Módulo Cronotacógrafo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Módulo Cronotacógrafo"

Transcrição

1 Módulo Cronotacógrafo

2 Introdução O módulo Cronotacógrafo tem como objetivo efetuar o controle dos selos, marcas e modelos, equipamentos de aferição e dos serviços de realização de revisão, manutenção, selagem e ensaios executados pela empresa. De forma que o controle dos processos executados seja realizado pelo usuário de forma facilitada e analisado por meio de relatórios gerenciais. Conteúdo Módulo Cronotacógrafo... 1 Introdução... 2 Funcionamento... 3 Parâmetros de Controle... 3 Cadastro de Selos... 4 Cadastro de Marcas/Modelos de Cronotacógrafos... 7 Cadastro de GRU de Selagem... 8 Cadastro de Equipamento de Aferição... 9 Cadastro de Aro e Pneus Cadastro de Observações para Relatórios Cadastro de Tipos de Anexos Controle de Ensaios Pesquisa de Ensaios Reabertura de Ensaio de Cronotacógrafo Controle de Aprovação de Processo... 22

3 Funcionamento Parâmetros de Controle Para configuração e funcionamento do módulo existem parâmetros específicos que influenciam diretamente no módulo Cronotacógrafo. Essas informações devem ser verificadas, e efetuadas as indicações necessárias para a empresa. Ao acessar a tela de controle de parâmetros do sistema (PG116), deve ser observada a aba Cronotacógrafo. Figura 1: Parâmetros para configuração do módulo Cronotacógrafo Dos grupos em destaque: Parâmetros Gerais: Neste grupo estão informações específicas de identificação da empresa no INMETRO, e controle de numerações para relatórios oficiais. Ensaio de Cronotacógrafos: Neste grupo estão parâmetros referentes à geração de ordem de serviço decorrente do ensaio realizado. Também é possível indicar valores padrão para cadastro automático do chassi. Integração INMETRO: Neste grupo são definidas ações para realização de integração com o INMETRO, onde o sistema realiza consultas, atualização de informações no sistema e envio de informações diretamente ao INMETRO, sem necessidade de lançamento manual no site. O funcionamento de cada parâmetro está indicado no campo de Comentários correspondente.

4 Cadastro de Selos O cadastro dos selos é realizado através do menu Cronotacógrafo > Cadastro > Cadastro de Selos. Os selos são cadastrados por faixas de numeração e tipo do selo para cada filial, conforme a aquisição de selos na empresa. O primeiro campo da tela indica o código de identificação para os selos que serão cadastrados. Para acessar um lote de selos já cadastrado indique o código do lote ou utilize a pesquisa através do botão Pesquisar ou F2. Para cadastrar um novo lote de selos indique Novo. Figura 2: Indicação do Código do Lote de Selos Dos campos de identificação se tem: Filial: Indica a filial do lote de selos. Descrição: Indica a descrição para identificação do lote de selos. Das informações dos Selos: Tipo do Selo: Campo para seleção entre selo Adesivo ou Plástico. Indica se o lote de selos cadastrados é do tipo Adesivo ou Plástico. Selo Inicial: Número de identificação do primeiro selo do lote. O sistema valida o formato da numeração de acordo com o layout do Inmetro. Selo Final: Número de identificação do último selo do lote. Data de Recebimento: Data de recebimento dos selos pela empresa. Selos Liberados para uso: Indica se os selos estão liberados para uso e podem ser indicados no cadastro de ensaios. Data de Utilização Inicial: Informação de data inicial de utilização dos selos. Data de Utilização Final: Informação de data final para utilização dos selos.

5 Figura 3: Informações dos Selos Ao gravar o processo o sistema irá gerar a numeração de todos os selos do lote de acordo com a numeração inicial e final indicadas. Essa listagem dos selos que fazem parte do lote cadastrado pode ser visualizada na aba Histórico de Aplicação. Nessa aba também serão apresentados os dados do ensaio, quando a numeração do selo for informada no processo de controle de ensaio. O campo Procurar Selo Número facilita a busca de numerações de selos apresentados na listagem. Figura 4: Aba de Histórico de Aplicação ATENÇÃO! O dígito verificador de cada selo será informado manualmente no momento da aplicação do selo. Ao clicar com o botão direito do mouse são apresentadas ações possíveis para o selo. Caso o selo já tenha sido Aplicado é possível Abrir o ensaio relacionado ao selo.

6 Caso o selo esteja com a situação Não Utilizado é possível indicar duas ações: Marcar selo como Extraviado; Marcar selo como Inutilizado; OBSERVAÇÕES! Indicando uma marcação de selo Extraviado ou Inutilizado será apresentada mensagem de confirmação do processo. Confirmando o processo de inutilização ou extravio do selo, serão solicitadas informações ao usuário necessárias para sincronização dos dados no Inmetro. É possível selecionar um ou vários selos e ao Gravar as alterações todos terão suas informações atualizadas.

7 Cadastro de Marcas/Modelos de Cronotacógrafos O cadastro de marcas e modelos é realizado pelo menu Cronotacógrafo > Cadastro > Cadastro de Marca/Modelos. Ao acessar a tela, deve ser informado o código da marca. Para acessar uma marca já cadastrada informe o código gerado pelo sistema ou pesquise a marca através do botão Pesquisar ou F2. Para gerar um novo cadastro clique em Novo. Figura 5: Cadastro de Marcas/Modelos de Cronotacógrafos O campo Marca indica a descrição de identificação da marca que será cadastrada. No grupo de Modelos de Cronotacógrafos estão as informações: Código: Indica o código interno do modelo para o sistema, a cada modelo adicionado o sistema gera um número sequencial iniciando em 1 (um). Modelo: Descrição de identificação do modelo que está sendo cadastrado. Portaria do INMETRO: Número da portaria do Inmetro para utilização do modelo. Quantidade de Selos Acrílicos: Quantidade de selos acrílicos utilizados no modelo. Quantidade de Selos Adesivos: Quantidade de selos adesivos utilizados no modelo. Figura 6: Indicação dos modelos da marca Após indicar os dados do modelo clique em Adicionar. Cada marca poderá ter vários modelos cadastrados. Finalizando a indicação de todos os modelos da marca basta gravar o processo através do botão Gravar ou F4.

8 Cadastro de GRU de Selagem No cadastro CR008 Cadastro de GRU de Selagem (Cronotacógrafo > Cadastros > Cadastro de GRU) será cadastrado através de códigos de controle a guia e quantidade de créditos adquiridos pela empresa. Nesta tela é possível visualizar também a quantidade de créditos já utilizados e quais ensaios utilizaram a guia. Figura 7: Cadastro de GRU de Selagem Dos campos presentes na tela: Código: Indica o código de controle do sistema para a GRU e seus créditos. Ao clicar em Novo o sistema gera uma numeração sequencial automaticamente. Para acessar GRU já cadastradas pode ser utilizada a função Pesquisar (F2) ou indicado o código cadastrado. Filial: Indica a filial para utilização da GRU. Número da GRU: Indica a numeração da GRU. Quantidade de Crédito Adquiridos: Indica a quantidade de créditos adquiridos para a GRU. Quantidade de Créditos Utilizados: Neste campo será apresentada a quantidade de créditos já utilizados para a numeração da GRU. Ativa: Este campo indica se a GRU está ativa e poderá ser utilizada em ensaios, ou então ao desmarcar o campo a GRU não poderá ser utilizada. Na aba Histórico de Utilização serão listados os clientes e veículos onde a GRU foi indicada.

9 Cadastro de Equipamento de Aferição O cadastro de equipamentos de aferição é acessado por Cronotacógrafo > Cadastro > Cadastro de Equipamento de Aferição. Primeiramente deve ser indicado o código do equipamento. Para cadastrar um novo equipamento clique em Novo e o sistema gerará o código. Para acessar um cadastro já realizado indique o código do equipamento ou pesquise através do botão Pesquisar ou F2. Figura 8: Tela de cadastro de equipamento de aferição As informações do equipamento de aferição são técnicas, de acordo com o equipamento que a empresa utiliza. São necessárias as informações de: Filial: Indica a filial que possui o equipamento de aferição. Marca: Indica a marca do equipamento de aferição utilizado pela filial. Modelo: Modelo do equipamento de aferição utilizado pela filial. Número de Série: Número de série do equipamento. Ano de Fabricação: Ano de fabricação do equipamento de aferição. Tipo: Campo para escolha do tipo do equipamento. Dentre as opções: B Bancada; R Banco de Rolos; P Portátil. Equipamento Padrão: Indica se o equipamento que está sendo cadastrado é o equipamento padrão da filial. Número do Certificado: Número do certificado do equipamento de aferição. Data Validade do Certificado: Data de validade do certificado do equipamento de aferição. Observação: Campo para indicação de observações diversas.

10 Cadastro de Aro e Pneus Este cadastro possibilita o cadastro de medidas de aros, e modelos de pneus que possuem a medida indicada. O acesso a esse cadastro ocorre através de Cronotacógrafo > Cadastro > Cadastro de Aros e Pneus. O campo Código indica o código do cadastro, para acessar um cadastro de pneus já existente indique o código cadastrado ou pesquise através do botão Pesquisar ou F2. Para cadastrar um novo grupo de pneus e aros clique em Novo. Figura 9: Cadastro de Aros e Pneus No cadastro deve ser informada a medida do aro no campo Aro e então adicionar os pneus relacionados. Podem ser adicionados diversos modelos de pneu para cada medida de aro. Após adicionar todos os modelos relacionados, basta Gravar (F4) o cadastro. Os aros e modelos de pneus cadastrados serão utilizados no controle de ensaios.

11 Cadastro de Observações para Relatórios No cadastro de observações para relatórios (CR006) é possível definir textos padrão para utilização em relatórios e outras exibições necessárias. O acesso à tela é realizado em Cronotacógrafo > Cadastro > Cadastro de Observações para Relatórios. Figura 10: Tela de Cadastro de Observações para relatórios Dos campos necessários: Código: Indica o código da observação cadastrada. Ao utilizar o botão Novo o sistema gera uma numeração sequencial automaticamente. Para acessar observações já cadastradas pode ser utilizada a função Pesquisar (F2) ou indicado o código diretamente no campo. Descrição: Campo para descrição de identificação da observação cadastrada. Observação: Neste campo deve ser informada a observação que será impressa no relatório onde há permissão de uso das observações. Permite utilizar observação: Por padrão o campo é marcado. Ao desmarcar este campo o sistema não permitirá o uso da observação em relatórios.

12 Cadastro de Tipos de Anexos Na tela CR010 Cadastro de Tipos de Anexos acessada em Cronotacógrafo > Cadastro > Cadastro de Tipo de Anexo é possível definir obrigatoriedade em anexar determinados documentos definidos pela empresa. Figura 11: Cadastro de Tipos de Anexos Dos campos presentes na tela: Código: Indica o código de controle do sistema para o tipo de anexo. Ao clicar em Novo o sistema gera um código sequencial automático para cadastro. Para acessar tipos já cadastrados pode ser utilizada a função Pesquisar (F2) ou indicado o código diretamente no campo. Descrição: Indica uma descrição de identificação do tipo de anexo. Obrigatório: Ao marcar este campo será obrigatória a indicação do anexo no ensaio. Ativo: Indica se o tipo de anexo está ativo e será apresentado no controle de ensaios, ou inativo.

13 Controle de Ensaios No controle de ensaios são indicadas as informações correspondentes à aferição realizada e outros tipos de serviços relacionados. Serão necessárias informações da filial que está efetuando o serviço, do veículo que receberá o serviço, os dados técnicos da aferição, os dados dos selos aplicados no veículo, além de informações adicionais para melhor controle do processo. O acesso à tela ocorre através de Cronotacógrafo > Cronotacógrafo > Controle de Ensaio. Para iniciar um novo ensaio indique a filial responsável e clique em Novo ; para acessar um ensaio já cadastrado indique o código do ensaio ou utilize a função Pesquisar (F2). Figura 12: Controle de Ensaio de Cronotacógrafo Figura 13: Informações Principais Das informações principais: Código do Cliente: Indica o código do cliente que está realizando o serviço. Tipo do Serviço: Campo para seleção do tipo de serviço. Possui as seguintes opções: Ensaio, Manutenção, Substituição ou Verificação. Data/Hora/Sequência: Data do ensaio, seguida do horário de início do cadastro e sequencia de ensaio. Será sugerida a data atual, o horário de início do cadastro. Tipo de Equipamento: Campo para seleção do tipo de equipamento que será utilizado para execução do serviço. Possui as seguintes opções: Banco de Rolos; Padrão Bancada ou Padrão Portátil. Aprovação: Campo para seleção da aprovação do serviço, dentre as opções: Aguardando Aprovação, Aprovado ou Reprovado. Situação: Situação atual do ensaio possui as opções: Aberto, Cancelado ou Encerrado.

14 Figura 14: Informações do Posto de Ensaio O grupo de Informações do Posto de Ensaio é utilizado quando o ensaio já foi realizado em outro posto, porém o lançamento de informações é necessário para outros processos e conferência das informações. Nesses casos é necessário informar os campos: Código do Fornecedor: Código do posto de ensaio, fornecedor que realizou o serviço. Data do Ensaio: Data que foi realizado o ensaio pelo posto de ensaio. Responsável: Responsável pela aferição no posto de ensaio. Observação! Esse grupo de informações só será indicado quando o ensaio foi realizado por outro posto de ensaio. No grupo Informações do Veículo devem ser indicados os dados do veículo que receberá o serviço. São informações necessárias: Placa do Veículo: Placa do veículo no qual será realizado o serviço. O veículo deve estar cadastrado no sistema de acordo com o cadastro de chassis. O cadastro de chassis pode ser acessado através do botão Cadastro de Chassis. Chassi do Veículo: Chassi do veículo no qual será realizado o serviço. Ao indicar a placa o sistema busca o chassi cadastrado para a placa. Caso o chassi do veículo seja diferente do indicado no campo, pode ser informado o chassi correto e o sistema efetuará o processo de troca de chassi para a placa. Descrição: Descrição do veículo. Buscado do cadastro de chassi. Marca: Marca cadastrada para o veículo. Modelo: Modelo cadastrado para o veículo. Ano/Modelo: Ano de fabricação seguido do ano do modelo do cadastro do chassi. Renavan: Indica o número de RENAVAM do veículo. Busca do cadastro de chassi. Frota: Frota a qual pertence o veículo, quando houver. Odômetro Atual: Odômetro atual do veículo antes da aferição. Odômetro Final: Odômetro final do veículo após a execução do serviço. Aro: Medida do aro do veículo. Lista os aros cadastrados no sistema (CR005). Pneus: Modelo do pneu do veículo relacionado a medido do aro, cadastrado na CR005. GRU de Selagem: Numeração da GRU cadastrada para selagem. GRU de Ensaio: Numeração da GRU paga para realização do ensaio. Nº Protocolo INMETRO: Numeração do protocolo do INMETRO. Motorista: Identificação do motorista do veículo. Telefone Motorista: Telefone de contato do motorista do veículo.

15 Figura 15: Dados Técnicos - Informações do Cronotacógrafo Na aba Dados Técnicos estão as informações do cronotacógrafo e as informações técnicas da execução do serviço. Das informações do cronotacógrafo: Marca do Cronotacógrafo: Campo para seleção das marcas cadastradas no sistema através da CR002 Cadastro de Marcas/Modelos de Cronotacógrafos. Modelo do Cronotacógrafo: Listagem dos modelos relacionados à marca selecionada. Os modelos também são indicados na CR002. Portaria do INMETRO: Numeração da portaria do INMETRO cadastrada para o modelo. Número de Série: Número de série do cronotacógrafo. Fator K/Redutor: Fator K/Redutor do cronotacógrafo. Data de Fabricação: Indica a data de fabricação do cronotacógrafo. Figura 16: Informações Técnicas do Serviço No grupo Informações Técnicas são indicados os resultados do ensaio. Equipamento: Campo para seleção do equipamento de aferição utilizado para realizar o processo, lista os equipamentos cadastrados no sistema através da CR003 Cadastro de Equipamento de Aferição. Fator K Encontrado: Informação do Fator K encontrado na aferição. Fator K Corrigido: Informação do Fator K corrigido. 1ª Constante W: Informação da primeira constante W.

16 2ª Constante W: Informação da segunda constante W. 3ª Constante W: Informação da terceira constante W. W Correspondente: Indicação da constante W correspondente, dentre as opções: 623, 1000 ou manual. Tipo de Registro: Indicação do tipo de registro do disco, dentre as opções: Digital, 24 horas ou 7 dias. Voltagem: Indicação da voltagem do disco, dentre as opções: 12 ou 24. Velocidade Máxima: Indica a velocidade máxima, dentre as opções: 125, 140, 150 ou 180. Velocidade Máxima Ensaio: Indica a velocidade máxima no ensaio. Técnico: Informação do produtivo da empresa que realizou o serviço. Responsável: Informação do usuário do sistema responsável pelo ensaio. Indica por padrão o usuário logado no sistema. Figura 17: Informações da Ordem de Serviços Nesta aba ainda existe o grupo Informações da Ordem de Serviço onde será apresentado o código da filial parametrizada, e numeração da O.S. para relacionar ao ensaio. Ainda possibilita a abertura de uma nova ordem de serviço para o ensaio cadastrado através do botão Abrir Ordem de Serviço. ATENÇÃO! É possível realizar a abertura da ordem de serviço em uma filial diferente da filial de cadastro do ensaio, basta indicar o código da filial desejada no campo Código da Filial. A próxima aba da tela indica os selos envolvidos no serviço executado. A quantidade de selos listada para indicação está relacionada à marca e ao modelo informado nos dados técnicos e cadastradas no sistema.

17 Figura 18: Selos Aplicados Para cada campo habilitado para informar a numeração de selos aplicados, o sistema validará se a numeração está na faixa de selos liberados para uso no sistema, cadastrado na CR001 Cadastro de Selos. O dígito verificador informado pelo usuário será relacionado ao selo que possui a numeração que for informada. No grupo de selos removidos o sistema não efetua validações. Figura 19: Selos Removidos Na aba Observações/Anexos serão indicadas possíveis observações e anexos conforme tipos cadastrados. Figura 20: Observações do Ensaio

18 No grupo Anexos é possível anexar arquivos digitais/digitalizados (GRU, documento do posto de ensaio, entre outros desejados pela empresa) e posteriormente baixá-los para conferência. Figura 21: Anexos do Ensaio Arquivo: Arquivo para anexar. Para anexar o arquivo, deve ser possível acessá-lo do computador que está realizando o cadastro. Para selecionar o arquivo clique no botão. Data: Indicação da data que está sendo realizada a inclusão do anexo. Descrição: Descrição para identificação do arquivo que será anexado. Tipo Anexo: Campo para seleção do tipo de anexo que se trata o arquivo. Observação! Podem ser adicionados diversos anexos para cada ensaio, conforme necessidade da empresa. Os anexos serão listados na tabela abaixo dos campos para inserção. Ao indicar um anexo para edição é possível baixá-lo através do botão Baixar Arquivo. Na aba de Informações Adicionais são exibidas as observações para fins de relatórios, conforme cadastros realizados, e a indicação de documentos complementares para transmissão das informações ao INMETRO. ATENÇÃO! O botão Realizar Transmissão efetua a transmissão das informações do ensaio ao INMETRO conforma parâmetro de integração da empresa (PG116 > Cronotacógrafo > Tipo de Integração).

19 Figura 22: Informações Adicionais

20 Pesquisa de Ensaios A pesquisa de ensaios acessada por Cronotacógrafo > Cronotacógrafo > Consulta de Ensaios possibilita efetuar consultas ou pesquisas referentes aos ensaios cadastrados no sistema (Pesquisa Interna) ou então quando realizada integração com o INMETRO, é possível pesquisar informações através de acesso com usuário e senha parametrizados. Dos filtros possíveis para a Pesquisa Interna : Código da Filial: Código da filial de cadastro do ensaio. Código do Cliente: Código do cliente relacionado ao ensaio. Chassi do Veículo: Chassi do veículo relacionado ao ensaio para pesquisa. Número da O.S.: Numeração da ordem de serviço relacionada ao ensaio, quando já estiver cadastrada. Tipo do Serviço: Tipo do serviço executado para o veículo. Aprovação: Indicação de aprovação do ensaio. Situação: Seleção para situação do ensaio. Data/Hora Inicial: Hora de aferição inicial. Pesquisa os ensaios realizados no período. Data/Hora Final: Hora de aferição final. Pesquisa os ensaios realizados no período. Figura 23: Pesquisa Interna de Ensaios Das pesquisas realizadas no site do INMETRO: Certificados/Notificações >> Consultar: Nesta aba é possível efetuar a pesquisa de certificados e ou notificações por veículo, através do RENAVAM, placa, chassi ou protocolo do certificado. Ensaios >> Consultar: Nesta aba é possível realizar consultas de ensaios de acordo com os filtros indicados na aba. Veículos >> Consultar: Para a consulta de veículos é possível visualizar as informações disponibilizadas pelo INMETRO de acordo com os filtros indicados na aba. ATENÇÃO! Todas as pesquisas trazem informações conforme acesso e disponibilidade do site do INMETRO e de acordo com as parametrizações efetuadas para a empresa. Figura 24: Pesquisas INMETRO

21 Reabertura de Ensaio de Cronotacógrafo Ao finalizar um ensaio e gerar a sua transmissão, pode haver necessidade de reabertura do ensaio para alteração de informações e nova transmissão. O processo é realizado pela tela CR007 Reabertura de Ensaio de Cronotacógrafo (Cronotacógrafo > Cronotacógrafo > Reabertura de Ensaio). Figura 25: Reabertura de Ensaios Para realizar a abertura, basta localizar o código do ensaio cadastrado, indicar o motivo pelo qual será reaberto e gravar a alteração.

22 Controle de Aprovação de Processo Através do controle de aprovação do processo é possível definição de aprovação ou reprovação de registros de ensaio realizados no sistema. A tela CR009 Controle de Aprovação de Processo (Cronotacógrafo > Cronotacógrafo > Controle de Aprovação) apresenta os seguintes campos: Código da Filial: Indica a filial para busca dos ensaios. Data/Hora Inicial: Data e hora inicial de busca dos ensaios. Data/Hora Final: Data e hora final de busca dos ensaios. Após indicar os filtros, serão listados os registros localizados. É possível então selecionar os registros desejados e efetuar a aprovação ou reprovação dos registros selecionados. Figura 26: Controle de Aprovação de Processo A integração das informações com o INMETRO será realizada conforme parâmetro de integração configurado para a empresa. Observação! Os relatórios disponíveis para o módulo podem ser observados em Cronotacógrafo > Relatórios. Em caso de dúvidas na utilização do processo contate o Suporte Tecinco.

Emissão de Nota Fiscal Eletrônica do Consumidor (NFC-e)

Emissão de Nota Fiscal Eletrônica do Consumidor (NFC-e) Emissão de Nota Fiscal Eletrônica do Consumidor (NFC-e) Introdução A emissão de Nota Fiscal Eletrônica do Consumidor (NFC-e) abrange, exclusivamente, operações comerciais de venda de mercadoria ao consumidor

Leia mais

Rateio por Despesas por Contas Contábeis

Rateio por Despesas por Contas Contábeis Rateio por Despesas por Contas Contábeis Introdução É possível efetuar configuração no sistema para que a contabilização das despesas seja rateada entre departamentos/centros de custo, de acordo com percentuais

Leia mais

Curva ABC de Clientes

Curva ABC de Clientes Curva ABC de Clientes Introdução Para analisar as movimentações dos clientes efetuadas no sistema é possível configurar e utilizar o processo de Curva ABC de Clientes, criando análises e classificando

Leia mais

CARTOSOFT GUIA PRÁTICO PROCART SISTEMAS

CARTOSOFT GUIA PRÁTICO PROCART SISTEMAS CARTOSOFT GUIA PRÁTICO PROCART SISTEMAS Manual DE substituição DE SELOS eletrônicos VERSÃO 3.0.29 1. INICIANDO A SUBSTITUIÇÃO DE SELOS ELETRÔNICOS 1. Localize a aba (Selo Eletrônico) na parte superior

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo SIGA Versão 3.6A Manual de Operação Conteúdo 1. Sumário Erro!

Leia mais

CONTROLE DE ORÇAMENTOS

CONTROLE DE ORÇAMENTOS CONTROLE DE ORÇAMENTOS MÓDULO DE AQUISIÇÕES 1 1. ORÇAMENTO Para iniciar o processo de orçamento, clique em orçamento.. Serão apresentadas as funcionalidades do 1.1 Novo orçamento Para incluir um novo orçamento,

Leia mais

Plataforma Sage Resumo da Escrituração

Plataforma Sage Resumo da Escrituração Plataforma Sage Resumo da Escrituração Objetivo Disponibilizado na Plataforma Sage um painel de controle e acompanhamento sobre o status das importações das notas fiscais de saída e entrada, de forma a

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Centro de Custos Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Permissões de Usuário... 3 3.2... 4 3.3 Empresas... 5 3.4 Motivos de Movimentação... 6

Leia mais

Certificação Agentes de Venda Consignado BACEN Resolução 3.954/11

Certificação Agentes de Venda Consignado BACEN Resolução 3.954/11 INDICE. Dúvidas Frequentes. Como consultar quais agentes da loja são certificados? A. Em tela de consulta B. Em relatório 3. Como cadastrar agente para uma loja? 4. Como aprovar pré-cadastro de Agente?

Leia mais

Fale Conosco MT Última Atualização 23/07/2015

Fale Conosco MT Última Atualização 23/07/2015 Fale Conosco MT-611-00002-7 Última Atualização 23/07/2015 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Abrir um chamado para relacionamento com o Cadastro de Fornecedores através

Leia mais

Utilização do Sistema FaciliTiss. Guia de Resumo de Internação

Utilização do Sistema FaciliTiss. Guia de Resumo de Internação Utilização do Sistema FaciliTiss Guia de Resumo de Internação Versão 1 - ABR/2015 1 SUMÁRIO 1. Site...3 2. Login...4 3. Complemento Cadastro...4 4.Cadastro Operadora, Solicitante e Executante...5 5. Profissional

Leia mais

Sumário 1. Inicializando o Sistema Arquitetura do Sistema Consulta Rápida de Veículos Informações Gerais...

Sumário 1. Inicializando o Sistema Arquitetura do Sistema Consulta Rápida de Veículos Informações Gerais... 1 Sumário 1. Inicializando o Sistema... 3 2. Arquitetura do Sistema... 5 2.1. Menu... 5 2.1.1. Detalhamento do Menu e Submenu... 5 2.2. Barra de Ferramentas... 6 2.2.1. Ações... 6 2.2.2. Crédito Disponível...

Leia mais

Universidade Federal do Vale do São Francisco Sistema de Concursos

Universidade Federal do Vale do São Francisco Sistema de Concursos 1 - Introdução O sistema de concursos da UNIVASF é uma ferramenta desenvolvida pela Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) que permite a inscrição de candidatos às vagas ofertadas pela UNIVASF. O

Leia mais

SIMAR UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Centro de Informática CPD. SIMAR Sistema de Compras de Materiais

SIMAR UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Centro de Informática CPD. SIMAR Sistema de Compras de Materiais SIMAR UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Centro de Informática CPD SIMAR Sistema de Compras de Materiais SISTEMA DE COMPRAS DE MATERIAIS Manual de Funcionalidades do Sistema SIMAR. SUMÁRIO SISTEMA DE COMPRAS DE

Leia mais

Emissão de Nota Fiscal Simplificada

Emissão de Nota Fiscal Simplificada Emissão de Nota Fiscal Simplificada Apresentação: Esta nova rotina foi desenvolvida para facilitar a emissão de notas fiscais simples e que se tornam uma tarefa repetitiva. Objetivo: Facilitar e agilizar

Leia mais

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO CND CND PORTAL DE RELACIONAMENTO Cadastro CND Painel de Controle

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO CND CND PORTAL DE RELACIONAMENTO Cadastro CND Painel de Controle Sage CND SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 1 2. CND... 2 1.1. 1.2. Cadastro CND... 2 Painel de Controle... 6 3. CND PORTAL DE RELACIONAMENTO.... 10 1. Apresentação A Plataforma Sage visa dinamizar os negócios

Leia mais

Busca XML - Cliente. *Observação* Se o certificado do cliente não for armazenado nessa tela a pesquisa da NFE para a empresa não será realizada.

Busca XML - Cliente. *Observação* Se o certificado do cliente não for armazenado nessa tela a pesquisa da NFE para a empresa não será realizada. BUSCA XML - CLIENTE Busca XML - Cliente Download Automático de NFE Para que o Download da Nfe seja automático é necessário efetuar as configurações abaixo: Acesse o Menu Preferências, clique sobre a Aba

Leia mais

TUTORIAL LISTA DE PRESENTES

TUTORIAL LISTA DE PRESENTES Apresentação A lista de presentes é utilizada para o cadastro de listas de Chá de Cozinha, Chá de Bebê, Lista de Presentes, Chá de Casa Nova, Lista de Casamento e outras conforme o tipo de evento. Este

Leia mais

Reajuste de Preço de Venda pelo Preço do Fabricante

Reajuste de Preço de Venda pelo Preço do Fabricante Reajuste de Preço de Venda pelo Preço do Fabricante Introdução O sistema possibilita diversas opções de recálculo de preços de venda, o Reajuste de Preço de Venda pelo Preço do Fabricante utiliza o preço

Leia mais

Leilão Reverso - Monitor de Comercialização Proponente

Leilão Reverso - Monitor de Comercialização Proponente MT-212-00110-3 Última Atualização: 08/01/2015 Leilão Reverso - Monitor de Comercialização Proponente Índice I Como acessar um Leilão II Informações básicas III Anexos IV Painel de Lances V Envio de Lances

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Desagregação e Reclassificação de Produtos Sumário 1 CONCEITO... 3 2 CONFIGURAÇÕES... 3 2.1 Natureza de Operação... 3 2.2 Cadastrar Produtos Compostos... 4 3 FUNCIONALIDADES...

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Abas Menu Caixa Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Abrir o Caixa... 3 3.2 Permissões... 3 3.3 Configurar Relatórios de Motivos de Movimentação...

Leia mais

Controle de imobilizado

Controle de imobilizado Controle de imobilizado São apresentadas as regras de validação e controle de acesso do controle de imobilizado, nas telas que são as 1160, 1162, 1163 e 1165. 1. Devem ser cadastradas as permissões de

Leia mais

Como configurar a Contabilidade por Centro de Custo?

Como configurar a Contabilidade por Centro de Custo? Como configurar a Contabilidade por Centro de Custo? 1- PARÂMETROS DA EMPRESA 1.1 - Acesse o menu CONTROLE, clique em PARÂMETROS; 1.2 - Na guia GERAL, clique em DEFINIÇÕES; 1.2.1 - No quadro GERAL, selecione

Leia mais

Financeiro Controle de Cheque

Financeiro Controle de Cheque Financeiro Controle de Cheque 1 Objetivo O controle de cheques é importante para o controle financeiro da empresa. É possível também visualizar todas as situações que envolvem os cheques (depositado, devolvido,

Leia mais

Inventário Rotativo (Coletor de Dados)

Inventário Rotativo (Coletor de Dados) Inventário Rotativo (Coletor de Dados) Inventario Rotativo com coletor Conceito O conceito do inventário rotativo no WinThor, é atualizar as quantidades do estoque no sistema por filiais (estoque lógico)

Leia mais

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO MANUAL VTWEB CLIENT URBANO Conteúdo... 2 1. Descrição... 3 2. Cadastro no sistema... 3 2.1. Pessoa Jurídica... 3 2.2. Pessoa Física... 5 2.3. Concluir o cadastro... 6 3. Acessar o sistema... 6 3.1. Autenticar

Leia mais

Projeto de Pesquisa SIGAA

Projeto de Pesquisa SIGAA Projeto de Pesquisa SIGAA Submeter Proposta de Projeto de Pesquisa Essa funcionalidade permite que os docentes cadastrem um projeto de pesquisa interno e insiram um cronograma definido pelo seu autor no

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema FaciliTiss Guia de Consulta

Manual de Utilização do Sistema FaciliTiss Guia de Consulta Manual de Utilização do Sistema FaciliTiss Guia de Consulta Versão 1 - ABR/2015 1 SUMÁRIO 1. Site...3 2. Login...4 3. Complemento de Cadastro...4 4. Cadastro Operadora, Solicitante e Executante...5 5.

Leia mais

Portal do Magistrado Guia Rápido Solicitação de Plantão Judiciário

Portal do Magistrado Guia Rápido Solicitação de Plantão Judiciário Acesso ao Portal do Magistrado Como entrar no Portal do Magistrado: ENDEREÇO ELETRÔNICO: www.portaldomagistrado.tjsp.jus.br/ptlpdb/ Conecte seu Certificado Digital ao computador e informe sua Senha de

Leia mais

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Versão do Manual: 2.4 Versão do Aplicativo: 2.17.2 Conteúdo 1. Instalação do AFV...03 2. Configurações...04 3. Recebendo as tabelas...05

Leia mais

3/7/2010 MANUAL COMPRAS SHP. PPEDIDOS v Help Desk

3/7/2010 MANUAL COMPRAS SHP. PPEDIDOS v Help Desk 3/7/2010 SHP MANUAL COMPRAS PPEDIDOS v.3.2.5.99 Help Desk Conteúdo Editando permissões de usuário:... 3 A geração de Requisição de compras... 6 Aprovação da Requisição... 9 Gerar o pedido.... 12 Trabalhando

Leia mais

TUTORIAL MRV CORRETOR

TUTORIAL MRV CORRETOR TUTORIAL MRV CORRETOR O MRV Corretor é o sistema de vendas da MRV. Nele é possível realizar cadastro de clientes, efetuar reservas, solicitar análise de crédito e consultar tabelas de vendas. MARÇO/ 2012

Leia mais

Título: Configuração para emissão das Certidões Negativas de Débito - CND.

Título: Configuração para emissão das Certidões Negativas de Débito - CND. Título: Configuração para emissão das Certidões Negativas de Débito - CND. 1 LIBERAÇÃO DE USUÁRIOS DO ESCRITÓRIO: 1.1- Acesse o menu ATENDIMENTO, opção CONTROLE, opção USUÁRIOS e clique em USUÁRIOS DO

Leia mais

OS - Cadastrar Ordem de Serviço

OS - Cadastrar Ordem de Serviço OS - Cadastrar Ordem de Serviço Objetivo Cadastrar ordem de serviço para clientes sem que seja necessário efetuar uma venda (semelhante ao orçamento, a diferença é que a ordem de serviço nos permite informar

Leia mais

Portal CPE - Cartório Postal Eletrônico. Manual de Utilização

Portal CPE - Cartório Postal Eletrônico. Manual de Utilização Manual de Utilização Utilizar o Portal CPE (Cartório Postal Eletrônico) Para utilizar o Portal, acessar o link https://cartoriopostaleletronico.com.br/ Conforme Figura 1, o Portal pode ser acessado através

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE TRAMITAÇÃO DE DOCUMENTOS Versão 3.0

Leia mais

Usando a geração de boletos

Usando a geração de boletos Usando a geração de boletos O sistema permite que sejam gerados boletos de cobrança, os boletos podem ser impressos ou enviados por e-mail. O sistema permite a geração de carteiras do tipo Não registrada,

Leia mais

TUTORIAL SIMPLES REMESSA BAIXANDO ESTOQUE

TUTORIAL SIMPLES REMESSA BAIXANDO ESTOQUE Sumário Apresentação... 1 1. Procedimentos iniciais... 1 2. Emitir Nota Fiscal Simples Remessa com Baixa no Estoque:... 2 2.1 Gerando Contas a Receber... 2 2.3 Sem Gerar Contas a Receber... 5 Apresentação

Leia mais

C A R T I L H A. - Recursos Humanos Cargos

C A R T I L H A. - Recursos Humanos Cargos C A R T I L H A - Recursos Humanos Cargos Elaborada por: DIRPD Diretoria de Processamento de Dados Universidade Federal de Uberlândia Maio/2009 Apresentação Esta cartilha foi elaborada para auxiliar os

Leia mais

PLATIN INFORMÁTICA. SIAD SNGPC Sistema Integrado de Automação de Drogarias Módulo Gestão de Medicamentos Controlado e Antimicrobianos

PLATIN INFORMÁTICA. SIAD SNGPC Sistema Integrado de Automação de Drogarias Módulo Gestão de Medicamentos Controlado e Antimicrobianos PLATIN INFORMÁTICA SIAD SNGPC Sistema Integrado de Automação de Drogarias Módulo Gestão de Medicamentos Controlado e Antimicrobianos Manual do Usuário CADASTROS DCB's Distribuidoras Laboratórios Medicamentos

Leia mais

Esse manual visa fornecer orientações às instituições concedentes de estágios. Após

Esse manual visa fornecer orientações às instituições concedentes de estágios. Após Esse manual visa fornecer orientações às instituições concedentes de estágios. Após acessar o endereço www.sigaa.ufs.br, você deve clicar no botão ENTRAR NO SISTEMA Obs.: Os dados utilizados nos exemplos

Leia mais

Minuta de Despacho? FS153

Minuta de Despacho? FS153 Como Imprimir Layout de Minuta de Despacho? FS153 Sistema: Futura Server Caminho: Impressos > Minuta de Despacho Referência: FS153 Versão: 2016.04.11 Como Funciona: Esta tela é utilizada para fazer a impressão

Leia mais

Manual. S.I.A Sistema Integrado de Avaliação. PARÂMETROS PE (Parâmetros Curriculares)

Manual. S.I.A Sistema Integrado de Avaliação. PARÂMETROS PE (Parâmetros Curriculares) Manual S.I.A Sistema Integrado de Avaliação PARÂMETROS PE (Parâmetros Curriculares) S.I.A Sistema Integrado de Avaliação Introdução O S.I.A. (Sistema Integrado de Avaliação) é o sistema desenvolvido pelo

Leia mais

- Manual tocou.com - Emissoras

- Manual tocou.com - Emissoras - Manual tocou.com - Emissoras Este manual se destina às emissoras de rádio que utilizam ou desejam utilizar o tocou.com. 2009 SUMÁRIO Apresentação... 2 Tipos de contas de usuários do tocou.com... 3 Requisitos

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA Cartório 24 Horas

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA Cartório 24 Horas MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA Cartório 24 Horas INTRODUÇÃO A Extranet Cartório 24 Horas permite a solicitação de qualquer tipo de Certidão junto aos Cartórios e outros órgãos de todos os estados Brasileiros.

Leia mais

Cadastro do REP - FP18

Cadastro do REP - FP18 Cadastro do REP - FP18 Sistema: Futura Ponto Caminho: Configurações>Cadastro de REP Referencia: FP18 Versão: 2015.5.4 Como funciona: A tela Cadastro de REP (Relógio Eletrônico de Ponto) é utilizada para

Leia mais

UNIMED SANTA BARBÁRA D OESTE AMERICANA E NOVA ODESSA. Manual Secretária EMED Manual versão 1.1

UNIMED SANTA BARBÁRA D OESTE AMERICANA E NOVA ODESSA. Manual Secretária EMED Manual versão 1.1 UNIMED SANTA BARBÁRA D OESTE AMERICANA E NOVA ODESSA Manual Secretária EMED 2.2.6 Manual versão 1.1 Sumário 1. MÓDULO CLÍNICO... 3 1.1. Como acessar o sistema... 3 1.2. Alterar Senha... 3 2. MENUS... 4

Leia mais

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão VERSÃO 008.018 NOVID AD ES E MELHORIAS E112A9 Jessica Pinheiro 16/05/2016 2/18 NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION Versão 008.018 1. Configuração de situação cadastral padrão para novos clientes.... 3 2.

Leia mais

Instruções para utilização da Agenda Médica Eletrônica

Instruções para utilização da Agenda Médica Eletrônica Instruções para utilização da Agenda Médica Eletrônica Sumá rio 1. Acesso aos Serviços Exclusivos...3 2. Acesso à Agenda...4 3. Inclusão de Horários de Atendimento...6 4. Informação de Ausência...10 5.

Leia mais

Sistema PCMalotes Developed by: Bruno Lacerda All copyrights reserveds for Prado Chaves

Sistema PCMalotes Developed by: Bruno Lacerda All copyrights reserveds for Prado Chaves Sistema PCMalotes Developed by: Bruno Lacerda All copyrights reserveds for Prado Chaves Índice Manual PCMalote...1 Índice...2 Acesso ao Sistema...3 Cadastros...4 Empresa...4 Assessoria...5 Malotes...7

Leia mais

Boletim Informativo Técnico BIT041 12/2016

Boletim Informativo Técnico BIT041 12/2016 COBRANÇA ESCRITURAL O processo de Cobrança Escritural é usado pelas empresas que optam pela utilização da cobrança escritural magnética, na qual é o banco quem faz as cobranças do contas a receber. O sistema

Leia mais

SMARAM Manual do Almoxarifado

SMARAM Manual do Almoxarifado SMARAM Módulo RME Marcio Tomazelli Programador Sênior Versão 1.0 Página 1 de 24 ÍNDICE SMARAM 1 1 ÍNDICE DE FIGURAS 2 ÍNDICE DE TABELAS 3 1. Almoxarifado 4 1.1. Requisição Material Estoque 4 1.1.1. Solicitação

Leia mais

Manual Balcão de Negócios para Usuários Administradores. Manual Balcão de Negócios para Usuários Administradores

Manual Balcão de Negócios para Usuários Administradores. Manual Balcão de Negócios para Usuários Administradores Manual Balcão de Negócios para AmazonIT Soluções em Tecnologia da Informação amazonit@amazonit.com.br (92) 3216-3884 3884 1 Funcionamento do Balcão de Negócios 2 Como entrar no balcão Para entrar no balcão

Leia mais

Identificação da Empresa

Identificação da Empresa Identificação da Empresa MT-611-00001-14 Última Atualização 15/07/2016 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Preencher em Identificação os dados básicos, itens e as localidades

Leia mais

Notas MT Última Atualização : 20/10/2016

Notas MT Última Atualização : 20/10/2016 Notas MT-611-00007-14 Última Atualização : 20/10/2016 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Consultar o relatório de notas e seus comentários; 2. Identificar o status da(s)

Leia mais

MANUAL OFICIAL DE JUSTIÇA 1º GRAU

MANUAL OFICIAL DE JUSTIÇA 1º GRAU MANUAL OFICIAL DE JUSTIÇA 1º GRAU PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO MANUAL OFICIAL DE JUSTIÇA ATRIBUIÇÕES DO OFICIAL DE JUSTIÇA OFICIAL DE JUSTIÇA Sumário 1 Acesso ao Sistema...4 1.1 Configurações do Sistema...5

Leia mais

Hospedagem Atualizado em:

Hospedagem Atualizado em: Hospedagem Atualizado em: 10-02-2017 Sumário Introdução...3 1.Solicitação de Hospedagem online... 3 1.1 Cancelamento...9 2.Solicitação de Hospedagem Off-line... 10 3.Cadastro de Hoteis...14 4. Carga de

Leia mais

Sumário REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000 REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000

Sumário REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000 REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000 Versão 1.04 Março de 2010. Sumário As informações contidas neste manual estão sujeitas a alterações sem prévio aviso e não representam compromisso por parte do fabricante. As imagens aqui reproduzidas

Leia mais

1 GLOSSÁRIO Área de TI Catálogo de serviços de TI Solicitante Chamado Formulário...

1 GLOSSÁRIO Área de TI Catálogo de serviços de TI Solicitante Chamado Formulário... Pág.: 1 de 21 SUMÁRIO 1 GLOSSÁRIO... 3 1.1 Área de TI... 3 1.2 Catálogo de serviços de TI... 3 1.3 Solicitante... 3 1.4 Chamado... 3 1.5 Formulário... 3 1.6 Situação do Chamado... 3 2 CATALOGO DE SERVIÇOS

Leia mais

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão VERSÃO 008.017 NOVID AD ES E MELHORIAS E107A9 Jéssica Pinheiro 20/01/2016 2/24 NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION Versão 008.017 1. Envio de cópia de e-mail.... 3 2. Bloqueio de emissão de cupom fiscal com

Leia mais

Módulo Administrativo enota NFS-e

Módulo Administrativo enota NFS-e Módulo Administrativo enota NFS-e Sistema Administrativo de NFS-e do Município Manual do Administrador Criado por: Informática Educativa Índice 1. Sistema Administração... 03 2. Prestadores... 04 3. RPS...

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MÓDULO BOLETOS BANCÁRIOS

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MÓDULO BOLETOS BANCÁRIOS MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MÓDULO BOLETOS BANCÁRIOS Digisat Tecnologia Ltda Rua Marechal Deodoro, 772 Edifício Mirage 1º Andar Sala 5 e 6 Centro Concórdia/SC CEP: 89700-000 Fone/Fax: (49) 3441-1600 suporte@digisat.com.br

Leia mais

Manual de Apoio. Cadastro de Solicitação de Licenciamento Ambiental. Versão Janeiro /01/ :43

Manual de Apoio. Cadastro de Solicitação de Licenciamento Ambiental. Versão Janeiro /01/ :43 Manual de Apoio Cadastro de Solicitação de Licenciamento Ambiental Versão Janeiro.0 07 4/0/07-09:43 SOL - Solicitação Online de Licenciamento O empreendedor cadastra uma solicitação no SOL incluindo: Entrada

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema Registro Digital

Manual do Usuário. Sistema Registro Digital Sistema Registro Digital Manual do Usuário Sistema Registro Digital Elaborado pela GTI - JUCEMG À Junta Comercial do Estado Belo Horizonte, MG NOVEMBRO/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 2. Pré-requisitos...

Leia mais

Cordilheira Sistema Contábil 2.85a Conciliação Contábil

Cordilheira Sistema Contábil 2.85a Conciliação Contábil LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

ITQ InPrint Cobrança. Manual do Usuário Atualizado em: 27/02/2012.

ITQ InPrint Cobrança. Manual do Usuário Atualizado em: 27/02/2012. ITQ InPrint Cobrança Manual do Usuário Atualizado em: 27/02/2012 http://www.itquality.com.br Sumário Introdução...2 Características do Sistema...3 Antes de Instalar...3 Instalando o Sistema...3 Acessando

Leia mais

Tutoriais Able Business JUNIOR

Tutoriais Able Business JUNIOR Tutoriais Able Business JUNIOR Como enviar XML/DANFE por email? Parâmetros para Transmissão NF-e... 2 Cadastrando uma conta de email no Able Business JUNIOR... 3 Instalação do software PDFCreator... 3

Leia mais

Manual Telemetria - Horímetro

Manual Telemetria - Horímetro Sumário Apresentação... 2 Home... 2 Definição do Idioma... 3 Telemetria Horímetro... 4 Sensores... 5 Faixas Horímetro... 5 Configura Faixa Sensor... 14 Detalhado Período... 21 Consolidado Dia... 26 Consolidado

Leia mais

Sistema Aula. Motivos para o acesso ser negado:

Sistema Aula. Motivos para o acesso ser negado: Sumário 1. Acesso ao Sistema Aula. 2. Da Identificação do Módulo Coordenação e respectivos programas. 3. Registro de Ocorrências dos Alunos 4. Tipos de Ocorrências 5. Dossiê do Aluno 6. Registro das informações

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MÓDULO DE ENTRADA DE NOTAS FISCAIS VIA B2B ONLINE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MÓDULO DE ENTRADA DE NOTAS FISCAIS VIA B2B ONLINE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MÓDULO DE ENTRADA DE NOTAS FISCAIS VIA B2B ONLINE Versão 2.0 01/2006 ÍNDICE 1. Objetivo...3 2. Como acessar o Sistema...3 3. Cadastro de Notas...4 3.1. A digitação da Nota Fiscal

Leia mais

TUTORIAL PROCESSO RESTAURANTE

TUTORIAL PROCESSO RESTAURANTE Sumário Apresentação... 1 1. Procedimentos iniciais... 2 2. Cadastrar Mesas... 3 3. Configurar Registro de Vendas em Mesas... 4 4. Registrar vendas em mesas... 6 5. Emitir relatório gerencial... 15 6.

Leia mais

A FORTES PREPARA VOCÊ PARA O MERCADO DE TRABALHO

A FORTES PREPARA VOCÊ PARA O MERCADO DE TRABALHO A FORTES PREPARA VOCÊ PARA O MERCADO DE TRABALHO MANUAL FORTES RH www.fortestecnologia.com.br/pae MANUAL Fortes RH INTRODUÇÃO Este material tem como objetivo auxiliar os usuários do Fortes RH a utilizarem

Leia mais

Para acessar o novo Portal do SAEPRO digite em seu navegador de internet: saepro.jundiai.sp.gov.br

Para acessar o novo Portal do SAEPRO digite em seu navegador de internet: saepro.jundiai.sp.gov.br Para acessar o novo Portal do SAEPRO digite em seu navegador de internet: saepro.jundiai.sp.gov.br Você também pode acessar o portal SAEPRO a partir do portal da Prefeitura do Município de Jundiaí. O ícone

Leia mais

TABELA FIXA CÁLCULO DE FOLHA PARA PROFESSORES

TABELA FIXA CÁLCULO DE FOLHA PARA PROFESSORES TABELA FIXA CÁLCULO DE FOLHA PARA PROFESSORES Procedimento para Cálculo de Folha de Professores Através de Tabela Fixa 1º Passo: Em Cadastros\ Genéricos Eventos, devem ser criados todos os eventos de hora

Leia mais

SISTEMA DE GARANTIAS PÚBLICAS MPME MANUAL DE USUÁRIO BANCO DO BRASIL

SISTEMA DE GARANTIAS PÚBLICAS MPME MANUAL DE USUÁRIO BANCO DO BRASIL MANUAL DE USUÁRIO BANCO DO BRASIL 1. ACESSO AO SISTEMA DE GARANTIAS PÚBLICAS (SGP/MPME) O acesso ao Sistema de Garantias Públicas SGP/MPME é feito através do site da ABGF (www.abgf.gov.br), opção MPME

Leia mais

PLATIN INFORMÁTICA. SIAD SNGPC Sistema Integrado de Automação de Drogarias Módulo Gestão de Medicamentos Controlado e Antimicrobianos

PLATIN INFORMÁTICA. SIAD SNGPC Sistema Integrado de Automação de Drogarias Módulo Gestão de Medicamentos Controlado e Antimicrobianos PLATIN INFORMÁTICA SIAD SNGPC Sistema Integrado de Automação de Drogarias Módulo Gestão de Medicamentos Controlado e Antimicrobianos Manual do Usuário Procedimentos para Inventário Inicial Versão 1.0.3.97

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Manifestação do Destinatário Sumário 1 CONCEITO... 3 1.1 Determinação Legal... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Permissões... 3 3.2 Configurar NF-e... 5 3.3 Processador

Leia mais

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Diário.

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Diário. Relatório Diário Produto : TOTVS Gestão Contábil 12.1.1 Processo : Relatórios Subprocesso : Diário Data publicação da : 05/02/2014 Migração do relatório Diário para.net com base no relatório já existente

Leia mais

Boletim Técnico. Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) Desenvolvimento/Procedimento. Produto : Totvs Gestão de Pessoas Versão 12.1.

Boletim Técnico. Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) Desenvolvimento/Procedimento. Produto : Totvs Gestão de Pessoas Versão 12.1. Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) Produto : Totvs Gestão de Pessoas Processo : Plano de Desenvolvimento Individual Subprocesso : Plano de Desenvolvimento Individual Data publicação da : 15/10/2014

Leia mais

D igitação de Eventos

D igitação de Eventos Digitação de Eventos Índice 1. PLATAFORMA SAGE... 3 1.1. 1.2. 1.3. 1.4. 1.5. Primeiro Acesso... 4 Conhecendo a Plataforma... 5 Seleção da Empresa de Trabalho... 6 Sair do Sistema/ Minhas configurações...

Leia mais

Manual Busca XML Contador

Manual Busca XML Contador BUSCA XML CONTADOR Manual Busca XML Contador O Busca XML Contador é uma ferramenta utilizada para gerenciar arquivos* recebidos por e- mail** através do Busca XML Cliente, onde possibilita a exportação

Leia mais

Versão 1.0

Versão 1.0 Versão 1.0 http://digifred.com.br/ Copyright Digifred Informática LTDA. Todos os direitos reservados. 1 Sumário 1. Introdução...3 2. Primeiro Acesso...4 3. Cadastro de Usuário...5 4. Funções do SIC...6

Leia mais

Guia Operacional do Sistema IHS. Assembleia de grupos exclusivos on-line

Guia Operacional do Sistema IHS. Assembleia de grupos exclusivos on-line Internet Honda System Guia Operacional do Sistema IHS Assembleia de grupos exclusivos on-line Como acessar o módulo de assembleia no IHS Acesse o site do IHS: https://ihs.honda.com.br Faça o seu login

Leia mais

PORTAL DA INTIMAÇÃO ELETRÔNICA MANUAL DO USUÁRIO

PORTAL DA INTIMAÇÃO ELETRÔNICA MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DA INTIMAÇÃO ELETRÔNICA MANUAL DO USUÁRIO Cadastro de entes públicos para uso do Portal de Intimação Para acessar o Portal de Intimação do STJ, é necessário que o ente público seja cadastrado na

Leia mais

Sistema de Gestão de Recursos Humanos

Sistema de Gestão de Recursos Humanos Sistema de Gestão de Recursos Humanos Manual de Procedimentos I Módulo de Usuários Revisão: 07 Versão: 7.9.109 JM Soft Informática Março, 2015 Sumário MÓDULO DE USUÁRIOS... 4 1 MENU CADASTROS... 4 1.1

Leia mais

CERTIFICAÇÃO FITOSSANITÁRIA ELETRÔNICA SIMLAM MÓDULO INSTITUCIONAL 1ª EDIÇÃO

CERTIFICAÇÃO FITOSSANITÁRIA ELETRÔNICA SIMLAM MÓDULO INSTITUCIONAL 1ª EDIÇÃO CERTIFICAÇÃO FITOSSANITÁRIA ELETRÔNICA SIMLAM MÓDULO INSTITUCIONAL 1ª EDIÇÃO SUMÁRIO 1. CERTIFICAÇÃO FITOSSANITÁRIA ELETRÔNICA... 3 2. CREDENCIADO... 4 2.1. Habilitação para Emissão de CFO e CFOC... 4

Leia mais

A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO

A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO Bem-vindo à VR Benefícios Entendemos a importância deste benefício aos seus funcionários e por isso queremos estar com você neste momento. Utilize este guia

Leia mais

Configuração de Vale Transporte no cadastro do empregado e estagiário

Configuração de Vale Transporte no cadastro do empregado e estagiário Configuração de Vale Transporte no cadastro do empregado e estagiário Os dados a seguir foram elaborados para a configuração sobre as informações de vale transporte no cadastro do empregado 1 CADASTRO

Leia mais

TUTORIAL CADASTRAR E PRECIFICAR EMBALAGEM

TUTORIAL CADASTRAR E PRECIFICAR EMBALAGEM Sumário Apresentação... 1 1. Procedimentos Iniciais... 2 2. Inclusão de item...... 5 3. Precificar embalagem... 14 3.1 Realizar precificação por padrão na rotina 2017... 14 3.2 Efetuar precificação para

Leia mais

Sistema Objetivo de Ensino. Pedido Web. pedidoweb.objetivo.br

Sistema Objetivo de Ensino. Pedido Web. pedidoweb.objetivo.br Sistema Objetivo de Ensino Pedido Web pedidoweb.objetivo.br Sumário 1 Introdução... 3 2 Tela inicial... 4 3 Pedido de Venda... 5 3.1 Pesquisar... 5 3.2 Seleção de itens... 6 3.3 Verificação... 7 3.4 Confirmação...

Leia mais

- Manual tocou.com - Anunciantes

- Manual tocou.com - Anunciantes - Manual tocou.com - Anunciantes Este manual se destina aos anunciantes que utilizam ou desejam utilizar o tocou.com. 2009 SUMÁRIO Apresentação... 2 Tipos de contas de usuários do tocou.com... 3 Requisitos

Leia mais

Código PPA. Introdução. Validação Código PPA para Ordem de serviço

Código PPA. Introdução. Validação Código PPA para Ordem de serviço Código PPA Introdução São código solicitados pela fábrica, pois quando é realizado uma entrada ou uma saída de itens que por solicitação da Fábrica necessitam conter esse código, pois o sistema TCar conta

Leia mais

As implementações efetuadas nos módulos MOV, EST e FIS se referem as especificações da Nota Técnica

As implementações efetuadas nos módulos MOV, EST e FIS se referem as especificações da Nota Técnica Manifestação do Destinatário Eletrônica MD-e Produto : RM Totvs Gestão de Estoque, Compra e Faturamento Bibliotecas RM : 11.52.63 ou superior Processo : Manifesto do Destinatário Eletrônico MD-e Subprocesso

Leia mais

Manual de Utilização - FacGTO

Manual de Utilização - FacGTO Manual de Utilização - FacGTO Nesta parte, iremos disponibilizar um manual de utilização do FacGTO. 1 Objetivo: O módulo FacGTO, objetiva simplificar o processo de autorização de tratamentos odontológicos,

Leia mais

Tutorial. Serviços e Serviços Operadoras

Tutorial. Serviços e Serviços Operadoras Tutorial Serviços e Serviços Operadoras Serviços e Serviços Operadora 1 Tutorial Serviço e Serviços Operadora O cadastro de Serviços serve para informar todos os itens que estão na loja. Para que seja

Leia mais

Manual para Utilização do Redmine

Manual para Utilização do Redmine Manual para Utilização do Redmine 1. Visão geral O Redmine é uma ferramenta de gerenciamento de projetos que visa manter 1 o registro de todas as tarefas relacionadas aos serviços do NTI. Para os nossos

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÕES MÓDULO CONTABIL I

MANUAL DE CONFIGURAÇÕES MÓDULO CONTABIL I MANUAL DE CONFIGURAÇÕES MÓDULO CONTABIL I SUMÁRIO COMO CADASTRAR UM PLANO DE CONTAS... 3 COMO CADASTRAR CENTROS DE CUSTO... 7 CADASTRO DE HISTÓRICOS PADRÕES... 9 COMO CADASTRAR LANÇAMENTOS PADRÕES... 12

Leia mais

SISTEMA UNIFICADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SUAP

SISTEMA UNIFICADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SUAP INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - DTI SISTEMA UNIFICADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SUAP MÓDULO

Leia mais

Gerenciamento de Contratos

Gerenciamento de Contratos Gerenciamento de Contratos O objetivo deste módulo é ajudar a gerenciar com mais eficiência o processo de elaboração, assinatura e renovação de cada contrato. Como configurar este módulo? Como utilizar

Leia mais