ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA RECRUTAMENTO INTERNO AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA RECRUTAMENTO INTERNO AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL"

Transcrição

1 ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA RECRUTAMENTO INTERNO AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL Prezado candidato(a), você recebeu o seguinte material: - um caderno de questões contendo 20 (vinte) questões objetivas, cada uma apresentando 4 (quatro) alternativas e o tema da redação; - um cartão resposta para as questões objetivas e para escrever a redação. INSTRUÇÕES: - Verifique se a numeração das questões e a paginação no caderno de questões estão corretas. - O caderno de questões deverá ser utilizado para anotações e será recolhido após o término da prova. - Leia com atenção cada questão e assinale no cartão resposta apenas uma alternativa para cada questão. Somente as respostas assinaladas no cartão resposta serão objeto de correção. NÃO HAVERÁ SUBSTITUIÇÃO DE CARTÃO. - A maneira correta de marcação no cartão resposta é cobrir fortemente, com caneta esferográfica de tinta preta ou azul, o espaço correspondente à letra a ser assinalada, sem ultrapassá-lo, conforme exemplo abaixo: A C D Fique atento à disposição da numeração das questões no cartão resposta, para evitar erros no registro das respostas. - Não receberão pontuação as questões em que houver:. falta de nitidez na marcação;. resposta não assinalada;. mais de uma alternativa assinalada;. rasura. - Redação: escreva com letra legível, sem rasuras, utilizando apenas o espaço das linhas no cartão resposta; no mínimo 20 linhas e no máximo Início da prova: 09:00 horas. - Término da prova: 12:00 horas. - Somente depois de decorrida uma hora do início da prova, o candidato poderá entregar seu cartão resposta e retirar-se do recinto. - Os 3 (três) últimos candidatos deverão permanecer na sala, sendo liberados juntos, quando todos tiverem concluído a prova e após ter sido feito o registro dos seus nomes pela fiscalização na lista de presença. Boa Prova!

2 1. As luvas são consideradas importantes equipamentos de proteção individual, segundo a ANVISA os principais tipos de luvas e suas indicações de uso estão corretamente descritos: A) Luvas de plástico, usadas como sobreluvas, quando houver necessidade de manusear artigos fora do campo de trabalho. B) Luvas de látex de procedimento para atividades clínicas e estéreis para procedimentos cirúrgicos, que podem ser reutilizadas. C) Luvas de amianto, couro ou aramida, usadas no manuseio de artigos não esterilizados. D) Luvas grossas de borracha e cano longo durante os processos de limpeza de artigos e ambientes, quando em contato com superfícies, artigos, instrumentos e equipamentos contaminados. 2. As seguintes medidas devem ser adotadas na assistência a todos os pacientes, EXCETO: A) Manipular cuidadosamente o material pérfuro-cortante. B) Não reencapar, entortar, quebrar ou retirar as agulhas das seringas. Se o paciente precisar de complementação anestésica de uma única seringa, a agulha pode ser reencapada pela técnica de deslizar a agulha para dentro da tampa deixada sobre uma superfície (bandeja do instrumental ou mesa auxiliar). C) Manter as caixas de descarte dispostas em locais visíveis e de fácil acesso e preenchê-las acima do limite de 2/3 de sua capacidade total. D) Transferir os materiais e artigos, durante o trabalho a quatro mãos, com toda a atenção e, sempre que possível, utilizando-se uma bandeja. 3. As vacinas mais importantes para os profissionais da Odontologia são: A) Contra hepatite B, BCG, contra febre amarela e tríplice viral. B) Contra hepatite B, influenza, tríplice viral e DT (dupla adulto). C) Contra hepatite B, influenza, contra febre amarela e DT (dupla adulto). D) Contra hepatite B, BCG, influenza e DT (dupla adulto). 4. Igualdade da atenção à Saúde, sem privilégios ou preconceitos. De que princípio do SUS estamos falando: A) Universalidade B) Equidade C) Integralidade D) Participação Social 5. Marque a alternativa INCORRETA: A) Agente anti-séptico: substância com ação antimicrobiana, para aplicação em pele. Exemplos incluem: soluções alcoólicas, com clorhexidina ou iodo. B) Anti-sepsia das mãos: remoção mecânica da sujidade e de microorganismos com eliminação química adicional.

3 C) Lavagem das mãos com anti-séptico: remoção mecânica de sujidade e microorganismos, com auxílio de água e sabonete não medicado. D) Higienização das mãos: remoção ou redução de sujidade e/ou de microorganismos das mãos por meio de lavagem com água e sabonete simples ou medicado, ou por aplicação direta de produto anti-séptico que dispensa enxágüe. 6. Relacione às etapas do fluxo e processamento de artigos com suas respectivas definições: 1- Limpeza 2- Desinfecção 3- Esterilização 4-Inspeção Visual ( ) é o processo que visa destruir ou eliminar todas as formas de vida microbiana presentes, por meio de processos físicos ou químicos. ( ) definida como um processo físico ou químico que elimina a maioria dos microorganismos patogênicos de objetos inanimados e superfícies, com exceção de esporos bacterianos. ( ) serve para verificar a eficácia do processo de limpeza e as condições de integridade do artigo. ( ) remoção mecânica de sujidades, com o objetivo de reduzir a carga microbiana, a matéria orgânica e os contaminantes de natureza inorgânica, de modo a garantir o processo de desinfecção e esterilização e a manutenção da vida útil do artigo. A) 3, 2, 1, 4 B) 1, 2, 4, 3 C) 3, 2, 4, 1 D) 4, 3, 2, 1 7. Resíduos químicos que apresentem risco à saúde pública ou ao meio ambiente devem ser submetidos a tratamento específico para o seu descarte. Sendo assim, é INCORRETO afirmar que: A) resíduos contendo mercúrio devem ser acondicionados em recipientes sob selo d água e encaminhados para recuperação; B) reveladores e fixadores utilizados em radiologia devem ser acondicionados em recipientes individualizados para o seu descarte e encaminhados para processos de tratamento específicos; C) saneantes e desinfetantes, como o glutaraldeído, por exemplo, podem ser descartados diretamente na rede de esgoto por não oferecerem risco ao meio ambiente e auxiliarem na desinfecção do sistema de tubulações do equipo;

4 D) anestésicos utilizados em odontologia contêm substâncias químicas que podem apresentar risco à saúde pública e devem ser descartados separadamente como resíduos químicos. 8. O Dentista vai realizar uma exodontia do elemento 46, que fórceps você colocaria nesta bandeja para a cirurgia: A) 150 B) 17R C) 65 D) 18L 9. São considerados métodos sistêmicos de aplicação do flúor: A) bochecho, verniz e pasta de dente. B) comprimido fluoretado, sal fluoretado e gel fluoretado. C) gotas de flúor, bochecho e verniz fluoretado. D) sal fluoretado, água fluoretada e comprimido de flúor. 10. São considerados fatores de risco para a doença periodontal, EXCETO: A) Hipertensão; B) Fumo; C) Stress; D) Ausência de controle de placa; 11.São consideradas abordagens coletivas de prevenção da doença cárie: A) Aplicação tópica de flúor; B) Distribuição de escova de dente, dentifrício e fio dental; C) Diagnóstico visual para identificação da lesão; D) Escovação dental supervisionada; 12. A lei nº , de 24 de dezembro de 2008 regulamenta o exercício das profissões de Técnico em Saúde Bucal - TSB e de Auxiliar em Saúde Bucal - ASB. No seu Art. 9o, trata das competências do Auxiliar em Saúde Bucal. Neste sentido, é INCORRETO afirmar que são atribuições do ASB sempre sob a supervisão do cirurgião-dentista ou do Técnico em Saúde Bucal: A) Organizar e executar atividades de higiene bucal; B) Preparar o paciente para o atendimento; C) Auxiliar e instrumentar os profissionais nas intervenções clínicas, inclusive em ambientes Hospitalares; D) Exercer a atividade de forma autônoma; 13. Sobre o Controle Social no SUS, analise as proposições abaixo e assinale a(s) correta(s): I) As Conferências de Saúde e os Conselhos são os principais canais que permitem a participação popular na formulação de políticas, no controle financeiro e na definição de prioridades para o funcionamento do SUS.

5 II) Se a cidade não possuir Conselho Municipal de Saúde, o Município pode e deve receber o repasse das verbas estaduais e federais, destinadas à saúde. III) As Conferências de Saúde e os Conselhos de Saúde devem existir nas esferas municipais, estaduais e federais do governo. Está correto o que foi dito em: A) II e III. B) I, II e III. C) I e III. D) I e II. 14. Marque a alternativa que indica as estruturas que formam o dente: A) Dentina, polpa e ligamento periodontal; B) Esmalte, polpa, cemento e dentina; C) Dentina, esmalte e osso alveolar; D) Esmalte, dentina, e ligamento periodontal; 15. A Clínica da Família Bela Vista programou uma atividade com as gestantes do seu território, o tema escolhido foi amamentação. Quais informações poderiam ser passadas para as gestantes: I- A amamentação é importante tanto para a mãe quanto para a criança, é um cuidado para toda a vida. II- As crianças devem ser amamentadas exclusivamente com leite materno até os seis meses de idade. III- O aleitamento materno protege contra doenças infecciosas nos primeiros anos de vida e reduz o risco dos bebês morrerem antes de um ano. IV- Apenas mulheres que convivem com HIV-AIDS ou outras doenças que podem ser transmitidas para o bebê, por meio do leite materno, é que devem amamentar. V- Em situações adversas, nas quais necessite dar mamadeira ao bebê, pode-se aumentar o furo do bico do mamilo artificial, pois facilita a sucção do bebê. A) Apenas a I, III e IV; B) Apenas a II, III, IV e V; C) Apenas a I, II, III, IV; D) Apenas a I, II, III. 16. Quanto à aplicação clínica dos Cimentos de Ionômero de Vidro pode-se afirmar que: A) O pó deve ser incorporado ao líquido num único movimento e com espatulação vigorosa. B) Quando necessário, o preparo da superfície dental é realizado com ácido poliacrílico. C) São sempre fotoativados. D) São altamente resistentes às forças mastigatórias. 17. De acordo com a PORTARIA Nº 2.488, de 21 de outubro de 2011, são atribuições comuns a todos os profissionais da atenção básica, EXCETO: A) Participar do gerenciamento dos insumos necessários para o adequado funcionamento da Unidade;

6 B) Manter atualizado o cadastramento das famílias e dos indivíduos no sistema de informação indicado pelo gestor municipal e utilizar, de forma sistemática, os dados para a análise da situação de saúde considerando as características sociais, econômicas, culturais, demográficas e epidemiológicas do território, priorizando as situações a serem acompanhadas no planejamento local; C) Realizar o cuidado da saúde da população adscrita, prioritariamente no âmbito da unidade de saúde, e quando necessário no domicílio e nos demais espaços comunitários (escolas, associações, entre outros); D) Participar do acolhimento dos usuários realizando a escuta qualificada das necessidades de saúde, procedendo a primeira avaliação (classificação de risco, avaliação de vulnerabilidade, coleta de informações e sinais clínicos) e identificação das necessidades de intervenções de cuidado, proporcionando atendimento humanizado, se responsabilizando pela continuidade da atenção e viabilizando o estabelecimento do vínculo; 18. De acordo com a PORTARIA Nº 2.488, de 21 de outubro de 2011, fazem parte das atribuições específicas do auxiliar de consultório dentário, EXCETO: A) Participar na realização de levantamentos e estudos epidemiológicos, exceto na categoria de examinador; B) Realizar o acolhimento do paciente nos serviços de saúde bucal; C) Realizar atividades programadas e de atenção à demanda espontânea; D) fazer a remoção do biofilme, de acordo com a indicação técnica definida pelo cirurgião-dentista; 19. Assinale a afirmativa INCORRETA: A) A diminuição da prevalência de cárie que está ocorrendo no Brasil pode ser atribuída, entre outros fatores, à mudança do paradigma da prática odontológica para uma filosofia de promoção de saúde. B) A atenção às necessidades restauradoras de uma população não impede que perdas dentárias significativas venham a ocorrer na idade adulta. C) Pode-se definir adequação do meio bucal como a fase do tratamento que tem por objetivo a remoção de tecido cariado com o uso de escavador e selamento das cavidades com cimento provisório. D) A cárie dentária é uma doença multifatorial e para desenvolver-se são necessários três fatores interagindo em condições críticas, representados pelo hospedeiro susceptível, colonização bucal por microorganismos cariogênicos e dieta cariogênica. 20. São consideradas lesões de cárie ativas: I. Manchas brancas rugosas e opacas no esmalte. II. Tecido dentinário amolecido e de cor marrom. III. Manchas pigmentadas brilhantes e lisas. IV. Cavidades com tecido dentinário escurecido e duro. A) I e II apenas B) I, II e IV C) II e IV apenas D) III e IV

7 REDAÇÃO Muitas vezes os pacientes entram e apresentam todos os tipos de histórias estranhas até serem corajosos o suficiente para contar a verdadeira razão pela qual estão aqui. Ontem uma paciente veio e me falou sobre dores e desconfortos e problemas em todas as partes do corpo, e ela tinha certeza de que não era gripe e que havia algo errado que ela não sabia o que era. Examinando-a, não encontrei nada de anormal. Então a encorajei a falar sobre o que estava sentindo. Percebi seu olhar ansioso e observei-a. Finalmente, ela se rendeu e disse: Olha, eu estou usando drogas. Então tornou-se claro que o que ela estava apresentando eram sintomas de abstinência. Se você quebrar as barreiras poderá descobrir o verdadeiro motivo pelo qual vieram e pode-se resolver o problema sem uma porção de consultas, exames e medicamentos (Dr. K., em Atenção Primária Equilíbrio entre necessidades de saúde, serviços e tecnologia. Barbara Starfield, 2002). No ano de 2011, uma das Linhas Estratégicas da SUBPAV referia-se à simplificação do cuidado. Ao mesmo tempo, mudanças muito rápidas estão ocorrendo trazendo para o cotidiano das unidades indicadores e alcance de metas, inclusão de prontuário eletrônico, equipamentos para diagnóstico por imagem, Carteira de Serviços da Atenção Primária, protocolos assistenciais e outras ferramentas-máquinas, denominadas por Merhy de tecnologia dura. Abaixo, escreva um texto contendo até 40 linhas referente à simplificação do Cuidado nas Clínicas da Família.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: ODONTÓLOGO CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: ODONTÓLOGO CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL (TSB)

CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL (TSB) CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL (TSB) INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO CARGA HORÁRIA: 1.200 HORAS COM ESTÁGIO DURAÇÃO : 2 ANOS PERIODICIDADE: SEMANAL (2ª, 3ª E 4ª) HORÁRIO DAS AULAS: 19H AS 21H INFORMAÇÕES SOBRE

Leia mais

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA RECRUTAMENTO INTERNO TÉCNICO DE ENFERMAGEM

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA RECRUTAMENTO INTERNO TÉCNICO DE ENFERMAGEM ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA RECRUTAMENTO INTERNO TÉCNICO DE ENFERMAGEM Prezado candidato(a), você recebeu o seguinte material: - um caderno de questões contendo 20 (vinte) questões objetivas,

Leia mais

Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB

Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB 6º SINPLO Simpósio Internacional de Planos Odontológicos Fabiana Car Pernomiam 2011 Ergonomia racionalizar o trabalho, possibilitar

Leia mais

AV. TAMBORIS ESQUINA COM RUA DAS PEROBAS, S/Nº - SETOR SÃO LOURENÇO CEP 76530-000 MUNDO NOVO GOIÁS FONES:

AV. TAMBORIS ESQUINA COM RUA DAS PEROBAS, S/Nº - SETOR SÃO LOURENÇO CEP 76530-000 MUNDO NOVO GOIÁS FONES: SAÚDE BUCAL INTRODUÇÃO A evolução da Odontologia enquanto ciência da saúde é uma realidade incontestável. Dentro deste contexto de mudanças de paradigma, no qual a Promoção de Saúde toma o lugar da prática

Leia mais

Título: PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA EMEB JOÃO MARIA GONZAGA DE LACERDA

Título: PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA EMEB JOÃO MARIA GONZAGA DE LACERDA Título: PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA EMEB JOÃO MARIA GONZAGA DE LACERDA Autores: Ana Cláudia Morandini Sanchez, CD Serviço de saúde: Unidade de Saúde da Família VILA ANA Palavras-chaves: cárie dentária,

Leia mais

ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA

ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA ATRIBUIÇÕES DOS MEMBROS DAS EQUIPES DE AB I - Participar do processo de territorialização e mapeamento da área de atuação da equipe, identificando grupos, famílias e indivíduos

Leia mais

BIOSSEGURANÇA/RISCO. S e r v i ç o s O d o n t o l ó g i c o s : prevenção e controle de risco.

BIOSSEGURANÇA/RISCO. S e r v i ç o s O d o n t o l ó g i c o s : prevenção e controle de risco. BIOSSEGURANÇA/RISCO S e r v i ç o s O d o n t o l ó g i c o s : prevenção e controle de risco. SIGLÁRIO ANVISA Agência Nacional de Vigilância Sanitária CAT Comunicação de Acidente de Trabalho CDC Centro

Leia mais

PORTARIA Nº 267, DE 06 DE MARÇO DE 2001

PORTARIA Nº 267, DE 06 DE MARÇO DE 2001 PORTARIA Nº 267, DE 06 DE MARÇO DE 2001 Publicada no DOU de 07/03/2001, seção 1, pg. 67 O Ministro de Estado da Saúde, no uso de suas atribuições, considerando a necessidade de: - regulamentação da Portaria

Leia mais

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA RECRUTAMENTO INTERNO ENFERMEIRO

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA RECRUTAMENTO INTERNO ENFERMEIRO ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA RECRUTAMENTO INTERNO ENFERMEIRO Prezado candidato(a), você recebeu o seguinte material: - um caderno de questões contendo 20 (vinte) questões objetivas, cada

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/3/2009, Seção 1, Pág. 21. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/3/2009, Seção 1, Pág. 21. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/3/2009, Seção 1, Pág. 21. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Ministério da Educação/Secretaria de Educação

Leia mais

MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO

MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO BARROS, Ítala Santina Bulhões 1 LIMA, Maria Germana Galvão Correia 2 SILVA, Ariadne Estffany Máximo da

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 1.140-D, DE 2003. O CONGRESSO NACIONAL decreta:

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 1.140-D, DE 2003. O CONGRESSO NACIONAL decreta: COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 1.140-D, DE 2003 Regulamenta o exercício das profissões de Técnico em Saúde Bucal - TSB e de Auxiliar em Saúde Bucal ASB.

Leia mais

MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB -

MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB - 1 MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB - Porto Alegre, 2014. 1 2 S ODONTOLÓGICOS PARA AUXILIARES E TÉCNICOS EM SAÚDE BUCAL Tabela 1: Tipos de Procedimentos Odontológicos para

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 23

PROVA ESPECÍFICA Cargo 23 13 PROVA ESPECÍFICA Cargo 23 QUESTÃO 31 Com relação aos tecidos dentários, analise as afirmativas abaixo: 1) O esmalte é um tecido duro, que constitui a maior parte do dente, determinando a forma da coroa.

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 002/2013 AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL e AUXILIAR OPERACIONAL

PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 002/2013 AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL e AUXILIAR OPERACIONAL PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 002/2013 AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL e AUXILIAR OPERACIONAL CARGO: AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL Nome do Candidato: Nº do RG: Assinatura: INSTRUÇÕES 1. Verifique se o seu caderno

Leia mais

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA. Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA. Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola A avaliação e promoção de saúde bucal é ação essencial que integra o Componente I do Programa Saúde

Leia mais

Profª Márcia Rendeiro

Profª Márcia Rendeiro Profª Márcia Rendeiro CONHECIMENTO CIENTÍFICO TECNOLOGIAS PRÁTICA ODONTOLÓGICA AMBIENTES INSTRUMENTOS MATERIAIS RECURSOS HUMANOS O PROCESSO DE TRABALHO ODONTOLÓGICO VEM SOFRENDO TRANSFORMAÇÕES AO LONGO

Leia mais

A Integração da Equipe de Saúde Bucal nos Serviços de Saúde

A Integração da Equipe de Saúde Bucal nos Serviços de Saúde A Integração da Equipe de Saúde Bucal nos Serviços de Saúde Trabalho em Saúde Economia globalizada transforma o trabalho afeta os meios e as relações de trabalho substituindo trabalho individual trabalho

Leia mais

CONHECIMENTOS GERAIS 05 QUESTÕES

CONHECIMENTOS GERAIS 05 QUESTÕES CONHECIMENTOS GERAIS 05 QUESTÕES 1. Na perspectiva de superar as dificuldades apontadas, os gestores do SUS assumem o compromisso público da construção do PACTO PELA SAÚDE 2006, que será anualmente revisado,

Leia mais

Estado do Ceará PREFEITURA MUNICIPAL DE CEDRO CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Estado do Ceará PREFEITURA MUNICIPAL DE CEDRO CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 1. O paciente João compareceu ao consultório odontológico uma semana depois de realizar uma exodontia do segundo molar inferior esquerdo. Qual das alternativas abaixo contém os

Leia mais

Prof. Carolina Borges e prof. Márcia Redendeiro

Prof. Carolina Borges e prof. Márcia Redendeiro Prof. Carolina Borges e prof. Márcia Redendeiro PRÁTICA ODONTOLÓGICA= FATORES EXTERNOS + FATORES INTERNOS CONHECIMENTO CIENTÍFICO TECNOLOGIAS PRÁTICA ODONTOLÓGICA RECURSOS HUMANOS AMBIENTES RECURSOS HUMANOS

Leia mais

LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUÇÕES:

LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUÇÕES: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS - CGIC Concurso Público (Aplicação: 20/05/2012) Cargo: Técnico em Higiene Dental/Classe D-101 LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUÇÕES: Verifique,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2014 Prefeitura Municipal de Bom Despacho AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2014 Prefeitura Municipal de Bom Despacho AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL 1)Para a prevenção e o controle da cárie, é necessário atuar em um conjunto de fatores : a) Restauração, polimento, bala b) Controle do açúcar, limpeza dos dentes, uso do flúor. c) Escovação, açúcar, flúor

Leia mais

Cárie Dental Conceitos Etiologia Profa Me. Gilcele Berber

Cárie Dental Conceitos Etiologia Profa Me. Gilcele Berber Cárie Dental Conceitos Etiologia Profa Me. Gilcele Berber Perda localizada dos tecidos calcificados dos dentes, decorrentes da fermentação de carboidratos da dieta por microrganismos do biofilme Princípios

Leia mais

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS QUESTÃO 1 A responsabilidade do Poder Público em relação à saúde: a. É exclusiva. b. É privativa. c. É concorrente. d. Não exclui o papel da família, da comunidade e dos próprios

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 CARGO E UNIDADES: Odontólogo (Unidade Móvel) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas. I N S T R

Leia mais

CUIDE DOS SEUS DENTES

CUIDE DOS SEUS DENTES SENADO FEDERAL CUIDE DOS SEUS DENTES SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Cuide dos seus dentes apresentação Pesquisas científicas comprovam que dentes estragados provocam outras doenças que aparentemente não têm

Leia mais

CONHECIMENTOS GERAIS 12 QUESTÕES

CONHECIMENTOS GERAIS 12 QUESTÕES CONHECIMENTOS GERAIS 12 QUESTÕES Texto para as questões 1 a 4 O Ministério da Saúde e o Ministério da Justiça aprovaram, através da Portaria Interministerial nº 1777/GM, em 9 de setembro deste ano, o Plano

Leia mais

Tutora: Tathiane Lenzi Prof. José Carlos P. Imparato

Tutora: Tathiane Lenzi Prof. José Carlos P. Imparato Tutora: Tathiane Lenzi Prof. José Carlos P. Imparato ... vedar... obliterar... isolar do meio externo SELANTE É: Barreira Física Os selantes oclusais são reconhecidos como uma medida efetiva na PREVENÇÃO

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE JACAREÍ - SP

CÂMARA MUNICIPAL DE JACAREÍ - SP PROTOCOLO Nº 1931/2014 - S.O.: 05/11/2014 Fls. 01/11 1) Indico a ALTERAÇÃO DA NOMENCLATURA DO CARGO DE AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTAL (ACD) PARA AUXILIAR EM SAÚDE BUCAL (ASB), adequando à Lei Federal nº

Leia mais

Aspectos microbiológicos da Cárie Dental

Aspectos microbiológicos da Cárie Dental Curso Técnico em Saúde Bucal Aula disponível: www.portaldoaluno.bdodonto.com.br Aspectos microbiológicos da Cárie Dental Prof: Bruno Aleixo Venturi 1 O que é a doença cárie? 2 CÁRIE DENTAL Do#La&m# Carious

Leia mais

Placa bacteriana espessa

Placa bacteriana espessa A IMPORTÂNCIA DA SAÚDE BUCAL A saúde bucal é importante porque a maioria das doenças e a própria saúde começam pela boca. Por exemplo, se você não se alimenta bem, não conseguirá ter uma boa saúde bucal,

Leia mais

ODONTÓLOGO DO PSF - 40H

ODONTÓLOGO DO PSF - 40H QUESTÃO 01 No que diz respeito à Estratégia de Saúde da Família, pode-se afirmar, exceto: A. É uma estratégia de expansão, qualificação e consolidação da atenção básica. B. Favorece uma reorientação do

Leia mais

PROVA OBJETIVA. Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde - Nova Bassano/RS - Edital 04/2015. Nome do(a) candidato(a): ESF de Abrangência:

PROVA OBJETIVA. Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde - Nova Bassano/RS - Edital 04/2015. Nome do(a) candidato(a): ESF de Abrangência: PROVA OBJETIVA Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde - Nova Bassano/RS - Edital 04/2015 Nome do(a) candidato(a): ESF de Abrangência: Fique atento para as instruções abaixo: - As questões a

Leia mais

Locais de trabalho: UBS da região de Capela do Socorro e Parelheiros

Locais de trabalho: UBS da região de Capela do Socorro e Parelheiros Edital do Processo Seletivo de Auxiliar de Consultório Dentário ACD e Técnico em Higiene Dental THD para compor a Equipe de Saúde Bucal do Programa Saúde da Família 2009 Obedecendo à Portaria nº 892/04,

Leia mais

AEMS- FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS MS

AEMS- FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS MS AEMS- FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS MS ASSEPSIA E CONTROLE DE INFECÇÃO Prof. MARCELO ALESSANDRO RIGOTTI LICENCIADO EM ENFERMAGEM e ESPECIALISTA EM CONTROLE DE INFEÇÃO Mestrando pela Escola de Enfermagem

Leia mais

HIGIENE BUCAL PARA BEBÊS

HIGIENE BUCAL PARA BEBÊS HIGIENE BUCAL PARA BEBÊS Deve-se pensar em higiene bucal do bebê desde o momento em que se introduz alguma coisa que não esteja esterilizada em sua boca, como por exemplo o bico do peito. A higiene, enquanto

Leia mais

A Importância da Saúde Bucal. na Saúde Geral

A Importância da Saúde Bucal. na Saúde Geral PALESTRA A Importância da Saúde Bucal na Saúde Geral A saúde começa pela boca Os dentes são importantes na mastigação dos alimentos, fala, e estética, influenciando diretamente na auto-estima do indivíduo

Leia mais

ANEXO I EDITAL Nº 20/2010-SEADM DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PSF - LEI Nº 6.938/2005

ANEXO I EDITAL Nº 20/2010-SEADM DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PSF - LEI Nº 6.938/2005 ANEXO I EDITAL Nº 20/2010-SEADM DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PSF - LEI Nº 6.938/2005 FUNÇÃO: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE Realizar mapeamento de sua área; Cadastrar as famílias

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA. PROJETO DE LEI N.º 1.140, DE 2003 (Apensos os Projetos de Lei n.º 1.573, de 2003, e n.º 2.

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA. PROJETO DE LEI N.º 1.140, DE 2003 (Apensos os Projetos de Lei n.º 1.573, de 2003, e n.º 2. COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI N.º 1.140, DE 2003 (Apensos os Projetos de Lei n.º 1.573, de 2003, e n.º 2.489, de 2003) Regulamenta o exercício das profissões de Técnico em Higiene

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 006/2013 SAÚDE

PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 006/2013 SAÚDE PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 006/2013 SAÚDE CARGO: AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL Nome do Candidato: Nº do RG: Assinatura: INSTRUÇÕES 1. Verifique se o seu caderno de provas contém 30 (trinta) questões

Leia mais

a. Limpeza b. Descontaminação c. Degermação d. Anti-sepsia e. Desinfecção

a. Limpeza b. Descontaminação c. Degermação d. Anti-sepsia e. Desinfecção 21. Sobre a participação do setor privado no Sistema Único de, SUS, é incorreto afirmar que: a. As entidades filantrópicas e sem fins lucrativos também recebem remuneração do SUS pelos serviços prestados

Leia mais

COORDENAÇÃO ODONTOLOGIA

COORDENAÇÃO ODONTOLOGIA Atividade Revisão Página 1 / 12 Título Procedimentos básicos de biossegurança no curso de Odontologia Pág. 1. OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO 2 2. DOCUMENTOS COMPLEMENTARES 2 3. DEFINIÇÕES 2 4. CONDIÇÕES

Leia mais

PORTARIA Nº 500 DE 2010

PORTARIA Nº 500 DE 2010 PORTARIA Nº 500 DE 2010 Regulamento técnico para Processamento de artigos por método físico em estabelecimentos sujeitos à Vigilância Sanitária no RS A SECRETÁRIA DA SAÚDE DO RIO GRANDE DO SUL, no uso

Leia mais

Profª Dra. Kazuko Uchikawa Graziano

Profª Dra. Kazuko Uchikawa Graziano PROTOCOLOOPERACIONALPADRÃO (POP) para processamento de materiais utilizados nos exames de videonasoscopia, videolaringoscopia e videonasolaringoscopia nos consultórios e serviços de otorrinolaringologia

Leia mais

SESC Concurso Público 2010 Cargo: Auxiliar em Saúde Bucal Nível Médio CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

SESC Concurso Público 2010 Cargo: Auxiliar em Saúde Bucal Nível Médio CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS QUESTÃO 01 Considerando as indicações sociais, referendadas pela Organização Mundial da Saúde, para utilização das restaurações atraumáticas-art, assinale a alternativa incorreta.

Leia mais

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA PROCESSO SELETIVO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE Prezado candidato(a), você recebeu o seguinte material: - um caderno de questões contendo 30 (trinta) questões

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SERAFINA CORRÊA ANEXO I - ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS E EMPREGOS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SERAFINA CORRÊA ANEXO I - ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS E EMPREGOS ANEXO I - ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS E EMPREGOS CARGO: ALMOXARIFE a) Descrição Sintética: Zelar pelo Patrimônio Público. b) Descrição Analítica: Controlar as mercadorias de uso da administração municipal;

Leia mais

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM Caderno de Questões PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM realização S25 - Médico Veterinário AT E N Ç Ã O 1. O caderno de questões contém 40 questões de múltipla-escolha, conforme distribuição abaixo,

Leia mais

RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014/01

RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014/01 RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014/01 A Associação Beneficente de Saúde ASBESAAN, entidade de direito privado e sem fins lucrativos, qualificado como Organização Social, através do Decreto

Leia mais

NR 32 Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde. Profª Andréia Ap.Tavares Martins E-mail: andreiatmenf@yahoo.com.br

NR 32 Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde. Profª Andréia Ap.Tavares Martins E-mail: andreiatmenf@yahoo.com.br NR 32 Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde Profª Andréia Ap.Tavares Martins E-mail: andreiatmenf@yahoo.com.br A Saúde e a Segurança do Trabalhador no Brasil Em 2009 foram registrados 723.452

Leia mais

AULA 3 DENTÍSTICA RESTAURADORA MATERIAIS E TÉCNICAS PROF.ESP.RICHARD SBRAVATI

AULA 3 DENTÍSTICA RESTAURADORA MATERIAIS E TÉCNICAS PROF.ESP.RICHARD SBRAVATI CURSO ASB UNIODONTO/APCD AULA 3 DENTÍSTICA RESTAURADORA MATERIAIS E TÉCNICAS PROF.ESP.RICHARD SBRAVATI TRABALHO DE CONCLUSÃO DE MÓDULO Tema: O papel da ASB nas especialidades de Prótese e Dentística. Trabalho

Leia mais

Indicador 24. Cobertura de primeira consulta odontológica programática

Indicador 24. Cobertura de primeira consulta odontológica programática Indicador 24 Cobertura de primeira consulta odontológica programática É o percentual de pessoas que receberam uma primeira consulta odontológica programática no Sistema Único de Saúde (SUS), A primeira

Leia mais

RASCUNHO Nº DE INSCRIÇÃO. CARGO: AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL DATA: 05/06/2016 HORÁRIO: 9h às 12h (horário do Piauí) PROVA ESCRITA OBJETIVA TIPO NM - 03

RASCUNHO Nº DE INSCRIÇÃO. CARGO: AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL DATA: 05/06/2016 HORÁRIO: 9h às 12h (horário do Piauí) PROVA ESCRITA OBJETIVA TIPO NM - 03 PROVA ESCRITA OBJETIVA TIPO NM - 03 CARGO: AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL DATA: 05/06/2016 HORÁRIO: 9h às 12h (horário do Piauí) LEIA AS INSTRUÇÕES: 01. Você deve receber do fiscal o material abaixo: a) Este

Leia mais

O papel da CCIH no Processamento de Roupas de Serviços de Saúde

O papel da CCIH no Processamento de Roupas de Serviços de Saúde O papel da CCIH no Processamento de Roupas de Serviços de Saúde A Portaria MS nº 2616/98 define a Infecção Hospitalar (IH) como sendo aquela adquirida após a admissão do paciente e que se manifesta durante

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Concurso Público da Prefeitura Municipal de Curitiba Edital 03/2009. 15 de março de 2009

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Concurso Público da Prefeitura Municipal de Curitiba Edital 03/2009. 15 de março de 2009 Pontifícia Universidade Católica do Paraná Concurso Público da Prefeitura Municipal de Curitiba Edital 03/2009 15 de março de 2009 PROVA: AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO N.º DO CARTÃO NOME (LETRA DE FORMA)

Leia mais

MISSÃO DA EMPRESA. O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo da Dental Plus

MISSÃO DA EMPRESA. O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo da Dental Plus MISSÃO DA EMPRESA O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo da Dental Plus Manual sinônimo do Dentista de excelência Credenciado em

Leia mais

Sistema INERCO. Fabrícia Figueiredo Paulo André Yamin Pedro Lobo Antunes Priscila Tralba Rampin Rafael Baldo Beluti Thalia Lino Dias

Sistema INERCO. Fabrícia Figueiredo Paulo André Yamin Pedro Lobo Antunes Priscila Tralba Rampin Rafael Baldo Beluti Thalia Lino Dias Sistema INERCO Fabrícia Figueiredo Paulo André Yamin Pedro Lobo Antunes Priscila Tralba Rampin Rafael Baldo Beluti Thalia Lino Dias Sistema INERCO Instalação Ergonomia Controle de infecção Instalação O

Leia mais

INSTRUÇÕES ESPECIAIS. CARGO JORNADA SALÁRIO VAGAS Técnico em Higiene Dental Auxiliar de Consultório Dentário

INSTRUÇÕES ESPECIAIS. CARGO JORNADA SALÁRIO VAGAS Técnico em Higiene Dental Auxiliar de Consultório Dentário Edital do Processo Seletivo de Auxiliar de Consultório Dentário ACD e Técnico em Higiene Dental THD para compor a Equipe de Saúde Bucal do Programa Saúde da Família 2008 Obedecendo à Portaria nº 892/04,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES AVISO DE RETIFICAÇÃO DE EDITAL Nº 01 A Comissão de Concurso torna publica

Leia mais

Informações sobre a Clínica Odontológica Escolar de Arbon Schulzahnklinik

Informações sobre a Clínica Odontológica Escolar de Arbon Schulzahnklinik Informações sobre a Clínica Odontológica Escolar de Arbon Schulzahnklinik Schulzahnklinik Arbon Telefone: 071 446 65 61 Stacherholzstrasse 32 Fax: 071 446 65 67 9320 Arbon E-Mail: szk.arbon@psgarbon.ch

Leia mais

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE-PSF. 05 Matemática. 05 Conhecimentos Específicos. 30 Total de questões 40

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE-PSF. 05 Matemática. 05 Conhecimentos Específicos. 30 Total de questões 40 CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRO PRETO - SC AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE-PSF Nome do (a) Candidato (a) Número de Inscrição Este caderno de questões está assim constituído: DISCIPLINAS

Leia mais

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários Nosso consultório odontológico está equipado para oferecer ao produtor rural todos os tratamentos odontológicos disponíveis na atualidade. Segue abaixo uma discriminação detalhada de cada tratamento oferecido

Leia mais

TÉCNICO DE SAÚDE BUCAL

TÉCNICO DE SAÚDE BUCAL PROCESSO SELETIVO IABAS ESF SETEMBRO 2014 TÉCNICO DE SAÚDE BUCAL CÓDIGO: TSB46, TSB54 e TSB64 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES 1 - A duração da prova é de 4 horas, já incluído o tempo de preenchimento do

Leia mais

EBOLA MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE EM SERVIÇOS DE SAÚDE ANA RAMMÉ DVS/CEVS

EBOLA MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE EM SERVIÇOS DE SAÚDE ANA RAMMÉ DVS/CEVS EBOLA MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE EM SERVIÇOS DE SAÚDE ANA RAMMÉ DVS/CEVS Ebola Perguntas e Respostas 13 O que fazer se um viajante proveniente desses países africanos apresentar sintomas já no nosso

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 34

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 34 8 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 34 QUESTÃO 17 Com relação à cárie dentária, é CORRETO afirmar: a) Tudo indica que a infecção primária na criança advém da mãe (transmissão vertical), mas isso

Leia mais

MEDIDAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DE CÁRIE EM ESCOLARES ADOLESCENTES DO CASTELO BRANCO

MEDIDAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DE CÁRIE EM ESCOLARES ADOLESCENTES DO CASTELO BRANCO MEDIDAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DE CÁRIE EM ESCOLARES ADOLESCENTES DO CASTELO BRANCO DIAS, Larissa Nadine Silva 1 FARIAS, Luciana Lombardi Pedrosa de 2 LIMA, Maria Germana Galvão Correia 3 RESUMO A adolescência

Leia mais

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de respostas.

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de respostas. Prezado(a) candidato(a): Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de respostas. Nº de Inscrição Nome ASSINALE A RESPOSTA

Leia mais

Hepatites B e C. são doenças silenciosas. VEJA COMO DEIXAR AS HEPATITES LONGE DO SEU SALÃO DE BELEZA.

Hepatites B e C. são doenças silenciosas. VEJA COMO DEIXAR AS HEPATITES LONGE DO SEU SALÃO DE BELEZA. Hepatites B e C são doenças silenciosas. VEJA COMO DEIXAR AS HEPATITES LONGE DO SEU SALÃO DE BELEZA. heto hepatite manucure.indd 1 Faça sua parte. Não deixe as hepatites virais frequentarem seu salão.

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. TESTE SELETIVO PÚBLICO - Edital n.º 01/2015 8 de março de 2015 / INSTITUTO CORPORE / Guarujá SP

LÍNGUA PORTUGUESA. TESTE SELETIVO PÚBLICO - Edital n.º 01/2015 8 de março de 2015 / INSTITUTO CORPORE / Guarujá SP LÍNGUA PORTUGUESA 1. "Pagam bem lá?" Nesta oração o sujeito é: a) Oculto. b) Simples. c) Indeterminado. d) Oração sem sujeito. e) Indireto. 2. "Anoitecia silenciosamente." Nesta oração temos: a) Sujeito

Leia mais

O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais,

O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, DECRETO N.º 23915, DE 13 DE JANEIRO DE 2004 DISPÕE SOBRE O LICENCIAMENTO SANITÁRIO A QUE ESTÃO SUJEITOS OS SALÕES DE CABELEIREIROS, OS INSTITUTOS DE BELEZA, ESTÉTICA, PODOLOGIA E ESTABELECIMENTOS CONGÊNERES;

Leia mais

PRIMEIRO TERMO DE RETIFICAÇÃO

PRIMEIRO TERMO DE RETIFICAÇÃO PRIMEIRO TERMO DE RETIFICAÇÃO A Comissão do Processo Seletivo da Prefeitura Municipal de Planura comunica a seguinte alteração no Edital de seu Processo Seletivo nº 01/2014: ONDE SE LÊ: 3 - DAS CONDIÇÕES

Leia mais

300 QUESTÕES DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PARA TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL

300 QUESTÕES DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PARA TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL Caro Leitor, A equipe técnica do Concurseiro da Saúde empenha-se em desenvolver apostilas e materiais atualizados de acordo com as leis recentemente publicadas a fim de estar sempre em consonância com

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR Atuação e conceitos da Odontologia Hospitalar e Medicina Oral A Odontologia exercida pela grande maioria dos dentistas brasileiros enfoca

Leia mais

2. Quando o implante dental é indicado?

2. Quando o implante dental é indicado? Dúvidas sobre implantodontia: 1. O que são implantes? São cilindros metálicos (titânio) com rosca semelhante a um parafuso que são introduzidos no osso da mandíbula (arco inferior) ou da maxila (arco superior),

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 3 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Este Caderno contém 35 questões de múltipla escolha,

Leia mais

MODELO PROJETO: PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE

MODELO PROJETO: PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE MODELO PROJETO: PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE 1 Identificação Título Feira da Mata sorrindo para o futuro Área temática Estudos Epidemiológicos / Comunicação, Promoção e Educação em Saúde Lotação Feira

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 2015

CONCURSO PÚBLICO 2015 IMPARH DIRETORIA DE CONCURSOS E SELEÇÕES - DCS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE - SMS CONCURSO PÚBLICO 2015 NOME PROVIMENTO DOS CARGOS EFETIVOS DE TÉCNICO EM ENFERMAGEM, TÉCNICO EM HIGIENE DENTAL E AUXILIAR

Leia mais

GUIA DE SAÚDE BUCAL E TRAUMATISMO DENTAL PARA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA)

GUIA DE SAÚDE BUCAL E TRAUMATISMO DENTAL PARA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) GUIA DE SAÚDE BUCAL E TRAUMATISMO DENTAL PARA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) AUTORES Ingryd Coutinho de Oliveira Priscila Cunha Nascimento Discentes da Graduação em Odontologia e Bolsistas de Ensino

Leia mais

UFG/CS PREFEITURA DE GOIÂNIA CONCURSO PÚBLICO/SAÚDE/2012

UFG/CS PREFEITURA DE GOIÂNIA CONCURSO PÚBLICO/SAÚDE/2012 CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE PÚBLICA QUESTÃO 01 De acordo com o Artigo 198 da Constituição Federal de 1988, as ações e os serviços públicos de saúde integram uma rede regionalizada e hierarquizada e constituem

Leia mais

RETIFICAÇÃO Nº 01 AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007

RETIFICAÇÃO Nº 01 AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007 Estado de Santa Catarina PREFEITURA MUNICIPAL DE HERVAL D OESTE RETIFICAÇÃO Nº 01 AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007 CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E/OU PROVAS E TÍTULOS, PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO

Leia mais

... que o nervo do dente é chamado Polpa e é responsável pela nutrição e sensibilidade dental?

... que o nervo do dente é chamado Polpa e é responsável pela nutrição e sensibilidade dental? ... que o nervo do dente é chamado Polpa e é responsável pela nutrição e sensibilidade dental?... que os alimentos duros ajudam a limpar os dentes? Eles estimulam o fluxo salivar dificultando a queda de

Leia mais

Doenças Periodontais. Tratamento e Prevenção. 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares

Doenças Periodontais. Tratamento e Prevenção. 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares Doenças Periodontais Tratamento e Prevenção 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares Gengivite e Periodontite Guia para o paciente Aprenda mais sobre as Doenças Periodontais (de gengiva) As doenças

Leia mais

Município de Doutor Pedrinho (Processo Seletivo 01/2014) Data: 25/05/2014 GABARITO FINAL

Município de Doutor Pedrinho (Processo Seletivo 01/2014) Data: 25/05/2014 GABARITO FINAL Município de Doutor Pedrinho (Processo Seletivo 01/2014) Data: 25/05/2014 CARGO Atendente de Odontologia GABARITO FINAL QUESTÃO ALTERNATIVA CORRETA 01 D 02 A 03 B 04 C 05 D 06 A 07 D 08 D 09 B 10 A 11

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL ANEXOII ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS PARA CONCURSO PÚBLICO PARA EMPREGO PÚBLICO Nº. 001/2010 JUNDIAÍ DO SUL PARANÁ 1. Para os cargos do grupo PSF Programa da Saúde da Família, conveniados com o Governo Federal:

Leia mais

Mesa VI: Brasil Sorridente na Redes Prioritárias do Ministério da Saúde

Mesa VI: Brasil Sorridente na Redes Prioritárias do Ministério da Saúde Mesa VI: Brasil Sorridente na Redes Prioritárias do Ministério da Saúde Gilberto Alfredo Pucca Júnior Coordenador-Geral de Saúde Bucal Janeiro, 2014 Universalidade Descentralização políticoadministrativa

Leia mais

Portaria nº 612/97 SES/GO de 25 de novembro de 1997

Portaria nº 612/97 SES/GO de 25 de novembro de 1997 SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DO ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DIVISÃO DE FISCALIZAÇÃO DE FONTES DE RADIAÇÕES IONIZANTES Portaria nº 612/97 SES/GO de 25

Leia mais

NÍVEL MÉDIO AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO

NÍVEL MÉDIO AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO REPARTIMENTO CONCURSO PÚBLICO PROVA OBJETIVA: 09 de fevereiro de 2014 NÍVEL MÉDIO AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO Nome do Candidato: Nº de Inscrição: Assinatura INSTRUÇÕES

Leia mais

Guia para um. Sorriso Saudável

Guia para um. Sorriso Saudável Guia para um Sorriso Saudável Fotos meramente ilustrativas. Seja bem-vindo ao serviço odontológico do Sesc Rio! 3 Serviços Nosso serviço está disponível em diversas Unidades Operacionais, exclusivamente

Leia mais

Curso de Especialização em Endodontia

Curso de Especialização em Endodontia Curso de Especialização em Endodontia Coordenador: Prof. Nilton Vivacqua EndodontiaAvancada.com OBJETIVOS DO CURSO Este curso tem como objetivos colocar à disposição de clínicos gerais, a oportunidade

Leia mais

HIGIENIZAÇÃO HOSPITALAR 2013

HIGIENIZAÇÃO HOSPITALAR 2013 HIGIENIZAÇÃO HOSPITALAR 2013 O Hospital realiza uma combinação complexa de atividades especializadas, onde o serviço de Higienização e Limpeza ocupam um lugar de grande importância. Ao se entrar em um

Leia mais

MANTENHA SEU SORRISO FAZENDO A HIGIENE BUCAL CORRETAMENTE

MANTENHA SEU SORRISO FAZENDO A HIGIENE BUCAL CORRETAMENTE MANTENHA SEU SORRISO FAZENDO A HIGIENE BUCAL CORRETAMENTE SAÚDE BUCAL Para ter um sorriso bonito, saudável e com hálito bom, é preciso: Escovar os dentes, utilizando uma escova de dente de tamanho adequado

Leia mais

Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo!

Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo! Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo! Sorria! Assim como cerca de 6,2 milhões de brasileiros, você agora poderá contar com os melhores serviços odontológicos do país. Este Plano, resultado de uma

Leia mais

DENTPLAQUE Uma ferramenta lúdica e eficaz na construção da autonomia do indivíduo e no controle das doenças bucais.

DENTPLAQUE Uma ferramenta lúdica e eficaz na construção da autonomia do indivíduo e no controle das doenças bucais. DENTPLAQUE Uma ferramenta lúdica e eficaz na construção da autonomia do indivíduo e no controle das doenças bucais. INTRODUÇÃO A evolução do conhecimento científico trouxe uma mudança radical nos paradigmas

Leia mais

Município de Ascurra (Processo Seletivo Simplificado 01/2014) Data: 01/06/2014. CARGO Atendente de Consultório Dentário - PSF (999081)

Município de Ascurra (Processo Seletivo Simplificado 01/2014) Data: 01/06/2014. CARGO Atendente de Consultório Dentário - PSF (999081) Município de Ascurra (Processo Seletivo Simplificado 01/2014) Data: 01/06/2014 CARGO Atendente de Consultório Dentário - PSF (999081) GABARITO OFICIAL QUESTÃO ALTERNATIVA CORRETA 01 D 02 B 03 C 04 D 05

Leia mais

3.1.1 Atribuições Comuns a todos os profissionais:

3.1.1 Atribuições Comuns a todos os profissionais: PROJETO DE REESTRUTURAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA COM ENFOQUE NA EXPANSÃO E CONSOLIDAÇÃO DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA ITUPEVA- SP EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2012 CIRURGIÃO DENTISTA E AUXILIAR DE SAÚDE

Leia mais

NOVA PROFISSÃO NA ÁREA DE SAÚDE O MELHOR CURSO DE AUXILIAR EM SAÚDE BUCAL DE BRASÍLIA INÍCIO: IMEDIATO

NOVA PROFISSÃO NA ÁREA DE SAÚDE O MELHOR CURSO DE AUXILIAR EM SAÚDE BUCAL DE BRASÍLIA INÍCIO: IMEDIATO NOVA PROFISSÃO NA ÁREA DE SAÚDE O MELHOR CURSO DE AUXILIAR EM SAÚDE BUCAL DE BRASÍLIA INÍCIO: IMEDIATO 1. JUSTIFICATICAS Com a Globalização da Economia e a competitividade a cada dia mais presente no mercado

Leia mais

OPERÁRIO BRAÇAL. 05 Matemática. 05 Conhecimentos Específicos. 30 Total de questões 40

OPERÁRIO BRAÇAL. 05 Matemática. 05 Conhecimentos Específicos. 30 Total de questões 40 CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRO PRETO - SC OPERÁRIO BRAÇAL Nome do (a) Candidato (a) Número de Inscrição Este caderno de questões está assim constituído: DISCIPLINAS Nº QUESTOES

Leia mais