ENSINO FUNDAMENTAL COORDENADORA SANDRA MARA KUCHNIR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ENSINO FUNDAMENTAL COORDENADORA SANDRA MARA KUCHNIR"

Transcrição

1 ENSINO FUNDAMENTAL COORDENADORA SANDRA MARA KUCHNIR 2014

2 EDUCAÇÃO FÍSICA

3 EDUCAÇÃO FÍSICA PRODUÇÃO CULTURAL DA SOCIEDADE EXPRESSADA ATRAVÉS DO MOVIMENTO

4 EDUCAÇÃO FÍSICA CONTEÚDOS

5 EDUCAÇÃO FÍSICA EIXOS ESPORTE GINÁSTICA JOGOS/BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS DANÇA LUTAS

6 EDUCAÇÃO FÍSICA ESPORTE ATLETISMO HANDEBOL FUTEBOL VOLEIBOL BASQUETE TENIS DE MESA

7 EDUCAÇÃO FÍSICA GINÁSTICA MOVIMENTOS ACROBÁTICOS ACROBACIAS COM AS MÃOS E/OU UTILIZANDO OBJETOS ACROBACIAS COM OS PÉS E/OU UTILIZANDO OBJETOS MALABARISMO COM PÉS E/OU MÃOS UTILIZANDO OBJETOS ACROBACIAS INDIVIDUAIS UTILIZANDO-SE DO CORPO ACROBACIAS COLETIVAS GINASTICA OLIMPICA GINASTICA RITMICA GINASTICA ARTISTICA

8 EDUCAÇÃO FÍSICA JOGOS / BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS CANTIGAS DE RODA BRINQUEDOS CANTADOS JOGOS FOLCLORICOS E POPULARES BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS DA COMUNIDADE DE HOJE E DE OUTROS TEMPOS JOGOS REGIONAIS BRINCADEIRAS DE RUA JOGOS COOPERATIVOS

9 EDUCAÇÃO FÍSICA DANÇA EXPRESSÃO CORPORAL IMPROVISAÇÃO DANÇA ÉTNICA E DE CULTURAS NATIVAS DANÇAS FOLCLÓRICAS DANÇAS POPULARES E/OU TRADICIONAIS

10 EDUCAÇÃO FÍSICA LUTAS ORIENTAIS LUTAS LUTAS OCIDENTAIS

11 PLANO DE TRABALHO DOCENTE - OBJETIVOS: ÁREA DO CONHECIMENTO EDUCAÇÃO FÍSICA - IDENTIFICAR AS DIFERENTES FORMAS DE PASSAGEM DE BOLA; TURMA: 2º ANO - PERCEBER A RELAÇÃO DE COOPERAÇÃO EXISTENTE NO TIME; CONTEÚDO: ESPORTE HANDEBOL JOGOS COM AS MÃOS - VIVENCIAR ATIVIDADES QUE ENVOLVAM A MANIPULAÇÃO DE BOLA COM AS MÃOS; - VIVENCIAR O FUNDAMENTO DO PASSE E ARREMESSO PRESENTE NO HANDEBOL ATRAVÉS DE ATIVIDADES PRATICAS;

12 EDUCAÇÃO FÍSICA # EXPLORAR JOGOS QUE ENVOLVAM PASSE DE BOLA COM AS MÃOS. JOGO COM AS MÃOS

13 HANDEBOL - JOGO COM AS MÃOS COMO PODEMOS DEFINIR O JOGO PRÉ- DESPORTIVO PARA O HANDEBOL São aqueles, que visam à aprendizagem de gestos e movimentos naturais/básicos dos elementos essenciais e movimentos simples, como: saltar, correr, lançar, que tenham semelhança com o handebol. Tendo como objetivo a iniciação dos fundamentos básicos, assim deve-se dar ao aluno meios que possa compreender as noções gerais do jogo. As regras empregadas são as mais simples possíveis. À medida que haja evolução da criança, elevar o nível de complexidade para melhoria da técnica individual. Os jogos pré-desportivos devem ter como característica principal a forma lúdica e prazerosa na sua realização.

14 FUNDAMENTOS DO HANDEBOL RECEPÇÃO PASSE ARREMESSO EMPUNHADURA PROGRESSÃO DRIBLE FINTA

15 FUNDAMENTOS DO HANDEBOL Recepção - é a ação específica de receber, amortecer e reter a bola de forma adequada nas diferentes posições e situações em que o jogador for solicitado. Passe - é a ação de enviar e dirigir a bola ao companheiro, de forma correta, para facilitar a próxima ação. O passe e a recepção são técnicas utilizadas pelos jogadores na preparação da finalização, ou seja, na colocação de um companheiro em condições favoráveis de arremessar a bola em direção ao gol adversário Empunhadura: é a forma de segurar a bola do handebol com uma das mãos. Na empunhadura os cinco dedos da mão permanecem bem afastados entre si e a palma fica ligeiramente côncava. Arremesso - é a ação de enviar a bola em direção ao gol adversário, aplicando um forte impulso (força) na mesma, para dificultar a ação do goleiro, procurando que ela adentre ao gol, tendo como objetivo, assim, a marcação deum gol.

16 FUNDAMENTOS DO HANDEBOL Progressão - é a ação de deslocar-se na quadra, movimentando-se de um lugar a outro, de posse da bola, obedecendo as regras do jogo no que diz respeito ao manejo da bola. Drible - é a ação de impulsionar e dirigir a bola em direção ao solo, uma ou mais vezes, sem perder o controle da mesma. O drible serve para progredir na quadra ou reter a bola em situação especial. Finta - é a ação que o jogador realiza, de posse de bola, para dirigir os movimentos do defensor numa direção falsa, desviando a sua atenção da própria real intenção, causandolhe o desequilíbrio. A finta tem como objetivo enganar e passar pelo adversário além de desorganizar a defesa

17 1º PASSO ALONGAMENTO

18 ALONGAMENTO Alongamento é o exercício para preparar e melhorar a flexibilidade muscular, ou seja, os músculos aumentam seu comprimento e como consequência a sua flexibilidade. Esse é o principal efeito do alongamento, pois assim será maior o movimento possível para uma determinada articulação. É recomendado fazer o alongamento antes dos exercícios, por proporcionar maior agilidade e melhor condicionamento físico, ele também ajuda a impedir lesões musculares. Para se fazer o alongamento não é preciso habilidades atléticas. Para quem tem algum problema específico, basta apenas diminuir a intensidade do alongamento para não forçar as articulações e os músculos. Os alongamentos não são feitos apenas antes e depois dos exercícios, pois eles servem também para relaxar o corpo e a mente, e quando feitos de maneiras adequadas ele ainda traz os seguintes benefícios para o corpo:

19 ALONGAMENTO 1) A professora levará os alunos para a quadra e fará um alongamento - Vamos realizar os seguintes movimentos: * Em pé - Segure um dos pés de encontro ao bumbum, alongando o Quadríceps (parte anterior da coxa). Troque o lado. - Pernas estendidas, leve o tronco à frente, como se fosse encostar as mãos no chão, alongando a parte posterior das coxas,pernas e coluna. - Estenda os braços à frente entrelaçando os dedos e curvando as costas. Você irá alongar os braços e as costas. - Passe os braços para trás do corpo, cruzando os dedos e alongando o peito. - Puxe o pescoço para o lado, alongando o Trapézio (músculo do pescoço). Troque o lado. - Entrelace os dedos atrás da nuca e force a cabeça para baixo, encostando o queixo no peito. Você irá alongar a cervical. - Gire a cabeça para um lado e depois para o outro lado. - Eleve o braço para cima e para a lateral, alongando a lateral do corpo. - Estenda um braço à frente e com a outra mão puxe o braço estendido para dentro (em cima do peito), alongando o Deltóide (músculo do ombro). - Estenda um braço à frente com a palma da mão voltada para frente e os dedos voltados para baixo. Com a outra mão, puxe os dedos para trás alongando o antebraço e Bíceps (músculo do muque). Troque o lado. - Estenda um braço com o dorso da mão voltado para frente. Com a outra mão, puxe os dedos para você, alongando o antebraço. Troque o lado. Sentada - Sente com as pernas afastadas. Leve o tronco à frente, coluna reta e braços estendidos, alongando a coluna e os músculos adutores (parte interna das coxas). Deitada - Deite de barriga para cima. Flexione as pernas e cruze uma sobre a outra. Segure a perna de baixo, puxando as duas pernas de encontro ao peito, alongando o glúteo (músculo do bumbum). Troque o lado. - Descruze as pernas. Segure nos joelhos, trazendo-os de encontro ao peito, alongando a coluna. Segure cada posição por 20 segundos.

20 2º PASSO ATIVIDADES PRÁTICAS ATIVIDADE 1 JOGO DO ESPERTO FORME TRIOS. DOIS PARTICIPANTES DEVERÃO FICAR UM DE FRENTE PARA O OUTRO E O TERCEIRO DEVERÁ SE POSICIONAR ENTRE ELES. OS DOIS JOGADORES FARÃO A PASSAGEM DA BOLA UM PARA O OUTRO DE FORMA QUE O TERCEIRO NÃO CONSIGA PEGAR. QUANDO O TERCEIRO JOGADOR CONSEGUIR PEGAR A BOLA ASSUME O LUGAR DO JOGADOR QUE POR ULTIMO FEZ O PASSE DA BOLA. OBS: O PROFESSOR DEVE SUGERIR SITUAÇÕES DIFERENTES PARA A PASSAGEM DA BOLA COMO POR EXEMPLO: PASSAR A BOLA SOBRE A CABEÇA USANDO AS DUAS MÃOS, PASSAR A BOLA QUICANDO UMA VEZ NO CHÃO, CRIAR SITUAÇÕES VARIADAS PEDINDO SUGESTÃO DAS CRIANÇAS. É IMPORTANTE QUE O PROFESSOR INTERFIRA QUANDO NECESSÁRIO PARA QUE OS TRÊS PARTICIPANTES DO JOGO ESTEJAM SATISFEITOS COM A ATIVIDADE.

21 ATIVIDADES PRÁTICAS ATIVIDADE 2 PASSE QUICADO MATERIAL: 2 BOLAS DE BORRACHA Nº, 02ARCOS PRESOS NAS TRAVES DE FUTEBOL FORMAR TIMES DE 5 JOGADORES CADA. DISPOR OS 5 JOGADORES EM FILA UM COM DISTANCIA DE UM METRO DO OUTRO. AO SINAL DO PROFESSOR O PRIMEIRO JOGADOR DEVE FAZER A PASSAGEM DA BOLA PARA O COLEGA A SUA FRENTE QUICANDO A BOLA NO CHÃO, O QUINTO E ULTIMO INTEGRANTE DO TIME DEVE RECEBER A BOLA E ARREMESSA-LA NO ARCO VENCE A EQUIPE QUE FIZER A PASSAGEM DE BOLA ANTES QUE A OUTRA E ACERTAR O ALVO. OBS:TODAS AS EQUIPES DEVEM PARTICIPAR, SENDO QUE AS QUE SE CLASSIFICAREM DEVERÃO ENFRENTAR AS DEMAIS. CABE AO PROFESSOR REPETIR O JOGO ALTERANDO A FORMA DE PASSAGEM DE BOLA COMO POR EXEMPLO: PASSAR A BOLA APENAS COM UMA MÃO, COM AS MÃOS SOBRE A CABEÇA, ENTRE OUTRAS, QUESTIONAR OS ALUNOS OUTRAS POSSIBILIDADES DE PASSAGEM DE BOLA E VIVENCIA-LAS. O OBJETIVO É EXPLORAR DIFERENTES FORMAS DE RECEBIMENTO E PASSAGEM DE BOLA.

22 ATIVIDADES PRÁTICAS ATIVIDADE 3 BOLA NO ALVO FORMAR DUPLAS. PEDIR PARA AS DUPLAS PERCORERREM UM TRAJETO FAZENDO PASSES ENTRE ELES. (PASSES COM BOLA QUICADA, PASSANDO SOBRE A CABEÇA, PASSAGEM AO LADO DO CORPO, UM GIRO E PASSAGEM DA BOLA). A CHEGAR PRÓXIMO DA TRAVE UM PARTICIPANTE DA DUPLA DEVERÁ ARREMESSAR A BOLA EM UMA FOLHA DE JORNAL QUE ESTARÁ POSICIONADA NA TRAVE. O OBJETIVO DESTA ATIVIDADE É TRABALHAR O REPASSE DE BOLA E O ARREMESSO AO GOL.

23 ATIVIDADES PRÁTICAS ATIVIDADE 4 DERRUBADA DOS PINOS MATERIAIS NECESSÁRIOS BOLAS DE BORRACHA (PEQUENAS), GARRAFAS DESCARTÁVEIS (PET) COM AREIA. ORGANIZAR OS ALUNOS EM GRUPOS COM O MESMO NÚMERO DE PARTICIPANTES, DISPOSTOS EM FILA (UM AO LADO DO OUTRO) ATRÁS DE UMA LINHA DEMARCATÓRIA. DESCRIÇÃO: AS EQUIPES DIVIDIDAS EM UMA ÁREA RETANGULAR DEVERÃO ESTAR UM AO LADO DO OUTRO COM AS BOLAS NAS MÃOS, AO SINAL DO PROFESSOR DEVERÃO DERRUBAR NO MENOR TEMPO POSSÍVEL, OS PINOS DA EQUIPE ADVERSÁRIA QUE ESTARÃO DISPOSTOS NAS EXTREMIDADES (AMBOS OS LADOS). PODERÁ HAVER UM INTEGRANTE DE CADA EQUIPE PRÓXIMO DOS PINOS PARA FAZER A REPOSIÇÃO DAS BOLAS, PORÉM ESTE INTEGRANTE NÃO PODERÁ DERRUBAR OS PINOS. VENCE A EQUIPE QUE DERRUBAR OS PINOS DA EQUIPE ADVERSÁRIA NO MENOR TEMPO. O OBJETIVO DO JOGO É DESENVOLVER O TRABALHO EM EQUIPE E A HABILIDADE DAS CRIANÇAS.

24 ATIVIDADES PRÁTICAS ATIVIDADE 5 MINI JOGO DE HANDEBOL FORMAR PEQUENOS GRUPOS DE ATÉ QUATRO PARTICIPANTES. NO GOL COLOCAR 4 CADEIRAS COM UMA GARRAFA PET SOBRE CADA UMA. O TIMES DEVERÃO TIRAR PAR OU IMPAR PARA DECIDIR QUEM INICIARÁ O JOGO. AO SINAL DO PROFESSOR O TIME DEVE INICIAR COM A PASSAGEM DE BOLA DE MANEIRA QUE TOTALIZE 4 PASSES O ULTIMO QUE RECEBER A BOLA DEVERÁ DERRUBAR UMA GARRAFA DO TIME ADVERSÁRIO. O JOGO TERMINA QUANDO AS GARRFAS DE UM TIME FOREM TODAS DERRUBADAS. OBS: ESTA ATIVIDADE PODERÁ SER REALIZADA EM MEIA QUADRA.

25 HANDEBOL - JOGO COM AS MÃOS CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO PERCEBE A IMPORTÂNCIA DA COOPERAÇÃO DOS JOGADORES NO TIME; ATIVIDADE AVALIATIVA ATIVIDADE MINI JOGO DE HADEBOL RECONHECE QUE EXISTE DIFERENTES FORMAS PARA O REPASSE DE BOLA;

26 HANDEBOL - JOGO COM AS MÃOS REFERÊNCIA BIBLIOGRAFICA - PROPOSTA CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA DE PIRAQUARA; - COLETÂNEA DE ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO FÍSICA PARA O ENSINO MÉDIO E FUNDAMENTAL; - TEIXEIRA, HUDSON VENTURA.EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS:TÉCNICAS, TÁTICAS, REGRAS E PENALIDADES. 4ª EDIÇÃO. SÃO PAULO

27 COMO REGISTRAR NO LIVRO DE CHAMADA ESPORTE:HANDEBOL JOGOS COM AS MÃOS

28 ESTE PLANO PODE SER APLICADO PARA O 1º ANO?

29 NÃO POR QUE OS ALUNOS DO 1º ANO AINDA NECESSITAM DE ATIVIDADES LÚDICAS QUE VIABILIZEM A EXPLORAÇÃO DE MATERIAIS. NESTE CASO A BOLA.

APOSTILA DE VOLEIBOL

APOSTILA DE VOLEIBOL APOSTILA DE VOLEIBOL O voleibol é praticado em uma quadra retangular dividida ao meio por uma rede que impede o contato corporal entre os adversários. A disputa é entre duas equipes compostas por seis

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GONÇALO SAMPAIO ESCOLA E.B. 2, 3 PROFESSOR GONÇALO SAMPAIO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GONÇALO SAMPAIO ESCOLA E.B. 2, 3 PROFESSOR GONÇALO SAMPAIO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GONÇALO SAMPAIO ESCOLA E.B. 2, 3 PROFESSOR GONÇALO SAMPAIO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES (EDUCAÇÃO FÍSICA) 5º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL 2014/2015 5.º Ano 1. CONTEÚDOS DE APRENDIZAGEM Atletismo

Leia mais

FICHA PARA CATÁLOGO. Escola Estadual São José Ensino Fundamental e Médio. Educação Física. Unidade Didática

FICHA PARA CATÁLOGO. Escola Estadual São José Ensino Fundamental e Médio. Educação Física. Unidade Didática FICHA PARA CATÁLOGO Título: IMPORTÂNCIA DO AQUECIMENTO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA Autor Escola de Atuação Município da escola Núcleo Regional de Educação Orientador Instituição de Ensino Superior Disciplina/Área

Leia mais

JOGOS DESPORTIVOS COLETIVOS

JOGOS DESPORTIVOS COLETIVOS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS ESCOLA BÁSICA 2/3 MARTIM DE FREITAS Ano letivo 2015/2016 EDUCAÇÃO FÍSICA 3º CICLO NÍVEIS INTRODUTÓRIO (I), ELEMENTAR (E) e AVANÇADO (A) JOGOS DESPORTIVOS COLETIVOS

Leia mais

XV JOGOS ARI DE SÁ. Ensino Fundamental I 2015 REGULAMENTO

XV JOGOS ARI DE SÁ. Ensino Fundamental I 2015 REGULAMENTO XV JOGOS ARI DE SÁ Ensino Fundamental I 2015 REGULAMENTO ABERTURA 1. DIA: 26/09/2015 ( Sábado ) 9h 2. LOCAL: Manhã Ginásio 2.1 - Concentração Manhã: galeria do Ensino Fundamental I 2.2 - Desfile de abertura

Leia mais

Diagrama das dimensões de uma quadra oficial Diagrama das dimensões de uma tabela oficial Equipe - Existem duas equipes que são compostas por 5

Diagrama das dimensões de uma quadra oficial Diagrama das dimensões de uma tabela oficial Equipe - Existem duas equipes que são compostas por 5 Basquetebol O basquetebol é um desporto colectivo inventado em 1891 pelo professor de Educação Física canadense James Naismith, na Associação Cristã de Moços de Springfield (Massachusetts), EUA. É jogado

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 7ª, 8ª e 9ª classes 1º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO Ficha Técnica TÍTULO: Programa de Educação Física - 7ª, 8ª e 9ª classes EDITORA: INIDE IMPRESSÃO: GestGráfica, S.A. TIRAGEM:

Leia mais

Estruturação dos Conteúdos Unidade Didáctica de Basquetebol. Aula Objectivo Específico Conteúdos Estratégias

Estruturação dos Conteúdos Unidade Didáctica de Basquetebol. Aula Objectivo Específico Conteúdos Estratégias Estruturação dos Conteúdos Unidade Didáctica de Basquetebol Aula Objectivo Específico Conteúdos Estratégias 1 Posição Básica Ofensiva; Passe (Peito e Picado) /recepção; Drible de Avaliar a prestação motora

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA ANDEBOL

EDUCAÇÃO FÍSICA ANDEBOL EDUCAÇÃO FÍSICA ANDEBOL O Andebol é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas (cada equipa tem: 7 jogadores em campo e 5 suplentes), cujo objectivo é introduzir a bola na baliza da equipa

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO - 2015

INFORMAÇÃO - PROVA EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO - 2015 INFORMAÇÃO - PROVA EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO - 2015 O presente documento visa divulgar as características da prova final do 2º ciclo do ensino básico da disciplina

Leia mais

Processos pedagógicos na natação para Bebês de 6 meses a 36 meses

Processos pedagógicos na natação para Bebês de 6 meses a 36 meses Processos pedagógicos na natação para Bebês de 6 meses a 36 meses Como os Bebês Aprendem: Período Sensório- Motor ( Piaget) : 0 a 24 meses -Interação entre o bebê e o meio ambiente. -Tentativa e erro (

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2014/2015 CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO - OPERADOR DE INFORMÁTICA

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2014/2015 CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO - OPERADOR DE INFORMÁTICA PLANIFICAÇÃO MODULAR ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2014/2015 CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO - OPERADOR DE INFORMÁTICA MÓDULO A1 JOGOS DESPORTIVOS COLETIVOS a) Coopera com os companheiros, quer nos exercícios

Leia mais

Um breve histórico da GA

Um breve histórico da GA Ginástica Artística Um breve histórico da GA Séc. XIX Alemanha O nome que mais se destaca na história da formação da ginástica moderna foi do alemão Friedrich Ludwig Jahn (1778-1852), grande nacionalista

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA GINÁSTICA 1 GINÁSTICA NO SOLO

EDUCAÇÃO FÍSICA GINÁSTICA 1 GINÁSTICA NO SOLO EDUCAÇÃO FÍSICA GINÁSTICA Para a realização dos exercícios de ginástica, foram usados alguns materiais e aparelhos, cuja manipulação e utilização, exigiram determinados cuidados específicos: Tapete de

Leia mais

APOSTILA DE FUTSAL. 6º, 7º, 8º e 9º ANO. HISTÓRICO No Brasil

APOSTILA DE FUTSAL. 6º, 7º, 8º e 9º ANO. HISTÓRICO No Brasil APOSTILA DE FUTSAL 6º, 7º, 8º e 9º ANO HISTÓRICO No Brasil O Futebol de Salão tem duas versões sobre o seu surgimento, como em outros esportes, há divergências quanto a sua invenção. Há uma versão que

Leia mais

Este documento vai ser divulgado na escola-sede do Agrupamento e na página eletrónica: www.aepjm.pt/joomla.

Este documento vai ser divulgado na escola-sede do Agrupamento e na página eletrónica: www.aepjm.pt/joomla. Agrupamento de Escolas Pedro Jacques de Magalhães INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO FÍSICA Prova 28 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga a informação relativa

Leia mais

Informação - Prova de Equivalência à Frequência

Informação - Prova de Equivalência à Frequência Informação - Prova de Equivalência à Frequência Prova de Equivalência à Frequência de EDUCAÇÃO FÍSICA Código: 28 Ano de escolaridade: 6º ano (Decreto Lei n.º 139/2012, de 5 de julho e Despacho Normativo

Leia mais

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS EDUCAÇÃO

Leia mais

Colégio Adventista de Rio Preto Educação Física BASQUETEBOL. Basquetebol 8º ano. basquetebol

Colégio Adventista de Rio Preto Educação Física BASQUETEBOL. Basquetebol 8º ano. basquetebol Colégio Adventista de Rio Preto Educação Física BASQUETEBOL Basquetebol 8º ano Basquetebol Origem e Evolução: Estados Unidos - 1891 Prof. James Naismith Universidade Springfield - USA Ginástica - inverno

Leia mais

Foto do criado r do voleibol : William G. Morgan.

Foto do criado r do voleibol : William G. Morgan. VOLEIBOL O vôlei foi criado em 1895, pelo americano William G. Morgan, então diretor de educação física da Associação Cristã de Moços (ACM) na cidade de Holyoke, em Massachusetts, nos Estados Unidos. O

Leia mais

fitness 94 SPORT LIFE

fitness 94 SPORT LIFE 94 SPORTLIFE o torracalorias O kettlebell, que chegou ao país no ano passado, queima, em 10 minutos, tanto quanto correr na esteira por 45 minutos Texto Lygia Haydée Fotos Bruno Guerreiro Uma bola de ferro

Leia mais

C. Guia de Treino ------------------------------------------------

C. Guia de Treino ------------------------------------------------ C. Guia de Treino ------------------------------------------------ A FORÇA / RESISTÊNCIA ( FUNÇÃO MOVIMENTO OSCILAÇÃO ) A01 Joelhos inclinados Com os pés afastados na plataforma, segure a barra de apoio

Leia mais

PROVAS INTERNAS. Provas Internas - Período: 04 de maio de 2013. Pontuação Geral das Provas Internas: PROVA TIPO 1º 2º

PROVAS INTERNAS. Provas Internas - Período: 04 de maio de 2013. Pontuação Geral das Provas Internas: PROVA TIPO 1º 2º 1ª Etapa PROVAS INTERNAS Provas Internas - Período: 04 de maio de 2013 Pontuação Geral das Provas Internas: PROVA TIPO 1º 2º 1. Desfile de Abertura Prévia 3000 2800 2. Grito de Guerra na Gincana Prévia

Leia mais

3. Pressione o cotovelo, com a maior força possível com a outra mão, em direção ao outro ombro. Fique nesta posição por 10 segundos. Repita 3X.

3. Pressione o cotovelo, com a maior força possível com a outra mão, em direção ao outro ombro. Fique nesta posição por 10 segundos. Repita 3X. THIAGO MURILO EXERCÍCIOS PARA DEPOIS DO TÊNIS 1. Em Pé de costas para um canto de parede flexione a sua perna mais forte para frente, alinhe a coluna e leve os braços para trás até apoiar as palmas das

Leia mais

Seqüência de Desenvolvimento

Seqüência de Desenvolvimento Seqüência de Desenvolvimento Motor, Padrões Fundamentais de Movimento e TGMD-2 2Test Seqüência de Desenvolvimento Motor q (GALLAHUE & OZMUN, 1998) Seqüência de Desenvolvimento Motor (TANI, MANOEL, KOKUBUM

Leia mais

Confederação Brasileira de Tiro Esportivo Originária da Confederação do Tiro Brasileiro decreto 1503 de 5 de setembro de 1906

Confederação Brasileira de Tiro Esportivo Originária da Confederação do Tiro Brasileiro decreto 1503 de 5 de setembro de 1906 Exercícios com Elástico Os Exercícios com elástico irão trabalhar Resistência Muscular Localizada (RML). Em cada exercício, procure fazer a execução de maneira lenta e com a postura correta. Evitar o SOLAVANCO

Leia mais

TREINAMENTO 1. Aquecimento: Alongamento: Rodrigo Gonçalves (Comissão Paulista de Cheerleading) (CREF. 028011-G/SP)

TREINAMENTO 1. Aquecimento: Alongamento: Rodrigo Gonçalves (Comissão Paulista de Cheerleading) (CREF. 028011-G/SP) TREINAMENTO 1 Rodrigo Gonçalves (Comissão Paulista de Cheerleading) (CREF. 028011-G/SP) Rotina de alongamento e condicionamento (Treino 1): O alongamento e o aquecimento são importantíssimos em qualquer

Leia mais

Unidade didática de Futebol Objetivos gerais do Futebol

Unidade didática de Futebol Objetivos gerais do Futebol 102 Recursos do Professor Unidade didática de Futebol Objetivos gerais do Futebol Cooperar com os companheiros para o alcance do objetivo do Futebol, desempenhando com oportunidade e correção as ações

Leia mais

PROJETO E REGULAMENTO GERAL

PROJETO E REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADAS DO INSTITUTO EDUCACIONAL NOVOS TEMPOS PROJETO E REGULAMENTO GERAL Ensino Fundamental II e Médio OUTUBRO DE 2015 APRESENTAÇÃO: As Olimpíadas do Instituto Educacional Novos Tempos (OLIENT), visam

Leia mais

DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA

DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA Prova 26 2015 3º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova final do

Leia mais

1 JOGOS ESCOLARES DE INTEGRAÇÃO DA EMDAR 9 a 14 de julho de 2012 PROGRAMAÇÃO

1 JOGOS ESCOLARES DE INTEGRAÇÃO DA EMDAR 9 a 14 de julho de 2012 PROGRAMAÇÃO 1 Ministério da Educação Universidade Federal de Viçosa Campus Florestal Educação Física (Licenciatura) Prefeitura Municipal de Florestal Secretaria Municipal de Educação Escola Municipal Derci Alves Ribeiro

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA Prof. Dr. Victor H. A. Okazaki http://okazaki.webs.com Material de Apoio: Desenvolvimento & Aprendizado

Leia mais

CURSOS PROFISSIONAIS Ficha de Planificação Modular

CURSOS PROFISSIONAIS Ficha de Planificação Modular CURSOS PROFISSIONAIS Ficha de Planificação Modular Ano Lectivo: 2015-2016 Curso: Técnico de Gestão Ano: 11º Turma: Q Disciplina: Educação Física Módulo nº: 7 Data de início: 28/09/2011 TEMA do MÓDULO:

Leia mais

Duração da atividade: Cinco encontros/aulas, com duração de uma hora-aula para cada encontro.

Duração da atividade: Cinco encontros/aulas, com duração de uma hora-aula para cada encontro. Nível de ensino: Ensino Fundamental 6º ao 9º ano Componente Curricular: Educação Física Modalidade: Basquetebol Duração da atividade: Cinco encontros/aulas, com duração de uma hora-aula para cada encontro.

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE ANADIA

ESCOLA SECUNDÁRIA DE ANADIA ESCOLA SECUNDÁRIA DE ANADIA Bateria de Exercícios Voleibol NÚCLEO DE ESTÁGIO DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2000.2001 VOLEIBOL BATERIA DE EXERCÍCIOS Este documento pretende acima de tudo fornecer ao professor uma

Leia mais

PROJETO JOGOS DA BOA EDUCAÇÃO PROFESSOR FERNANDO GIANNANGELO DE OLIVEIRA CEASLAS

PROJETO JOGOS DA BOA EDUCAÇÃO PROFESSOR FERNANDO GIANNANGELO DE OLIVEIRA CEASLAS PROJETO JOGOS DA BOA EDUCAÇÃO PROFESSOR FERNANDO GIANNANGELO DE OLIVEIRA CEASLAS SÃO PAULO 2012 Jogos La Salle da Boa Educação O projeto dos jogos da Boa Educação surgiu em 2009 com o objetivo de atender

Leia mais

PRÉ-DESPORTIVOS. Pesquisa realizada na internet em junho de 2015. Material de apoio elaborado pela Profª Rosane A. B. Alves.

PRÉ-DESPORTIVOS. Pesquisa realizada na internet em junho de 2015. Material de apoio elaborado pela Profª Rosane A. B. Alves. PRÉ-DESPORTIVOS Pesquisa realizada na internet em junho de 2015. Material de apoio elaborado pela Profª Rosane A. B. Alves. JOGO DE PETECA Trata-se de um pré desportivo do Badminton. Desporto individual

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA SÉRIE: 7º ANO PROFESSORA:

Leia mais

O Basquetebol 1- Histórico do Basquetebol: O basquetebol no Brasil: O basquetebol em Santa Catarina: 2- O jogo de basquetebol:

O Basquetebol 1- Histórico do Basquetebol: O basquetebol no Brasil: O basquetebol em Santa Catarina: 2- O jogo de basquetebol: O Basquetebol 1- Histórico do Basquetebol: O criador do basquetebol foi o canadense James Naismith, no ano de 1891, incentivado por Luther Halsey Gullick, diretor do Springfield College, colégio internacional

Leia mais

Manual de Exercícios SPP

Manual de Exercícios SPP Manual de Exercícios SPP 1/6 Manual de exercícios SPP- IGN 1. Posicionamento: deitado de barriga para cima, com os joelhos estendidos. 2. Dobrar e estender uma perna. Fazer 10 repetições em cada lado alternadamente.

Leia mais

DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS CONTEÚDOS OBJETIVOS. 1.º Período: ATIVIDADES DESPORTIVAS

DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS CONTEÚDOS OBJETIVOS. 1.º Período: ATIVIDADES DESPORTIVAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 5.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO Metas Intermédias Atividades Desportivas O aluno cumpre o nível introdutório de quatro matérias diferentes: Um nível introdutório na categoria

Leia mais

Projecto Nestum Rugby Rugby nas Escolas

Projecto Nestum Rugby Rugby nas Escolas Projecto Nestum Rugby Rugby nas Escolas Introdução A Federação Portuguesa de Rugby (FPR) acordou com o Gabinete do Desporto Escolar o lançamento do Projecto Nestum, Rugby nas Escolas. A NESTUM apoia este

Leia mais

Educação Física Inclusiva

Educação Física Inclusiva LUIZ HENRIQUE DE PAULA CONCEIÇÃO 1 RODRIGO HÜBNER MENDES 2 Educação Física Inclusiva O esporte para pessoas com deficiência teve seu início após a Primeira Guerra Mundial, como forma de tratamento de soldados

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA 2º CICLO I E A

EDUCAÇÃO FÍSICA 2º CICLO I E A AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS ESCOLA BÁSICA 2/3 MARTIM DE FREITAS Ano letivo 2015/2016 EDUCAÇÃO FÍSICA 2º CICLO NÍVEIS INTRODUTÓRIO (I), ELEMENTAR (E) e AVANÇADO (A) 1. Se tem a bola, passar

Leia mais

INFORMAÇÃO - EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO

INFORMAÇÃO - EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO INFORMAÇÃO - EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA CÓDIGO DA PROVA: 28 ANO LETIVO: 2014/15 MODALIDADE: PROVA PRÁTICA 1. Introdução O presente documento

Leia mais

11 EXERCÍCIOS PARA PREVENIR LESÕES

11 EXERCÍCIOS PARA PREVENIR LESÕES 11 EXERCÍCIOS PARA PREVENIR LESÕES O futsal, como outras modalidades, está associado a certos riscos de lesões por parte dos jogadores. No entanto, estudos científicos comprovaram que a incidência de lesões

Leia mais

Dist. da linha saída à 1ª barreira

Dist. da linha saída à 1ª barreira TÉCNICA DAS CORRIDAS COM BARREIRAS Antes de mais nada podemos dizer que as corridas com barreiras são provas de velocidade rasa porque, muito embora o barreiristas se depare com uma série de barreiras

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GONÇALO SAMPAIO ESCOLA E.B. 2, 3 PROFESSOR GONÇALO SAMPAIO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GONÇALO SAMPAIO ESCOLA E.B. 2, 3 PROFESSOR GONÇALO SAMPAIO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GONÇALO SAMPAIO ESCOLA E.B. 2, 3 PROFESSOR GONÇALO SAMPAIO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES (EDUCAÇÃO FÍSICA) 9º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL 2014/2015 1º PERÍODO 1. CONTEÚDOS DE APRENDIZAGEM

Leia mais

PLANEJAMENTO DE AULA 2010 EDUCAÇÃO FÍSICA PROFESSOR MARCIO LUIZ DALMOLIN

PLANEJAMENTO DE AULA 2010 EDUCAÇÃO FÍSICA PROFESSOR MARCIO LUIZ DALMOLIN COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAUJO NETO PLANEJAMENTO DE AULA 2010 EDUCAÇÃO FÍSICA PROFESSOR MARCIO LUIZ DALMOLIN GENERAL CARNEIRO 2010 OBJETIVOS GERAIS DA DISCÍPLINA Proporcionar ao aluno a cultura corporal

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III E IV EDUCAÇÃO FÍSICA

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III E IV EDUCAÇÃO FÍSICA CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO INFANTIL 2013 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III E IV EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVOS GERAIS Favorecer o desenvolvimento corporal e mental harmônicos, a melhoria da

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

Conteúdos/ Matérias Nucleares

Conteúdos/ Matérias Nucleares Conteúdos/ Matérias Nucleares 5º Ano - Pré desportivos (bola ao capitão, mata, bola ao pino, futebol humano, bola azeitona); - Voleibol (passe por cima, 1X1); - Ginástica de solo (rolamentos, roda); -

Leia mais

Exercícios de força muscular

Exercícios de força muscular Exercícios de força muscular ABDOMINAIS Objectivos: Melhoria funcional e reforço muscular do Core. Posição Inicial - Deite-se em decúbito dorsal (barriga para cima), coloque as pernas flectidas a 45º,

Leia mais

O ENSINO DO HANDEBOL NA ESCOLA: UMA PROPOSTA DE SISTEMATIZAÇÃO DOS CONTEÚDOS

O ENSINO DO HANDEBOL NA ESCOLA: UMA PROPOSTA DE SISTEMATIZAÇÃO DOS CONTEÚDOS O ENSINO DO HANDEBOL NA ESCOLA: UMA PROPOSTA DE SISTEMATIZAÇÃO DOS CONTEÚDOS Resumo Scheila Medina 1 - PUCPR Luís Rogério de Albuquerque 2 - PUCPR Grupo de Trabalho - Didática: Teorias, Metodologias e

Leia mais

O essencial sobre Autor: Francisco Cubal

O essencial sobre Autor: Francisco Cubal O essencial sobre Autor: Francisco Cubal 1 Qual a história do Voleibol? Em 1895 o professor de Educação Física G. Morgan, nos Estados Unidos, criou uma modalidade desportiva que, devido ao seu toque no

Leia mais

Ciclo de Vida das atividades esportivas nos clubes da implantação ao encerramento Case Esperia: Reestruturação de atividade esportiva

Ciclo de Vida das atividades esportivas nos clubes da implantação ao encerramento Case Esperia: Reestruturação de atividade esportiva Ciclo de Vida das atividades esportivas nos clubes da implantação ao encerramento Case Esperia: Reestruturação de atividade esportiva O PIDE - Programa de Iniciação Desportiva do Clube Esperia foi criado

Leia mais

PETROBRAS MINI-HAND / INICIAÇÃO ESPORTIVA

PETROBRAS MINI-HAND / INICIAÇÃO ESPORTIVA Setembro/1997 Tradução: Dezembro/1999 Atualização: Janeiro/2005 ELABORAÇÃO: JOSÉ LUIS GÓMES CALVO (PORTO RICO) FRANCISCO JAVIER LÓPEZ (PORTO RICO) TRADUÇÃO: ALEXANDRE CERQUEIRA PEREIRA (BRASIL) 1 ÍNDICE

Leia mais

Escola Básica 2,3 com Ensino Secundário de Alvide

Escola Básica 2,3 com Ensino Secundário de Alvide Informação Prova de equivalência à frequência de Educação Física Prova 26 2013 3.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho 1. Objeto de avaliação A prova tem por referência o Programa

Leia mais

A história do basquetebol

A história do basquetebol O Basquetebol A história do basquetebol Porque foi criado? Em Dezembro de 1891, o professor de educação física de Springfield College em Massachusetts, Estados Unidos, James Naismith, recebeu uma tarefa

Leia mais

Disciplina: Educação Física Unidade didáctica: Andebol Turma: 7º B Aula Número: 43-44 COMPONENTES CRÍTICAS

Disciplina: Educação Física Unidade didáctica: Andebol Turma: 7º B Aula Número: 43-44 COMPONENTES CRÍTICAS Plano de Aula Professora estagiária: Disciplina: Educação Física Unidade didáctica: Andebol Turma: 7º B Aula Número: 43-44 Data: 19/01/10 Horário: 11h50-13h20 Duração: 90 min. Local: Pavilhão Número de

Leia mais

53 BRINCADEIRAS E DINÂMICAS INFANTIS

53 BRINCADEIRAS E DINÂMICAS INFANTIS 53 BRINCADEIRAS E DINÂMICAS INFANTIS NOME: CACHORRO E GATO CEGO IDADE: 7 anos OBJ. ESP.: Audição, atenção MATERIAL: Lenços LOCAL: Sala, quadra, pátio s Organização: alunos em círculos que irão dois para

Leia mais

ANEXO 2 UNIDADE DIDÁTICA GINÁSTICA ACROBÁTICA. Parâmetros Gerais

ANEXO 2 UNIDADE DIDÁTICA GINÁSTICA ACROBÁTICA. Parâmetros Gerais ANEXO 2 UNIDADE DIDÁTICA GINÁSTICA ACROBÁTICA ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DO FUNDÃO ANO LECTIVO 2011 / 2012 DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA Plano de unidade didáctica Ginástica acrobática (complemento da

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDOS CURRICULARES. Rosana Nascentes de Melo E. M. Prof. Leôncio do Carmo Chaves UDI - rosananascentes@terra.com.

ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDOS CURRICULARES. Rosana Nascentes de Melo E. M. Prof. Leôncio do Carmo Chaves UDI - rosananascentes@terra.com. ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDOS CURRICULARES Rosana Nascentes de Melo E. M. Prof. Leôncio do Carmo Chaves UDI - rosananascentes@terra.com.br Resumo A Educação Física, como disciplina escolar, deve estar inserida

Leia mais

Clínica Deckers. Fisioterapia Exercícios Terapêuticos para a dor cervical

Clínica Deckers. Fisioterapia Exercícios Terapêuticos para a dor cervical Clínica Deckers Fisioterapia Exercícios Terapêuticos para a dor cervical O QUE É Estes são alguns dos exercícios recomendados com mais freqüência para a terapia da dor cervical. Eles foram compilados para

Leia mais

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA ANO LETIVO: 2013/2014

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA ANO LETIVO: 2013/2014 INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA ANO LETIVO: 2013/2014 ENSINO BÁSICO 6º ANO DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA CÓDIGO 28 MODALIDADE PROVA ESCRITA E PROVA PRÁTICA INTRODUÇÃO: O presente documento

Leia mais

INTRODUÇÃO. A educação física é uma disciplina curricular que pedagogicamente bem orientada contribui para o desenvolvimento integral do homem.

INTRODUÇÃO. A educação física é uma disciplina curricular que pedagogicamente bem orientada contribui para o desenvolvimento integral do homem. INTRODUÇÃO O ensino da educação física no 1º nível de ensino joga um papel importante no desenvolvimento das diferentes qualidades físicas, assim como das diversas habilidades motoras dos educandos. Através

Leia mais

b a l õ e s E x e r c í c i o s j o g o s c o m Escola Superior de Educação de Bragança Educação Física no Jardim de Infância

b a l õ e s E x e r c í c i o s j o g o s c o m Escola Superior de Educação de Bragança Educação Física no Jardim de Infância Escola Superior de Educação de Bragança Educação Física no Jardim de Infância E x e r c í c i o s e j o g o s c o m b a l õ e s José Bragada Prof. Adjunto da Área de Educação Física Junho de 2000 Introdução

Leia mais

Dicas para o ensino e prática de atividades motoras e mecanismos de informações para pessoas com deficiência visual

Dicas para o ensino e prática de atividades motoras e mecanismos de informações para pessoas com deficiência visual Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Dicas para o ensino e prática de atividades motoras e mecanismos de informações para pessoas com deficiência

Leia mais

COLETIVO VOLEIBOL e FUTSAL ESPORTE AVALIAÇÃO CONTEÚDO BÁSICO CONTEÚDOS ESPECÍFICOS CONTEÚDOS ESTRUTURAN TES METODOLÓGICO E RECURSOS DIDÁTICOS

COLETIVO VOLEIBOL e FUTSAL ESPORTE AVALIAÇÃO CONTEÚDO BÁSICO CONTEÚDOS ESPECÍFICOS CONTEÚDOS ESTRUTURAN TES METODOLÓGICO E RECURSOS DIDÁTICOS PLANO DE TRABALHO DOCENTE (PTD) Professora: PAULA LUÍZA SCHAFER KARPINSKI Disciplina: Educação Física Ano: 2015 Período: 1ºTRIMESTRE Série: 9º Ano C e D ESTRUTURAN TES CONTEÚDO BÁSICO ESPECÍFICOS JUSTIFICATIVA

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE ODIVELAS MATRIZ DO EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO FÍSICA 3º Ciclo Ano lectivo 2009/2010

ESCOLA SECUNDÁRIA DE ODIVELAS MATRIZ DO EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO FÍSICA 3º Ciclo Ano lectivo 2009/2010 Ginástica de Solo Prova Prática ESCOLA SECUNDÁRIA DE ODIVELAS MATRIZ DO EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO FÍSICA 3º Ciclo Ano lectivo 2009/2010 Tempo de realização: 45m A prova é composta por

Leia mais

Um breve estudo sobre o Nado Borboleta.

Um breve estudo sobre o Nado Borboleta. Um breve estudo sobre o Nado Borboleta. Fábio Rodrigues de Souza Frederico Engel de Oliveira Minkos Guilherme Estevam Dantas João Marcello Paes Zanco Paulo Sérgio Santos de Souza 1 Bárbara Pereira de Souza

Leia mais

Relatório Área 1 -Semana a tempo inteiro, 1º ciclo e aulas filmadas-

Relatório Área 1 -Semana a tempo inteiro, 1º ciclo e aulas filmadas- UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA ESCOLA SECUNDÁRIA DE MEM MARTINS Ano Letivo 2014/2015 Relatório Área 1 -Semana a tempo inteiro, 1º ciclo e aulas filmadas- Orientadores: Prof. Lineu

Leia mais

Regulamento da Olimpíada Santo Inácio

Regulamento da Olimpíada Santo Inácio Colégio Antônio Vieira Regulamento da Olimpíada Santo Inácio A Olimpíada Santo Inácio de Loyola é um conjunto de atividades esportivas, destinada aos alunos do 6º ano EF, 6ª, 7ª e 8ª série do Ensino Fundamental

Leia mais

Plano de Intervenção- Idosos ativos + 65 anos Ano de execução: 2015

Plano de Intervenção- Idosos ativos + 65 anos Ano de execução: 2015 Plano de Intervenção- Idosos ativos + 65 anos Ano de execução: 2015 Técnica responsável: Marina Rita É possível ajudar o idoso a readquirir hábitos saudáveis prevenindo assim o declínio através de exercícios

Leia mais

Academia Seja dentro ou fora da Academia, nosso Clube oferece espaços para manter a saúde em dia e o corpo em forma

Academia Seja dentro ou fora da Academia, nosso Clube oferece espaços para manter a saúde em dia e o corpo em forma Projeto Verão O Iate é sua Academia Seja dentro ou fora da Academia, nosso Clube oferece espaços para manter a saúde em dia e o corpo em forma por rachel rosa fotos: felipe barreira Com a chegada do final

Leia mais

Federação Paranaense de Canoagem FEPACAN

Federação Paranaense de Canoagem FEPACAN Federação Paranaense de Canoagem FEPACAN Meninos do Lago Núcleo Caiaque Pólo Projeto: Núcleo do Morumbi Prof. Valdecir Fernandes da Cruz CREF. 005870/PR Plano de Aula mês: 09/ 2009 1º Semana: 01 à 04 Manhã:

Leia mais

Energym Turbo Charger

Energym Turbo Charger Energym Turbo Charger LEIA TODAS AS INSTRUÇÕES ANTES DE USAR E GUARDE ESTE MANUAL PARA CONSULTAS FUTURAS. Manual de Instruções INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA Antes de começar qualquer programa de exercícios,

Leia mais

Lentos, atrasados e desequilibrados

Lentos, atrasados e desequilibrados Deslocamentos Lentos, atrasados e desequilibrados Descoordenação espaço-tempo pela falta de referências e pelas dificuldades naturais da areia, vento ou sol Maior dificuldade em deslocamentos para trás

Leia mais

Conteúdo de prova 2ª etapa 6º ano Fundamental

Conteúdo de prova 2ª etapa 6º ano Fundamental Conteúdo de prova 2ª etapa 6º ano Fundamental Jogos Populares Os jogos populares buscam resgatar jogos culturais e tradicionais de várias regiões do mundo. Vários costumes e acontecimentos na antiguidade

Leia mais

Cartões de recurso pedagógico

Cartões de recurso pedagógico Cartões de recurso pedagógico Movimentações e habilidades 1. Movimentação - Sem bola 2. Adaptação à bola - Manipulação da bola 3. Movimentação - Com bola 4. Habilidades de lançamento - Rolamento 5. Habilidades

Leia mais

REGULAMENTO PROVAS ESPORTIVAS. 11ª Gincana do Calouro Solidário Univille 2014

REGULAMENTO PROVAS ESPORTIVAS. 11ª Gincana do Calouro Solidário Univille 2014 REGULAMENTO PROVAS ESPORTIVAS 11ª Gincana do Calouro Solidário Univille 2014 Como parte das atividades, a Univille, em parceria com o Departamento de Educação Física, realizará, na 11ª Gincana do Calouro

Leia mais

Figura 1 James Naismith

Figura 1 James Naismith 8 Ano Ensino Fundamental Basquetebol Unidade: 02 Prof.º Leonardo Delgado ASPECTOS HISTÓRICOS DO BASQUETEBOL O basquetebol foi criado pelo canadense James Naismith em dezembro de 1891, na cidade americana

Leia mais

Conselhos Úteis Para a Realização das Provas Físicas

Conselhos Úteis Para a Realização das Provas Físicas Conselhos Úteis Para a Realização das Provas Físicas A escolha destas provas teve, por finalidade, garantir que os alunos e futuros oficiais respondam satisfatoriamente a uma profissão que também é exigente

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO EDUCAÇÃO FÍSICA

DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO EDUCAÇÃO FÍSICA CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL 2014 DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVO GERAL Favorecer o desenvolvimento corporal e mental harmônicos, consolidar hábitos

Leia mais

Organiz. Ambiente. Habilidades. Material

Organiz. Ambiente. Habilidades. Material Festival de Atividade Física Adaptada - PROEFA - FAFA Departamento de Educação Física Universidade Estadual Paulista Coordenadora: Profa. Dra. Eliane Mauerberg-deCastro Aula: Basquete sobre rodas Professores:

Leia mais

Experimentação Esportiva

Experimentação Esportiva Experimentação Esportiva Aula 1 O Movimento e o Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Resgatar alguns conceitos sobre o movimento e o desenvolvimento motor e suas fases. 2 Definir habilidade motora e identificar

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec: PROFª NAIR LUCCAS RIBEIRO Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

Leia mais

ESCOLA: 1º CEB de Mouriscas ATIVIDADE: Atividade Físico-Desportiva ANO:1º/2º ANO LETIVO 2013/2014

ESCOLA: 1º CEB de Mouriscas ATIVIDADE: Atividade Físico-Desportiva ANO:1º/2º ANO LETIVO 2013/2014 ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR Entidade Promotora: Câmara Municipal de Abrantes Entidade Parceira: Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola de Mouriscas ESCOLA: 1º CEB de Mouriscas

Leia mais

Brincadeiras. Atividade 1

Brincadeiras. Atividade 1 Objetivos retomar as atividades motoras com características lúdicas; propiciar situações motoras lúdicas com diferentes possibilidades de inferências e de compreensão da cultura do jogo; propiciar situações

Leia mais

17/02/2016. Mestrando Dagnou Pessoa de Moura - Dog. A partida é supervisionada por três árbitros

17/02/2016. Mestrando Dagnou Pessoa de Moura - Dog. A partida é supervisionada por três árbitros Mestrando Dagnou Pessoa de Moura - Dog Formado em Educação Física Unisalesiano Lins Especialista em Fisiologia do Exercício UFSCar Especialista em Biomecânica, Avaliação Física e Prescrição de Exercícios

Leia mais

CHAVES DE PERNA DE PESCOÇO

CHAVES DE PERNA DE PESCOÇO 1 CHAVES DE PERNA E DE PESCOÇO DO LIVRO "MA METHODE DE JUDO" DE M. KAWAISHI - 7 0 DAN Judo. NOTA IMPORTANTE - Estas chaves não permitidas em combates de TRADUZIDO POR JOSÉ C. MAFRA - 6 0 DAN 2 CHAVES DE

Leia mais

Turma 10º ano C/D. Período: 2º Nº de alunos: 27 Local: A1 Data: 01/02/2010 Hora: 11:40 Duração: 90. 14 Bolas de rítmica

Turma 10º ano C/D. Período: 2º Nº de alunos: 27 Local: A1 Data: 01/02/2010 Hora: 11:40 Duração: 90. 14 Bolas de rítmica Escola Secundária Frei Heitor Pinto da Covilhã PLANO DE AULA Turma 10º ano C/D Aula nº: 34 Unidade Didáctica Atletismo lançamento do peso Período: 2º Nº de alunos: 27 Local: A1 Data: 01/02/2010 Hora: 11:40

Leia mais

Metodologia do Ensino de Educação Física. Teleaula 3. Abordagens Pedagógicas do Ensino Aberto. Contextualização. Conceitualização.

Metodologia do Ensino de Educação Física. Teleaula 3. Abordagens Pedagógicas do Ensino Aberto. Contextualização. Conceitualização. Metodologia do Ensino de Educação Física Teleaula 3 Prof. Me. Marcos Ruiz da Silva tutoriapedagogia@grupouninter.com.br Abordagens Pedagógicas do Ensino Aberto Pedagogia Análise da aula de Educação Física

Leia mais

1 Regras dos Esportes de Verao da Special Olympics Basketball BASQUETEBOL

1 Regras dos Esportes de Verao da Special Olympics Basketball BASQUETEBOL 1 BASQUETEBOL As Regras Oficiais da Special Olympics devem governar todas as competições de Basquete da Special Olympics. Como um programa de esportes internacional, a Special Olympics criou estas regras

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA 1 CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2012.2 BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA... 4 02 BIOLOGIA HUMANA... 4 03 NATAÇÃO... 4 04 ESPORTE

Leia mais

Plano de Exercícios Clinic ABL Antes e Depois do Treino com Bola

Plano de Exercícios Clinic ABL Antes e Depois do Treino com Bola Plano de Exercícios Clinic ABL Antes e Depois do Treino com Bola Introdução São vários os estudos de investigação que atualmente avaliam as necessidades dos atletas e os diferentes pontos de vista a respeito

Leia mais

EMENTAS DE DISCIPLINAS - BACHARELADO NÍVEL I

EMENTAS DE DISCIPLINAS - BACHARELADO NÍVEL I EMENTAS DE DISCIPLINAS - BACHARELADO 31157-04 Anatomia Humana NÍVEL I Estudo sobre a estruturação do organismo humano com ênfase nas características morfológicas dos sistemas anatômicos respiratório, cardiovascular,

Leia mais

Modalidades esportivas Sesc

Modalidades esportivas Sesc Faça sua carteira COMERCIÁRIO: TITULAR: CPTS atualizada, Comp. de residência, GFIP (Guia de Recolhimento e Informações do FGTS), Taxa CONVENIADOS: TITULAR: Comp.de residência, documento que comp. de vínculo

Leia mais

Manual de Acolhimento das Piscinas Municipais de Oliveira do Bairro Programa Peixinhos

Manual de Acolhimento das Piscinas Municipais de Oliveira do Bairro Programa Peixinhos Horário: 2ª e 4ª feira das 10h15 às 11h Local: Piscinas Municipais de Oliveira do Bairro Manual de Acolhimento das Piscinas Municipais de Oliveira do Bairro Programa Peixinhos Âmbito Este programa, oferecido

Leia mais