Sistema Piramidal. Prof. Gerardo Cristino. Aula disponível em:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistema Piramidal. Prof. Gerardo Cristino. Aula disponível em: www.gerardocristino.com.br"

Transcrição

1 FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Sistema Piramidal Prof. Gerardo Cristino Aula disponível em:

2 Nulla Medicina Sine Anatomia

3 Objetivos de Aprendizagem Sistema Piramidal Entender o conceito de sistema piramidal Conhecer as estruturas do sistema piramidal nos diversos níveis do sistema nervoso (córtex-tronco-medula-nervo) Entender o conceito de 1 o e 2 o neurônio motor e sua localização Entender a diferença entre as síndromes do 1 o e 2 o neurônio motor

4 Sistema Piramidal Motricidade Voluntária Automática Reflexa

5 Sistema Piramidal Motricidade 1º neurônio motor Via piramidal 2º neurônio motor Via periférica

6 Sistema Piramidal 1º neurônio motor Neurônio motor superior Trato córtico-espinhal Trato córtico-nuclear

7 Sistema Piramidal Trato córtico-espinhal Do córtex ao corno anterior da medula Trato lateral cruzado (90%) Trato anterior direto (10%)

8 MACHADO, Ângelo, Neuroanatomia Funcional, 2000

9 MACHADO, Ângelo, Neuroanatomia Funcional, 2000

10 Sistema Piramidal Trato córtico-nuclear Do córtex aos núcleos dos nervos cranianos Mesencéfalo III e IV pares cranianos Ponte V, VI e VII pares cranianos Bulbo IX, X, XI e XII pares cranianos

11 MACHADO, Ângelo, Neuroanatomia Funcional, 2000

12 Sistema Piramidal Motricidade 1º neurônio motor Via piramidal Córtex cerebral Substância branca subcortical Cápsula interna Mesencéfalo Ponte Bulbo Medula espinhal

13 MACHADO, Ângelo, Neuroanatomia Funcional, 2000

14 Sistema Piramidal Córtex cerebral Células piramidais de Betz V camada da circunvolução frontal ascendente Área 4 de Brodmann

15 MENESES, Murilo, Neuroanatomia aplicada, 1999

16 MENESES, Murilo, Neuroanatomia aplicada, 1999

17 Sistema Piramidal Substância branca subcortical Centro oval Coroa radiada

18 Córtex Centro oval CI M P B SCHNITZLEIN, HN, Imaging anatomy of the head and spine

19 Sistema Piramidal Cápsula interna Braço anterior Joelho Braço posterior

20 Córtex Centro oval CI M P B SCHNITZLEIN, HN, Imaging anatomy of the head and spine

21 MENESES, Murilo, Neuroanatomia aplicada, 1999

22 Sistema Piramidal Mesencéfalo Base do pedúnculo cerebral

23 Córtex Centro oval CI M P B SCHNITZLEIN, HN, Imaging anatomy of the head and spine

24 III par MENESES, Murilo, Neuroanatomia aplicada, 1999

25 Sistema Piramidal Ponte Base da ponte

26 Córtex Centro oval CI M P B SCHNITZLEIN, HN, Imaging anatomy of the head and spine

27 VII par MENESES, Murilo, Neuroanatomia aplicada, 1999

28 Sistema Piramidal Bulbo Pirâmides bulbares

29 Córtex Centro oval CI M P B SCHNITZLEIN, HN, Imaging anatomy of the head and spine

30 XII par MENESES, Murilo, Neuroanatomia aplicada, 1999

31 Sistema Periférico 2º neurônio motor Neurônio motor inferior Do corno anterior ao músculo

32 Sistema Piramidal e Periférico Síndrome do neurônio motor superior Síndrome do 1º neurônio motor Síndrome piramidal Síndrome do neurônio motor inferior Síndrome do 2º neurônio motor Síndrome periférica

33 Sistema Piramidal e Periférico Síndrome do 1º neurônio motor Déficit motor Espasticidade Hiperreflexia Pouca atrofia muscular Com fasciculações Babinski presente Síndrome do 2º neurônio motor Déficit motor Flacidez Hiporreflexia Acentuada atrofia muscular Sem fasciculações Babinski ausente

34 Sistema Piramidal Lesão do córtex cerebral 1º neurônio Hemiplegia Contralateral Não proporcional + HLH + Afasia + Astereognosia + Crise epiléptica

35 Sistema Piramidal Lesão da substância branca medular Centro oval/coroa radiada 1º neurônio Hemiplegia Contralateral Não proporcional porém mais extensa HLH Afasia Astereognosia Crise epiléptica

36 Sistema Piramidal Lesão da cápsula interna 1º neurônio Hemiplegia Pura Contralateral Completa e proporcional Síndrome talâmica

37 MENESES, Murilo, Neuroanatomia aplicada, 1999

38 Sistema Piramidal Lesão do mesencéfalo 1º neurônio Síndrome alterna Hemiplegia Contralateral Completa e proporcional Déficit homolateral do III/IV

39 Sistema Piramidal Lesão da ponte 1º neurônio Síndrome alterna Hemiplegia Contralateral Completa e proporcional Déficit homolateral do VII Paralisia facial periférica

40 Sistema Piramidal Lesão do bulbo 1º neurônio Síndrome alterna Hemiplegia Contralateral Completa e proporcional Déficit homolateral do XII

41 Sistema Motor Periférico Hemiplegia piramidal 1º neurônio Lesão da medula espinhal Lesão unilateral Lesão bilateral

42 Sistema Motor Periférico Lesão da medula espinhal 1º neurônio Lesão unilateral Síndrome de Brown-Séquard Hemiplegia completa e proporcional homolateral Anestesia térmico-dolorosa contra-lateral

43 MENESES, Murilo, Neuroanatomia aplicada, 1999

44 Sistema Motor Periférico Lesão da medula espinhal 1º neurônio Lesão bilateral Tetraplegia ou paraplegia completa Anestesia global sublesional Nível sensitivo

45 MENESES, Murilo, Neuroanatomia aplicada, 1999

46 Córtex Centro oval CI M P B SCHNITZLEIN, HN, Imaging anatomy of the head and spine

47 Primeira Neurocirurgia segundo a Mitologia Grega Hefesto opera Zeus a pedido de Hermes e faz nascer do cérebro de Zeus Pallas Atenas/Minerva

48 Nulla Medicina Sine Anatomia

49 Aula disponível em:

Doença do Neurônio Motor

Doença do Neurônio Motor FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Doença do Neurônio Motor Acd. Mauro Rios w w w. s c n s. c o m. b r Relato de Caso Paciente M.V., sexo masculino, 62 anos,

Leia mais

Sistema Nervoso Considerações Anatomoclínicas sobre a Medula e o Tronco Encefálico Prof. Gerardo Cristino

Sistema Nervoso Considerações Anatomoclínicas sobre a Medula e o Tronco Encefálico Prof. Gerardo Cristino Prof. Gerardo Cristino www.gerardocristino.com.br Alterações da motricidade Paresia Paralisia Hemiparesia Hemiplegia Atonia Hipotonia Hipertonia Arreflexia Hiporreflexia Hiperreflexia Sinal de Babinski

Leia mais

Considerações Anatomoclínicas - Neuroanatomia Aplicada -

Considerações Anatomoclínicas - Neuroanatomia Aplicada - FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Considerações Anatomoclínicas - Neuroanatomia Aplicada - Apresentações Discentes Prof. Gerardo Cristino www.gerardocristino.com.br

Leia mais

VIAS EFERENTES (DESCENDENTES)

VIAS EFERENTES (DESCENDENTES) VIAS EFERENTES (DESCENDENTES) Colocam em comunicação os centros supra-segmentares com os órgãos efetuadores: 1- Vias eferentes viscerais (vida vegetativa) : Alvos = vísceras e vasos > função dos órgãos

Leia mais

CONTROLE DA MOTRICIDADE SOMÁTICA

CONTROLE DA MOTRICIDADE SOMÁTICA CONTROLE DA MOTRICIDADE SOMÁTICA Medula, Tronco Encefálico & Córtex Motor Cerebelo e Núcleos da Base Profa Silvia Mitiko Nishida Depto de Fisiologia Padrões Básicos de Movimentos do Corpo Movimento de

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL. Disfunção Erétil. Acd. Francisco Caubi. w w w. s c n s. c o m.

FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL. Disfunção Erétil. Acd. Francisco Caubi. w w w. s c n s. c o m. FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Disfunção Erétil Acd. Francisco Caubi w w w. s c n s. c o m. b r Relato do Caso Paciente, S.R.M, sexo masculino, 32 anos,

Leia mais

Nervos Cranianos. M.Sc. Profª Viviane Marques

Nervos Cranianos. M.Sc. Profª Viviane Marques Nervos Cranianos M.Sc. Profª Viviane Marques Coordenadora da Pós-graduação em Fonoaudiologia Hospitalar UVA Docente do mestrado de HIV/AIDS e Hepatites Virais UNIRIO Tutora da Residência Multiprofissional

Leia mais

Neurofobia. O Exame Neurológico. O Monstro Neurológico... 17/08/15. Neurophobia, the Fear of Neurology Among Medical Students

Neurofobia. O Exame Neurológico. O Monstro Neurológico... 17/08/15. Neurophobia, the Fear of Neurology Among Medical Students O Exame Neurológico Neurologia - FEPAR Neurofepar Dr. Carlos Caron Jean Martin Charcot (1825-1893) Jean Martin Charcot (1825-1893) O Monstro Neurológico... Neurofobia Neurophobia, the Fear of Neurology

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL. AVC Isquêmico. Acd. Gabrielle Holanda. w w w. s c n s. c o m.

FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL. AVC Isquêmico. Acd. Gabrielle Holanda. w w w. s c n s. c o m. FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL AVC Isquêmico Acd. Gabrielle Holanda w w w. s c n s. c o m. b r Relato do Caso Paciente, 54 anos, sexo masculino, obeso,

Leia mais

Noções básicas do Exame Neurológico

Noções básicas do Exame Neurológico Noções básicas do Exame Neurológico Prof Alexandre Alessi Semiologia Médica II - 2012 Componentes 1- Estado Mental 2- Pares Cranianos 3- Exame Motor 4- Exame Sensorial 5- Reflexos 6- Coordenação e Exame

Leia mais

PARECER CFM nº 3/16 INTERESSADO: Sr. S.A.L. ELA esclerose lateral amiotrófica Cons. Hideraldo Luis Souza Cabeça

PARECER CFM nº 3/16 INTERESSADO: Sr. S.A.L. ELA esclerose lateral amiotrófica Cons. Hideraldo Luis Souza Cabeça PARECER CFM nº 3/16 INTERESSADO: Sr. S.A.L. ASSUNTO: ELA esclerose lateral amiotrófica RELATOR: Cons. Hideraldo Luis Souza Cabeça EMENTA: A ELA definida e provável, devidamente investigada por exames complementares,

Leia mais

O Monstro Neurológico... Síndromes Neurológicos. Afasias. Afasias. Afasias 17/08/15. Neurologia - FEPAR. Os 4 Passos do Diagnóstico Neurológico

O Monstro Neurológico... Síndromes Neurológicos. Afasias. Afasias. Afasias 17/08/15. Neurologia - FEPAR. Os 4 Passos do Diagnóstico Neurológico O Monstro Neurológico... Síndromes Neurológicos Neurologia - FEPAR Neurofepar Dr. Roberto Caron Os 4 Passos do Diagnóstico Neurológico Elicitação dos fatos clínicos Anamnese Exame Clínico Diagnóstico Síndrômico

Leia mais

NEUROLOGIA. Profa Vanessa C Costa da Silva

NEUROLOGIA. Profa Vanessa C Costa da Silva NEUROLOGIA Profa Vanessa C Costa da Silva CONTEÚDO: SNC Sistema piramidal Sistema extrapiramidal SNP Paralisia facial Esclerose lateral amiotrófica Distrofia muscular Síndrome de Brown-Sequard Lesão medular

Leia mais

AULACRÂNIO-ACUPUNTURA CHINESA

AULACRÂNIO-ACUPUNTURA CHINESA AULACRÂNIO-ACUPUNTURA CHINESA NEUROANATOMIA CRÂNIO-ACUPUNTURA É UM MICROSSISTEMA DA ACUPUNTURA QUE TRATA DISTÚRBIOS NEUROLÓGICOS E/OU DISTÚRBIOS ASSOCIADOS À ELES, ATRAVÉS DO ESTÍMULO DE DETERMINADAS ZONAS

Leia mais

SÍNDROMES MEDULARES. Profa Dra Cláudia Ferreira da Rosa Sobreira

SÍNDROMES MEDULARES. Profa Dra Cláudia Ferreira da Rosa Sobreira SÍNDROMES MEDULARES Profa Dra Cláudia Ferreira da Rosa Sobreira Divisão de Neurologia Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Universidade de São

Leia mais

Secretaria Estadual de Saúde e Defesa Civil/RJ

Secretaria Estadual de Saúde e Defesa Civil/RJ SESDEC/RJ Vigilância Epidemiológica e Exame Físico Renata Campos Velasque Secretaria Estadual de Saúde e Defesa Civil/RJ Principal Objetivo do Sistema de VE_PFA/Pólio Manter a Poliomielite Erradicada no

Leia mais

Exame Neurológico dos Nervos Cranianos Prof.ª Viviane Marques

Exame Neurológico dos Nervos Cranianos Prof.ª Viviane Marques Exame Neurológico dos Nervos Cranianos Prof.ª Viviane Marques Fonoaudióloga, Neurofisiologista e Mestre em Fonoaudiologia Chefe da Empresa FONOVIM Fonoaudiologia Neurológica Ltda Coordenadora da Pós-graduação

Leia mais

Estrutura Funcional do Sistema Nervoso. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior

Estrutura Funcional do Sistema Nervoso. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior Estrutura Funcional do Sistema Nervoso Dr. Guanis de Barros Vilela Junior Estágios inicias da formação do SN O sistema nervoso humano começa a ser formado logo após a fecundação. À medida que se desenvolve

Leia mais

Divisão anatômica 15/09/2014. Sistema Nervoso. Sistema Nervoso Função. Sistema Nervoso Estrutura. Cérebro Cerebelo Tronco encefálico ENCÉFALO

Divisão anatômica 15/09/2014. Sistema Nervoso. Sistema Nervoso Função. Sistema Nervoso Estrutura. Cérebro Cerebelo Tronco encefálico ENCÉFALO Função o sistema nervoso é responsável pelo controle do ambiente interno e seu relacionamento com o ambiente externo (função sensorial), pela programação dos reflexos na medula espinhal, pela assimilação

Leia mais

REFERENCIAL DE FISIOTERAPIA - ATUALIZADA 01/01/2016 Adequado à terminologia Unificada da Saúde Suplementar TUSS do Padrão TISS, regulamentado pela ANS

REFERENCIAL DE FISIOTERAPIA - ATUALIZADA 01/01/2016 Adequado à terminologia Unificada da Saúde Suplementar TUSS do Padrão TISS, regulamentado pela ANS REFERENCIAL DE FISIOTERAPIA - ATUALIZADA 01/01/2016 Adequado à terminologia Unificada da Saúde Suplementar TUSS do Padrão TISS, regulamentado pela ANS Código Procedimento Autorização Prévia Valor 2.01.03.00-0

Leia mais

Células do Sistema Nervoso, Fibras, Nervos, Terminações e Dermátomos

Células do Sistema Nervoso, Fibras, Nervos, Terminações e Dermátomos Curso de Pós-graduação - IPUB Neurociências Aplicadas Ciclo Básico Núcleo Comum Disciplina de Neuroanatomia Prof: Alfred Sholl Células do Sistema Nervoso, Fibras, Nervos, Terminações e Dermátomos 20/04/2010

Leia mais

CATEGORIA DISPOSITIVO / Faixa Etária L CID MONOBLOCO O C. Idade mínima: 16 a O. Idade máxima: 50 a M O Ç Ã O ACIMA 90 KG

CATEGORIA DISPOSITIVO / Faixa Etária L CID MONOBLOCO O C. Idade mínima: 16 a O. Idade máxima: 50 a M O Ç Ã O ACIMA 90 KG CATEGRIA DISPSITIV / Faixa Etária L MNBLC C Idade mínima: 16 a Idade máxima: 50 a M Ç Ã ACIMA 90 KG Idade mínima: 20 a CID B91- Seqüelas de poliomielite. C412- Neoplasia maligna da coluna vertebral. C72-

Leia mais

Monitorização Neurofisiológica Intra-Operatória. Dr. Carlo Domênico Marrone Neurofisiologia Clínica Marrone POA / RS

Monitorização Neurofisiológica Intra-Operatória. Dr. Carlo Domênico Marrone Neurofisiologia Clínica Marrone POA / RS Monitorização Neurofisiológica Intra-Operatória Dr. Carlo Domênico Marrone Neurofisiologia Clínica Marrone POA / RS A monitoração neurofisiológica intraoperatória é baseada em métodos neurofisiológicos

Leia mais

CONDUÇÃO da INFORMAÇÃO na MEDULA

CONDUÇÃO da INFORMAÇÃO na MEDULA FACULDADE de MOTRICIDADE HUMANA ANATOMOFISIOLOGIA 2008 2002/2003-2009 Prof. Prof. SISTEMA NERVOSO SISTEMA NERVOSO Receptores RECEPTORES E VIAS DA Vias SENSIBILIDADE da Sensibilidade Vias da Motricidade

Leia mais

Unidade I Neurociência básica. Divisão do sistema nervoso: Citologia e histologia.

Unidade I Neurociência básica. Divisão do sistema nervoso: Citologia e histologia. Unidade I Neurociência básica. Divisão do sistema nervoso: Citologia e histologia. Prof a : Norma M. S. Franco Organizador: André Mendonça I - Divisão anatômica do Sistema Nervoso. Cérebro Telencéfalo

Leia mais

SISTEMA NERVOSO 2014

SISTEMA NERVOSO 2014 SISTEMA NERVOSO 2014 SISTEMA NERVOSO OBJETIVOS Conhecer a organização do Sistema Nervoso. Descrever a constituição do Tecido Nervoso. Denominar as partes do Sistema Nervoso Central (SNC) e do Sistema Nervoso

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ANATOMOFISIOLOGIA I Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ANATOMOFISIOLOGIA I Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular ANATOMOFISIOLOGIA I Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Motricidade Humana 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

TRAUMATISMO RAQUIMEDULAR TRM. Prof. Fernando Ramos Gonçalves-Msc

TRAUMATISMO RAQUIMEDULAR TRM. Prof. Fernando Ramos Gonçalves-Msc TRAUMATISMO RAQUIMEDULAR TRM Prof. Fernando Ramos Gonçalves-Msc 1 TRM Traumatismo Raqui- Medular Lesão Traumática da raqui(coluna) e medula espinal resultando algum grau de comprometimento temporário ou

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo Centro Biomédico Curso de Psicologia. Reflexos Medulares. Elio waichert

Universidade Federal do Espírito Santo Centro Biomédico Curso de Psicologia. Reflexos Medulares. Elio waichert Universidade Federal do Espírito Santo Centro Biomédico Curso de Psicologia Reflexos Medulares Elio waichert # Objetivos Apresentar as características da medula espinhal; Classificar os receptores sensoriais

Leia mais

O CÓRTEX MOTOR CÓRTEX MOTOR PRIMÁRIO

O CÓRTEX MOTOR CÓRTEX MOTOR PRIMÁRIO O CÓRTEX MOTOR - Movimentos VOLUNTÁRIOS executados pela ativação cortical de padrões de função armazenados em áreas medulares e encefálicas inferiores na MEDULA ESPINHAL, TRONCO CEREBRAL, GÂNGLIOS DA BASE

Leia mais

I - PATOLOGIAS NEUROLÓGICAS (25.02.000.-5):

I - PATOLOGIAS NEUROLÓGICAS (25.02.000.-5): PORTARIA NORMATIVA Nº. 011-2009/DIASS Regulamenta o atendimento de Fisioterapia aos usuários do IPASGO SAÚDE. O Diretor de Assistência do Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás

Leia mais

Lembramos, no entanto, que a Deficiência Física, não está contemplada na sua totalidade, existindo outros CIDs não listados e que sofrerão análise.

Lembramos, no entanto, que a Deficiência Física, não está contemplada na sua totalidade, existindo outros CIDs não listados e que sofrerão análise. Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Em função de ocorrer dúvidas em relação ao encaminhamento do benefício do passe-livre intermunicipal,

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 42. No 3º mês de vida, a criança mantém a cabeça contra a gravidade na postura prono por várias razões, EXCETO:

PROVA ESPECÍFICA Cargo 42. No 3º mês de vida, a criança mantém a cabeça contra a gravidade na postura prono por várias razões, EXCETO: 11 PROVA ESPECÍFICA Cargo 42 QUESTÃO 26 No 3º mês de vida, a criança mantém a cabeça contra a gravidade na postura prono por várias razões, EXCETO: a) Alteração do posicionamento dos membros superiores.

Leia mais

CEREBELO PROFª. RESPONSÁVEL: NORMA M. S. FRANCO ORGANIZADOR: ANDRÉ R MENDONÇA

CEREBELO PROFª. RESPONSÁVEL: NORMA M. S. FRANCO ORGANIZADOR: ANDRÉ R MENDONÇA CEREBELO PROFª. RESPONSÁVEL: NORMA M. S. FRANCO ORGANIZADOR: ANDRÉ R MENDONÇA FUNÇÃO DO CEREBELO. É a parte do encéfalo responsável pelo controle dos movimentos voluntários, aprendizagem motora, controle

Leia mais

Paralisia Facial M.Sc. Prof.ª Viviane Marques

Paralisia Facial M.Sc. Prof.ª Viviane Marques Paralisia Facial M.Sc. Prof.ª Viviane Marques Fonoaudióloga, Neurofisiologista e Mestre em Fonoaudiologia Coordenadora da Pós-graduação em Fonoaudiologia Hospitalar Chefe da Equipe de Fonoaudiologia do

Leia mais

Estrutura e Função dos Nervos Periféricos

Estrutura e Função dos Nervos Periféricos FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Estrutura e Função dos Nervos Periféricos Prof. Gerardo Cristino Aula disponível em: www.gerardocristino.com.br Objetivos

Leia mais

Estrutura e Função da Medula Espinhal

Estrutura e Função da Medula Espinhal FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Estrutura e Função da Medula Espinhal Prof. Gerardo Cristino Aula disponível em: www.gerardocristino.com.br Objetivos de

Leia mais

Semiologia Neurológica. Katia Lin, M.D., Ph.D. UFSC

Semiologia Neurológica. Katia Lin, M.D., Ph.D. UFSC Semiologia Neurológica Katia Lin, M.D., Ph.D. UFSC Quem é o paciente? Doença de Machado-Joseph ou doença dos açorianos Ataxia espinocerebelar tipo 3 Anamnese l Aspectos importantes: Época, modo de início

Leia mais

SÍNDROMES NEUROLÓGICAS. Sarah Gomes Diógenes

SÍNDROMES NEUROLÓGICAS. Sarah Gomes Diógenes SÍNDROMES NEUROLÓGICAS Sarah Gomes Diógenes DEFINIÇÃO SINDROMES NEUROLÓGICAS Conjunto de sinais e sintomas com causa em comum Todas as partes relacionadas ao aparelho neurológico SÍNDROMES NEUROLÓGICAS

Leia mais

Sinais e sintomas de AVC

Sinais e sintomas de AVC Sinais e sintomas de AVC Vânia Almeida Unidade de Neurologia do HVFX Dia Nacional do AVC 31-03-2015 Sumário Diagnóstico de AVC Avaliar o doente com a Escala NIHSS Localizar o AVC Diagnóstico de AVC Instalação

Leia mais

www.saudedireta.com.br

www.saudedireta.com.br G00-G99 CAPÍTULO VI : Doenças do sistema nervoso G00.0 Meningite por Haemophilus G00.1 Meningite pneumocócica G00.2 Meningite estreptocócica G00.3 Meningite estafilocócica G00.8 Outras meningites bacterianas

Leia mais

SISTEMA NERVOSO CENTRAL E SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO. DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais)

SISTEMA NERVOSO CENTRAL E SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO. DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais) Anatomia e Fisiologia Humana SISTEMA NERVOSO CENTRAL E SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais) 1ª edição novembro/2006-1 - SISTEMA NERVOSO CENTRAL E SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO SUMÁRIO

Leia mais

Síndromes Neurológicos

Síndromes Neurológicos Síndromes Neurológicos Neurologia - FEPAR Neurofepar Dr. Roberto Caron O Monstro Neurológico... Os 4 Passos do Diagnós?co Neurológico Elicitação dos fatos clínicos Anamnese Exame Clínico Diagnóstico Síndrômico

Leia mais

Vias aferentes e eferentes

Vias aferentes e eferentes Vias aferentes e eferentes Dr. Marcelo J. S. Magalhães Professor do curso de Medicina-Funorte-FipMoc Membro da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia Neurocirurgia e cirurgia de nervos periféricos PALESTRANTE

Leia mais

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Sistema Nervoso Central (Cerebelo e Núcleos da Base) Prof. Wagner de Fátima Pereira Departamento de Ciências Básicas Faculdade de Ciências

Leia mais

PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 2597, DE 22 DE SETEMBRO DE 2003. Regulamenta a Lei n.º 8.160, de 31 de março de 2003, que dispõe sobre a Política Municipal de Atenção às Pessoas

Leia mais

CLASSES DE MOVIMENTOS

CLASSES DE MOVIMENTOS CLASSES DE MOVIMENTOS ATOS REFLEXOS - considerados involuntários, simples (poucos músculos), estereotipados, em geral ocorrem automaticamente em resposta a um estímulo sensorial. Ex. resposta ao toque

Leia mais

Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa Universidade da Madeira. Unidade Curricular de Neuroanatomia

Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa Universidade da Madeira. Unidade Curricular de Neuroanatomia Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa Universidade da Madeira Curso de Medicina Unidade Curricular de Neuroanatomia APONTAMENTOS (Baseados noutros apontamentos, Snell e Rouvier) Cristian Rodrigues

Leia mais

Esclerose Lateral Amiotrófica ELA

Esclerose Lateral Amiotrófica ELA Esclerose Lateral Amiotrófica ELA É uma doença implacável, degenerativa e fatal que afeta ambos os neurônios motores superior e inferior; Etiologia desconhecida; Incidência de 1 a 2 : 100.000 pessoas;

Leia mais

19/10/2010. Breve revisão anatômica. Síndromes medulares. Breve revisão anatômica. Breve revisão anatômica. Profa. Patrícia da Silva Sousa Carvalho

19/10/2010. Breve revisão anatômica. Síndromes medulares. Breve revisão anatômica. Breve revisão anatômica. Profa. Patrícia da Silva Sousa Carvalho Síndromes medulares Profa. Patrícia da Silva Sousa Carvalho UFMA 4º período Medula espinhal cervical Medula espinhal torácica Medula espinhal lombar 1 Substância cinzenta anteriores posteriores parte intermedia

Leia mais

Universidade Católica de Pernambuco Centro de Ciências Biológicas e Saúde Curso de Fisioterapia Disciplina de Fisioterapia Aplicada à Neurologia

Universidade Católica de Pernambuco Centro de Ciências Biológicas e Saúde Curso de Fisioterapia Disciplina de Fisioterapia Aplicada à Neurologia Universidade Católica de Pernambuco Centro de Ciências Biológicas e Saúde Curso de Fisioterapia Disciplina de Fisioterapia Aplicada à Neurologia Distúrbios do tônus Prof a. Ana Karolina Pontes de Lima

Leia mais

EstudoDirigido Exercícios de Fixação Doenças Vasculares TCE Hipertensão Intracraniana Hidrocefalia Meningite

EstudoDirigido Exercícios de Fixação Doenças Vasculares TCE Hipertensão Intracraniana Hidrocefalia Meningite EstudoDirigido Exercícios de Fixação Doenças Vasculares TCE Hipertensão Intracraniana Hidrocefalia Meningite SOMENTE SERÃO ACEITOS OS ESTUDOS DIRIGIDOS COMPLETOS, MANUSCRITOS, NA DATA DA PROVA TERÁ O VALOR

Leia mais

NeuroBiologia da Cognição Como o sistema nervoso decodifica os sinais do ambiente?

NeuroBiologia da Cognição Como o sistema nervoso decodifica os sinais do ambiente? NeuroBiologia da Cognição Como o sistema nervoso decodifica os sinais do ambiente? Profa Silvia Mitiko Nishida As empresas objetivam vender produtos e tentam convencer os consumidores por meio da P R O

Leia mais

Nervos Cranianos. Prof. Gerardo Cristino. Nervios Craneanos - Anatomía y clínica - Pauwels, Akesson, Stewart

Nervos Cranianos. Prof. Gerardo Cristino.  Nervios Craneanos - Anatomía y clínica - Pauwels, Akesson, Stewart Nervos Cranianos Prof. Gerardo Cristino www.gerardocristino.com.br Classificação das fibras dos Nervos Cranianos AFERENTES Fibras aferentes somáticas Dor, temperatura, tato, pressão, propriocepção Fibras

Leia mais

Sistema Nervoso Central (SNC)

Sistema Nervoso Central (SNC) Sistema Nervoso Central Sistema Nervoso Periférico Sistema Endócrino O Sistema Nervoso é composto por: Sistema Nervoso Central (SNC) CENTROS NERVOSOS Sistema Nervoso Periférico (SNP) Nervos cranianos Constituição

Leia mais

O DESENVOLVIMENTO DA LINGUAGEM NO PARALISADO CEREBRAL COM AFÁSIA MOTORA

O DESENVOLVIMENTO DA LINGUAGEM NO PARALISADO CEREBRAL COM AFÁSIA MOTORA O DESENVOLVIMENTO DA LINGUAGEM NO PARALISADO CEREBRAL COM AFÁSIA MOTORA POLONIO, Fernanda de Carvalho (UEM) SILVA, Tânia dos Santos Alvarez (Orientadora/UEM) Introdução Esse estudo tem como objetivo discutir

Leia mais

Sistema Nervoso Autônomo

Sistema Nervoso Autônomo FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Sistema Nervoso Autônomo Prof. Gerardo Cristino Aula disponível em: www.gerardocristino.com.br Objetivos de Aprendizagem

Leia mais

Prefeitura da Estãncia de Atibaia

Prefeitura da Estãncia de Atibaia Prefeitura da Estãncia de Atibaia 4 ANEXO I A5 a A9 Tuberculose Somente quando em tratamento 6 meses A30 Hanseníase Somente durante tratamento B24 Doença pelo Virus da Imunodeficiência Humana (HIV) Somente

Leia mais

Anestesias e Anestésicos

Anestesias e Anestésicos Anestesias e Anestésicos ANESTESIA É uma palavra de origem grega que quer dizer ausência de sensações. Outra definição é uma "ausência de consciência reversível", seja uma ausência total de consciência

Leia mais

Fisioterapia Neurofuncional Maria Adriana Cruz dos Santos

Fisioterapia Neurofuncional Maria Adriana Cruz dos Santos Fisioterapia Neurofuncional Maria Adriana Cruz dos Santos Benefícios da facilitação neuromuscular proprioceptiva (PNF) no fortalecimento muscular de membros inferiores em pacientes pós-acidente vascular

Leia mais

C U R S O : PSICOLOGIA N O T U R N O. N e u r o a n a t o m i a

C U R S O : PSICOLOGIA N O T U R N O. N e u r o a n a t o m i a C U R S O : PSICOLOGIA N O T U R N O N e u r o a n a t o m i a P L A N O D E E N S I N O 1 IDENTIFICAÇÃO Unidade : Instituto de Biologia Código 31 Departamento : Morfologia - Código 04 Prof.Regente:.CARLOS

Leia mais

PARALISIA CEREBRAL. PROJECTO INTERVENÇÃO PRECOCE Centro de Apoio Psicopedagógico. gico do Funchal Fisioterapeuta Teresa Gonçalves 17 DE Junho de 2008

PARALISIA CEREBRAL. PROJECTO INTERVENÇÃO PRECOCE Centro de Apoio Psicopedagógico. gico do Funchal Fisioterapeuta Teresa Gonçalves 17 DE Junho de 2008 PARALISIA CEREBRAL PROJECTO INTERVENÇÃO PRECOCE Centro de Apoio Psicopedagógico gico do Funchal Fisioterapeuta 17 DE Junho de 2008 PARALISIA CEREBRAL Grupo não progressivo, de distúrbios motores, especialmente

Leia mais

SISTEMA NERVOSO. Professora: Daniela Carrogi Vianna

SISTEMA NERVOSO. Professora: Daniela Carrogi Vianna SISTEMA NERVOSO Professora: Daniela Carrogi Vianna SISTEMA NERVOSO O sistema Nervoso é um todo. Sua divisão em partes tem um significado exclusivamente didático, pois as várias partes estão intimamente

Leia mais

Estrutura e Funções do. Telencéfalo PROF. MUSSE JEREISSATI

Estrutura e Funções do. Telencéfalo PROF. MUSSE JEREISSATI EURO ANATOMIA Estrutura e Funções do Telencéfalo PROF. MUSSE JEREISSATI mussejereissati@hotmail.com website: www.mussejereissati.com Feito com Apple Keynote AGORA, NÃO! 3 O Cérebro (Encéfalo) Está dividido

Leia mais

Sistema Nervoso Organização Geral

Sistema Nervoso Organização Geral Sistema Nervoso Organização Geral O encéfalo é o centro da razão e da inteligência: cognição, percepção, atenção, memória e emoção, Também é responsável pelo controle da postura e movimentos, Permite o

Leia mais

IMPORTÂNCIA DA ATIVIDADE FÍSICA DIFERENCIADA PARA INDIVÍDUOS COM DÉFICIT MOTOR PÓS-TRAUMATISMO CRÂNIO ENCEFÁLICO (TCE): RELATO DE CASO

IMPORTÂNCIA DA ATIVIDADE FÍSICA DIFERENCIADA PARA INDIVÍDUOS COM DÉFICIT MOTOR PÓS-TRAUMATISMO CRÂNIO ENCEFÁLICO (TCE): RELATO DE CASO Recebido em: 12/03/2012 Emitido parece em: 23/04/2012 Artigo original IMPORTÂNCIA DA ATIVIDADE FÍSICA DIFERENCIADA PARA INDIVÍDUOS COM DÉFICIT MOTOR PÓS-TRAUMATISMO CRÂNIO ENCEFÁLICO (TCE): RELATO DE CASO

Leia mais

Dr. Sidney Sredni- Grupo Vale sem Dor grupovalesemdor@live.com

Dr. Sidney Sredni- Grupo Vale sem Dor grupovalesemdor@live.com * Dr. Sidney Sredni- Grupo Vale sem Dor grupovalesemdor@live.com Como devo iniciar a avaliação neurológica do paciente com dor? ANANMENSE DETALHADA O EXAME NEUROLÓGICO PODE SER DIVIDO EM SEIS PARTES PRINCIPAIS:

Leia mais

Humberto Bia Lima Forte

Humberto Bia Lima Forte Humberto Bia Lima Forte Observando-se a maneira como o paciente se move, é possível, em algumas infecções neurológicas, suspeitar-se ou dar-se o diagnóstico sindrômico Marcha helicópode, ceifante ou hemiplégica

Leia mais

TERMOS DE MOVIMENTO TERMOS DE MOVIMENTO POSIÇÃO ANATÔMICA POSIÇÃO ANATÔMICA TERMOS DE MOVIMENTO. Curso de. Marcelo Marques Soares Prof.

TERMOS DE MOVIMENTO TERMOS DE MOVIMENTO POSIÇÃO ANATÔMICA POSIÇÃO ANATÔMICA TERMOS DE MOVIMENTO. Curso de. Marcelo Marques Soares Prof. 2ª edição Marcelo Marques Soares Prof. Didi Jonas Wecker Douglas Lenz POSIÇÃO ANATÔMICA Linha Sagital Mediana POSIÇÃO ANATÔMICA 1 2 REGIÃO INFERIOR Reto Anterior Piramidal Oblíquo Externo Oblíquo Interno

Leia mais

ABORDAGEM E DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE PROBLEMAS NA COLUNA VERTEBRAL E MEDULA ESPINHAL

ABORDAGEM E DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE PROBLEMAS NA COLUNA VERTEBRAL E MEDULA ESPINHAL ABORDAGEM E DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE PROBLEMAS NA COLUNA VERTEBRAL E MEDULA ESPINHAL Ronaldo Casimiro da Costa, MV, MSc, PhD Diplomado ACVIM Neurologia College of Veterinary Medicine The Ohio State University,

Leia mais

NERVO ESPINHAL: O DÉCIMO PRIMEIRO NERVO CRANIANO

NERVO ESPINHAL: O DÉCIMO PRIMEIRO NERVO CRANIANO NERVO ESPINHAL: O DÉCIMO PRIMEIRO NERVO CRANIANO ANATOMOFISIOLOGIA A função básica do XI nervo é a de inervar os músculos trapézio e esternocleidomastoideo (ECM). O XI nervo é constituído de dois componentes:

Leia mais

A dissociação termoalgésica sugere a seguinte patologia: O diagnóstico da neuralgia essencial do trigêmeo está relacionado basicamente com:

A dissociação termoalgésica sugere a seguinte patologia: O diagnóstico da neuralgia essencial do trigêmeo está relacionado basicamente com: Questão 01 As lesões dos tratos ópticos são traduzidas pela ocorrência do seguinte tipo de hemianopsia: A) nasal B) homônima C) bitemporal D) heterônima Questão 02 A primeira conduta no atendimento a um

Leia mais

Diretrizes Assistenciais TRAUMA RAQUIMEDULAR

Diretrizes Assistenciais TRAUMA RAQUIMEDULAR Diretrizes Assistenciais TRAUMA RAQUIMEDULAR Versão eletrônica atualizada em fev/2012 Março - 2009 1. Conceito, Etiologia e Epidemiologia 1. Trauma raquimedular é a lesão da medula espinhal que provoca

Leia mais

P R O G R A M A PRIMEIRA FASE

P R O G R A M A PRIMEIRA FASE UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DO ESPORTE - CEFID DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - DEF CURSO: LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA CURRÍCULO: 2008/2 P R O G

Leia mais

GRADE CIENTÍFICA DIA 06/11/2014 - QUINTA-FEIRA (1º DIA) HORÁRIOS Anfiteatro 1 Anfiteatro 2 Teatro

GRADE CIENTÍFICA DIA 06/11/2014 - QUINTA-FEIRA (1º DIA) HORÁRIOS Anfiteatro 1 Anfiteatro 2 Teatro 08:30-09:00 ATUALIZAÇÃO EM NEUROCIRURGIA E NEUROCIÊNCIAS: 70 ANOS DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS GRADE CIENTÍFICA DIA 06/11/2014 - QUINTA-FEIRA (1º DIA) 1. Possibilidades futuras das intervenções neurocirúrgicas

Leia mais

ANATOMIA. Osso. VISTA LATERAL DO SACRO (Braço maior e menor e fixações musculares)

ANATOMIA. Osso. VISTA LATERAL DO SACRO (Braço maior e menor e fixações musculares) SACRO CBES ANATOMIA Osso O sacro é formado por 5 vértebras fundidas. Os forâmens de conjugação se transformam em forâmens sacrais anteriores e posteriores. Sua face anterior é côncava e lisa Sua face posterior

Leia mais

Sistema Límbico. Prof. Gerardo Cristino. Aula disponível em: www.gerardocristino.com.br

Sistema Límbico. Prof. Gerardo Cristino. Aula disponível em: www.gerardocristino.com.br FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Sistema Límbico Prof. Gerardo Cristino Aula disponível em: www.gerardocristino.com.br Sistema Nervoso Central Áreas da emoção

Leia mais

SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA PARTE 5 Disfunções dos nervos cranianos e tronco encefálico

SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA PARTE 5 Disfunções dos nervos cranianos e tronco encefálico SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA PARTE 5 Disfunções dos nervos cranianos e tronco encefálico Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP EXAME NEUROLÓGICO

Leia mais

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto ANATOMIA HUMANA Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto Tecido Nervoso Compreende basicamente dois tipos celulares Neurônios unidade estrutural e funcional

Leia mais

... (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES

... (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS CONCURSO PÚBLICO PARA MÉDICO ESPECIALISTA NEUROLOGISTA 08 DE NOVEMBRO DE 2009... (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA)

Leia mais

www.josegoe s.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1

www.josegoe s.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1 Página 1 01. Ossos da coluna vertebral A coluna vertebral é formada por um número de 33 ossos chamados vértebras. Estas se diferenciam pela sua forma e função. Vértebras semelhantes se agrupam em regiões

Leia mais

Encéfalo. Aula 3-Fisiologia Fisiologia do Sistema Nervoso Central. Recebe informações da periferia e gera respostas motoras e comportamentais.

Encéfalo. Aula 3-Fisiologia Fisiologia do Sistema Nervoso Central. Recebe informações da periferia e gera respostas motoras e comportamentais. Aula 3-Fisiologia Fisiologia do Sistema Nervoso Central Sidney Sato, MSC Encéfalo Recebe informações da periferia e gera respostas motoras e comportamentais. 1 Áreas de Brodmann Obs: Áreas 1,2,3 : área

Leia mais

Estrutura e Função do Telencéfalo

Estrutura e Função do Telencéfalo FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Estrutura e Função do Telencéfalo Prof. Gerardo Cristino Aula disponível em: www.gerardocristino.com.br Objetivos de Aprendizagem

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONCURSO PÚBLICO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONCURSO PÚBLICO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONCURSO PÚBLICO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ALCIDES CARNEIRO DIA - 20/12/2009 CARGO: FISIOTERAPEUTA NEUROLÓGICO C O N C U R S O P Ú B L I C O - H U A C / 2 0 0 9 Comissão

Leia mais

DOENÇAS NEUROMUSCULARES

DOENÇAS NEUROMUSCULARES DOENÇAS NEUROMUSCULARES Profa Dra Cláudia Ferreira da Rosa Sobreira Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Universidade de São Paulo NEURÔNIO

Leia mais

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Disciplina de Fisiologia Sistema Nervoso Autônomo Hipotálamo Medula Supra-Renal Prof. Wagner de Fátima Pereira Departamento de Ciências

Leia mais

DOENÇAS NEUROMUSCULARES MAIS FREQUENTES NO ADULTO

DOENÇAS NEUROMUSCULARES MAIS FREQUENTES NO ADULTO DOENÇAS NEUROMUSCULARES MAIS FREQUENTES NO ADULTO - DOENÇA DO NEURÓNIO MOTOR Vânia Almeida Serviço de Neurologia, Hospital de Vila Franca de Xira DOENÇA DE NEURÓNIO MOTOR Esclerose lateral amiotrófica

Leia mais

5/13/2010. Conjunto de sinais e sintomas específicos previsíveis, que resulta de uma determinada lesão do SNC, SNP ou músculos esqueléticos;

5/13/2010. Conjunto de sinais e sintomas específicos previsíveis, que resulta de uma determinada lesão do SNC, SNP ou músculos esqueléticos; UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE VETERINÁRIA Conjunto de sinais e sintomas específicos previsíveis, que resulta de uma determinada lesão do SNC, SNP

Leia mais

INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA NA MIELITE TRANSVERSA - ESTUDO DE CASO

INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA NA MIELITE TRANSVERSA - ESTUDO DE CASO INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA NA MIELITE TRANSVERSA - ESTUDO DE CASO Miria Sirlei Kuerten* Carla Regina Moreira Camargo** * Acadêmica do 9º período de Fisioterapia ** Docente Supervisora de Estágio em Fisioterapia

Leia mais

MEDICINA TRADICIONAL CHINESA, ACUPUNTURA E TERAPIAS AFINS INDICAÇÕES

MEDICINA TRADICIONAL CHINESA, ACUPUNTURA E TERAPIAS AFINS INDICAÇÕES MEDICINA TRADICIONAL CHINESA, ACUPUNTURA E TERAPIAS AFINS INDICAÇÕES www.shenqui.com.br Na década de 80, após 25 anos de pesquisas, em renomadas instituições do mundo, a OMS publicou o documento Acupuncture:

Leia mais

ANATOMIA I Profª Ingrid Frederico Barreto ICA 1 ESTUDO DIRIGIDO: OSSOS. Objetivo: Ajudar o estudante a rever os conteúdos de forma aplicada.

ANATOMIA I Profª Ingrid Frederico Barreto ICA 1 ESTUDO DIRIGIDO: OSSOS. Objetivo: Ajudar o estudante a rever os conteúdos de forma aplicada. ANATOMIA I Profª Ingrid Frederico Barreto ICA 1 ESTUDO DIRIGIDO: OSSOS Objetivo: Ajudar o estudante a rever os conteúdos de forma aplicada. 1. Liste todos os ossos do esqueleto axial. 2. Liste todos os

Leia mais

ANEXO XXIV TABELA DE HONORÁRIOS DE FISIOTERAPIA E NORMAS DE AUTORIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS

ANEXO XXIV TABELA DE HONORÁRIOS DE FISIOTERAPIA E NORMAS DE AUTORIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS NEUROLOGIA INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOMUNICÍPIO - IPM IPM SAÚDE AUDITORIA EM SAÚDE ANEXO XXIV TABELA DE HONORÁRIOS DE FISIOTERAPIA E NORMAS DE AUTORIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS ASSUNTO: REDIMENSIONAMENTO DO

Leia mais

NOÇÕES DE NEUROANATOMIA

NOÇÕES DE NEUROANATOMIA Divisões do Sistema Nervoso Sistema Nervoso Sistema Nervoso Central Encéfalo Medula Espinhal Sistema Nervoso Periférico Nervos Espinhais Nervos Cranianos Gânglios Periféricos 1 Os órgãos do SNC são protegidos

Leia mais

Caso Clínico. Fernando Klein Março/2012

Caso Clínico. Fernando Klein Março/2012 Caso Clínico PET Medicina UFC Fernando Klein Março/2012 Identificação R.M.S., 44 anos, masculino, natural e procedente de Caucaia, em união estável há 8 anos, desempregado no momento (já trabalhou como

Leia mais

TECNOLOGIAS DE APOIO ABORDAGEM AO POSICIONAMENTO EM CADEIRA DE RODAS

TECNOLOGIAS DE APOIO ABORDAGEM AO POSICIONAMENTO EM CADEIRA DE RODAS TECNOLOGIAS DE APOIO ABORDAGEM AO POSICIONAMENTO EM CADEIRA DE RODAS Ano lectivo 2011/2012 Posicionamento e Mobilidade Posicionamento em cadeira de rodas: Acto terapêutico que implica a utilização de diversos

Leia mais

ÁREAS CORTICAIS ENVOLVIDAS NO CONTROLE DE MOVIMENTOS: Areas de Brodmann

ÁREAS CORTICAIS ENVOLVIDAS NO CONTROLE DE MOVIMENTOS: Areas de Brodmann ÁREAS CORTICAIS ENVOLVIDAS NO CONTROLE DE MOVIMENTOS: Areas de Brodmann COMANDO MOTOR SUPERIOR: CÓRTEX Planejamento e comando motor. Experimentos de estimulação elétrica de áreas cerebrais estabeleceram

Leia mais