NO ESTUDO DE FUNÇÕES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NO ESTUDO DE FUNÇÕES"

Transcrição

1 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SEMANA DA MATEMÁTICA 2014 UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES GRÁFICOS NO ESTUDO DE FUNÇÕES PIBID MATEMÁTICA 2009 CURITIBA 2014

2 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 GRÁFICOS DE FUNÇÕES DO 1º GRAU... 3 GRÁFICOS DE FUNÇÕES DO 2º GRAU... 4 GRÁFICOS DE FUNÇÕES EXPONENCIAIS... 5 GRÁFICOS DE FUNÇÕES LOGARÍTMICAS... 5 GRÁFICOS DE FUNÇÕES MODULARES... 6 SOFTWARES GEOMÉTRICOS... 7 IGEOM... 7 CABRI-GEOMETRE... 7 GEOGEBRA SOFTWARES GRÁFICOS... 9 WINPLOT... 9 GRAPH GRAFEQUATION PRIMEIRA ATIVIDADE: UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEBRA SEGUNDA ATIVIDADE: UTILIZANDO O SOFTWARE GRAFEQ CONCLUSÃO BIBLIOGRAFIA... 24

3 3 INTRODUÇÃO Em uma era de tecnologia e comunicação é fundamental que os alunos se familiarizem com o computador e com programas específicos para aprofundar mais e melhor sua aprendizagem Matemática. Como, por exemplo, numa resolução de problemas, onde o aluno pode se concentrar mais nos métodos, nas estratégias, nas descobertas, no relacionar logicamente idéias matemáticas e na generalização do problema, deixando os cálculos para que a máquina execute. O objetivo a ser alcançado com este material é fazer com que o aluno visualize os diferentes gráficos das funções de 1º e 2º graus, modulares, exponenciais e logarítmicas, compreendendo o significado dos coeficientes e do comportamento dessas funções. Além disso, que os alunos possam traçar por si mesmos o gráfico destas funções, analisando variações dos coeficientes que por sua vez definirão o translado, rotação ou reflexão dos gráficos sobre os eixos de coordenadas x e y. Como metodologia abordada utilizamos as Investigações Matemáticas em sala de Aula e como ferramenta podemos utilizar softwares geométricos ou de gráficos, como os sugeridos neste trabalho. Nós optamos pelo uso do Software Geogebra para realização de nossas atividades, onde os alunos devem investigar o comportamento dos diversos gráficos das funções propostas, respondendo a um questionário. GRÁFICOS DE FUNÇÕES DO 1º GRAU Diz-se função do 1º grau qualquer função, f de em, do tipo ( ) com a e b reais, sendo. O gráfico da função do 1º grau é representado por uma reta onde a é o coeficiente angular, responsável pela inclinação da reta com relação ao eixo, e b é o coeficiente linear da reta, ordenada do ponto onde a reta corta o eixo. Além disso, o coeficiente a determina se a reta será crescente ou decrescente a partir do seu sinal: Quando a reta é crescente.

4 4 Quando a reta é decrescente. GRÁFICOS DE FUNÇÕES DO 2º GRAU A função do segundo grau, também denominada função quadrática, é definida pela expressão do tipo ( ), com a, b e c ϵ e. No caso de b c serem iguais a zero, a função será considerada incompleta. O gráfico de uma função do 2º grau é representado por uma parábola: Quando a concavidade da parábola fica voltada para cima e seu vértice representa o menor ponto da função. Quando representa o maior ponto da função. a concavidade da parábola fica voltada para baixo e seu vértice

5 5 GRÁFICOS DE FUNÇÕES EXPONENCIAIS A função exponencial pode ser definida como a inversa da função logarítmica natural ( ), com e. No gráfico de uma função exponencial podemos dividir sua construção em dois casos: e Para : Para : GRÁFICOS DE FUNÇÕES LOGARÍTMICAS Toda função definida pela lei de formação ( ), com e, é denominada função logarítmica de base. Neste tipo de função temos que o domínio é representado pelo conjunto dos números reais maiores que zero e o contradomínio, o conjunto dos reais. Gráfico da função: Para podermos construir o gráfico da função logarítmica, devemos analisar dois casos: e.

6 6 Para : Para : GRÁFICOS DE FUNÇÕES MODULARES Definição de modulo: Chama-se modulo (ou valor absoluto) de um número real o próprio número, se ele for positivo ou nulo, ou seu oposto, se ele for negativo, ou seja: { d Definimos como função modular tal que ( ) com a, b, c, Observe os gráficos das funções do 1º grau que definem a função ( ) que, neste caso, e ): (Note ( ) ( )

7 7 Assim, como a função modular está bem definida para todos os números reais, seu gráfico resulta da junção dos outros dois: ( ) SOFTWARES GEOMÉTRICOS Neste capítulo vamos abordar três softwares Geométricos, dos quais dois são softwares gratuitos, incluindo uma breve abordagem sobre a utilização do Software Geogebra, o qual será utilizado na Primeira Atividade proposta posteriormente. IGEOM igeom é um software para ensino de geometria que utilizam a interatividade para facilitar o aprendizado de conceitos matemáticos. Desenvolvido sob supervisão do professor Leônidas de Oliveira Brandão, do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP, o igeom é uma ferramenta gratuita para ensinar de maneira ativa e interativa, que pode ser usado no ensino fundamental, médio e superior. Por intermédio do programa é possível, por exemplo, determinar a localização do ponto médio, estudar as funções de seno, cosseno, tangente, modelos matemáticos, algoritmos e recorrências (que é uma única figura repetida várias vezes em pontos específicos). Este software de Geometria Interativa é livre (gratuito) e ainda é um programa escrito na linguagem de programação Java, e, portanto funciona em qualquer plataforma. O download do software pode ser encontrado no link CABRI-GEOMETRE O Cabri-Géomètre é um software que permite construir todas as figuras da geometria elementar que podem ser traçadas com a ajuda de uma régua e de um compasso. Uma vez construídas, as figuras podem se movimentar conservando as propriedades que lhes haviam sido atribuídas. Essa possibilidade de deformação permite o acesso rápido e contínuo a todos

8 8 os casos, constituindo-se numa ferramenta rica de validação experimental de fatos geométricos. Ele tem outros aspectos que vão muito além da manipulação dinâmica e imediata das figuras. O Cabri permite ao professor criar livremente atividades para suas aulas, ele é assim caracterizado como um software aberto. Ele pode ser utilizado desde o primário até a Universidade em diversas áreas como Matemática, Física e Desenho Artístico por exemplo. O download do software Cabri-Geometre pode ser encontrado no link GEOGEBRA 4.2 O Geogebra é um software de matemática dinâmica que pode ser utilizado em educação matemática nas escolas do ensino fundamental, médio e superior que reúne geometria, álgebra e cálculo. Este software pode auxiliar na organização do pensamento do aluno quando ele se depara com objetos matemáticos. Este software permite realizar construções com pontos, vetores, segmentos, retas, seções cônicas bem como funções e mudá-los dinamicamente depois. Do ponto de vista da Álgebra, permite inserir equações e coordenadas diretamente. Assim, o Geogebra tem a habilidade de tratar das variáveis como de funções e oferece comandos como Raízes ou Extremos. Por fim, é um software em português e livre (gratuito) para o ensino e a aprendizagem da matemática, então é permitido copiar e distribuir o aplicativo para fins não comerciais. O download do software Geogebra pode ser encontrado no link Vamos utilizar este software na versão 4.2 para desenvolver a atividade 1, onde os alunos devem verificar em cada tipo de função qual a mudança que ocorre quando os coeficientes são alterados. Para entender melhor seu funcionamento, vamos explorar um pouco dos recursos que serão utilizados na atividade 1. A área de trabalho possui um sistema de eixos cartesianos onde o usuário faz as construções geométricas com o mouse. Ao mesmo tempo as coordenadas e equações correspondentes são mostradas na janela de álgebra. O campo de entrada de texto é usado para escrever coordenadas, equações, comandos e funções

9 9 diretamente e estes são mostrados na área de trabalho imediatamente após pressionar a tecla Enter. No caso da atividade que será desenvolvida, é preciso saber como digitar corretamente as funções no campo entrada. Em Funções do Primeiro Grau devem ser escritas da seguinte maneira: ou ( ) ou, onde a e b são os coeficientes. Em Funções do Segundo Grau:, onde a, b e c são os coeficientes. Em Funções Trigonométricas: Seno: ( ); Cosseno: ( ); Tangente: ( ). Em Funções Exponenciais:. Em Funções Logarítmicas: Logaritmo natural (base e): ( ) ou ( ); Logaritmo (base 2): ( ); Logaritmo (base 10): ( ). Em Funções Modulares: ( ), tendo abs significando como valor absoluto. Para alterar os coeficientes nas funções já plotadas no gráfico, basta na janela de álgebra (à esquerda) dar dois cliques na função e mudar o valor desejado. SOFTWARES GRÁFICOS Neste capítulo tem-se uma breve abordagem sobre três Softwares Gráficos, onde o Software GrafEquation será utilizado para realizar a Segunda Atividade proposta posteriormente. WINPLOT

10 10 Como ferramenta didática para o ensino da Geometria Analítica (plana e espacial), o Winplot é o software mais completo. Além da versão original, em inglês, o Winplot possui versões em mais seis idiomas, incluindo o português. Uma de suas vantagens é a de ser um programa leve, ou seja, funciona em computadores antigos também, sem perder sua eficiência ou rapidez, pode ser usado em todos os níveis educacionais e possui recursos que variam de uma simples função de 1º grau, até funções do 3º grau integrais de todos os tipos. O software plota gráficos e possui uma interface gráfica muito boa que dispensa que os usuários decorem comandos para utilizá-lo. O Winplot é um freeware, o que significa que é gratuito. O download do software Winplot pode ser encontrado no link GRAPH 4.3 O software Graph suporta uma ampla variedade de funções já integradas (seno, coseno, tangente, logaritmo, raiz quadrada, fatorial, etc.), que podem ser feitas em diferentes cores e estilos de linha. Assim, elas são facilmente distinguidas uma das outras. Sombras e pontos também podem ser colocados em todo o sistema de coordenadas. As funções podem ser salvas como um arquivo gráfico, impressa ou exportada para outros softwares. O software Graph permite ainda que se realizem alguns cálculos baseados na função representada no desenho. E para resolver uma função, é só clicar na aba Função e digitar na caixa inserir função. O software além de ser um programa de fácil manipulação, é livre (gratuito). O download do software Graph 4.3 pode ser encontrado no link GRAFEQUATION O GrafEq é um software Educacional intuitivo, flexível e preciso para produzir gráficos de relações implícitas. Foi projetado para nutrir um entendimento visual forte da Matemática, fornecendo um criador de gráficos de equações e inequações de figuras planas. Este software é somente gratuito para testar, e seu diferencial é sua capacidade para lidar com equações e outras relações além de funções, algo alem do pálido para apresentar graficamente calculadoras e sistemas de álgebra computacional.

11 11 O download do software GrafEq pode ser encontrado no link Para entender melhor seu funcionamento, dispomos de uma atividade na qual o aluno deve montar uma figura, fornecida pelo professor, utilizando somente gráficos de funções. O trabalho consiste em explorar um pouco dos recursos que serão utilizados na atividade. A interface do GrafEq apresenta duas janelas principais, Relation e Easy Buttons, como na figura abaixo.

12 12 anteriores. Abaixo temos um índice com o significado de algumas abas encontradas nas figuras 1) Janela na qual será inserida uma relação entre variavéis x e y: para inserir uma restrição você pode pressionar Tab ou ; (ponto e vírgula). variáveis x e y. 2) Janela de restrições, onde podemos estabelecer intervalos para os valores das 3) Easy Buttons: janela que apresenta símbolos matemáticos necessários para a construção de algumas relações, como por exemplo,,, π. Se a janela 2 não estiver visível, basta seguir o caminho: Relation - Easy buttons. x e y. 4) Altera as dimensões do gráfico (tamanho), modificando as extremidades dos eixos 5) Altera as dimensões da janela de visualização do gráfico. 6) Para "criar" o gráfico basta clicar em Create. 7) Janela do Gráfico. 8) View Tools: ferramentas que alteram o gráfico. Nessa janela, você pode alterar as cores do gráfico, além da possibilidade de fazer o gráfico desaparecer ou aparecer, selecionando as relações desejadas. A opção Blend ativada permite uma fusão das cores de imagens sobrepostas no gráfico. Exemplo: Para inserir uma equação ou inequação matemática na janela de Relações Algébricas, basta digitar no campo please enter a relation a relação desejada. Na figura a seguir, temos uma região determinada pela circunferência.

13 13 Podemos inserir uma restrição, tanto para a variável x quanto para a variável y. Para isso, com o cursor posicionado na janela de relações algébricas, utilize a tecla Tab do seu teclado. Se, no exemplo acima, quisermos restringir os valores da variável y, podemos inserir, por exemplo, a restrição -2 < y < 2, obtendo o gráfico a seguir. Podemos utilizar estes recursos do software e as equações e inequações matemáticas para fazer desenhos, como na atividade 2 proposta. PRIMEIRA ATIVIDADE: UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEBRA Resolva as questões do 1 ao 5 utilizando o Software Geogebra como auxílio na construção e observação dos gráficos. 1) Faça as atividades a seguir, as quais envolvem Funções do 1º grau. a) Construa o gráfico da função ( ) b) Construa o gráfico da função ( )

14 14 c) O que ocorre quando adicionamos uma unidade à função ( )? Resposta: A reta que representa a função é deslocada uma unidade para cima, com relação ao eixo das ordenadas. d) E se subtraíssemos uma unidade da função ( ) o que ocorreria? Tente responder intuitivamente, sem a construção do gráfico. Resposta: A reta que representa a função seria deslocada uma unidade para baixo, com relação ao eixo das ordenadas. ( )? e) Responda sem construir o gráfico: o que acontece se adicionarmos na função f) Construa o gráfico da função ( ) g) O que ocorre ao multiplicarmos por 2 a variável x da função ( )? Resposta: A reta que representa a função aumenta sua inclinação com relação ao eixo das abscissas. h) E se multiplicássemos por 4, o que ocorreria com o gráfico? Tente responder sem construir o gráfico.

15 15 Resposta: A inclinação da reta aumentaria ainda mais, tendo como referência a função ( ). i) Seja a função ( ). Como as constantes a e b interferem no gráfico dessa função? Resposta: A constante a interfere na inclinação da reta com relação ao eixo das abscissas e a constante b interfere no deslocamento da reta com relação ao eixo das ordenadas e na ordenada do ponto com relação a. 2) Faça as questões a seguir, as quais envolvem Funções do 2º Grau. a) Construa o gráfico da função ( ) b) Construa o gráfico da função ( ) c) O que ocorre quando adicionamos oito unidades à função ( )? Resposta: O termo livre (ou coeficiente constante) resultante é 2, o que altera a altura da parábola de -6 para 2 (ordenada no ponto em ). d) E se subtraíssemos uma unidade da função ( ) o que ocorreria? Tente responder intuitivamente, sem a construção do gráfico.

16 16 Resposta: O termo constante resultante seria -7 e, conseqüentemente, seria a altura onde a parábola cortaria o eixo (ordenada no ponto do eixo das abscissas). e) Construa o gráfico da função ( ) f) O que ocorre ao multiplicar-se a variável x da função ( )? Resposta: A parábola declina com relação ao eixo das ordenadas, para a esquerda. g) E se multiplicássemos por -4, o que ocorreria com o gráfico? Tente responder sem construir o gráfico. Resposta: A parábola declinaria para a direita, com relação ao eixo. h) Construa o gráfico da função f( ) i) O que ocorre ao multiplicarmos por 2 a variável na função ( )? Resposta: A abertura da parábola fica mais estreita decorrente do aumento da velocidade das imagens de x.

17 17 j) E se multiplicássemos por 4, o que ocorreria com o gráfico? Tente responder sem esboçar o gráfico. Resposta: A abertura da parábola focaria ainda mais estreita. k) Construa o gráfico da função ( ) l) O que ocorre ao multiplicarmos por -2 a variável da função ( )? Resposta: A parábola passa a apresentar a concavidade voltada para baixo e sua abertura mais estreita. m) E se multiplicássemos por -4, o que ocorreria com o gráfico? Tente responder sem construir o gráfico. Resposta: A concavidade da parábola continuaria voltada para baixo e sua abertura diminuiria (ficaria ainda mais estreita). n) Seja a função ( ). O que as constantes a, b e c interferem no gráfico dessa função? Resposta: A constante a interfere na velocidade de aumento (ou decréscimo) da função quadrática a partir do vértice, a constante b interfere na declividade da parábola de acordo com o eixo, e a constante c interfere na altura da parábola com relação ao eixo, uma vez que determina onde a parábola corta o eixo das ordenadas.

18 18 3) Faça as atividades a seguir, as quais envolvem Funções Modulares. a) Construa o gráfico da função ( ) b) Construa o gráfico da função ( ) c) O que ocorre quando multiplicamos por 4 a função ( )? Resposta: A abertura do gráfico fica mais estreita decorrente do aumento da velocidade das imagens de x. d) E se multiplicássemos por 8, o que ocorreria com o gráfico? Tente responder sem construir o gráfico. Resposta: O gráfico da função ficaria ainda mais estreito decorrente do aumento da velocidade das imagens de x. e) Construa o gráfico da função ( ).

19 19 O que ocorre ao somarmos uma unidade na função ( ) dentro do módulo? Resposta: O gráfico da função ( ) para a direita. apresenta um deslocamento horizontal f) Construa o gráfico da função ( ). O que ocorre ao somarmos uma unidade na função ( ) fora do módulo? cima. Resposta: O gráfico da função ( ) apresenta um deslocamento vertical para g) Seja a função ( ). O que as constantes a e b interferem no gráfico dessa função? Resposta: A constante a interfere no deslocamento da função ( ) verticalmente e a constante interfere no deslocamento horizontal da função. 4) Faça as questões a seguir, as quais envolvem Funções Exponenciais. a) Construa o gráfico da função ( )

20 20 b) Construa o gráfico da função g(x) = c) O que ocorre quando multiplicamos por 3 a função ( )? Resposta: A gráfico da função corta o eixo na altura 3. d) E se multiplicássemos por 4, o que ocorreria com o gráfico? Tente responder sem construir o gráfico. Resposta: O gráfico da função cortaria o eixo das ordenadas na altura 4, por se tratar da ordenada do ponto no eixo. e) Construa o gráfico da função ( ). f) O que ocorre ao trocarmos por 5 a base da exponencial? Resposta: O gráfico cresce mais rapidamente, com relação ao

21 21 eixo. g) E se trocássemos por 7, o que ocorreria com o gráfico? Tente responder sem construir o gráfico. Resposta: O gráfico cresceria ainda mais rápido, com relação ao eixo. h) Seja a função ( ). O que as constantes a e b interferem no gráfico dessa função? Resposta: A constante a interfere na velocidade com que há o crescimento (ou decrescimento) do gráfico com relação ao eixo das ordenadas e a constante b determina se a função é crescente ou decrescente. 5) Faça as questões a seguir, as quais envolvem Funções Logarítmicas. a) Construa o gráfico da função ( ) ( ) b) Construa o gráfico da função ( ) ( ) c) O que ocorre quando multiplicamos por 4 a função ( ) ( )? Resposta: O gráfico apresenta um afastamento do eixo, significando que há uma diminuição da velocidade de crescimento do gráfico com relação ao eixo.

22 22 d) E se multiplicássemos por 8, o que ocorreria com o gráfico? Tente responder sem construir o gráfico. Resposta: O gráfico que representa a função se afastaria ainda mais do eixo das abscissas, representando uma diminuição maior da velocidade de crescimento do gráfico. e) Construa o gráfico da função ( ) ( ) f) O que ocorre ao multiplicarmos o x por 2? Resposta: A posição onde o gráfico corta o eixo mais para a esquerda, se aproximando de zero. é alterada, no caso é deslocado g) E se trocássemos por -3, o que ocorreria com o gráfico? Tente responder sem construir o gráfico. Resposta: O gráfico da função seria invertido, com relação ao eixo, e a posição onde o gráfico cortaria x seria mais próxima à zero, sendo a aproximação feita pela esquerda. h) Seja a função ( ) ( ). O que as constantes e b interferem no gráfico dessa função? Resposta: A constante a interfere na velocidade de crescimento (ou decrescimento) da função e a constante b interfere na posição onde o gráfico corta o eixo das abscissas além de determinar é crescente ou decrescente. 6) Construa agora o gráfico das funções ( ) e ( ) ( ). Comparando o gráfico das funções o que você pode perceber que acontece com os mesmos? Resposta: Observando os gráficos, podemos perceber que eles apresentam uma simetria em relação à reta, já que são funções inversas. SEGUNDA ATIVIDADE: UTILIZANDO O SOFTWARE GRAFEQ

23 23 Utilizando o conhecimento adquirido até aqui sobre funções e a influência que suas respectivas constantes causam na construção de seus gráficos (como pode ser analisado na atividade anterior) construa a imagem abaixo, no software GrafEq, utilizando as funções que julgar necessário. E vale lembrar que é necessário delimitar as funções para criar o desenho desejado. (desenho CASA) Resolução para a construção da casa: Para a construção da grama foi utilizado o gráfico da Função Trigonométrica Seno com a seguinte forma ( ) ( ). Para a construção da árvore foram utilizados os gráficos de Exponencial na forma ( ) com e (tronco esquerdo) e ( ) com e (tronco direito), e ainda o gráfico de Circunferência na forma ( ) ( ) ( ) para a cúpula. Para a montanha foi utilizado o gráfico de Função de Segundo Grau na forma ( ) ( ) ( ) com. E para terminar, na construção da casa foram utilizados gráficos de Função do Primeiro Grau onde com e com. CONCLUSÃO

24 24 A linguagem gráfica permite uma melhor visualização e compreensão de conteúdos Matemáticos, levando em consideração as dificuldades de alunos com tal manipulação e interpretação. No tratamento do tema funções, chamamos a atenção para a importância da linguagem gráfica, levando em consideração a possibilidade de compreender suas variações, através da manipulação dos gráficos, tornando as aulas mais dinâmicas e concretas, utilizando como metodologia as Investigações Matemáticas com o uso de softwares gráficos e geométricos sugeridos, para a exploração dos objetos de pesquisa. A concretização desta apostila tomou como base o quanto a formação matemática dos alunos no Ensino Médio é insuficiente, pelo menos em relação aos aspectos relacionados ao estudo de gráficos de funções e utilização de softwares, de acordo com apontamentos de pesquisas e o relato de professores. Normalmente este estudo é feito somente de forma algébrica, onde os gráficos são apresentados apenas como uma possibilidade de representação da lei algébrica, quase sempre feito a partir de tabelas numéricas com pontos magicamente sugeridos pelo professor. Porém com este material e sugestão de atividades, o aluno pode concretizar as idéias que já conhece sobre funções utilizando os softwares sugeridos, podendo não somente traçar os gráficos, mas também interpretá-los, sendo muito importante para a compreensão do conteúdo de gráfico de funções. BIBLIOGRAFIA

Utilização de Softwares Gráficos no Estudo de Funções

Utilização de Softwares Gráficos no Estudo de Funções Universidade Federal do Paraná UFPR Utilização de Softwares Gráficos no Estudo de Funções Amanda Carvalho de Oliveira Juliana Rodrigues de Araújo Marcelo José Cardozo Caldeira Mayara Poyer da Silva Verediana

Leia mais

Estudo de Gráficos de Funções através de Softwares Gráficos e Geométricos

Estudo de Gráficos de Funções através de Softwares Gráficos e Geométricos 1 Universidade Federal do Paraná UFPR Estudo de Gráficos de Funções através de Softwares Gráficos e Geométricos Amanda Rosa Liria Machado Ingrid Mariana Rodrigues de Lima Simone Venturi Curitiba 2011 2

Leia mais

Plano de Aula. 1 - Como abrir o programa KmPlot

Plano de Aula. 1 - Como abrir o programa KmPlot Plano de Aula Aluno(a):PIBID MATEMÁTICA Escola: Escola Estadual de Ensino Médio Mestre Santa Bárbara Disciplina: Matemática Conteúdo: Função quadrática Assunto: Gráficos, coeficientes da função Público

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA

UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA ISSN 2177-9139 UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA Natanna Silva Dutra natannabg@hotmail.com Fundação Universidade Federal do Pampa, Campus Bagé, 96413-170 Bagé, RS, Brasil Nathália Cabral

Leia mais

O ENSINO DA FUNÇÃO AFIM COM O AUXÍLIO DO SOFTWARE GEOGEBRA

O ENSINO DA FUNÇÃO AFIM COM O AUXÍLIO DO SOFTWARE GEOGEBRA O ENSINO DA FUNÇÃO AFIM COM O AUXÍLIO DO SOFTWARE GEOGEBRA Conceição BRANDÃO de Lourdes Farias FACIG clfb_05@hotmail.com Evanilson LANDIM Alves UFPE evanilson.landim@ufpe.br RESUMO O uso das tecnologias

Leia mais

PROJETO SALA DE AULA

PROJETO SALA DE AULA PROJETO SALA DE AULA 1. Identificação: Título: APRENDENDO FUNÇÕES BRINCANDO Série: 1º série do Ensino Fundamental Softwares Necessários: Cabri-Géomètre, Jogos de Funções e Graphmatica Tempo previsto: Seis

Leia mais

Geometria Dinâmica com o GeoGebra

Geometria Dinâmica com o GeoGebra Geometria Dinâmica com o GeoGebra Lenimar Nunes de Andrade UFPB João Pessoa 9 de abril de 2014 1 Introdução GeoGebra ( = Geometria + Álgebra) é um programa austríaco gratuito que reúne Geometria, Álgebra

Leia mais

Proposta para Abordagem da Trigonometria da Primeira Volta Utilizando o Software Sintesoft Trigonometria 2.0

Proposta para Abordagem da Trigonometria da Primeira Volta Utilizando o Software Sintesoft Trigonometria 2.0 Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Exatas, Curso de Licenciatura em Ciências Exatas, com habilitação integrada em Física, Química e Matemática Atividades desenvolvidas na pesquisa Inserção

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA DOS ÓRGÃOS. Curso de Matemática

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA DOS ÓRGÃOS. Curso de Matemática Introdução ao GeoGebra software livre 0 CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA DOS ÓRGÃOS Curso de Matemática Primeiros Passos Com o Software Livre GeoGebra Março de 2010 Prof. Ilydio Pereira de Sá Introdução ao

Leia mais

Matemática em Toda Parte II

Matemática em Toda Parte II Matemática em Toda Parte II Episódio: Matemática no Transporte Resumo O episódio Matemática no Transporte, da série Matemática em Toda Parte II, vai mostrar como alguns conceitos matemáticos estão presentes

Leia mais

O ENSINO DE CÁLCULO NUMÉRICO: UMA EXPERIÊNCIA COM ALUNOS DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

O ENSINO DE CÁLCULO NUMÉRICO: UMA EXPERIÊNCIA COM ALUNOS DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO O ENSINO DE CÁLCULO NUMÉRICO: UMA EXPERIÊNCIA COM ALUNOS DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Prof. Leugim Corteze Romio Universidade Regional Integrada URI Campus Santiago-RS leugimcr@urisantiago.br Prof.

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Centro De Ciências Exatas e da Terra. Departamento de Física Teórica e Experimental

Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Centro De Ciências Exatas e da Terra. Departamento de Física Teórica e Experimental Universidade Federal do Rio Grande do Norte Centro De Ciências Exatas e da Terra Departamento de Física Teórica e Experimental Programa de Educação Tutorial Curso de Nivelamento: Pré-Cálculo PET DE FÍSICA:

Leia mais

Sua interface é semelhante a de um processador de textos do tipo WYSIWYG, ou seja, What you see is what you get (o que você vê é o que você faz).

Sua interface é semelhante a de um processador de textos do tipo WYSIWYG, ou seja, What you see is what you get (o que você vê é o que você faz). Mathcad COMANDOS BÁSICOS O software Mathcad é um ambiente de trabalho baseado em Álgebra Computacional, dirigido a profissionais técnicos, educadores e estudantes. Permite a escrita de epressões matemáticas

Leia mais

UNIDADE 4 FUNÇÕES 2 MÓDULO 1 FUNÇÃO QUADRÁTICA 1 - FUNÇÃO QUADRÁTICA. 103 Matemática e Lógica Unidade 04. a > 0 a < 0 > 0

UNIDADE 4 FUNÇÕES 2 MÓDULO 1 FUNÇÃO QUADRÁTICA 1 - FUNÇÃO QUADRÁTICA. 103 Matemática e Lógica Unidade 04. a > 0 a < 0 > 0 1 - FUNÇÃO QUADRÁTICA UNIDADE 4 FUNÇÕES 2 MÓDULO 1 FUNÇÃO QUADRÁTICA 01 É toda função do tipo f(x)=ax 2 +bx+c, onde a, b e c são constantes reais com a 0. Ou, simplesmente, uma função polinomial de grau

Leia mais

Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá. LibreOffice Impress Editor de Apresentação

Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá. LibreOffice Impress Editor de Apresentação Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá LibreOffice Impress Editor de Apresentação Iniciando o Impress no Linux Educacional 4 1. Clique no botão 'LE' no

Leia mais

Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi)

Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi) Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi) Este módulo irá ensinar-lhe como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica usando o programa Prezi. A produção de uma apresentação

Leia mais

XXIV SEMANA ACADÊMICA DE MATEMÁTICA. Minicurso: Explorando o GeoGebra: Um software para o ensino e aprendizagem da matemática.

XXIV SEMANA ACADÊMICA DE MATEMÁTICA. Minicurso: Explorando o GeoGebra: Um software para o ensino e aprendizagem da matemática. Universidade Estadual do Oeste do Paraná CCET MATEMÁTICA XXIV SEMANA ACADÊMICA DE MATEMÁTICA Minicurso: Explorando o GeoGebra: Um software para o ensino e aprendizagem da matemática. Ministrantes: Daniel

Leia mais

utilizando o software geogebra no ensino de certos conteúdos matemáticos

utilizando o software geogebra no ensino de certos conteúdos matemáticos V Bienal da SBM Sociedade Brasileira de Matemática UFPB - Universidade Federal da Paraíba 18 a 22 de outubro de 2010 utilizando o software geogebra no ensino de certos conteúdos matemáticos ermínia de

Leia mais

Potenciação no Conjunto dos Números Inteiros - Z

Potenciação no Conjunto dos Números Inteiros - Z Rua Oto de Alencar nº 5-9, Maracanã/RJ - tel. 04-98/4-98 Potenciação no Conjunto dos Números Inteiros - Z Podemos epressar o produto de quatro fatores iguais a.... por meio de uma potência de base e epoente

Leia mais

6. Enumere de acordo com a primeira: A. Minimizar diminui o aplicativo, deixando-o na Barra de Tarefas.

6. Enumere de acordo com a primeira: A. Minimizar diminui o aplicativo, deixando-o na Barra de Tarefas. LINUX EDUCACIONAL -Assinale a alternativa correta. 1. Para criar uma pasta devemos: Clicar no menu Exibir-Modo de Exibição Clicar com o botão direito onde gostaríamos de criá-la e em seguida Criar Novo

Leia mais

Projeto CONDIGITAL Altos e Baixos da Função Guia do Professor

Projeto CONDIGITAL Altos e Baixos da Função Guia do Professor Projeto CONDIGITAL Altos e Baixos da Função Guia do Professor Página 1 de 7 Guia do Professor Caro(a) professor(a) A utilização de simulações digitais como objetos de aprendizagem tem sido difundida atualmente

Leia mais

USO DOS SOFTWARES GEOGEBRA E WXMAXIMA: COMO RECURSO METODOLÓGICO NO ENSINO DE MATEMÁTICA

USO DOS SOFTWARES GEOGEBRA E WXMAXIMA: COMO RECURSO METODOLÓGICO NO ENSINO DE MATEMÁTICA USO DOS SOFTWARES GEOGEBRA E WXMAXIMA: COMO RECURSO METODOLÓGICO NO ENSINO DE MATEMÁTICA Fernanda Caroline de Alcântara da Costa 1 Universidade Federal do Pará Fernandalcantara01@yahoo.com.br Aldo Moreira

Leia mais

INTERPRETAÇÃO GRÁFICA DOS SISTEMAS LINEARES UTILIZANDO O SOFTWARE WINPLOT

INTERPRETAÇÃO GRÁFICA DOS SISTEMAS LINEARES UTILIZANDO O SOFTWARE WINPLOT INTERPRETAÇÃO GRÁFICA DOS SISTEMAS LINEARES UTILIZANDO O SOFTWARE WINPLOT Susana Pereira da Cunha de Matos, Vanessa da Silva Pires 1 RESUMO Este trabalho apresenta uma interpretação gráfica dos sistemas

Leia mais

Experimento. Guia do professor. Otimização da cerca. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação

Experimento. Guia do professor. Otimização da cerca. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação Números e funções Guia do professor Experimento Otimização da cerca Objetivos da unidade 1. Resolver um problema de otimização através do estudo de uma função quadrática. 2. Estudar as propriedades de

Leia mais

WEBGIS Sistema Informativo Territorial

WEBGIS Sistema Informativo Territorial PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA WEBGIS Sistema Informativo Territorial MANUAL DE UTILIZAÇÃO Autor: Rony Camargo de Brito Primeira edição: 20-06-2008 Atualizado: 08-10-2008 Todos os Direitos Reservados

Leia mais

Capítulo 5: Aplicações da Derivada

Capítulo 5: Aplicações da Derivada Instituto de Ciências Exatas - Departamento de Matemática Cálculo I Profª Maria Julieta Ventura Carvalho de Araujo Capítulo 5: Aplicações da Derivada 5- Acréscimos e Diferenciais - Acréscimos Seja y f

Leia mais

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB I Semana de Educação Matemática: Discutindo o trabalho docente aliado às novas tendências educacionais 25 a 29 de maio de 2009 Minicurso: GEOGEBRA UM FORTE

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA AUXILIAR O ENSINO DE FUNÇÕES

A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA AUXILIAR O ENSINO DE FUNÇÕES A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA AUXILIAR O ENSINO DE FUNÇÕES Bruno BAZZO brunobaz@seed.pr.gov.br Resumo Maria Regina C M LOPES mrlopes@unicentro.br Este trabalho apresenta algumas atividades envolvendo

Leia mais

ROTEIRO PASSO A PASSO COMO CRIAR E ALIMENTAR UM BLOG

ROTEIRO PASSO A PASSO COMO CRIAR E ALIMENTAR UM BLOG ROTEIRO PASSO A PASSO COMO CRIAR E ALIMENTAR UM BLOG Elaborado por Márcia Azevedo Professora Formadora / Multiplicadora NTE Municipal de Campinas - 2010 - ÍNDICE Criando um blog... 3 Conhecendo as opções

Leia mais

SOFTWARES DE SIMULAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA

SOFTWARES DE SIMULAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA Aula 7 SOFTWARES DE SIMULAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA META Discutir a utilização de softwares no ensino de Química. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: Através da utilização do software carbópolis,

Leia mais

COM O BROFFICE IMPRESS

COM O BROFFICE IMPRESS Unidade Unidade 5 4 Preparando Compondo suas planilhas apresentações eletrônicas com com o BrOffice o BrOffice Impress Calc UNIDADE 5 PREPARANDO SUAS APRESENTAÇÕES COM O BROFFICE IMPRESS OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Leia mais

Todos os exercícios sugeridos nesta apostila se referem ao volume 1. MATEMÁTICA I 1 FUNÇÃO DO 1º GRAU

Todos os exercícios sugeridos nesta apostila se referem ao volume 1. MATEMÁTICA I 1 FUNÇÃO DO 1º GRAU FUNÇÃO IDENTIDADE... FUNÇÃO LINEAR... FUNÇÃO AFIM... GRÁFICO DA FUNÇÃO DO º GRAU... IMAGEM... COEFICIENTES DA FUNÇÃO AFIM... ZERO DA FUNÇÃO AFIM... 8 FUNÇÕES CRESCENTES OU DECRESCENTES... 9 SINAL DE UMA

Leia mais

Introdução ao Epi Info - Versão Windows

Introdução ao Epi Info - Versão Windows Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 - Informática Introdução ao Epi Info - Versão Windows Apresentação do Software Criar Ficha (Make View) Cria

Leia mais

Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010

Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010 Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010 Professor: Bruno Gomes Disciplina: Informática Básica Curso: Gestão de Turismo Sumário da aula: 1. Abrindo o Excel; 2. Conhecendo a Tela do Excel. 3. Inserindo

Leia mais

Aula 8 POWER POINT. Patrícia Soares de Lima. META Aprender a utilizar o Power Point como ferramenta pedagógica nas aulas de Química.

Aula 8 POWER POINT. Patrícia Soares de Lima. META Aprender a utilizar o Power Point como ferramenta pedagógica nas aulas de Química. Aula 8 POWER POINT META Aprender a utilizar o Power Point como ferramenta pedagógica nas aulas de Química. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: Discutir, de forma breve, a utilização deste software

Leia mais

INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA GRUPO DE PESQUISA LEITURA NA TELA

INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA GRUPO DE PESQUISA LEITURA NA TELA INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA GRUPO DE PESQUISA LEITURA NA TELA Núcleo de Educação a Distância UniEvangélica 2 ÍNDICE 1 Introdução à Informática... 3 1. O Computador... 3 Teclado... 3 Mouse... 5 Monitor...

Leia mais

CRUZAMENTO DE VARIÁVEIS, ANÁLISE BIVARIADA E GRÁFICOS

CRUZAMENTO DE VARIÁVEIS, ANÁLISE BIVARIADA E GRÁFICOS Sphinx APRENDIZ - p.201 8 ANÁLISES CRUZADAS E MÚLTIPLAS CRUZAMENTO DE VARIÁVEIS, ANÁLISE BIVARIADA E GRÁFICOS O sistema permite que sejam feitos cruzamentos dos mais diversos tipos de variáveis. Os cruzamentos,

Leia mais

Uma análise qualitativa RESUMO

Uma análise qualitativa RESUMO Mostra Nacional de Iniciação Científica e Tecnológica Interdisciplinar III MICTI Fórum Nacional de Iniciação Científica no Ensino Médio e Técnico - I FONAIC-EMT Camboriú, SC, 22, 23 e 24 de abril de 2009

Leia mais

Conceitos: A fração como coeficiente. A fração e a sua representação gráfica. Termos que compõem uma fração. Fração unidade. Fração de um número.

Conceitos: A fração como coeficiente. A fração e a sua representação gráfica. Termos que compõem uma fração. Fração unidade. Fração de um número. Unidade 1. As frações. Enquadramento Curricular em Espanha: Objetos de aprendizagem: 1.1. Conceito de fração Identificar os termos de uma fração. Escrever e ler frações. Comparar frações com igual denominador.

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME APRESENTAÇÃO Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE WORD 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha. Programador:

Leia mais

APOSTILA DE INFORMÁTICA MICROSOFT WORD 2012

APOSTILA DE INFORMÁTICA MICROSOFT WORD 2012 APOSTILA DE INFORMÁTICA MICROSOFT WORD 2012 Profa Responsável Fabiana P. Masson Caravieri SUMÁRIO 1. MICROSOFT WORD 2010.... 3 1.1 INICIANDO O WORD 2010.... 3 2. Pagina Inicial.... 6 2.1 Aba arquivo...

Leia mais

Programação em papel quadriculado

Programação em papel quadriculado 4 NOME DA AULA: Programação em papel quadriculado Tempo de aula: 45 60 minutos Tempo de preparação: 10 minutos Objetivo principal: ajudar os alunos a entender como a codificação funciona. RESUMO Ao "programar"

Leia mais

MODELIX SYSTEM SOFTWARE DE PROGRAMAÇÃO DE ROBÔS

MODELIX SYSTEM SOFTWARE DE PROGRAMAÇÃO DE ROBÔS MODELIX SYSTEM SOFTWARE DE PROGRAMAÇÃO DE ROBÔS A Modelix Robotics é pioneira dentre as empresas nacionais no segmento de robótica educacional (uso acadêmico e educação tecnológica) e robótica para usuário

Leia mais

Departamento de Matemática - UEL - 2010. Ulysses Sodré. http://www.mat.uel.br/matessencial/ Arquivo: minimaxi.tex - Londrina-PR, 29 de Junho de 2010.

Departamento de Matemática - UEL - 2010. Ulysses Sodré. http://www.mat.uel.br/matessencial/ Arquivo: minimaxi.tex - Londrina-PR, 29 de Junho de 2010. Matemática Essencial Extremos de funções reais Departamento de Matemática - UEL - 2010 Conteúdo Ulysses Sodré http://www.mat.uel.br/matessencial/ Arquivo: minimaxi.tex - Londrina-PR, 29 de Junho de 2010.

Leia mais

Trabalhando Matemática: percepções contemporâneas

Trabalhando Matemática: percepções contemporâneas CONSTRUINDO CONCEITOS SOBRE FAMÍLIA DE FUNÇÕES POLINOMIAL DO 1º GRAU COM USO DO WINPLOT Tecnologias da Informação e Comunicação e Educação Matemática (TICEM) GT 06 MARCOS ANTONIO HELENO DUARTE Secretaria

Leia mais

WIN-SOFT STARTER. Software de simulação e especificação para soft starters SIRIUS 3RW. www.siemens.com.br/sirius. Win-Soft Starter Versão 1.

WIN-SOFT STARTER. Software de simulação e especificação para soft starters SIRIUS 3RW. www.siemens.com.br/sirius. Win-Soft Starter Versão 1. WIN-SOFT STARTER Software de simulação e especificação para soft starters SIRIUS 3RW Versão: 1.1-BR Edição: 08/2011 www.siemens.com.br/sirius Agosto 2011 Página 1 Conteúdo 1. Introdução... 3 2. Soft Starters

Leia mais

OpenOffice Calc Aula 4

OpenOffice Calc Aula 4 OpenOffice Calc Aula 4 Objetivos: Apresentar a criação de um gráfico no CALC, a partir dos dados em uma planilha Apresentar os diversos tipos de gráficos e suas aplicações (gráfico de coluna, de linha,

Leia mais

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica Em certa época, a planilha era um pedaço de papel que os contadores e planejadores de empresas utilizavam para colocar

Leia mais

GIED Grupo de Informática Educativa. Apresentação de Slides

GIED Grupo de Informática Educativa. Apresentação de Slides Apresentação de Slides Animação Figuras Fala dos personagens Personagens Cenários Professora: Olá pessoal. Hoje nós vamos aprender sobre apresentação de Slides. de Projeção (cenário parecido com o OA de

Leia mais

Microsoft PowerPoint XP. Módulo I I

Microsoft PowerPoint XP. Módulo I I FUNCICI MG ESCOLA TÉCNICA DE FORMAÇÃO GERENCIAL DE CONTAGEM CURSO TÉCNICO AMBIENTAL E DE SEGURANÇA APOSTILA BÁSICA: Microsoft PowerPoint XP Módulo I I Elaborada por: Walter Santos 2007 2 S U M Á R I O

Leia mais

GEOGEBRA: AS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS AO ENSINO DA MATEMÁTICA

GEOGEBRA: AS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS AO ENSINO DA MATEMÁTICA ISSN 2316-7785 GEOGEBRA: AS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS AO ENSINO DA MATEMÁTICA RESUMO Sersana Sabedra de Oliveira Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA sersana@hotmail.com Nívea Maria Barreto Nunes

Leia mais

MANUAL DO AVA GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Rua Ramos Ferreira, 991 A - Centro Fone: (92) 3878-7479 / 3233-6836 Manaus AM CEP: 69010-120

MANUAL DO AVA GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Rua Ramos Ferreira, 991 A - Centro Fone: (92) 3878-7479 / 3233-6836 Manaus AM CEP: 69010-120 MANUAL DO AVA 1. O QUE É EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA? A Educação a Distância, como dispõe o Decreto nº 5.622, de 19/12/2005, caracterizase como uma modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica

Leia mais

UMA PROPOSTA DINÂMICA PARA O ENSINO DE FUNÇÃO AFIM A PARTIR DE ERROS DOS ALUNOS NO PRIMEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO

UMA PROPOSTA DINÂMICA PARA O ENSINO DE FUNÇÃO AFIM A PARTIR DE ERROS DOS ALUNOS NO PRIMEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC/SP Adinilson Marques Reis UMA PROPOSTA DINÂMICA PARA O ENSINO DE FUNÇÃO AFIM A PARTIR DE ERROS DOS ALUNOS NO PRIMEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO Dissertação apresentada

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ DISCIPLINA PRISE/PROSEL - 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ DISCIPLINA PRISE/PROSEL - 1ª ETAPA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ DISCIPLINA PRISE/PROSEL - 1ª ETAPA Competência Geral para a Matemática no Ensino Médio: Reconhecer, Interpretar e utilizar as informações matemáticas selecionadas a partir

Leia mais

Construindo recursos de tratamento

Construindo recursos de tratamento Construindo recursos de tratamento Número da Publicação spse01530 Construindo recursos de tratamento Número da Publicação spse01530 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a

Leia mais

CURSO DE CAPACITAÇÃO O USO DE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E AS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO DOS DOCENTES NA REDE MUNICIPAL DE GURUPI TO

CURSO DE CAPACITAÇÃO O USO DE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E AS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO DOS DOCENTES NA REDE MUNICIPAL DE GURUPI TO CURSO DE CAPACITAÇÃO O USO DE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E AS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO DOS DOCENTES NA REDE MUNICIPAL DE GURUPI TO A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA COMO FERRAMENTA DE ENSINO

Leia mais

Tecnologias de Informação e Comunicação no Estudo de Temas Matemáticos

Tecnologias de Informação e Comunicação no Estudo de Temas Matemáticos Tecnologias de Informação e Comunicação no Estudo de Temas Matemáticos Silvia Cristina F. Batista Gilmara Teixeira Barcelos Flávio de Freitas Afonso 1 Centro Federal de Educação Tecnológica de Campos CEFET-Campos

Leia mais

Proposta de atividade para a disciplina Cálculo Diferencial e Integral com uso software Winplot

Proposta de atividade para a disciplina Cálculo Diferencial e Integral com uso software Winplot Proposta de atividade para a disciplina Cálculo Diferencial e Integral com uso software Winplot para os conteúdos: gráficos de equações e área de uma região em coordenadas polares Egídio Rodrigues Martins

Leia mais

Ana Lucia Infantozzi Jordão

Ana Lucia Infantozzi Jordão PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC/SP Ana Lucia Infantozzi Jordão Produto da Dissertação: Um Estudo sobre a resolução algébrica e gráfica de Sistemas Lineares 3x3 no 2º ano do Ensino Médio

Leia mais

MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice

MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice Item MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice Página 1.Apresentação... 4 2.Funcionamento Básico... 4 3.Instalando o MCS... 4, 5, 6 4.Utilizando o MCS Identificando

Leia mais

VISUALIZANDO FUNÇÕES COM AUXÍLIO DE TECNOLOGIA COMPUTACIONAL

VISUALIZANDO FUNÇÕES COM AUXÍLIO DE TECNOLOGIA COMPUTACIONAL VISUALIZANDO FUNÇÕES COM AUXÍLIO DE TECNOLOGIA COMPUTACIONAL Adelmo Ribeiro de Jesus* RESUMO Este artigo pretende apresentar uma nova visão do estudo das funções através da utilização de um programa computacional,

Leia mais

UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA. Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu. Mestrado Profissional em Educação Matemática WENDEL DE OLIVEIRA SILVA

UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA. Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu. Mestrado Profissional em Educação Matemática WENDEL DE OLIVEIRA SILVA UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado Profissional em Educação Matemática WENDEL DE OLIVEIRA SILVA KIT VIRTUAL DE APOIO (KVA) Vassouras 2011 WENDEL DE OLIVEIRA SILVA

Leia mais

Tutorial: Abrindo Vídeos e Medindo Comprimentos no ImageJ

Tutorial: Abrindo Vídeos e Medindo Comprimentos no ImageJ 1 1. Introdução Tutorial: Abrindo Vídeos e Medindo Comprimentos no ImageJ O ImageJ é um software livre (freeware) que pode ser obtido gratuitamente no site http://rsb.info.nih.gov/ij/. Esse software é

Leia mais

4o Ano. Aula 1 Prof. Sidnéia Valero Egido

4o Ano. Aula 1 Prof. Sidnéia Valero Egido 4o Ano Aula 1 Prof. Sidnéia Valero Egido Introdução Scratch é uma linguagem de programação desenvolvida por uma conceituada universidade norte-americana (MIT). Através de um sistema inovador que introduz

Leia mais

SOLID EDGE ST3 TUTORIAL 2 CRIANDO UM DESENHO NO AMBIENTE DRAFT

SOLID EDGE ST3 TUTORIAL 2 CRIANDO UM DESENHO NO AMBIENTE DRAFT SOLID EDGE ST3 TUTORIAL 2 CRIANDO UM DESENHO NO AMBIENTE DRAFT Esse tutorial traz passo a passo instruções para criação de um desenho no ambiente Draft. Na criação dos desenhos você aprenderá as técnicas

Leia mais

Projeto CONDIGITAL Portas da Matemática Guia do Professor

Projeto CONDIGITAL Portas da Matemática Guia do Professor Projeto CONDIGITAL Portas da Matemática Guia do Professor Página 1 de 7 Caro(a) professor(a) Guia do Professor A utilização de simulações digitais como objetos de aprendizagem tem sido difundida atualmente

Leia mais

UNIDADE III Sistemas Operacionais WINDOWS

UNIDADE III Sistemas Operacionais WINDOWS UNIDADE III Sistemas Operacionais WINDOWS Objetivo da unidade Objetivo Geral Apontar as noções básicas do Windows Praticar o aprendizado sobre o Sistema Operacional Objetivos Específicos Entender como

Leia mais

Apostilas OBJETIVA Atendente Comercial / Carteiro / Op. Triagem e Transbordo CORREIOS - Concurso Público 2015 2º CADERNO. Índice

Apostilas OBJETIVA Atendente Comercial / Carteiro / Op. Triagem e Transbordo CORREIOS - Concurso Público 2015 2º CADERNO. Índice 2º CADERNO Índice Pg. Microsoft Office: Excel 2010... Exercícios pertinentes... 02 63 Microsoft Office: Power Point 2010... Exercícios pertinentes... 104 146 Internet e Intranet. Conceitos básicos, navegadores

Leia mais

Capítulo 5 - Funções Reais de Variável Real

Capítulo 5 - Funções Reais de Variável Real Capítulo 5 - Funções Reais de Variável Real Carlos Balsa balsa@ipb.pt Departamento de Matemática Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Bragança Matemática I - 1 o Semestre 2011/2012 Matemática I 1/

Leia mais

4Distribuição de. freqüência

4Distribuição de. freqüência 4Distribuição de freqüência O objetivo desta Unidade é partir dos dados brutos, isto é, desorganizados, para uma apresentação formal. Nesse percurso, seção 1, destacaremos a diferença entre tabela primitiva

Leia mais

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. ESSE MATERIAL NÃO PODE SER DISTRIBUÍDO SEM A DEVIDA AUTORIZAÇÃO DO GAPE SOB PENA DE PAGAMENTO DE MULTA.

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. ESSE MATERIAL NÃO PODE SER DISTRIBUÍDO SEM A DEVIDA AUTORIZAÇÃO DO GAPE SOB PENA DE PAGAMENTO DE MULTA. EXCEL PARA TODOS 1 AULA 01 OPERAÇÕES BÁSICAS E RÉGUA DE FORMATAÇÃO 1. Operações Básicas Muitas dessas operações você já faz e utiliza normalmente, tanto nas suas tarefas diárias quanto com o uso do Excel.

Leia mais

APOSTILA DE EXCEL 2007

APOSTILA DE EXCEL 2007 APOSTILA DE EXCEL 2007 1. Introdução Quando você cria uma planilha nova, a tela do computador é dividida em linhas e colunas, formando uma grade. A interseção de uma linha e de uma coluna é chamada de

Leia mais

Como fazer busca de imagem no Google?

Como fazer busca de imagem no Google? Como fazer busca de imagem no Google? Passo 1: Acesse o endereço do Google e depois clique na opção Imagens, que fica na barra superior da página Passo 2. Digite a palavra que procura. Observe que o Google

Leia mais

CADERNOS DE INFORMÁTICA Nº 1. Fundamentos de Informática I - Word 2010. Sumário

CADERNOS DE INFORMÁTICA Nº 1. Fundamentos de Informática I - Word 2010. Sumário CADERNO DE INFORMÁTICA FACITA Faculdade de Itápolis Aplicativos Editores de Texto WORD 2007/2010 Sumário Editor de texto... 3 Iniciando Microsoft Word... 4 Fichários:... 4 Atalhos... 5 Área de Trabalho:

Leia mais

AULA COM O SOFTWARE GRAPHMATICA PARA AUXILIAR NO ENSINO E APRENDIZAGEM DOS ALUNOS

AULA COM O SOFTWARE GRAPHMATICA PARA AUXILIAR NO ENSINO E APRENDIZAGEM DOS ALUNOS AULA COM O SOFTWARE GRAPHMATICA PARA AUXILIAR NO ENSINO E APRENDIZAGEM DOS ALUNOS Tecnologias da Informação e Comunicação e Educação Matemática (TICEM) GT 06 Manoel Luiz de Souza JÚNIOR Universidade Estadual

Leia mais

Introdução ao GeoGebra

Introdução ao GeoGebra Universidade Federal de Alfenas UNIFAL-MG Introdução ao GeoGebra Prof. Dr. José Carlos de Souza Junior AGOSTO 2010 Sumário 1 Primeiros Passos com o GeoGebra 4 1.1 Conhecendo o Programa............................

Leia mais

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros 2º ciclo PCA - 6º ano Planificação Anual 2013-2014 MATEMÁTICA METAS CURRICULARES

Leia mais

Resumo. Maria Bernadete Barison apresenta aulas práticas sobre RETAS em Desenho Geométrico. Geométrica vol.1 n.1d. 2006 RETAS CAD

Resumo. Maria Bernadete Barison apresenta aulas práticas sobre RETAS em Desenho Geométrico. Geométrica vol.1 n.1d. 2006 RETAS CAD 1 1. INTRODUÇÃO. RETAS CAD Iniciaremos o estudo das retas construindo no CAD alguns exercícios já construídos na aula teórica utilizando a régua e o compasso. Entretanto, o nosso compasso aqui será o comando

Leia mais

ÍNDICE. Tela de Configuração...03. Dados de Etiqueta...04. Configuração da Impressora...05. Configuração do Papel...06. Itens para Inserção...

ÍNDICE. Tela de Configuração...03. Dados de Etiqueta...04. Configuração da Impressora...05. Configuração do Papel...06. Itens para Inserção... Layout de Etiquetas ÍNDICE Tela de Configuração...03 Dados de Etiqueta...04 Configuração da Impressora...05 Configuração do Papel...06 Itens para Inserção...07 Recursos...08 Configurações dos Itens Selecionados...09

Leia mais

Questões de Informática 2011 - Editores de Texto

Questões de Informática 2011 - Editores de Texto 1. Existe uma operação específica no Word que serve para destacar um texto selecionado colocando uma moldura colorida em sua volta, como uma caneta "destaque" (iluminadora). Trata-se de a) "Cor da borda".

Leia mais

Aula 1: BrOffice Calc Introdução. Você verá por aqui...

Aula 1: BrOffice Calc Introdução. Você verá por aqui... Aula 1: BrOffice Calc Introdução Você verá por aqui... Os softwares de planilha eletrônica são os mais utilizados nas empresas depois dos editores de textos. A categoria das planilhas eletrônicas manipula

Leia mais

Gráficos estatísticos: histograma. Série Software ferramenta

Gráficos estatísticos: histograma. Série Software ferramenta Gráficos estatísticos: histograma Série Software ferramenta Funcionalidade Este software permite a construção de histogramas a partir de uma tabela de dados digitada pelo usuário. Gráficos estatísticos:

Leia mais

KISSsoft 03/2014 Tutorial 6

KISSsoft 03/2014 Tutorial 6 KISSsoft 03/2014 Tutorial 6 Editor de Eixos-Árvore KISSsoft AG Rosengartenstrasse 4 8608 Bubikon Suiça Telefone: +41 55 254 20 50 Fax: +41 55 254 20 51 info@kisssoft.ag www.kisssoft.ag Índice 1 Começando

Leia mais

MICROSOFT OFFICE EXCEL 2007

MICROSOFT OFFICE EXCEL 2007 LEIAME Nenhuma informação da APOSTILA - MICROSOFT OFFICE EXCEL 2007 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do autor. MICROSOFT OFFICE EXCEL 2007 Efetue cálculos, analise

Leia mais

Estatística no EXCEL

Estatística no EXCEL Estatística no EXCEL Prof. Ms. Osorio Moreira Couto Junior 1. Ferramentas... 2 2. Planilha de dados... 3 2.1. Introdução... 3 2.2. Formatação de células... 4 2.3. Inserir ou Excluir Linhas e Colunas...

Leia mais

Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação

Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 - Informática Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação 1 Introdução ao Microsoft PowerPoint

Leia mais

fx-82ms fx-83ms fx-85ms fx-270ms fx-300ms fx-350ms

fx-82ms fx-83ms fx-85ms fx-270ms fx-300ms fx-350ms O uso da Calculadora Científica (Casio fx) fx-82ms fx-83ms fx-85ms fx-270ms fx-300ms fx-350ms Prof. Ms. Renato Francisco Merli 2013 1 Sumário 1. Antes de Começar... 2 2. Cálculos Básicos... 8 3. Cálculos

Leia mais

1- Tela inicial do AUTOCAD 2013

1- Tela inicial do AUTOCAD 2013 1- Tela inicial do AUTOCAD 2013 2- Clique em NOVO 3- Para mudar a cor do fundo digite OP (de options): Se quiser veja o vídeo ilustrativo desse procedimento: http://www.youtube.com/watch?v=g7kig_yhpx4

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DO ENSINO SECUNDÁRIO MATEMÁTICA B 12º ANO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DO ENSINO SECUNDÁRIO MATEMÁTICA B 12º ANO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DO ENSINO SECUNDÁRIO MATEMÁTICA B 12º ANO Curso Científico-Humanístico de Artes Visuais 1 Cursos Tecnológicos de Construção Civil e Edificações, de Electrotecnia e Electrónica,

Leia mais

Análise de Arredondamento em Ponto Flutuante

Análise de Arredondamento em Ponto Flutuante Capítulo 2 Análise de Arredondamento em Ponto Flutuante 2.1 Introdução Neste capítulo, chamamos atenção para o fato de que o conjunto dos números representáveis em qualquer máquina é finito, e portanto

Leia mais

M-MACBETH. M-MACBETH Versão 3.0.0 (beta) Manual do usuário

M-MACBETH. M-MACBETH Versão 3.0.0 (beta) Manual do usuário M-MACBETH M-MACBETH Versão 3.0.0 (beta) Manual do usuário Janeiro 2015 www.m-macbeth.com M-MACBETH permite avaliar opções comparando-as qualitativamente em termos das suas diferenças de atratividade em

Leia mais

AULA DE REPOSIÇÃO 001 / 3º ANO

AULA DE REPOSIÇÃO 001 / 3º ANO UL DE REPOSIÇÃO 00 / 3º NO Introdução Inicialmente, para a primeira aula, será feita uma retomada de todo o assunto já estudado, uma vez que não é nada fácil simplesmente retomar o conteúdo sem que sejam

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior 2000 Mozart de Melo Alves Júnior INTRODUÇÃO O Excel 7.0 é um aplicativo de planilha desenvolvido para ser usado dentro do ambiente Windows. As planilhas criadas a partir desta ferramenta poderão ser impressas,

Leia mais

XII Encontro de Pós-Graduação e Pesquisa Universidade de Fortaleza 22 à 26 de Outubro de 2012

XII Encontro de Pós-Graduação e Pesquisa Universidade de Fortaleza 22 à 26 de Outubro de 2012 XII Encontro de Pós-Graduação e Pesquisa Universidade de Fortaleza 22 à 26 de Outubro de 2012 AVALIAÇÃO DO USO DO SOFTWARE GEOGEBRA NO ENSINO DE GEOMETRIA: REFLEXÃO DA PRÁTICA NA ESCOLA. Eimard Gomes Antunes

Leia mais

APRENDENDO FUNÇÕES AFIM E QUADRÁTICA COM O WINPLOT Educação Matemática nos Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio (EMAIEFEM) GT 10 RESUMO

APRENDENDO FUNÇÕES AFIM E QUADRÁTICA COM O WINPLOT Educação Matemática nos Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio (EMAIEFEM) GT 10 RESUMO APRENDENDO FUNÇÕES AFIM E QUADRÁTICA COM O WINPLOT Educação Matemática nos Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio (EMAIEFEM) GT 10 RESUMO O presente relato é uma experiência de bolsistas do PIBID

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO SOFTWARE GrafEq 2.12

APRESENTAÇÃO DO SOFTWARE GrafEq 2.12 OFICINA: A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GRAFEQ NO ENSINO MÉDIO: REPRESENTAÇÕES ALGÉBRICAS E GEOMÉTRICAS. MINISTRANTES: Darlã Nogara oliveira, Bruna Stail, Prof. Me. Felipe L. Valério, Maiara Ghiggi, Pitias B.

Leia mais

LINGUAGEM LOGO: EXPLORANDO CONCEITOS MATEMÁTICOS

LINGUAGEM LOGO: EXPLORANDO CONCEITOS MATEMÁTICOS LINGUAGEM LOGO: EXPLORANDO CONCEITOS MATEMÁTICOS Vanderlei Rodrigues Gregolin Professor Assistente Doutor da FCLAr/Unesp/Araraquara e-mail: vgregolin@terra.com.br RESUMO: A linguagem computacional Logo,

Leia mais

Construindo recursos procedimentais

Construindo recursos procedimentais Construindo recursos procedimentais Número da Publicação spse01535 Construindo recursos procedimentais Número da Publicação spse01535 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e

Leia mais

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais.

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. MICROSOFT WINDOWS O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. Apresentaremos a seguir o Windows 7 (uma das versões do Windows)

Leia mais

Explodindo montagens

Explodindo montagens Explodindo montagens Número da Publicação spse01691 Explodindo montagens Número da Publicação spse01691 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a documentação relacionada são

Leia mais