Benefícios da Iridologia para sua saúde

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Benefícios da Iridologia para sua saúde"

Transcrição

1 Benefícios da Iridologia para sua saúde Cursos Polo Consultoria Lucinea Ribeiro Mescua Gomes MS João A. Mescua Gomes (31) , (31)

2 Importante Desligue Faça Silêncio Anote seu celular e preste atenção suas dúvidas

3 Aviso Este curso contém material de primeira qualidade e segue a metodologia aplique imediatamente o que aprendeu, ou seja incentivamos que nossos alunos ponham na prática os conceitos aprendidos. Preste muita atenção durante as aulas, faça anotações do que o instrutor disser e não se preocupe com o que está escrito nos slides, pois cada aluno receberá uma cópia digital para consulta. É seu dever: Desligar o celular, tablet e outros enquanto estiver na sala de aula; Manter silêncio, organização e limpeza; Tirar suas dúvidas, sempre levantando a mão antes de falar; Participar nas aulas com respostas e pesquisas; Estudar em casa; Que tal organizarem um grupo de estudo? Zelar pelo material recebido. Não divulgar, copiar, alterar o conteúdo contido nesse material.

4 Metodologia Polo Consultoria (31) , (31)

5 O que veremos hoje? Apresentação do palestrante Apresentação Polo Quântico O que é Iridologia? Anatomia do olho Estruturas do olho Estruturas principais da íris Conceito de Iridologia Irisdiagnose Sistema Nervoso e os olhos História da Iridologia 7 zonas orgânicas da íris Pilares da Iridologia Densidade Constituição geral Órgãos de choque Homeostase e Autoregulação Alergia Lei de Hering Lei de Arnd Schulds Mapa Iridológico (Escola norte americana)

6 Polo Consultoria Empresa que atua na região metropolitana de BH, capitais de São Paulo e Rio de Janeiro. Presta serviços para empresas em qualidade de vida no trabalho (Ginástica Laboral, Shiatsu, Quick Massage, Grupos de caminhada, etc); Oferece consultas e cursos profissionalizantes das seguintes terapias alternativas de saúde: Física quântica: Aplicações que melhoram as pessoas nos aspectos: comportamental, emocional e orgânico. Argiloterapia: Combate o stress e a depressão, desintoxicante, alívio de dores e inflamações, melhora o sono, limpa e tonifica a pele. Drenagem linfática: Melhora a circulação, diminui o cansaço das pernas, celulites, constipação, stress, dores, edemas, pré e pós cirúrgico. Massoterapia: Técnicas de relaxamento, alívio de dores e perda de medidas. Reflexologia: Estimulo de pontos nas mãos e nos pés que proporciona o equilíbrio dos órgãos. Iridologia: Identificação e tratamento de distúrbios orgânicos, comportamentais e emocionais.

7 Polo Quântico Missão: Melhorar a qualidade de vida das pessoas por meio das terapias alternativas de saúde. Visão: Ser referência sobre os tratamentos alternativos para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Valores: Conquistar a CONFIANÇA dos clientes por oferecer produtos e serviços de EXCELÊNCIA, obtendo RESULTADOS práticos. Metodologia Polo Quântico: Aplique hoje o que aprender aqui.

8 Benefícios da Iridologia para sua saúde (31) , (31)

9 Iridologia: Conceito Estuda a íris e sua relação com as alterações que ocorrem conosco, sejam elas orgânicas, metabólicas, nutricionais, nervosas, hormonais, e também as influências psíquicas, emocionais e comportamentais. Isso é feito ao se observar sinais específicos, disposição e estrutura das fibras, coloração e formato da pupila, formato e características da orla pupila interna (OPI), pigmentação da íris, lacunas etc. O que podemos analisar com a Iridologia: Comportamento Constituição geral e parcial; Debilidades Mudanças no organismo Diátese Etc

10 Estruturas do olho e da íris Legenda: 1- Pupila 2- Parte pupilar da íris 3 Anel de expressão ou colarete 4 Parte ciliar da íris

11 Irisdiagnose Fundamentos da irisdiagnose 1-) Observar; 2-) Relatar; 3-) Comprovar Na área da saúde, o diagnóstico pressupõe o ato de nomear doenças. Embora a Iridologia não forneça base para diagnóstico, o conhecimento obtido por meio do exame iridológico é chamado de irisdiagnose. Na maioria dos casos, observa-se que o tratamento possibilitado pela irisdiagnose tem melhores resultados do que aquele realizado com o uso da medicina tradicional.

12 Sistema Nervoso e os olhos Sistema Nervoso Central (SNC): Responsável por receber e processar impulsos nervosos. É composto pela medula espinhal e pelo cérebro elemento principal que dirige os impulsos recebidos pelo sistema nervoso. Sistema Nervoso Periférico (SNP): Conjunto de nervos distribuídos pelos órgãos, músculos, glândulas etc. Sistema Nervoso Autônomo (SNA): É responsável pela vida vegetativa, reflete tudo o que ocorre no interior do indivíduo e integra as reações físicas com as funções psíquicas. O SNA está ligado aos olhos por meio de suas divisões. (simpático e parassimpático)

13 História da Iridologia Grécia Antiga - Hipócrates Considerado pai da medicina Utilizava a íris como meio de diagnose tal são os olhos, tal é o corpo Alemanha Phillipus Meyens Criação da obra: Chiromatic Medica Indicação dos principais sinais da íris Primeiro mapa da íris publicado

14 História da Iridologia Moderna Hungria - Ignatz Von Peczely ( ) Codificador da Iridologia 10 anos fraturou acidentalmente a pata de uma coruja e notou o aparecimento de uma marca na íris dela. Ao tratar da fratura notou que o sinal mudava e após a recuperação ficou um sinal indelével na íris. Formou-se médico 1881 Discoveries in the field of natural science and Medicine: Instruction in the Study of Diagnoses from Eye ( Descobertas no Campo da Ciência Natural e da Medicina: Instrução para o Estudo de Diagnóstico à partir do Olho).

15 7 zonas orgânicas da íris segundo Bernard Jensen

16 Pilares da Iridologia Densidade Constituição geral Órgãos de choque Homeostase e auto-regulação Alergia Lei de Hering Lei de Arndt Schultz

17 Densidade O primeiro pilar da Iridologia identifica a relação entre massa e volume de um corpo. Uma íris com maior quantidade de fibras possui melhor constituição orgânica. A densidade da íris não sofre alterações após os seis anos de idade exceto mudanças vasculares e cromáticas. Bernard Jensen classificou as densidades das íris em cinco classes, conforme a ilustração ao lado.

18 O.D. 07/12/2012 Revisão: Densidade 1 Cursos Polo Quântico 18

19 Revisão: Densidade 2 O.D. 07/12/2012 Cursos Polo Quântico 19

20 O.D. 07/12/2012 Revisão: Densidade 3 Cursos Polo Quântico 20

21 Revisão: Densidade 4 O.D. 07/12/2012 Cursos Polo Quântico 21

22 O.D. 07/12/2012 Revisão: Densidade 5 Cursos Polo Quântico 22

23 Homeostase e Auto-regulação Walter Bradford Cannon (1916) Homeostasia é a propriedade hereditária do ser vivo de perdurar no tempo, mantendo o equilíbrio morfológico e funcional das suas células e tecidos. Essa propriedade é mantida por outra pela capacidade orgânica conhecida como auto-regulação. Ex.: Em altas temperaturas, os capilares superficiais se dilatarão, facilitando a dissipação do suor, de cuja evaporação resulta o abaixamento de temperatura corporal. Já nas temperaturas mais frias ocorre a vasoconstrição dos capilares sanguíneos diminuindo a perda de calor. Maffei postula homeostasia e a auto-regulação do genótipo constituem os mecanismos de adaptação e compensação do organismo aos diversos agentes externos, influindo não só na época da manifestação de uma moléstia, como também no modo de evolução e ação terapêutica. O ambiente influi no código genético constituindo o fenótipo. Se o ambiente não possibilita o desenvolvimento das aptidões naturais é natural elas deixarão de se desenvolverem. Aprender sobre constituição geral e parcial, alergia, da homeostasia e da auto-regulação, é vital para a sua formação como iridologista.

24 Lei de Hering Constantine Hering define que a cura deve ocorrer de cima para baixo, de dentro para fora e na ordem inversa ao aparecimento dos sintomas. De cima para baixo: Cura-se primeiro o mental e depois o físico. Além disso, quanto mais uma lesão se localizar nas extremidades, mais fácil é sua cura. De dentro para fora: Dos órgãos mais nobres, para os menos vitais. Para o equilíbrio homeostásico é preferível que uma debilidade ocorra na pele que do que, no coração o qual é um órgão vital. Na ordem inversa ao aparecimento dos sintomas: Battello cita um caso clássico em Pediatria - ao passar-se pomadas que fazem desaparecer um eczema atópico, a criança pode apresentar asma brônquica, que melhora após o reaparecimento do referido eczema atópico. O sintoma que foi suprimido retorna, pois a supressão é o desaparecimento do sintoma sem que ocorra a cura efetiva. Cura Pomada Eczema atópico Corticóide nasal Supressão Rinite Alérgica Supressão Asma brônquica Eczema atópico Cura Rinite Alérgica Curar Asma brônquica

25 Estágios evolutivos Informam qual é o grau de profundidade comprometimento de um ou mais órgãos. e Segundo as características e singularidades, os estágios evolutivos são denominados de: Agudo; Sub-agudo; Crônico; Degenerativo Cursos Polo Quântico Cada estágio tem uma característica própria determinada, principalmente pela cor do sinal iridológico. 25

26 Conforme a debilidade se desenvolve, há um aumento de agressão nos órgãos. Esse processo é registrado na íris. Na posição mapeada correspondente ao órgão começa a haver um processo de abertura expondo as camadas abaixo as quais possuem uma coloração cada vez mais escura na medida que se desce até elas. A tonalidade da cor pode variar em decorrência da cor da íris Cursos Polo Quântico Evolução dos estágios Branco Cinza claro 26 Cinza Preto

27 Estágio agudo Caracterizado pela coloração branca. Há produção de substâncias ácidas, muco e também radicais livres. Cursos Polo Quântico Indica um aumento do metabolismo do órgão o qual demanda maior consumo de nutrientes e energia com o intuito de combater a agressão. É um estado hiper-reativo (febre e fenômenos agudos) em função do acometimento das funções. 27

28 Cursos Polo Quântico Estágio agudo O.D. 28

29 Cursos Polo Quântico Estágio agudo O.D. 29

30 Estágio sub-agudo Caracterizado pela coloração cinza-claro. Nesse estágio há da dificuldade de absorção e retenção de nutrientes e má perfusão sanguínea. Gradativamente o estado hiper-reativo deixa de existir. Como o paciente deixa de sentir os fenômenos do estágio anterior, ele entende que está curado. Cursos Polo Quântico Esse sinal indica uma redução da força curativa no órgão e um avanço da debilidade. 30

31 Estágio sub-agudo Cursos Polo Quântico O.D. 31

32 Estágio crônico Identificado por uma coloração cinza. Caracterizada por uma eliminação deficiente de substâncias tóxicas oriundas do metabolismo, sobrecarregando assim as células e os órgãos. Pode levar ao comprometimento imunológico do organismo. Cursos Polo Quântico Esse sinal surge quando se deixa de atender às necessidades do organismo na fase aguda e sub-aguda e por consequência, a evolução da debilidade. Ocorrem alterações vásculos nervosas (nervos vasculares) importantes, promovendo o aparecimento de moléstias mais graves. As células de defesa e os nutrientes chegam ao local ou ao órgão lesado com maior dificuldade. 32

33 Estágio crônico Cursos Polo Quântico O.D. 33

34 Estágio degenerativo Representado por uma coloração preta e é um estágio quase irreversível. Há uma destruição do tecido da íris na região correspondente ao órgão afetado pela patologia. Nesse estágio, demanda-se uma maior atenção ao órgão em questão, pois, muitas vezes, ele deixa de apresentar sintomas devido a capacidade de adaptação e compensação do organismo. Cursos Polo Quântico Identifica o órgão de choque da pessoa. 34

35 Estágio crônico Cursos Polo Quântico O.D. 35

36 Estômago hiperácido Estômago hipoácido Catarro Congestão venosa Estados de acidez Lesão aberta Lesão fechada Radios solaris Psora (hiperpigmentação) Prolapso (ptose) Pacotes intestinais, estreitamento e dilatação do colón Rosário linfático, arco senil, anel de sódio Isquemia de estremidades, anel de tensão Congestão dos seios da face Suprimento nervoso insuficiente Anel de pele ou anel escamoso Cursos Polo Quântico 07/12/2012 Principais sinais iridológicos 36

37 Terreno biológico É a correspondência humana das doenças, o papel que o doente exerce nas doenças fator endógeno O agente patogênico e a agressão do meio não são suficientes para o aparecimento da doença, apenas a condição necessária para seu aparecimento num terreno receptivo. Ninguém fica doente do que quer, e sim do que pode Maffei Excluindo-se traumatismo, infecção massiva, e intoxicação acidental.

38 Diáteses Segundo Ménétrier Jacques Ménétrier, pai da oligoelementoterapia ou oligoterapia, após anos e anos de exaustiva pesquisa e observação, verificou a existência de cinco agrupamentos e sintomas que ele denominou Diáteses Funcionais. (Terreno propício ao desenvolvimento de patologia) Ménétrier notou ainda que as pessoas de cada uma das diáteses melhoravam seus sintomas quando se lhes administrava um Oligoelemento em altas diluições. À partir desta constatação, relacionou cada uma das quatro diáteses com uma combinação de um ou mais oligoelementos. Segundo Menetrier, uma diátese compreende um comportamento e manifestações patológicas. Constitui um conjunto cujas evoluções, transformações, sinais de alarme e sintomas mórbidos se encontram facilmente por meio da anamnese, do exame clínico ou de uma consulta de um iridologista.

39 Principais perfis comportamentais descritos na Íris Corrente Flor Jóia Agitador

40 Obrigado Polo Consultoria Acesse: cursos \ Iridologia e Física Quântica

É o que mantém o organismos em harmonia. Sem ela, o organismo não age, não sente e desitegra-se, sendo a força vital responsável pela

É o que mantém o organismos em harmonia. Sem ela, o organismo não age, não sente e desitegra-se, sendo a força vital responsável pela FARMACOTÉCNICA HOMEOPÁTICA AULA 4: SAÚDE E DOENÇA Professora Esp. Camila Barbosa de Carvalho FORÇA VITAL É o que mantém o organismos em harmonia. Sem ela, o organismo não age, não sente e desitegra-se,

Leia mais

C u r s o d e Dr. Alex da Silva Santos

C u r s o d e Dr. Alex da Silva Santos C u r s o d e Dr. Alex da Silva Santos 1 Dr Alex da Silva Santos Diretor do Centro Brasileiro de Acupuntura Clínica e Medicina Chinesa www.centrobrasileiro.com.br Dr Alex da Silva Santos O Dr. Alex da

Leia mais

O que é a Terapia das Pedras? Terapia das Pedras. O que é a Terapia das Pedras? O que é a Terapia das Pedras? O que é a Terapia das Pedras?

O que é a Terapia das Pedras? Terapia das Pedras. O que é a Terapia das Pedras? O que é a Terapia das Pedras? O que é a Terapia das Pedras? O que é a Terapia das Pedras? Terapia das Pedras Professora: Debora Clinicamente é a aplicação de termoterapia, usando-se pedras aquecidas de efeito permanente e alternando com pedras extremamente frias.

Leia mais

Que tal dar um up em seu visual e melhorar sua auto-estima? Promover sua saúde sem o cigarro aproveitando os sabores da vida e recuperar seu fôlego?

Que tal dar um up em seu visual e melhorar sua auto-estima? Promover sua saúde sem o cigarro aproveitando os sabores da vida e recuperar seu fôlego? Você que está tentando largar o vício do cigarro e não consegue encontrar forças para se livrar desse mal. Anda sentindo dores nas costas, cansaço e/ou inchaço nas pernas, problemas com acnes ou querendo

Leia mais

INCI. Biocomplexo anticelulítico de plantas da Amazônia com destacada ação Drenante. Definição

INCI. Biocomplexo anticelulítico de plantas da Amazônia com destacada ação Drenante. Definição Produto INCI Definição SLIMBUSTER H Water and Butylene Glycol and PEG-40 Hydrogenated Castor Oil and Ptychopetalum Olacoides Extract and Trichilia Catigua Extract and Pfaffia sp Extract Biocomplexo anticelulítico

Leia mais

Neurociência e Saúde Mental

Neurociência e Saúde Mental 1 DICAS PARA MELHORAR O SONO Dormir bem pode fazer toda a diferença para ir bem em uma prova, ser mais criativo no trabalho e manter uma boa memória. O sono é essencial para manter uma rotina saudável,

Leia mais

O que é câncer? Grupo de doenças que têm em comum a proliferação descontrolada de células anormais e que pode ocorrer em qualquer local do organismo.

O que é câncer? Grupo de doenças que têm em comum a proliferação descontrolada de células anormais e que pode ocorrer em qualquer local do organismo. CÂNCER EM CRIANÇAS O que é câncer? Grupo de doenças que têm em comum a proliferação descontrolada de células anormais e que pode ocorrer em qualquer local do organismo. O câncer é comum em crianças? Nos

Leia mais

MEDICINA TRADICIONAL CHINESA, ACUPUNTURA E TERAPIAS AFINS INDICAÇÕES

MEDICINA TRADICIONAL CHINESA, ACUPUNTURA E TERAPIAS AFINS INDICAÇÕES MEDICINA TRADICIONAL CHINESA, ACUPUNTURA E TERAPIAS AFINS INDICAÇÕES www.shenqui.com.br Na década de 80, após 25 anos de pesquisas, em renomadas instituições do mundo, a OMS publicou o documento Acupuncture:

Leia mais

FASES DO FEG Primeira fase: Congestiva simples

FASES DO FEG Primeira fase: Congestiva simples FIBRO EDEMA GELÓIDE DEFINIÇÃO O FEG é uma disfunção localizada que afeta a derme e o tecido subcutâneo, com alterações vasculares e lipodistrofia com resposta esclerosante. FASES DO FEG Primeira fase:

Leia mais

estudo Por ViVian Lourenço 7 4 g u i a d a f a r m á c i a

estudo Por ViVian Lourenço 7 4 g u i a d a f a r m á c i a Sentir dor não é normal A dor é sinal de que algo não vai bem no organismo. Os sintomas estão no cotidiano e é essencial saber a diferença entre a dor crônica e a aguda para buscar o tratamento Por Vivian

Leia mais

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 4 RESPIRAÇÃO E EXCREÇÃO

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 4 RESPIRAÇÃO E EXCREÇÃO Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Use canetas coloridas ou escreva palavras destacadas, para facilitar na hora de estudar. E capriche! Não se esqueça

Leia mais

MODELO DE TEXTO DE BULA. Composição: Cada comprimido de VENORUTON contém 500 mg de rutosídeo. Excipientes: macrogol e estearato de magnésio.

MODELO DE TEXTO DE BULA. Composição: Cada comprimido de VENORUTON contém 500 mg de rutosídeo. Excipientes: macrogol e estearato de magnésio. MODELO DE TEXTO DE BULA VENORUTON rutosídeo Forma farmacêutica e apresentações: Comprimidos. Embalagem contendo 20 comprimidos. Cápsulas. Embalagem contendo 20 cápsulas. USO ADULTO E PEDIÁTRICO Composição:

Leia mais

NATUROTERAPIA: UTILIZAÇÃO DE RECURSOS NATURAIS PARA A SAÚDE HUMANA * COM VIVÊNCIAS

NATUROTERAPIA: UTILIZAÇÃO DE RECURSOS NATURAIS PARA A SAÚDE HUMANA * COM VIVÊNCIAS NATUROTERAPIA: UTILIZAÇÃO DE RECURSOS NATURAIS PARA A SAÚDE HUMANA * COM VIVÊNCIAS Prof. Pedro Marques www.faculdadeespirita.com.br 31557112 NATUROTERAPIA? É a aplicação de diversas técnicas naturistas

Leia mais

TRABALHO - Curso de Fitoterapia e Bioenergética

TRABALHO - Curso de Fitoterapia e Bioenergética TRABALHO - Curso de Fitoterapia e Bioenergética Renato Pereira Lima São Paulo 24 de setembro de 2009-09-24 O que é Homeopatia? Homeopatia é uma terapia alternativa que cura as doenças usando doses mínimas

Leia mais

ACTIVIDADES DE RELAXAÇÃO

ACTIVIDADES DE RELAXAÇÃO ACTIVIDADES DE RELAXAÇÃO Momentos de bem-estar, a pensar em si. ACAPO Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal Delegação do Algarve Ano 2011 A relaxação actua como um mecanismo regulador das emoções

Leia mais

HANSENÍASE Diagnósticos e prescrições de enfermagem

HANSENÍASE Diagnósticos e prescrições de enfermagem HANSENÍASE Diagnósticos e prescrições de enfermagem HANSENÍASE Causada pela Mycobacterium leprae, ou bacilo de Hansen, que é um parasita intracelular obrigatório, com afinidade por células cutâneas e por

Leia mais

CABELEIREIRO 7.50 7.50 5.00 8.00 8.00 9.50 11.00 7.50 15.00 25.00 15.00 40.00 50.00 60.00 15.00 20.00 25.00 30.00 6.00 20.00 27.50 100.00 150.00 2.

CABELEIREIRO 7.50 7.50 5.00 8.00 8.00 9.50 11.00 7.50 15.00 25.00 15.00 40.00 50.00 60.00 15.00 20.00 25.00 30.00 6.00 20.00 27.50 100.00 150.00 2. LISTA DE PREÇOS Os Sócios do CADTPS usufruem de um desconto de 12% nos serviços de estética e cabeleireiro bem como de um desconto de 10% na aquisição de produtos de estética e cabeleireiro. CABELEIREIRO

Leia mais

MASSAGEM AYURVÉDICA TRADICIONAL - CERTIFICADO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

MASSAGEM AYURVÉDICA TRADICIONAL - CERTIFICADO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL Massagem Ayurvédica Tradicional. MASSAGEM AYURVÉDICA TRADICIONAL - CERTIFICADO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL APRESENTAÇÃO A arte milenar da terapia corporal tem na massagem Ayurvédica tradicional uma das mais

Leia mais

Sonolência Excessiva Diurna (SED)

Sonolência Excessiva Diurna (SED) Sonolência Excessiva Diurna (SED) A sonolência é queixa comum, principalmente, entre adolescentes, quase sempre por não desfrutarem de sono satisfatório. Eles dormem poucas horas à noite e, no dia seguinte,

Leia mais

ENCOSTO SHIATSU COMFORT RM-ES938

ENCOSTO SHIATSU COMFORT RM-ES938 MANUAL DE INSTRUÇÕES ENCOSTO SHIATSU COMFORT RM-ES938 1 Sumário 1. CONHECENDO O SEU APARELHO...3 2. USO CORRETO...3 3. INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA...4 4. DESCRIÇÃO DO APARELHO...5 5. INICIALIZAÇÃO...5 6. OPERAÇÃO...5

Leia mais

Escola de Massagem Estética e Terapêutica. Espondiolaterapia : Programa: Programa Curso Profissionalizante 2011 vr.2

Escola de Massagem Estética e Terapêutica. Espondiolaterapia : Programa: Programa Curso Profissionalizante 2011 vr.2 Escola de Massagem Estética e Terapêutica Programa Curso Profissionalizante 2011 vr.2 Espondiolaterapia : Trata-se de um protocolo para avaliação, interpretação e orientação aplicado à coluna vertebral

Leia mais

3ºano-lista de exercícios-introdução à fisiologia animal

3ºano-lista de exercícios-introdução à fisiologia animal 1. (Udesc) Os hormônios são substâncias químicas produzidas pelas glândulas endócrinas que atuam sobre órgãos-alvo à distância. A ação hormonal pode provocar o estímulo ou a inibição das funções orgânicas.

Leia mais

FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA

FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Programa de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas Lab. Regulação Central do Sistema Cardiovascular Prof. Hélder Mauad FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA Aula 01 Organização

Leia mais

Distúrbios do Coração e dos Vasos Sangüíneos Capítulo14 - Biologia do Coração e dos Vasos Sangüíneos (Manual Merck)

Distúrbios do Coração e dos Vasos Sangüíneos Capítulo14 - Biologia do Coração e dos Vasos Sangüíneos (Manual Merck) Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Distúrbios do Coração e dos Vasos Sangüíneos Capítulo14 - Biologia do Coração e dos Vasos Sangüíneos

Leia mais

GOMAGEM CORPORAL COM BANHO DE ÁGUA TERMAL SULFUROSA

GOMAGEM CORPORAL COM BANHO DE ÁGUA TERMAL SULFUROSA GOMAGEM CORPORAL COM BANHO DE ÁGUA TERMAL SULFUROSA A gomagem corporal tem o objetivo de fazer uma esfoliação corporal completa renovando as células mortas, além de conferir uma extrema hidratação e maciez

Leia mais

Olá, que bom que você está aqui no Relaxamento Presente.

Olá, que bom que você está aqui no Relaxamento Presente. Olá, que bom que você está aqui no Relaxamento Presente. Um dos grandes dilemas que os pais enfrentam atualmente é em relação à educação dos filhos, e se perguntam constantemente: "Como fazer meu filho

Leia mais

dores do parto parto É muito importante estarem conscientes da origem natural e saudável das dores que estão a sentir entrevista

dores do parto parto É muito importante estarem conscientes da origem natural e saudável das dores que estão a sentir entrevista doresde1:layout 1 11/19/08 10:32 PM Page 24 dores do As dores de constituem um dos maiores medos para as futuras mães. Saber o que fazer e como lidar com as dores pode ajudá-la a enfrentar o trabalho de

Leia mais

Acompanhamento. Sejam bem-vindos. 7 dias 1 mês 2 meses 3 meses 6 meses 1 ano

Acompanhamento. Sejam bem-vindos. 7 dias 1 mês 2 meses 3 meses 6 meses 1 ano Acompanhamento Sejam bem-vindos Nós desenvolvemos este guia para ajudá-lo a se preparar para a alta de sua criança. Muitas famílias acreditam que aprendendo e conversando antes da alta hospitalar de sua

Leia mais

CURSO LIVRE EM TERAPIAS CORPORAIS ESTÉTICAS

CURSO LIVRE EM TERAPIAS CORPORAIS ESTÉTICAS CURSO LIVRE EM TERAPIAS CORPORAIS ESTÉTICAS INSTITUTO LONG TAO Melissa Betel Tathiana Bombonati Sistema Linfático Sistema auxiliar de drenagem que faz a retirada do excesso de líquidos do meio extracelular,

Leia mais

O CRONORICHIO O CRONORICHIO NA ÍRIS

O CRONORICHIO O CRONORICHIO NA ÍRIS O CRONORICHIO O Cronorichio etmologicamente (cronos=tempo + richio=risco), significa tempo de risco, ou seja, épocas da vida onde o indivíduo está mais propenso a sofrer a ação das noxas ou agentes agressores,

Leia mais

gütàtåxçàé õ VtÜàt VxÇàÜÉ wx Xáàöz Éá `xäzt É

gütàtåxçàé õ VtÜàt VxÇàÜÉ wx Xáàöz Éá `xäzt É VxÇàÜÉ wx Xáàöz Éá `xäzt É gütàtåxçàé õ VtÜàt Tel: 251-400-450 Fax: 251-400-459 Correio electrónico: Info@melgacosportscenter.com Site: www.melgacosportscenter.com C E N T R O D E E S T Á G I O S M E L

Leia mais

Feridas e Curativos. Maior órgão do corpo humano.

Feridas e Curativos. Maior órgão do corpo humano. Feridas e Curativos Enfermeira: Milena Delfino Cabral Freitas Pele Maior órgão do corpo humano. Funções: proteção contra infecções, lesões ou traumas, raios solares e possui importante função no controle

Leia mais

AROMATERAPIA. - Ciclos da Vida - Câncer - Stress - Dificuldade de aprendizado

AROMATERAPIA. - Ciclos da Vida - Câncer - Stress - Dificuldade de aprendizado AROMATERAPIA - Ciclos da Vida - Câncer - Stress - Dificuldade de aprendizado CICLOS DA VIDA A versatilidade da aromaterapia, aliada à natureza delicada do tratamento, a torna adequada a todos os estágios

Leia mais

APROVADO EM 16-12-2014 INFARMED. Folheto informativo: Informação para o utilizador. Voltaren Emulgel, 10 mg/g, gel. Diclofenac de dietilamónio

APROVADO EM 16-12-2014 INFARMED. Folheto informativo: Informação para o utilizador. Voltaren Emulgel, 10 mg/g, gel. Diclofenac de dietilamónio Folheto informativo: Informação para o utilizador Voltaren Emulgel, 10 mg/g, gel Diclofenac de dietilamónio Leia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento pois contém informação

Leia mais

COLUNA LOMBAR TODOS OS PERIÓDICOS ESTÃO NO ACERVO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE.

COLUNA LOMBAR TODOS OS PERIÓDICOS ESTÃO NO ACERVO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE. OBJETIVOS: O aluno deverá ser capaz de identificar as principais doenças da coluna lombar assim como avaliação e prescrição de conduta fisioterápica pertinente. LER: O que é Hérnia de disco? A coluna vertebral

Leia mais

MARIA DA CONCEIÇÃO MUNIZ RIBEIRO MESTRE EM ENFERMAGEM (UERJ

MARIA DA CONCEIÇÃO MUNIZ RIBEIRO MESTRE EM ENFERMAGEM (UERJ Diagnóstico de Enfermagem e a Taxonomia II da North American Nursing Diagnosis Association NANDA MARIA DA CONCEIÇÃO MUNIZ RIBEIRO MESTRE EM ENFERMAGEM (UERJ Taxonomia I A primeira taxonomia da NANDA foi

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC- Espiritismo http://www.ircespiritismo.org.br. Tema: Passes e Curas Espirituais. Palestrante: Alexandre Lobato

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC- Espiritismo http://www.ircespiritismo.org.br. Tema: Passes e Curas Espirituais. Palestrante: Alexandre Lobato Palestra Virtual Promovida pelo IRC- Espiritismo http://www.ircespiritismo.org.br Tema: Passes e Curas Espirituais Palestrante: Alexandre Lobato Rio de Janeiro 09/01/2004 Organizadores da palestra: Moderador:

Leia mais

Manual de Instalação e Operação

Manual de Instalação e Operação Manual de Instalação e Operação Acqua Color Sistema de Iluminação Recomendado para Cromoterapia ROD. BR 158, n.º 797 - Pq. Industrial CEP: 87250-000 - Peabiru - PR - Brasil Fone: (44) 3531-1101 E-mail:

Leia mais

2. Nesse sistema, ocorre uma relação de protocooperação entre algas e bactérias.

2. Nesse sistema, ocorre uma relação de protocooperação entre algas e bactérias. PROVA DE BIOLOGIA QUESTÃO 01 Entre os vários sistemas de tratamento de esgoto, o mais econômico são as lagoas de oxidação. Essas lagoas são reservatórios especiais de esgoto, que propiciam às bactérias

Leia mais

HIPNOSE. Como funciona a Hipnose?

HIPNOSE. Como funciona a Hipnose? REIKI O Reiki é uma técnica japonesa de canalização de energia, passada através do toque das mãos para a harmonização dos corpos físico, emocional, mental e energético e baseia-se na ideia de que uma "energia

Leia mais

Prezado cliente, Seja bem vindo ao Instituto de Cosmetologia e Estética da Universidade Metodista

Prezado cliente, Seja bem vindo ao Instituto de Cosmetologia e Estética da Universidade Metodista Carta de serviços 2016 Prezado cliente, Seja bem vindo ao Instituto de Cosmetologia e Estética da Universidade Metodista Aqui você encontrará serviços de Beleza e Bem Estar. Agende seu horário diretamente

Leia mais

FACULDADE DE FARMÁCIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA. Bases Fisiológicas da Sede, Fome e Saciedade Fisiologia Humana

FACULDADE DE FARMÁCIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA. Bases Fisiológicas da Sede, Fome e Saciedade Fisiologia Humana FACULDADE DE FARMÁCIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA Bases Fisiológicas da Sede, Fome e Saciedade Fisiologia Humana Enquadramento A alimentação garante a sobrevivência do ser humano Representa uma fonte de

Leia mais

Curso sobre a EFT. (a acupuntura emocional sem agulhas) e os princípios da Psicologia Energética

Curso sobre a EFT. (a acupuntura emocional sem agulhas) e os princípios da Psicologia Energética Curso sobre a EFT (a acupuntura emocional sem agulhas) e os princípios da Psicologia Energética Curso com certificado, credenciado pela AAMET (Association of Advancement of Meridian Techniques www.aamet.org)

Leia mais

Fibro Edema Gelóide. Tecido Tegumentar. Epiderme. Epiderme. Fisiopatologia do FibroEdema Gelóide

Fibro Edema Gelóide. Tecido Tegumentar. Epiderme. Epiderme. Fisiopatologia do FibroEdema Gelóide Lipodistrofia Ginóide Estria Discromia Distúrbios inestéticos O termo "celulite" foi primeiro usado na década de 1920, para descrever uma alteração estética da superfície cutânea (ROSSI & VERGNANINI, 2000)

Leia mais

RESUMO: Os tecidos moles podem ser lesados e com essa lesão o. Palavras chave: crioterapia, lesões de tecidos moles, fase aguda.

RESUMO: Os tecidos moles podem ser lesados e com essa lesão o. Palavras chave: crioterapia, lesões de tecidos moles, fase aguda. O USO DA CRIOTERAPIA NAS LESÕES AGUDAS DE TECIDO MOLE RESUMO: Os tecidos moles podem ser lesados e com essa lesão o organismo responde através do mecanismo de inflamação e o uso da crioterapia vai amenizar

Leia mais

CORPO MASSAGENS. R$ 200 60 min R$ 300 90 mim

CORPO MASSAGENS. R$ 200 60 min R$ 300 90 mim MASSAGENS CORPO Cidade Jardim Uma massagem exclusiva, que elimina a fadiga e estimula a circulação. Esta massagem é relaxante e uma combinação única entre as técnicas da massagem sueca e hindu, integrado

Leia mais

Prof Thiago Scaquetti de Souza

Prof Thiago Scaquetti de Souza Prof Thiago Scaquetti de Souza SISTEMA RESPIRATÓRIO HUMANO Funções e anatomia O sistema respiratório humano possui a função de realizar as trocas gasosas (HEMATOSE). Esse sistema é composto pelas seguintes

Leia mais

REDUC - SIPAT. REDUC Refinaria Duque de Caxias. www.reduc.com.br Rodovia Washington Luiz, km 113,7 Campos Elíseos - Duque de Caxias RJ CEP: 25225-010

REDUC - SIPAT. REDUC Refinaria Duque de Caxias. www.reduc.com.br Rodovia Washington Luiz, km 113,7 Campos Elíseos - Duque de Caxias RJ CEP: 25225-010 REDUC - SIPAT Contribuição de Administrador 04/01/2011 REDUC Refinaria Duque de Caxias www.reduc.com.br Rodovia Washington Luiz, km 113,7 Campos Elíseos - Duque de Caxias RJ CEP: 25225-010 SIPAT 2006 De

Leia mais

INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) Os Rins e suas funções.

INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) Os Rins e suas funções. INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) Os Rins e suas funções. Possuímos dois rins que têm cor vermelho-escura, forma de grão de feijão e medem cerca de 12 cm em uma pessoa adulta.localizam-se na parte posterior

Leia mais

Sistema neuro-hormonal

Sistema neuro-hormonal Sistema neuro-hormonal O que é o sistema neuro-hormonal? Qualquer alteração no exterior ou no interior do corpo corresponde a um Estímulo que provoca uma resposta do sistema neurohormonal. Como funciona

Leia mais

MICROSEMIÓTICA OFTALMICA, TERAPIA FLOR DE ÍRIS E DIABETES MELLITUS

MICROSEMIÓTICA OFTALMICA, TERAPIA FLOR DE ÍRIS E DIABETES MELLITUS MICROSEMIÓTICA OFTALMICA, TERAPIA FLOR DE ÍRIS E DIABETES MELLITUS Aluno: Geraldo Cardozo Bandeira Orientador: Prof Dr Clodoaldo Pacheco MICROSEMEIOTICA OFTÁLMICA PROFISSIONAL TERAPIA FLOR DE ÍRIS INTEGRADA

Leia mais

ERGONOMIA. CÉLULAS: divididas em CORPO, DENDRITES e UM AXÔNIO

ERGONOMIA. CÉLULAS: divididas em CORPO, DENDRITES e UM AXÔNIO ERGONOMIA AULA 3: O O ORGANISMO HUMANO FUNÇÃO NEURO-MUSCULAR SISTEMA NERVOSO Constituído de células nervosas sensíveis a estímulos. Recebem, interpretam e processam as info recebidas, transformando-as

Leia mais

ANÁLISE FUNCIONAL DO FITNESS

ANÁLISE FUNCIONAL DO FITNESS ANÁLISE FUNCIONAL DO FITNESS Sobre a Avaliação: O profissional conecta os sensores nos dedos do cliente para que possam captar os sinais do sistema nervoso e enviá-los ao computador, gerando resultados

Leia mais

Tratamento com Bandagens e Cosméticos

Tratamento com Bandagens e Cosméticos Tratamento com Bandagens e Cosméticos Argilaterapia A argila é uma terra especial que absorve os princípios vitais do sol, da água e do ar, constituindo-se em um poderoso agente de recuperação física.

Leia mais

13 Estudando as aulas do Telecurso 2000

13 Estudando as aulas do Telecurso 2000 A U A UL LA Estudando as aulas do Telecurso 2000 Televisão ligada. Seus olhos estão voltados para as imagens, seus ouvidos percebem os sons e você presta atenção a mais uma aula do Telecurso 2000. Enquanto

Leia mais

CM 50. P Aparelho Anti-celulite. Instruções de utilização

CM 50. P Aparelho Anti-celulite. Instruções de utilização CM 50 PT P Aparelho Anti-celulite Instruções de utilização Beurer GmbH Söflinger Str. 218 89077 Ulm, Germany Tel.: +49 (0)731 / 39 89-144 Fax: +49 (0)731 / 39 89-255 www.beurer.com Mail: kd@beurer.de Componentes

Leia mais

TODAS AS COISAS TÊM SEU TEMPO. SALOMÃO

TODAS AS COISAS TÊM SEU TEMPO. SALOMÃO TODAS AS COISAS TÊM SEU TEMPO. SALOMÃO Fertilidade Natural: Reflexologia e Shiatsu CAPÍTULO 13 Reflexologia e Shiatsu O TOQUE DA FILOSOFIA ORIENTAL O indivíduo nasce, cresce, pode ser chamado de Maria,

Leia mais

INTRODUÇÃO DE ENFERMAGEM I

INTRODUÇÃO DE ENFERMAGEM I INTRODUÇÃO DE ENFERMAGEM I A Sistematização da Assistência de Enfermagem SAE É uma atividade privativa do enfermeiro, utilizam método e estratégia de trabalho, baseados em princípios científicos, para

Leia mais

LESÕES DOS ISQUIOTIBIAIS

LESÕES DOS ISQUIOTIBIAIS LESÕES DOS ISQUIOTIBIAIS INTRODUÇÃO Um grande grupo muscular, que se situa na parte posterior da coxa é chamado de isquiotibiais (IQT), o grupo dos IQT é formado pelos músculos bíceps femoral, semitendíneo

Leia mais

Planificação Curricular Anual Ano letivo 2014/2015

Planificação Curricular Anual Ano letivo 2014/2015 PROCESSOS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS Trocas nutricionais entre o organismo e o meio: nos animais. 1. Compreender a importância de uma alimentação equilibrada e segura 1.1. Apresentar um conceito de

Leia mais

A NEUROPSICOLOGIA E O MEDO DA DOR

A NEUROPSICOLOGIA E O MEDO DA DOR FACULDADE DA SERRA GAÚCHA PÓS-GRADUAÇÃO PSICOTERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL PSICOTERAPIAS COGNITIVAS E NEUROCIÊNCIAS PROF. MS. DANIELLE IRIGOYEN DA COSTA A NEUROPSICOLOGIA E O MEDO DA DOR CASSIANA MARTINS

Leia mais

Sistema Circulatório

Sistema Circulatório Sistema Circulatório O coração Localização: O coração está situado na cavidade torácica, entre a 2ª e 5ª costelas, entre os pulmões, com 2/3 para a esquerda, ápice para baixo e para esquerda e base para

Leia mais

Considerada como elemento essencial para a funcionalidade

Considerada como elemento essencial para a funcionalidade 13 Epidemiologia e Flexibilidade: Aptidão Física Relacionada à Promoção da Saúde Gláucia Regina Falsarella Graduada em Educação Física na Unicamp Considerada como elemento essencial para a funcionalidade

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA CAPARICA PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 2.º CICLO DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS 6.º ANO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA CAPARICA PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 2.º CICLO DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS 6.º ANO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA CAPARICA PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 2.º CICLO DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS 6.º ANO Período Nº semanas Nº de aulas Previstas 1º 13 37 2º 10 32 3º 9 27 TOTAL 96 Domínios Subdomínios

Leia mais

CURSINHO PRÉ VESTIBULAR DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFº EDUARDO

CURSINHO PRÉ VESTIBULAR DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFº EDUARDO Aula 16: Sistema circulatório CURSINHO PRÉ VESTIBULAR DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFº EDUARDO As funções realizadas pela circulação do sangue são indispensáveis para o equilíbrio de nosso corpo e vitais para

Leia mais

O esquema representa uma provável filogenia dos Deuterostomados. Assinale a opção que apresenta CORRETAMENTE as características I, II, III e IV.

O esquema representa uma provável filogenia dos Deuterostomados. Assinale a opção que apresenta CORRETAMENTE as características I, II, III e IV. 1 PROVA DE BIOLOGIA I QUESTÃO 31 O esquema representa uma provável filogenia dos Deuterostomados. Assinale a opção que apresenta CORRETAMENTE as características I, II, III e IV. I II III IV a) Coluna vertebral

Leia mais

Conteúdo: Partes do corpo humano. Atividade física eleva a qualidade de vida. Cuidando das articulações. FORTALECENDO SABERES

Conteúdo: Partes do corpo humano. Atividade física eleva a qualidade de vida. Cuidando das articulações. FORTALECENDO SABERES 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I Conteúdo: Partes do corpo humano. Atividade física eleva a qualidade de vida. Cuidando das articulações. 3 CONTEÚDO

Leia mais

BIOFÍSICA DAS RADIAÇÕES IONIZANTES

BIOFÍSICA DAS RADIAÇÕES IONIZANTES BIOFÍSICA DAS RADIAÇÕES IONIZANTES DANOS RADIOINDUZIDOS NA MOLÉCULA DE DNA Por ser responsável pela codificação da estrutura molecular de todas as enzimas da células, o DNA passa a ser a molécula chave

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO HOSPITAL DE CLÍNICAS COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR PROTOCOLOS DE CONTROLE DE INFECÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO HOSPITAL DE CLÍNICAS COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR PROTOCOLOS DE CONTROLE DE INFECÇÃO Úlcera de Pressão Também conhecida como escara ou úlcera de decúbito. É definida como qualquer lesão causada por pressão não aliviada que resulta em danos nos tecidos subjacentes (subcutâneo, músculo,

Leia mais

Capítulo 4 Oxigenoterapia

Capítulo 4 Oxigenoterapia Capítulo 4 Oxigenoterapia 1. Objetivos No final desta unidade modular, os formandos deverão ser capazes de: Listar e descrever as indicações para oxigenoterapia; Listar os débitos de oxigénio protocolados;

Leia mais

Sintomatologia e diagnósticos mais frequentes nos indivíduos com anéis de tensão

Sintomatologia e diagnósticos mais frequentes nos indivíduos com anéis de tensão ARTIGO Sintomatologia e diagnósticos mais frequentes nos indivíduos com anéis de tensão More frequent symptomatology and diagnostics in individuals with stress rings Léia Fortes Salles * Maria Júlia Paes

Leia mais

Hipnose Tratando a Ansiedade e a Fobia Específica. Alexandra Melo Fernandes Psicóloga - Hipnoterapeuta

Hipnose Tratando a Ansiedade e a Fobia Específica. Alexandra Melo Fernandes Psicóloga - Hipnoterapeuta Hipnose Tratando a Ansiedade e a Fobia Específica Alexandra Melo Fernandes Psicóloga - Hipnoterapeuta Estudo de Caso Paciente M, mulher de 49 anos, casada, do lar, mãe de dois filhos (um adulto e outro

Leia mais

BANDAGENS TERAPÊUTICAS NA MTC

BANDAGENS TERAPÊUTICAS NA MTC Escola Brasileira de Medicina Chinesa BANDAGENS TERAPÊUTICAS NA MTC Êmile Cristina Gravalos TIPOS DE BANDAGENS SPORTS TAPING McCONNELL MULLIGAN KINESIO TAPING THERAPEUTIC TAPING DIFERENÇAS BANDAGENS FUNCIONAIS

Leia mais

RECEPTORES SENSORIAIS

RECEPTORES SENSORIAIS RECEPTORES SENSORIAIS Elio Waichert Júnior Sistema Sensorial Um dos principais desafios do organismo é adaptar-se continuamente ao ambiente em que vive A organização de tais respostas exige um fluxo de

Leia mais

Radioterapia no Cancro do Pulmão

Radioterapia no Cancro do Pulmão Editado em: Novembro de 2006 Apoio: Radioterapia no Cancro do Pulmão Comissão de Pneumologia Oncológica Sociedade Portuguesa de Pneumologia ÍNDICE A Comissão de Pneumologia Oncológica agradece ao autor

Leia mais

A Pessoa e o Contexto Ocupacional na Prevenção do Burnout. Marcos Ricardo Datti Micheletto

A Pessoa e o Contexto Ocupacional na Prevenção do Burnout. Marcos Ricardo Datti Micheletto A Pessoa e o Contexto Ocupacional na Prevenção do Burnout Marcos Ricardo Datti Micheletto 1 Níveis de Prevenção 22.361 Job Burnout: 11.544 18.829 Job Burnout: 9.618 SIPAT - REITORIA UNESP Burnout Burnout

Leia mais

Experimentação Esportiva

Experimentação Esportiva Experimentação Esportiva Aula 1 O Movimento e o Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Resgatar alguns conceitos sobre o movimento e o desenvolvimento motor e suas fases. 2 Definir habilidade motora e identificar

Leia mais

Filosófo: considera a força vital responsável pela manutenção da saúde

Filosófo: considera a força vital responsável pela manutenção da saúde FARMACOTÉCNICA HOMEOPÁTICA AULA 5: FARMACOLOGIA HOMEOPÁTICA Professora Esp. Camila Barbosa de Carvalho 2001/2 MODELO HOMEOPÁTICO Filosófo: considera a força vital responsável pela manutenção da saúde Científico:

Leia mais

Principais propriedades físicas da água.

Principais propriedades físicas da água. BIOQUÍMICA CELULAR Principais propriedades físicas da água. Muitas substâncias se dissolvem na água e ela é comumente chamada "solvente universal". Por isso, a água na natureza e em uso raramente é pura,

Leia mais

www.jayada.net JAYADA

www.jayada.net JAYADA www.jayada.net JAYADA Jayada Abraça as tuas verdadeiras cores. Jayada significa Aquele que dá a Vitória. É o Espaço que abrimos para podermos ser tocados e inspirados pelo Divino em tudo o que pensamos,

Leia mais

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE 14 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP ACREDITE EM VOCÊ Profª Elaine Terroso Esse material foi elaborado

Leia mais

ENFERMAGEM HUMANITÁRIA COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO

ENFERMAGEM HUMANITÁRIA COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO S. Tomé e Príncipe ENFERMAGEM HUMANITÁRIA COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO São Tomé e Príncipe A República Democrática de São Tomé e Príncipe, é um estado insular localizado no Golfo da Guiné. Composto

Leia mais

www.josegoe s.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1

www.josegoe s.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1 Página 1 A coluna vertebral, assim como qualquer articulação, apresenta movimentos que possuem tanto grande como pequena amplitude articular. Estes recebem o nome de Macromovimentos e Micromovimentos,

Leia mais

AULACRÂNIO-ACUPUNTURA CHINESA

AULACRÂNIO-ACUPUNTURA CHINESA AULACRÂNIO-ACUPUNTURA CHINESA NEUROANATOMIA CRÂNIO-ACUPUNTURA É UM MICROSSISTEMA DA ACUPUNTURA QUE TRATA DISTÚRBIOS NEUROLÓGICOS E/OU DISTÚRBIOS ASSOCIADOS À ELES, ATRAVÉS DO ESTÍMULO DE DETERMINADAS ZONAS

Leia mais

Stresstabs 600 com zinco polivitamínico e polimineral

Stresstabs 600 com zinco polivitamínico e polimineral Stresstabs 600 com zinco polivitamínico e polimineral Nome comercial: Stresstabs 600 com zinco Nome genérico: polivitamínico e polimineral Forma farmacêutica e apresentação referente a esta bula: Stresstabs

Leia mais

Ela te enlouquece? Conheça mitos e verdades sobre a TPM 27/04/ 2015. Ibmed.com.br. Postado por Redação IBMED

Ela te enlouquece? Conheça mitos e verdades sobre a TPM 27/04/ 2015. Ibmed.com.br. Postado por Redação IBMED Ela te enlouquece? Conheça mitos e verdades sobre a TPM Postado por Redação IBMED 1) Toda Mulher tem TPM. MITO Nem toda mulher sofre com Tensão Pré-Menstrual e há algumas, muito poucas, que não exibem

Leia mais

ALERGIAS NA INFÂNCIA

ALERGIAS NA INFÂNCIA ALERGIAS NA INFÂNCIA Tema: Alergias na Infância Objetivos Conceituar alergia, classificar os principais tipos e indutores das doenças alérgicas. Identificar e relacionar os fatores de risco associados

Leia mais

REDE NACIONAL DE CUIDADOS CONTINUADOS INTEGRADOS

REDE NACIONAL DE CUIDADOS CONTINUADOS INTEGRADOS REDE NACIONAL DE CUIDADOS CONTINUADOS INTEGRADOS Orientações de Abordagem em Cuidados Continuados Integrados ÚLCERAS DE PRESSÃO PREVENÇÃO Outubro 2007 1 INDICE p. 0 Introdução 2 1 Definição de Úlceras

Leia mais

DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO. Claudia de Lima Witzel

DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO. Claudia de Lima Witzel DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO Claudia de Lima Witzel SISTEMA MUSCULAR O tecido muscular é de origem mesodérmica (camada média, das três camadas germinativas primárias do embrião, da qual derivam

Leia mais

Sistema Nervoso. Aula Programada Biologia. Tema: Sistema Nervoso

Sistema Nervoso. Aula Programada Biologia. Tema: Sistema Nervoso Aula Programada Biologia Tema: Sistema Nervoso 1) Introdução O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas,

Leia mais

DOENÇAS RESPIRATÓRIAS. Professora: Sabrina Cunha da Fonseca

DOENÇAS RESPIRATÓRIAS. Professora: Sabrina Cunha da Fonseca DOENÇAS RESPIRATÓRIAS Professora: Sabrina Cunha da Fonseca Os locais de trabalho têm oferecido, cada vez mais, ambientes poluídos por diversos elementos, gasosos e sólidos, presentes no ar como gases e

Leia mais

Data: /10/14 Bimestr e:

Data: /10/14 Bimestr e: Data: /10/14 Bimestr e: 3 Nome : Disciplina Ciências : Valor da Prova / Atividade: 2,0 Objetivo / Instruções: Lista de Recuperação Professo r: 8 ANO Nº Ângela Nota: 1.O neurônio é a célula do sistema nervoso

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ UNIDADE ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA GERÊNCIA DE APOIO ADMINISTRATIVO S E F A Z SECRETARIA DA FAZENDA

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ UNIDADE ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA GERÊNCIA DE APOIO ADMINISTRATIVO S E F A Z SECRETARIA DA FAZENDA S E F A Z SECRETARIA DA FAZENDA GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DA FAZENDA UNIDADE ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA GERÊNCIA DE APOIO ADMINISTRATIVO Apresentação Este manual pretende dar dicas simples aos

Leia mais

Valorização da Profissão

Valorização da Profissão Valorização da Profissão O que é um Terapeuta Holístico? O Terapeuta Holístico exerce sua profissão mantendo e equilibrando a bioenergia do cliente, para isso, utiliza-se de técnicas e recursos holísticos,

Leia mais

DORES DE CABEÇA E ENXAQUECA Sex, 28 de Agosto de 2009 19:57 - Última atualização Sáb, 21 de Agosto de 2010 19:16

DORES DE CABEÇA E ENXAQUECA Sex, 28 de Agosto de 2009 19:57 - Última atualização Sáb, 21 de Agosto de 2010 19:16 DORES DE CABEÇA E ENXAQUECA A tensão do dia a dia é a causa mais freqüente das dores de cabeça mas, elas poderem aparecer por diversas causas e não escolhem idade e sexo. Fique sabendo, lendo este artigo,

Leia mais

BENEFICIOS DO KOMBUCHA

BENEFICIOS DO KOMBUCHA BENEFICIOS DO KOMBUCHA Os dados aqui contidos são de cunho meramente informativo e não devem ser tomados como regra nem como referência para tratamentos sem a adequada observação de um profissional: Listagem

Leia mais