Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery"

Transcrição

1 Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery

2 Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em Java

3 Regras das Variáveis Regras para a escolha de nomes de variáveis e constantes em Java Existem três aspectos importantes, em relação a nomenclatura, que devemos considerar quando estamos programando Java: Identificadores válidos Convenção de nomenclatura da SUN Convenção JavaBeans

4 Identificadores Válidos Definem as regras para que o compilador identifique o nome como válido. 1. Nomes de variáveis são sensitivos a minúsculas e maiúsculas. Isso quer dizer que "cliente" é diferente de "Cliente".

5 Identificadores Válidos 2. O nome de uma variável pode ser qualquer identificador legal: Uma sequência sem limites de tamanho de letras Unicode e dígitos, começando com uma letra, "$" ou o caractere de sublinhado "_" (underscore). A convenção, contudo, é sempre começar um nome de variável com uma letra e não "$" ou "_". Além disso, por convenção, os caracteres $ e _ nunca são usados.

6 Identificadores Válidos 3. Espaços não são permitidos em nomes de variáveis. 4. Após o primeiro caracter, podem ter qualquer combinação de letras, caracteres e números. 5. Não possuem limite de tamanho. 6. Não podem ser palavras reservadas.

7 Identificadores Válidos Identifique se é válido ou não as variáveis abaixo. 1. $cliente 2. 8cliente 3. -idade 4. %valor 5. $$_turma 6. _quantidade 7. cliente5 8. System 9. #salario 10. Quantidade_de_estoque_do produto 11. Quantidade_de_estoque_do_produto 12. Quantidade de clientes 13..nome 14. $float 15. for_ 16. extends

8 Convenção de Nomenclatura da SUN São recomendações da SUN para nomenclatura de classes, métodos e variáveis. Seu programa irá funcionar mesmo que você não siga estas convenções. 1. Classes: A primeira letra deve ser maiúscula e,caso o nome seja formado por mais de uma palavra, as demais palavras devem ter sua primeira letra maiúscula também (PrimeiroCaso);

9 Convenção de nomenclatura da SUN 2. Métodos: A primeira letra deve ser minúscula e após devemos aplicar o primeirocaso; 3. Variáveis: Da mesma forma que os métodos: Quando escolher nomes para suas variáveis, use nomes completos em vez de abreviações confusas. Isso tornará seu código mais legível. Nomes tais como "cliente", "nota", "quantidade", etc, são bem mais fáceis de entender e lembrar que "cl", "n", "qt", etc. Se o nome de variável que você escolher consistir de apenas uma palavra, escreva-a toda em letras minúsculas. Ex.: cliente.

10 Convenção de nomenclatura da SUN 4. Constantes: Todas as letras do nome devem ser maiúsculas e caso seja formada por mais de uma palavra separada por underscore. Se o nome for de uma constante, ele deve ser escrito todo em letras maiúsculas. Ex.: MODELO = 102. Se o nome da constante possuir mais de uma palavra, separe-as com o caractere "_". Ex.:NIVEL_BOLETO = 2.

11 Convenção de nomenclatura da SUN 5. Tenha também em mente que palavras-chaves e palavras reservadas da linguagem não podem ser usadas como nomes de variáveis.

12 Exercício Escreva como devem ser as palavras de acordo com a sua finalidade. 1. Variavel = Cliente do Banco 2. Classe = Formas Geometricas 3. Método = Cadastrar o Cliente 4. Constante = Número Pi

13 Palavras Chaves em Java Palavras-chave, também conhecidas como palavras reservadas da linguagem, são palavras que não podem ser usadas como identificadores, ou seja, não podem ser usadas para representar variáveis, classes ou nomes de métodos.

14 Palavras Chaves em Java Abaixo listo todas as palavras-chave para a versão atual do Java, junto com o propósito de cada uma: abstract - um método marcado como abstract informa que o mesmo não possui uma implementação ainda, mas que uma classe que o estiver herdando precisará implementá-lo. assert - utilizado para fazer debug de lógica em tempo de execução. boolean - para variáveis de valor lógico: true e false. break - normalmente utilizado para interromper execuções de estruturas de repetição. byte - para variáveis numéricas de precisão -128 até 127. case - indica uma opção entre várias em blocos catch. catch - é utilizado juntamente com try, seu bloco é executado somente em caso de o programa lançar uma exceção do tipo indicado no seu parâmetro.

15 Palavras Chaves em Java char - para variáveis de caracteres, onde a sua representação interna equivale a um tipo numérico. class - para definir o início de um arquivo Java, todas as classes possuem pelo menos essa palavra-chave. const - essa palavra não tem uso específico em Java mas mesmo assim é uma palavrachave. continue - para pular a iteração atual de uma estrutura de repetição. default - normalmente utilizado para o final de uma ou mais opções case s de um bloco catch. do - estrutura de repetição que garante que o bloco será executado pelo menos uma vez durante a execução do programa. double - para variáveis numéricas e de pontos flutuantes com precisão de 64 bits. else - complemento de estrutura de condição. enum - palavra-chave adicionada na versão 5 do Java, é um tipo especifico de dados, que assemelha-se com uma classe, que tem operações e dados internos. extends - utilizado para aplicar o conceito de herança para uma classe, onde uma classe receberá os métodos e variáveis de instância da classe chamada de pai.

16 Palavras Chaves em Java final - marca uma variável, classe ou método para que não seja possível modificar o seu valor ou comportamento no decorrer da execução do programa. finally - compõe o início de um bloco que sempre é executado para um bloco de tratamento de erros, mais utilizado para limpar recursos que foram abertos no bloco de tratamento. float - variáveis numéricas e de pontos flutuantes com precisão de 32 bits. for - estrutura de repetição que declara, testa e incrementa variável para uso local. goto - não tem uso específico na linguagem. if - estrutura de condição mais comum da linguagem. implements - informa que uma determinada classe irá implementar uma determinada interface. import - para relacionar classes externas à atual, permitindo o uso de nomes mais curtos para recursos da classe externa. instaceof - serve para fazer o teste "É-UM" com duas referências. int - para variáveis numéricas de precisão até interface - informa que o modelo não é uma classe, mas sim um protótipo de classe sem implementação para os métodos, obrigando as classes que a implementarão siga as regras de retorno, assinatura de métodos, etc...

17 Palavras Chaves em Java long - para variáveis numéricas de precisão de 64 bits. native - métodos marcados como native dizem que sua implementação é feita em uma outra linguagem (por exemplo C), para que se possa acessar recursos específicos do sistema operacional. new - utilizada para se criar novas instâncias de objetos. package - informa em que estrutura de diretórios a classe está localizada. private - marca a visibilidade de um método ou variável de instância para que apenas a própria classe acesse. protected - marca a visibilidade de um método ou variável de instância para que a própria classe ou suas filhas acessem. public - marca a visibilidade de uma classe, método ou variável de instância para que todas as classes em todos os pacotes tenham acesso. return - devolve para o método chamador um valor que é do mesmo tipo declarado na assinatura do método. short - para variáveis numéricas de precisão de até static - marca um método ou variável para que se tenha apenas uma cópia da memória desse membro.

18 Palavras Chaves em Java strictfp - serve para aumentar a precisão em operações com pontos flutuantes. super - chama membros da classe pai. switch - representa blocos de decisões de fluxos semelhantes ao if, mas com mais organização em determinadas situações. synchronized - um método com essa marcação será controlado para que não se possa ter duas threads acessando o mesmo objeto. this - representa a instância que está atualmente sendo executada. throw - é utilizado para lançar uma exceção. throws - é utilizado para se declarar que um método pode lançar uma exceção. transient - indica que uma determinada variável de instância não será serializada junto com o objeto da classe. try - para executar métodos que têm chances de lançar exceções, mas que serão tratados em blocos catch s que o seguirão. void - representa um retorno vazio, ou seja, nenhum retorno para esse método.

19 Palavras Chaves em Java volatile - indica que uma determinada variável de instância pode ser modificada em duas threads distintas ao mesmo tempo. while - bloco de repetição que será executado enquanto seu parâmetro estiver retornando verdadeiro (true).

20 Palavras Chaves em Java Para facilitar mais ainda seguem mais algumas dicas: Uma palavra-chave não possui nem nunca é escrita com letras maiúsculas. As palavras "true" e "false" NÃO são palavras-chave.

21 Tipos de Dados Observe a tabela a seguir, sobre os tipos de dados. Esses tipos são conhecidos como Tipos de Dados Primitivos.

22 Tipos de Dados Primitivos Tipo Descrição boolean Pode ser contido em 1 bit, porém o seu tamanho não é precisamente definido. Assume os valores true ou false. char byte short int Caractere em notação Unicode de 16 bits. Serve para armazenar dados alfanuméricos. Pode ser usado como um dado inteiro com valores na faixa entre 0 e Inteiro de 8 bits em notação de complemento de dois. Pode assumir valores entre -2 7 = -128 e 2 7-1= Inteiro de 16 bits em notação de complemento de dois. Os valores possíveis cobrem a faixa de = a = Inteiro de 32 bits em notação de complemento de dois. Pode assumir valores entre = e =

23 Tipos de Dados Primitivos long float double Inteiro de 64 bits em notação de complemento de dois. Pode assumir valores entre e Representa números em notação de ponto flutuante normalizada em precisão simples de 32 bits em conformidade com a norma IEEE O menor valor positivo representável por esse tipo é e- 46 e o maior é e bytes de tamanho e 23 dígitos binários de precisão. Representa números em notação de ponto flutuante normalizada em precisão dupla de 64 bits em conformidade com a norma IEEE O menor valor positivo representável é e- 324 e o maior é e bytes de tamanho e 52 dígitos binários de precisão.

24 Tipos de Dados Primitivos e Conversões As conversões em Java ocorrem da seguinte maneira, sem perda de informação: Um byte pode ser convertido em um short, int, long, float ou double. Um short pode ser convertido em um int, long, float ou double. Um char pode ser convertido em um int, long, float ou double. Um int pode ser convertido em um long, float ou double. Um long pode ser convertido em um float ou double. Um float pode ser convertido em um double.

25 Tipos de Dados Primitivos e Conversões Já as conversões explícitas, o casting, é permitido em todos os tipos (exceto o boolean), mas o programador deve estar ciente que poderá haver perda de bits.

26 Atividades 1. Crie um pacote dentro do seu projeto denominado variaveis. 2. Crie uma classe com o nome variaveis nesse pacote. 3. Acrescente o método main na classe. 4. Crie 5 tipos de variáveis. Inicialize-as com valores adequados. 5. Faça a conversão dessas variáveis usando casting, para byte. 1. Ex.

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this.

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Aula 2 Objetivos Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Encapsulamento, data hiding é um conceito bastante importante em orientação a objetos. É utilizado para restringir o acesso

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS A Linguagem Java Alberto Costa Neto DComp - UFS 1 Roteiro Comentários Variáveis Tipos Primitivos de Dados Casting Comandos de Entrada e Saída Operadores Constantes 2 Comentários /** Classe para impressão

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

Aula 09 Introdução à Java. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 09 Introdução à Java. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 09 Introdução à Java Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Java: Sintaxe; Tipos de Dados; Variáveis; Impressão de Dados.

Leia mais

JavaScript 2.0X 1.0 3.0X 1.1 4.0 4.05 1.2 4.06 4.61 1.3 5.0 1.4 6.0 1.5

JavaScript 2.0X 1.0 3.0X 1.1 4.0 4.05 1.2 4.06 4.61 1.3 5.0 1.4 6.0 1.5 JavaScript Diego R. Frank, Leonardo Seibt FIT Faculdades de Informática de Taquara Fundação Educacional Encosta Inferior do Nordeste Av. Oscar Martins Rangel, 4500 Taquara RS Brasil difrank@terra.com.br,

Leia mais

CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS. João Gabriel Ganem Barbosa

CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS. João Gabriel Ganem Barbosa CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS João Gabriel Ganem Barbosa Sumário Motivação História Linha do Tempo Divisão Conceitos Paradigmas Geração Tipos de Dados Operadores Estruturada vs

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Algoritmos e Programação Parte 05 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes ITENS FUNDAMENTAIS Profª Angélica da Silva Nunes CONCEITOS BÁSICOS Hardware - é a parte física do computador, tais como: teclado, monitor de vídeo, etc. Software - são os programas e aplicativos que permitem

Leia mais

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br Java Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br 3. Considere as instruções Java abaixo: int cont1 = 3; int cont2 = 2; int cont3 = 1; cont1 += cont3++; cont1 -= --cont2; cont3 = cont2++; Após a

Leia mais

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO Tópicos Estrutura Básica B de Programas C e C++ Tipos de Dados Variáveis Strings Entrada e Saída de Dados no C e C++ INTRODUÇÃO O C++ aceita

Leia mais

Tipos, Literais, Operadores

Tipos, Literais, Operadores Tipos, Literais, Operadores Identificadores São palavras utilizadas para nomear variáveis, métodos e classes Na linguagem Java, o identificador sempre começa por letra, sublinhado(_) ou cifrão ($) Não

Leia mais

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática Folha 1-1 Introdução à Linguagem de Programação JAVA 1 Usando o editor do ambiente de desenvolvimento JBUILDER pretende-se construir e executar o programa abaixo. class Primeiro { public static void main(string[]

Leia mais

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C Linguagem de uso geral (qualquer tipo de aplicação) Uma das linguagens mais utilizadas Foi utilizada

Leia mais

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br JAVA Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br Agenda 2 Características Ambientes de Desenvolvimento Sintaxe Comentários Tipos de dados primitivos Caracteres especiais Variáveis Operadores Aritméticos

Leia mais

Java 1 visão geral. Vitor Vaz da Silva

Java 1 visão geral. Vitor Vaz da Silva Java 1 visão geral Vitor Vaz da Silva Introdução 1991 Um grupo de projectistas da Sun Green Team tenta criar uma nova geração de computadores portáteis inteligentes e com grande capacidade de comunicação.

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu. Programação Estruturada Linguagem C Fundamentos da Linguagem Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.br Sumário Estrutura Básica Bibliotecas Básicas Tipos de Dados Básicos Variáveis/Declaração

Leia mais

MsC. João Maria MsC. Liviane Melo

MsC. João Maria MsC. Liviane Melo Disciplina: Programação Orientada à Objetos AULA 02 Corpo docente: MsC. Alexandro Vladno Edmilson Campos MsC. Fábio Procópio Esp. Felipe Dantas MsC. João Maria MsC. Liviane Melo 2 Tipo Tamanho Alcance

Leia mais

Orientação a Objetos em Java. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br

Orientação a Objetos em Java. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Orientação a Objetos em Java Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Agenda Introdução; Orientação a Objetos; Orientação a Objetos em Java; Leonardo Murta Orientação a Objetos em Java 2 Agosto/2007

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 2: Classes e objectos LEEC@IST Java 1/24 Classes (1) Sintaxe Qualif* class Ident [ extends IdentC] [ implements IdentI [,IdentI]* ] { [ Atributos Métodos ]* Qualif:

Leia mais

JAVA. Introdução. Marcio de Carvalho Victorino. Page 1 1/40 2/40

JAVA. Introdução. Marcio de Carvalho Victorino. Page 1 1/40 2/40 JAVA Marcio de Carvalho Victorino 1/40 Introdução 2/40 Page 1 Programação OO Elementos do modelo OO: Abstração: é o processo de abstrair as características essenciais de um objeto real. O conjunto de características

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web

Introdução à Tecnologia Web Introdução à Tecnologia Web JavaScript Sintaxe da Linguagem: Delimitadores e etc Profª MSc. Elizabete Munzlinger JavaScript Sintaxe da Linguagem Índice 1 SINTAXE DA LINGUAGEM... 2 1.1 Delimitadores de

Leia mais

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Introdução à Programação (PG) Docente: Pedro Viçoso Fazenda (pfazenda@cedet.isel.ipl.pt) Professor Responsável: Pedro Alexandre Pereira (palex@cc.isel.ipl.pt)

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 02 APRESENTAÇÃO: Apresentação; conceitos básicos da linguagem java; estrutura

Leia mais

MC102 Algoritmos e programação de computadores Aula 3: Variáveis

MC102 Algoritmos e programação de computadores Aula 3: Variáveis MC102 Algoritmos e programação de computadores Aula 3: Variáveis Variáveis Variáveis são locais onde armazenamos valores na memória. Toda variável é caracterizada por um nome, que a identifica em um programa,

Leia mais

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com HelloWorld.java: public class HelloWorld { public static void main (String[] args) { System.out.println( Hello, World ); } } Identificadores são usados

Leia mais

2 Orientação a objetos na prática

2 Orientação a objetos na prática 2 Orientação a objetos na prática Aula 04 Sumário Capítulo 1 Introdução e conceitos básicos 1.4 Orientação a Objetos 1.4.1 Classe 1.4.2 Objetos 1.4.3 Métodos e atributos 1.4.4 Encapsulamento 1.4.5 Métodos

Leia mais

10/02/2015. Introdução. Podemos classificar os tipos de dados a serem processados em dados e instruções Dados: Algoritmos e Lógica de Programação

10/02/2015. Introdução. Podemos classificar os tipos de dados a serem processados em dados e instruções Dados: Algoritmos e Lógica de Programação Introdução Algoritmos e Lógica de Programação Tipos de dados Podemos classificar os tipos de dados a serem processados em dados e instruções Dados: Informações a serem processadas pelo computador. Consideremos

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 3: Métodos LEEC@IST Java 1/45 Métodos (1) Sintaxe Qualif Tipo Ident ( [ TipoP IdentP [, TipoP IdentP]* ] ) { [ Variável_local Instrução ]* Qualif: qualificador (visibilidade,

Leia mais

Capítulo 1 - Fundamentos da Linguagem

Capítulo 1 - Fundamentos da Linguagem Capítulo 1 - Fundamentos da Linguagem Esse capítulo é bastante significativo para a assimilação dos demais conteúdos, pois ataca todos os conceitos iniciais da linguagem Java, portanto estude-o com bastante

Leia mais

Módulo 06 Desenho de Classes

Módulo 06 Desenho de Classes Módulo 06 Desenho de Classes Última Atualização: 13/06/2010 1 Objetivos Definir os conceitos de herança, polimorfismo, sobrecarga (overloading), sobreescrita(overriding) e invocação virtual de métodos.

Leia mais

Programando em C++ Histórico da Linguagem C

Programando em C++ Histórico da Linguagem C Programando em C++ Joaquim Quinteiro Uchôa joukim@comp.ufla.br DCC-UFLA, 2002 Programando em C++ p.1/38 Histórico da Linguagem C Linguagem C: 1972 - Laboratório Bells, por Dennis Ritchie, a partir da linguagem

Leia mais

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1 1 Apresentação O Curso Java Starter foi projetado com o objetivo de ajudar àquelas pessoas que têm uma base de lógica de programação e desejam entrar no mercado de trabalho sabendo Java, A estrutura do

Leia mais

Algoritmos e Programação Estruturada

Algoritmos e Programação Estruturada Algoritmos e Programação Estruturada Virgínia M. Cardoso Linguagem C Criada por Dennis M. Ritchie e Ken Thompson no Laboratório Bell em 1972. A Linguagem C foi baseada na Linguagem B criada por Thompson.

Leia mais

Programação Engenharia Informática (11543) 1º ano, 1º semestre Tecnologias e Sistemas de Informação (6619) 1º ano, 1º semestre

Programação Engenharia Informática (11543) 1º ano, 1º semestre Tecnologias e Sistemas de Informação (6619) 1º ano, 1º semestre Programação Engenharia Informática (11543) 1º ano, 1º semestre Tecnologias e Sistemas de Informação (6619) 1º ano, 1º semestre Cap. 02 Fundamentos de Linguagens Sumário : Linguagem, alfabeto e gramática

Leia mais

Roteiro 1: Dados, variáveis, operadores e precedência

Roteiro 1: Dados, variáveis, operadores e precedência 1. Introdução Universidade Federal do ABC Disciplina: Processamento da Informação (BC-0505) Assunto: Dados, variáveis, operadores e precedência Roteiro 1: Dados, variáveis, operadores e precedência Nesta

Leia mais

Programação: Tipos, Variáveis e Expressões

Programação: Tipos, Variáveis e Expressões Programação de Computadores I Aula 05 Programação: Tipos, Variáveis e Expressões José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011-1 1/56 Valores Valor é uma entidade

Leia mais

Variáveis e Comandos de Atribuição

Variáveis e Comandos de Atribuição BCC 201 - Introdução à Programação Variáveis e Comandos de Atribuição Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/47 Estrutura Básica de um programa C I < d i r e t i v a s do pré p r o c e s s a d o r > < d e c l

Leia mais

O COMPUTADOR. Introdução à Computação

O COMPUTADOR. Introdução à Computação O COMPUTADOR Introdução à Computação Sumário O Hardware O Software Linguagens de Programação Histórico da Linguagem C Componentes Básicos do Computador O HARDWARE: O equipamento propriamente dito. Inclui:

Leia mais

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar Introdução à Java Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Código Exemplo da Aula Criar a classe Aula.java com o seguinte código: public class Aula { public static void

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Iniciar o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 APROG Algoritmia e Programação Linguagem JAVA Básico Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 Linguagem Java Estrutura de um Programa Geral Básica Estruturas de Dados Variáveis Constantes Tipos de Dados

Leia mais

JSP - ORIENTADO A OBJETOS

JSP - ORIENTADO A OBJETOS JSP Orientação a Objetos... 2 CLASSE:... 2 MÉTODOS:... 2 Método de Retorno... 2 Método de Execução... 2 Tipos de Dados... 3 Boolean... 3 Float... 3 Integer... 4 String... 4 Array... 4 Primeira:... 4 Segunda:...

Leia mais

Algoritmos e Técnicas de

Algoritmos e Técnicas de INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Algoritmos e Técnicas de Programação Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com eberton.marinho@ifrn.edu.br

Leia mais

Introdução à Programação

Introdução à Programação Introdução à Programação Introdução a Linguagem C Construções Básicas Programa em C #include int main ( ) { Palavras Reservadas } float celsius ; float farenheit ; celsius = 30; farenheit = 9.0/5

Leia mais

Algoritmo e Técnica de Programação - Linguagem C

Algoritmo e Técnica de Programação - Linguagem C Algoritmo e Técnica de Programação Linguagem C Gilbran Silva de Andrade 5 de junho de 2008 Introdução A liguagem C foi inventada e implementada por Dennis Ritchie em um DEC PDP-11 que utilizava o sistema

Leia mais

Conceitos de Linguagens de Programação

Conceitos de Linguagens de Programação Conceitos de Linguagens de Programação Aula 07 Nomes, Vinculações, Escopos e Tipos de Dados Edirlei Soares de Lima Introdução Linguagens de programação imperativas são abstrações

Leia mais

2. Constantes e Variáveis

2. Constantes e Variáveis 2. Constantes e Variáveis Neste capitulo veremos como os dados constantes e variáveis são manipulados pela linguagem C. O que são constantes inteiras, reais, caracteres e strings. Quais são as regras de

Leia mais

Linguagem de Programação I. Orientação a Objetos em Java

Linguagem de Programação I. Orientação a Objetos em Java Linguagem de Programação I Orientação a Objetos em Java Roteiro Introdução Classes e Objetos Declaração de Classes e Instanciação de um Objeto de uma Classe Declarando métodos com parâmetros Atributos,

Leia mais

Programação Estruturada I

Programação Estruturada I Programação Estruturada I Introdução a Linguagem C Prof. Thiago Caproni Tavares 1 Prof. Mateus dos Santos 2 1 thiago.tavares@ifsuldeminas.edu.br 2 mateus.santos@ifsuldeminas.edu.br Última Atualização:

Leia mais

Programando em C# Orientado a Objetos. By: Maromo

Programando em C# Orientado a Objetos. By: Maromo Programando em C# Orientado a Objetos By: Maromo Agenda Módulo 1 Plataforma.Net. Linguagem de Programação C#. Tipos primitivos, comandos de controle. Exercícios de Fixação. Introdução O modelo de programação

Leia mais

Módulo Básico. Rua Valorbe, 123 Lauzane Paulista Cep 02442-140 São Paulo SP webmaster@dbsystems.com.br

Módulo Básico. Rua Valorbe, 123 Lauzane Paulista Cep 02442-140 São Paulo SP webmaster@dbsystems.com.br Módulo Básico Rua Valorbe, 123 Lauzane Paulista Cep 02442-140 São Paulo SP ÍNDICE JAVA MÓDULO BÁSICO 01. JAVA UMA VISÃO GERAL... 3 02. JAVA E A ORIENTAÇÃO A OBJETOS... 3 03. ABSTRAÇÃO... 3 04. OS TRÊS

Leia mais

AULA 02. 1. Uma linguagem de programação orientada a objetos

AULA 02. 1. Uma linguagem de programação orientada a objetos AULA 02 TECNOLOGIA JAVA O nome "Java" é usado para referir-se a 1. Uma linguagem de programação orientada a objetos 2. Uma coleção de APIs (classes, componentes, frameworks) para o desenvolvimento de aplicações

Leia mais

Java Como Programar, 8/E

Java Como Programar, 8/E Capítulo 5 Instruções de controle: Parte 2 Java Como Programar, 8/E (C) 2010 Pearson Education, Inc. Todos os 5.1 Introdução Instrução de repetição for Instrução de repetição do while Instrução de seleção

Leia mais

Noções sobre Objetos e Classes

Noções sobre Objetos e Classes Noções sobre Objetos e Classes Prof. Marcelo Cohen 1. Elementos de programação Revisão de programação variáveis, tipos de dados expressões e operadores cadeias de caracteres escopo de variáveis Revisão

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Inicie o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

Sintaxe Básica de Java Parte 1

Sintaxe Básica de Java Parte 1 Sintaxe Básica de Java Parte 1 Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marcioubeno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Estrutura de Programa Um programa

Leia mais

Programação Básica em Arduino Aula 2

Programação Básica em Arduino Aula 2 Programação Básica em Arduino Aula 2 Execução: Laboratório de Automação e Robótica Móvel Variáveis são lugares (posições) na memória principal que servem para armazenar dados. As variáveis são acessadas

Leia mais

Tipo de Dados em Linguagem C

Tipo de Dados em Linguagem C Tipo de Dados em Linguagem C Principais tipos de dados em C int : tipo de dados inteiros (exemplo: 1, -3, 100, -9, 18, etc.) float : tipo de dados reais (exemplo: 1.33, 3.14, 2.00, -9.0, 1.8, etc.) Ocupa

Leia mais

Histórico Et Estrutura t de um programa Java Sintaxe básica de Java. Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br. O que é a linguagem Java?

Histórico Et Estrutura t de um programa Java Sintaxe básica de Java. Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br. O que é a linguagem Java? Programação Orientada a Objetos Elementos Básicos da Linguagem Java Histórico Et Estrutura t de um programa Java Sintaxe básica de Java Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Definição O que é a linguagem

Leia mais

Lab de Programação de sistemas I

Lab de Programação de sistemas I Lab de Programação de sistemas I Apresentação Prof Daves Martins Msc Computação de Alto Desempenho Email: daves.martins@ifsudestemg.edu.br Agenda Orientação a Objetos Conceitos e Práticas Programação OO

Leia mais

Linguagem C. TGSI Lógica de Programação / Linguagem C Prof. Marcos Roberto

Linguagem C. TGSI Lógica de Programação / Linguagem C Prof. Marcos Roberto Linguagem C O C nasceu na década de 70. Seu inventor, Dennis Ritchie, implementou-o pela primeira vez usando um DEC PDP-11 rodando o sistema operacional UNIX. O C é derivado de uma outra linguagem: o B,

Leia mais

ÇÃO COM OBJECTOS PROGRAMAÇÃ. Programação com Objectos. Programação com Objectos TUDO É UM OBJECTO TUDO É UM OBJECTO ÍNDICE.

ÇÃO COM OBJECTOS PROGRAMAÇÃ. Programação com Objectos. Programação com Objectos TUDO É UM OBJECTO TUDO É UM OBJECTO ÍNDICE. PROGRAMAÇÃ ÇÃO COM OBJECTOS TUDO É UM OBJECTO Programação com Objectos ÍNDICE Introdução aos objectos Polimorfismo TUDO É UM OBJECTO Interface e classes internas Instruções de controlo Guardar os objectos

Leia mais

Java - Introdução. Professor: Vilson Heck Junior. vilson.junior@ifsc.edu.br

Java - Introdução. Professor: Vilson Heck Junior. vilson.junior@ifsc.edu.br Java - Introdução Professor: Vilson Heck Junior vilson.junior@ifsc.edu.br Agenda O que é Java? Sun / Oracle. IDE - NetBeans. Linguagem Java; Maquina Virtual; Atividade Prática. Identificando Elementos

Leia mais

3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C 3.1. CONCEITOS BÁSICOS. Lógica de Programação

3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C 3.1. CONCEITOS BÁSICOS. Lógica de Programação Lógica de Programação 3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C Caro Aluno Vamos iniciar o terceiro capítulo da nossa disciplina. Agora vamos começar a aplicar os conceitos vistos nos capítulos anteriores em uma linguagem

Leia mais

Capítulo 2. Fundamentos de Java

Capítulo 2. Fundamentos de Java Capítulo 2. Fundamentos de Java 1/52 Índice 2.1 - Variáveis Tipos Escopo Inicialização Casting Literais 2.2 - Operadores Aritméticos Relacionais Bit a Bit De atribuição 2.3 - Expressões, statements e blocos

Leia mais

Organização de programas em Java. Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br

Organização de programas em Java. Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br Organização de programas em Java Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br Vamos programar em Java! Mas... } Como um programa é organizado? } Quais são os tipos de dados disponíveis? } Como variáveis podem

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I. Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3

Algoritmos e Estruturas de Dados I. Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3 Algoritmos e Estruturas de Dados I Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3 Laboratório de AEDS 1 Aula 01 Linguagens de Programação Cada linguagem de programação obedece

Leia mais

Lista de Contas: Assinatura. Lista de Contas. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição

Lista de Contas: Assinatura. Lista de Contas. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição Lista de Contas Lista de Contas: Assinatura null Quais são os métodos necessários? class ListaDeContas { void inserir (Conta c) { void retirar (Conta c) { Conta procurar (String num) { Listas de Contas:

Leia mais

Técnicas de Programação: ESTRUTURAS, UNIÕES E TIPOS DEE UFPB

Técnicas de Programação: ESTRUTURAS, UNIÕES E TIPOS DEE UFPB Técnicas de Programação: ESTRUTURAS, UNIÕES E TIPOS DEFINIDOS PELO USUÁRIO Prof. Protásio DEE UFPB 1 Estruturas É uma coleção de variáveis que são referenciadas sob um único nome. Uma estrutura fornece

Leia mais

BC0505 Processamento da Informação

BC0505 Processamento da Informação BC0505 Processamento da Informação Assunto: Modularização de código e passagem de parâmetros Aula Prática: 4 Versão: 0.2 Introdução Modularização No Java, como em outras linguagens de Programação Orientadas

Leia mais

Exercícios de Revisão Java Básico

Exercícios de Revisão Java Básico Exercícios de Revisão Java Básico (i) Programação básica (estruturada) 1) Faça um programa para calcular o valor das seguintes expressões: S 1 = 1 1 3 2 5 3 7 99... 4 50 S 2 = 21 50 22 49 23 48...250 1

Leia mais

Características de Java

Características de Java Características de Java Familiar e Simples Sintaxe parecida com C/C++; Porém mais limpa: sem ponteiros, estruturas, etc; Orientada a Objetos (OO) Prática de programação já consolidada no mercado; OO permite

Leia mais

Programação em C++: Introdução

Programação em C++: Introdução Programação em C++: Introdução J. Barbosa J. Tavares Visualização Científica Conceitos básicos de programação Algoritmo Conjunto finito de regras sobre as quais se pode dar execução a um dado processo

Leia mais

Relevância e Motivação. Programação Orientada a Objetos Utilizando Java. Qualidade do Software. Objetivos. Cancelamentos.

Relevância e Motivação. Programação Orientada a Objetos Utilizando Java. Qualidade do Software. Objetivos. Cancelamentos. Programação Orientada a Objetos Utilizando Java Pedro de Alcântara dos Santos Neto e-mail: pasn@ufpi.edu.br Home Page: http:// www.ufpi.br/pasn Relevância e Motivação Técnicas a serem utilizadas na prática

Leia mais

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++ INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++ 1 - VARIÁVEIS Variáveis espaço de memória reservado para armazenar tipos de dados, com um nome para referenciar seu conteúdo. Observações importantes Todas as variáveis devem

Leia mais

public Agenda() { compromissos = null; } public int getnumerodecompromissos() { if (compromissos==null) return 0; else return compromissos.

public Agenda() { compromissos = null; } public int getnumerodecompromissos() { if (compromissos==null) return 0; else return compromissos. import java.util.scanner; class Data... class Compromisso... public class Agenda private Compromisso[] compromissos; private Compromisso[] realoquecompromissos (Compromisso[] vetor, int tamanhodesejado)

Leia mais

O comando switch. c Professores de ALPRO I 04/2012. Faculdade de Informática PUCRS. ALPRO I (FACIN) O comando switch 04/2012 1 / 31

O comando switch. c Professores de ALPRO I 04/2012. Faculdade de Informática PUCRS. ALPRO I (FACIN) O comando switch 04/2012 1 / 31 O comando switch c Professores de ALPRO I Faculdade de Informática PUCRS 04/2012 ALPRO I (FACIN) O comando switch 04/2012 1 / 31 Sumário 1 Relembrando... 2 Comando de Seleção (Parte III) Menus e o comando

Leia mais

Linguagem e Técnicas de Programação I Tipos de dados, variáveis e constantes. Prof. MSc. Hugo Souza Material desenvolvido por: Profa.

Linguagem e Técnicas de Programação I Tipos de dados, variáveis e constantes. Prof. MSc. Hugo Souza Material desenvolvido por: Profa. Linguagem e Técnicas de Programação I Tipos de dados, variáveis e constantes Prof. MSc. Hugo Souza Material desenvolvido por: Profa. Ameliara Freire Tipos de dados Os programas manipulam dados, armazenando-os

Leia mais

POO Programação Orientada a Objetos. Classes em Java

POO Programação Orientada a Objetos. Classes em Java + POO Programação Orientada a Objetos Classes em Java + Classes 2 Para que a JVM crie objetos: Ela precisa saber qual classe o objeto pertence Na classe estão definidos os atributos e métodos Programamos

Leia mais

Programação Na Web. Linguagem Java Parte II. break com o nome do bloco. Sintaxe. Nome do bloco. Termina o bloco. António Gonçalves ...

Programação Na Web. Linguagem Java Parte II. break com o nome do bloco. Sintaxe. Nome do bloco. Termina o bloco. António Gonçalves ... Programação Na Web Linguagem Java Parte II Sintaxe António Gonçalves break com o nome do bloco Nome do bloco Termina o bloco class class Matrix Matrix { private private int[][] int[][] mat; mat; public

Leia mais

Estrutura Condicional em Java

Estrutura Condicional em Java Estrutura Condicional em Java Linguagem de Programação 1 O Java contém três tipos de instruções de seleção. A instrução if realiza uma ação se uma condição for verdadeira ou pula a ação se a condição for

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ Profª ª Danielle Casillo COMPILADORES Toda linguagem de programação

Leia mais

Java Básico. Classes Abstratas, Exceções e Interfaces Prof. Fernando Vanini Ic-Unicamp

Java Básico. Classes Abstratas, Exceções e Interfaces Prof. Fernando Vanini Ic-Unicamp Java Básico Classes Abstratas, Exceções e Interfaces Prof. Fernando Vanini Ic-Unicamp Classes Abstratas construção de uma classe abstrata construção de classes derivadas Classes e Herança Uma classe define

Leia mais

Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063)

Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063) Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063) Aula 5 Herança Universidade Federal de Santa Maria Colégio Agrícola de Frederico Westphalen Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Prof. Bruno

Leia mais

Java 2 tipos, operadores, String. Vitor Vaz da Silva

Java 2 tipos, operadores, String. Vitor Vaz da Silva Java 2 tipos, operadores, String Vitor Vaz da Silva Tipos de Dados Primitivos Inteiro byte short int long Vírgula flutuante float double Caractere char Lógico boolean Vitor Vaz da Silva 2 Inteiros Tipo

Leia mais

INF 1005 Programação I

INF 1005 Programação I INF 1005 Programação I Aula 03 Introdução a Linguagem C Edirlei Soares de Lima Estrutura de um Programa C Inclusão de bibliotecas auxiliares: #include Definição de constantes:

Leia mais

7/7/2010. Confiabilidade Independência de Plataforma Segurança Oak se transforma em Java

7/7/2010. Confiabilidade Independência de Plataforma Segurança Oak se transforma em Java Cay Horstmann, Gary Cornell. Core Java, Volume 1 - Fundamentos. Editora: Prentice Hall. Ano: 2007. Edição: 8 The Java Tutorials http://java.sun.com/docs/books/tutorial/ Standard Edition Revisão Geral Fernando

Leia mais

Introdução a Linguagem

Introdução a Linguagem Introdução a Linguagem Prof. Edwar Saliba Júnior Fevereiro de 2011 Unidade 03 Introdução a Linguagem Java 1 Conteúdo Máquina Virtual (JVM) Histórico de Java Case Sensitive Tipos Primitivos Tipo String

Leia mais

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código }

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código } Este documento tem o objetivo de demonstrar os comandos e sintaxes básicas da linguagem Java. 1. Alguns passos para criar programas em Java As primeiras coisas que devem ser abordadas para começar a desenvolver

Leia mais

Linguagem C Tipos de Dados. void; escalares; sizeof Vectores; strings em C Estruturas Introdução ao pré-processador

Linguagem C Tipos de Dados. void; escalares; sizeof Vectores; strings em C Estruturas Introdução ao pré-processador Linguagem C Tipos de Dados void; escalares; sizeof Vectores; strings em C Estruturas Introdução ao pré-processador Funções void void pode ser usado em lugar de um tipo, para indicar a ausência de valor

Leia mais

Programação Orientada a Objetos. Encapsulamento

Programação Orientada a Objetos. Encapsulamento Programação Orientada a Objetos Encapsulamento de Dados Ocultação de dados Garante a transparência de utilização dos componentes do software, facilitando: Entendimento Reuso Manutenção Minimiza as interdependências

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo Programação Orientada a Objetos em java Polimorfismo Polimorfismo Uma característica muito importante em sistemas orientados a objetos Termo proveniente do grego, e significa muitas formas Em POO, significa

Leia mais

Revisão OO Básico. Orientação a Objetos em Java

Revisão OO Básico. Orientação a Objetos em Java Revisão OO Básico Orientação a Objetos em Java Grupo de Linguagens de Programação Departamento de Informática PUC-Rio Nomenclatura A unidade básica de programação em linguagens orientadas a objetos é a

Leia mais

A Linguagem de Programação Java

A Linguagem de Programação Java A Linguagem de Programação Java Índice 1.Introdução 2 2.Histórico 2 3.As palavras que definem Java 3 4.Tipos primitivos 6 5.Tipos Compostos 6 6.Expressões 7 7.Variáveis 8 8.Comandos 9 9.Java e a Orientação

Leia mais