LP2 Laboratório de Programação 2 Ciência da Computação. Arquivos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LP2 Laboratório de Programação 2 Ciência da Computação. Arquivos"

Transcrição

1 Arquivos Um arquivo é uma abstração utilizada para uniformizar a interação entre o ambiente de execução e os dispositivos externos. A interação de um programa com um dispositivo através de arquivos passa por três etapas: abertura ou criação de um arquivo transferência de dados fechamento do arquivo 1

2 Arquivos: Binários x Textos O conteúdo de um Arquivo Binário é uma seqüência de bytes (8 bits). Os arquivos binários podem conter imagens, sons, versões comprimidas de outros arquivos, etc... Um arquivo texto é normalmente formado por caracteres ASCII. 2

3 Em Java utiliza-se: Stream Fluxo de dados (I/O), agrupados em bytes (8 bits) - ByteStream. É um objeto que entrega dados a um destino (dispositivos de saída: screen, file, etc) ou recebe dados de uma fonte (dispositivos de entrada: keyboard, file, etc.). Atua como um buffer entre a fonte de dados e o destino. 3

4 Em Java: Input Stream Disponível em: Entrada de dados de uma fonte para o programa (aplicativo) 4

5 Output Stream Disponível em: Saída de dados do programa (aplicativo) para um destino (tela, arquivo,...) 5

6 Exemplo: cópia de arquivo de texto import javax.swing.joptionpane; import java.io.filereader; import java.io.filewriter; import java.io.bufferedreader; import java.io.printwriter; public class CopyLines { public static void main(string[] args) { BufferedReader fis = null; PrintWriter fos = null; try { fis = new BufferedReader(new FileReader("g:/dados/texto1.txt")); fos = new PrintWriter(new FileWriter("g:/dados/texto2.txt")); String linha; while( fis.ready() ) { linha=fis.readline(); fos.println(linha); tratamento por linhas JoptionPane.showMessageDialog(null, ocorreu erro! ); finally{ if (fis!= null) { fis.close(); if (fos!= null) { fos.close(); tratamento dos caracteres linha a linha abra uma nova pasta dados na raiz de sua área na rede (drive g:); com o bloco de notas, construa um arquivo com algumas linhas de texto; grave esse arquivo com o nome texto1.txt na pasta g:/dados faça a implementação e teste do programa; 6

7 Tarefa: gravação inicial de arquivo de texto import javax.swing.joptionpane; import java.io.filewriter; import java.io.printwriter; tratamento dos caracteres linha a linha public class Gravalinhas{ public static void main(string args[]) { int num; String linha=new String(); PrintWriter arqsaida=null; FileWriter nomearquivo=new FileWriter("g:/dados/texto.txt"); arqsaida=new PrintWriter(nomeArquivo); num=1; do{ linha=joptionpane.showinputdialog("digite a linha "+num+" ou 999 p/ encerrar "); num=??????; if(linha.compareto("999")!=0) arqsaida.println(??????); while(???????); JOptionPane.showMessageDialog(null,"falhou... "); finally{ complete as expressões?????? ; arqsaida.close(); faça a implementação e teste do programa; JOptionPane.showMessageDialog(null,"falhou... "); finally{ JOptionPane.showMessageDialog(null,"fim de execução"); 7

8 Tarefa: leitura de arquivo de texto e apresentação na tela tratamento dos caracteres linha a linha import javax.swing.joptionpane; import java.io.bufferedreader; import java.io.filereader; public class RecuperaLinhas{ public static void main(string args[]) { String linha=new String(), saida=""; BufferedReader arqentrada=null; FileReader nomearq=new FileReader("??????"); arqentrada=new BufferedReader(nomearq); while(??????){ linha=arqentrada.readline(); saida=saida+"\n"+??????; JOptionPane.showMessageDialog(null,saida); JOptionPane.showMessageDialog(null,"falhou... "); finally{ complete as expressões?????? ; arqentrada.close(); faça a implementação e teste do programa; JOptionPane.showMessageDialog(null,"falhou... "); finally{ JOptionPane.showMessageDialog(null,"fim de execução"); 8

9 Tarefa: inserção de nova linha em arquivo de texto import javax.swing.joptionpane; import java.io.*; public class InsereLinha { public static void main(string args[]) { String linha, novalinha; boolean verif=true; BufferedReader arqentrada=null; PrintWriter arqsaida=null; FileReader nomearq=new FileReader("g:/dados/texto.txt"); arqentrada=new BufferedReader(nomeArq); FileWriter nomearq2=new FileWriter("g:/dados/textotemporario.txt"); arqsaida=new PrintWriter(nomeArq2); novalinha=joptionpane.showinputdialog("digite a linha a inserir: "); while(arqentrada.ready()){ linha=arqentrada.readline(); if(novalinha.compareto(linha)<0 && verif){ arqsaida.println(novalinha); verif=false; arqsaida.println(linha); if(verif) arqsaida.println(novalinha); tratamento dos caracteres linha a linha faça a implementação do programa; descreva seus mecanismos e sua funcionalidade. JOptionPane.showMessageDialog(null,"falhou... "); finally{ arqentrada.close(); arqsaida.close(); File arq=new File("g:/dados/texto.txt"); arq.delete(); File arq2=new File("g:/dados/textotemporario.txt"); arq2.renameto(arq); JOptionPane.showMessageDialog(null,"falhou... "); finally{ JOptionPane.showMessageDialog(null,"fim de execução"); 9

10 Exemplo: cópia de arquivo de texto import java.io.fileinputstream; import java.io.fileoutputstream; public class CopyBytes { public static void main(string[] args) { FileInputStream fis = null; FileOutputStream fos = null; try { fis = new FileInputStream("arquivo1.txt"); fos = new FileOutputStream("arquivo2.txt"); int c; while ((c = fis.read())!= -1) { fos.write(c); // para armazenar um caractere System.out.println( Erro! ); finally { if (fis!= null) { fis.close(); if (fos!= null) { fos.close(); tratamento caractere a caractere 10

11 Arquivos em Java a classe File Permite tratar o sistema de arquivos e diretórios. É uma abstração de arquivo: a existência de um objeto File não significa a existência de um arquivo ou diretório File dir = new File(".\\dir"); dir.mkdir(); //cria, no diretório corrente, subdiretório se possível File dir1 = new File(dir, "dir1"); dir1.mkdir(); //cria subdiretório File dir2 = new File(dir, "dir2"); dir2.mkdir(); //cria subdiretório... 11

12 Exemplo: class File... File dir = new File(".\\dir"); dir.mkdir(); // cria, se possível File dir1 = new File(dir, "dir1"); dir1.mkdir(); File dir2 = new File(dir, "dir2"); dir2.mkdir(); File arquivo = new File(dir, "arquivo.txt"); Cria os diretórios: dir, dir1 e dir2 e o arquivo: arquivo.txt FileWriter f = new FileWriter(arquivo); f.close(); System.out.println("Erro: falha no tratamento de arquivo"); String[] arquivos = dir.list(); // lista dos diretorios e arquivos for (int i = 0; i < arquivos.length; i++) { File filho = new File(dir, arquivos[i]);...\dir\dir1 System.out.println(filho.getAbsolutePath());...\dir\dir2...\dir\arquivo.txt... 12

13 Outro exemplo: class File... File file = null; String arquivo = null; String sn; do { sn = "S"; arquivo = JOptionPane.showInputDialog("Arquivo de Saida: "); file = new File(arquivo); if (file.exists()) { sn = JOptionPane.showInputDialog("Arquivo: " + arquivo + " ja existe, sobrescreve?(s/n): "); while(sn.touppercase().charat(0) == 'N'); FileWriter f = new FileWriter(arquivo); f.close(); System.out.println("Erro: falha no tratamento de arquivo");... 13

14 class File - alguns métodos: String getparent(); // retorna o diretório (objeto File) pai String[] list(); //retorna lista de arquivos contidos no diretório boolean isfile(); // retorna se é um arquivo boolean isdirectory(); // retorna se é um diretório boolean delete(); // tenta apagar o diretório ou arquivo long length(); // retorna o tamanho do arquivo em bytes boolean mkdir(); // cria um diretório com o nome do arquivo String getabsolutepath(); // retorna o caminho absoluto (path) boolean exists(); // verifica se o arquivo existe 14

15 Exercício Proposto Escreva um método que copie uma arquivo texto em outro. Este método deverá ter 2 argumentos: o primeiro será o nome para um arquivo origem e o segundo será o arquivo destino. Crie as classes necessárias e um programa para testar este método. 15

16 Exercício extra No projeto do dominó, crie os métodos para armazenar e ler as pedras do dominó de um arquivo texto. Testar os métodos. Exercício extra Escreva uma classe que permita a inclusão de um arquivo de texto (similar ao apresentado abaixo) como seu atributo. O objetivo da classe é criar objetos que armazenem matrizes de inteiros. A classe deverá conter os métodos de leitura e escrita do arquivo. Exemplo do conteúdo do arquivo: linhas 3 colunas Caso seja necessário, utilize matriz em java: int mat[][] = new int [4][3]; 16

Módulo VIII Linguagem Java Entrada e Saída de Dados Arquivos

Módulo VIII Linguagem Java Entrada e Saída de Dados Arquivos Especialização Avançada em Sistemas Distribuídos - EASD Módulo VIII Linguagem Java Entrada e Saída de Dados Arquivos Marcela Santana e Sérgio Gorender Universidade Federal da Bahia Arquivos Outro dispositivo

Leia mais

Arquivos. Profa. Thienne Johnson EACH/USP

Arquivos. Profa. Thienne Johnson EACH/USP Arquivos Profa. Thienne Johnson EACH/USP Java, como programar, 6ª edição Deitel & Deitel Capítulo 14 Programadores utilizam arquivos para armazenar dados a longo prazo Dados armazenados em arquivos são

Leia mais

Programação II Java Streams. Christopher Burrows

Programação II Java Streams. Christopher Burrows Programação II Java Streams Christopher Burrows Java Streams - Introdução As aplicações informáticas consistem em trocas de dados entre duas ou mais fontes/destinos. As Streams servem para representar

Leia mais

Ler e escrever bytes, caracteres e Strings de/para a entrada e saída padrão. Ler e escrever bytes, caracteres e Strings de/para arquivos

Ler e escrever bytes, caracteres e Strings de/para a entrada e saída padrão. Ler e escrever bytes, caracteres e Strings de/para arquivos O pacote java.io Material baseado na apostila FJ-11: Java e Orientação a Objetos do curso Caelum, Ensino e Inovação, disponível para download em http://www.caelum.com.br/apostilas/ 1 Objetivos Ler e escrever

Leia mais

Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 - Processamento da Informação Teoria Arquivos Prof. Edson Pinheiro Pimentel edson.pimentel@ufabc.edu.

Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 - Processamento da Informação Teoria Arquivos Prof. Edson Pinheiro Pimentel edson.pimentel@ufabc.edu. Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 - Processamento da Informação Teoria Arquivos Prof. Edson Pinheiro Pimentel edson.pimentel@ufabc.edu.br Conceitos Arquivos permitem armazenar dados de maneira

Leia mais

Programação Orientada a Objetos com Java. Prof. Júlio Machado julio.machado@pucrs.br

Programação Orientada a Objetos com Java. Prof. Júlio Machado julio.machado@pucrs.br Programação Orientada a Objetos com Java Prof. Júlio Machado julio.machado@pucrs.br TRATAMENTO DE EXCEÇÕES Tratamento de Exceções O tratamento de exceções de Java envolve vários conceitos importantes:

Leia mais

Capítulo 6. Java IO - Ficheiros

Capítulo 6. Java IO - Ficheiros Capítulo 6. Java IO - Ficheiros 1/26 Índice Indice 6.1 - Entrada e saída de dados 6.2 - Ficheiros de texto 6.3 - Ficheiros com formato proprietário 6.4 - A classe File 2/26 Índice 6.1 Entrada e saída de

Leia mais

Ficheiros. Ficheiros - Motivação. Streams. Entrada Binária. Não. Ficheiro

Ficheiros. Ficheiros - Motivação. Streams. Entrada Binária. Não. Ficheiro Ficheiros - Motivação Ficheiros Exemplo Suponha que desenvolve um programa para a calcular a média aritmética da primeira prova de frequência de uma turma e passado algum tempo realiza uma segunda prova

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia emtelemática Programação Orientada a Objetos Streams em Java. Copyright 2010 Prof. César Rocha

Curso Superior de Tecnologia emtelemática Programação Orientada a Objetos Streams em Java. Copyright 2010 Prof. César Rocha Curso Superior de Tecnologia emtelemática Programação Orientada a Objetos Streams em Java Copyright 2010 Prof. César Rocha 1 Objetivos Explorar os conceitos fundamentais acerca do uso de streams de arquivos

Leia mais

P R O G R A M A. Stream Stream. Stream. Figura 1. Streams representam fluxos unidirecionais de dados, seja em entrada ou saída.

P R O G R A M A. Stream Stream. Stream. Figura 1. Streams representam fluxos unidirecionais de dados, seja em entrada ou saída. Universidade do Vale do Rio dos Sinos Laboratório 2 Prof. Gerson Cavalheiro Material de Apoio Aula 3 Manipulação de s Em Java, assim como em C e C++, a entrada/saida (input/output) é realizada através

Leia mais

Descrição. Implementação. Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos

Descrição. Implementação. Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos Descrição Implemente nesta atividade de laboratório um programa em Java utilizando threads

Leia mais

Caso 1 NetScanner Main

Caso 1 NetScanner Main Caso 1 NetScanner import java.util.scanner; import java.net.unknownhostexception; import java.util.logging.level; import java.util.logging.logger; import javax.swing.joptionpane; public class Main { System.out.println("Digite

Leia mais

ruirossi@ruirossi.pro.br

ruirossi@ruirossi.pro.br Tratamento de Exceções Rui Rossi dos Santos ruirossi@ruirossi.pro.br Mediador: Rui Rossi dos Santos Slide 1 o Exceção: condição anormal Introdução o Causas: Falhas na implementação Falhas na operação o

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação LP: Laboratório de Programação Apontamento 15 Prof. ISVega Maio de 2004 Arquivos de Texto CONTEÚDO 15.1Processamento

Leia mais

Objetivos do Capítulo

Objetivos do Capítulo Capítulo 33 Arquivos e Fluxos de Dados Rui Rossi dos Santos Programação de Computadores em Java Editora NovaTerra Objetivos do Capítulo Analisar os conceitos de fluxo de entrada e de fluxo de saída de

Leia mais

Arquivos. Estruturas de Dados II Vanessa Braganholo

Arquivos. Estruturas de Dados II Vanessa Braganholo Arquivos Estruturas de Dados II Vanessa Braganholo Entidades } Aplicações precisam armazenar dados sobre as mais diversas entidades, que podem ser concretas ou abstratas } Funcionário de uma empresa (concreto)

Leia mais

Desenvolvimento Orientado a Objetos com Java

Desenvolvimento Orientado a Objetos com Java Java and all Java-based marks are trademarks or registered trademarks of Sun Microsystems, Inc. in the U.S. and other countries. Desenvolvimento Orientado a Objetos com Java Capítulo 10 Arquivos e Streams

Leia mais

Como oferecer estes serviços em Java??

Como oferecer estes serviços em Java?? Bacharelado em Ciência e Tecnologia Leitura e Escrita em Arquivos Prof a Maria das Graças B. Marietto (teoria) graca.marietto@ufabc.edu.br Prof a Christine Marie Schweitzer (prática) chrism@larc.usp.br

Leia mais

Exercícios de Revisão Java Básico

Exercícios de Revisão Java Básico Exercícios de Revisão Java Básico (i) Programação básica (estruturada) 1) Faça um programa para calcular o valor das seguintes expressões: S 1 = 1 1 3 2 5 3 7 99... 4 50 S 2 = 21 50 22 49 23 48...250 1

Leia mais

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código }

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código } Este documento tem o objetivo de demonstrar os comandos e sintaxes básicas da linguagem Java. 1. Alguns passos para criar programas em Java As primeiras coisas que devem ser abordadas para começar a desenvolver

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 03 APRESENTAÇÃO: Hoje vamos conhecer o comando switch, o bloco try catch;

Leia mais

UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação. Estrutura de Dados. AULA 6 Filas

UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação. Estrutura de Dados. AULA 6 Filas UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação Estrutura de Dados AULA 6 Filas Estrutura de Dados A Estrutura de Dados Fila Fila é uma estrutura de dados usada em programação, que tem regras para

Leia mais

Objetivo do programa: Implementação de um analisador de Logs do Servidor Web com base nos requisitos da unidade curricular de Estatística.

Objetivo do programa: Implementação de um analisador de Logs do Servidor Web com base nos requisitos da unidade curricular de Estatística. Objetivo do programa: Implementação de um analisador de Logs do Servidor Web com base nos requisitos da unidade curricular de Estatística. package ProjetoIntegrador; import java.io.bufferedreader; import

Leia mais

STREAMS (FLUXOS) EM JAVA uma Introdução

STREAMS (FLUXOS) EM JAVA uma Introdução STREAMS (FLUXOS) EM JAVA uma Introdução Miguel Jonathan DCC-IM/UFRJ (rev. maio 2010) A palavra stream em inglês significa um "fluxo de água", como um riacho. A idéia que transmite é de algo fluindo continuamente,

Leia mais

Sintaxe Básica de Java Parte 1

Sintaxe Básica de Java Parte 1 Sintaxe Básica de Java Parte 1 Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marcioubeno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Estrutura de Programa Um programa

Leia mais

Java 2 Standard Edition. Entrada. Helder da Rocha www.argonavis.com.br

Java 2 Standard Edition. Entrada. Helder da Rocha www.argonavis.com.br Java 2 Standard Edition Entrada e Saída Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Assuntos abordados Este módulo explora os componentes mais importantes do pacote java.io e outros recursos da linguagem relacionados

Leia mais

Manual do Desenvolvedor Criptografia de Arquivos do WebTA

Manual do Desenvolvedor Criptografia de Arquivos do WebTA Manual do Desenvolvedor Criptografia de Arquivos do WebTA Versão 1.4 Índice 1. Objetivo..3 2. Processo..3 3. API de Criptografia - Biblioteca Java..4 3.1 WEBTACryptoUtil..4 3.1.1 decodekeyfile..4 3.1.2

Leia mais

Roteiro. Introdução a Arquivos. Streams Serialização Arquivos de Acesso Randômico Exercícios. Armazenamento. Dados em vetores, listas e variáveis

Roteiro. Introdução a Arquivos. Streams Serialização Arquivos de Acesso Randômico Exercícios. Armazenamento. Dados em vetores, listas e variáveis Arquivos e Porto Alegre, novembro de 2006 Adaptado das aulas dos Profs: Isabel Manssour, Luciana Nedel, Bernardo Copstein e Júlio Machado Roteiro Serialização Arquivos de Acesso Randômico Exercícios Armazenamento

Leia mais

Programação para Android. Aula 07: Persistência de dados Shared Preferences, Internal e External Storage

Programação para Android. Aula 07: Persistência de dados Shared Preferences, Internal e External Storage Programação para Android Aula 07: Persistência de dados Shared Preferences, Internal e External Storage Persistência de dados Na maioria das aplicações precisamos ter algum tipo de persistência de dados.

Leia mais

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br Java Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br 3. Considere as instruções Java abaixo: int cont1 = 3; int cont2 = 2; int cont3 = 1; cont1 += cont3++; cont1 -= --cont2; cont3 = cont2++; Após a

Leia mais

PROGRAMAÇÃO COM OBJECTOS

PROGRAMAÇÃO COM OBJECTOS PROGRAMAÇÃO COM OBJECTOS Nuno Mamede Departamento de Engenharia Informática Instituto Superior Técnico Programação com Objectos de caracteres - 4 - STREAMS! Stream: " Uma abstracção " Representa uma fonte

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

Redes de Computadores - 2010/1

Redes de Computadores - 2010/1 Redes de Computadores - 2010/1 Miniprojeto Universidade Federal do Espírito Santo - UFES Professor: Magnos Martinello 20 de maio de 2010 1 1 Proposta A proposta do trabalho é reforçar o compreendimento

Leia mais

Algoritmos e Programação _ Departamento de Informática

Algoritmos e Programação _ Departamento de Informática 16 ARQUIVOS Um arquivo corresponde a um conjunto de informações (exemplo: uma estrutura de dados-registro), que pode ser armazenado em um dispositivo de memória permanente, exemplo disco rígido. As operações

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

Nenhum dado é perdido durante o processo de compressão. Preserva todas as informações que permitirão a reconstrução exata da imagem. Reversível.

Nenhum dado é perdido durante o processo de compressão. Preserva todas as informações que permitirão a reconstrução exata da imagem. Reversível. Compressão sem Perda Explora a redundância entre pixels na codificação. Nenhum dado é perdido durante o processo de compressão. Preserva todas as informações que permitirão a reconstrução exata da imagem.

Leia mais

Mecanismos de Comunicação. Sockets em java (http://java.sun.com/docs/books/tutorial/networking/sockets/)

Mecanismos de Comunicação. Sockets em java (http://java.sun.com/docs/books/tutorial/networking/sockets/) Mecanismos de Comunicação Sockets em java (http://java.sun.com/docs/books/tutorial/networking/sockets/) Sockets o que é? Um socket é um mecanismo de comunicação (dois sentidos) entre dois programas a funcionar

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS COLEGIADO DE INFORMÁTICA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS COLEGIADO DE INFORMÁTICA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS COLEGIADO DE INFORMÁTICA Disciplina: Redes de Computadores Ano: 2007 Professor: Luiz Antonio Trabalho 1º Bimestre Cliente/Servidor

Leia mais

Programa de Computador que funciona em Rede

Programa de Computador que funciona em Rede Programa de Computador que funciona em Rede professor Robinson Vida Noronha 1 Paradigma Um programa rodando em rede é como uma loja. 2 Uma loja é composta por Vendedores Vendedores 3 Um loja deve servir

Leia mais

Prova de Java. 1) Copie o programa abaixo no eclipse e complete-o, utilizando os conceitos aprendidos durante o curso. (4 pontos)

Prova de Java. 1) Copie o programa abaixo no eclipse e complete-o, utilizando os conceitos aprendidos durante o curso. (4 pontos) Prova de Java 1) Copie o programa abaixo no eclipse e complete-o, utilizando os conceitos aprendidos durante o curso. (4 pontos) O programa consiste em uma aplicação que simula o comportamento de dois

Leia mais

Camada de Transporte. Bruno Silvério Costa

Camada de Transporte. Bruno Silvério Costa Camada de Transporte Bruno Silvério Costa Serviços Oferecidos à camada superior Camadas de rede, transporte e aplicação. Primitivas do Serviço de Transporte As primitivas para um serviço de transporte

Leia mais

FTP FILE F TRANSFER PROTOCOL. Tópicos

FTP FILE F TRANSFER PROTOCOL. Tópicos FTP FILE F TRANSFER PROTOCOL Tópicos Revisão da aplicação FTP Implementação simples em Java de uma conexão FTP Implementação simples em Java de um comando de transferência de arquivo Descrição dos exercícios

Leia mais

Em JAVA, todas as considerações (ou quase todas) que se relacionam com as mais

Em JAVA, todas as considerações (ou quase todas) que se relacionam com as mais STREAMS DE JAVA Em JAVA, todas as considerações (ou quase todas) que se relacionam com as mais diferentes formas de se realizar a leitura e a escrita de dados a partir das mais diversas fontes e para os

Leia mais

Programação de Computadores II TCC 00.174/Turma A 1

Programação de Computadores II TCC 00.174/Turma A 1 Programação de Computadores II TCC 00.174/Turma A 1 Professor Leandro A. F. Fernandes http://www.ic.uff.br/~laffernandes Conteúdo: Entrada e saída de dados Material elaborado pelos profs. Anselmo Montenegro

Leia mais

Simulado de Linguagem de Programação Java

Simulado de Linguagem de Programação Java Simulado de Linguagem de Programação Java 1. Descreva o processo de criação de programas em Java, desde a criação do código-fonte até a obtenção do resultado esperado, por meio de sua execução. Cite as

Leia mais

Programação Paralela e Distribuída. Prof. Cidcley T. de Souza

Programação Paralela e Distribuída. Prof. Cidcley T. de Souza Programação Paralela e Distribuída Prof. Cidcley T. de Souza Conteúdo Parte I Introdução aos Sockets Tipos de Sockets Classes Java: InetAddress, Datagram Sockets, Stream Sockets, Output e Input Classes

Leia mais

UNIVERSIDADE DO TOCANTINS TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PRÁTICA EM PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS ESTUDO DE CASO II

UNIVERSIDADE DO TOCANTINS TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PRÁTICA EM PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS ESTUDO DE CASO II ESTUDO DE CASO II Um sistema de recursos humanos tem a finalidade de auxiliar empresas de recrutamento e seleção no gerenciamento de candidatos e de vagas oferecidas por empresas de diversos ramos, além

Leia mais

Equivale a um conjunto de if 's encadeados, porém mais estruturado.

Equivale a um conjunto de if 's encadeados, porém mais estruturado. Switch (Case) Equivale a um conjunto de if 's encadeados, porém mais estruturado. switch(expressao_ordinal) ordinal_1: bloco1; ordinal_2: bloco2; default: diretiva_default; Exemplo - switch public class

Leia mais

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática Folha 1-1 Introdução à Linguagem de Programação JAVA 1 Usando o editor do ambiente de desenvolvimento JBUILDER pretende-se construir e executar o programa abaixo. class Primeiro { public static void main(string[]

Leia mais

Estruturas de Dados. Profa. Juliana Pinheiro Campos

Estruturas de Dados. Profa. Juliana Pinheiro Campos Estruturas de Dados Profa. Juliana Pinheiro Campos Arquivos ESTRUTURAS DE DADOS Técnicas para que possamos salvar e recuperar informações em arquivos de maneira estruturada. Assim será possível implementar

Leia mais

Faculdade Instituto Educare - FIED Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Linguagem de Programação I Prof.: Rhyan Ximenes E-mail: rxbrito@gmail.

Faculdade Instituto Educare - FIED Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Linguagem de Programação I Prof.: Rhyan Ximenes E-mail: rxbrito@gmail. Um pouco da história Faculdade Instituto Educare - FIED Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Linguagem de Programação I Prof.: Rhyan Ximenes E-mail: rxbrito@gmail.com Introdução a Linguagem Java Java

Leia mais

Como construir um compilador utilizando ferramentas Java

Como construir um compilador utilizando ferramentas Java Como construir um compilador utilizando ferramentas Java p. 1/3 Como construir um compilador utilizando ferramentas Java Aula 5 Análise Léxica com JavaCC Prof. Márcio Delamaro delamaro@icmc.usp.br Como

Leia mais

Noções sobre Objetos e Classes

Noções sobre Objetos e Classes Noções sobre Objetos e Classes Prof. Marcelo Cohen 1. Elementos de programação Revisão de programação variáveis, tipos de dados expressões e operadores cadeias de caracteres escopo de variáveis Revisão

Leia mais

Manipulação de Arquivos

Manipulação de Arquivos Manipulação de Arquivos Estrutura de Dados II Prof. Guilherme Tavares de Assis Universidade Federal de Ouro Preto UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Departamento de Computação DECOM Tipo

Leia mais

Analisar os sistemas operacionais apresentados na figura e responder as questões abaixo: Identificar

Analisar os sistemas operacionais apresentados na figura e responder as questões abaixo: Identificar Projeto Integrador Sistemas Operacionais Prof.ª Lucilia Ribeiro GTI 3 Noturno Grupo: Anderson Alves da Mota. André Luiz Silva. Misael bezerra dos santos. Sandro de almeida silva. Analisar os sistemas operacionais

Leia mais

14. Arquivos. W. Celes e J. L. Rangel. Estruturas de Dados PUC-Rio 13-1

14. Arquivos. W. Celes e J. L. Rangel. Estruturas de Dados PUC-Rio 13-1 14. Arquivos W. Celes e J. L. Rangel Neste capítulo, apresentaremos alguns conceitos básicos sobre arquivos, e alguns detalhes da forma de tratamento de arquivos em disco na linguagem C. A finalidade desta

Leia mais

Programação Na Web. Linguagem Java Parte II. break com o nome do bloco. Sintaxe. Nome do bloco. Termina o bloco. António Gonçalves ...

Programação Na Web. Linguagem Java Parte II. break com o nome do bloco. Sintaxe. Nome do bloco. Termina o bloco. António Gonçalves ... Programação Na Web Linguagem Java Parte II Sintaxe António Gonçalves break com o nome do bloco Nome do bloco Termina o bloco class class Matrix Matrix { private private int[][] int[][] mat; mat; public

Leia mais

Trabalho Prático Nº1 Introdução ao C#.NET

Trabalho Prático Nº1 Introdução ao C#.NET Trabalho Prático Nº1 Introdução ao C#.NET 1. OBJECTIVOS - Entender o contexto da plataforma.net - Desenvolver programas simples em C#.NET - Saber efectuar entradas de dados em modo Consola e Windows Forms

Leia mais

Aula 30 - Sockets em Java

Aula 30 - Sockets em Java Aula 30 - Sockets em Java Sockets Sockets são estruturas que permitem que funções de software se interconectem. O conceito é o mesmo de um soquete (elétrico, telefônico, etc...), que serve para interconectar

Leia mais

Conversão de Tipos e Arrays

Conversão de Tipos e Arrays Conversão de Tipos e Arrays Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marciobueno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Conversão de Tipos Permite converter

Leia mais

O uso de exceções permite separar a detecção da ocorrência de uma situação excepcional do seu tratamento, ao se programar um método em Java.

O uso de exceções permite separar a detecção da ocorrência de uma situação excepcional do seu tratamento, ao se programar um método em Java. Exceções em Java Miguel Jonathan DCC/IM/UFRJ (rev. abril de 2011) Resumo dos conceitos e regras gerais do uso de exceções em Java O uso de exceções permite separar a detecção da ocorrência de uma situação

Leia mais

Unidade Acadêmica: Faculdade de Computação FACOM Disciplina: Programação Orientada a Objetos I Professor: Fabiano Azevedo Dorça Prática 01

Unidade Acadêmica: Faculdade de Computação FACOM Disciplina: Programação Orientada a Objetos I Professor: Fabiano Azevedo Dorça Prática 01 Unidade Acadêmica: Faculdade de Computação FACOM Disciplina: Programação Orientada a Objetos I Professor: Fabiano Azevedo Dorça Prática 01 Objetivos: Modelar um sistema orientado a objetos simples a partir

Leia mais

Especialização em desenvolvimento para web com interfaces ricas. Tratamento de exceções em Java Prof. Fabrízzio A. A. M. N. Soares

Especialização em desenvolvimento para web com interfaces ricas. Tratamento de exceções em Java Prof. Fabrízzio A. A. M. N. Soares Especialização em desenvolvimento para web com interfaces ricas Tratamento de exceções em Java Prof. Fabrízzio A. A. M. N. Soares Objetivos Conceito de exceções Tratar exceções pelo uso de try, catch e

Leia mais

Arquivos. Estruturas de Dados II Vanessa Braganholo

Arquivos. Estruturas de Dados II Vanessa Braganholo Arquivos Estruturas de Dados II Vanessa Braganholo Entidades } Aplicações precisam armazenar dados sobre as mais diversas entidades, que podem ser concretas ou abstratas } Funcionário de uma empresa (concreto)

Leia mais

Introdução a conceitos e a prática de programação

Introdução a conceitos e a prática de programação Instituto de Informática - UFG Disciplina: Introdução à Computação Introdução a conceitos e a prática de programação Autores: Marcelo Akira e Anderson Soares Fevereiro de 2011 Alguns direitos autorais

Leia mais

Threads e Sockets em Java. Threads em Java. Programas e Processos

Threads e Sockets em Java. Threads em Java. Programas e Processos Threads em Java Programas e Processos Um programa é um conceito estático, isto é, um programa é um arquivo em disco que contém um código executável por uma CPU. Quando este programa é executado dizemos

Leia mais

JSP - ORIENTADO A OBJETOS

JSP - ORIENTADO A OBJETOS JSP Orientação a Objetos... 2 CLASSE:... 2 MÉTODOS:... 2 Método de Retorno... 2 Método de Execução... 2 Tipos de Dados... 3 Boolean... 3 Float... 3 Integer... 4 String... 4 Array... 4 Primeira:... 4 Segunda:...

Leia mais

GERENCIAMENTO DE DISPOSITIVOS

GERENCIAMENTO DE DISPOSITIVOS 2 SISTEMAS OPERACIONAIS: GERENCIAMENTO DE DISPOSITIVOS E ARQUIVOS Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística e Informática

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação LP: Laboratório de Programação Apontamento 3 Prof. ISVega Fevereiro de 2004 Estilo de Codificação CONTEÚDO 3.1 Regras

Leia mais

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this.

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Aula 2 Objetivos Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Encapsulamento, data hiding é um conceito bastante importante em orientação a objetos. É utilizado para restringir o acesso

Leia mais

Escola Superior de Gestão e Tecnologia. Tratamento de Exceções

Escola Superior de Gestão e Tecnologia. Tratamento de Exceções Escola Superior de Gestão e Tecnologia Tratamento de Exceções Objetivos Compreender como o tratamento de exceção e de erro funciona. Como u4lizar try, throw e catch para detectar, indicar e tratar exceções,

Leia mais

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar Introdução à Java Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Código Exemplo da Aula Criar a classe Aula.java com o seguinte código: public class Aula { public static void

Leia mais

Danilo Antônio Leite. Todo o desenvolvimento dos algoritmos e os testes foram realizados em um computador com as seguintes configurações:

Danilo Antônio Leite. Todo o desenvolvimento dos algoritmos e os testes foram realizados em um computador com as seguintes configurações: PÓS GRADUAÇÃO EM MODELAGEM MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL - CEFET-MG ALGORITMOS E ESTRUTURAS DE DADOS - PROF. DRA. CRISTINA D. MURTA TRABALHO PRÁTICO N o 2 IMPLEMENTAÇÃO, EXECUÇÃO, TESTE E MEDIÇÃO EM TABELAS

Leia mais

Olho por olho, e o mundo acabará cego. Mohandas Gandhi

Olho por olho, e o mundo acabará cego. Mohandas Gandhi Sockets Olho por olho, e o mundo acabará cego. Mohandas Gandhi Conectando-se a máquinas remotas. Protocolo Da necessidade de dois computadores se comunicarem surgiram diversos protocolos que permitissem

Leia mais

Módulo 02 Programação Orientada a Objetos. Última atualização: 07/06/2010

Módulo 02 Programação Orientada a Objetos. Última atualização: 07/06/2010 Módulo 02 Programação Orientada a Objetos Última atualização: 07/06/2010 1 Objetivos Definir conceitos de orientação a objetos: o abstração, encapsulamento, pacotes. Discutir reutilização de código em

Leia mais

Java Como Programar, 8/E

Java Como Programar, 8/E Capítulo 2 Introdução aos aplicativos Java Java Como Programar, 8/E (C) 2010 Pearson Education, Inc. Todos os 2.1 Introdução Programação de aplicativo Java. Utilize as ferramentas do JDK para compilar

Leia mais

Java - Introdução. Professor: Vilson Heck Junior. vilson.junior@ifsc.edu.br

Java - Introdução. Professor: Vilson Heck Junior. vilson.junior@ifsc.edu.br Java - Introdução Professor: Vilson Heck Junior vilson.junior@ifsc.edu.br Agenda O que é Java? Sun / Oracle. IDE - NetBeans. Linguagem Java; Maquina Virtual; Atividade Prática. Identificando Elementos

Leia mais

Projeto de Software Orientado a Objeto

Projeto de Software Orientado a Objeto Projeto de Software Orientado a Objeto Ciclo de Vida de Produto de Software (PLC) Analisando um problema e modelando uma solução Prof. Gilberto B. Oliveira Estágios do Ciclo de Vida de Produto de Software

Leia mais

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com HelloWorld.java: public class HelloWorld { public static void main (String[] args) { System.out.println( Hello, World ); } } Identificadores são usados

Leia mais

Capítulo II Modelos de Programação Distribuída

Capítulo II Modelos de Programação Distribuída Capítulo II Modelos de Programação Distribuída From: Coulouris, Dollimore and Kindberg Distributed Systems: Concepts and Design Edition 4, Addison-Wesley 2005 From: M. Ben-Ari Principles of Concurrent

Leia mais

Programação de Computadores I. Linguagem C Arquivos

Programação de Computadores I. Linguagem C Arquivos Linguagem C Arquivos Prof. Edwar Saliba Júnior Novembro de 2011 Unidade 12 Arquivos 1 Trabalhando com Arquivos Um arquivo em Linguagem C pode representar diversas coisas, como: arquivos em disco, uma impressora,

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação LP: Laboratório de Programação Apontamento 2 Prof. ISVega Fevereiro de 2004 Ciclo de Programação CONTEÚDO 2.1 Ciclo de

Leia mais

Implementação de Classe e Auto-Relacionamento em Java

Implementação de Classe e Auto-Relacionamento em Java UTFPR DAELN - Disciplina de Fundamentos de Programação II ( IF62C ). 1 Implementação de Classe e Auto-Relacionamento em Java 1)Introdução Um modelo de Diagrama de Classes representa a estrutura definida

Leia mais

JAVA Orientação a Objetos. Usando diálogos com JOptionPane

JAVA Orientação a Objetos. Usando diálogos com JOptionPane JAVA Orientação a Objetos Usando diálogos com JOptionPane Diálogos: interagindo com o usuário Até agora vimos o método System.out.println para escrever informações na tela (console). A linguagem Java oferece

Leia mais

NOTAS INTRODUTÓRIAS SOBRE PROGRAMAÇÃO EM JAVA (PARTE I)

NOTAS INTRODUTÓRIAS SOBRE PROGRAMAÇÃO EM JAVA (PARTE I) NOTAS INTRODUTÓRIAS SOBRE PROGRAMAÇÃO EM JAVA (PARTE I) João M. P. Cardoso Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade do Algarve Campus de Gambelas 8000 117 Faro, Portugal Email: jmcardo@ualg.pt 1

Leia mais

Java : Comunicação Cliente-Servidor.

Java : Comunicação Cliente-Servidor. Java : Comunicação Cliente-Servidor. Objetivo: Capacitar o aluno a desenvolver uma aplicação servidora para múltiplos clientes. Apresentar as classes Socket e ServerSocket, classes de fluxo de dados, a

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA DISCIPLINA:

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA DISCIPLINA: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA DISCIPLINA: PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS PROFESSOR: REINALDO GOMES ASSUNTO: PRIMEIRO PROGRAMA EM JAVA (COMPILAÇÃO

Leia mais

11.7 Exercícios de Revisão11.7

11.7 Exercícios de Revisão11.7 762 Capítulo 11 Processamento de Arquivos II Ana Bolena 1012 7.8 8.0 Ana de Cleves 1022 4.5 6.0 Catarina Aragon 1014 5.5 6.5 Catarina Howard 1340 6.0 7.7 Catarina Parr 1440 4.0 6.0 Henrique VIII 1029 9.5

Leia mais

! "# $ $ % & % ' & ( )

! # $ $ % & % ' & ( ) %&!"# $$ % &( ) ! "#$# %! &&&##&# (! %! &&&#)#!##! &&&## *! &&&## +)! &&&##,)! &&&##. /."0 1$.2.3,,0 *445,0 6.1,70 +.-# 71,$.#0 6 8 9# - . ; 67?,0 javac. : * +, $8 A,BC! 230 D0 @

Leia mais

Groovy & Grails. Arian Pasquali. quarta-feira, 12 de outubro de 11

Groovy & Grails. Arian Pasquali. quarta-feira, 12 de outubro de 11 Groovy & Grails Arian Pasquali Arian Pasquali 24 anos eu Formado em Sistemas de Informação Java, Objective-C, Flex, Groovy SCJP, SCJA, ACE 6 anos de Java Orientação a Objetos Plataforma Multi-plataforma

Leia mais

socket Objetivo: aprender a construir aplicações cliente/servidor que se comunicam usando sockets

socket Objetivo: aprender a construir aplicações cliente/servidor que se comunicam usando sockets Programação de Sockets Mário Meireles Teixeira. UFMA-DEINF Programação de Sockets Objetivo: aprender a construir aplicações cliente/servidor que se comunicam usando s API de Sockets: introduzida no UNIX

Leia mais

Curso de Java Módulo I Exceções, Entrada e Saída Programação Swing Fábio Mengue fabio@unicamp.br Centro de Computação - Unicamp

Curso de Java Módulo I Exceções, Entrada e Saída Programação Swing Fábio Mengue fabio@unicamp.br Centro de Computação - Unicamp Curso de Java Módulo I Exceções, Entrada e Saída Programação Swing Fábio Mengue fabio@unicamp.br Centro de Computação - Unicamp Exceções O termo exception é uma abreviatura da frase exceptional event.

Leia mais

Tutorial de Uso com o Java

Tutorial de Uso com o Java Tutorial de Uso com o Java Criado por Fernando Anselmo Versão 1.0 em 18/08/2012 Seção 1 Nesta seção veremos: Histórico do MongoDB Como instalar o MongoDB Console de Comandos Usar o Java MongoDB (de "humongous

Leia mais

Manipulação de Banco de Dados com Java 1. Objetivos

Manipulação de Banco de Dados com Java 1. Objetivos Manipulação de Banco de Dados com Java 1. Objetivos Demonstrar os fundamentos básicos para a manipulação de banco de dados com Java; Apresentar a sintaxe de comandos SQL usados em Java. 2. Definições A

Leia mais

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO Tópicos Estrutura Básica B de Programas C e C++ Tipos de Dados Variáveis Strings Entrada e Saída de Dados no C e C++ INTRODUÇÃO O C++ aceita

Leia mais

public void setdata(data d) { data = d;

public void setdata(data d) { data = d; class Data... public class Compromisso private Data data; private int hora; private String descricao; /**java.lang.string*/ public Compromisso() public Compromisso(Data data, int hora, String descricao)

Leia mais

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 APROG Algoritmia e Programação Linguagem JAVA Básico Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 Linguagem Java Estrutura de um Programa Geral Básica Estruturas de Dados Variáveis Constantes Tipos de Dados

Leia mais

SISTEMA EXPERIMENTALL 15/11/2009. Olá! A partir de agora vamos conhecer a IDE NetBeans 6.7.1 efetuando um micro projeto swing.

SISTEMA EXPERIMENTALL 15/11/2009. Olá! A partir de agora vamos conhecer a IDE NetBeans 6.7.1 efetuando um micro projeto swing. 15/11/2009 Olá! A partir de agora vamos conhecer a IDE NetBeans 6.7.1 efetuando um micro projeto swing. Crie um novo projeto clicando em arquivo e em novo projeto. Escolha a opção java, aplicativo java

Leia mais