Planilha de controle de faltas iniciais

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Planilha de controle de faltas iniciais"

Transcrição

1 Planilha de controle de faltas iniciais Apresentação Esta pasta de trabalho foi criada pensando naquela fase do cotidiano escolar das escolas públicas. Aquela fase inicial na qual há uma lista de alunos não definitiva e que irá mudar logo que os diários forem distribuídos aos docentes e as matrículas e transferências forem se acomodando. Na fase em que temos listas de alunos com uma numeração e depois os números se alteram adequando-se ao sistema estadual após a digitação do quadro discente definitivo da unidade escolar. Nesta fase há um problema comum nas escolas que é o controle de faltas dos alunos e a compilação destas faltas nos diários de classe, tendo-se que converter numeração das listas antigas para as novas. Não é incomum ver docentes, ou arrancando os cabelos diante de um trabalho tão desgastante, ou deixando estas faltas de lado e colocando qualquer coisa ou até presença a todos os alunos nesse período. Não é incomum, também, as listas paralelas de chamadas que alguns tomam como base para controlar as faltas nesta fase. De comum é só o fato de que estas faltas são importantes, são previstas em lei seu controle no início do ano para que se redistribua as vagas daqueles que não frequentaram o início do período letivo, bem como no controle da porcentagem de faltas no 1º bimestre, normalmente comprometida com a ingerência destes dados. Assim, apresento esta Planilha de Controle das Faltas Iniciais e espero que ajude e facilite este controle por parte da U.E. e, principalmente, o trabalho docente. Não a comercializo nem autorizo sua comercialização sendo a mesma de uso livre, portanto divulgue-a após sua análise se a achar, de fato, uma ferramenta útil. Quaisquer dúvidas e sugestões podem ser enviadas ao meu ( ) que acatarei com o mesmo prazer que tenho em criar estas ferramentas. Espero ser útil e facilitador. Obrigado. Prof. Malta

2 TUTORIAL SE VOCÊ NÃO TEM INTIMIDADE COM COMPUTADORES E NÃO SABE ALGUMAS FUNÇÕES ( COMO POR EXEMPLO, CRIAR PASTAS, RENOMEAR ARQUIVOS, FAZER DOWNLOADS, ETC ), PEÇA A ALGUÉM QUE TENHA UMA CERTA EXPERIÊNCIA NO ASSUNTO PARA LHE AJUDAR. AS FUNÇÕES E AÇÕES EXIGIDAS PARA TRABALHAR E FORMATAR A PASTA DE TRABALHO SÃO BÁSICAS ( NADA DE MUITO AVANÇADO! ) E VOCÊ PODE, ALÉM DE OBTER ESTA AJUDA, APRENDER ALGUNS TRUQUES TAMBÉM. 1º) Baixando a pasta de trabalho: Abra a pasta Meus documentos (ou outra de sua preferência) e crie uma pasta nova com um nome referente a este trabalho, nela você irá replicar o arquivo quantas vezes for necessário num próximo passo; Clique no link abaixo ou copie-o e cole-o em seu navegador; Faça o download e abra a pasta de trabalho (é um arquivo do Excel e será aberta, inicialmente numa pasta temporária); Caso apareça um alerta de existência de macros, clique em ativar macros. Existem macros na pasta de trabalho que serão verificadas pelo seu computador e têm que estar ativas para a funcionalidade das planilhas. Este alerta é comum nas configurações de segurança dos computadores e anti vírus do mercado. Se você não se sentir seguro não baixe o arquivo. Aberta a planilha, abra o menu ARQUIVO, selecione a opção salvar como... e, na janela que vai abrir, localize a pasta que você criou, salve seu arquivo nela mudando o nome se assim o desejar; Pronto, agora você já possui a matriz de trabalho em seu computador numa pasta própria onde serão guardados os dados e seus controles. OBS: Você pode abrir o arquivo e passar para o 3º passo para conhecer toda a funcionalidade da planilha antes de seguir adiante, antes de replicar o arquivo. 2º) Replicando e renomeando a pasta de trabalho: Abra a pasta na qual você tem a matriz; Dentro da mesma pasta, copie e cole o arquivo baixado (matriz), tantas vezes quantas turmas você quer controlar. Assim, se sua escola tem 30 turmas e você deseja controlar todas, repita a operação 30 vezes. É importante deixar a matriz intacta e fazer as cópias que necessita, pois você pode precisar da matriz e não vai necessitar baixá-la novamente; Agora que você possui as réplicas da matriz, renomeie cada uma com um nome de arquivo que indique a que turma ele pertence. Ex: 1º A, 1º B; 2º A; 2º B... etc. Pronto, agora você possui uma pasta na qual tem um arquivo para cada turma de sua unidade escolar e pode configurar cada uma com suas respectivas particularidades.

3 3º) Abrindo e conhecendo a pasta de trabalho: Para conhecer as funcionalidades básicas da pasta de trabalho, abra o arquivo de uma das salas; A pasta se abre na planilha MENU, da qual se pode navegar para as outras planilhas e, delas, retornar a este menu inicial clicando em um ponto de retorno que veremos durante as explicações; Neste MENU você pode usar as células em verde, que são os caminhos ou links para acessar as outras planilhas. Clicando nelas você vai para a planilha indicada no texto do campo verde; No mesmo MENU, você tem, ao lado direito de cada link verde, um breve explicativo da função de cada planilha; Clique no menu DADOS e faça um teste. Você será direcionado para a planilha de identificação inicial que será explicada daqui há pouco. Nesta haverá um outro link ( num campo amarelo ) com a indicação CLIQUE PARA VOLTAR AO MENU GERAL DAS PLANILHAS, que é a porta de retorno ao menu inicial; Teste todas as planilhas e veja que todas tem um link desse, sempre retornando ao menu principal; Neste teste, perceba uma coisa importante, somente as células em verde é que serão editáveis, sendo todas as outras ou automaticamente preenchidas pelas fórmulas ou, simplesmente, travadas e com senha, para proteger a estrutura de cálculo das planilhas; Outro fato importante de notar é que haverá alguns botões em azul nas planilhas DADOS, FEVEREIRO, MARÇO e ABRIL. Não os utilize ainda, pois terão sua função explicada a seguir, a seu tempo; Neste teste do menu, você já vai conhecendo a cara de cada planilha, mas não as utilize antes de ler este tutorial até o fim.vamos com calma. 4º) Configurações iniciais das pastas de trabalho: Agora que você já viu as planilhas e sabe como acessar cada uma e voltar ao menu principal, vamos configurar a pasta de trabalho da turma a que se referem os dados nela contidos : 1. Acesse a planilha de DADOS : Clique no campo onde tem um nome de escola fictício ( E.E. Campininha do Monte Alegre Azul Paulista ) e reescreva-o com o nome de sua unidade escolar. Este nome aparecerá automaticamente em outras planilhas, inclusive no menu principal. 2. Faça o mesmo ( na mesma planilha DADOS ) com o ano, com a série e turma nos campos logo abaixo do nome da escola.após feitas estas alterações, salve a pasta de trabalho. 3. Volte ao MENU e verifique as alterações já no menu e, se quiser, navegue nas outras planilhas para ver as alterações;

4 4. Acesse a planilha de DIAS LETIVOS : SOMENTE SÃO CONSIDERADOS OS TRÊS PRIMEIROS MESES LETIVOS POIS, NORMALMENTE ATÉ ABRIL JÁ SE TEM AS LISTAS DEFINITIVAS. Esta planilha está pré configurada com a data inicial de 11 de fevereiro para os dias letivos e com sábados e domingos já retirados, porém todos os outros dias dos três primeiros meses do ano estão como letivos. Para indicar os dias letivos, na verdade, vamos retirar os dias não letivos colocando um x no campo entre a data e o dia da semana no calendário constante na planilha, nos campos em verde do mesmo. Perceba que, se você retira um x no calendário de dias letivos, esta data aparece no resumo de dias letivos ao lado e, se você indica o x a data que indicou some desta lista, portanto: as datas com x são dias não letivos e sem x são dias letivos. Assim, já ordene sua planilha a retirar os feriados colocando x nas datas correspondentes. Esta ação vai formatar as planilhas restantes com estas datas na sequência correta e dar fidelidade aos cálculos feitos por elas. As etapas de 1 a 4 destas configurações devem ser repetidas em cada uma de suas pastas de trabalho criadas para cada turma, mas só são feitas uma única vez. Portanto, as configurações apresentadas devem ser feitas com antecedência para que, no primeiro dia letivo, você já tenha sua pasta funcionando. 5º) Inserção de dados e controle: Planilhas de FEVEREIRO, MARÇO e ABRIL : Estas planilhas são idênticas em suas estruturas e suas funções, só se diferenciam pelas datas que constam em seus campos e pelos seus resultados após a inserção de dados; Nos campos em verde ( como já foi dito são os editáveis ) você vai inserir as faltas dos alunos nas colunas das datas correspondentes. Estas informações serão coletadas na LISTAS DE CHAMADA, que serão explicadas no item 6º a seguir. IMPORTANTE: NÃO DIGITE C OU OUTRA COISA QUALQUER QUANDO FOR INDICAR AS PRESENÇAS NESTAS PLANILHAS, SOMENTE DEVEM SER INDICADAS AS FALTAS COLOCANDO-SE UM f OU F NOS CAMPOS INDICADOS. Os campos que indicam a presença do aluno devem ficar em branco. Há dois botões de controle na primeira linha em cada uma destas planilhas : 1. Botão CLIQUE PARA ORDENAR LISTA DO MÊS PELOS NOVOS Nºs : Este botão, quando clicado, ordena a lista de chamada pelos números da coluna de número novo, a partir da digitação desta nova numeração na planilha Dados ; 2. Botão CLIQUE PARA ORDENAR LISTA DO MÊS PELOS ANTIGOS Nºs : Este botão, quando clicado, ordena a lista de chamada pelos números da coluna de número antigo, a partir da ordem inicial já formatada na planilha de 1 a 55; 3. Ao ordenar com esses botões, além das listas numéricas, também são ordenadas as faltas dos alunos, assim, o número do aluno se desloca de posição e a linha de suas faltas nos dias respectivos, logicamente, o acompanha neste deslocamento; 4. Você pode inverter esta ordem quantas vezes quiser, mas deve-se tomar o cuidado de fazê-lo só quando a nova numeração estiver definitiva e completa na planilha DADOS ; 5. Por conveniência a planilha já é ordenada pela numeração inicial (antiga);

5 6. Por segurança dos dados, sempre que você quiser ou precisar digitar ou alterar os números novos, terá que voltar para a planilha DADOS, digitar, redigitar ou corrigir a numeração nova e clicar no botão azul SALVAR Nºs NOVOS. Neste processo, a própria pasta de trabalho vai retornar as três planilhas dos meses para a ordem de números antigos antes de gravar os números novos. Assim, antes de utilizar os dados das planilhas, você pode reordená-las quantas vezes quiser novamente; 7. No item anterior, portanto, foi esclarecida a função do botão azul da planilha DADOS citado no 3º passo deste tutorial, que deve ser clicado sempre que for mudado algo na nova numeração dos alunos; 8. Outro fato importante e, para segurança dos dados também, é o nome da planilha ( nas planilhas dos meses, abaixo dos botões azuis ) que se altera quando você ordena as listas. Perceba que ele indica, alternadamente, LISTAGEM ORDENADA PELOS NÚMEROS NOVOS ou LISTAGEM ORDENADA PELOS NÚMEROS ANTIGOS dependendo da última seleção que foi feita e se mantém como ordem antiga se for clicado no botão de SALVAR NOVOS Nºs na planilha DADOS. 9. O mesmo acontece com as indicações NOVOS e ANTIGOS, acima da coluna de números dos alunos. Se a ordem atual é a de números novos, a palavra NOVOS aparece em vermelho e vice versa. Quando o botão SALVAR NOVOS Nºs é acionado, ambos aparecem em preto. Abaixo das datas, nas planilhas para digitar as faltas, há um campo em amarelo que pode ser utilizado para digitar o nome do professor que lecionou ou a disciplina naquela turma naquela data, mas este dado é de digitação opcional, porém aparecerá nos relatórios se for imputado. Ao final das colunas de digitação de faltas, para cada aluno haverá um sub total das faltas do mês e a respectiva porcentagem de faltas no mês em questão; Acima destes dados, há a indicação da quantidade de dias letivos do mês da planilha. Perceba que estas datas nas planilhas e a quantidade de dias letivos já foram calculados pela própria planilha a partir das informações digitadas no início nas planilhas DADOS e DIAS LETIVOS ; 6º) Relatórios e impressos: Estarão disponíveis, automaticamente atualizados pelas informações imputadas nas planilhas citadas anteriormente e prontos (configurados) para impressão. São eles : Planilha de RELATÓRIO DE FALTAS : 1. Resumo das faltas e porcentagens de faltas por mês e acumulado 2. Atente para a indicação de NUMEROS NOVOS ou NÚMEROS ANTIGOS destacados no relatório. Estas indicações são atualizadas automaticamente de acordo com a ordenação feita na planilha das faltas. Planilha de LISTAGEM DE FALTAS : 1. É uma cópia das listas de chamada feita a partir da digitação dos dados.pode-se montar uma pasta com as folhas impressas desta planilha afim de facilitar o acesso do professor quando for organizar seus diários ao final, quando as listas forem definitivas e/ou no final do 1º bimestre. 2. Pode-se deixar acesso livre a um computador com estas listagens para que os professores tenham a possibilidade de imprimir somente as que lhe forem úteis e necessárias; 3. Atente para a indicação de NUMEROS NOVOS ou NÚMEROS ANTIGOS destacados no relatório. Idem ao relatório anterior.

6 Planilha de LISTAGEM DE CHAMADAS : 1. É um conjunto de folhas, já preparadas dividida por semanas ( com data e indicações de turmas ) para que se faça as pastas de chamadas de cada turma para as salas; 2. Sugiro uma pasta simples com colchetes na qual, na capa interna há a lista dos alunos (lista antiga) e nos colchetes, a folha da semana atual; 3. A cada semana pode-se trocar a lista da chamada e guardar a preenchida para a digitação dos dados do mês; 4. Note que há, em cada folha, a indicação de todos os sábados e alguns dias que você indicará como não letivo, mas deixei-os para o caso de quaisquer um deles entrar como letivo no decorrer do período ( com essa SEE nunca se sabe...hehe! ) 5. Para que fique padronizado e de fácil leitura, sugira aos professores que escrevam nos campos da chamada somente um F para a falta do aluno e que deixe em branco os campos que indicam presença. * * * * * * CONVÉM MANTER SEMPRE UM BACKUP DAS PASTAS DE TRABALHO NUM CD OU PENDRIVE PARA EVENTUALIDADES. TODAS AS VEZES QUE ENCERRAR OS TRABALHOS, SALVE SUAS PLANILHAS. * * * * * * ESPERO QUE A PASTA DE TRABALHO SEJA ÚTIL E FACILITADORA, COMO PROPOSTO, E QUE POSSAM UTILIZÁ-LA SEM MAIORES PROBLEMAS OU TRANSTORNOS. CONVÉM SIMULAR UMA TURMA NO SEU COMPUTADOR ANTES DE REPLICAR AS TURMAS E INICIAR SEU USO DEFINITIVO, BEM COMO SIMULAR TODAS AS SUAS POSSÍVEIS ALTERAÇÕES E IMPRESSÕES DE RELATÓRIOS PARA QUE SEJA SEGURA A SUA UTILIZAÇÃO E NÃO HAJA PROBLEMAS DE SE FAZER A PROPAGANDA AO CORPO DOCENTE E DEPOIS NÃO CONSEGUIR CONCRETIZAR O USO. QUAISQUER ALTERAÇÕES OU FALHAS NO USO DAS PLANILHAS BEM COMO NAS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE TUTORIAL, POR FAVOR, REPORTE-SE AO MEU INDICADO NO INÍCIO DO TUTORIAL. O TRABALHO FOI FEITO TODO NO EXCEL DO OFFICE 2003 E PODE SOFRER ALTERAÇÕES OU NÃO FUNCIONAR EM VERSÕES ANTERIORES. APELO AO BOM SENSO DOS USUÁRIOS QUE ENTENDAM QUE NÃO ME RESPONSABILIZO POR PROBLEMAS ORIUNDOS DE FALHAS NAS PLANILHAS OU DO MAL USO DAS MESMAS QUE GEREM QUAISQUER PROBLEMAS OU ATRASOS EM SUAS UNIDADES ESCOLARES. BOM ANO LETIVO A TODOS!

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA Manual do Moodle- Sala virtual UNIFAP MACAPÁ-AP 2012 S U M Á R I O 1 Tela de Login...3 2 Tela Meus

Leia mais

MANUAL DA SECRETARIA

MANUAL DA SECRETARIA MANUAL DA SECRETARIA Conteúdo Tela de acesso... 2 Liberação de acesso ao sistema... 3 Funcionários... 3 Secretaria... 5 Tutores... 7 Autores... 8 Configuração dos cursos da Instituição de Ensino... 9 Novo

Leia mais

O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

Instruções para Construção dos Sites das Escolas Públicas Estaduais do Paraná

Instruções para Construção dos Sites das Escolas Públicas Estaduais do Paraná Instruções para Construção dos Sites das Escolas Públicas Estaduais do Paraná CRIAÇÃO: crteldna@gmail.com (43) 3371-1336 (43) 3371-1337 APOIO: ldagabrielmartins@seed.pr.gov.br (43) 3327-4141 Janeiro/2008

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Compartilhamento de Arquivos no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução...

Leia mais

Themis Serviços On Line - Publicações

Themis Serviços On Line - Publicações Nome do documento Guia do Usuário Themis Serviços On Line - Publicações Sumário Introdução:... 3 1 - Cadastro dos Usuários do Themis Serviços On Line:... 3 2 - Acesso ao Sistema Themis Serviços On Line:...

Leia mais

Treinamento - Union Web

Treinamento - Union Web Inserindo formulário de acesso ao sistema no seu site: Para que seus condôminos tenham acesso ao sistema será necessária a inserção do formulário de entrada no seu site, veja com o programador do seu site

Leia mais

Pró-Reitoria de Educação a Distância. Manual do Ambiente Virtual de Aprendizagem para alunos

Pró-Reitoria de Educação a Distância. Manual do Ambiente Virtual de Aprendizagem para alunos Pró-Reitoria de Educação a Distância Manual do Ambiente Virtual de Aprendizagem para alunos Como acessar o ambiente 1. Entre no Ambiente Virtual de Aprendizagem localizado na página principal do Portal

Leia mais

Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.concursosecursos.com.br INFORMÁTICA AULA 11

Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.concursosecursos.com.br INFORMÁTICA AULA 11 INFORMÁTICA AULA 11 INTERNET (CONTINUAÇÃO) Outlook EXPRESS A janela principal do Outlook Express pode ser divida basicamente em: Área de Comando (superior) - Contém a barra de botões e a barra de menus.

Leia mais

MANUAL DE GABINETES SAJ/SG5

MANUAL DE GABINETES SAJ/SG5 MANUAL DE GABINETES SAJ/SG5 Seção de Implantação de Sistemas Divisão de Sistemas Judiciais de Segundo Grau Diretoria de Tecnologia da Informação DTI/TJSC suporte: saj2grau@tjsc.jus.br Índice: Página 1.

Leia mais

Tutorial WEB Soluço es Click.

Tutorial WEB Soluço es Click. Tutorial WEB Soluço es Click. Sumário Sumário... 1 1. Acesso ao site:... 2 2. Login:... 3 3. Página Principal:... 4 4. Navegando sobre o menu:... 4 5. Opção Chamado:... 5 5.1 Tela de Chamados:... 6 5.1.1

Leia mais

Curso Online A Escola no Combate ao Trabalho Infantil Plataforma de Educação à Distância

Curso Online A Escola no Combate ao Trabalho Infantil Plataforma de Educação à Distância Página1 Apresentação Curso Online A Escola no Combate ao Trabalho Infantil Plataforma de Educação à Distância Olá Participante do Curso A Escola no Combate ao Trabalho Infantil (ECTI), Este tutorial pretende

Leia mais

MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice

MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice Item MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice Página 1.Apresentação... 4 2.Funcionamento Básico... 4 3.Instalando o MCS... 4, 5, 6 4.Utilizando o MCS Identificando

Leia mais

Guia Rápido do Usuário

Guia Rápido do Usuário CERTIDÕES UNIFICADAS Guia Rápido do Usuário CERTUNI Versão 1.0.0 CASA DA MOEDA DO BRASIL Conteúdo Acessando o Sistema... 3 Alterando Senhas... 3 Encerrando sua Sessão... 4 Gerando Pedido... 4 Alterando

Leia mais

MANUAL DO PEP ATUALIZADO EM 13-08-2014 PROPOSTA ELETRÔNICA DE PREÇOS REFERENTE A VERSÃO DO PEP: 2.0.0.25

MANUAL DO PEP ATUALIZADO EM 13-08-2014 PROPOSTA ELETRÔNICA DE PREÇOS REFERENTE A VERSÃO DO PEP: 2.0.0.25 MANUAL DO PEP ATUALIZADO EM 13-08-2014 PROPOSTA ELETRÔNICA DE PREÇOS REFERENTE A VERSÃO DO PEP: 2.0.0.25 1 Sumário 1.Objetivo...03 2.Suporte...03 3.Como instalar...03 4.Usando o PEP...09 2 1. Objetivo:

Leia mais

Guia de Procedimentos

Guia de Procedimentos Guia de Procedimentos Documento Guia de Procedimentos Arquivo BOP15_GuiadeProcedimentos_GestãodaColaboração_NetTeacher_FASIPE.docx Projeto Semear Cliente Faculdade FASIPE Data 27/1/2012 Autoria Luciano

Leia mais

2 Não possuo o e-mail institucional. Como devo proceder? Resposta: Dirija-se ao RH do câmpus e solicite a criação do seu e-mail institucional.

2 Não possuo o e-mail institucional. Como devo proceder? Resposta: Dirija-se ao RH do câmpus e solicite a criação do seu e-mail institucional. SUMÁRIO 1 Como obter o login e a senha para acesso ao Portal do Professor?... 3 2 Não possuo o e-mail institucional. Como devo proceder?... 3 3 Como acessar o Portal do Professor?... 3 4 Como proceder

Leia mais

PASSOS PARA EFETIVAÇÃO DO CENSO ESCOLAR 2015

PASSOS PARA EFETIVAÇÃO DO CENSO ESCOLAR 2015 DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DE TOCANTINOPOLIS SETOR REGIONAL DE INSPEÇÃO ESCOLAR E TECNOLOGIA CENSO ESCOLAR PASSOS PARA EFETIVAÇÃO DO CENSO ESCOLAR 2015 PARTE l INICIAL 1º passo: acessar o site oficial

Leia mais

Conectar diferentes pesquisas na internet por um menu

Conectar diferentes pesquisas na internet por um menu Conectar diferentes pesquisas na internet por um menu Pré requisitos: Elaboração de questionário Formulário multimídia Publicação na internet Uso de senhas na Web Visualização condicionada ao perfil A

Leia mais

Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA OFFICE ONLINE WORD ONLINE EXCEL ONLINE POWER POINT ONLINE

Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA OFFICE ONLINE WORD ONLINE EXCEL ONLINE POWER POINT ONLINE Página 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA OFFICE ONLINE WORD ONLINE EXCEL ONLINE POWER POINT ONLINE Página 2 Sumário Como começar usar?... 03 Iniciando o uso do OneDrive.... 04 Carregar ou Enviar os

Leia mais

Prestador de Serviços

Prestador de Serviços Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Serviços...3 Os Recibos... 5 Como imprimir?... 6 As Listagens...7 Clientes... 9 Consulta...9 Inclusão... 11 Alteração... 12 Exclusão... 13 Serviços...

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

Medical Office 2015 Instruções de Instalação e Configuração

Medical Office 2015 Instruções de Instalação e Configuração Medical Office 2015 Instruções de Instalação e Configuração 1) Faça o download do Medica Office através do nosso site www.medicaloffice.com.br opção do Download; 2) Após realizado o download do arquivo

Leia mais

Projeto ECA na Escola - Plataforma de Educação à Distância

Projeto ECA na Escola - Plataforma de Educação à Distância Página1 Apresentação Projeto ECA na Escola - Plataforma de Educação à Distância Olá Participante do Projeto ECA na Escola, Este tutorial pretende auxiliá-lo na navegação na Plataforma de Educação à Distância

Leia mais

Manual do Portal do Aluno

Manual do Portal do Aluno Manual do Portal do Aluno Setor de Tecnologia da Informação T.I. Escola Superior Batista do Amazonas Última revisão: 9/10/2012 Conteúdo 1. Acessando o Portal do Aluno... 3 2. Menu do Portal do Aluno...

Leia mais

PROGRAMA TERRITÓRIOS DA CIDADANIA. # Manual Operacional # Relatório de Execução - Data Base: 30/09/2012

PROGRAMA TERRITÓRIOS DA CIDADANIA. # Manual Operacional # Relatório de Execução - Data Base: 30/09/2012 PROGRAMA TERRITÓRIOS DA CIDADANIA # Manual Operacional # Relatório de Execução - Data Base: 30/09/2012 Para informar os dados da Execução de sua(s) ação(ões), você deve seguir os seguintes passos: 1 Acesse

Leia mais

Rotinas úteis e diárias para facilitar o uso do sistema Winsati pelo usuário.

Rotinas úteis e diárias para facilitar o uso do sistema Winsati pelo usuário. Rotinas úteis e diárias para facilitar o uso do sistema Winsati pelo usuário. Rotina para quando clicar no ícone do Winsati e ele não inicializar Podem acontecer dois casos: 1. Caso 1: No caso de clicar

Leia mais

UNIPAMPA Universidade Federal do Pampa. Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI)

UNIPAMPA Universidade Federal do Pampa. Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) UNIPAMPA Universidade Federal do Pampa Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) Instruções para gerenciamento dos sites em Joomla (versão 1.5.3) Níveis: Editor e Administrador Junho/2008 Í N D I C E Usuários

Leia mais

Início Rápido para Fotos e Histórias do FamilySearch

Início Rápido para Fotos e Histórias do FamilySearch Início Rápido para Fotos e Histórias do FamilySearch Você pode adicionar fotos e histórias da família aos registros dos seus antepassados na Árvore Familiar. Com o novo recurso Adicionar Fotos e Histórias,

Leia mais

Mas, como utilizar essa ferramenta tão útil e que está à sua disposição?

Mas, como utilizar essa ferramenta tão útil e que está à sua disposição? Caríssimo aluno da Rede CEJA, Seja muito bem vindo à sua escola! Estamos muito felizes que você tenha optado por dar continuidade aos seus estudos conosco, confiando e acreditando em tudo o que poderemos

Leia mais

GUIA DE ACESSO E NAVEGAÇÃO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

GUIA DE ACESSO E NAVEGAÇÃO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM GUIA DE ACESSO E NAVEGAÇÃO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM BOAS VINDAS! Prezado (a) aluno (a), seja bem vindo (a) aos cursos na modalidade a distância. É com muita satisfação que o (a) recebemos neste

Leia mais

Guia de Utilização BANCO DE EMPREGOS ANOS. www.sindigraf.org.br

Guia de Utilização BANCO DE EMPREGOS ANOS. www.sindigraf.org.br Guia de Utilização BANCO DE EMPREGOS ANOS www.sindigraf.org.br 01 ÍNDICE Como acessar o Banco de Empregos 04 Candidato - Gerenciamento de Conta 06 Empresa - Gerenciamento de Conta 12 Como se Logar 19

Leia mais

PROCEDIMENTO DO CLIENTE

PROCEDIMENTO DO CLIENTE PROCEDIMENTO DO CLIENTE Título: Plug-in Guia de Empresas Objetivo: Aprender a utilizar a ferramenta Guia de Empresas Onde: Empresa Quem: Cliente Quando: Início A ferramenta Guia de Empresas permite criar

Leia mais

SISTEMA OPERACIONAL MAC OS

SISTEMA OPERACIONAL MAC OS MANUAL PROTECT Versão R15 SISTEMA OPERACIONAL MAC OS Copyright GVT 2015 www.gvtprotect.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 GVT PROTECT... 3 2.1 Requisitos Mínimos De Sistema... 3 2.2 Sistemas Operacionais

Leia mais

Versão para atualização do Gerpos Retaguarda

Versão para atualização do Gerpos Retaguarda Versão para atualização do Gerpos Retaguarda A Gerpos comunica a seus clientes que nova versão do aplicativo Gerpos Retaguarda, contendo as rotinas para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, já está disponível.

Leia mais

Manual Sistema AtecSoftware

Manual Sistema AtecSoftware Manual Sistema AtecSoftware ÍNDICE Sistema Janela principal... 3, 4 Cadastros Cadastro de Horários... 5, 6, 7, 8, 9, 10 Cadastro de Funcionários... 11 Feriados... 12,13 Movimentações Movimentações... 14,

Leia mais

Manual do Usuário ipedidos MILI S.A. - D.T.I.

Manual do Usuário ipedidos MILI S.A. - D.T.I. Manual do Usuário ipedidos MILI S.A. - D.T.I. MILI S.A. - D.T.I. Índice 1 ACESSANDO O PORTAL IPEDIDOS... 3 1.1 Login...5 1.2 Tela Principal, Mensagens e Atendimento On-line...6 2 CADASTRAR... 10 2.1 Pedido...10

Leia mais

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Diário On-line Apresentação ----------------------------------------------------------------------------------------- 5 Requisitos Básicos

Leia mais

Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010

Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010 Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010 Professor: Bruno Gomes Disciplina: Informática Básica Curso: Gestão de Turismo Sumário da aula: 1. Abrindo o Excel; 2. Conhecendo a Tela do Excel. 3. Inserindo

Leia mais

TUTORIAL PARA UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA LMS

TUTORIAL PARA UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA LMS TUTORIAL PARA UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA LMS Neste documento você encontrará um conjunto de orientações de como navegar na plataforma do MBA Gestão Empreendedora. Siga as instruções com atenção e salve este

Leia mais

FIELDLINK Documentation

FIELDLINK Documentation FIELDLINK Documentation Versão 1.0 Diego Cueva, Rafael Gonçalves 05/11/2014 Sumário 1 O que é e como funciona? 3 1.1 Aplicativo Web.............................................. 3 1.2 Aplicativo Móvel.............................................

Leia mais

LGTi Tecnologia. Manual - Outlook Web App. Soluções Inteligentes. Siner Engenharia

LGTi Tecnologia. Manual - Outlook Web App. Soluções Inteligentes. Siner Engenharia LGTi Tecnologia Soluções Inteligentes Manual - Outlook Web App Siner Engenharia Sumário Acessando o Outlook Web App (Webmail)... 3 Email no Outlook Web App... 5 Criar uma nova mensagem... 6 Trabalhando

Leia mais

TELA INICIAL: BOTÕES INICIAIS:

TELA INICIAL: BOTÕES INICIAIS: Sumário 1. Tela Inicial... 02 2. Venda [F1]... 03 a. Cliente [F2]... 03 b. Importar [F9]... 04 c. Produtos [F3]... 04 d. Fechamento [F4]... 05 e. Impressão, Ponto de Referência e Observações... 07 f. Consulta

Leia mais

Gravando Dados e Cópias de CD s com o Nero 6.0 Disciplina Operação de Sistemas Aplicativos I

Gravando Dados e Cópias de CD s com o Nero 6.0 Disciplina Operação de Sistemas Aplicativos I CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA Escola Técnica Estadual de Avaré ETE-AVARÉ CURSO DE TÉCNICO EM INFORMÁTICA NÚCLEO DE APOIO Gravando Dados e Cópias de CD s com o Nero 6.0 Disciplina

Leia mais

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR NOVAS FUNCIONALIDADES DO WEB PORTFÓLIO PROVAB 2015 Brasília/DF, 12 de novembro de 2015. 1 APRESENTAÇÃO NOVAS FUNCIONALIDADES

Leia mais

O Sistema foi inteiramente desenvolvido em PHP+Javascript com banco de dados em MySQL.

O Sistema foi inteiramente desenvolvido em PHP+Javascript com banco de dados em MySQL. Nome do Software: Gerenciador de Projetos Versão do Software: Gerenciador de Projetos 1.0.0 1. Visão Geral Este Manual de Utilização do Programa Gerenciador de Projetos via Web, tem por finalidade facilitar

Leia mais

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário Manual do Usuário Produto: EmiteNF-e Versão: 1.2 Índice 1. Introdução... 2 2. Acesso ao EmiteNF-e... 2 3. Configurações Gerais... 4 3.1 Gerenciamento de Usuários... 4 3.2 Verificação de Disponibilidade

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JARDINÓPOLIS - SÃO PAULO. Departamento de Licitações. Introdução

PREFEITURA MUNICIPAL DE JARDINÓPOLIS - SÃO PAULO. Departamento de Licitações. Introdução Prefeitura Municipal de Jardinópolis/SP Tutorial sobre o Programa Betha AutoCotação Instalação, Utilização e Gravação em CD Página 2 Introdução Para dar maior agilidade a alguns processos licitatórios

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO SISTEMA DE PAGAMENTO ONLINE. Versão: 01.08

MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO SISTEMA DE PAGAMENTO ONLINE. Versão: 01.08 MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO SISTEMA DE PAGAMENTO ONLINE Versão: 01.08 Índice Instalação do Sistema...03 Tela inicial do Sistema...10 Módulos...11 Conteúdo do Menu Arquivo...11 Finalizar...11 Inclusão

Leia mais

Portal do Fornecedor ANGELONI. Manual do usuário. (versão 1.1)

Portal do Fornecedor ANGELONI. Manual do usuário. (versão 1.1) Portal do Fornecedor ANGELONI Manual do usuário (versão 1.1) 1. Objetivo Este manual explica como funciona o Portal do Fornecedor ANGELONI. Todos os procedimentos para visualizar pedidos, gerar e enviar

Leia mais

Manual de instalação e utilização do programa Faróis Vinco Pedidos

Manual de instalação e utilização do programa Faróis Vinco Pedidos Página 1 de 23 SUMÁRIO 1. Pré-requisitos do computador para instalação do sistema Faróis Vinco Pedidos... 2 2. Instalação do... 3 3. Executando o sistema pela primeira vez... 5 4. Menus do sistema... 6

Leia mais

Primeiros passos das Planilhas de Obra v2.6

Primeiros passos das Planilhas de Obra v2.6 Primeiros passos das Planilhas de Obra v2.6 Instalação, configuração e primeiros passos para uso das planilhas de obra Elaborado pela Equipe Planilhas de Obra.com Conteúdo 1. Preparar inicialização das

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

MOODLE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA

MOODLE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA Carmen Mathias Agosto - 2009 I. CADASTRO 1. Acessar o site de treinamento (teste): http://moodle_course.unifra.br/ 2. Faça o login, clicando em acesso no lado direito superior da tela: 3. Coloque seu nome

Leia mais

DIVISÃO DE QUALIDADE DE VIDA

DIVISÃO DE QUALIDADE DE VIDA DIVISÃO DE QUALIDADE DE VIDA Seleção de projetos culturais Orientações gerais para uso do sistema online MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE CAPTAÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS ONLINE DO SESI-SP O SESI-SP na área

Leia mais

1- Acessando o sistema

1- Acessando o sistema Sumário 1- Acessando o sistema... 3 2.0 - Opções do Menu... 4 3.0 - Config. U.E.... 4 3.1 - Período Letivo... 4 Adicionando o período letivo... 5 Alterando o período letivo... 5 4.0 - Integração SGE:...

Leia mais

Manual de Utilização do PDV Klavix

Manual de Utilização do PDV Klavix Manual de Utilização do PDV Klavix Página 1/20 Instalando a partir do CD Se você recebeu um CD de instalação, rode o programa Instalador que se encontra no raiz do seu CD. Ele vai criar a pasta c:\loureiro

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME APRESENTAÇÃO Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE WORD 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha. Programador:

Leia mais

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet.

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet. Olá! Você está recebendo as informações iniciais para utilizar o GEM (Software para Gestão Educacional) para gerenciar suas unidades escolares. O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar

Leia mais

Software Planejamento Tributário

Software Planejamento Tributário Software Planejamento Tributário Bem vindo ao segundo manual de instalação do software de Planejamento Tributário, este irá lhe mostrar os passos para o término da instalação e configuração do software

Leia mais

CADASTRO DE OBRAS E PROJETOS DE ENGENHARIA

CADASTRO DE OBRAS E PROJETOS DE ENGENHARIA CADASTRO DE OBRAS E PROJETOS DE ENGENHARIA SET 2014 2 INTRODUÇÃO Este manual objetiva orientar os servidores no processo do cadastro de projetos no Sistema Channel para viabilizar o acompanhamento físico-financeiro

Leia mais

FAQ. Erros, e dúvidas frequentes

FAQ. Erros, e dúvidas frequentes FAQ Erros, e dúvidas frequentes Sumário ERROS CONHECIDOS... 2 1. Botões da tela principal desabilitados... 2 2. Erro de cadastro... 3 3. Região Nordeste não encontrada no cadastro de obras;... 3 4. Célula

Leia mais

CÓPIA E EXPORTAÇÃO DE SALA

CÓPIA E EXPORTAÇÃO DE SALA CÓPIA E EXPORTAÇÃO DE SALA Você sabia? No Blackboard, é possível reutilizar os conteúdos de uma maneira prática, adaptando as estruturas e materiais existentes. Você pode copiar o conteúdo de uma disciplina

Leia mais

MANUAL DO ANIMAIL 1.0.0.1142 Terti Software

MANUAL DO ANIMAIL 1.0.0.1142 Terti Software O Animail é um software para criar campanhas de envio de email (email Marketing). Você pode criar diversas campanhas para públicos diferenciados. Tela Principal do sistema Para melhor apresentar o sistema,

Leia mais

As pessoas jurídicas deverão promover a solicitação de mais de um cadastramento. O qual deverá ser realizado em duas etapas:

As pessoas jurídicas deverão promover a solicitação de mais de um cadastramento. O qual deverá ser realizado em duas etapas: CeC Cadastro eletrônico de Contribuintes Versão 1.0 Atualizado em 16/01/2012 APRESENTAÇÃO Este manual apresenta a estrutura e a forma de utilização do módulo Cadastro eletrônico de Contribuintes CeC, o

Leia mais

Portal da Prefeitura de São Paulo SECOM. MANUAL DO WARAM v. 1.5 Secretarias

Portal da Prefeitura de São Paulo SECOM. MANUAL DO WARAM v. 1.5 Secretarias SECOM MANUAL DO WARAM v. 1.5 Secretarias WARAM 1.5 Ferramenta de atualização do Portal da Prefeitura de São Paulo. Use preferencialmente o navegador Internet Explorer superior ou igual a 7.0. No campo

Leia mais

Guia de Acesso para os Cursos Online

Guia de Acesso para os Cursos Online Sumário Apresentação... 3 1. Como saber qual disciplina faz parte do meu Módulo?... 4 2. Como saber a ordem das aulas que devo assistir?... 6 3. Como faço para assistir aos vídeos e visualizar os materiais

Leia mais

Capítulo 1. Guia de Início Rápido. Você vai aprender a programar a sua primeira reunião em 5 passos fáceis.

Capítulo 1. Guia de Início Rápido. Você vai aprender a programar a sua primeira reunião em 5 passos fáceis. Capítulo 1 Guia de Início Rápido Você vai aprender a programar a sua primeira reunião em 5 passos fáceis. PRIMEIRO PASSO: Entrando no ClaireMeeting Use o seu navegador e acesse: http://www.clairemeeting4.com.br

Leia mais

Tutorial Report Express. Como iniciar o uso dos serviços fazer a diferença.

Tutorial Report Express. Como iniciar o uso dos serviços fazer a diferença. Tutorial Report Express Como iniciar o uso dos serviços fazer a diferença. Índice Apresentação Pág. 3 Passo 1 Pág. 4 Instalação do MasterDirect Integrações Passo 2 Pág. 8 Exportar clientes Linha Contábil

Leia mais

Programa EAD-EJEF. Como Navegar neste Site

Programa EAD-EJEF. Como Navegar neste Site Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais - TJMG Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes - EJEF Programa de Educação a Distância do TJMG EAD - EJEF Programa EAD-EJEF Como Navegar neste Site

Leia mais

Cartão Usuário ISSEM

Cartão Usuário ISSEM Cartão Usuário ISSEM Objetivo: O sistema é on-line e oferece ao segurado do Instituto, facilidade e rapidez nos atendimentos junto aos nossos credenciados. Com o uso de um cartão, o segurado pode dirigir-se

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ON LINE DE CONTROLE ACADÊMICO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ON LINE DE CONTROLE ACADÊMICO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ON LINE DE CONTROLE ACADÊMICO 009 SUMÁRIO ACESSANDO O SISTEMA ON LINE... ACESSANDO SEUS RECADOS... 4. Lendo um Recado Recebido... 5. Excluindo um Recado Recebido... 6. Recuperando

Leia mais

Clique no botão novo

Clique no botão novo Tutorial para uso do programa Edilim Criado pela profª Carina Turk de Almeida Correa 1- Abra o programa Edilim. Clique no botão novo, como mostrado abaixo: Clique no botão novo 2- Todos os arquivos a serem

Leia mais

PASSO A PASSO PARA CADASTRAR OFERTAS, PRODUTOS E SERVIÇOS WWW.WEBLUG.COM.BR.COM.BR

PASSO A PASSO PARA CADASTRAR OFERTAS, PRODUTOS E SERVIÇOS WWW.WEBLUG.COM.BR.COM.BR PASSO A PASSO PARA CADASTRAR OFERTAS, PRODUTOS E SERVIÇOS WWW.WEBLUG.COM.BR.COM.BR 1) Acesse na página principal, ANUNCIAR. 2) Preencha todos os campo 3) Escolha o plano de veiculação 4) Digite o nome

Leia mais

Manual Sistema de Autorização Online GW

Manual Sistema de Autorização Online GW Sistema de Autorização Online GW Sumário Introdução...3 Acesso ao sistema...4 Logar no sistema...4 Autorizando uma nova consulta...5 Autorizando exames e/ou procedimentos...9 Cancelamento de guias autorizadas...15

Leia mais

O EDITOR DE APRESENTAÇÕES POWER POINT

O EDITOR DE APRESENTAÇÕES POWER POINT O EDITOR DE APRESENTAÇÕES POWER POINT O Power Point é um poderoso editor de apresentações muito utilizado quando for preciso fazer a exibição de trabalhos, projetos, aulas e afins em slides coloridos e

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO E-MAIL 12-2008 EQUIPA TIC

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO E-MAIL 12-2008 EQUIPA TIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO E-MAIL 12-2008 EQUIPA TIC OPÇÕES DE ACESSO Passo 1 Abrir o browser (Internet Explorer, Firefox ou outro) e escrever na barra de endereços mail.esmcastilho.pt ou email.esmcastilho.pt.

Leia mais

Tutorial para geração de boletos

Tutorial para geração de boletos Tutorial para geração de boletos Conteúdo 1. Criar desconto padrão... 2 2. Geração de boleto com desconto até o vencimento em porcentagem (inclusive bolsa) no momento da matrícula:... 2 3.Geração de boletos

Leia mais

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais.

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. MICROSOFT WINDOWS O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. Apresentaremos a seguir o Windows 7 (uma das versões do Windows)

Leia mais

WEB COLABORADOR. Envio e Recebimento de arquivos de consignação

WEB COLABORADOR. Envio e Recebimento de arquivos de consignação TUTORIAL Envio e Recebimento de arquivos de consignação Para acessar o Web Colaborador e transferir arquivos de consignação, entre com os dados de CNPJ, usuário e senha, nos campos correspondentes. Regras

Leia mais

Terminal Enfoque. Índice

Terminal Enfoque. Índice Terminal Enfoque Índice Introdução...3 1- Iniciando o Sistema Terminal Enfoque...4 1.1 - Montando um Desktop...4 1.2 - Restaurando...5 2 - Cotações...5 2.1 - Flash de Ativo...5 2.1.1 - Termômetro...6 2.1.2

Leia mais

Manual do Usuário CMS WordPress Versão atual: 3.0

Manual do Usuário CMS WordPress Versão atual: 3.0 Manual do Usuário CMS WordPress Versão atual: 3.0 1 - Introdução O Centro de Gestão do Conhecimento Organizacional, CGCO, criou, em março de 2008, uma equipe para atender à demanda de criação de novos

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Procurador-Geral da República, Dr. ROBERTO MONTEIRO GURGEL SANTOS:

Excelentíssimo Senhor Procurador-Geral da República, Dr. ROBERTO MONTEIRO GURGEL SANTOS: MI 004/ASSPA/PGR Brasília/DF, 10 de outubro de 2010. Memorando de Instrução - MI 004 ASSPA/PGR Versão 2.0 Ementa: Sigilo bancário. Transmissor Bancário SIMBA. Manual do Usuário. Excelentíssimo Senhor Procurador-Geral

Leia mais

PROCEDIMENTO DO CLIENTE

PROCEDIMENTO DO CLIENTE PROCEDIMENTO DO CLIENTE Título: Plug-in Balcão de Empregos Objetivo: Aprender a utilizar a ferramenta. Onde: Empresa Quem: Cliente Quando: Início A ferramenta Balcão de Empregos permite a publicação de

Leia mais

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Manual CeC

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Manual CeC CeC Cadastro eletrônico de Contribuintes Manual CeC Atualizado em 21/02/2013 APRESENTAÇÃO Este manual apresenta a estrutura e a forma de utilização do módulo Cadastro eletrônico de Contribuintes CeC, o

Leia mais

Manual do Aluno. NetAula. Manual produzido pela Coordenadoria de Capacitação e Formação Continuada 1

Manual do Aluno. NetAula. Manual produzido pela Coordenadoria de Capacitação e Formação Continuada 1 Manual do Aluno NetAula Manual produzido pela Coordenadoria de Capacitação e Formação Continuada 1 Manual do Aluno NetAula Caro aluno da EAD da ULBRA Para você ter acesso às salas das disciplinas ofertadas

Leia mais

1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE

1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE 2 1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE ATENDIMENTO... 6 4 - A TELA AGENDA... 7 4.1 - TIPOS

Leia mais

APOSTILA ZELIO SOFT 2

APOSTILA ZELIO SOFT 2 APOSTILA ZELIO SOFT 2 Prof. Maycon Max Kopelvski Fev/2010 rev.01 Página 1 de 20 1) Clique no ícone para abrir o programa Zelio Soft 2 2) Abrirá a tela inicial do Programa: Clique em Criar um novo programa.

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil...

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil... Sumário INTRODUÇÃO... 3 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4 2. Ferramentas e Configurações... 5 2.1 Ver Perfil... 5 2.2 Modificar Perfil... 6 2.3 Alterar Senha... 11 2.4 Mensagens... 11 2.4.1 Mandando

Leia mais

PROCEDIMENTO DO CLIENTE

PROCEDIMENTO DO CLIENTE PROCEDIMENTO DO CLIENTE Título: Plug-in Guia de Empresas Objetivo: Aprender a utilizar a ferramenta. Onde: Empresa Quem: Cliente Quando: Início A ferramenta de Guia de Empresas é uma ferramenta desenvolvida

Leia mais

Manual do Moodle. Manual do Moodle para alunos. 29/Junho/2009. (Versão 1.0) Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1

Manual do Moodle. Manual do Moodle para alunos. 29/Junho/2009. (Versão 1.0) Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1 Manual do Moodle para alunos (Versão 1.0) 29/Junho/2009 Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1 O que é?... 3 Acesso... 4 Atualizando suas informações... 4 Enviando Mensagens... 5 Acessando os seus cursos...

Leia mais

1. REGISTRO DE PROJETOS

1. REGISTRO DE PROJETOS 1. REGISTRO DE PROJETOS Nesta aplicação será feito o registro dos projetos/ ações de extensão, informando os dados iniciais do projeto, as classificações cabíveis, os participantes, a definição da região

Leia mais

PROJETO PILOTO. Setembro 2015

PROJETO PILOTO. Setembro 2015 PROJETO PILOTO Setembro 2015 Manual completo de funcionamento do projeto: Instruções Iniciais, Perguntas Frequentes e Tutorial de Utilização 1 Projeto Piloto - Aplicativo Di@rio de Classe 1) Instruções

Leia mais

MANUAL DE EMISSÃO E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 (GOOGLE CHROME)

MANUAL DE EMISSÃO E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 (GOOGLE CHROME) MANUAL DE EMISSÃO E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 (GOOGLE CHROME) VERSÃO 10 Atualizado em 30/12/2015 Página 1 de 30 A renovação online do certificado somente poderá ser feita uma única vez (e-cpf)

Leia mais

Curso em Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas (SEER) - Tutorial Editores/Editores de Seção

Curso em Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas (SEER) - Tutorial Editores/Editores de Seção Curso em Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas (SEER) - Tutorial Editores/Editores de Seção AGOSTO 2015 Curso em Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas (SEER) Agosto 2015 Editor / Editor de

Leia mais

Passo a Passo do Cadastro Funcionários no SIGLA Digital

Passo a Passo do Cadastro Funcionários no SIGLA Digital Passo a Passo do Cadastro Funcionários no SIGLA Digital Funcionários Página 1 de 12 O cadastro de funcionários permite cadastrar o usuário que vai utilizar o SIGLA Digital e também seus dados pessoais.

Leia mais

Manual de utilização

Manual de utilização Manual de utilização 1 Índice Calendário... 3 Usuários... 4 Contato... 5 Alterar... 5 Excluir... 5 Incluir... 5 Feriados... 9 Nacionais... 9 Regionais... 9 Manutenção... 9 Obrigações... 9 Obrigações Legais...

Leia mais

Í N D I C E A N A L Í T I C O

Í N D I C E A N A L Í T I C O DIRF CARTÃO 2013 V4..03 DE 07//02//2013 PROGRAMA PARA IMPORTAÇÃO DE DADOS DE CARTÕES DE CRÉDITO NA DIRF 2013 VERSÃO COM VISANET E REDECARD IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO EM LOTE CAPTURA DADOS CADASTRAIS DE EMPRESAS

Leia mais