Pílulas de Gestão do Conhecimento Por Anna Nogueira

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pílulas de Gestão do Conhecimento Por Anna Nogueira"

Transcrição

1 Pílulas de Gestão do Conhecimento Por Anna Nogueira

2 Anna Nogueira? Formação multidisciplinar Bióloga (São Camilo) Especializada em cultura da marca e marketing de serviços (ESPM) Criatividade e Inovação (PUC SP) Atuação Gestão de Processos e melhoria contínua Gestão de Projetos Marca e propósito Gestão do Conhecimento Sustentabilidade

3 TEMPO CONHECIMENTO Os grandes ativos do nosso século.

4 Contexto:? O que é Gestão do Conhecimento? Conjunto de práticas que tem como objetivo identificar e sistematizar o conhecimento, facilitando a sua disseminação aos públicos de interesse. Conhecimento certo, na hora certa e para as pessoas certas Eixos de conhecimento: Interno - Na equipe Interno - Entre áreas da empresa Externo Clientes, empresas, mercado...

5 Diferentes formas de conhecimento: Documentos, s e outras formas escritas Exemplos: Relatos Sites Cases Conhecimento Explícito Conhecimento Tácito Experiências de indivíduos, redes e comunidades Exemplos: Melhores práticas Conhecer quem sabe O que está na cabeça de cada um Fonte: Nonaka e Takeuchi (1995)

6 Ciclo de conhecimento: De pessoa para pessoa. Ex. um colega compartilha uma experiência. Traduzir o conteúdo para alguém não familiarizado com o tema Ex.: publicar um estudo. Interpretar e integrar o conhecimento. Aplicar os conceitos. Conhecimentos são associados na construção de um todo. Ex.: Política de Sustentabilidade. Fonte: Nonaka e Takeuchi (1995)

7 Gestão do conhecimento na prática: Captar Disseminar Comunidade de Práticas Newsletter Relatórios Painéis e eventos Publicações Portal / site Redes sociais Processos e Políticas Vídeos Estudos e Pesquisas Cases e artigos storytelling Fóruns Reuniões de equipe Comitês É fundamental encontrar o que faz sentido para a sua organização.

8 Principais benefícios da Gestão do Conhecimento: Empoderar a equipe Acelerar a aprendizagem Apoiar na tomada de decisão Inspirar iniciativas futuras Alavancar o posicionamento da sua marca Se tornar referência nos temas de interesse Conhecimento disponível de maneira simples e acessível

9 Fluxo macro de atuação: Medir os resultados e (alcance, impacto e relevância do tema), servindo de base para publicações futuras. Divulgar o produto ao público de interesse. Avaliar o melhor canal e formato. Monitorar Comunicar Disponibilizar conteúdo aos públicos de interesse. Ex.: uma nova publicação disponível para download, um evento para público de interesse, etc. Mapear o conhecimento Gestão do Conhecimento Disseminar Mapear os saberes - na equipe, em outras áreas da empresa e externamente. Identificar temas para sistematizar, ou que demandem novos estudos e pesquisas. Priorizar Sistematizar / produzir Definir os temas de interesse - ligados direta ou indiretamente a sua atuação. Traduzir conteúdos aos públicos de interesse, na linguagem e formato adequados, tornando-os simples, acessíveis e objetivos. Ex.: livros, vídeos, eventos, metodologias. E produzir ou apoiar novos estudos e pesquisas.

10 Alguns desafios... Mudança cultural Gestão do conhecimento deve estar incorporada à cultura da organização, e é papel de todos. No começo é dolorido mas aos poucos as pessoas vão notando os resultados, e a incorporação de GC vai ganhando forma. Definir o que não é GC São inúmeras as possibilidades de atuação em GC. É importante identificar o que faz sentido para a sua organização, e o que deve ficar de fora. Você vai ouvir: mailing? Isso é com GC. Elaborar um texto para uma matéria da intranet? É GC. Priorização É fundamental definir os temas e ações prioritárias. Como são muitas as possibilidades, é grande a chance de se perder pelo caminho.

11 Principais características do profissional de GC RESILIÊNCIA Toda a atuação em temas que exigem uma mudança cultural são exercícios de resiliência. Respire fundo, talvez a sua ideia brilhante precise esperar na fila. COLABORAÇÃO Tenha prazer em oferecer ajuda e contribuir com ideias e sugestões. Assim você promove a troca de conhecimento, acelera a aprendizagem e estabelece parcerias. CONHECER O NEGÓCIO Leia muito, estude muito. Esteja antenado ao que acontece, conheça o seu negócio e desafios para identificar oportunidades de atuação, colaboração e tendências. PENSAMENTO ESTRATÉGICO O profissional de GC é um grande articulador. Conecta pessoas e ideias, capta tendência, propõe iniciativas. Pra isso, circule muito, se envolva nos temas, conheça as áreas e seus desafios, e tenha a visão estratégica. EMPATIA Muitas das iniciativas de GC serão realizadas em parceria com outras áreas e pessoas. Trabalhar em equipe e estabelecer parcerias é fundamental para o sucesso do seu trabalho. ORGANIZAÇÃO Ame planilhas. Organizar os conteúdos e informações e deixa-los no lugar certo para que todos acessem é muito importante, e você como profissional de GC deve dar o exemplo.

12 Macro processo para implantação de Gestão do Conhecimento: PLANEJAR DEFINIR ESTRATÉGIA IMPLANTAR

13 1. Planejar Principais dicas e desafios: Invista tempo - um bom diagnóstico é fundamental para que você tenha sucesso na implantação de gestão do conhecimento (GC) Conheça o que já existe - mapeie as iniciativas de GC da sua área / empresa. Muitas vezes algumas práticas já são realizadas, apenas não são nomeadas de gestão do conhecimento. Entenda os desafios atuais - conhecer os desafios, planos e metas da sua área/empresa é fundamental para que você possa propor práticas de GC que contribuam com estes desafios. Ouça a equipe entrevistas ou conversas individuais com pessoas chave é fundamentais para entender quais as expectativas, desafios e necessidades. Você vai ganhar aliados valiosos para a implantação de GC Realize benchmarks conhecer desafios e práticas de empresas que já atuam em GC vai facilitar a sua vida. Você economiza tempo, compartilha experiências e entende o que dá certo ou não. Estude. Estude. Estude. Parece básico, mas é algo fundamental. Esteja antenado, leia muito, converse com especialistas, participe de eventos e workshops.

14 2. Definir a estratégia Principais dicas e desafios: Definir proposta de atuação Após a imersão que você fará na etapa de planejamento, ficará mais claro quais são as prioridades para a sua atuação. A partir disso, defina o escopo: o que será feito, e também o que não será. Assim você alinha expectativas e prioriza o que é mais relevante. Compartilhar com especialistas a opinião de especialistas pode te ajudar no caminho da implantação de GC. Grupos como o SBGC são importantes aliados. Valide a proposta com a alta gestão é importante que sua proposta faça sentido para a sua área e/ou organização. Validações ajudam a trazer novos olhares, e garantir um sponsor para a implantação. Consultorias externas se for contratar uma consultoria para a implantação de GC, só o faça após você ter feito um bom diagnostico, se empoderar do tema e das necessidades da sua área ou empresa. Aí sim eles poderão te apoiar mais assertivamente.

15 3. Implantar Principais dicas e desafios: Divulgue a estratégia para todos os envolvidos todos os envolvidos devem conhecer a estratégias e as ações que serão implantadas. Afinal, todos serão impactados e podem contribuir para o sucesso da incorporação de GC Defina metas importante para manter-se no foco de atuação. As metas podem e devem ser revistas em alguns momentos do processo, mas iniciar sem elas é um tiro no escuro. Monitorar o processo e reportar resultados invista tempo definindo alguns indicadores chave para os seus projetos e monitore-os. Contra fatos e dados não há argumentos.

16 Na prática... Storytelling Case Histórias de Transformação 1. Contar a história de 32 projetos por meio da história de pessoas. 2. Sistematizar as histórias em um livro com versão digital e impressa 3. Disseminar as histórias em vídeos 4. Apresentar em um TEDx com falas de especialistas

17 Obrigada! Anna Nogueira

O QUE COMUNICAÇÃO INTEGRAL Da Essência ao Plano de Ação. QUEM

O QUE COMUNICAÇÃO INTEGRAL Da Essência ao Plano de Ação. QUEM PARA QUEM Para profissionais liberais em fase de redesenho ou transição de carreira; Para empreendedores e gestores de empresas que ainda não possuem área de Comunicação e MKT e têm que fazer esse papel;

Leia mais

PROPOSTA DE PLANO DE AÇÃO DA NOVA GESTÃO. Presidente Joilson Barcelos

PROPOSTA DE PLANO DE AÇÃO DA NOVA GESTÃO. Presidente Joilson Barcelos PROPOSTA DE PLANO DE AÇÃO DA NOVA GESTÃO Presidente Joilson Barcelos RESGATANDO NOSSA HISTÓRIA 1963 1964 a 2015 2016 Fundada em 30 de maio, fruto de um movimento nacional, com a finalidade de fortalecer

Leia mais

18 ideias para aplicar a criatividade e inovação no seu site ou blog. VIVER DE BLOG Página 1

18 ideias para aplicar a criatividade e inovação no seu site ou blog. VIVER DE BLOG Página 1 18 ideias para aplicar a criatividade e inovação no seu site ou blog VIVER DE BLOG Página 1 INTRODUÇÃO Quantos produtores de conteúdo, empreendedores e influenciadores digitais estão surgindo todos os

Leia mais

Business Partner em RH: Planejamento Estratégico de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Business Partner em RH: Planejamento Estratégico de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Desafios para a Gestão do Conhecimento

Desafios para a Gestão do Conhecimento Webinars SBGC - Insights 01/04/2016 Desafios para a Gestão do André Saito saito@sbgc.org.br André Saito Criação de startup de jogos educacionais online (2000) Atuação em gestão da qualidade e reengenharia

Leia mais

Agenda. 03 de Dezembro de 2015. Hotel Green Place Flat São Paulo, SP. Realização: www.corpbusiness.com.br 2ª EDIÇÃO

Agenda. 03 de Dezembro de 2015. Hotel Green Place Flat São Paulo, SP. Realização: www.corpbusiness.com.br 2ª EDIÇÃO Agenda 2ª EDIÇÃO 03 de Dezembro de 2015 Hotel Green Place Flat São Paulo, SP Realização: www.corpbusiness.com.br Patrocínio Gold Patrocínio Bronze Expo Brand Apoio Realização: APRESENTAÇÃO PORTAIS CORPORATIVOS:

Leia mais

Projeto Na Medida MICROEMPRESA. Palestra de sensibilização Na Medida PARA MICROEMPRESÁRIOS. Competências Gerais. Modalidade. Formato.

Projeto Na Medida MICROEMPRESA. Palestra de sensibilização Na Medida PARA MICROEMPRESÁRIOS. Competências Gerais. Modalidade. Formato. Projeto Na Medida PARA MICROEMPRESÁRIOS Palestra de sensibilização Na Medida Compreender a relevância do papel dos micro e pequenos empresários na economia brasileira e a necessidade da adoção das melhores

Leia mais

Regulamento do MUNICIÊNCIA Municípios Inovadores

Regulamento do MUNICIÊNCIA Municípios Inovadores Regulamento do MUNICIÊNCIA Municípios Inovadores. Introdução MuniCiência Municípios Inovadores é uma iniciativa criada pela CNM para identificar, analisar, promover e compartilhar projetos inovadores adotados

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico CETEC. Ensino Técnico. Habilitação Profissional: Nível Médio de Técnico em Administração

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico CETEC. Ensino Técnico. Habilitação Profissional: Nível Médio de Técnico em Administração Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Nível Médio de Técnico em Administração

Leia mais

Gestão Estratégica de Projetos Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Gestão Estratégica de Projetos Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Business Partner em RH: Papel, Posicionamento e Postura Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Business Partner em RH: Papel, Posicionamento e Postura Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

A responsabilidade socioambiental é uma preocupação global, fundamental para a qualidade de vida das futuras gerações.

A responsabilidade socioambiental é uma preocupação global, fundamental para a qualidade de vida das futuras gerações. A responsabilidade socioambiental é uma preocupação global, fundamental para a qualidade de vida das futuras gerações. Levando em considerações os aspectos sociais, econômicos e ambientais, o Sistema Federação

Leia mais

Assunto 2: Administração do Conhecimento

Assunto 2: Administração do Conhecimento Assunto 2: Administração do Conhecimento Objetivos do Capítulo Administração do Conhecimento 1. Explicar como os sistemas de administração do conhecimento podem ajudar na iniciativa de construir uma empresa

Leia mais

O Futuro da Auditoria Interna: Tendências e requisitos fundamentais do Chief Audit Executive

O Futuro da Auditoria Interna: Tendências e requisitos fundamentais do Chief Audit Executive 1 O Futuro da Auditoria Interna: Tendências e requisitos fundamentais do Chief Audit Executive DEFINIÇÃO DE AUDITORIA INTERNA "A auditoria interna é uma atividade independente, de garantia objetiva e consultiva,

Leia mais

VIX LOGÍSTICA S/A COMITÊ DE GOVERNANÇA CORPORATIVA E GESTÃO DE PESSOAS

VIX LOGÍSTICA S/A COMITÊ DE GOVERNANÇA CORPORATIVA E GESTÃO DE PESSOAS VIX LOGÍSTICA S/A COMITÊ DE GOVERNANÇA CORPORATIVA E GESTÃO DE PESSOAS 1. Objetivo O Comitê de Governança Corporativa e Gestão de Pessoas é um órgão acessório ao Conselho de Administração (CAD) da VIX

Leia mais

Porque há histórias que não podemos esquecer

Porque há histórias que não podemos esquecer Porque há histórias que não podemos esquecer A MAGIA DA MEMÓRIA É preciso começar a perder a memória para perceber que é esta que faz toda a nossa vida. Uma vida sem memória não seria uma vida ( ). A nossa

Leia mais

Adriana Cybele Ferrari

Adriana Cybele Ferrari Adriana Cybele Ferrari Coordenadora da Unidade de Bibliotecas e Leitura Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo São Paulo, 12 de Março de 2013 Espaços vivos de interação das pessoas; O elemento central

Leia mais

POLÍTICA ENGAJAMENTO DE STAKEHOLDERS ÍNDICE. 1. Objetivo...2. 2. Abrangência...2. 3. Definições...2. 4. Diretrizes...3. 5. Materialidade...

POLÍTICA ENGAJAMENTO DE STAKEHOLDERS ÍNDICE. 1. Objetivo...2. 2. Abrangência...2. 3. Definições...2. 4. Diretrizes...3. 5. Materialidade... ENGAJAMENTO DE STAKEHOLDERS Folha 1/8 ÍNDICE 1. Objetivo...2 2. Abrangência...2 3. Definições...2 4. Diretrizes...3 5. Materialidade...7 Folha 2/8 1. Objetivos 1. Estabelecer as diretrizes que devem orientar

Leia mais

2.1. Subcoordenador Técnico Operacional (Código STO) 1 vaga Atribuições:

2.1. Subcoordenador Técnico Operacional (Código STO) 1 vaga Atribuições: PRORROGAÇÃO DO EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS PROJETO CVDS Manaus, 24 de Novembro de 2014. 1. CONTEXTUALIZAÇÃO O Centro Vocacional para o Desenvolvimento Sustentável (CVDS), trata-se de um projeto piloto

Leia mais

PRINCÍPIOS DA ENGENHARIA DE SOFTWARE- AULA 06. Prof.: Franklin M. Correia

PRINCÍPIOS DA ENGENHARIA DE SOFTWARE- AULA 06. Prof.: Franklin M. Correia 1 PRINCÍPIOS DA ENGENHARIA DE SOFTWARE- AULA 06 Prof.: Franklin M. Correia NOS CAPÍTULOS ANTERIORES... Atividades de Gerenciamento Planejamento de Projetos Programação de Projeto O QUE TEMOS PARA HOJE!!

Leia mais

Design Thinking para Empreendedores Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Design Thinking para Empreendedores Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Analista de Negócio 3.0

Analista de Negócio 3.0 Estudo de Caso A industria Santos é uma empresa siderúrgica que possui duas plantas industriais em dois municípios do interior de Minas Gerais. A sede da empresa fica no estado de São Paulo, na cidade

Leia mais

Quem somos. Mais de 20 anos de atuação nacional. Referência em pesquisas no Sul do Brasil.

Quem somos. Mais de 20 anos de atuação nacional. Referência em pesquisas no Sul do Brasil. Quem somos Mais de 20 anos de atuação nacional. Referência em pesquisas no Sul do Brasil. Experiência em projetos nos setores privado, mídia, entidades, público e político. Alguns de nossos clientes Principais

Leia mais

Comitê de Avaliação de Tecnologias (ATS) ) do Hospital Israelita Albert Einstein

Comitê de Avaliação de Tecnologias (ATS) ) do Hospital Israelita Albert Einstein Comitê de Avaliação de Tecnologias (ATS) ) do Hospital Israelita Albert Einstein Luiz Vicente Rizzo Diretor Superintendente Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein Avaliação de Tecnologia

Leia mais

GUIA. Como maximizar a aprovação dos novos projetos de TI para a diretoria

GUIA. Como maximizar a aprovação dos novos projetos de TI para a diretoria GUIA Como maximizar a aprovação dos novos projetos de TI para a diretoria INTRODUÇÃO A área de tecnologia das organizações vem tendo um aumento de visibilidade significativa nos últimos anos. A TI tem

Leia mais

REFERENCIAIS DE IMPLANTAÇÃO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: MODELO IPEA

REFERENCIAIS DE IMPLANTAÇÃO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: MODELO IPEA REFERENCIAIS DE IMPLANTAÇÃO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: MODELO IPEA MODELO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO PARA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BRASILEIRA FABIO FERREIRA BATISTA INSTITUTO DE

Leia mais

Uma empresa dedicada ao desenvolvimento humano e organizacional

Uma empresa dedicada ao desenvolvimento humano e organizacional Uma empresa dedicada ao desenvolvimento humano e organizacional Quem somos Nossas soluções objetivam a transformação humana e das culturas organizacionais, fortalecendo laços entre organizações e colaboradores.

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. OBJETO DE CONTRATAÇÃO A presente especificação tem por objeto a contratação de empresa Especializada de Consultoria para Planejamento da Estrutura Funcional e Organizacional

Leia mais

LETRAS INDISPENSÁVEIS PARA ORGANIZAR UM PLANO DE AÇÃO 4E REDUZIR RISCOS

LETRAS INDISPENSÁVEIS PARA ORGANIZAR UM PLANO DE AÇÃO 4E REDUZIR RISCOS LETRAS INDISPENSÁVEIS PARA ORGANIZAR UM PLANO DE AÇÃO 4E REDUZIR RISCOS LETRAS INDISPENSÁVEIS PARA ORGANIZAR UM PLANO DE AÇÃO 4E REDUZIR RISCOS apresentação SWOT Você já deve ter ouvido falar em SWOT (Strengths,

Leia mais

Amplie seu Repertório, Melhore seus Resultados

Amplie seu Repertório, Melhore seus Resultados Amplie seu Repertório, Melhore seus Resultados Amplie seu Repertório, Melhore seus Resultados Aproveite o Dia dos Namorados! Thais Plaza 11 98229-6337 Quem sou... THAIS PLAZA Publicitária e Radialista

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA Coordenadoria de Economia Mineral Diretoria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral Premissas do Desenvolvimento Sustentável Economicamente

Leia mais

Ferramentas de Marketing

Ferramentas de Marketing Pesquisa de Mercado, Treinamento de Vendas, Consultoria em Marketing SMGShare Marketing Group Ferramentas de Marketing O SMG presta consultoria para a adoção de Ferramentas de Marketing, auxiliando na

Leia mais

Relações Governamentais no Brasil Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Relações Governamentais no Brasil Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

A composição ideal para impulsionar o seu negócio.

A composição ideal para impulsionar o seu negócio. A composição ideal para impulsionar o seu negócio. 2ANOS DE ATUAÇÃO 30 + CLIENTES ATENDIDOS +40PROJETOS REALIZADOS 400 + % DE CRESCIMENTO EM 2015 Nós criamos iniciativas de marketing, comunicação e inovação

Leia mais

Informações sobre os Roteiros

Informações sobre os Roteiros Informações sobre os Roteiros O MakeMoney traz roteiros especialmente desenvolvidos para elaboração de Planos de Negócios, Estudos de Viabilidade e Planos de Inovação e Competitividade. Este documento

Leia mais

PDE - Fundição. Programa de Desenvolvimento Empresarial

PDE - Fundição. Programa de Desenvolvimento Empresarial PDE - Fundição Programa de Desenvolvimento Empresarial PDE - Fundição Bem-vindos ao Programa de Desenvolvimento Empresarial 1) Apresentação da Equipe 2) Dinâmica de Trabalho 3) Conteúdos 4) Metodologia

Leia mais

Outubro 2008 Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos

Outubro 2008 Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos Outubro 2008 Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos Marca de confiança Conteúdo IV Encontro do GIGCI Institucional Inovação GC para Inovação GC Corporativa Correios em números 110 mil empregados 12

Leia mais

21 dicas para aumentar sua produtividade e gerenciar melhor seu tempo. VIVER DE BLOG Página 1

21 dicas para aumentar sua produtividade e gerenciar melhor seu tempo. VIVER DE BLOG Página 1 21 dicas para aumentar sua produtividade e gerenciar melhor seu tempo VIVER DE BLOG Página 1 INTRODUÇÃO Como você usa seu tempo depende muito mais das habilidades que você procura desenvolver depois de

Leia mais

Business Case (Caso de Negócio)

Business Case (Caso de Negócio) Terceiro Módulo: Parte 5 Business Case (Caso de Negócio) AN V 3.0 [54] Rildo F Santos (@rildosan) rildo.santos@etecnologia.com.br www.etecnologia.com.br http://etecnologia.ning.com 1 Business Case: Duas

Leia mais

Liderança direta líder da área onde o programa de voluntariado está inserido

Liderança direta líder da área onde o programa de voluntariado está inserido Liderança direta líder da área onde o programa de voluntariado está inserido 1. Quais as principais causas da falta de apoio ao programa? Quando o gestor diretor é da área responsável pelo programa ele

Leia mais

Parceiros Parceiro Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas

Parceiros Parceiro Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Diante do cenário atual (necessidades x investimentos), onde a participação dos parceiros/canais Ramo Sistemas é essencial para o crescimento dos negócios das empresas no Brasil, sugerimos fazer: 1. Mapear

Leia mais

BALANÇO E DESAFIOS DA GESTÃO

BALANÇO E DESAFIOS DA GESTÃO A EXPERIÊNCIA DA MACROPLAN OS CICLOS ELEITORAIS E AS DESCONTINUIDADES NA GESTÃO Apesar da evolução na gestão pública os ciclos eleitorais ainda são marcados por grandes descontinuidades. Governos que se

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. A FEEES e o Movimento Espírita do Estado do Espírito Santo

FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. A FEEES e o Movimento Espírita do Estado do Espírito Santo FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO A FEEES e o Movimento Espírita do Estado do Espírito Santo A Federação Espírita do Espírito Santo, fundada em 1921, é constituída pelo Conselho Estadual e

Leia mais

1ª Jornada Internacional da Gestão Pública. O caso MDIC. BRASÍLIA (DF), 13 de março de 2013

1ª Jornada Internacional da Gestão Pública. O caso MDIC. BRASÍLIA (DF), 13 de março de 2013 1ª Jornada Internacional da Gestão Pública O caso MDIC BRASÍLIA (DF), 13 de março de 2013 ANTECEDENTES INÍCIO DE 2011 Contexto de mudança de Governo; Necessidade de diagnóstico organizacional; Alinhamento

Leia mais

Relatório CRI Minas 16/05/13 Inovação e Comportamento Humano Hérica Righi,Raoni Pereira e Flávia Carvalho

Relatório CRI Minas 16/05/13 Inovação e Comportamento Humano Hérica Righi,Raoni Pereira e Flávia Carvalho Relatório CRI Minas 16/05/13 Inovação e Comportamento Humano Hérica Righi,Raoni Pereira e Flávia Carvalho Relatório CRI Minas 16/05/13 Inovação e Comportamento Humano Muitos são os desafios encontrados

Leia mais

1. Esta Política Institucional de Comunicação e Marketing do Sicoob:

1. Esta Política Institucional de Comunicação e Marketing do Sicoob: 1. Esta Política Institucional de Comunicação e Marketing do Sicoob: a) visa estabelecer diretrizes sistêmicas aplicáveis à execução do Planejamento Estratégico em vigência, no que se refere às ações de

Leia mais

A Mongeral Aegon é a seguradora mais antiga do Brasil em atividade contínua;

A Mongeral Aegon é a seguradora mais antiga do Brasil em atividade contínua; QUEM SOMOS A Mongeral Aegon é a seguradora mais antiga do Brasil em atividade contínua; Especializada em Vida e Previdência, possui portfólio completo para assegurar nossos clientes e seus familiares dos

Leia mais

Metodologias de PETI. Prof. Marlon Marcon

Metodologias de PETI. Prof. Marlon Marcon Metodologias de PETI Prof. Marlon Marcon PETI O PETI é composto de: Planejamento Estratégico da organização, que combina os objetivos e recursos da organização com seus mercados em processo de transformação

Leia mais

Curso Google Adwords e Marketing Digital. Carga horária: 16h

Curso Google Adwords e Marketing Digital. Carga horária: 16h Curso Google Adwords e Marketing Digital Carga horária: 16h Quem Somos A Internet Innovation é a primeira empresa a oferecer uma grade completa de cursos especializados em Comércio Eletrônico e Marketing

Leia mais

introdução ao marketing - gestão do design

introdução ao marketing - gestão do design introdução ao marketing - gestão do design Universidade Presbiteriana Mackenzie curso desenho industrial 3 pp e pv profa. dra. teresa riccetti Fevereiro 2009 A gestão de design, o management design, é

Leia mais

Carlos Augusto de Oliveira. Inovação da Tecnologia, do Produto e do Processo

Carlos Augusto de Oliveira. Inovação da Tecnologia, do Produto e do Processo Carlos Augusto de Oliveira Inovação da Tecnologia, do Produto e do Processo Prefácio........................................................................ 19 1. O Planejamento da Qualidade.....................................................

Leia mais

Acordo de Acionistas NORMA DE da CPFL Energia S.A. ENGAJAMENTO

Acordo de Acionistas NORMA DE da CPFL Energia S.A. ENGAJAMENTO Acordo de Acionistas NORMA DE da CPFL Energia S.A. ENGAJAMENTO Atual DE Denominação PÚBLICOS Social DE da Draft II Participações INTERESSE S.A. Sumário Introdução 3 Objetivo da Norma 4 Conceitos básicos

Leia mais

Oportunidades Negócios Digitais 4 passos para ir da ideia à execução PEDRO QUINTANILHA

Oportunidades Negócios Digitais 4 passos para ir da ideia à execução PEDRO QUINTANILHA Oportunidades Negócios Digitais 4 passos para ir da ideia à execução PEDRO QUINTANILHA Pedro Quintanilha Empresário e Especialista em Marketing e Negócios Digitais - Formado Em Administração Com Ênfase

Leia mais

Gestão Estratégica da Qualidade

Gestão Estratégica da Qualidade UNIVERSIDADE DE SOROCABA Curso Gestão da Qualidade Gestão Estratégica da Qualidade Professora: Esp. Débora Ferreira de Oliveira Aula 2 16/08 Objetivo: relembrar o que foi dado, tirar possíveis dúvidas

Leia mais

Planejamento Estratégico

Planejamento Estratégico PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS DIVISÃO DE GESTÃO DA QUALIDADE Sistema de Gestão da Qualidade PROCEDIMENTO P.TJAM 67 Planejamento Estratégico Elaborado por: Carla Winalmoller

Leia mais

Responsabilidade da Direção

Responsabilidade da Direção 5 Responsabilidade da Direção A gestão da qualidade na realização do produto depende da liderança da alta direção para o estabelecimento de uma cultura da qualidade, provisão de recursos e análise crítica

Leia mais

SERVIÇOS DE CONSULTORIA

SERVIÇOS DE CONSULTORIA SERVIÇOS DE CONSULTORIA Apresentação Ao longo de 16 anos de atuação no mercado, viemos acompanhando a evolução das necessidades de evolução dos negócios de nossos clientes, e a evolução das necessidades

Leia mais

PROPALE. SUA PRÓXIMA AGÊNCIA.

PROPALE. SUA PRÓXIMA AGÊNCIA. PROPALE. SUA PRÓXIMA AGÊNCIA. Somos múltiplos, formados por diferentes núcleos de atuação, unimos pessoas inteligentes com a ambição por realizar projetos memoráveis. A Propale é a soma de suas estratégias,

Leia mais

Recomendação de políticas Sustentabilidade ambiental

Recomendação de políticas Sustentabilidade ambiental Recomendação de políticas A oportunidade Considerando que os datacenters estarão entre os principais consumidores mundiais de energia elétrica até meados da próxima década, o desenvolvimento contínuo de

Leia mais

Gestão de Desempenho: a experiência do Grupo Águas do Brasil

Gestão de Desempenho: a experiência do Grupo Águas do Brasil Gestão de Desempenho: a experiência do Grupo Águas do Brasil Agenda Objetivos da G. Desempenho Conceitos estruturantes O Modelo concebido para o grupo Águas do Brasil Relato da Experiência e dos Resultados

Leia mais

Sistema de Gestão pela Qualidade Total

Sistema de Gestão pela Qualidade Total Sistema de Gestão pela Qualidade Total Marketing Márcia Elisa Garcia de Grandi megrandi@usp.br Rosa Maria Fischi rmfzani@usp.br Marketing Definições Marketing é a entrega de satisfação para o cliente em

Leia mais

PROPOSTA DE FORMAÇÃO SOCIOAMBIENTAL NO CONTEXTO DA FISCALIZAÇÃO

PROPOSTA DE FORMAÇÃO SOCIOAMBIENTAL NO CONTEXTO DA FISCALIZAÇÃO PROPOSTA DE FORMAÇÃO SOCIOAMBIENTAL NO CONTEXTO DA FISCALIZAÇÃO outubro/2012 Beatriz Alves Rodrigo Machado PRESSUPOSTOS Campo Ambiental Campo Educacional Campo Educacional Educação Ambiental Campo Ambiental

Leia mais

Estratégias para as Compras Públicas Sustentáveis. Paula Trindade LNEG

Estratégias para as Compras Públicas Sustentáveis. Paula Trindade LNEG Estratégias para as Compras Públicas Sustentáveis Paula Trindade LNEG Conferência Compras Públicas Sustentáveis LNEG, 25 Março 2010 Muitas organizações têm experiências em compras sustentáveis! Mas sem

Leia mais

Desafios para manter a iniciativa de BPM alinhada com a estratégia empresarial

Desafios para manter a iniciativa de BPM alinhada com a estratégia empresarial Desafios para manter a iniciativa de BPM alinhada com a estratégia empresarial Marlene Silva YPÊ Curitiba 05/12/12 Quem Somos Marca líder no segmento de higiene e limpeza no Brasil, a Ypê possui uma linha

Leia mais

Como escrever um conteúdo altamente persuasivo com zero manipulação. VIVER DE BLOG Página 1

Como escrever um conteúdo altamente persuasivo com zero manipulação. VIVER DE BLOG Página 1 Como escrever um conteúdo altamente persuasivo com zero manipulação VIVER DE BLOG Página 1 Olá, tudo bem? Aqui quem fala é o Henrique Carvalho, criador do Viver de Blog, o site especializado em Marketing

Leia mais

O projecto Potencial C inclui ainda um número limitado de actividades a decorrer fora do país. Objectivos:

O projecto Potencial C inclui ainda um número limitado de actividades a decorrer fora do país. Objectivos: O projecto Potencial C é uma iniciativa da Agência INOVA e é constituído por um conjunto integrado e abrangente de actividades que, ao longo de 24 meses, procurará estimular a criação de empresas no âmbito

Leia mais

Estruturação por Processo

Estruturação por Processo Como Estimular os Colaboradores se Tornarem Multiplicadores de Conhecimento, Garantindo o Engajamento e a Troca de Experiências em Ambientes Altamente Competitivos Estruturação por Processo Colaboradores

Leia mais

4º Fórum Data System Seleção de Dicas

4º Fórum Data System Seleção de Dicas 1 Introdução Olá, parceiro, tudo bem? Recentemente, nossa equipe estava refletindo: Tivemos palestrantes fantásticos em nosso 4º Fórum Data System, nos oferecendo um conteúdo relevante para nosso mercado,

Leia mais

Processos Mapeamento, Análise e Normatização. Métricas de mensuração dos processos. Métricas de Mensuração. Aula 03. Prof.

Processos Mapeamento, Análise e Normatização. Métricas de mensuração dos processos. Métricas de Mensuração. Aula 03. Prof. Processos Mapeamento, Análise e Normatização Métricas de mensuração dos processos Aula 03 Prof. Frank Pizo Métricas de Mensuração Mensurar: 1. Determinar a medida de; medir. 2. Determinar a extensão ou

Leia mais

PL 055 POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL. Publicado em: 13/05/2016

PL 055 POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL. Publicado em: 13/05/2016 1. OBJETIVOS Estabelecer os princípios e diretrizes que norteiam as ações de práticas socioambientais da Getnet nos negócios e na relação com todas as partes interessadas, incluindo as diretrizes para

Leia mais

AGENDA PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

AGENDA PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL AGENDA PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Além de integrar a missão e visão da FACISC, o Desenvolvimento Sustentável passa agora a ser uma de nossas Diretrizes de atuação. Desta forma, propondo a ampliação

Leia mais

- TCP auditoria e/ou VIC. 2. Realizar estágio no TCU/Brasil. - TCU/Brasil estágio em área a definir

- TCP auditoria e/ou VIC. 2. Realizar estágio no TCU/Brasil. - TCU/Brasil estágio em área a definir Plano Estratégico da OISC/CPLP 2011-2016 Plano Anual de Trabalho 2015 Objetivo Estratégico 1: Desenvolver competências essenciais ao bom funcionamento das Instituições Estratégias a,b e c: capacitação,

Leia mais

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira 1. Por que acreditamos no Soja Plus? 2. Como produziremos grandes resultados? 3. O que já realizamos em 2011? 4. O que estamos realizando

Leia mais

Como a comunicação interna nas empresas viabiliza o home-office

Como a comunicação interna nas empresas viabiliza o home-office Como a comunicação interna nas empresas viabiliza o home-office ebook Guias completos e gratuitos www.socialbase.com.br Índice 1. Introdução 2. Que tipo de empresa pode apostar no home-office 3. Por que

Leia mais

Uma Nova Visão de Gestão

Uma Nova Visão de Gestão Uma Nova Visão de Gestão Fluminense Football Club CENÁRIO Em março de 2011, a FSB assumiu a comunicação interna do Fluminense Football Club para um período de um ano. Os únicos veículos dirigidos ao público

Leia mais

4 relatórios essenciais do Google Analytics para alavancar a estratégia de crescimento seu blog. VIVER DE BLOG Página 1

4 relatórios essenciais do Google Analytics para alavancar a estratégia de crescimento seu blog. VIVER DE BLOG Página 1 4 relatórios essenciais do Google Analytics para alavancar a estratégia de crescimento seu blog VIVER DE BLOG Página 1 INTRODUÇÃO Nem todo produtor de conteúdo gosta ou se preocupa em medir os resultados

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 246 aprovado pela portaria Cetec nº 181 de 26/09/2013 Etec Paulino Botelho Extensão Esterina Placco Código: 091 Município: São Carlos Eixo

Leia mais

Fórum Empresarial de Apoio à Cidade de São Paulo. Propostas para 2011

Fórum Empresarial de Apoio à Cidade de São Paulo. Propostas para 2011 Fórum Empresarial de Apoio à Cidade de São Paulo Propostas para 2011 Justificativa A cidade de São Paulo representa um enorme desafio para todos que se empenham pelo desenvolvimento sustentável e justo

Leia mais

Política de Comunicação do IFRS: conceito, metodologia e participação. Wilson da Costa Bueno Bento Gonçalves/RS 05/03/2015

Política de Comunicação do IFRS: conceito, metodologia e participação. Wilson da Costa Bueno Bento Gonçalves/RS 05/03/2015 Política de Comunicação do IFRS: conceito, metodologia e participação Wilson da Costa Bueno Bento Gonçalves/RS 05/03/2015 Conceito Política de Comunicação é o conjunto sistematizado de princípios, valores,

Leia mais

Iniciar uma discussão sobre a elaboração de uma. Estratégia Nacional de Comunicação e Educação Ambiental. no âmbito do

Iniciar uma discussão sobre a elaboração de uma. Estratégia Nacional de Comunicação e Educação Ambiental. no âmbito do OBJETIVO Iniciar uma discussão sobre a elaboração de uma Estratégia Nacional de Comunicação e Educação Ambiental no âmbito do Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza - SNUC DOCUMENTOS DE

Leia mais

INFLUÊNCIAS NA GESTÃO DE REDES

INFLUÊNCIAS NA GESTÃO DE REDES INFLUÊNCIAS NA GESTÃO DE REDES Vera M. L. Ponçano Rede de Saneamento e Abastecimento de Água Aracaju, 10 dezembro 2015 REDES: TECNOLÓGICAS TEMÁTICAS - PÚBLICAS FATORES DE INFLUÊNCIA: PESSOAL, SOCIAL, TECNOLÓGICO,

Leia mais

Biometrics and Human Identification Technology Expo, Business & Conference

Biometrics and Human Identification Technology Expo, Business & Conference Biometrics and Human Identification Technology Expo, Business & Conference 8 a 10 de novembro de 2016 Centro FECOMERCIO de Eventos São Paulo Apoio Mídia Organização e Realização Apresentação São esperados

Leia mais

ANÁLISE DE MERCADO E COMPETITIVIDADE

ANÁLISE DE MERCADO E COMPETITIVIDADE Plano de negócios Implantação do Empreendimento. Para implantar o site Bem na Foto na sua região de atuação o fotógrafo credenciado precisa de equipamento fotográfico profissional, veículo próprio, computador

Leia mais

Gestão de Projetos do esocial

Gestão de Projetos do esocial WORKSHOP Gestão de Projetos do esocial Primeiro workshop Online Motivadores Apoiar os profissionais a implantarem o esocial e alcançarem melhores resultados neste processo. Objetivos da Apresentação Como

Leia mais

Nove áreas temáticas do programa

Nove áreas temáticas do programa Nove áreas temáticas do programa Com base no Plano de Ação FLEGT da União Europeia, a gerência do programa estabeleceu nove áreas temáticas apoiadas pelo programa. Sob cada tema, há uma lista indicativa

Leia mais

1º ENCONTRO DE ORGANISMOS DE BACIAS DA AMÉRICA LATINA E CARIBE. Painel 2: PLANEJAMENTO E SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA DOS ORGANISMOS DE BACIAS

1º ENCONTRO DE ORGANISMOS DE BACIAS DA AMÉRICA LATINA E CARIBE. Painel 2: PLANEJAMENTO E SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA DOS ORGANISMOS DE BACIAS 1º ENCONTRO DE ORGANISMOS DE BACIAS DA AMÉRICA LATINA E CARIBE Painel 2: PLANEJAMENTO E SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA DOS ORGANISMOS DE BACIAS Estrutura e Sustentabilidade de Organizações de Recursos Hídricos

Leia mais

Ouvidoria - Geral da União. Objetivo 6. Produzir informações estratégicas para subsidiar as tomadas de decisões do Presidente da República.

Ouvidoria - Geral da União. Objetivo 6. Produzir informações estratégicas para subsidiar as tomadas de decisões do Presidente da República. Ouvidoria - Geral da União Objetivo 6. Produzir informações estratégicas para subsidiar as tomadas de decisões do Presidente da República. Produzir dados quantitativos e qualitativos acerca da satisfação

Leia mais

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 24ª REGIÃO, no uso de suas atribuições regimentais,

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 24ª REGIÃO, no uso de suas atribuições regimentais, PORTARIA TRT/GP/DGCA Nº 38/2016 Define a Política de Gerenciamento da Central de Serviços de Tecnologia da Informação e Comunicações do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL

Leia mais

VIABILIZAÇÃO DE PROJETOS

VIABILIZAÇÃO DE PROJETOS VIABILIZAÇÃO DE PROJETOS O cenário econômico do país atravessa um momento de expansão, pautado principalmente por um volume considerável de investimentos, o qual deve ser traduzido em melhorias de infra-estrutura,

Leia mais

Gestão de Portfólio de Projetos de Inovação VERSÃO EXECUTIVA. José Renato Santiago

Gestão de Portfólio de Projetos de Inovação VERSÃO EXECUTIVA. José Renato Santiago Gestão de Portfólio de Projetos de Inovação VERSÃO EXECUTIVA José Renato Santiago Conceito de Inovação... Um deles É o meio através do qual um espírito empreendedor cria novos recursos de produção de riqueza

Leia mais

E - B O O K VENDA 300% MAIS USANDO O FACEBOOK.

E - B O O K VENDA 300% MAIS USANDO O FACEBOOK. E - B O O K VENDA 300% MAIS USANDO O FACEBOOK. Marketing Digital: Redes Sociais POR QUE VOCÊ ESTÁ PARADO? Se todos estão na montanha, é lá que você deve estar. Se o que você quer é ser visto, não faz sentido

Leia mais

1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia. LOCAL: Recife-PE 22/11/2013

1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia. LOCAL: Recife-PE 22/11/2013 DIVISÃO DE CONSULTORIA 1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia LOCAL: Recife-PE 22/11/2013 TEMA DA PALESTRA: Gestão de Fluxos de Trabalho e Indicadores

Leia mais

Ementas. Certificate in Business Administration CBA

Ementas. Certificate in Business Administration CBA Ementas Certificate in Business Administration CBA Agosto 2012 Módulo Fundamental Administração Financeira EMENTA: Disciplina desenvolve a capacidade de contribuição para as decisões gerenciais aplicando

Leia mais

EBOOK GRÁTIS 8 dicas para criar produtos digitais

EBOOK GRÁTIS 8 dicas para criar produtos digitais EBOOK GRÁTIS 8 dicas para criar produtos digitais 8 dicas para criar produtos digitais Enquanto você lê este texto, milhares de pessoas estão se capacitando, investindo tempo e trabalhando para criar,

Leia mais

Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais FIEMG

Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais FIEMG Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais FIEMG Vídeo: A Força de quem FAZ O SISTEMA FIEMG A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais representa as indústrias do Estado e atua na defesa

Leia mais

Construindo a cultura da sustentabilidade

Construindo a cultura da sustentabilidade Construindo a cultura da sustentabilidade Fabio Pozza Superintendente de Desenvolvimento e Mercado Unimed Londrina Muito se discute a respeito do tema, mas em termos empresariais, o que é sustentabilidade?

Leia mais

ESTRATÉGIAS DIGITAIS PARA RESULTADOS

ESTRATÉGIAS DIGITAIS PARA RESULTADOS Objetivos ESTRATÉGIAS DIGITAIS PARA RESULTADOS Promover o aperfeiçoamento teórico e prático sobre planejamento e aplicação de soluções digitais em diversos ramos de negócios, nos setores público e privado.

Leia mais

A importância da liderança como diferencial competitivo. Leonardo Siqueira Borges 29 de Setembro de 2015

A importância da liderança como diferencial competitivo. Leonardo Siqueira Borges 29 de Setembro de 2015 A importância da liderança como diferencial competitivo Leonardo Siqueira Borges 29 de Setembro de 2015 Ellebe Treinamento em Gestão Organizacional A Ellebe atua em empresas públicas e privadas nas áreas

Leia mais

TS04. Teste de Software PLANOS DE TESTE. COTI Informática Escola de Nerds

TS04. Teste de Software PLANOS DE TESTE. COTI Informática Escola de Nerds TS04 Teste de Software PLANOS DE TESTE COTI Informática Escola de Nerds 1. PLANOS DE TESTE. Tipos de Testes de Software Teste Funcional Uma especificação funcional é uma descrição do comportamento esperado

Leia mais

BEM VINDO À FASE DE TESTES DA CAPTAMOS!

BEM VINDO À FASE DE TESTES DA CAPTAMOS! BEM VINDO À FASE DE TESTES DA CAPTAMOS! Agradecemos sua participação na construção desta ferramenta fundamental para potencializar o setor de captação de recursos como um todo. Nessa fase testes não queremos

Leia mais