DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIO"

Transcrição

1 de Controle de Pedidos Versão 2.0 DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIO

2 Página 2 / 8 de Controle de pedidos HISTÓRICO DE REVISÕES Data Versão Descrição Autor 25/09/ Elaboração do Documento Bruno Mota 29/09/ Revisão do Documento Adriano Marra 14/11/ Atualização do Documento Ricardo Reis IT Solutions Project Página 2 / 8 de Controle de Pedidos Versão 2.0

3 Página 3 / 8 de Controle de pedidos SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO Convenções, termos e abreviaturas Referências REGRAS DE NEGÓCIO Manter Ponto Remoto Manter Usuário Manter Produtos Manter Pedidos Manter Ordem de Serviço Relatórios APROVAÇÃO... 8 IT Solutions Project Página 3 / 8 de Controle de Pedidos Versão 2.0

4 Página 4 / 8 de Controle de pedidos 1. INTRODUÇÃO Este documento especifica as regras negociais do sistema, fornecendo aos desenvolvedores as informações necessárias para o projeto e implementação, assim como para a realização dos testes e homologação do sistema, no que tange ás regras de negócio Convenções, termos e abreviaturas Termo Acuridacidade FIFO Login Perfil Rastreabilidade RFID Ruptura de Estoque Safety Stock Significado É a exatidão de uma operação ou de uma tabela. FIRST IN, FIRST OUT é um conceito de movimentação de materiais em estoque onde a utilização desses materiais deve seguir preferencialmente a mesma ordem de recebimento (OBS: O prazo de validade real de cada item deve prevalecer sobre a ordem de recebimento). Nome do usuário para acesso ao sistema. Níveis de acesso. É a habilidade de descrever a história, aplicação, processos ou eventos e localização (origem e destino) de um determinado produto, por meio de registros e identificação. Radio Frequency Indentification Identificação por radiofreqüência Caracteriza nível de estoque igual a zero e impossibilidade de atendimento a uma necessidade de consumo. É caracterizado pelo ato de manter níveis de estoque suficientes para evitar faltas de estoque diante da variabilidade da demanda e da incerteza da reposição do produto quando necessário Referências Documentos relacionados ao e/ou mencionados nas seções a seguir: Documento Data Versão Local Documento de Visão 14/08/ Documento de Requisitos 07/09/ REGRAS DE NEGÓCIO 2.1. Manter Ponto Remoto IT Solutions Project Página 4 / 8 de Controle de Pedidos Versão 2.0

5 Página 5 / 8 de Controle de pedidos [RN2.1.1] Todo ponto remoto deve ser criado proveniente de uma Criação de Ponto Remoto ordem de serviço, ou seja, caso não exista uma ordem de serviço o ponto remoto não poderá ser criado. [RN2.1.2] Descrição de Ponto Remoto Todo ponto remoto criado deve possuir uma descrição obrigatória. [RN2.1.3] Responsável pelo Ponto Remoto Todo Ponto Remoto deve ter um responsável, com o perfil no mínimo de engenheiro válido e ativo. Todo ponto remoto, após sua criação, deve possui um Estoque de Ponto Remoto [RN2.1.4] estoque mínimo cadastrado de acordo com a indicação na ordem de serviço para se tornar Ativo Manter Usuário [RN2.2.1] [RN2.2.2] [RN2.2.3] Perfil de acesso ao módulo Situação do usuário Bloqueio de usuário por inatividade Somente usuários com perfil de Master (Nível 1 - Administrador), terão acesso ao módulo Manter Usuário. Todo usuário cadastrado recebe a condição ou status de ATIVO. Essa condição se manterá desde a data de sua inclusão até a data de fechamento de ser cadastro, passando então para INATIVO. Todo usuário que ficar afastado da empresa por um período maior que 30 (trinta) dias, tem que ter seu login de acesso bloqueado automaticamente. A todo usuário cadastrado deve-se atribuir níveis de acesso ao sistema, tipo: Nivel 1 (Master): Acesso a todos os módulos do sistema [RN2.2.4] [RN2.2.5] Níveis de acesso Segurança de senha Nível 2: Acesso aos módulos: Ordem de Serviço, Ponto Remoto, Pedidos e Relatórios referentes a esses módulos. Nível 3: Acesso aos módulos: Pedidos e Relatórios referentes a esses módulos. Nível 4: Acesso aos módulos: Produto, Pedidos e Relatórios referentes a esses módulos. A senha tem que ser criptografada e obrigatória, composta de no mínimo 6 (seis) e no máximo 8 (oito) caracteres. IT Solutions Project Página 5 / 8 de Controle de Pedidos Versão 2.0

6 Página 6 / 8 de Controle de pedidos 2.3. Manter Produtos [RN2.3.1] [RN2.3.2] [RN2.3.3] [RN2.3.4] [RN2.3.5] Reposição de Produtos Estoque Real Ruptura de Estoque Estoque de Segurança Disponibilização de Produto Organização do Produto Se a previsão de consumo é indicada na ordem de serviço, então a reposição do produto, em relação ao estoque real, também deve ser executada sempre que um novo ponto remoto for criado. Um produto não pode sofre ruptura de estoque, considerando todas as ordens de serviço referente a todos os pontos remotos cadastrados. O estoque de segurança, ou Safety Stock, é igual a 20% do produto necessário para atender ao ponto remoto solicitante Se o produto tiver data de validade, então deve ser disponibilizado levando em consideração a data de vencimento do mesmo. Isto se dará através da movimentação FIFO deste produto. Todo produto tem que ter uma Etiqueta Inteligente ou RFID visando garantir a Acuridacidade e Rastreabilidade do produto Manter Pedidos [RN2.4.1] [RN2.4.2] [RN2.4.3] Conflito entre materiais solicitados no pedido e materiais disponibilizados na Ordem de serviço Descrição do Pedido de Produtos Filtro de Pesquisa de Produtos Os tipos de materiais solicitados pelos pontos remotos não podem ser divergentes dos tipos de materiais especificados na ordem de serviço daquele ponto remoto. No filtro de pesquisa para realização da consulta de produtos por meio de descrição, o usuário deve informar no mínimo três caracteres na descrição do produto para que a pesquisa possa ser realizada. Na consulta de produtos o sistema não deve realizar a consulta caso nenhum parâmetro de pesquisa seja informado. Pois o alto número e disponibilidade de produtos iria comprometer a performance do sistema caso todos os registros fossem retornados de uma só vez Manter Ordem de Serviço [RN2.5.1] [RN2.5.2] Numeração de Ordem de Serviço Freqüência de Emissão de Ordem de Serviço A ordem de serviço tem que ser emitida com numeração seqüencial e não repetitiva Campo automático preenchido pelo sistema. Ao mesmo engenheiro poderá ser emitido somente: IT Solutions Project Página 6 / 8 de Controle de Pedidos Versão 2.0

7 Página 7 / 8 de Controle de pedidos Até 2 (duas) Ordens de Serviço para obras com estimativa de duração acima de 24 meses. Até 4 (quatro) Ordens de Serviço para obras com estimativa de duração de 12 a 24 meses. [RN2.5.3] Controle de Ordem de Serviço Até 6 (seis) Ordens de Serviço para obras com estimativa de duração abaixo de 12 meses. O sistema deve comunicar automaticamente ao departamento de engenharia cada evolução no status da Ordem de Serviço, ou seja, caso a OS seja recebida pelo ponto remoto, concluída, bloqueada ou atrasada Relatórios [RN2.6.1] [RN2.6.2] [RN2.6.3] [RN2.6.4] Envio de Relatórios Estoque Mínimo Acesso a Relatórios Relatórios de Ordens de Serviço O relatório de Ordem de Serviço x Pedidos deve ser enviado diariamente ao corpo gerencial todo final de dia automaticamente. Se a quantidade de materiais e equipamentos alcanças status inferior a 20% do normal (estoque de segurança), o gerente do almoxarifado deverá, com base no relatório, comunicar o setor de compras e aquisições. Todos os relatórios devem possuir controle de visualização, ou seja, só poderão ser apresentados aos usuários com nível de acesso coerente de acordo com a regra [RN2.2.4] A lista de Ordens de Serviço para cada ponto remoto deve ser apresentada imediatamente ao engenheiro responsável pelo ponto assim que ele acesse o módulo relatório. IT Solutions Project Página 7 / 8 de Controle de Pedidos Versão 2.0

8 Página 8 / 8 de Controle de pedidos 3. APROVAÇÃO Estou ciente e de acordo com as informações passadas por mim para a composição deste documento e com o conteúdo deste. Data: 16/11/2010 Data: 18/08/2010 RESPONSÁVEL SOLICITANTE Adriano Marra Gerente de s IT- Solutions Project Professor Wilson Amaral Martins Engenharia de Software Faculdade de Tecnologia SENAC IT Solutions Project Página 8 / 8 de Controle de Pedidos Versão 2.0

ESPECIFICAÇÃO DE CASO DE USO

ESPECIFICAÇÃO DE CASO DE USO de Controle de Pedidos Versão 2.0 ESPECIFICAÇÃO DE CASO DE USO EMITIR ORDEM DE SERVIÇO Página 2 / 8 de Controle de Pedidos HISTÓRICO DE REVISÕES Data Versão Descrição Autor 14/11/2010 1.0 Elaboração do

Leia mais

Regras de Negócio. Grupo 01 - Systrack 1

Regras de Negócio. Grupo 01 - Systrack 1 Regras de Negócio Versão 1.5 Junho/2011 Grupo 01 - Systrack 1 Sumário 1. Introdução... 4 1.1. Convenções, termos e abreviações... 4 1.2. Referências... 4 2. Regras de Negócios... 4 2.1. Regra de negócio

Leia mais

WebZine Manager. Documento de Protótipo. Versão 2.0. Histórico de Revisão

WebZine Manager. Documento de Protótipo. Versão 2.0. Histórico de Revisão WebZine Manager Documento de Protótipo Versão 2.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 18/10/2012 1.0 Primeira versão do Documento de Tallison Bruno Protótipo Lemos 23/11/2012 2.0 As telas

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE CASO DE USO

ESPECIFICAÇÃO DE CASO DE USO de Controle de Pedidos Versão 2.0 ESPECIFICAÇÃO DE CASO DE USO GERAR RELATÓRIO Página 2 / 7 de Controle de Pedidos HISTÓRICO DE REVISÕES Data Versão Descrição Autor 14/11/2010 1.0 Elaboração do Documento

Leia mais

SISCOP. Documento de Requisitos SISTEMA DE CONTROLE DE PEDIDOS. Versão 1.3

SISCOP. Documento de Requisitos SISTEMA DE CONTROLE DE PEDIDOS. Versão 1.3 SISTEMA DE CONTROLE DE PEDIDOS Versão 1.3 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 29/8/21 1. Desenvolvimento do Adriano Marra 7/9/21 1.2 Correção dos problemas citados pelo Prof. Wilson Adriano

Leia mais

Sistema de Gerenciamento de Serviços em Estética - SisGSE

Sistema de Gerenciamento de Serviços em Estética - SisGSE BELLA DONNA CENTRO DE ESTÉTICA Sistema de Gerenciamento de Serviços em Estética - SisGSE Documento de Protótipo UC011 Manter Agendamento Versão 2.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 20/11/2010

Leia mais

Especificação do Caso de Uso. BCON Business Control. Versão 1.0

Especificação do Caso de Uso. BCON Business Control. Versão 1.0 Especificação do Caso de Uso BCON Business Control Versão 1.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 21/05/2011 1.0 Primeira edição de documento Filipe de Almeida Índice 1. Manter venda 4 1.1

Leia mais

Documento de Protótipo

Documento de Protótipo SisGED - Sistema de Gerenciamento Eletrônico de Documentos Documento de Protótipo Versão 3.1 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 30/03/2011 1.0 Protótipo do SisGED. Carlos Ernesto 31/03/2011

Leia mais

Especificação do Caso de Uso

Especificação do Caso de Uso Especificação do Caso de Uso Histórico de Revisão Sumário Data Versão Descricão Autor 22/0/2011 1.0 Versão Inicial de Desenvolvimento Maurício Santos 31/0/2011 1.1 Correções e atualizações Maurício Santos

Leia mais

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO CND CND PORTAL DE RELACIONAMENTO Cadastro CND Painel de Controle

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO CND CND PORTAL DE RELACIONAMENTO Cadastro CND Painel de Controle Sage CND SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 1 2. CND... 2 1.1. 1.2. Cadastro CND... 2 Painel de Controle... 6 3. CND PORTAL DE RELACIONAMENTO.... 10 1. Apresentação A Plataforma Sage visa dinamizar os negócios

Leia mais

Cadastro de Informações Gerenciais (CIG)

Cadastro de Informações Gerenciais (CIG) GOVERNO DO ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO - SEA Sistema de Gestão de Protocolo Eletrônico Cadastro de Informações Gerenciais (CIG) SUMÁRIO 1- Qual o objetivo deste documento?

Leia mais

SIPAC Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos CATÁLOGO DE MATERIAIS

SIPAC Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos CATÁLOGO DE MATERIAIS SIPAC Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos CATÁLOGO DE MATERIAIS Visão Geral Catálogo de Materiais Principais funções: o Definir datas para solicitar material; o Atender, negar ou

Leia mais

FORMULÁRIOS MANUAL DO EXPOSITOR

FORMULÁRIOS MANUAL DO EXPOSITOR FORMULÁRIOS MANUAL DO EXPOSITOR Formulário Prazo Status 1. Apresentação da Montadora 2. Credenciamento da Montadora 3. Responsabilidade da Montadora 4. Elétrica 17/10 Obrigatório 5. Credenciamento Expositor

Leia mais

Manual de utilização do Portal de Fornecedores MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DE FORNECEDORES TEKSID

Manual de utilização do Portal de Fornecedores MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DE FORNECEDORES TEKSID Manual de utilização do Portal de Fornecedores 1 Portal de Fornecedores Teksid Visando tornar nossa gestão da qualidade ainda mais eficiente, estamos realizando a implantação do Portal de Fornecedores

Leia mais

Manual do Sistema Notas Promissórias

Manual do Sistema Notas Promissórias Este documento não deve ser reproduzido sem autorização da FCDL/SC Aprovação: Representante da Direção Ademir Ruschel Elaboração: Supervisor da Qualidade Sílvia Regina Pelicioli www.fcdl-sc.org.br Página

Leia mais

A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO

A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO Bem-vindo à VR Benefícios Entendemos a importância deste benefício aos seus funcionários e por isso queremos estar com você neste momento. Utilize este guia

Leia mais

Módulo Extranet. Manual do Usuário. Versão: 1.0 Data alteração: Autor: CY50

Módulo Extranet. Manual do Usuário. Versão: 1.0 Data alteração: Autor: CY50 Módulo Extranet Manual do Usuário Versão: 1.0 Data alteração: 18.05.16 Autor: CY50 Sumário Contatos... 3 Login... 3 Empregados ativos... 3 Ex-empregados e Dependentes AMS... 3 Realizando seu cadastro...

Leia mais

Sub-rogação de Proponente

Sub-rogação de Proponente MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Sub-rogação de Proponente Perfil

Leia mais

CONTROLE DE ORÇAMENTOS

CONTROLE DE ORÇAMENTOS CONTROLE DE ORÇAMENTOS MÓDULO DE AQUISIÇÕES 1 1. ORÇAMENTO Para iniciar o processo de orçamento, clique em orçamento.. Serão apresentadas as funcionalidades do 1.1 Novo orçamento Para incluir um novo orçamento,

Leia mais

SISTEMA SGPS GESTÃO DE PLANO DE SAÚDE

SISTEMA SGPS GESTÃO DE PLANO DE SAÚDE SISTEMA SGPS GESTÃO DE PLANO DE SAÚDE FORTALEZA CE JANEIRO / 2015 SGPS - Sistema Gestão Plano de Saúde Especificação de Caso de Uso Manter Conveniado UC02 Versão 1.0 HISTÓRICO DA REVISÃO Data Versão Descrição

Leia mais

Instrução de Trabalho Recebimento de Nota Fiscal

Instrução de Trabalho Recebimento de Nota Fiscal Página 1 de 14 SUMÁRIO 1. Objetivo... 2 2. Escopo... 2 3. Referências... 2 4. Definições... 2 5.... 2 6 Anexos... 14 7 Histórico de Revisões... 14 Página 2 de 14 1. Objetivo Garantir que os colaboradores

Leia mais

Portal de Fornecedores Não-Revenda

Portal de Fornecedores Não-Revenda Portal de Fornecedores Não-Revenda Consultar e Acompanhar Pedidos de Compra do Walmart Consulte neste manual os procedimentos para consulta e acompanhamento dos pedidos de compra emitidos pelo Walmart

Leia mais

Documento de Requisitos do Sistema versão 1.0

Documento de Requisitos do Sistema versão 1.0 Documento de Requisitos do Sistema versão 1.0 Desenvolvimento do Sistema de Gestão de Documentos Doc Manager Cliente: São José Agroindustrial Representante do cliente: Paulo José de Souza Ficha Técnica

Leia mais

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SOLICITA SISTEMA DE SOLICITAÇÃO DE ACESSO Manual de Usuário. Versão 1.0

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SOLICITA SISTEMA DE SOLICITAÇÃO DE ACESSO Manual de Usuário. Versão 1.0 SOLICITA SISTEMA DE SOLICITAÇÃO DE ACESSO Manual de Usuário Versão 1.0 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 05/08/2016 1.0 Criação do Artefato Eliene Carvalho MAPA/SE/SPOA/CGTI. Página 2 de

Leia mais

As implementações efetuadas nos módulos MOV, EST e FIS se referem as especificações da Nota Técnica

As implementações efetuadas nos módulos MOV, EST e FIS se referem as especificações da Nota Técnica Manifestação do Destinatário Eletrônica MD-e Produto : RM Totvs Gestão de Estoque, Compra e Faturamento Bibliotecas RM : 11.52.63 ou superior Processo : Manifesto do Destinatário Eletrônico MD-e Subprocesso

Leia mais

Sistema de Gestão de reservas Online

Sistema de Gestão de reservas Online Sistema de Gestão de reservas Online Sumário 1. Objetivo... 2. Fluxo processo...... 2.1 Planejamento... 2.2 Logística... 3. Sistema de Gestao de reservas... 3.1 Acesso planejamento... 3.2 Radar... 3.3

Leia mais

Clientes gerentes Usuarios finais do sistema Clientes engenheiros Gerentes contratantes Arquitetos do sistema. Definicao de requisitos

Clientes gerentes Usuarios finais do sistema Clientes engenheiros Gerentes contratantes Arquitetos do sistema. Definicao de requisitos А А А А Definicao de de do software Clientes gerentes Usuarios finais Clientes engenheiros Gerentes contratantes Arquitetos Usuarios finais Clientes engenheiros Arquitetos Desenvolvedores de software Clientes

Leia mais

SISTEMA DE DESEMPENHO DA NAVEGAÇÃO - SDN

SISTEMA DE DESEMPENHO DA NAVEGAÇÃO - SDN AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS SUPERINTENDÊNCIA DE NAVEGAÇÃO INTERIOR Gerência de Desenvolvimento e Regulação da Navegação Interior SISTEMA DE DESEMPENHO DA NAVEGAÇÃO - SDN MANUAL DO USUÁRIO

Leia mais

Sistema de Controle de Correspondências

Sistema de Controle de Correspondências Manual do Usuário Sistema de Controle de Correspondências SISCOR Juizados Especiais Template Versão 1.2 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Acesso... 4 3. Atualização de Correspondências... 5 4. Atualização

Leia mais

3. Engenharia dos requisitos de software

3. Engenharia dos requisitos de software Renato Cardoso Mesquita Departamento de Eng. Elétrica da UFMG renato@cpdee.ufmg.br Engenharia de Software 3. Engenharia dos requisitos de software.......... 3.1. Visão Geral O fluxo de Requisitos reúne

Leia mais

- Manual tocou.com - Anunciantes

- Manual tocou.com - Anunciantes - Manual tocou.com - Anunciantes Este manual se destina aos anunciantes que utilizam ou desejam utilizar o tocou.com. 2009 SUMÁRIO Apresentação... 2 Tipos de contas de usuários do tocou.com... 3 Requisitos

Leia mais

MODERIZAÇÃO PÚBLICA S I S T E M A D E A L M O X A R I F A D O M A N U A L D E I N S T R U Ç Õ E S

MODERIZAÇÃO PÚBLICA S I S T E M A D E A L M O X A R I F A D O M A N U A L D E I N S T R U Ç Õ E S MODERIZAÇÃO PÚBLICA S I S T E M A D E A L M O X A R I F A D O M A N U A L D E I N S T R U Ç Õ E S SISTEMA DE ALMOXARIFADO Guia do usuário Obs.: Informamos que por conta de ajustes e aperfeiçoamentos realizados

Leia mais

ERP BRASCOMM Sistema de Gestão Empresarial 100% Web. Manual do Usuário. Módulo de CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente

ERP BRASCOMM Sistema de Gestão Empresarial 100% Web. Manual do Usuário. Módulo de CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente ERP BRASCOMM Sistema de Gestão Empresarial 100% Web Manual do Usuário Módulo de CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente O módulo de CRM possui ferramentas práticas para auxiliar no atendimento ao cliente

Leia mais

Ajuste de Estoque. Para realizar o ajuste do estoque proceda da seguinte forma:

Ajuste de Estoque. Para realizar o ajuste do estoque proceda da seguinte forma: Ajuste de Estoque O objetivo desse procedimento é corrigir o estoque dos produtos registrados no sistema em comparação ao estoque físico do estabelecimento. Para realizar o ajuste do estoque proceda da

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA MÓDULO FINANCEIRO PIRACICABA, 15 DE NOVEMBRO DE 2016 VERSÃO 1.1 BETA

MANUAL DO SISTEMA MÓDULO FINANCEIRO PIRACICABA, 15 DE NOVEMBRO DE 2016 VERSÃO 1.1 BETA MANUAL DO SISTEMA MÓDULO FINANCEIRO PIRACICABA, 15 DE NOVEMBRO DE 2016 VERSÃO 1.1 BETA 1 Índice Pág. Características Técnicas... 3 Atalho Módulo Financeiro... 4 Contas à Pagar... 5 Contas à Receber...

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DA VERSAO Abaixo constam as alterações referentes aversão do dia 03/05/2013:

ATUALIZAÇÃO DA VERSAO Abaixo constam as alterações referentes aversão do dia 03/05/2013: ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 06.01.00 Abaixo constam as alterações referentes aversão 06.01.00 do dia 03/05/2013: ATENÇÃO: Versões intermediarias não são de atualização obrigatório para todos os clientes, apenas

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO Nº 02, DE 14 DE MARÇO DE

ORDEM DE SERVIÇO Nº 02, DE 14 DE MARÇO DE Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF ORDEM DE SERVIÇO Nº 02, DE 14 DE MARÇO DE 2016. Estabelece calendário de abertura, inventário trimestral, bloqueio e fechamento, referente

Leia mais

REGULAMENTO DA GERÊNCIA DE SERVIÇOS DO IMA/UFRJ

REGULAMENTO DA GERÊNCIA DE SERVIÇOS DO IMA/UFRJ REGULAMENTO DA GERÊNCIA DE SERVIÇOS DO IMA/UFRJ O presente regulamento visa estabelecer normas, procedimentos de funcionamento e atividades atribuídas à Gerência de Serviços, conforme estabelecido no Capítulo

Leia mais

WOOBA SISTEMAS DE INFORMÁTICA MANUAL. Corporate

WOOBA SISTEMAS DE INFORMÁTICA MANUAL. Corporate WOOBA SISTEMAS DE INFORMÁTICA MANUAL Corporate Sumário Tipos de Usuários... 3 Página Principal... 4 Controle de Ordem de Serviço... 5 Meus Dados... 6 Meus Dados (Guia Passageiros)... 7 Meus Dados (Guia

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS SISGEN MAI/13

MANUAL DO SISTEMA DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS SISGEN MAI/13 3. CADASTRO 3.8. TELA C070M Menu de Cardápios...03 3.8.1 C071M Menu de Relatórios de Cardápios...03 3.8.2 C070T Cadastro de Cardápios...04 3.8.3 C070C Consulta Validade dos Cardápios...05 3.8.4 C071C Consulta

Leia mais

Esse manual visa fornecer orientações às instituições concedentes de estágios. Após

Esse manual visa fornecer orientações às instituições concedentes de estágios. Após Esse manual visa fornecer orientações às instituições concedentes de estágios. Após acessar o endereço www.sigaa.ufs.br, você deve clicar no botão ENTRAR NO SISTEMA Obs.: Os dados utilizados nos exemplos

Leia mais

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte Prefeitura Municipal de Belo Horizonte Foi publicado no DOM de 10 de julho de 2010 o Decreto Nº 14.032/10 que autorizou a emissão de guias de recolhimento de Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis por

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA SOLICITAÇÃO DE CERTIDÃO DE ADIMPLEMENTO SGPCCEE

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA SOLICITAÇÃO DE CERTIDÃO DE ADIMPLEMENTO SGPCCEE MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA SOLICITAÇÃO DE CERTIDÃO DE ADIMPLEMENTO SGPCCEE Câmara de Comercialização de Energia Elétrica CCEE Setembro de 2014 SUMÁRIO 1. Apresentação... 3 1.1. Propósito... 3 1.2. Público

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Manual de orientação do Sistema de Requisição de Recibos Anuais SRA Versão 1.0 Sumário Apresentação do sistema... 3 Requisitos do sistema... 3 Cadastrar uma senha para acessar

Leia mais

HOMOLOGAÇÃO DE MARCAS DE TUBOS E CONEXÕES DE PVC

HOMOLOGAÇÃO DE MARCAS DE TUBOS E CONEXÕES DE PVC PROCEDIMENTO GERÊNCIA DE LOGÍSTICA DIVISÃO DE SUPRIMENTOS Data de Aprovação: 11.10.2006 Doc. de Aprovação:Res. nº 4720/2006 HOMOLOGAÇÃO DE MARCAS DE TUBOS E CONEXÕES DE PVC SUMÁRIO 1- OBJETIVO...02 2-

Leia mais

Documento de Especificação de Requisitos

Documento de Especificação de Requisitos Documento de Especificação de Requisitos Versão: 1.0 com Modelo de Casos de Uso Responsável: Ricardo de Almeida Falbo 1. Introdução Este documento apresenta a especificação de requisitos para a informatização

Leia mais

1 Versões do documento O que se entende por Referências do Fornecedor Configuração das funções organizacionais...

1 Versões do documento O que se entende por Referências do Fornecedor Configuração das funções organizacionais... SQP Referências do fornecedor Versão 1, Novembro de 2008 Versão em português Engenharia da Qualidade Industrial Índice 1 Versões do documento... 2 2 O que se entende por Referências do Fornecedor... 3

Leia mais

GESTÃO DA INFORMAÇÃO TECNOLOGIA

GESTÃO DA INFORMAÇÃO TECNOLOGIA Desenvolvimento: Lincoln Nakashima Revisão Técnica: Allan Gomes Cuypers Revisão Administrativa: Lidiane Garcia GESTÃO DA INFORMAÇÃO JULHO/2015 Página 1 de 18 Índice Sumário APRESENTAÇÃO... 3 1 Início...

Leia mais

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão VERSÃO 008.017 NOVID AD ES E MELHORIAS E107A9 Jéssica Pinheiro 20/01/2016 2/24 NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION Versão 008.017 1. Envio de cópia de e-mail.... 3 2. Bloqueio de emissão de cupom fiscal com

Leia mais

PROTOCOLO DE ENTREGA DE DOCUMENTOS

PROTOCOLO DE ENTREGA DE DOCUMENTOS PROTOCOLO DE ENTREGA DE DOCUMENTOS 1 Entendendo o Negócio: Para melhorar o controle interno empresarial no que diz respeito a documentos derivados do faturamento da empresa, foi desenvolvido no Sistema

Leia mais

VKN: Integração com o sistema VIPS (Volvo)

VKN: Integração com o sistema VIPS (Volvo) VKN: Integração com o sistema VIPS (Volvo) OBJETIVO Integração com o sistema da Volvo entre TI9 e VIPS para o processo de pedido de vendas e nota fiscal. O sistema funcionará da seguinte forma: importará

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO AA 15/2016 DILIGÊNCIA DOCUMENTAÇÃO DE PROPOSTA LOGIKS CONSULTORIA E SERVICOS EM TECNOLOGIA DA INFORMACAO LTDA.

PREGÃO ELETRÔNICO AA 15/2016 DILIGÊNCIA DOCUMENTAÇÃO DE PROPOSTA LOGIKS CONSULTORIA E SERVICOS EM TECNOLOGIA DA INFORMACAO LTDA. PREGÃO ELETRÔNICO AA 15/2016 DILIGÊNCIA DOCUMENTAÇÃO DE PROPOSTA LOGIKS CONSULTORIA E SERVICOS EM TECNOLOGIA DA INFORMACAO LTDA. Conforme informado na sessão pública realizada em 12/05/2016, foi verificada

Leia mais

S N FI SPED PIS/CO 0

S N FI SPED PIS/CO 0 0SPED PIS/COFINS Versão Observação Data Modificação Responsável 1 Criação do Manual 31/03/2011 Edilson J. Martins 2 Natureza de operação, CST PIS Cofins por empresa 30/05/2011 Edilson J. Martins Página

Leia mais

MANUAL DE ACESSO PORTAL DO CLIENTE EMPRESA Saiba como acessar essa importante ferramenta.

MANUAL DE ACESSO PORTAL DO CLIENTE EMPRESA Saiba como acessar essa importante ferramenta. No seu navegador de internet, acesse 1 2 http://www.vs.unimed.coop.br, na página inicial, clique no espaço PORTAL DO CLIENTE. 1º Acesso Empresa : Na tela seguinte, clique em Seu primeiro acesso? 3 A partir

Leia mais

Identificação da Empresa

Identificação da Empresa Identificação da Empresa MT-611-00001-14 Última Atualização 15/07/2016 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Preencher em Identificação os dados básicos, itens e as localidades

Leia mais

RECE7000 Emissão de recibos de Adiantamentos. RECE7000 Emissão de Recibos de Adiantamentos 1 / 12

RECE7000 Emissão de recibos de Adiantamentos. RECE7000 Emissão de Recibos de Adiantamentos 1 / 12 RECE7000 Emissão de recibos de Adiantamentos 1 / 12 Ao fechar um negócio, o cliente pode adiantar uma parte do pagamento combinado, mesmo antes da emissão da NF correspondente. O registro do recebimento

Leia mais

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Versão do Manual: 2.4 Versão do Aplicativo: 2.17.2 Conteúdo 1. Instalação do AFV...03 2. Configurações...04 3. Recebendo as tabelas...05

Leia mais

Procedimento Operacional Nome do procedimento: Calibração, Aferição, Instrumentação e Ferramentaria Data da Revisão: 24/04/2012

Procedimento Operacional Nome do procedimento: Calibração, Aferição, Instrumentação e Ferramentaria Data da Revisão: 24/04/2012 Data da 1/ 7 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Alteração dos números dos Registros e inclusão do Item 4 Diretoria de Negócio Vendas Service SGI Qualidade Suprimentos

Leia mais

Sistema Aula. Motivos para o acesso ser negado:

Sistema Aula. Motivos para o acesso ser negado: Sumário 1. Acesso ao Sistema Aula. 2. Da Identificação do Módulo Coordenação e respectivos programas. 3. Registro de Ocorrências dos Alunos 4. Tipos de Ocorrências 5. Dossiê do Aluno 6. Registro das informações

Leia mais

Versão 6.04 Novembro/2013

Versão 6.04 Novembro/2013 Versão 6.04 Novembro/2013 Integração ERP Pirâmide X Bionexo Doc-To-Help Standard Template Sumário i ii Introdução Doc-To-Help Standard Template Sumário Introdução 1 A Integração entre Pirâmide e Bionexo...

Leia mais

Manual Configuração CNAB

Manual Configuração CNAB Manual Configuração CNAB MAIO/2013 Sumário Sumário... 2 1. Introdução... 3 2. Configuração Convênios... 3 3. Configuração Contas CNAB... 18 2 1. Introdução O Layout do arquivo de remessa segue uma padronização

Leia mais

O Service Desk é a plataforma de atendimento a usuários de sistemas fornecidos pela Equipo.

O Service Desk é a plataforma de atendimento a usuários de sistemas fornecidos pela Equipo. Introdução O Service Desk é a plataforma de atendimento a usuários de sistemas fornecidos pela Equipo. Por ela é possível reportar erros, solicitar informações, esclarecer dúvidas e solicitar melhorias.

Leia mais

[PÚBLICA] Manual Operacional. Sistema GEUI Gestão de Usuários da Internet. Produto: Veículos

[PÚBLICA] Manual Operacional. Sistema GEUI Gestão de Usuários da Internet. Produto: Veículos 1 [PÚBLICA] Manual Operacional Sistema GEUI Gestão de Usuários da Internet Produto: Veículos ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1. Objetivo do Manual... 3 1.2. Público Alvo... 3 1.3. Conteúdo do Manual... 3 2.

Leia mais

Manual Autorizador Web

Manual Autorizador Web A U T O R I Z A D O R - Manual Autorizador Web W E B Versão: 1.01 Julho/2006 Versão: AU 4.604.00 ACESSANDO O SISTEMA Para acessar o Autorizador Web, clicar no ícone/atalho que acessará o Browser... Em

Leia mais

Cadastro Nacional de Produtos - CNP

Cadastro Nacional de Produtos - CNP Cadastro Nacional de Produtos - CNP Webinar Benefícios, Funcionalidades, Dúvidas André Lullis Pacheco, Gerente de Projetos, GS1 Brasil Out/2015 Cadastro Nacional de Produtos - CNP Ferramenta online. Auxilia

Leia mais

MANUAL DE FATURAMENTO. Fazendo a diferença para sempre fazer melhor!

MANUAL DE FATURAMENTO. Fazendo a diferença para sempre fazer melhor! MANUAL DE FATURAMENTO Fazendo a diferença para sempre fazer melhor! O manual é navegável, por isso você deve clicar nos links para ir para página desejada Como funciona o manual? Ao final de cada sessão,

Leia mais

Cordilheira Sistema Contábil 2.85a Conciliação Contábil

Cordilheira Sistema Contábil 2.85a Conciliação Contábil LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

Especificação de Caso de Uso

Especificação de Caso de Uso Versão: 1.1 Especificação de Caso de Uso UCCITES01 Versão: 1.1 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 29/10/2008 0.1 Criação do documento. Helane Cristina 30/10/2008 1.0 Revisão do documento

Leia mais

[TREINAMENTO BÁSICO]

[TREINAMENTO BÁSICO] [TREINAMENTO BÁSICO] Sumário Módulo administrativo... 3 Gerência do Estoque... 3 Cadastro de produtos... 3 Entrada no estoque... 4 Controle de Contas... 4 Baixa de contas a receber... 4 Baixa de contas

Leia mais

Liberação Especial GPS

Liberação Especial GPS GPS 12.1.10-1 Sumário 1.1 Liberações... 4 1.1.1 Prestador x Atuação x Especialidade... 4 1.1.2 Habilitar os campos de ano e trimestre na guia de seleção... 4 1.1.3 Validar alterações em beneficiários conforme

Leia mais

Solicitação do Cliente

Solicitação do Cliente Consultoria Solicitação do Cliente IDENTIFICAÇÃO Provedor: 88 Nº Atendimento: 62204 Ambiente Ocorrência Aceite Cliente Externo Web X Nova Implementação Impresso X Desk Melhoria X Email Mobile Customização

Leia mais

Declaração de Escopo

Declaração de Escopo 1/9 Elaborado por: Adriano Marra, Bruno Mota, Bruno Leite, Janaina Versão: 1.4 Lima, Joao Augusto, Paulo Takagi, Ricardo Reis. Aprovado por: Porfírio Carlos Roberto Junior 24/08/2010 Time da Equipe de

Leia mais

Bem Vindo ao Sistema ISSMAP

Bem Vindo ao Sistema ISSMAP Bem Vindo ao Sistema ISSMAP Portal de Emissão de Nota Fiscal de Serviço 1º Modulo: Cadastro no Sistema SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 ACESSO... 3 1. REALIZANDO CADASTRO NO SISTEMA... 4 1.1 Pessoa Física... 5

Leia mais

Thiago Barbosa, SCM-Vendor Master Data Management, 16/12/2015 Portal de Fornecedores Web Preenchimento do novo portal para cadastro de fornecedores

Thiago Barbosa, SCM-Vendor Master Data Management, 16/12/2015 Portal de Fornecedores Web Preenchimento do novo portal para cadastro de fornecedores Thiago Barbosa, SCM-Vendor Master Data Management, 16/12/2015 Portal de Fornecedores Web Preenchimento do novo portal para cadastro de fornecedores ABB Slide 1 Atualização Portal Gefor Web O portal para

Leia mais

Manual Gestão Garantias

Manual Gestão Garantias Manual Gestão Garantias OUTUBRO/2013 Sumário Sumário... 2 1. Introdução... 3 2. Funcionalidade... 3 3. Navegação no Sistema... 3 4. Configuração... 6 4.1. Garantias... 6 4.1.1. Cadastrar... 7 4.1.2. Validar...

Leia mais

Service Center Manual para Envio de Documentos Fiscais de Serviços

Service Center Manual para Envio de Documentos Fiscais de Serviços Service Center Manual para Envio de Documentos Fiscais de Serviços (01/09/2016) 1 2 Introdução Envio de Documentos Fiscais Objetivo O envio de documentos fiscais de serviços, através do Service Center,

Leia mais

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Secretaria De Estado de Fazenda Superintendência de Gestão da Informação Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários DECLARAÇÃO DE COMPRA

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 029

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 029 1/ 5 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão geral do documento Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável Rubrica Diretoria de Engenharia

Leia mais

SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Cadastro e Habilitação Declaração de Inocorrência

SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Cadastro e Habilitação Declaração de Inocorrência SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras Cadastro e Habilitação Declaração de Inocorrência Sumário ORIENTAÇÕES GERAIS... 3 O que são Pessoas Obrigadas... 4 O que é o SISCOAF... 4 Quem deve

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Manual de Procedimentos Nº 4008-524-0533 Versão 01 Layout Manual de Procedimentos Operacionais - Layout Depósito com Identificação Numérica DP06 - Arquivo-Retorno 4008/Comercialização de Produtos e Serviços

Leia mais

BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0

BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0 BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0 Conteúdo 1. A Quem se Destina o BitNota Eletrônica 2. Requisitos Mínimos para o funcionamento do programa 3. Como Funciona

Leia mais

e-garantia Manual da Assistência Técnica

e-garantia Manual da Assistência Técnica Manual da Assistência Técnica Versão Ref.: V1.0 1. Índice 1. Índice 2. Introdução ao e-garantia 3. Glossário 4. Primeiro Acesso 4.1 Acesso ao Site 4.2 Troca de Senha 5. Inclusão do Orçamento 5.1 Incluir

Leia mais

PROCESSO DE RECLAMAÇÃO AGC VIDROS DO BRASIL

PROCESSO DE RECLAMAÇÃO AGC VIDROS DO BRASIL Número do documento: 16 BP VC 003 - R00 - BR - Procedimento de Reclamação - Cliente Página 2 de 8 PROCESSO DE RECLAMAÇÃO AGC VIDROS DO BRASIL Guaratinguetá, SP Número do documento: 16 BP VC 003 - R00 -

Leia mais

UNIMED LITORAL MANUAL DE PROCESSOS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

UNIMED LITORAL MANUAL DE PROCESSOS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIMED LITORAL MANUAL DE PROCESSOS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL PORTAL UNIMED AUTORIZAÇÃO Site: www.unimedlitoral.com.br/planodesaude A senha e login será sempre o CPF do Médico Desenvolvido por: Larissa

Leia mais

Controle de Caixa. Financeiro - Tesouraria

Controle de Caixa. Financeiro - Tesouraria Financeiro - Tesouraria Sumário Sumário... 2 1 Conceitos Básicos... 3 1.1 Objetivos Instrucionais... 3 1.2 Fluxo de Processo do Controle de Caixinha... 3 1.3 Controle de Caixinha... 3 1.4 Controle de Caixinha

Leia mais

Universidade Estadual Vale do Acaraú Disciplina: Análise e Projeto Orientado a Objetos Professora: Raquel Silveira DESCRIÇÃO DO TRABALHO PARA 3ª AP

Universidade Estadual Vale do Acaraú Disciplina: Análise e Projeto Orientado a Objetos Professora: Raquel Silveira DESCRIÇÃO DO TRABALHO PARA 3ª AP Universidade Estadual Vale do Acaraú Disciplina: Análise e Projeto Orientado a Objetos Professora: Raquel Silveira DESCRIÇÃO DO TRABALHO PARA 3ª AP Objetivo: O objetivo do trabalho é desenvolver uma análise

Leia mais

Dicas do Roteiro de Análise Funcional

Dicas do Roteiro de Análise Funcional Dicas do Roteiro de Análise Funcional Teste 008 - DAV - Verificar REQUISITO VI. Teste 010 - revogado ->Cancelamento do DAV. (DAV só tem 2 status Emitido Cupom fiscal e em aberto). Teste 011 - Confira se

Leia mais

Projeto de Implantação e- Procurement

Projeto de Implantação e- Procurement Projeto de Implantação e- Procurement Documentação para Fornecedores OBJETIVO DO DOCUMENTO: Este documento serve como referência geral do projeto para consulta das telas do sistema e-proc do Módulo de

Leia mais

Fluxo de elaboração e aprovação de POP s v.1 - Cód

Fluxo de elaboração e aprovação de POP s v.1 - Cód DETALHAMENTO DO FLUXO Fluxo de elaboração e aprovação de POP s v.1 - Cód. 53610 POP: ATENDIMENTO AO TELEFONE Requisitante: Bibiana Pereira (bibiana) PASSO A PASSO DO FLUXO Cód. Tarefa Início Conclusão

Leia mais

SUMÁRIO 1. OBJETIVO 2. APLICAÇÃO 3. ATRIBUIÇÃO E RESPONSABILIDADE 4. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 5. TERMINOLOGIA 6. DESCRIÇÃO DO PROCESSO/ATIVIDADE

SUMÁRIO 1. OBJETIVO 2. APLICAÇÃO 3. ATRIBUIÇÃO E RESPONSABILIDADE 4. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 5. TERMINOLOGIA 6. DESCRIÇÃO DO PROCESSO/ATIVIDADE Aprovado ' Elaborado por Fernando Cianci/BRA/VERITAS em 16/09/2014 Verificado por Mercio Sobrinho em 16/09/2014 Aprovado por Sandro de Luca/BRA/VERITAS em 16/09/2014 ÁREA GFI Tipo Procedimento Regional

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Manual de Procedimentos Nº 4008.524.0536 Versão 00 Layout Cartão de Pagamento Identificado Manual de Procedimentos Operacionais Layout Cartão de Pagamento Identificado/Arquivo Retorno de crítica Emissão

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS PÚBLICAS GUIA DO ADMINISTRADOR PREGÃO ELETRÔNICO 07/JUNH0/2016

PORTAL DE COMPRAS PÚBLICAS GUIA DO ADMINISTRADOR PREGÃO ELETRÔNICO 07/JUNH0/2016 PORTAL DE COMPRAS PÚBLICAS GUIA DO ADMINISTRADOR PREGÃO ELETRÔNICO 07/JUNH0/2016 Versão 4.0 Ambiente de Homologação 07/06/2016 S U M Á R I O 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 OBSERVAÇÕES IMPORTANTES... 3 3 SISTEMA...

Leia mais

SMARAM Manual do Almoxarifado

SMARAM Manual do Almoxarifado SMARAM Módulo RME Marcio Tomazelli Programador Sênior Versão 1.0 Página 1 de 24 ÍNDICE SMARAM 1 1 ÍNDICE DE FIGURAS 2 ÍNDICE DE TABELAS 3 1. Almoxarifado 4 1.1. Requisição Material Estoque 4 1.1.1. Solicitação

Leia mais

Esperamos que nossos produtos e serviços contribuam diariamente para o crescimento da sua Empresa. É um prazer atendê-lo!

Esperamos que nossos produtos e serviços contribuam diariamente para o crescimento da sua Empresa. É um prazer atendê-lo! SUMÁRIO Horário de Atendimento...2 Localização...2 Canais de atendimento do Suporte Técnico...3 Serviços Prestados através do Contrato de Suporte Mensal...4 Serviços Prestados através de Negociação Especial...6

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE PROJETO AUTOR(ES) : João

ESPECIFICAÇÃO DE PROJETO AUTOR(ES) : João AUTOR(ES) : João AUTOR(ES) : João NÚMERO DO DOCUMENTO : VERSÃO : 1.1 ORIGEM STATUS : c:\projetos : Acesso Livre DATA DO DOCUMENTO : 22 novembro 2007 NÚMERO DE PÁGINAS : 13 ALTERADO POR : Manoel INICIAIS:

Leia mais

TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Acessando a Área do Aluno Pós http://portal.damasio.com.br/login.aspx USUÁRIO: Nº do seu CPF SENHA: Nº do seu RA,

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema FaciliTiss Guia de Consulta

Manual de Utilização do Sistema FaciliTiss Guia de Consulta Manual de Utilização do Sistema FaciliTiss Guia de Consulta Versão 1 - ABR/2015 1 SUMÁRIO 1. Site...3 2. Login...4 3. Complemento de Cadastro...4 4. Cadastro Operadora, Solicitante e Executante...5 5.

Leia mais

ÍNDICE. 1) O que é o serviço Vivo Gestão? 2) Identificação das linhas. 3) Criação de grupos. 4) Cadastro de Administradores / Gestores de conta

ÍNDICE. 1) O que é o serviço Vivo Gestão? 2) Identificação das linhas. 3) Criação de grupos. 4) Cadastro de Administradores / Gestores de conta ÍNDICE 1) O que é o serviço Vivo Gestão? 2) Identificação das linhas 3) Criação de grupos 4) Cadastro de Administradores / Gestores de conta 5) Cadastro de Administradores / Gestores de grupo 6) Limites

Leia mais

A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO

A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO Bem-vindo à VR Benefícios Entendemos a importância deste benefício aos seus funcionários e por isso queremos estar com você neste momento. Utilize este guia

Leia mais