UNIVERSIDADE DO TOCANTINS TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PRÁTICA EM PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS ESTUDO DE CASO II

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE DO TOCANTINS TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PRÁTICA EM PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS ESTUDO DE CASO II"

Transcrição

1 ESTUDO DE CASO II Um sistema de recursos humanos tem a finalidade de auxiliar empresas de recrutamento e seleção no gerenciamento de candidatos e de vagas oferecidas por empresas de diversos ramos, além de facilitar o relacionamento entre estas informações. TAREFA Seguindo estrutura do código-fonte em linguagem Java do Anexo I, desenvolva o método calculaidade() da classe Candidato e o método realizafiltragem() da classe Filtro necessários para o funcionamento do sistema de recursos humanos solicitado pela RH-Info, empresa especializada no recrutamento e seleção de profissionais no setor tecnológico. A descrição das classes e métodos do código-fonte do Anexo I encontra-se no Anexo II. Para o desenvolvimento do trabalho é permitida a criação de novos atributos, métodos e classes adicionais, desde que estes sejam utilizados somente nos métodos calculaidade() da classe Candidato e o método realizafiltragem(). No entanto, vale a pena salientar que é possível resolver o estudo de caso sem a necessidade de criar qualquer novo atributo, método ou classe adicional. O código-fonte do Anexo I foi desenvolvido utilizando o JDK 6. O código-fonte em Java completo (somente arquivos.java), contendo a implementação dos métodos solicitados, deve ser compactado e anexado no AVA. Também deve ser entregue um texto descrevendo sucintamente (máximo de 2000 caracteres) quais as técnicas das disciplinas do primeiro ano do curso foram utilizadas neste estudo de caso, o qual deve ser inserido no formulário do AVA.

2 DESCRIÇÃO DO SISTEMA Da mesma forma que muitos profissionais buscam entrar em uma organização, muitas empresas também necessitam de profissionais que possam compor o seu quadro de funcionários. A RH-Info é uma empresa de recrutamento e seleção, voltada para o setor de Informática, que tem como missão atender a estas demandas. A RH-Info oferece para profissionais que estão buscando uma colocação/recolocação no mercado de trabalho a oportunidade de participar dos processos de seleção de muitas das empresas do país. Para que profissionais da área tecnológica possam concorrer às vagas disponíveis é necessário que o seu currículo seja enviado para a RH-Info. O currículo a ser enviado por um candidato deve conter os seguintes campos: nome, endereço, cidade, estado, telefone de contato, data de nascimento, sexo, , um ou mais cargos pretendidos, escolaridade e os salários para o(s) respectivo(s) cargo(s) pretendido(s). Além destes campos, no currículo deve constar se o candidato tem disponibilidade de trabalhar em outra cidade. Ao receber o currículo de um profissional, a RH-Info cadastra o currículo em seu sistema para que o mesmo possa ser associado com as vagas existentes de acordo com o perfil do candidato. Utilizando técnicas e metodologias próprias, a RH-Info oferece um serviço de filtragem de candidatos para empresas que buscam por profissionais qualificados e que atendam às suas necessidades. Ao contratar o serviço da RH-Info, as empresas recebem um relatório contendo somente os candidatos que se enquadram no perfil especificado para um determinado cargo, reduzindo assim, consideravelmente, a quantidade de currículos indesejáveis a serem analisados. Além disso, no relatório gerado consta o número de candidatos por vaga calculado pelo sistema. As informações geradas no relatório poderão ser utilizadas pelas empresas contratantes para decidir que tipo de avaliação será utilizada no processo final de seleção. Para utilizar do serviço oferecido pela RH-Info, uma empresa deve enviar os seus dados, assim como as informações referentes aos cargos que se encontram disponíveis. Os dados necessários de cada empresa consistem em seu nome, cidade, estado, nome do contato, telefone e . Para cada vaga oferecida por uma empresa devem ser especificados o nome do cargo, a quantidade de vagas, uma faixa salarial oferecida, a escolaridade exigida e a idade mínima exigida para um

3 candidato. Com exceção da quantidade de vagas, todas as demais informações referentes a um cargo referem-se aos critérios de filtragem a serem utilizados para relacionar os candidatos com cada vaga disponível. Além desses critérios também é verificado no momento da filtragem se a cidade para onde a vaga é oferecida é a mesma em que o candidato reside. Caso a cidade seja diferente é então verificado se o candidato tem disponibilidade de trabalhar em outra cidade. Na filtragem de candidatos realizada pelo sistema são consideradas as seguintes especificações: - É satisfeito o critério CARGO, se o cargo pretendido pelo candidato é equivalente ao cargo oferecido pela empresa. - É satisfeito o critério SALÁRIO, se o salário especificado pelo candidato para o cargo pretendido estiver contido na faixa salarial oferecida pela empresa. - É satisfeito o critério ESCOLARIDADE, se a escolaridade especificada pelo candidato é igual ou maior que a escolaridade especificada pela empresa. Caso a formação do candidato seja indiferente para empresa, o sistema considera que o candidato satisfaz automaticamente este critério. - É satisfeito o critério IDADE, se a idade do candidato é igual ou maior à idade especificada pela empresa. Como no currículo do candidato consta a sua data de nascimento, a idade do candidato é calculada pelo sistema e posteriormente comparada com a idade especificada pela empresa. - É satisfeito o critério CIDADE, se a cidade em que o candidato reside é a mesma em que a empresa está localizada ou se o candidato se dispõe a trabalhar em uma cidade diferente da que reside atualmente. - Um candidato somente é selecionado para uma determinada vaga somente se o seu perfil satisfizer todos os critérios considerados.

4 ENTRADA DE DADOS NO SISTEMA A entrada de dados para o sistema é realizada através de dois arquivos textos com os nomes candidatos.txt e empresas.txt. O arquivo candidatos.txt contém os dados dos candidatos que serão avaliados pelo sistema. Para cada candidato estes dados são especificados seguindo a estruturação: #<nome do candidato> <data de nascimento> <sexo> <endereço> <cidade> <estado> <telefone> < > <escolaridade> <cargo pretendido 1>;<cargo pretendido 2>;<cargo pretendido n> <salário pretendido 1>;<salário pretendido 2>;<salário pretendido n> <disponibilidade para outra cidade> A utilização do delimitador # no início de uma linha identifica um novo candidato a ser inserido no sistema. Como pode ser observado na estrutura proposta, em cada linha do arquivo candidatos.txt é especificada uma determinada informação do candidato. É importante salientar que como é possível que o candidato informe mais do que um cargo pretendido, cada cargo deve ser separado por ponto-e-vírgula. Caso sejam especificados mais de um cargo pelo candidato, os salários para estes cargos também devem ser especificados, sendo também separados por ponto-e-vígula. O sistema assume que um cargo está sempre associado ao um salário específico, ou seja, ao <cargo pretendido 1> está associado o <salário pretendido 1>, e assim sucessivamente como mostra a estruturação que deve ser seguida. Alguns padrões foram adotados para os seguintes campos: - Para o campo <data de nascimento> é utilizado o seguinte formato: dd/mm/aaaa. Ex: 20/02/ Para o campo <sexo> é especificado o caractere M para sexo masculino e o caractere F para o sexo feminino; - Para o campo <escolaridade> somente são válidas as seguintes categorias: Ensino Médio, Técnico, Graduação, Especialização, Mestrado e Doutorado.

5 - Para o campo <cargo pretendido> somente são consideradas as seguintes categorias: gerente de projetos, técnico em manutenção, analista de sistemas, web designer, programador, administrador de banco de dados, consultor de vendas, administrador de redes. - Para o campo <salário pretendido> é utilizado um número real com duas casas decimais depois da vírgula, sendo que a vírgula é substituída por ponto. Ex: Para o campo <disponibilidade para outra cidade> é especificado o caractere S para o candidato que tem disponibilidade para trabalhar em uma cidade diferente da que está residindo no momento, e o caractere N para o candidato que não tem disponibilidade. O arquivo empresas.txt contém os dados das empresas que contrataram os serviços de seleção e recrutamento da RH-Info, bem como os dados das vagas oferecidas no setor de informática por essas empresas. Para cada empresa os dados são especificados de acordo com a seguinte estrutura: #<nome da empresa>;<cidade>;<estado>;<nome do contato>;<telefone>;< > <nome do cargo>;<quantidade de vagas>;<escolaridade>;<salário mínimo>;<salário máximo>;<idade mínima> A utilização do delimitador # no início de uma linha identifica uma nova empresa a ser inserida no sistema, sendo que nas linhas posteriores estão todas as vagas oferecidas por essa empresa (assume-se que uma empresa é especificada uma única vez no arquivo de entrada). Em cada linha, além do nome do cargo e a quantidade de vagas disponíveis para um determinado cargo, também são especificados os critérios que serão utilizados na filtragem de candidatos. Os seguintes padrões foram adotados para esses campos: - Para o campo <nome do cargo> somente são consideradas as seguintes categorias: gerente de projetos, técnico em manutenção, analista de sistemas, web designer, programador, administrador de banco de dados, consultor de vendas, administrador de redes. - Para o campo <quantidade de vagas> é considerado um valor inteiro maior que zero. - Para o campo <escolaridade> somente são válidas as seguintes categorias: Indiferente, Ensino Médio, Técnico, Graduação, Especialização, Mestrado e Doutorado.

6 - Para os campos <salário mínimo> e <salário máximo> é utilizado um número real com duas casas decimais depois da vírgula, sendo que a vírgula é substituída por ponto. Ex: Para o campo <idade> é utilizado um número inteiro maior que zero, sendo que o valor especificado refere-se à idade mínima a ser considerada pelo sistema na filtragem de candidatos. No anexo III há um exemplo de arquivo de entrada candidatos.txt e no anexo IV há um exemplo de arquivo de entrada empresas.txt.

7 SAÍDA DE DADOS DO SISTEMA A saída do sistema consiste na emissão um relatório, chamado selecao.txt. Esse relatório contém as empresas cadastradas na RH-Info e os candidatos selecionados para as vagas de cada empresa. Para cada cargo oferecido é ainda especificada a quantidade de candidatos por vaga obtida. Caso não sejam selecionados candidatos para uma determinada vaga, no relatório é impressa a frase Nenhum candidato selecionado para esta vaga. Considerando os dados de entrada dos anexos III e IV, o anexo V apresenta as saídas correspondentes.

8 Classe Main package estudodecaso2; UNIVERSIDADE DO TOCANTINS import java.util.arraylist; public class Main public static void main(string args[]) IO io = new IO(); Filtro filtro = new Filtro(); ANEXO I Código-fonte ArrayList<Candidato> acandidatos = io.leraquivocandidatos("candidatos.txt"); ArrayList<Empresa> aempresas = io.leraquivoempresas("empresas.txt"); filtro.realizafiltragem(aempresas, acandidatos); io.gerarrelatorio("selecao.txt", acandidatos, aempresas); Classe IO package estudodecaso2; import java.io.bufferedreader; import java.io.bufferedwriter; import java.io.filereader; import java.io.filewriter; import java.io.ioexception; import java.util.arraylist; import java.util.stringtokenizer; public class IO public ArrayList<Candidato> leraquivocandidatos(string snomearq) ArrayList<Candidato> acandidatos = null; Candidato candidato = null; try acandidatos = new ArrayList<Candidato>(); BufferedReader bufferin = new BufferedReader(new FileReader(sNomeArq)); String slinha = null; int icontadoratrib = 1; while((slinha = bufferin.readline())!= null) if(slinha.charat(0) == '#') candidato = new Candidato(); candidato.setnome(slinha.substring(1, slinha.length())); icontadoratrib++; else if(icontadoratrib == 2) candidato.setdatanasc(slinha); icontadoratrib++; else if(icontadoratrib == 3)

9 candidato.setsexo(slinha.charat(0)); icontadoratrib++; else if(icontadoratrib == 4) candidato.setendereco(slinha); icontadoratrib++; else if(icontadoratrib == 5) candidato.setcidade(slinha); icontadoratrib++; else if(icontadoratrib == 6) candidato.setestado(slinha); icontadoratrib++; else if(icontadoratrib == 7) candidato.settelefone(slinha); icontadoratrib++; else if(icontadoratrib == 8) candidato.set (slinha); icontadoratrib++; else if(icontadoratrib == 9) candidato.setescolaridade(slinha); icontadoratrib++; else if(icontadoratrib == 10) StringTokenizer sttoken = new StringTokenizer(sLinha, ";"); if(sttoken.counttokens() < 1) candidato.adicionacargo(slinha); else while(sttoken.hasmoretokens()) candidato.adicionacargo(sttoken.nexttoken()); icontadoratrib++; else if(icontadoratrib == 11) StringTokenizer sttoken = new StringTokenizer(sLinha, ";"); if(sttoken.counttokens() < 1) candidato.adicionasalariopretendido(float.parsefloat(slinha)); else while(sttoken.hasmoretokens()) candidato.adicionasalariopretendido(float.parsefloat(sttoken.nexttoken())); icontadoratrib++; else if(icontadoratrib == 12) if(slinha.equals("s"))

10 else candidato.settraboutracidade(true); candidato.settraboutracidade(false); icontadoratrib = 1; acandidatos.add(candidato); bufferin.close(); catch(ioexception e) System.out.println("Erro leitura - " + e.tostring()); return acandidatos; public ArrayList<Empresa> leraquivoempresas(string snomearq) ArrayList<Empresa> aempresas = null; try aempresas = new ArrayList<Empresa>(); BufferedReader bufferin = new BufferedReader(new FileReader(sNomeArq)); String slinha = null; while((slinha = bufferin.readline())!= null) if(slinha.charat(0) == '#') Empresa empresa = new Empresa(); StringTokenizer sttoken = new StringTokenizer(sLinha, ";"); String nomeempresa = sttoken.nexttoken(); empresa.setnome(nomeempresa.substring(1, nomeempresa.length())); empresa.setcidade(sttoken.nexttoken()); empresa.setestado(sttoken.nexttoken()); empresa.setnomecontato(sttoken.nexttoken()); empresa.settelefone(sttoken.nexttoken()); empresa.set (sttoken.nexttoken()); aempresas.add(empresa); else CargoOferecido cargo = new CargoOferecido(); StringTokenizer sttoken = new StringTokenizer(sLinha, ";"); cargo.setnome(sttoken.nexttoken()); cargo.setqtdvagas(integer.parseint(sttoken.nexttoken())); cargo.setescolaridade(sttoken.nexttoken()); cargo.setsalariomin(float.parsefloat(sttoken.nexttoken())); cargo.setsalariomax(float.parsefloat(sttoken.nexttoken())); cargo.setidade(integer.parseint(sttoken.nexttoken())); ((Empresa)(aEmpresas.get(aEmpresas.size()- 1))).adicionaCargo(cargo); bufferin.close(); catch(ioexception e) System.out.println("Erro leitura - " + e.tostring());

11 return aempresas; public boolean gerarrelatorio(string snomearq, ArrayList<Candidato> candidatos, ArrayList<Empresa> empresas) BufferedWriter bufferout = null; try bufferout = new BufferedWriter(new FileWriter(sNomeArq)); for(int i=0; i<empresas.size(); i++) bufferout.write("********************************************\n"); bufferout.write("empresa: " + (empresas.get(i)).getnome() + "\n"); bufferout.write((empresas.get(i)).getcidade() + "/" + (empresas.get(i)).getestado() + "\n"); bufferout.write("contato: " + (empresas.get(i)).getnomecontato() + "\n"); bufferout.write("telefone: " + (empresas.get(i)).gettelefone() + "\n"); bufferout.write(" " + (empresas.get(i)).get () + "\n\n"); for(int j=0; j<((empresas.get(i)).getcargos()).size(); j++) bufferout.write(" \n"); bufferout.write("cargo: " + (((empresas.get(i)).getcargos()).get(j)).getnome().touppercase() + "\n"); bufferout.write("vagas: " + (((empresas.get(i)).getcargos()).get(j)).getqtdvagas() + "\n"); bufferout.write("candidatos/vaga: " + (((float)(((empresas.get(i)).getcargos()).get(j)).getcandidatossel().size()) /((float)(((empresas.get(i)).getcargos()).get(j)).getqtdvagas()) ) + "\n\n"); if((((empresas.get(i)).getcargos()).get(j)).getcandidatossel().isempty()) bufferout.write("nenhum candidato selecionado para esta vaga.\n\n"); else for(int k=0; k<(((empresas.get(i)).getcargos()).get(j)).getcandidatossel().size(); k++) bufferout.write("nome: " + (((((empresas.get(i)).getcargos()).get(j)).getcandidatossel()).get(k)).getnome() + "\n"); bufferout.write("telefone: " + (((((empresas.get(i)).getcargos()).get(j)).getcandidatossel()).get(k)).gettelefone() + "\n"); bufferout.write(" " + (((((empresas.get(i)).getcargos()).get(j)).getcandidatossel()).get(k)).get () + "\n\n"); return true; catch(ioexception e) System.err.println("Erro escrita - " + e.tostring()); return false; finally try bufferout.close(); catch(ioexception e) System.err.println("Erro - " + e.tostring());

12 Classe Candidato package estudodecaso2; import java.util.arraylist; import java.util.calendar; import java.util.stringtokenizer; public class Candidato private String snome; private String sendereco; private String scidade; private String sestado; private String stelefone; private Calendar ddatanasc; private char csexo; private String s ; private String sescolaridade; private boolean btraboutracidade; private ArrayList<String> acargos; private ArrayList<Float> asalariospretendidos; public Candidato() snome = null; sendereco = null; scidade = null; sestado = null; stelefone = null; ddatanasc = Calendar.getInstance(); csexo = ' '; s = null; sescolaridade = null; btraboutracidade = false; acargos = new ArrayList<String>(); asalariospretendidos = new ArrayList<Float>(); public void setnome(string nome) snome = nome; public String getnome() return snome; public void setendereco(string endereco) sendereco = endereco; public String getendereco() return sendereco; public void setcidade(string cidade) scidade = cidade;

13 public String getcidade() return scidade; public void setestado(string estado) sestado = estado; public String getestado() return sestado; public void settelefone(string telefone) stelefone = telefone; public String gettelefone() return stelefone; public void setdatanasc(string datanasc) StringTokenizer st = new StringTokenizer(dataNasc, "/"); int idia = Integer.parseInt(st.nextToken()); int imes = Integer.parseInt(st.nextToken()); int iano = Integer.parseInt(st.nextToken()); ddatanasc.set(iano, imes, idia); public int getdianasc() return ddatanasc.get(calendar.date); public int getmesnasc() return ddatanasc.get(calendar.month); public int getanonasc() return ddatanasc.get(calendar.year); public Calendar getdatanasc() return ddatanasc; public void setsexo(char sexo) csexo = sexo; public char getsexo() return csexo; public void set (string ) s = ;

14 public String get () return s ; public void setescolaridade(string escolaridade) sescolaridade = escolaridade; public String getescolaridade() return sescolaridade; public void settraboutracidade(boolean traboutracidade) btraboutracidade = traboutracidade; public boolean gettraboutracidade() return btraboutracidade; public void adicionacargo(string cargo) acargos.add(cargo); public ArrayList<String> getcargo() return acargos; public void adicionasalariopretendido(float salario) asalariospretendidos.add(salario); public ArrayList<Float> getsalariospretendidos() return asalariospretendidos; public int calculaidade() int idade = 0; // IMPLEMENTE AQUI return idade; public int getindiceescolaridade() if((sescolaridade.tolowercase()).equals("ensino médio")) return 0; else if((sescolaridade.tolowercase()).equals("técnico")) return 1; else if((sescolaridade.tolowercase()).equals(("graduação"))) return 2;

15 else if((sescolaridade.tolowercase()).equals("especialização")) return 3; else if((sescolaridade.tolowercase()).equals("mestrado")) return 4; else if((sescolaridade.tolowercase()).equals("doutorado")) return 5; return -1; Classe Empresa package estudodecaso2; import java.util.arraylist; public class Empresa private String snome; private String sendereco; private String scidade; private String sestado; private String stelefone; private String s ; private String snomecontato; private ArrayList<CargoOferecido> acargos; public Empresa() snome = null; sendereco = null; scidade = null; sestado = null; stelefone = null; s = null; snomecontato = null; acargos = new ArrayList<CargoOferecido>(); public void setnome(string nome) snome = nome; public String getnome() return snome; public void setendereco(string endereco) sendereco = endereco; public String getendereco() return sendereco; public void setcidade(string cidade) scidade = cidade;

16 public String getcidade() return scidade; public void setestado(string estado) sestado = estado; public String getestado() return sestado; public void settelefone(string telefone) stelefone = telefone; public String gettelefone() return stelefone; public void set (string ) s = ; public String get () return s ; public void setnomecontato(string nomecontato) snomecontato = nomecontato; public String getnomecontato() return snomecontato; public ArrayList<CargoOferecido> getcargos() return acargos; public void adicionacargo(cargooferecido cargo) acargos.add(cargo); Classe CargoOferecido package estudodecaso2; import java.util.arraylist; public class CargoOferecido private String snome; private int iqtdvagas;

17 private String sescolaridade; private float fsalariomin; private float fsalariomax; private int iidade; private ArrayList<Candidato> acandidatossel; public CargoOferecido() snome = null; iqtdvagas = 1; sescolaridade = null; fsalariomin = 0.0f; fsalariomax = 0.0f; iidade = 0; acandidatossel = new ArrayList<Candidato>(); public void setnome(string nome) snome = nome; public String getnome() return snome; public void setqtdvagas(int qtdvagas) iqtdvagas = qtdvagas; public int getqtdvagas() return iqtdvagas; public void setescolaridade(string escolaridade) sescolaridade = escolaridade; public String getescolaridade() return sescolaridade; public void setsalariomin(float salariomin) fsalariomin = salariomin; public float getsalariomin() return fsalariomin; public void setsalariomax(float salariomax) fsalariomax = salariomax; public float getsalariomax() return fsalariomax; public void setidade(int idade)

18 iidade = idade; public int getidade() return iidade; public int getindiceescolaridade() if((sescolaridade.tolowercase()).equals("ensino médio")) return 0; else if((sescolaridade.tolowercase()).equals("técnico")) return 1; else if((sescolaridade.tolowercase()).equals(("graduação"))) return 2; else if((sescolaridade.tolowercase()).equals("especialização")) return 3; else if((sescolaridade.tolowercase()).equals("mestrado")) return 4; else if((sescolaridade.tolowercase()).equals("doutorado")) return 5; else if((sescolaridade.tolowercase()).equals("indiferente")) return 6; return -1; public ArrayList<Candidato> getcandidatossel() return acandidatossel; public void adicionacandidatosel(candidato candidatosel) acandidatossel.add(candidatosel); Classe Filtro package estudodecaso2; import java.util.arraylist; public class Filtro public void realizafiltragem(arraylist<empresa> empresas, ArrayList<Candidato> candidatos) // IMPLEMENTE AQUI

19 ANEXO II Descrição dos Métodos Disponível no AVA em: to/ava_ html.rar ou 994ef251c7f39f e01cd76

20 ANEXO III Arquivo de entrada: candidatos.txt #Maria Fernadez 15/05/1973 F Rua Borges de Medeiros, 5 Porto Alegre RS (51) Mestrado web design N #João Silva 10/12/1969 M Rua 10 Norte Alameda 1 Lote 1 Palmas TO (63) Técnico administrador de redes;web design ; S #Pedro Santos 10/08/1978 M Rua das Araras, 981 Salvador BA (71) Graduação administrador de redes S #Rodrigo Castro 28/04/1980 M Rua Marechal Floriano, 100 São Paulo SP (11) Graduação programador S

21 ANEXO IV Arquivo de entrada: empresas.txt #CaboNet;São Paulo;SP;Gabriel administrador de redes;1;técnico; ; ;20 web design;1;graduação; ; ;28 #PointDesign;Porto Alegre;RS;Renato web design;2;técnico; ; ;20 programador;4;graduação; ; ;25 #PaginaOnline;Florianópolis;SC;João web design;1;mestrado; ; ;25

22 ANEXO V Arquivos de saída: selecao.txt ******************************************** Empresa: CaboNet São Paulo/SP Contato: Gabriel Soares Telefone: (11) Cargo: ADMINISTRADOR DE REDES Vagas: 1 Candidatos/vaga: 2.0 Nome: João Silva Telefone: (63) Nome: Pedro Santos Telefone: (71) Cargo: WEB DESIGN Vagas: 1 Candidatos/vaga: 0.0 Nenhum candidato selecionado para esta vaga. ******************************************** Empresa: PointDesign Porto Alegre/RS Contato: Renato Teixeira Telefone: (51) Cargo: WEB DESIGN Vagas: 2 Candidatos/vaga: 1.0 Nome: Maria Fernadez Telefone: (51) Nome: João Silva Telefone: (63)

23 Cargo: PROGRAMADOR Vagas: 4 Candidatos/vaga: 0.25 Nome: Rodrigo Castro Telefone: (11) ******************************************** Empresa: PaginaOnline Florianópolis/SC Contato: João Rodrigues Telefone: (48) Cargo: WEB DESIGN Vagas: 1 Candidatos/vaga: 0.0 Nenhum candidato selecionado para esta vaga.

Objetivo do programa: Implementação de um analisador de Logs do Servidor Web com base nos requisitos da unidade curricular de Estatística.

Objetivo do programa: Implementação de um analisador de Logs do Servidor Web com base nos requisitos da unidade curricular de Estatística. Objetivo do programa: Implementação de um analisador de Logs do Servidor Web com base nos requisitos da unidade curricular de Estatística. package ProjetoIntegrador; import java.io.bufferedreader; import

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia emtelemática Programação Orientada a Objetos Streams em Java. Copyright 2010 Prof. César Rocha

Curso Superior de Tecnologia emtelemática Programação Orientada a Objetos Streams em Java. Copyright 2010 Prof. César Rocha Curso Superior de Tecnologia emtelemática Programação Orientada a Objetos Streams em Java Copyright 2010 Prof. César Rocha 1 Objetivos Explorar os conceitos fundamentais acerca do uso de streams de arquivos

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 03 / 2015

CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 03 / 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO! INSTITUTO!FEDERAL!DO!ESPÍRITO!SANTO! REITORIA! Avenida!Rio!Branco,!50!!Santa!Lúcia!!29056C255!!Vitória!!ES! 27!3357C7500!! CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 03 / 2015 Professor do Magistério

Leia mais

INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO UNICAMP 1o. SEMESTRE DE 2009. Profa. Cecília M. F. Rubira

INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO UNICAMP 1o. SEMESTRE DE 2009. Profa. Cecília M. F. Rubira INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO UNICAMP 1o. SEMESTRE DE 2009 Profa. Cecília M. F. Rubira Sala 13, cmrubira@ic.unicamp.br Versão: 1.1 Data: 22 de abril de 2009. Estudo de Caso: Sistema de Folha de Pagamento Este

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação LP: Laboratório de Programação Apontamento 15 Prof. ISVega Maio de 2004 Arquivos de Texto CONTEÚDO 15.1Processamento

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

Orientação a Objetos

Orientação a Objetos 1. Domínio e Aplicação Orientação a Objetos Um domínio é composto pelas entidades, informações e processos relacionados a um determinado contexto. Uma aplicação pode ser desenvolvida para automatizar ou

Leia mais

Projeto de Software Orientado a Objeto

Projeto de Software Orientado a Objeto Projeto de Software Orientado a Objeto Ciclo de Vida de Produto de Software (PLC) Analisando um problema e modelando uma solução Prof. Gilberto B. Oliveira Estágios do Ciclo de Vida de Produto de Software

Leia mais

Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos Programação Orientada a Objetos Engenharia da Computação Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Dados Pessoais Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto MSc. em ciência da computação (UFPE) rosalvo.oliveira@univasf.edu.br

Leia mais

Exercícios de Revisão Java Básico

Exercícios de Revisão Java Básico Exercícios de Revisão Java Básico (i) Programação básica (estruturada) 1) Faça um programa para calcular o valor das seguintes expressões: S 1 = 1 1 3 2 5 3 7 99... 4 50 S 2 = 21 50 22 49 23 48...250 1

Leia mais

Coleções. Conceitos e Utilização Básica. c Professores de ALPRO I 05/2012. Faculdade de Informática PUCRS

Coleções. Conceitos e Utilização Básica. c Professores de ALPRO I 05/2012. Faculdade de Informática PUCRS Coleções Conceitos e Utilização Básica c Professores de ALPRO I Faculdade de Informática PUCRS 05/2012 ALPRO I (FACIN) Coleções: Básico 05/2012 1 / 41 Nota Este material não pode ser reproduzido ou utilizado

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em Java

Programação Orientada a Objetos em Java Programação Orientada a Objetos em Java Rone Ilídio da Silva Universidade Federal de São João del-rei Campus Alto Paraopeba 1:14 1 Objetivo Apresentar os principais conceitos de Programção Orientada a

Leia mais

Programação Visual TIC - 3PA. Lista de Exercícios 02

Programação Visual TIC - 3PA. Lista de Exercícios 02 Programação Visual TIC - 3PA Lista de Exercícios 02 Professor: Edwar Saliba Júnior 1) Elabore um programa para simular uma conta de poupança. Crie uma classe contacorrente com os seguintes atributos: saldo,

Leia mais

Evento.java. package dominio;

Evento.java. package dominio; Evento.java package dominio; import java.util.date; import java.util.set; import javax.persistence.entity; import javax.persistence.fetchtype; import javax.persistence.generatedvalue; import javax.persistence.generationtype;

Leia mais

Modificador static e Pacotes. Alberto Costa Neto DComp - UFS

Modificador static e Pacotes. Alberto Costa Neto DComp - UFS Modificador static e Pacotes Alberto Costa Neto DComp - UFS 1 Roteiro Modificador static Pacotes 2 Modificador static Instanciando a classe Funcionário matricula nome cpf salario salario-min getmatricula()

Leia mais

UNIVERSIDADE DO TOCANTINS TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PRÁTICA EM PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS

UNIVERSIDADE DO TOCANTINS TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PRÁTICA EM PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS ESTUDO DE CASO II Um sistema de venda de passagens de uma empresa de transportes visa um maior controle na venda de passagens, obedecendo ao limite de assentos dos veículos e evitando falhas. Empresas

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

Implementação de Classe e Auto-Relacionamento em Java

Implementação de Classe e Auto-Relacionamento em Java UTFPR DAELN - Disciplina de Fundamentos de Programação II ( IF62C ). 1 Implementação de Classe e Auto-Relacionamento em Java 1)Introdução Um modelo de Diagrama de Classes representa a estrutura definida

Leia mais

JSP - ORIENTADO A OBJETOS

JSP - ORIENTADO A OBJETOS JSP Orientação a Objetos... 2 CLASSE:... 2 MÉTODOS:... 2 Método de Retorno... 2 Método de Execução... 2 Tipos de Dados... 3 Boolean... 3 Float... 3 Integer... 4 String... 4 Array... 4 Primeira:... 4 Segunda:...

Leia mais

Descrição. Implementação. Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos

Descrição. Implementação. Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos Descrição Implemente nesta atividade de laboratório um programa em Java utilizando threads

Leia mais

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this.

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Aula 2 Objetivos Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Encapsulamento, data hiding é um conceito bastante importante em orientação a objetos. É utilizado para restringir o acesso

Leia mais

Especialização em desenvolvimento para web com interfaces ricas. Tratamento de exceções em Java Prof. Fabrízzio A. A. M. N. Soares

Especialização em desenvolvimento para web com interfaces ricas. Tratamento de exceções em Java Prof. Fabrízzio A. A. M. N. Soares Especialização em desenvolvimento para web com interfaces ricas Tratamento de exceções em Java Prof. Fabrízzio A. A. M. N. Soares Objetivos Conceito de exceções Tratar exceções pelo uso de try, catch e

Leia mais

Prova de Java. 1) Copie o programa abaixo no eclipse e complete-o, utilizando os conceitos aprendidos durante o curso. (4 pontos)

Prova de Java. 1) Copie o programa abaixo no eclipse e complete-o, utilizando os conceitos aprendidos durante o curso. (4 pontos) Prova de Java 1) Copie o programa abaixo no eclipse e complete-o, utilizando os conceitos aprendidos durante o curso. (4 pontos) O programa consiste em uma aplicação que simula o comportamento de dois

Leia mais

Projeto de sistemas em Java. Algoritmos e Programação I. Classe SimulacaoFuncionario. Classe SimulacaoFuncionario. Classe SimulacaoFuncionario

Projeto de sistemas em Java. Algoritmos e Programação I. Classe SimulacaoFuncionario. Classe SimulacaoFuncionario. Classe SimulacaoFuncionario Projeto de sistemas em Java Algoritmos e Programação I Aula 25 Profa. Márcia Cristina Moraes mmoraes@inf.pucrs.br Profa. Sílvia M. W. Moraes silvia@inf.pucrs.br Agora que já estamos manipulando com mais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 06 APRESENTAÇÃO Uso e criação de classes; uso de herança; uso de final,

Leia mais

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS A Linguagem Java Alberto Costa Neto DComp - UFS 1 Roteiro Comentários Variáveis Tipos Primitivos de Dados Casting Comandos de Entrada e Saída Operadores Constantes 2 Comentários /** Classe para impressão

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo Programação Orientada a Objetos em java Polimorfismo Polimorfismo Uma característica muito importante em sistemas orientados a objetos Termo proveniente do grego, e significa muitas formas Em POO, significa

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web

Introdução à Tecnologia Web Introdução à Tecnologia Web JavaScript Sintaxe da Linguagem: Delimitadores e etc Profª MSc. Elizabete Munzlinger JavaScript Sintaxe da Linguagem Índice 1 SINTAXE DA LINGUAGEM... 2 1.1 Delimitadores de

Leia mais

public Agenda() { compromissos = null; } public int getnumerodecompromissos() { if (compromissos==null) return 0; else return compromissos.

public Agenda() { compromissos = null; } public int getnumerodecompromissos() { if (compromissos==null) return 0; else return compromissos. import java.util.scanner; class Data... class Compromisso... public class Agenda private Compromisso[] compromissos; private Compromisso[] realoquecompromissos (Compromisso[] vetor, int tamanhodesejado)

Leia mais

A Introdução à Programação Orientada a Objetos. Programação e Sistemas de Informação

A Introdução à Programação Orientada a Objetos. Programação e Sistemas de Informação A Introdução à Programação Orientada a Objetos Programação e Sistemas de Informação Objectos (1) Objectos são coisas que temos no mundo real e abstraímos no mundo virtual para que possamos manipulá-los

Leia mais

Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays

Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays Programação com OO Acesso em Java a BD Curso: Técnico em Informática Campus: Ipanguaçu José Maria Monteiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio Departamento Clayton Maciel de Informática

Leia mais

JavaScript 2.0X 1.0 3.0X 1.1 4.0 4.05 1.2 4.06 4.61 1.3 5.0 1.4 6.0 1.5

JavaScript 2.0X 1.0 3.0X 1.1 4.0 4.05 1.2 4.06 4.61 1.3 5.0 1.4 6.0 1.5 JavaScript Diego R. Frank, Leonardo Seibt FIT Faculdades de Informática de Taquara Fundação Educacional Encosta Inferior do Nordeste Av. Oscar Martins Rangel, 4500 Taquara RS Brasil difrank@terra.com.br,

Leia mais

Linguagem de Programação I. Orientação a Objetos em Java

Linguagem de Programação I. Orientação a Objetos em Java Linguagem de Programação I Orientação a Objetos em Java Roteiro Introdução Classes e Objetos Declaração de Classes e Instanciação de um Objeto de uma Classe Declarando métodos com parâmetros Atributos,

Leia mais

Padrão Arquitetura em Camadas

Padrão Arquitetura em Camadas Padrão Arquitetura em Camadas Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marciobueno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Definição Estimula a organização

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 3: Métodos LEEC@IST Java 1/45 Métodos (1) Sintaxe Qualif Tipo Ident ( [ TipoP IdentP [, TipoP IdentP]* ] ) { [ Variável_local Instrução ]* Qualif: qualificador (visibilidade,

Leia mais

Implementando uma Classe e Criando Objetos a partir dela

Implementando uma Classe e Criando Objetos a partir dela Análise e Desenvolvimento de Sistemas ADS Programação Orientada a Obejeto POO 3º Semestre AULA 04 - INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO (POO) Parte: 2 Prof. Cristóvão Cunha Implementando uma Classe

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Iniciar o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

2 Orientação a objetos na prática

2 Orientação a objetos na prática 2 Orientação a objetos na prática Aula 04 Sumário Capítulo 1 Introdução e conceitos básicos 1.4 Orientação a Objetos 1.4.1 Classe 1.4.2 Objetos 1.4.3 Métodos e atributos 1.4.4 Encapsulamento 1.4.5 Métodos

Leia mais

Objetivos: Sun recomenda que utilize o nome de domínio da Internet da empresa, para garantir um nome de pacote único

Objetivos: Sun recomenda que utilize o nome de domínio da Internet da empresa, para garantir um nome de pacote único Pacotes e Encapsulamento Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Introdução Permite o agrupamento de classes em uma coleção chamada pacote Um pacote é uma coleção de classes

Leia mais

Programação Orientada a Objetos. Encapsulamento

Programação Orientada a Objetos. Encapsulamento Programação Orientada a Objetos Encapsulamento de Dados Ocultação de dados Garante a transparência de utilização dos componentes do software, facilitando: Entendimento Reuso Manutenção Minimiza as interdependências

Leia mais

Caso 1 NetScanner Main

Caso 1 NetScanner Main Caso 1 NetScanner import java.util.scanner; import java.net.unknownhostexception; import java.util.logging.level; import java.util.logging.logger; import javax.swing.joptionpane; public class Main { System.out.println("Digite

Leia mais

ROTINAS PADRÕES DO SISTEMAS

ROTINAS PADRÕES DO SISTEMAS ROTINAS PADRÕES DO SISTEMAS Usando o Sistema pela primeira vez Ao executar o seu Sistema pela primeira vez a tela abaixo será apresentada para que você possa configurar os diretórios onde serão achados

Leia mais

Programação Orientada a Objectos - P. Prata, P. Fazendeiro. Cartão de fidelização de clientes das distribuidoras de combustível.

Programação Orientada a Objectos - P. Prata, P. Fazendeiro. Cartão de fidelização de clientes das distribuidoras de combustível. Caso de estudo O cartão fidelidade Cartão de fidelização de clientes das distribuidoras de combustível. Definição em JAVA da classe CartaoFidelidade, que deverá apresentar uma funcionalidade semelhante

Leia mais

Danilo Antônio Leite. Todo o desenvolvimento dos algoritmos e os testes foram realizados em um computador com as seguintes configurações:

Danilo Antônio Leite. Todo o desenvolvimento dos algoritmos e os testes foram realizados em um computador com as seguintes configurações: PÓS GRADUAÇÃO EM MODELAGEM MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL - CEFET-MG ALGORITMOS E ESTRUTURAS DE DADOS - PROF. DRA. CRISTINA D. MURTA TRABALHO PRÁTICO N o 2 IMPLEMENTAÇÃO, EXECUÇÃO, TESTE E MEDIÇÃO EM TABELAS

Leia mais

Arquivos de Textos no C - Básico

Arquivos de Textos no C - Básico OpenStax-CNX module: m47676 1 Arquivos de Textos no C - Básico Joao Carlos Ferreira dos Santos This work is produced by OpenStax-CNX and licensed under the Creative Commons Attribution License 3.0 TRABALHANDO

Leia mais

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com HelloWorld.java: public class HelloWorld { public static void main (String[] args) { System.out.println( Hello, World ); } } Identificadores são usados

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Inicie o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

Desvendando o Hibernate

Desvendando o Hibernate Passos Iniciais Desvendando o Hibernate 1. Repetir os passos do tutorial "CRUD com Hibernate" 2. Adicionar o driver JDBC do banco Esquematizando Fontes dos Arquivos WEB-INF\classes\hibernate.cfg.xml

Leia mais

Analisar os sistemas operacionais apresentados na figura e responder as questões abaixo: Identificar

Analisar os sistemas operacionais apresentados na figura e responder as questões abaixo: Identificar Projeto Integrador Sistemas Operacionais Prof.ª Lucilia Ribeiro GTI 3 Noturno Grupo: Anderson Alves da Mota. André Luiz Silva. Misael bezerra dos santos. Sandro de almeida silva. Analisar os sistemas operacionais

Leia mais

Pag: 1/20. SGI Manual. Controle de Padrões

Pag: 1/20. SGI Manual. Controle de Padrões Pag: 1/20 SGI Manual Controle de Padrões Pag: 2/20 Sumário 1 Introdução...3 2 Cadastros Básicos...5 2.1 Grandezas...5 2.2 Instrumentos (Classificação de Padrões)...6 3 Padrões...9 3.1 Padrão Interno...9

Leia mais

Para desenvolver a atividade a atividade desta aula utilizaremos o ambiente de desenvolvimento integrado NetBeans.

Para desenvolver a atividade a atividade desta aula utilizaremos o ambiente de desenvolvimento integrado NetBeans. 1 - Criando uma classe em Java Para desenvolver a atividade a atividade desta aula utilizaremos o ambiente de desenvolvimento integrado NetBeans. Antes de criarmos a(s) classe(s) é necessário criar o projeto

Leia mais

Como o FIT funciona. FIT: Framework for Integrated Tests FIT. http://fit.c2.com. Dados de testes. Programa. Fixtures. classes. Resultados de testes

Como o FIT funciona. FIT: Framework for Integrated Tests FIT. http://fit.c2.com. Dados de testes. Programa. Fixtures. classes. Resultados de testes Como o FIT funciona FIT: Framework for Integrated Tests http://fit.c2.com Dados de testes Fixtures Programa classes FIT Resultados de testes Universidade Portucalense Engenharia de Software ES04 2014-2015

Leia mais

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br Java Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br 3. Considere as instruções Java abaixo: int cont1 = 3; int cont2 = 2; int cont3 = 1; cont1 += cont3++; cont1 -= --cont2; cont3 = cont2++; Após a

Leia mais

Driver Mysql para Banco de Dados. Conexão com um Banco de Dados

Driver Mysql para Banco de Dados. Conexão com um Banco de Dados Driver Mysql para Banco de Dados MySQL.: Driver.: com.mysql.jdbc.driver URL.: jdbc:mysql://localhost/nomedobanco Usuário.: root senha.: ****** Conexão com um Banco de Dados Colocar o driver do banco de

Leia mais

Introdução ao SQL. Aécio Costa

Introdução ao SQL. Aécio Costa Aécio Costa A linguagem SQL é um padrão de linguagem de consulta comercial e possui as seguintes partes: Linguagem de definição de dados (DDL) Linguagem interativa de manipulação de dados (DML) Definição

Leia mais

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática Folha 1-1 Introdução à Linguagem de Programação JAVA 1 Usando o editor do ambiente de desenvolvimento JBUILDER pretende-se construir e executar o programa abaixo. class Primeiro { public static void main(string[]

Leia mais

SISTEMA EXPERIMENTALL 15/11/2009. Olá! A partir de agora vamos conhecer a IDE NetBeans 6.7.1 efetuando um micro projeto swing.

SISTEMA EXPERIMENTALL 15/11/2009. Olá! A partir de agora vamos conhecer a IDE NetBeans 6.7.1 efetuando um micro projeto swing. 15/11/2009 Olá! A partir de agora vamos conhecer a IDE NetBeans 6.7.1 efetuando um micro projeto swing. Crie um novo projeto clicando em arquivo e em novo projeto. Escolha a opção java, aplicativo java

Leia mais

Lendo Dados do Teclado

Lendo Dados do Teclado Entrada 14 e Saída: Lendo Dados do Teclado 14.7 Formatando a saída Os valores de saída normalmente são produzidos sem formatação. Em particular, os valores numéricos exibem o número de casas decimais resultantes

Leia mais

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO Tópicos Estrutura Básica B de Programas C e C++ Tipos de Dados Variáveis Strings Entrada e Saída de Dados no C e C++ INTRODUÇÃO O C++ aceita

Leia mais

Simulado de Linguagem de Programação Java

Simulado de Linguagem de Programação Java Simulado de Linguagem de Programação Java 1. Descreva o processo de criação de programas em Java, desde a criação do código-fonte até a obtenção do resultado esperado, por meio de sua execução. Cite as

Leia mais

ruirossi@ruirossi.pro.br

ruirossi@ruirossi.pro.br Tratamento de Exceções Rui Rossi dos Santos ruirossi@ruirossi.pro.br Mediador: Rui Rossi dos Santos Slide 1 o Exceção: condição anormal Introdução o Causas: Falhas na implementação Falhas na operação o

Leia mais

Pesquisa de Remuneração. Pesquisa de Remuneração Edição 2012

Pesquisa de Remuneração. Pesquisa de Remuneração Edição 2012 Pesquisa de Remuneração Edição 2012 Consultoria - Gestão de Capital Humano Pesquisa de Remuneração A Deloitte conta com importantes métodos e parâmetros para ajudá-lo a definir mais adequadamente as estratégias

Leia mais

Manual Cadastro Completo

Manual Cadastro Completo Manual Cadastro Completo Índice 1. Objetivo... 3 2. O Projeto e-suprir... 3 3. Fluxo do Processo de Cadastro... 3 4. Cadastro Simples... 4 5. Recebendo Usuário e Senha... 7 6. Cadastro Completo... 7 7.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 03 APRESENTAÇÃO: Hoje vamos conhecer o comando switch, o bloco try catch;

Leia mais

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 APROG Algoritmia e Programação Linguagem JAVA Básico Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 Linguagem Java Estrutura de um Programa Geral Básica Estruturas de Dados Variáveis Constantes Tipos de Dados

Leia mais

Organização de programas em Java. Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br

Organização de programas em Java. Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br Organização de programas em Java Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br Vamos programar em Java! Mas... } Como um programa é organizado? } Quais são os tipos de dados disponíveis? } Como variáveis podem

Leia mais

Tutorial RMI (Remote Method Invocation) por Alabê Duarte

Tutorial RMI (Remote Method Invocation) por Alabê Duarte Tutorial RMI (Remote Method Invocation) por Alabê Duarte Este tutorial explica basicamente como se implementa a API chamada RMI (Remote Method Invocation). O RMI nada mais é que a Invocação de Métodos

Leia mais

2ª LISTA DE EXERCÍCIOS CLASSES E JAVA Disciplina: PC-II. public double getgeracaoatual() {return geracaoatual;}

2ª LISTA DE EXERCÍCIOS CLASSES E JAVA Disciplina: PC-II. public double getgeracaoatual() {return geracaoatual;} 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS CLASSES E JAVA Disciplina: PC-II Exercício : Construtores são métodos especiais sem tipo de retorno (nem mesmo void) e de mesmo nome que a classe que são invocados quando da criação

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Curso: Engenharia de Software Arquitetura de Software Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 9 Mapeamento em JPA Introdução O mapeamento objeto-relacional

Leia mais

TÉCNICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TÉCNICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL E RECURSOS HUMANOS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DOS CARGOS DO QUADRO DE PESSOAL TÉCNICO-ADMINISTRATIVO

Leia mais

Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 - Processamento da Informação Teoria Arquivos Prof. Edson Pinheiro Pimentel edson.pimentel@ufabc.edu.

Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 - Processamento da Informação Teoria Arquivos Prof. Edson Pinheiro Pimentel edson.pimentel@ufabc.edu. Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 - Processamento da Informação Teoria Arquivos Prof. Edson Pinheiro Pimentel edson.pimentel@ufabc.edu.br Conceitos Arquivos permitem armazenar dados de maneira

Leia mais

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação III Aula 02 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação Técnica de comunicação padronizada para enviar instruções a um computador. Assim

Leia mais

DEFINIÇÃO DE MÉTODOS

DEFINIÇÃO DE MÉTODOS Cursos: Análise, Ciência da Computação e Sistemas de Informação Programação I - Prof. Aníbal Notas de aula 2 DEFINIÇÃO DE MÉTODOS Todo o processamento que um programa Java faz está definido dentro dos

Leia mais

Algoritmos e Programação II. Sobrecarga

Algoritmos e Programação II. Sobrecarga Algoritmos e Programação II Baseado no Material do Prof. Júlio Machado Sobrecarga Em várias linguagens é comum encontrarmos rotinas que fazem basicamente a mesma coisa, porém, têm nomes distintos porque

Leia mais

Manual de Envio de Torpedos SMS Comtele. Introdução... 02. 1.Cadastrar um Grupo... 02. 2.Inserir ou Importar Contatos... 06. 2.1 Ordem de envio...

Manual de Envio de Torpedos SMS Comtele. Introdução... 02. 1.Cadastrar um Grupo... 02. 2.Inserir ou Importar Contatos... 06. 2.1 Ordem de envio... Manual de Envio de Torpedos SMS Comtele Índice Introdução... 02 1.Cadastrar um Grupo... 02 2.Inserir ou Importar Contatos... 06 2.1 Ordem de envio... 08 3.Criar e Enviar uma Mensagens... 12 4. Salvando

Leia mais

Um pouco do Java. Prof. Eduardo

Um pouco do Java. Prof. Eduardo Um pouco do Java Prof. Eduardo Introdução A tecnologia JAVA é composta pela linguagem de programação JAVA e pela plataforma de desenvolvimento JAVA. Os programas são escritos em arquivos-texto com a extensão.java.

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

Sintaxe Básica de Java Parte 1

Sintaxe Básica de Java Parte 1 Sintaxe Básica de Java Parte 1 Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marcioubeno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Estrutura de Programa Um programa

Leia mais

Templates e Pilhas. 1. Introdução

Templates e Pilhas. 1. Introdução Templates e Pilhas 1. Introdução Templates ou Generics é considerado uma forma de polimorfismo [1]. É uma forma de programar onde o tipo do dado não é considerado. Programa-se para um tipo de dado indefinido.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 05 APRESENTAÇÃO: Nesta aula vamos ver como se faz a criação de Métodos

Leia mais

Manual de Integração Web Service

Manual de Integração Web Service Manual de Integração Web Service Prefeitura de São Simão/MG 1. INTRODUÇÃO Este manual tem como objetivo apresentar as especificações e critérios técnicos necessários para utilização do Web Service disponibilizado

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. Professor Celso Masotti http://ead.celsomasotti.com.br

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. Professor Celso Masotti http://ead.celsomasotti.com.br LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Professor Celso Masotti http://ead.celsomasotti.com.br Ano: 2015 1 HTML & PHP em Ambiente Web PARTE II Sumário I Decisão... 4 Operadores de Comparação... 6 II IF ELSEIF ELSE... 7

Leia mais

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes ITENS FUNDAMENTAIS Profª Angélica da Silva Nunes CONCEITOS BÁSICOS Hardware - é a parte física do computador, tais como: teclado, monitor de vídeo, etc. Software - são os programas e aplicativos que permitem

Leia mais

ESTRUTURA BÁSICA DE UM PROGRAMA JAVA

ESTRUTURA BÁSICA DE UM PROGRAMA JAVA ESTRUTURA BÁSICA DE UM PROGRAMA JAVA Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. // Primeiro programa em Java public class PrimeiroPrograma { public static void main(string [] args) { System.out.println("Programação

Leia mais

Linguagem de Programação II Implementação

Linguagem de Programação II Implementação Linguagem de Programação II Implementação Prof. Alessandro Borges 2 Tópicos Implementação em Java Variáveis Palavras reservadas Pacotes Identificador this Acessando membros de outros objetos API Java Nossa

Leia mais

Análise de Programação

Análise de Programação Análise de Programação Conceitos Avançados da Linguagem de Programação Java Prof Gilberto B Oliveira Encapsulamento Proteger o dado dentro de uma classe (capsula segura) Facilita o uso da classe por outros

Leia mais

Funcionamento da Aplicação. Simulações do funcionamento. Simulação SAC

Funcionamento da Aplicação. Simulações do funcionamento. Simulação SAC Funcionamento da Aplicação Simulações do funcionamento Simulação SAC Simulação PRICE Simulação Cartão de Crédito Simulação Deposito Simulação parcela mínima Simulação Parcelamento máximo Classe: ConnectionFactory;

Leia mais

Prática de Programação J2ME (15) Especialização em Desenvolvimento Web com Interfaces Ricas www.especializacao.info

Prática de Programação J2ME (15) Especialização em Desenvolvimento Web com Interfaces Ricas www.especializacao.info Prática de Programação J2ME (15) Especialização em Desenvolvimento Web com Interfaces Ricas www.especializacao.info Crie a aplicação correspondente aos itens seguintes. Execute o programa e observe os

Leia mais

Programando em C# Orientado a Objetos. By: Maromo

Programando em C# Orientado a Objetos. By: Maromo Programando em C# Orientado a Objetos By: Maromo Agenda Módulo 1 Plataforma.Net. Linguagem de Programação C#. Tipos primitivos, comandos de controle. Exercícios de Fixação. Introdução O modelo de programação

Leia mais

Orquestra BPM. Template Recrutamento e Seleção. Manual de Instalação

Orquestra BPM. Template Recrutamento e Seleção. Manual de Instalação Orquestra BPM Template Recrutamento e Seleção Manual de Instalação P á g i n a 2 Introdução Template pode ser definido como um modelo, molde ou padrão, por exemplo, de documentos, sites e blogs. Com relação

Leia mais

ÇÃO COM OBJECTOS PROGRAMAÇÃ. Programação com Objectos. Programação com Objectos TUDO É UM OBJECTO TUDO É UM OBJECTO ÍNDICE.

ÇÃO COM OBJECTOS PROGRAMAÇÃ. Programação com Objectos. Programação com Objectos TUDO É UM OBJECTO TUDO É UM OBJECTO ÍNDICE. PROGRAMAÇÃ ÇÃO COM OBJECTOS TUDO É UM OBJECTO Programação com Objectos ÍNDICE Introdução aos objectos Polimorfismo TUDO É UM OBJECTO Interface e classes internas Instruções de controlo Guardar os objectos

Leia mais

Arquitetura de Aplicações JSP/Web. Padrão Arquitetural MVC

Arquitetura de Aplicações JSP/Web. Padrão Arquitetural MVC Arquitetura de Aplicações JSP/Web Padrão Arquitetural MVC Arquitetura de Aplicações JSP/Web Ao projetar uma aplicação Web, é importante considerála como sendo formada por três componentes lógicos: camada

Leia mais

Especialização em web com interfaces ricas

Especialização em web com interfaces ricas Especialização em web com interfaces ricas Acessando Bancos de Dados com Java Prof. Fabrízzio Alphonsus A. M. N. Soares fabrizzio@inf.ufg.br professor.fabrizzio@gmail.com Instituto de Informática Universidade

Leia mais

Manual de Integração Web Service. Prefeitura Municipal de Valparaíso de Goiás/GO

Manual de Integração Web Service. Prefeitura Municipal de Valparaíso de Goiás/GO Manual de Integração Web Service Prefeitura Municipal de Valparaíso de Goiás/GO 1. INTRODUÇÃO Este manual tem como objetivo apresentar as especificações e critérios técnicos necessários para utilização

Leia mais

Assim que o usuário entrar nesta ferramenta do sistema a seguinte tela será exibida:

Assim que o usuário entrar nesta ferramenta do sistema a seguinte tela será exibida: O que é o TDMax Web Commerce? O TDMax Web Commerce é uma ferramenta complementar no sistemas de Bilhetagem Eletrônica, tem como principal objetivo proporcionar maior conforto as empresas compradoras de

Leia mais

3 Classes e instanciação de objectos (em Java)

3 Classes e instanciação de objectos (em Java) 3 Classes e instanciação de objectos (em Java) Suponhamos que queremos criar uma classe que especifique a estrutura e o comportamento de objectos do tipo Contador. As instâncias da classe Contador devem

Leia mais