UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ ESTRATÉGIA DE CONTEÚDO E ABORDAGEM DA AROEIRA HOME NO FACEBOOK CURITIBA 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ ESTRATÉGIA DE CONTEÚDO E ABORDAGEM DA AROEIRA HOME NO FACEBOOK CURITIBA 2014"

Transcrição

1 1 UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ ESTRATÉGIA DE CONTEÚDO E ABORDAGEM DA AROEIRA HOME NO FACEBOOK CURITIBA 2014

2 2 CRISTINE RODRIGUES JORGE EDUARDO MANFRINI MARINA LEONARDI FIAMONCINI ESTRATÉGIA DE CONTEÚDO E ABORDAGEM DA AROEIRA HOME NO FACEBOOK Monografia apresentada ao Curso de Especialização em Gestão da Comunicação Pública e Empresarial, da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas, da Universidade Tuiuti do Paraná, como requisito para obtenção do grau especialista. Orientador: Prof. Aldo Antonio Schmitz, MSc CURITIBA 2014

3 3 RESUMO Este trabalho trata das estratégias de conteúdo e abordagem da marca Aroeira Home no Facebook. O estudo surgiu da necessidade em identificar quais são as melhores estratégias em mídias sociais para relacionamento com esse novo consumidor digital que surgiu e se desenvolve diariamente. Pretende-se identificar o perfil dos fãs da Aroeira Home no Facebook e analisar qual a melhor forma de abordar esse público com base em suas necessidades e desejos. Foi realizada uma pesquisa quantitativa com consumidores e possíveis consumidores da marca, através de um questionário online, aplicado conforme conveniência do entrevistado. E também foi usada pesquisa bibliográfica para entender como agir em cada situação identificada. A análise das respostas permitiu analisar o comportamento dos consumidores e seu relacionamento com a marca Aroeira Home. Os resultados indicam que o conteúdo utilizado pela marca no Facebook agrada seus seguidores e também indica quais os conteúdos devem ser reforçados na comunicação da marca e quais devem ser deixados em segundo plano. Palavras-chave: Comunicação nas organizações. Comunicação Estratégica. Mídias Sociais. Facebook

4 4 ABSTRACT This work deals with content strategies and approach to social media, in particular the brand Aroeira Home on a case study of Facebook. The study arose from a need to identify what are the best strategies for social media relationship with this new digital consumer who came and develops daily. It is intended to identify the profile of fans on Facebook Aroeira Home and analyze how best to approach this audience based on their needs and desires. Quantitative research with consumers and potential consumers of the brand was conducted via an online questionnaire, applied as convenience of the interviewee. It was also used literature to understand how to act in every situation identified. The analysis of responses allowed us to analyze consumer behavior and its relationship with the brand Aroeira Home. The results indicate that the content used by the brand pleases her followers on Facebook and also indicates what content should be strengthened in brand communication and which should be left in the background. Keywords: Communication in organizations. Strategic communication. Social Media. Facebook

5 5 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO OBJETIVOS Objetivo geral Objetivos específicos JUSTIFICATIVA METODOLOGIA DE PESQUISA Tipos de pesquisa População e amostra Coleta de dados Tratamento dos dados Limitações da pesquisa ESTRUTURA DO TRABALHO HISTÓRIA DA INTERNET INTERNET NO MUNDO INTERNET NO BRASIL INTERNET E AS REDES SOCIAIS FACEBOOK: SURGIMENTO E APRESENTAÇÃO DA REDE INTERNET COMO MÍDIA DO MARKETING AO MARKETING DIGITAL OS 8 PES DO MARKETING DIGITAL CONSUMIDOR DIGITAL ATENDIMENTO, RELACIONAMENTO E INTERAÇÃO NO MEIO DIGITAL 27 4 MARCAS NA WEB BRANDING REDE SOCIAL REDE SOCIAL ONLINE MÍDIA SOCIAL RELACIONAMENTO É PRIORIDADE NAS MÍDIAS SOCIAIS ENGAJAMENTO E FIDELIZAÇÃO: COMO MANTER O CLIENTE FÃ LINGUAGEM PLANEJAMENTO E PLANO DE COMUNICAÇÃO POSICIONAMENTO DE MARCA... 42

6 6 7.2 COMO PLANEJAR NAS MÍDIAS SOCIAIS A MARCA AROEIRA HOME ANÁLISE DA PESQUISA CONCLUSÃO REFERÊNCIAS APÊNDICES... 57

7 7 1. INTRODUÇÃO Um estudo sobre as melhores estratégias e abordagens aos consumidores que utilizam as mídias sociais, mais especificamente neste estudo, os consumidores da marca Aroeira Home, que seguem as atualizações e postagens realizadas pela marca na rede social Facebook. A marca Aroeira Home, de Balneário Camboriú, desenvolve produtos para o lar e atua há quatro anos no país. O design é feito no Brasil, mas a produção conta com a parceria de fornecedores indianos e chineses. Com a ideia de agregar novos produtos a partir do ano de 2012, bem como a reestruturação da marca, percebeuse a necessidade de profissionalizar o setor de comunicação. Com o advento da internet e a popularização de redes sociais, a marca já aderiu a essas estratégias de comunicação. A comunicação por meio do Facebook era feita sem um planejamento de conteúdo. O departamento de comunicação, percebendo a falta de personalidade no conteúdo gerenciado e na forma de se relacionar com consumidores ou admiradores da marca, pensou em rever a estratégia. Trazendo a gestão desses meios de comunicação para dentro da empresa, por um profissional que entenda o conceito que deve ser exposto, espera-se que essa comunicação traga mais resultados para a imagem da marca e seu conceito. O problema de pesquisa encontrado para o estudo em questão se resume em: Como se comunicar com os consumidores da marca Aroeira Home por meio do Facebook e consolidar a marca nessa plataforma? Este estudo deverá servir de base para a construção do plano de comunicação. Utilizando um questionário base com usuários de redes sociais e consumidores da Aroeira Home, além de autores e referências, acredita-se na profissionalização desta ação, que ainda é novidade no mercado e não possui meios totalmente eficazes de atingir o público. Mais do que experimental, o uso dessas ferramentas são uma forma de chegar ao consumidor final, ouvir sua opinião e manter um relacionamento constante. A divulgação da marca e construção de sua imagem na mente das pessoas pode atrair ainda mais admiradores, ainda que num primeiro momento ainda não se tornem fiéis à marca. Para isso, a elaboração de um plano com base nos ideais da empresa, tentando passar a esses usuários aquilo que se deseja divulgar. Sem necessariamente pensar na ampliação de venda, que é na maioria

8 8 dos casos o objetivo das empresas, a comunicação deve criar um vínculo com o consumidor, trazer novos admiradores para a marca e planejar uma imagem em longo prazo que deve ser constantemente monitorada. 1.1 OBJETIVOS Objetivo geral Desenvolver as melhores estratégias de conteúdo e abordagem para a marca Aroeira Home no Facebook Objetivos específicos Identificar o perfil dos fãs da Aroeira Home no Facebook. Analisar qual a melhor forma de abordar esses públicos com base em suas necessidades e desejos segundo as respostas do questionário. Verificar como as marcas cases de sucesso em redes sociais tem atuado para desenvolver conteúdo eficaz. 1.2 JUSTIFICATIVA A falta de conhecimento das empresas e agências de comunicação da região para lidar com conteúdos de redes sociais. Por ser um tema em constante evolução e sem técnicas ou regras decididas, muitas vezes os objetivos da ferramenta se perdem em meio a interesses errados do mercado, justamente pela falta de conhecimento. Este trabalho tem ainda o papel de contribuir com a área da comunicação através de um case em desenvolvimento, incluindo suas falhas, para que sirvam de reflexão para profissionais que desejam ampliar seu conhecimento nessas ferramentas. 1.3 METODOLOGIA DE PESQUISA Tipos de pesquisa

9 9 Os tipos de pesquisa utilizados foram quantitativos e bibliográficos. Foram utilizados em momentos distintos, visando primeiramente fundamentar teoricamente o conteúdo através de autores referência no conteúdo e posteriormente analisar, através de aplicação de questionário, como é construído o conteúdo e abordagem da Aroeira Home com seus consumidores via Facebook, O estudo descritivo estatístico, ou quantitativo, buscará uma análise quantitativa das relações de consumo, respondendo a questão quanto?, para cada objetivo do projeto de pesquisa que tenha adotado esta metodologia. Daí a necessidade de esses estudos serem realizados a partir da elaboração de amostras da população, utilizando-se estatística para este fim, pois o que se pretende é extrapolar os resultados obtidos na amostra em estudos para determinada população. (SAMARA e BARROS, 1997, p. 26). O principal objetivo com este tipo de pesquisa é de se obter um resultado mensurável e representativo, conforme defende Malhotra (2001, p. 155) dizendo que a pesquisa quantitativa procura quantificar e aplicar alguma forma de análise estatística População e amostra Segundo Malhotra (2001, p. 301) uma população é o agregado, ou soma, de todos os elementos que compartilham algum conjunto de características comuns [...] já a amostra é um subgrupo de uma população, selecionado para participação no estudo. Na pesquisa quantitativa, foi utilizado um banco de dados com de 500 consumidores da marca. O questionário também foi repassado a usuários de redes sociais por meio desses canais (banco pessoal) Já a ideia básica de amostragem, segundo Mattar (2005, p. 264) está em que a coleta de dados em alguns elementos da população e sua análise podem proporcionar relevantes informações de toda a população. No projeto foi utilizado o procedimento de amostragem não probabilístico, em que a seleção dos elementos da população para compor a amostra depende, ao menos em parte, do julgamento do pesquisador. Não há nenhuma chance conhecida de que um elemento qualquer da população venha a fazer parte da amostra. (MATTAR, 2005, p. 271).

10 10 A amostra foi intencional, ou não probabilística, por julgamento que consiste em dizer que com um bom julgamento e estratégia adequada, podem ser escolhidos os casos a serem incluídos e, assim, chegar a amostras que sejam satisfatórias para as necessidades da pesquisa (MATTAR, 2005, p. 275) Coleta de dados Foi utilizado o método pessoal de coleta de dados, por ser de acesso mais fácil ao público, além de contar com a vantagem de os dados serem de alta confiabilidade. A pesquisa quantitativa com entrevistas pessoais tem algumas vantagens em relação a outros tipos de quanti: permite a utilização de materiais de apoio [...]; acredita-se que os respondentes sejam mais fidedignos em suas respostas [...]; facilita a seleção da amostra (TRUJILLO, 2001, p.74). Para MATTAR (2005, p. 82) a forma mais tradicional e corriqueira de obtenção de dados em pesquisa é através da comunicação com o detentor de dados, e sua principal característica é que o dado é obtido através de declaração do próprio respondente Tratamento dos dados Para o tratamento dos dados e para a elaboração do questionário foi utilizado o Google Docs, já que as entrevistas quantitativas foram feitas de forma online. O resultado é apresentado em forma de gráficos com comentários descritivos Limitações de pesquisa A limitação está em que, por tratar-se de uma pesquisa não probabilística os resultados não podem ser generalizados para toda a população de consumidores. E também pelo fato de ser selecionada apenas uma empresa para análise, não se pode projetar resultados para outras empresas.

11 ESTRUTURA DO TRABALHO Os conteúdos desenvolvidos na pesquisa bibliográfica tratam sobre o universo online em que os utilizadores das mídias sociais estão inseridos: Como primeiro capítulo, um breve histórico sobre a Internet no mundo e no Brasil, seu surgimento e seu desenvolvimento, e também sobre as redes sociais, dando ênfase ao Facebook que é objeto de estudo. Classificação da internet como mídia e como ela pode (e deve) ser utilizada para esse fim, a favor do desenvolvimento das marcas. O segundo capítulo trata sobre o marketing desde sua conceituação, até o desenvolvimento do marketing digital, conceitos e formas de utilização desse conceito que se desenvolveu com o boom trazido pelas novas tecnologias. Para tanto, tem-se o desenvolvimento dos chamados pês do marketing digital, assim como no marketing tradicional, que orientam as decisões e estratégias das marcas perante seus públicos. Além disso, não se deve esquecer de estudar o próprio consumidor digital, que é totalmente diferente do consumidor tradicional. Ele tem acesso facilitado à informação, exige retornos rápidos que o meio digital é capaz de proporcionar, entre outras ações que devem ser utilizadas de maneiras acertivas com esse público específico. No terceiro capítulo, como as marcas agem e devem agir na web 2.0, no meio digital. O que fazer para se tornar uma marca amada pelo consumidor, criando um relacionamento diferenciado e tratando o consumidor como a própria marca, como se fosse parte dela. Para isso é necessário entender um pouco sobre o conceito de branding, que é a gestão da marca, como trabalhar a marca para o consumidor, para o mercado e para a concorrência. O terceiro e quarto capítulos trata sobre redes e mídia digitais, a diferença entre as nomenclaturas, como deve ser o relacionamento e o que é prioridade para as marcas nas mídias sociais. Como criar uma marca engajada com seu público e consequentemente manter um cliente fiel e fã da página. E de nada adianta saber como agir com o cliente, se o conteúdo e a linguagem não tiverem um tratamento especial. É necessário conhecer o consumidor da marca, para saber como tratar ele em todas as situações das mídias sociais. O capítulo seguinte trata sobre a ação de planejamento e sobre o plano de comunicação em si, entender a diferença entre os dois é essencial. Desenvolver o

12 12 planejamento de uma marca requer muito estudo e estratégia, é um estudo analítico onde tudo deve ser observado. Todo tipo de público ou ponto de contato que a marca possa ter deve ser levado em conta. Posicionar a marca perante esse mercado e seus públicos é outro ponto importante. Se isso não for feito da forma mais acertiva possível, todo o investimento da marca pode acabar sendo em vão. E nas mídias sociais não é diferente. O universo de impactos da marca é ampliado exponencialmente e precisa ser tratado e controlado por pessoas especializadas e bem treinadas. Por fim, os dois últimos capítulos tratam sobre a empresa. O primeiro para conhecer a empresa especificamente. Entender seus valores, visão e missão e sua política de existência. No capítulo final é hora de analisar os dados que a pesquisa trouxe para o estudo, entender o que o consumidor Aroeira Home procura nas mídias sociais da marca, quais os conteúdos que mais e menos atraem esse público e o que deve ser feito para melhorar, modificar ou incrementar a comunicação da marca nesse meio, especificamente o Facebook que é o objetivo de estudo de caso.

13 13 2 HISTÓRIA DA INTERNET 2.1 INTERNET NO MUNDO Depois de vivermos durante muitos anos em um mundo que se pode dizer, era totalmente analógico, a internet chegou para mudar este cenário. Tudo o que encontrávamos antes apenas em livros, revistas ou documentos impressos, músicas, fotos informações dos mais diversos tipos, passou a ser encontrado ali. As origens da internet podem ser encontradas na Arpanet, uma rede de computadores montada pela Advanced Research Projects Agency (ARPA) em setembro de A ARPA foi formada em 1958 pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos com a missão de mobilizar recursos de pesquisa, particularmente do mundo universitário, com o objetivo de alcançar superioridade tecnológica militar em relação à União Soviética na esteira do lançamento do primeiro Sputnik em 1957 (CASTELLS, 2003, p. 13). Vieira (2003, p.15) diz que os cientistas responsáveis pela criação da hoje chamada Internet, enviaram da UCLA uma mensagem que dizia: Você está recebendo isto?. E minutos depois, os computadores que estavam interligados começaram a enviar mensagens positivas a pergunta: Sim!. E foi então que viram que era realmente possível se comunicar à distância e enviando arquivos e textos de um computador para outro através desta rede. Desde então, esta conexão entre computadores veio crescendo e acabou por se espalhar pelo mundo todo. Segundo Vieira (2003, p. 20), no ano de 1973 o governo americano assumiu a administração dos pontos da Arpanet que havia espalhados pelo país. Neste período, ainda surgiram outras ferramentas como o FTP, que nada mais era do que a troca de arquivos entre um computador e outros, que ainda existe até hoje, além do que foi aperfeiçoado até chegarmos ao tão usado . Criaram também a Usenet, que era uma espécie de rede paralela que servia para o tráfego de boletins eletrônicos de informação. A internet ficou conhecida como WEB e vinha crescendo a cada dia. A história da criação e do desenvolvimento da Internet é a história de uma aventura humana extraordinária. Ela põe em relevo a capacidade que têm as pessoas de transcender metas institucionais, superar barreiras burocráticas e subverter valores estabelecidos no processo de inaugurar um mundo novo. Reforça também a ideia de que a cooperação e a liberdade de

14 14 informação podem ser mais propícias à inovação do que a competição e os direitos de propriedade (CASTELLS, 2003, p. 13). Porém, como ainda acontece nos dias de hoje, as mais diversas tecnologias ficam obsoletas de forma muito rápida. E com a Arpanet não foi diferente. No ano de 1990, ela foi retirada de rede. Foi então que a Internet agora como passou a ser chamada, surgiu com toda sua força. No início, os Estados Unidos ainda continuaram com a administração, mas logo isso mudou. As informações e o fato de isso estar se popularizando rapidamente, fez com que a internet fosse privatizada. Neste período a maioria dos computadores já estava em rede. A partir de então, a Internet cresceu rapidamente como uma rede global de computadores. O que tornou isso possível foi o projeto original da Arpanet, baseado numa arquitetura em múltiplas camadas, descentralizada, e protocolos de comunicação abertos. Nessas condições a Net pôde se expandir pela adição de novos nós e a reconfiguração infinita da rede para acomodar necessidades de comunicação. (CASTELLS, 2003, p. 15). Assim o cenário mundial começou a se modificar. Pessoas que estavam longe, agora poderiam se falar e trocar informações através de computadores. A velocidade com que as coisas passaram a acontecer passou de rápida, para muito rápida. Não só os equipamentos relacionados a esta tecnologia evoluíram. As pessoas passaram a entender melhor o que era esta rede e assim, puderam fazer melhor uso dela. Ou seja, evoluíram também. E desde a criação da Arpanet com a primeira mensagem de testes, até os dias de hoje, se pode dizer que a internet está em constante evolução. 2.2 INTERNET NO BRASIL No Brasil, a internet chegou um pouco mais tarde. Apenas no ano de 1988 é que se teve contato com ela por aqui. Segundo Eduardo Vieira, o primeiro contato com a internet foi quando a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), ligada a secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia, realizou a primeira conexão à rede através de uma parceria com um dos mais importantes centros de pesquisa dos Estados Unidos. O governo federal entrou na onda em 1992, com a criação da Rede Nacional de Pesquisa (RNP) pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT).

15 15 A RNP, coordenada pelo cientista Tadao Takahashi, criou uma gigantesca infraestrutura de cabos para suportar a rede mundial de computadores, chamada de espinha dorsal (ou backbone), que recebia o link internacional. Também espalhou pontos de conexão pelas principais capitais do país e começou a operar a infraestrutura de funcionamento da Internet, distribuindo o acesso a rede à universidades, fundações de pesquisa e órgãos governamentais espalhados pelo território nacional (VIEIRA, 2003, p.9). Juntamente com a evolução da rede no Brasil no que diz respeito à tecnologia em si, veio a evolução dos serviços ligados a esta parte da comunicação. Empresas começaram a interessar-se por fazer a distribuição do sinal para este serviço. Até o presente momento da história, a empresa Embratel reinava sozinha nesta área, já que era a única a ter os serviços de linhas telefônicas interurbanas e internacionais. Ou seja, a Embratel estava em via de formar um monopólio. Mas isso durou pouco tempo. Pois no ano de 1995, com a presidência de Fernando Henrique Cardoso, tudo passou a ser diferente. Em maio daquele ano, uma declaração conjunta do MC e do MCT determinou que as operadoras estatais não poderiam oferecer o serviço de acesso à Internet ao usuário final, tarefa que caberia à iniciativa privada. Segundo a decisão do governo, as operadoras poderiam atender somente ao mercado corporativo, com o dever de fornecer a infraestrutura e os recursos necessários para viabilizar a montagem dos provedores de acesso (VIEIRA, 2003, p. 11). Já no ano de 1996, nasceu também o comitê gestor de Internet, que é formado por pessoas de universidades, ONG s, ministério de ciência e tecnologia entre outros órgãos. E tudo o que diz respeito à Internet no Brasil até os dias de hoje, passa por este comitê. Porém, ainda antes da criação deste comitê no Brasil, a internet (não só aqui como em todo o mundo) teve no ano de 1995, um marco histórico, que foi a criação da primeira livraria virtual e do primeiro site de buscas, respectivamente Amazon.com e Yahoo!. Um ano mais tarde, o Yahoo! Contabilizava quase 100 milhões de páginas vistas por mês e 40 milhões de dólares a mais na conta bancária, investidos pelo Softbank e pela Visa (ainda que na surdina). Pouco depois, em 12 de Abril de 1996, foi a vez de a empresa abrir seu capital na bolsa de valores de Nova York. Na abertura do pregão da Nasdaq daquele ensolarado dia de primavera, as ações do Yahoo! Começaram a ser negociadas por 24,50 dólares cada. Uma hora mais tarde valiam 43 dólares (VIEIRA, 2003, p. 12).

16 16 Já a livraria digital Amazon.com vinha se destacando não somente pelos números financeiros, mas também pelos acessos. Quando foi criada, tinha cerca de 2 mil acessos diários. Um ano depois, esses acessos cresceram para 50 mil. E em seu início, tinha sua sede em uma garagem. Passado esse um ano, a empresa já estava instalada em um dos prédios mais modernos que havia no centro de Seattle. Enquanto Yahoo! E Amazon.com ditavam as regras da Internet comercial na condição de pioneiros da indústria nos Estados Unidos, a Web brasileira acompanhava com atenção o surgimento de centenas de pequenos provedores de acesso a rede. A venda de computadores pela primeira vez ultrapassa a de aparelhos de TV e o consumo de linhas telefônicas aumentou gradualmente, até a explosão observada após a privatização do setor em 1998 (VIEIRA, 2003, p. 16). A partir daí, o Brasil com relação à Internet começou a criar a forma que temos hoje. Os bancos passaram a aderir suas operações na rede, revistas e jornais e alguns outros meios de comunicação impressos, passaram a ter agora sua versão on-line. A eliminação do papel vem acontecendo até hoje, ainda que de forma gradativa. Mas, já se pode perceber uma grande evolução a esse respeito. A maioria das coisas que antes eram feitas em lojas físicas, hoje já podem ser facilmente encontradas em versão digital. A prova definitiva de que a Internet havia chegado realmente para valer na vida das pessoas foi a criação da declaração on-line do Imposto de Renda, pela qual a Receita Federal conseguiu praticamente eliminar o uso do papel. Hoje, nada menos do que 97% das declarações são enviadas pela Web. Nesse meio tempo, a indústria digital brasileira foi sendo construída a partir das ideias e do suor de empreendedores que tiveram a coragem de se dedicar a algo muito pouco conhecido- e de futuro completamente incerto (VIEIRA, 2003, p. 16). 2.3 INTERNET E AS REDES SOCIAIS Com a popularização da internet, diversas ferramentas foram surgindo para cada vez mais facilitar a vida das pessoas. Assim como os serviços básicos (compras, por exemplo), algo relacionado à diversão e entretenimento também precisou ser pensado, já que atualmente a maioria das pessoas passa sua maior parte do dia em frente ao computador ou outros aparelhos que tenham acesso à Internet.

17 17 Uma rede social é definida como um conjunto de dois elementos: atores (pessoas, instituições ou grupos; os nós da rede) e suas conexões (interações ou laços sociais). Uma rede é a metáfora para observar os padrões de conexão de um grupo social, a partir das conexões estabelecidas entre os diversos atores. A abordagem de rede tem, seu foco na estrutura social, onde não é possível isolar os atores sociais nem suas conexões (RECUERO, 2009, p. 24). O sucesso que as redes sociais vêm fazendo no Brasil é algo impressionante. Porém, assim como uma rede está em alta hoje, amanhã já pode ter perdido diversos usuários. Quando uma nova rede chega apresentando características melhores e mais modernas do que as que já estão em evidência, a mudança acontece rapidamente e uma rede que estava com milhares de perfis, acaba morrendo. Um dos principais objetivos das redes sociais é fazer com que o usuário encontre um grupo de pessoas que se assemelha a ele em se tratando de assuntos relacionados à música, compras, filmes, livros e personalidades. Em outros casos, essas redes on-line tornam-se formas de comunidades especializadas, isto é, formas de sociabilidade construídas em torno de interesses específicos. Como as pessoas podem facilmente pertencer a várias dessas redes, os indivíduos tendem a desenvolver seus portfólios de sociabilidade, investindo diferencialmente, em diferentes momentos, em várias redes com barreiras de ingresso e custos de oportunidades baixos. Disso decorre, por um lado, extrema flexibilidade na expressão da sociabilidade, à medida que indivíduos constroem e reconstroem suas formas de interação social (CASTELLS, 2003, p. 110). No Brasil, as redes sociais que fizeram mais sucesso são: Orkut, Facebook e Twitter. O Orkut, por ser uma das primeiras mídias sociais a serem criadas, servindo inclusive como base para as que vieram em seguida, acabou morrendo. Perfis abandonados e ferramentas sem qualquer utilidade para a disseminação da informação importante a quem se conecta na internet, fizeram com que a maioria de seus usuários migrassem para o Twitter e para o Facebook. 2.4 FACEBOOK: SURGIMENTO E APRESENTAÇÃO DA REDE O Facebook é a rede social que está em evidência no momento. Segundo Mezrich (2010, p. 20), a rede foi criada em 4 de fevereiro de 2004, porém só a partir do ano de 2010 ficou conhecida e passou a ser mais bem utilizada no Brasil. Com diversos botões, interface moderna, aplicativos, além de uma mescla de todas as outras redes juntas, vêm fazendo o maior sucesso entre os brasileiros. A criação de

18 18 um perfil é realizada através de uma conta de já criada pelo usuário. E a partir disso, o perfil começa a tomar forma. Lembrando que as configurações e regras da rede permitem que apenas pessoas com idade superior a 13 anos criem seu perfil. Nome, idade, estado civil, grau de parentesco com outros usuários, páginas de pessoas famosas que o usuário possa vir a gostar, páginas de empresas ou sites de compras utilizadas pelo mesmo são ferramentas disponíveis do Facebook. Existe também um aplicativo que permite o usuário ter um perfil no Twitter e suas mensagens postadas lá aparecem de forma automática no seu perfil do Facebook. É quase como um 2 em 1. Poupa-se a atualização manual de uma rede, sem deixá-la de lado (MEZRICH, 2010, p. 38). O diferencial desta rede é o botão curtir, o qual permite o usuário a dizer se gostou ou não de qualquer publicação colocada nesta rede. O Facebook vive em constante aperfeiçoamento e agora já conta também com informações como se o usuário é ou não doador de órgãos e também links de outros sites e blogs. Isso é algo que facilita a disseminação da informação, já que o usuário não necessita estar navegando em certo blog ou site para ter acesso ao conteúdo dele. Consegue-se fazer praticamente tudo pelo Facebook. Aplicativos de mapas e localizadores também ganharam seu espaço. De um aparelho celular ou ate mesmo um computador portátil, eh possível colocar no perfil a localização exata de onde se esta postando, ilustrando com fotos e ainda com a opção da marcação e identificação de amigos que também tenham o perfil. Nesta rede, as empresas vêm se destacando, com a criação de perfis dinâmicos e cheios das mais diversas informações e inclusive sorteios, os quais atraem curtidores da sua página (MEZRICH, 2010, p. 43). 2.5 INTERNET COMO MÍDIA Todo avanço tecnológico e desenvolvimento que a Internet apresentou durante os anos, faz com que ela se torne um ponto importante de contato com os consumidores. Assis (2006, p.17) destaca que a internet tem papel fundamental na tomada de decisões e de posicionamento da marca uma vantagem competitiva sustentável inestimável para qualquer empresa. Isto justifica o fato de que a marca, para ter um bom índice de lembrança, deve estar presente nos mais variados meios e atingindo seu público alvo da melhor maneira possível, o que é totalmente possível

19 19 e mensurável com a utilização da Internet. Com tantas possibilidades e informações que a Internet proporciona, a probabilidade de acertar em cheio o consumidor é grande, sendo justificado pela afirmação de Assis (2006, p.20) que diz que a Internet é um meio com ampla riqueza de informação, o que facilita qualquer ação de planejamento, pesquisa e levantamento de dados. Além dos investimentos tradicionais em mídia na Internet, a integração com a explosão das redes sociais é algo que deve ser pensado e, quando uma vez utilizado, a empresa/marca acaba se tornando refém desse investimento, pois percebe-se a importância das estratégias de comunicação para estas redes no planejamento de marca da empresa (MÍDIA DADOS, 2012). A diversidade de opções e o desenvolvimento de estratégias de alguns anunciantes na Internet é destacada por informações do Mídia Dados (2012), afirmando que se muitos anunciantes ainda estão tateando no emprego da web como mídia, outros têm conseguido desenvolver estratégias mais sofisticadas, explorando melhor os diferenciais da plataforma. Isso normalmente se deve ao fato dos anunciantes serem mais ousados e perceberem que os consumidores da sua marca estão consumindo informação e propaganda também em outros meios e que é importante que ela esteja presente para este consumidor, assim como estabelecer um novo canal de comunicação com os consumidores online, criando um gerenciamento da marca nas mídias digitais e evitando crises que possam prejudicar a imagem da marca. Anunciantes e agências de propaganda percebendo o desenvolvimento e a importância que a Internet proporcionou para o meio digital, aumentam seus investimentos em propaganda ano a ano, percebendo um retorno positivo sobre esses investimentos. Segundo dados publicados no site IDGNow (2012): Os investimentos mundiais em propaganda na web seguem crescendo rapidamente. De acordo com números da Nielsen, no primeiro trimestre desde ano, a publicidade online aumentou 12,1% em relação ao mesmo período do ano passado. A Internet foi aúnica mídia com dois dígitos de expansão. Pesquisas recentes realizadas com o consumidor brasileiro revelam um aumento significativo na utilização da Internet, superando até mesmo o aumento de consumo da televisão; o brasileiro também consome internet em todos os lugares durante todo o dia.

20 20 Outra pergunta deu a dimensão do que a web vem representando para os brasileiros. A questão se você tivesse 15 minutos livres para usar no dia, qual seria a atividade preferida trouxe como primeira resposta a navegação na Internet. Essa foi a escolha de 33% dos entrevistados. Em seguida, ficou a utilização das redes sociais, com 13%. Ver TV atingiu 11% das preferências. Somadas as respostas que implicavam em algum uso online, 62% das pessoas gostariam de dedicar esses 15 minutos livres ao consumo de meios digitais. [...] a internet é a mídia mais utilizada em todos os lugares, como escola e trabalho, e situações de um dia típico. [...] A pesquisa indica que, de manhã, 14% das pessoas consomem jornal. O percentual para a web, nesse momento do dia, é de 69%. À noite, 78% dos entrevistados disseram que navegam na internet (PROXXIMA, 2012). Diante dos dados, é perceptível que os anunciantes devem implantar ou reforçar seus investimentos em mídia digital, incluindo estes esforços em seu mix de comunicação com o objetivo de realizar uma comunicação integrada, atingindo seus públicos da melhor maneira possível.

Importância do Marketing Digital como Ferramenta do Mix de Comunicação 1

Importância do Marketing Digital como Ferramenta do Mix de Comunicação 1 Importância do Marketing Digital como Ferramenta do Mix de Comunicação 1 Jorge Eduardo MANFRINI 2 Márcia Regina ANNUSECK 3 Centro Universitário Leonardo da Vinci - Indaial - SC RESUMO A Internet se desenvolve

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANTÔNIO TAVARES PEREIRA ROMILSON BARSANULFO DA SILVA

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANTÔNIO TAVARES PEREIRA ROMILSON BARSANULFO DA SILVA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANTÔNIO TAVARES PEREIRA ROMILSON BARSANULFO DA SILVA A IMPORTÂNCIA DAS REDES SOCIAIS PARA A COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL

Leia mais

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL DICAS PARA DIVULGAR SUA EMPRESA E AUMENTAR AS VENDAS NO FIM DE ANO 7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL Sumário Apresentação Capítulo 1 - Crie conteúdo de alta

Leia mais

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Curso de Marketing Disciplina: Web Marketing Professor: Roberto Marcello Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Web Marketing Web Marketing é qualquer esforço promocional realizado

Leia mais

ARKETING INTERNET SEO CRIATIVIDADE AGÊNCIA CRIAÇÃO

ARKETING INTERNET SEO CRIATIVIDADE AGÊNCIA CRIAÇÃO DESIGN CRIAÇÃO AGÊNCIA USABILIDA ARKETING INTERNET SEO DIGIT CRIATIVIDADE DESDE 1999 NO MERCADO, A M2BRNET É UMA AGÊNCIA DE MARKETING DIGITAL ESPECIALIZADA EM SOLUÇÕES PERSONALIZADAS. SI ARQ Desde 1999

Leia mais

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda.

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo Copyright 2015 Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Todos os direitos reservados. Pode ser compartilhado com conteúdo,

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

REDES SOCIAIS PARA PEQUENAS EMPRESAS

REDES SOCIAIS PARA PEQUENAS EMPRESAS REDES SOCIAIS PARA PEQUENAS EMPRESAS Entenda a importância da utilização das Redes Sociais para a sua pequena empresa e conheça os fundamentos necessários para obter resultados positivos com a sociabilidade.

Leia mais

Mídias Sociais. Fatos e Dicas para 2013. Esteja preparado para um ano digital, social e interativo

Mídias Sociais. Fatos e Dicas para 2013. Esteja preparado para um ano digital, social e interativo Mídias Sociais Fatos e Dicas para 2013 Esteja preparado para um ano digital, social e interativo NESTE E-BOOK VOCÊ VAI ENCONTRAR: 1 - Porque as mídias sociais crescem em tamanho e em importância para o

Leia mais

C.P.F. DOS ENVOLVIDOS: 105111179-06 085997089-29 093745209-23 KRIO. A integração entre a tecnologia e a comunicação para Jovens Aprendizes

C.P.F. DOS ENVOLVIDOS: 105111179-06 085997089-29 093745209-23 KRIO. A integração entre a tecnologia e a comunicação para Jovens Aprendizes C.P.F. DOS ENVOLVIDOS: 105111179-06 085997089-29 093745209-23 KRIO A integração entre a tecnologia e a comunicação para Jovens Aprendizes FLORIANÓPOLIS 2014 2 RESUMO: O projeto apresentado é resultado

Leia mais

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO!

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! Como deixar seu negócio on-line Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! A palavra de ordem das redes sociais é interação. Comparando a internet com outros meios de comunicação em massa como

Leia mais

tudo o que você precisa saber

tudo o que você precisa saber tudo o que você precisa saber Introdução 03 Qual a diferença do marketing tradicional para o digital 07 Por que sua clínica precisa de Marketing Digital 10 O que pode ou não ser feito no Marketing Médico

Leia mais

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS.

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL. Expositor. Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com.

SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL. Expositor. Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com. SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL Expositor Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com.br (61) 9613-6635 5 PILARES DO MARKETING DIGITAL 1 2 3 4 5 Presença digital: Ações

Leia mais

Marketing Digital de resultado para PMEs. Monitoramento na Internet A arma competitiva das pequenas e médias empresas

Marketing Digital de resultado para PMEs. Monitoramento na Internet A arma competitiva das pequenas e médias empresas Monitoramento na Internet A arma competitiva das pequenas e médias empresas 1 Sumário I II V Porque monitorar? O que monitorar? Onde monitorar? Como engajar? 2 Por que Monitorar? 3 I II V Nas mídias sociais

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA II

ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA II ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA II Atividades Gerenciais de MKT Produto Testar Novos Produtos; Modificar Atuais; Eliminar; Política de Marcas; Criar Satisfação e Valor; Embalagem. 2 1 Atividades Gerenciais

Leia mais

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa Como implementar Social Media na empresa 1 As razões: Empresas ainda desconhecem benefícios do uso de redes sociais Das 2,1 mil empresas ouvidas em estudo do SAS Institute e da Harvard Business Review,

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

A importância de personalizar a sua loja virtual

A importância de personalizar a sua loja virtual A importância de personalizar a sua loja virtual Ter uma loja virtual de sucesso é o sonho de muitos empresários que avançam por esse nicho econômico. Porém, como as lojas virtuais são mais baratas e mais

Leia mais

Thaísa Fortuni. 15 dicas de Mídias Sociais para Moda. Copyright 2015 - Todos os direitos reservados

Thaísa Fortuni. 15 dicas de Mídias Sociais para Moda. Copyright 2015 - Todos os direitos reservados Thaísa Fortuni Thaísa Fortuni 15 dicas de Mídias Sociais para Moda Copyright 2015 - Todos os direitos reservados Sobre Thaísa Fortuni Publicitária por formação, escritora e empreendora digital. Trabalha

Leia mais

Uma solução completa para sua estrátegia de SOCIAL MEDIA HELLO WORLD!

Uma solução completa para sua estrátegia de SOCIAL MEDIA HELLO WORLD! Uma solução completa para sua estrátegia de SOCIAL MEDIA HELLO WORLD! SocialSuite Rua Claudio Soares, 72-16 andar +55 11 3032 1982 São Paulo - SP Brasil Introdução Esse material foi desenvolvido pela equipe

Leia mais

Marketing. Conrado Adolpho Vaz. O Guia Definitivo de Marketing Digital. Novatec

Marketing. Conrado Adolpho Vaz. O Guia Definitivo de Marketing Digital. Novatec Google Marketing O Guia Definitivo de Marketing Digital Conrado Adolpho Vaz Novatec Sumário Prefácio à 1ª edição... 21 Prefácio à 2ª. edição... 23 Prefácio à 3ª edição... 25 Introdução... 27 Parte I O

Leia mais

POR QUE OFERECER UM ATENDIMENTO MULTICANAL?

POR QUE OFERECER UM ATENDIMENTO MULTICANAL? POR QUE OFERECER UM ATENDIMENTO MULTICANAL? Por que oferecer um atendimento multicanal? Este livro reúne em uma única fonte dicas para inovar na experiência com clientes, de um jeito simples e prático;

Leia mais

Apps de Produtividade

Apps de Produtividade Apps de Produtividade Os App s de Produtividade oferecem controle, organização e recursos para profissionalização das áreas internas e externas da empresa, proporcionando: Produtividade Controle Integração

Leia mais

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR CONTEÚDO 1 2 3 4 5 6 Por que as empresas precisam estar conectadas ao mundo mobile Como os aplicativos mobile podem atrair mais clientes. Como os aplicativos

Leia mais

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex...

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... (/artigos /carreira/comopermanecercalmosob-pressao /89522/) Carreira Como permanecer calmo sob pressão (/artigos/carreira/como-permanecer-calmosob-pressao/89522/)

Leia mais

3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing

3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing 26 3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing O surgimento das mídias sociais está intimamente ligado ao fenômeno da geração de conteúdo pelo usuário e ao crescimento das redes sociais virtuais

Leia mais

ÍNDICE 03 INTRODUÇÃO AO MARKETING DIGITAL SOBRE OS AUTORES 04 ENTENDENDO O PAPEL DE CADA FERRAMENTA 05

ÍNDICE 03 INTRODUÇÃO AO MARKETING DIGITAL SOBRE OS AUTORES 04 ENTENDENDO O PAPEL DE CADA FERRAMENTA 05 ÍNDICE 03 SOBRE OS AUTORES 04 ENTENDENDO O PAPEL DE CADA FERRAMENTA 05 CAPÍTULO I - SITE 06,07,08 CAPÍTULO II - BLOG 09,10,11 CAPÍTULO III - SEM & SEO 12,13 CAPÍTULO IV - LANDING PAGES 14,15 CAPÍTULO V

Leia mais

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes Unidade IV Marketing Profª. Daniela Menezes Comunicação (Promoção) Mais do que ter uma ideia e desenvolver um produto com qualidade superior é preciso comunicar a seus clientes que o produto e/ ou serviço

Leia mais

Personalização na Internet Como Descobrir os Hábitos de Consumo de seus Usuários, Fidelizá-los e Aumentar o Lucro de seu Negócio

Personalização na Internet Como Descobrir os Hábitos de Consumo de seus Usuários, Fidelizá-los e Aumentar o Lucro de seu Negócio Personalização na Internet Como Descobrir os Hábitos de Consumo de seus Usuários, Fidelizá-los e Aumentar o Lucro de seu Negócio Roberto Torres Novatec Editora 23 Capítulo 1 O que é Personalização? Este

Leia mais

1 Introdução. 1.1 A Nova Era Digital

1 Introdução. 1.1 A Nova Era Digital 11 1 Introdução Com o advento da nova era da internet, conhecida com web 2.0, e o avanço das tecnologias digitais, o consumidor passa a ter maior acesso à informação bem como à facilidade de expressar

Leia mais

E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa]

E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa] E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa] 1 Sumário O Surgimento do Analista de Redes Sociais... 2 O que é um Analista de Redes Sociais?... 5 Qual é o Perfil do Analista

Leia mais

Prezado Futuro Cliente

Prezado Futuro Cliente Prezado Futuro Cliente É com grade satisfação que encaminhamos nossa apresentação institucional e certos de estabelecermos uma parceria de sucesso e duradoura. Ela foi desenvolvida com objetivo de mostrar

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net APRESENTAÇÃO COMERCIAL www.docpix.net QUEM SOMOS Somos uma agência digital full service, especializada em desenvolvimento web, de softwares e marketing online. A Docpix existe desde 2010 e foi criada com

Leia mais

Marketing de Conteúdo para iniciantes CONTENT STRATEGY

Marketing de Conteúdo para iniciantes CONTENT STRATEGY Marketing de Conteúdo para iniciantes CONTENT STRATEGY A Rock Content ajuda você a montar uma estratégia matadora de marketing de conteúdo para sua empresa. Nós possuimos uma rede de escritores altamente

Leia mais

SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA

SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA Paula Junqueira 7º CONGRESSO RIO DE EDUCAÇÃO CONSTRUINDO A SUA MARCA A marca é o ativo mais importante, independente do tamanho de sua empresa. As mídias sociais são

Leia mais

social media para bares, restaurantes e afins

social media para bares, restaurantes e afins BARTIPS social media para bares, restaurantes e afins O que buscamos? Divulgar seu estabelecimento para milhares de potenciais consumidores. Fazer você ser parte do dia-a-dia de seu cliente Ter suas novidades,

Leia mais

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas.

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Transformação do call center Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Lucre com a atenção exclusiva de seus clientes. Agora,

Leia mais

MANUAL GRATUITO PARA DIVULGAÇÃO NA INTERNET

MANUAL GRATUITO PARA DIVULGAÇÃO NA INTERNET SITE SALÃO DE BELEZA APRESENTA MANUAL GRATUITO PARA DIVULGAÇÃO NA INTERNET BÔNUS: Mais 20 outros lugares para divulgar além do Facebook. Atenção! Siga as instruções e divulgue mais e melhor seu salão de

Leia mais

Inspire Inove Faça Diferente

Inspire Inove Faça Diferente Inspire Inove Faça Diferente Inspire Inove Faça Diferente Se eu tivesse um único dolar investiria em propaganda. - Henry Ford (Fundador da Motor Ford) As companhias prestam muita atenção ao custo de fazer

Leia mais

NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN

NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN 50 A ALMA DO NEGÓCIO Serviço de SAC eficiente é o que todos os clientes esperam e é no que todas as empresas deveriam investir. Especialistas afirmam: essa deve ser

Leia mais

Guia definitivo da pesquisa de mercado online

Guia definitivo da pesquisa de mercado online Guia definitivo da pesquisa de mercado online Noções básicas de pesquisa de mercado e um guia para usar o Opinion Box Índice Introdução 3 1. O que é pesquisa de mercado 4 2. Como fazer uma pesquisa de

Leia mais

Capítulo 1 Por que Google Marketing?

Capítulo 1 Por que Google Marketing? Capítulo 1 Por que Google Marketing? O Google modificou substancialmente a maneira como o mercado lida com a informação e informação, na nossa sociedade pós terceira onda, é tudo. Do dinheiro ao eletrodoméstico,

Leia mais

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Introdução às Mídias Sociais O que fazer com as mídias sociais Tipos de ações As principais mídias sociais Dicas e considerações finais Autor Felipe Orsoli 1 SUMÁRIO 1

Leia mais

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas edição 04 Guia do inbound marketing Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Há um tempo atrás o departamento de marketing era conhecido

Leia mais

Redes Sociais, SEO, Blog ou Adwords: O que devo usar para minha empresa?

Redes Sociais, SEO, Blog ou Adwords: O que devo usar para minha empresa? Redes Sociais, SEO, Blog ou Adwords: O que devo usar para minha empresa? Você já pensou em posicionar sua marca na internet? Construir um relacionamento com seu cliente é uma das formas mais eficazes de

Leia mais

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Maio de 2010 Conteúdo Introdução...4 Principais conclusões...5 Dados adicionais da pesquisa...14 Nossas ofertas de serviços em mídias sociais...21

Leia mais

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice 2 Índice Introdução... 3 Passo 1 Entender o que é Venda Online e E-commerce... 4 Passo 2 Entender o Mercado de Comércio Eletrônico... 5 Passo 3 Canais de Venda... 6 Passo 4 Como identificar uma Boa Plataforma

Leia mais

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão . Indice 1 Introdução 2 Quem Somos 3 O que Fazemos 4 Planejamento 5 Serviços 6 Cases 9 Conclusão . Introdução 11 Segundo dados de uma pesquisa Ibope de 2013, o Brasil ocupa a terceira posição em quantidade

Leia mais

MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO

MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR josuevitor16@gmail.com @josuevitor Marketing Digital Como usar a internet

Leia mais

Apresentação de Serviços

Apresentação de Serviços Apresentação de Serviços Sobre a Gr8Mídia A gr8mídia é uma empresa santista com experiência internacional, tendo um dos diretores graduado em Arte Digital e Design pela Universidade de Long Island no estado

Leia mais

A APLICAÇÃO DE CONCEITOS DE MARKETING DIGITAL AO WEBSITE INSTITUCIONAL

A APLICAÇÃO DE CONCEITOS DE MARKETING DIGITAL AO WEBSITE INSTITUCIONAL A APLICAÇÃO DE CONCEITOS DE MARKETING DIGITAL AO WEBSITE INSTITUCIONAL Victor Nassar 1 O advento da internet e o consequente aumento da participação do consumidor nos websites, representou uma transformação

Leia mais

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal?

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal? Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL O que é Marketing Multicanal? Uma campanha MultiCanal integra email, SMS, torpedo de voz, sms, fax, chat online, formulários, por

Leia mais

Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente. Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente.

Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente. Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente. Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente. As interações com os clientes vão além de vários produtos, tecnologias

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

O CRM e a TI como diferencial competitivo

O CRM e a TI como diferencial competitivo O CRM e a TI como diferencial competitivo Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Profº Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefetpr.br Profº Dr. Luciano Scandelari (UTFPR) luciano@cefetpr.br

Leia mais

Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL

Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL INTRODUÇÃO Já imaginou ter acesso a dados e estatísticas do website do concorrente? Com alguns aplicativos e ferramentas, isso já é possível. Com ajuda deles, você

Leia mais

Tentar entender como usar melhor os diferentes canais.

Tentar entender como usar melhor os diferentes canais. The New Conversation: Taking Social Media from Talk to Action A Nova Conversação: Levando a Mídia Social da Conversa para a Ação By: Harvard Business Review A sabedoria convencional do marketing por muito

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO INTRODUÇÃO: As mídias sociais estão cada vez mais presentes no dia-a-dia das pessoas, oferecendo soluções e transformando as relações pessoais e comerciais.

Leia mais

Influência da internet nas decisões de compra femininas

Influência da internet nas decisões de compra femininas Influência da internet nas decisões de compra femininas Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e

Leia mais

O Efeito Facebook: 7 Maneiras de Rentabilizar Sua Empresa Através do Facebook. Whitepaper Escrito Por: Liana Ling, Especialista em Mídia Social, WSI

O Efeito Facebook: 7 Maneiras de Rentabilizar Sua Empresa Através do Facebook. Whitepaper Escrito Por: Liana Ling, Especialista em Mídia Social, WSI 7 Maneiras de Rentabilizar Sua Empresa Através do Facebook Whitepaper Escrito Por: Liana Ling, Especialista em Mídia Social, WSI Introdução ao Facebook Existem milhares de plataformas de mídia social e

Leia mais

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING CONSULTOR CARLOS MARTINS CRIA - AÇAO EM MARKETING SUA EMPRESA Copyright Consultor Carlos Martins - Todos os direitos reservados wwwcarlosmartinscombr - consultor@carlosmartinscombr Como conquistar Clientes

Leia mais

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Empresa MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Nossa filosofia e oferecer ferramentas de gestão focadas na

Leia mais

www.intermidiabrasil.com.br Apresentação Presença Digital

www.intermidiabrasil.com.br Apresentação Presença Digital Apresentação Presença Digital 2012 ÍNDICE 1. GESTÃO MÍDIAS SOCIAIS... 03 2. ESTRATÉGIAS COMPLEMENTARES... 04 3. PERSONALIZAÇÃO... 05 4. CASES... 06 5. SOBRE A INTERMIDIA BRASIL... 13 6. CLIENTES... 14

Leia mais

Este documento provê informação atualizada, e simples de entender, para o empreendedor que precisa iniciar ou avaliar suas operações online.

Este documento provê informação atualizada, e simples de entender, para o empreendedor que precisa iniciar ou avaliar suas operações online. Os segredos dos negócios online A Internet comercial está no Brasil há menos de 14 anos. É muito pouco tempo. Nesses poucos anos ela já mudou nossas vidas de muitas maneiras. Do programa de televisão que

Leia mais

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida Unidade IV MERCADOLOGIA Profº. Roberto Almeida Conteúdo Aula 4: Marketing de Relacionamento A Evolução do Marketing E-marketing A Internet como ferramenta As novas regras de Mercado A Nova Era da Economia

Leia mais

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS FACTOS A Internet mudou profundamente a forma como as pessoas encontram, descobrem, compartilham, compram e se conectam. INTRODUÇÃO Os meios digitais, fazendo hoje parte do quotidiano

Leia mais

Estudo Hábitos. Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes

Estudo Hábitos. Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes Estudo Hábitos 2012 Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes O estudo O Estudo Hábitos é realizado anualmente pela E.life

Leia mais

As 6 Práticas Essenciais de Marketing para Clínicas de Exames

As 6 Práticas Essenciais de Marketing para Clínicas de Exames As 6 Práticas Essenciais de Marketing para Clínicas de Exames Introdução Fique atento aos padrões do CFM ÍNDICE As 6 práticas essenciais de marketing para clínicas de exames Aposte em uma consultoria de

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Redesenhando a forma como empresas operam e envolvem seus clientes e colaboradores no mundo digital. Comece > Você pode construir de fato uma

Leia mais

Marketing digital NARCISO SANTAELLA

Marketing digital NARCISO SANTAELLA Marketing digital 1 Introdução As agências de publicidade recorrem ao marketing digital para conquistar o público que hoje tem na web uma das principais fontes de informação. Utilizar todos os recursos

Leia mais

5 Conclusões 5.1. Síntese do estudo

5 Conclusões 5.1. Síntese do estudo 5 Conclusões 5.1. Síntese do estudo Este estudo teve como objetivo contribuir para a compreensão do uso das mídias sociais, como principal ferramenta de marketing da Casar é Fácil, desde o momento da sua

Leia mais

ANÁLISE DOS FATORES QUE LEVAM CIDADÃOS MARINGAENSES A UTILIZAR O SERVIÇO DE COMPRAS ONLINE DOS SUPERMERCADOS

ANÁLISE DOS FATORES QUE LEVAM CIDADÃOS MARINGAENSES A UTILIZAR O SERVIÇO DE COMPRAS ONLINE DOS SUPERMERCADOS ANÁLISE DOS FATORES QUE LEVAM CIDADÃOS MARINGAENSES A UTILIZAR O SERVIÇO DE COMPRAS ONLINE DOS SUPERMERCADOS Filipe de Carvalho Oliveira 1, Ivania Skura¹, José Renato de Paula Lamberti 2 RESUMO: O segmento

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

Aline Santos Carlos Augusto Peterson Almeida Rafael Rodrigues Ramon Assis

Aline Santos Carlos Augusto Peterson Almeida Rafael Rodrigues Ramon Assis Aline Santos Carlos Augusto Peterson Almeida Rafael Rodrigues Ramon Assis Marketing Digital Trabalho científico apresentado ao Professor Edvaldo Jr., docente da matéria Marketing Digital, da turma de Produção

Leia mais

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino.

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino. A TERCEIRA EDIÇÃO DA CAMPUS PARTY BRASIL, REALIZADA EM SÃO PAULO ENTRE OS DIAS 25 E 31 DE JANEIRO DE 2010, REUNIU QUASE 100 MIL PARTICIPANTES PARA DISCUTIR AS TENDÊNCIAS DA INTERNET E DAS MÍDIAS DIGITAIS.

Leia mais

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br MIDIA KIT Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br Sobre nosso site O Notícias de Alagoinhas hoje é o portal mais completo da cidade. Somos um Canal de comunicação online que integra

Leia mais

Índice. 03 A Empresa. 04 Missão Visão Valores 05 Nossos Eventos 23 Corpbusiness - Patrocínio 24 Divulgação 25 Expediente

Índice. 03 A Empresa. 04 Missão Visão Valores 05 Nossos Eventos 23 Corpbusiness - Patrocínio 24 Divulgação 25 Expediente MÍDIA KIT 2014 Índice 03 A Empresa 04 Missão Visão Valores 05 Nossos Eventos 23 Corpbusiness - Patrocínio 24 Divulgação 25 Expediente A empresa Fundada em 2007, a empresa possui uma grade anual com diversos

Leia mais

Como criar uma estratégia de comunicação digital vencedora. São Paulo-SP Setembro/2013

Como criar uma estratégia de comunicação digital vencedora. São Paulo-SP Setembro/2013 Como criar uma estratégia de comunicação digital vencedora São Paulo-SP Setembro/2013 Introdução O Objetivo deste trabalho é criar uma estratégia de comunicação digital vencedora através do marketing por

Leia mais

apresentam: Marketing de Conteúdo para Startups: O GUIA DEFINITIVO

apresentam: Marketing de Conteúdo para Startups: O GUIA DEFINITIVO apresentam: Marketing de Conteúdo para Startups: O GUIA DEFINITIVO ÍNDICE Sobre Marketing de conteúdo Montando uma estratégia Funil de vendas digital Escolhendo os canais Tirando do papel Sobre Marketing

Leia mais

3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO

3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO 3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO Fazer vídeos hoje em dia já não é o bicho de 7 cabeças que realmente foi a pouco tempo atrás. Nesse e-book você vai começar a aprender

Leia mais

Tec Triade. Brasil. Em um universo sem limites, sua marca precisa de uma comunicação sem limites. Precisa de um porta-voz.

Tec Triade. Brasil. Em um universo sem limites, sua marca precisa de uma comunicação sem limites. Precisa de um porta-voz. Seu porta-voz na sociedade digital. Em um universo sem limites, sua marca precisa de uma comunicação sem limites. Precisa de um porta-voz. A é uma agência de Comunicação Integrada, com uma equipe especialista

Leia mais

SISTEMÁTICA WEBMARKETING

SISTEMÁTICA WEBMARKETING SISTEMÁTICA WEBMARKETING Breve descrição de algumas ferramentas Sobre o Webmarketing Web Marketing é uma ferramenta de Marketing com foco na internet, que envolve pesquisa, análise, planejamento estratégico,

Leia mais

INFLUÊNCIAS E POSSIBILIDADES DO USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO

INFLUÊNCIAS E POSSIBILIDADES DO USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFLUÊNCIAS E POSSIBILIDADES DO USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO Gustavo Cançado de Azevedo O autor relaciona educação e tecnologia, tomando como ponto de partida a maneira com que os avanços

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATU SENSU EMENTA MBA GESTÃO DE VAREJO

PÓS-GRADUAÇÃO LATU SENSU EMENTA MBA GESTÃO DE VAREJO MBA GESTÃO DE VAREJO 1 - FORMAÇÃO DE PREÇO E ANÁLISE DE MARGEM NO VAREJO: Ementa: Conhecer o conceito de lucro na visão da precificação baseada no custo; demonstrar termos utilizados na formação de preço

Leia mais

MARKETING NA INTERNET

MARKETING NA INTERNET MARKETING NA INTERNET HUGO HOCH CONSULTOR DE MARKETING ER. BAURU SEBRAE-SP hugoh@sebraesp.com.br Marketing na Internet O que é? o Marketing na Internet, também referido como: i-marketing, web marketing,

Leia mais

Porque as mulheres seguem empresas no Twitter?

Porque as mulheres seguem empresas no Twitter? Porque as mulheres seguem empresas no Twitter? Metodologia Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. A pesquisa foi realizada com 737 mulheres com idade entre

Leia mais

Web site Espia Amazonas 1

Web site Espia Amazonas 1 1 Web site Espia Amazonas 1 Lidiane CUNHA 2 Adália CORDEIRO 3 Breno CABRAL 4 Iara RODRIGUES 5 Marcela MORAES 7 Gabrielle NASCIMENTO 8 Faculdade Boas Novas, Manaus, AM RESUMO O web site Espia Amazonas foi

Leia mais

REDES SOCIAIS: Oportunidade de diálogo com a comunidade

REDES SOCIAIS: Oportunidade de diálogo com a comunidade REDES SOCIAIS: Oportunidade de diálogo com a comunidade Prof. Thiago Costa facebook.com/thicosta @thicosta thicosta@gmail.com www.profthiagocosta.wordpress.com www.evcom.com.br QUEM É O NOVO LEITOR? Online

Leia mais

KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais

KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais INTRODUÇÃO Em plena era 2.0 é imprescindível que as empresas estejam presentes na

Leia mais

5 Coisas que você deve saber sobre a ExactTarget Marketing Cloud

5 Coisas que você deve saber sobre a ExactTarget Marketing Cloud 5 Coisas que você deve saber sobre a ExactTarget Marketing Cloud Aprimore a jornada de seus clientes com a plataforma de marketing digital 1:1 líder de mercado 5 Coisas que você deve saber sobre a ExactTarget

Leia mais

COMO ATRAIR VISITANTES PARA SEU WEBSITE

COMO ATRAIR VISITANTES PARA SEU WEBSITE GUIA Inbound Marketing COMO ATRAIR VISITANTES PARA SEU WEBSITE E-BOOK GRÁTIS WWW.FABIODONASCIMENTO.ME Tabela de Conteúdos Introdução... 3 Capítulo 1: Formas de obter Tráfego... 4 Capítulo 2: Como aumentar

Leia mais

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento.

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento. Vamos, juntos Somos agência de publicidade e consultoria em marketing digital com a missão de atender as necessidades de comunicação da sua empresa, com serviços que abrangem desde campanhas integradas

Leia mais

Rádio na Internet: Estudo de caso Rádio Universitária FM 1. Camilla Oliveira VIÉGAS 2 Nonato LIMA 3 Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE

Rádio na Internet: Estudo de caso Rádio Universitária FM 1. Camilla Oliveira VIÉGAS 2 Nonato LIMA 3 Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE Rádio na Internet: Estudo de caso Rádio Universitária FM 1 Camilla Oliveira VIÉGAS 2 Nonato LIMA 3 Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE RESUMO O trabalho apresenta um estudo de caso do site da

Leia mais

Imagem corporativa e as novas mídias

Imagem corporativa e as novas mídias Imagem corporativa e as novas mídias Ellen Silva de Souza 1 Resumo: Este artigo irá analisar a imagem corporativa, mediante as novas e variadas formas de tecnologias, visando entender e estudar a melhor

Leia mais

O que são Comunidades Online

O que são Comunidades Online O que são Comunidades Online e quais são as oportunidades para Pesquisa de Mercado No mundo atual, os consumidores estão mais empoderados para tomar as suas decisões em sua jornada para satisfazer seus

Leia mais

@JoaoKepler. Vendas 3.0

@JoaoKepler. Vendas 3.0 @JoaoKepler VENDAS 3.0 Inovação, Branding e Insights Como vender seu clube na nova era da comunicação utilizando a internet, e-mail, e redes sociais. O que vamos falar aqui hoje? O Poder da Internet, dos

Leia mais

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas.

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Autoatendimento Digital Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Oferece aos clientes as repostas que buscam, e a você,

Leia mais