ESCOLA DE APLICAÇÃO INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO. 24 de outubro de Serviço Público Federal Universidade Federal do Pará /UFPA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESCOLA DE APLICAÇÃO INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO. 24 de outubro de 2010. Serviço Público Federal Universidade Federal do Pará ------/UFPA"

Transcrição

1 Serviço Público Federal Universidade Federal do Pará Concurso Público para a Carreira do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico ESCOLA DE APLICAÇÃO /UFPA 24 de outubro de 2010 INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO LEIA COM MUITA ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES SEGUINTES. Este Boletim de Questões contém 20 questões de múltipla escolha. Cada questão apresenta 5 alternativas identificadas por,,, e, sendo que apenas uma responde corretamente à questão. Confira se, além deste boletim, você recebeu o Cartão-Resposta, destinado à marcação das respostas das questões da parte objetiva, e o Formulário de Dissertação (com 5 laudas pautadas) destinado à transcrição do texto definitivo da parte dissertativa. Verifique se o seu nome e o número de sua inscrição conferem com os dados contidos no Cartão-Resposta e no Formulário de Dissertação. Em caso de divergência, notifique imediatamente o fiscal de sala. A marcação do Cartão-Resposta e a transcrição do texto definitivo da parte dissertativa no Formulário de Dissertação devem ser feitas com caneta esferográfica de tinta preta ou azul. O Cartão-Resposta é o único documento considerado para a correção da parte objetiva e a parte pautada do Formulário de Dissertação, da parte dissertativa. Este boletim deve ser usado apenas como rascunho. O tempo disponível para esta prova é de cinco horas, com início às 8:20 horas e término às 13:20 horas, observado o horário de Belém/PA. Ao término da prova, devolva este Boletim de Questões, o Cartão-Resposta e as 5 laudas do Formulário de Dissertação (mesmo as não utilizadas) ao fiscal de sala. Edital n.º 224/2010 EA/UFPA Complexo Vadião (campus UFPA-Belém) Alexandre Moraes 5 de dezembro de 2010 BOLETIM DE QUESTÕES NOME DO CANDIDATO N.º DE INSCRIÇÃO

2 MARQUE A ÚNICA ALTERNATIVA CORRETA NAS QUESTÕES DE 1 A 20. PARTE OBJETIVA 1 Existem diferentes tipos de software caracterizados quanto à comercialização, à distribuição e ao código, que podem ser empregados na escola para uso educacional. Em relação a esse assunto, é correto afirmar: Software proprietário é aquele cujos criadores ou distribuidores permitem alteração de seu código. GNU General Public License (GNU GPL) é a designação da licença para software livre, no âmbito do projeto GNU da Free Software Foundation (FSF). Software livre é um termo semelhante a software em domínio público, cujo autor do software renuncia à propriedade do programa e a todos os direitos associados. Código aberto é um software que disponibiliza, por meio de pagamento, seu código-fonte aos usuários que desejarem realizar modificações no código. Software gratuito é qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado e redistribuído sem restrições e cujo código tem que estar aberto. 2 Sobre o uso de simulações para fins educacionais, é correto afirmar que as simulações só podem usar imagens reais. jogos de ação e modelagem dinâmica são usados em simulações nas quais o observador é passivo. o objetivo da simulação é procurar replicar situações do mundo real. vídeos e gifs animados são formas de simulações nas quais o observador é ativo. o aluno, na simulação passiva, testa suas hipóteses sobre os problemas que surgem no ambiente simulado. 3 Quanto aos tipos de software educacionais, é correto afirmar: O software educacional instrucionista é elaborado a partir da premissa de que os alunos aprendem melhor quando descobrem autonomamente. Ao utilizar softwares construcionistas, a aprendizagem é centrada na figura do professor, que direciona a aprendizagem do aluno. 4 Acerca dos programas e das ações da Secretaria de Educação a Distância (SEED) do Ministério da Educação, analise as seguintes afirmativas: I II III IV O Banco Internacional de Objetos Educacionais é um portal no qual estão disponíveis recursos educacionais gratuitos em diversas mídias e idiomas que atendem desde a educação básica até a superior, nas diversas áreas do conhecimento. O Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo) tem por objetivo promover o uso pedagógico da informática na rede privada de educação básica. A TV Escola é um canal de televisão que capacita, aperfeiçoa e atualiza educadores da rede pública e visa ao aperfeiçoamento, à valorização dos professores, ao enriquecimento do processo de ensino-aprendizagem e à melhoria da qualidade do ensino. O portal Domínio Público, a maior biblioteca virtual do Brasil, oferece acesso gratuito a obras literárias, artísticas e científicas, que já estão em domínio público ou que tenham a sua divulgação autorizada. Estão corretas apenas as afirmativas I e II. III e IV. I, II e III. I, III e IV. II, III e IV. Os softwares instrucionistas possuem uma visão comportamentalista (behaviorista) e cuidam do comportamento do aluno por meio do controle de seus estímulos e de suas respostas, disponibilizando ambientes que possam estimulá-lo. O software educacional instrucionista é aquele que enfatiza a importância da atitude participativa do aluno na própria construção de seu conhecimento por meio da descoberta. O software educacional construcionista é elaborado com base na premissa de que os alunos aprendem melhor quando guiados por orientações de um tutorial. EDITAL N.º 224/2010 EA/UFPA 2 Informática na Educação

3 5 O uso da Internet na educação é considerado um grande potencial de aplicação das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs). Em relação a esse tema, é correto afirmar que a disponibilidade de bons conteúdos na Web é suficiente para garantir a aprendizagem do aluno. a Internet pode ser utilizada tanto em atividades instrucionistas quanto construcionistas. o acesso à Internet é o instrumento suficiente para garantir a boa qualidade do ensino. a Internet é a única ferramenta tecnológica para a obtenção de informações. as escolas tradicionais, em virtude do amplo acesso à educação a distância, serão dispensáveis. 6 Sobre as ferramentas de interação síncronas e assíncronas da Internet utilizadas no processo de ensino-aprendizagem, é correto afirmar que chat é uma ferramenta assíncrona de comunicação, interativa e dinâmica, utilizada para suporte a reuniões e discussões de assuntos do curso. blogs são páginas da Web organizadas de forma cronológica, semelhantes a um diário, que permitem comunicação assíncrona, geralmente com fotos, comentários e recados. fórum é uma ferramenta de comunicação síncrona que propicia o debate e o amadurecimento de ideias e deve ser organizado em estrutura de árvore. correio eletrônico é uma ferramenta de comunicação síncrona propícia para a interação individualizada e o envio de informações, respostas e arquivos. lista de discussão é uma ferramenta de comunicação síncrona que auxilia a discussão por enviar automaticamente as mensagens sobre assuntos previamente sugeridos para a caixa de e- mail de todos os inscritos. 7 O termo Web 2.0 é utilizado para descrever a segunda geração da World Wide Web reforçando o conceito de troca e construção colaborativa entre os internautas, o que torna o ambiente online mais dinâmico e motivador. Assinale a alternativa em que estão indicados somente representantes da Web São características de uma comunidade virtual de aprendizagem: Aprendizagem centrada no professor; necessidade de interação ativa; conhecimento socialmente construído; e compartilhamento de recursos. Participação hierarquizada dos membros; aprendizagem essencialmente colaborativa; conhecimento socialmente construído; e compartilhamento de recursos. Necessidade de interação ativa entre os membros; aprendizagem colaborativa; conhecimento socialmente construído; e compartilhamento de recursos. Não necessidade de estabelecimento de normas internas de funcionamento; aprendizagem dirigida; conhecimento socialmente construído; e compartilhamento de recursos. Direção exercida pelo professor; aprendizagem por meio da experiência dos membros; e conhecimento socialmente construído. 9 Quanto ao emprego de software para fins educacionais, é correto afirmar: Os aplicativos, tais como sistemas gerenciadores de banco de dados e processadores de texto, são considerados tipos de softwares educativos instrucionistas. Um software do tipo tutorial permite realizar exercício e prática. Esse tipo de software é considerado um procedimento heurístico, que é uma concretização da perspectiva comportamental. Na instrução auxiliada por computador, a ação e a motivação do aluno limitam-se à busca e à descoberta de uma informação pronta e organizada. Com a linguagem LOGO, as crianças aprendem a programar por meio de conteúdos prontos ensinados pelo professor. Os sistemas de autoria são programas utilizados para auxiliar o aluno a revisar conceitos ensinados em aula. Wikipedia, blogs, Word, Second life. Orkut, blogs, Access, Youtube. Google docs, Twitter, blogs, Wikipedia. Logo, Skype, Google docs, Youtube. Facebook, Logo, Twitter, Skype. EDITAL N.º 224/2010 EA/UFPA 3 Informática na Educação

4 10 Sobre os softwares educacionais do tipo Tutor Inteligente, analise as afirmativas a seguir: I Seu objetivo principal é a modelagem e a representação do conhecimento especialista humano para auxiliar o estudante por meio de um processo interativo. II Os sistemas tutores inteligentes utilizam técnicas de inteligência artificial e teorias pedagógicas para conduzir o estudante, o que proporciona um ótimo ambiente de aprendizagem. III Derivam dos softwares construcionistas e oferecem vantagens sobre estes, porque podem simular o processo do pensamento humano, dentro de um determinado domínio, para auxiliar em estratégias nas soluções de problemas ou nas tomadas de decisões. IV Seu funcionamento consiste em registrar informações relevantes sobre o estudante, auxiliar de forma individualizada a aprendizagem e a tomada de decisões pedagógicas sobre como transmitir o material. Estão corretas apenas as afirmativas I e II. I, II e IV. II e III. II, III e IV. I, II e III. 11 Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) para o Ensino Médio consideram importante a inclusão da Informática no componente curricular Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, com o objetivo de preparar os estudantes para o mundo tecnológico e científico. Sobre as competências e as habilidades a serem desenvolvidas em informática, conforme definidas nos PCNs, analise as afirmativas abaixo. I II Reconhecer o papel da informática na organização da vida sociocultural e na compreensão da realidade, relacionando o manuseio do computador a casos reais, ligados ao cotidiano do estudante. Reconhecer a informática como ferramenta para novas estratégias de aprendizagem, capaz de contribuir de forma significativa para o processo de construção do conhecimento, limitado ao ensino e aprendizagem da computação. III Identificar os principais equipamentos de informática, reconhecendo-os de acordo com suas características, funções e modelos. IV Dominar as funções básicas dos principais produtos de automação da microinformática, tais como sistemas operacionais, interfaces gráficas, editores de textos, planilhas de cálculos e aplicativos de apresentação. 12 Para que a escola e a sociedade sejam consideradas acessíveis, devem atender diferentes dimensões de acessibilidade. A alternativa que apresenta somente dimensões de acessibilidade é Arquitetônica, comunicacional, metodológica. Instrumental, programática, pedagógica. Atitudinal, comunicacional, ética. Pedagógica, ética, arquitetônica. Comunicacional, cultural, atitudinal. 13 Conforme a ISO 9999, tecnologia assistiva é [ ] qualquer produto, instrumento, estratégia, serviço e prática, utilizado por pessoas com deficiência e pessoas idosas, especialmente produzido ou geralmente disponível para prevenir, compensar, avaliar ou neutralizar uma deficiência, incapacidade ou desvantagem e melhorar a autonomia e a qualidade de vida dos indivíduos. Como tecnologias assistivas, as Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) podem ser utilizadas ou empregadas I II como sistemas auxiliares ou prótese para a comunicação. para controle do ambiente. III como ferramentas ou ambientes de aprendizagem. IV como meio de inserção no mundo do trabalho profissional. Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s) II, apenas. II e III, apenas. I, III e IV, apenas. II, III e IV, apenas. I, II, III e IV. 14 Sobre a WebQuest, é correto afirmar que é uma atividade didática em que os alunos são instigados a pesquisar, de forma livre e independente, sobre temas específicos. é uma aplicação Web desenvolvida para transmissão de conteúdos em forma de tutoriais. é uma aplicação Web utilizada para troca de mensagens de forma síncrona. é uma aplicação desktop para edição de vídeos de forma colaborativa. é considerada uma metodologia de pesquisa orientada na Web, em que quase todos os recursos utilizados são provenientes da própria Web. Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s) II. I, III e IV. IV. II, III e IV. I, II e IV. EDITAL N.º 224/2010 EA/UFPA 4 Informática na Educação

5 15 Sobre Wiki, é correto afirmar que é uma aplicação desktop para gestão e edição de conteúdo. é uma aplicação Web para gestão e edição hierárquica de conteúdo. é uma ferramenta de comunicação síncrona para construção colaborativa de conteúdo. é uma aplicação Web para gestão e edição colaborativa de conteúdo. é uma ferramenta utilizada para envio e recebimento de conteúdo por As teorias de ensino-aprendizagem que fundamentam a concepção de softwares educacionais os apresentam principalmente dentro de duas abordagens: instrucionista e construcionista. Acerca desse assunto, é correto afirmar: Na abordagem instrucionista, o estudante é encorajado a tomar a iniciativa, por meio do pensamento, da transmissão, do desafio, do conflito e da descoberta. O princípio fundamental do construcionismo está na transmissão e na programação do ensino. O princípio fundamental do instrucionismo está fortemente relacionado à criação compartilhada dos conhecimentos. A aprendizagem, segundo o construcionismo, é decorrente do aperfeiçoamento do ensino, o qual ocorre independentemente dos métodos educativos tradicionais. O construcionismo centra-se no pensamento, na criação, no desafio, no conflito e na descoberta, e seu objetivo é encorajar o estudante a tomar iniciativa. 17 É correto afirmar que software educacional de autoria é uma aplicação Web utilizada para publicação de notícias em um Ambiente Virtual de Aprendizagem. é uma ferramenta de comunicação assíncrona utilizada para pesquisa orientada na Web. é uma ferramenta utilizada para o usuário criar suas aplicações combinando recursos multimídia. é um programa que auxilia na designação de licenças para software proprietário. é uma aplicação Web voltada para a gestão e o acompanhamento de cursos a distância pela Internet. 18 Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVAs) podem ser utilizados como ferramenta para educação a distância ou para complementar aulas presenciais. A única alternativa em que estão listados somente exemplos de AVAs é Teleduc, WebQuest, E-proinfo. Moodle, Teleduc, E-proinfo. AulaNet, Moodle, Wikipedia. Amadeus, Moodle, WebQuest. Wikipedia, Aulanet, Amadeus. 19 São critérios de avaliação de softwares educativos referentes à interação aluno-software educativoprofessor: Recursos motivacionais, favorecimento do papel de facilitador do professor e clareza epistemológica. Adequação das atividades pedagógicas, facilidade de uso e recursos motivacionais. Favorecimento do papel de facilitador do professor, confiabilidade conceitual e interatividade social. Clareza epistemológica, facilidade de uso e adequação dos recursos de mídias às atividades pedagógicas. Adequação dos recursos de mídias às atividades pedagógicas, confiabilidade conceitual e interatividade social. 20 A alternativa em que estão listados somente critérios de avaliação de softwares educativos referentes ao conteúdo abordado é Pertinência do conteúdo, correção do conteúdo e adequação à situação de aprendizagem. Estado da arte, usabilidade e interatividade. Correção do conteúdo, desempenho e adequação à situação de aprendizagem. Estado da arte, conhecimentos prévios e interatividade. Adequação à situação de aprendizagem, pertinência do conteúdo e segurança da informação. EDITAL N.º 224/2010 EA/UFPA 5 Informática na Educação

6 PARTE DISSERTATIVA EDITAL N.º 224/2010 EA/UFPA 6 Informática na Educação

7 EDITAL N.º 224/2010 EA/UFPA 7 Informática na Educação

8 EDITAL N.º 224/2010 EA/UFPA 8 Informática na Educação

9 EDITAL N.º 224/2010 EA/UFPA 9 Informática na Educação

10 EDITAL N.º 224/2010 EA/UFPA 10 Informática na Educação

REFLEXÕES PEDAGÓGICAS

REFLEXÕES PEDAGÓGICAS REFLEXÕES PEDAGÓGICAS A forma como trabalhamos, colaboramos e nos comunicamos está evoluindo à medida que as fronteiras entre os povos se tornam mais diluídas e a globalização aumenta. Essa tendência está

Leia mais

Considerações sobre uso de ambientes para ensino a distância

Considerações sobre uso de ambientes para ensino a distância Tânia Martins Preto 85 Considerações sobre uso de ambientes para ensino a distância Tânia Martins Preto (Mestre) Curso de Tecnologia em Processamento de Dados - Universidade Tuiuti do Paraná 86 Considerações

Leia mais

Educação a Distância e Ensino de Graduação Presenci al: interfaces, alternativas e recursos tecnol ógicos. Profa. Apuena Vieira Gomes SEDIS-UFRN

Educação a Distância e Ensino de Graduação Presenci al: interfaces, alternativas e recursos tecnol ógicos. Profa. Apuena Vieira Gomes SEDIS-UFRN Educação a Distância e Ensino de Graduação Presenci al: interfaces, alternativas e recursos tecnol ógicos Profa. Apuena Vieira Gomes SEDIS-UFRN Pontos para o Debate Educação a Distância O que é? Características

Leia mais

Educação, Tecnologias e Formação de Professores

Educação, Tecnologias e Formação de Professores Educação, Tecnologias e Formação de Professores Luís Paulo Leopoldo Mercado Universidade Federal de Alagoas Coordenadoria Institucional de Educação a Distância Universidade Aberta do Brasil Aula Inaugural

Leia mais

Contribuição das Tecnologias da Informação e Comunicação no Processo Ensino-Aprendizagem

Contribuição das Tecnologias da Informação e Comunicação no Processo Ensino-Aprendizagem Contribuição das Tecnologias da Informação e Comunicação no Processo Ensino-Aprendizagem Prof. Dr. Luis Paulo Leopoldo Mercado Programa de Pós-Graduação em Educação Universidade Federal de Alagoas Conteúdos

Leia mais

INCLUSÃO TECNOLÓGICA ATRAVÉS DE CONSTRUÇÃO COMPARTILHADA NA INTERNET

INCLUSÃO TECNOLÓGICA ATRAVÉS DE CONSTRUÇÃO COMPARTILHADA NA INTERNET 110. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO (

Leia mais

PROJETO CURSO ALUNO INTEGRADO / 2013

PROJETO CURSO ALUNO INTEGRADO / 2013 PROJETO CURSO ALUNO INTEGRADO / 2013 INSTITUIÇÃO PROPONENTE: Ministério da Educação CNPJ: 00.394.445/0124-52 SETOR RESPONSÁVEL PELO PROJETO: Secretaria de Educação Básica(SEB) ENDEREÇO: Esplanada dos Ministérios,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇÃO DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO O INTERCÂMBIO DE CURSOS ENTRE O TRT8 E O INTERLEGIS RODOPIANO NETO Assessor de Planejamento e Gestão OBJETIVOS 1. Orientar

Leia mais

CONCURSO MEC-SEED/PNUD 3ª Edição/ 2007 - Prêmio Concurso Objetos de Aprendizagem

CONCURSO MEC-SEED/PNUD 3ª Edição/ 2007 - Prêmio Concurso Objetos de Aprendizagem CONCURSO MEC-SEED/PNUD 3ª Edição/ 2007 - Prêmio Concurso Objetos de Aprendizagem O Programa das Nações Unidas PNUD, em parceria com o Ministério da Educação MEC, por intermédio da Secretaria de Educação

Leia mais

ESTRATÉGIAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: UM ESTUDO DE CASO REALIZADO NA UNISUL VIRTUAL

ESTRATÉGIAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: UM ESTUDO DE CASO REALIZADO NA UNISUL VIRTUAL ESTRATÉGIAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: UM ESTUDO DE CASO REALIZADO NA UNISUL VIRTUAL DAFNE FONSECA ARBEX 1 DÊNIA FALCÃO DE BITTENCOURT 2 UNISUL VIRTUAL RESUMO O objetivo

Leia mais

AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM: UM PANORAMA DA PRODUÇÃO NACIONAL

AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM: UM PANORAMA DA PRODUÇÃO NACIONAL 1 AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM: UM PANORAMA DA PRODUÇÃO NACIONAL Belo Horizonte, Maio/2010. Vanessa Belmonte - CEFET-MG - vabelmonte@yahoo.com.br - (31) 9225-1923 Márcia Gorett Ribeiro Grossi - CEFET-MG

Leia mais

MANUAL DO AVA GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Rua Ramos Ferreira, 991 A - Centro Fone: (92) 3878-7479 / 3233-6836 Manaus AM CEP: 69010-120

MANUAL DO AVA GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Rua Ramos Ferreira, 991 A - Centro Fone: (92) 3878-7479 / 3233-6836 Manaus AM CEP: 69010-120 MANUAL DO AVA 1. O QUE É EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA? A Educação a Distância, como dispõe o Decreto nº 5.622, de 19/12/2005, caracterizase como uma modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica

Leia mais

JUSTIFICATIVA PEDAGÓGICA DA PRODUÇÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS NA FORMATAÇÃO DO SOFTWARE EDUCACIONAL (SIMULAÇÃO E ANIMAÇÃO)

JUSTIFICATIVA PEDAGÓGICA DA PRODUÇÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS NA FORMATAÇÃO DO SOFTWARE EDUCACIONAL (SIMULAÇÃO E ANIMAÇÃO) JUSTIFICATIVA PEDAGÓGICA DA PRODUÇÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS NA FORMATAÇÃO DO SOFTWARE EDUCACIONAL (SIMULAÇÃO E ANIMAÇÃO) De acordo com o Edital de produção de conteúdo digitais multimídia, alguns aspectos

Leia mais

JOGOS ELETRÔNICOS CONTRIBUINDO NO ENSINO APRENDIZAGEM DE CONCEITOS MATEMÁTICOS NAS SÉRIES INICIAIS

JOGOS ELETRÔNICOS CONTRIBUINDO NO ENSINO APRENDIZAGEM DE CONCEITOS MATEMÁTICOS NAS SÉRIES INICIAIS JOGOS ELETRÔNICOS CONTRIBUINDO NO ENSINO APRENDIZAGEM DE CONCEITOS MATEMÁTICOS NAS SÉRIES INICIAIS Educação Matemática na Educação Infantil e nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental (EMEIAIEF) GT 09 RESUMO

Leia mais

Planejamento e Gestão das disciplinas na modalidade a distância em Cursos de Graduação Presencial: Conteúdo, Aprendizagem e Construção do Conhecimento

Planejamento e Gestão das disciplinas na modalidade a distância em Cursos de Graduação Presencial: Conteúdo, Aprendizagem e Construção do Conhecimento Planejamento e Gestão das disciplinas na modalidade a distância em Cursos de Graduação Presencial: Conteúdo, Aprendizagem e Construção do Conhecimento Maio/2010 AMARAL, Rita de Cássia Borges de Magalhães

Leia mais

EaD = O futuro é agora!

EaD = O futuro é agora! Objetivos EaD = O futuro é agora! Apresentar e discutir os princípios fundamentais da EaD; Mostrar a evolução desta tecnologia no Brasil; Apresentar a proposta de EaD para os Formadores do Saber. Prof.

Leia mais

A Inovação das Tecnologias da Informação e Comunicação no Ensino Online de Modelagem em Biscuit

A Inovação das Tecnologias da Informação e Comunicação no Ensino Online de Modelagem em Biscuit A Inovação das Tecnologias da Informação e Comunicação no Ensino Online de Modelagem em Biscuit Brasília/DF, maio/2012 Categoria: B- Conteúdos e Habilidades Setor Educacional: 5- Educação Continuada em

Leia mais

VI@CALCULO: CONTRIBUINDO PARA A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO NA ERA DIGITAL

VI@CALCULO: CONTRIBUINDO PARA A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO NA ERA DIGITAL VI@CALCULO: CONTRIBUINDO PARA A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO NA ERA DIGITAL Diogo Israel Schwanck (1) Bárbara Bernardine Almeida da Silva (2) Liara Aparecida dos Santos Leal (3) Resumo O presente trabalho

Leia mais

Tópicos Especiais. Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Informática Educativa no Brasil 17/01/2009

Tópicos Especiais. Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Informática Educativa no Brasil 17/01/2009 Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Professor: Fernando Zaidan Disciplina: Arquitetura da Informática e Automação MBA Gestão em Tecnologia da Informaçao 1 Tópicos Especiais Informática Educativa no Brasil

Leia mais

OS NOVOS PARADIGMAS DA FORMAÇÃO CONTINUADA: DA EDUCAÇÃO BÁSICA À PÓSGRADUAÇÃO

OS NOVOS PARADIGMAS DA FORMAÇÃO CONTINUADA: DA EDUCAÇÃO BÁSICA À PÓSGRADUAÇÃO OS NOVOS PARADIGMAS DA FORMAÇÃO CONTINUADA: DA EDUCAÇÃO BÁSICA À PÓSGRADUAÇÃO Profa. Drª. Ana Maria Maranhão 1 Resumo: A tecnologia da Informação e de modo específico o computador, oferece as diferentes

Leia mais

ANÁLISE DE SOFTWARE EDUCATIVO NO ENSINO DE MATEMÁTICA. Palavras chave: Software Educativo; Construção do Conhecimento; Aprendizagem.

ANÁLISE DE SOFTWARE EDUCATIVO NO ENSINO DE MATEMÁTICA. Palavras chave: Software Educativo; Construção do Conhecimento; Aprendizagem. ANÁLISE DE SOFTWARE EDUCATIVO NO ENSINO DE MATEMÁTICA. Débora Janaína Ribeiro e Silva Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba debora_jr10@yahoo.com.br Resumo Este trabalho teve como

Leia mais

Belém PA, Maio 2012. Categoria: Pesquisa e Avaliação. Setor Educacional: Educação Universitária. Macro: Sistemas e Instituições de EAD

Belém PA, Maio 2012. Categoria: Pesquisa e Avaliação. Setor Educacional: Educação Universitária. Macro: Sistemas e Instituições de EAD 1 A QUALIDADE DOS CURSOS SUPERIORES A DISTÂNCIA: CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS E BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL UAB Belém PA, Maio 2012 Categoria: Pesquisa e Avaliação

Leia mais

PRONTO EDUCAÇÃO PLANO DE GESTÃO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

PRONTO EDUCAÇÃO PLANO DE GESTÃO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI LAUREATE INTERNACIONAL EDUCATION Klaibert Miranda Jacqueline Cícera Florêncio dos Santos Valter Garoli Mariana Estima do Nascimento PRONTO EDUCAÇÃO PLANO DE GESTÃO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO UNIFICADO: FORMAÇÕES SIG. Identificação

PROJETO PEDAGÓGICO UNIFICADO: FORMAÇÕES SIG. Identificação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA PROJETO PEDAGÓGICO UNIFICADO: FORMAÇÕES SIG Campus: Reitoria

Leia mais

Programação dos Cursos 2011.2

Programação dos Cursos 2011.2 PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE ENSINO FUNDAMENTAL NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL DE NATAL (NTE NATAL) Programação dos Cursos 2011.2 Secretaria Municipal

Leia mais

Figura 1: Figura 1: software Focus on Grammar Adison Wesley Longman Publishing Company

Figura 1: Figura 1: software Focus on Grammar Adison Wesley Longman Publishing Company Resumo Aula-tema 03: Softwares educacionais. Nesta aula-tema desenvolvemos o importante tema de Softwares educativos. O assunto aparece no segundo capítulo do PLT de nossa disciplina, e foi escrito por

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA E INCLUSÃO DIGITAL NO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA/PB

FORMAÇÃO CONTINUADA E INCLUSÃO DIGITAL NO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA/PB FORMAÇÃO CONTINUADA E INCLUSÃO DIGITAL NO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA/PB Telma Cristina Gomes da Silva (PROLING/UFPB) telmapedist@hotmail.com Introdução A Cultura Digital impõe novos desafios pedagógicos

Leia mais

GESTÃO INTEGRADA DE MÍDIAS (esboço) Cursista: Ricardo Hasper Tutora: Maria Helena de F. da Silva

GESTÃO INTEGRADA DE MÍDIAS (esboço) Cursista: Ricardo Hasper Tutora: Maria Helena de F. da Silva GESTÃO INTEGRADA DE MÍDIAS (esboço) Cursista: Ricardo Hasper Tutora: Maria Helena de F. da Silva INFORMÁTICA BÁSICA PARA PROFESSORES DA ESCOLA PUBLICA DO ESTADO, NO PROGRAMA PRD-PARANÁ DIGITAL Público

Leia mais

Computador na Escola Carmen Luiza Barzotto

Computador na Escola Carmen Luiza Barzotto Computador na Escola O computador na escola pode estar numa Sala conhecida como Laboratório de Informática ou Sala Informatizada onde os alunos, individualmente, em duplas ou pequenos grupos trabalham

Leia mais

Palavras-chave: Informática na Educação, Computador na Escola, Blogs

Palavras-chave: Informática na Educação, Computador na Escola, Blogs O USO DO BLOG NO PROCESSO EDUCACIONAL: RELATO DE EXPERIÊNCIA DA ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL PROFESSORA CÂNDIDA ZASSO DE NOVA PALMA. Franciele Liliane Vendruscolo 1 Kássia Quadros Ferreira 2

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL 1 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO O ENSINO DA SOCIOLOGIA PARA PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO Contribuindo para a formação continuada dos professores de Sociologia do ensino médio do Rio Grande do Sul. OBJETIVOS GERAIS

Leia mais

MATEMÁTICA E TECNOLOGIA: DESENVOLVENDO JOGOS ELETRÔNICOS UTILIZANDO O SCRATCH

MATEMÁTICA E TECNOLOGIA: DESENVOLVENDO JOGOS ELETRÔNICOS UTILIZANDO O SCRATCH MATEMÁTICA E TECNOLOGIA: DESENVOLVENDO JOGOS ELETRÔNICOS UTILIZANDO O SCRATCH Lucas Gabriel Seibert, Rodrigo Dalla Vecchia lucasseibert@hotmail.com, rodrigovecchia@gmail.com ULBRA, Brasil Palavras-chave:

Leia mais

DISCIPLINAS SEMIPRESENCIAIS

DISCIPLINAS SEMIPRESENCIAIS DISCIPLINAS SEMIPRESENCIAIS EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE CEUMA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD DISCIPLINAS SEMIPRESENCIAIS O QUE VOCÊ PRECISA

Leia mais

Lição 3 Técnicas de Estudo e Aprendizagem a Distância

Lição 3 Técnicas de Estudo e Aprendizagem a Distância Estudo e Aprendizado a Distância 69 Lição 3 Técnicas de Estudo e Aprendizagem a Distância Após concluir o estudo desta lição, esperamos que você possa: associar os estilos de aprendizagem às respectivas

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO: 2. INTRODUÇÃO

1. IDENTIFICAÇÃO: 2. INTRODUÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO: PERÍODO DE REALIZAÇÃO: Fevereiro à Dezembro de 2015 ÓRGÃO RESPONSÁVEL: NTE ESCOLAS: Senador Filinto Muller COORDENADORES DO PLANO: NTE: Carla Varela PROGETEC: Ticyara Halik Smanioto Vicente

Leia mais

NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL DE NOVA ANDRADINA O USO DAS TECNOLOGIAS E WEBTECNOLOGIAS POR PROFESSORES DOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL DE NOVA ANDRADINA O USO DAS TECNOLOGIAS E WEBTECNOLOGIAS POR PROFESSORES DOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL DE NOVA ANDRADINA O USO DAS TECNOLOGIAS E WEBTECNOLOGIAS POR PROFESSORES DOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL Nova Andradina/MS Agosto/2009 NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL

Leia mais

Investigação sobre o uso do ambiente Moodle pelos professores de uma instituição de ensino superior pública

Investigação sobre o uso do ambiente Moodle pelos professores de uma instituição de ensino superior pública Investigação sobre o uso do ambiente Moodle pelos professores de uma instituição de ensino superior pública Eixo temático 2: Formação de professores e cultura digital 1 Ana Paula Ferreira Sebastião 2 Rosemary

Leia mais

O USO DO EDITOR DE APRESENTAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES EDUCATIVAS

O USO DO EDITOR DE APRESENTAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES EDUCATIVAS O USO DO EDITOR DE APRESENTAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES EDUCATIVAS Mário Sérgio de Andrade Mendonça, mariomendonc@gmail.com Eduardo Machado Real, eduardomreal@uems.br UEMS Universidade Estadual

Leia mais

USO DA WEB NO ENSINO DE FERRAMENTAS CAD

USO DA WEB NO ENSINO DE FERRAMENTAS CAD USO DA WEB NO ENSINO DE FERRAMENTAS CAD Gilberto Pimenta de Andrade gpimenta@passosuemg.br UEMG - Universidade do Estado de Minas Gerais Campus de Passos Av. Juca Stockler, 1130 37900-000 - Passos - MG

Leia mais

Pedagogia da Autonomia na prática da EAD

Pedagogia da Autonomia na prática da EAD Pedagogia da Autonomia na prática da EAD Tecnologia Processos Competências 08/06/04 A autonomia na prática da EAD Pólo SP Autonomia em Paulo Freire e ambientes virtuais Respeito ao saber do educando, às

Leia mais

O ENSINO A DISTÂNCIA EM GEOGRAFIA NA UNIMONTES: UM ESTUDO DE CASO

O ENSINO A DISTÂNCIA EM GEOGRAFIA NA UNIMONTES: UM ESTUDO DE CASO O ENSINO A DISTÂNCIA EM GEOGRAFIA NA UNIMONTES: UM ESTUDO DE CASO BARROS, Joselita Ferreira Batista 1 ; NEVES, Lisa Vany Figueiredo Ribeiro 2 1 Especialista em Geografia, Ensino e Meio Ambiente e em Educação

Leia mais

2 Ergonomia aplicada na EAD em ambiente web

2 Ergonomia aplicada na EAD em ambiente web 2 Ergonomia aplicada na EAD em ambiente web A eficiência da educação a distância (EAD) depende da contribuição de diversas disciplinas. É comum encontrarmos estudos nas áreas da ciência da computação,

Leia mais

O USO DAS REDES SOCIAIS NO ENSINO À DISTÂNCIA

O USO DAS REDES SOCIAIS NO ENSINO À DISTÂNCIA O USO DAS REDES SOCIAIS NO ENSINO À DISTÂNCIA Rozimar Rodrigues de Brito, UFPB Adriano Patrício da Silva, UFPB Jefferson Simplicio dos Santos, UFPB Paulo Roberto Palhano Silva, UFPB RESUMO: Hoje em dia

Leia mais

FORMAÇÃO INICIAL. Qualificação Profissional Básica PLANO DE CURSO PRONATEC EAD. DESENHISTA DE PRODUTOS GRÁFICOS WEB 180 horas

FORMAÇÃO INICIAL. Qualificação Profissional Básica PLANO DE CURSO PRONATEC EAD. DESENHISTA DE PRODUTOS GRÁFICOS WEB 180 horas FORMAÇÃO INICIAL Qualificação Profissional Básica PLANO DE CURSO PRONATEC EAD DESENHISTA DE PRODUTOS GRÁFICOS WEB 180 horas (144 horas à distância e 36 horas presencial) ÁREA PROFISSIONAL: Tecnologia da

Leia mais

WEB 2.0 E MATERIAIS DIDÁTICOS DE LÍNGUAS: REFLEXÕES NECESSÁRIAS

WEB 2.0 E MATERIAIS DIDÁTICOS DE LÍNGUAS: REFLEXÕES NECESSÁRIAS WEB 2.0 E MATERIAIS DIDÁTICOS DE LÍNGUAS: REFLEXÕES NECESSÁRIAS Márcio Luiz Corrêa Vilaça (UNIGRANRIO) professorvilaca@gmail.com 1. Introdução É fácil constatar a forte presença da internet em diversas

Leia mais

PORTAL ESCOLAR: EDUCAÇÃO SEM DISTÂNCIA COM O USO DE SOFTWARE LIVRE

PORTAL ESCOLAR: EDUCAÇÃO SEM DISTÂNCIA COM O USO DE SOFTWARE LIVRE PORTAL ESCOLAR: EDUCAÇÃO SEM DISTÂNCIA COM O USO DE SOFTWARE LIVRE Agleice Marques Gama Resumo: Neste artigo, apresenta-se uma análise do Portal Escolar: Educação sem Distância do Estado do Pará, com o

Leia mais

CONSIDERAÇÕES INICIAIS ACERCA DOS ESTUDOS REALIZADOS PELO SUBPROJETO PIBID DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO DO MUNICÍ- PIO DE ALTO ARAGUAIA-MT

CONSIDERAÇÕES INICIAIS ACERCA DOS ESTUDOS REALIZADOS PELO SUBPROJETO PIBID DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO DO MUNICÍ- PIO DE ALTO ARAGUAIA-MT CONSIDERAÇÕES INICIAIS ACERCA DOS ESTUDOS REALIZADOS PELO SUBPROJETO PIBID DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO DO MUNICÍ- PIO DE ALTO ARAGUAIA-MT Ellen Regina Moraes Bispo, Edinéia Guimarães Nunes e

Leia mais

05/2008. Categoria (Conteúdos e Habilidades) Setor Educacional (Educação Universitária) Natureza do Trabalho (Descrição de Projeto em Andamento)

05/2008. Categoria (Conteúdos e Habilidades) Setor Educacional (Educação Universitária) Natureza do Trabalho (Descrição de Projeto em Andamento) UM RELATO SOBRE A TRANSIÇÃO DO PROFESSOR DO ENSINO PRESENCIAL PARA A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA ELABORAÇÃO DE MATERIAIS INSTRUCIONAIS - ÓTICA DO DESIGNER INSTRUCIONAL 05/2008 Danielli Veiga Carneiro; Msc.

Leia mais

LEITURA E INTERNET NA ESCOLA: SABERES E PRÁTICAS COMPARTILHADOS EM UMA ATIVIDADE WIKI NO MOODLE

LEITURA E INTERNET NA ESCOLA: SABERES E PRÁTICAS COMPARTILHADOS EM UMA ATIVIDADE WIKI NO MOODLE LEITURA E INTERNET NA ESCOLA: SABERES E PRÁTICAS COMPARTILHADOS EM UMA ATIVIDADE WIKI NO MOODLE Alana Dutra do Carmo, UECE Steffany Maria de Lima Vieira, UECE Orientadora: Profa. Dra. Eloisa Maia Vidal,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL DE SELEÇÃO PARA CURSOS FIC 2016/1. Cronograma

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL DE SELEÇÃO PARA CURSOS FIC 2016/1. Cronograma MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE REFERÊNCIA EM FORMAÇÃO E EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Rodovia ES-010, Km 6,5 Manguinhos 29173-087 Serra ES 27 3348-9208 EDITAL DE SELEÇÃO

Leia mais

GUIA DO PROGRAMA INTEL EDUCAR

GUIA DO PROGRAMA INTEL EDUCAR GUIA DO PROGRAMA INTEL EDUCAR ÍNDICE O que é o Programa Intel Educar...3 Fundamentos Básicos......4 Fórum de Liderança......9 Série Elementos...15 Aprendizagem Baseada em Projetos......17 Avaliação na

Leia mais

TCC CURSO POS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO DESIGN INSTRUCIONAL ROTEIRO DO PROJETO DE DESIGN INSTRUCIONAL DE UM CURSO

TCC CURSO POS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO DESIGN INSTRUCIONAL ROTEIRO DO PROJETO DE DESIGN INSTRUCIONAL DE UM CURSO TCC CURSO POS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO DESIGN INSTRUCIONAL ROTEIRO DO PROJETO DE DESIGN INSTRUCIONAL DE UM CURSO 1. INTRODUÇÃO 1.1. CONTEXTO EM QUE O PROJETO SERÁ REALIZADO: Dados Gerais sobre a instituição

Leia mais

Histórico de implantação da EAD na Universidade Estadual de Ponta Grossa: a evolução dos estilos de aprendizagem

Histórico de implantação da EAD na Universidade Estadual de Ponta Grossa: a evolução dos estilos de aprendizagem Histórico de implantação da EAD na Universidade Estadual de Ponta Grossa: a evolução dos estilos de aprendizagem Adilson de Oliveira Pimenta Junior (UEPG) aopjr@uepg.br Diolete Marcante Lati Cerutti (UEPG)

Leia mais

5. Ler cuidadosamente as mensagens de correio electrónico;

5. Ler cuidadosamente as mensagens de correio electrónico; Segundo o Guia para ambientes de aprendizagem digitais quer alunos, quer professores, precisam de novas competências ao nível da literacia digital à medida que cada vez mais recursos estão presentes na

Leia mais

A AÇÃO DO DESIGNER INSTRUCIONAL E O EMPREENDEDORISMO EM TURMAS DO SEJA

A AÇÃO DO DESIGNER INSTRUCIONAL E O EMPREENDEDORISMO EM TURMAS DO SEJA 1 A AÇÃO DO DESIGNER INSTRUCIONAL E O EMPREENDEDORISMO EM TURMAS DO SEJA Salvador- BA - maio 2012 Categoria: F Setor Educacional: 5 Classificação das Áreas de Pesquisa em EaD Macro: E / Meso: J / Micro:

Leia mais

A AQUISIÇÃO DO ESPANHOL INSTRUMENTAL NA PLATAFORMA MOODLE *

A AQUISIÇÃO DO ESPANHOL INSTRUMENTAL NA PLATAFORMA MOODLE * 1 A AQUISIÇÃO DO ESPANHOL INSTRUMENTAL NA PLATAFORMA MOODLE * Valéria Jane Siqueira Loureiro (Universidade Federal de Sergipe) RESUMO: Este trabalho se propõe a analisar o curso de extensão universitária

Leia mais

PERCEPÇÃO DOS ALUNOS SOBRE SUA ATUAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

PERCEPÇÃO DOS ALUNOS SOBRE SUA ATUAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 1 PERCEPÇÃO DOS ALUNOS SOBRE SUA ATUAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Brasília - DF- Fevereiro 2013 Priscila Alessandra da Silva Universidade Federal de Brasília priscilaalesilva@gmail.com Fernanda Carla Universidade

Leia mais

PROJETO DISCIPLINAS SEMIPRESENCIAIS

PROJETO DISCIPLINAS SEMIPRESENCIAIS PROJETO DISCIPLINAS SEMIPRESENCIAIS FACULDADE CASTELO BRANCO Portaria MEC nº 304, de 16/04/2008 D.O.U de 17/04/2008 2 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 02 2 JUSTIFICATIVA... 04 3 OBJETIVOS... 06 4 PROPOSTA PEDAGÓGICA...

Leia mais

E E IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA SILVA PLANO DE AÇÃO 2015

E E IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA SILVA PLANO DE AÇÃO 2015 1 E E IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA SILVA Luciana Batista de Oliveira Catarino (Multiplicadora) Flaviane Meireles dos Santos (PROGETEC) PLANO DE AÇÃO 2015 Nova Andradina - MS 2015 2 E E IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER EXTENSÃO - SALA TRIGUINÃ PLANO DE AÇÃO 2014/2015 ALIANDO A TECNOLOGIA À PRÁTICA PEDAGÓGICA

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER EXTENSÃO - SALA TRIGUINÃ PLANO DE AÇÃO 2014/2015 ALIANDO A TECNOLOGIA À PRÁTICA PEDAGÓGICA ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER EXTENSÃO - SALA TRIGUINÃ PLANO DE AÇÃO 2014/2015 ALIANDO A TECNOLOGIA À PRÁTICA PEDAGÓGICA IVINHEMA/MS 2015 1 ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER EXTENSÃO - SALA

Leia mais

A modelagem e a simulação computacional, como recurso didático na disciplina de Física em cursos técnicos integrados ao ensino médio

A modelagem e a simulação computacional, como recurso didático na disciplina de Física em cursos técnicos integrados ao ensino médio A modelagem e a simulação computacional, como recurso didático na disciplina de Física em cursos técnicos integrados ao ensino médio Cibeli Marzari Bertagnolli (1), Orildo Luis Battistel (2), Sheila Magali

Leia mais

O ENSINO DE ESPANHOL COMO LE COM OS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS NA PLATAFORMA MOODLE*

O ENSINO DE ESPANHOL COMO LE COM OS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS NA PLATAFORMA MOODLE* 1 O ENSINO DE ESPANHOL COMO LE COM OS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS NA PLATAFORMA MOODLE* Resumo Este trabalho se propõe a analisar o curso de extensão universitária CESB (Curso de Espanhol Básico) para

Leia mais

manual do aluno plataforma moodle curso técnico em segurança do trabalho

manual do aluno plataforma moodle curso técnico em segurança do trabalho manual do aluno plataforma moodle curso técnico em segurança do trabalho instituto federal de educação, ciência e tecnologia do piauí pro-reitoria de ensino diretoria de ensino a distância manual do aluno

Leia mais

Desenvolvimento de um Ambiente Virtual de Aprendizagem

Desenvolvimento de um Ambiente Virtual de Aprendizagem Desenvolvimento de um Ambiente Virtual de Aprendizagem Felipe Becker Nunes 1, Fernando Sarturi Prass 2 1 Curso de Sistemas de Informação Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) CEP 97.020-001 Santa Maria

Leia mais

Ter experiência mínima de 1 (um) ano no magistério (exercer ou ter exercido a profissão no Ensino Fundamental, Ensino Médio ou Superior)*.

Ter experiência mínima de 1 (um) ano no magistério (exercer ou ter exercido a profissão no Ensino Fundamental, Ensino Médio ou Superior)*. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL Campus Rio Grande REDE ESCOLA TÉCNICA ABERTA DO BRASIL (e-tec BRASIL) EDITAL Nº 01, DE 13 DE AGOSTO DE 2014

Leia mais

DISCIPLINAS OPTATIVAS: ÁREA DE COMPUTAÇÃO

DISCIPLINAS OPTATIVAS: ÁREA DE COMPUTAÇÃO DISCIPLINAS OPTATIVAS: ÁREA DE COMPUTAÇÃO Comércio Eletrônico Carga Horária: AT (68) AP (00) APS (12) TA (80) Pré-requisito: sem pré-requisitos. Modelos de Comércio Eletrônico. Comércio Eletrônico e o

Leia mais

REDU: UM AMBIENTE VIRTUAL COLABORATIVO PARA ENSINO DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO. Porto Nacional TO Maio 2012

REDU: UM AMBIENTE VIRTUAL COLABORATIVO PARA ENSINO DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO. Porto Nacional TO Maio 2012 REDU: UM AMBIENTE VIRTUAL COLABORATIVO PARA ENSINO DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO Porto Nacional TO Maio 2012 Categoria: Métodos e Tecnologia Setor Educacional: 3 Classificação das Áreas de Pesquisa

Leia mais

Educação à Distância: Possibilidades e Desafios

Educação à Distância: Possibilidades e Desafios Educação à Distância: Possibilidades e Desafios Resumo André Alves Freitas Andressa Guimarães Melo Maxwell Sarmento de Carvalho Pollyanna de Sousa Silva Regiane Souza de Carvalho Samira Oliveira Os cursos

Leia mais

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para:

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para: INSTITUIÇÃO: IFRS CAMPUS BENTO GONÇALVES CNPJ: 94728821000192 ENDEREÇO: Avenida Osvaldo Aranha, 540. Bairro Juventude. CEP: 95700-000 TELEFONE: (0xx54) 34553200 FAX: (0xx54) 34553246 Curso de Educação

Leia mais

PROJETO UCA: FORMAÇÃO BRASIL. Proposta de operacionalização. Formação dos professores na escola

PROJETO UCA: FORMAÇÃO BRASIL. Proposta de operacionalização. Formação dos professores na escola Ministério da Educação Secretaria de Educação a Distância Projeto Um Computador por Aluno PROJETO UCA: FORMAÇÃO BRASIL Proposta de operacionalização Formação dos professores na escola Outubro, 2009 FORMAÇÃO

Leia mais

O Uso de Softwares Educativos... Pacheco & Barros. O Uso de Softwares Educativos no Ensino de Matemática

O Uso de Softwares Educativos... Pacheco & Barros. O Uso de Softwares Educativos no Ensino de Matemática O Uso de Softwares Educativos no Ensino de Matemática José Adson D. Pacheco & Janaina V. Barros - UPE Resumo: O presente artigo avalia a utilização de softwares educativos de matemática na sala de aula

Leia mais

Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional - PROFBIO PROPOSTA

Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional - PROFBIO PROPOSTA Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional - PROFBIO PROPOSTA Considerando que o Ensino Médio é para a maioria dos cidadãos a última oportunidade de uma educação formal em Biologia, a

Leia mais

AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM: A REINVENÇÃO DA SALA DE AULA?

AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM: A REINVENÇÃO DA SALA DE AULA? AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM: A REINVENÇÃO DA SALA DE AULA? Prof. Dr. Alzino Furtado de Mendonça 1 Profa. MSc. Gilda Aquino de Araújo Mendonça 2 O homem transita culturalmente mediado pelas tecnologias

Leia mais

ENSINO A DISTÂNCIA NA WEB : UM DESAFIO PARA A EDUCAÇÃO

ENSINO A DISTÂNCIA NA WEB : UM DESAFIO PARA A EDUCAÇÃO 1 ENSINO A DISTÂNCIA NA WEB : UM DESAFIO PARA A EDUCAÇÃO CELINA APARECIDA ALMEIDA PEREIRA ABAR Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - Brasil abarcaap@pucsp.br - VIRTUAL EDUCA 2003-1 INTRODUÇÃO

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 60-GR/UNICENTRO, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012. ESTA RESOLUÇÃO ESTÁ RATIFICADA PELA RESOLUÇÃO Nº 7/2013- CEPE/UNICENTRO. Aprova, ad referendum do CEPE, o Curso de Especialização em Educação a

Leia mais

ARTEFATO VIRTUAL INTERATIVO COMO FERRAMENTA NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM EM CIÊNCIAS: O Sistema Digestório

ARTEFATO VIRTUAL INTERATIVO COMO FERRAMENTA NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM EM CIÊNCIAS: O Sistema Digestório ARTEFATO VIRTUAL INTERATIVO COMO FERRAMENTA NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM EM CIÊNCIAS: O Sistema Digestório FRATONI, Rafael de Oliveira¹; TEIXEIRA, Thiago Bodruk 2, CROVADOR, Gabriel Pizzato Rudey 3,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - UFC FACULDADE DE MEDICINA - FAMED NÚCLEO DE TECNOLOGIAS E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EM SAÚDE NUTEDS/FAMEDUFC

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - UFC FACULDADE DE MEDICINA - FAMED NÚCLEO DE TECNOLOGIAS E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EM SAÚDE NUTEDS/FAMEDUFC UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - UFC FACULDADE DE MEDICINA - FAMED NÚCLEO DE TECNOLOGIAS E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EM SAÚDE NUTEDS/FAMEDUFC CHAMADA PÚBLICA PARA CURSO DE FORMAÇÃO DE TUTORES PARA EaD ONLINE

Leia mais

Uma análise qualitativa RESUMO

Uma análise qualitativa RESUMO Mostra Nacional de Iniciação Científica e Tecnológica Interdisciplinar III MICTI Fórum Nacional de Iniciação Científica no Ensino Médio e Técnico - I FONAIC-EMT Camboriú, SC, 22, 23 e 24 de abril de 2009

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores TDIC: FORMAR OU NÃO FORMAR PROFESSORES PARA SEU USO? Eugenio Maria De França Ramos, Adriel

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE EAD

ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE EAD MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO NÚCLEO

Leia mais

TEC - EAD PRESSUPOSTOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: CONCEPÇÕES TEÓRICAS E METODOLÓGICAS

TEC - EAD PRESSUPOSTOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: CONCEPÇÕES TEÓRICAS E METODOLÓGICAS TEC - EAD PRESSUPOSTOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: CONCEPÇÕES TEÓRICAS E METODOLÓGICAS O que é mesmo Educação a Distância (EAD)? Você está fazendo um curso a distância, mas já parou para pensar no conceito

Leia mais

Recursos Tecnológicos que Apóiam a Aprendizagem

Recursos Tecnológicos que Apóiam a Aprendizagem Recursos Tecnológicos que Apóiam a Aprendizagem Conectando diferentes níveis de contexto e ensinando mesmo quando o mercado se modifica Fábio Câmara Araújo de Carvalho e Gregorio Bittar Ivanoff http://www.copyleftpearson.com.br

Leia mais

O que aprendi sobre avaliação em cursos semipresenciais

O que aprendi sobre avaliação em cursos semipresenciais O que aprendi sobre avaliação em cursos semipresenciais José Moran Pesquisador, Professor, Conferencista e Orientador de projetos inovadores na educação. Publicado em: SILVA, Marco & SANTOS, Edméa (Orgs).

Leia mais

Novas Tecnologias Aplicadas à Educação O Paradigma Pedagógico da Informática Educativa Parte III. Prof. Hugo Souza

Novas Tecnologias Aplicadas à Educação O Paradigma Pedagógico da Informática Educativa Parte III. Prof. Hugo Souza Novas Tecnologias Aplicadas à Educação O Paradigma Pedagógico da Informática Educativa Parte III Prof. Hugo Souza Continuando nossas aulas, após vermos uma abordagem acerca do paradigma da informática

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores ANÁLISES DE UM PROCESSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA EM UM CURSO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA MODALIDADE

Leia mais

REDES SOCIAIS NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA EAD

REDES SOCIAIS NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA EAD REDES SOCIAIS NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA EAD Curitiba PR - Setembro 2014 Luís Fernando Lopes Centro Universitário UNINTER luis.l@grupouninter.com.br Cecília de Souza Pestana Centro Universitário

Leia mais

O USO DO MOODLE COMO SUPORTE AS ATIVIDADES DE ENSINO/APRENDIZAGEM PRESENCIAL EM CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS

O USO DO MOODLE COMO SUPORTE AS ATIVIDADES DE ENSINO/APRENDIZAGEM PRESENCIAL EM CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS O USO DO MOODLE COMO SUPORTE AS ATIVIDADES DE ENSINO/APRENDIZAGEM PRESENCIAL EM CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS OLIVEIRA, Edson Luis de Almeida; DE NARDIN, Ana Claudia Professores do Instituto Federal Sul-rio-grandense

Leia mais

WEBQUEST: UM RECURSO TECNOLÓGICO NA EDUCAÇÃO MATEMÃTICA

WEBQUEST: UM RECURSO TECNOLÓGICO NA EDUCAÇÃO MATEMÃTICA WEBQUEST: UM RECURSO TECNOLÓGICO NA EDUCAÇÃO MATEMÃTICA Patrícia Sândalo Pereira UNIOESTE Foz do Iguaçu patriciasandalop@uol.com.br Cleonice Salateski Colégio Estadual Alberto Santos Dumont maucleo@seed.pr.gov.br

Leia mais

Plataforma. Portal Educacional

Plataforma. Portal Educacional Plataforma Portal Educacional O Grupo Actcon e a Rede Educar Brasil Especializado em soluções que incorporam Tecnologia da Informação à Educação e à Modernização da Administração Pública, o Grupo Actcon

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CAPACITAR EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE Nº 01/2014

CENTRO EDUCACIONAL CAPACITAR EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE Nº 01/2014 CENTRO EDUCACIONAL CAPACITAR EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE Nº 01/2014 O CENTRO EDUCACIONAL CAPACITAR, conforme critérios específicos expressos no presente edital, torna público que ESTÃO ABERTAS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PROJETO BÁSICO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM PRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDO NA EAD CURSO PARA DOCENTES DA UFOP

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PROJETO BÁSICO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM PRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDO NA EAD CURSO PARA DOCENTES DA UFOP UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO CENTRO DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTANCIA PROJETO BÁSICO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM PRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDO NA EAD CURSO PARA DOCENTES DA UFOP 2007 IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

SENI: UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM CUSTOMIZADO A PARTIR DO MOODLE PARA ATENDIMENTO DE UM GRANDE PÚBLICO

SENI: UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM CUSTOMIZADO A PARTIR DO MOODLE PARA ATENDIMENTO DE UM GRANDE PÚBLICO SENI: UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM CUSTOMIZADO A PARTIR DO MOODLE PARA ATENDIMENTO DE UM GRANDE PÚBLICO Salvador BA 05/2011 Elson Cardoso Siquara SENAI-BA elsoncs@fieb.org.br Fábio Britto de Carvalho

Leia mais

AMBIENTAÇÃO EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E AÇÃO TUTORIAL AULA 01: AMBIENTAÇÃO TÓPICO 03: HISTÓRIA E FUNDAMENTOS DA EAD VERSÃO TEXTUAL DO FLASH Você conhece a origem da Educação a Distância? Como se iniciaram

Leia mais

Autoria Multimídia: o uso de ferramentas multimídia no campo educacional

Autoria Multimídia: o uso de ferramentas multimídia no campo educacional Autoria Multimídia: o uso de ferramentas multimídia no campo educacional Douglas Vaz, Suelen Silva de Andrade Faculdade Cenecista de Osório (FACOS) Rua 24 de maio, 141 95520-000 Osório RS Brasil {doug.vaz,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP COORDENADORIA INSTITUCIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CIED

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP COORDENADORIA INSTITUCIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CIED UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP COORDENADORIA INSTITUCIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CIED PROCESSO SELETIVO DE TUTORES 2012 PROVA TIPO 1 Tutor do Curso

Leia mais

Unidade 4: Planejamento de aulas virtuais síncronas

Unidade 4: Planejamento de aulas virtuais síncronas Unidade 4: Planejamento de aulas virtuais síncronas 1 Coordenação Prof. Dra. Sílvia Dotta Autores Prof. Érica Jorge Prof. MsC. Paulo Aguiar Colaboração Prof. Dra. Juliana Braga PACC Programa Anual de Capacitação

Leia mais

Facebook utilizado como um Objeto de aprendizagem para ajudar os estudantes do Instituto Federal do Paraná, no formato de educação a distância.

Facebook utilizado como um Objeto de aprendizagem para ajudar os estudantes do Instituto Federal do Paraná, no formato de educação a distância. 1 Facebook utilizado como um Objeto de aprendizagem para ajudar os estudantes do Instituto Federal do Paraná, no formato de educação a distância. Outubro/ 2014 Carmem Lúcia Graboski da Gama Instituto Federal

Leia mais

Apresentação. A Equipe do Semipresencial coloca-se à disposição para quaisquer informações adicionais através dos seguintes contatos:

Apresentação. A Equipe do Semipresencial coloca-se à disposição para quaisquer informações adicionais através dos seguintes contatos: Apresentação Este Manual de Orientações Gerais foi concebido com a intenção de fornecer todas as informações de que você precisa para cursar disciplinas na modalidade semi-presencial. Acompanhando as inovações

Leia mais

DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E COMUNICAÇÃO (Tecnologia, Inclusão Digital e Comunicação)

DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E COMUNICAÇÃO (Tecnologia, Inclusão Digital e Comunicação) DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E COMUNICAÇÃO (Tecnologia, Inclusão Digital e Comunicação) OBJETIVOS E METAS 1. Garantir a inclusão digital, instalando computadores nas escolas públicas de ensino fundamental

Leia mais

CURSO DE CAPACITAÇÃO FOMENTO PARA TICs NA EDUCAÇÃO

CURSO DE CAPACITAÇÃO FOMENTO PARA TICs NA EDUCAÇÃO CURSO DE CAPACITAÇÃO FOMENTO PARA TICs NA EDUCAÇÃO CHAMADA INTERNA Nº 01/2011-NEAD O DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO comunica aos interessados a abertura de inscrições para o Curso de Capacitação Fomento

Leia mais