investigar as percepções gerais

Leia mais

Avaliação dos planos de saúde no estado de São Paulo

Avaliação dos planos de saúde no estado de São Paulo Artigo original Avaliação dos pl de saúde no estado de São Paulo Jorge Carlos Machado-Curi I, Tomás Patricio Smith-Howard II, Jarbas Simas III, Marcos Eurípedes Pimenta IV, Paulo Manuel Pêgo-Fernandes

Leia mais

PESQUISADORES. Pesquisadores

PESQUISADORES. Pesquisadores Pesquisadores Objetivos 2 Conhecer a opinião dos pesquisadores apoiados pela FAPESP sobre o tema Ciência e Tecnologia. 3 Principais resultados Principais resultados 4 Melhores recursos financeiros e credibilidade

Leia mais

MAIS DE 70% NÃO SABEM DENUNCIAR UMA OBRA IRREGULAR

MAIS DE 70% NÃO SABEM DENUNCIAR UMA OBRA IRREGULAR MAIS DE 70% NÃO SABEM DENUNCIAR UMA OBRA IRREGULAR Emmanuelle Serrano Queiroz O tema fiscalização de obras está bastante estampado na mídia devido aos vários acontecimentos. Pelo fato de o assunto ter

Leia mais

DELIVERY. Revieni Chisté Zanotelli. Revieni Chisté Zanotelli é economista e analista de pesquisas da Futura

DELIVERY. Revieni Chisté Zanotelli. Revieni Chisté Zanotelli é economista e analista de pesquisas da Futura DELIVERY Revieni Chisté Zanotelli O serviço de entrega de produtos (delivery) foi criado para proporcionar comodidade às pessoas e, também, para aqueles que estão sem tempo de ir até ao estabelecimento

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ENSINO BÁSICO JULHO DE 2006 OPP165 OBJETIVO LOCAL ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA Levantar junto à população da área em estudo opiniões relacionadas ao ensino básico.

Leia mais

Pesquisa Quantitativa Plastivida. Setembro de 2012

Pesquisa Quantitativa Plastivida. Setembro de 2012 Pesquisa Quantitativa Plastivida Setembro de 2012 objetivo geral Verificar a opinião da população de Belo Horizonte acerca da retirada das sacolas plásticas dos estabelecimentos comerciais da cidade e

Leia mais

PLANO DE SAÚDE SETEMBRO DE 2011 1

PLANO DE SAÚDE SETEMBRO DE 2011 1 PLANO DE SAÚDE SETEMBRO DE 2011 1 CRESCEU O NÚMERO DE USUÁRIOS DE PLANOS DE SAÚDE Emmanuelle Serrano Queiroz Segundo reportagem publicada pela revista Exame, o crescimento dos gastos com saúde é tendência

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE RELIGIÃO A B R I L D E 2 0 0 6 O P P 0 7 1 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL - Levantar com a população da área em estudo opiniões relacionadas a religião.

Leia mais

Expectativas dos Pequenos Negócios para 2015

Expectativas dos Pequenos Negócios para 2015 Expectativas dos Pequenos Negócios para 2015 Relatório Final Brasília, Novembro/2014 Método Objetivo geral: Levantar as expectativas para 2015 dos pequenos negócios atendidos pelo SEBRAE Método: Pesquisa

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: SAÚDE PÚBLICA JANEIRO/2012

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: SAÚDE PÚBLICA JANEIRO/2012 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: SAÚDE PÚBLICA JANEIRO/2012 Pesquisa CNI-IBOPE CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNI Robson Braga de Andrade Presidente Diretoria Executiva - DIREX José Augusto Coelho

Leia mais

CEMIG SAÚDE Prestadores de serviços

CEMIG SAÚDE Prestadores de serviços CEMIG SAÚDE Prestadores de serviços Maio de 2014 2 A pesquisa Amostra 639 entrevistas A PESQUISA Intervalo de confiança 95% Margem de erro 7% por segmento Data da coleta 13 a 22 de Maio de 2014 3 DESCRIÇÃO

Leia mais

OS CUIDADOS PALIATIVOS EM PORTUGAL. Resultados Quantitativos

OS CUIDADOS PALIATIVOS EM PORTUGAL. Resultados Quantitativos OS CUIDADOS PALIATIVOS EM PORTUGAL Resultados Quantitativos Outubro 2008 1 METODOLOGIA FICHA TÉCNICA Total da Amostra: 606 Entrevistas telefónicas, realizadas por CATI (computer assisted telephone interview).

Leia mais

Objetivos. Essa pesquisa buscou identificar o grau de conhecimento dos paulistas a respeito da FAPESP e sobre Ciência e Tecnologia.

Objetivos. Essa pesquisa buscou identificar o grau de conhecimento dos paulistas a respeito da FAPESP e sobre Ciência e Tecnologia. População Objetivos Essa pesquisa buscou identificar o grau de conhecimento dos paulistas a respeito da FAPESP e sobre Ciência e Tecnologia. 3 POPULAÇÃO Principais resultados Principais resultados 4 *

Leia mais

O(a) Sr.(a) acompanhou o campeonato estadual deste ano?

O(a) Sr.(a) acompanhou o campeonato estadual deste ano? FUTEBOL CAPIXABA Andressa Assis e Luiz Henrique Borges A Futura foi às ruas para saber a opinião dos moradores da Grande Vitória sobre os times de futebol capixaba. E, segundo se deduz das entrevistas,

Leia mais

MERCADO DE CIRURGIA PLÁSTICA NO BRASIL 2009

MERCADO DE CIRURGIA PLÁSTICA NO BRASIL 2009 MERCADO DE CIRURGIA PLÁSTICA NO BRASIL 2009 Metodologia e Amostra Ficha Técnica Objetivos Traçar um diagnóstico do mercado brasileiro de cirurgia plástica, através do levantamento e informações referentes

Leia mais

População brasileira Música - Internet Propaganda. Outubro/ 2007

População brasileira Música - Internet Propaganda. Outubro/ 2007 População brasileira Música - Internet Propaganda Outubro/ 00 Objetivo Este estudo têm como objetivo identificar entre a população brasileira os seguintes aspectos: Música estilo musical mais ouvido; Internet

Leia mais

Metodologia. MARGEM DE ERRO O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Metodologia. MARGEM DE ERRO O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Metodologia COLETA Entrevistas domiciliares com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA Município de São Paulo. UNIVERSO moradores de 16 anos ou mais. PERÍODO DE CAMPO de 26 de setembro a 1º de outubro

Leia mais

Pesquisa. A participação dos pais na Educação de seus filhos

Pesquisa. A participação dos pais na Educação de seus filhos Pesquisa A participação dos pais na Educação de seus filhos 1 Objetivos do movimento Todos Pela Educação Ampliar os conhecimentos do Todos Pela Educação, da Fundação SM, de nossos parceiros e da sociedade

Leia mais

RELATÓRIO DE PESQUISA

RELATÓRIO DE PESQUISA 2011 14 RELATÓRIO DE PESQUISA Relatório da Pesquisa de Satisfação dos Usuários do SUS quanto aos aspectos de acesso e qualidade percebida na atenção à saúde, mediante inquérito amostral. Ministério da

Leia mais

Avaliação do Conceito de Microsseguros entre a População de Baixa Renda

Avaliação do Conceito de Microsseguros entre a População de Baixa Renda 4 Avaliação do Conceito de Microsseguros entre a População de Baixa Renda Datafolha Instituto de Pesquisas Objetivo Avaliar o conceito de microsseguros na perspectiva da população de baixa renda, bem como

Leia mais

Pesquisa IBOPE Ambiental. Setembro de 2011

Pesquisa IBOPE Ambiental. Setembro de 2011 Pesquisa IBOPE Ambiental Setembro de 2011 Com quem falamos? Metodologia & Amostra Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas telefônicas. Objetivo geral Identificar

Leia mais

Retratos da Sociedade Brasileira. Qualidade dos serviços públicos e tributação

Retratos da Sociedade Brasileira. Qualidade dos serviços públicos e tributação Retratos da Sociedade Brasileira Educação Meio ambiente Qualidade dos serviços públicos e tributação Locomoção urbana Segurança pública Saúde Pública agosto/2010 dezembro/2010 março/2011 agosto/2011 outubro/2011

Leia mais

Pesquisa de Satisfação da Qualidade de Atendimento dos serviços oferecidos aos prestadores da operadora

Pesquisa de Satisfação da Qualidade de Atendimento dos serviços oferecidos aos prestadores da operadora Pesquisa de Satisfação da Qualidade de Atendimento dos serviços oferecidos aos prestadores da operadora Julho de 2011 OBJETIVO Avaliar a satisfação da qualidade do atendimento dos serviços oferecidos aos

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS MARÇO DE 2014 JOB0402 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Avaliar a atual administração do município de Acopiara. Acopiara

Leia mais

MORADORES DE RUA E FLANELINHAS

MORADORES DE RUA E FLANELINHAS 1 MORADORES DE RUA E FLANELINHAS Leandro de Souza Lino À margem da sociedade, a quantidade de moradores de rua tem sido crescente no cotidiano das grandes cidades. E aliado a isso, a presença de flanelinhas

Leia mais

MULHER NO MERCADO DE TRABALHO

MULHER NO MERCADO DE TRABALHO MULHER NO MERCADO DE TRABALHO Tâmara Freitas Barros A mulher continua a ser discriminada no mercado de trabalho. Foi o que 53,2% dos moradores da Grande Vitória afirmaram em recente pesquisa da Futura,

Leia mais

PESQUISA ELEITORAL NOVA UBIRATÃ/MT. Assunto: ELEIÇÕES 2012

PESQUISA ELEITORAL NOVA UBIRATÃ/MT. Assunto: ELEIÇÕES 2012 PESQUISA ELEITORAL NOVA UBIRATÃ/MT Assunto: ELEIÇÕES 2012 Período: 25/09/2012 a 27/09/2012 1 Especificações Técnicas: Público Pesquisado: Eleitores da Cidade de NOVA UBIRATÃ - MT Período de Campo: 25/09/2012

Leia mais

Sexualidade União estável para casais do mesmo sexo. Rua 1.145, 56 Setor Marista Goiânia GO +55 62 3541.6556 www.institutoverus.com.

Sexualidade União estável para casais do mesmo sexo. Rua 1.145, 56 Setor Marista Goiânia GO +55 62 3541.6556 www.institutoverus.com. Sexualidade União estável para casais do mesmo sexo Rua 1.145, 56 Setor Marista Goiânia GO +55 62 3541.6556 www.institutoverus.com.br 1 1 Pesquisa de opinião Pesquisa Quantitativa Instituto Verus Assessoria

Leia mais

Jus>fica>va. Obje>vos

Jus>fica>va. Obje>vos Jus>fica>va O Brasil está entre os dez maiores emissores de gases de efeito estufa do mundo e a cada ano os brasileiros de Norte a Sul do país são mais afetados pelas consequências das mudanças climá>cas

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS JULHO DE 2013 JOB2726-8 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Trata-se de uma pesquisa de acompanhamento da opinião pública

Leia mais

TEM QUE MELHORAR MUITO

TEM QUE MELHORAR MUITO Confira gráficos, tabelas, críticas e sugestões sobre o convênio médico na ZF revelados em levantamento feito pelo Sindicato Comprovado: convênio médico na ZF TEM QUE MELHORAR MUITO Um levantamento feito

Leia mais

Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais.

Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Espírito Santo Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais.!"#$& "' "" ""() *'+#',- &',,,."/ "0112 *"#/3'""45'6'" ')$'"+789#&' &'&*"#" *"',01.

Leia mais

PROJETO Manifestações de Março/2015

PROJETO Manifestações de Março/2015 PROJETO Manifestações de Março/2015 NOTA METODOLÓGICA Tipo de pesquisa: Quantitativa, realizada face a face, com aplicação de questionário estruturado, de cerca de 10 minutos de duração, composto por questões

Leia mais

PESQUISA CNT/MDA RELATÓRIO SÍNTESE

PESQUISA CNT/MDA RELATÓRIO SÍNTESE PESQUISA CNT/MDA RELATÓRIO SÍNTESE Rodada 125 18 e 19 de outubro de 2014 Registro no TSE: BR-01139/2014 ÍNDICE 1 DADOS TÉCNICOS... 03 2 ELEIÇÃO PRESIDENCIAL 2014... 04 2 1. DADOS TÉCNICOS PESQUISA CNT/MDA

Leia mais

CIRURGIA PLÁSTICA NO BRASIL

CIRURGIA PLÁSTICA NO BRASIL CIRURGIA PLÁSTICA NO BRASIL Janeiro 2009 2 Índice Objetivo Metodologia Perfil da amostra Situação atual da cirurgia plástica Perfil do paciente Principais resultados 3 Objetivo Conhecer a situação atual

Leia mais

Metodologia e Amostra

Metodologia e Amostra Metodologia e Amostra 1. Estimativa de Investidores Pessoas Físicas 1.000 entrevistas telefônicas com população brasileira de 18 anos ou mais das classes ABC Margem de erro amostral máxima estimada para

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO MARÇO DE 2012 JOB2178 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Entender como a população brasileira percebe questões relacionadas

Leia mais

Opinião do. brasileiro sobre Voluntariado. Fundação Itaú Social Resultados em outubro de 2014

Opinião do. brasileiro sobre Voluntariado. Fundação Itaú Social Resultados em outubro de 2014 Opinião do brasileiro sobre Voluntariado Fundação Itaú Social Resultados em outubro de 2014 Índice 2 Objetivo e Metodologia Perfil demográfico da população brasileira Exercício da Atividade Voluntária

Leia mais

MAIS DA METADE DOS CAPIXABAS NÃO POSSUI PLANO DE SAÚDE

MAIS DA METADE DOS CAPIXABAS NÃO POSSUI PLANO DE SAÚDE MAIS DA METADE DOS CAPIABAS NÃO POSSUI PLANO DE SAÚDE Emmanuelle Serrano Queiroz Em alguns países, as despesas com saúde já correspondem a mais de 10% do PIB. E, um fator que será determinante para o aumento

Leia mais

NOVAS TECNOLOGIAS E INVASÃO DE PRIVACIDADE

NOVAS TECNOLOGIAS E INVASÃO DE PRIVACIDADE NOVAS TECNOLOGIAS E INVASÃO DE PRIVACIDADE Leandro de Souza Lino Com o advento das novas tecnologias, como telefones celulares equipados com câmeras fotográficas e/ou filmadoras, além das câmeras de segurança

Leia mais

O papel das empresas e o lucro. 20 de Setembro de 2009

O papel das empresas e o lucro. 20 de Setembro de 2009 O papel das empresas e o lucro 1 20 de Setembro de 2009 O papel das empresas e o lucro Roberta Atherton Magalhães Dias No ano de 2005, a Futura realizou uma pesquisa que avaliava, na percepção dos capixabas,

Leia mais

Objetivo construção de um cenário

Objetivo construção de um cenário Objetivo Levantar informações junto aos professores de Educação Física e aos diretores / vice diretores das escolas públicas brasileiras, de modo a permitir o mapeamento e a construção de um cenário sobre

Leia mais

Introdução Objetivo Geral

Introdução Objetivo Geral 1 Introdução Objetivo Geral Investigar o relacionamento entre operadoras de planos de saúde e as entidades/instituições privadas da Grande São Paulo, as quais o Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios

Leia mais

IMAGEM DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS NO BRASIL

IMAGEM DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS NO BRASIL IMAGEM DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS NO BRASIL PESQUISA QUANTITATIVA APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS PÚBLICOS-ALVO: POPULAÇÃO e FORMADORES DE OPINIÃO FÓRUM VOLVO DE SEGURANÇA NO TRÂNSITO 24 DE SETEMBRO

Leia mais

Pesquisa Avaliação Administrativa Município de São Paulo

Pesquisa Avaliação Administrativa Município de São Paulo Pesquisa Avaliação Administrativa Município de São Paulo Dezembro 200 2 Metodologia & Amostra Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Objetivo

Leia mais

Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para. São Paulo Janeiro de de 2010

Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para. São Paulo Janeiro de de 2010 Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para São Paulo Janeiro de de 2010 Back Ground A Pesquisa de Imagem dos Transportes na Região Metropolitana de São Paulo vem sendo realizada anualmente,

Leia mais

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL Natal, setembro de 2015 1 Sumário 1. Aspectos Metodológicos... 3 2. Descrição dos Resultados... 4 Itens de comemoração... 4 Gastos com presente... 4 Local e quando compra...

Leia mais

BRASÍLIA: UMA CIDADE, DOIS OLHARES

BRASÍLIA: UMA CIDADE, DOIS OLHARES PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL BRASÍLIA: UMA CIDADE, DOIS OLHARES Abril/2010 2 Brasília: uma cidade, dois olhares O DataSenado, por ocasião das comemorações dos 50 anos da fundação de Brasília, realizou

Leia mais

PESQUISA DATAPOPULAR: PERCEPÇÃO SOBRE A QUALIDADE DA EDUCAÇÃO NAS ESCOLAS ESTADUAIS DE SÃO PAULO

PESQUISA DATAPOPULAR: PERCEPÇÃO SOBRE A QUALIDADE DA EDUCAÇÃO NAS ESCOLAS ESTADUAIS DE SÃO PAULO PESQUISA DATAPOPULAR: PERCEPÇÃO SOBRE A QUALIDADE DA EDUCAÇÃO NAS ESCOLAS ESTADUAIS DE SÃO PAULO OBJETIVOS QUALIDADE NAS ESCOLAS Mapear percepções de Professores, Pais e Alunos de São Paulo sobre o que

Leia mais

Situação atual da cirurgia plástica

Situação atual da cirurgia plástica CIRURGIA PLÁSTICA NO BRASIL Índice Objetivo Metodologia Perfil da amostra Situação atual da cirurgia plástica Perfil do paciente Principais resultados Objetivo Conhecer a situação atual da cirurgia plástica*

Leia mais

Retratos da Sociedade Brasileira: Educação a Distância

Retratos da Sociedade Brasileira: Educação a Distância 15 Retratos da Sociedade Brasileira: Educação a Distância CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI Presidente: Robson Braga de Andrade DIRETORIA DE POLÍTICAS E ESTRATÉGIA José Augusto Coelho Fernandes Diretor

Leia mais

Reforma Política. Pesquisa telefônica realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil

Reforma Política. Pesquisa telefônica realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil Reforma Política Pesquisa telefônica realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil Introdução 2 Objetivos Abrangência Geográfica Método de coleta Datas

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS SETEMBRO DE 2011 JOB1696 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO Levantar um conjunto de informações sobre o clima da opinião

Leia mais

Retratos da Sociedade Brasileira: Educação Profissional

Retratos da Sociedade Brasileira: Educação Profissional 14 Retratos da Sociedade Brasileira: Educação Profissional CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNI Presidente: Robson Braga de Andrade DIRETORIA DE POLÍTICAS E ESTRATÉGIA José Augusto Coelho Fernandes

Leia mais

O brasileiro e sua relação com o dinheiro III. Módulo 1 - População

O brasileiro e sua relação com o dinheiro III. Módulo 1 - População O brasileiro e sua relação com o dinheiro III Módulo - 200 Metodologia 2 Técnica Pesquisa quantitativa, com abordagem pessoal e domiciliar, nas capitais brasileiras e em cidades do interior e região metropolitana

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: QUALIDADE DOS SERVIÇOS PÚBLICOS E TRIBUTAÇÃO MARÇO/2011

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: QUALIDADE DOS SERVIÇOS PÚBLICOS E TRIBUTAÇÃO MARÇO/2011 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: QUALIDADE DOS SERVIÇOS PÚBLICOS E TRIBUTAÇÃO MARÇO/2011 Pesquisa CNI-IBOPE CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNI Presidente: Robson Braga de Andrade Diretoria Executiva

Leia mais

Esta é a pesquisa de satisfação

Esta é a pesquisa de satisfação Esta é a pesquisa de satisfação dos usuários de saneamento básico realizada entre a categoria residencial dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário regulados pela Agência em 244 municípios

Leia mais

PESQUISA DE SATISFAÇÃO PARTICIPANTES

PESQUISA DE SATISFAÇÃO PARTICIPANTES PESQUISA DE SATISFAÇÃO PARTICIPANTES Brasília, janeiro/2011 Objetivos específicos da pesquisa 2 Avaliar a quantidade e a qualidade da rede credenciada. Avaliar os serviços oferecidos: o Plano CASSI Família

Leia mais

Expectativas dos Pequenos Negócios para 2015

Expectativas dos Pequenos Negócios para 2015 Expectativas dos Pequenos Negócios para 2015 Relatório Final Brasília, Novembro/2014 Método Objetivo geral: Levantar as expectativas para 2015 dos pequenos negócios atendidos pelo SEBRAE Método: Pesquisa

Leia mais

RADIOGRAFIA DO INVESTIDOR DE FUNDOS NO BRASIL. IBOPE Opinião

RADIOGRAFIA DO INVESTIDOR DE FUNDOS NO BRASIL. IBOPE Opinião RADIOGRAFIA DO INVESTIDOR DE FUNDOS NO BRASIL METODOLOGIA 1. Estimativa de Investidores Pessoas Físicas 1.000 entrevistas telefônicas com população brasileira de 18 anos ou mais das classes ABC. Margem

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ONG WWF MAIO 2003 OPP 065 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL - Levantar informações para subsidiar o planejamento e avaliação da comunicação da WWF e

Leia mais

Atitudes pela Educação Novembro de 2014

Atitudes pela Educação Novembro de 2014 Atitudes pela Educação Novembro de 2014 Realização: Instituto Paulo Montenegro IBOPE Inteligência Parceiros da pesquisa: Todos Pela Educação Fundação Itaú Social Fundação Maria Cecília Souto Vidigal Fundação

Leia mais

OTRABALHO NOTURNO E A SAÚDE DO TRABALHADOR: ESTUDO EXPLORATÓRIO EM TAUBATÉ E SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

OTRABALHO NOTURNO E A SAÚDE DO TRABALHADOR: ESTUDO EXPLORATÓRIO EM TAUBATÉ E SÃO JOSÉ DOS CAMPOS OTRABALHO NOTURNO E A SAÚDE DO TRABALHADOR: ESTUDO EXPLORATÓRIO EM TAUBATÉ E SÃO JOSÉ DOS CAMPOS Tatiane Paula de Oliveira 1, Adriana Leonidas de Oliveira (orientadora) 2 1 Universidade de Taubaté/ Departamento

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS AGOSTO DE 2010 JOB1430-1 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO O projeto tem por objetivo geral levantar um conjunto de informações

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA Indicadores CNI RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA 0 EDUCAÇÃO BÁSICA Brasileiros reconhecem que baixa qualidade da educação prejudica o país A maior parte dos brasileiros reconhece que uma educação de baixa

Leia mais

2010 Edelman Trust Barometer Março 2010. Resultados para Portugal

2010 Edelman Trust Barometer Março 2010. Resultados para Portugal 2010 Edelman Trust Barometer Março 2010 Resultados para Portugal Edelmen Trust Barometer em Portugal A Ficha Técnica O Universo Indivíduos com telefone fixo e/ou telemóvel, residentes em Portugal, com

Leia mais

Mercado de meios de pagamento eletrônico. ANO II Outubro/2009

Mercado de meios de pagamento eletrônico. ANO II Outubro/2009 Mercado de meios de pagamento eletrônico ANO II Outubro/2009 Objetivo Estudar a utilização dos meios eletrônicos de pagamento e os níveis de satisfação dos consumidores e estabelecimentos comerciais, em

Leia mais

Especificações Técnicas

Especificações Técnicas Especificações Técnicas Metodologia Técnicaeformadecoleta: Quantitativa: survey telefônico, com amostra 2.322 entrevistas, realizadas entre os dias 17 de junho e 07 de julho de 2009, pelo Instituto Vox

Leia mais

O brasileiro e sua relação com o dinheiro II

O brasileiro e sua relação com o dinheiro II O brasileiro e sua relação com o dinheiro II 2007 2 Módulo I: 2 Perfil da amostra (Estimulada e única, em %) 3 Forma que recebe seu salário (PEA*) 2007 Em dinheiro/ espécie 55 NE: 70% Depósito em conta

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O USO DA ÁGUA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O USO DA ÁGUA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O USO DA ÁGUA FEVEREIRO DE 2011 JOB087 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL O projeto tem por objetivo geral mapear as percepções, opiniões e atitudes da

Leia mais

A INFORMALIDADE NA COMPRA DE MEDICAMENTOS PRESCRITOS

A INFORMALIDADE NA COMPRA DE MEDICAMENTOS PRESCRITOS A INFORMALIDADE NA COMPRA DE MEDICAMENTOS PRESCRITOS Objetivos, Metodologia e Amostra Objetivo: Conhecer a percepção e principais hábitos do brasileiro em relação à compra de medicamentos. Técnica de coleta:

Leia mais

DATA POPULAR SAÚDE NA NOVA CLASSE MÉDIA BRASILEIRA. RENATO MEIRELLES renato@datapopular.com.br

DATA POPULAR SAÚDE NA NOVA CLASSE MÉDIA BRASILEIRA. RENATO MEIRELLES renato@datapopular.com.br DATA POPULAR SAÚDE NA NOVA CLASSE MÉDIA BRASILEIRA RENATO MEIRELLES renato@datapopular.com.br NOS ÚLTIMOS ANOS O BRASIL PASSOU POR UMA DAS MAIS PROFUNDAS MUDANÇAS DE SUA HISTÓRIA AB DE % Essa é a classe

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA Indicadores CNI ISSN 27-702 Ano 5 Número 24 Agosto de 205 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA Crise econômica I - Mercado de trabalho 24 Crise econômica muda relação de brasileiros com o mercado de trabalho

Leia mais

CENÁRIO BRASILEIRO DO MARKETING RELACIONADO A CAUSAS Atitudes e comportamento do consumidor

CENÁRIO BRASILEIRO DO MARKETING RELACIONADO A CAUSAS Atitudes e comportamento do consumidor CENÁRIO BRASILEIRO DO MARKETING RELACIONADO A CAUSAS Atitudes e comportamento do consumidor 2º Seminário Internacional de Marketing Relacionado a Causas 27 de setembro de 2005 1 O que pensa consumidor

Leia mais

SUMÁRIO. Localidades da pesquisa, amostra e entrevistas realizadas por Área de Planejamento AP s 2. Caracterização do entrevistado sem carteira 04

SUMÁRIO. Localidades da pesquisa, amostra e entrevistas realizadas por Área de Planejamento AP s 2. Caracterização do entrevistado sem carteira 04 Pesquisa de Opinião Pública sobre as Campanhas Educativas para o Trânsito & da I m a g e m I n s t i t u c i o n a l da CET- RIO Relatório de Pesquisa 2008 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 03 PRINCIPAIS RESULTADOS

Leia mais

PESQUISA DE IMAGEM DO TCE GO SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA

PESQUISA DE IMAGEM DO TCE GO SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIAS PROGRAMA NACIONAL DE MODERNIZAÇÃO DO CONTROLE EXTERNO PROMOEX PESQUISA DE IMAGEM DO TCE GO SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA PESQUISA QUANTITATIVA NOVEMBRO / DEZEMBRO / 2010

Leia mais

Participaram da coleta de dados dez (10) pesquisadores de campo (entrevistadores), dois (2) supervisores de campo e um coordenador de toda a equipe.

Participaram da coleta de dados dez (10) pesquisadores de campo (entrevistadores), dois (2) supervisores de campo e um coordenador de toda a equipe. 1. Metodologia 1.1 Descrição A pesquisa foi realizada nos dias 5, 6, 9, 10 e 11 de novembro de 2015, envolvendo diversos locais (Fóruns) localizados em 4 (quatro) zonas geográf icas do município de Manaus.

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE DE PERNAMBUCO SECRETARIA EXECUTIVA DE ATENÇÃO À SAÚDE UPA ENGENHO VELHO

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE DE PERNAMBUCO SECRETARIA EXECUTIVA DE ATENÇÃO À SAÚDE UPA ENGENHO VELHO GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO UPA ENGENHO VELHO RELATÓRIO DE EXECUÇÃO 2º TRIMESTRE DO 2º ANO DO CONTRATO DE GESTÃO Período de Dezembro de 2012 à Fevereiro de 2013 2 INTRODUÇÃO O presente relatório apresenta

Leia mais