ANEXO I AO EDITAL DE PREGÃO AMPLO Nº 3/2009-ER01AF/ER01 TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANEXO I AO EDITAL DE PREGÃO AMPLO Nº 3/2009-ER01AF/ER01 TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS"

Transcrição

1 ANEXO I AO EDITAL DE PREGÃO AMPLO Nº 3/2009-ER01AF/ER01 TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA NAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, HIDRÁULICAS, SANITÁRIA, COMBATE A INCÊNDIO E GRUPO GERADOR DO ER01 1. Descrição geral dos serviços 1.1. Os serviços deverão ser realizados no prédio do Escritório Regional da Anatel de São Paulo, o qual está localizado na rua Vergueiro, 3073, Vila Mariana, São Paulo, SP A área construída do prédio é de m², possui onze (11) pavimentos tipo, além do piso térreo, barrilete, casa de máquinas e três (3) subsolos Os serviços propostos nesta documentação não serão realizados por equipe lotada nas instalações da Anatel e sim por meio de visitas com freqüência mensal De acordo com a necessidade, os trabalhos serão realizados por profissionais especializados, tais como Eletricistas, Encanadores, Técnicos em Eletrotécnica, Técnicos em Mecânica e Engenheiros A responsabilidade pelo fornecimento de peças de reposição será da Anatel, exceto nas situações de emergência, quando será aplicado procedimento específico que está detalhado nesta documentação A responsabilidade pelo fornecimento de materiais, tais como graxa, solda, estopa, material de limpeza, será da Contratada A Contratada deverá emitir atestados das instalações prediais acompanhados da ART Não estão incluídos no escopo de trabalho deste contrato os serviços de manutenção básica (serviços gerais), ou seja, os serviços de baixa complexidade, tais como: Substituição de lâmpadas, reatores de luminárias, tomadas, fusíveis, interruptores, relê e disjuntores Instalação de cabos elétricos e cabos coaxiais de baixa complexidade (ex.: ligação elétrica de postos de trabalho).

2 1.8.3.Substituição de torneiras e seus componentes, instalações sanitárias Substituição de fechaduras e maçanetas Pequenos reparos em pisos, telhados Retoques em pinturas Pequenos consertos em mobiliário, alterações físicas de layout e remanejamento de biombos e divisórias Pequenos reparos em eletrodomésticos Operação dos quadros de controle das bombas hidráulicas do prédio Operação do painel de comando do grupo gerador do prédio, incluindo o acionamento nas situações de falta de energia elétrica Anotar o consumo de energia elétrica registrado nos relógios do prédio Também não fazem parte do escopo deste contrato os seguintes serviços: Recarga dos extintores e teste de mangueiras de combate a incêndio Lavagem de caixas d água Impermeabilização total das caixas d água Serviços que acarretem modificações de especificações originais das instalações prediais. 2. Descrição das instalações que fazem parte do escopo dos serviços propostos nesta documentação Instalações Elétricas Quadro Geral de força e luz Setenta e sete (77) quadros de força e luz (distribuídos pelos andares) Inclui a instalação elétrica que alimenta e que sai dos quadros de força Quadro de acionamento do sistema de emergência Cabine de baixa tensão Isoladores e pára-raios.

3 2.1.6.Rede de aterramento Instalações Hidráulicas e Sanitárias Três (3) bombas de recalque com potência de 4,0 CV Duas (2) bombas submersas ABS robusta de 1,0 CV instaladas em poço de águas servidas Duas bombas submersas de 1,0 CV de drenagem de águas pluviais Painel de comando automático das bombas de recalque Painel de comando automático das bombas de drenagem de posso de águas servidas Painel de comando automático das bombas de drenagem de águas pluviais Dois reservatórios de água superiores de 41,5 mil m³ cada Dois reservatórios de água inferiores de 20 mil m³ cada Barrilete Poço de recalque de águas pluviais Poço de águas servidas dos sanitários da garagem Registros de gaveta e válvulas de retenção Instalações de Prevenção e Combate a Incêndio Rede de Sprinklers Painel de alarme localizado na portaria do pavimento térreo Rede de Hidrantes (15) Sensores de fumaça localizados em cinco pontos do prédio Duas (2) bombas jókey (uma para a rede de hidrantes e outra para a rede de sprinklers) Painel de controle das bombas de combate a incêndio.

4 2.3.7.Botoeiras de alarme Trinta e quatro (34) portas corta fogo Grupo Gerador Grupo Gerador Maquigeral, MAQ 1403, 84 KVA, motor MWM, 220/ Descrição detalhada dos serviços que serão realizados nas instalações prediais 3.1. A Contratada deverá sanar os problemas identificados durante os trabalhos de manutenção preventiva Serviços a serem realizados nas Instalações Elétricas Quadros de Força e Emergência Verificação e correção das possíveis sobrecargas ou desbalanceamentos Fazer medições de intensidade corrente elétrica visando identificar sobrecarga Substituir e remanejar fiação elétrica que alimenta e que sai dos quadros de força Substituição de cabos elétrico no interior de conduítes Identificar e solucionar problemas de curto-circuito Verificação do aquecimento e funcionamento dos quadros de força e luz Verificação da existência de ruídos elétricos ou mecânicos anormais Medição da amperagem nos quadros de força e luz Verificação da concordância com as condições limites de amperagem máxima permitida para a proteção de cabos.

5 Verificação do aquecimento nos cabos de alimentação Limpeza externa e interna do quadro Verificação das condições gerais de segurança no funcionamento do quadro geral Inspeção dos isoladores e conexões Reaperto dos parafusos de contato, barramentos, seccionadores e contatores Verificação da resistência do aterramento, com base nos limites normalizados Redes de Aterramento Verificação da malha de aterramento, suas condições normais de uso, conexões, malha de cobre nu etc Verificação da resistência às condições de uso das ligações entre o aterramento e os estabilizadores Verificação da resistência ôhmica, com base nos valores limites normalizados Verificação dos índices de umidade e alcalinidade do solo de aterramento, com base nos valores normalizados Isoladores e Pára-raios Verificação do estado de conservação da haste e isoladores Medida de isolamento Continuidade do cabo de terra, tubo de proteção e eletrodo Serviços a serem realizados nas Instalações Hidráulicas e Sanitárias Reservatórios de água

6 Inspeção e reparos do medidor de nível, torneira de bóia, medidor de nível elétrico, sistema automático de funcionamento das bombas, registros de válvulas de pé e de retenção Inspeção da ventilação do ambiente e das aberturas de acesso Inspeção das tubulações imersas em água Substituição de bóias Bombas hidráulicas Inspeção de gaxetas, manômetros, ventilação do ambiente Lubrificação de rolamentos, mancais e outros Verificação do funcionamento do comando automático Retirada e instalação das bombas A mão de obra necessária para o conserto das bombas hidráulicas é responsabilidade da contratada Monitoramento o nível de ruído e vibração das bombas hidráulicas Registros de gaveta Tubulações Inspeção de funcionamento dos registros de gaveta Substituição dos registros de gaveta Inspeção de vazamento Serviço de limpeza e desobstrução Reparo de trechos e de fixações, inclusive repintura Inspeções das uniões dos tubos x conexões Conserto de colunas de água fria do prédio Poço de Águas Servidas

7 Inspeção e reparo das tampas, chaves de acionamento das bombas, válvulas de gaveta e válvulas de retenção Inspeção da ventilação do ambiente e das aberturas de acesso Realização de drenagem quando necessário Substituição de bóias Tubulações (tubos, conexões, fixações e acessórios) Ralos Inspeção de vazamento Serviço de limpeza e desobstrução Reparos de trechos e de fixações, inclusive repintura inspeção das uniões dos tubos x conexões Inspeção periódica de funcionamento Serviços de desobstrução Caixas Coletoras e Caixas de Gordura Inspeção Geral Retirada dos materiais sólidos Retirada dos óleos e gorduras Poço de Águas Pluviais Inspeção e reparo das tampas, chaves de acionamento de bombas, válvula de gaveta e válvula de retenção Inspeção da ventilação do ambiente e das aberturas de acesso Tubulações (tubos, conexões, fixações e acessórios) Inspeção de vazamento Serviço de limpeza e desobstrução.

8 Calhas Reparos de trechos e de fixações, inclusive repintura inspeção das uniões dos tubos x conexões Inspeção de vazamento Serviços de desobstrução Reparos de trechos e de fixações inspeção das uniões calha x tubos pintura das calhas e condutores metálicos Caixas de inspeção inspeção de funcionamento serviço de limpeza e de desobstrução Serviços a serem realizados nas instalações de prevenção e combate a incêndio Hidrantes e Sprinklers Teste de funcionamento do grupo moto-bomba Verificação e lubrificação de todas as válvulas de controle do sistema Verificação da anormalidade do abastecimento d água do sistema e da possível existência de válvulas fechadas ou obstruções na tubulação de fornecimento Verificação da pressão dos manômetros Inspeção e limpeza dos bicos de sprinklers Inspeção das tubulações e verificação das condições de funcionamento Verificação do estado de conservação dos suportes pendentes e reaperto e substituições Teste dos dispositivos de alarme de descarga de água e

9 lacração na posição normal de abertura das válvulas que controlam seu fornecimento Inspeção e ligação das bombas Teste dos hidrantes e escoamento de eventuais incrustações e detritos aderidos às paredes internas da tubulação Substituição de válvulas borboleta e registros de gaveta Serviços de solda em tubos de cobre Bombas Hidráulicas Inspeção de gaxetas, manômetros, ventilação do ambiente Lubrificação de rolamentos, mancais e outros Verificação do funcionamento do comando automático Retirada e instalação das bombas A mão de obra necessária para o conserto das bombas hidráulicas é responsabilidade da contratada Monitoramento o nível de ruído e vibração das bombas hidráulicas Válvulas e Alarme Inspeção de funcionamento Reparos de vazamento Inspeção dos manômetros Equipamentos de Medição Inspeção e recalibração dos manômetros Inspeção e recalibração dos pressostatos Inspeção e recalibração das chaves de fluxo.

10 3.4.5.Serviços a serem realizados no Grupo Gerador A manutenção do grupo gerador de emergência deverá ser realizada de conformidade com as recomendações do fabricante do equipamento Serviços a serem realizados nas portas corta fogo Inspeção, limpeza, lubrificação, regulagem e substituição de peças dos alojadores de trinco, fechaduras, trincos, dispositivos anti-pânico, selecionadores de folhas, dobradiças, molas, travas, etc.). 4. Processo para fornecimento de peças pela Anatel 4.1. A responsabilidade pelo fornecimento de peças é da Anatel e o procedimento padrão será o seguinte: A Contratada identificará a necessidade de substituição de peças; A Contratada apresentará à Anatel a especificação das peças a serem substituídas; A Anatel realizará o processo para aquisição das peças; Contratada poderá participar desse processo O fornecimento de matérias de consumo e de limpeza descritos a seguir serão responsabilidade da Contratada: estopa, detergente, solda, graxa, óleo lubrificante (cárter de motor) e óleo combustível (diesel). 5. Processo de fornecimento de peças em situações de emergência 5.1. Um serviço será caracterizado como emergencial, quando não for previsto e necessitar de solução imediata, não sendo possível aguardar o processo de aquisição de peças pela Anatel Nesse caso o processo de fornecimento de peças será o seguinte: A Contratada identificará a necessidade de substituição da peça; A Anatel constatará a situação de emergência e autorizará a

11 Contratada a instalar a peça A Contratada instalará a peça de reposição no prazo máximo de 72 (setenta e duas) horas; A Contratada apresentará à Anatel a especificação da peça substituída; A Anatel realizará processo para aquisição da peça; A Contratada participará desse processo; Se a Contratada oferecer o menor preço, a Anatel adquirirá a peça da Contratada Se a Contratada não oferecer o menor preço, a Anatel adquirirá a peça da empresa ganhadora e realizará a devolução da peça para a Contratada. 6. Metodologia 6.1. A Contratada deverá efetuar mensalmente os serviços de Manutenção Preventiva nas instalações elétricas, hidráulicas, sanitárias, combate a incêndio e grupo gerador do ER Os serviços deverão ser executados pela Contratada, nos dias comerciais no período das 8:00h às 18:00h A Contratada deverá manter, em suas dependências, plantão de emergência, 24 horas por dia, sete dias por semana, destinado aos casos emergenciais A Contratada deverá atender aos chamados da Anatel para regularizar anormalidades de funcionamento, procedendo à Manutenção Corretiva O atendimento da Contratada de chamadas feitas pela ANATEL para consertos será de no máximo 180 min A contratada deverá realizar os serviços no máximo em 72h (setenta e duas horas) após a chamada por parte da ANATEL A execução dos serviços deverá obedecer às exigências: Normas da ABNT e do INMETRO referentes às instalações elétricas, hidráulicas, sanitárias, combate a incêndio e grupos

12 geradores Códigos, Leis, Decretos, Portarias e Normas Federais, Estaduais e Municipais Instruções e Resoluções dos Órgãos dos Sistema CREA- CONFEA Instruções técnicas do corpo de bombeiros do Estado de São Paulo Para realização dos serviços deverão ser adotados os cuidados com segurança pertinentes e utilizados os equipamentos de proteção individual EPIs que se fizerem necessárias para a sua perfeita execução com segurança. 7. Avaliação dos serviços 7.1. A avaliação de desempenho técnico da Contratada será realiza trimestralmente pela Anatel através dos indicadores apresentados no formulário abaixo: AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO TÉCNICO DO FORNECEDOR Empresa: Contrato ER01 nº /2010-Anatel Data: / / Item Aferição dos Serviços Prestados Agilidade no atendimento aos chamados Prazos de realização dos serviços Precisão na especificação das peças de reposição Ruim Regular Bom Ótimo

13 Qualificação da Equipe 4 Técnica Postura e comportamento da 5 Equipe Técnica 6 Qualificação da Supervisão 7 8 Eficácia na solução de problemas Comunicação interna da contratada 7.2. O mau desempenho dos serviços prestados pela Contratada é considerado uma infração, a qual poderá ser leve, média ou grave, conforme a descrição da tabela abaixo: Quantidade de Itens com Avaliação Ruim Infração 3 itens LEVE 4 ou 5 itens MÉDIA 5 ou mais itens GRAVE 7.3. As infrações de natureza GRAVE estarão sujeitas à pena de multa de 5% do valor da fatura mensal, sem prejuízo das demais medidas previstas na legislação, no edital e seus anexos. Havendo reincidência da infração, estará sujeita à multa correspondente ao dobro do percentual aplicado o anteriormente, limitado a 10% do valor da fatura mensal 7.4. As infrações de natureza MÉDIA estarão sujeitas à pena de multa de 2% do valor da fatura mensal, sem prejuízo das demais medidas previstas na legislação, no edital e seus anexos. Havendo reincidência da infração, estará sujeita à multa correspondente ao dobro do percentual aplicado anteriormente, limitado a 10% do valor da fatura mensal As infrações de natureza LEVE estarão sujeitas à pena de advertência, sem prejuízo das demais medidas previstas na legislação, no edital e seus anexos. Havendo reincidência da infração de mesma natureza por 3 vezes, estará sujeita à multa no percentual da pena de natureza MÉDIA.

14 MODELO DE ORDEM DE EXECUÇÃO DE SERVIÇO Ordem de Execução de Serviço Identificação da instalação com problem a Instalações de Combate a Incêndio Grupo Gerador Instalações Elétricas Instalações Hidrálica Instalações Sanitárias Localização do Problem a Cobertura Barrilete Andar Térreo Subsolo... Descrição do Problem a Croqui do Local Assinatura do Requisitante Assinatura do Fornecedor Data: / / Data: / /

ANEXO I AO EDITAL DE PREGÃO AMPLO Nº 3/2009-ER01 TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO I AO EDITAL DE PREGÃO AMPLO Nº 3/2009-ER01 TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO I AO EDITAL DE PREGÃO AMPLO Nº 3/2009-ER01 TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA NAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, HIDRÁULICAS, SANITÁRIA, COMBATE A INCÊNDIO E GRUPO

Leia mais

ANEXO II ao Edital de PREGÃO AMPLO Nº 13/2009

ANEXO II ao Edital de PREGÃO AMPLO Nº 13/2009 ANEXO II ao Edital de PREGÃO AMPLO Nº 13/2009 CADERNO DE ENCARGOS MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DO SISTEMA ELÉTRICO, HIDRÁULICO E COMBATE A INCÊNDIO. COMPLEXO SEDE DA ANATEL E UNIDADE DE SOBRADINHO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS LOCAL: SETOR/ENDEREÇO: PERÍODO: RESPONSÁVEL PELAS INFORMAÇÕES: LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS INSTALAÇÕES E SISTEMAS ELÉTRICOS PERÍODICIDADE SERVIÇOS PREVENTIVOS STATUS DIÁRIO Verificação das

Leia mais

ANEXO I EDITAL CONVITE nº 007/2005-ANATEL-ER01 PROCESSO nº 53504.018.436/2005 PROJETO BÁSICO

ANEXO I EDITAL CONVITE nº 007/2005-ANATEL-ER01 PROCESSO nº 53504.018.436/2005 PROJETO BÁSICO ANEXO I EDITAL CONVITE nº 007/2005-ANATEL-ER01 PROCESSO nº 53504.018.436/2005 PROJETO BÁSICO CONDIÇÕES DE CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS ELEVADORES ESCRITÓRIO REGIONAL DA

Leia mais

Avenida Generalíssimo Deodoro, nº 367 Umarizal- CEP: 66.055-240 - Belém - PA (91)3221-4100/4102- e-mail: cphgabinete@cph.pa.gov.br

Avenida Generalíssimo Deodoro, nº 367 Umarizal- CEP: 66.055-240 - Belém - PA (91)3221-4100/4102- e-mail: cphgabinete@cph.pa.gov.br ANEXO II PLANO DE MANUTENÇÃO 1- OBJETO 1.1 Contratação de empresa especializada para prestação de serviços contínuos de operação, manutenção preventiva e corretiva, com fornecimento de peças, materiais

Leia mais

SERVIÇO DE TERCEIROS OBRIGATÓRIOS M S A AT M S A AT

SERVIÇO DE TERCEIROS OBRIGATÓRIOS M S A AT M S A AT LEGENDA: INSPEÇÃO ZELADOR SERVIÇO DE TERCEIROS OBRIGATÓRIOS SERVIÇO DE TERCEIROS OPCIONAIS M ( MENSAL ) S ( SEMESTRAL) LEGENDA: TOPO DO EDIFÍCIO ANDARES PAVIMENTOS INFERIORES A ( ANUAL ) S ( APÓS TEMPORAL)

Leia mais

ANEXO I Plano de Manutenção Preventiva

ANEXO I Plano de Manutenção Preventiva ANEO I Plano Preventiva 1. Estrutura Sistema Serviço Periodicidade Equipe Responsável 1.1. Fundações 1.2. Pilares 1.3. Vigas Inspeção de possíveis fissuras, trincas, rachaduras, ferragem aparente, desníveis,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.2 A proposta deverá ser elaborada, por lote, com base no Anexo I Relação de Ar Condicionado.

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.2 A proposta deverá ser elaborada, por lote, com base no Anexo I Relação de Ar Condicionado. ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA 1 DO OBJETO DA LICITAÇÃO 1.1 A presente licitação, na modalidade PREGÃO PRESENCIAL, do tipo MENOR POR LOTE, destina-se a na CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA MANUTENÇÃO

Leia mais

MUSEU DAS TELECOMUNICAÇÕES

MUSEU DAS TELECOMUNICAÇÕES 1 ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS (NORMAS E DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS, ESPECIFICAÇÕES E PLANILHA) MUSEU DAS TELECOMUNICAÇÕES ELABORAÇÃO, APROVAÇÃO, DETALHAMENTO E DESENVOLVIMENTO DOS PROJETOS

Leia mais

Guia de Instruções para a Manutenção Predial

Guia de Instruções para a Manutenção Predial Neon -Empresa Patrocinadora Núcleo SBCampo AGENDA PREENCHA O NOME E O TELEFONE DO SEU PRESTADOR DE SERVIÇO. SERVIÇO EMPRESA FONE ÁGUA E ESGOTO ELEVADORES PORTÕES BOMBAS JARDIM EQUI.SEGURANÇA CAIXA DÁGUA

Leia mais

ANEXO III ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO III ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Folha: 93 ANEXO III ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1. DISPOSIÇÕES GERAIS 1.1. As rotinas de manutenção preventiva, bem como o rol de abrangência das manutenções preditiva e corretiva descritas têm característica

Leia mais

Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação. Carroceria para transporte de: Pintos

Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação. Carroceria para transporte de: Pintos Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação Carroceria para transporte de: Pintos Local: Estrutura da Carroceria 01 01 Ano Reapertar parafusos da estrutura no chassi. 02 06 Meses Verificar vedação das

Leia mais

ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES

ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES Complexo Esportivo de Deodoro Edital 1.10 1. Instalações Hidráulicas e Sanitárias Os serviços de manutenção de instalações hidráulicas e sanitárias,

Leia mais

FILTRO PRENSA OLEOFIL MANUAL

FILTRO PRENSA OLEOFIL MANUAL FILTRO PRENSA OLEOFIL MANUAL 1 - INTRODUÇÃO O objetivo deste manual é disponibilizar todas as informações necessárias para a instalação, operação e manutenção dos filtros prensa OF da OLEOFIL, assim como

Leia mais

INSTRUÇÃO DE PROJETO jun/2006 1 de 15 INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS DIRETORIA DE ENGENHARIA. Projeto. Instalação. Hidráulica. PR 009866/18/DE/2006

INSTRUÇÃO DE PROJETO jun/2006 1 de 15 INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS DIRETORIA DE ENGENHARIA. Projeto. Instalação. Hidráulica. PR 009866/18/DE/2006 TÍTULO INSTLÇÕES HIDRÁULICS ÓRGÃO DIRETORI DE ENGENHRI PLVRS-CHVE Projeto. Instalação. Hidráulica. INSTRUÇÃO DE PROJETO jun/2006 1 de 15 PROVÇÃO PROCESSO PR 009866/18/DE/2006 DOCUMENTOS DE REFERÊNCI OBSERVÇÕES

Leia mais

Instalações Prediais (Hidráulico-Sanitárias e Elétricas) e o Projeto Arquitetônico

Instalações Prediais (Hidráulico-Sanitárias e Elétricas) e o Projeto Arquitetônico Instalações Prediais (Hidráulico-Sanitárias e Elétricas) e o Projeto Arquitetônico Introdução As instalações prediais constituem subsistemas que devem ser integrados ao sistema construtivo proposto pela

Leia mais

Câmara Municipal de São Paulo

Câmara Municipal de São Paulo TERMO DE CONTRATO Nº 10/01 PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO DO AR CONDICIONADO CENTRAL E MINI CENTRAL, QUE ENTRE SI CELEBRAM A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO E DELI-AR COMÉRCIO E MANUTENÇÃO EM AR

Leia mais

INSTALAÇÕES HIDRÁULICO SANITÁRIAS

INSTALAÇÕES HIDRÁULICO SANITÁRIAS INSTALAÇÕES HIDRÁULICO SANITÁRIAS PLANO DE DISCIPLINA 2014 prof. A. Ângelo Lorenzino EMENTA: Sistemas Prediais de Água Fria Sistemas Prediais de Água Quente Sistemas Prediais de Esgotos Sanitários Sistemas

Leia mais

ANEXO IV ANS E PLANO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA

ANEXO IV ANS E PLANO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA ANEXO IV ANS E PLANO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA ACORDO DE NÍVEL DE SERVIÇO (ANS) 1. PERIODICIDADE DE AFERIÇÃO E AVALIAÇÃO A frequência da aferição e avaliação dos níveis de serviço para manutenção será mensal,

Leia mais

PENEIRA AUTOLIMPANTE de Escovas Rotativas - PAL

PENEIRA AUTOLIMPANTE de Escovas Rotativas - PAL Indústria e Comércio de Bombas D Água Beto Ltda Manual de Instruções PENEIRA AUTOLIMPANTE de Escovas Rotativas - PAL Parabéns! Nossos produtos são desenvolvidos com a mais alta tecnologia Bombas Beto.

Leia mais

ANEXO. 1. Plano Mínimo de Manutenção. 2. Manutenção Preditiva

ANEXO. 1. Plano Mínimo de Manutenção. 2. Manutenção Preditiva ANEXO 1. Plano Mínimo de Manutenção 1.1 O Plano Mínimo de Manutenção define as atividades mínimas de manutenção preditiva e preventiva e suas periodicidades para transformadores de potência e autotransformadores,

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DE EDIFICAÇÕES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE

PLANO DE MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DE EDIFICAÇÕES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE PLANO DE MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DE EDIFICAÇÕES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE 2010 PLANO DE MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DE EDIFICAÇÕES Apresentação Este plano, preparado pela União

Leia mais

PROJETO DE INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ÁGUA FRIA REGISTRO DE INSPEÇÃO DE PROJETOS

PROJETO DE INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ÁGUA FRIA REGISTRO DE INSPEÇÃO DE PROJETOS Página 1 GRUPO RESPONSÁVEL PELA ELA- BORAÇÃO DO PROJETO: REGISTRO DE INSPEÇÃO DE PROJETOS PROJETO INSPECIONADO: DATA DA INSPEÇÃO: AUTOR DESTE CHECKLIST MARCOS LUÍS ALVES DA SILVA Sistema de instalações

Leia mais

Questionário para contratação do Seguro de Riscos Operacionais / Nomeados. Geração de Energia (Danos Materiais)

Questionário para contratação do Seguro de Riscos Operacionais / Nomeados. Geração de Energia (Danos Materiais) Questionário para contratação do Seguro de Riscos Operacionais / Nomeados Geração de Energia (Danos Materiais) 1 Dados do Segurado: Nome: CNPJ: 2 Local de Risco: 3 Valores em Risco Danos Materiais: Lucros

Leia mais

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1 ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EDITAL DO PREGÃO AMPLO Nº 008/2010-ER05-Anatel PROCESSO Nº 53528.001004/2010 Projeto Executivo e Estudos de Adequação da nova Sala de Servidores da rede de

Leia mais

9. MANUTENÇÃO DE TRANSFORMADORES:

9. MANUTENÇÃO DE TRANSFORMADORES: 9. MANUTENÇÃO DE TRANSFORMADORES: 9.1 OTIMIZAÇÃO E MONITORAMENTO DA OPERAÇÃO DOS TRANSFORMADORES Os transformadores são máquinas estáticas que transferem energia elétrica de um circuito para outro, mantendo

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO - SISTEMAS HIDRÁULICOS HOSPITAL METROPOLITANO DE BELO HORIZONTE

MEMORIAL DESCRITIVO - SISTEMAS HIDRÁULICOS HOSPITAL METROPOLITANO DE BELO HORIZONTE MEMORIAL DESCRITIVO - SISTEMAS HIDRÁULICOS HOSPITAL METROPOLITANO DE BELO HORIZONTE OBRA: Contrato: 77009 Revisão: 2 Data: 15/12/2009 1. OBJETIVO Este memorial tem por objetivo descrever os sistemas hidráulicos

Leia mais

AutoVistoria Segurança em Edificações. Eng. Eletricista e Segurança do Trabalho: Rogerio Maurer Email: rogeriomaurer@gmail.com

AutoVistoria Segurança em Edificações. Eng. Eletricista e Segurança do Trabalho: Rogerio Maurer Email: rogeriomaurer@gmail.com AutoVistoria Segurança em Edificações Eng. Eletricista e Segurança do Trabalho: Rogerio Maurer Email: rogeriomaurer@gmail.com Motivação: Segurança! Lei Estadual nº 6400, de 05 de Março de 2013. Art. 1º

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE PERNAMBUCO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE PERNAMBUCO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE PERNAMBUCO ANEO I CONTRATO 016/14 PREGÃO N.º 17/14 - ELETRÔNICO PLANILHA DE SERVIÇOS VERIFICAÇÕES PERIÓDICAS SERVIÇOS REGULARES I - DA MANUTENÇÃO

Leia mais

CÓDIGO TÍTULO VERSÃO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA EM TENSÃO SECUNDÁRIA EDIFICAÇÕES COLETIVAS COM SUBESTAÇÃO INSTALADA NO INTERIOR DA PROPRIEDADE

CÓDIGO TÍTULO VERSÃO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA EM TENSÃO SECUNDÁRIA EDIFICAÇÕES COLETIVAS COM SUBESTAÇÃO INSTALADA NO INTERIOR DA PROPRIEDADE SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO PADRÃO TÉCNICO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO PT.DT.PDN.03.14.009 SECUNDÁRIA EDIFICAÇÕES COLETIVAS COM SUBESTAÇÃO INSTALADA NO INTERIOR DA 01 APROVADO POR PAULO JORGE TAVARES DE LIMA

Leia mais

CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 007/2006 1 ANEXO 3 MODELOS DE RELATÓRIOS DE MANUTENÇÃO

CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 007/2006 1 ANEXO 3 MODELOS DE RELATÓRIOS DE MANUTENÇÃO CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 007/2006 1 ANEXO I ESPECIFICAÇÕES ANEXO 3 MODELOS DE RELATÓRIOS DE MANUTENÇÃO CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 007/2006 2 TAG Condição esperada / Atividade IL Quantidade de luminárias

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO 1 1. AVISOS Leia este manual cuidadosamente antes de instalar e operar o equipamento. A operação da máquina deve estar de acordo com as instruções

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ITEM 1 ED. CIDADE ALTA E ANEXO TIPO QUANT. VENC CAP.EXTINTORA

TERMO DE REFERÊNCIA ITEM 1 ED. CIDADE ALTA E ANEXO TIPO QUANT. VENC CAP.EXTINTORA TERMO DE REFERÊNCIA 01 OBJETO: 1.1. Contratação, por lote, de empresa especializada na prestação de serviços de manutenção de extintores, conforme descrito no Edital e anexos. 1.2. LOTE 01 ITEM 1 ED. CIDADE

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DAS CONSTRUÇÕES BLOCO 01

MEMORIAL DESCRITIVO DAS CONSTRUÇÕES BLOCO 01 1. INSTALAÇÕES DE COMBATE A INCÊNDIOS CONDIÇÕES GERAIS O projeto de prevenção e combade a incêndios foi executado atendendo às exigências das seguintes normas e leis: NB; - 9077/93. NT - 15/2009 - CAT

Leia mais

Documento sujeito a revisões periódicas Natal RN CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-1975 / 3232-2118

Documento sujeito a revisões periódicas Natal RN CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-1975 / 3232-2118 Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Postos (Revendedores e de Abastecimento) e Sistemas

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO O - MOTOR PERKINS

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO O - MOTOR PERKINS Consulte as Assistências Técnicas Autorizadas acesse: www.bambozzi.com.br/assistec.xls ou ligue: +55 (16) 33833806 / 33833807 MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro,

Leia mais

Procedimento Prático Para Manutenção de Cabine Introdução Manutenção preventiva Manutenção corretiva Procedimento, verificações e ensaios

Procedimento Prático Para Manutenção de Cabine Introdução Manutenção preventiva Manutenção corretiva Procedimento, verificações e ensaios Procedimento Prático Para Manutenção de Cabine Introdução Nos equipamentos elétricos se faz necessária a manutenção, para que os mesmo possam estar sempre disponível, prolongando sua vida útil, Esta manutenção

Leia mais

TERMO DE ATENDIMENTO SAC MONDIALLE

TERMO DE ATENDIMENTO SAC MONDIALLE TERMO DE ATENDIMENTO SAC MONDIALLE PARTES: De um lado a MONDIALLE e de outro, neste ato nomeado como SOLICITANTE o consumidor autor da solicitação de assistência técnica. 1 - OBJETO DA SOLICITAÇÃO 1.1

Leia mais

CENTRO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TERMO DE REFERÊNCIA. Pregão Presencial nº 008/2008

CENTRO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TERMO DE REFERÊNCIA. Pregão Presencial nº 008/2008 CENTRO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TERMO DE REFERÊNCIA Pregão Presencial nº 008/2008 Anexo II 1 - DO OBJETO 1.1 Prestação de serviços de operação e manutenção

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO OL MODELO OL - MOTOR PERKINS

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO OL MODELO OL - MOTOR PERKINS Consulte as Assistências Técnicas Autorizadas acesse: www.bambozzi.com.br/assistec.xls ou ligue: +55 (16) 33833806 / 33833807 MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro,

Leia mais

MANUTENÇÃO CENTRADA NA CONFIABILIDADE DE SUBESTAÇÕES

MANUTENÇÃO CENTRADA NA CONFIABILIDADE DE SUBESTAÇÕES Comitê de Estudo B3 Subestações Força Tarefa - Manutenção Centrada na Confiabilidade MANUTENÇÃO CENTRADA NA CONFIABILIDADE DE SUBESTAÇÕES Comutadores de tap INTRODUÇÃO Os comutadores de tap são utilizados

Leia mais

COMUSA Serviços de Água e Esgoto de Novo Hamburgo

COMUSA Serviços de Água e Esgoto de Novo Hamburgo 2011 PREFEITO MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO Sr. Tarcísio João Zimmermann DIRETOR GERAL DA COMUSA Eng. Arnaldo Luiz Dutra DIRETOR TÉCNICO DA COMUSA Eng. Júlio César Macedo COORDENADOR DE PROJETOS E OBRAS Eng.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 2.1 A manutenção preventiva para os aparelhos de Ar Condicionado do tipo janela:

TERMO DE REFERÊNCIA. 2.1 A manutenção preventiva para os aparelhos de Ar Condicionado do tipo janela: ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA 1 DO OBJETO DA LICITAÇÃO 1.1 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA COM REPOSIÇÃO PARCIAL DE PEÇAS ORIGINAIS DOS EQUIPAMENTOS DE REFRIGERAÇÃO

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INSPEÇÃO, MANUTENÇÃO, RECARGA E TESTE HIDROSTÁTICO EM EXTITORES DE INCÊNDIO DO SESC/AR/DF CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES 1. INTRODUÇÃO Este documento

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 15

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 15 ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 15 CONTROLE DE FUMAÇA PARTE 2 CONCEITOS, DEFINIÇÕES E COMPONENTES DO SISTEMA

Leia mais

RESPONSABILIDADE DA CONSTRUTORA E GARANTIA

RESPONSABILIDADE DA CONSTRUTORA E GARANTIA RESPONSABILIDADE DA CONSTRUTORA E GARANTIA A San Juan Empreendimentos Imobiliários Ltda responderá pelo prazo de 05 (cinco) anos a contar término da obra, pela solidez e segurança da edificação. Portanto,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS LOCAL: SETOR/ENDEREÇO: PERÍODO: RESPONSÁVEL PELAS INFORMAÇÕES: LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS SISTEMAS HIDROSSANITÁRIOS PERÍODICIDADE SERVIÇOS PREVENTIVOS STATUS SEMANA 01 DIÁRIO Verificação

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 012/2012

PREGÃO PRESENCIAL Nº 012/2012 PREGÃO PRESENCIAL Nº 012/2012 PREÂMBULO O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, criado pelo Decreto-Lei nº 9.295, de 27.05.1946, alterado pela Lei nº 12.249 de 11 de junho 2010,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA PROCESSO N.º 2525-09.00/12-8 PREGÃO ELETRÔNICO N. 46/2012 AJDG N.º 122/2012 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA,

Leia mais

Motobombas - NBF. Manual de instalação, operação e manutenção

Motobombas - NBF. Manual de instalação, operação e manutenção Motobombas - NBF Manual de instalação, operação e manutenção Manual de instalação, operação e manutenção Índice Produto... 2 Dimensões... 3 Inspeção e recebimento... 4 Recomendações de instalação... 4

Leia mais

Documento sujeito a revisões periódicas Natal RN CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-1975 / 3232-2118

Documento sujeito a revisões periódicas Natal RN CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-1975 / 3232-2118 Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Bases de Apoio a Empresas Transportadoras de Cargas e Resíduos

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS E ESPECIFICAÇÕES GERAIS

CADERNO DE ENCARGOS E ESPECIFICAÇÕES GERAIS CADERNO DE ENCARGOS E ESPECIFICAÇÕES GERAIS Instalação do sistema de geração de ozônio na piscina coberta do Centro de Atividades do SESC Ceilândia. Brasília-DF COMAP/DIAD Página 1 BASES TÉCNICAS PARA

Leia mais

ÍNDICE INTRODUÇÃO. Obrigado por adquirir produtos Toyama.

ÍNDICE INTRODUÇÃO. Obrigado por adquirir produtos Toyama. INTRODUÇÃO ÍNDICE Obrigado por adquirir produtos Toyama. As aplicações das motobombas Toyama são diversas: Agricultura, indústrias, minas, empresas, construções, comunicação, cabeamento subterrâneo, manutenção

Leia mais

UNIDADE DE TAPA - BURACO MAR 9000-5m³

UNIDADE DE TAPA - BURACO MAR 9000-5m³ UNIDADE DE TAPA - BURACO MAR 9000-5m³ A Unidade de Tapa Buraco da Marelli modelo MAR-9000, é um equipamento compacto, com vários acessórios que permite um melhor desempenho, agilidade, eficácia, atendendo

Leia mais

LIGAÇÃO NOVA E AUMENTO DE CARGA PARA UNIDADES CONSUMIDORAS COMPREENDIDAS EM ENTRADAS COLETIVAS EXISTENTES (PADRÃO ANTIGO)

LIGAÇÃO NOVA E AUMENTO DE CARGA PARA UNIDADES CONSUMIDORAS COMPREENDIDAS EM ENTRADAS COLETIVAS EXISTENTES (PADRÃO ANTIGO) LIGAÇÃO NOVA E AUMENTO DE CARGA PARA UNIDADES CONSUMIDORAS COMPREENDIDAS EM ENTRADAS COLETIVAS EXISTENTES (PADRÃO ANTIGO) Condições de atendimento Diretoria de Distribuição Gerência de Engenharia da Distribuição

Leia mais

ANEXO IV ESPECIFICAÇÃO PARA MANUTENÇÃO DOS ELEVADORES DO EDIFÍCIO BRASÍLIA DURANTE A MODERNIZAÇÃO E NO PERÍODO DE GARANTIA

ANEXO IV ESPECIFICAÇÃO PARA MANUTENÇÃO DOS ELEVADORES DO EDIFÍCIO BRASÍLIA DURANTE A MODERNIZAÇÃO E NO PERÍODO DE GARANTIA 1 ANEXO IV ESPECIFICAÇÃO PARA MANUTENÇÃO DOS ELEVADORES DO EDIFÍCIO BRASÍLIA DURANTE A MODERNIZAÇÃO E NO PERÍODO DE GARANTIA A) MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS ELEVADORES ATUALMENTE INSTALADOS NO

Leia mais

SISTEMAS DE SPRINKLERS DE COMBATE A INCÊNDIOS

SISTEMAS DE SPRINKLERS DE COMBATE A INCÊNDIOS SISTEMAS DE SPRINKLERS DE COMBATE A INCÊNDIOS CBSpk 2014 CUIDADOS, ENG. CLAUDIO RAMALHO Sócio Diretor Técnico 11 3868 1000 11 99601 2490 MOTIVAÇÃO PARA ESCOLHA DO TEMA - CONSCIÊNCIA PROFISSIONAL E INDIGNAÇÃO

Leia mais

ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS

ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 CANTEIRO DE OBRAS 1.1.1 Construção provisória em madeira -

Leia mais

Apólice de Seguros Incêndio (Revisão das Coberturas)

Apólice de Seguros Incêndio (Revisão das Coberturas) Tabela de e Prazos de Manutenção Item Apólice de s Incêndio (Revisão das Coberturas) Revisar Condições e Importâncias Seguradas. arts. 1.346 e 1348, IX, do Código Civil e art. 13, parágrafo único da Lei

Leia mais

GERADORES DE EMERGÊNCIA ACCIONADOS POR MOTORES DE COMBUSTÃO

GERADORES DE EMERGÊNCIA ACCIONADOS POR MOTORES DE COMBUSTÃO República de Angola Ministério da Energia e Águas GERADORES DE EMERGÊNCIA ACCIONADOS POR MOTORES DE COMBUSTÃO Guia de recomendações e orientações para a operação e a manutenção Emissão: MINEA/DNEE Dezembro

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO / INSTALAÇÃO

MANUAL DO USUÁRIO / INSTALAÇÃO EXPERIENCE OUR INNOVATION BOMBA COM TANQUE DE EXPANSÃO MODELOS: RBSP033 (1/3 CV) RBSP053 (1/2 CV) MANUAL DO USUÁRIO / INSTALAÇÃO SUMÁRIO 1 INFORMAÇÃO AO USUÁRIO... 3 1.1 Líquidos bombeados... 3 1.2 Recomendações

Leia mais

ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS

ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 CANTEIRO DE OBRAS 1.1.1 Construção provisória em madeira -

Leia mais

NOÇÕES SOBRE OPERAÇÃO DE ESTAÇÕES ELEVATÓRIAS

NOÇÕES SOBRE OPERAÇÃO DE ESTAÇÕES ELEVATÓRIAS NOÇÕES SOBRE OPERAÇÃO DE ESTAÇÕES ELEVATÓRIAS Equipe de Elaboração/Revisão Elaboração e Instrutores ALDEMÁRIO SILVA DE OLIVEIRA UCCT/GPR/DT ALVAMAR ROBERTO COELHO CIRNE GFO/DT EDUARDO NOGUEIRA CUNHA UMED/GDP/DT

Leia mais

ED-25 ESTUFA MANUAL DE INSTRUÇÕES & OPERAÇÃO DE MÁQUINA. DEOX MÁQUINAS LTDA www.deox.com.br

ED-25 ESTUFA MANUAL DE INSTRUÇÕES & OPERAÇÃO DE MÁQUINA. DEOX MÁQUINAS LTDA www.deox.com.br ED-25 ESTUFA MANUAL DE INSTRUÇÕES & OPERAÇÃO DE MÁQUINA www.deox.com.br Página 1 de 7 SUMÁRIO 1 ESTUFA... 2 2 INSTRUÇÕES GERAIS... 2 3 ESPECIFICAÇÕES DO EQUIPAMENTO... 3 4 INSTALAÇÃO... 3 4.1 SOLICITAÇÕES

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO I (AO EDITAL DE CONVITE Nº 1/2006) CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ER 8 SALVADOR - BA MEMORIAL DESCRITIVO 1. Considerações Gerais 1.1. Objetivo O presente memorial tem por finalidade estabelecer

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÃO PREDIAL GERAL

TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÃO PREDIAL GERAL 1. OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÃO PREDIAL GERAL 1.1. Prestação de Serviços de Manutenção Predial Geral, para as dependências do Centro Cultural José Bonifácio localizado na Rua Pedro Ernesto, nº

Leia mais

Aquisição com instalação de Geradores e Nobreaks com ENTREGA ÚNICA conforme especificação abaixo para uso dos Postos de Fiscalização Interestaduais.

Aquisição com instalação de Geradores e Nobreaks com ENTREGA ÚNICA conforme especificação abaixo para uso dos Postos de Fiscalização Interestaduais. 1. DO OBJETO: Código de Classificação: 13.02.01.15 TERMO DE REFERÊNCIA Aquisição com instalação de Geradores e Nobreaks com ENTREGA ÚNICA conforme especificação abaixo para uso dos Postos de Fiscalização

Leia mais

QUI-BIO. Laboratório de Química e Biologia PROGRAMA ENSINO MÉDIO INTEGRAL ENSINO INTEGRAL 2014 MEMORIAL DESCRITIVO DE REFORMA

QUI-BIO. Laboratório de Química e Biologia PROGRAMA ENSINO MÉDIO INTEGRAL ENSINO INTEGRAL 2014 MEMORIAL DESCRITIVO DE REFORMA 1/11 MEMORIAL DESCRITIVO DE REFORMA INTRODUÇÃO A escolha das salas a serem adequadas para o Laboratório de Química e Biologia, para a Sala de Preparo e para o Laboratório de Matemática e Física deverá

Leia mais

Quadra 5 Piscina x x x Ver tabela 6 Solidez/ Segurança x Ver tabela da Edificação 3

Quadra 5 Piscina x x x Ver tabela 6 Solidez/ Segurança x Ver tabela da Edificação 3 Sistema 6 meses 1 ano 2 anos 3 anos 5 anos Observações Esquadrias de x x x Ver tabela Alumínio 3 Esquadrias de x Ver tabela Madeira 3 Esquadrias de x Ver tabela Ferro 3 Revestimentos x x x Ver tabela de

Leia mais

Normas da ABNT precisam ser seguidas

Normas da ABNT precisam ser seguidas Normas da ABNT precisam ser seguidas Além das leis ambientais e toda a burocracia que o negócio da revenda exige, o revendedor precisa realizar os procedimentos de acordo com as normas da Associação Brasileira

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DETALHES CONSTRUTIVOS OBJETIVO Este documento tem como objetivo definir diretrizes para projetos de Estações Elevatórias de Esgoto. SISTEMA DE ENTRADA A) MEDIÇÃO - As Estações Elevatórias cuja vazão seja

Leia mais

- FUNDAÇÃO DE APOIO AO HEMOSC/CEPON

- FUNDAÇÃO DE APOIO AO HEMOSC/CEPON CP 290/2015 TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO Contratação de empresa especializada para execução, nas unidades HEMOSC Coordenador, CEPON Complexo, FAHECE-Sede, Almoxarifado FAHECE e Hospital de Apoio do

Leia mais

Termo de Situação Física das Áreas

Termo de Situação Física das Áreas Termo de Situação Física das Áreas O presente termo apresenta características físicas e tem a finalidade de informar ao Licitante as adequações necessárias nas áreas objeto da concessão, destinadas à exploração

Leia mais

http://doweb.rio.rj.gov.br/imprimir.htm?id=305287&edi_id=2960 1/5

http://doweb.rio.rj.gov.br/imprimir.htm?id=305287&edi_id=2960 1/5 Data de publicação: 14/12/2015 Matéria nº : 305287 Diário Oficial nº : 184 RESOLUÇÃO SMAC Nº 606 DE 11 DE DEZEMBRO DE 2015 Estabelece parâmetros ambientais para a implantação e o funcionamento de Subestações

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÕES CASA DE RUI BARBOSA

MANUAL DE OPERAÇÕES CASA DE RUI BARBOSA MANUAL DE OPERAÇÕES CLIMATIZAÇÃO DA BIBLIOTECA CASA DE RUI BARBOSA Av. São Clemente, Nº134 Botafogo Rio de Janeiro/RJ 1 O presente Manual tem por objetivo descrever e especificar as características operacionais,

Leia mais

SPDA (Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas) É PROIBIDA a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização.

SPDA (Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas) É PROIBIDA a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização. SPDA (Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas) Desenvolvimento de projetos Instalação de sistema de proteção (SPDA) Manutenção do sistema de SPDA Laudo Técnico Medição da resistividade do solo

Leia mais

ÍNDICE. Introdução...2. Especificação do produto...2. Construção do ambiente...4. Construção do cômodo de vapor...5. Instalação da chaminé...

ÍNDICE. Introdução...2. Especificação do produto...2. Construção do ambiente...4. Construção do cômodo de vapor...5. Instalação da chaminé... ÍNDICE Introdução...2 Especificação do produto...2 Construção do ambiente...4 Construção do cômodo de vapor...5 Instalação da chaminé...6 Posicionamento da sauna...7 Acionamento do gerador...8 Quadro de

Leia mais

REGULAMENTO DAS ASSISTÊNCIAS PLANO D

REGULAMENTO DAS ASSISTÊNCIAS PLANO D REGULAMENTO DAS ASSISTÊNCIAS PLANO D SUMÁRIO Cartão Alimentação... 3 03 meses de R$ 150,00... 3 Assistência Residencial... 5 Simplificada... 5 CD 001.064-15 Formalização Regulamento das Assistências Plano

Leia mais

LAUDO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO E PÂNICO

LAUDO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO E PÂNICO LAUDO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO E PÂNICO IDENTIFICAÇÃO DO ESTÁDIO Nome do estádio: Apelido do estádio: Endereço completo do estádio: Cidade: Estado: Site: Proprietário: E-mail: Gestor do estádio:

Leia mais

SERVIÇOS DE PROJETOS, INSTALAÇÕES E MANUTENÇÕES EM SISTEMAS DE PREVENÇÃO E COMBATE À INCÊNDIO - BELO HORIZONTE

SERVIÇOS DE PROJETOS, INSTALAÇÕES E MANUTENÇÕES EM SISTEMAS DE PREVENÇÃO E COMBATE À INCÊNDIO - BELO HORIZONTE COMBATE À INCÊNDIO - BELO HORIZONTE Item Descrição Unid. Quant. UNITÁRIO Subtotal Totais 1 DESPESAS AUXILIARES: - 1.1 Deslocamentos médios, ida e volta, em relação à cidade pólo. Km - - - PROJETOS, LAUDOS

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES GERAIS SISTEMA DE AR CONDICIONADO

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES GERAIS SISTEMA DE AR CONDICIONADO ANEXO I ESPECIFICAÇÕES GERAIS SISTEMA DE AR CONDICIONADO 1. OBJETIVO O presente memorial tem pôr objetivo conceituar, definir e apresentar as bases do sistema de ar condicionado que irá atender ao imóvel

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES 1. GENERALIDADES Este documento tem por objetivo fornecer aos interessados no Chamamento em pauta as Especificações Básicas a serem seguidas para o atendimento deste Objeto. Estas

Leia mais

0 1 2 3 até 24 horas até 48 horas até 72 horas ate 15 dias. 0 1 2 3 até 24 horas até 48 horas até 72 horas até 15 dias

0 1 2 3 até 24 horas até 48 horas até 72 horas ate 15 dias. 0 1 2 3 até 24 horas até 48 horas até 72 horas até 15 dias 0 1 1. TABELA DE CLASSIFICAÇÃO DE NÍVEIS DE FALHA No seu plano de execução, a CONCESSIONÁRIA, deverá comprometer-se a executar os serviços dentro dos limites estipulados nos quadros a seguir: MANUTENÇÃO

Leia mais

INTRODUÇÃO. Os serviços de Inspeção Termográfica e Analise de Vibração, nas unidades de Pirassununga SAEP foram acompanhados pelos profissionais:

INTRODUÇÃO. Os serviços de Inspeção Termográfica e Analise de Vibração, nas unidades de Pirassununga SAEP foram acompanhados pelos profissionais: INTRODUÇÃO Os serviços de Inspeção Termográfica e Analise de Vibração, nas unidades de Pirassununga SAEP foram acompanhados pelos profissionais: Andre Dionísio Lourenço Eletricista Pleno Carlos Marincek

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TRANSITO DE GOIAS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS.

DEPARTAMENTO DE TRANSITO DE GOIAS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS. MEMORIAL DESCRITIVO DEPARTAMENTO DE TRANSITO DE GOIAS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS. 1 I INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE GOIÁS. 1.0 - DADOS BÁSICOS: 1.1 - Edifício: Prédio

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOUTOR PEDRINHO Estado de Santa Catarina

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOUTOR PEDRINHO Estado de Santa Catarina MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Obra: AMPLIAÇÃO UNIDADE DE SAÚDE CENTRAL Local: Rua Santa Catarina, Centro Área de Ampliação: 161,82 m² Município: Doutor Pedrinho SC Data: Novembro / 2015

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PPCI: PREVENÇÃO DE INCÊNDIO PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO PPCI: PREVENÇÃO DE INCÊNDIO PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO PPCI: PREVENÇÃO DE INCÊNDIO PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL CIDADE NOVA 1. DADOS GERAIS Objeto: Escola

Leia mais

Vice-Presidência de Engenharia e Meio Ambiente Instrução de Trabalho de Meio Ambiente

Vice-Presidência de Engenharia e Meio Ambiente Instrução de Trabalho de Meio Ambiente VicePresidência de Engenharia e Meio Ambiente IGR 4.4.632 ÍNDICE 1. OBJETIVO 2. REFERÊNCIAS 3. DEFINIÇÕES 4. APLICAÇÃO 5. DESCRIÇÃO DO PROCESSO 6. FLUXO DO PROCESSO 7. RESPONSABILIDADES 8. ANEXOS 9. CONTROLE

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO versão 04

MEMORIAL DESCRITIVO versão 04 MEMORIAL DESCRITIVO versão 04 Arquitetônico Hidrossanitário EMPREENDIMENTO: Edifício Residencial ÁREA CONSTRUIDA: 2.323,60 m² ÁREA DO TERRENO: 1.474,00 m² LOCALIZAÇÃO: Rua Ianne Thorstemberg, n 344 Bairro

Leia mais

PROCEDIMENTO DE USO DAS INSTALAÇÕES DO AUTÓDROMO DE INTERLAGOS

PROCEDIMENTO DE USO DAS INSTALAÇÕES DO AUTÓDROMO DE INTERLAGOS PROCEDIMENTO DE USO DAS INSTALAÇÕES DO AUTÓDROMO DE INTERLAGOS Elaborado em agosto de 2007 Gestão: Roberto Henrique de Seixas Corrêa/ Francisco Castejom do Couto Rosa PROCEDIMENTO DE USO DAS INSTALAÇÕES

Leia mais

CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO

CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO CASA DE MÁQUINAS Item essencial para qualquer tipo de piscina. É nela que ficam acondicionados o Sistema Filtrante (Filtro e Bomba) registros, válvulas, fios e acionadores.

Leia mais

PLANO DE SEGURO DE ASSISTÊNCIA DE BENS EM GERAL MODALIDADE: FIANÇA LOCATÍCIA PROCESSO SUSEP N 15414.001522/2011 03 Versão 1.

PLANO DE SEGURO DE ASSISTÊNCIA DE BENS EM GERAL MODALIDADE: FIANÇA LOCATÍCIA PROCESSO SUSEP N 15414.001522/2011 03 Versão 1. PLANO DE SEGURO DE ASSISTÊNCIA DE BENS EM GERAL MODALIDADE: FIANÇA LOCATÍCIA PROCESSO SUSEP N 15414.001522/2011 03 Versão 1.0-01/08/2011 1. OBJETO DO SEGURO - REPAROS EMERGENCIAIS... 2 2. TIPOS DE CONTRATAÇÃO

Leia mais

COMPRESSOR MANUAL DO PROPRIETÁRIO DENTAL/MEDICAL OIL-FREE WWW.SCHUSTER.IND.BR PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS

COMPRESSOR MANUAL DO PROPRIETÁRIO DENTAL/MEDICAL OIL-FREE WWW.SCHUSTER.IND.BR PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS COMPRESSOR S45 DENTAL/MEDICAL OIL-FREE MANUAL DO PROPRIETÁRIO COMPRESSOR S45 110V PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS WWW.SCHUSTER.IND.BR 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. INTRODUÇÃO... 3 3. TERMOS DE GARANTIA... 3 4. ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA (Edital de Pregão Presencial nº 007/2010-ER-9)

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA (Edital de Pregão Presencial nº 007/2010-ER-9) 1. INTRODUÇÃO 1.1. O elevador é um dispositivo de transporte seguro e eficiente, utilizado para movimentar bens ou pessoas verticalmente. Tem uma importância fundamental no dia a dia de qualquer organização,

Leia mais

ASSISTÊNCIA ALIANÇA DO BRASIL. Manual do Segurado. Processo SUSEP nº 10.005446/99-61 CNPJ: 28.196.889/0001-43

ASSISTÊNCIA ALIANÇA DO BRASIL. Manual do Segurado. Processo SUSEP nº 10.005446/99-61 CNPJ: 28.196.889/0001-43 ASSISTÊNCIA ALIANÇA DO BRASIL Manual do Segurado Processo SUSEP nº 10.005446/99-61 CNPJ: 28.196.889/0001-43 ÍNDICE 1. DEFINIÇÕES GERAIS 2. ASSISTÊNCIA ALIANÇA DO BRASIL 2.1. ENVIO DE CHAVEIRO POR ROUBO

Leia mais

ANEXO 1 PLANO DE OPERAÇÃO

ANEXO 1 PLANO DE OPERAÇÃO CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 007/2006 1 ANEXO I ESPECIFICAÇÕES PLANO DE OPERAÇÃO D:\_LICITAÇÕES\_LICITAÇÕES\CONCORRÊNCIA\EDITAIS\2006\CP06007-AnexoI-Anexo1- PlanoOperaçãoEdBrasília.odt CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC

Leia mais

SUMÁRIO. Elaboração Revisão Aprovado (ou Aprovação) Data aprovação Maturino Rabello Jr Marco Antônio W. Rocha Carmen T. Fantinel

SUMÁRIO. Elaboração Revisão Aprovado (ou Aprovação) Data aprovação Maturino Rabello Jr Marco Antônio W. Rocha Carmen T. Fantinel SUMÁRIO 1. Objetivo e campo de aplicação...2 2. Referências...2 3. Definições...2 3.1 Hidrômetro...2 3.2 A.R.T...2 3.3 Ramal predial de água...2 4. Procedimentos e Responsabilidades...3 4.1 Generalidades...3

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. As fundações serão em estacas rotativas, com blocos de fundação, executadas por firma especializada.

MEMORIAL DESCRITIVO. As fundações serão em estacas rotativas, com blocos de fundação, executadas por firma especializada. MEMORIAL DESCRITIVO 1. INFORMAÇÕES GERAIS Este PRÉDIO terá uso exclusivo RESIDENCIAL e terá 12 (doze) pavimentos, sendo que o 1º PAV SUB SOLO terá 26 espaços de garagem cobertos; o 2 PAV terá o hall de

Leia mais

BEBEDOURO COMPACTO COMPRESSOR MASTERFRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES

BEBEDOURO COMPACTO COMPRESSOR MASTERFRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES BEBEDOURO COMPACTO COMPRESSOR MASTERFRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES Prezado Cliente, A Masterfrio cumprimenta-o pela escolha feita ao comprar nosso bebedouro. Tudo foi feito para que este aparelho preste bons

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PAX-PERDIZES

MEMORIAL DESCRITIVO PAX-PERDIZES MEMORIAL DESCRITIVO PAX-PERDIZES PAX_PERDIZES é composto por 1 torre residencial com 8 pavimentos com 4 unidades cada. As vagas de estacionamento estão distribuídas em 2 subsolos. O acesso ao Empreendimento

Leia mais