Hospital Universitário Clementino Fraga Filho. Serviço de Cirurgia Cardíaca. Manual do paciente, revisado em Introdução

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Hospital Universitário Clementino Fraga Filho. Serviço de Cirurgia Cardíaca. Manual do paciente, revisado em 2011. Introdução"

Transcrição

1 Hospital Universitário Clementino Fraga Filho Serviço de Cirurgia Cardíaca Manual do paciente, revisado em Introdução O serviço de Cirurgia Cardiovascular do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho é um serviço multidisciplinar composto de cirurgiões, cardiologistas, intensivistas, enfermeiros, fisioterapeutas, cujo objetivo é cuidar de você em um momento muito delicado da sua vida. O êxito do tratamento depende de todos nós e também de você. Por isso, este manual procura tratar das suas dúvidas e orienta sua recuperação em vários aspectos. A internação será realizada, na maioria das vezes, alguns dias antes da operação, caso necessário, alguns exames serão refeitos para maior segurança. O paciente será admitido no setor internação ou CTI de pósoperatório, dependendo da disponibilidade de acomodação ou a critério médico. Um dos médicos da equipe de cirurgia fará sua internação, sendo necessário levar para o Hospital todos os exames pré-operatórios que estejam com você. Será permitida na UTI a utilização de seus pertences pessoais tais creme dental, escova de dentes, pente e meias. Não é autorizada a permanência de aparelhos eletrônicos como telefone celular, etc. Na transferência para o quarto ou enfermaria, após a operação, é importante que você comunique à equipe de enfermagem se sentir algo anormal como palpitações, calafrios (febre), dores fortes ou presença de secreções nas feridas operatórias. Na véspera ou no dia da operação, a equipe cirúrgica costuma orientar a família ou responsável pelo paciente quanto a expectativa de duração do procedimento na enfermaria ou no saguão do CTI, localizado no oitavo andar do Hospital.

2 Pós-Operatório e Retorno as Atividades Existem diferenças entre os pacientes que foram submetidos à cirurgia cardíaca em relação ao apetite, qualidade do sono, segurança, e confiança após a operação. A pronta recuperação depende de um equilíbrio entre atividade física regular e repouso, alimentação adequada e ajustes na medicação. Todas as alterações em seu ritmo de vida deverão voltar ao normal em cerca de 6 a 8 semanas. Atividades Físicas Os sete primeiros dias em casa, deverão ser como sua permanência no hospital, realizando caminhadas lentas e suaves. Exercícios prolongados e atividades físicas que levam a exaustão devem ser evitados. Após esse período, as caminhadas poderão ser feitas fora de casa, porém sempre em área plana e de forma gradativa, conforme explicado a seguir. Programas e atividades leves como leituras, ouvir música, assistir filmes e receber visitas breves podem lhe fazer muito bem! Evite esforços após as refeições. O programa de condicionamento físico é muito simples. A caminhada é um excelente exercício, que deverá ser realizado diariamente após os 7 primeiros dias. Sempre acompanhado, procure seguir o esquema abaixo: 1ª semana caminhar dentro de casa 2ª semana 20 minutos / dia 3ª semana 30 minutos / dia 4ª semana 40 minutos / dia 5ª semana à 8ª semana 50 minutos / dia Esportes Correr, andar de bicicleta, ou praticar qualquer outro esporte está expressamente proibido. Estas atividades só deverão ser retomadas após a autorização prévia de seu médico, normalmente após 3 meses. Alguns locais possuem os chamados programas de reabilitação cardíaca, nos quais você poderá se inscrever após, 3 ou 4 meses da sua operação. Lembre-se que você não poderá carregar peso, dormir de lado ou realizar esforços com os braços nos dois meses após a operação. Isso pode comprometer a cicatrização do osso do seu tórax e provocar dor de forte intensidade. Também, evite o sol diretamente sobre a cicatriz nesse período.

3 Socialização Seus primeiros 15 dias em casa deverão ser os mais calmos possíveis. É aconselhável evitar telefonemas e visitas em excesso. Após esse período, você já poderá fazer curtas visitas aos amigos e familiares. Evite frequentar locais cheios, como cinemas, teatros, shoppings e mercados. Sono Alguns pacientes experimentam alterações do ritmo do sono após a cirurgia. Procure dormir pelo menos 6 horas por noite, lembrando-se de não deitar-se de lado por pelo menos 60 dias. Caso esteja tendo dificuldade para relaxar e dormir, entre em contato com seu médico, para saber qual a melhor medicação a ser tomada. Postura Você assumirá sua postura normal cerca de duas semanas após a cirurgia. É um mecanismo inconsciente andar um pouco curvado para evita dor. Caso você tenha cicatrizes nas pernas, utilize as meias elásticas de media compressão e evite sentar-se por tempo prolongado. Mantenha as pernas elevadas sempre que puder. A utilização das meias, durante o dia, reduz o edema (inchaço) e facilita a cicatrização de forma importante. Não durma com as meias elásticas! Utilize o Clorexidine (mertiolate incolor) para curativo após o banho. Incisões É comum sentir queimação, formigamento e coceira nas cicatrizes cirúrgicas, o que deve se normalizar após alguns dias. A perna em que foi retirada a veia para cirurgia, poderá inchar (edema). Para que isso não ocorra siga as orientações em relação à postura e utilização da meia elástica (até os joelhos somente). Evite pancadas no tórax e caso tenha vontade de espirrar ou tossir procure colocar um travesseiro ou almofada apoiado sobre a incisão. Lembrese, não tome sol diretamente na cicatriz durante 60 dias. Faça o curativo diariamente com povidine tópico ou clorexidine alcoólico. Não utilize qualquer tipo de pomada sem indicação do médico. Durante a internação, qualquer secreção deverá ser comunicada imediatamente ao seu médico ou à equipe de cirurgia. Os cuidados com as cicatrizes devem ser diários e, de preferência, após o banho. Utilize bastante água corrente, secar a ferida e aplicar Clorexidine (Mertiolate) ou povidine tópico, em alguns casos.

4 Viagens Nos primeiros 60 dias, as viagens só devem ser feitas se forem inadiáveis, porém nunca ultrapassando o limite máximo de 2 horas seguidas. É aconselhável interromper o percurso por alguns minutos e caminhar um pouco. Após esse período e avaliação prévia de seu médico, você poderá viajar normalmente. Sexo O retorno às atividades sexuais só devem ocorrer após 30 dias. Procure assumir posições passivas, que não exijam esforço excessivo do tórax, até o retorno ao normal. Alimentação Dietas ricas em gordura animal são prejudiciais à circulação. Frituras, massas, vísceras (fígado, moela, etc), açúcar e sal assim como comidas condimentadas em excesso também são prejudiciais. Os pacientes têm necessidade de alimentação diferenciada de acordo com cada doença, seja hipertensão arterial, diabetes, etc. Evite alimentar-se muito de uma única vez, procure dividir as refeições em 4 vezes diariamente. Café quando ingerido em grande quantidade pode estimular o sistema nervoso portanto, modere o seu consumo. Bebidas alcoólicas não devem ser tomadas durante os 2 primeiros meses. Após esse período beba com moderação. Caso seja diabético, hipertenso ou faça uso de tranqüilizantes, evite-as. Procure usar óleo vegetal, leite desnatado, produtos com pouca quantidade de gordura, peixes, aves ou carnes magras, legumes e verduras. Os pacientes em uso de anticoagulantes (ex. Marevan) devem evitar a ingestão de alimentos verdes como espinafre, couve, etc. Atividades Domésticas As atividades domésticas leves poderão ser reiniciadas após 1 mês da operação. Dirigir automóvel Você poderá retornar a dirigir após 2 mêses da alta hospitalar. Evite manobras bruscas e dirija com cuidado, pois seus reflexos ainda estarão lentificados. Nunca dirija por períodos longos.

5 Retorno ao trabalho Após 1 mês, você poderá gradativamente reassumir suas atividades de trabalho ou estudo, desde que estas não exijam esforços demasiados, atuando apenas por meio período, devendo assumir o tempo integral, somente após os 2 meses. O tempo de afastamento do trabalho é determinado por médicos peritos do INSS e você receberá um relatório cirúrgico para que regularize sua situação trabalhista. Stress Lembre-se que o estresse é prejudicial a sua saúde! Procure organizar melhor seus horários. Não deixe se aborrecer por pequenos problemas, procure levar a vida de forma agradável e deixe que outras pessoas resolvam os problemas que não necessitem de você. Medicações Siga corretamente as medicações que foram prescritas pelo médico que lhe deu alta hospitalar, só mude caso o seu médico assistente oriente durante a consulta de revisão, após 10 a 15 dias. Nunca deixe de tomar a medicação por conta própria, você poderá colocar sua vida em risco desnecessariamente. Consultas Médicas Procure fazer consultas médicas regulares. Mesmo sentindo-se bem, não deixe de ir às consultas de controle. Existem medicamentos que precisam ser ajustados após a operação como aqueles para controle da pressão arterial, controle da glicose, além dos anti-coagulantes e anti-agregantes plaquetários (medicamentos que afinam o sangue) que devem ser monitorado de perto por seu médico. A febre pode ocorrer no pós-operatório sem necessariamente significar infecção, mas ela sempre deve ser investigada através de exames. Se sua temperatura estiver acima de 37,5 C, seu médico deve ser comunicado ou você deverá procurar nosso Serviço. Estas orientações foram retiradas de estudos e observações de Serviços de Cirurgia Cardíaca, porém qualquer alteração sugerida por parte do médico assistente, poderá ser feita quando julgada procedente. Portanto, discuta com ele este explicativo, adaptando-o caso necessário.você também deverá marcar uma consulta de revisão após a alta hospitalar. Estamos a disposição para maiores esclarecimentos (telefone ), desejando-lhe um excelente restabelecimento! Equipe de Cirurgia Cardíaca do HUCFF, UFRJ

Acompanhamento. Sejam bem-vindos. 7 dias 1 mês 2 meses 3 meses 6 meses 1 ano

Acompanhamento. Sejam bem-vindos. 7 dias 1 mês 2 meses 3 meses 6 meses 1 ano Acompanhamento Sejam bem-vindos Nós desenvolvemos este guia para ajudá-lo a se preparar para a alta de sua criança. Muitas famílias acreditam que aprendendo e conversando antes da alta hospitalar de sua

Leia mais

Vida saudável. Dicas e possibilidades nos dias de hoje.

Vida saudável. Dicas e possibilidades nos dias de hoje. CENTRO UNIVERSITÁRIO ASSUNÇÃO- Vida saudável. Dicas e possibilidades nos dias de hoje. Profa. Dra. Valéria Batista O que é vida saudável? O que é vida saudável? Saúde é o estado de complexo bem-estar físico,

Leia mais

SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO...

SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO... 2 SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO...12 OUTROS HÁBITOS SAUDÁVEIS...14 ATIVIDADE FÍSICA...14 CUIDADOS

Leia mais

FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA DE UBERABA C.N.P.J. 20.054.326/0001-09

FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA DE UBERABA C.N.P.J. 20.054.326/0001-09 Uberaba, 23 de março de 2012 Gabarito da Prova Prática do Processo Seletivo Interno para o cargo de Enfermeiro Possíveis diagnósticos de Enfermagem com seus respectivos planejamentos: 01) Integridade da

Leia mais

MELHORE A SUA VIDA CUIDE DO SEU CORAÇÃO!

MELHORE A SUA VIDA CUIDE DO SEU CORAÇÃO! MAIO, MÊS DO CORAÇÃO MELHORE A SUA VIDA CUIDE DO SEU CORAÇÃO! 12 A 31 DE MAIO DE 2008 EXPOSIÇÃO ELABORADA PELA EQUIPA DO SERVIÇO DE CARDIOLOGIA, COORDENADA PELA ENFERMEIRA MARIA JOÃO PINHEIRO. B A R R

Leia mais

conhecer e prevenir DIABETES MELLITUS

conhecer e prevenir DIABETES MELLITUS conhecer e prevenir DIABETES MELLITUS 2013 Diretoria Executiva Diretor-Presidente: Cassimiro Pinheiro Borges Diretor Financeiro: Eduardo Inácio da Silva Diretor de Administração: André Luiz de Araújo Crespo

Leia mais

O QUE ESPERAR DA CONSULTA

O QUE ESPERAR DA CONSULTA Manual do Paciente Manual do paciente O QUE ESPERAR DA CONSULTA O sucesso e a segurança do procedimento cirúrgico dependem de sua sinceridade durante a consulta. Você será questionado sobre sua saúde,

Leia mais

O objetivo da rinoplastia estética é o resultado harmônico e natural, com traços adequados ao rosto da pessoa.

O objetivo da rinoplastia estética é o resultado harmônico e natural, com traços adequados ao rosto da pessoa. RINOPLASTIA (CIRURGIA PLÁSTICA DO NARIZ) O objetivo da rinoplastia estética é o resultado harmônico e natural, com traços adequados ao rosto da pessoa. Por meio da entrevista com o(a) paciente, o cirurgião

Leia mais

PACIENTE Como você pode contribuir para que a sua saúde e segurança não sejam colocadas em risco no hospital?

PACIENTE Como você pode contribuir para que a sua saúde e segurança não sejam colocadas em risco no hospital? Cartilha de Segurança do PACIENTE Como você pode contribuir para que a sua saúde e segurança não sejam colocadas em risco no hospital? CARO PACIENTE, Esta Cartilha foi desenvolvida para orientá-lo sobre

Leia mais

OTOPLASTIA (CIRURGIA ESTÉTICA DAS ORELHAS)

OTOPLASTIA (CIRURGIA ESTÉTICA DAS ORELHAS) OTOPLASTIA (CIRURGIA ESTÉTICA DAS ORELHAS) Orelha em abano é um defeito congênito, de característica familiar, geralmente bilateral, cujas alterações consistem em um aumento do ângulo (abertura da orelha)

Leia mais

Análise Nutricional do Contador de Pontos (Carinhas)

Análise Nutricional do Contador de Pontos (Carinhas) Análise Nutricional do Contador de Pontos (Carinhas) Finalidade da ferramenta Verificar se a alimentação do dia está adequada, contendo alimentos de boa qualidade, ou seja, com baixa quantidade de gorduras,

Leia mais

INTRODUÇÃO. Diabetes & você

INTRODUÇÃO. Diabetes & você INTRODUÇÃO Diabetes & você Uma das coisas mais importantes na vida de uma pessoa com diabetes é a educação sobre a doença. Conhecer e saber lidar diariamente com o diabetes é fundamental para levar uma

Leia mais

HIPERTENSÃO ARTERIAL Que conseqüências a pressão alta pode trazer? O que é hipertensão arterial ou pressão alta?

HIPERTENSÃO ARTERIAL Que conseqüências a pressão alta pode trazer? O que é hipertensão arterial ou pressão alta? HIPERTENSÃO ARTERIAL O que é hipertensão arterial ou pressão alta? A hipertensão arterial ou pressão alta é quando a pressão que o sangue exerce nas paredes das artérias para se movimentar é muito forte,

Leia mais

HIPERTENSÃO ARTERIAL

HIPERTENSÃO ARTERIAL HIPERTENSÃO ARTERIAL O que é hipertensão arterial ou pressão alta? A hipertensão arterial ou pressão alta é quando a pressão que o sangue exerce nas paredes das artérias para se movimentar é muito forte,

Leia mais

E E R D A B DISEB SO O RA S FALOM VA

E E R D A B DISEB SO O RA S FALOM VA VAMOS FALAR SOBRE OBESIDADE OBESIDADE A obesidade é uma doença crônica caracterizada pelo excesso de gordura corporal no organismo ou quando o peso do corpo ultrapassa em 20% o peso ideal. É atualmente

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM SAMANTHA CORREA VASQUES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM SAMANTHA CORREA VASQUES 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM SAMANTHA CORREA VASQUES RELATÓRIO ESTÁGIO CURRICULAR III- SERVIÇOS DA REDE HOSPITALAR: UNIDADE DE RECUPERAÇÃO PÓS ANESTÉSICA PORTO ALEGRE

Leia mais

ANÁLISE FUNCIONAL DO FITNESS

ANÁLISE FUNCIONAL DO FITNESS ANÁLISE FUNCIONAL DO FITNESS Sobre a Avaliação: O profissional conecta os sensores nos dedos do cliente para que possam captar os sinais do sistema nervoso e enviá-los ao computador, gerando resultados

Leia mais

DORES DE CABEÇA E ENXAQUECA Sex, 28 de Agosto de 2009 19:57 - Última atualização Sáb, 21 de Agosto de 2010 19:16

DORES DE CABEÇA E ENXAQUECA Sex, 28 de Agosto de 2009 19:57 - Última atualização Sáb, 21 de Agosto de 2010 19:16 DORES DE CABEÇA E ENXAQUECA A tensão do dia a dia é a causa mais freqüente das dores de cabeça mas, elas poderem aparecer por diversas causas e não escolhem idade e sexo. Fique sabendo, lendo este artigo,

Leia mais

Direitos Reservados - Super Dieta Detox - http://www.superdietadetox.com.br/aviso-legal

Direitos Reservados - Super Dieta Detox - http://www.superdietadetox.com.br/aviso-legal Avaliações de Saúde e Bem-Estar NIVEL 2 Parabéns por ter chegado até aqui... Como foram estas duas semanas de Preparação, Limpeza Profunda e Reentrada? Não dá para acreditar não é mesmo? Estes 10 Dias

Leia mais

Curso Profissional de Técnico de Apoio Psicossocial- 2º ano Módulo nº5- Semiologia Psíquica Portefólio de Psicopatologia Ana Carrilho- 11ºB

Curso Profissional de Técnico de Apoio Psicossocial- 2º ano Módulo nº5- Semiologia Psíquica Portefólio de Psicopatologia Ana Carrilho- 11ºB Curso Profissional de Técnico de Apoio Psicossocial- 2º ano Módulo nº5- Semiologia Psíquica Portefólio de Psicopatologia Ana Carrilho- 11ºB É uma doença psiquiátrica que leva as pessoas a acreditarem que

Leia mais

Dicas úteis para dormir melhor!

Dicas úteis para dormir melhor! Dicas úteis para dormir melhor! Helpful Hints for Better Sleep - Portuguese Princess Margaret Para pacientes e familiares que têm problemas relacionados com o sono Este panfleto explica: Os tipos de problemas

Leia mais

CURSO TÉCNICO DE ENFERMAGEM ENFERMAGEM CIRÚRGICA MÓDULO III Profª Mônica I. Wingert 301E COMPLICAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS

CURSO TÉCNICO DE ENFERMAGEM ENFERMAGEM CIRÚRGICA MÓDULO III Profª Mônica I. Wingert 301E COMPLICAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS Complicações Cirúrgicas CURSO TÉCNICO DE ENFERMAGEM ENFERMAGEM CIRÚRGICA MÓDULO III Profª Mônica I. Wingert 301E COMPLICAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS 1. Complicações Circulatórias Hemorragias: é a perda de sangue

Leia mais

CUIDANDO DO SEU CORAÇÃO Controle e Prevenção da Doença Aterosclerótica Coronariana

CUIDANDO DO SEU CORAÇÃO Controle e Prevenção da Doença Aterosclerótica Coronariana HOSPITAL DAS CLÍNICAS - UFMG Programa de Reabilitação Cardiovascular e Metabólica Residência Multiprofissional em Saúde Cardiovascular CUIDANDO DO SEU CORAÇÃO Controle e Prevenção da Doença Aterosclerótica

Leia mais

Radioterapia no Cancro do Pulmão

Radioterapia no Cancro do Pulmão Editado em: Novembro de 2006 Apoio: Radioterapia no Cancro do Pulmão Comissão de Pneumologia Oncológica Sociedade Portuguesa de Pneumologia ÍNDICE A Comissão de Pneumologia Oncológica agradece ao autor

Leia mais

Neurociência e Saúde Mental

Neurociência e Saúde Mental 1 DICAS PARA MELHORAR O SONO Dormir bem pode fazer toda a diferença para ir bem em uma prova, ser mais criativo no trabalho e manter uma boa memória. O sono é essencial para manter uma rotina saudável,

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA REALIZAÇÃO DE EXAMES LABORATORIAIS

ORIENTAÇÕES PARA REALIZAÇÃO DE EXAMES LABORATORIAIS ORIENTAÇÕES PARA REALIZAÇÃO DE EXAMES LABORATORIAIS Tempo de Jejum O jejum para alguns exames não é obrigatório, para outros, é necessário que ele seja de 4, 8 ou 12 horas. Verifique com antecedência no

Leia mais

De Bem com a Vida após a Cirurgia Cardíaca

De Bem com a Vida após a Cirurgia Cardíaca De Bem com a Vida após a Cirurgia Cardíaca Introdução Agora começa uma fase muito importante de sua vida a recuperação longe do ambiente hospitalar. Neste momento, é natural o nervosismo e a ansiedade

Leia mais

APOSTILA AULA 2 ENTENDENDO OS SINTOMAS DO DIABETES

APOSTILA AULA 2 ENTENDENDO OS SINTOMAS DO DIABETES APOSTILA AULA 2 ENTENDENDO OS SINTOMAS DO DIABETES 1 Copyright 2014 por Publicado por: Diabetes & Você Autora: Primeira edição: Maio de 2014 Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta apostila pode

Leia mais

Orientação para Pacientes com. Obesidade Mórbida

Orientação para Pacientes com. Obesidade Mórbida ...,,,.,. Orientação para Pacientes com Obesidade Mórbida Obsidade. Um grave problema da atualidade. A obesidade é uma das doenças mais freqüentes, sendo considerada um dos maiores problemas de saúde pública

Leia mais

PREVENÇÃO DAS DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS PREVENIR É PRECISO MANUAL DE ORIENTAÇÕES AOS SERVIDORES VIGIAS DA PREFEITURA DE MONTES CLAROS

PREVENÇÃO DAS DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS PREVENIR É PRECISO MANUAL DE ORIENTAÇÕES AOS SERVIDORES VIGIAS DA PREFEITURA DE MONTES CLAROS PREVENÇÃO DAS DOENÇAS MANUAL DE ORIENTAÇÕES AOS SERVIDORES CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS VIGIAS DA PREFEITURA DE MONTES CLAROS design ASCOM-PMMC PREVENIR É PRECISO DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS No

Leia mais

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Orientação para pacientes com Hérnia Inguinal. O que é uma hérnia abdominal? Hérnia é a protrusão (saliência ou abaulamento) de uma víscera ou órgão através de

Leia mais

Biologia. 8 o ano. Caderno 2

Biologia. 8 o ano. Caderno 2 Biologia 8 o ano Caderno 2 Módulos 7 e 8 1 A atividade das enzimas no organismo humano varia em função do grau de acidez do meio. Observe o gráfico e responda: Qual curva representa o local da ação da

Leia mais

Tratamento pediátrico no INCA. Orientações aos pacientes

Tratamento pediátrico no INCA. Orientações aos pacientes Tratamento pediátrico no INCA Orientações aos pacientes 2010 Instituto Nacional de Câncer / Ministério da Saúde. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução total ou parcial desta obra, desde

Leia mais

VERIFICAÇÃO DE SINAIS VITAIS

VERIFICAÇÃO DE SINAIS VITAIS Página Responsáveis Preparado por: Enfermeiros Analisado por: Serviço de Enfermagem Aprovado por: DAS. Objetivos. Aplicação Padronizar as técnicas de avaliação dos Sinais Vitais a fim de otimizar o serviço

Leia mais

Hemodiálise. Uma breve introdução. Avitum

Hemodiálise. Uma breve introdução. Avitum Hemodiálise Uma breve introdução Avitum O que é hemodiálise? Na hemodiálise, um rim artificial (hemodialisador) é usado para remover resíduos, substâncias químicas extras e fluido de seu sangue. Para colocar

Leia mais

O TAMANHO DO PROBLEMA

O TAMANHO DO PROBLEMA FÍSICA MÉDICA O TAMANHO DO PROBLEMA Quantos hipertensos existem no Brasil? Estimativa de Prevalência de Hipertensão Arterial (1998) 13 milhões se considerar cifras de PA > 160 e/ou 95 mmhg 30 milhões

Leia mais

Triglicerídeos altos podem causar doenças no coração. Escrito por Fábio Barbosa Ter, 28 de Agosto de 2012 11:19

Triglicerídeos altos podem causar doenças no coração. Escrito por Fábio Barbosa Ter, 28 de Agosto de 2012 11:19 Os triglicerídeos são a principal gordura originária da alimentação, mas podem ser sintetizados pelo organismo. Altos níveis de triglicerídeos (acima de 200) associam-se à maior ocorrencia de doença coronariana,

Leia mais

PREVENÇÃO E TRATAMENTO DE HÉRNIA DE DISCO SEM CIRURGIA

PREVENÇÃO E TRATAMENTO DE HÉRNIA DE DISCO SEM CIRURGIA PREVENÇÃO E TRATAMENTO DE HÉRNIA DE DISCO SEM CIRURGIA Dicas para uma vida sem dores na coluna A Hérnia de Disco A nossa coluna é composta de aproximadamente 32 vértebras, que são os ossos que formam

Leia mais

Coração Saudável! melhor dele?

Coração Saudável! melhor dele? As doenças cardiovasculares (DCV s) - incluem as doenças coronarianas e o acidente vascular cerebral (AVC) também conhecido como derrame afetam pessoas de todas as idades, até mesmo mulheres e crianças.

Leia mais

O diabetes ocorre em qualquer idade e se caracteriza por um excesso de açúcar no sangue (hiperglicemia). Os principais sintomas são emagrecimento,

O diabetes ocorre em qualquer idade e se caracteriza por um excesso de açúcar no sangue (hiperglicemia). Os principais sintomas são emagrecimento, O diabetes ocorre em qualquer idade e se caracteriza por um excesso de açúcar no sangue (hiperglicemia). Os principais sintomas são emagrecimento, fome e sede constantes, vontade de urinar diversas vezes,

Leia mais

Traqueostomia Serviço de Enfermagem Cirúrgica

Traqueostomia Serviço de Enfermagem Cirúrgica Manual de orientações sobre Traqueostomia Serviço de Enfermagem Cirúrgica Este manual contou com a colaboração de: professora Isabel Cristina Echer (Enfermagem); bolsista de Iniciação Científica Fernanda

Leia mais

ZOMETA ácido zoledrônico. APRESENTAÇÕES Zometa 4 mg/100 ml - embalagem contendo 1 frasco de 100 ml de solução para infusão pronta para uso.

ZOMETA ácido zoledrônico. APRESENTAÇÕES Zometa 4 mg/100 ml - embalagem contendo 1 frasco de 100 ml de solução para infusão pronta para uso. ZOMETA ácido zoledrônico APRESENTAÇÕES Zometa 4 mg/100 ml - embalagem contendo 1 frasco de 100 ml de solução para infusão pronta para uso. VIA INTRAVENOSA USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada frasco de Zometa 4

Leia mais

MARTIN BEKKER A MINHA E-BIKE É RÁPIDA E CÓMODA. SINTO-ME NO CONTROLO E ADORO ISSO! DANIËL KREMER

MARTIN BEKKER A MINHA E-BIKE É RÁPIDA E CÓMODA. SINTO-ME NO CONTROLO E ADORO ISSO! DANIËL KREMER MARTIN BEKKER IDADE: 45 ANOS UTILIZAÇÃO: PRINCIPAL MEIO DE TRANSPORTE DISTÂNCIA SEMANAL: 38 KM A POTÊNCIA ASSISTIDA VARIÁVEL FAZ DA SHIMANO-STEPS UMA E-BIKE VERSÁTIL. PODE IR ONDE QUISER, QUANDO QUISER,

Leia mais

Praticando vitalidade. Sedentarismo. corra desse vilão!

Praticando vitalidade. Sedentarismo. corra desse vilão! Praticando vitalidade Sedentarismo corra desse vilão! O que é sedentarismo? Sedentarismo é a diminuição de atividades ou exercícios físicos que uma pessoa pratica durante o dia. É sedentário aquele que

Leia mais

Exercícios pós-operatórios iniciais após cirurgia de joelho

Exercícios pós-operatórios iniciais após cirurgia de joelho PÓS-OPERATÓRIO Exercícios pós-operatórios iniciais após cirurgia de joelho Estes exercícios são importantes para aumentar a circulação em seus pés e pernas e prevenir coágulos sanguíneos. Eles também são

Leia mais

VISKEN pindolol. APRESENTAÇÕES Comprimidos. Embalagens com 20 comprimidos de 5 mg ou 10 mg. VIA ORAL USO ADULTO

VISKEN pindolol. APRESENTAÇÕES Comprimidos. Embalagens com 20 comprimidos de 5 mg ou 10 mg. VIA ORAL USO ADULTO VISKEN pindolol APRESENTAÇÕES Comprimidos. Embalagens com 20 comprimidos de 5 mg ou 10 mg. VIA ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada comprimido de 5 ou 10 mg contém, respectivamente, 5 ou 10 mg de pindolol.

Leia mais

Redação Dr. Maurício de Freitas Lima. Edição ACS - Assessoria de Comunicação Social Maria Isabel Marques - MTB 16.996

Redação Dr. Maurício de Freitas Lima. Edição ACS - Assessoria de Comunicação Social Maria Isabel Marques - MTB 16.996 2 Redação Dr. Maurício de Freitas Lima Edição ACS - Assessoria de Comunicação Social Maria Isabel Marques - MTB 16.996 Produção e Projeto Gráfico Designer Gráfico: Patricia Lopes da Silva Edição - Outubro/2012

Leia mais

H O S P I T A L S ÃO P AULO RIBEIRÃO PRETO - SP

H O S P I T A L S ÃO P AULO RIBEIRÃO PRETO - SP H O S P I T A L S ÃO P AULO RIBEIRÃO PRETO - SP Localização dos Leitos Ala Pavimento Leito de 01 a 08 Câmara Hiperbárica Monoplace Leito de e 01 a 08 Leito de 01 a 02 Quarto 201 a 204 Quarto 205 a 207

Leia mais

Manual de Instrução. Bicicleta Horizontal Residencial Physibike Residencial A MAIOR EMPRESA DE EQUIPAMENTOS ESPORTIVOS DA AMÉRICA LATINA

Manual de Instrução. Bicicleta Horizontal Residencial Physibike Residencial A MAIOR EMPRESA DE EQUIPAMENTOS ESPORTIVOS DA AMÉRICA LATINA Manual de Instrução mais de 20 anos Bicicleta Horizontal Residencial Physibike Residencial www.physicus.com.br/bolas www.physicus.com.br/shop www.physicus.com.br/locacao www.physicus.com.br/turismoecoesportivo

Leia mais

Como Se Recuperar Após uma Cirurgia de Extração de Siso

Como Se Recuperar Após uma Cirurgia de Extração de Siso Como Se Recuperar Após uma Cirurgia de Extração de Siso O dente do siso começa a surgir na maioria das pessoas entre os 17 e 24 anos. Porém, em alguns, o siso não nasce completamente e causa dor, inchaços

Leia mais

Artroplastia (prótese) total de joelho

Artroplastia (prótese) total de joelho Artroplastia (prótese) total de joelho A prótese do joelho está indicada quando o joelho apresenta quadro de artrite (artrose) moderada à grave ou por ou por limitação de atividades simples, como caminhar

Leia mais

DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL

DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL As doenças do coração são muito freqüentes em pacientes com insuficiência renal. Assim, um cuidado especial deve ser tomado, principalmente, na prevenção e no controle

Leia mais

cloxazolam Eurofarma Laboratórios S.A. Comprimido 1 mg e 2 mg

cloxazolam Eurofarma Laboratórios S.A. Comprimido 1 mg e 2 mg cloxazolam Eurofarma Laboratórios S.A. Comprimido 1 mg e 2 mg cloxazolam Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 Comprimido FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: Embalagens com 20 e 30 comprimidos contendo

Leia mais

Cartilha. pela Saúde da Mulher

Cartilha. pela Saúde da Mulher Cartilha pela Saúde da Mulher Cólica Menstrual Excesso de Gorduras no Sangue A cólica menstrual ou dismenorreia é uma dor abdominal provocada pelas contrações uterinas que ocorrem durante a menstruação.

Leia mais

5Maneiras para Crescer Saudável

5Maneiras para Crescer Saudável 5Maneiras paracrescer Saudável 1 Troque as bebidas adoçadas por água Objetivo: Troque as bebidas adoçadas (como refrigerantes, bebidas esportivas e refrescos) por água. Você sabia? Os exemplos a seguir

Leia mais

Osteoporose. Trabalho realizado por: Laís Bittencourt de Moraes*

Osteoporose. Trabalho realizado por: Laís Bittencourt de Moraes* Trabalho realizado por: Laís Bittencourt de Moraes* * Fisioterapeuta. Pós-graduanda em Fisioterapia Ortopédica, Traumatológica e Reumatológica. CREFITO 9/802 LTT-F E-mail: laisbmoraes@terra.com.br Osteoporose

Leia mais

O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE PÉ DIABÉTICO

O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE PÉ DIABÉTICO O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE PÉ DIABÉTICO PROBLEMAS CAUSADOS PELO DIABETES MELLITUS CORAÇÃO: Doença arterial coronariana e risco de infarto do miocárdio RINS: Nefropatia CÉREBRO: Acidente vascular cerebral

Leia mais

Ativando o poder. Feminino. 7 Dicas Para Ser Feliz Todos Os Dias. Cris Guerra Grupo Poder Feminino

Ativando o poder. Feminino. 7 Dicas Para Ser Feliz Todos Os Dias. Cris Guerra Grupo Poder Feminino Ativando o poder Feminino 7 Dicas Para Ser Feliz Todos Os Dias Ativando o poder Feminino 7 Dicas Para Ser Feliz Todos Os Dias Sou Cristiane Guerra, atuo como facilitadora para mulheres em seu processo

Leia mais

Dieta da Banana Mini-Curso. 1 Copyright 2009 http://dietasobcontrole.org - Todos os Direitos Reservados.

Dieta da Banana Mini-Curso. 1 Copyright 2009 http://dietasobcontrole.org - Todos os Direitos Reservados. 1 Como começar: Sem demora Sem gastos Sem perda de tempo Sumário 1. Só comendo bananas de manhã? 2. Este método de dieta considera o tempo de descanso do estômago e intestino. 3. Uma boa noite de sono

Leia mais

DICLORIDRATO DE PRAMIPEXOL. Biosintética Farmacêutica Ltda. Comprimidos 0,125 mg, 0,25 mg e 1 mg

DICLORIDRATO DE PRAMIPEXOL. Biosintética Farmacêutica Ltda. Comprimidos 0,125 mg, 0,25 mg e 1 mg DICLORIDRATO DE PRAMIPEXOL Biosintética Farmacêutica Ltda. Comprimidos 0,125 mg, 0,25 mg e 1 mg MODELO DE BULA Bula de acordo com a Portaria n 47/09 USO ORAL USO ADULTO dicloridrato de pramipexol Medicamento

Leia mais

Anexo III. Alterações a incluir nas secções relevantes do Resumo das Características do Medicamento e do Folheto Informativo

Anexo III. Alterações a incluir nas secções relevantes do Resumo das Características do Medicamento e do Folheto Informativo Anexo III Alterações a incluir nas secções relevantes do Resumo das Características do Medicamento e do Folheto Informativo Nota: Este Resumo das Características do Medicamento, rotulagem e folheto informativo

Leia mais

BROCHURA para o DOENTE com ARTRITE IDIOPÁTICA JUVENIL POLIARTICULAR (AIJp) em TRATAMENTO com RoACTEMRA

BROCHURA para o DOENTE com ARTRITE IDIOPÁTICA JUVENIL POLIARTICULAR (AIJp) em TRATAMENTO com RoACTEMRA BROCHURA para o DOENTE com ARTRITE IDIOPÁTICA JUVENIL POLIARTICULAR (AIJp) em TRATAMENTO com RoACTEMRA Esta brochura fornece informação de segurança importante para o doente com AIJp e para os seus pais/responsáveis

Leia mais

www.bowelscreeningwales.org.uk

www.bowelscreeningwales.org.uk Rastreio Screening ao per intestino i tumori intestinali Mais Ulteriori análises investigazioni 4 www.bowelscreeningwales.org.uk Rastreio ao intestino - Mais análises O resultado do seu teste mostra vestígios

Leia mais

Quinta Edição/2015 Quinta Região de Polícia Militar - Quarta Companhia Independente

Quinta Edição/2015 Quinta Região de Polícia Militar - Quarta Companhia Independente GRIPE X RESFRIADO GRIPE e RESFRIADO são as mesmas coisas? Não. A gripe é uma doença grave, contagiosa, causada pelo vírus Influenza (tipos A,B e C) e o resfriado é menos agressivo e de menor duração, causado

Leia mais

Tamaril Senna alexandrina Mill + ASSOCIAÇÃO Sistema Digestivo

Tamaril Senna alexandrina Mill + ASSOCIAÇÃO Sistema Digestivo Tamaril Senna alexandrina Mill + ASSOCIAÇÃO Sistema Digestivo EDICAMENTO FITOTERÁPICO Nomenclatura botânica: Senna alexandrina Mill, Cassia fistula L., Tamarindus indica L., Coriandrum sativum L. e Periandra

Leia mais

Feridas e Curativos. Maior órgão do corpo humano.

Feridas e Curativos. Maior órgão do corpo humano. Feridas e Curativos Enfermeira: Milena Delfino Cabral Freitas Pele Maior órgão do corpo humano. Funções: proteção contra infecções, lesões ou traumas, raios solares e possui importante função no controle

Leia mais

A DIETA CERTA SAÚDE IATE

A DIETA CERTA SAÚDE IATE Ganhar músculos ou perder peso requer alimentos diferentes. Adequar o hábito alimentar aos objetivos garante resultados mais rápidos e eficazes A DIETA CERTA A alimentação equilibrada é essencial para

Leia mais

Mas, vou te dizer algo muito importante, e gostaria muito que você levasse muito a sério o que direi!

Mas, vou te dizer algo muito importante, e gostaria muito que você levasse muito a sério o que direi! Na minha luta contra a balança, os remédios para emagrecer sempre apareceram no meu caminho como uma alternativa para acabar com os meus quilinhos extras e melhorar a minha aparência, sempre com a promessa

Leia mais

A equipe que cuidará de seu filho. Sejam bem-vindos

A equipe que cuidará de seu filho. Sejam bem-vindos Sejam bem-vindos Nós desenvolvemos este guia para ajudá-lo a se preparar para a operação de sua criança. Muitas famílias acreditam que aprendendo e conversando sobre o que esperar do tratamento pode ajudar

Leia mais

Sonolência Excessiva Diurna (SED)

Sonolência Excessiva Diurna (SED) Sonolência Excessiva Diurna (SED) A sonolência é queixa comum, principalmente, entre adolescentes, quase sempre por não desfrutarem de sono satisfatório. Eles dormem poucas horas à noite e, no dia seguinte,

Leia mais

diclofenaco sódico Merck S/A Cápsulas 100 mg

diclofenaco sódico Merck S/A Cápsulas 100 mg diclofenaco sódico Merck S/A Cápsulas 100 mg diclofenaco sódico Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÕES Embalagens contendo 10 cápsulas. USO ORAL - USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada cápsula contém:

Leia mais

Livipark (dicloridrato de pramipexol)

Livipark (dicloridrato de pramipexol) I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Livipark (dicloridrato de pramipexol) APRESENTAÇÕES Livipark (dicloridrato de pramipexol) comprimidos de 0,125 mg. Embalagem contendo 30, 60 e 100 Livipark (dicloridrato

Leia mais

ESCALA DE AVALIAÇÃO DAS CAPACIDADES DE AUTOCUIDADO DA PESSOA PORTADORA DE DIABETES MELLITUS TIPO 2.

ESCALA DE AVALIAÇÃO DAS CAPACIDADES DE AUTOCUIDADO DA PESSOA PORTADORA DE DIABETES MELLITUS TIPO 2. ESCALA DE AVALIAÇÃO DAS CAPACIDADES DE AUTOCUIDADO DA PESSOA PORTADORA DE DIABETES MELLITUS TIPO 2. INSTRUÇÕES: Leia cada afirmação para o (a) entrevistado(a) e circule o número apropriado, que indica

Leia mais

1. O QUE É PARACETAMOL BLUEPHARMA E PARA QUE É UTILIZADO. Grupo Farmacoterapêutico: 2.10 - Sistema Nervoso Central - Analgésicos e antipiréticos

1. O QUE É PARACETAMOL BLUEPHARMA E PARA QUE É UTILIZADO. Grupo Farmacoterapêutico: 2.10 - Sistema Nervoso Central - Analgésicos e antipiréticos Folheto Informativo Informação para o utilizador Paracetamol Bluepharma Paracetamol Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente Este medicamento pode ser adquirido sem receita

Leia mais

Diabetes - Introdução

Diabetes - Introdução Diabetes - Introdução Diabetes Mellitus, conhecida simplesmente como diabetes, é uma disfunção do metabolismo de carboidratos, caracterizada pelo alto índice de açúcar no sangue (hiperglicemia) e presença

Leia mais

MODELO DE TEXTO DE BULA. Composição: Cada comprimido de VENORUTON contém 500 mg de rutosídeo. Excipientes: macrogol e estearato de magnésio.

MODELO DE TEXTO DE BULA. Composição: Cada comprimido de VENORUTON contém 500 mg de rutosídeo. Excipientes: macrogol e estearato de magnésio. MODELO DE TEXTO DE BULA VENORUTON rutosídeo Forma farmacêutica e apresentações: Comprimidos. Embalagem contendo 20 comprimidos. Cápsulas. Embalagem contendo 20 cápsulas. USO ADULTO E PEDIÁTRICO Composição:

Leia mais

Os erros que te impedem de emagrecer!

Os erros que te impedem de emagrecer! Os erros que te impedem de emagrecer! Os 20 erros que comprometem o seu emagrecimento Este artigo é de total responsabilidade e criação de GWBrasil. Acesse e saiba mais: http://goworkoutbrasil.com 1. Não

Leia mais

OS 5 PASSOS QUE MELHORAM ATÉ 80% OS RESULTADOS NO CONTROLE DO DIABETES. Mônica Amaral Lenzi Farmacêutica Educadora em Diabetes

OS 5 PASSOS QUE MELHORAM ATÉ 80% OS RESULTADOS NO CONTROLE DO DIABETES. Mônica Amaral Lenzi Farmacêutica Educadora em Diabetes OS 5 PASSOS QUE MELHORAM ATÉ 80% OS RESULTADOS NO CONTROLE DO DIABETES Mônica Amaral Lenzi Farmacêutica Educadora em Diabetes TER DIABETES NÃO É O FIM... É o início de uma vida mais saudável, com alimentação

Leia mais

Principais propriedades físicas da água.

Principais propriedades físicas da água. BIOQUÍMICA CELULAR Principais propriedades físicas da água. Muitas substâncias se dissolvem na água e ela é comumente chamada "solvente universal". Por isso, a água na natureza e em uso raramente é pura,

Leia mais

Onze mandamentos de Nuno Cobra, preparador físico

Onze mandamentos de Nuno Cobra, preparador físico Gurus da saúde Com dicas simples, preparadores físicos, nutricionistas e médicos, ajudam paulistanos a abandonar vícios, sair do sedentarismo, melhorar hábitos alimentares e, assim, conquistar a tão sonhada

Leia mais

O que se deve saber sobre a tensão arterial elevada

O que se deve saber sobre a tensão arterial elevada O que se deve saber sobre a tensão arterial elevada O que é a tensão arterial elevada? A tensão arterial é a força do sangue contra as paredes das artérias (vasos sanguíneos). Existem duas medidas da

Leia mais

Pressão Intracraniana - PIC. Aula 10

Pressão Intracraniana - PIC. Aula 10 Pressão Intracraniana - PIC Aula 10 Definição É a pressão encontrada no interior da caixa craniana. Pressão exercida pelo líquor nas paredes dos ventrículos cerebrais. Quando essa pressão é alterada significa

Leia mais

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso PADI Programa de Atenção Objetivos do programa Apesar dos benefícios óbvios da internação quando necessária, o paciente idoso afastado da rotina de casa e da família apresenta maior dificuldade de recuperação,

Leia mais

NASFITO. Programa Saúde nas Escolas PSE 2014

NASFITO. Programa Saúde nas Escolas PSE 2014 NASFITO Volume 8, edição 1 Maio, 2014 Programa Saúde nas Escolas PSE 2014 Na semana de 07 à 11 de Abril, ocorreu a mobilização de abertura do Programa Saúde nas Escolas - PSE. Neste ano o tema foi Práticas

Leia mais

INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) Os Rins e suas funções.

INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) Os Rins e suas funções. INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) Os Rins e suas funções. Possuímos dois rins que têm cor vermelho-escura, forma de grão de feijão e medem cerca de 12 cm em uma pessoa adulta.localizam-se na parte posterior

Leia mais

MARIA DA CONCEIÇÃO MUNIZ RIBEIRO MESTRE EM ENFERMAGEM (UERJ

MARIA DA CONCEIÇÃO MUNIZ RIBEIRO MESTRE EM ENFERMAGEM (UERJ Diagnóstico de Enfermagem e a Taxonomia II da North American Nursing Diagnosis Association NANDA MARIA DA CONCEIÇÃO MUNIZ RIBEIRO MESTRE EM ENFERMAGEM (UERJ Taxonomia I A primeira taxonomia da NANDA foi

Leia mais

Prevenção Cardio vascular. Dra Patricia Rueda Cardiologista e Arritmologista

Prevenção Cardio vascular. Dra Patricia Rueda Cardiologista e Arritmologista Prevenção Cardio vascular Dra Patricia Rueda Cardiologista e Arritmologista Principal causa de morte em todo o mundo Considerada uma EPIDEMIA pela OMS em 2009 Alta mortalidade Alta morbidade = Muitas

Leia mais

Nutrientes. E suas funções no organismo humano

Nutrientes. E suas funções no organismo humano Nutrientes E suas funções no organismo humano O corpo humano necessita de uma série de substâncias básicas indispensáveis para a formação de tecidos, para obtenção de energia, para a realização de atividades

Leia mais

PROGRAMA DE CUIDADOS CLÍNICOS DE ARTROPLASTIA TOTAL DE JOELHO

PROGRAMA DE CUIDADOS CLÍNICOS DE ARTROPLASTIA TOTAL DE JOELHO PROGRAMA DE CUIDADOS CLÍNICOS DE ARTROPLASTIA TOTAL DE JOELHO 1 Sumário PROGRAMA DE ARTROPLASTIA... 5 O que é Artroplastia?... 5 Detectores de Metais... 5 Equipe Hcor...6 ORIENTAÇÕES GERAIS...6 ATIVIDADES

Leia mais

Exercícios e bem estar na gestação

Exercícios e bem estar na gestação na gestação Sete motivos para você exercitar-se durante a gravidez. Aumente sua energia. Melhore a qualidade do seu sono. Reduza o desconforto. Prepare-se para a chegada do bebe. Reduza a ansiedade. Melhore

Leia mais

PARKI (dicloridrato de pramipexol) GERMED FARMACÊUTICA LTDA. Comprimido. 0,125 mg, 0,25 mg e 1,0 mg

PARKI (dicloridrato de pramipexol) GERMED FARMACÊUTICA LTDA. Comprimido. 0,125 mg, 0,25 mg e 1,0 mg PARKI (dicloridrato de pramipexol) GERMED FARMACÊUTICA LTDA Comprimido 0,125 mg, 0,25 mg e 1,0 mg IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO PARKI dicloridrato de pramipexol APRESENTAÇÕES Comprimidos de 0,125 mg, 0,25

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Livazo 1 mg, 2 mg e 4 mg comprimidos revestidos por película Pitavastatina

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Livazo 1 mg, 2 mg e 4 mg comprimidos revestidos por película Pitavastatina FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Livazo 1 mg, 2 mg e 4 mg comprimidos revestidos por película Pitavastatina Leia atentamente este folheto antes de tomar Livazo. Conserve este folheto.

Leia mais

Análise dos resultados

Análise dos resultados Análise dos resultados Percepção do estado de saúde Autoavaliação da saúde A avaliação do estado de saúde consiste na percepção que os indivíduos possuem de sua própria saúde. Por conseguinte, é um indicador

Leia mais

CUIDADOS A TER COM O ANIMAL GERIÁTRICO

CUIDADOS A TER COM O ANIMAL GERIÁTRICO Clínica Veterinária de Mangualde Dr. Benigno Rodrigues Dra. Sandra Oliveira CUIDADOS A TER COM O ANIMAL GERIÁTRICO O que devo fazer para garantir um envelhecimento com qualidade de vida ao meu animal?

Leia mais

ZOMETA ácido zoledrônico

ZOMETA ácido zoledrônico ZOMETA ácido zoledrônico APRESENTAÇÕES ZOMETA 4 mg/ 5mL embalagem contendo 1 frasco-ampola de 5 ml de solução injetável concentrada para infusão. ZOMETA 4 mg/5ml + Solução Fisiológica - embalagem contendo

Leia mais