MANUAL DE GERENCIAMENTO SISTEMA VOIP VIRGOS (TARIFADOR)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE GERENCIAMENTO SISTEMA VOIP VIRGOS (TARIFADOR)"

Transcrição

1 MANUAL DE GERENCIAMENTO SISTEMA VOIP VIRGOS (TARIFADOR)

2 Sumário Introdução Visão Geral Cadastrando Clientes Criando contas no sistema Criando um acesso SIP/IAX (número voip) Cadastrando Troncos (Operadoras) Cadastrando as informações de conexão para um tronco (ip,usuário, senha, etc...) Cadastrando o tronco Tarifação Descrição geral Tariffgroup Criando um Tariffgroup Listando Tariffgroup's cadastrados Associando um Tariffgroup a um cliente Ratecard Criando um Ratecard Listando Ratecard's cadastrados Associando um Ratecard a um Tariffgroup Tarifas (rotas) Criando uma Tarifa Listando e editando tarifas existentes Importando uma tabela de tarifas de uma planilha Agendamento de tarefas para débito/crédito de clientes periodicamente Billing Creditando um cliente Cadastrando pagamentos efetuados pelos clientes Visualizando pagamentos Verificando a situação financeira dos clientes Vouchers Descrição Criando um Voucher

3 6.5.3-Criando vouchers em lote Relatórios Relatório geral Fatura Comparar Ligações Tráfego mensal Tráfego diário Relatório por cliente Manutenção Backup / Download Logs Teste de DTMF Customizar Layout do Cliente Configurações Chave de Acesso ao WebService Exibição do tempo de chamadas Configurações SMTP Dados para emissão de Boleto(*) Pesonalizar os logos da Área Administrativa Valor Mínimo para Fechamento Automático Monitoramento Asterisk Console Usuários conectados SIP Usuarios conectados IAX Chamadas em andamento: Matar ligações e reiniciar Asterisk Ping Gráficos Revendas Revenda por Comissão Adicionar Revenda Comissionada Revenda-Master Adicionar Revenda Master Listar Revenda Master/Comissionada Deletar Revenda Configuração dos Administradores Adicionar Adicionar Admin Parcial Listar Admin e Admin Parcial

4 Introdução Este manual apresenta as principais funcionalidades do sistema Voip Virgos, versão tarifador. O sistema é baseado no software a2billing (www.asterisk2billing.org) e é distribuído sob licença GPL, assim como o original. Não é tratado neste documento passos para instalação do sistema e sim para o seu gerenciamento. Esta documentação, desenvolvida pela Virgos, pode ser distribuída gratuitamente, desde que mantida sua forma e a referência à empresa autora. Verifique sempre a última versão disponível deste documento em Customizações, consultorias, treinamentos e outros serviços sempre podem ser solicitados conosco. O contato pode ser feito via: Virgos Tecnologia da Informação S/S Episcopal, 1763 São Carlos SP (16)

5 1 Visão Geral O sistema trabalha basicamente com o cadastramento de troncos de saída para as chamadas, rotas e clientes. É possível trabalhar com várias operadoras simultaneamente no sistema, onde cada operadora será um tronco no sistema. O que torna isto possível é o cadastramento de rotas no sistema, rotas são definidas atráves de prefixos de discagem e para cada rota definimos um tronco de saída. As rotas possuem diversas propriedades, como por exemplo, valor pago por minuto na rota e valor que será cobrado pela rota. Abaixo um diagrama mostrando a relação entre cliente, rotas e troncos. No cadastro de clientes, é cadastrado primeiramente uma conta que detém as informações do cliente, como: nome, endereço, enfim, os dados cadastrais do cliente. É nesta conta que atribuímos os créditos ao cliente. Para cada conta existente podemos criar vários números voip, estes conhecidos no sistema como sip/iax friends. Os termos SIP e IAX indicam o protocolo de comunicação utilizado pelo dispositivo (ata, softphone, voipphone) utilizado na comunicação. Observamos também no digrama acima outros dois termos: tariffgroup e ratecard. 4

6 Os ratecard's são na verdade um grupo de tarifas (rotas). No cadastramento das tarifas umas das propriedades indicadas é em qual dos ratecard's existentes no sistema ela será inserida. Os tariffgroup's podem ser considerados como os planos de venda praticados no sistema, dentro dos tariffgroup's inserimos os ratecard's criados no sistema. Com o cadastro de tariffgroup's e ratecard's podemos então associar um cliente a um tariffgroup. Desta forma, poderíamos por exemplo, criar um plano com tarifas reduzidas para clientes empresariais e manter clientes residenciais em um tariffgroup com tarifação comum. Abaixo é apresentado outro diagrama, agora demonstrando o funcionamento do sistema com um cadastramento básico de clientes, rotas e troncos. 5

7 1 ATA configurado para conectar se ao servidor com os dados do acesso criado no servidor (sip friend). Considerando que o ATA esteja autenticado no servidor, quando o cliente efetuar uma ligação o ATA enviará número discado para o servidor. 2 O sistema verificará então que este acesso sip está associado ao cliente 'Empresa1'. 3 Nesta fase é verificado a qual tariffgroup o cliente 'Empresa1' está associado, que no caso é o tariffgroup 'Empresarial'. 4 O sistema fará uma comparação do número discado pelo cliente com todas as tarifas existentes nos ratecard's atribuídos ao tariffgroup Empresarial, vale ressaltar que sempre será selecionada a tarifa que seja mais completa em relação ao número discado pelo usuário. Por exemplo, caso o usuário disque , será procurada por tarifas cujo prefixo definido seja , caso não exista, serão procuradas por tarifas 6

8 , depois , depois , depois e assim sucessivamente, até que algo seja encontrado. Caso exista mais de uma tarifa cadastrada com o mesmo prefixo, será escolhida a de menor custo. Selecionada a tarifa, o sistema então enviará a chamada para o tronco correspondente a tarifa selecionada. 5 Chegamos então ao final do processo, onde já sabemos para qual tronco enviar a ligação. Basta agora resgatarmos as informações de autenticação do tronco escolhido, tais informações estão no sip friend determinado no campo 'ip ou nome do friend' no cadastro do tronco. 6 E aqui, finalmente enviamos a chamada para a operadora. 7

9 2 Cadastrando Clientes 2.1 Criando contas no sistema Para cadastrar um cliente, vá em 'Adicionar Cliente' que está localizado no menu 'Clientes'. Abaixo a descrição dos campos disponíveis no formulário de cadastro: Número: Número gerado automaticamente pelo sistema, código único para identificação da conta Apelido: É o nome de usuário utilizado para o cliente acessar a interface de consulta de saldo desta conta. Este campo só aceita caracteres numéricos. Senha via Web: Senha utilizada para acesso a interface de consulta de saldo. Crédito: Este campo possibilita definir um crédito inicial para o cliente, porém o sistema não contabiliza o valor como um crédito a ser pago pelo cliente. Aviso de crédito: Valor para o aviso de crédito baixo. Revendedor: Este campo determina à quem este cliente pertence. Caso seja selecionado algum revendedor, ele terá acesso a este cliente. Língua: idioma do cliente. Tariffgroup: Neste campo é definido qual tariffgroup o cliente utilizará para efetuar suas ligações. Campanhas de Áudio(*): Este campo define se este cliente tem acesso às campanhas de áudio. Campanhas de SMS(*): Este campo define se este cliente tem acesso às campanhas de sms. 8

10 Callcenter(*): Este campo define se este cliente tem acesso ao Callcenter. Ativo: estado da conta, possíveis valores: sim: conta ativada, ligações feitas normalmente (caso o cliente tenha créditos). não: conta desativada, utilização da conta bloqueada. Acesso simultâneo: Defina se esta conta poderá realizar mais de um acesso simultâneo. Moeda: moeda corrente do cliente. Executar tarefas periódicas: o sistema permite o agendamento de tarefas de débito, caso exista alguma, defina aqui se tais tarefas serão aplicadas nesta conta. Tipo: tipo de conta, Pré Pago ou Pós Pago. Limite de Crédito: Caso a conta seja do tipo pós pago, deve se definir aqui um limite de utilização de crédito. Data primeiro uso: data da primeira utilização da conta. Inserido automaticamente pelo sistema. Data da última chamada realizada: data da última vez que o cliente efetuou uma chamada. Inserido automaticamente pelo sistema. Ativar expiração: É possível definir uma data para expiração da conta. As seguintes opções estão disponíveis: Não expirar: A conta nunca expira. 9

11 Expirar em uma data: a conta expira na data informada no campo data de expiração. Expirar alguns dias após o primeiro uso: A conta expira após o número de dias informado no campo dias para expirar, contando após o data do primeiro uso. Expirar alguns dias após a criação: Expira a conta após o número de dias informado no campo dias para expirar, contando após a data de criação (cadastro). Data de expiração: Defina uma data de expiração para a conta, se o campo Ativar expiração estiver ativo. Dias para expirar: Defina o número de dias para a conta expirar, calculo baseado na definição do campo Ativar expiração. Sobrenome: sobrenome do cliente. Primeiro nome: primeiro nome do cliente. E mail do cliente. 2: Campo adicional para e mail do cliente, caso seja necessário. Endereço: Endereço do cliente. Bairro: Bairro do cliente. Cidade: Cidade do cliente. Estado: Estado do cliente. País: País do cliente. 10

12 CEP: CEP do cliente. DDD: Área do telefone do cliente. Informando a área local, o cliente não precisará discá lo para efetuar chamadas para localidades com este DDD. Telefone: Telefone do cliente. Telefone2: Campo adicional para telefone do cliente, caso seja necessário. Pessoa para contato: Nome da pessoa para quando for necessário fazer contato. FAX: Fax do cliente. Documento (CPF/CNPJ): CPF/CNPJ do cliente. Empresa: Nome da empresa do cliente. Inscrição Estadual: Número da inscrição estadual do cliente. Em uso: Usado para debug, este valor será maior que 0 se o cartão estiver em uso. Caso a aplicação trave por algum motivo então o ficara marcado como >0. Neste caso, pode se marcar de volta ao 0 para liberar o uso futuro. Gravação(*): Ativar a gravação de chamadas para este cliente. Data do último Fechamento: Data em que ocorreu o último fechamento da conta deste cliente. Inserido automaticamente pelo sistema. Período de Fechamento: Período de dias entre cada fechamento. Disponível apenas se a conta for do tipo pós paga. Período de Vencimento: Período de dias para vencimento do boleto. Disponível apenas se foi selecionado um Período de Fechamento. 11

13 Observações: Campo livre onde pode ser inserido observações sobre o cliente. (*) Necessário adquirir estes serviços. Entre em contato com nosso Setor Comercial para maiores detalhes. 2.2 Criando um acesso SIP/IAX (número voip) É neste cadastro que criamos os acessos que serão utilizados nos dispositivos. Para cadastrar um acesso, no menu Clientes clique em Adicionar SIP friend (para um dispositivo que utilize o protocolo SIP) ou em Adicionar IAXfriend (para um dispositivo que utilize o protocolo IAX). Name: identificação do acesso. É através deste número que o acesso receberá chamadas. Tipo: tipo de sip friend, no caso de clientes utilize o padrão friend, a definição peer é utilizada somente no cadastramento de operadoras. Username: nome de usuário que será utilizado para este acesso se autenticar no sistema. Normalmente igual a 'name'. Cartão associado: número da conta à qual este acesso será associado. Regexten: Se for preenchido deve ser igual ao username. Callerid: Identificação do usuário, a que aparece na BINA. Amaflags: Deixe como 'billing' para as chamadas serem registradas. Senha: senha que será utilizada para autenticação deste acesso no sistema. MD5Secret: Senha pré criptografada (quase não usado). NAT: defina se o dispositivo que utilizará este acesso esta em uma rede que utilize NAT. 12

14 DTMFMode: Deixe como RFC2833. Qualify: se habilitada, o sistema irá fazer uma verificação do status deste acesso regularmente. Se a latência do servidor for muito alta ou ele não suportar 'qualify' ele pode se tornar UNREACHABLE, impedindo que ligações saim pela operadora usada. Desabilite e ele deverá funcionar. Canreinvite: Determina se durante uma chamada, o sistema deve tentar fazer com que origem e destino comuniquem se diretamente, com o objetivo de liberar o tráfego do sistema. Disallow: Codecs que não serão permitidos, deixe como 'all'. Allow: define quais codecs poderão ser utilizados por este acesso. Os codecs mais conhecidos estão definidos em ordem de prioridade. Host: Deixe dynamic no caso de usuários com ip dinâmico. Você precisa preecher este campo apenas no caso das operadoras/troncos. Callgroup: Deixe em branco. Context: Contexto ao que o SIP está atrelado, normalmente 'callingcard'. Defaultip: Usado para definir um IP para um SIP antes que o ATA se registre com o Asterisk. Normalmente deixado em branco. Fromuser: Se estiver cadastrando uma operadora/tronco, coloque aqui o mesmo valor do campo USERNAME, isto é, o usuário que vc usa para conectarse nela. Fromdomain: Força um domínio nas mensagens entre os SIPs. Insecure: Define como manipular a conexão entre os peers. Normalmente 'no' (default) para SIPs e pode ser 'very' para alguns troncos/operadoras. 13

15 Language: Código de duas letras indicando o país, isto influencia nos toques e tons usados. Para o Brasil é br, normalmente fica em branco. Mailbox: Extensão do Voic , válido apenas para SIPs do tipo peer. Permit, Deny, Mask: Restringem ou permitem IPs. Pickupgroup: Grupo que pode pegar chamadas de outros usuários usando *8. É necessário que a extensão *8 esteja configurada corretamente. Port: Porta em que o SIP responde. Restrictcid: Não é usado. RTPTimeout: Termina uma chamada se houver mais de N segundos de inatividade na chamada quando o telefone não estiver em espera. Válido somente para SIPs do tipo igual a peer. RTPHoldTimeout: Termina uma chamada depois de N segundos de inatividade em uma chamada em espera. Musiconhold: Uma das classes especificadas no arquivo musiconhold.conf. Normalmente não usado aqui. Regseconds: Número de segundos antes do peer se registrar. Válido apenas para entradas em tempo real e normalmente é deixado em branco. IP Addr: IP do SIP, válido para conexões em tempo real. Deixe em branco. CanCallForward: Deixe em yes. DDD: Código da área deste SIP/IAX. Call limit: Limite de chamadas que este SIP/IAX pode efetuar simultaneamente. 14

16 15

17 3 Cadastrando Troncos (Operadoras) 3.1 Cadastrando as informações de conexão para um tronco (ip,usuário, senha, etc...) Este cadastro é normalmente utilizado para troncos que fazem autenticação através de usuário e senha. Para este cadastro insira um SIP client (veja em 2.2 Criando um acesso SIP/IAX (número voip) ). Abaixo a descrição dos campos necessários. Name: nome para identificação do tronco no sistema, livre escolha. Tipo: o tipo de acesso que estamos cadastrando, no caso de operadoras defina peer. Username: insira o nome de usuário fornecido pela operadora. Caso a autenticação seja feita através do IP do servidor, deixe este campo em branco. Senha: insira a senha oferecida pela operadora. Caso a autenticação seja feita através do IP do servidor, deixe este campo em branco. Qualify: Defina se o sistema deve fazer uma verificação regularmente do status da operadora. Algumas operadoras não suportam este parâmetro, se este for o caso defina 'no' neste campo. Host: insira o IP ou o domínio da operadora. Fromuser: Defina o mesmo valor informado no campo username. 3.2 Cadastrando o tronco 16

18 Para criar um novo tronco, clique em Adicionar localizado no menu Troncos. Abaixo a descrição dos campos utilizados: Código do tronco: insira um nome para identificação deste tronco. Adicionar prefixo: algumas operadoras necessitam do prefixo '011' antes do número discado, este campo possibilita que o prefixo seja adicionado automaticamente ao número discado (*). Remover prefixo: remove um ou mais dígitos discados pelo usuário. Protocolo: Tipo de protocolo usado para conectar se ao tronco. Sua operadora lhe fornecerá este parametro. Os valores possíveis são: SIP, IAX2 e ZAP. IP ou nome do friend: indique aqui o nome do sip friend criado para esta operadora, ou informe o IP ou domínio caso a operadora possua a facilidade de autenticação através do IP. Parametros Adicionais: Usados nos comandos Dial do asterisk. Geralmente não é necessário. Tronco secundário, em caso de falhas: podemos definir aqui tronco dentre os cadastrados no sistema para que assuma as chamadas destinadas a este (cadastro atual), caso ele não consiga completa las. Crédito no tronco: usado para controlar quanto crédito você tem com a operadora. Conforme as ligações saírem pelo tronco o crédito diminui. Quando você colocar mais créditos na operadora você atualiza aqui. Este campo serve apenas para seu controle não influenciando no sistema de tarifas. 17

19 4 Tarifação 4.1 Descrição geral A tarifação é constituída por 3 elementos, tariffgroup's, ratecard's e tarifas, onde os tariffgroup' são os planos de venda do sistema, a cada cliente do sistema é associado um tariffgroup. Associamos então a um tariffgroup um ou mais ratecard's, que são grupos de tarifas. Inserimos então, dentro dos ratecard's, as tarifas, que são uma definição de cada rota (prefixo) que desejamos permitir ligações dentro do sistema. As tarifas possuem diversas propriedades, como: prefixo, valor de compra e venda na rota, tronco de destino para a rota, dentre outras. Veja abaixo uma figura demonstrando a associação como deve ser feita no sistema. 4.2 Tariffgroup Criando um Tariffgroup Para criar um Tariffgroup, clique em Adicionar Tariffgroup no menu Tarifas. Abaixo a descrição do formulário de cadastro de um tariffgroup. Nome: defina o nome do Tariffgroup. 18

20 Tipo: este campo define como o sistema deve agir quando encontrar duas rotas iguais, porém com tarifas diferenciadas. As opções são: LCR opta pela rota que possua o menor custo para você, LCD opta pela rota que possua o menor custo para seu cliente. Remover prefixo internacional: defina se as tarifas dos ratecard's que serão associados a este Tariffgroup possuem os prefixos internacionais '011' ou '00' Listando Tariffgroup's cadastrados Para listar os Tariffgroup's cadastrados no sistema, vá em Listar/Editar Tariffgroup, localizado no menu Tarifas. Será apresentada a lista de todos os Tariffgroup's cadastrados no sistema e suas principais informações. É possível editar e apagar qualquer tariffgroup criado clicando nos botões 'editar' e 'deletar' Associando um Tariffgroup a um cliente. A associação dos clientes com os Tariffgroup's é feita editando o cadastro no cliente (menu Clientes, Lista de Clientes/Cartões ) e alterando o campo Tariffgroup do cliente. 4.3 Ratecard Criando um Ratecard Para criar um novo ratecard, clique em criar Adicionar Ratecard, localizado no menu Tarifas. Os campos envolvidos no cadastro estão descritos abaixo. Nome: defina o nome que será utilizado para identificar o Ratecard. 19

21 Data inicial: inicio da validade deste Ratecard. Data final: final da validade do Ratecard. Tronco: define se um tronco padrão para as tarifas que estarão dentro do Ratecard. Porém isso não restringe que todas as tarifas dentro do ratecard saiam pelo tronco definido aqui. O tronco de cada tarifa pode ser editado na própria tarifa. Descrição: apenas um campo para comentários explicativos do ratecard. Não é obrigatório. DNID: não deve ser alterado o valor padrão Listando Ratecard's cadastrados Para listar os Ratecard's cadastrados no sistema, vá em Listar/Editar Ratecard, localizado no menu Tarifas. Será apresentada a lista de todos os Ratecard's cadastrados no sistema e suas principais informações. É possível editar e apagar qualquer ratecard criado clicando nos botões 'editar' e 'deletar' Associando um Ratecard a um Tariffgroup Isto é feito na edição do Tariffgroup em que o Ratecard será associado. Um tariffgroup pode possuir uma lista de ratecard associados, que também são conhecidos como tariffplan's. Na edição do tariffgroup temos a lista de ratecards associados, pode se remover os ratecards já associados e associar novos ratecards. 4.4 Tarifas (rotas) 20

22 4.4.1 Criando uma Tarifa Para criar uma nova tarifa, clique em Adiconar Tarifa no menu Tarifas. No cadastramento de tarifas é definido para onde o sistema fará ligações (prefixos), qual operadora utilizar e os valores praticados para cada destino. Abaixo a descrição dos campos do formulário de cadastro da tarifa: Ratecard: defina a qual ratecard a tarifa deve ser inserida. Prefixo de Discagem: defina o prefixo da rota. É possível criar tanto rotas mais abrangentes e rotas mais especificas, dependendo da necessidade de diferenciação na tarifação. Por exemplo, poderíamos criar uma rota para todos os destinos do Brasil informando neste campo apenas o '55'. Outra possibilidade seria criar uma rota para cada DDD, ex: 5516, Caso queira diferenciar tarifas com destinos celular ou fixo, é preciso criar rotas específicas que determinem essa diferença, alguns exemplos: 55119, 55118, e Destino: uma descrição para a rota, ex: Brasil. Por quanto você compra: defina o valor pago na rota à operadora. Tempo mínimo que você paga na chamada: defina o tempo mínimo de tarifação aplicado pela operadora. Ex: Uma operadora que aplique uma tarifa nos primeiros 30 segundos, após isso a cada 6 segundos. Em blocos de quantos segundos você paga: o período de tempo em que a tarifa é aplicada após a tarifação mínima. Quanto você cobra?: O valor que será aplicado ao cliente nesta rota. Tempo mínimo de tarifação: o tempo mínimo em que a tarifa será aplicada ao cliente. De quantos em quantos segundos você tarifa o cliente: defina o período em que será feita a tarifação no cliente após o período mínimo. 21

23 Custo por conexão: possibilita tarifar o cliente na conexão da chamada, além do tempo total utilizado. Custo por desconexão: possibilita tarifar o cliente na desconexão da chamada, além do tempo total utilizado. Data inicial: data de inicio do período de validade da tarifa. Data final: data final do período da validade da tarifa. Dias de semana: dias da semana em que a tarifa será válida. Tronco: define para qual tronco a chamada deve ser redirecionada. Música de espera: altera o tom de discagem para uma música. O valor No music on hold mantém o tom de discagem convencional Listando e editando tarifas existentes Após o cadastramento das tarifas, alterações poderão ser feitas atráves do menu Editar Ratecard, localizado no menu Tarifas. Um campo de seleção contendo os ratecards existentes no sistema é apresentado. Listadas as tarifas de um Ratecard temos a opção de editá las ou apagá las, clicando nos respectivos botões. Os campos são os mesmos da criação da tarifa. 4.5 Importando uma tabela de tarifas de uma planilha O sistema oferece também, a funcionalidade de fazer o cadastramento das tarifas baseando se em dados de planilha eletrônica (Excel, OpenOffice). Abaixo o modelo da tabela de tarifas: São Carlos Fixo São Carlos Celular

24 55169 São Carlos Celular São Paulo Geral Rio de Janeiro Geral Temos então uma tabela com algumas rotas definidas. Veja que foram definidos os mesmos campos do cadastramento comum de uma tarifa, são eles: prefixo, destino, preço de venda, tempo mínimo de venda, tempo adicional de venda, preço de compra, tempo mínimo de compra e tempo adicional de compra. O último passo na preparação da tabela é salvá la no formato de arquivo csv. Para isso, utilizamos a opção salvar como geralmente localizada no menu arquivo. No Excel, selecione o tipo de arquivo CSV (MS DOS), é normal o Excel emitir alguns avisos portanto confirme os para finalizar a operação. Em outro editor, selecione a opção Texto CSV, edite as configurações de filtro deixando ; como delimitador de campo e delimitador de texto em branco. Com a planilha salva no formato CSV, podemos executar a importação. No menu Tarifas, vá em Importar Ratecard, os passos são descritos abaixo: Escolha qual ratecard quer importar: Selecione o ratecard em que as tarifas da tabela serão importadas. Tronco a usar: Determine qual será o tronco de saída para as tarifas. Em seguida devemos informar como as informações estão dispostas no arquivo csv. As primeiros 3 colunas do arquivo já estão pré selecionadas e são campos obrigatórios para a importação, são eles: Dialprefix: prefixo de discagem (ex.: 5511). Destination: uma descrição para a tarifa (ex.: Brasil São Paulo). Rate intial: o preço de venda aplicado na rota. Na seqüência, podemos informar alguns dados opcionais, como: 23

25 Buyrate: o preço de compra para rota. Buyrateinitblock: tempo mínimo de compra aplicado na rota. Buyrateincrement: o tempo adicional de compra aplicado na rota. Initblock: tempo mínimo de venda aplicado na rota. Billingblock: tempo adicional de venda aplicado na rota. Connect charge: taxa de conexão. Disconnect charge: taxa de desconexão. Considerando a utilização de arquivo seguindo o modelo aqui apresentado, teríamos a seguinte seqüência a determinar. campos obrigatórios 1 dialprefix. 2 destination. 3 rateinitial. campos opcionais 4 initblock. 5 billingblock. 6 buyrate. 7 buyrateinitblock. 8 buyrateincrement. Feito isso, indicamos ao sistema qual o arquivo a utilizar na importação, para isso clique no botão arquivo, em seguida clique em importar. A tela seguinte nos apresenta uma comparação entre o que foi determinado na tela anterior e os valores encontrados na primeira linha do arquivo csv. Estando tudo certo, carregue o arquivo novamente e clique em 'continuar importação' para finalizar o processo. 24

26 25

27 5 Agendamento de tarefas para débito/crédito de clientes periodicamente Esta é uma funcionalidade em que podemos agendar tarefas para realizar débito ou crédito dos clientes automaticamente, em um intervalo de tempo determinado. Para criar uma tarefa periódica, vá em Adicionar Tarefas no menu Execuções Periódicas, abaixo a descrição dos campos disponíveis no cadastro da tarefa: Nome: Defina um nome para a tarefa. Valor: Defina o valor que será debitado/creditado de cada cliente. As opções são: valores positivos: debita créditos das contas atingidas pela execução. valores negativos: credita as contas atingidas pela execução. Ação no cartão: Nesta opção é possível escolher se o cartão do cliente deve ser desativado e se seus créditos serão retirados quando ele for afetado pela tarefa periódica. As opções são: Apenas retirar os créditos acima inseridos. Apenas desativar o cartão sem retirar os créditos. Desativar e retirar os créditos acima inseridos. Retirar todos os créditos acima inseridos. Periodicidade: o intervalo de tempo em que a tarefa deve ser executada. Ex: diariamente, a cada 10 dias, a cada 30 dias, todo dia x do mês e etc... Dia: Caso tenha sido selecionada a opção Todo dia X do mês no item anterior, deve se indicar neste campo em qual dia ela será executada. Regra: É determinar também que a tarefa somente seja executada caso a regra aqui definida seja verdadeira, as opções são: O usuário não usa o cartão desde N dias. 26

28 O usuário usou o cartão nos últimos N dias. Recarga de créditos não realiazada nos últimos N dias. Cartão possui apenas 1 sip friend. Cartão possui 2 ou mais sip friends. Apenas neste tariffgroup. Movimentação em aberto vencido por N dias. Usuário efetuou menos de N recargas no mês passado. Número de dias: campo utilizado para definição de N dias do campo regra. Caso for utilizada a regra Apenas neste tariffgroup, deve se definir neste campo qual o ID do tariffgroup que a tarefa afetará. Caso for utilizada a regra Usuário efetuou menos de N recargas no mês passado, deve se definir neste campo o número de recargas que será utilizada. Parar de executar: Não executa a tarefas nos clientes que se encaixem da regra aqui definida Nunca. O crédito da conta chegou a zero. Máximo de execuções alcançado. Máximo de execuções por cartão: determina o valor para o campo máximo de execuções alcançado, da opção parar de executar. Tipos dos cartões: Este campo define o tipo do cartão que a tarefa irá afetar. Suas opções são: Pré pago; Pós pago; Ambos. Status: estado da tarefa, ativa ou inativa. E mail para envio de relatório: indique um envio de um relatório contendo os resultados da execução da tarefa. 27

29 OBS: a tarefa somente será aplicada aos clientes que estiverem com a opção Executar tarefas periódicas ativada em seu cadastro. 28

30 6 Billing 6.1 Creditando um cliente Para creditar um cliente, vá em Creditar cliente, localizado no menu Billing. Indique o número do cliente e a quantia a ser creditada. Pode ser inserido também um comentário junto ao crédito que está sendo efetuado. Em seguida clique em Creditar valor ao cartão associado. 6.2 Cadastrando pagamentos efetuados pelos clientes O cadastramento de pagamentos dos clientes é efetuado para facilitar o gerenciamento do sistema, quanto a quantias pagas e quantias à pagar. Está localizado no menu Billing em Cadastrar pagamentos. Para cadastrar uma pagamento informamos o username do cliente que efetuou o pagamento e a quantia que foi paga, além de ser possível também inserir um comentário sobre o pagamento. É possível escolher o username do cliente clicando no botão laranja, onde será exibida uma lista para seleção. 6.3 Visualizando pagamentos Nesta opção, localizada no menu Billing em Listar Pagamentos, podemos conferir todos os pagamentos efetuados no sistema, com os dados do cliente que efetuou o pagamento, a data do pagamento, o valor pago e o comentário associado. Caso você possua o serviço de boletos(*), aparecerá também o campo Status do pagamento, que indica se o boleto já está pago ou à confirmar. 6.4 Verificando a situação financeira dos clientes Nesta tela podemos visualizar todas as informações relacionadas a questões financeiras para cada cliente do sistema. A opção chama se Situação Financeira e esta localizada no menu Billing. Temos então listados todos os clientes do sistema, o total de crédito atual, a quantia total já creditada, o total pago e o valor total à pagar. 29

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

Omega Tecnologia Manual Omega Hosting

Omega Tecnologia Manual Omega Hosting Omega Tecnologia Manual Omega Hosting 1 2 Índice Sobre o Omega Hosting... 3 1 Primeiro Acesso... 4 2 Tela Inicial...5 2.1 Área de menu... 5 2.2 Área de navegação... 7 3 Itens do painel de Controle... 8

Leia mais

Resumo das funcionalidades

Resumo das funcionalidades Resumo das funcionalidades Menu MENU Dados Cadastrais Atualizar Cadastro Troca Senha Grupo Usuários Incluir Atualizar Funcionários Incluir Atualizar Atualizar Uso Diário Importar Instruções Processar Status

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

COFANET. Guia do Usuário Para Seguro de Crédito. https://cofanet.coface.com/portalviewweb/

COFANET. Guia do Usuário Para Seguro de Crédito. https://cofanet.coface.com/portalviewweb/ COFANET Guia do Usuário Para Seguro de Crédito https://cofanet.coface.com/portalviewweb/ 1 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 4 1.2 Produtos e características do Cofanet... 4 2. ACESSO AO COFANET... 4 2.1 Entrada

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

A Plataforma VoIP SAU é um sistema de controle bem completo com dois níveis de hierarquia: Administrador e Cliente Final;

A Plataforma VoIP SAU é um sistema de controle bem completo com dois níveis de hierarquia: Administrador e Cliente Final; PLATAFORMA VOIP SAU A Plataforma VoIP SAU é um sistema de controle bem completo com dois níveis de hierarquia: Administrador e Cliente Final; 1. Página Inicial a. Apresenta informações do sistema como:

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

Tutorial Administrativo (Backoffice)

Tutorial Administrativo (Backoffice) Manual - Software ENTRANDO NO SISTEMA BACKOFFICE Para entrar no sitema Backoffice, digite no seu navegador de internet o seguinte endereço: http://pesquisa.webbyapp.com/ Entre com o login e senha. Caso

Leia mais

Manual TDMax Web Commerce VERSÃO: 0.1

Manual TDMax Web Commerce VERSÃO: 0.1 Manual TDMax Web Commerce VERSÃO: 0.1 Sumário Visão geral Bilhetagem Eletrônica... 3 1 TDMax Web Commerce... 4 1.1 Requisitos e orientações gerais... 4 2 Acesso... 5 2.1 Como realizar um cadastro usuário

Leia mais

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO MANUAL VTWEB CLIENT URBANO A marca do melhor atendimento. Conteúdo... 2 1. Descrição... 3 2. Cadastro no sistema... 3 2.1. Pessoa Jurídica... 3 2.2. Pessoa Física... 5 2.3. Concluir o cadastro... 6 3.

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO MANUAL DE UTILIZAÇÃO Módulo de operação Ativo Bem vindo à Vorage CRM! Nas próximas paginas apresentaremos o funcionamento da plataforma e ensinaremos como iniciar uma operação básica através do nosso sistema,

Leia mais

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg.

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg. Sumário 1. Tela de Acesso pg. 2 2. Cadastro pg. 3 3. Abas de navegação pg. 5 4. Abas dados cadastrais pg. 5 5. Aba grupo de usuários pg. 6 6. Aba cadastro de funcionários pg. 7 7. Pedidos pg. 12 8. Cartões

Leia mais

3 - Tela Principal. Itens importantes da página

3 - Tela Principal. Itens importantes da página SUMÁRIO 1 1 - Conceitos Gerais O CRQ é um sistema de controle de qualidade utilizado na etapa de recrutamento de estudos de natureza qualitativa. Ele é um banco de dados que tem como principal objetivo

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA A Serveloja soluções empresariais é uma empresa de tecnologia, especialista em consultoria, serviços financeiros e softwares. Disponibilizamos diversas soluções de cobranças

Leia mais

Introdução O VoIP. O Sistema. Funcionamento. Painel Administrativo.

Introdução O VoIP. O Sistema. Funcionamento. Painel Administrativo. Manual VoIP Sumário Introdução...2 O VoIP...2 O Sistema....2 Funcionamento....2 Painel Administrativo....2 Adicionar Créditos....3 Relatório de Clientes....5 Relatório de Chamadas....6 Sistema de Revenda....7

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Home -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 7 2. Cadastros -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 Pela grande necessidade de controlar a internet de diversos clientes, a NSC Soluções em Informática desenvolveu um novo produto capaz de gerenciar todos os recursos

Leia mais

SERVIDOR HOTSPOT PARA HOTÉIS/POUSADAS - SMARTWEB MANUAL DE OPERAÇÕES

SERVIDOR HOTSPOT PARA HOTÉIS/POUSADAS - SMARTWEB MANUAL DE OPERAÇÕES SERVIDOR HOTSPOT PARA HOTÉIS/POUSADAS - SMARTWEB MANUAL DE OPERAÇÕES O SMARTWEB é um servidor baseado na plataforma Mikrotik que permite o gerenciamento e controle de acessos à internet. Libera acesso

Leia mais

Manual de utilização sistema Comtele SMS

Manual de utilização sistema Comtele SMS Manual de utilização sistema Comtele SMS Login... 3 Dashboard... 4 Envio instantâneo de mensagens SMS... 5 Requisições de envio instantâneo para contatos ou grupos.... 5 Agendamento de envio d e SMS...7

Leia mais

Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X

Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X A primeira coisa a analisarmos é onde ficará posicionado o servidor de Raio-x na rede do cliente, abaixo será colocado três situações básicas e comuns

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br Sumário 1. Boas vindas... 4 2. Dashboard... 4 3. Cloud... 5 3.1 Servidores... 5 o Contratar Novo Servidor... 5 o Detalhes do Servidor... 9 3.2 Cloud Backup... 13 o Alteração de quota... 13 o Senha do agente...

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 1 Sumário 1 - Instalação Normal do Despachante Express... 3 2 - Instalação do Despachante Express em Rede... 5 3 - Registrando o Despachante Express...

Leia mais

Manual do usuário. Softcall Java. versão 1.0.5

Manual do usuário. Softcall Java. versão 1.0.5 Manual do usuário Softcall Java versão 1.0.5 Sumário Iniciando SoftCall...3 Tela Principal...3 Configurando o SoftCall...4 Agenda...5 Incluindo um contato...5 Procurando um contato...6 Apagando um contato...6

Leia mais

WF Processos. Manual de Instruções

WF Processos. Manual de Instruções WF Processos Manual de Instruções O WF Processos é um sistema simples e fácil de ser utilizado, contudo para ajudar os novos usuários a se familiarizarem com o sistema, criamos este manual. Recomendamos

Leia mais

Sistema de Controle de Cheques GOLD

Sistema de Controle de Cheques GOLD Sistema de Controle de Cheques GOLD Cheques GOLD é um sistema para controlar cheques de clientes, terceiros ou emitidos. Não há limitações quanto as funcionalidades do programa, porém pode ser testado

Leia mais

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB CNS LEARNING MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB Versão Online 13 Índice ÍNDICE... 1 VISÃO GERAL... 2 CONCEITO E APRESENTAÇÃO VISUAL... 2 PRINCIPAIS MÓDULOS... 3 ESTRUTURAÇÃO... 3 CURSOS... 4 TURMAS... 4

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup MANUAL DO USUÁRIO Software de Ferramenta de Backup Software Ferramenta de Backup Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para

Leia mais

Manual de utilização do sistema de envio de sms marketing e corporativo da AGENCIA GLOBO. V 1.0. www.sms.agenciaglobo.net

Manual de utilização do sistema de envio de sms marketing e corporativo da AGENCIA GLOBO. V 1.0. www.sms.agenciaglobo.net Manual de utilização do sistema de envio de sms marketing e corporativo da AGENCIA GLOBO. V 1.0 www.sms.agenciaglobo.net 1 ACESSO O SISTEMA 1.1 - Para acessar o sistema de envio entre no site http://sms.agenciaglobo.net/

Leia mais

Manual de Administração

Manual de Administração Manual de Administração Produto: NDDigital n-access Versão: 4.2 Versão do Doc.: 1.1 Autor: Lucas Santini Data: 27/04/2011 Aplica-se à: NDDigital n-billing Detalhamento de Alteração do Documento Alterado

Leia mais

www.bylltec.com.br GESTOR SMS Como enviar SMS Primeiramente click em Mensagens Aparecera o seguinte menu Click em Nova Mensagem

www.bylltec.com.br GESTOR SMS Como enviar SMS Primeiramente click em Mensagens Aparecera o seguinte menu Click em Nova Mensagem 1 GESTOR SMS Como enviar SMS Primeiramente click em Mensagens Aparecera o seguinte menu Click em Nova Mensagem 2 Quando der o click em Nova Mensagem Coloque o numero de destino assim como no exemplo. Logo

Leia mais

Assim que o usuário entrar nesta ferramenta do sistema a seguinte tela será exibida:

Assim que o usuário entrar nesta ferramenta do sistema a seguinte tela será exibida: O que é o TDMax Web Commerce? O TDMax Web Commerce é uma ferramenta complementar no sistemas de Bilhetagem Eletrônica, tem como principal objetivo proporcionar maior conforto as empresas compradoras de

Leia mais

Módulo e-rede Magento v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede Magento v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede Magento v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Instruções iniciais 4 4.2 Instalação

Leia mais

Módulo e-rede OpenCart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede OpenCart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede OpenCart v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 vqmod 4 4.2 Instalação e ativação

Leia mais

manual Sistema de Gestão de Contribuições

manual Sistema de Gestão de Contribuições manual Sistema de Gestão de Contribuições Conteúdo 1. Login 4 2. Home 5 3. Informações básicas 3.1. Menus 6 3.2. Números e status 7 3.3. Ações 8 4. Ambientes da ferramenta 4.1. Sindicato 13 4.2. Empresas

Leia mais

Atualizado em 9 de outubro de 2007

Atualizado em 9 de outubro de 2007 2 Nettion R Copyright 2007 by Nettion Information Security. Este material pode ser livremente reproduzido, desde que mantidas as notas de copyright e o seu conteúdo original. Envie críticas e sugestões

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo II

Treinamento Sistema Condominium Módulo II CONDOMINIUM - Módulo II GERAÇÃO DE EMISSÕES RATEIO Neste módulo o aprendizado será a emissão dos boletos bancários. O sistema disponibiliza algumas maneiras para facilitar o seu dia-a-dia: Sequencia para

Leia mais

Gravando uma Áudio Conferência

Gravando uma Áudio Conferência Gravando uma Áudio Conferência Para iniciar a gravação da áudio conferência, digite *2. Você ouvirá a seguinte mensagem: Para iniciar a gravação da conferência pressione 1, para cancelar pressione * Ao

Leia mais

Manual CORP Microlins Dinâmica

Manual CORP Microlins Dinâmica Manual CORP Microlins Dinâmica Índice 1. Acesso ao CORP 2. Cadastro de Colaborador 1. Dados 2. Endereço 3. Telefone 4. E-mail 5. Franquias vinculadas 6. Cursos 7. Permissões 3. Cadastro de Recesso 4. Cadastro

Leia mais

Módulo e-rede Prestashop v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede Prestashop v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede Prestashop v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Instruções iniciais 4 4.2 Instalação

Leia mais

Manual de instruções rápido para testar o sistema Graces

Manual de instruções rápido para testar o sistema Graces Manual de instruções rápido para testar o sistema Graces Gerenciar um salão de beleza usando o sistema Graces é muito fácil! Eis alguns passos que poderão lhe ajudar a realizar os testes. Lembre-se que

Leia mais

Manual do Aplicativo Servidor ECD

Manual do Aplicativo Servidor ECD Manual do Aplicativo Servidor ECD Edição de novembro de 2014 Este manual tem caráter técnico-informativo, sendo propriedade da SWEDA. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste manual pode ser reproduzida

Leia mais

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 MÓDULO CLIENTE Conteúdo 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 2.2 HOME 4 2.3 A VALECARD 5 2.4 PRODUTOS 6 2.5 REDE CREDENCIADA 7 2.6 ROTA 9 2.7 CONTATO 9 3. EMPRESAS 11 3.1. ACESSO

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

Manual Administrador - Mídia System

Manual Administrador - Mídia System Manual Administrador - Mídia System Logo após cadastrarmos sua Empresa em nosso sistema, será enviado um e-mail confirmando as informações de acesso do Administrador do sistema. Obs: Caso não tenha recebido

Leia mais

1. MANUAL DO REVENDEDOR - BILLING NETPBX ---------------3

1. MANUAL DO REVENDEDOR - BILLING NETPBX ---------------3 1. MANUAL DO REVENDEDOR - BILLING NETPBX ---------------3 1.1. OBJETIVO ----------------------------------------------------------------------------------------------------------3 1.2. INTRODUÇÃO AO REVENDEDOR---------------------------------------------------------------------------------3

Leia mais

GUIA RÁPIDO VSR. Página 1 de 27

GUIA RÁPIDO VSR. Página 1 de 27 GUIA RÁPIDO VSR Acessando o VSR...2! Definindo tarifas para os seus clientes...3! Tipos de contas disponíveis no VSR....11! Padrão de LOGIN e PASSWORD....12! Criando contas GK para os seus clientes....13!

Leia mais

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com MANUAL ESCOLA FLEX Revisado em 09/07/2008 Sistema Flex www.sistemaflex.com Índice Manual Escola Flex Índice... 2 Tela de Abertura (Splash Screen)... 3 Login... 4 Seleção de Empresas... 5 Tela Principal...

Leia mais

Suporte Técnico. A ZRCR Informática presta suporte técnico, via telefone, e-mail ou Skype diretamente aos usuários do E-GESTAOBELEZA

Suporte Técnico. A ZRCR Informática presta suporte técnico, via telefone, e-mail ou Skype diretamente aos usuários do E-GESTAOBELEZA Suporte Técnico A ZRCR Informática presta suporte técnico, via telefone, e-mail ou Skype diretamente aos usuários do E-GESTAOBELEZA Horário de Atendimento De segunda-feira à sexta-feira das 09:00 ás 19:00

Leia mais

II Torneio de Programação em LabVIEW

II Torneio de Programação em LabVIEW Desenvolvimento da Aplicação II Torneio de Programação em LabVIEW Seção I: Requisitos Gerais A aplicação submetida deverá atender, pelo menos, às exigências de funcionamento descritas na Seção II deste

Leia mais

3.000.000 de registros de candidatos e respondentes de pesquisa, número que continua crescendo.

3.000.000 de registros de candidatos e respondentes de pesquisa, número que continua crescendo. SUMÁRIO 1 1 - Conceitos Gerais O CRQ é um sistema de controle de qualidade utilizado na etapa de recrutamento de estudos de natureza qualitativa. Ele é um banco de dados que tem como principal objetivo

Leia mais

1. Conhecendo o Pligg

1. Conhecendo o Pligg MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Conhecendo o Pligg....................................................... 1 2. Como instalar o Pligg...................................................... 2 3. Como ativar

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Processo de Envio de email

Processo de Envio de email Processo de Envio de email Introdução O envio de documentos de forma eletrônica vem sendo muito utilizado, assim o envio de arquivos, relatórios, avisos, informações é realizado via e-mail. O sistema disponibiliza

Leia mais

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI Manual de Utilização Família MI ÍNDICE 1.0 COMO LIGAR O MÓDULO... pág 03 e 04 2.0 OBJETIVO... pág 05 3.0 COMO CONFIGURAR O MÓDULO MI... pág 06, 07, 08 e 09 4.0 COMO TESTAR A REDE... pág 10 5.0 COMO CONFIGURAR

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Ferramenta de Fidelização Eletrônica ÁGUA DOCE SABORES DO BRASIL. Interface de OPERAÇÃO (no caixa)

MANUAL DO USUÁRIO. Ferramenta de Fidelização Eletrônica ÁGUA DOCE SABORES DO BRASIL. Interface de OPERAÇÃO (no caixa) MANUAL DO USUÁRIO Ferramenta de Fidelização Eletrônica ÁGUA DOCE SABORES DO BRASIL Interface de OPERAÇÃO (no caixa) http://abf.e-deploy.com.br/operacao/ Versão 1.0 Conteúdo Sobre o programa fidelidade

Leia mais

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Guia Rápido de Uso Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Acesso ao sistema...3 2 Entenda o Menu...4 3 Como enviar torpedos...6 3.1 Envio

Leia mais

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição 1 Configurando a Conexão com o Banco de Dados 2 Primeiro Acesso ao Sistema Manutenção de Usuários 3 Parametrizando o Sistema Configura

Leia mais

Operações de Caixa. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais

Operações de Caixa. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Operações de Caixa Versão 2.0 Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Sumário Introdução... 3 Suprimento... 3 Sangria... 4 Abertura de Caixa... 6 Fechamento de Caixa...

Leia mais

Manual de Usuário INDICE

Manual de Usuário INDICE Manual de Usuário INDICE Características do Sistema... 02 Características Operacionais... 03 Realizando o Login... 04 Menu Tarifador... 05 Menu Relatórios... 06 Menu Ferramentas... 27 Menu Monitor... 30

Leia mais

IREasy Manual do Usuário Versão do manual - 0.0.9

IREasy Manual do Usuário Versão do manual - 0.0.9 OBJETIVOS DO PROGRAMA DE COMPUTADOR IREasy Permitir a apuração do Imposto de Renda dos resultados das operações em bolsa de valores (mercado à vista, a termo e futuros). REQUISITOS MÍNIMOS DO COMPUTADOR

Leia mais

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Dezembro/2012 2 Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Sumário de Informações do Documento Título do Documento: Resumo:

Leia mais

MANUAL COTAÇAO WEB MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email]

MANUAL COTAÇAO WEB MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL COTAÇAO WEB [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para a Célula Materiais Autor: Equipe

Leia mais

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010.

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Manual do Usuário Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas. A reprodução deste documento,

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet www.controlenanet.com.br Copyright 2015 - ControleNaNet Conteúdo Tela Principal... 3 Como imprimir?... 4 As Listagens nas Telas... 7 Clientes... 8 Consulta... 9 Inclusão... 11 Alteração... 13 Exclusão...

Leia mais

Abra o software de programação. Clique na opção VOIP, depois opção configuração conforme as imagens:

Abra o software de programação. Clique na opção VOIP, depois opção configuração conforme as imagens: Caro cliente, atendendo a sua solicitação de auxílio no processo de configuração da placa VoIP na central Impacta, segue um passo-a-passo para ajudar a visualização. Abra o software de programação. Clique

Leia mais

Sistema integrado de Aquisição de Vale-transporte para Cartões Eletrônicos. SBCTrans

Sistema integrado de Aquisição de Vale-transporte para Cartões Eletrônicos. SBCTrans Sistema integrado de Aquisição de Vale-transporte para Cartões Eletrônicos SBCTrans A tecnologia facilitando a vida do cidadão Índice Cadastro e Primeiro Acesso... 05 Acessando o Sistema... 08 Menu de

Leia mais

Manual do Módulo SAC

Manual do Módulo SAC 1 Manual do Módulo SAC Índice ÍNDICE 1 OBJETIVO 4 INICIO 4 SAC 7 ASSOCIADO 9 COBRANÇA 10 CUSTO MÉDICO 10 ATENDIMENTOS 11 GUIAS 12 CREDENCIADO 13 LIVRETO 14 BUSCA POR RECURSO 15 CORPO CLÍNICO 16 MENU ARQUIVO

Leia mais

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit Presskit Guia Rápido Release 2.0 Presskit 06/07/2009 Sumário 1 Login 2 Login e Senha...................................... 2 Esqueci minha senha.................................. 2 Fale Com o Suporte...................................

Leia mais

Manual de usuário MaxDialer Versão 1.0.2

Manual de usuário MaxDialer Versão 1.0.2 Manual de usuário MaxDialer Versão 1.0.2 1 Sumário 1. Introdução... 3 2. LOGIN... 3 3. Cadastro... 3 3.1. Máquinas... 4 3.2. Tipo Telefone... 5 3.3. Feriados... 6 3.4. Campanhas... 7 3.5. Usuários... 16

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede VirtueMart v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Permissões 4 4.2 Instalação

Leia mais

O sistema possui 5 módulos para registros:

O sistema possui 5 módulos para registros: ÍNDICE 1 DESCRIÇÃO...4 2 ACESSO...6 3 DADOS CADASTRAIS...7 3.1 ATUALIZAR CADASTRO...7 3.2 TROCAR SENHA...8 4 GRUPO DE USUÁRIO...9 4.1 INCLUIR...9 4.2 ATUALIZAR...9 5 FUNCIONÁRIOS...10 5.1 INCLUIR...10

Leia mais

1 - Entrando no Sistema

1 - Entrando no Sistema 1 Manual do Administrador - Revenda 1 - Entrando no Sistema Acesse o site: http://209.133.196.250/shortcode/login.aspx Sugerimos que você crie em seu site um link para que seus clientes possam acessar.

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com. Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.br 1-15 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior,

Leia mais

Plataforma Manual do Administrador/Revenda

Plataforma Manual do Administrador/Revenda 1 Entrando no Sistema Acesse o site: http://209.133.196.250/painel/login.aspx Conforme tela abaixo Informe em usuário o seu telefone celular e em senha, a senha que você recebeu por sms. Caso você não

Leia mais

BEM VINDOS AO DHL WEB SHIPPING GUIA DE USO

BEM VINDOS AO DHL WEB SHIPPING GUIA DE USO Envio de Remessas Online BEM VINDOS AO DHL WEB SHIPPING GUIA DE USO webshipping.dhl.com ACESSE O DHL WEB SHIPPING DE QUALQUER LUGAR DO MUNDO. Ideal para qualquer empresa com acesso à internet, o DHL Web

Leia mais

A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet.

A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet. Prezado Cliente, A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet. No Padrão 9 você encontrará novas funcionalidades, além de alterações

Leia mais

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO O Sistema Cédula de Crédito é um aplicativo desenvolvido pelo Banco Intermedium, com o objetivo de consolidar os dados cadastrais da empresa e movimentação de títulos em cobrança.

Leia mais

MANUAL DO PVP SUMÁRIO

MANUAL DO PVP SUMÁRIO Manual PVP - Professores SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 6 2 ACESSANDO O PVP... 8 3 TELA PRINCIPAL... 10 3.1 USUÁRIO... 10 3.2 INICIAL/PARAR... 10 3.3 RELATÓRIO... 10 3.4 INSTITUIÇÕES... 11 3.5 CONFIGURAR... 11

Leia mais

TÍTULO DA APRESENTAÇÃO

TÍTULO DA APRESENTAÇÃO Rio, 10 de janeiro de 2011 OI GESTOR MÓVEL Passo-a-passo de configuração TÍTULO DA APRESENTAÇÃO GERÊNCIA DE PRODUTOS DE MOBILIDADE Gerência de Mobilidade Corporativo Diretoria de Marketing Corporativo

Leia mais

MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE

MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE C o n t r o l e E m p r e s a r i a l MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE s i s t e m a s SUMÁRIO INTRODUÇÃO CONCEITOS... 3 ENTRADA DIRETA DE PRODUTOS... 3 INCLUSÃO DE FORNECEDORES E CLIENTES...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

Pagamento - Fornecedor

Pagamento - Fornecedor Pagamento - Fornecedor MT-212-00137 - 1 Última Atualização 30/08/2014 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO NextCall Gravador Telefônico Digital

MANUAL DO USUÁRIO NextCall Gravador Telefônico Digital MANUAL DO USUÁRIO NextCall Gravador Telefônico Digital DEZEMBRO / 2010 NEXTCALL GRAVADOR TELEFÔNICO DIGITAL Obrigado por adquirir o NextCall. Este produto foi desenvolvido com o que há de mais atual em

Leia mais

Sistema de de Bilhetagem Eletrônica MANUAL MÓDULO PDV

Sistema de de Bilhetagem Eletrônica MANUAL MÓDULO PDV Sistema de de Eletrônica SETRANSP DOTFLEX MANUAL MÓDULO PDV REGIÃO MANUAL METROPOLITANA MÓDULO PESSOA Revisão JURÍDICA 02 / Setembro SBE de 2008 - DOTFLEX Revisão 00 / Março de 2009 MANUAL MÓDULO EMPRESA

Leia mais

Obs: É necessário utilizar um computador com sistema operacional Windows 7.

Obs: É necessário utilizar um computador com sistema operacional Windows 7. Instalando os Pré-Requisitos Os arquivos dos 'Pré-Requisitos' estão localizados na pasta Pré-Requisitos do CD HyTracks que você recebeu. Os arquivos também podem ser encontrados no servidor. (www.hytracks.com.br/pre-requisitos.zip).

Leia mais

Manual de Utilização do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian. Manual do Produto

Manual de Utilização do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian. Manual do Produto Manual de Utilização do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian Manual do Produto Índice Introdução - Assistente do Certificado Digital Serasa Experian 3 1. Verificação de Ambiente 4 2. Instalação

Leia mais

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR 1 - Integra Services Atenção: o Integra Services está disponível a partir da versão 2.0 do software Urano Integra. O Integra Services é um aplicativo que faz parte

Leia mais

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios Portal Sindical Manual Operacional Empresas/Escritórios Acesso ao Portal Inicialmente, para conseguir acesso ao Portal Sindical, nos controles administrativos, é necessário acessar a página principal da

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA AGENDA

Leia mais

Cetac - Centro de Ensino e Treinamento em Anatomia e Cirurgia Veterinária Manual Técnico do Sistema Administrativo do site Cetacvet.com.

Cetac - Centro de Ensino e Treinamento em Anatomia e Cirurgia Veterinária Manual Técnico do Sistema Administrativo do site Cetacvet.com. Manual Técnico do Sistema Administrativo do site Cetacvet.com.br SÃO PAULO - SP SUMÁRIO Introdução... 3 Autenticação no sistema administrativo... 4 Apresentação do sistema administrativo... 5 Gerenciamento

Leia mais

Índice 3. Funcionalidades do Perfil 3.1 3.2 1. Login Menu 3.3 2. Funcionalidades da Conta (Empresa 3.4 2.1 3.5 2.2 3.6 2.3 3.7 2.4 3.7.1 2.5 3.7.

Índice 3. Funcionalidades do Perfil 3.1 3.2 1. Login Menu 3.3 2. Funcionalidades da Conta (Empresa 3.4 2.1 3.5 2.2 3.6 2.3 3.7 2.4 3.7.1 2.5 3.7. Índice 2 1. Login Menu...03 a 06 2. Funcionalidades da Conta (Empresa)...07 2.1 presentar Dados da Conta (empresa)...08 2.2 lterar (Dados da Conta)...09 2.3 Gestores da Conta...10 a 11 2.4 Gestores do

Leia mais