XXIV SEMANA ACADÊMICA DE MATEMÁTICA. Minicurso: Explorando o GeoGebra: Um software para o ensino e aprendizagem da matemática.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "XXIV SEMANA ACADÊMICA DE MATEMÁTICA. Minicurso: Explorando o GeoGebra: Um software para o ensino e aprendizagem da matemática."

Transcrição

1 Universidade Estadual do Oeste do Paraná CCET MATEMÁTICA XXIV SEMANA ACADÊMICA DE MATEMÁTICA Minicurso: Explorando o GeoGebra: Um software para o ensino e aprendizagem da matemática. Ministrantes: Daniel Zampieri Loureiro, Daniely Raquel Ghirotto, Diogo Leandro Piano, Franciele Taís de Oliveira, Jacqueline Gabriela Cantu, Jaqueline Greff, Loise Dietrich, Luciane Maria Tondo, Marizete Laufer Bolsitas do Projeto Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência PIBID Coordenado pela Professora Arleni Elise Sella Langer Resumo: Neste minicurso serão trabalhados os conceitos básico para manipulação do software GeoGebra, apresentando suas ferramentas e formas de utilização. Em seguida serão propostas algumas atividades de construção para fixar a utilização das ferramentas. No segundo momento pretende-se desenvolver algumas aplicações matemáticas com a utilização do GeoGebra. Cascavel 2010

2 Ministrante: Luciane Maria Tondo. ATIVIDADES ENVOLVENDO PONTO, RETA E PLANO. ATIVIDADE 1 1. Abra um arquivo novo. 2. Crie um ponto e nomeie-o P. modifique a cor do ponto para vermelho e seu estilo para tamanho Para isso, escolha a ferramenta Novo ponto e clique em qualquer local na área de desenho. Automaticamente o Geogebra o denominará A, sua cor será azul e de tamanho Para alterar as características do ponto clique com o botão direito do mouse sobre ele. 5. Escolha a opção Propriedades. Na janela propriedades escolha a paleta Básico e altere o nome do ponto, em seguida escolha a paleta Cor e altere a sua cor, na paleta Estilo poderá alterar o tamanho do ponto. 6. Clique em Fechar e as alterações já estarão modificadas. 7. Crie uma reta, nomeie-e a r e modifique seu estilo para tracejado de espessura Para isso, escolha a ferramenta Reta Definida por Dois Pontos, clique em um local do plano, mova o cursor, escolha a posição da reta e clique novamente com o botão esquerdo do mouse. Perceba que é necessário determinar um segundo ponto para que a reta seja traçada. 9. Por padrão, o Geogebra nomeará o primeiro ponto de A, o segundo de B e a reta por a. Clique com o botão direito sobre a reta e escolha a opção Propriedades, altere seus nomes, cores e espessuras e estilo de linha. 10. Determine um ponto Q pertencente à reta r, distintos dos pontos que deram origem à reta. 11. Para isso escolha a ferramenta Novo Ponto e posicione o cursor sobre a reta, quando o cursor estiver sobre a reta aparecerá uma caixa de alerta. Clique, nesta posição será marcado o ponto C. Modifique o nome para Q, conforme já descrito. 12. Determine um ponto T não pertencente à reta r. 13. Com a ferramenta Novo Ponto clique sobre um local do plano não pertencente a reta. Nomeie-o T. 14. Apague o ponto P. 2

3 15. Clique sobre os botões Desfazer e Refazer e observe suas ações sobre a construção. 16. Escolha a ferramenta Mover e arraste o ponto T, coloque e retire-o do traçado da reta. Agora, tente retirar o ponto Q da reta. O que acontece? Explique. 17. Apague o ponto A. O que acontece com a reta r? Desfaça a ação e repita o mesmo com o ponto B. 18. Para finalizar salve o arquivo com o nome Atividade1.ggb. ATIVIDADE Abra um novo arquivo. 2. Crie dois pontos, nomeie-os P e Q. 3. Pode-se clicar com o botão direito sobre o ponto e escolher a opção Renomear. 4. Desenhe a reta que passa por P e Q e atribua a essa reta o nome s. 5. Use a ferramenta Reta Definida por dois Pontos, clique sobre os dois pontos. Nomeie a reta por s e altere a cor da reta por verde. 6. Agora tente usar a ferramenta Reta Definida por dois Pontos para traçar outra reta de cor preta que passe por P e Q. O que acontece? 7. Desfaça a construção para retornar a reta s. 8. Crie um ponto M fora de s. Crie uma nova reta r que é determinada por M e P. 9. Como consequência o ponto P pertencerá as duas retas r e s. O que chamamos de interseção de r e s. 10. Tente movimentar, a reta r, o ponto Q, o ponto M, a reta s. O ponto P deixa de pertencer às duas retas? Tente movimentar o ponto P, tente retira-lo da interseção. Isso é possível? 11. Salve este arquivo como Atividade2.ggb. Ministrante: Jaqueline Greff. ATIVIDADES DE POLÍGONOS ATIVIDADE Utilizando a ferramenta polígono construa um polígono qualquer, e determine suas bissetrizes e movimente os vértices dos polígonos. 3

4 ATIVIDADE Construa um triângulo qualquer utilizando a ferramenta polígono regular. 2. Determine sua altura, uma de suas bissetrizes, a medida de seus ângulos internos, a medida de sua altura, seu perímetro, sua área, e a mediatriz de um de seus lados. ATIVIDADE Clique em exibir, exibir malha, construa um quadrado utilizando a ferramenta polígonos regulares (de cinco unidades por exemplo), depois conte os quadradinhos e verifique o valor da área fornecida na parte esquerda. 2. Construa agora sem apagar o quadrado um triângulo usando a opção polígonos (de base 5 unidades e altura 5 unidades por exemplo). Conte os quadradinhos. 3. Identifique a base e a altura dos polígonos desenhados. 4. Faça isso e responda: a. A partir da medida das bases e das alturas dos polígonos, é possível construir uma relação numérica para essas áreas? b. Pense inicialmente no quadrado, qual é a relação entre o valor encontrado para a área e a medida do lado? c. Pense agora no triângulo. Qual é a relação entre o valor encontrado para a área e as medidas da base e da altura? ATIVIDADE Clique em exibir, exibir malha, construa um quadrado utilizando a ferramenta polígonos (de base maior 7 unidades, base menor de 3 unidades e altura 3 unidades). 2. Construa um retângulo (de base 5 unidades e altura 3 unidades). 3. Faça uma análise das áreas dos dois polígonos, qual conclusão conseguiu chegar? Tente obter uma relação entre a área do trapézio e a área do retângulo geometricamente. 4

5 Ministrante: Daniel Zampieri Loureiro. SEGMENTO ÁUREO Definição: Dado um segmento AB, determinar um ponto C, interno a A B, tal que A C CB =. O segmento AC que satisfaz as condições do problema anterior, ou AB AC qualquer outro segmento congruente a ele, é denominado segmento áureo de AB. ATIVIDADE Construa o segmento áureo de um segmento AB de 7cm de comprimento. Qual é, aproximadamente, a medida desse segmento áureo? 2. Construa o segmento áureo de qualquer. 3. Construa um triângulo isósceles cujos lados congruentes tem comprimento 5cm e cuja base é o segmento áureo de 5cm. Verifique que o ângulo do vértice mede 36º. Ministrante: Jaqueline Cantu. ATIVIDADES DE CIRCUNFERÊNCIAS ATIVIDADE Construa uma circunferência com: a. medida do raio igual a 2 cm; b. centro O e identifique-o com outra cor; c. pontos ( A, B e C ) pertencentes á circunferência; d. pontos ( D, E e F ) exteriores á circunferência; e. pontos ( G, H e I ) interiores á circunferência; 2. Calcule a área e o perímetro da circunferência. ATIVIDADE Um ponto P dista 10cm do centro O de uma circunferência de raio 5cm. T 2. Trace uma reta tangente á circunferência passando por P. 5

6 ATIVIDADE Se construirmos duas circunferências tangentes entre si, seus centros e o ponto de tangencia serão colineares? 2. Faça uma construção que verifique essa propriedade. ATIVIDADE Por meio de uma construção mostre que vale a seguinte proposição: Numa circunferência, se um raio é perpendicular a uma corda, então ele intercepta a corda no seu ponto médio. ATIVIDADE Por meio de uma construção mostre que vale a seguinte proposição: Uma reta perpendicular a um raio de uma circunferência na sua extremidade final é tangente á mesma. Ministrante: Diogo Leandro Piano. ATIVIDADES DE ÂNGULOS ATIVIDADE Crie um pentágono regular. 2. Calcule seu perímetro e depois seu apótema. ATIVIDADE Construa um triângulo retângulo de catetos iguais a 6 unidades e 3 unidades. 2. Calcule sua área. ATIVIDADE Construa um ângulo agudo 2. Construa um ângulo obtuso 3. Meça os ângulos formados. 6

7 ATIVIDADE Construa dois ângulos adjacentes, utilizando a ferramenta ângulo de amplitude fixa, sendo um com medida de 60 graus e o outro com 45 graus. 2. Depois de construí-los meça a soma desses dois ângulos. ATIVIDADE Construa uma polígono qualquer, e faça o seguinte: a. Meça os seus lados; b. Calcule a medida dos seus ângulos; c. Calcule a área dessa figura. Ministrante: Loise Dietrich. ATIVIDADES DE FUNÇÕES ATIVIDADE Analisando a função linear - como ela se comporta quando os coeficientes mudam? 2. Crie um vetor seletor a variando de (-10,10), com incremento 1; 3. Crie um vetor seletor b variando de (-10,10), com incremento 1; 4. No campo de entrada de texto crie a função abaixo e pressione Enter. 5. f(x)=a*x+b ou f(x)=a x+b 6. Oscile os seletores criados, clicando e segurando com o botão esquerdo sobre a ou b e verifique o que acontece com a função. Ou ative a animação de cada seletor. ATIVIDADE A função do segundo grau: 2. Crie um vetor seletor a variando de (-10,10), com incremento 1; 3. Crie um vetor seletor b variando de (-10,10), com incremento 1; 4. Crie um vetor seletor c variando de (-10,10), com incremento 1; 5. No campo de entrada de texto crie a função abaixo e pressione Enter. 6. f(x)=a*x^2+b*x + c 7. Fixando a=1, movimente o seletor b e verifique o que acontece com a função; 8. Fixando a=1 e b=0, movimente o seletor c e verifique; 7

8 9. Fixando a=1 e c=0, movimente o seletor b verificando o movimento da função; 10. Analise o movimento de todos os seletores obtendo conclusões do comportamento da função. ATIVIDADE Analisando a função seno: 2. Crie um vetor seletor a variando de (-5,5), com incremento 0.5; 3. Crie a função seno no campo de entrada de texto 4. g(x)=sin(x+a) 5. Movimente o vetor a e verifique o que acontece; 6. Modifique a função seno escrevendo-a como; 7. g(x)=sin(x a) ou g(x)=sin(x*a) 8. Verifique o que acontece com a função ao movimentar a, ou ao colocar a animação ativada. 9. Modifique a função seno escrevendo-a da forma abaixo e repita o processo anterior de análise; 10. g(x)=a+sin(x) 11. Faça o mesmo com a função abaixo 12. g(x)=a*sin(x) ou g(x)=a sin(x) ATIVIDADE Analisando a função cosseno: 2. Crie um vetor seletor a variando de (-5,5), com incremento 0.5; 3. Crie a função seno no campo de entrada de texto; 4. h(x)=cos(x+a) 5. Movimente o vetor a e verifique o que acontece; 6. Modifique a função seno escrevendo-a como; 7. h(x)=cos(x a) ou h(x)=cos(x*a) 8. Verifique o que acontece com a função ao movimentar a, ou ao colocar a animação ativada; 9. Modifique a função seno escrevendo-a da forma abaixo e repita o processo anterior de análise; 10. h(x)=a+cos(x) 11. Faça o mesmo com a função abaixo. 12. h(x)=a*cos(x) ou h(x)=a cos(x) 8

9 Ministrante: Daniely Raquel Ghirotto. CONSTRUÇÃO DA PARÁBOLA ATIVIDADE Construa uma reta a definida por dois pontos, neste caso A e B 2. Marque um ponto C fora da reta 3. Marque um ponto D na reta a. 4. Pelo ponto D, construa uma reta perpendicular a reta a 5. Construa a mediatriz entre os ponto C e D. 6. Na intersecção da mediatriz com a reta perpendicular, marque um ponto E. 7. Temos agora que E é um ponto da parábola, C é o foco, e a é a reta diretriz. Clique com o botão direito do mouse no ponto E e selecione a opção HABILITAR RASTRO. 8. Para visualizar o traçado da Parábola, selecione a ferramenta MOVER, clique sobre o ponto D, e arraste-o por toda a reta a. 9. Agora desabilite o rastro do ponto E, da mesma maneira que foi feito para habilitar. 10. Agora selecione a ferramenta PARÁBOLA, indicada abaixo na figura. Clique primeiro no foco, neste caso em C, e depois na reta diretriz, neste caso a. 11. Agora selecione a ferramenta MOVER, indicada abaixo na figura, e movimente o ponto D, por toda a reta a. Ministrante: Franciele Taís Oliveira CONSTRUÇÃO DO TEOREMA DE PITÁGORAS ATIVIDADE Construa um segmento de reta passando por dois pontos, A e B. 2. Trace uma reta perpendicular ao segmento AB, passando por A. 3. Construa um segmento de reta AC, sobre a reta. E em seguida trace o segmento BC. 4. Selecione a ferramenta EXIBIR/ ESCONDER OBJETO, e esconda a reta perpendicular traçada anteriormente, clicando sobre ela. Em seguida clique em MOVER. Assim a reta ficará escondido. 9

10 5. Clique com o botão direito do mouse sobre os lados do triângulo e renomeie-os de a, b e c de conforme convenção para triângulos retângulos. Observação: Os lados são renomeados um de cada vez. 6. Agora marque o ângulo CÂB, clicando primeiro sobre o segmento de reta AB e em seguido sobre o segmento de reta AC. 7. Selecione a ferramenta POLIGNO REGULAR e clique sobre os vértices do triângulo, dois a dois, sempre no sentido horário. E clique em OK. 8. Agora mostre que a área do quadrado maior é igual a soma das áreas dos quadrados menores. Selecione a ferramenta ÁREA, e clique sobre os quadrados, um de cada vez. Ministrante: Marizete Laufer TEOREMA DE TALES Definição: Se três ou mais retas paralelas são cortadas por duas transversais, os segmentos determinados numa das transversais são proporcionais aos segmentos correspondentes determinados na outra transversal. ATIVIDADE Abra um arquivo novo. 2. Crie uma reta r. 3. Crie outras duas retas s e t paralelas à r. 4. Crie duas retas u e v transversais ao feixe de paralelas {r,s,t}. 5. Determine os pontos A, B e C de interseção de u com r, s e t, respectivamente. 6. Determine os pontos A`, B`e C` de interseção de v com r, s e t, respectivamente. 7. Calcule as razões: AB = BC A' B' B' C' 8. Movimente as retas u e v e movimente também as retas r, s e t. Observe que as razões sempre são iguais. 10

11 REFERÊNCIAS ALBUQUERQUE, Luciane de. O uso do programa no ensino de geometria plana de 5ª a 8ª seres do ensino fundamental das escolas públicas estaduais do Paraná. Curitiba, BARCELOS, Gilmara Teixeira; BATISTA, Silvia Cristina Freitas. Geometria Dinâmica utilizando o software Geogebra. Rio de Janeiro, GERÔNIMO, João Roberto; BARROS, Rui Marcos de Oliveira; FRANCO, Valdeni Soliani Franco. Geometria Euclidiana Plana um estudo com os Software Geogebra. Maringá: EDUEM, SILVEIRA, Enio; MARQUES Claudio. Matemática Compreensão oitavo ano. São Paulo: Moderna,

Oficina Ensinando Geometria com Auxílio do Software GEOGEBRA. Professor Responsável: Ivan José Coser Tutora: Rafaela Seabra Cardoso Leal

Oficina Ensinando Geometria com Auxílio do Software GEOGEBRA. Professor Responsável: Ivan José Coser Tutora: Rafaela Seabra Cardoso Leal Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Apucarana Projeto Novos Talentos Edital CAPES 55/12 Oficina Ensinando Geometria com Auxílio do Software GEOGEBRA Professor Responsável: Ivan José Coser

Leia mais

utilizando o software geogebra no ensino de certos conteúdos matemáticos

utilizando o software geogebra no ensino de certos conteúdos matemáticos V Bienal da SBM Sociedade Brasileira de Matemática UFPB - Universidade Federal da Paraíba 18 a 22 de outubro de 2010 utilizando o software geogebra no ensino de certos conteúdos matemáticos ermínia de

Leia mais

Introdução ao GeoGebra

Introdução ao GeoGebra Universidade Federal de Alfenas UNIFAL-MG Introdução ao GeoGebra Prof. Dr. José Carlos de Souza Junior AGOSTO 2010 Sumário 1 Primeiros Passos com o GeoGebra 4 1.1 Conhecendo o Programa............................

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA

UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA ISSN 2177-9139 UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA Natanna Silva Dutra natannabg@hotmail.com Fundação Universidade Federal do Pampa, Campus Bagé, 96413-170 Bagé, RS, Brasil Nathália Cabral

Leia mais

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB I Semana de Educação Matemática: Discutindo o trabalho docente aliado às novas tendências educacionais 25 a 29 de maio de 2009 Minicurso: GEOGEBRA UM FORTE

Leia mais

P3 da 2ª Etapa/2013 Valor: 3,0 pontos. Atividades usando o GEOGEBRA.

P3 da 2ª Etapa/2013 Valor: 3,0 pontos. Atividades usando o GEOGEBRA. ROTEIRO COMPONENTE CURRICULAR: Matemática 2 PROF.(A): Fabiano Maciel DATA: 9º An o EFII ALUNO(A): Nº: TURMA: P3 da 2ª Etapa/2013 Valor: 3,0 pontos Atividades usando o GEOGEBRA. As atividades deverão ser

Leia mais

5o Encontro da RPM 3 a 4 de junho de 2011 Salvador - BA Minicurso. Computador na sala de aula: atividades com Geometria Dinâmica

5o Encontro da RPM 3 a 4 de junho de 2011 Salvador - BA Minicurso. Computador na sala de aula: atividades com Geometria Dinâmica 1 5o Encontro da RPM 3 a 4 de junho de 2011 Salvador - BA Minicurso Computador na sala de aula: atividades com Geometria Dinâmica Cristina Cerri IME USP Cada vez mais estamos incorporando o computador

Leia mais

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior http://www.unifal-mg.edu.br/matematica/?q=disc jc Aula 07 ATIVIDADE 01 Na aula anterior, vimos como rastrear pontos. Abra o arquivo

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA DOS ÓRGÃOS. Curso de Matemática

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA DOS ÓRGÃOS. Curso de Matemática Introdução ao GeoGebra software livre 0 CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA DOS ÓRGÃOS Curso de Matemática Primeiros Passos Com o Software Livre GeoGebra Março de 2010 Prof. Ilydio Pereira de Sá Introdução ao

Leia mais

SOLID EDGE ST3 TUTORIAL 2 CRIANDO UM DESENHO NO AMBIENTE DRAFT

SOLID EDGE ST3 TUTORIAL 2 CRIANDO UM DESENHO NO AMBIENTE DRAFT SOLID EDGE ST3 TUTORIAL 2 CRIANDO UM DESENHO NO AMBIENTE DRAFT Esse tutorial traz passo a passo instruções para criação de um desenho no ambiente Draft. Na criação dos desenhos você aprenderá as técnicas

Leia mais

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior http://www.unifal-mg.edu.br/matematica/?q=disc jc Aula 05 - Desvendando o GeoGebra PARTE 04 - COMO APAGAR OBJETOS. Ao iniciar o GeoGebra,

Leia mais

CURSO DE CAPACITAÇÃO O USO DE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E AS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO DOS DOCENTES NA REDE MUNICIPAL DE GURUPI TO

CURSO DE CAPACITAÇÃO O USO DE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E AS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO DOS DOCENTES NA REDE MUNICIPAL DE GURUPI TO CURSO DE CAPACITAÇÃO O USO DE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E AS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO DOS DOCENTES NA REDE MUNICIPAL DE GURUPI TO A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA COMO FERRAMENTA DE ENSINO

Leia mais

Construindo recursos de tratamento

Construindo recursos de tratamento Construindo recursos de tratamento Número da Publicação spse01530 Construindo recursos de tratamento Número da Publicação spse01530 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a

Leia mais

Quickstart. O que é o GeoGebra?

Quickstart. O que é o GeoGebra? Quickstart O que é o GeoGebra? Software de Geometria Dinâmica Para a aprendizagem e ensino em todos os níveis de ensino Junta geometria interativa, álgebra, tabelas, gráficos, cálculo e estatística Software

Leia mais

Resumo. Maria Bernadete Barison apresenta aulas práticas sobre RETAS em Desenho Geométrico. Geométrica vol.1 n.1d. 2006 RETAS CAD

Resumo. Maria Bernadete Barison apresenta aulas práticas sobre RETAS em Desenho Geométrico. Geométrica vol.1 n.1d. 2006 RETAS CAD 1 1. INTRODUÇÃO. RETAS CAD Iniciaremos o estudo das retas construindo no CAD alguns exercícios já construídos na aula teórica utilizando a régua e o compasso. Entretanto, o nosso compasso aqui será o comando

Leia mais

Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01

Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01 Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01 1. Crie dois pontos livres. Movimente-os. 2. Construa uma reta passando por estes dois pontos. 3. Construa mais dois pontos livres em qualquer lugar da tela, e o

Leia mais

1 Fluxo de trabalho de desenho de quadros estruturais

1 Fluxo de trabalho de desenho de quadros estruturais Lição 1 Fluxo de trabalho de desenho de quadros estruturais Visão geral do fluxo de trabalho de desenho de quadro estrutural Você pode criar segmentos de caminho e quadros estruturais usando o aplicativo

Leia mais

AULA 14 Plugin TerraEdit

AULA 14 Plugin TerraEdit 14.1 AULA 14 Plugin TerraEdit Nessa aula são apresentadas as funcionalidades do plugin de edição de dados vetoriais denominado TerraEdit. Juntamente com a edição vetorial, ele permite a edição dos atributos

Leia mais

Software Régua e Compasso

Software Régua e Compasso 1 COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CPPG TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO- APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA 1ª Parte - Consulta Rápida Software Régua e Compasso A primeira

Leia mais

GeoGebra Quickstart Guía Rápida de Referência sobre GeoGebra www.geogebra.at autor: Markus Hohenwarter Markus.Hohenwarter@sbg.ac.

GeoGebra Quickstart Guía Rápida de Referência sobre GeoGebra www.geogebra.at autor: Markus Hohenwarter Markus.Hohenwarter@sbg.ac. GeoGebra Quickstart Guía Rápida de Referência sobre GeoGebra www.geogebra.at autor: Markus Hohenwarter Markus.Hohenwarter@sbg.ac.at Introdução Geometria, Álgebra e Cálculo estão disponíveis no programa

Leia mais

NO ESTUDO DE FUNÇÕES

NO ESTUDO DE FUNÇÕES 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SEMANA DA MATEMÁTICA 2014 UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES GRÁFICOS NO ESTUDO DE FUNÇÕES PIBID MATEMÁTICA 2009 CURITIBA

Leia mais

GUSTAVO HENRIQUE NOGUEIRA REZENDE PAIVA. Manual de atividades no Geogebra para a Educação Básica.

GUSTAVO HENRIQUE NOGUEIRA REZENDE PAIVA. Manual de atividades no Geogebra para a Educação Básica. GUSTAVO HENRIQUE NOGUEIRA REZENDE PAIVA Manual de atividades no Geogebra para a Educação Básica. Taguatinga, DF 2012 Novas tecnologias estão chegando às salas de aula e levando a muitas mudanças na relação

Leia mais

Matemática em Toda Parte II

Matemática em Toda Parte II Matemática em Toda Parte II Episódio: Matemática no Transporte Resumo O episódio Matemática no Transporte, da série Matemática em Toda Parte II, vai mostrar como alguns conceitos matemáticos estão presentes

Leia mais

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Fundiário

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Fundiário Sistema topograph 98 Tutorial Módulo Fundiário Preparando o desenho para o Módulo Fundiário _ 1. Na área de trabalho do Windows, procure o ícone do topograph e dê um duplo clique sobre ele para carregar

Leia mais

ESTUDANDO ESTATÍSTICA DESCRITIVA COM AUXÍLIO DO SOFTWARE CALC

ESTUDANDO ESTATÍSTICA DESCRITIVA COM AUXÍLIO DO SOFTWARE CALC DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO/GERÊNCIA DE PESQUISA PROJETO: TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA ESTUDANDO ESTATÍSTICA DESCRITIVA COM AUXÍLIO

Leia mais

DATAGEOSIS EDUCACIONAL 2005

DATAGEOSIS EDUCACIONAL 2005 DATAGEOSIS EDUCACIONAL 2005 GUIA DE USO Aula 2 1. Abra o aplicativo clicando no atalho na área de trabalho. 2. Clique no botão Novo projeto ou clique o comando - (ctrl + N). 3. NA janela DADOS DO PROJETO,

Leia mais

Applets no Geogebra. Acesse os endereços dados a seguir e conheça exemplos de Applets. http://206.110.20.132/~dhabecker/geogebrahtml/index.

Applets no Geogebra. Acesse os endereços dados a seguir e conheça exemplos de Applets. http://206.110.20.132/~dhabecker/geogebrahtml/index. Applets no Geogebra Sonia Regina Soares Ferreira UFBA Applet é um software aplicativo que é executado no contexto de outro programa. Os applets geralmente tem algum tipo de interface de usuário, ou fazem

Leia mais

A calculadora gráfica no Ensino da geometria uma ferramenta poderosa?

A calculadora gráfica no Ensino da geometria uma ferramenta poderosa? Sessão Prática 28: A calculadora gráfica no Ensino da geometria uma ferramenta poderosa? 2 de Setembro 14h30 16h30 Por: José Balsa, Raquel Farate e Ana Margarida Dias da ES Quinta das Flores (Coimbra)

Leia mais

MATEMÁTICA GEOMETRIA ANALÍTICA I PROF. Diomedes. E2) Sabendo que a distância entre os pontos A e B é igual a 6, calcule a abscissa m do ponto B.

MATEMÁTICA GEOMETRIA ANALÍTICA I PROF. Diomedes. E2) Sabendo que a distância entre os pontos A e B é igual a 6, calcule a abscissa m do ponto B. I- CONCEITOS INICIAIS - Distância entre dois pontos na reta E) Sabendo que a distância entre os pontos A e B é igual a 6, calcule a abscissa m do ponto B. d(a,b) = b a E: Dados os pontos A e B de coordenadas

Leia mais

Manual de operação do sistema Desenhador Geográfico. 05/2012 Versão 2.2.14.1

Manual de operação do sistema Desenhador Geográfico. 05/2012 Versão 2.2.14.1 Manual de operação do sistema Desenhador Geográfico 05/2012 Versão 2.2.14.1 Conteúdo Ferramentas de Edição... 3 1) Barra de ferramentas de edição... 3 2) Inserir uma geometria... 4 2) Ferramenta Snap...

Leia mais

TABELA DE FERRAMENTAS GEOGEBRA 4

TABELA DE FERRAMENTAS GEOGEBRA 4 TABELA DE FERRAMENTAS GEOGEBRA 4 JANELA 1 JANELA 2 JANELA 3 JANELA 4 JANELA 5 JANELA 6 JANELA 7 JANELA 8 JANELA 9 JANELA 10 JANELA 11 JANELA 12 Mover Novo Ponto Reta definida Reta Polígono Círculo Elipse

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Disciplina: EXPRESSÕES GRÁFICAS Professor: Valdir R. Santos Eng. Civil - Crea: BA67342/D

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Disciplina: EXPRESSÕES GRÁFICAS Professor: Valdir R. Santos Eng. Civil - Crea: BA67342/D FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ITABUNA - BA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Disciplina: EXPRESSÕES GRÁFICAS Professor: Valdir R. Santos Eng. Civil - Crea: BA67342/D AUTOCAD ATIVIDADE DE DESENHO DA UNIDADE

Leia mais

5 LG 1 - CIRCUNFERÊNCIA

5 LG 1 - CIRCUNFERÊNCIA 40 5 LG 1 - CIRCUNFERÊNCIA Propriedade: O lugar geométrico dos pontos do plano situados a uma distância constante r de um ponto fixo O é a circunferência de centro O e raio r. Notação: Circunf(O,r). Sempre

Leia mais

16 - SCARTA. 1. Abrir o SCARTA clicando no ícone que se encontra na área de trabalho (Fig.1). Fig.1- Ícone do SCARTA

16 - SCARTA. 1. Abrir o SCARTA clicando no ícone que se encontra na área de trabalho (Fig.1). Fig.1- Ícone do SCARTA 16 - SCARTA Módulo do SPRING que permite editar uma carta e gerar arquivo para impressão, permitindo a apresentação na forma de um documento cartográfico. 1. Abrir o SCARTA clicando no ícone que se encontra

Leia mais

ICARO SISTEMA DE ENSINO MATEMÁTICA APLICADA. www.portalicaro.com.br atendimento@portalicaro.com.br

ICARO SISTEMA DE ENSINO MATEMÁTICA APLICADA. www.portalicaro.com.br atendimento@portalicaro.com.br MATEMÁTICA APLICADA Disciplina: Matemática Aplicada Trigonometria e aplicações Introduzimos aqui alguns conceitos relacionados com a Trigonometria no triângulo retângulo, assunto comum na oitava série

Leia mais

Geometria Dinâmica com o GeoGebra

Geometria Dinâmica com o GeoGebra Geometria Dinâmica com o GeoGebra Lenimar Nunes de Andrade UFPB João Pessoa 9 de abril de 2014 1 Introdução GeoGebra ( = Geometria + Álgebra) é um programa austríaco gratuito que reúne Geometria, Álgebra

Leia mais

Construindo recursos procedimentais

Construindo recursos procedimentais Construindo recursos procedimentais Número da Publicação spse01535 Construindo recursos procedimentais Número da Publicação spse01535 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e

Leia mais

Geometria Fractal No Ensino Fundamental e Médio

Geometria Fractal No Ensino Fundamental e Médio Geometria Fractal No Ensino Fundamental e Médio João César Maciel Valim 1, Viviane Colucci 1 Acadêmico do Curso de Matemática Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas da Universidade Estadual do Oeste

Leia mais

AULA 2 Planos, Vistas e Temas

AULA 2 Planos, Vistas e Temas 2.1 AULA 2 Planos, Vistas e Temas Essa aula apresenta os conceitos de Plano de Informação, Vista e Tema e suas manipulações no TerraView. Para isso será usado o banco de dados criado na AULA 1. Abra o

Leia mais

Módulo de Georreferenciamento. Sistema. Página 1/75

Módulo de Georreferenciamento. Sistema. Página 1/75 Módulo de Georreferenciamento Sistema Página 1/75 Para iniciar o Módulo de Georreferenciamento acesse, no AutoCAD a partir do Menu flutuante >Posição >Georreferenciamento >Módulo de Georreferenciamento.

Leia mais

Av. Paulo VI, 1952- Sumaré. 01262-010 São Paulo S.P.- Brasil Fone: (11) 3868-0822 Fax: (11)3673-0702 http://www.hezolinem.

Av. Paulo VI, 1952- Sumaré. 01262-010 São Paulo S.P.- Brasil Fone: (11) 3868-0822 Fax: (11)3673-0702 http://www.hezolinem. ÍNDICE 1 - INTERFACE/TECLAS... 3 2 - LIGANDO O EQUIPAMENTO... 4 3 - CRIANDO UM WAYPOINT... 4 4 - CRIANDO UMA TRILHA... 7 4.1 Apagando traçados... 7 4.2 Criando Trilhas... 8 - Posicione-se no ponto de partida

Leia mais

MINICURSO: CONSTRUÇÕES GEOMÉTRICAS INTERATIVAS COM A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA

MINICURSO: CONSTRUÇÕES GEOMÉTRICAS INTERATIVAS COM A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA ISSN 2177-9139 MINICURSO: CONSTRUÇÕES GEOMÉTRICAS INTERATIVAS COM A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA Vanessa Etcheverria Cassuriaga vanessa19921000@hotmail.com Fundação Universidade Federal do Pampa, Campus

Leia mais

AULA 3 Ferramentas de Análise Básicas

AULA 3 Ferramentas de Análise Básicas 3.1 AULA 3 Ferramentas de Análise Básicas Neste capítulo serão apresentadas algumas ferramentas de análise de dados com representação vetorial disponíveis no TerraView. Para isso será usado o banco de

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME APRESENTAÇÃO Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE WORD 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha. Programador:

Leia mais

AULA 2 Planos, Vistas e Temas

AULA 2 Planos, Vistas e Temas 2.1 AULA 2 Planos, Vistas e Temas Essa aula apresenta os conceitos de Plano de Informação, Vista e Tema e suas manipulações no TerraView. Para isso será usado o banco de dados criado na AULA 1. Abra o

Leia mais

PROGRAMAÇÃO EM C# COM VISUAL STUDIO.NET

PROGRAMAÇÃO EM C# COM VISUAL STUDIO.NET PROGRAMAÇÃO EM C# COM VISUAL STUDIO.NET Professor Leo Larback Esta apresentação é parte de um material desenvolvido pelo Prof. Alessandro Brawerman disponível em http://docb.gratix.com.br/csharp TRABALHANDO

Leia mais

Geogebra, uma ferramenta genial

Geogebra, uma ferramenta genial Geogebra, uma ferramenta genial Eduardo Antônio Soares Júnior Jéssica Amorim Mamed Paulo Tarso Farias Teixeira Roberta Layra Faragó Jardim Jaime Batista de Souza Deborah Faragó Jardim 9 de abril de 2013

Leia mais

Construções Fundamentais. r P r

Construções Fundamentais. r P r 1 Construções Fundamentais 1. De um ponto traçar a reta paralela à reta dada. + r 2. De um ponto traçar a perpendicular à reta r, sabendo que o ponto é exterior a essa reta; e de um ponto P traçar a perpendicular

Leia mais

Configurando o estilo de Camada (Layer) no AutoCAD 2007

Configurando o estilo de Camada (Layer) no AutoCAD 2007 Configurando o estilo de Camada (Layer) no AutoCAD 2007 1 - Inicialmente, na Barra de Camadas clique no ícone (Gerenciador de Propriedades da Camada), para configurar o estilo de camada: 2 - Na caixa de

Leia mais

Tutorial Google SkecthUp

Tutorial Google SkecthUp Tutorial Google SkecthUp Grupo de Educação Tutorial da Engenharia Computacional Cursos de Mídias Digitais 6 de junho, 2012 GET da Engenharia Computacional Tutorial Google SketchUp 1/32 Resumo do tutorial

Leia mais

Planilhas Eletrônicas Básico. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com)

Planilhas Eletrônicas Básico. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Planilhas Eletrônicas Básico André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) 1 Interface do Excel Operadores e Funções Fórmulas DEINFO/UFRPE 2 Reconhecer as funcionalidades

Leia mais

Sumário. Educação Matemática: Oficinas Didáticas com GeoGebra 2012

Sumário. Educação Matemática: Oficinas Didáticas com GeoGebra 2012 Sumário A Interface do GeoGebra...2 O menu do GeoGebra...3 Ferramentas de construção...4 LIÇÃO 1: Polígonos e ângulos...7 LIÇÃO 2: Retas perpendiculares e paralelas...11 LIÇÃO 3: Construindo gráficos...18

Leia mais

RELATÓRIO. Geogebra- Uma visita aos programas de Matemática dos 2º e 3º ciclos. Formanda: Célia Rute Silva C. Sousa Formador: Luís Roçadas

RELATÓRIO. Geogebra- Uma visita aos programas de Matemática dos 2º e 3º ciclos. Formanda: Célia Rute Silva C. Sousa Formador: Luís Roçadas RELATÓRIO Geogebra- Uma visita aos programas de Matemática dos 2º e 3º ciclos Formanda: Célia Rute Silva C. Sousa Formador: Luís Roçadas Índice Enquadramento da actividade ------------------------------------3

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA AUXILIAR O ENSINO DE FUNÇÕES

A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA AUXILIAR O ENSINO DE FUNÇÕES A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA AUXILIAR O ENSINO DE FUNÇÕES Bruno BAZZO brunobaz@seed.pr.gov.br Resumo Maria Regina C M LOPES mrlopes@unicentro.br Este trabalho apresenta algumas atividades envolvendo

Leia mais

Neste texto, faremos o lançamento de armadura de flexão positiva inclinada, armadura de costela e estribo variável, em uma viga.

Neste texto, faremos o lançamento de armadura de flexão positiva inclinada, armadura de costela e estribo variável, em uma viga. Tratamento de ferros inteligente Vigas Neste texto, faremos o lançamento de armadura de flexão positiva inclinada, armadura de costela e estribo variável, em uma viga. Para qualquer detalhamento, a edição

Leia mais

Caderno 1: 35 minutos. Tolerância: 10 minutos

Caderno 1: 35 minutos. Tolerância: 10 minutos Nome: Ano / Turma: N.º: Data: - - Caderno 1: 35 minutos. Tolerância: 10 minutos (é permitido o uso de calculadora) A prova é constituída por dois cadernos (Caderno 1 e Caderno ). Utiliza apenas caneta

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema Web para Consulta a Mapas Dinâmicos

Manual do Usuário. Sistema Web para Consulta a Mapas Dinâmicos Manual do Usuário Sistema Web para Consulta a Mapas Dinâmicos 1. Funcionalidades do Sistema PanaGeo Ferramenta de Emissão de Relatórios Ferramenta de Consulta Rápida OverView Painel de Controle (permite

Leia mais

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica Em certa época, a planilha era um pedaço de papel que os contadores e planejadores de empresas utilizavam para colocar

Leia mais

Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá. LibreOffice Impress Editor de Apresentação

Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá. LibreOffice Impress Editor de Apresentação Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá LibreOffice Impress Editor de Apresentação Iniciando o Impress no Linux Educacional 4 1. Clique no botão 'LE' no

Leia mais

Geometria Analítica Plana.

Geometria Analítica Plana. Geometria Analítica Plana. Resumo teórico e eercícios. 3º Colegial / Curso Etensivo. Autor - Lucas Octavio de Souza (Jeca) Estudo de Geometria Analítica Plana. Considerações gerais. Este estudo de Geometria

Leia mais

A trigonometria do triângulo retângulo

A trigonometria do triângulo retângulo A UA UL LA A trigonometria do triângulo retângulo Introdução Hoje vamos voltar a estudar os triângulos retângulos. Você já sabe que triângulo retângulo é qualquer triângulo que possua um ângulo reto e

Leia mais

APÊNDICES ATIVIDADES OBJETOS DE APRENDIZAGEM

APÊNDICES ATIVIDADES OBJETOS DE APRENDIZAGEM APÊNDICES ATIVIDADES OBJETOS DE APRENDIZAGEM APÊNDICE A - Análise dos softwares GeoGebra e Winplot I Objetivo: Identificar o software que será utilizado para desenvolver as atividades. II Metodologia:

Leia mais

O cursor se torna vermelho e uma Paleta de Edição contendo as instruções mais utilizadas é apresentada.

O cursor se torna vermelho e uma Paleta de Edição contendo as instruções mais utilizadas é apresentada. Editor de Ladder para VS7 Versão Teste O editor de ladder é um software de programação que permite que o VS7 e o µsmart sejam programados em linguagem de contatos. Esse editor está contido na pasta Público

Leia mais

Basta duplicar o apótema dado e utilizar o problema 1 (pág.: 45).

Basta duplicar o apótema dado e utilizar o problema 1 (pág.: 45). Aula 12 Exercício 1: Basta duplicar o apótema dado e utilizar o problema 1 (pág.: 45). Exercício 2: Traçar a diagonal AB, traçar a mediatriz de AB achando M (ponto médio de AB). Com centro em AB M e raio

Leia mais

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos Sistema topograph 98 Tutorial Módulo Projetos Como abrir um projeto existente _ 1. Na área de trabalho do Windows, procure o ícone do topograph e dê um duplo clique sobre ele para carregar o programa.

Leia mais

,QWURGXomRDR(GLWRUGH $SUHVHQWDo}HV3RZHU3RLQW

,QWURGXomRDR(GLWRUGH $SUHVHQWDo}HV3RZHU3RLQW Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática,QWURGXomRDR(GLWRUGH $SUHVHQWDo}HV3RZHU3RLQW Flaviano Aguiar Liziane Santos Soares Jugurta Lisboa Filho (Orientador) PROJETO UNESC@LA Setembro

Leia mais

Treinamento em BrOffice.org Writer

Treinamento em BrOffice.org Writer Treinamento em BrOffice.org Writer 1 Índice I. INTRODUÇÃO...3 II. BARRA DE FERRAMENTAS...3 III. CONFIGURAR PÁGINA...4 1. Tamanho, Margens e Orientação...5 2. Cabeçalhos...6 3. Rodapés...6 4. Numerando

Leia mais

Introdução ao Epi Info - Versão Windows

Introdução ao Epi Info - Versão Windows Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 - Informática Introdução ao Epi Info - Versão Windows Apresentação do Software Criar Ficha (Make View) Cria

Leia mais

Ferramentas de desenho

Ferramentas de desenho É na barra de desenho que estão localizadas as principais ferramentas de construção de figuras. Geralmente esta barra localiza-se na parte inferior do ambiente de trabalho. Se essa barra não estiver sendo

Leia mais

1- Tela inicial do AUTOCAD 2013

1- Tela inicial do AUTOCAD 2013 1- Tela inicial do AUTOCAD 2013 2- Clique em NOVO 3- Para mudar a cor do fundo digite OP (de options): Se quiser veja o vídeo ilustrativo desse procedimento: http://www.youtube.com/watch?v=g7kig_yhpx4

Leia mais

OpenOffice Calc Aula 4

OpenOffice Calc Aula 4 OpenOffice Calc Aula 4 Objetivos: Apresentar a criação de um gráfico no CALC, a partir dos dados em uma planilha Apresentar os diversos tipos de gráficos e suas aplicações (gráfico de coluna, de linha,

Leia mais

Plano de Aula. 1 - Como abrir o programa KmPlot

Plano de Aula. 1 - Como abrir o programa KmPlot Plano de Aula Aluno(a):PIBID MATEMÁTICA Escola: Escola Estadual de Ensino Médio Mestre Santa Bárbara Disciplina: Matemática Conteúdo: Função quadrática Assunto: Gráficos, coeficientes da função Público

Leia mais

O processo termina com o surgimento da última flecha quando aparece uma bolinha azul. Outras bolinhas aparecem aleatoriamente POWER POINT NEW WAY

O processo termina com o surgimento da última flecha quando aparece uma bolinha azul. Outras bolinhas aparecem aleatoriamente POWER POINT NEW WAY 01 Digamos que se queira mostrar as flechas amarelas com movimento, isto é, fazerem elas irem surgindo uma depois da outra e a que a surge fica visível, parada, enquanto que sempre tem uma na frente se

Leia mais

Notas de Aula AutoCad Prof. Sérgio Viana

Notas de Aula AutoCad Prof. Sérgio Viana Área de Trabalho Juntamente com a área de trabalho, poderão estar abertas algumas barras de ferramentas nas laterais da tela, que servem de suporte ai desenho. Janelas de Comandos Figura 1 Área de trabalho

Leia mais

Actividade: Semelhança de triângulos

Actividade: Semelhança de triângulos Apêndice 5 A Nota Explicativa Actividade: Semelhança de triângulos A tarefa de geometria dinâmica proposta, tem como principal objectivo proporcionar o envolvimento dos alunos em ambientes geométricos

Leia mais

Dúvidas Freqüentes sobre o OpenOffice Apresentação

Dúvidas Freqüentes sobre o OpenOffice Apresentação Dúvidas Freqüentes sobre o OpenOffice Apresentação 1 - Como posso inserir mais de um fundo em uma apresentação? 2 - Como uso o slide de uma apresentação em outra apresentação? 3 - Quando recorto um documento

Leia mais

Sistema de Ponto Eletrônico. Ponto Secullum 4

Sistema de Ponto Eletrônico. Ponto Secullum 4 Sistema de Ponto Eletrônico Ponto Secullum 4 Clique no icone Ponto Secullum 4 para abrir o Programa Digite seu usuário e senha Obs: A senha deverá ser alterada no 1º acesso Clique no botão Fechar Para

Leia mais

REGISTRO DE PROJETOS

REGISTRO DE PROJETOS REGISTRO DE PROJETOS 1. REGISTRO DE PROJETOS Esta aplicação tem o objetivo de realizar o Registro de Projetos da Instituição. É possível, incluir, alterar ou excluir essas informações. 1.1. Acessando a

Leia mais

Para o OpenOffice Impress, assim como para vários softwares de apresentação, uma apresentação é um conjunto de slides.

Para o OpenOffice Impress, assim como para vários softwares de apresentação, uma apresentação é um conjunto de slides. OPENOFFICE IMPRESS 1. O QUE É UMA APRESENTAÇÃO Para o OpenOffice Impress, assim como para vários softwares de apresentação, uma apresentação é um conjunto de slides. Em cada slide podemos ter vários elementos

Leia mais

WEBGIS Sistema Informativo Territorial

WEBGIS Sistema Informativo Territorial PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA WEBGIS Sistema Informativo Territorial MANUAL DE UTILIZAÇÃO Autor: Rony Camargo de Brito Primeira edição: 20-06-2008 Atualizado: 08-10-2008 Todos os Direitos Reservados

Leia mais

Tutorial. Exportando mapas para KML. Versão 1.0 16/01/2009. Autores: Natalia Estevam, Vitor Pires Vencovsky

Tutorial. Exportando mapas para KML. Versão 1.0 16/01/2009. Autores: Natalia Estevam, Vitor Pires Vencovsky Tutorial Exportando mapas para KML Versão 1.0 16/01/2009 Autores: Natalia Estevam, Vitor Pires Vencovsky 1. Introdução O tutorial tem como objetivo fornecer informações básicas para exportar os mapas gerados

Leia mais

Guia para a digitalização no software TerraSync.

Guia para a digitalização no software TerraSync. Guia para a digitalização no software TerraSync. 1) Para iniciar um processo de digitalização de feições no software TerraSync deve-se criar um arquivo de dados primeiramente: 2) Digitar um nome para o

Leia mais

Cursos de Arquitetura e Urbanismo e Design de Ambientes Disciplina de Informática I. Modelando uma mesa e cadeiras. Elaborado por:

Cursos de Arquitetura e Urbanismo e Design de Ambientes Disciplina de Informática I. Modelando uma mesa e cadeiras. Elaborado por: Cursos de Arquitetura e Urbanismo e Design de Ambientes Disciplina de Informática I Tutorial de Modelando uma mesa e cadeiras Elaborado por: Ezequiel Mendonça Rezende Julho / 2005 2 Índice: Primeira etapa:

Leia mais

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 01

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 01 MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 01 Introduzindo Dados Com o Microsoft Excel é fácil introduzir informações numa planilha e mudar, excluir ou acrescentar dados. Você vai aprender a: - Abrir e salvar um arquivo

Leia mais

Usando o NVU Parte 2: Inserindo imagens

Usando o NVU Parte 2: Inserindo imagens Usando o NVU Parte 2: Inserindo imagens Simão Pedro P. Marinho Para uso exclusivo por alunos da PUC Minas Inserindo uma imagem que está no seu computador Inserindo uma imagem que já está na Internet Inserindo

Leia mais

Criar as tabelas para um banco de dados

Criar as tabelas para um banco de dados Treinamento Criar as tabelas para um banco de dados ANTES DE COMEÇAR O primeiro curso desta série, "Criar as tabelas de um novo banco de dados", forneceu uma lista de tabelas e campos para uso no banco

Leia mais

6.5. Renomeando Arquivos ou Pastas

6.5. Renomeando Arquivos ou Pastas 50 II. Para mover um arquivo, pasta, objeto dentro do Windows: 1) Clique com o mouse sobre a pasta, arquivo a serem movidos; 2) Mantenha o botão esquerdo do mouse pressionado; 3) Arraste o objeto para

Leia mais

KISSsoft 03/2014 Tutorial 6

KISSsoft 03/2014 Tutorial 6 KISSsoft 03/2014 Tutorial 6 Editor de Eixos-Árvore KISSsoft AG Rosengartenstrasse 4 8608 Bubikon Suiça Telefone: +41 55 254 20 50 Fax: +41 55 254 20 51 info@kisssoft.ag www.kisssoft.ag Índice 1 Começando

Leia mais

Palavras-chave: LEM; Intervenção; Educação Matemática.

Palavras-chave: LEM; Intervenção; Educação Matemática. JOGOS E MATERIAIS MANIPULÁVEIS: UMA EXPERIÊNCIA COM PROFESSORES E ALUNOS DA EJA Guilherme Adorno de Oliveira Guiadorno1@gmail.com Marlova Caldatto maracaldatto@yahoo.com.br Valdeni Soliani Franco vsfranco@uem.br

Leia mais

Composição de Layout no Spring

Composição de Layout no Spring UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE CARTOGRAFIA Laboratório de Geoprocessamento Grazielle Anjos Carvalho Vladimir Diniz Vieira Ramos Belo Horizonte, 2007 CRIAÇÃO

Leia mais

MATERIAL PC, DETECTOR DE MOVIMENTO, SENSOR FORÇA, INTERFACE, LOGGER PRO, MASSA (200G E 400g), mola ( k 10 N/m);

MATERIAL PC, DETECTOR DE MOVIMENTO, SENSOR FORÇA, INTERFACE, LOGGER PRO, MASSA (200G E 400g), mola ( k 10 N/m); MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE FÍSICA FÍSICA EXPERIMENTAL I PROF. JEREMIAS ARAÚJO PRÁTICA 8: TRABALHO E ENERGIA INTRODUÇÃO O trabalho

Leia mais

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. ESSE MATERIAL NÃO PODE SER DISTRIBUÍDO SEM A DEVIDA AUTORIZAÇÃO DO GAPE SOB PENA DE PAGAMENTO DE MULTA.

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. ESSE MATERIAL NÃO PODE SER DISTRIBUÍDO SEM A DEVIDA AUTORIZAÇÃO DO GAPE SOB PENA DE PAGAMENTO DE MULTA. EXCEL PARA TODOS 1 AULA 01 OPERAÇÕES BÁSICAS E RÉGUA DE FORMATAÇÃO 1. Operações Básicas Muitas dessas operações você já faz e utiliza normalmente, tanto nas suas tarefas diárias quanto com o uso do Excel.

Leia mais

LISTÃO UNIDADE IV. Mensagem:

LISTÃO UNIDADE IV. Mensagem: LISTÃO UNIDADE IV Mensagem: A Matemática é uma ciência poderosa e bela; problemiza ao mesmo tempo a harmonia divina do universo e a grandeza do espírito humano. (F. Gomes Teieira) 01. Efetue as operações:

Leia mais

Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010

Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010 Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010 Professor: Bruno Gomes Disciplina: Informática Básica Curso: Gestão de Turismo Sumário da aula: 1. Abrindo o Excel; 2. Conhecendo a Tela do Excel. 3. Inserindo

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS DA NATUREZA CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS DA NATUREZA CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS DA NATUREZA CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico de 27 de outubro de 2015) AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE CÓD. 152 870 No caso específico

Leia mais

APOSTILA DE INFORMÁTICA MICROSOFT WORD 2012

APOSTILA DE INFORMÁTICA MICROSOFT WORD 2012 APOSTILA DE INFORMÁTICA MICROSOFT WORD 2012 Profa Responsável Fabiana P. Masson Caravieri SUMÁRIO 1. MICROSOFT WORD 2010.... 3 1.1 INICIANDO O WORD 2010.... 3 2. Pagina Inicial.... 6 2.1 Aba arquivo...

Leia mais

Como renomear/mudar de local arquivos sem perder referencias na montagem. Renomear Arquivos

Como renomear/mudar de local arquivos sem perder referencias na montagem. Renomear Arquivos Como renomear/mudar de local arquivos sem perder referencias na montagem. Quando utilizamos o SolidWorks nem sempre o nome que inicialmente inserimos em um determinado componente será o mesmo ao término

Leia mais

UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DEPARTAMENTO DE FÍSICA, ESTATÍSTICA E MATEMÁTICA

UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DEPARTAMENTO DE FÍSICA, ESTATÍSTICA E MATEMÁTICA UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DEPARTAMENTO DE FÍSICA, ESTATÍSTICA E MATEMÁTICA EQUAÇÕES MATEMÁTICAS COM O EDITOR DE TEXTOS WRITER Juliane Sbaraine Pereira Costa Tânia

Leia mais

SOFTWARE PARA BALANCEAMENTO EM UM E DOIS PLANOS NK780

SOFTWARE PARA BALANCEAMENTO EM UM E DOIS PLANOS NK780 SOFTWARE PARA BALANCEAMENTO EM UM E DOIS PLANOS NK780 MANUAL DE INSTRUÇÃO E OPERAÇÃO TEKNIKAO ÍNDICE CONECTORES DA INTERFACE... 3 SENSOR ÓPTICO... 3 SOFTWARE PARA BALANCEAMENTO NK780... 5 INSTALANDO O

Leia mais

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Ultrassom. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13. www.robouno.com.br

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Ultrassom. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13. www.robouno.com.br R O B Ó T I C A Sensor Smart Ultrassom Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13 Sensor Smart Ultrassom 1. Introdução Os sensores de ultrassom ou ultrassônicos são sensores que detectam

Leia mais