APUFPR-SSind participa do VII Encontro Intersetorial do ANDES-SN

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APUFPR-SSind participa do VII Encontro Intersetorial do ANDES-SN"

Transcrição

1 Edição nº 97 Novembro de 2013 MOBILIZAÇÃO SINDICAL APUFPR-SSind participa do VII Encontro Intersetorial do ANDES-SN Participantes do VII Encontro Intersetorial discutem organização do Sindicato Nacional frente às lutas dos docentes. Pág. 04 e 05 APUFPR-SSind e ANDES-SN realizam audiência com senador Pág. 03 APOSENTADOS Aposentados se reuniram em mais um encontro mensal na APUFPR-SSind Pág. 07

2 2 Informativo APUFPR-SSIND Nº 97 Novembro de 2013 GREVE Projeto restringe direitos dos servidores públicos federais Votação de projeto que restringe direito de greve do servidor público é adiada Entidades sindicais rejeitam proposta, chamam de autoritária e realizam protestos contra projeto A votação do relatório do senador Romero Jucá sobre o anteprojeto que restringe o direito de greve do servidor público, prevista para o dia 7 de novembro, foi adiada, por falta de quórum, para dia 20 de novembro, na Comissão Mista de Consolidação de Leis e de Dispositivos Constitucionais. Se for aprovada, a proposta será encaminhada para análise nos Plenários da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. Para a diretoria da APUFPR- -SSind,o direito de greve deve sertratado na mesma lei que regulamentará as negociações coletivas dos servidores públicos. A mesa de negociação deve ser permanente e não emergencial, como prevê o relatório do senador, explica o presidente da entidade, João Francisco Ricardo Kastner Negrão. A proposta regulamenta o direito de greve dos servidores públicos, estabelecido na Constituição Federal de Segundo o senador, este direito ainda encontra seu exercício mitigado em face de inexistência de normas que fixem seus termos e limites. Caso aprovada, a regulamentação será aplicada a todos os poderes e a todas as esferas da Federação. O anteprojeto tem por objetivo impedir o exercício do direito de greve, pois pelo menos 50% dos servidores públicos terão que continuar trabalhando em caso de greve do funcionalismo. Na área de segurança pública, o movimento grevista vai ter que garantir que, pelo menos 80% do efetivo,continue em serviço. Já para casos de serviços considerados essenciais, como assistência médico-hospitalar e captação e tratamento de lixo, 60% dos servidores terão que trabalhar durante a greve. O texto proíbe ainda a greve de integrantes das Forças Armadas, de policiais militares e de bombeiros. O projeto é similar ao PLS 710/11, com o mesmo objetivo de regulamentar a greve dos servidores. EXPEDIENTE Informativo APUFPR-SSind Publicação quinzenal da Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná Seção Sindical do Andes - Sindicato Nacional Diretoria - Gestão 2013/2015 Presidente: João Francisco Ricardo Kastner Negrão Vice-Presidente: Astrid Baecker Avila Secretário Geral: Vilson Aparecido da Mata Primeiro Secretário: Vitor Marcel Schühli Tesoureiro Geral: Claudio Antonio Tonegutti Primeiro Tesoureiro: Afonso Takao Murata Diretora Administrativa: Ana Lorena de Oliveira Bruel Diretora Cultural: Márcia Costa Itiberê da Cunha Diretor de Esportes: Walfrido Kuhl Svoboda Diretora de Imprensa: Marise Fonseca dos Santos Diretor Jurídico: Ricardo Prestes Pazello Diretora Social: Adriana Hessel Dalagassa Fale Conosco Endereço - Rua Alcides Vieira Arcoverde, 1193, Jardim das Américas CEP Curitiba, PR - Tel.: (41) Produção Studio Art - Comunicação Integrada (41) Equipe de Redação - - Larissa Amorim SRTE 9459-PR, Guilherme Mikami SRTE 9458-PR e Larissa Knaipp. Projeto Gráfico - Guilherme Mikami Diagramação - Larissa Knaipp Distribuição gratuita e dirigida

3 Informativo APUFPR-SSIND Nº 97 Novembro de SINDICAL Sindicatos participam de audiência em defesa dos docentes APUFPR-SSind e ANDES-SN realizam audiência com senador Audiência com o senador Sérgio Souza procurou apoio para aprovação do PLS 53 e da PEC 555 caminhou ao senador e autor do Projeto, Paulo Paim, uma proposta para incluir também a transposição dos docentes federais aposentados que tiveram posições rebaixadas na carreira pela criação da classe de professor Associado. Já a PEC 555/2006 trata do fim da contribuição previdenciária dos No dia 4 de novembro, a diretoria da Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná (APUFPR-SSind) e o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES-SN), em conjunto com representantes do coletivo de docentes aposentados participaram de uma audiência com o senador Sérgio Souza. O encontro foi realizado para solicitar o apoio do senador para a alteração no Projeto de Lei do Senado (PLS) 53/2011 e aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 555/2006. O PLS 53/2011 visa alterar a Lei , de 2005, que dispõe sobre o reenquadramento na estrutura do plano de carreira dos servidores aposentados e dos pensionistas das Instituições Federais de Ensino (IFEs). Em agosto, o ANDES-SN en- servidores públicos aposentados e pensionistas e, embora esteja em tramitação desde 2007, está parada desde De acordo com o docente aposentado Eli Nunes Marques, é necessário que o segmento dos aposentados se fortaleça e participe mais ativamente das lutas de toda a categoria por melhores condições e contra as injustiças cometidas pelo governo. Os docentes aposentados dispõem de tempo e experiência e precisam estar mais engajados no sindicato, a fim de ajudar nas reivindicações da categoria e no diálogo permanente com o segmento político para que possamos alcançar o que desejamos, afirmou Marques. RESOLUÇÕES Durante a audiência, o senador se comprometeu em apoiar os docentes realizando levantamentos e intervenções junto aos parlamentares para conquistar as aprovações. Não possuo gerência direta na Câmara dos Deputados, mas farei levantamentos para pautar os docentes para pleitear uma intervenção pela PEC 555. Já com relação ao PLS 53, vou avaliar a possibilidade de relatar o projeto, ainda neste ano, na Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado para encaminhá-lo à Câmara dos Deputados, declarou Souza. Para a diretoria da APUFPR- -SSind, o resultado da audiência reflete a importância das mobilizações da categoria docente no ambiente político para a conquista de suas lutas. É fundamental a mobilização O senador se comprometeu a apoiar os docentes intervindo junto aos parlamentares. junto aos parlamentares, apresentando os problemas e as injustiças cometidas pelo governo contra os docentes para conseguirmos avanços nas nossas reivindicações, afirmou o presidente da entidade, João Francisco Ricardo Kastner Negrão. Confira no site da APUFPR- SSind o vídeo com a reportagem sobre a audiência.

4 4 Informativo APUFPR-SSIND Nº 97 Novembro de 2013 mobilização Participantes discutem principais lutas dos docentes APUFPR-SSind participa do VII Encontro Intersetorial do ANDES-SN VII Encontro Intersetorial do ANDES-SN discute formas de organização sindical DES-SN, Márcio de Oliveira, é preciso trazer a experiência da história do movimento sindical no Brasil e da conjuntura em que o ANDES- -SN foi criado para o debate dos desafios atuais. É preciso que todos tenham sempre em mente que o nosso sindicato não foi criado nesta conjuntura. Precisamos nos adequar a essa Entre os dias 25 e 27 de outu- nova realidade, mas sem abrir mão bro, a Associação dos Professores da democracia que rege este sin- da Universidade Federal do Paraná dicato. Nós criamos um sindicato (APUFPR-SSind) participou do VII para além do assistencialismo, que Encontro Intersetorial realizado não pensa só em aumentar salário, sempre uma notícia boa e outra pelo Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES-SN), em Brasília. Cerca de 140 docentes, entre diretores do Sindicato Nacional e representantes de 62 Seções Sindicais, discutiram os desafios político-organizativos do ANDES-SN. Temos aqui o papel de trazer para o debate os problemas vivenciados no dia a dia, nos locais de trabalho, para que possamos definir orientações gerais e propor possíveis mudanças para serem apreciadas e deliberadas no 33º Congresso do nosso Sindicato, ressaltou a presidente do ANDES-SN, Marinalva Oliveira. Para o secretário-geral do AN- mas, principalmente, em melhorar as condições de trabalho e assim, melhorar a universidade brasileira, comentou Oliveira LUTAS No segundo dia de encontro, o 2º secretário do ANDES-SN, Paulo Rizzo, abordou a atuação do Sindicato Nacional no âmbito da luta educacional e na organização dos trabalhadores desde o processo da Constituinte de 1988, a construção do Plano Nacional de Educação da Sociedade Brasileira, até o acirramento da luta de classe sob os ataques aos direitos dos trabalhadores por parte dos governos. Normalmente se diz que tem ruim. No caso do movimento sindical, e diante dessa conjuntura, nós dizemos que temos uma notícia ruim e outra pior. Mas o que eu posso dizer para vocês, diante de tudo o que foi dito aqui, a boa notícia é que não perdemos a disposição de lutar, afirmou Rizzo. Rizzo ponderou que as agendas e as pautas dos movimentos sindicais combativos tiveram que assumir certo caráter defensivo frente às ofensivas constantes e a crescente criminalização das organizações. Diante disso, temos que construir a unidade das entidades de classes com afinidade na luta, pois os problemas que afetam os docentes hoje estão postos para todos os O VII Encontro propôs a criação de uma unidade entre os movimentos sindicais e sociais. trabalhadores. A luta contra o produtivismo não é uma agenda exclusiva da universidade, essa é uma invenção do capital para a lógica do trabalho atual, avaliou Rizzo. O 2º secretário do ANDES-SN reforçou ainda a necessidade de ampliação da unidade entre as entidades do setor da educação, tanto local quanto nacionalmente, para a

5 Informativo APUFPR-SSIND Nº 97 Novembro de mobilização 2014 deve ser o ano das lutas pelas melhorais na Educação construção do Encontro Nacional de 2014 deve ser o ano da Educa- de Educação em ção. Esse evento deve fazer um Segundo a diretora da APUF- contraponto à Conferência Nacio- PR-SSind, Adriana Hessel Dalagas- nal de Educação Tutelada pelo go- sa, as discussões mostraram, mais verno, onde falsos consensos são uma vez, a disposição para a luta criados para legitimar as políticas pela Educação pública, gratuita e de oficiais. Nós temos uma pauta em qualidade, uma das principais ban- comum, com outras entidades que deiras do Sindicato Nacional, frente passam pela luta contra a avaliação aos ataques constantes do governo meritocrática, contra a precariza- que precarizam o setor. ção do trabalho, em favor da defesa O ano de 2014 será de grandes e da democratização da educação eventos no Brasil. Teremos a Copa pública desde a creche à pós-gradu- e as eleições. A luta por uma educa- ação, explicou Rizzo. ção pública e de qualidade precisa Em suas considerações finais, o 2º secretário do ANDES-SN ressaltou que é dever do sindicato pensar para além de suas pautas coorporativas e enxergar que a luta ampla é conjunta e não contraditória. Para isso, Rizzo aponta que é necessário consolidar aquilo que é a concepção da CSP-Colutas: a busca da unidade não só das organizações sindicais, mas também dos movimentos sociais e populares. Os enfrentamentos estão ocorrendo e vão continuar a acontecer. O importante deste momento é percebermos que, com todas as contradições, está posto o desafio de relacionar o movimento sindical e o movimento social para fortalecer a luta, reafirmou. ANO DA EDUCAÇÃO ser fortalecida para que não seja esquecida em meio a outros acontecimentos, afirmou Adriana. Para a presidente do ANDES- -SN, Marinalva Oliveira, a unidade entre os docentes e demais entidades é o que dará força ao movimento. Diante dos ataques que se acirram em todos os setores, inclusive no conjunto dos trabalhadores da sociedade brasileira, o grande desafio é construir a unidade de acordo com os princípios que norteiam o Sindicato com todos aqueles que estão dispostos a lutar. Assim teremos mais força para enfrentar tudo que está por vir frente ao avanço do capital, explica Marinalva. PLENÁRIA Na plenária do ANDES-SN, os participantes compartilharam as atuação que favoreça o sentimento de pertencimento, por parte dos docentes, nas lutas do Sindicato. Os desafios do Sindicato Nacional foram debatidos e agora é importante retornar às bases, discutir tudo que foi dito aqui e organizar propostas para deliberarmos a respeito no nosso 33º Congresso, tanto sobre nossa forma organizativa, quanto em relação à centralidade da luta do ANDES-SN, acrescentou Marinalva. Além de reforçarem a importância da organização do Sindicato Nacional juntamente com as outras entidades na construção do Encontro Nacional de Educação em 2014, os encaminhamentos apontaram para a retomada da greve dos docentes suspensa As resoluções apontaram para a retomada da greve dos docentes suspensa em educação e o Espaço de Unidade de Ação. Para a vice-presidente da APU- FPR-SSind, Astrid Baecker Avila, são muitos os desafios da categoria para Nós ainda temos muitas lutas a enfrentar, como as condições de trabalho dos docentes, combater essa precarização vivenciada nas universidades, atuar em favor da criação de um projeto de carreira, instituir o PNE como pauta de Para os docentes participan- experiências vividas nas Seções Sin- em 2012, a partir de discussões todas as instituições e acompanhar tes da sétima edição do Encontro dicais de vários estados brasileiros junto à base e com mobilizações e estabelecer estratégias em relação Intersetorial do ANDES-SN, o ano e reforçaram a importância de uma que envolvam outras entidades da à reforma da previdência.

6 6 Informativo APUFPR-SSIND Nº 97 Novembro de 2013 ATENÇÃO ANDES-SN faz convocação e APUFPR-SSind alerta sobre boletos APUFPR-SSind alerta os docentes sobre o não recebimento de boletos A Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná (APUFPR-SSind) alerta os docentes ativos, aposentados e pensionistas filiados sobre o não recebimento dos boletos de contribuição sindical da associação. No mês de outubro, diversos docentes que utilizam o institucional da Universidade Federal do Paraná (UFPR) não receberam os boletos enviados pela APUFPR- -SSind devido a problemas ocorridos no sistema de correio eletrônico da Universidade. A APUFPR-SSind solicita que os docentes que não receberam os boletos entrem em contato pelo telefone (41) , para que o sindicato os encaminhe aos filiados através de outro endereço eletrônico. ANDES-SN convoca 33º Congresso da entidade para fevereiro do próximo ano O 33º Congresso do ANDES-SN foi convocado, pela diretoria da entidade, para o período de 10 a 15 de fevereiro de O encontro será realizado em São Luís (MA), sob a organização da Associação dos Professores da Universidade Federal do Maranhão (Apruma), conforme deliberação do 32º Congresso. O tema central do evento será ANDES-SN na defesa dos direitos dos trabalhadores: organização docente e integração nas lutas sociais. As contribuições das Seções Sindicais e dos sindicalizados para compor o Caderno de Texto que pautará os debates e deliberações do Congresso devem ser enviadas, por , ao Sindicato Nacional até 18 de novembro. As inscrições e o credenciamento dos delegados e dos observadores do 33º Congresso poderão ser realizadas previamente, com a remessa de documentação regimental, a partir de 3 de dezembro.

7 Informativo APUFPR-SSIND Nº 97 Novembro de 2013 SOCIAL Bazar Talentos e Habilidades será junto com Reunião de Aposentados Aposentados se reuniram em mais um encontro mensal Em 30 de outubro, a Associa- acompanharam a palestra da mes- ção dos Professores da Universi- tre em Sociologia Milena Costa, dade Federal do Paraná (APUFPR- sobre a História da Arte, que con- -SSind) realizou a Reunião Mensal templou o surgimento do impres- dos Docentes Aposentados. sionismo como estilo artístico, da O encontro contou com a discussão sobre o Programa Professor fotografia e o aprimoramento das técnicas fotográficas. Visitante Nacional Sênior (PVNS), Ao fim do encontro, os docentes da Coordenação de Aperfeiçoa- participaram de uma confraterniza- mento de Pessoal de Nível Superior ção árabe, que contou com comidas (Capes), apresentada pelo docente típicas e uma apresentação de dan- Juarez Cirino. ça do ventre, promovendo momen- Ainda na reunião, os docentes tos de lazer entre os presentes. APUFPR-SSind convida para V Bazar Talentos e Habilidades Em 26 de novembro, no Universidade Federal do Para- mesmo dia do Encontro dos ná (APUFPR-SSind). Para par- Aposentados, será aberta a ticipar é necessário realizar a quinta edição do Bazar Ta- inscrição na sede do sindica- lentos e Habilidades dos Do- to, antes de cada exposição. centes uma Das 13h às 15h, também docentes será realizada a oficina de Aposentados, oportunidade dos seus Cupcake, com vagas limitadas. trabalhos artísticos à comuni- Os interessados podem se ins- dade acadêmica. crever na sede do sindicato e o aposentados exporem A exposição será realiza- valor da reserva, de R$ 20,00, da das 10h às 17h, na sede da será devolvido no dia da ofi- Associação de Professores da cina. 7

8 8 Informativo APUFPR-SSIND Nº 97 Novembro de 2013 Denúncia APUFPR-SSind envia representação contra processo licitatório APUFPR-SSind denuncia formação de cartel em transporte público de Curitiba Irregularidades no processo licitatório da URBS indicam formação de cartel na capital responsabilidades cíveis e criminais dos agentes públicos e privados envolvidos. Nos dias 23 e 24 de outubro, a Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná (APUFPR-SSind) e os demais sindicatos da representação se reuniram na Casa Civil e no Conselho Adminis- Em 20 de setembro, foi en- trativo de Defesa Econômi- caminhada à Comissão Par- ca (Cade), em Brasília, para lamentar de Inquérito (CPI) entregar os documentos que do Transporte Coletivo - que comprovam as irregularida- tramita na Câmara Municipal des e para acelerar a revoga- falta de parecer jurídico antes de Curitiba -, à prefeitura de Curitiba e à Procuradoria-Geral de Justiça, a representação contra o processo licitatório relacionado ao Edital de Concorrência 005/2009. No Edital, a Urbanização de Curitiba S.A. (URBS) realizou a concessão para prestação e exploração dos serviços de transporte coletivo público ção do processo licitatório. Não podemos permitir atitudes como essa, é nosso dever não apenas como sindicato, mas como cidadãos, denunciar e lutar pela anulação do processo e pela punição dos envolvidos no esquema, afirmou o presidente da APU- FPR-SSind, João Francisco Ricardo Kastner Negrão. da publicação. Fatos como a documentação exigida pela licitação, carta-fiança emitida pela mesma instituição financeira, no mesmo dia, com números sequenciais para os três consórcios e, como se não bastasse, as propostas encaminhadas pelas empresas para a URBS com os mesmos erros ortográficos in- É nosso dever denunciar e lutar pela anulação do processo. João F. R. K. Negrão Além da redução da tarifa com a redução dos lucros das em Curitiba. Ao analisarem os autos do processo, os representantes PROBLEMAS Dentre as principais irre- dicam formação de cartel. LUTAS empresas responsáveis pelo transporte, também constou na pauta de reivindicação identificaram procedimentos gularidades encontradas du- Desde junho, a APUFPR- dos movimentos a abertura ilegais, como o indício de for- rante a análise do processo, -SSind participa intensiva- da caixa preta da URBS para mação de cartel, que implicam estão os vícios formais e ma- mente das manifestações em que haja transparência no va- na anulação dos contratos de teriais do edital de licitação, defesa do transporte público lor do tributo e nos processos concessão e na apuração das principalmente com relação à coletivo em Curitiba. licitatórios para a população.

Reajuste salarial volta à pauta dos servidores públicos em 2015

Reajuste salarial volta à pauta dos servidores públicos em 2015 Edição nº 119 Fevereiro de 2015 educação nacional Início do ano com reajuste salarial, mas sem expectativas Servidores públicos recebem última parcela do acordo com o governo federal. Proposta de reestruturação

Leia mais

PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS

PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS Data: 14/11/2014 Local: Sede da Fenasps Estados presentes: MG- SP- PR- RS- ES- SC- RN- CE e Oposição da BA e do DF. Nº de participantes: 65 Delegados e 10 Observadores

Leia mais

Circular nº 157/2014 Brasília, 2 de setembro de 2014. Às Seções Sindicais, às Secretarias Regionais e aos Diretores do ANDES-SN

Circular nº 157/2014 Brasília, 2 de setembro de 2014. Às Seções Sindicais, às Secretarias Regionais e aos Diretores do ANDES-SN Circular nº 157/2014 Brasília, 2 de setembro de 2014 Às Seções Sindicais, às Secretarias Regionais e aos Diretores do ANDES-SN Companheiros, Encaminhamos, para ampla divulgação, a Carta de Aracaju (59º

Leia mais

Mandato de Dilma já inicia com corte de 31% na educação

Mandato de Dilma já inicia com corte de 31% na educação Edição nº 118 Janeiro de 2015 educação nacional Mandato de Dilma já inicia com corte de 31% na educação Na tentativa de equilibrar suas contas, o governo federal promoveu bloqueio provisório de um terço

Leia mais

Índice. Apresentação - Caderno III: Universidade. Transparência na pós-graduação... Política de qualificação, uma necessidade

Índice. Apresentação - Caderno III: Universidade. Transparência na pós-graduação... Política de qualificação, uma necessidade Índice Apresentação - Caderno III: Universidade transparente... 5 Transparência na pós-graduação... 6 Política de qualificação, uma necessidade... 8 Reajuste da Bolsa Sênior não atende reivindicações...

Leia mais

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013 Matérias na Câmara PEC 185/2012 Acrescenta parágrafos ao art. 37 da Constituição Federal para estabelecer data certa para a revisão geral anual da remuneração dos servidores públicos e dá outras providências.

Leia mais

Relatório de Particiçação da ADUFERPE no Seminário Nacional Sobre a Estrutura Organizativa do ANDES-SN

Relatório de Particiçação da ADUFERPE no Seminário Nacional Sobre a Estrutura Organizativa do ANDES-SN Relatório de Particiçação da ADUFERPE no Seminário Nacional Sobre a Estrutura Organizativa do ANDES-SN Representantes da ADUFERPE: Cícero Monteiro de Souza (Recife); Levy Paes Barreto (Diretoria-Recife);

Leia mais

Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social

Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social Na mesma semana em que os trabalhadores brasileiros tomaram as ruas e conseguiram suspender a votação do Projeto de Lei

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia OUVIDORIA

Universidade Federal de Uberlândia OUVIDORIA Universidade Federal de Uberlândia OUVIDORIA 2008 Universidade Federal de Uberlândia Ouvidoria Avenida João Naves de Ávila, nº. 2121 Sala 14, Bloco 1A - Bairro Santa Mônica Uberlândia-MG CEP: 38400-902

Leia mais

Do 6º. Congresso Estatutário dos Funcionários da USP

Do 6º. Congresso Estatutário dos Funcionários da USP REGIMENTO DO 6º CONGRESSO ESTATUTÁRIO DOS FUNCIONÁRIOS DA USP SINDICATO DOS TRABALHADORES DA USP DATA: 27, 28, 29 E 30 DE ABRIL DE 2015. LOCAIS: ABERTURA DIA 27, ÀS 18H00 E INSTALAÇÃO DA PLENÁRIA PARA

Leia mais

De sindicalização, tendo como foco principal a juventude trabalhadora; Pela inclusão da Filosofia e da Sociologia no currículo do ensino básico;

De sindicalização, tendo como foco principal a juventude trabalhadora; Pela inclusão da Filosofia e da Sociologia no currículo do ensino básico; PLANO DE LUTAS DA CUT/SP CALENDÁRIO DE ATOS PÚBLICOS 24/05 Ato em Brasília pela estabilidade do serviço público. Dia Nacional de lutas em defesa do funcionário público admitido em caráter temporário. Estabilidade

Leia mais

Circular nº 061/09 Brasília, 7 de abril de 2009. Às seções sindicais, secretarias regionais e aos Diretores do ANDES-SN

Circular nº 061/09 Brasília, 7 de abril de 2009. Às seções sindicais, secretarias regionais e aos Diretores do ANDES-SN Circular nº 061/09 Brasília, 7 de abril de 2009 Às seções sindicais, secretarias regionais e aos Diretores do ANDES-SN Companheiros Encaminhamos o relatório da reunião do GT Carreira do ANDES-SN realizada

Leia mais

ATA DA 105ª ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA (AGE) DA ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

ATA DA 105ª ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA (AGE) DA ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA A D C E F E T - R J ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA SEÇÃO SINDICAL DA A N D E S - SINDICATO NACIONAL Av. Maracanã 229 - Rio de Janeiro - RJ - CEP

Leia mais

3. Autonomia frente aos partidos e parlamentares e Independência em relação aos patrões e governos

3. Autonomia frente aos partidos e parlamentares e Independência em relação aos patrões e governos Eixo III: Programa de trabalho para a direção do SISMMAC Continuar avançando na reorganização do magistério municipal com trabalho de base, organização por local de trabalho, formação política e independência

Leia mais

Companheiros e companheiras,

Companheiros e companheiras, Companheiros e companheiras, Utilizada sob o falso argumento de modernizar as relações de trabalho e garantir a especialização no serviço, a terceirização representa na realidade uma forma de reduzir o

Leia mais

PROGRAMA DA CHAPA ADUFPI PARA OS (AS) PROFESSORES (AS): A LUTA CONTINUA

PROGRAMA DA CHAPA ADUFPI PARA OS (AS) PROFESSORES (AS): A LUTA CONTINUA PROGRAMA DA CHAPA ADUFPI PARA OS (AS) PROFESSORES (AS): A LUTA CONTINUA A Universidade pública brasileira está em um momento crucial. Se por um lado vive uma grande expansão com abertura de novas vagas,

Leia mais

FORUM PERMANENTE DA AGENDA 21 LOCAL DE SAQUAREMA REGIMENTO INTERNO. CAPITULO 1-Da natureza, sede, finalidade, princípios e atribuições:

FORUM PERMANENTE DA AGENDA 21 LOCAL DE SAQUAREMA REGIMENTO INTERNO. CAPITULO 1-Da natureza, sede, finalidade, princípios e atribuições: FORUM PERMANENTE DA AGENDA 21 LOCAL DE SAQUAREMA REGIMENTO INTERNO CAPITULO 1-Da natureza, sede, finalidade, princípios e atribuições: Artigo I: O Fórum Permanente da Agenda 21 de Saquarema, criado pelo

Leia mais

PLANO DE AÇÃO SINDICAL

PLANO DE AÇÃO SINDICAL PLANO DE LUTAS 1. Plano de carreira - Continua em pauta, reiniciar a discussão como TJ. ISONOMIA; 2. URV das pensionistas - Continua em pauta, TJ não aceita responsabilidade, ajuizamos ação; 3. Reajustes

Leia mais

A Constituição Federal de 1988 estabeleceu:

A Constituição Federal de 1988 estabeleceu: A Constituição Federal de 1988 estabeleceu: Art. 8º É livre a associação profissional ou sindical, observado o seguinte: Art. 37º... VI - é garantido ao servidor público civil o direito à livre associação

Leia mais

LEI N 1.892/2008 Dá nova redação a Lei nº 1.580/2004

LEI N 1.892/2008 Dá nova redação a Lei nº 1.580/2004 LEI N 1.892/2008 Dá nova redação a Lei nº 1.580/2004 Povo do Município de Viçosa, por seus representantes legais, aprovou e eu, em seu nome, sanciono e promulgo a seguinte Lei: Das disposições Gerais Art.

Leia mais

SINDICATO NACIONAL DOS SERVIDORES FEDERAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL ORIENTAÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO NO 25º CONSINASEFE

SINDICATO NACIONAL DOS SERVIDORES FEDERAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL ORIENTAÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO NO 25º CONSINASEFE Oficio Circular nº 003/2011 Brasília, 08 de fevereiro de 2011. ORIENTAÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO NO 25º CONSINASEFE No período de 17 a 20 de março de 2010, o SINASEFE estará realizando o seu 25º CONSINASEFE,

Leia mais

CARTA DE SANTA MARIA

CARTA DE SANTA MARIA CARTA DE SANTA MARIA ANDES-SN: Sindicato de luta, ampliando a organização da categoria e a unidade classista dos trabalhadores. Sob a égide desse tema, realizou-se o 58º CONAD do ANDES SINDICATO NACIONAL,

Leia mais

Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05

Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05 Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05 Dezembro/2003 - A discussão sobre carga horária para

Leia mais

Abrangência da terceirização

Abrangência da terceirização Reportagem especial explica os pontos polêmicos do projeto da terceirização A proposta que regulamenta a terceirização no Brasil e derrubou a reunião da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania

Leia mais

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global Página Artigo: 6º Parágrafo: Único Inciso Alínea EMENDA MODIFICATIVA O parágrafo único do Artigo 6º do PL n 8035 de 2010, passa a ter a seguinte redação: Art. 6º... Parágrafo único. O Fórum Nacional de

Leia mais

CARTILHA DE ORIENTAÇÃO

CARTILHA DE ORIENTAÇÃO CARTILHA DE ORIENTAÇÃO TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS IFPE/IFS RECONHECIMENTO DE SABERES E COMPETÊNCIAS - (R.S.C.) UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA! Caro servidor: Como é do conhecimento de todos, o seguimento docente

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CNAS

CONSELHO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CNAS MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Esplanada dos Ministérios, Bloco F, Anexo, Ala A, 1º andar CEP: 70059-900 Brasília, DF Telefones: (61) 3433-2430 ou 3433-2447 e-mail: cnas@mds.gov.br

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA RESOLUÇÃO Nº 06/2013 DO CONSELHO DIRETOR SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Institui o Programa de Apoio à Qualificação (QUALI-UFU) mediante o custeio de ações de qualificação para os servidores efetivos: docentes

Leia mais

Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras

Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras 1. Introdução O Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras foi idealizado pelo Conselho Gestor da Escola,

Leia mais

OAB 2ª Fase Direito Constitucional Meta 4 Cristiano Lopes

OAB 2ª Fase Direito Constitucional Meta 4 Cristiano Lopes OAB ª Fase Direito Constitucional Meta Cristiano Lopes 0 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. META LEITURA OBRIGATÓRIA Legislação: CF, arts. ; Doutrina: Poder legislativo

Leia mais

Subseção I Disposição Geral

Subseção I Disposição Geral Subseção I Disposição Geral Art. 59. O processo legislativo compreende a elaboração de: I - emendas à Constituição; II - leis complementares; III - leis ordinárias; IV - leis delegadas; V - medidas provisórias;

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO PROCESSO DE ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. CAPÍTULO I Da Natureza

REGIMENTO INTERNO DO PROCESSO DE ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. CAPÍTULO I Da Natureza REGIMENTO INTERNO DO PROCESSO DE ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CAPÍTULO I Da Natureza Art. 1º O Plano Municipal de Educação é um plano global de toda a educação do Município de Caxias do Sul,

Leia mais

RELATÓRIO OUVIDORIA BIÊNIO 2013/2014

RELATÓRIO OUVIDORIA BIÊNIO 2013/2014 RELATÓRIO OUVIDORIA BIÊNIO 2013/2014 2 Governador do Estado do Rio Grande do Norte ROBINSON FARIA Secretária de Segurança Pública e da Defesa Social KALINA LEITE GONÇALVES Ouvidor Geral da SESED GEORGE

Leia mais

FÓRUM NACIONAL EM DEFESA DA ESCOLA PÚBLICA RELATÓRIO DA REUNIÃO DA COORDENAÇÃO EXECUTIVA NACIONAL Brasília, 3 de dezembro de 2002

FÓRUM NACIONAL EM DEFESA DA ESCOLA PÚBLICA RELATÓRIO DA REUNIÃO DA COORDENAÇÃO EXECUTIVA NACIONAL Brasília, 3 de dezembro de 2002 FÓRUM NACIONAL EM DEFESA DA ESCOLA PÚBLICA RELATÓRIO DA REUNIÃO DA COORDENAÇÃO EXECUTIVA NACIONAL Brasília, 3 de dezembro de 2002 Entidades Presentes: ANDES-SN (Vera Jacob e Marília Washington); CONTEE

Leia mais

4. Intensificar as visitas e reuniões com os colegas das unidades descentralizadas, nas capitais e no interior.

4. Intensificar as visitas e reuniões com os colegas das unidades descentralizadas, nas capitais e no interior. APRESENTAÇÃO A chapa Experiência e trabalho: a luta continua" tem como marca principal a soma. Policiais e dirigentes sindicais experientes juntam esforços com os colegas mais novos, para trabalhar por

Leia mais

1 de 5 16/11/2011 08:20

1 de 5 16/11/2011 08:20 1 de 5 16/11/2011 08:20 Nome E-mail OK Quarta-Feira, 16 de Novembro de 2011 Palavra chave 2 de 5 16/11/2011 08:20 Home Artigos Biblioteca Revista Notícias Informativo Galeria de Fotos Humor Livro de Visitas

Leia mais

Relatório Consolidado Indicadores Quantitativos. Programa de Fortalecimento Institucional, Participação e Controle Social Barro Alto - GO

Relatório Consolidado Indicadores Quantitativos. Programa de Fortalecimento Institucional, Participação e Controle Social Barro Alto - GO Relatório Consolidado Indicadores Quantitativos Programa de Fortalecimento Institucional, Participação e Controle Social Barro Alto - GO Relatório Consolidado Programa de Fortalecimento e Barro Alto -

Leia mais

DELIBERAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA N 01/2014

DELIBERAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA N 01/2014 CONSELHO ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE MINAS GERAIS DELIBERAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA N 01/2014 A Diretoria Executiva do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente

Leia mais

Protesto nacional no STF critica reajuste só para cúpula

Protesto nacional no STF critica reajuste só para cúpula Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal do Estado de Mato Grosso BOLETIM SEMANAL De 02 a 06 de fevereiro de 2015 Protesto nacional no STF critica reajuste só para cúpula Foto: Joana Darc Melo

Leia mais

SEGUNDO RELATÓRIO DA ADUFERPE (Gestão 2013-2015)

SEGUNDO RELATÓRIO DA ADUFERPE (Gestão 2013-2015) SEGUNDO RELATÓRIO DA ADUFERPE (Gestão 2013-2015) Atividades de Representação 2013 20 DE FEVEREIRO DE 2013: POSSE DO COLETIVO 2012 NA ADUFERPE. 23 E 24 DE FEVEREIRO DE 2013: PARTICIPAÇÃO NA REUNIÃO DA COORDENAÇÃO

Leia mais

XVI CONAPEF CONGRESSO NACIONAL DOS POLICIAIS FEDERAIS REGIMENTO INTERNO

XVI CONAPEF CONGRESSO NACIONAL DOS POLICIAIS FEDERAIS REGIMENTO INTERNO XVI CONAPEF CONGRESSO NACIONAL DOS POLICIAIS FEDERAIS REGIMENTO INTERNO O Presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais - FENAPEF, no uso das atribuições que lhe conferem os artigos 14 e 25,

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Cascais

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Cascais Regimento do Conselho Municipal de Educação de Cascais Índice Natureza e Objetivos 2 Competências 2 Composição 3 Comissão Permanente 4 Presidência 5 Periodicidade 5 Convocação das reuniões 6 Quórum 6 Uso

Leia mais

Minuta PARECER Nº, DE 2011. RELATORA: Senadora LÚCIA VÂNIA

Minuta PARECER Nº, DE 2011. RELATORA: Senadora LÚCIA VÂNIA Minuta PARECER Nº, DE 2011 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS, sobre o Projeto de Lei da Câmara nº 189, de 2010 (Projeto de Lei nº 3.077, de 2008, na origem), do Poder Executivo, que altera a Lei nº 8.742,

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE COORDENAÇÃO GERAL DIRETORIA GERAL DE PLANEJAMENTO - GERÊNCIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE COORDENAÇÃO GERAL DIRETORIA GERAL DE PLANEJAMENTO - GERÊNCIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA NOTA TÉCNICA 07/13 RELATÓRIO ANUAL DE GESTÃO - RAG ORIENTAÇÕES GERAIS Introdução O Planejamento é um instrumento de gestão, que busca gerar e articular mudanças e aprimorar o desempenho dos sistemas de

Leia mais

Foram eleitos os seguintes pontos relevantes: 1. Delegacias Sindicais, 2. Diretoria, 3. Diretoria Provisória, 4. Questões patrimoniais,

Foram eleitos os seguintes pontos relevantes: 1. Delegacias Sindicais, 2. Diretoria, 3. Diretoria Provisória, 4. Questões patrimoniais, Registro da segunda reunião Ordinária da Comissão de Sistematização e Elaboração de Propostas de Estatuto para a entidade resultante da unificação da FENAFISP E Unafisco Sindical. Presentes pela FENAFISP:

Leia mais

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES RESOLUÇÕES A Direção Nacional da CUT, reunida em Brasília no dia 05 de março de 2015, após avaliar a gravidade conjuntura nacional por ocasião da abertura do 12º CONCUT, aprovou como resolução o chamamento

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE A FOME CONSELHO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL RESOLUÇÃO N.º 191, DE 10 DE NOVEMBRO 2005 DOU 17/11/2005

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE A FOME CONSELHO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL RESOLUÇÃO N.º 191, DE 10 DE NOVEMBRO 2005 DOU 17/11/2005 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE A FOME CONSELHO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL RESOLUÇÃO N.º 191, DE 10 DE NOVEMBRO 2005 DOU 17/11/2005 Institui orientação para regulamentação do art. 3º

Leia mais

Estatuto Grêmio Estudantil da Escola Estadual de Educação Profissional Estrela

Estatuto Grêmio Estudantil da Escola Estadual de Educação Profissional Estrela Estatuto Grêmio Estudantil da Escola Estadual de Educação Profissional Estrela Capítulo I Da denominação, da sede, fins e duração ART. 1º - O Grêmio Estudantil da Escola Estadual de Educação Profissional

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL DIRETORIA EXECUTIVA COORDENAÇÃO-GERAL DE CONTROLE DE SEGURANÇA PRIVADA

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL DIRETORIA EXECUTIVA COORDENAÇÃO-GERAL DE CONTROLE DE SEGURANÇA PRIVADA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL DIRETORIA EXECUTIVA COORDENAÇÃO-GERAL DE CONTROLE DE SEGURANÇA PRIVADA PORTARIA N.º 33.284, DE 4 DE FEVEREIRO DE 2015 (DOU de 06/02/2015 Seção I Pág.

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

ORGANIZAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ORGANIZAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO O Conselho Municipal de Educação de Rio das Ostras (CME/RO), instituído pela Lei nº236, de 22 de maio de 1997, é o órgão consultivo, deliberativo, normativo,

Leia mais

contra os cortes no orçamento e por mais investimento público

contra os cortes no orçamento e por mais investimento público Edição nº 124 Julho de 2015 sindical sindical Poucas negociações e propostas sem ganho real Após reuniões com o governo no final de junho, docentes decidem rejeitar a proposta do governo de reajuste salarial

Leia mais

MENSAGEM Nº, de 2008.

MENSAGEM Nº, de 2008. MENSAGEM Nº, de 2008. = Tenho a honra de submeter à elevada consideração de Vossas Excelências o projeto de Lei anexo, que objetiva criar o Conselho Municipal Antidrogas COMAD. Um dos mais graves problemas

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL DIRETORIA EXECUTIVA COORDENAÇÃO GERAL DE CONTROLE DE SEGURANÇA PRIVADA PORTARIA Nº- 12

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL DIRETORIA EXECUTIVA COORDENAÇÃO GERAL DE CONTROLE DE SEGURANÇA PRIVADA PORTARIA Nº- 12 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL DIRETORIA EXECUTIVA COORDENAÇÃO GERAL DE CONTROLE DE SEGURANÇA PRIVADA PORTARIA Nº- 12.620, DE 13 DEZEMBRO DE 2012 (Alterada pela Portaria nº 30.536/13

Leia mais

Plano de lutas PLENO EMPREGO

Plano de lutas PLENO EMPREGO Plano de lutas PLENO EMPREGO a) Impulsionar, junto com as outras centrais sindicais, a campanha nacional pela redução constitucional da jornada de trabalho sem redução de salários; b) Exigir a restrição

Leia mais

Cuida das relações coletivas de trabalho, onde os interesses cuidados são os de um grupo social. São instituições do direito coletivo do trabalho:

Cuida das relações coletivas de trabalho, onde os interesses cuidados são os de um grupo social. São instituições do direito coletivo do trabalho: Legislação Social Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 38 DIREITO COLETIVO DO TRABALHO Cuida das relações coletivas de trabalho, onde os interesses cuidados são os de um grupo social. São instituições

Leia mais

Plano de Lutas Em Defesa do Trabalho e da Formação e Contra a Precarização do Ensino Superior

Plano de Lutas Em Defesa do Trabalho e da Formação e Contra a Precarização do Ensino Superior Plano de Lutas Em Defesa do Trabalho e da Formação e Contra a Precarização do Ensino Superior 1. Apresentação Em cumprimento à deliberação 1-F do Eixo Formação, aprovada no 37 0 Encontro Nacional /CRESS,

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº., DE 2011. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

PROJETO DE LEI Nº., DE 2011. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: PROJETO DE LEI Nº., DE 2011. Dispõe sobre a organização sindical no setor público, afastamento de dirigentes sindicais, negociação coletiva, aplicação do direito de greve e sobre o custeio da organização

Leia mais

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde Informativo interativo eletrônico do CNS aos conselhos de Saúde Brasília, junho de 2006 Editorial O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde A aprovação unânime do Pacto pela Saúde na reunião

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral Abril 2013 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Presidente Desembargadora Letícia De Faria Sardas Corregedor

Leia mais

Aprovada cobrança de mensalidades em instituições públicas. Adesão automática dos servidores ao Funpresp é sancionada. Pág. 6. Pág.

Aprovada cobrança de mensalidades em instituições públicas. Adesão automática dos servidores ao Funpresp é sancionada. Pág. 6. Pág. Edição nº 127 Novembro de 2015 social universidade Docentes lotam salão do Paraná Clube para comemorar o Dia dos Professores Mais de 1.600 pessoas participam das festas promovidas pela APUFPR-SSind Págs.

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL DE POLÍTICA INDIGENISTA DELIBERAÇÕES, ENCAMINHAMENTOS E PENDÊNCIAS

COMISSÃO NACIONAL DE POLÍTICA INDIGENISTA DELIBERAÇÕES, ENCAMINHAMENTOS E PENDÊNCIAS COMISSÃO NACIONAL DE POLÍTICA INDIGENISTA DELIBERAÇÕES, ENCAMINHAMENTOS E PENDÊNCIAS Siglas utilizadas CNPI SC SE-CNPI Comissão Nacional de Política Indigenista Subcomissão Secretaria Executiva da CNPI

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ. EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ. Assunto: Desconto da Contribuição Sindical previsto no artigo 8º da Constituição Federal, um dia de trabalho em março de 2015.

Leia mais

Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS Programa de Práticas Sócio-Jurídicas PRASJUR Curso de Serviço Social

Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS Programa de Práticas Sócio-Jurídicas PRASJUR Curso de Serviço Social Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS Programa de Práticas Sócio-Jurídicas PRASJUR Curso de Serviço Social PAPER DA CARTILHA DO FÓRUM INTERSETORIAL DE CONSELHOS DE POLÍTICAS PÚBLICAS NO MUNICÍPIO

Leia mais

b - O sócio Institucional terá anuidade correspondente a dez vezes a dos sócios efetivos e colaboradores.

b - O sócio Institucional terá anuidade correspondente a dez vezes a dos sócios efetivos e colaboradores. Regimento Interno da Sociedade dos Zoológicos do Brasil - SZB Da Sociedade Artigo 1º - A sociedade dos Zoológicos do Brasil SZB, fundada em 23 de setembro de 1977, funciona conforme o disposto nos seus

Leia mais

Circular nº 413/02 Brasília, 25 de outubro de 2002. PARA: Seções Sindicais, Diretores e Secretarias Regionais

Circular nº 413/02 Brasília, 25 de outubro de 2002. PARA: Seções Sindicais, Diretores e Secretarias Regionais Circular nº 413/02 Brasília, 25 de outubro de 2002 PARA: Seções Sindicais, Diretores e Secretarias Regionais Companheiros(as) Estamos encaminhando, anexo, o Relatório da Reunião do GTPFS, realizada no

Leia mais

PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N O, DE 2010. (Do Sr. Eduardo Barbosa) O Congresso Nacional decreta:

PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N O, DE 2010. (Do Sr. Eduardo Barbosa) O Congresso Nacional decreta: PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N O, DE 2010 (Do Sr. Eduardo Barbosa) Susta a aplicação do 1º do art. 29 da Resolução CNE/CEB nº 4, de 13 de julho de 2010, da Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional

Leia mais

Os direitos dos trabalhadores no Brasil não caíram do céu, não

Os direitos dos trabalhadores no Brasil não caíram do céu, não Por que esta cartilha? Os direitos dos trabalhadores no Brasil não caíram do céu, não foram concessões patronais ou de governos, como os patrões tentam nos fazer parecer. A história da classe trabalhadora

Leia mais

2. Princípios fundamentais. 3. Objetivos

2. Princípios fundamentais. 3. Objetivos CARTA DE PRINCÍPIOS DO FÓRUM NACIONAL DOS TRABALHADORES DO SISTEMA ÚNICO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL FTSUAS. Princípios norteadores de funcionamento do Fórum 1. Natureza O Fórum Nacional dos Trabalhadores do

Leia mais

PROCEDIMENTO DE FILIAÇÃO DO SESVESP

PROCEDIMENTO DE FILIAÇÃO DO SESVESP 1 PROCEDIMENTO DE FILIAÇÃO DO SESVESP Dispõe sobre os procedimentos, critérios e requisitos necessários para o ingresso no quadro de associados do SESVESP. A Diretoria do SESVESP, por meio de seu Presidente,

Leia mais

PARECER Nº, DE 2010. RELATOR: Senador ALVARO DIAS RELATOR AD HOC: Senador ANTONIO CARLOS JÚNIOR

PARECER Nº, DE 2010. RELATOR: Senador ALVARO DIAS RELATOR AD HOC: Senador ANTONIO CARLOS JÚNIOR PARECER Nº, DE 2010 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sobre a Proposta de Emenda à Constituição nº 95, de 2003, primeiro signatário o Senador Paulo Paim, que dá nova redação ao inciso III,

Leia mais

FÓRUM AMAZONENSE DE REFORMA

FÓRUM AMAZONENSE DE REFORMA REGIMENTO INTERNO DA 6ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DAS CIDADES DO AMAZONAS CAPITULO I DOS OBJETIVOS E FINALIDADES 1 Art. 1º - São objetivos da 6ª Conferência Estadual das Cidades do Amazonas: I - Propor a interlocução

Leia mais

Á Comissão de Gestão de Pessoas - CGP/CONSUNI C/C:Pró-reitoria de Desenvolvimento de Pessoas-PRODEP

Á Comissão de Gestão de Pessoas - CGP/CONSUNI C/C:Pró-reitoria de Desenvolvimento de Pessoas-PRODEP Á Comissão de Gestão de Pessoas - CGP/CONSUNI C/C:Pró-reitoria de Desenvolvimento de Pessoas-PRODEP CONTRIBUIÇÃO DOS TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UFBA À CONSTRUÇÃO DO PQSTAE- Programa de Qualificação

Leia mais

REGIMENTO PARA III CONFERÊNCIA NACIONAL DO ESPORTE ETAPA MUNICIPAL/REGIONAL CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

REGIMENTO PARA III CONFERÊNCIA NACIONAL DO ESPORTE ETAPA MUNICIPAL/REGIONAL CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS REGIMENTO PARA III CONFERÊNCIA NACIONAL DO ESPORTE ETAPA MUNICIPAL/REGIONAL CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º- A Conferência Municipal/Regional do Esporte com sede no município de São Leopoldo, com a participação

Leia mais

18 SEMANAS É PRECARIZAÇÃO SEMESTRE COM 15 SEMANAS SEMESTRE COM SEMANAS EM VEZ DE DOCENTE DOCENTE QUALIDADE. mais PRECARIZAÇÃO.

18 SEMANAS É PRECARIZAÇÃO SEMESTRE COM 15 SEMANAS SEMESTRE COM SEMANAS EM VEZ DE DOCENTE DOCENTE QUALIDADE. mais PRECARIZAÇÃO. Edição Especial Outubro de 2015 SEMANAS EM VEZ DE 18 18 SEMANAS É PRECARIZAÇÃO SEMESTRE COM 15 SEMANAS SEMESTRE COM 18 SEMANAS PESQUISA PESQUISA QUALIDADE PRECARIZAÇÃO DOCENTE DOCENTE DO TRABALHO DO TRABALHO

Leia mais

Tudo que você precisa para organizar o movimento no seu local de trabalho!

Tudo que você precisa para organizar o movimento no seu local de trabalho! Tudo que você precisa para organizar o movimento no seu local de trabalho! Este documento tem o objetivo de facilitar a organização dos servidores em sua cidade e local de trabalho durante a jornada de

Leia mais

CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO

CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO HQ se lga! i CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA DO SISTEMA POLITICO Defender a CONSTITUINTE é um erro! Erro, por que? A direita vai aproveitar uma Constituinte

Leia mais

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Itanhangá CNPJ: 07.209.225/0001-00 Gestão 2013/2016

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Itanhangá CNPJ: 07.209.225/0001-00 Gestão 2013/2016 LEI Nº 325/2013 Data: 04 de Novembro de 2013 SÚMULA: Dispõe sobre o Plano Municipal de Políticas Públicas Sobre Drogas, que tem por finalidade fortalecer e estruturar o COMAD como órgão legítimo para coordenar,

Leia mais

RESOLUÇÃO CNRM/004/2001

RESOLUÇÃO CNRM/004/2001 RESOLUÇÃO CNRM/004/2001 A PRESIDENTE DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA (CNRM), no uso de sua atribuições previstas no art. 5.º do Decreto n.º 80.281, de 05 de setembro de 1977, e considerando o

Leia mais

Ao Reitor da Universidade Federal de Santa Maria Professor PAULO AFONSO BURMANN. Magnífico Reitor,

Ao Reitor da Universidade Federal de Santa Maria Professor PAULO AFONSO BURMANN. Magnífico Reitor, Ofício nº 0044/14/ARP Santa Maria, 13 de outubro de 2014. Ao Reitor da Universidade Federal de Santa Maria Professor PAULO AFONSO BURMANN Magnífico Reitor, diante dos esclarecimentos proferidos por Vossa

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 6.981, DE 2006

PROJETO DE LEI Nº 6.981, DE 2006 PROJETO DE LEI Nº 6.981, DE 2006 (do deputado Zezéu Ribeiro - PT/BA) Assegura às famílias de baixa renda assistência técnica pública e gratuita para o projeto e a construção de habitação de interesse social.

Leia mais

contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas, e a PEC 63, que resgata o ATS.

contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas, e a PEC 63, que resgata o ATS. Neste ano histórico em que completa 60 anos de vitoriosa trajetória associativa, a Amagis é agraciada ao ser escolhida para sediar, novamente, onze anos depois, outro importante encontro integrativo como

Leia mais

PROGRAMAS DE BOLSAS DE ESTUDO E BOLSAS DE PESQUISA DO ESTADO DE SANTA CATARINA

PROGRAMAS DE BOLSAS DE ESTUDO E BOLSAS DE PESQUISA DO ESTADO DE SANTA CATARINA PROGRAMAS DE BOLSAS DE ESTUDO E BOLSAS DE PESQUISA DO ESTADO DE SANTA CATARINA DA GARANTIA DOS DIREITOS CONSTITUCIONAIS AO CUMPRIMENTO DE SUAS CONDICIONALIDADES Florianópolis abril 2011 1 Fundamentação

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DA COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO PARANÁ

ESTATUTO SOCIAL DA COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO PARANÁ ESTATUTO SOCIAL DA COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO PARANÁ CAPÍTULO I DA SOCIEDADE, DENOMINAÇÃO, NATUREZA, SEDE, PRAZO E FINALIDADES Artigo 1 - A Comissão Estadual de Residência Médica

Leia mais

Evento acontece na cidade de Caxambu e começa nesta sexta (18)

Evento acontece na cidade de Caxambu e começa nesta sexta (18) https://www.educacao.mg.gov.br/imprensa/noticias/178 3-educacao-amplia-interlocucao-com-representantes- do-movimento-sindical Notícia veicula no site Portal da Educação em 17/02/11 Secretária Ana Lúcia

Leia mais

Senado Federal Secretaria-Geral da Mesa Atividade Legislativa - Tramitação de Matérias

Senado Federal Secretaria-Geral da Mesa Atividade Legislativa - Tramitação de Matérias Identificação da Matéria PROJETO DE LEI DO SENADO N º 225, DE 2011 - Complementar Autor: SENADOR - José Pimentel Ementa: Altera dispositivos da Lei Complementar nº 101, de 04 de maio de 2000, que estabelece

Leia mais

RELATÓRIO DA PLENÁRIA NACIONAL DA FENASPS

RELATÓRIO DA PLENÁRIA NACIONAL DA FENASPS RELATÓRIO DA PLENÁRIA NACIONAL DA FENASPS Data: domingo, 12 de junho de 2016 Local: sala 11 do Hotel Nacional, em Brasília Pauta: 1. Informes Nacionais PL 4250/2015, PL 4252/2015 e PLP 257/2016, Reforma

Leia mais

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ É bom saber... LEI Nº 12.618, DE 30 DE ABRIL DE 2012. Institui o regime de previdência complementar para os servidores públicos federais titulares de

Leia mais

EDITAL 002 Perfil 03 PROJETO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA INTERNACIONAL PROJETO UNESCO 914BRZ3018

EDITAL 002 Perfil 03 PROJETO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA INTERNACIONAL PROJETO UNESCO 914BRZ3018 EDITAL 002 Perfil 03 PROJETO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA INTERNACIONAL PROJETO UNESCO 914BRZ3018 DESENVOLVIMENTO DA DEMOCRACIA PARTICIPATIVA POR MEIO DA ESPECIALIZAÇÃO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE JUVENTUDE E DOS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO Conforme aprovado em reunião do Conselho Municipal de Habitação, realizada aos 29 de maio de 2012; REGIMENTO

Leia mais

ESCLARECIMENTO SOBRE A IMPLANTAÇÃO DA JORNADA DE 30 HORAS PARA ASSISTENTES SOCIAIS SEM REDUÇÃO SALARIAL

ESCLARECIMENTO SOBRE A IMPLANTAÇÃO DA JORNADA DE 30 HORAS PARA ASSISTENTES SOCIAIS SEM REDUÇÃO SALARIAL ESCLARECIMENTO SOBRE A IMPLANTAÇÃO DA JORNADA DE 30 HORAS PARA ASSISTENTES SOCIAIS SEM REDUÇÃO SALARIAL Desde a publicação da lei nº 12.317, de 27 de agosto de 2010, que estabeleceu a jornada de trabalho

Leia mais

ADENDO AO RELATÓRIO. RELATOR: Senador EDUARDO BRAGA I RELATÓRIO

ADENDO AO RELATÓRIO. RELATOR: Senador EDUARDO BRAGA I RELATÓRIO ADENDO AO RELATÓRIO Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sobre a Proposta de Emenda à Constituição nº 18, de 2013, primeiro signatário o Senador Jarbas Vasconcelos, que altera o art. 55 da

Leia mais

REGULAMENTO SEMANA UEMG

REGULAMENTO SEMANA UEMG REGULAMENTO SEMANA UEMG Belo Horizonte, abril de 2015 0 SUMÁRIO CAPÍTULO I DA SEDE, DATA E DA INSTITUIÇÃO PROMOTORA... 2 CAPÍTULO II DA ABRANGÊNCIA DA SEMANA UEMG... 2 CAPÍTULO III DOS OBJETIVOS... 2 CAPÍTULO

Leia mais

CARTA DE VITÓRIA DA CONQUISTA

CARTA DE VITÓRIA DA CONQUISTA CARTA DE VITÓRIA DA CONQUISTA Em defesa da isonomia na Educação Federal entre docentes do magistério superior e EBTT, para a simultaneidade da dispensa de controle de frequência por sistema eletrônico

Leia mais

A CONTEE a Reforma Universitária e o Programa Universidade Para Todos.

A CONTEE a Reforma Universitária e o Programa Universidade Para Todos. A CONTEE a Reforma Universitária e o Programa Universidade Para Todos. A CONTEE, depois de uma trajetória de mais de uma década de permanente debate interno e sintonia com as entidades filiadas, se encontra

Leia mais

EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS

EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS A Secretaria Municipal de Agricultura, Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente convida os Órgãos Públicos

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA PRÉ-CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO SINDICATO DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL DE CURITIBA - SISMMAC

REGULAMENTO INTERNO DA PRÉ-CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO SINDICATO DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL DE CURITIBA - SISMMAC REGULAMENTO INTERNO DA PRÉ-CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO SINDICATO DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL DE CURITIBA - SISMMAC Define as normas que regulamentam a Pré-Conferência Municipal de Educação promovida

Leia mais

GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO

GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO Dr. Erlanderson de O. Teixeira Planejamento Tributário Teses tributárias Gerenciamento de Passivos Parcelamento www.erlandeson.com.br GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO Carga Tributária Brasileira Porque pagar os

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 16, DE 5 DE MAIO DE 2010

RESOLUÇÃO Nº 16, DE 5 DE MAIO DE 2010 RESOLUÇÃO Nº 16, DE 5 DE MAIO DE 2010 Define os parâmetros nacionais para a inscrição das entidades e organizações de assistência social, bem como dos serviços, programas, projetos e benefícios socioassistenciais

Leia mais

DECRETO Nº 55.867, DE 23 DE JANEIRO DE 2015

DECRETO Nº 55.867, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 Secretaria Geral Parlamentar Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo DECRETO Nº 55.867, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 Confere nova regulamentação ao Conselho Municipal de Segurança

Leia mais

Anteprojeto de Lei: Autonomia das Universidades e Institutos Federais.

Anteprojeto de Lei: Autonomia das Universidades e Institutos Federais. X Encontro Nacional- PROIFES-Federação Anteprojeto de Lei: Autonomia das Universidades e Institutos Federais. Apresentação PROIFES-Federação A Constituição Brasileira de 1988 determinou, em seu artigo

Leia mais