Reajuste salarial volta à pauta dos servidores públicos em 2015

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Reajuste salarial volta à pauta dos servidores públicos em 2015"

Transcrição

1 Edição nº 119 Fevereiro de 2015 educação nacional Início do ano com reajuste salarial, mas sem expectativas Servidores públicos recebem última parcela do acordo com o governo federal. Proposta de reestruturação de carreiras e salários precisa entrar na LDO até 31 de agosto de Págs. 4 e 5 Limite de 12 horas-aula por docente começa a valer em 2015 Pág. 3 privatização? ANDES-SN protocola pedido de audiência com ministro da Educação Pág. 6

2 2 Informativo APUFPR-SSIND Nº 119 Fevereiro de 2015 LUTAS Carreira e condições de trabalho Reajuste salarial volta à pauta dos servidores públicos em 2015 Reunião Ampliada dos SPFs definiu as lutas da categoria para o ano Mais de 350 representantes de categorias do funcionalismo público federal estiveram presentes na Reunião Ampliada dos Servidores Públicos Federais (SPFs) para definir as pautas da campanha unificada para 2015 e a agenda de mobilizações para o ano. O evento ocorreu em 30 de janeiro e 1º de fevereiro, em Brasília. Figuram entre as principais reivindicações para o ano o reajuste linear de 27,3%, a política salarial permanente com correção das distorções e reposição das perdas inflacionárias, a data-base em 1º de maio, o direito de negociação coletiva e a paridade salarial entre ativos e aposentados. A categoria definiu, também, a luta pela aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 555/2006, texto que defende o fim da cobrança previdenciária sobre os proventos de aposentados e pensionistas. Sobre as Medidas Provisórias (MPs) 664 e 665, a mobilização dos servidores públicos será pela sua revogação, pois retiram diversos direitos dos trabalhadores ao criar novas regras para abono salarial, aquisição de seguro-desemprego, auxílio- -doença e alteração no tempo de carência no caso de pensão por morte, entre outros. Segundo o presidente da Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná (APUFPR-SSind), João Francisco Ricardo Kastner Negrão, a reunião foi em torno da pauta da campanha salarial. Por ter sido definida uma série de reivindicações importantes, como o ajuste salarial, a reunião teve um aspecto positivo para a categoria docente, afirmou Negrão. Entre as principais reivindicações para o ano estão o reajuste linear de 27,3% e data-base em 1º de maio. EXPEDIENTE Informativo APUFPR-SSind Publicação quinzenal da Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná Seção Sindical do Andes - Sindicato Nacional Diretoria - Gestão 2013/2015 Presidente: João Francisco Ricardo Kastner Negrão Vice-Presidente: Astrid Baecker Avila Secretário Geral: Vilson Aparecido da Mata Primeiro Secretário: Vitor Marcel Schühli Tesoureiro Geral: Claudio Antonio Tonegutti Primeiro Tesoureiro: Afonso Takao Murata Diretora Administrativa: Ana Lorena de Oliveira Bruel Diretora Cultural: Márcia Costa Itiberê da Cunha Diretora de Imprensa: Marise Fonseca dos Santos Diretor Jurídico: Ricardo Prestes Pazello Diretora Social: Adriana Hessel Dalagassa Fale Conosco Endereço - Rua Alcides Vieira Arcoverde, 1193, Jardim das Américas CEP Curitiba, PR Tel.: (41) Produção Abridor de Latas (41) Equipe de Redação - Larissa Amorim SRTE 9459-PR, Guilherme Mikami SRTE 9458-PR e Larissa Knaipp. Projeto Gráfico - Guilherme Mikami Diagramação - Larissa Knaipp Distribuição gratuita e dirigida

3 Informativo APUFPR-SSIND Nº 119 Fevereiro de universidade Condições de trabalho docente Limite de 12 horas-aula por docente começa a valer em 2015 Resolução estabeleceu dezembro de 2014 como prazo máximo para adequação à nova medida, já em vigor. Os professores não precisam cumprir mais horas que o estabelecido na resolução. Caso os docentes estejam sendo obrigados a cumprir carga superior, devem denunciar ao Sindicato, que tomaremos as medidas legais possíveis, explica. Desde janeiro deste ano, passou a valer o limite de 12 horas em sala de aula para professores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) em regime de trabalho de 40 horas ou dedicação exclusiva (DE); para os docentes em regime de 20 horas, ele é de 10 horas-aula. Pauta de reivindicação da greve de 2012, a resolução 108/2000 foi alterada para conquistar esse direito dos professores da Universidade. De acordo com o presidente da Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná (APUFPR-SSind), João Francisco Ricardo Kastner Negrão, os departamentos da UFPR tiveram dois anos e meio para se adequarem Segundo a Associação, para resolver o problema, a Universidade solicitou na greve uma medida gradual, uma vez que a instituição precisaria alocar novas vagas para professores nos departamentos em que a carga horária excedia o máximo, até todos os docentes estarem cumprindo com o limite estabelecido. Essa redução é uma conquista importantíssima, visto que muitos professores sofriam sobrecarga de trabalho devido à quantidade de atividades a ser realizada. Fora da aula, eles ainda precisam preparar os conteúdos, corrigir provas e trabalhos, e realizar atividades de pesquisa e extensão e demais funções administrativas, complementa Negrão. Para a categoria, a obtenção desse direito representou marco histórico, principalmente por ocorrer em um momento em que o governo federal procurava estabelecer medidas que visavam a intensificação do trabalho dos professores. Para a APUFPR-SSind, a qualidade do ensino e condições de trabalho dos docentes tende a melhorar com essas mudanças. Foi um grande avanço para toda a Universidade, por isso precisamos cobrar que a resolução seja cumprida e que a UFPR possa garantir direitos iguais para Foi um grande avanço para toda a Universidade, por isso precisamos cobrar que a resolução seja cumprida e que a UFPR possa garantir direitos iguais para todos os docentes. João Negrão todos os docentes, concluiu o presidente da entidade.

4 4 Informativo APUFPR-SSIND Nº 119 Fevereiro de 2015 CARREIRA Servidores públicos recebem última parcela do acordo com o governo federal Início do ano com reajuste salarial, mas sem expectativas A partir de 1º de março, professores federais receberão a terceira e última parcela do reajuste concedido após a greve de O índice total foi dividido em três parcelas, pagas desde 2013 aos servidores. Para esclarecer aos docentes os valores que deverão ser recebidos por cada um, a Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná elaborou tabelas explicativas. Confira abaixo as tabelas salariais de 2015 (lei , de 28 de dezembro de 2012): Magistério Superior REGIME DE 20 HORAS Total (vencimento + retribuição por titulação) válido a partir de 01/03/2015 (pagamento a partir de abril de 2015) CLASSE DENOMINAÇÃO NÍVEL GRADUAÇÃO % REAJ. APERFEIÇ. % REAJ. ESPECIAL. % REAJ. MESTRADO % REAJ. DOUTORADO % REAJ. E Titular U 3.019,13 7, ,47 7, ,02 10, ,59 12, ,94 16,3 D Associado ,71 9, ,34 11, ,42 12, ,90 11,2 C Adjunto ,01 5, ,45 5, ,06 5, ,61 7, ,37 5, ,35 6, ,52 5, ,85 5, ,24 7, ,05 4, ,93 6, ,06 5, ,03 5, ,83 6, ,82 5, ,75 7, ,80 7, ,50 6, ,43 7, ,88 7,5 B Assistente ,96 5, ,38 5, ,46 5, ,90 5, ,51 7, ,19 5, ,25 5, ,89 4, ,07 6, ,55 8,8 A Adjunto A doutor; Assistente A mestre; Auxiliar graduado ou especialista ,86 3, ,19 3, ,25 3, ,67 5, ,85 8, ,77 2, ,93 3, ,85 2, ,78 4, ,59 8,4 REGIME DE 40 HORAS E U 4.355,79 5, ,54 6, ,76 5, ,66 5, ,61 11,4 D ,05 9, ,72 7, ,50 5, ,83 5,8 C ,24 5, ,91 6, ,92 6, ,47 7, ,19 6, ,47 5, ,05 7, ,93 7, ,74 8, ,81 8, ,05 5, ,62 6, ,48 7, ,82 8, ,82 8, ,97 5, ,61 6, ,57 7, ,71 9, ,17 9,4 B ,10 5, ,88 6, ,06 6, ,25 9, ,73 10, ,48 4, ,35 6, ,66 6, ,45 8, ,57 11,2 A ,08 2, ,47 4, ,05 5, ,92 6, ,87 9, ,01 1, ,30 3, ,73 5, ,70 5, ,41 9,5 REGIME DE DEDICAÇÃO EXCLUSIVA E U 6.684,00 5, ,46 5, ,39 5, ,48 6, ,74 6,9 D ,45 2, ,58 2, ,50 2, ,61 2,3 C ,69 8, ,05 7, ,57 7, ,94 5, ,19 5, ,15 9, ,12 8, ,17 8, ,34 6, ,66 5, ,11 9, ,17 9, ,77 8, ,14 6, ,36 4, ,56 10, ,53 9, ,16 9, ,44 7, ,23 4,9 B ,15 7, ,31 7, ,81 6, ,55 5, ,82 5, ,55 8, ,70 7, ,21 7, ,80 5, ,80 5,8 A ,14 4, ,29 4, ,58 4, ,23 3, ,30 4, ,00 5, ,98 5, ,83 4, ,98 3, ,50 3,5

5 Informativo APUFPR-SSIND Nº 119 Fevereiro de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico CLASSE NÍVEL GRADUAÇÃO % REAJ. REGIME DE 20 HORAS Total (vencimento + retribuição por titulação) a partir de 01/03/2015 (pagamento a partir de abril de 2015) APERF. % REAJ. ESPECIAL. ou RSC-I + GRAD. % REAJ. MESTRADO ou RSC-II + ESPECIAL D - I ,77 2, ,93 3, ,85 2, ,78 4, ,59 8,4 REGIME DE 40 HORAS TITULAR ,79 5, ,79 5, ,79 5, ,79 5, ,61 11,4 D - IV ,37 5, ,62 6, ,34 5, ,73 5, ,05 9,2 D - IV ,87 5, ,56 6, ,24 5, ,20 4, ,72 7,9 D - IV ,45 5, ,20 5, ,22 6, ,71 4, ,50 5,7 D - IV ,87 5, ,33 5, ,85 5, ,21 4, ,83 5,8 D - III ,24 5, ,91 6, ,92 6, ,47 7, ,19 6,9 D - III ,47 5, ,05 7, ,93 7, ,74 8, ,81 8,8 D - III ,05 5, ,62 6, ,48 7, ,82 8, ,82 8,4 D - III ,97 5, ,61 6, ,57 7, ,71 9, ,17 9,4 D - II ,10 5, ,88 6, ,06 6, ,25 9, ,73 10,1 D - II ,48 4, ,35 6, ,66 6, ,45 8, ,57 11,2 D - I ,08 2, ,47 4, ,05 5, ,92 6, ,87 9,1 D - I ,01 1, ,30 3, ,73 5, ,70 5, ,41 9,5 REGIME DE DEDICAÇÃO EXCLUSIVA TITULAR ,00 5, ,00 5, ,00 5, ,00 5, ,74 6,9 D - IV ,52 5, ,16 5, ,97 6, ,09 4, ,45 2,7 D - IV ,60 5, ,48 5, ,07 5, ,85 3, ,58 2,2 D - IV ,15 5, ,45 5, ,23 5, ,51 3, ,50 2,2 D - IV ,60 5, ,55 4, ,82 4, ,85 3, ,61 2,3 D - III ,69 8, ,05 7, ,57 7, ,94 5, ,19 5,6 D - III ,15 9, ,12 8, ,17 8, ,34 6, ,66 5,1 D - III ,11 9, ,17 9, ,77 8, ,14 6, ,36 4,6 D - III ,56 10, ,53 9, ,16 9, ,44 7, ,23 4,9 D - II ,15 7, ,31 7, ,81 6, ,55 5, ,82 5,6 D - II ,55 8, ,70 7, ,21 7, ,80 5, ,80 5,8 D - I ,14 4, ,29 4, ,58 4, ,23 3, ,30 4,0 D - I ,00 5, ,98 5, ,83 4, ,98 3, ,50 3,5 % REAJ. DOUTORADO TITULAR ,13 7, ,13 7, ,13 7, ,13 7, ,94 16,3 D - IV ,70 7, ,27 7, ,51 10, ,44 8, ,71 9,8 D - IV ,65 6, ,48 6, ,54 10, ,01 8, ,34 11,9 D - IV ,73 6, ,97 6, ,18 10, ,47 7, ,42 12,6 D - IV ,93 5, ,70 5, ,51 9, ,81 6, ,90 11,2 D - III ,01 5, ,45 5, ,06 5, ,61 7, ,37 5,9 D - III ,35 6, ,52 5, ,85 5, ,24 7, ,05 4,8 D - III ,93 6, ,06 5, ,03 5, ,83 6, ,82 5,7 D - III ,75 7, ,80 7, ,50 6, ,43 7, ,88 7,5 D - II ,96 5, ,38 5, ,46 5, ,90 5, ,51 7,3 D - II ,19 5, ,25 5, ,89 4, ,07 6, ,55 8,8 D - I ,86 3, ,19 3, ,25 3, ,67 5, ,85 8,1 % REAJ. Histórico Em 2012, após quatro meses de greve docente, o governo assinou acordo com a Federação dos Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (PROI- FES-Federação) braço sindical do governo concedendo aos servidores reajuste para 2013, 2014 e A lei , de dezembro de 2012 resultante deste acordo, atualizou o Plano de Carreiras e Cargos de Magistério Federal, abrangendo as carreiras de Magistério Superior (MS) e do Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT), e concedeu reajuste salarial aos docentes das universidades e institutos federais. Para muitos professores, o aumento apenas corrigiu a inflação acumulada desde 2010, ano da última atualização salarial. Por isso, o 34º Congresso do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES-SN) a ser realizado entre 23 e 28 de fevereiro em Brasília, DF será uma oportunidade para os docentes discutirem o índice de reajuste para o próximo ano. O presidente da APUFPR- SSind, João Francisco Ricardo Kastner Negrão, afirma que os servidores precisam se preparar, levando em conta todas as medidas que vêm sendo tomadas pelo governo federal. Com os ataques que os trabalhadores estão sofrendo, devemos nos organizar para garantirmos nosso direitos e conquistarmos avanços. Para ter reajuste em 2016, a proposta de reestruturação de carreiras e salários precisa entrar na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) até 31 de agosto de 2015, mas ainda não houve discussão sobre o tema. Estamos aguardando sermos recebidos pelo ministro Cid Gomes para retomarmos a interlocução com o Ministério da Educação, principalmente em torno da carreira do professor federal, interrompida em abril de 2014 pelos representantes do governo, concluiu Negrão.

6 6 Informativo APUFPR-SSIND Nº 119 Fevereiro de 2015 EDUCAÇÃO Reestruturação da carreira docente ANDES-SN protocola pedido de audiência com ministro da Educação Para retomar as negociações, Sindicato Nacional busca diálogo com o MEC -SN, que acontece em fevereiro em Brasília, apresentar a pauta de reivindicações, que os participantes do congresso irão definir. Entre as principais reivindicações da categoria está a estruturação da carreira em degraus constantes do início ao fim determinados mediante variação crescente em razão de 5%, per- Em 14 de janeiro, o ANDES- -SN protocolou pedido de audiência com o novo ministro da Educação, Cid Gomes. O objetivo é retomar a interlocução com o Ministério da Educação (MEC) em torno da carreira docente. Em reunião realizada em abril de 2014 com a Secretaria de Educação Superior (Sesu), já estavam sendo negociados pontos da reestruturação da carreira docente e alguns princípios foram acordados. Porém, o processo foi interrompido por representantes do governo no mesmo mês. De acordo com o presidente do Sindicato, Paulo Rizzo, o propósito da audiência com o ministro é buscar a retomada das reuniões e abertura do diálogo e com isso já abrir caminho para, após o 34º Congresso do ANDES- centuais de acréscimos definidos para cada uma das titulações e valorização da Dedicação Exclusiva (DE). Os docentes também propõem novos pontos para reenquadrar docentes ativos e aposentados. Os itens, constantes da pauta de reivindicações aprovada no 33º Congresso e protocolada no MEC em 2014, foram indicados pelo Setor das Instituições Federais de Ensino Superior (IFEs) da entidade, por entender que a reestruturação da carreira está diretamente ligada à valorização salarial. Porém, os docentes também exigem autonomia para as universidades quanto à ocupação de cargos e criação de novas vagas para atender às demandas existentes, e investimentos imediatos de infraestrutura, assegurando que os estudantes tenham condições de estudo. Para o presidente da APUF- PR-SSind, João Francisco Ricardo Kastner Negrão, nossa carreira está desestruturada, pois, ao longo dos anos, as alterações realizadas, como a criação de novas classes no topo da carreira, foram utilizadas para suprir o reajuste que era nosso direito. Essas modificações fizeram com que mudanças de um nível para outro tenham discrepâncias significativas entre docentes que desenvolvem o mesmo trabalho e possuem a mesma titulação. Ainda segundo Negrão, para Entre as principais reivindicações da categoria está a estruturação da carreira em degraus constantes. melhorar a educação no país é preciso mais que investimentos em infraestrutura. Os professores precisam de incentivo e condições para realizarem pesquisas para enriquecer o ensino brasileiro, afirmou.

7 Informativo APUFPR-SSIND Nº 119 Fevereiro de LUTAS Início de ano tenso para movimentos sociais Após garantia de poder, governo ataca trabalhadores e diminui direitos Reeleição de Dilma Rousseff rendeu favorecimentos à iniciativa privada endida com ajustes fiscais que aumentaram impostos e, consequentemente, o preço dos produtos. O novo ministro da Educação, Cid Gomes, realizou cortes que já estão tendo efeitos em alunos bolsistas. Políticas federais têm beneficiado empresas privadas às custas dos trabalhadores. Entre O Espaço de Unidade em Ação reuniu mais de 70 representantes de 40 entidades sindicais, movimentos sociais e populares, de todo o Brasil, em Brasília em 30 de janeiro. O encontro buscou definir medidas para ampliar as lutas para este ano. O início de 2015 trouxe más notícias à população brasileira. Até agora, o governo federal tem bombardeado os trabalhadores com diversas medidas que retiram direitos históricos. Como se não bastasse, projetos que tramitam na Câmara e no Senado tentam, gradualmente, privatizar serviços públicos. Com o anúncio do novo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, a população foi surpre- elas, as Medidas Provisórias (MPs) 664 e 665, que retiram direitos dos trabalhadores quanto a emprego e segurança financeira. A Previdência Social também foi atingida com novas normas que deixam de garantir tranquilidade aos aposentados e pensionistas, mesmo depois de toda a contribuição desses trabalhadores ao país. Os participantes lembraram, ainda, de outras reivindicações da classe trabalhadora e da juventude brasileiras que precisam entrar na pauta de lutas do movimento. Melhorias nos serviços públicos com ênfase no transporte coletivo e a crise hídrica e elétrica na região Sudeste e seu impacto nos empregos são algumas delas. Segundo o presidente do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES-SN), a expectativa do Sindicato é que consigamos fortalecer a luta, com questões centrais que unificam a classe trabalhadora na defesa dos empregos e dos direitos, buscando construir um caminho que seja realmente independente e que não abra mão das reivindicações da classe trabalhadora e da juventude. Para o presidente da Associação de Professores da Universidade Federal do Paraná (APUFPR-SSind), João Fran- Ataques do governo à população têm sido constantes. Sem mobilização eles não vão parar. João Negrão cisco Ricardo Kastner Negrão, a categoria precisa se organizar para pressionar o governo. Só assim conseguiremos reverter e evitar mais barbáries com os trabalhadores do país, afirmou.

8 8 Informativo APUFPR-SSIND Nº 119 Fevereiro de 2015 A arte de engajar com compartilhamento Como fazer para conseguir mobilizar pessoas no Facebook? Essa é uma pergunta que muita gente se faz. A resposta é simples: basta ter engajamento. Em média, cada postagem feita na rede social atinge cerca de 10% da sua rede de contatos. Apesar do percentual baixo, é possível alcançar um número muito maior de usuários. Quanto maior FOTO DA SEMANA for o número de curtidas, comentários e compartilhamentos da postagem, maior será o alcance dela. Mas a chave para o sucesso reside em alguém compartilhar um post pois é sinal de que ela comprou a causa e assumiu aquilo como um assunto que defende. Assim, a publicação integra uma nova rede de amigos e se propaga ainda mais. 11/02 Reunião do Fórum das Entidades Nacionais dos SPF 23/02 a 28/02 Local: Brasília-DF Promoção: ANDES-SN 34º CONGRESSO DO ANDES-SN AGENDA Local: Brasília-DF Promoção: Fórum das Entidades Nacionais dos SPF 27/02 a 01/03 Reunião da Coordenação Nacional da CSP-Conlutas Local: São Paulo-SP Promoção: CSP-Conlutas comunidade protesta contra o aumento na tarifa do transporte Acompanhe a programação da TV APUFPR UFPR aprova EBSERH por telefone à custa do sangue da comunidade acadêmica Aposentadoria e Previdência dos Servidores Públicos Federais e os perigos da Funpresp David Harvey discute a economia política da urbanização com a comunidade da UFPR

Mandato de Dilma já inicia com corte de 31% na educação

Mandato de Dilma já inicia com corte de 31% na educação Edição nº 118 Janeiro de 2015 educação nacional Mandato de Dilma já inicia com corte de 31% na educação Na tentativa de equilibrar suas contas, o governo federal promoveu bloqueio provisório de um terço

Leia mais

APUFPR-SSind participa do VII Encontro Intersetorial do ANDES-SN

APUFPR-SSind participa do VII Encontro Intersetorial do ANDES-SN Edição nº 97 Novembro de 2013 MOBILIZAÇÃO SINDICAL APUFPR-SSind participa do VII Encontro Intersetorial do ANDES-SN Participantes do VII Encontro Intersetorial discutem organização do Sindicato Nacional

Leia mais

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO A CUT e as centrais sindicais negociaram com o governo

Leia mais

Quanto aos itens da pauta setorial, o MEC informou o que segue:

Quanto aos itens da pauta setorial, o MEC informou o que segue: Brasília, 7 de setembro de 2015 Reunião com Ministério da Educação (MEC) e com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) realizada dia 04/09/2015 e Contraproposta da FASUBRA ao Governo Na

Leia mais

Eixos da Campanha Salarial 2011 Definidos na reunião do Setor das IFES

Eixos da Campanha Salarial 2011 Definidos na reunião do Setor das IFES Eixos da Campanha Salarial 2011 Definidos na reunião do Setor das IFES Contra qualquer reforma que retire direitos dos trabalhadores. Regulamentação/Institucionalização da negociação coletiva no setor

Leia mais

Circular nº 157/2014 Brasília, 2 de setembro de 2014. Às Seções Sindicais, às Secretarias Regionais e aos Diretores do ANDES-SN

Circular nº 157/2014 Brasília, 2 de setembro de 2014. Às Seções Sindicais, às Secretarias Regionais e aos Diretores do ANDES-SN Circular nº 157/2014 Brasília, 2 de setembro de 2014 Às Seções Sindicais, às Secretarias Regionais e aos Diretores do ANDES-SN Companheiros, Encaminhamos, para ampla divulgação, a Carta de Aracaju (59º

Leia mais

REUNIÃO DO FÓRUM DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS DATA: 28/06/2015 LOCAL: BRASÍLIA IMPERIAL HOTEL

REUNIÃO DO FÓRUM DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS DATA: 28/06/2015 LOCAL: BRASÍLIA IMPERIAL HOTEL REUNIÃO DO FÓRUM DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS DATA: 28/06/2015 LOCAL: BRASÍLIA IMPERIAL HOTEL PAUTA: (1) INFORME; (2) AVALIAÇÃO DA CONJUNTURA RECENTE; (3) ENCAMINHAMENTOS. Fórum das Entidades Nacionais

Leia mais

Proposta de Carreira e Salários para 2016, 2017 e 2018 Resoluções do X Encontro Nacional do PROIFES-Federação.

Proposta de Carreira e Salários para 2016, 2017 e 2018 Resoluções do X Encontro Nacional do PROIFES-Federação. Proposta de Carreira e Salários para 2016, 2017 e 2018 Resoluções do X Encontro Nacional do PROIFES-Federação. Todas as resoluções do X Encontro Nacional foram referendadas pela reunião do CD de 05/08/2014.

Leia mais

PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS

PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS Data: 14/11/2014 Local: Sede da Fenasps Estados presentes: MG- SP- PR- RS- ES- SC- RN- CE e Oposição da BA e do DF. Nº de participantes: 65 Delegados e 10 Observadores

Leia mais

SEGUNDO RELATÓRIO DA ADUFERPE (Gestão 2013-2015)

SEGUNDO RELATÓRIO DA ADUFERPE (Gestão 2013-2015) SEGUNDO RELATÓRIO DA ADUFERPE (Gestão 2013-2015) Atividades de Representação 2013 20 DE FEVEREIRO DE 2013: POSSE DO COLETIVO 2012 NA ADUFERPE. 23 E 24 DE FEVEREIRO DE 2013: PARTICIPAÇÃO NA REUNIÃO DA COORDENAÇÃO

Leia mais

Protesto nacional no STF critica reajuste só para cúpula

Protesto nacional no STF critica reajuste só para cúpula Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal do Estado de Mato Grosso BOLETIM SEMANAL De 02 a 06 de fevereiro de 2015 Protesto nacional no STF critica reajuste só para cúpula Foto: Joana Darc Melo

Leia mais

Índice. Apresentação - Caderno III: Universidade. Transparência na pós-graduação... Política de qualificação, uma necessidade

Índice. Apresentação - Caderno III: Universidade. Transparência na pós-graduação... Política de qualificação, uma necessidade Índice Apresentação - Caderno III: Universidade transparente... 5 Transparência na pós-graduação... 6 Política de qualificação, uma necessidade... 8 Reajuste da Bolsa Sênior não atende reivindicações...

Leia mais

Circular nº 061/09 Brasília, 7 de abril de 2009. Às seções sindicais, secretarias regionais e aos Diretores do ANDES-SN

Circular nº 061/09 Brasília, 7 de abril de 2009. Às seções sindicais, secretarias regionais e aos Diretores do ANDES-SN Circular nº 061/09 Brasília, 7 de abril de 2009 Às seções sindicais, secretarias regionais e aos Diretores do ANDES-SN Companheiros Encaminhamos o relatório da reunião do GT Carreira do ANDES-SN realizada

Leia mais

REAJUSTE NECESSÁRIO ENTRE 50,47% E 28,83% PARA RECOMPOR A REMUNERAÇÃO DESDE JUNHO DE 2006

REAJUSTE NECESSÁRIO ENTRE 50,47% E 28,83% PARA RECOMPOR A REMUNERAÇÃO DESDE JUNHO DE 2006 REAJUSTE NECESSÁRIO ENTRE 50,47% E 28,83% PARA RECOMPOR A REMUNERAÇÃO DESDE JUNHO DE 2006 Considerando 1 como base o mês de junho de 2006, que foi a data em que foi aprovado o PCS III, até dezembro de

Leia mais

SINDICATO NACIONAL DOS SERVIDORES FEDERAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA, PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

SINDICATO NACIONAL DOS SERVIDORES FEDERAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA, PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA ESCLARECIMENTOS SOBRE A CONTRA-PROPOSTA APRESENTADA PELA SETEC/MEC NO DIA 18/09/2015. Companheiros (as) do Sinasefe em todo o Brasil, a última Plena de nosso sindicato votou algumas importantes resoluções:

Leia mais

N.º 114 14/05/2015. Professor/a que atualmente está no nível TII (nível licenciatura curta) Alterações propostas:

N.º 114 14/05/2015. Professor/a que atualmente está no nível TII (nível licenciatura curta) Alterações propostas: N.º 114 14/05/2015 www.sindutemg.org.br (31) 3481-2020 sindute@sindutemg.org.br Educadores/as realizam, dia 14/05, assembleia estadual para avaliar e deliberar sobre as propostas de Salário e Carreira

Leia mais

Audiência Pública Comissão de Educação, Cultura e Esportes. O movimento grevista dos professores federais

Audiência Pública Comissão de Educação, Cultura e Esportes. O movimento grevista dos professores federais Audiência Pública Comissão de Educação, Cultura e Esportes O movimento grevista dos professores federais Expansão Universidades Federais Universidades e Câmpus Universidades Até 2003 = 45 existentes 2004

Leia mais

CARTA DE SANTA MARIA

CARTA DE SANTA MARIA CARTA DE SANTA MARIA ANDES-SN: Sindicato de luta, ampliando a organização da categoria e a unidade classista dos trabalhadores. Sob a égide desse tema, realizou-se o 58º CONAD do ANDES SINDICATO NACIONAL,

Leia mais

As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais

As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais Secretaria de Estudos, Pesquisas e Políticas Públicas e Secretaria de Formação Política e Sindical. SINDICATO DOS TRABALHADORES

Leia mais

PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA

PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA Regulamenta o inciso VIII do artigo 206 da Constituição Federal, para instituir o piso salarial profissional

Leia mais

Ao Reitor da Universidade Federal de Santa Maria Professor PAULO AFONSO BURMANN. Magnífico Reitor,

Ao Reitor da Universidade Federal de Santa Maria Professor PAULO AFONSO BURMANN. Magnífico Reitor, Ofício nº 0044/14/ARP Santa Maria, 13 de outubro de 2014. Ao Reitor da Universidade Federal de Santa Maria Professor PAULO AFONSO BURMANN Magnífico Reitor, diante dos esclarecimentos proferidos por Vossa

Leia mais

GOVERNOS INTENSIFICAM ATAQUES AOS NOSSOS DIREITOS! A

GOVERNOS INTENSIFICAM ATAQUES AOS NOSSOS DIREITOS! A BOLETIM DA REDE Nº 97 08/04/2016 GOVERNOS INTENSIFICAM ATAQUES AOS NOSSOS DIREITOS! A nossa resposta deve ser na luta e com greve! A nossa indignação deve ultrapassar os muros das Escolas e UMEIs diante

Leia mais

Defesa dos Serviços e Trabalhadores Públicos Brasileiros e o. Não Pagamento da Dívida Pública

Defesa dos Serviços e Trabalhadores Públicos Brasileiros e o. Não Pagamento da Dívida Pública Defesa dos Serviços e Trabalhadores Públicos Brasileiros e o Não Pagamento da Dívida Pública O endividamento público vem pautando a vida do povo brasileiro sob diversas formas, especialmente a partir da

Leia mais

QUADRO NACIONAL DA GREVE DOS SERVIDORES DA DRT novembro/2009

QUADRO NACIONAL DA GREVE DOS SERVIDORES DA DRT novembro/2009 QUADRO NACIONAL DA GREVE DOS SERVIDORES DA DRT novembro/2009 ESTADOS GREVE/PERCENTUAL ES Greve * MG Greve a partir de 13/11 PR Greve * RJ Greve * RS Greve * SE Greve * BA Greve * SP Adesão a partir do

Leia mais

Tudo que você precisa para organizar o movimento no seu local de trabalho!

Tudo que você precisa para organizar o movimento no seu local de trabalho! Tudo que você precisa para organizar o movimento no seu local de trabalho! Este documento tem o objetivo de facilitar a organização dos servidores em sua cidade e local de trabalho durante a jornada de

Leia mais

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com 1 CARTILHA DO SEGURADO 1. MENSAGEM DA DIRETORA PRESIDENTE Esta cartilha tem como objetivo dar orientação aos segurados do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Itatiaia IPREVI,

Leia mais

Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social

Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social Na mesma semana em que os trabalhadores brasileiros tomaram as ruas e conseguiram suspender a votação do Projeto de Lei

Leia mais

Email enviado em 09/09/2015 pedindo a presidente Dilma Rousseff pedindo mudanças no REDOM

Email enviado em 09/09/2015 pedindo a presidente Dilma Rousseff pedindo mudanças no REDOM Email enviado em 09/09/2015 pedindo a presidente Dilma Rousseff pedindo mudanças no De: Mario Avelino [mailto:marioavelino@domesticalegal.org.br] Enviada em: quarta-feira, 9 de setembro de 2015 23:50 Para:

Leia mais

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global Página Artigo: 6º Parágrafo: Único Inciso Alínea EMENDA MODIFICATIVA O parágrafo único do Artigo 6º do PL n 8035 de 2010, passa a ter a seguinte redação: Art. 6º... Parágrafo único. O Fórum Nacional de

Leia mais

A Previdência dos Servidores. Previdência Complementar. Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Vice-Presidente do PROIFES

A Previdência dos Servidores. Previdência Complementar. Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Vice-Presidente do PROIFES A Previdência dos Servidores após 2004 Previdência Complementar Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Vice-Presidente do PROIFES Recife, PE 15 e 16/09/2011 Formas de aposentadoria Invalidez Com proventos proporcionais

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PROTOCOLO DE NEGOCIAÇÃO ENTRE A PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO E AS ENTIDADES REPRESENTATIVAS DOS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO

Leia mais

PLANO DE AÇÃO SINDICAL

PLANO DE AÇÃO SINDICAL PLANO DE LUTAS 1. Plano de carreira - Continua em pauta, reiniciar a discussão como TJ. ISONOMIA; 2. URV das pensionistas - Continua em pauta, TJ não aceita responsabilidade, ajuizamos ação; 3. Reajustes

Leia mais

Plano de lutas aprovado no Encontro Nacional dos Servidores do IBAMA, em Brasília/DF, nos dias 8 e 9 de abril de 2006.

Plano de lutas aprovado no Encontro Nacional dos Servidores do IBAMA, em Brasília/DF, nos dias 8 e 9 de abril de 2006. Plano de lutas aprovado no Encontro Nacional dos Servidores do IBAMA, em Brasília/DF, nos dias 8 e 9 de abril de 2006. Cobrar do governo o cumprimento dos acordos consensuados na Comissão de Reestruturação

Leia mais

contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas, e a PEC 63, que resgata o ATS.

contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas, e a PEC 63, que resgata o ATS. Neste ano histórico em que completa 60 anos de vitoriosa trajetória associativa, a Amagis é agraciada ao ser escolhida para sediar, novamente, onze anos depois, outro importante encontro integrativo como

Leia mais

PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA

PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA Regulamenta o inciso VIII do artigo 206 da Constituição Federal, para instituir o piso salarial profissional

Leia mais

Proposta aprovada: utilizar as duas estratégias no esforço para aprovação do PL7027/2013.

Proposta aprovada: utilizar as duas estratégias no esforço para aprovação do PL7027/2013. RELATÓRIO DE SUELY SILVEIRA, COORDENADORA DO SINDJUFE Como afirmou o coordenador da FENAJUFE e servidor do TRE-GO, João Batista, a Fenajufe realizou intervenção junto ao TSE sobre a majoração do auxílio

Leia mais

Edital de Convocação de Assembleia Geral Extraordinária

Edital de Convocação de Assembleia Geral Extraordinária Edital de Convocação de Assembleia Geral Extraordinária De acordo com o Estatuto do ASMETRO-SN ficam os sindicalizados, convocados a participar da Assembleia Geral Extraordinária do Sindicato. Data: 30

Leia mais

MOBILIZAÇÃO E UNIDADE NA AÇÃO

MOBILIZAÇÃO E UNIDADE NA AÇÃO Editorial MOBILIZAÇÃO E UNIDADE NA AÇÃO Ao analisar a conjuntura, podemos perceber que a necessidade de retomar o diálogo deve guiar nossos pensamentos, e, especialmente, as nossas ações, que por repetidas

Leia mais

SOBRE A RECOMPOSIÇÃO SALARIAL DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO

SOBRE A RECOMPOSIÇÃO SALARIAL DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO SOBRE A RECOMPOSIÇÃO SALARIAL DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO Os 120.000 servidores do Judiciário Federal no Brasil, familiares e amigos contam com seu apoio para a aprovação da recomposição

Leia mais

Pela revogação das Medidas Provisórias 664 e 665

Pela revogação das Medidas Provisórias 664 e 665 Boletim Econômico Edição nº 56 fevereiro de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Pela revogação das Medidas Provisórias 664 e 665 As duas medidas visam economizar R$ 18 bilhões

Leia mais

A VERDADE SOBRE AS FUNERÁRIAS NO MUNICÍPIO DO RJ:

A VERDADE SOBRE AS FUNERÁRIAS NO MUNICÍPIO DO RJ: A VERDADE SOBRE AS FUNERÁRIAS NO MUNICÍPIO DO RJ: Quando Sérgio Arouca assumiu a Secretaria Municipal de Saúde do RJ, publicou um decreto colocando o sistema funerário para controle dos assistentes sociais.

Leia mais

ORIENTAÇÕES DO SISMMAC SOBRE O NOVO PLANO DE CARREIRA

ORIENTAÇÕES DO SISMMAC SOBRE O NOVO PLANO DE CARREIRA ORIENTAÇÕES DO SISMMAC SOBRE O NOVO PLANO DE CARREIRA 1. VALE A PENA ADERIR AO NOVO PLANO DE CARREIRA? Avaliamos que para a maioria dos professores valerá a pena aderir ao novo Plano, pois através da nossa

Leia mais

http://www.legislabahia.ba.gov.br/verdoc.php?id=65585&voltar=voltar

http://www.legislabahia.ba.gov.br/verdoc.php?id=65585&voltar=voltar Page 1 of 11 Voltar Imprimir "Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial do Estado." LEI Nº 11.374 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2009 Ver também: Decreto 14.488 de 23 de maio de 2013 - Regulamenta

Leia mais

PROGRAMA DA CHAPA ADUFPI PARA OS (AS) PROFESSORES (AS): A LUTA CONTINUA

PROGRAMA DA CHAPA ADUFPI PARA OS (AS) PROFESSORES (AS): A LUTA CONTINUA PROGRAMA DA CHAPA ADUFPI PARA OS (AS) PROFESSORES (AS): A LUTA CONTINUA A Universidade pública brasileira está em um momento crucial. Se por um lado vive uma grande expansão com abertura de novas vagas,

Leia mais

Adicional de Pós-Graduação. Conceito

Adicional de Pós-Graduação. Conceito Adicional de Pós-Graduação Conceito A concessão do APG está condicionada à realização de curso de pós-graduação nos níveis de Especialização, Mestrado e Doutorado, que se enquadrem nas normas dos Conselhos

Leia mais

Fonte: Sepe/RJ, Dieese e IBGE Elaboração: Dieese - Subseção Sepe/RJ

Fonte: Sepe/RJ, Dieese e IBGE Elaboração: Dieese - Subseção Sepe/RJ Em praticamente todos os segmentos da sociedade, fala-se muito da importância da educação pública para o desenvolvimento de um povo, e no município do Rio de Janeiro não é diferente. Nas diversas instâncias

Leia mais

GRUPO DE TRABALHO QUE PROMOVE A CÂMARA DE NEGOCIAÇÃO DEDESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

GRUPO DE TRABALHO QUE PROMOVE A CÂMARA DE NEGOCIAÇÃO DEDESENVOLVIMENTO ECONÔMICO GRUPO DE TRABALHO QUE PROMOVE A CÂMARA DE NEGOCIAÇÃO DEDESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DESTINADA A DISCUTIR PROPOSTAS QUE INTERESSAM À CLASSE TRABALHADORA E AOS EMPRESÁRIOS EMENDA SUBSTITUTIVA GLOBAL

Leia mais

Plano de lutas do XXIII CONSINTET-UFU 2015. Conjuntura. Conjuntura Nacional e Internacional

Plano de lutas do XXIII CONSINTET-UFU 2015. Conjuntura. Conjuntura Nacional e Internacional Plano de lutas do XXIII CONSINTET-UFU 2015 Conjuntura Que o SINTET-UFU e a FASUBRA inclua no seu calendário anual atividade esportiva para a sua categoria e Base. Que o SINTET-UFU garanta em seus fóruns

Leia mais

Clipping de Notícias Educacionais

Clipping de Notícias Educacionais Os resultados do Enade são utilizados pelo MEC na elaboração do Índice Geral de Cursos (IGC) e do Conceito Preliminar de Curso (CPC), indicadores de qualidade de instituições de ensino e de seus cursos

Leia mais

Relatório do Encontro Nacional do Jurídico Sindicatos da base da CNTSS.

Relatório do Encontro Nacional do Jurídico Sindicatos da base da CNTSS. Relatório do Encontro Nacional do Jurídico Sindicatos da base da CNTSS. - Local da atividade: João Pessoa Paraíba - Dias: 15 e 16 de agosto de 2013 - Estados participantes: Diretores Jurídicos dos Sindicatos

Leia mais

Perguntas e Respostas sobre o PCCR

Perguntas e Respostas sobre o PCCR Perguntas e Respostas sobre o PCCR 1) Como é o ingresso na Secretaria Municipal de Educação? O ingresso no Quadro de Pessoal da Secretaria Municipal de Educação, assim como em toda a Administração Pública

Leia mais

ESCLARECIMENTO SOBRE A IMPLANTAÇÃO DA JORNADA DE 30 HORAS PARA ASSISTENTES SOCIAIS SEM REDUÇÃO SALARIAL

ESCLARECIMENTO SOBRE A IMPLANTAÇÃO DA JORNADA DE 30 HORAS PARA ASSISTENTES SOCIAIS SEM REDUÇÃO SALARIAL ESCLARECIMENTO SOBRE A IMPLANTAÇÃO DA JORNADA DE 30 HORAS PARA ASSISTENTES SOCIAIS SEM REDUÇÃO SALARIAL Desde a publicação da lei nº 12.317, de 27 de agosto de 2010, que estabeleceu a jornada de trabalho

Leia mais

Evento acontece na cidade de Caxambu e começa nesta sexta (18)

Evento acontece na cidade de Caxambu e começa nesta sexta (18) https://www.educacao.mg.gov.br/imprensa/noticias/178 3-educacao-amplia-interlocucao-com-representantes- do-movimento-sindical Notícia veicula no site Portal da Educação em 17/02/11 Secretária Ana Lúcia

Leia mais

Estado do Rio Grande do Norte Câmara Municipal de Natal Palácio Padre Miguelinho GABINETE DA VEREADORA AMANDA GURGEL

Estado do Rio Grande do Norte Câmara Municipal de Natal Palácio Padre Miguelinho GABINETE DA VEREADORA AMANDA GURGEL PROJETO DE LEI 103/2015 Dispõe sobre a redução do subsídio do(a) prefeito(a), do(a) vice-prefeito(a), e dos(as) vereadores(as), para o equivalente ao dobro do fixado como piso salarial nacional para os(as)

Leia mais

Pimenta no olho, e nada de reajuste salarial

Pimenta no olho, e nada de reajuste salarial Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal do Estado de Mato Grosso BOLETIM SEMANAL De 20 a 24 de outubro de 2014 Pimenta no olho, e nada de reajuste salarial O diretor do SINDIJUFE-MT Pedro

Leia mais

Proposta de reestruturação da carreira e PEC/FNDE

Proposta de reestruturação da carreira e PEC/FNDE Proposta de reestruturação da carreira e PEC/FNDE A presente proposta tem como objetivo consagrar uma carreira positiva e atraente para os servidores do FNDE, tendo como base a estrutura organizacional/institucional

Leia mais

O indicativo 2 trata de proposta de alteração estatutária visando a adequar a Entidade e o Unafisco Saúde à Resolução Normativa ANS nº 173/2008.

O indicativo 2 trata de proposta de alteração estatutária visando a adequar a Entidade e o Unafisco Saúde à Resolução Normativa ANS nº 173/2008. Considerações e Indicativos para a Assembleia Nacional de 26 de novembro de 2015 A presente Assembleia Nacional apreciará deliberações do Conselho de Delegados Sindicais (CDS) e outras proposições da Diretoria

Leia mais

Educação. Mariza Abreu 26/05/2015

Educação. Mariza Abreu 26/05/2015 Educação Mariza Abreu 26/05/2015 Fundeb Receita = R$ 132,1 bilhões = R$ 121,2 bilhões das contribuições de Estados, DF e Municípios + R$ 12,1 bilhões da complementação da União (R$ 10,9 bilhões, repassados

Leia mais

GOVERNO MANDA SUSPENDER TURNO ESTENDIDO NO INSS POR RECOMENDAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO

GOVERNO MANDA SUSPENDER TURNO ESTENDIDO NO INSS POR RECOMENDAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO GOVERNO MANDA SUSPENDER TURNO ESTENDIDO NO INSS POR RECOMENDAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO Por desconhecer totalmente a realidade do INSS, um Procurador Federal de São Paulo, expediu a RECOMENDAÇÃO Nº 04/2013,

Leia mais

INSTRUMENTOS DE TRATAMENTO DE CONFLITOS DAS RELAÇÕES DE TRABALHO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL

INSTRUMENTOS DE TRATAMENTO DE CONFLITOS DAS RELAÇÕES DE TRABALHO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasília/DF 4, 5 e 6 de junho de 2012 INSTRUMENTOS DE TRATAMENTO DE CONFLITOS DAS RELAÇÕES DE TRABALHO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL Marcela Tapajós e Silva Painel

Leia mais

SERVIDORES DO PARANÁ EM ESTADO DE GREVE

SERVIDORES DO PARANÁ EM ESTADO DE GREVE SERVIDORES DO PARANÁ EM ESTADO DE GREVE Informamos que durante o 37 Encontro Estadual de Técnicos Agrícolas, realizado em Curitiba, nos dias 24 e 25 de abril/2015, foi sinalizado pelos presentes, estado

Leia mais

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde Informativo interativo eletrônico do CNS aos conselhos de Saúde Brasília, junho de 2006 Editorial O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde A aprovação unânime do Pacto pela Saúde na reunião

Leia mais

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013 Matérias na Câmara PEC 185/2012 Acrescenta parágrafos ao art. 37 da Constituição Federal para estabelecer data certa para a revisão geral anual da remuneração dos servidores públicos e dá outras providências.

Leia mais

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados Frente Parlamentar em Defesa dos Conselheiros Tutelares é reinstalada na Câmara dos Deputados Com o objetivo de discutir e acompanhar as demandas dos Conselhos Tutelares na Câmara dos Deputados, foi reinstalada

Leia mais

MÓDULO II PISO SALARIAL PROFISSIONAL NACIONAL

MÓDULO II PISO SALARIAL PROFISSIONAL NACIONAL MÓDULO II PISO SALARIAL PROFISSIONAL NACIONAL LEGISLAÇÃO BÁSICA LEI Nº 11.738, DE 16/07/2008 1 Profissionais têm direito ao piso piso. O art. 1º e o 2º do art. 2º definem quais profissionais têm direito

Leia mais

A data base dos Servidores da Prefeitura Municipal de Sapezal será sempre em 1º de maio

A data base dos Servidores da Prefeitura Municipal de Sapezal será sempre em 1º de maio S.I.M.S SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS SAPEZAL/MT PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE SAPEZAL -20013 INTRODUÇÃO O Sindicato dos Servidores Municipais de Sapezal-SIMS/MT,

Leia mais

CAMPANHA SALARIAL 2015 CARREIRA DE REFORMA E DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO LEI 11.090/2005

CAMPANHA SALARIAL 2015 CARREIRA DE REFORMA E DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO LEI 11.090/2005 CAMPANHA SALARIAL 2015 CARREIRA DE REFORMA E DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO LEI 11.090/2005 PENDENCIAS DOS TERMOS DE ACORDO 07 de julho de 2005 Fazer gestões para no menor prazo possível assegurar adoção das

Leia mais

18 SEMANAS É PRECARIZAÇÃO SEMESTRE COM 15 SEMANAS SEMESTRE COM SEMANAS EM VEZ DE DOCENTE DOCENTE QUALIDADE. mais PRECARIZAÇÃO.

18 SEMANAS É PRECARIZAÇÃO SEMESTRE COM 15 SEMANAS SEMESTRE COM SEMANAS EM VEZ DE DOCENTE DOCENTE QUALIDADE. mais PRECARIZAÇÃO. Edição Especial Outubro de 2015 SEMANAS EM VEZ DE 18 18 SEMANAS É PRECARIZAÇÃO SEMESTRE COM 15 SEMANAS SEMESTRE COM 18 SEMANAS PESQUISA PESQUISA QUALIDADE PRECARIZAÇÃO DOCENTE DOCENTE DO TRABALHO DO TRABALHO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 52/11. Aprova Bolsa Formação do PRONATEC

RESOLUÇÃO Nº 52/11. Aprova Bolsa Formação do PRONATEC RESOLUÇÃO Nº 52/11. Aprova Bolsa Formação do PRONATEC O CONSELHO SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, e, tendo vista o contido no parecer exarado pelo

Leia mais

UNIOESTE CCET Colegiado de Matemática XXV Semana Acadêmica da Matemática 15 a 19 de Agosto de 2011

UNIOESTE CCET Colegiado de Matemática XXV Semana Acadêmica da Matemática 15 a 19 de Agosto de 2011 UNIOESTE CCET Colegiado de Matemática XXV Semana Acadêmica da Matemática 15 a 19 de Agosto de 2011 Entendendo as mordidas do leão como funciona o cálculo do imposto de renda Profa. Raquel Lehrer Todos

Leia mais

REVISÕES JUDICIAIS DE APOSENTADORIA E PENSÃO:

REVISÕES JUDICIAIS DE APOSENTADORIA E PENSÃO: REVISÕES JUDICIAIS DE APOSENTADORIA E PENSÃO: 1) Pedido de concessão de benefício na Justiça: Todo o segurado que tenha um pedido de concessão ou revisão de benefício previdenciário, que foi requerido

Leia mais

Clipping de Notícias Educacionais. Fontes: Folha de SP e UOL

Clipping de Notícias Educacionais. Fontes: Folha de SP e UOL Clipping 13/06/2012 SEMERJ www.semerj.org.br semerj@semerj.org.br Caso sua instituição ainda não seja associada ao SEMERJ, visite nosso site e descubra as vantagens em associar-se ao Sindicato das Entidades

Leia mais

RELATÓRIO DO IV ENCONTRO JURÍDICO DO SINASEFE Data: 11 e 12 de junho de 2010 Local: Hotel San Marco - Brasília/DF

RELATÓRIO DO IV ENCONTRO JURÍDICO DO SINASEFE Data: 11 e 12 de junho de 2010 Local: Hotel San Marco - Brasília/DF RELATÓRIO DO IV ENCONTRO JURÍDICO DO SINASEFE Data: 11 e 12 de junho de 2010 Local: Hotel San Marco - Brasília/DF SEXTA-FEIRA 11 de junho 09h00 Abertura 09h15 - Apresentação dos participantes 09h30 Aprovação

Leia mais

ELEIÇÕES 2008 A RELAÇÃO ENTRE VEREADORES, ADMINISTRAÇÕES PETISTAS E O MOVIMENTO SINDICAL SUGESTÕES

ELEIÇÕES 2008 A RELAÇÃO ENTRE VEREADORES, ADMINISTRAÇÕES PETISTAS E O MOVIMENTO SINDICAL SUGESTÕES ELEIÇÕES 2008 A RELAÇÃO ENTRE VEREADORES, ADMINISTRAÇÕES PETISTAS E O MOVIMENTO SINDICAL 1) INTRODUÇÃO SUGESTÕES Ao longo dos seus vinte e oito anos e com a experiência de centenas de administrações que

Leia mais

1 Informações diversas Projeto de Terceirização A Câmara dos Deputados concluiu dia 22/04 a votação do projeto de lei que regulamenta contratos de terceirização. O texto principal foi aprovado no último

Leia mais

RELATÓRIO DA PLENÁRIA NACIONAL DA FENASPS

RELATÓRIO DA PLENÁRIA NACIONAL DA FENASPS RELATÓRIO DA PLENÁRIA NACIONAL DA FENASPS Data: domingo, 12 de junho de 2016 Local: sala 11 do Hotel Nacional, em Brasília Pauta: 1. Informes Nacionais PL 4250/2015, PL 4252/2015 e PLP 257/2016, Reforma

Leia mais

PROJETO DE LEI N. O CONGRESSO NACIONAL decreta:

PROJETO DE LEI N. O CONGRESSO NACIONAL decreta: PROJETO DE LEI N Institui o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego PRONATEC, altera as Leis n. 7.998, de 11 de janeiro de 1990, n. 8.121, de 24 de julho de 1991 e n. 10.260, de 12 de julho

Leia mais

ATA DA 105ª ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA (AGE) DA ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

ATA DA 105ª ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA (AGE) DA ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA A D C E F E T - R J ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA SEÇÃO SINDICAL DA A N D E S - SINDICATO NACIONAL Av. Maracanã 229 - Rio de Janeiro - RJ - CEP

Leia mais

Gestão Democrática da Educação

Gestão Democrática da Educação Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Departamento de Articulação e Desenvolvimento dos Sistemas de Ensino Coordenação Geral de Articulação e Fortalecimento Institucional dos Sistemas de

Leia mais

ABONO DE PERMANÊNCIA E APOSENTADORIA DO PROFESSOR DA EDUCAÇÃO INFANTIL, DO ENSINO FUNDAMENTAL E DO ENSINO MÉDIO

ABONO DE PERMANÊNCIA E APOSENTADORIA DO PROFESSOR DA EDUCAÇÃO INFANTIL, DO ENSINO FUNDAMENTAL E DO ENSINO MÉDIO ABONO DE PERMANÊNCIA E APOSENTADORIA DO PROFESSOR DA EDUCAÇÃO INFANTIL, DO ENSINO FUNDAMENTAL E DO ENSINO MÉDIO VANIA MARIA DE SOUZA ALVARIM (Advogada, Estudante de pós-graduação em Direito Público, Mestre

Leia mais

MOVIMENTO UNIFICADO EM DEFESA DO SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL PREVI-RIO. Uma questão do servidor

MOVIMENTO UNIFICADO EM DEFESA DO SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL PREVI-RIO. Uma questão do servidor MOVIMENTO UNIFICADO EM DEFESA DO SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL PREVI-RIO Uma questão do servidor PREVI-RIO EM TESE (I) O Previ-Rio é o Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro,

Leia mais

A Previdência e os Docentes das Instituições Públicas

A Previdência e os Docentes das Instituições Públicas A Previdência e os Docentes das Instituições Públicas Expediente Cartilha produzida pelo Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de - ANDES-SN Setor Comercial Sul (SCS), Quadra 2, Edifício Cedro

Leia mais

Proposta de ajustes nas despesas do FAT e da Previdência. 29 de Dezembro de 2014

Proposta de ajustes nas despesas do FAT e da Previdência. 29 de Dezembro de 2014 Proposta de ajustes nas despesas do FAT e da Previdência 29 de Dezembro de 2014 Políticas para o Mercado de Trabalho nos governos Lula e Dilma 2 Aumento do poder de negociação dos trabalhadores, com forte

Leia mais

1 de 5 16/11/2011 08:20

1 de 5 16/11/2011 08:20 1 de 5 16/11/2011 08:20 Nome E-mail OK Quarta-Feira, 16 de Novembro de 2011 Palavra chave 2 de 5 16/11/2011 08:20 Home Artigos Biblioteca Revista Notícias Informativo Galeria de Fotos Humor Livro de Visitas

Leia mais

Companheiros e companheiras,

Companheiros e companheiras, Companheiros e companheiras, Utilizada sob o falso argumento de modernizar as relações de trabalho e garantir a especialização no serviço, a terceirização representa na realidade uma forma de reduzir o

Leia mais

Em defesa da Saúde pública para todos

Em defesa da Saúde pública para todos Boletim Econômico Edição nº 57 março de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Em defesa da Saúde pública para todos 1 A saúde pública faz parte do sistema de Seguridade Social

Leia mais

A CONTEE a Reforma Universitária e o Programa Universidade Para Todos.

A CONTEE a Reforma Universitária e o Programa Universidade Para Todos. A CONTEE a Reforma Universitária e o Programa Universidade Para Todos. A CONTEE, depois de uma trajetória de mais de uma década de permanente debate interno e sintonia com as entidades filiadas, se encontra

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO ASSESSORIA INTERNACIONAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO ASSESSORIA INTERNACIONAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO ASSESSORIA INTERNACIONAL REGULAMENTO GERAL PARA AFASTAMENTO DE SERVIDOR DO INSTITUTO FEDERAL GOIANO PARA

Leia mais

1) Reajuste na tabela de 19,3% (dezenove vírgula três por cento) para todos os cargos

1) Reajuste na tabela de 19,3% (dezenove vírgula três por cento) para todos os cargos Ofício Nº 138/2014 Curitiba, 14 de maio de 2014 Senhora Secretária, O SINDSAÚDE/PR - SINDICATO DOS TRABALHADORES E SERVIDORES PÚBLICOS ESTADUAIS DOS SERVIÇOS DE SAÚDE E PREVIDÊNCIA DO PARANÁ, pessoa jurídica

Leia mais

MANUAL BOLSISTA. Núcleo de Atenção Solidária NAS

MANUAL BOLSISTA. Núcleo de Atenção Solidária NAS MANUAL DO BOLSISTA Núcleo de Atenção Solidária NAS Sumário 1 - Bolsa de Estudo... 2 2 - Tipos de Bolsas de Estudo... 2 - ProUni... 2 Eventuais Programas de Bolsas de Estudo:... 2 - Vestibular Social....

Leia mais

PDE não é discutido com Servidores da Educação

PDE não é discutido com Servidores da Educação EDITORIAL PDE não é discutido com Servidores da Educação O Governo lançou seu novo Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) com muito alarde na mídia, falando sobre os milhões que vai gastar para a melhoria

Leia mais

Ministério do Trabalho assina portaria que reconhece categoria da agricultura familiar

Ministério do Trabalho assina portaria que reconhece categoria da agricultura familiar Porto Alegre. 21 de maio de 2015. Edição 008 Ministério do Trabalho assina portaria que reconhece categoria da agricultura familiar Dia 20 de maio de 2015 vai ficar marcado de maneira muito positiva para

Leia mais

COMUNICADO Nº 18 25 DE JUNHO DE

COMUNICADO Nº 18 25 DE JUNHO DE COMUNICADO Nº 18 25 DE JUNHO DE 2015 O Comando Nacional de Greve, no Dia Nacional de Lutas, Mobilizações e Paralisações dos SPF s, realizou duas atividades externas (ato na Câmara dos Deputados e vigília

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 12/05/2008 (*) Portaria/MEC nº 561, publicada no Diário Oficial da União de 12/05/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

Relatório de Particiçação da ADUFERPE no Seminário Nacional Sobre a Estrutura Organizativa do ANDES-SN

Relatório de Particiçação da ADUFERPE no Seminário Nacional Sobre a Estrutura Organizativa do ANDES-SN Relatório de Particiçação da ADUFERPE no Seminário Nacional Sobre a Estrutura Organizativa do ANDES-SN Representantes da ADUFERPE: Cícero Monteiro de Souza (Recife); Levy Paes Barreto (Diretoria-Recife);

Leia mais

Reajuste Salarial. Cláusulas do PGCR

Reajuste Salarial. Cláusulas do PGCR PROPOSTA FINAL DO ONS PARA CELEBRAÇÃO DO ACT 2013/2014 FNE/FENTEC - CLÁUSULA 2ª INTERSINDICAL - CLÁUSULA 1ª Reajuste Salarial Reajustar os salários dos empregados com o acumulado do IPCA do período de

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFBA PROGRAMA DE ASSITÊNCIA E APOIO AOS ESTUDANTES EDITAL Nº 001/2015

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFBA PROGRAMA DE ASSITÊNCIA E APOIO AOS ESTUDANTES EDITAL Nº 001/2015 POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFBA PROGRAMA DE ASSITÊNCIA E APOIO AOS ESTUDANTES EDITAL Nº 001/2015 1. ABERTURA O Diretor Geral do IFBA Campus Jacobina, no uso de suas atribuições, faz saber que,

Leia mais

ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS

ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS PREFEITURA FAZ INFORMATIVO DA PREFEITURA DE CONTAGEM CONTAGEM - Nº 23 - JUNHO - 2010 ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS Prefeitura valoriza servidores para melhorar qualidade dos serviços Nos últimos cinco anos,

Leia mais

Aspectos Gerais sobre a Aplicação da Lei 11.738/08 a. Ericksen Prätzel Ellwanger Assessor jurídico da FECAM

Aspectos Gerais sobre a Aplicação da Lei 11.738/08 a. Ericksen Prätzel Ellwanger Assessor jurídico da FECAM Aspectos Gerais sobre a Aplicação da Lei 11.738/08 a partir da ADI 4167 Ericksen Prätzel Ellwanger Assessor jurídico da FECAM A Lei 11.738/2008 A Lei nº 11.738, de 17/7/2008, instituiu o piso salarial

Leia mais