ANEXO II ao Edital de PREGÃO AMPLO Nº 13/2009

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANEXO II ao Edital de PREGÃO AMPLO Nº 13/2009"

Transcrição

1 ANEXO II ao Edital de PREGÃO AMPLO Nº 13/2009 CADERNO DE ENCARGOS MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DO SISTEMA ELÉTRICO, HIDRÁULICO E COMBATE A INCÊNDIO. COMPLEXO SEDE DA ANATEL E UNIDADE DE SOBRADINHO BRASÍLIA-DF 1/7

2 1. INTRODUÇÃO Estas especificações visam discriminar os serviços de operação, manutenção corretiva e preventiva dos sistemas elétricos, hidráulicos e combate a incêndio da Anatel DF, devendo ser efetuado no Complexo Sede, situado em no SAUS Quadra 06, Blocos C, E, F, H localizada no SAUS Qd. 06 Brasília/DF e na Unidade Operacional de Sobradinho situada na Rodovia do Contorno, Km 11, Núcleo Rural Sobradinho/DF, compreendendo: 2. INSTALAÇÕES Compreende a prestação de serviços a operação, manutenção corretiva e preventiva dos seguintes sistemas: 2.1 Instalações Elétricas 03 QGBT Quadro Geral de Baixa Tensão; 68 quadros de distribuição de luz e força, localizados nos sub solos e pavimentos tipo; 58 quadros de emergência localizados nos sub solos e pavimentos tipo; 02 Quadros de transferência localizados no 1º sub solo; Sistema Proteção Contra Descargas Atmosféricas do complexo sede e do mastro da bandeira; Toda rede de iluminação; Toda rede de tomadas elétricas; 03 Grupos Motores Geradores de 355 KVA; 01 No Break senoidal de 160 Kva incluindo banco de baterias com 64 baterias estacionárias de 100 Ah, localizado no 2º sub solo; 01 No Break senoidal de 100 Kva incluindo banco de baterias com 32 baterias estacionárias de 100 Ah, localizado no 1º sub solo; 01 estabilizador de 25 Kva; 04 banco de capacitores com potência de: 2 x 100 Kva e 2 x 220 Kva; 01 motor de 1/4 cv para acionamento da bandeira nacional; 01 Grupo Motor Gerador de 55 Kva (Sobradinho); 04 Medidores de energia; e 01 Transformador de 225 Kva. 2.2 Instalações Hidráulicas Operação e manutenção de instalações hidrossanitárias prediais com área construída de m², compreendendo: 04 (quatro) bombas de recalque de 10 cv; 04 (quatro) bombas de esgotamento de 5 cv; 02 (duas) bombas de recalque 5 cv (pressurização hidrante heliporto e rede sprinkler 11º pavimento); 04 (quatro) caixas d água inferiores de 50 m3; 04 (quatro) caixa d água superior de 25 m3; 01 caixa d água com 8 m³; 01 reservatório enterrado com 12 m³; Instalações de água; Instalações de esgoto primário e secundário; e 2/7

3 Instalações de águas pluviais. 2.3 Instalações de combate a incêndio Rede de combate a incêndio tipo sprinklers e rede de hidrantes em edificação com m²; 02 bombas de combate a incêndio de 75 cv cada - (Principal e secundária); 01 bomba jockey de 4 cv; 06 canhões de lançamento de água externo Mastro da bandeira Estrutura de suporte da bandeira Tubos e Ancoragem; Corrente, guias e dispositivo fim de linha; Motor de ¾ cv com acionamento local e à distância (Controle Remoto); Cabos de Aço Principais ¾ = 19 mm - Referência 6 x 19 + AF acabamento galvanizado; Cabos de Aço Secundários 5/8 = 16 mm Referência 6 x 19 + AF acabamento galvanizado; Esticadores, presilhas, parafusos e porcas - (ASTM A 325); Muflas de proteção Gerador de água quente central 01 Gerador de água quente com as seguintes características Marca: Morganti Capacidade de 500 litros; Potência Kcal/h; Vazão 600 l/h; Bomba de recirculação de água de ½ cv; Obs: O equipamento funciona com energia elétrica ou a gás GLP. 3. OPERAÇÃO O sistema deverá ser operado no Complexo Sede da Anatel e UO Sobradinho, nos seguintes horários: 3.1. Operação Normal Segunda a Sexta-feira, das 08:00 às 12:00 horas e das 14:00 às 18:00 horas nos blocos C, E, F, H Equipe da Operação Normal na sede Encarregado com formação técnico eletrotécnico com experiência comprovada, o qual deverá desempenhar as seguintes atribuições: Distribuir tarefas; Supervisionar e controlar a execução dos serviços; Registrar, diariamente, os serviços solicitados e executados preventivamente e corretivamente; Controlar as vistorias realizadas; Informar, imediatamente, à Anatel (ADADI) sobre quaisquer irregularidades porventura constatadas e possíveis conseqüências e correções; 3/7

4 Eletricista com formação básica em Eletricidade com experiência comprovada em manutenção predial, não residencial em baixa tensão; Bombeiro hidráulico com formação em Bombeiro hidráulico, com experiência comprovada em manutenção predial, não residencial A comprovação da experiência profissional deverá ocorrer mediante apresentação do certificado de curso específico para a função, comprovação de no mínimo dois anos na função registrado em carteira de trabalho ou declaração da empresa onde prestou os serviços Operação em Sobradinho Será realizada pela equipe lotada na Unidade da ANATEL em Sobradinho composta pelos seguintes profissionais: 01 Eletricista com formação básica em Eletricidade com experiência comprovada em manutenção predial, não residencial em baixa tensão; e 01 Bombeiro hidráulico com formação em Bombeiro hidráulico, com experiência comprovada em manutenção predial, não residencial. A manutenção preventiva deverá ser executada mediante programação periódica para os sistemas existentes, relatório emitido pela automação predial. O encarregado lotado no Complexo sede da ANATEL será responsável pela equipe lotada na Unidade de Sobradinho, bem como consolidar as informações sobre leitura de medidor, manutenção preventiva e corretiva, substituição de materiais e serviços especializados realizados no mês, que deverá ser lançado no relatório mensal a ser entregue para a fiscalização da Agência, juntamente com a Nota Fiscal/Fatura Operação de Plantão na sede Deverá ser mantido plantonista com formação básica em eletricidade, com experiência comprovada em manutenção predial não residencial, em grupos motores geradores, No Break, Estabilizadores e banco de capacitores escala 12x36 hs, habilitado a operar o sistema, em especial na sala dos servidores da rede corporativa de computadores e no espaço cultural da Anatel, ficando este à disposição da Anatel nos períodos fora da operação normal, incluindo sábados, domingos e feriados Operação de plantão em Sobradinho Em ocasiões de emergência, um eletricista deverá atender as ocorrências mediante chamado, atendendo de imediato as solicitações com prazo máximo de 2 horas a partir da solicitação Automação Predial A Anatel está com o sistema de iluminação de suas instalações automatizadas com programação dos sistemas computadorizados de controle e supervisão, sem a necessidade da intervenção dos técnicos da Contratada, salvo em caso de pane temporária. 4/7

5 A manutenção deverá ter completa interação com a automação que fornecerá a programação de todos os equipamentos pertinentes à manutenção preventiva e corretiva dos sistemas elétricos, hidráulicos e de Combate a Incêndio, a qual deverá ser cumprida rigorosamente com o planejamento estabelecido, avisando com antecedência a automação quando das interrupções para manutenções preventivas ou corretivas, permitindo completo controle de informações dos horários de intervenção. Independente da empresa ter sistema próprio de manutenção a programação fornecida pela automação deverá ser rigorosamente cumprida pela CONTRATANTE. 4 MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA A manutenção preventiva e corretiva deverá ser executada de segunda a sexta-feira de 08:00 às 18:00 horas, exceto em casos emergenciais, o que deverá ser resolvido de imediato ou programado para horários especiais, conforme o teor do ocorrido e quando implicar no desligamento da instalação. No Complexo Sede da Anatel os quadros parciais estão localizados nas salas de painéis distribuídos nos andares pavimento tipo. As rotinas de manutenção preventiva serão emitidas pela automação predial para os componentes dos sistemas elétricos, hidráulicos e do mastro da bandeira, periodicamente, de acordo com o programa existente de intervenções programadas. Independentemente da programação de manutenção nos equipamentos a ser estabelecido em conjunto com a Gerencia de Infra-estrutura de Serviços ADADI, quando do início do contrato, a manutenção obedecerá à rotina de trabalho mínima a seguir descrita: 4.1. Sistema Elétrico Diariamente Leitura dos medidores de energia nos blocos E e H, anotando estas informações diariamente em registro próprio, que constará do relatório mensal; Check list diário da iluminação, tomadas, interruptores dos blocos C, E, F e H, promovendo a substituição das lâmpadas, tomadas e interruptores se necessário, incluindo sinalização da cobertura; Atender a todos os chamados para reparos em geral nas instalações; modificações de instalações, retiradas, passagem e instalações de cabos coaxiais, substituição de lâmpadas, fios, cabos, reatores, tomadas, fusíveis, relês, luminárias, pinos, resistências e automático de eletrodomésticos, interruptores, disjuntores, contatoras e outros necessários; Inspecionar todos os quadros gerais e de distribuição dos blocos E e H, quadros das bombas de recalque, bombas de incêndio, bomba jokey e da sala dos servidores, anotando qualquer inconformidade, corrigindo se necessário informando a fiscalização da ação tomada; Inspecionar funcionamento dos No Breaks (160 e 100 Kva) e respectivos bancos de baterias, checando qualquer anormalidade, nesse caso deverá ser informada a fiscalização qualquer 5/7

6 inconformidade encontrada no equipamento ou das condições externas que possam prejudicar o seu correto funcionamento; Obs.: Está excluída a manutenção dos quadros parciais do sistema de ar condicionado, dos elevadores, subestação da CEB, do sistema de som e central telefônica. As solicitações de pequenos reparos deverão ser atendidas imediatamente após os pedidos e informado à fiscalização no relatório de ocorrências, enviado mensalmente pela manutenção Semanalmente Inspecionar todas as instalações, substituindo lâmpadas e efetuando os reparos necessários; Inspecionar os quadros gerais e distribuição, bem como das suas instalações, localizados no 2º sub solo, mantendo o acesso sobre seu controle, responsabilizando por qualquer dano causado por terceiros; Monitorar as tensões e amperagens dos quadros gerais localizados no 2º sub solo e parciais do andares; Checar a temperatura dos barramentos dos quadros gerais e parciais dos andares; Obs.: Todos os dados coletados nas medições e monitoramento deverão ser lançados nos relatórios mensais que serão fornecidos pela CONTRATADA Trimestralmente Sistema de hasteamento da bandeira nacional Verificar, testar e lubrificar o funcionamento do sistema de hasteamento da bandeira nacional, incluindo o acionamento remoto, mantendo o sistema em perfeito estado de funcionamento. Limpeza com retirada das sujeiras das presilhas, gancho-olhais, parafusos, porcas, cabos de aço e demais partes metálicas. Lubrificação dos cabos de aço com lubrificante a base de cálcio, que após a aplicação deverá ser removido o excesso com pano ou estopa. Aplicação de graxa na corrente de acionamento do mastro da bandeira. Limpeza e aplicação de fundo protetor e tinta nas partes metálicas com indícios de corrosão. 4.2 Verificações do sistema hidrossanitário Diariamente Atender a todas as chamadas para reparos, eliminação de vazamentos, entupimentos, modificações de instalações e substituição de peças; Efetuar e registrar, em mapa apropriado, a leitura dos hidrômetros no início e no final do expediente; 6/7

7 Inspecionar e verificar o funcionamento dos ralos e caixas de inspeção, sanando todos os defeitos encontrados; Verificar no mínimo duas vezes ao dia, o funcionamento das bombas de recalque e bomba jockey. Efetuar check list em todas as instalações hidráulicas da Agência, do 11º andar ao 2º sub solo, corrigindo as eventuais anormalidades nas torneiras, válvulas, vazamentos, ligações flexíveis e demais componentes do sistema hidráulico. Obs.: As solicitações de pequenos reparos deverão ser atendidas imediatamente Semanalmente Inspecionar todas as instalações; Inspecionar todos os reservatórios; Inspecionar as caixas de passagem e caixas de gordura, promovendo a retirada de sólidos que prejudiquem o escoamento d água. Obs.: Está excluída a manutenção dos extintores e mangotes dos hidrantes Semestralmente Limpeza dos reservatórios inferiores e superiores do complexo sede e unidade de Sobradinho. 4.3 Gerador de água quente A manutenção do Gerador de Água quente deverá obedecer ao procedimento do manual do equipamento que será disponibilizado pelo CONTRATANTE. 7/7

ANEXO I AO EDITAL DE PREGÃO AMPLO Nº 3/2009-ER01AF/ER01 TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO I AO EDITAL DE PREGÃO AMPLO Nº 3/2009-ER01AF/ER01 TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO I AO EDITAL DE PREGÃO AMPLO Nº 3/2009-ER01AF/ER01 TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA NAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, HIDRÁULICAS, SANITÁRIA, COMBATE A INCÊNDIO

Leia mais

ANEXO I EDITAL CONVITE nº 007/2005-ANATEL-ER01 PROCESSO nº 53504.018.436/2005 PROJETO BÁSICO

ANEXO I EDITAL CONVITE nº 007/2005-ANATEL-ER01 PROCESSO nº 53504.018.436/2005 PROJETO BÁSICO ANEXO I EDITAL CONVITE nº 007/2005-ANATEL-ER01 PROCESSO nº 53504.018.436/2005 PROJETO BÁSICO CONDIÇÕES DE CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS ELEVADORES ESCRITÓRIO REGIONAL DA

Leia mais

ANEXO I CONDIÇÕES DE CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS PREGÃO AMPLO Nº 011/2005 PROCESSO Nº 53569.002.040/2005

ANEXO I CONDIÇÕES DE CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS PREGÃO AMPLO Nº 011/2005 PROCESSO Nº 53569.002.040/2005 1. OBJETO ANEXO I CONDIÇÕES DE CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS PREGÃO AMPLO Nº 011/2005 PROCESSO Nº 53569.002.040/2005 1.1. Estas especificações visam estabelecer as condições de execução dos serviços de manutenção

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO I (AO EDITAL DE CONVITE Nº 1/2006) CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ER 8 SALVADOR - BA MEMORIAL DESCRITIVO 1. Considerações Gerais 1.1. Objetivo O presente memorial tem por finalidade estabelecer

Leia mais

- FUNDAÇÃO DE APOIO AO HEMOSC/CEPON

- FUNDAÇÃO DE APOIO AO HEMOSC/CEPON CP 290/2015 TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO Contratação de empresa especializada para execução, nas unidades HEMOSC Coordenador, CEPON Complexo, FAHECE-Sede, Almoxarifado FAHECE e Hospital de Apoio do

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES GERAIS SISTEMA DE AR CONDICIONADO

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES GERAIS SISTEMA DE AR CONDICIONADO ANEXO I ESPECIFICAÇÕES GERAIS SISTEMA DE AR CONDICIONADO 1. OBJETIVO O presente memorial tem pôr objetivo conceituar, definir e apresentar as bases do sistema de ar condicionado que irá atender ao imóvel

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS LOCAL: SETOR/ENDEREÇO: PERÍODO: RESPONSÁVEL PELAS INFORMAÇÕES: LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS INSTALAÇÕES E SISTEMAS ELÉTRICOS PERÍODICIDADE SERVIÇOS PREVENTIVOS STATUS DIÁRIO Verificação das

Leia mais

MUSEU DAS TELECOMUNICAÇÕES

MUSEU DAS TELECOMUNICAÇÕES 1 ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS (NORMAS E DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS, ESPECIFICAÇÕES E PLANILHA) MUSEU DAS TELECOMUNICAÇÕES ELABORAÇÃO, APROVAÇÃO, DETALHAMENTO E DESENVOLVIMENTO DOS PROJETOS

Leia mais

1. OBJETO 2. PRODUTOS

1. OBJETO 2. PRODUTOS 1. OBJETO 1.1 Aquisição com instalação de aparelhos de ar-condicionado tipo split para atendimento da Unidade Operacional da Anatel em Mato Grosso do Sul (UO7.2). 2. PRODUTOS 2.1 Fornecimento de 4 (quatro)

Leia mais

Avenida Generalíssimo Deodoro, nº 367 Umarizal- CEP: 66.055-240 - Belém - PA (91)3221-4100/4102- e-mail: cphgabinete@cph.pa.gov.br

Avenida Generalíssimo Deodoro, nº 367 Umarizal- CEP: 66.055-240 - Belém - PA (91)3221-4100/4102- e-mail: cphgabinete@cph.pa.gov.br ANEXO II PLANO DE MANUTENÇÃO 1- OBJETO 1.1 Contratação de empresa especializada para prestação de serviços contínuos de operação, manutenção preventiva e corretiva, com fornecimento de peças, materiais

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INSPEÇÃO, MANUTENÇÃO, RECARGA E TESTE HIDROSTÁTICO EM EXTITORES DE INCÊNDIO DO SESC/AR/DF CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES 1. INTRODUÇÃO Este documento

Leia mais

ANEXO I IMPLANTAÇÃO DA ERM MACAÉ - RJ CADERNO DE ENCARGOS INFRA-ESTRUTURA

ANEXO I IMPLANTAÇÃO DA ERM MACAÉ - RJ CADERNO DE ENCARGOS INFRA-ESTRUTURA ANEXO I IMPLANTAÇÃO DA ERM MACAÉ - RJ CADERNO DE ENCARGOS INFRA-ESTRUTURA 1 1. Introdução O presente caderno de encargos tem como objetivo orientar e subsidiar a contratação de empresa para a execução

Leia mais

RIVIERA DE SANTA CRISTINA XIII REGULAMENTO DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DA DISPOSIÇÃO DOS EFLUENTES SANITÁRIOS DO LOTEAMENTO (SAADES)

RIVIERA DE SANTA CRISTINA XIII REGULAMENTO DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DA DISPOSIÇÃO DOS EFLUENTES SANITÁRIOS DO LOTEAMENTO (SAADES) RIVIERA DE SANTA CRISTINA XIII REGULAMENTO DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DA DISPOSIÇÃO DOS EFLUENTES SANITÁRIOS DO LOTEAMENTO (SAADES) 1. Objetivo e Definições 1.1. O presente Regulamento objetiva

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES 1. GENERALIDADES Este documento tem por objetivo fornecer aos interessados no Chamamento Público as especificações básicas que deverão ser seguidas para o atendimento deste objeto.

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL SEADES DIRETORIA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL DSAN

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL SEADES DIRETORIA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL DSAN 1. APRESENTAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA Este documento se constitui no Termo de Referência que contém as instruções necessárias para a contratação de empresa para a realização de pesquisa e diagnóstico de

Leia mais

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROJETO BÁSICO GESER Nº 04/07 FISCALIZAÇÃO DA OBRA DE IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 1. OBJETO Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de fiscalização

Leia mais

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão 1 OBJETO: ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão 1.1 Contratação de empresa de engenharia para fornecimento e instalação de válvulas redutoras de pressão

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO PRT13 DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO PRT13 DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANEXO I PROJETO BÁSICO/TERMO DE REFERÊNCIA 1) OBJETO: A presente Licitação tem como objeto Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de manutenção preventiva e corretiva, com fornecimento

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS E ESPECIFICAÇÕES GERAIS

CADERNO DE ENCARGOS E ESPECIFICAÇÕES GERAIS CADERNO DE ENCARGOS E ESPECIFICAÇÕES GERAIS Instalação do sistema de geração de ozônio na piscina coberta do Centro de Atividades do SESC Ceilândia. Brasília-DF COMAP/DIAD Página 1 BASES TÉCNICAS PARA

Leia mais

MANUAL PARA MONTADORAS

MANUAL PARA MONTADORAS MANUAL PARA MONTADORAS 1. PERÍODO DE REALIZAÇÃO DO EVENTO: De 11 a 15 de Abril de 2016, das 08:00 às 18:00h. 2. PERÍODO DE MONTAGENS E DESMONTAGENS DOS STANDS Período de montagem de stands será de 21/03/2016

Leia mais

PROJETO DE INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ÁGUA FRIA REGISTRO DE INSPEÇÃO DE PROJETOS

PROJETO DE INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ÁGUA FRIA REGISTRO DE INSPEÇÃO DE PROJETOS Página 1 GRUPO RESPONSÁVEL PELA ELA- BORAÇÃO DO PROJETO: REGISTRO DE INSPEÇÃO DE PROJETOS PROJETO INSPECIONADO: DATA DA INSPEÇÃO: AUTOR DESTE CHECKLIST MARCOS LUÍS ALVES DA SILVA Sistema de instalações

Leia mais

Vice-Presidência de Engenharia e Meio Ambiente Instrução de Trabalho de Meio Ambiente. Histórico de Alterações

Vice-Presidência de Engenharia e Meio Ambiente Instrução de Trabalho de Meio Ambiente. Histórico de Alterações Histórico de Alterações Nº de Revisão Data de Revisão Alteração Efetuada 1-Foi alterado o texto do item 2, onde foram suprimidas as referências anteriores e referenciada a PGR-4.3.2 e várias PGR s. 2-No

Leia mais

ANEXO I AO EDITAL DE PREGÃO AMPLO Nº 3/2009-ER01 TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO I AO EDITAL DE PREGÃO AMPLO Nº 3/2009-ER01 TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO I AO EDITAL DE PREGÃO AMPLO Nº 3/2009-ER01 TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA NAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, HIDRÁULICAS, SANITÁRIA, COMBATE A INCÊNDIO E GRUPO

Leia mais

Analisado por: Departamento de Segurança Patrimonial (DESEP)

Analisado por: Departamento de Segurança Patrimonial (DESEP) Proposto por: Divisão de Prevenção e Combate a Incêndio (DICIN) Analisado por: Departamento de Segurança Patrimonial (DESEP) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral de Segurança Institucional (DGSEI)

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 2 2. OBJECTO 2 3. RESPONSÁVEL DE SEGURANÇA 2 4. MEDIDAS DE PREVENÇÃO 2 ANEXO - LISTA DE VERIFICAÇÕES 7

1. INTRODUÇÃO 2 2. OBJECTO 2 3. RESPONSÁVEL DE SEGURANÇA 2 4. MEDIDAS DE PREVENÇÃO 2 ANEXO - LISTA DE VERIFICAÇÕES 7 Directivas Técnicas 01-02/2007 Prevenção de incêndios em hospitais Ficha técnica Número 01-02/2007 Data de publicação MAI 2007 Data última revisão MAI 2008 Revisão obrigatória MAI 2009 Autoria e edição

Leia mais

RECUPERE SEU CRÉDITO 6ª EDIÇÃO 03, 04 e 05 de dezembro de 2015 REGULAMENTO GERAL

RECUPERE SEU CRÉDITO 6ª EDIÇÃO 03, 04 e 05 de dezembro de 2015 REGULAMENTO GERAL RECUPERE SEU CRÉDITO 6ª EDIÇÃO 03, 04 e 05 de dezembro de 2015 REGULAMENTO GERAL Prezado Expositor, O Regulamento Geral é parte integrante do contrato da Campanha Recupere seu Crédito. Aqui você encontra

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA EXPOSITORES E MONTADORA SERVIÇOS DE INFRA-ESTRUTURA E PROVIDÊNCIAS LEGAIS HOTEL GLÓRIA CAXAMBU

PROCEDIMENTOS PARA EXPOSITORES E MONTADORA SERVIÇOS DE INFRA-ESTRUTURA E PROVIDÊNCIAS LEGAIS HOTEL GLÓRIA CAXAMBU PROCEDIMENTOS PARA EXPOSITORES E MONTADORA SERVIÇOS DE INFRA-ESTRUTURA E PROVIDÊNCIAS LEGAIS HOTEL GLÓRIA CAXAMBU Cabe ao expositor regularizar seu estande perante as repartições federais, estaduais e

Leia mais

Instalações Prediais (Hidráulico-Sanitárias e Elétricas) e o Projeto Arquitetônico

Instalações Prediais (Hidráulico-Sanitárias e Elétricas) e o Projeto Arquitetônico Instalações Prediais (Hidráulico-Sanitárias e Elétricas) e o Projeto Arquitetônico Introdução As instalações prediais constituem subsistemas que devem ser integrados ao sistema construtivo proposto pela

Leia mais

RESPONSABILIDADE DA CONSTRUTORA E GARANTIA

RESPONSABILIDADE DA CONSTRUTORA E GARANTIA RESPONSABILIDADE DA CONSTRUTORA E GARANTIA A San Juan Empreendimentos Imobiliários Ltda responderá pelo prazo de 05 (cinco) anos a contar término da obra, pela solidez e segurança da edificação. Portanto,

Leia mais

ESCRITÓRIO CENTRAL DO PROGRAMA LBA Departamento de logística NORMATIZAÇÃO DO SERVIÇO DE TRANSPORTE E UTILIZAÇÃO DOS VEÍCULOS

ESCRITÓRIO CENTRAL DO PROGRAMA LBA Departamento de logística NORMATIZAÇÃO DO SERVIÇO DE TRANSPORTE E UTILIZAÇÃO DOS VEÍCULOS NORMATIZAÇÃO DO SERVIÇO DE TRANSPORTE E UTILIZAÇÃO DOS VEÍCULOS I Do Funcionamento Geral do Serviço de Transporte 1. Os veículos do Programa LBA destinam-se ao uso exclusivo de seus pesquisadores, funcionários

Leia mais

ANEXO 1 - TERMO DE REFERÊNCIA Substituição das telhas de alumínio da marquise frontal do prédio sede da Justiça Federal ES

ANEXO 1 - TERMO DE REFERÊNCIA Substituição das telhas de alumínio da marquise frontal do prédio sede da Justiça Federal ES 1 ANEXO 1 - TERMO DE REFERÊNCIA Substituição das telhas de alumínio da marquise frontal do prédio sede da Justiça Federal ES 1 OBJETO: 1.1 Contratação de empresa para substituição de telhas de alumínio

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.2 A proposta deverá ser elaborada, por lote, com base no Anexo I Relação de Ar Condicionado.

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.2 A proposta deverá ser elaborada, por lote, com base no Anexo I Relação de Ar Condicionado. ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA 1 DO OBJETO DA LICITAÇÃO 1.1 A presente licitação, na modalidade PREGÃO PRESENCIAL, do tipo MENOR POR LOTE, destina-se a na CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA MANUTENÇÃO

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A Telebrás ANEXO I 1. OBJETIVO TERMO DE REFERÊNCIA 1.1. O objetivo deste documento é estabelecer as condições para contratação de empresa especializada na prestação de serviços

Leia mais

Aquisição com instalação de Geradores e Nobreaks com ENTREGA ÚNICA conforme especificação abaixo para uso dos Postos de Fiscalização Interestaduais.

Aquisição com instalação de Geradores e Nobreaks com ENTREGA ÚNICA conforme especificação abaixo para uso dos Postos de Fiscalização Interestaduais. 1. DO OBJETO: Código de Classificação: 13.02.01.15 TERMO DE REFERÊNCIA Aquisição com instalação de Geradores e Nobreaks com ENTREGA ÚNICA conforme especificação abaixo para uso dos Postos de Fiscalização

Leia mais

REGULAMENTO GERAL - MONTADORA DE ESTANDES HOUSEHOLD & AUTO CARE 2008 MANUAL DA MONTADORA FORMULÁRIOS

REGULAMENTO GERAL - MONTADORA DE ESTANDES HOUSEHOLD & AUTO CARE 2008 MANUAL DA MONTADORA FORMULÁRIOS HOUSEHOLD & AUTO CARE 2008 MANUAL DA MONTADORA REGULAMENTO GERAL - MONTADORA DE ESTANDES FORMULÁRIOS 1 Data 24 a 26 de Junho de 2008 Local Centro de Convenções Frei Caneca Rua Frei Caneca, 569 5º Pavimento.

Leia mais

Institui o Programa Estadual de Redução e Racionalização do Uso de Energia e dá providências correlatas

Institui o Programa Estadual de Redução e Racionalização do Uso de Energia e dá providências correlatas Decreto Estadual nº 45.765, de 4 de maio de 2001 Institui o Programa Estadual de Redução e Racionalização do Uso de Energia e dá providências correlatas GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO,

Leia mais

CONCEPÇÃO DE REDES INTERIORES DE ÁGUAS E ESGOTOS EM EDIFÍCIOS PRINCÍPIOS GERAIS ORIENTADORES NOTA TÉCNICA

CONCEPÇÃO DE REDES INTERIORES DE ÁGUAS E ESGOTOS EM EDIFÍCIOS PRINCÍPIOS GERAIS ORIENTADORES NOTA TÉCNICA CONCEPÇÃO DE REDES INTERIORES DE ÁGUAS E ESGOTOS EM EDIFÍCIOS PRINCÍPIOS GERAIS ORIENTADORES NOTA TÉCNICA 1. ÂMBITO DA NOTA TÉCNICA A presente nota técnica diz respeito aos princípios gerais orientadores

Leia mais

Manual Técnico de Instalação, Operação e Manutenção. Lavador de Ar

Manual Técnico de Instalação, Operação e Manutenção. Lavador de Ar Manual Técnico de Instalação, Operação e Manutenção ISO 9001:2008 VENTEC AMBIENTAL EQUIPAMENTOS E INSTALAÇÕES LTDA Rua André Adolfo Ferrari, nº 550 - Distrito Industrial Nova Era - Indaiatuba - São Paulo

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Contratação de empresa especializada para serviços de desmontagem, remoção e montagem

TERMO DE REFERÊNCIA. Contratação de empresa especializada para serviços de desmontagem, remoção e montagem Contratação de empresa especializada para serviços de desmontagem, remoção e montagem de 01 (um) Arquivo Deslizante, com acionamento mecânico, destinados ao armazenamento de documentos e acervos do SEBRAE

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA PROCESSO N.º 2525-09.00/12-8 PREGÃO ELETRÔNICO N. 46/2012 AJDG N.º 122/2012 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA,

Leia mais

COMPRESSOR MANUAL DO PROPRIETÁRIO DENTAL/MEDICAL OIL-FREE WWW.SCHUSTER.IND.BR PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS

COMPRESSOR MANUAL DO PROPRIETÁRIO DENTAL/MEDICAL OIL-FREE WWW.SCHUSTER.IND.BR PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS COMPRESSOR S45 DENTAL/MEDICAL OIL-FREE MANUAL DO PROPRIETÁRIO COMPRESSOR S45 110V PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS WWW.SCHUSTER.IND.BR 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. INTRODUÇÃO... 3 3. TERMOS DE GARANTIA... 3 4. ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e Instalação de Equipamento de Ar Condicionado Sede Poiesis

TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e Instalação de Equipamento de Ar Condicionado Sede Poiesis 1. JUSTIFICATIVA O presente Termo tem por objetivo a contratação de empresa especializada em prover solução técnica que venha a garantir condições internas de temperatura e climatização de acordo com Norma

Leia mais

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO 1.1 A ANATEL Agência Nacional de Telecomunicações com sede situada no Setor de Autarquias Sul, em Brasília DF, possui uma área construída de aproximadamente 50.000

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 01/2015 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 01/2015 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 01/2015 CREMEB 1 -DO OBJETO 1.1 O objeto do Pregão Presencial é a aquisição desinstalação e instalação por demanda de 13 aparelhos de ar condicionado

Leia mais

ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES

ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES Complexo Esportivo de Deodoro Edital 1.10 1. Instalações Hidráulicas e Sanitárias Os serviços de manutenção de instalações hidráulicas e sanitárias,

Leia mais

5Manutenções no Sistema de

5Manutenções no Sistema de Manutenção Preventiva dos Filtros do Ar A manutenção adequada deve incluir, também, uma inspeção completa dos sistemas. Todas as conexões, as tubulações ou dutos entre o filtro e o motor devem ser mantidos

Leia mais

SERVIÇO DE TERCEIROS OBRIGATÓRIOS M S A AT M S A AT

SERVIÇO DE TERCEIROS OBRIGATÓRIOS M S A AT M S A AT LEGENDA: INSPEÇÃO ZELADOR SERVIÇO DE TERCEIROS OBRIGATÓRIOS SERVIÇO DE TERCEIROS OPCIONAIS M ( MENSAL ) S ( SEMESTRAL) LEGENDA: TOPO DO EDIFÍCIO ANDARES PAVIMENTOS INFERIORES A ( ANUAL ) S ( APÓS TEMPORAL)

Leia mais

Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional PRODIST. Módulo 4 Procedimentos Operativos do Sistema de Distribuição

Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional PRODIST. Módulo 4 Procedimentos Operativos do Sistema de Distribuição Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional PRODIST Módulo 4 Procedimentos Operativos do Sistema de Distribuição Revisão 0

Leia mais

ÍNDICE MANUTENÇÃO PREVENTIVA COMO PEDIR PEÇAS DE REPOSIÇÃO

ÍNDICE MANUTENÇÃO PREVENTIVA COMO PEDIR PEÇAS DE REPOSIÇÃO Este manual ajudará você a familiarizar-se com o seu Transportador de Carga Tracionário BYG. Facilitará também, possíveis manutenções periódicas. Recomendamos uma atenção especial para utilização do equipamento,

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PARA COTAÇÃO DE PREÇO

EDITAL DE CHAMAMENTO PARA COTAÇÃO DE PREÇO EDITAL DE CHAMAMENTO PARA COTAÇÃO DE PREÇO O Secretário Municipal de Saúde do Município de Araucária, Estado do Paraná, torna público, para conhecimento de todos os interessados, o CHAMAMENTO PÚBLICO,

Leia mais

O Moto Vibrador a Gasolina é utilizado para acionar os vibradores de imersão pendular de concreto e bombas de mangotes.

O Moto Vibrador a Gasolina é utilizado para acionar os vibradores de imersão pendular de concreto e bombas de mangotes. 1 APLICAÇÃO: O Moto Vibrador a Gasolina é utilizado para acionar os vibradores de imersão pendular de concreto e bombas de mangotes. ESPECIFICAÇÃO: Motor Gasolina: MODELO Potência Rotação Peso MGK-5.5

Leia mais

Registro de Preços IPLANRIO

Registro de Preços IPLANRIO À IPLANRIO Orientador Nº 354/2012 Equipamentos de contingência elétrica (UPS NOBREAK) e estabilizadores centrais para os órgãos da PCRJ Registro de Preços IPLANRIO Empresa Municipal de Informática IPLANRIO

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA

TERMOS DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO Para realização de suas atividades técnicas e administrativas a Agência Nacional de Telecomunicações Anatel utiliza-se de sistemas informatizados, sendo eles adquiridos no mercado ou desenvolvidos

Leia mais

Guia de Instruções para a Manutenção Predial

Guia de Instruções para a Manutenção Predial Neon -Empresa Patrocinadora Núcleo SBCampo AGENDA PREENCHA O NOME E O TELEFONE DO SEU PRESTADOR DE SERVIÇO. SERVIÇO EMPRESA FONE ÁGUA E ESGOTO ELEVADORES PORTÕES BOMBAS JARDIM EQUI.SEGURANÇA CAIXA DÁGUA

Leia mais

PREGÃO 020/2014 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PROCESSO Nº 26-14

PREGÃO 020/2014 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PROCESSO Nº 26-14 PREGÃO 020/2014 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PROCESSO Nº 26-14 1. OBJETO Contratação da aquisição de 01 (um) guindaste veicular, novo, completo, fabricado no ano vigente, não inferior à 2014, com acessórios

Leia mais

AQUECEDORES DE ÁGUA A GÁS E BOMBAS PRESSURIZADORAS

AQUECEDORES DE ÁGUA A GÁS E BOMBAS PRESSURIZADORAS AQUECEDORES DE ÁGUA A GÁS E BOMBAS PRESSURIZADORAS ESTRUTURA COMPLETA PELO BRASIL SOLUÇÃO PARA O SEU PROJETO A Komeco possui soluções para sistemas de aquecimento de água a gás especializados para a sua

Leia mais

2. Executar serviços de montagem, remoção e instalação de máquinas, equipamentos, instrumentos, tubulações e acessórios industriais.

2. Executar serviços de montagem, remoção e instalação de máquinas, equipamentos, instrumentos, tubulações e acessórios industriais. I. 1 INSTALAÇÕES DE SISTEMAS INDUSTRIAIS I 1. Analisar formas de geração de energia, seus elementos de produção e transformação. 2. Analisar condições de infra-estrutura e de alimentação de sistemas elétricos.

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1. Registro de preço, POR LOTES, para eventual aquisição de adesivos e recipientes (lixeiras) para acondicionamento de materiais recicláveis e materiais não recicláveis

Leia mais

CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO

CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO CASA DE MÁQUINAS Item essencial para qualquer tipo de piscina. É nela que ficam acondicionados o Sistema Filtrante (Filtro e Bomba) registros, válvulas, fios e acionadores.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. (Serviço de Manutenção dos Condicionadores de Ar da Câmara Municipal de Sinop MT)

TERMO DE REFERÊNCIA. (Serviço de Manutenção dos Condicionadores de Ar da Câmara Municipal de Sinop MT) TERMO DE REFERÊNCIA (Serviço de Manutenção dos Condicionadores de Ar da Câmara Municipal de Sinop MT) 1. DO OBJETO 1.1 A presente licitação tem por objeto a seleção da proposta mais vantajosa para a CÂMARA

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA AQUISIÇÃO E INSTALAÇÃO DO SISTEMA DE SEGURANÇA E CONTROLE DE ACESSO

TERMO DE REFERÊNCIA PARA AQUISIÇÃO E INSTALAÇÃO DO SISTEMA DE SEGURANÇA E CONTROLE DE ACESSO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA DO TRABALHO DA 14ª REGIÃO COMISSÃO DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL TERMO DE REFERÊNCIA PARA AQUISIÇÃO E INSTALAÇÃO DO SISTEMA DE SEGURANÇA E CONTROLE DE ACESSO 1.

Leia mais

Aprenda a calcular corretamente o valor da sua conta de água seguindo as instruções do SAE:

Aprenda a calcular corretamente o valor da sua conta de água seguindo as instruções do SAE: Cálculo da conta SUPERINTENDÊNCIA DE ÁGUA ESGOTO Aprenda a calcular corretamente o valor da sua conta de água seguindo as instruções do SAE: 1 Calcule consumo de água em metros cúbicos (m³) para uma economia

Leia mais

ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES AOS SÍNDICOS E ADMINISTRADORES PREDIAIS

ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES AOS SÍNDICOS E ADMINISTRADORES PREDIAIS ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES AOS SÍNDICOS E ADMINISTRADORES PREDIAIS Em virtude do recente acidente ocorrido no centro da cidade do Rio de Janeiro, onde o desabamento de três prédios comerciais levou ao

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VIII PREGÃO N.º 008/2013. Termo de Referência

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VIII PREGÃO N.º 008/2013. Termo de Referência ANEXO VIII PREGÃO N.º 008/2013 Termo de Referência 1. Justificativa Tem por objetivo a descrição dos serviços de manutenção preventiva, preditiva e corretiva dos equipamentos abaixo relacionados, que compõem

Leia mais

ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO

ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO COTAÇÃO DE PREÇO Nº 09/2014 PROCESSO Nº 09/2014 ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL MAMIRAUÁ IDSM PROJETO - ARQUITETURA, PROJETOS EXECUTIVOS COMPLEMENTARES E ORÇAMENTO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA VISANDO A AQUISIÇÃO DE VEÍCULO DE COMBATE A INCÊNDIOS PARA O PORTO DE ARATU EM CADEIAS BA.

TERMO DE REFERÊNCIA VISANDO A AQUISIÇÃO DE VEÍCULO DE COMBATE A INCÊNDIOS PARA O PORTO DE ARATU EM CADEIAS BA. TERMO DE REFERÊNCIA VISANDO A AQUISIÇÃO DE VEÍCULO DE COMBATE A INCÊNDIOS PARA O PORTO DE ARATU EM CADEIAS BA. JULHO 2015 1. OBJETO Aquisição de 01 (hum) veículo tipo caminhão de bombeiro, para combate

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. para os CPDs principal (sala-cofre) e secundário do Tribunal, pelo período de 30 meses.

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. para os CPDs principal (sala-cofre) e secundário do Tribunal, pelo período de 30 meses. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1 OBJETO 1.1 Descrição: 1.1.1 Manutenção preventiva-programada e corretiva, denominada on-going, para os CPDs principal (sala-cofre) e secundário do Tribunal, pelo período de

Leia mais

LAUDO TÉCNICO ESPECÍFICO

LAUDO TÉCNICO ESPECÍFICO LAUDO TÉCNICO ESPECÍFICO Conforme NR-10 ACME S.A Ind. Com. 1 de 9 IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO Identificação do Responsável pela Execução do Serviço. Nome: Empresa: Registro: Local de Execução do Serviço.

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças 1. DO OBJETO: Governo do Estado do Rio de Janeiro Código de Classificação: 13.02.01.15 TERMO DE REFERÊNCIA Outorga de permissão de uso, com encargos, de área localizada no prédio sede da, situado na Avenida

Leia mais

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA NÚMERO /DATA 009/01-25/10/2001 ORIGEM SRF/RFFC/ER-6 1.1 Tendo em vista que o contrato firmado com a Sul América não prevê a realização de exames admissionais,

Leia mais

ANEXO I CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO

ANEXO I CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO 1 PRODUTOS 1.1 Serviço de manutenção preventiva mensal e corretiva, quando necessário, para o elevador da Unidade Operacional da Anatel no Estado de Santa Catarina UO031, situada à Rua Saldanha Marinho,

Leia mais

BEBEDOURO COMPACTO COMPRESSOR MASTERFRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES

BEBEDOURO COMPACTO COMPRESSOR MASTERFRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES BEBEDOURO COMPACTO COMPRESSOR MASTERFRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES Prezado Cliente, A Masterfrio cumprimenta-o pela escolha feita ao comprar nosso bebedouro. Tudo foi feito para que este aparelho preste bons

Leia mais

ÍNDICE MANUTENÇÃO PREVENTIVA COMO PEDIR PEÇAS DE REPOSIÇÃO

ÍNDICE MANUTENÇÃO PREVENTIVA COMO PEDIR PEÇAS DE REPOSIÇÃO Este manual ajudará você a familiarizar-se com sua Empilhadeira BYG. Facilitará também, possíveis manutenções periódicas. Recomendamos uma atenção especial para utilização do equipamento, antes mesmo do

Leia mais

INSTRUÇÃO Nº 002 DE 27 DE FEVEREIRO DE 2003.

INSTRUÇÃO Nº 002 DE 27 DE FEVEREIRO DE 2003. INSTRUÇÃO Nº 002 DE 27 DE FEVEREIRO DE 2003. Orienta os órgãos e entidades da Administração Pública Estadual sobre os procedimentos a serem adotados através do Sistema de Compras Eletrônicas SCE, efetuados

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1. Contratação de empresa para prestação de serviços continuados, com fornecimento de peças e insumos sem ônus adicional para a contratante, de manutenção preventiva,

Leia mais

Manual do Montadora. Edmundo Doubrawa Joinville SC. www.expogestao.com.br

Manual do Montadora. Edmundo Doubrawa Joinville SC. www.expogestao.com.br Manual do Montadora Edmundo Doubrawa Joinville SC www.expogestao.com.br 5 NORMAS DE MONTAGEM CHECK LIST MONTAGEM 1- Entregar Termo de Responsabilidade ORIGINAL assinado pelo expositor e pelo responsável

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO O - MOTOR PERKINS

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO O - MOTOR PERKINS Consulte as Assistências Técnicas Autorizadas acesse: www.bambozzi.com.br/assistec.xls ou ligue: +55 (16) 33833806 / 33833807 MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro,

Leia mais

bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO OL-DUPLO - SEMI FECHADO

bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO OL-DUPLO - SEMI FECHADO A SSISTÊNCIAS T ÊCNICASAUTORIZADAS acesse: www.bambozzi.com.br/assistencias.html ou ligue: +55 (16) 33833806 / 33833807 bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro,

Leia mais

PENEIRA AUTOLIMPANTE de Escovas Rotativas - PAL

PENEIRA AUTOLIMPANTE de Escovas Rotativas - PAL Indústria e Comércio de Bombas D Água Beto Ltda Manual de Instruções PENEIRA AUTOLIMPANTE de Escovas Rotativas - PAL Parabéns! Nossos produtos são desenvolvidos com a mais alta tecnologia Bombas Beto.

Leia mais

ANEXO III ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO III ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Folha: 93 ANEXO III ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1. DISPOSIÇÕES GERAIS 1.1. As rotinas de manutenção preventiva, bem como o rol de abrangência das manutenções preditiva e corretiva descritas têm característica

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL PREVENTIVA E CORRETIVA PARA MANUTENÇÃO DAS UNIDADES ESCOLARES E PREDIAIS DA SEED

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL PREVENTIVA E CORRETIVA PARA MANUTENÇÃO DAS UNIDADES ESCOLARES E PREDIAIS DA SEED ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL PREVENTIVA E CORRETIVA PARA MANUTENÇÃO DAS UNIDADES ESCOLARES E PREDIAIS DA SEED Página 1 de 11 ASSUNTO: EXECUÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL PREVENTIVA

Leia mais

SISTEMA DE AQUECIMENTO SOLAR DE PISCINA

SISTEMA DE AQUECIMENTO SOLAR DE PISCINA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE AQUECIMENTO SOLAR DE PISCINA INTRODUÇÃO Parabéns por adquirir um Sistema de Aquecimento Solar de Piscina KOMECO, desenvolvido para oferecer maior conforto e bem estar com

Leia mais

Anexo II Descrição da Área/Processo. Cargos de Nível Médio

Anexo II Descrição da Área/Processo. Cargos de Nível Médio Anexo II Descrição da Área/Processo Cargos Cargo Área Pré-requisito Trajetória Processo de Agrimensura de Edificações/ Construção Civil de Edificações de Edificações Agrimensura. Edificações. Edificações.

Leia mais

Instrução Normativa 001/2014

Instrução Normativa 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Porto Alegre, RS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA Em 03 de Jan de 2014 BM COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS DIVISÃO TÉCNICA DE PREVENÇÃO DE INCÊNDIO 1 Instrução Normativa 001/2014

Leia mais

SUCTRON PRATIC SUCTOR DE ALTA POTÊNCIA BOMBA DE VÁCUO MANUAL DO PROPRIETÁRIO PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS WWW.SCHUSTER.IND.BR

SUCTRON PRATIC SUCTOR DE ALTA POTÊNCIA BOMBA DE VÁCUO MANUAL DO PROPRIETÁRIO PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS WWW.SCHUSTER.IND.BR SUCTRON PRATIC SUCTOR DE ALTA POTÊNCIA BOMBA DE VÁCUO MANUAL DO PROPRIETÁRIO PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS WWW.SCHUSTER.IND.BR 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. INTRODUÇÃO... 3 3. TERMOS DE GARANTIA... 3 4. ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

ANEXO IV ESPECIFICAÇÃO PARA MANUTENÇÃO DOS ELEVADORES DO EDIFÍCIO BRASÍLIA DURANTE A MODERNIZAÇÃO E NO PERÍODO DE GARANTIA

ANEXO IV ESPECIFICAÇÃO PARA MANUTENÇÃO DOS ELEVADORES DO EDIFÍCIO BRASÍLIA DURANTE A MODERNIZAÇÃO E NO PERÍODO DE GARANTIA 1 ANEXO IV ESPECIFICAÇÃO PARA MANUTENÇÃO DOS ELEVADORES DO EDIFÍCIO BRASÍLIA DURANTE A MODERNIZAÇÃO E NO PERÍODO DE GARANTIA A) MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS ELEVADORES ATUALMENTE INSTALADOS NO

Leia mais

Manual de Instruções. Para soldagem MIG/MAG automatizada

Manual de Instruções. Para soldagem MIG/MAG automatizada Pistolas PMC Para soldagem MIG/MAG automatizada Manual de Instruções Ref.: PMC 450 A- 3 metros - 0707260 PMC 450 A- 5 metros - 0706694 PMC 500 A- 3 metros - 0707259 PMC 500 A- 5 metros - 0706698 --- página

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO OL MODELO OL - MOTOR PERKINS

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO OL MODELO OL - MOTOR PERKINS Consulte as Assistências Técnicas Autorizadas acesse: www.bambozzi.com.br/assistec.xls ou ligue: +55 (16) 33833806 / 33833807 MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro,

Leia mais

Patio Heater. Aquecedor de Ambiente Externo. Premium PH-2750

Patio Heater. Aquecedor de Ambiente Externo. Premium PH-2750 Patio Heater Aquecedor de Ambiente Externo Premium PH-2750 Rua João Álvares Soares, 1530 Campo Belo, São Paulo SP, Cep 04609-004, Brasil. Telefax: (011) 5044-1683 Site: www.generalheater.com.br / E-mail:

Leia mais

Associação Matogrossense dos Municípios

Associação Matogrossense dos Municípios RESOLUÇÃO N.º 004/2010 Dispõe sobre a produção de normas e procedimentos para realização de auditorias internas e inspeções na Associação Matogrossense dos Municípios - AMM. A Presidência da Associação

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA PROCESSO N. 2441-09.00/14-9 Contrato AJDG N. 169/2014

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA PROCESSO N. 2441-09.00/14-9 Contrato AJDG N. 169/2014 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA PROCESSO N. 2441-09.00/14-9 Contrato AJDG N. 169/2014 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da, órgão administrativo do MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA 006/2014-UNEMAT

INSTRUÇÃO NORMATIVA 006/2014-UNEMAT INSTRUÇÃO NORMATIVA 006/2014-UNEMAT Dispõe sobre o registro de ponto e controle de frequência dos Profissionais Técnicos da Educação Superior da Universidade do Estado de Mato Grosso. CONSIDERANDO o disposto

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA Este contrato entrará em vigor por prazo indeterminado após sua publicação e registro em Ofício de Notas competente.

CLÁUSULA SEGUNDA Este contrato entrará em vigor por prazo indeterminado após sua publicação e registro em Ofício de Notas competente. Pelo presente instrumento particular, a COMPANHIA DE ÁGUAS E ESGOTOS DO RIO GRANDE DO NORTE (CAERN), inscrita no CNPJ n.º 08.334.385/0001-35, com sede na Avenida Sen. Salgado Filho, n 1555, bairro Tirol,

Leia mais

FILTRO PRENSA OLEOFIL MANUAL

FILTRO PRENSA OLEOFIL MANUAL FILTRO PRENSA OLEOFIL MANUAL 1 - INTRODUÇÃO O objetivo deste manual é disponibilizar todas as informações necessárias para a instalação, operação e manutenção dos filtros prensa OF da OLEOFIL, assim como

Leia mais

Carta de Apresentação ECR - Manengel

Carta de Apresentação ECR - Manengel Rio de Janeiro, 04 de Abril de 2015. Carta de Apresentação ECR - Manengel Prezados Senhores, Atendendo vossa solicitação, encaminhamos uma carta de apresentação de nossos serviços oferecidos, conforme

Leia mais

DESCRITIVO DO PROCESSO SELETIVO PARA O CARGO DE ELETRICISTA DE MANUTENÇÃO

DESCRITIVO DO PROCESSO SELETIVO PARA O CARGO DE ELETRICISTA DE MANUTENÇÃO DESCRITIVO DO PROCESSO SELETIVO PARA O CARGO DE ELETRICISTA DE MANUTENÇÃO O presente documento é uma divulgação oficial de todos os critérios e procedimentos estabelecidos pelo SESC para este processo

Leia mais

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA (Edital de Pregão Presencial nº 007/2010-ER-9)

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA (Edital de Pregão Presencial nº 007/2010-ER-9) 1. INTRODUÇÃO 1.1. O elevador é um dispositivo de transporte seguro e eficiente, utilizado para movimentar bens ou pessoas verticalmente. Tem uma importância fundamental no dia a dia de qualquer organização,

Leia mais

1 - AUTOMATIZADOR: Utilizado exclusivamente em portas de enrolar de aço. Existem diversas capacidades e tamanhos. Verifique sempre o peso e o tamanho

1 - AUTOMATIZADOR: Utilizado exclusivamente em portas de enrolar de aço. Existem diversas capacidades e tamanhos. Verifique sempre o peso e o tamanho 1 ME-01 REV00 13 3 1 2 14 9 10 12 4 5 6 7 11 8 1 - AUTOMATIZADOR: Utilizado exclusivamente em portas de enrolar de aço. Existem diversas capacidades e tamanhos. Verifique sempre o peso e o tamanho da porta

Leia mais

ÍNDICE. Esperamos que nosso transportador de carga Tracionário, proporcione agilidade e segurança em seu trabalho.

ÍNDICE. Esperamos que nosso transportador de carga Tracionário, proporcione agilidade e segurança em seu trabalho. Esperamos que nosso transportador de carga Tracionário, proporcione agilidade e segurança em seu trabalho. Para que nosso produto tenha um resultado positivo, é de fundamental importância que o Manual

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008 MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008 1 DO OBJETO Visa à contratação de empresa especializada nos serviços de fornecimento, entrega e instalação

Leia mais