Gráficos estatísticos: histograma. Série Software ferramenta

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gráficos estatísticos: histograma. Série Software ferramenta"

Transcrição

1 Gráficos estatísticos: histograma Série Software ferramenta Funcionalidade Este software permite a construção de histogramas a partir de uma tabela de dados digitada pelo usuário.

2 Gráficos estatísticos: histogramas Série Software ferramenta Conteúdos Dados quantitativos; histograma; medidas-resumo; quantis. Objetivos 1. Representar variáveis graficamente; 2. Construir e interpretar histogramas; 3. Conhecer e investigar os quantis; Funcionalidade Este software permite a construção de histogramas a partir de uma tabela de dados digitada pelo usuário. Material relacionado Software: Medidas do corpo: gráficos univariados; Gráficos estatísticos: barras e setores; Experimentos: Variáveis antropométricas; Vídeo: Cada gráfico no seu galho.

3 Introdução Sobre os softwares ferramenta Os softwares que chamamos de ferramenta, diferentemente dos demais, têm como objetivo oferecer ao usuário uma ferramenta poderosa que permita a ele explorar alguns conteúdos de Matemática. Nossos softwares ferramenta abordam os conteúdos: matrizes, sólidos de revolução, padrões geométricos, gráficos de barra e setores e histogramas. Cada um deles traz uma sugestão de atividade e instruções para que o aluno saiba explorar toda a potencialidade do software. Para cada um destes softwares, há um software análogo em termos de conteúdo, mas em outro formato. Ele oferece, além de ferramentas interativas direcionadas ao problema que será investigado, um roteiro de questões que orientam o trabalho do aluno desde a introdução até a sua resolução, através de questões. É recomendado que estes softwares sejam utilizados antes dos softwares ferramenta. Neste Guia do professor, você vai encontrar uma descrição um pouco mais detalhada sobre os recursos do software e mais algumas sugestões de atividades que podem ser apresentadas aos alunos. Se você procura aprofundamentos no que diz respeito ao conteúdo explorado neste software, sugerimos que leia o Guia do Professor do outro software relacionado a esta ferramenta. Sobre este software Este software permite a construção e visualização dinâmica de histogramas a partir de uma tabela de dados digitada pelo usuário que pode, inclusive, definir o número de intervalos (de amplitudes iguais) em que a amostra será dividida para gerar o gráfico. Gráficos estatísticos: histograma 3/11

4 Em termos de funcionamento, este software é muito semelhante ao software Gráficos estatísticos: barras e setores. Inclusive, o usuário pode utilizar os dados deste e de outros softwares e experimentos da coleção matemática Multimídia (disponíveis em bem como qualquer conjunto de dados que tenha interesse em analisar. A abordagem gráfica de um conjunto de dados é o primeiro passo para sua análise e para a construção de modelos probabilísticos que permitam estudos mais aprofundados, como previsão ou diagnóstico para dados futuros do mesmo experimento. Instruções de uso Antes de começar o uso do software, sugerimos fortemente a leitura das instruções, disponíveis para parte inferior esquerda da tela. Elas não apenas explicam como utilizar o software como também deixam claras todas as suas potencialidades. A tela principal deste software está representada abaixo. Gráficos estatísticos: histograma 4/11

5 Do lado superior esquerdo, encontramos a tabela onde devem ser inseridos os dados coletados. Cada coluna corresponde a uma variável observada, e cada linha corresponde a um valor observado dessa variável. Se forem observadas duas ou mais variáveis é importante que cada linha corresponda a um único indivíduo observado. Por exemplo, se as variáveis forem: Gênero da pessoa, Número do calçado e Altura, então na linha 1, devemos colocar os valores observados dessas variáveis para a pessoa 1, na linha 2, os valores correspondentes à pessoa 2, e assim por diante. Na seta azul, no topo de cada coluna, a opção Configurar permite definir o Nome da variável e o Tipo, se quantitativa (Numérico) ou qualitativa (Categorias). Apesar de o gráfico do tipo histograma ser adequado apenas a variáveis numéricas, as outras opções estão disponíveis pois o mesmo conjunto de dados pode ser utilizado em outros softwares da coleção Matemática Multimídia. Depois de inseridos os dados, o usuário pode definir o número de intervalos em que deseja dividir a sua amostra e então visualizar o histograma corresponde. Gráficos estatísticos: histograma 5/11

6 O número de intervalos pode ser mudado sem que os dados sejam alterados. Ao clicar em Atualizar gráfico, o software gera o gráfico novamente incorporando qualquer alteração que tenha sido feita. Acionando as opções abaixo do gráfico, a ferramenta exibe uma reta vertical posicionada sobre o valor da medida-resumo em questão, como mostrado abaixo para a média. Outra potencialidade importante deste software é a visualização dinâmica de quantis (para mais explicações sobre este conteúdo, Gráficos estatísticos: histograma 6/11

7 sugerimos a resolução do software Medidas do corpo: gráficos univariados e a leitura do seu Guia do Professor). Para isso, o usuário deve arrastar o ponto roxo situado inicialmente sobre o eixo Y. Ao fazê-lo, a ferramenta exibe o resultado mostrado abaixo. O valor mostrado à esquerda do ponto roxo é o valor de p e o valor do p-quantil aparece abaixo do eixo X, próximo à reta tracejada. Traduzindo a imagem anterior, temos que o quantil 0.25 da amostra é igual a 35,79, ou seja, pelo menos 25% dos dados da amostra têm valores iguais ou menores a 35,79 e, equivalentemente, pelo menos 75% dos dados da amostra têm valores maiores ou igual a 35,79. Estas porcentagens são representadas pelas áreas do gráfico à sua esquerda e à sua direita, respectivamente. Esse recurso permite visualizar dinamicamente o valor de qualquer quantil de uma amostra dada. Gráficos estatísticos: histograma 7/11

8 Por fim, salientamos que este software calcula a média, moda e mediana a partir dos dados da amostra, enquanto que os quantis são obtidos a partir do histograma. Sugestões de atividades Disponíveis no software Logo abaixo do gráfico, estão sugeridas três atividades que permitem olhar o gráfico de forma crítica, analisando algumas de suas características importantes. Sugestão de atividade 1 A partir de uma amostra qualquer de dados, visualize os histogramas gerados por diversos números de intervalos e observe as semelhanças e diferenças. 1. O que acontece com um histograma com poucos intervalos? 2. E com muitos intervalos? 3. Qual a quantidade de intervalos que parece mais adequada ao seu conjunto de dados? Será que essa quantidade vale para qualquer conjunto de dados? Comentários O número de intervalos mais adequado para uma amostra depende intrinsecamente da amostra, tanto do número de dados presentes nela quanto da maneira que esses dados estão distribuídos. Poucos intervalos geram histogramas de fácil leitura, mas que podem mascarar características locais da amostra, enquanto que muitos intervalos aumentam o detalhamento da informação. Sugestão de atividade 2 Gráficos estatísticos: histograma 8/11

9 Utilizando uma amostra de dados qualquer, responda os itens abaixo: 1. Identifique os quantis 0.25, 0.5 e 0.75 da amostra 2. Deseja-se categorizar os dados da sua amostra em pequeno, médio e grande, de modo que a quantidade de elementos em cada categoria seja aproximadamente a mesma. Como deve ser feita essa categorização? Comentários A resposta da primeira questão pode ser obtida diretamente da ferramenta arrastando o ponto roxo originalmente sobre o eixo Y e o objetivo dela é apenas familiarizar o usuário com o conceito de quantil. A questão 2 sugere o uso dos quantis 0.33 e 0.66 para dividir uma amostra em 3 categorias, assim, todas elas terão aproximadamente o mesmo número de dados. Sugestão de atividade 3 Agora, ao invés de analisar um conjunto de dados coletados, vamos criar amostras fictícias que tenham certas características. Cada amostra deve ter, pelo menos, 20 dados e satisfazer uma das condições abaixo. 1. A média e a mediana devem estar muito distantes uma da outra. 2. A amostra deve ser bimodal e a mediana não deve estar no ponto médio entre as modas. 3. O intervalo do quantil 0.1 deve ser muito pequeno enquanto que o do quantil 0.9 deve ser muito grande. A amostra deve satisfazer cada uma das condições isoladamente, não é necessário que satisfaça os 4 itens ao mesmo tempo. Gráficos estatísticos: histograma 9/11

10 Comentários Para o primeiro caso, basta criar uma amostra que tenha perto de 50% dos dados concentrados em uma das extremidades, assim a mediana deverá ficar próxima desses dados, e os restantes muito dispersos, fazendo com que a média se afaste dos dados mais concentrados. Para o segundo caso, basta criar uma amostra bimodal (com duas modas) que tenha mais dados concentrados ao redor de uma delas. Para o terceiro caso, basta criar uma amostra que seja muito concentrada no centro do intervalo dos dados e tenha valores extremos bem afastados desse centro. Adicionais A Sugestão de Atividade 3 mostrada anteriormente admite uma infinidade de variações que podem ser formuladas de acordo com o conteúdo que esteja sendo estudado no momento. Além disso, a segunda questão da Sugestão de Atividade 2 pode ser aplicada a contextos específicos e acessíveis aos alunos, como a definição de tamanhos P, M e G para camisetas a partir das medidas dos alunos da própria escola. Esse tipo de questão pode gerar trabalhos interessantes que vão desde a definição das variáveis até a análise dos dados passando pela coleta dos dados. Sugestões de leitura COSTA NETO, Pedro L. de Oliveira. Estatística. Editora Edgard Blücher, MEYER, Paul. Probabilidade: Aplicações à Estatística. Livros Técnicos e Científicos Editora, Ficha técnica Autor Leonardo Barichello Gráficos estatísticos: histograma 10/11

11 Revisor Laura Leticia Ramos Rifo Coordenador de software Leonardo Barichello Coordenador acadêmico Prof. Dr. Samuel Rocha de Oliveira Universidade Estadual de Campinas Reitor Fernando Ferreira Costa Vice-reitor Edgar Salvadori de Decca Pró-Reitor de Pós-Graduação Euclides de Mesquita Neto Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica Diretor Jayme Vaz Jr. Vice-diretor Edmundo Capelas de Oliveira Gráficos estatísticos: histograma 11/11

Guia do professor. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância.

Guia do professor. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. números e funções Guia do professor Objetivos da unidade 1. Analisar representação gráfica de dados estatísticos; 2. Familiarizar o aluno com gráfico de Box Plot e análise estatística bivariada; 3. Utilizar

Leia mais

Desenhando padrões no plano. Série Software ferramenta

Desenhando padrões no plano. Série Software ferramenta Desenhando padrões no plano Série Software ferramenta Funcionalidade Este software permite desenhar padrões geométricos muito simples baseados em rotações e translações. Desenhando padrões no plano Série

Leia mais

O que é permutação? Série O que é

O que é permutação? Série O que é O que é permutação? Série O que é Objetivos 1. Discutir o significado da palavra permutação no contexto da Matemática; 2. Apresentar os casos clássicos de problemas de análise combinatória; 3. Apresentar

Leia mais

Cada gráfico no seu galho. Série Matemática na Escola

Cada gráfico no seu galho. Série Matemática na Escola Cada gráfico no seu galho Série Matemática na Escola Objetivos 1. Apresentar diferentes tipos de gráficos 2. Mostrar que cada tipo de gráfico pode ser utilizado para determinado fim Cada gráfico no seu

Leia mais

Roda Roda. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Introduzir o conceito de permutação circular; 2. Aplicar o conceito de permutação simples.

Roda Roda. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Introduzir o conceito de permutação circular; 2. Aplicar o conceito de permutação simples. Roda Roda Série Matemática na Escola Objetivos 1. Introduzir o conceito de permutação circular; 2. Aplicar o conceito de permutação simples. Roda Roda Série Matemática na Escola Conteúdos Permutações e

Leia mais

Gasolina adulterada. Série Problemas e Soluções. Objetivo. Entender e resolver um problema que envolve proporção.

Gasolina adulterada. Série Problemas e Soluções. Objetivo. Entender e resolver um problema que envolve proporção. Gasolina adulterada Série Problemas e Soluções Objetivo Entender e resolver um problema que envolve proporção. Gasolina adulterada Série Problemas e Soluções Conteúdos Razão e proporção, porcentagem, função

Leia mais

Software. Guia do professor. Geometria do táxi Distâncias. Ministério da Educação. Ministério da Ciência e Tecnologia

Software. Guia do professor. Geometria do táxi Distâncias. Ministério da Educação. Ministério da Ciência e Tecnologia Números e funções Geometria e medidas Guia do professor Software Geometria do táxi Distâncias Objetivos da unidade 1. Consolidar o uso de coordenadas cartesianas no plano e introduzir uma nova noção de

Leia mais

Software. Guia do professor. Aviões e matrizes. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação

Software. Guia do professor. Aviões e matrizes. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação Números e funções Guia do professor Software Aviões e matrizes Objetivos da unidade 1. Mostrar uma aplicação muito importante de matrizes à análise de grafos; 2. Reforçar o significado da multiplicação

Leia mais

Experimento. Guia do professor. Curvas de nível. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação

Experimento. Guia do professor. Curvas de nível. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação geometria e medidas Guia do professor Experimento Curvas de nível Objetivos da unidade 1. Desenvolver experimentalmente a ideia de projeção ortogonal; 2. Aprimorar a capacidade de visualização e associação

Leia mais

Direitos do Consumidor. Série Matemática na Escola

Direitos do Consumidor. Série Matemática na Escola Direitos do Consumidor Série Matemática na Escola Objetivos 1. Introduzir o conceito de função afim; 2. Aplicar o conceito de função afim na resolução de um problema simples. Direitos do consumidor Série

Leia mais

Experimento. O experimento. Curvas de nível. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação

Experimento. O experimento. Curvas de nível. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação Geometria e medidas O experimento Experimento Curvas de nível 1. 2. 3. Objetivos da unidade Desenvolver experimentalmente a ideia de projeção ortogonal; Aprimorar a capacidade de visualização e associação

Leia mais

Gasolina ou Álcool. Série Matemática na Escola

Gasolina ou Álcool. Série Matemática na Escola Gasolina ou Álcool Série Matemática na Escola Objetivos 1. Apresentar aplicações de Sistemas de Equações Lineares no balanceamento de reações químicas. Gasolina ou Álcool Série Matemática na Escola Conteúdos

Leia mais

Cooperativa de Leite. Série Matemática na Escola

Cooperativa de Leite. Série Matemática na Escola Cooperativa de Leite Série Matemática na Escola Objetivos 1. Introduzir matrizes através da representação tabular de dados numéricos; 2. Mostrar uma aplicação simples desse tipo de representação. Cooperativa

Leia mais

O desafio das correlações espúrias. Série Matemática na Escola

O desafio das correlações espúrias. Série Matemática na Escola O desafio das correlações espúrias Série Matemática na Escola Objetivos 1. Apresentar o conceito de correlação; 2. Discutir correlação entre variáveis. O desafio das correlações espúrias Série Matemática

Leia mais

Guia do professor. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. geometria e medidas

Guia do professor. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. geometria e medidas geometria e medidas Guia do professor Objetivos da unidade 1. Estudar linhas de simetria com espelhos; 2. Relacionar o ângulo formado por dois espelhos e o número de imagens formadas; 3. Estudar polígonos

Leia mais

Teste de Gravidez. Série Matemática na Escola

Teste de Gravidez. Série Matemática na Escola Teste de Gravidez Série Matemática na Escola Objetivos 1. Exercitar a regra do produto e a construção da árvore de probabilidades; 2. Apresentar e exercitar o conceito de probabilidade condicional; 3.

Leia mais

Roda de Samba. Série Matemática na Escola

Roda de Samba. Série Matemática na Escola Roda de Samba Série Matemática na Escola Objetivos 1. Apresentar uma aplicação de funções quadráticas; 2. Analisar pontos de máximo de uma parábola;. Avaliar o comportamento da parábola com variações em

Leia mais

Experimento. Guia do professor. Empacotamento de latas. Governo Federal. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância

Experimento. Guia do professor. Empacotamento de latas. Governo Federal. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância geometria e medidas Guia do professor Experimento Empacotamento de latas Objetivo da unidade Estudar área e comprimento de setores circulares através de um problema de otimização. licença Esta obra está

Leia mais

Experimento. Guia do professor. Otimização da cerca. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação

Experimento. Guia do professor. Otimização da cerca. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação Números e funções Guia do professor Experimento Otimização da cerca Objetivos da unidade 1. Resolver um problema de otimização através do estudo de uma função quadrática. 2. Estudar as propriedades de

Leia mais

O que é logaritmo? Série O que é? Objetivos. 1. Discutir o significado da palavra logaritmo no contexto da Matemática.

O que é logaritmo? Série O que é? Objetivos. 1. Discutir o significado da palavra logaritmo no contexto da Matemática. O que é logaritmo? Série O que é? Objetivos 1. Discutir o significado da palavra logaritmo no conteto da Matemática. O que é logaritmo? Série O que é? Conteúdos Logaritmo. Duração Apro. 10 minutos. Objetivos

Leia mais

Jardim de Números. Série Matemática na Escola

Jardim de Números. Série Matemática na Escola Jardim de Números Série Matemática na Escola Objetivos 1. Introduzir plano cartesiano; 2. Marcar pontos e traçar objetos geométricos simples em um plano cartesiano. Jardim de Números Série Matemática na

Leia mais

Hit dos Bits. Série Matemática na Escola

Hit dos Bits. Série Matemática na Escola Hit dos Bits Série Matemática na Escola Objetivos 1. Apresentar o sistema de numeração binário; 2. Mostrar aplicações de sistemas de numeração diferentes do decimal; Hit dos Bits Série Matemática na Escola

Leia mais

O que é parábola? Série O que é? Objetivos. 1. Discutir os significados da palavra parábola no contexto da Matemática.

O que é parábola? Série O que é? Objetivos. 1. Discutir os significados da palavra parábola no contexto da Matemática. O que é parábola? Série O que é? Objetivos 1. Discutir os significados da palavra parábola no contexto da Matemática. O que é parábola? Série O que é? Conteúdos Geometria Analítica: Cônicas, Parábola.

Leia mais

Tudo começa em pizza. Série Problemas e Soluções. Objetivos 1. Introduzir a relação entre diâmetro e área de um círculo através de um problema.

Tudo começa em pizza. Série Problemas e Soluções. Objetivos 1. Introduzir a relação entre diâmetro e área de um círculo através de um problema. Tudo começa em pizza Série Problemas e Soluções Objetivos 1. Introduzir a relação entre diâmetro e área de um círculo através de um problema. Tudo começa em pizza Série Problemas e Soluções Conteúdos Relação

Leia mais

Problemas Gregos. Série Cultura

Problemas Gregos. Série Cultura Problemas Gregos Série Cultura Objetivos 1. Descrever os três famosos problemas gregos, duplicação do cubo, quadratura do círculo e trissecção de ângulos, e contar um ouço da sua história; Problemas Gregos

Leia mais

Guia do professor. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. análise de dados e probabilidade

Guia do professor. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. análise de dados e probabilidade análise de dados e probabilidade Guia do professor Objetivos da unidade 1. Apresentar aos alunos o Princípio da Casa dos Pombos na versão simples e generalizada; 2. Apresentar uma variedade não trivial

Leia mais

Agrônomo e Fisioterapeuta

Agrônomo e Fisioterapeuta Série Qual é a sua profissão? Agrônomo e Fisioterapeuta Objetivos 1. Apresentar algumas características de duas profissões; 2. Mostrar a presença da matemática nas profissões; 3. Incentivar o estudo para

Leia mais

Farmacêutica e Produtora de Eventos

Farmacêutica e Produtora de Eventos Série Qual é a sua profissão? Farmacêutica e Produtora de Eventos Objetivos 1. Apresentar algumas características de duas profissões; 2. Mostrar a presença da matemática nas profissões; 3. Incentivar o

Leia mais

A Parte do Leão. Série Matemática na Escola. por partes; afim por partes na resolução de um problema do cotidiano.

A Parte do Leão. Série Matemática na Escola. por partes; afim por partes na resolução de um problema do cotidiano. A Parte do Leão Série Matemática na Escola Objetivos 1. Introduzir o conceito de função por partes; 2. Aplicar o conceito de função afim por partes na resolução de um problema do cotidiano. A Parte do

Leia mais

Experimento. O experimento. Mágica das cartelas. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação. Educação a Distância.

Experimento. O experimento. Mágica das cartelas. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação. Educação a Distância. números e funções O experimento Experimento Mágica das cartelas Objetivos da unidade 1. Relembrar diferentes sistemas de numeração; 2. Aprofundar o estudo sobre a base binária; 3. Conhecer aplicações da

Leia mais

Experimento. O experimento. Apostas no relógio. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação

Experimento. O experimento. Apostas no relógio. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação análise de dados e probabilidade O experimento Experimento Apostas no relógio Objetivos da unidade 1. Capacitar o aluno a tomar decisões de acordo com o resultado de um experimento aleatório; 2. Aplicar

Leia mais

História da Probabilidade. Série Cultura. Objetivos 1. Apresentar alguns fatos históricos que levaram ao desenvolvimento da teoria da probabilidade.

História da Probabilidade. Série Cultura. Objetivos 1. Apresentar alguns fatos históricos que levaram ao desenvolvimento da teoria da probabilidade. História da Probabilidade Série Cultura Objetivos 1. Apresentar alguns fatos históricos que levaram ao desenvolvimento da teoria da probabilidade. História da Probabilidade Série Cultura Conteúdos História

Leia mais

Huguinho e Zezinho. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Explicitar como são calculados os juros compostos

Huguinho e Zezinho. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Explicitar como são calculados os juros compostos Huguinho e Zezinho Série Matemática na Escola Objetivos 1. Explicitar como são calculados os juros compostos Huguinho e Zezinho Série Matemática na Escola Conteúdos Matemática financeira; juros compostos

Leia mais

Lixo. Série Estimativas

Lixo. Série Estimativas Lixo Série Objetivos 1. Estimar a quantidade de lixo produzida no Brasil em uma semana. 2. Estimar o volume de lixo produzido pela cidade de São Paulo anualmente. Lixo Série Conteúdos Estimativa, proporção,

Leia mais

Carro Flex. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Recordar conceitos básicos relacionados a funções; 2. Exemplificar o uso de funções no cotidiano.

Carro Flex. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Recordar conceitos básicos relacionados a funções; 2. Exemplificar o uso de funções no cotidiano. Carro Flex Série Matemática na Escola Objetivos 1. Recordar conceitos básicos relacionados a funções; 2. Exemplificar o uso de funções no cotidiano. Carro flex Série Matemática na Escola Conteúdos Funções,

Leia mais

Analista de Sistemas e Engenheiro da Computação. Série Qual é a sua profissão? Objetivos. 1. Apresentar algumas características de duas profissões;

Analista de Sistemas e Engenheiro da Computação. Série Qual é a sua profissão? Objetivos. 1. Apresentar algumas características de duas profissões; Série Qual é a sua profissão? Analista de Sistemas e Engenheiro da Computação Objetivos 1. Apresentar algumas características de duas profissões; 2. Mostrar a presença da matemática nas profissões; 3.

Leia mais

Amuleto Mágico. Série Matemática na Escola. Objetivos. Amuleto mágico 1/11

Amuleto Mágico. Série Matemática na Escola. Objetivos. Amuleto mágico 1/11 Amuleto Mágico Série Matemática na Escola Objetivos 1. Apresentar os quadrados mágicos, suas propriedades e curiosidades; 2. Trabalhar noções de equivalência algébrica e simetrias; 3. Utilizar raciocínio

Leia mais

O que é número primo? Série O que é?

O que é número primo? Série O que é? O que é número primo? Série O que é? Objetivos 1. Discutir o significado da palavra número primo no contexto da Matemática; 2. Apresentar idéias básicas sobre criptografia. O que é número primo? Série

Leia mais

A voz do interior. Série Matemática na Escola. 1. Mostrar como um problema simples pode ser resolvido com a ajuda de um sistema de equações lineares;

A voz do interior. Série Matemática na Escola. 1. Mostrar como um problema simples pode ser resolvido com a ajuda de um sistema de equações lineares; A voz do interior Série Matemática na Escola Objetivos 1. Mostrar como um problema simples pode ser resolvido com a ajuda de um sistema de equações lineares; A voz do interior Série Matemática na Escola

Leia mais

As aventuras do Geodetetive 4: As quatro estações. Série Matemática na Escola. Objetivos. As aventuras do Geodetetive 4 1/16

As aventuras do Geodetetive 4: As quatro estações. Série Matemática na Escola. Objetivos. As aventuras do Geodetetive 4 1/16 As aventuras do Geodetetive 4: As quatro estações. Série Matemática na Escola Objetivos 1. Mostrar como os movimentos de translação e de rotação da Terra determinam as estações do ano e a variação da duração

Leia mais

Hotel de Hilbert. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Introduzir o conceito matemático de infinito.

Hotel de Hilbert. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Introduzir o conceito matemático de infinito. Hotel de Hilbert Série Matemática na Escola Objetivos 1. Introduzir o conceito matemático de infinito. Hotel de Hilbert Série Matemática na Escola Conteúdos Conceito de infinitos, injetividade de funções

Leia mais

Quem quer ser um milionário? Série Matemática na Escola

Quem quer ser um milionário? Série Matemática na Escola Quem quer ser um milionário? Série Matemática na Escola Objetivos. Apresentar o famoso Paradoxo de São Petersburgo 2. Definir esperança matemática 3. Introduzir a teoria da escolha envolvendo o risco Quem

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA Manual do Moodle- Sala virtual UNIFAP MACAPÁ-AP 2012 S U M Á R I O 1 Tela de Login...3 2 Tela Meus

Leia mais

RESUMO DA AULA PRÁTICA DE EXCEL

RESUMO DA AULA PRÁTICA DE EXCEL PARA CONSTRUIR TABELAS: RESUMO DA AULA PRÁTICA DE EXCEL Vai em ; Em seguida irá abrir a janela: Na parte Selecione os dados ou somente a variável que deseja analisar, por exemplo: Em seguida marque a opção

Leia mais

Qual o melhor caminho?

Qual o melhor caminho? Qual o melhor caminho? Série Matemática na Escola Objetivos 1. Introduzir a métrica do taxista através de um exemplo cotidiano; 2. Aplicar o conceito de permutação com repetição; 3. Mostrar algumas identidades

Leia mais

Pelas lentes da Matemática. Série Matemática na Escola

Pelas lentes da Matemática. Série Matemática na Escola Pelas lentes da Matemática Série Matemática na Escola Objetivos 1. Apresentar ideias intuitivas de homotetia e semelhança; 2. Interpretar uma situação contextualizada utilizando conceitos matemáticos.

Leia mais

O Grilo Cantante. Série Matemática na Escola

O Grilo Cantante. Série Matemática na Escola O Grilo Cantante Série Matemática na Escola Objetivos 1. Apresentar e resolver uma charada algébrica; 2. Mostrar como usar o sistema de numeração decimal para resolver alguns problemas. O Grilo Cantante

Leia mais

Hit dos Bits. Série Matemática na Escola

Hit dos Bits. Série Matemática na Escola Hit dos Bits Série Matemática na Escola Objetivos 1. Apresentar o sistema de numeração binário; 2. Mostrar aplicações de sistemas de numeração diferentes do decimal; Hit dos Bits Série Matemática na Escola

Leia mais

Quadra Poliesportiva. Série Matemática na Escola

Quadra Poliesportiva. Série Matemática na Escola Quadra Poliesportiva. Série Matemática na Escola Objetivos 1. Usar a semelhança de figuras e conceitos de geometria plana para construir uma maquete de uma quadra poliesportiva. Quadra poliesportiva Série

Leia mais

Capítulo 5 Representações gráficas para variáveis quantitativas

Capítulo 5 Representações gráficas para variáveis quantitativas Capítulo 5 Representações gráficas para variáveis quantitativas Introdução Até o capítulo passado, você aprendeu a sintetizar dados a partir de um conjunto desordenado de dados, identificando a quantidade

Leia mais

Sistema Integrado de Atendimento

Sistema Integrado de Atendimento Sistema Integrado de Atendimento Sistema Integrado de Atendimento. Um sistema moderno, completo e abrangente que modifica a realidade do atendimento de sua empresa, proporcionando maior segurança na tomada

Leia mais

SIGA-CEIVAP MANUAL DO USUÁRIO 1

SIGA-CEIVAP MANUAL DO USUÁRIO 1 SIGA-CEIVAP MANUAL DO USUÁRIO 1 SIGA-CEIVAP MANUAL DO USUÁRIO 2 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 3 1.1 SIGA-CEIVAP... 3 2. FUNCIONALIDADES COMUNS AOS USUÁRIOS... 3 2.1 ACESSO AO SISTEMA... 3 2.1.1 ACESSANDO

Leia mais

Colmeia Global. Série Matemática na Escola

Colmeia Global. Série Matemática na Escola Colmeia Global Série Matemática na Escola Objetivos 1. Refletir sobre os fusos horários do planeta; 2. Servir como um exemplo de Progressão Aritmética. Colmeia Global Série Matemática na Escola Conteúdos

Leia mais

3 Resumo de dados com Tabelas e Gráficos dinâmicos

3 Resumo de dados com Tabelas e Gráficos dinâmicos 3 Resumo de dados com Tabelas e Gráficos dinâmicos Vinicius A. de Souza va.vinicius@gmail.com São José dos Campos, 2011. 1 Sumário Tópicos em Microsoft Excel 2007 Tabela dinâmica...3 Processo de construção...3

Leia mais

Introdução ao Epi Info - Versão Windows

Introdução ao Epi Info - Versão Windows Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 - Informática Introdução ao Epi Info - Versão Windows Apresentação do Software Criar Ficha (Make View) Cria

Leia mais

Experimento. Guia do professor. Mágica das cartelas. Governo Federal. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância

Experimento. Guia do professor. Mágica das cartelas. Governo Federal. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância números e funções Guia do professor Experimento Mágica das cartelas Objetivos da unidade 1. Relembrar diferentes sistemas de numeração; 2. Aprofundar o estudo sobre a base binária; 3. Conhecer aplicações

Leia mais

Vou de Taxi. Série Matemática na Escola

Vou de Taxi. Série Matemática na Escola Vou de Taxi Série Matemática na Escola Objetivos 1 Utilizar coordenadas cartesianas no plano introduzindo uma nova noção de distância onde a função módulo aparece de forma natural 2 Apresentar a Geometria

Leia mais

Hotelaria e Logística

Hotelaria e Logística Série Qual é a sua profissão? Hotelaria e Logística Objetivos 1. Apresentar algumas características de duas profissões; 2. Mostrar a presença da matemática nas profissões; 3. Incentivar o estudo para a

Leia mais

4Distribuição de. freqüência

4Distribuição de. freqüência 4Distribuição de freqüência O objetivo desta Unidade é partir dos dados brutos, isto é, desorganizados, para uma apresentação formal. Nesse percurso, seção 1, destacaremos a diferença entre tabela primitiva

Leia mais

ÍNDICE. Tela de Configuração...03. Dados de Etiqueta...04. Configuração da Impressora...05. Configuração do Papel...06. Itens para Inserção...

ÍNDICE. Tela de Configuração...03. Dados de Etiqueta...04. Configuração da Impressora...05. Configuração do Papel...06. Itens para Inserção... Layout de Etiquetas ÍNDICE Tela de Configuração...03 Dados de Etiqueta...04 Configuração da Impressora...05 Configuração do Papel...06 Itens para Inserção...07 Recursos...08 Configurações dos Itens Selecionados...09

Leia mais

Números primos. Série Rádio Cangalha. Objetivos 1. Provar que existem infinitos números primos;

Números primos. Série Rádio Cangalha. Objetivos 1. Provar que existem infinitos números primos; Números primos Série Rádio Cangalha Objetivos 1. Provar que existem infinitos números primos; Números primos Série Rádio Cangália Conteúdos Aritmética. Duração Aprox. 10 minutos. Objetivos 1. Provar que

Leia mais

PROCEDIMENTO DO CLIENTE

PROCEDIMENTO DO CLIENTE PROCEDIMENTO DO CLIENTE Título: Plug-in Guia de Empresas Objetivo: Aprender a utilizar a ferramenta Guia de Empresas Onde: Empresa Quem: Cliente Quando: Início A ferramenta Guia de Empresas permite criar

Leia mais

Experimento. O experimento. Quantos peixes há no lago? Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação

Experimento. O experimento. Quantos peixes há no lago? Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação Análise de dados e probabilidade O experimento Experimento Quantos peixes há no lago? Objetivos da unidade Introduzir um método que permite estimar o tamanho de uma deter minada população. licença Esta

Leia mais

Microsoft Excel. Formulários PARTE 8 SUMÁRIO

Microsoft Excel. Formulários PARTE 8 SUMÁRIO Microsoft Excel Formulários PARTE 8 SUMÁRIO 1-) Formulários Personalizados no Excel... 2 1.1-) Botão Caixa de combinação.... 4 1.2-) Botão Caixa de opção.... 8 1.3-) Caixa de Grupo.... 11 1-) Formulários

Leia mais

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre.

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre. Manual de Utilizador Caderno Recursos da Unidade Curricular Gabinete de Ensino à Distância do IPP http://eweb.ipportalegre.pt ged@ipportalegre.pt Índice RECURSOS... 1 ADICIONAR E CONFIGURAR RECURSOS...

Leia mais

MANUAL DO AVA GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Rua Ramos Ferreira, 991 A - Centro Fone: (92) 3878-7479 / 3233-6836 Manaus AM CEP: 69010-120

MANUAL DO AVA GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Rua Ramos Ferreira, 991 A - Centro Fone: (92) 3878-7479 / 3233-6836 Manaus AM CEP: 69010-120 MANUAL DO AVA 1. O QUE É EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA? A Educação a Distância, como dispõe o Decreto nº 5.622, de 19/12/2005, caracterizase como uma modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica

Leia mais

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0 G-Bar Software para Gerenciamento de Centrais de Corte e Dobra de Aço Módulo Básico Versão 4.0 Relatórios Manual do Usuário 1 As informações contidas neste documento, incluindo links, telas e funcionamento

Leia mais

SOLID EDGE ST3 TUTORIAL 2 CRIANDO UM DESENHO NO AMBIENTE DRAFT

SOLID EDGE ST3 TUTORIAL 2 CRIANDO UM DESENHO NO AMBIENTE DRAFT SOLID EDGE ST3 TUTORIAL 2 CRIANDO UM DESENHO NO AMBIENTE DRAFT Esse tutorial traz passo a passo instruções para criação de um desenho no ambiente Draft. Na criação dos desenhos você aprenderá as técnicas

Leia mais

Microsoft PowerPoint XP. Módulo I I

Microsoft PowerPoint XP. Módulo I I FUNCICI MG ESCOLA TÉCNICA DE FORMAÇÃO GERENCIAL DE CONTAGEM CURSO TÉCNICO AMBIENTAL E DE SEGURANÇA APOSTILA BÁSICA: Microsoft PowerPoint XP Módulo I I Elaborada por: Walter Santos 2007 2 S U M Á R I O

Leia mais

Aula 03 PowerPoint 2007

Aula 03 PowerPoint 2007 Aula 03 PowerPoint 2007 Professor: Bruno Gomes Disciplina: Informática Básica Curso: Gestão de Turismo Sumário da aula: 1. Abrindo o PowerPoint; 2. Conhecendo a Tela do PowerPoint; 3. Criando uma Nova

Leia mais

A razão dos irracionais. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Apresentar os numeros irracionais. 2. Demonstrar que 2 não é racional com o

A razão dos irracionais. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Apresentar os numeros irracionais. 2. Demonstrar que 2 não é racional com o A razão dos irracionais. Série Matemática na Escola Objetivos 1. Apresentar os numeros irracionais. 2. Demonstrar que 2 não é racional com o argumento do absurdo. A razão dos irracionais Série Matemática

Leia mais

Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá. LibreOffice Impress Editor de Apresentação

Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá. LibreOffice Impress Editor de Apresentação Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá LibreOffice Impress Editor de Apresentação Iniciando o Impress no Linux Educacional 4 1. Clique no botão 'LE' no

Leia mais

Chamada Pública Procedimentos para utilização da Chamada Pública no sistema SMARam Versão 1.0

Chamada Pública Procedimentos para utilização da Chamada Pública no sistema SMARam Versão 1.0 Chamada Pública Procedimentos para utilização da Chamada Pública no sistema SMARam Marcio Tomazelli Coordenador de Sistemas Gustavo Cezarino Programador Pleno Versão 1.0 Índice Índice...2 Índice de Figuras...2

Leia mais

Atuário e Estatística

Atuário e Estatística Série Qual é a sua profissão? Atuário e Estatística Objetivos 1. Apresentar algumas características de duas profissões; 2. Mostrar a presença da matemática nas profissões; 3. Incentivar o estudo para a

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

Experimento. O experimento. Mensagens secretas com matrizes. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia

Experimento. O experimento. Mensagens secretas com matrizes. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia Números e funções O experimento Experimento Mensagens secretas com matrizes Objetivos da unidade 1. Introduzir o conceito de criptografia; 2. Fixar conteúdos como multiplicação e inversão de matrizes.

Leia mais

Matemática em Toda Parte II

Matemática em Toda Parte II Matemática em Toda Parte II Episódio: Matemática no Transporte Resumo O episódio Matemática no Transporte, da série Matemática em Toda Parte II, vai mostrar como alguns conceitos matemáticos estão presentes

Leia mais

Manual das planilhas de Obras v2.5

Manual das planilhas de Obras v2.5 Manual das planilhas de Obras v2.5 Detalhamento dos principais tópicos para uso das planilhas de obra Elaborado pela Equipe Planilhas de Obra.com Conteúdo 1. Gerando previsão de custos da obra (Módulo

Leia mais

Relatórios. Manual. Pergamum

Relatórios. Manual. Pergamum Relatórios Manual Pergamum Manual PER-MAN-005 Estatísticas Circulação de Materiais - Geral Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 1-4 1.1 PESQUISANDO ESTATÍSITICAS E RELATÓRIOS... 1-10 1.2 UTILIZANDO O MÓDULO RELATÓRIOS...

Leia mais

Abelhas Matemáticas. Série Matemática na Escola

Abelhas Matemáticas. Série Matemática na Escola Abelhas Matemáticas Série Matemática na Escola Objetivos 1. Mostrar que os alvéolos hexagonais das abelhas têm a forma ótima em relação à capacidade para armazenar mel; 2. Interpretar uma situação contextualizada

Leia mais

Música quase por acaso. Série Matemática na Escola

Música quase por acaso. Série Matemática na Escola Música quase por acaso Série Matemática na Escola Objetivos 1. Introduzir o conceito de probabilidade de transição; 2. Introduzir Cadeias de Markov; 3. Usar matrizes, estatística e probabilidade para compor

Leia mais

O sonho dourado. Série Matemática na Escola

O sonho dourado. Série Matemática na Escola O sonho dourado Série Matemática na Escola Objetivos 1. Identificar de modo claro os conceitos de fluxo monetário, tempo e equivalência financeira; 2. Reconhecer e analisar critérios para resolução de

Leia mais

ROTEIRO PARA RECADASTRAMENTO DE POSTOS DE COMBUSTÍVEIS

ROTEIRO PARA RECADASTRAMENTO DE POSTOS DE COMBUSTÍVEIS CONTATOS PARA ESCLARECIMENTO DE DÚVIDAS OU SOLUÇÃO DE DIFICULDADES COM O SISTEMA: IBAMA/Brasília: (61) 3316 1677 IBAMA/Vitória: (27) 3089 1190 / 1191 ROTEIRO PARA RECADASTRAMENTO DE POSTOS DE COMBUSTÍVEIS

Leia mais

Guia do professor. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. geometria e medidas

Guia do professor. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. geometria e medidas geometria e medidas Guia do professor Objetivos da unidade 1. Estudar linhas de simetria com espelhos; 2. Relacionar o ângulo formado por dois espelhos e o número de imagens formadas; 3. Estudar polígonos

Leia mais

Universidade Federal do Mato Grosso - STI-CAE. Índice

Universidade Federal do Mato Grosso - STI-CAE. Índice CAPA Universidade Federal do Mato Grosso - STI-CAE Índice 1. Página da área administrativa... 1.1 Botões e campo iniciais... 2. Explicar como funcionam as seções... 2.1. Seções dinâmicos... 2.1.1 Como

Leia mais

WEBGIS Sistema Informativo Territorial

WEBGIS Sistema Informativo Territorial PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA WEBGIS Sistema Informativo Territorial MANUAL DE UTILIZAÇÃO Autor: Rony Camargo de Brito Primeira edição: 20-06-2008 Atualizado: 08-10-2008 Todos os Direitos Reservados

Leia mais

MAPA GEOIDAL DE CAMPINAS

MAPA GEOIDAL DE CAMPINAS MAPA GEOIDAL DE CAMPINAS MANUAL DE UTILIZAÇÃO TERMO DE USO E COMPROMISSO As informações contidas neste aplicativo Mapa Geoidal, são fornecidas com o entendimento de que não há garantia de serem exatas,

Leia mais

Continuação. 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART

Continuação. 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART Continuação 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART a) Vá para o primeiro slide da apresentação salva no item 31. b) Na guia PÁGINA INICIAL, clique no botão LAYOUT e selecione (clique) na opção TÍTULO

Leia mais

ORIENTAÇÕES PASSO A PASSO BDCS Banco de Dados de Cargos e Salários

ORIENTAÇÕES PASSO A PASSO BDCS Banco de Dados de Cargos e Salários ORIENTAÇÕES PASSO A PASSO BDCS Banco de Dados de Cargos e Salários PASSO 1 ACESSO PASSO 2 CADASTROS PASSO 3 DEVOLUTIVA DOS RESULTADOS 1 PASSO 1 - ACESSO Se porventura você clicar sobre ACESSE - Salários

Leia mais

Experimento. Guia do professor. Duplicação do Cubo. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação

Experimento. Guia do professor. Duplicação do Cubo. Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia. Ministério da Educação geometria e medidas Guia do professor Experimento Duplicação do Cubo 1. 2. 3. Objetivos da unidade Experimentalmente, obter a aresta de um cubo, que possui o dobro do volume de um outro cubo de arestas

Leia mais

Manual Introdutório do DataStudio

Manual Introdutório do DataStudio Manual de Instruções Manual N.º 012-08107 Manual Introdutório do DataStudio Manual N.º 012-08107 Manual N.º 012-08107 Manual Introdutório do DataStudio Introdução O que é o DataStudio? O DataStudio é

Leia mais

Estatística no EXCEL

Estatística no EXCEL Estatística no EXCEL Prof. Ms. Osorio Moreira Couto Junior 1. Ferramentas... 2 2. Planilha de dados... 3 2.1. Introdução... 3 2.2. Formatação de células... 4 2.3. Inserir ou Excluir Linhas e Colunas...

Leia mais

FEMA Fundação Educacional Machado de Assis INFORMÁTICA Técnico em Segurança do Trabalho P OW ERPOI NT. Escola Técnica Machado de Assis Imprensa

FEMA Fundação Educacional Machado de Assis INFORMÁTICA Técnico em Segurança do Trabalho P OW ERPOI NT. Escola Técnica Machado de Assis Imprensa P OW ERPOI NT 1 INTRODUÇÃO... 3 1. Iniciando o PowerPoint... 3 2. Assistente de AutoConteúdo... 4 3. Modelo... 5 4. Iniciar uma apresentação em branco... 6 5. Modo de Exibição... 6 6. Slide Mestre... 7

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. Instruções para Uso do Software VISIO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. Instruções para Uso do Software VISIO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Instruções para Uso do Software VISIO Fevereiro/2006 Instruções para uso do Visio... 03 Instruções para Uso do Software VISIO 2 Instruções para uso do Visio O Visio 2003...

Leia mais

Início Rápido para Fotos e Histórias do FamilySearch

Início Rápido para Fotos e Histórias do FamilySearch Início Rápido para Fotos e Histórias do FamilySearch Você pode adicionar fotos e histórias da família aos registros dos seus antepassados na Árvore Familiar. Com o novo recurso Adicionar Fotos e Histórias,

Leia mais

Matemática. Euclides Roxo. David Hilbert. George F. B. Riemann. George Boole. Niels Henrik Abel. Karl Friedrich Gauss.

Matemática. Euclides Roxo. David Hilbert. George F. B. Riemann. George Boole. Niels Henrik Abel. Karl Friedrich Gauss. Matemática Jacob Palis Álgebra 1 Euclides Roxo David Hilbert George F. B. Riemann George Boole Niels Henrik Abel Karl Friedrich Gauss René Descartes Gottfried Wilhelm von Leibniz Nicolaus Bernoulli II

Leia mais

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado.

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. , ()! $ Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. Uma estratégia muito utilizada para organizar visualmente informações numéricas

Leia mais

Experimento. Guia do professor. Qual é o cone com maior volume? Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia

Experimento. Guia do professor. Qual é o cone com maior volume? Secretaria de Educação a Distância. Ministério da Ciência e Tecnologia geometria e medidas Guia do professor Experimento Qual é o cone com maior volume? Objetivos da unidade 1. Dado um círculo de cartolina, investigar qual seria o cone com maior volume que se poderia montar;

Leia mais

Programa Acessa Escola Atualização do Sistema das salas Etapa Final

Programa Acessa Escola Atualização do Sistema das salas Etapa Final Programa Acessa Escola Atualização do Sistema das salas Etapa Final As informações contidas neste documento devem ser seguidas para o completo funcionamento dos computadores da Sala do Acessa Escola. LEIA

Leia mais

O Jogo de Dados de Mozart. Série Matemática na Escola

O Jogo de Dados de Mozart. Série Matemática na Escola O Jogo de Dados de Mozart Série Matemática na Escola Objetivos 1. Relacionar música e matemática; 2. Apresentar os fundamentos de análise combinatória e probabilidade; 3. Exibir uma aplicação prática de

Leia mais